• TABLE OF CONTENTS
HIDE
 Half Title
 Title Page
 Notas preambulares
 Indice didascálico
 Indice onomástico
 Indice ideográfico






Group Title: Achegas para a bibliografia de Mocambique : novos subsidios para um estudo completo
Title: Achegas para a bibliografia de Moðcambique
CITATION PAGE IMAGE ZOOMABLE PAGE TEXT
Full Citation
STANDARD VIEW MARC VIEW
Permanent Link: http://ufdc.ufl.edu/UF00072660/00001
 Material Information
Title: Achegas para a bibliografia de Moðcambique novos subsâidios para um estudo completo
Physical Description: 134 p. : ; 23 cm.
Language: Portuguese
Creator: Eðca, Filipe Gastäao de Almeida de, 1895-
Publisher: Agãencia Geral das Colâonias, Divisäao de Publicaðcäoes e Biblioteca
Place of Publication: Lisboa
Publication Date: 1949
 Subjects
Subject: Bibliography -- Mozambique   ( lcsh )
Genre: bibliography   ( marcgt )
non-fiction   ( marcgt )
 Record Information
Bibliographic ID: UF00072660
Volume ID: VID00001
Source Institution: University of Florida
Holding Location: African Studies Collections in the Department of Special Collections and Area Studies, George A. Smathers Libraries, University of Florida
Rights Management: All rights reserved by the source institution and holding location.
Resource Identifier: oclc - 01316958
lccn - 53016417

Table of Contents
    Half Title
        Page 1
        Page 2
    Title Page
        Page 3
        Page 4
    Notas preambulares
        Page 5
        Page 6
        Page 7
        Page 8
        Page 9
        Page 10
        Page 11
        Page 12
    Indice didascálico
        Page 13
        Page 14
        Page 15
        Page 16
        Page 17
        Page 18
        Page 19
        Page 20
        Page 21
        Page 22
        Page 23
        Page 24
        Page 25
        Page 26
        Page 27
        Page 28
        Page 29
        Page 30
        Page 31
        Page 32
        Page 33
        Page 34
        Page 35
        Page 36
        Page 37
        Page 38
        Page 39
        Page 40
        Page 41
        Page 42
        Page 43
        Page 44
        Page 45
        Page 46
        Page 47
        Page 48
        Page 49
        Page 50
        Page 51
        Page 52
        Page 53
        Page 54
        Page 55
        Page 56
        Page 57
        Page 58
        Page 59
        Page 60
        Page 61
        Page 62
        Page 63
        Page 64
        Page 65
        Page 66
        Page 67
        Page 68
        Page 69
        Page 70
        Page 71
        Page 72
        Page 73
        Page 74
        Page 75
        Page 76
        Page 77
        Page 78
        Page 79
        Page 80
        Page 81
        Page 82
        Page 83
        Page 84
        Page 85
        Page 86
        Page 87
        Page 88
        Page 89
        Page 90
        Page 91
        Page 92
        Page 93
        Page 94
        Page 95
        Page 96
        Page 97
        Page 98
        Page 99
        Page 100
        Page 101
        Page 102
        Page 103
        Page 104
        Page 105
        Page 106
        Page 107
        Page 108
        Page 109
        Page 110
        Page 111
        Page 112
        Page 113
        Page 114
        Page 115
        Page 116
    Indice onomástico
        Page 117
        Page 118
        Page 119
        Page 120
        Page 121
        Page 122
        Page 123
        Page 124
        Page 125
        Page 126
        Page 127
        Page 128
    Indice ideográfico
        Page 129
        Page 130
        Page 131
        Page 132
        Page 133
        Page 134
        Page 135
        Page 136
Full Text
















ACHEGAS
PARA A
BIBLIOGRAFIA DE MOCAMBIQUE










REPUBLICA PORTUGUESA
MINISTiRIO DAS COL6NIAS



ACHEGAS
PARA A

BIBLIOGRAFIA

DE MOCAMBIQUE
S(Novos subsidies para um estudo complete)

POR
FILIPE GASTAO DE ALMEIDA DE E(A


AGENCIA GERAL DAS COLONIES
DIVISAO DE PUBLICAgOES E BIBLIOTECA
LISBOA MCMXLIX























































Esta publicagao foi autorizada por despacho
de S. Ex.a o Ministro, de 11 de Outubro de 1948.






















NOTAS PREAMBULARES


O capitio Mario Costa, paciente e laborioso investigator
e profuso escritor colonial (1), aditou outra unidade a ji muito
apreciavel lista dos seus livros sobre Mogambique: Bibliografia
Geral de Mogambique (2), primorosa edigLo da Agencia Geral
das Col6nias, que tao benemerentemente tern difundido e valo.
rizado o nosso patrim6nio literArio respeitante as col6nias,
quer por meio de oportunas e muito apreciadas reedig5es, quer
atrav6s da publicaago de originals de indiscutivel m6rito.
Desta feita trata-se dum excelente trabalho de investigagao
e catalogagao, que deveria ter exigido muitos anos de aturadas
pesquisas e laboriosas diligencias em consultas, buscas e inqui-
rig5es. Ngo me dei ao cuidado de contar as esp6cies bibliogri-
ficas que o capitao MArio Costa conseguiu arrolar, trabalho
dificil por muitas delas figurarem em duas e tres rubricas dife-
rentes; mas nao andarei muito arredado da realidade compu-

(1) Al6m de fecunda colaboragao em muitos jornais, revistas, anui-
rios, boletins, etc., a actividade literaria de MArio Costa em assuntos
mogambicanos cifra-se em 13 livros ou opiusculos, segundo se verifica
na Bibliografia Geral.
(2) In.80 gr. de 359 pigs.- Lisboa, MCMXLVI-Na Editorial
Atica, Ld.a.










tando-as em mais de 2.000, o que represent um assinalado
avango sobre o primeiro e incompletissimo catalogo publicado
em Lourengo Marques cor cunho official (3), e que muito modes-
tamente se queda em perto de 500 unidades!
A Bibliografia Geral de Mogambique, que o seu esclarecido
autor nos apresenta como uma (contribuiqao para um estudo
complete), constitui um merit6rio servigo prestado A col6nia
de Mogambique, aos bibli6filos em geral e a todos aqueles
que se interessam pelos estudos mogambicanos. E, sobretudo,
6 indubitAvelmente um utilissimo auxiliar e seguro roteiro para
algu6m que um dia deseje abalangar-se A laboriosa e dificil
tarefa de compilar um verdadeiro dicionirio bibliogrifico de
Mogambique, cor todos os requisitos e caracteristicas a que
devem obedecer trabalhos dessa natureza.
Enfim, com esta sua prestimosa iniciativa, Mario Costa
mais uma vez bem mereceu de Mocambique, e para desejar
seria que tao louvAvel exemplo viesse frutificar nos restantes
rinc5es do nosso vasto Imp-rio Colonial.




Avisando os consulentes ou simples leitores de que o seu
trabalho 6 apenas uma contribuigio para um estudo mais com-
pleto da bibliografia, interessando a Mogambique, Mario Costa
nao arredou a possibilidade da existencia dalgumas omiss5es
na sua Bibliografia Geral, e deixa o caminho livre a outros
que para o mesmo fim queiram contribuir. (Ela 6-diz ele-
um simples roteiro, porventura incomplete, para servir o cami-
nhante do estudo necessitado de conhecer uma ou determinadas
direcg5es.> Por isso nao poderi ser estranhivel que, dentro do
mesmo espirito que animou Mario Costa, surja agora um


(3) 1. .Catilogo Bibliogrdfico de Mogambique-1932-Imprensa
Nacional- Lourengo Marques Folheto.










obscure investigator mais curioso do que investigador... -
a fornecer umas achegas ao seu trabalho, insignificant contri-
bui~io que em nada diminui os elevados m6ritos da Biblio-
grafia Geral, que 6, e sera sempre, s6lido alicerce para estudos
da especialidade.
Estas Achegas comportam pouco mais de 400 esp&cies biblio-
grificas que teriam escapado as investigag6es de Mario Costa;
reconhego que sgo poucas, mas precisamente por essa razao
resolvi, embora multiplicando trabalhos, fazer uma descrigio
mais pormenorizada de todas elas, saindo, assim, do singelo
enunciado de titulos, autores e datas adoptado na Bibliografia
com a confessada intengao de aligeirar o volume do trabalho,
e para Ihe emprestar a feicgo de simples roteiro para estudiosos
ou curiosos. Por esta forma nao s6 procuro evitar a publicagio
dum trabalho demasiadamente reduzido, como tamb6m tento
justificar a insercgo dalgumas obras que, pelos seus titulos
abstractos ou complexidade de assuntos, pudessem suscitar diivi-
das sobre o seu cabimento na bibliografia mogambicana.
P muito possivel, 6 mesmo certo, que alguns dos livros por
mim arrolados nao merecem ser citados por excessivaiente insi-
gnificantes, no sentido lato da palavra; como 6 possivel que
alguns outros, que se poderio contar pelos dedos duma s6 mio,
ji figure na Bibliografia e tivessem escapado as minhas pes-
quisas por omissio dos seus autores no indice onomastico, ou
por falta do nimero da pigina de insergao A frente do nome
do autor, ou ainda pela sua mengao em rubricas que eu nao
consultei por as considerar inapropriadas para a obra em
exame--lapsos plenamente compreensiveis e quase inevitAveis
em obra de tal amplitude, e de que por vezes verifiquei a exis-
tencia dentro das tres hip6teses mencionadas.
Mas em qualquer dos casos citag6es imerecidas ou repe-
tidas -, direi como o ilustre autor da Bibliografia Geral: c(Quod
abundat non nocetb...
De rest, apresentando um pequeno subsidio para trabalhos










futures, nao me competia decidir sobre o que 6 bom ou mau,
aproveitivel ou initial, nem prever o crit6rio que a tal respeito
se.possa adoptar; apenas me lembrei de que o grande e infa-
tigivel mestre que foi Inoc8ncio Francisco da Silva s6 omitiu
no seu monumental Diciondrio Bibliogrdfico aquilo que nunca
viu ou de que desconhecia a existencia. E na verdade, em mat6-
ria de bibliografia nao conta o m6rito da obra mas apenas
a sua existencia, e no campo critic 6 bom nunca esquecer
o sapiente conceito de Plinio ao dizer que n((io hi livro tio
mau que nao tenha alguma coisa boa....
Por isso, e tal como na Bibliografia Geral de Mogambique,
mencionei tudo o que consegui encontrar, perfilhando, todavia,
as judiciosas excepc6es adoptadas por Mirio Costa, como sejam
separates de decretos, leis, portarias, regulamentos, estatutos
e similares, cuja publicacqo foi feita nos Boletins Oficiais da
col6nia ou nos das companhias majestiticas e estao registadas
nas virias sinopses existentes. Desta forma obedecendo ao
crit6rio de inventariar tudo arrolei alguma coisa do que se
pode considerar bom e ftil, bastante do que a qualquer titulo
6 aproveitivel, e muito do que fundamentalmente possa ser
tido por insignificant, mau on inftil.
Sgo, enfim, elements que nao conv6m desperdigar nem
deixar cair no olvido, para que os vindouros nao fiquem pri-
vados de mat6ria prima para os seus estudos e para o exame
'desapaixonado de determinados acontecimentos, attitudes ou
situaq6es.


Nao alimento a estulta pretensgo de que estas Achegas
complete o inventArio da bibliografia mogambicana, apesar
da relative peniria de trabalhos impressos que direct ou indi-
rectamente possam interessar A col6nia; e nio 6 por falsa mo-
d6stia que faqo tal afirmagio, porquanto A minha parte deixei
de citar algumas dezenas de esp6cies bibliogrificas de que










ouvi falar um tanto vagamente, e ainda outras que vi mencio-
nadas em catalogos ou referidas em diversas obras, mas que
nio consegui identificar a meu content, quer por as nao ter
encontrado nas bibliotecas onde as procurei, quer mesmo por
nao saber precisar os titulos das obras ou os nomes dos autores.
Para desejar seria, pois, que outros estudiosos como MArio
Costa, ou simples curiosos como eu, trouxessem A publicidade
a noticia de mais elements ainda em falta. Estou certo de
que em Mogambique se encontrarao muitos trabalhos ali edi-
tados que ficam por arrolar, nomeadamente opfisculos ou sim-
ples folhetos de interesse pessoal, critical, pol6mica, protest,
homenagem, propaganda, reclamag5es e petig~es, minutes de
agravos, pequenos estudos e relat6rios, etc., possivelmente alguns
de discutivel cr6dito e probidade, outros de duvidoso m6rito,
mas todos eles dizendo qualquer coisa" de aproveitavel, ou repre-
sentando, quanto menos, unidades estatisticas para o estudo
da actividade editorial e do indice da mentalidade em deter-
minadas epocas e localidades.



Na Bibliografia Geral de Mozambique os assuntos foram
distribuidos por 35 capitulos gerais, em catalogagio sistemAtica.
Alguns desses 35 capitulos ainda foram fraccionados em 77 ali-
neas para mais discriminada divisao das obras citadas, o que
totaliza 112 divis6es para os assuntos.
A meu ver ainda sao poucas, obrigando a arrumar nos
t(Diversos) muitos assuntos que mereciam uma secgao especial,
ou a forgar a entrada doutros em rubricas nem sempre rigo-
rosamente apropriadas, ou de excessive latitude. Sem embargo,
por6m, desejaria adaptar estas Achegas ao criterio seguido na
Bibliografia Geral, mas e tio limitado o material de que dis-
ponho uma media inferior a quatro unidades por cada divi-
sio -, que entendi ser preferivel adoptar o sistema de cata-










logagQo alfab6tica por titulos das obras, e numerar todos as
esp6cimes descritos.
Para facilitar aos consulentes a ligagio cor as rubricas
adoptadas na Bibliografia, apus no final da descrig5o de cada
uma das obras mencionadas o nimero, em romano, dos capi-
tulbs ou rubricas em que se divide aquele trabalho, apenas nao
garantindo que o meu crit6rio de escolha seja duma exactidao
impecAvel. No final reproduzirei o Indice Sistemdtico da Biblio-
grafia, seguindo-se a cada capitulo ou alinea os niimeros atri-
buidos As obras que respectivamente lhes interesse.
Igual sistema se usou na elaboracgo do Indice Onomdstico.



Como estas Achegas apenas se destinam a register omissoes
verificadas na Bibliografia Geral-publicada em meados de
1946--, nao se inventariou trabalho algum publicado poste-
riormente a 1945. Mas, mercE da legislaqao vigente (que por
vezes 6 letra morta), as publicac6es de 1946 e anos subsequentes
j6 serao mais faceis de arrolar por simples exame aos registos
do col6nia de Mogambique.


De nulo valor sera este trabalho, mas sirva de complacente
atenuante A mod6stia da contribuicgo e ao dem6rito da obra
a boa vontade manifestada corn a sua elaboragao.
Tao insignificantes achegas sao o produto de persistentes
investigag5es que apenas tiveram por estimulo a grata dedi-
cago que mantenho pela col6nia de Mocambique, aonde servi,
ainda que mal, durante dilatados trinta anos.
Para as elaborar foi como se procurasse agulha em palheiro,
como soe dizer-se; canseiras, passes perdidos, leituras atentas,
muita paci6ncia, horas incontaveis perdidas nas investigac5es










por bibliotecas e livrarias, despesas de certo vulto na aquisigio
de muitos livros que me julguei obrigado a comprar para jus-
tificar pesquisas e importunag5es nos alfarrabistas, aparte ini-
meras diligencias infrutiferas e uma ou outra manifestacgo de
mi vontade cor que arrostei... Depois nao me contentei s6 cor
a descoberta do que procurava, e quis tamb6m ver, ler ou folhear
aquilo que descobria, sem o que impossivel seria descrever os
elements identificadores tais como se apresentam nestas
Achegas.
Creio bem que me seria menos trabalhoso catalogar a esmo,
e sem preocupacSes de confrontos, 2.000 obras, interessando,
por exemplo, a Angola, do que foi descobrir estas 400 omiss6es
num trabalho bibliogrifico que, sem favor, se pode considerar
como muito complete e meticuloso!
No entanto nunca seria possivel reunir o material suficiente
para este livro se nao deparasse cor alguns preciosos auxilios.
Destacarei os Srs. Drs. Luis Ant6nio Santos e Humberto Gon-
galves, respectivamente directors das excelentes mas pouco
conhecidas bibliotecas da Agnncia Geral das Col6nias e da
Imprensa Nacional, que num elevado espirito de ,compreensao
amAvelmente me concederam as mAximas facilidades compa-
tiveis com os regulamentos internos; o Sr. Dr. Elisio Vilaga,
administrador-delegado da Companhia do Boror, que levou
a sua proverbial gentileza a ponto de me entregar as chaves
da biblioteca da Companhia para fazer ali as pesquisas que
entendesse, por sinal muito proveitosas; o Sr. Delfim Costa,
sempre acolhedor e pronto a auxiliar todas as iniciativas de
interesse para Mogambique, que revolveu toda a sua biblioteca
para eu tirar apontamentos; o Rev."m Bispo de Limira, D. Ra-
fael da Assuncgo, os benem6ritos missionarios franciscanos
P.es Albano Emilio Alves e Felisberto TomAs Pontes e o
Sr. P.e Jos6 Leite, S. J., que me forneceram preciosos elements
sobre a actividade literaria dos missionArios das respectivas
ordens, e que constituem, talvez, a parte mais interessante des-










tas Achegas pelo seu significado perante a nossa acqco civi-
lizadora.
Tamb6m nao devo esquecer o prestimoso pessoal das duas
bibliotecas atris citadas, o da Biblioteca Nacional e muito em
especial os dois funcionArios da biblioteca da Sociedade de
Geografia de Lisboa, que se mais nao fizeram 6 porque mats
nao poderiam fazer.
A todos, e a tantos outros que nao cito para nio alongar
estas referencias, a expresso sincera da minha indel6vel gra-
tidio.


Por uiltimo- porque os filtimos sergo os primeiros--devo
enderegar duas palavras a Sua Excelncia o Ministro das Col6-
nias, Senhor Capitgo Te6filo Duarte, que tornou possivel a
publicago deste modesto trabalho. Duas palavras apenas, repito,
mas bastante expressivas pela cordial sinceridade do seu signi-
ficado: -Ber haja!

Filipe Gastao de Moura Coutinho de Almeida de Ega





















INDICE DIDASCALICO


(Neste indice adoptou-se a ordenapo alfabitica pela pri-
meira palavra dos titulos das obras inscritas, mas ndo se con-
siderou para as entradas o artigo definido ou indefinido, que
se coloca entire parentesis, a seguir a primeira palavra da en-
trada. Para maior rigor descritivo foi respeitada a ortografia
adoptada pelos autores, como, por exemplo, sinopse e synopse.
Todas as obras catalogadas foram numeradas pela ordem da
insercqo e acompanhando a sua ordenagao alfabitica, e para
facilitar a sua ligagdo cor o indice ideogrdfico indica-se a cada
obra, em caracteres romanos, o capitulo e alinea a que per-
tence).


A

1-AANMERKELYKE ONTMOETINGEN IN DE ZES-
TIEN JAARIGE REIZE NAAR DE INDIEN- Por la-
kob Bucquoi- Haarlem, 1744- In 4..
Neste volume 6 historiada a instalagio dum forte e
feitoria commercial em Lourengo Marques pelos holande-
ses, e, segundo o livro aonde colhi este apontamento,
trata-se dum trabalho de alto interesse. (XXI)










2 -A B C DAS ESCOLAS MISSIONARIES Portugues-
S-Changana Pelo MissionArio Franciscano P.' Luis Fe-
liciano dos Santos- Tip. da Missao de S. Benedito dos
Muchopes 1945 In 8. de 32 pigs. (XXII F)

3 -A B C DAS ESCOLAS MISSIONARIES Portugues-
-Chope Pelo P.e Luis Feliciano dos Santos, O. F. M.
Tipografia da Missao dos Muchopes 1945 In 8.
de 32 pigs. (XXII F)

4 ACCAO COLONIAL (Conferncia) Por Alberto Faria
de Morais 1933 Tipografia Rangel Bastora, India
Portuguesa In 4. de 116 pigs.
Traz, em anexo, o relat6rio de J. Mouzinho de Albu-
querque sobre a prisao do Gungunhana. (VIII-C)

5- ACLAMACAO (A) DE EL-REI D. JOAO IV EM MO-
CAMBIQUE & GOA (PAginas in&ditas). Pelo P. Manuel
Ruela Pombo- 1943 Composto e imp. na Imprensa
Lucas & C." Lisboa In 8. com 16 piginas.
o n.o 4, III serie, dos <(Folhetinhos da Restaura-
gao), das Edig6es P. P. P. ((M.DC.XL). Neste folheto
estabelece-se, como certo, que D. Joio IV foi aclamado
em Mogambique a 2 de Agosto de 1641, pelo Capitao-
Ant6nio de Brito Pacheco. (XXI)

6- ACONTECIMENTOS DO ROVUMA 1908-1912-
DOCUMENTOS Lisboa Composto e impresso na
Typ. do Annuario Comercial 1914 In 8.0 com 126
paginas.
C6pias da correspondencia official entire as autori-
dades da Companhia do Niassa e as da antiga col6nia
alemf. Suponho ser publicaggo da Companhia do Niassa.
(VI)

7-ACTAS DO CONSELHO DO GOVERNOR Imprensa
National Lourengo Marques Varios anos In 8.0.
Publicagao iniciada hi longos anos, pelo menos desde
1913, e que se apresenta como um anexo do Official da Col6nia de Mogambique>. Mas, pelo seu for-











mato diferente, constitui uma publicagco independent.
(XXIV-B)

8--ACTIVIDADE (A) MISSIONARIA DA COMPANHIA
DE JESUS RESTAURADA EM PORTUGAL -1861-
-1931, por Acdcio Casimiro, S. J. 1931 Apostolado
da Imprensa Porto. In 4. corn 57-12 piginas e various
retratos.
Interessa ao estudo da actividade missioniria dos
jesuitas em Moqambique. (XXVI)

9 ADAO E EVA Romance Colonial Por Maria Ame-
lia Rodrigues. Editores Joao Romano Tories & C.a -
Lisboa S/d (talvez 1930 ou 1931). In 8 corn 283
piginas.
O entrecho desenvolve-se na Zambezia. Este romance
mereceu o 1.0 pr6mio num dos primeiros concursos de
literaturea colonial. (XXV)

10--AFIRMAC6ES SOLENES de S. Ex.a o Governador Ge-
ral do Estado da India, Sr. Mariano Martins, capitio
de fragata Publicag~o do Instituto Goano de Lourengo
Marques 1926 Tipografia Popular Lourenco
Marques -In 4. de 17 pigs. de texto.
A prop6sito dum protest provocado pela exclusio
de indianos a concursos pfiblicos em Mogambique.
(XXXV).

11-AFRICAN TRIBES EMPLOYED ON THE WITWA-
TERSRAND GOLD MINES Editado por ((The Pre-
vention of Accidents Committee)) Johannesburg -
1944--In 4.o oblongo de 36 pigs. contend 34 exce-
lentes fotogravuras de tipos indigenas.
A cada fotografia -de indigenas corresponde uma
breve noticia sobre a sua raga. Figuram virios indi-
genas de tribes mogambicanas, ou a elas muito ligadas.
(IV).

12 AGIOLOGIO LVSITANO DOS SANCTOS, E VAROENS
ILLVSTRES EM VIRTVDE DO REINO DE PORTV-











GAL E SVAS CONQVISTAS Composto pelo licen-
ciado George Cardoso, natural da mesma cidade (Lisboa)
Lisboa -Na Officina de Henriqve Valente d'Oli-
veira Anno 1657 (II tomo; o I 6 de 1652). In 4.*.
Al6m de outras noticias sobre missionirios de Mo-
gambique, cont6m, a piginas 190 do II tomo, e seguin-
tes, uma curiosa versgo acerca do martirio do jesuita
D. Gongalo da Silveira, mundo, se ouuio chorar no vgtre de sua mien. A pigs.
197 traz umas notas biogrificas sobre o mirtir e cita
muita bibliografia que a ele se refere. (XX e XXVI)

13-AINDA O ATERRO DA PRAIA DA MACHAQUENE
Treplica as... do Snr. Santos Gil- Terceira Edigio-
1915 Tipografia Minerva Central Lourengo Marques
Subscreve o apisculo P. B. Bucellato. In 8. grande
cor 21 paginas. (Ver n. 27).
A prop6sito das condig5es t6cnicas e econ6micas em
que foi concedida a empreitada. Ia leitura deste opis-
culo deduz-se que responded a um outro da autoria de
Santos Gil, omisso na < nao posso mencionar por tamb6m o nio conhecer. (XXIX
e XXX)

14--ALEGACOES DA CAMERA MUNICIPAL DE LOU-
RENCO MARQUES NA ACC O QUE MOVE CONTRA
THE DELAGOA BAY DEVELOPMENT CORPORA-
TION, LIMITED CONCESSIONARIA DO ABASTECI-
CIMENTO DE AGUAS DA MESMA CIDADE PARA
RESCISAO DO RESPECTIVE CONTRACT -Pelo
advogado Serafim Gomes da Seiqa 1917 Imprensa
Nacional--Lourengo Marques. In 8.0 grande cor 80
piginas. (XXIX e XXX)

15 ALEM-MAR por Hugo -Rocha Comentirios, ideas
e aspects Edigio de c(Artes & Letras Porto -
1935- In 8.0 de 281 pigs. e 7 de indice, bibliografia,
erratas, etc., e cor alguns desenhos e vinhetas.
Bastantes refer8ncias nas generalidades e alguns capi-
tulos interesando especialmente a Mogambique. (XXX)











16- ALGUMAS NOTAS E IMPRESSOES DE MOAMBI-
QUE Apontamentos de uma comissio ordinAria -
1908-1909 Por Viriato Borges -r- Setiibal Tip. Mas-
carenhas 1912 In 12.0 de. 108 pigs. e 1 de erratas.
(XXXV)
Ocupa-se especialmente do norte da col6nia. (XXXV)

17- ALHOS E BUGALHOS- Os meus dois filtimos anos
em Africa Por Affonso Moutinho 1924 Beira
(Africa Oriental). In 8.0 com 202 piginas e 1 de erratas,
corn o retrato do autor.
Creio que nao entrou no mercado. Nao 6 exacta
a indicacgo editorial, pois foi composto e impresso
na Tipografia Formosa -Lisboa. (XXXV).

18- AMOR DE PAI A QUANTO OBRIGAS: ou 4.105 con-
tos e 300 escudos ou a interdicgo total dos bens--Pelo
advogado Cldudio Olimpio, e pareceres de outros. Lisboa
Tip. Couto Martins S/d. (1939?). (Ver n.o 57)
A volta dum agravo civel na questao entire A. Rosa
Cabral e sua filha e genro, por causa dos bens daquele,
nomeadamente uma fabrica de tabacos em Mogambique.
Ataque violent As decis6es dos tribunals da col6nia.
(XXX)

19- ANGOLA E MOZAMBIQUE REGIOES ADAPTA-
VEIS A COLONIZACAO PORTUGUESA Revisao da
Geographia physical Ragas Condic6es de acclimagao
dos europeus nas regi5es tropicaes -Valor economic
These para o concurso da cadeira de Geographia
no Curso Superior de Letras--Apresentada por Jos6
Candido Correa Lisboa Imprensa Lucas 1904 --
In 8. de VIII-62-2 pags. (X)

20-ANNAES DAS MISSOES PORTUGUEZAS Director
Dr. Ant6nio Jose Boavida, conego. 1.o 2.0 e 3. anos.
Lisboa-Typographia Nacional--1889, 1889 e 1891
In 4. de 166, 160 b 153 pigs.
Interessando A vida religiosa e missionaria de todas
as col6nias, com noticias, notas e biografias que res-

17











peitam a Mogambique. Apenas compulsei os tres volumes
citados, desconhecendo se houve continuacao. (XXVI)

21-APONTAMENTOS HISTORICOS SOBRE A ESCRA-
VATURA E 0 TRABALHO INDIGENA NAS COL6-
NIAS PORTUGUESAS Edicgo reservada para uso
official Por Jose de Almada Lisboa Imprensa Na-
cional 1932 In 4. de 130 pigs.
De vasto interesse para a col6nia de Moqambique
e para o estudo dos problems que deram o titulo a obra.
(XV e XXII- D)

22-APRESENTACAO E LEITURA DOS DOCUMENTS
DIPLOMATICOS ACERCA DO CONFLICT COM A
GRAN-BRETANHA Pelo Ministro e Secretario de Es-
tado dos Negocios Estrangeiros, Henrique de Barros
Gomes (Sessao de 13 de Janeiro de 1890 da Camara dos
Pares.) Lisboa Imprensa Nacional 1'890 In 8.-
gr. de 22 pigs. (VI)

23- ASPECTOS DE AFRICA-Por Crist6vam Galveias--
1939 Edicgo do autor. Tipografia Goncalves Lis-
boa. In 8. com 70 piginas.
O autor relata as suas impresses sobre alguns as-
pectos de Africa, na sua maior parte colhidas na Zam-
b6zia. (XXV)

24--ASSISTANCE MEDICO-CHIRURGICALE AUX INDI-
GENES DES COLONIES PORTUGAISES MOZAM-
BIQUE. Collaboration dans le c(Paris M6dical. (Col-
lection d'extraits). Dr. Ayres Correa de Souza Neves.
--Ngo tern data nem indicaqgo editorial, mas suponho
ser edigao do (cParis Medicah, de 1936, 32 pigs. in 8.0
contend tamb6m 13 fotografias de indigenas, antes
e depois dos tratamentos. (XXXII-B)

25 -ASSOCIACAO (A) COMMERCIAL DE LISBOA E 0 IM-
P9RIO (1834-1900)- Por loaquim Roque da Fonseca
Lisboa 1938 Na Sociedade Nacional de Tipo-
grafia Lisboa. In 8.0 grande de 94 piginas cor o
fac-simile de alguns documents, 2 retratos, etc.











I muito interessante uma descricao sobre o estado de
Sofala de 1824 a 1829, por um.portugu8s que ali residiu
naquela 6poca. Trabalho apresentado ao I Congresso da
Hist6ria da Expansio Portuguesa no Mundo, 5.a secgo.
(XXV Diversos.)

26- ASSOCIAgAO DOS VELHOS COLONOS DE MOZAM-
BIQUE (1834-1900) Relat6rio da Comissao Adminis-
trativa da mesma Associaco, nomeada por portaria do
Governo Geral da Col6nia, n.o 4.007, de 3 de Abril
de 1940 1940 Imprensa Nacional Lourenqo Mar-
ques In 8.0 gr. de 16 pigs.
Relat6rio e critical sobre a acqao das gerencias elei-
tas, anteriormente em exercicio. (XXXV)

27--ATERRO (0) DA PRAIA DE MACHAQUENE Res-
posta do adjudicatario P. B. Bucellato A campanha mo-
vida pelo seu antagonista na imprensa local -1915 -
Tipografia Minerva Central- Lourengo Marques. In 8.1
grande corn 14 paginas. (Ver n.o 13 XXIX e XXX)

28- AVENTURA (A) E A MORTE NO SERTAO, por Castro
Soromenho. Pertence a s6rie ((Figuras notiveis)) da ((Cole-
cao Gladio). 1943 Livraria ClIssica Editora A.
M. Teixeira & C.a (Filhos). -Lisboa -In 8.0 cor 86-2
piginas.
Trata de Silva Porto e a viagem de Angola a Mo-
cambique, o seu encontro cor Livinsgton e a descoberta
do Zambeze, etc. (XXXIV).


B

29- BAILARINA (A) DOS OLHOS BRANCOS Novela-
.Por Gabriel de Medina Camacho e Ant6nio C. Rocha -
Casa Editora Nunes de Carvalho Lisboa- 1934-
In 8.0 cor 329 piginas.
O entrecho desenvolve-se na Col6nia--Beira, Lou-
rengo Marques, etc. e a maioria das suas personagens
sao pessoas bem conhecidas em Mogambique, muito em-












bora, como 6 6bvio, os seus nomes estejam sob pseu-
d6nimos criados pelos autores. A protagonist 6 uma
actriz mogambicana. (XXV)

30- BASES PARA UMA COMPANHIA DE FABRICACAO
E COMMERCIO DE ASSUCAR EM MOgAMBIQUE -
Assinada pelos 15 fundadores Lisboa Imprensa Mo-
derna 1889 In 8.0 de 16 pigs.
Ligeiro estudo econ6mico assinado por 15 indivi-
dualidades em destaque na 6poca, entire as quais Augusto
de Castilho. Este folheto marca o inicio das exploracges
agucareiras na Zamb6zia. (II-F)

31- (BEIRA (THE) MAIL) ( cial Christmas Number 1910 Beira In 4. em cou-
chi, profusamente ilustrado e corn retratos das figures
mais em destaque na cidade, 68 pAgs., redigido em ingles.
(V).

32-- BIBLIA SAGRADA IA TESTAMENT IAKARE NA
IPSA Idakondzedua na Kasissi Estevam Czimermann
Chuaro cha kukonkana kua Jesu Na kugoneka kua
akuru a mu Egreja Ku Lisboa Imprensa Nacional
1890-- In 8.0 de 128 piginas.
I a traduggo, em lingua de Tete (chinhungii6), da
Biblia Sagrada do Antigo e Novo Testamento, pelo je-
suita austriaco Estevam Czimermann, da Miss-o de Bo-
roma. (XXII-E)

33--BOLETIM DA ASSOCIAgAO DOS VELHOS COLO-
NOS DA PROVINCIA-DE MOCAMBIQUE- Tipogra-
fia Minerva Central Lourengo Marques -In 8. gr.
-1935.
0 exemplar que se me deparou tem o n.0 15, do
ano de 1934, e apresenta-se como sendo o 9. publicado.
Ignoro quando se iniciou, e se ja acabou, a present
publicag~o. (XXIV-A)

34- BOLETIM DAS MISSOES CIVILIZADORAS Do Ins-
tituto das Missoes Coloniais, Sernache de Bomjardim -










Director: Abilio Margal Tip. do Instituto Sernache
do Bomjardim In 4..
O exemplar por mim examinado 6 o n.0 19, de Abril
de 1924, que, como os oitros, cont6m bastantes noticias
e artigos respeitantes a Mogambique, fotografias, etc.
(XXIV-C e XXVI)

35--BOLETIM DO MUSEU E LABORAT6RIO MINERA-
L6GICO E GEOLOGICO. DA UNIVERSIDADE DE.
LIS1BOA. Publicago anual-Lisboa. In 8.0 gr. Ilus-
trado.
O n. 1 6 de 1931, e continue em publicago annual.
Cont6m valiosos estudos mineral6gicos e geol6gicos sobre
Mozambique, grande parte dos quais estgo tamb6m publi-
cados em separate. (XVIII)

36-BRADO DE PORTUGAL EM 31 DE JANEIRO DE
1896 AOS SOLDADOS EXPEDICIONARIOS NO SOLO
AFRICANO Por Pereira Caldas Braga Imprensa
Gratid6o 1896- In 4. de 12 pigs.
Este opisculo apenas interessa como curiosidade bi-
bliogrAfica de certa raridade. O ((Brado) 6 uma poesia
inspirada nas vit6rias de Mouzinho. (XIII).

37- BREVE EXPOSICAO sobre as diversas tentativas para
o desenvolvimento das riquezas da Provincia de Mogam-
bique. A exposig5o, corn data de 7 de Abril de 1889
6 subscrita qom as iniciais'E. F. P. B. (E. Ferreira Pinto
Basto). In 8.0 com 11 piginas, sem indicaggo editorial.
Trata das diligencias de Paiva de Andrada para for-
mar as companhias africanas de que foi fundador. (X)

38-BREVES NOTAS PETROLOGICAS REFERENTES A
REGIAO DE ANGONIA Por Ant6nio de Vasconcelos
Pinto Coelho Oficinas Graficas Casa Portuguesa -
Lisboa S/d. In 8.0 gr. com 15 paginas.
Separate do n.0 13 (1944) do ((Boletim do Museu
de Mineralogia e Geologia da Universidade de Lisboa,)
(XVIII).


21









39--BUKU LA MAU A MULUNGU Missao de Lifidzi.
Angonia. Lingua: ((Chinyanja, Pelo P.* H. M1. Simon,
S. J. Boroma, Zambezia. Impr. da Missao de Boroma
1911- In 16.0 de 70 ,pigs. e 12 apendice cor um
calendirio.
Livro tratando das coisas de Deus. (XXII-E).

40--BZAKUPEMBA NA BZIMBO. NA ZIEVANGELYO
NA BZIEPISTOLA ZU MADOMINGO (Oracges e
canticos; Evangelhos e Epistolas dos domingos). Pelo
P.e Estevam Czimermann, S. I.
Em lingua de Tete (chinhungii&). NMo consegui encon-
trar este livro, pelo que dele nao dou mais complete
noticia. (XXII-E)

41- BZIDAPI NA BZINDZANO BZACHISENDZI BZO-
MUE BZAKUMBUKA, BZARONGA, BZACHICHITA
Victor Jose Courtois, Kasisi ua ku Nyungue. 1890
Kuchitina kua Livro kua S. Toma ua Aquino kua
Atrappisti ku dziko ra Natal, ra Suth Afrika. -In 8."
de 206 pigs., sendo 52 de vocabulario e indice.
Interessante reposit6rio de fibulas e contos indigenas
recolhidos em Tete, aonde o autor, o jesuita V. J. Cour-
tois, era missionirio do Padroado. O livro 6 todo escrito
em chi-nhungii6, ou tetense, e, al6m de raro, julgo ser
o finico deste g6nero at6 hoje publicado. (XXII-E)

42- BZIMBO NA BZAKUPEMBA BZA EGREJA RA KU
BOROMA (Missao de Boroma: lingua de Tete, chi-
nyungu6). Pelo P. Juliano Merleau, S. J. Soci6t& Saint-
-Jean I'Evang6liste Descl6e & Cie. 1909 Lille.-
In 16., de 221 pigs.
Colecgao de canticos religiosos e oracles. (XXII-E)


C

43-CALVARIO DUMA ALMA RUIM--(Novela africana)
por Campos Monteiro, Filho. P o n.o 99 da s6rie ama-
rela da Coleccgo Civilizago Livraria Civilizacao Edi-










tora Porto 1938. In 8. peq. com 192 paginas
(XXV)

44- CAMINHO DE FERRO DE GAZA- TROCO CHAI-
-CHAI MANJACAZE JULHO DE 1910 Por loao
Belo 1911 Imprensa Nacional Lourengo Marques
-In 8.0 de 22 pigs. (XII-A)

45- CAMINHO DE FERRO DE GAZA TROgO CHAI-
-CHAI MANJACAZE JULHO DE 1911 Peia
Comissio Administrativa (de que era president Joao
Belo) 1912 Imprensa Nacional Lourenco Marques
In 8.0 gr. de 52 pigs.
Relat6rio interessante, porque, al6m do assunto que
Ihe di o titulo, cont6m estudos econ6micos e agricolas
da regiio. (XII-A)

46- CAMPANHAS DA ZAMBEiZIA Comunicacgo ,feita
em sessao da Sociedade de Geographia, de 10 de Novem-
bro de 1887 pelo Major I. C. Paiva de Andrada, S. S.
G. L. Lisboa, 1887 In 8.0 de 24 pigs.
Relata os trabalhos da expediio que sob o seu
comando tomou e destruiu a aringa de Massangano,
ocupada pelo Chatara, um dos Bongas. (VIII F) Ver
n.o 90.

47 CARTA D'EL-REI ZILU EM RESPOSTA A DE GOMES
LEAL ((A TRAIQAO, AINDA ACERCA DA VENDA
DE LOURENCO MARQUES. Sem indicaago do autor
Dep6sito, Praga de D. Pedro, Kiosque, lado norte -
Lisboa- S/d.- In 8.0 pequeno cor 30 piginas.
Poemeto ainda mais violent e virulent do que
((A Traigio de Gomes Leal, a que tamb6m se faz refe-
rencia nestas Achegas, dando-se como reproduzidas
as observag5es que vio ser feitas ao poemeto de Gomes
Leal. Sem qualquer garantia, ouvi atribuir a autoria
desta carta a Xavier de Paiva. (XXX)

48 CARTA ABERTA PELA VERDADE Aos que acre-
ditarh no ((Incondicional) Por Manuel Simoes Vaz -










1921 Tipo. A. Wayly & Co. Lourenqo Marques -
In 8.0 de 16 pigs. (XXX)

49- CARTA ABERTA A SUA EX.a O MINISTRY DAS
COLONIAS Por Albino Jose Vergueiro S/d. (1932)
e S/ local de impressao (Lourengo Marques). In 4. peq.
de 16 pigs.
A prop6sito da empreitada para a construg5o duma
Albergaria Indigena em L. Marques. (XXIX -e XXX).

50- CARTA PASTORAL Por D. Francisco Ferreira .da
Silva Bispo Titular de Siene Prelado de Mogam-
bique Lisboa Typographia Minerva Central 1906
-In 8.0 gr. de 22 pigs.
A primeira Pastoral que este Prelado, entio ainda
em Lisboa, enderecou aos missionirios e fi6is de Mocam-
bique. (XXVI).

51-CARTA PASTORAL -Por D. Francisco Ferreira da
da Costa da Africa)))-Por Eduardo Saldanha.-Vila
Lourengo Marques, Imprensa Nacional, 1910. -In
8.0 gr. de 30 pigs.
RecomendacSes e instrug5es sobre o servico e acti-
vidades do clero missionario de Mogambique e fi6is da
Prelazia. (XXVI).

52- CARTA QUE JOAQUIM IGNACIO DE SOUSA DIRI-
GIU AO SR. CANDIDO DA COSTA SOARES Publi-
cagao Postuma Mogambique 1910 In 4. peq. de
II-6 pigs.
Trata-se de dois dos protagonistas do Conselho de
Guerra que Mouzinho mandou instaurar em Mocambique
por alta traigio. (XXXV).

53 CARTA que Mousinho de Albuquerque dirigiu ao Prin-
cipe Real quando foi nomeado seu aio, cor um pre-
facio do Dr. F. Veloso 1929- Tipografia Minerva
Central Lourengo Marques. In 4. cor 15 pigs. de
preficio e 11 para a carta, com retratos de Mouzinho
e do Principe Real D. Luis Filipe.










I Julgo tratar-se de uma segunda publicag5o da carta
citada neste trabalho no t6pico segundo parece, sera a mesma que a Agencia Geral das
Col6nias publicou em 1940, citada a pigs. 235 da c(Bi-
bliografia Geralb. (XXVIII).

54--CASO DE COSTA D'AFRICA.--(La force prime le
droit.). O aspect juridico do caso versado neste opis-
culo vai tratado pelo sabio Professor da Faculdade de
Direito na Universidade de Coimbra, Dr. Jos6 Alberto
dos Reis. Por Eduardo d'Almeida Saldanha. Vila
Nova de Famalicao, Tipografia t In 8.0 gr. de 44 pigs.
Sobre o arranque compulsive da cana sacarina da
Empresa Agricola do Umbeluzi. Nao confundir este opis-
culo com o livro do mesmo autor (Casos da Costa da
'Africa,, .o II da s6rie ((Quest6es Nacionais, que 6, pos-
sivelmente, o citado por Mario Costa a pigs. 240 da
t(Bibliografia Geralb. (II-F e XXX).

55- CASO (0) DA MAFURRA (Separata do livro < da Costa da Africa))) Por Eduardo Saldanha.- Vila
Nova de Famalicao Tip. (tMinerva,. 1930. In 4.
de LIX pigs. e 3 inum.
Trabalho de critical e combat A concessao dum ex-
clusivo para a compra de mafurra na circunscrigio de
Zavala. Tenho a impressIo de que se trata duma reedigio,
e nio duma separate. (XI-A e XXX).

56 CASO (0) DAS MULAS DE MO(AMBIQUE Minuta
de agravo do process instaurado contra Leonel Cardoso
Por Ant6nio Bourbon e Franco Afonso Lisboa s/d.
1 op6sc. in 8.0. (XXX)

57- (CASO TENEBROSO)) (0) PERANTE A JUSTICE -
Por F. Correia de Campos. Com pareceres dos Srs. Drs.
Jos6 Alberto dos Reis, Barbosa de Magalhies e Sebas-
tiao Ribeiro. Lisboa Imprensa Lucas & C.a S/d.
(1938?). In 8.0 gr. de 139 pigs. e 2 de indice e erratas.
(Ver n.o 18- XXX).










58- CATALOG GERAL DA REPRESENTACAO DA COM-
PANHIA DE MOZAMBIQUE NA EXPOSICAO POR-
TUGUESA EM SEVILHA S/a. Tipografia de ((O
Carlitos) Lisboa In 8.0 gr. de 15 pigs. (XXXI)

59- CATALOGS E INDICES As Publicag6es Por Lu-
ciano Cordeiro Secretario Perp6tuo Lisboa Im-
prensa Nacional -1889. In 8.0 gr. cor 148 pigs. t edi-
cgo da Sociedade de Geografia.
Pelas miltiplas referencias e cita5ges respeitantes a
trabalhos sobre Mogambique, 6 um precioso guia para
os estudiosos. (V).

60- CATALOGS PATRUM AC FRATRUM QUI IN MIS-
SIONE ZAMBESIUE, IN TERRITORIO LUSITAN)E
DITIONIS VITA FUNCTI SUNT AB ANNO 1881
AD ANNUM 1913. Typ. E. Daem Bruxellis 1913
In 8.0 gr. de 7 pigs.
Lista dos jesuitas falecidos na Zambrzia. Sem indi-
cagao do autor, edicao da Companhia de Jesus. (XXVI).

61- CATECISMOS ANTIGOS- A titulo de curiosidade bi-
bliogrifica deixo aqui registada a noticia de que na
parte IV da ((Hist6ria de S. Domingos), por Fr. Lucas
de Santa Catarina, no capitulo XIV, consta que o Pre-
sentado Fr. Francisco da Trindade fez em Sena um
catecsimo e confessionario na lingua dos naturais (Chi-
sena) ((de que se tirou grande fruto); e que em Tete
comp8s um outro catecismo em lingua da terra (chi-
nhungii6). Aquele frade esteve em Sena atW fins de 1698
ou principios de 1699, e em Abril de 1699 ji se encon-
trava em Tete, aonde permaneceu pelo menos at6 Maio
de 1700. Morreu em Lisboa em 1730. O dicionArio tugal)), que nem sempre prima pela exactidio, diz que
estas obras ficaram manusscritas, o que n5o corresponde
ao ((grande fruto) que, segundo o cronista, delas se
tirou. (XXII- E).

62- CATECISMO BREVE DA DOUTRINA CRISTA--Em
portugues e chichangane, por P. Martinho da Rocha Bar-










bosa, OFM -Beira, 1929 Tip. Escola de Artes e
Oficios. Tem uma 2.a edigLo de 1946, revista e aumen-
tada pelo P." loaquim Marques de Oliveira.
Como nao encontrei este catecismo nao posso dar
mais complete noticia. (XXII-E).

63 CATECISMO EM PORTUGU.S-CHIMANICA Tipo-
grafia da Escola de Artes e Oficios Beira. 1932 -
2.* edicgo em 1940 (?) na Tipografia do ((Beira News)),
Beira.
Nio consegui encontrar este livro em Lisboa. Fico
devendo esta noticia, tal como a dou,' a amabilidade
do meu amigo P." Felisberto Pontes, superior da Missio
da Beira (XXII-E).

64- CATECISMO SENA-PORTUGUEZ Por 1. Torrend,
S. I.- Chipanga, Zambezia, 1898 In 8.0 peq. de 76
Spgs.
Em portugu8s e chi-sena, adaptado A mentalidade
do indigena. Traz a indicagao de ter sido impresso na
((Typographia da Missao da Chipanga)), o que me causou
certa surpresa porque tendo vivido cerca de 30 anos
na regiao nunca me constou que na Chupanga tivesse
existido uma tipografia, e a mais apetrechada para im-
primir um livro.

65-- CHINDAU- ((Dialecto do Litoral) Um exemplo da
linguagem.- (Chindau, coast dialect. An illustration
of the language) Por Charles H. Maxwell, B. Sc.,
B. D.- Beira Station of the American Board Mission
in South Africa 1916 In 8.0 de 48 pigs. Impresso
em Johannesburg por E. H. Adlington, Ltd.
Livro de canticos, serm6es e orac6es protestantes,
em lingua do Buizi (XXII-E).

66- CHIRHYO' CHO MWIA CHO TSIKU. DZESE-
(O PAo Nosso de cada dia) Em chiiitewe-portugu8s.
-Pelo P.e Ant6nio lose Ribeiro, OFM. Braga -
1939- Tipografia das Miss5es Franciscanas.- In 16.
de 60 pigs.
Livrinho de orac5es. (XXII-E).










67--CIRCULAR AOS REV.m"" PAROCHOS E MISSIONA-
RIOS Por D. Francisco Ferreira da Silva, Bispo Ti-
tulr de Siene, Prelado de Mogambique Typ. da Es-
cola d'Artes e Officios Mogambique 1907 In 8.0
de 19 pigs. (XXVI).

68-- CIRCULARES DE EXECUCAO PERMANENT DA
PRESIDENCIA DA RELAgAO DE LOURENgO MAR-
QUES (Outubro de 1936-1941) seguidas de um in-
dice alfab6tico--Por Alfredo Eduardo Lencastre da
Veiga, Juiz Desembargador, Presidente da Relacio de
Lourenco Marques Imprensa Nacional de Mo~ambi-
que Lourengo Marques 1942 In 8. gr. de 34
pigs. (I- F).

69-CIRCUMSCRIPC6ES DE LOURENCO MARQUES-
Respostas aos quesitos feitos pelo Secretirio dos Neg.-
-cios Indigenas, Dr. Francisco Ferrao, para confecao
do Relat6rio sobre o Distrito de Lourengo Marques.
Lourenco Marques Imprensa Nacional- 1909- In
8. grande corn 307 pags.
Sgo as respostas dos virios administradores de cir-
cunscrigao, constituindo boa fonte de estudos. (I-C).

70- COLLECgAO DE NOTICIAS PARA A HISTORIC
E GEOGRAFIA DAS NAgOES ULTRAMARINAS,
QUE VIVEM NOS DOMINIOS PORTUGUEZES, OU
LHES SAO VISINHOS, publicada pela Academia Real
das Sciencias--Tomo I--N.o I, II e III.-Lisboa
-Na Typografia da mesma Academia 1812 Cor
licenqa de S. Alteza Real- In 8.0- 0 tomo VII, que
creio-ser o iltimo, 6 de 1841.
O tomo II, de que houve 2.* edigCo em 1867, con-
t6m: c(Navegacao de Pedro Alvares Cabral escrita por
um Piloto Portuguez, traduzida da Lingoa Portugueza
para a Italiana, e novamente do Italiano para o Por-
tuguez; ((Navegagqo As Indias Orientaesv, escrita por
Thoni Lopes, tamb6m traduzida do portugues para o
italiano e vice-versa, e o (Livro de Duarte BarbosaD.
Estas tres obras interessam a Mogambique. (XX)











71- COLONIES (AS) NA VIGENCIA DA MONARQUIA
E DA REPUBLICA- (Elementos de estudo compara-
tivo). Por Armando Augusto GonValves de Moraes e
Castro- Companhia Portuguesa Editora, Ltd.- Porto.
S/d. In 8. de 147- 1 pigs.
Interessando a todas as col6nias em geral, e em espe-
cial a Mogambique. (I D).

72- COLONIES (LES) PORTUGAISES Par M. le Pro-
fesseur Jose Julio Rodrigues Lisbonne Imprimerie
National 1888 In 4. pequeno de 61 piginas. Em
francs.
u um extract dos Boletins da Sociedade de Geo-
grafia de Antu6rpia, e 6 particularmente interessante
uma carta de Henrique de Barros Gomes que ocupa as
iltimas 9 paginas, em que aborda o problema da nave-
gago no Zambeze. (I D)

73 COLONIZACAO AGRICOLA ORGANIZACAO DO
TRABALHO INDIGENA PROTECCAO A CULTURAL
DO ALGODAO Sugest6es.apresentadas ao Governo da
Provincia em 1925 e 1926 pela Associaago do Fomento
Agricola da Provincia de Moqambique (Associagao de
Classe) Sede: Lourenco Marques. 1926 Tipogra-
fia Moderna Lourengo Marques In 8.0 com 44 pi-
ginas. (II-O, XXII-D e II-B).

74- COMERCIO (0) DE MOZAMBIQUE Sua evolugao
durante os iltimos dez anos--Pelo comandante Jose
Cardosa- Separata do ((Boletim)) da Sociedade de Es-
tudos da Col6nia de Mocambique Loureno Marques
1940 In 8. gr. de 142 pigs. e 1 de erratas. (XI-A)

75- COMO SERPA PINTO ATRAVESSOU A AFRICA-
Por Gastao de Sousa Dias -Lisboa, Livraria Sa da
Costa, Editora- 1944- In 8.0 corn 227 piginas, e 19
gravuras.
S o n.o 1 da s6rie ((Os Portugueses no Mundo).
Narraggo abreviada dessa famosa travessia. (XXXIV)











76 COMPAGNIE (LA) DU BOROR En Zambrzie Mo-
zambique- 1898-1934 Souvenirs de Georges Stucky
de Quay Imp. Moullot Marseille 1934 Luxuosa
edigo in 4. de 133 pigs. e 7 inumeradas, profusamente
ilustrada e 3 coquis a cores em folhas desdobraveis.
(XXVII-B).

77- COMPANHIA AFRICANA-- Parecer e propostas da
Direcgio e Comissio Africana Documento anexo. -
Lisboa Typographia Portugueza 1890 in 8.0 corn
31 pigs. 1 ediggo da Sociedade de Geografia de Lisboa.
Sobre uma empresa de carActer majestAtico. E par-
ticularmente interesspnte o document anexo, consti-
tuido pelo parecer que em 11-XI-1853 foi lavrado pelo
antigo Conselho Ultramarino a prop6sito da pretensio
da companhia Luso-Africana-Oriental. (X).

78- COMPANHIA DO BOROR Noticia summaria dos
seus fins e constituigo e da sua acaio na provincial
de Mogambique S/a. Lisboa, 1922 In 8.0 de 36
pigs. e 2 folhas desdobraveis cor mapas estatisticos.
(XXXV).

79- COMPANHIAS (AS) MAGESTATICAS Pr6 Patria -
Por A. Chaves de Almeida Separata da Revista Lu-
socolonial) Lisboa Marqo 1929. In 8.0 gr. de 15 pigs.
(XXXV).

80- COMPANHIA DE MOZAMBIQUE. CIRCUMSCRIPCAO
DE MANICA. ANNOS DE 1901-1902. RELATORIO
DO DIRECTOR DE MINAS E CHEFE DE CIRCUMS-
CRIPgAO Capitio d'Engenharia A. Freire d'Andrade.
Porto, 1902. In 8.0 de 638 pigs. B. Raro.
Nfo conhego este trabalho e copio a noticia de um
catilogo bibliogrifico.

81-COMPANHIA DE MOCAMBIQUE PROTEST
CONTRA.UMA DAS SUAS ARBITRARIEDADES, Por
Adriano Soares das Neves. 1918. Tipografia F. Monteiro
Lisboa. In 8.0 corn 32 pigs. (XXX).











82- COMPANHIA DO NIASSA Entrevista concedida ao
((Solb pelo Sr. Dr. Nunes de Oliveira, distinto advogado
e jornalista, resident em Lourengo Marques e que,
durante alguns anos, viveu nos Territ6rios de Cabo Del-
gado, que se encontram sob a administration da Com-
panhia. Separata.- In 4. de 9 pigs. com 8 gravuras.
Assina a entrevista layme de Castro (El-rubio). S/d.
(XXX).

83 COMPANHIA DO NYASSA Decretos, portarias, regu-
lamentos e mais diplomas relatives a esta Companhia
Lisboa- Imprensa Nacional 1897. In 8.0 corn 89-1
piginas.
uI uma edigio do Ministirio da Marinha e Ultramar.
A de 1912 6 da pr6pria Companhia do Niassa, regis-
tada na <(Bibliografia Geralh. (I-F).

84-COMPANHIA (A) DO NYASSA FACTOS E DO-
CUMENTOS OUTUBRO DE 1928. -1928 Com-
posto e impresso nas oficinas da Papelaria Luso-Brasi-
leira. Lisboa. In 8.0 corn 36 piginas.
Relata a accqo da Companhia nos territ6rios por ela
administrados. Ngo traz a indicacgo do autor, mas di-
zem-me ser trabalho do falecido vice-almirante Vicente
Maria de Moura Coutinho de Almeida de Eqa. (XXXI).

85- COMPANHIA DO NIASSA PUBLICACAO RESER-
VADA. Lisboa Typographia da Companhia Nacio-
nal Editora--1899- In 8. gr. de 34 pigs. Editado
pela Companhia.
Relat6rio do president do conselho de administration
da Companhia do Niassa, acerca de uma expedig~o mi-
litar, sobre o iate XcCeres) e sobre os poderes do admi-
nistrador ingles Spilsbury como delegado do conselho
de administracgo em Africa. Al6m do relat6rio, assinado
pelo Dr. Ant6nio Centeno, documentagao anexa. (XXXV).

86- COMUNICACAO RESERVADA Novas, explorag~es
africanas. Parecer da Comissio Africana sobre a pro-
posta e offerecimento do Ex.mo Consocio Carlos de Mello











--Lisboa Typ. e Lyt. de Adolpho Modesto & C."-
1886. In 8.0 com 11 pags. 1 edigao da Sociedade de
Geografia de Lisboa.
Carlos de Melo propunha nova travessia e explo-
racqo do continent africano, de Angola a Mogambique,
conforme piano que apresentava. (XXXIV).

87- ConcessSes (As) de DIREITOS MAGESTATICOS a Em-
prezas mercantis para o Ultramar Representacao ao
Governo Lisboa Typ. do Commercio de Portugal
1891 Sociedade de Geografia de Lisboa In 8.V
cor 20 pigs.
Trabalho de oposigao as companhias majestaticas.
(X).

88- CONCESSOES (AS) DA ZAMBEZIA Discurso pro-
nunciado na Camara dos Senhores Deputados nas ~es-
s5es de 5 e 7 de Margo de 1879 por Josi Frederico
Laranjo. Lente substitute da Faculdade de Direito e
deputado pelo circulo de Portalegre-Lisboa-Imprensa
National 1879 In 4. de 32 pags.
Discurso de combat e critical as concess5es mineiras
feitas a Paiva de Andrada. (XVIII).

89-CONDUTA DAS OPERAUOES COLONIAIS--Pelo
tenente-coronel Julio Botelho Moniz, Prof. do I. A. E. M.
e da E. E. Preffcio do vice-almirante Jloo de Azevedo
Coutinho Lisboa 1944 Tip. Duarte, Ld." In 8."
de XVI-152-2 pags. com alguns esbogos e fotografias
fora do texto.
Inclui estudos militares sobre Mogambique e comen-
tArios as campanhas ali efectuadas. (VIII-I).

90- CONFERENCIA (A) DO SNR. PAIVA DE ANDRADA
ACERCA DA RECENT CAMPANHA QUE POZ
TERMO AO DOMINIO DO BONGA NA ZAMBEZLI
--Algumas observaCges por Alfredo CUsar Branddo-
Lisboa Typographia Netto 1888. In 8. de 116 pi-
ginas. (Ver n.o 46).
Trabalho critic muito interessante para o estudo










dos acontecimentos da 6poca, e que muito largamente
tamb6m trata das nossas relacqes corn o Gungunhana
e do poderio dos vituas (.VIII-F e XXI).

91-CONFLICTO (DO) ENTIRE O CONSELHO DO GO-
VERNO DA PROVINCIA DE MOZAMBIQUE E 0
CONSELHO DO DISTRITO DE LOURENCO MAR-
QUES Collecgco d'artigos publicados no journal
A LUCTA e de outros em via de publicago Por
Araijo F. d'Andrade Lisboa- Typ. Min. Peninsular
1910 -86 pigs. in 8.0 gr. (XXX).

92 CONQUETE (LA) DE L'AFRIQUE Allemagne An-
gleterre Congo Portugal Par Jean Darcy Paris,
Librairie Acad6mique Didier- 1900 In 8. de VII-
-359 pigs. e 1 mapa da Africa equatorial e austral.
Al6m de muitas refer8ncias nas generalidades, cerca
de um tergo do livro trata das col6nias portuguesas,
e em especial de Mogambique. Traz um estudo sobre
as causes do ((ultimatum) de 12 de Janeiro de 1890-que
transcreve, bem como a resposta do Governo Portuguis
sendo o autor favoravel aos nossos direitos. (VI).

93- CONSTRUgAO NAS COLONIES PORTUGUESAS -
Exposigqo no Instituto Superior T6cnico de Lisboa, em
Novembro de 1944 Composig~o e gravuras Bertrand
(Irmaos) Ld.- Lisboa 1944 In 8., 16 pigs.
1 o catilogo daquela exposigio corn muitas menqSes
e algumas gravuras de edificios e obras pfiblicas mogam-
bicanas. (XXIX).

94-CONTOS MACUAS Pelo P.e Francisco Manuel de
Castro Edig~es da 1.a Exposic~o Colonial Portuguesa
-Porto 1934 In 8.0 de 40 pags.
Diversos contos dos macuas vertidos livremente para
o portugues, e apresenta-se como extract das Actas do
I Congress Nacional de Antropologia Colonial. (XXII-H)

95- CONTRACTS CELEBRADOS COM A COMPANHIA
DE MOZAMBIQUE 1898 Editado pela Companhia

33










Colonial do Buzi--In 8. de 16 pigs. e 1 mapa desdo-.
bravel dos territ6rios subarrendados A Companhia Colo-
nial do Buzi. (X).

96- CONTRA MINUTE DA RECORRIDA LUBECKER
MASCHINENBAU-GESELLSCHAFT Pelos advogados
Prof. Martinho Nobre de Melo e Jayme Azancot Lis-
boa 1931 A Tipografica Lisboa. In 8.0 com 16
paginas.
No recurso n. 782 para o Conselho Superior das
Col6nias. Trata da discutida questgo do fornecimento
de uma draga para o porto de Quelimane. (XII-B).

97- CONTRIBUICAO PARA O ESTUDO DO FOLCLORE
DOS WANYUNGUES DA REGIAO DO ZUMBO -
Por P." Ant6nio Alves da Cruz. Edic6es da 1." Expo-
sigao Colonial Portuguesa. Porto -1934- In 8. de
15 pigs.
u um extracto-das Actas do I Congresso Nacional
de Antropologia Colonial, contend interessantes ele-
mentos para o estudo dos usos e costumes dos indigenas
da regigo do Zumbo. (IV e XXI-B).

98- CONTRIBUTIONS A L'fTUDE DE LA FAUNE DU
MOZAMBIQUE -Voyage de M. P. Lesne (1928-1929)
Corn este titulo encontrei virios op6sculos, em francis,
todos in 4. peq. e impressos na Imprensa da Univer-
sidade- Coimbra, de autores e datas que pass a indi-
car:

1932 Sobre coleopteros Por M. Pic 24 pigs. e
7 figures no texto.
1932 Sobre coleopteros Por M. Pic -11 pigs.
1932 Sobre coleopteros Por M. Pic 10 pigs.
1932- Sobre coleopteros Por Ed. Fleutiaux, du Mu-
seum de Paris, 23 pigs. e 8 figures no texto.
1932 Sobre diversos insects Por Walther Horn -
6 pigs.
1933-Sobre dipteros -Por E. Siguy-78 pigs. e al-
gumas figures no texto.











1935 Moluscos terrestres e fluviais Por Louis Ger-
main -72 pags. e algumas figures.
1936 Diversos insects Por Jean Lhoste- 3 pigs.

Os dois filtimos foram impresses na ( tora, Ld. %>. possivel que desta s6rie ainda existam
outros trabalhos impressos. Sao estudos cientificos acerca
dos exemplares colhidos por P. Lesne, entomologist
que fez varias excurs6es e estudos nos territ6rios de
Manica e Sofala. (IV).

99--CONTRIBUTIONS POUR L'iTUDE DES COTONS
DES COLONIES PORTUGAISES Par le Prof. C. de
Mello Geraldes, etc. Lisbonne Imprimerie ((A Edi-
tora Limitada --1914-In 4. de 110 pags. e 1 de
erratas, cor muitos grAficos e fotografias a pagina
inteira.
E uma tese apresentada ao 3. Congresso Interna-
cional de Agricultura Tropical, realizado em-Londres
em 1914. Mais de metade do volume 6 dedicado ao estudo
da cultural do algodao em Mogambique. (II-B).

100 CONVENCAO (A) ENTIRE MOgAMBIQUE E O
TRANSVAAL Discurso proferido na sessao de 30 de
Abril de 1909 pelo par do Reino Manuel Raphael Gorjfo
Lisboa Imprensa Nacional 1909 44 pAginas.
t edigao da Camara dos Dignos Pares do Reino. (VI).

101- COPIA DE DOCUMENTS OFFICIALS TROCADOS
ENTIRE A COMPANHIA DE MOgAMBIQUE E 0
GOVERNOR DE SUA MAGESTADE. publicacao da
Companhia de Mogambique. In 8. de 198 pigs. S/d.
e sem indicacao do compositor e impressor. Insere
documents cor datas compreendidas entire 21-2-1888
e 2-6-1891, inclusive. Com o mesmo titulo, e nas mes-
mas condig6es, publicou-se um outro volume cor 88 pigs.
e 10 de apendice, inserindo documents com datas com-
preendidas entire 10-6-1891 a 4-5-1892.
A ((Bibliografia Geralb cita apenas uma edicgo desta
interessante serie, possivelmente a primeira que se pu-











blicou, datando-a de 1888; deve center, pois, os do-
cumentos anteriores a 21-2-1888 (prim6rdios da Com-
panhia). Nio conhego a edigao de 1888, mas pela rubrica
em que foi inscrita--VI, Arbitragens, conveng6es, cor-
respondncia diplomitica, etc.--suponho nio ter nada
de comum com a present. (I--A).

102-COPIA DE DOCUMENTS OFFICIALS TROCADOS
ENTIRE A COMPANHIA DE MOAM1IBIQUE E 0
GOVERNOR DE SUA MAGESTADE, DE 5 DE MAIO
DE 1892 A 4 DE MAIO DE 1893. Publicaggo da Com-
panhia de Mogambique. Lisboa Typographia do
Jornal <(As Colonias Portuguezas 1893- In 8. de
262 pigs.- Com o mesmo titulo, apenas alterado em
relaco As datas dos documents copiados, publicaram-
-se mais os seguintes volumes: em 1894, documents
de 5-5-93 a 4-5-1894, cor 194-XI pigs.--Em 1895,
documents de 5-5-1894 a 31 de Dezembro do mesmo
ano, com 198 pigs.- Cor data de 1895, documents
desse ano, 192-XIII pigs.- Em 1897, documents do
ano de 1896 cor 421-I pigs. Em 1898, documents
de 1897, corn 408 pigs.- Com data de 1898, os do-
cumentos desse ano, com 300 pigs.
Pertencem A s6rie anterior, apenas alterados cor
o acrescentamento de datas no titulo (I-A).

103 COPIA RESERVADA DE DOCUMENTS OFFICIALS
TROCADOS ENTIRE A COMPANHIA DE MOWAM-
BIQUE E 0 GOVERNOR DE SUA MAGESTADE DE
JANEIRO A DEZEMBRO DE 1899. Publicacao da
Companhia de Mogambique. Lisboa Typographia
da Companhia Nacional Editora 1899 In 8. de
351 pigs. Cor o mesmo titulo, apenas alterado em
relacao As datas dos documents copiados, publicaram-se
mais os seguintes volumes: em 1901, documents de
1900, com 689 pigs.- Em 1902, documents de 1901,
cor XXIV-496-7 inum. pAgs. Em 1904, documents
de 1902, com XXVI-323-1 pags. Em 1905, documen-
tos de 1903 com XI-583 pigs. Em 1905, documents
de 1904 com 709-IX-1 pags.










Pertencem i s6rie anterior, apenas alterados pela
condigo de reservados dada nos titulos de cada volume.
Toda esta s6rie, compost de 15 volumes (e mais nio
conhego) corn mais de 5.400 pigs., 6 muito interessante
e valiosa para o estudo do desenvolvimento do territ6rio
de Manica e Sofala e da sua hist6ria administrative,
econ6mica, military e social. (I-A).

104- COPRA (A)- Subsidios para o estudo das copras das
nossas Col6nias- Por Joio de Carvalho e Vasconcelos
Lisboa -Livraria Clissica Editora -1925 -In 8.0
com 128 piginas.
t o n.o XXIII da colecgio Pequenas Fontes de
Riqueza. Todos os elements estatisticos e priticos uti-
lizados pelo autor, ou quase todos, sao de Mogambique
(II ).

105 COSTAS (NAS) D'AFRICA Epis6dios e Narrativas
pelo Coronel Paes Mamede 1930 Tip. da Coope-
rativa Militar Lisboa In 8.0 corn 320 pigs. (XXV).

106- CREDIT (0) AGRICOLA NA PROVINCIA DE MO-
CAMBIQUE -Projecto elaborado em Dezembro de 1926
Apresentado pela Associaqao do Fomento Agricola
da Provincia de Mogambique 1927 Tipografia Mo-
derna Lourengo Marques In 8.0 de 68 pigs.
Ouvi atribuir a autoria deste interessante estudo ao
Comandante Jose Cardoso (II-O).

107 CRIDITO (0) AGRICOLA EM TERRAS PORTUGUE-
SAS DE AQUtM E DE AL5M-MAR Dissertacio de
concurso para o lugar de Professor Auxiliar do 3. grupo
da Escola Superior Colonial Por Egydib Inso, enge-
nheiro-agr6nomo, vogal do Conselho Superior das Col6-
nias Edig~o da Agencia Geral das Col6nias Lisboa
--In 8. gr. de 68-2 pigs.
Separate dos n.' 28, 29 e 31 do ((Boletim)) da Ag.
Geral das Col. IE um estudo de conjunto, abrangendo
os regimes em vigor em Mogambique e Territ6rio de
Manica e Sofala. (II-O).










108 CRITACIQUE (LE) DE CONDUCIA Par Paul Chof-
fat (Avec neuf planches don't deux doubles) Lisbonne
Imprimerie de l'Acad6mie Royal des Sciences 1903
In 4. corn 29 pigs. de texto, al6m de outras folhas
explicativas das ilustragSes.
E a I parte, ou opuisculo da s6rie ((Contributions a la
connaissance geologique des colonies portugaises d'Afri-
que)). (XVIII).

109--CURSO MIDIO DO ZAMBEZE- Por Hugo Stauf-
fenger Bivar. Edigio da Sociedade de Geografia de Lis-
boa. In 4. corn 32 pigs. Tipografia Universal -Lisboa.
Sgo, diz o autor, extractos de um relat6rio. Descreve
pormenorizadamente o curso medio do Zambeze, corn
noticias hist6ricas e sobre as populacoes ribeirinhas.
(XII-D).


D

110 DANgA (A) DAS NOTAS...-- (Subsidios preciosos
e documentados para a hist6ria do notariado em Lou-
rengo Marques, atrav6s dos quais passam algumas figu-
ras do nosso meio social) Por Sobral de Campos (Ba-
charel em Direito) 1929 Tipografia Popular -
Lourengo Marques--In 8.0 de 8-42 pigs. (XXX)

111.- DELAGOA BAY-Correspondence respecting the claims
of Her Majesty's Government London, 1875 251
pags.
Livro azul ingles sobre a questao da baia de Lou-
rengo Marques, submetida a arbitragem do Presidente
da Repfiblica Francesa. Cont6m todos os mapas e do-.
cumentos respeitantes A questao (IV).

112-- DELIBERAC AO (UMA) DO CONSELHO DE FINAN-
gAS OPOSTA AS LEIS DA IGREJA E DA REPU-
BLICA. (Exp'osigo enviada a Sua Ex.a o Alto Comis-
sArio, Dr. Manuel de Brito Camacho, pelo Governo
Eclesiastico da Provincia de Mogambique). Pelo










P.e Ant6nio Alves Martins, governador da Prelazia e pro-
curador das Miss5es Religiosas. Imprensa Africana,
Ltd. Lourengo Marques 1921 In 4. peq. de 26-1
pigs. (XXVI).

113--DELIMITACAO DE MANICA Conforme o artigo 2
do convenio de 11 de Junho de 1891 entire Portugal
e a Inglaterra Declaraao da Comissao Especial para
a traducg5o e applicagco exacta do alludido artigo.-
Lisboa Typ. do (Commercio de Portugal 1893 -
In 8.0 gr. com 9 pags. Publicagao da Sociedade de
Geografia de Lisboa.
A eBibliografia cita (pigs. 72) um trabalho corn
titulo muito semelhante que 6 de 1894 e nao de 1893,
como diz -. Embora o assunto versado seja .0 mesmo,
sao trabalhos diferentes, como verifiquei por confront.
(VI).

114- DELIMITACAO DE MANICA -1898 -1899 RELA-
TORIO. Comissao de delimitacgo: Capitao d'Engenha-
ria A. Freire de Andrade- Medico Naval A. Rodrigues
Braga Tenente d'Engenharia P. Alvares -Lisboa -
Typ. da Companhia Nacional Editora 1899 In 4.o
de 46 piginas e 3 folhas cor esbogos, a c6res, das zonas
fronteirigas.
O relat6rio pripriamente dito 6 assinado por A. Freire
d'Andrade e ocupa as primeiras 24 piginas. Ignoro se
este trabalho se identifica corn o que MArio Costa cita
a pig. 60 da (Bibliografia) nos seguintes terms: i(Re-
latorio da Comissao de delimitagao de Manica S/a.
-1899. (III).

115- DERNIER JOURNAL DU DOCTEUR DAVID LIVING-
STONE, relatant ses explorations et d&couverts de 1866
A 1873, suivi du r6cit de ses derniers moments, r6dig6
d'apres le rapport de ses fiddles serviteurs Chouma
et Souzi. Par Horace Waller Paris, Hachette et C.e,
1876.-2 vols. in 8.0 corn VII-810 pags. e 5 mapas.
Traduzido do ingl8s por M."- Loreau.
A a tradugao em frances do livro c(The last journals










of David Livingstone,, por Horace Waller, mais adiante
mencionado. (XXXIV).

116 DESAFRONTA Coisas do boxe portugues sucedidas
cor a equipa de Mocambique -Por Manuel Joaquim
Canelas Junior Edicao do autor 1945 In 8. cor
228 piginas. (XIV)

117 DESCOBRIDORES PORTUGUESES Por Edgar
Prestage -Versao portuguisa de Francisco Eduardo
Baptista -Edig~es da 1.a Exposicao Colonial Portu-
guesa Porto, 1934. Tipografia Civilizaiao Porto.
XVI-353 piginas, sendo 29 com um indice remissivo,
e 4 mapas intercalados no texto, in 8..
2 a traduqao da obra c(The Portuguese Pioneers-',
citada a paginas 169 da ((Bibliografia Geral,. (XX)

118 DESNACIONALIZACAO DE MOZAMBIQUE Edi-
tora, Comissao Municipal Republicana Representag5es
dirigidas ao Governo Provisorio da Republica Portu-
gueza pelas agremias5es political de Lourenco Marques
--Typographia Minerva Central -Lourenco Marques.
1911- In 4. de 80 pags.
Contra as concess6es a estrangeiros, mgo-de-obra para
o Rand, etc. Interessante. (XXX)

119-DESPACHOS E SENTENgAS DE UM JUIZ DE DI-
REITO DO ULTRAMAR, OU DOS SEUS SERVICES
JUDICIAES EM SEIS ANNOS DE EXERCiCIO NES-
TAS COMARCAS DE MOZAMBIQUE, SOTAVENTO,
E SALSETE--Colligidos dos seus apontamentos e pu-
blicados na Typographia da ((India Portuguezan Orlim
1868 -. Pelo Dr. Jose Ignacio d'Abranches Garcia.
In 4. pequeno com 225 paginas.
As primeiras 54 paginas sio dedicadas a sua acaio
em Mogambique (XXXV).

120- DIARIO DA CAMERA DOS DEPUTADOS Imprensa
Nacional Lisboa- In 8., 4.o e F.0, desde 1821 at&
A actualidade, em mais de 100 volumes.










O n. 1 tem a data de 27-1-1821 e 6 relative A
sessao preparat6ria do dia 24. Tem-se publicado cor
virios titulos, como ((Diario das Cortes Geraes e Extraor-
dinarias da Nagao Portuguezan, c(Diario da Camara dos
Senhores Deputados>, (Diario da Assembleia Consti-
tuinte), (Diario da Assembleia Nacionalb, etc. D8stes
diaries constam c6lebres debates de alto interesse para
Mogambique ou ligados a hist6ria da col6nia, A sua
vida econ6mica e financeira, As quest6es internacionais,
etc., sem contar corn certos discursos considerados como
verdadeiras j6ias de tribune portuguesa. A complexidade
dos assuntos ali tratados enquadra estes diarios em
todos os capitulos adoptados na Bibliografia Geral, pelo
que, para simplificar, aqui se remetem para eAdminis-
trac(o de carActer geral)). (I A)

121--DIARIO DA CAMERA DOS PARES (ou do Senado)
Imprensa Nacional- Lisboa In 8.0, 4. e F.",
desde 1826 a 1926. Dezenas de volumes.
Sao aqui aplicaveis as mesmas observances feitas ao
niimero anterior. Estes ((Diarios)) tamb6m tiveram mo-
dificg6es nos seus titulos, como (DiArio da Camara dos
Senadores) (anteriormente), c(Actas das Sess5es Piblicas
da Camara dos Dignos Pares do Reino), ((Diario do
Senado de Rep6blica), etc. (I-A)

122 DICIONARIO PORTUGUtS-CHISENA E CHISENA-
-PORTUGUES Por P." Albano Alves, O. F. M. Mis-
sionario Casa Portuguesa Lisboa 1939. In 8.0
cor 213 paginas.
Este trabalho 6 o mais complete e consciencioso que
se tern publicado em lingua chisena. (XXI-G)

123 DIGNIFICACAO DA FARMACIA Pelo Dr. Platio
Guerra 1940 Imprensa Nacional Lourengo Mar-
ques -In 16.0 de 15 pigs.
Alocuggo na abertura das aulas da Escola Profissio-
nal de Enfermagem. (XIII)

124 DISTRITO DE LOURENgO MARQUES RELATO-
RIOS DAS CIRCUNSCRICOES 1913-1914. Imprensa










Nacional Lourengo Marques 1915 In 8.0 gd. cor
91 paginas de texto e 61 folhas cor outras tantas repro-
dug6es fotogrificas a pigina inteira.
A ((Bbliografia Geral, cita apenas os de 1911-1912,
1912-1913 e 1915-1916. (I C)

125- DO QUE EU VI E OBSERVE NA EXPEDICAO MI-
LITAR A PROVINCIA DE MOgAMBIQUE--1917-
-1919 Tese de doutoramento em Medicina e Cirurgia
de Jodo Rodrigues Nunes da Costa, na Faculdade de
Medicine da Universidade de Lisboa. 1919 Tipo-
grafia da Casa E. da Cunha e Sa -Editora Lisboa.
In 8.0 cor XII 50-2'pAgs.
De interesse sob os pontos de vista de medicine e cli-
matologia, e para o estudo da nossa comparticipaglo
na Grande Guerra em Mogambique. (XXXII -A e
VIII- G).

126 -DOCUMENTOS APRESENTADOS AS CORTES NAS
SESSAO LEGISLATIVE DE 1894 PELO MINISTRY
E SECRETARIO D'ESTADO DOS NEGOCIOS ES-
TRANGEIROS AFRICA ORIENTAL DELIMITA-
CAO DAS POSSESSOES PORTUGUEZAS E ALLE-
MAS Lisboa Imprensa Nacional 1894 In 4.0
de 43 pigs. (III e VI)

127 DOCUMENTS OFICIAIS REFERENTES AO REN-
DIMENTO DO ENSINO NO LICEU SALAZAR, DE
LOURENCO MARQUES- 1945--Ediqgo da Agndaa
Geral das Col6nias. In 8. com 37 paginas de texto e cor
diversos graficos e mapas. Ateliers Grificos Bertrand
(Irmaos) Ltd. Lisboa -1945.
I umia separate do n.o 241 do c Col6nias). (XXIII)
128 -DOCUMENTOS OFFICIALS TROCADOS ENTIRE A
COMPANHIA DE MOgAMBIQUE E 0 GOVERNOR
DE SUA MAGESTADE SOBRE A CONSTRUCAO DE
UM CAMINHO DE FERRO ENTIRE A COSTA E A
FRONTEIRA INGLEZA. DE NOVEMBRO 1889 A
MAIO 1899. P uma publicaio da Companhia de Mo-










gambique. Lisboa, 1899. In 8.0 de 290 pigs. Cor o
mesmo titulo publicou-se em 1904 um outro volume,
tambem em 8.0 e com 200 pigs.
Recolhi estas noticias de um catilogo para um leilio
bilbliogrifico. (XII A)

129-- DOCUMENTS RELATIVES AO ACCORD CELE-
BIRADO EM LONDRES EM 14 DE NOVEMBRO DE
1890 ENTIRE PORTUGAL E A GRAN-BRETANHA
Publicado pelo Ministerio dos Neg6cios Estrangeiros
Lisboa Imprensa Nacional 1890 In 8.0 de 30
pigs. (VI).

130-DOCUMENTOS RELATIVES AO CAPITAL PIRES
VIEGAS (Publicacio reservada) Lisboa Julho de
1909. Editado pela Companhia do Nyassa. Lisboa.
Typographia ((A Editora) 1909. In 8. gr. de 19 pigs.
de texto. (XXXV)

-131-- DOCUMENTS RELATIVES A CONCESSOES DE
MINAS EM MOQAMBIQUE Publicacio ordenada
pelo Ministerio da Marinha e Ultramar -Lisboa -
Typ. do Commercio de Portugal -1891 In 4. de
mais de 150 pigs.
Acerca das concess5es a Paiva de Andrada, Ophir
e Companhia de Mocambique. O exemplar que encontrei
estava incomplete, nio podendo, pois, precisar o nimero
de paginas. (XVIII)
132 DOENCAS (AS) DOS ANIMALS DE ALGUMAS PRO-
VINCIAS DO IMPERIO ULTRAMARINO. RELAgOES
CIENTIFICAS COM OS INSTITUTES VIZINHOS. Por
Gualdino A. de Brito Vasques.- Separata da ((Revista
de Medicine Veteriniria 1944- In 8.0 com 18 pigi-
nas. (XXXIII)

133-DOENCAS DAS CITRINAS EM MOQAMBIQUE-
Pelo Dr. I. G. Alfaro Cardoso, Eng. Agr. e Silvicultoi
--Lourengo Marques. In 8.0 de 21 piginas.
Separate do t(Boletim) da Sociedade de Estudos da
Col6nia de Mocambique, n. 30 de 1936. (II-H)










134- D. ANTONIO BARROSO Bispo do Porto ((Vous
allez voir un tv6que!... Mgr. d'Hulst) (Perfil). Por
Alves Mendes Porto Aloysio da Cunha Leite -
Editor 1899 In 8.0 gr. de 47 pigs.
Perfil biografico deste grande Bispo, que foi pre-
lado de Moqambique. Este trabalho do eminente c6nego
Alves Mendes apresenta-se como nova edico correct
e aumentada. (VII)

135 D. FRANCISCO DA GAMA CONDE DA VIDIGUEIRA
E A SUA VIAGEM PARA A INDIA NO ANO DE
1622. COMBAT NAVAL DE MOGAMBIQUE EM
23-25 DE JULHO DE 1622. Por C. R. Boxer Da
Associagao dos Arque6logos Portugueses e do Instituto
de Coimbra- 1930- Imprensa da Armada -Lisboa
In 8.0 gr. de 24- I piginas. Ilustrado.
uma separate dos ((Anais do Club Militar Naval),
niimeros 5 e 6 de Maio-Junho de 1930. A tiragem foi
apenas de 75 exemplares, pelo que 6 de certa raridade.
(XX)


E

136 ECOS DA SELVA Por Jose Torres 1935 Lisboa,
na Imprensa Lucas & C.a In 8.0 com 180 piginas.
Poesias, na maioria sonetos, inspiradas nos fen6menos
naturais, ambiente e paisagens mogambicanas. (XXXV)

137--ELEMENTOS PARA A RESOLUCAO DOS PROBLE-
MAS COLONIAIS de que trata a proposta da Direccgo
aprovada em sessio de 11 de Dezembro de 1911. Ai-
nea b) n.0 2 Parecer da Sub-Comissoo Lisboa -
Tip. da Cooperativa Militar 1913 In 8.0 gr. cor
102 piginas. Subscreve o parecer sobre Mocambique,
que ocupa mais de metade do livro (de pigs. 39 a 93),
o engenheiro Alfredo Augusto Lisboa de Lima.
Estudo sobre caminhos de ferro, portos, navega~ o
fluvial, estradas, tel6grafos, etc. (XII)










138 ELEMENTS DE CRAMMAIRE TCHOPI (M'chopes).
Par Henri Philippe Junod Missionaire de la Mission
Suisse DDdi6 a la Soci6t6 de G6ographie de Lisbonne
Tipografia e Papelaria Carmona Lisboa S/d. In
4. pequeno com 42 -1 piginas.
Em frances. I. ediclo da Sociedade de Geografia de
Lisboa. (XXII- G)

139-EMPRESTIMO (0) DE MOZAMBIQUE, ou a ruina
e consequente alienacao da col6nia-por A. S. M.-
1924 Composto e impresso na Tipografia de Lisboa) Lisboa. In 8.0 corn 23 paginas.
Folheto de combat a um projectado empr6stimo e i
acgo administrative do Alto-Comissirio Dr. Brito Ca-
macho. Ngo presumo quem seja o autor deste opufsculo,
embora algu6m me tenha dito que sio as iniciais de
Aurglio da Silva Monteiro. (XXX)

140- ENSINO (0) OFFICIAL EM MOZAMBIQUE CONSI-
DERADO FACTOR DE INTERESSE NATIONAL -
1945 Agencia Geral das Col6nias. 50 paginas in 8.0
grande. Ateliers Grificos Bertrand (Irmaos) Ltd. Lis-
boa 1945.
t uma separate do n.o 246 do Col6nias. (XXIII)

141- ENTRE MORTOS Carta in6dita de Mouzinho de Al-
buquerque a Sua Alteza o Principe Real D. Luis de
Braganca. Lisboa, 1908. Opisculo in 8.0 de 14-13 pigs.
Cor o fac-simile da carta. Typ. ((A Editora.
Creio que se trata da primeira publicaggo da carta
que a ((Bibliografia Geral de Moqambique menciona
a pigs. 235 como editada em 1940 pela Agencia Geral
das Col6nias. (XXVIII)

142 ESCLARECIMENTOS SOBRE O USO DO REGISTO
DE CAMPO PARA OS TRABALHOS RELATIVES
A TRAVESSAS E PERIMETRO DE PARCELAS -
Pelo agrimensor de 1.a classes Cesar Alves da Cunha-
1914 Imprensa Nacional Lourengo Marques In
8. gr. de 8 pigs. e 2 models. (III)










143- ESCOLA DE MOUSINHO Epis6dios de servigo -
Mogambique, 1895-1910. Por Eduardo Lupi, antigo
official da Armada Real--J. Rodrigues & C.- Lisboa.
S/d.--In 8.0 cor 203 pAginas. (XXV)

144--ESCRITURA DE EMPREITADA DOS SERVIOS DE
LIMPEZA DA CIDADE DE LOURENgO MARQUES
1914 Imprensa Nacional Lourengo Marques -
In 8.0 gr. de 30 pigs., editado pela C6mara Municipal
de Lourengo Marques. (XXXII C)

145 ESPADA (A) DE HONRA do escultor Teixeira Lopes
offerecida pela AssociagQo Commercial do Porto ao
Major Mousinho de Albuquerque- Estudo de Arte
Ornamental Por Antonio Arroyo Porto Imprensa
Portugueza 1898 In 4. de 22 pigs., uma excelente
fotografia da espada a pAgina inteira e 4 fotografias
corn detalhes.
De como e porque se fez a espada de honra ofere-
cida ao Her6i de Chaimite, e o estudo artistic da mes-
ma. (XXVIII)

146 ESQUADRILHAS COLONIAES Memoria apresentada
por lodo Baptista Ferreira Primeiro tenente da Ar-
mada Lisboa Imprensa Nacional 1902. In 8. gr.
de 13 pigs.
Mem6rias apresentadas ao Congresso Colonial Nacio-
nal, que entao se realizou. Tem caricter geral, mas inte-
ressa em especial a Mogambique. (VIII -I)

147- ESTADO ACTUAL DO PORTO DE LOURENgO MAR-
QUES E SUAS NECESSIDADES. Por Hugo de Lacerda
Lisboa Imprensa Lucas 1906 in 4. cor 57
piginas. (XII B)

148 -ESTUDOS COLONIAIS- Por Alfredo Augusto Caldas
Xavier. Major d'Infanteria do Exercito de Portugal,
S. S. G. L.--Edigao Oficial--India Portugueza-
Nova Goa Imprensa Nacional -1889. In 4. cor
78-12. piginas.
P, corn este titulo, a reedicgo official do seu trabalho










intitulado ((A Zambezia), mas esta cor alguns adita-
mentos em notas e pequenas altera5ges no texto, e acres-
cida de uma terceira parte intitulada ((O relat6rio da
Comissio dos Prazos). Esta edicgo, hoje rara, foi ape-
nas de 250 exemplares e determinada pelo Minist6rio
da Marinha e Ultramar, conforme consta do oficio trans-
crito no livro. (XXVII B)

149- ETUDES HISTORICO-GEOGRAPHIQUES Second
tude sur les Colonnes ou Monuments comemoratifs
des Decouvertes Portugaises en Afrique Par Alexan-
dre Magno de Castilho, etc. Lisbonne Imprimerie
de 1'Acad6mie des Sciences 1870 In 8.0 gr. de 116
pigs.
Em francs. Meticuloso estudo sobre os padres de
descoberta colocados em varios pontos da Africa pelos
nossos navegadores. (XXI)

150- EU E A COMPANHIA DE MOZAMBIQUE Pelo Prof.
Affonso Moutinho Lisboa 'MCMXXXII 1932 -
Casa Progresso Lisboa. In 8.0 com 46 piginas. (XXX)

151-- EXECUAO DO CONVENIO DE 11 DE JUNHO DE
1891 CELEBRADO ENTIRE OS GOVERNOR DE POR-
TUGAL E DA GRAN-BRETANHA Relatorio do Com-
missario Regio Publicacgo do Ministerio dos Negocios
Estrangeiros Lisboa Imprensa Nacional 1892 -
In 4. gr. de 229 pigs. e 1 mapa do levantamento do
troqo do caminho de ferro da Beira-Manica.
Este volume apresenta-se como Parte I, contend o
relat6rio de Antonio Ennes como Comissario Regio, e,
em anexo, os relat6rios dos engenheiros Raul Machado
de Faria e Maia e I. Renato Baptista, o deste muito
extenso, interessante e complete. (VI e XII A)

152- EXPEDIQAO (A) AO PAIS DO OIRO BRANCH Por
Castro Soromenho Livraria Glassica Editora Lisboa
1944 In 8.0 corn 229 piginas.
Trata da viagem do c6lebre explorador Dr. Lacerda
e Almeida; obra baseada no relat6rio dessa expedigco.
t o n. XV da coleccgo ((As grandes epopeias). (XXXIV)










153 EXPEDICIONARIOS Por Eduardo de Faria, cor um
preficio do General Norton de Matos. Lisboa, 1931.
Edigo do autor. Depositarios Casa Editora Ventura
Abrantes. In 8. corn VII- 179 -1 pigs.
Cr6nicas, narrativas e epis6dios da Grande Guerra
de 1914-1918, sendo o autor official da expedicgo a
Mocambique. (VIII G)

154- EXPLORACOES ANTIGAS E MODERNAS DA AFRI-
CA, E INTRODUQAO AO ESTUDO DA HYDROGRA-
PHIA AFRICANA. Por Andre Paulo de Andrade (m&-
dico) Bombaim: Typographia do (Anglo-Lusitano)
1888 In 4. peq. de XXII-147-8 pigs. cor tr&s
mapas desdobraveis em separado.
Estudo em defesa da prioridade das exploracoes por-
tuguesas e de combat As pretens6es de Livingstone.
Trata largamente da travessia de Serpa Pinto. (XXXIV)

155 EXPLORAOES EM MOCAMBIQUE Por Amirico
Pires de Lima-Agencia Geral das Col6nias-Lisboa,
1943 Realizado pela Editorial Atica, Lisboa. In 8.
grande corn VIII 327 paginas, cor 18 estampas em
couches fora do texto reproduzindo fotografias, e alguns
desenhos.
I a reediCgo, em conjunto, de 7 trabalhos do autor,
alguns dos quais mencionados na c(Bibliografia Geral).
(IV)

156 EXPLORAgES GEOIOGICAS E MINEIRAS NAS
COLONIES PORTUGUEZAS Conferencia feita na
Sociedade de Geographia de Lisboa n noite de 17 de
janeiro de 1881 por Lourengo Malheiro, Engenheiro de
Minas, etc. Lisboa Casa da Sociedade de Geogra-
phia 1881 In 8. de 26 pags.
Generalidades, cor uma parte hist6rica respeitante
a Mogambique. (XVIII)

157 EXPLORATION DU LIMPOPO Par le Capitaine
Chaddock Souvenir de 1'Assenrbl6e G6n6rale de la
Soci6t6 Neuchateloise de G6ographie tenue au Locle le










16 mai 1885 GenBve, Impr. Schuchardt In 4. peq.
de 8 p'gs.
Depreende-se da leitura que o 'folheto 6 da autoria
de outrem (C. Faure?), relatando a exploraqgo feita
pelo cap. G. A. Chaddock no Limpopo. (XII -D)

158-EXPLORATIONS DU ZAMBMSE ET DE SES
AFFLUENTS. Por David e Charles Livingstone--Paris
1866, Hachette. Traduggo por Mme. H. Loreau. In 8.0
de 580' pigs. e 4, mapas.
Sa tradugio francesa de ((Narrative of an expedition
to the Zambesi and its tributaries, and of the discovery
of the lakes Shirwa and Nyassa, 1858-1864)), in 8.0 de
624 pigs. impresso em Londres, pelo editor Murray,
em 1865. (XXXIV)
N-
159 EXPORTAAO DE MILHO (Indicac6es iteis sobre a)
Regulamento da classificagao Facilidades de trans-
porte pelo caminho de ferro Fretes maritimos Ta-
belas comparativas Armazenagem Publicado pela
RepartiCio da Agricultura da Companhia de Mogam-
bique Beira 1914 In 16. cor 19 piginas em
portugu6s e outras tantas em ingl8s (36 piginas). (II J)

160 EXPOSE PRELIMINAIRE PRtSENTE AU TRIBUNAL
ARBITRAL AU NOM DU GOVERNMENT PORTU-
GAIS DANS L'AFFAIRE DU CHEMIN DE FER DE
LOURENCO-MARQUES Lisbonne Imprimerie Na-
tional- 1895 In 4. gr. de 29 pigs.
Edigao do Ministirio dos Estrangeiros. 0 exemplar
descrito indica ser uma 2.' ediggo. (VI e XII -A)

161-EXPOSICAO-Apresentada a S. Ex.' o Alto Comis-
sirio, sobre as necessidades mais urgentes da agricul-
tura da Col6nia--Pela Associago 'do Fomento Agrt-
cola da Provincia de Moqambique--Lisboa, 15 de
Outubro de 1923-1924 Tipografia Minerva Central-
Lourengo Marques In 8. de 27 pigs. (II S)

162-EXPOSIgAO APRESENTADA A SUA EXCELENCIA
O MINISTRY DAS COLONIAS, DR. FRANCISCO

49'










VIEIRA MACHADO, POR OCASIAO DA HONROSA
VISIT A COLONIA DO VENERANDO PRESIDENT
DA REPOBLICA, GENERAL ANTONIO OSCAR DE
FRAGOSO CARMONA-Da Associaqao dos Velhos
Colonos--Lourenqo Marques, Julho-Agosto de 1939-
In 8.0 gr. de 8 pigs. e 5 folhas em anexo cor grificos,
desenhos, etc. (X)

163 EXPOSICAO AOS SRS. ACCIONISTAS SOBRE OS
RESULTADOS ECONOMICS E ADMINISTRATIVOS
DA GERPNCIA DE 1922. Publicado pelo conselho de
administracgo da Companhia de Mogambique-Lisboa
In 4. peq. VArios anos.
Publicou-se anualmente, de 1922 a 1941 inclusive.
Cont6m interesasntes elements econ6micos, estatisticos
e administrativos sobre o Territ6rio de Manica e Sofala.
(XVI- J)

164 EXPOSICAO DIRIGIDA AO CONSELHO COLONIAL
Pelo velho colono na Zambezia Jo5o Ant6nio da Silva
Sobre as perseguic6es que Ihe tem movido 1915 -
Tipografia Minerva Central Lourenqo Marques -
In 8.0 de 16 pigs. (XXX)

165 EXPOSICAO FEITA AO ALTO COMISSARIO DA PRO-
VINCIA DE MOZAMBIQUE (1921), pela Companhia
do Boror. 1922 Viuva Macieira & Filhos Lisboa
In 8.0 grande cor 38 piginas.
Focando e relatando as suas actividades agricolas,
pecuirias, industrials, etc. (II Q)

166 -EXPOSIgAO FEITA A S. EX.- O MINISTRY DAS
COLONIAS Pela Associaqdo dos Plantadores de Chd
da Col6nia de Mogambique (Em organizacgo). Ano de
1945 Composigdo e impressao Tipografia Trasmon-
tana- Quelimane 1945. In 4. pequeno de 10 pigi-
nas. (II-G)

167 -EXPOSICAO SOBRE AS MEDIDAS DE PROTECCAO
A CULTURAL DE CANA SACARINA NOS DISTRITOS
DO SUL--Apresentada a S. Ex., o Ministro das Col6-










nias, em Setembro de 1926- Pela Associago,'do Fo-
mento Agricola da Provincia de Mogambique Lou-
renqo Marques Tipografia do ((Imparcial) 1926 -
In 8.0 de 32 pigs. (II-F)

168 -EXPOSICAO SOBRE AS MISSES RELIGIOSAS
E PORTUGUESAS DA PROVINCIA DE MOZAMBI-
QUE-Entregue em 23 de Julho de 1919, pelos Mis-
siondrios Cat6licos de Mozambique, a Sua Ex.a o Gover-
nador Geral, interino, Dr. Manuel Moreira da Fonseca
(Assinada por diversos eclesiAsticos) 1919 Pape-
laria e Tipografia Mateus Lisboa In 8.0 de 13 pigs.
Invocando os direitos e vantagens das missSes nacio-
nais e alvitrando o restabelecimento das suas regalias
tradicionais. (XXVI)


F

169-FASTOS -DA- COMPANHIA DE JESUS -RES-
TAURADA EM PORTUGAL 1829-1930 Coorde-
nados por Acdcio Casimiro, S. J.- In 4. com 69 pigi-
nas e 3 fotografias. 1930- Tipografia Porto M6dico -
Porto.
Cont6m referencias A actividade missionArias dos
jesuitas em Mogambique e elements para o estudo dessa
actividade. (XXVI)

170 -FEIRAS DE AMOSTRAS COLONIAIS EM LUANDA
E LOURENCO MARQUES- Catilogo Oficial--1932
--Editado e publicado pela Direcgio das Feiras de
Amostras Colonials. Imprensa Libinio da Silva. Lisboa,
1932. In 8.0 gr. com mais de 200 pigs. inumeradas, capa
a cores, 3 retratos e muitas vinhetas e gravuras, cor
estatisticas e grificos econ6micos. (XI- A)

171- FEITIgO (0) DO IMPiRIO- Por Joaquim Mota Id-
nior. Agencia Geral das Col6nias, 1940 In 8.0 gr.
corn 196 pAginas e 2 de indice.










'De piginas 157 a 183 o enredo desenvolve-se na col6-
nia de Mogambique. A idea fundamental deste livro
foi escolhida para argument do filme portugues com
o mesmo titulo. (XXV)

172- FIM DE SEMANA Um ano de Lourenqo Marques em
52 gazetilhas--Por Vasco de Matos Sequeira--1945
--Tipografia Minerva Central -Lourenco Marques-
In 8. gr. de 224 pigs. e 4 inum.
Cr6nicas semanais em versos humoristicos, publicados
em (Noticias) de Lourenqo Marques desde Junho de
1943 a Novembro de 1944. (XXXV)

173 FOLHETO COMEMORATIVO do 25. aniversario da
Fundaggo do Instituto Goano de Lourengo Marques -
Esbogo hist6rico (31 12 1905 31 12 1930). Por
Paulo Bazdrio Pinto Lourenco Marques -1930--
Tipografia Guardian Ltd. Lourenco Marques 1930.
In 8.0 de 73 piginas, ilustrado corn alguns retratos.
A acrescentar ao que o autor escreveu, a colaboragio
de um vintena de individualidades de destaque. (XIII)

174- FORTIFICAgAO DE CAMPANHA EM AFRICA -
(Escola Pratica de Engenharia) pontamentos coorde-
nados pelos capitges Sarmento da Fonseca e Pinheiro
Borges, dos relat6rios do capitio Freire de Andrade e
Alferes Viegas relatives filtima campanha de Africa
Lisboa Imprensa Nacional 1896 In 8. de 28
pigs. e 2 folhas de estampas, desdobriveis, cor 56 figu-
ras plantsa, cortes, perfis,'etc.) (VIII C)


G

175 -GATO POR LEBRE...- Por Amirico Chaves de Al-
meida Lisboa- 1940- In 8.0 gr. de 47 pigs.
Esclarece as causes da sua expulsio da col6nia de
Mogambique em Outubro de 1926, por ter sido o editor
do n6mero inico do journal intitulado ((Imprensa de
Lourengo Marques), publicado em 16-10-926. (XXX)










176--GENERAL COLLECTION OF THE BEST AND MOST
INTERESTING VOYAGES AND TRAVELS IN ALL
PARTS OF THE WORLD-Por John Pinkerton-
London, 1808-1814.
No 16. volume desta conhecida coleccao do c6lebre
ge6grafo e historiador escossss encontra-se a traduggo
da ((Ethiopia Oriental)) de Frei Jotao dos Santos; diz
George Mac Call Theal que a tradug~o 6 deficiente
e pouco fiel. Nio consegui encontrar este trabalho,
pelo que nio posso dar mais amplas indicaC5es. (XIX
e XXVII-A)

177 GEOGRAFIA MILITARY DE MOAMBIQUE Apon-
tamentos pelo professor Jose Filipe de Barros Rodrigues
Ten.-Cor. do Estado Maior -1932-1933 4. ca-
deira. Seccio III. Edigio da Escola Militar. In 4. com
179 piginas, 2 esboqos da. col6nia a pigina simples,
2 a pigina dupla e 3 desdobriveis.
Trabalho muito complete, valioso e interessante.
(VIII-I e XVII)

178- GEOGRAFIA DAS CIDADES LOURENO MAR-
QUES-Pelo Dr. Jos6 de Oliveira Boleo-Lisboa-
1945. In 8. gr. corn 15 pigs.
P separate do iBoletim da Sociedade de Geografia
de Lisboa)), n.o 5 e 6 da 63." s6rie. (XXVII B)

179-GUERRA (A) DE AFRICA--(A acgio do Exercito
Portugu8s na tomada e perda de Newalaa Conferencia
pelo capitao Augusto Saraiva Ramos da 2." Companhia
do Batalhao n.0 8- Realizada em Abril de 1925, sobre
o Tema ................. Publicago da Guarda Nacional
Republican. In 8.0 gr. de 8 pigs. (VIII G)

180 GUERRE (LA) DE BROUSSE DANS L'EST-AFRICAIN
(1914-1918)--Pelo general Von Lettow-Vorbeck-
Commandant en chef des troupes allemandes dans l'Est-
-Africain Traduit de l'Allemand par Ed. Sifferlen -
Avec 22 croquis de l'auteur Payot Paris 1933.
In 8. gr. de 295 pigs.










A 3." e iltima parte relatada, em especial, a invasio
do Norte da col6nia pelas tropas alemas. (VIII G)


H

181--HER6I DERRADEIRO Romance Por Joaquim
Pago d'Arcos Lisboa, 1932 Comp. e Impresso na
Companhia Editora do Minho, Barcelos. In 8.0 com 311-1
paginas.
A figure primacial deste romance 6 a do malogrado
desportista Carlos Burnay da Cruz Sobral, que morreu
na Zamb6zia, em Caia, a 26 XI -1926 em resultado
dos ferimentos. recebidos em luta com um lego ferido,
que, dizem, era o 13.0 que ele abatia. Creio haver uma
2.a edico de 1934. (XXV)

182 -HEROIS E SEUS FANTASMAS Por Eduardo de
Faria. Edic5o da Liga dos Combatentes da Grande
Guerra, e tipografia da mesma instituig o Lisboa,
1934, In 8.0 corn 220 pags.
Cr6nicas de guerra e reportagens. Ngo vi este livro,
e devo esta informag~o A amabilidade do seu autor,
Sr. Eduardo Augusto de Faria, que, como official de
infantaria, tomou pate nas campanhas de Mocambique
durante a guerra de 1914 -1918. (XXV)

183--HISTOIRE DE L'ETHIOPIE ORIENTALE, traduite en
francois par le R. P. Don Gaetan Charpy--Paris, chez
Andr6 Cramoysy, 1684--In-12.o de XII-240 pigs.--
Ha outra edig~o, Paris, de Luynes, 1688, tamb6m in 12.,
e, ao que parece, uma outra do mesmo ano, tamb6m
in 12.0. Outrossim encontrei uma citaiio desta traduggo
reduzida, corn o seguinte titulo: Histoire de l'Ethiopie
Orientale, traduite du poitugais de JEAN DOS SANTOS.
Charpy era cl6rigo teatino.
Este curioso trabalho nao escapou a MArio Costa,'
que a ele se referee em nota a paginas 162 da sua ((Bi-
bliografia Geral,. E se, um tanto initilmente, aqui se










repete a citacgo, 6 apenas pela conveniencia de se escla-
recer que se trata de uma traducao abreviada, consti-
tuindo, pois, uma bem diferente esp6cie bibliogrifica.
Aproveito o ensejo para aqui register duas tradug5es
inglesas da c6lebre obra de Fr. Jodo dos Santos, e que
Luciano Cordeiro parecia desconhecer quando em 1891
prefaciou a 2.a edicao da ((Ethiopia Oriental): uma de
Samuel Purchas, no seu livro ((Purchas his Pilgrimes,
London, 1625, 2. volume, e outra pelo escoces John
Pinkerton, no 16.0 volume da (General Collection...)),
esta cor refernncia especial nestas Achegas. 1f geral-
mente admitido que Fr. Joao dos Santos apenas escreveu
a ((Ethiopia Oriental); no entanto o belga A. J. Wau-
teurs, em ((Le Zambezen, afirma existir um trabalho
in6dito intitulado ((Comentarios da regiao dos Rios de
Cuamar o que seria de grande interesse averiguar.
(XIX e XXVII A)

184--HISTORY (A) OF THE COLONIZATION OF AFRICA
BY.ALIEN RACES -By Sir Harry H. Johnston, G. C.
M. G.,'K. C. B., Hon. Sc. Cantab. -With eight maps
Cambridge: at the University Press 1913 In 8.0
de XVI-505 pigs. e 8 mapas a cores, da Africa. t uma
nova edicio, talvez 2.a.
Al6m de um long capitulo sobre as conquitsas, ex-
plorag5es, ocupacges e actividades dos portugueses, espe-
cialmente em Mocambique, muitas outras referencias em
todo o volume. i uma boa fonte de consult para
estudos gerais. (XXXV)

185 -HYDRAULICA AGRICOLA. POR MOgAMBIQUE-
Por A. Trigo de Moraes. Lourenco Marques, 1923. In 8.0
gr. de 42-II pigs. Com mapas e estampas.
NAo vi este trabalho; encontro-o citado num catalogo
bibliogrifico. (II N)

186 -HYDROGRAPHICAL SURVEY OF THE COAST OF
AFRICA--Por W. F. W. Owen- London, 1822/1826.
Nao: vi este livro, pelo que nao posso dar mais com-
pleta noticia a seu respeito. Mas com o nome do autor
esti ligado aos estudos hodrogrificos da costa moCam-










bicana, e como vi a, cita5o deste trabalho em duas
obras relatives A col6nia, suponho que a sua insergo
possa ser de utilidade. (XII D)

187- HYMNO A- IMMACULADA CONCEIGAO Pelo
P.e Juliano Merleau, S. J. In 16. de 16 pAgs. S/d.
Colecao de canticos religiosos em lingua de Tete.
Pelo tipo e apresentagqo grAfica suponho tratar-se de
um trabalho impresso na pequena tipografia da Missao
de Boroma. (XXII E)


I

188 IMAGEM DA VIRTUDE EM O NOVICIADO DA COM-
PANHIA DE JESUS NO REAL COLLEGIO DE JESUS
DE COIMBRA, NA QUAL SE CONTEM AS VIDAS,
E VIRTUDES DE MUYTOS RELIGIOZOS QUE
NEFSA SANTA CAZA FORAO NOVICOS Offere-
cida A Senhora da Victoria, Padroeira do mefmo Novi-
ciado, pelo P. Antonio Franco da Companhia de Jesus
oimbra No Real Collegio das Artes da Companhia
de Jesus.-Anno 1719-In 4. gr. de X-780 pigs.
Comeqa corn a vida e martirio do P.e Gongalo da Sil-
veira, que ocupa 62 paginas. Ha ainda outros artigos
que interessam a Mozambique. (VII e XXVI).

189-IMPORTATION ABUSIVE EN AFRIQUE PAR DES
SUJETS ANGLAIS D'ARMES PERFECTIONNEES--
Protestation pr6sent6e au gouvernement portugais par la
Sociedt de Geographie de Lisbonne (Traduction )-
Lisbonne Typographie Portugaise 1889 In 8.0
cor 10 pigs.
Acerca da debatida questio do fornecimento de armas
aos indigenas das regi6es frontqiricas de Moqabique.
(VIII- I)

190- INCIDENT (L') ANGLO-PORTUGAIS Motion vote
a la stance de la Socidte de Geopraphie de Lisbonne










le 2 d6cembre 1889 Lisbonne Typographie Portu-
gaise 1889 In 8. com 5 pigs.
Acerca da questgo dos territ6rios do Zumbo, Chire
e Niassa. (III e IV)

191 INTERESSES DE MOZAMBIQUE O PROBLEMA
AGRICOLA AO SUL DO SAVE Conferencia 'reali-
zada em 25 de Margo de 1923, no Ateneu Comercial
de Lisboa, pelo deputado Delfim Costa Composto' e
impresso no Centro Tipogrifico Colonial Lisboa -
In 8.0 de 23 pigs.
Criterioso estudo editado pela Liga Pr6-Col6nias.
..(II- S)
192 INVESTIGATIONS ON' HUMAN TRYPANOSOMIASES
IN MOZAMBIQUE Por Ayres Kopke Genebre,
1930.
Citagao colhida num catAlogo bibliografico. (XXXII-E)

193 ITINERARIO DE ANTONIO TENRREYRO, CAVA-
LEIRO DA ORDEM DE CHRISTO, EM QUE SE
CONTEM COMO DA INDIA VEO POR TERRA A
ESTES REYNOS DE PORTUGAL.-Nova ediqao con-
forme a primeira de 1560. Lisboa Na Typographia
Rollandiana 1829 In 8.0 peq. de 155 pags.
Alem da edigio de 1560, e desta, ha, que eu saiba,
uma outra de 1565. A meu ver s6 ter interesse muito
secundirio para Mogambique, e se fago a citagao 6 por
a ((Bibliografia), no alto da pagina 268, citar um tra-
balho baseado neste

J

194- JORNAIS As listas, por distritos, que a Bibliografia
Geral apresenta nas pAginas 202 a 211, podein-se acres-
centar mais os seguintes peri6dicos:
EM LOURENCO MARQUES:
a) Imprensa de L. Marques N6mero 6nico publicado










em 16 X 1926. Editor Dr. Americo Chaves de Al-
meyda. Deu muito que falar na sua 6poca.
b) Luz Publicava-se em L. Marques por 1926, nao
sabendo eu dar maior noticia.
c) Tempo Publicava-se por 1919 ou 1920. Sem mais
noticias, e esta incerta.
EM MOZAMBIQUE:
d) Progresso 1868 -Este journal 6 mencionado por
Brito Aranha em ((Subsidios para a hist6ria do jor-
nalismo nas provincias ultramarinas), parecendo
nada ter com (O Progresso Colonial,, de 1886,
citado na Bibliografia.
NA BEIRA:
e) Beira (The) Mail (A Mala da Beira) Publicava-se
em 1910, nao sabendo quando comegou e acabou.
Em fins de 1912 ji nao existia, creio eu.
g) Correio da Beira--A Bibliografia menciona este
peri6dico como aparecido em 1892. Esse teve curta
duracgo. Julgo que em 1896 tornou a publicar-se
um novo' semanario com o mesmo titulo, parte
em portugu6s e parte em ingl6s, o qual passou,
pouco tempo depois, a ser feito s6 em ingles; tam-
b6m teve pouca duracQo. Em 1899 apareceu o ter-
ceiro ((Correio da Beira,, desdobramento em edicgo
portuguesa do ((The Beira Post,, que desapareceu
em 1900.
h) Espectro Jornal de combat que se publicou por
1923 ou 1924 sob a direcg5o do Dr. Eduardo Fer-
reira de Almeida, salvo erro. Curta exist6ncia. Citado
de mem6ria.
i) Imparcial Publicava-se na Beira quando ali che-
guei em fins de 1912, e era seu director Henrique
Camelier. Citado de mem6ria.
j) Manica e Sofala-Semanario que se publicou du-
rante alguns anos sob a direcgao de Joao Baptista
Barreiros, talvez de 1911 a 1918. Citado de mem6ria.
k) Pdtria Sucedeu ao ((Imparcial), em 1914 ou 1915,
sob a direcqgo do Dr. Artur Leitao ou de H. Came-










lier. Semanirio. Acabou no n.o 111, de 4 VII 1917.
Citado de mem6ria.
1) 19 de Junho--Numero fnico publicado na Beira
em 19 X 1928. Nada ter com o semanArio (O 19
de Junho, que s6 mais tarde, em 25 VII -1929,
comegou a publicar-se. Trata-se duma publicacgo
especial em homenagem aos aviadores portugueses
que fizeram a viagem Lisboa-Mocambique, na sua
passage pela Beira. (XXIV A)


K

195 KATEKISMO IA DOKTRINA RAKRISTAO lomue
ina bzensene bzomue tinifuna kutinchadidi, kuchita,
kutambira na kupemba Idakondzedua na Kasissi Este-
vam Czimermann, chuaro cha kukoncana kua Jesu -
Ku Lisboa Imprensa Nacional 1890. In 8.0 peq.
de 247 pags.
Catecismo da Doutrina Cristi, o qual cont6m tudo
o que devemos crer, praticar, receber e pedir. Composto
Pelo Padre Estevam Czimermann, missionario da Zam-
b6zia. As piginas pares com o texto em portugu8s, as
impares em cafreal de Tete. O autor, jesuita, missio-
nava em Boroma (XXII E)

196-KATEXISMU UOKUBVIRA NGO BSIXOMA UOCHI-
GUMISIRA NGO BSIJINJI (O Catecismo Graduado
da Doutrina Crista) Em chiiitewe-portugues Pelo
P.e Ant6nio Josd Ribeiro, OFM. Tipografia Inglesa,
Ld.a-Lisboa-1939. In 8.0 peq. de 114 pigs. (XXII E)

197- KUMBUKANI IBZI BUINO, UK'AFUNA MACHENK'O
YA MUZIMU UAKUKUNGURA Uakutanzidua na
kukumbura kua bzakumarizirato bza munt'u, kuti utsun-
gire moyo uakukariratu. Kukondzedua mu chi-nyungue
na Padre Victor lose Courtois, S. J.--Kasisi ua ku
Nyungue Lisboa Imprensa Nacional 1904 In
8. de 80-2 pigs.










t o ((Pensaio-o bem...)) traduzido e adaptado em lingua
de Tete. Foi o filtimo trabalho do prestimoso jesuita
P.e Courtois, publicado p6stumamente. Todo em chi-
-nhungii6, cor excepgio das duas piginas do pr6logo,
de outro autor. (XXII E)

198 KUTUDWA KWA JOHANI NYA KU AGE. (Apocalyp-
sis). (Em cafreal).
N5o consegui encontrar este livro, nem obter mais
informes a seu respeito, Sei, por6m, ser obra e edig~o
dos missionirios jesuitas da Zamb6zia, anterior a 1911.
(XXII E)


L

199 LAND UND LEUT ZWISCHEN ZAMBESI UND
LIMPOPO- Von Dr. Hendrik P. N. Muller Verlag
von Emil Roth in Giessen S/d. (talvez 1895). In 8.
de 165 -I pigs., 1 mapa a cores da regi5o estudada
e 12 ilustrag6es intercaladas no texto, entire as quais
um retrato de Manuel Ant6nio de Sousa.
Estudo muito cuidado e valioso, e, pelos autores cita-
dos, muito meticuloso. (XXVII B)

200- LAST (THE) JOURNALS OF DAVID LIVINGSTONE,
in Central Africa, from 1865 to his death. Continued
by a narrative of his last moments and sufferings, obtai-
ned from his faithefull servants Chuma and Susi, by
H. Waller London, J. Murray, 1874 -2 vols. in 8..
Relato da terceira e illtima viagem de Livingstone,
comegada em 1866 pelo vale do Rovuma ate ao lago
Niassa, que contorna pelo sul, estudando e explorando
os seus afluentes. (XXXIV)

201 -LEI (A) DA SEPARACAO E A DESNACIONALIZA-
QAO IMEDIATA DA PROVINCIA DE MOZAMBIQUE,
pelo Bispo de Siene, Prelado de Mogambique Com-
posto e impresso na Pap. Tip. L. do Pelourinho, 14 a 17
Lisboa. S/d. In 8.0 com 19 piginas.










Relat6rio que o Prelado apresentou ao Ministro das
Col6nias, datado de 10- I 1914. (XXVI)

202 LICCAO DAS MULAS Por Sousa Ribeiro 1911 -
Typ. da Empresa Litteraria e Typographica-Porto-
In 8.0 com 161 piginas.
Interessante trabalho do antigo Secretario Geral da
Col6nia, Dr. Ant6nio de Sousa Ribeiro, tratando de
casos ocorridos no desempenho das suas fung5es. (XXX)

203--LIFE OF THE VENERABLE GONCALO DA SIL-
VEIRA OF THE SOCIETY OF JESUS Pioneer Mis-
sionary and Proto-Martyr of South Africa -From ori-
ginal sources by Herbert Chadwick, S. I. -London -
Manresa Press Roehampton 1910 In 8.0 de XII -
-117 pigs. com a reprodugco de uma bela gravura do
martirio.
Excelente e pouco conhecido trabalho sobre o 1.o mAr-
tir de Mogambique. (VII e XXVI)

204--LISTA DE FAROIS, B6IAS LUMINOSAS E SINAIS
HORARIOS EXISTENTES NA COSTA DE MOQAM-
BIQUE -Publicada pela Repartiao de Far6is dos Ser-
viqos de Marinha 1926- (Correcg5es at6 1 de So-
tembro de 1926) 1926 Imprensa Nacional Lou-
rengo Marques In 4.9 peq, de 31 pigs. com uma carta
da costa com os far6is, em folha desdobravel. (XII C)

205 LIVRO (0) DA EXPOSICAO 1." Exposig5o Colonial
Portuguesa- Porto, 1934--Tip. Empresa Guedes, Ld.a
Porto. In 4. de 52 pigs., cor muitos desenhos, vinhe-
tas, retratos, etc. Colaboragao de various.
Al1m de um interessante artigo sobre os soldados
landins, cont6m a lista dos expositores em que figuram
bastantes entidades mogambicanas. (XXXI)

206 LOURENCO MAQUES Golden mornings, silver
nights.- Editado pelo Departamento de Publicidade e
Turismo dos Caminhos de Ferro da Africa do Sul. Im-
presso por peq. corn 44 pigs., profusamente ilustrado.










Op6sculo em ingles, primorosamente apresentado, cor
muitas vistas e paisagens de Lourengo Marques e arre-
dores. (XXXI)

207 LOURENO MARQUES South Africa's Continental
Holidayland Editado em conjunto pela Direcgio dos
Portos e Caminhos de Ferro de Mozambique e The South
African Railways and Harbours 1932 Impresso em
Johannesburg In 4. de 40 pigs. profusamente ilus-
trado. (XXXI)

208 LOURENO MARQUES. THE CENTRE OF GAIETY
Editado pelo Departamento de Publicidade e Turismo
dos Caminhos de Ferro da Africa do Sul. Impresso em
Capetown In 4. peq. de 40 pigs. profusamente ilus-
trado. Em Ingles. (XXXI)

209- LUSIADAS (OS) Por Luis de Cam5es Poema 6pico
em 10 cantos com 1.102 estrofes em oitava rima (decas-
silabas). A sua 1.a edigo data de 1572, na oficina de
Ant6nio Gongalves, em Lisboa, e de entgo para ci con-
tam-se por dezenas as novas edig6es, tanto em portu-
gu8s como em muitos outros idiomas.
Mogambique deve orgulhar-se em poder citar entire
a bibliografia que Ihe diz respeito o imortal Poema
do Princpie dos Poetas. S6 por lapso MArio Costa
deixoy de fazer tal citagqo, quando 6 certo que a sua
inclusao na rubrica ((Prim6rdios da Hist6ria tinha indis-
cutivel cabimento pelas muitas refer8ncias A col6nia.
E a prop6sito direi que 6 notivel pelas suas interessantes
e valiosas anotag5es a edigao de 1613, comentada pelo
licenciado Manuel Correa, examinador sinodal do Arce-
bispado de Lisboa. (XX)


M

210--MAIOR (A) BURLA DA HISTORIA--Por Eduardo
Saldanha. Lisboa- In 8. gr. de 4-38 pigs.
Acerca da protecgao A indfstria agucareira. (XI-A)










211 -MAIS UMA BURLA DOS... AQUCAREIROS Carbu-
rante colonial e carburante national (Apreciagqo dos
decretos n.os 22.050 e 22.051, de 30 de Dezembro de
1932) Por Eduardo de Almeida Saldanha Porto -
Tip. Sequeira, Limitada 1933 In 8.0 gr. de 52 pigs.
(XI-A)

212 MANICA: BEING A REPORT ADDRESSED TO THE
MINISTER OF THE MARINE AND THE COLONIES
OF PORTUGAL By J. Paiva de Andrada, Colonel
of Artillery -London, 1891 In 8.0 de 63 p~gs.
Embora nao visse este op6suclo, suponho tratar-se da
traduggo de um trabalho do mesmo autor intitulado
( publicado tamb6m em 1891. (VI)

213 MANUAL DO CHI-NYANJA Pelo P.e Henrique M.
Simon, S. J. Boroma, 1908 In 8.0 de 68 pigs. Bre-
ves nog6es gramaticais daquele dialect, edigio lito-
grafada. (XXII G)

214--MANUAL (A) OF PORTUGUESE EAST AFRICA-
Compiled by the Geographical Section of the Naval
Intelligence Division, Naval Staff, Admiralty -London
-Published by His Majesty's Stationery Office--1920
In 8.0 gr. de 552 pigs., tendo 9 mapas em separado
do livro. (XXVII-A)

215 MAO (A) D'OBRA NOS TERRITORIES DA COM-
PANHIA DE MO(AMBIQUE Resposta dos servigos
agricolas e de arborizacgo de Mogambique a um ques-
tionArio enviado pelo MinistBrio das Col6nias Editado
pelo Ministirio das Col6nias Lisboa Tipografia Uni-
versal S/d (1914?)- In 8.0 gr. de 9 I pAgs. (XXII-D)

216 MAPPA DOS TERRITORIES DAS CONCESSOES
D'ESTA COMPANHIA Companhia da Zambizia--
Lisboa 1897.
Cartonagem contend uma folha desdobrAvel. Al6m
de um mapa a cores dos 155.000 km2 tomados pelas
concess5es feitas aquela Companhia, cont6m uma inte-










ressante relagco alfab6tica dos prazos incluidos nas con-
cess5es e a division administrative feita pela concessio-
niria. (XVII)
217 MARINHAS Por Leotte do Rego.- Typ. da Livraria
Ferin. Lisboa 1906 In 8. com VI -196 pigs.
e algumas ilustrag6es.
Ter um preficio de Henrique Lopes de Mendonga.
Cr6nicas e narrativas, na sua maioria sobre e interes-
sando a Mogambique e i navegag~o costeira. (XXV)

218 MARQUIS (LE) DE SA DA BANDEIRA Extrait du
rapport lu dans la premiere stance solerinelle de la
(Societ6 de G6ographie de Lisbonne, le 7 Mars. 1877
Par le second secr6taire g6n6ral Rodrigo Affonso Pe-
quito, Professeur a l'Institut Industriel et Commercial
de Lisbonne Traduction Lisbonne Bureaux de la
Soci6t6 1878 In 8.0 com 19 pigs.
A biografia de Si da Bandeira como estadista, corn
vastas refer8ncias a Mogambique e As providencias por
ele tomadas em relagio Aquela col6nia. (VII)

219- MARUA A MARIA PENO MUEZI NA MAIO Uda-
perekiua ku na Dende Maria Santissima Idakondzedua
na Kasissi Estevatn Czimarmann, chuaro cha kukoncana
kua Jesus Ku Lisboa Imprensa Nacional 1890-
In 8. peq. de 201 pigs.
Tradug~o e adaptagio em lingua de Tete (chi-nhun-
gii6) do livro ((Flores de Maria para o mes de Maio).
Este devocionArio 6 todo em lingua cafreal, com'excep-
de uma pigina de pr6logo, que 6 em portugu6s. O autor,
missionArio jesuita, estava na Missao de Boroma (Tete).
(XXII E)

220-MEMOIRE SUR L'ABOLITION DE L'ESCLAVAGE
ET DE LA TRAITE DES NOIRES SUR LE TERRI-
TOIRE PORTUGAIS. Publicaiao do Ministere de la
Marine et des Colonies Lisbonne Novembre, 1889
In 4." cor 98 piginas e 1 de corrigendas.
Pela generalizagao do assunto a toda a Africa, inte-
ressa, como 6 6bvio; A col6nia de Mocambique, larga-









mente referida. Julgo tratar-se da vers5o francesa do
trabalho que, com id8ntico titulo, editor e data, esti
mencionado a pig. 139 da (Bibliografia Gerabl. (XV)

221-MEMORANDUM SOBRE A CULTURAL DO, ARROZ
Entregue a Sua Ex., o Alto Comissirio da Repiblica
em 6 de Julho de 1925 Pela Associag~o do Fomento
Agricola da Provincia de Mogambique 1926 Tipo-
grafia Popular, Lourengo Marques. In 8.0 grande de
36 pags. (II- Q)

222--MEMORIA (A) DE J. MOUSINHO D'ALBUQUERQUE
--In 8.0 de 15-1 pigs. Tip. Minerva Central--Lou-
renco Marques 1924.
Corn este mesmo titulo menciona a tBibliografia Ge-
ral), a pags. 235, uma 2.a edigo mandada imprimir por
Francisco Toscano em 1927. Essa 2." edico ocupa 23
pigs., apesar de ser de maior format, e cont6m um
aditamento corn documentagio respeitante ao monu-
mento erguido em Mapulanguene em 22 2 924, e bem
assim uma fotogravura daquele monument. Foi editada
pela Imprensa Nacional de L. Marques. A edig~o aqui.
registada 6 a 1.a, e bem diferente, e julgo ter sido publi-
cada por iniciativa de I. A. de Carvalho quando o mesmo
monument se inaugurou. (XXVIII)

223 MEMORIAL CONTRA A FACCAO DOS NEGREIROS,
etc. Pelo brigadeiro Joaquim Pereira Marinho. Lisboa,
1842 Typ. de Gouv8a Rua do Carvalho, n. 95.
In 8. gr. de X -104 pags.
Esta obra encontra-se catalogada na Bibliografia Ge-
ral de Mocambiquex pela forma como tamb6m a cita
Inoc8ncio no c(Dicionirio Bibliogrificox: Mem6ria das
combinagoes s6bre as ordens de Sua Magestade a Se-
nhora D. Maria II passadas pelo Ministerio da Marinha
e Ultramar por diferentes Ministros da mesma Repar-
tiqao ao Brigadeiro Joaquim Pereira Marinho, como
Governador Geral de Mogambique etc. Sucede, por6m,
que estes sio os dizeres da portada do livro, ao pass
que os da capa sao os por mim mencionados. Para









evitar confuses, em que MArio Costa tamb6m caiu,
mencionando este trabalho na rubrica I- Administra-
cao (pigs. 26), julgo oportuna esta nova mencqo e indi-
cacao da rubrica a que deve pertencer. (XV)

224--MEMORIA SOBRE QUESTOES DE PESCARIAS -
Por Hugo de Lacerda Capit5o de Fragata Lou-
rengo Marques Imprensa Nacional 1911 In 8.
gr. de 87 pigs.
Interessante estudo econ6mico e cientifico, sendo de
recomendar as paginas sobre os bancos peroliferos do
Bazaruto. (XI A)

225 MEMORIES DUM REPROBO EM MOZAMBIQUE -
Por E. F. Conceigo 1.0 volume Composto e im-
presso na Sociedade Nacional de Tipografia Lisboa
--1932 In 8.0 de 102 pigs.
Apresenta-se como sendo o 1.0 volume de uma serie
que o autor diz ser de tres; creio, porem, que ngo
passou deste 1.0. (XXX)

226 MMOIRE PRISENTi PAR LE GOUVERNEMENT
DES iTATS-UNIS- In 4. gr. de 16 pigs. sem indi-
cagao de data nem do local da impressao (talvez Im-
prensa Nacional de Lisboa).
Questoes do caminho de ferro de Lourengo Marques.
(VI e XII- A)

227--MENSAGEM ALEGRE ao Ministro das Col6nias o Ex-
celentissimo Senhor Dr. Armindo Rodrigues Monteiro
Por Jose Flores 1932 Composto e Impresso na
Tipografia do t(Emancipador) Lourengo Marques -
In 8. de 16 pigs.
Critica humoristica em versos alexandrinos. (XXXV)

228 MENSAGENS QUE OS FUNDADORES DA VILA .DE
JOAO BELO E 0 MUNICIPIO DE GAZA DIRIGIRAM
A S. EX.a O MINISTRY DAS COLONIES E AO PRE-
SIDENTE E VOGAIS DO CONSELHO DO GOVERNOR
Sobre a extingao da Comarca de Gaza e a manu-










tengao do Municipio Em 31 e 24 respectivamente de
Margo de 1931 Por diversos Tipografia da Missio
Portuguesa dos Muchopes 1932 In 4. de 20 pigs.
(XXXV)

229-METHODOS A EMPREGAR PARA A DESTRUICAO
DOS GAFANHOTOS Por C. W. Howard Lourengo
Marques Imprensa Nacional 1908 In 4.0 peq. de
8 pigs.
Folheto-circular editado pela Secretaria Geral do Go-
verno da Coldnia (II R)

230- MINHA (A) DEFEZA -Por Jose Cardoso -1924-
Imprensa Africana, Ltd. Lourenco Marques In-8."
de 38 pigs.
Casos ocorridos em Lourengo Marques. Neste opus-
culo o autor anuncia para breve ( quadrilha, que nio sei se se chegou a publicar. (XXX)

231- MINHA (A) RAZAO- Por Sebastiao Ribeiro, Juiz de
Direito Edig~o do Autor Lisboa 1939. In 8.0 cor
165 piginas e 2 de indice e erratas. Composto e Im-
presso na Imprensa Lucas & C.a, de Lisboa.
t o seguimento do opfisculo ((Palavras Claras sobre
Jurisprudencia Escurax, do mesmo autor, comentando
acusac5es de que foi alvo e os inqu6ritos e sindicancias
que Ihe foram feitas como Juiz da comarca de Mogam-
bique. (XXX)

232 MOZAMBIQUE Problemas coloniais Por Brito Ca-
macho Livraria Editora Guimaries & C.a Lisboa -
1926 -In 8.0 de 256 pigs.
O antigo Alto Comissirio foca virios problems e
aspects econ6micos da col6nia (XXXV)

233--MOZAMBIQUE E 0 SEU PROBLEMA DE IRRIGA-
CAO Por Trigo de Morais. Lisboa, 1932 In 8.
pequeno com 23 paginas.
Separate da revista ((Portugal Colonial)). (II N)










234- MOZAMBIQUE RELATORIO SOBRE O CAMINHO
DE FERRO DA SWAZILANDIA, por Hygino Durao
Primeiro Official da Inspeccgo Geral de Fazenda das
Col6nias Lisboa Imprensa Nacional 1911 -
In 8. gr. de 47 pigs. (XII -A)

235--MONARQUIA, REPUBLICA E DITADURA (Ques-
t5es Nacionais) Por Eduardo de Almeida Saldanha -
Tipografia Inglesa, Ltd. Lisboa 1932 In 8.0 de
48 pigs.
Focando o crit6rio dos virios regimes perante pro-
blemas mocambicanos. (XXX)

236--MONOPOLIO (0) DA CERVEJA Editado por M. P.
Cretikos 1932 Tip. <(Noticias) Lourengo Marques
In 4. peq. de 14 pigs. (XI A)

237- MOZAMBIQUE OIL & MINERAL CONCESSIONS -
Granted by the Portuguese Government. Official & other
Reports relating to Mozambique oil Mineral Concessions
Ltd.-Sem local nem data (1920)- In 8. de 12 pigs.
cor gravuras e mapa em folha desdobrivel de grande
format. (XVIII)


N

238 NA ((BENGO)) 1903 Commis5es desempenhadas por
este navio sob o comando de A. Pereira de Matos -
Primeiro tenente da Armada Typographia do Com-
mercio Lisboa S/d. (1904). In 8.0 gr. de 128 pigs.
e 2 de indice.
Relata a viagem de Lisboa a Mogambique, intervendgo
nas operag6es militares de Angoche, cruzeiros na costa,
e descreve alguns portos do norte da Col6nia. (VIII D
e XII- D)

239- NARRATIVE OF A VOYAGE OF DISCOVERY PER-
FOMED FROM 1821 TO 1826, UNTER THE COM-











MAND OF CAPT. OWEN London, 1835, 2 vols. Por
Thomas Boteler.
Ngo vi esta obra, que julgo ser da autoria de um dos
oficiais do ((Lewis)) ou do ((Barracouta)), em que o capitio
W. F. W. Owen fez as suas c6lebres 'explora5es nas
costas africanas do Indico. (XII D)

240 NATURWISSENSCHAFTICHE REISE NACH MOS-
SAMBIQUE, in den Jahren 1842-48 aus gefiihrt Zoo-
logie et Botanique Pelo Dr. W. C. H. Peters Berlin,
Reimer, 1852-62. In 4. gr.
O Dr. Peters, de Berlim, navegou durante os anos de
1842 a 1848 ao long da costa oriental da Africa, por
ordem do rei da Prussia. Visitou Mogambique, Queli-
mane, etc. e estudou a fauna e a flora do delta do
Zambeze. (IV)
241-- NEGOCIOS EXTERNOS DOCUMENTS APRESEN-
TADOS AO CONGRESS DA REPOBLICA EM 1913
PELO MINISTRY DOS NEGOCIOS ESTRANGEIROS
Demarca6es de fronteiras nas col6nias portuguesas
de Africa Lisboa Imprensa Nacional 1913 In
4.o gr. de 55 paginas, com 12 grandes mapas desdo-
briveis anexos.
Corn excepcgo da iiltima parte, a V, o volume apenas
interessa As demarca6es das fronteiras mogambicanas.
(III e VI)

242 NEGOCIOS EXTERNOS DOCUMENTS APRESEN-
TADOS AS CORTES NA SESSAO LEGISLATIVE DE
1889 PELO MINISTRY E SECRETARIO D'ESTADO
DOS NEGOCIOS ESTRANGEIROS LIMITS ENTIRE
O DISTRICT DE LOURENCO MARQUES E 0 TER-
RITORIO DE MUSSUATE Publicago do Minis-
terio dos Negocios Estrangeiros Lisboa Imprensa
Nacional 1889 In 4.0 gr. de inum. 56 pigs., cor
mapa desdobrivel a cores, anexo. (III e VI)

243 NEGOCIOS EXTERNOS DOCUMENTS APRESEN-
SENTADOS AS CORTES NA SESSAO LEGISLATIVE
DE 1890 PELO MINISTRY E SECRETAIO D'ESTADO










DOS NEGOCIOS ESTRANGEIROS NEGOCIOS DE
AFRICA CORRESPONDENCIA COM A INGLA-
TERRA PublicaFgo do Ministerio dos Neg. Estran-
geiros Lisboa Imprensa Nacional 1889 In 4.
de VIII 101 pigs.
1.a parte, Neg6cios de Mogambique; 2.a parte, Impor-
tacao de armas em Mogambique; 3. parte, Matabeles
e 4." parte, Amatongas. (III e VI)

244- NEUTEL DE ABREU (MAJOR), O MAIOR VULTO
DA NOSSA OCUPACAO NO NORTE DA PROVINCIA
DE MOgAMBIQUE- Pelo Padre Francisco Manuel de
Castro--Edicao da Casa da Comarca de Figueir6 dos
Vinhos Lisboa, 1941. (VII)

245- NOTAS PARA A PETROGRAFIA DO DISTRITO DE
TETE Congresso Nacional de Ciencias Naturais --
Lisboa, 1941 Por Carlos Fernando Torre da Assunqao
e Ant6nio de Vasconcelos Pinto Coelho.
t uma separate do Livro III das Actas do 1.0 Con-
gresso Nacional de Ci8ncias Naturais -Lisboa, 1941
(XVIII)

246 -NOTAS SOBRE A LINGUA ( ndrio e gramitica comparada corn co Chinyungue)>)-
Pelo P.e Ant6nio Alves da Cruz--EdicSes da 1.a Expo-
sigao Colonial Portuguesa -Porto, 1934-In 8.0 de
12 pigs.
Estudo muito aligeirado que se apresenta como urn
extract das Actas do I Congresso Nacional de Antro-
pologia Colonial .(XXII- G)

247 NOTICIA SOBRE CADASTRO GEOMETRICO E JURI-
DICO DA PROPRIEDADE IMMOBILIARIA NA PRO-
VINCIA DE MOgAMBIQUE- (With translation) Pro
(sic) Pedro Luis Bellegarde da Silva Cape-Town -
Published by the S. A. Association for the Advancement
of Science -1914- In 8. gr. de 20 pigs. em portu-
gues e ingles, e com 8 folhas, algumas a cores, repro-
duzindo um titulo de aforamento em uso na col6nia.











A t(Bibliografia Gerabl, a pigs. 60, cita uma edicgo
de 1913 que julgo ser a portuguesa, embora tenha ur
titulo muito mais extenso. Sgo, pois, esp6cies biblio-
grAficas bern diferentes. (III)

248 NOVAS EXPLORAQOES AFRICANAS Communica-
q5o de uma proposta dos Srs. Alfredo Augusto Caldas
Xavier, S. S. G. L., Joaquim Emygdio Xavier Machado
e Miguel Victorino Pereira Garcia- Parecer da Com-
missio Africana Relator F. Ferreira do Amaral Lis-
boa Typ. e Lyt. de Adolpho, Modesto & C.a 1887
In 8.0 de 14 pigs. P ediggo da Sociedade de Geografia
de Lisboa.
Os tras oficiais citados propunham-se fazer uma tra-
vessia e exploragao do continent, de Angola a Moqam-
bique, conforme piano indicado. (XXXIV)

249--NOVA (A) SODOMA -Por Eduardo de Almeida Sal-
danha Tipografia Ingleza, Ltd. Lisboa 1932 -
In 8.0 gr. de 48 pigs.
Acerca do recrutamente de m5o-de-obra indigena para
o Rand. (XXII D)

250- NOVE ANOS DE TRABALHO ALGODAO EM MO-
QAMBIQUE Relat6rio apresentado A Delegaggo em
Lourenco Marques da Junta de Exportaggo do Algodio
Colonial pela Socidet Luso-Luxembourgeoise (Luso-
-Granducal) Namialo Abril 1940. In 4." cor 42
folhas e varios grificos, mapas e models fora do texto.
(II- B)

251 -NOVELA AFRICANA Por Juliao Quintinha Casa
Editora Nunes de Carvalho Lisboa, 1933 In 8.0 de
252- II pags.
A 2.a parte, ((0 home que quis ser raji)), interes-
sando a Mogambique. (XXV)

252-NOVISSIMO MANUAL DE LEGISLACAO ADUA-
NEIRA DA PROVINCIA DE MOgAMBIQUE Por
Marino Andrade da Fonseca, 1.0 official da Circulo Adua-
neiro e director da Alffndega do Chinde da Provincia











de Mozambique 1910 Typ. Minerva Central -
Lourengo Marques- In 4. de 368 pigs. e 5 inums.
Cont6m tabelas de todos os impostos director e indi-
rectos cobrados pelas alfandegas e virios assuntos de
interesse piiblico, que ter mais ou menos relacgo com
as alfindegas. (I F)



0

253 OBRA (A) DA DITADURA MILITARY (Contribuigio
para o seu estudo) Por Eduardo de Almeida Saldanha
1932 Tipografia Futuro Lisboa In 8.0 gr. de
2-48 pigs. (XXX)

254--OBRA (A) MISSIONARIA DOS PORTUGUESES--
(Conferencia pronunciada no Liceu Rodrigues de Frei-
tas, no dia 6 de Abril de 1935). Por Augusto Cjsar Pires
de Lima GuimarEes Tipografia Minerva Vimara-
nense 1936 In 8.0 de 63 piginas.
Muito interessante, cor notas valiosas sobre a acti-
vidade missionAria em Mocambique. (XXVI)

255 OBRAS DE LUCIANO CORDEIRO I QUESTOES
COLONIAIS Por Luciano Cordeiro Imprensa da
Universidade Coimbra 1934 In 8.0 gr. corn IX -
829 pigs.
Reedig5o, num s6 volume, de numerosos trabalhos
de Luciano Baptista Cordeiro de Sousa, incluindo alguns
respeitantes a Mogambique, e, na generalidade, nume-
rosas refer8ncias A col6nia. (XXXV)

256 --OBSERVACOES SOBRE OS ((GRANITOS CASTA-
NHOS) DE MOCAMBIQUE Por Antdnio de Vas-
concelos Pinto Coelho Assistente contratado da Fa-
culdade de Ciencias de Lisboa Oficinas GrAficas -
Casa Portuguesa Lisboa S/d. In 8. grande cor
12 piginas e 3 folhas de couches cor 6 microfotografias,
fora do texto.











separate do ((Boletim do Museu de Mineralogia
e Geologia da Universidade de Lisboa, numeros 9 e 10
de 1941 e 1942. (XVIII)
257 ODIO QUE DEMENTA Reposit6rio de aventuras dos
bandidos de Tete Por Alexandre Bolotinho Pro-
fessor 1933 Composto e impresso na Imprensa Be-
leza Lisboa In 8. de 216 pigs. (XXX)

258 ORDENS DE SERVICO Alfindega da Beira 1900.
Beira, Africa Oriental--Imprensa da Companhia de
Mozambique 1900. In 4..
A primeira que foi impressa, que eu saiba, foi a n. 7
de 20-VI-1900. De entio para cd, at6 1942, as Ordenis
de Servico da Alfandega da Companhia de Mogambique
foram publicadas cor regularidade, sendo a sua colec-
g~o constituida por alguns volumes. (XXIV- B)

259 -ORGANISAgAO DEFENSIVE DA CIDADE E DIS-
TRICTO DE LOURENCO MARQUES Por Carlos
Roma Machado. Capitio de Engenharia Lisboa -
Typographia do Commercio 1901- In 8.0 de 62 pigs.,
com 3 mapas desdobriveis em anexo.
Estudo de tictica e estrat6gia. (VIII I)

260 ORIGEM DO NOME DA ILHA, CIDADE, DISTRITO
E PROVINCIA DE MOAMBIQUE Pelo P." Fran-
cisco Manuel de Castro. Edig5es da 1.a Exposigao
Colonial Portuguesa Porto 1934 In 8. de 3 pigs.
Ligeiro estudo sobre o assunto, que 6 um extract
das Actas do I Congresso Nacional de Antropologia
Colonial. (XVII)
261 ORIGENS (DAS) E PRIMEIROS TRABALHOS DUMA
GRANDE EMPRESA COLONIAL Pelo Dr. Pedro
Jose da Cunha. Conferencia realizada na Sociedade de
Geografia de Lisboa em 6 de Margo de 1937. Sem indi-
cag~o editorial. In 8.0 corn 40 piginas, sendo 4 gra-
vuras da Beira.
Trata da formagr o e actividades da Companhia de
Mogambique. (XXVII B)











262 OS QUE GANHARAM COM A GUERRA Por
Eduardo de Faria. Romance. Edicgo da Liga dos Com-
batentes da Grande Guerra Lisboa 1931 Tipo-
grafia da L. C. G. G.- Lisboa. In 8.0 cor 267 pags.
A acg5o, ou grande parte dela, desenvolve-se na col6-
nia de Mogambique. (XXV)


P

263 PALAVRAS CLARAS SOBRE JURISPRUD9NCIA
ESCURA Triste decisao de um Terceto Alegre Por
Sebastiao Ribeiro Visado pela Censura Composto
e Impresso na Tipografia Moderna--Mogimedes-
1936 -In 4. cor 42 paginas.
O autor, Juiz de direito de Mocambique, comenta
e critical um ac6rdio da Relagao de Lourenco Marques,
num assunto ligado A march dos neg6cios piublicos na
Col6nia. (XXX)

264 PALAVRAS REBELDES Por Simoes da Silva 1912
Typographia Minerva Central Lourengo Marques
In-8.0 de 16 pigs.
Carta aberta ao Presidente da Repiblica. (XXX)

265 -PALAVRAS SERENAS- Por Alfredo Eduardo Len-
castre da Veiga 1921 Imprensa Nacional Lou-
rengo Marques In 8.0 gr. de 20 pAgs.
R6plica ao panfleto c(Pela Verdade Aos que acre-
ditam no
266 -PARECER SOBRE O APROVEITAMENTO AGRO-
-PECUARIO DOS TERRENOS IRRIGAVEIS DOS
VALES DOS RIOS LIMPOPO E UMBELUZI Por
Eduardo Correia de Matos. Lourenco Marques. In 8.0 de
13 paginas.
u uma separate dos nfimeros 1 e 2 do c(Boletim da
Sociedade de Estudos da Col6nia de Mogambique).
(II- N)











267 PARTAGE DE L'AFRIQUE Exploration, Colonisation,
6tat politique, por M. Victor Deville--Paris Librai-
rie Africaine & Coloniale Joseph Andr6 et C.e 1898
in 8. cor 460 piginas e 6 mapas em anexo.
Tern muitas piginas e notas de interesse hist6rico
e politico para Mozambique. (XXXV)

268 PASTORAL DE DESPEDIDA Por D. Rafael Maria
da Assunago, Bispo de Cabo Verde e Administrador
Apost6lico da Prelazia de Mogambique. 1936 Sem
indicagio do local de impressio. In 8.0 de 4 pigs.
Foi publicado sem titulo, que aqui Ihe 6 dado arbi-
trAriamente correspondendo ao assunto versado. O Autor
sintetiza a sua benem6rita accqo durante a perman8ncia
de 38 anos na Col6nia, send 14 com6 Prelado, e apre-
senta as suas despedidas e agradecimentos. (XXVI)

269-PATRIA RENASCIDA Feitos sublimes dos Portu-
guezes em Africa Por Isaac Antunes Lisboa, Antiga
Casa Bertrand Jos6 Bastos 1896. In 8.0 grande corn
90 piginas de texto.
Poema 6pico, cor um pr6logo e 5 cantos, narrando
e enaltecendo os feitos de Mouzinho de Albuquerque
e de outros militares ilustres, a prisio do Gungunhana
e virios epis6dios da campanha de Gaza. (XXVIII)

270 PEQUENO CATECISMO DA DOUTRINA CRISTA. Em
Portugu8s-Chisena, para as criangas da 1.a Comunhgo
Por c(Um Missionirio Franciscano) Beira Escola
de Artes e Oficios -1931 In 8.0 peq. de 60 pigs.
Saiu an6nimo, mas 6 do P.e Albano Emilio Alves,
O. F. M. Em 1943 saiu 2." ediio correct e aumentada
ji cor o nome do autor, que 6 a citada na ((Bibliografia))
a pigs. 191 (XXII E)

271 PEQUENO CATECISMO DA DOUTRINA CRISTA -
Portugu8s-Chope Organizado pelo P." Luis Feliciano
dos Santos, O. F. M. Missio de S. Benedito dos Mu-
chopes Cor aprovagio da Autoridade Eclesiistica -
Tip. Missio dos Muchopes 1945 In 16.0 de 47 pigs.











(Esta 6 a 3.a ediggo; 1." em 1939, 2.a em 1942)-
(XXII E)

272 PEQUENO RELATO DE SERVIgOS PRESTADOS NA
CIRCUNSCRICAO DA CHEMBA-Pelo chefe Silvino
Ferreira da Costa Ms de Julho Ano de 1933 -
In 4. cor 67 piginas e 4 grificos a marion fora do
texto, e um esbogo geogrifico da circunscrigao da Chem-
ba cor as estradas a cores, tamb6m a marion.
Opisculo bastante raro, pois creio que a tiragem nao
excedeu 20 exemplares, quase todos recolhidos. Julgo
que tivesse sido composto e impresso em Agueda, ai
por 1933, aonde o autor entgo residia. Relata os seus
services administrativos durante uns 30 anos. (I C)

273 PETICAO Feita a S. Ex.a o Governador Geral da
Col6nia de Mogambique sobre a redupao dos direitos
da exportacgo das oleaginosas Decreto Metropolitano
n.0 12.752 de 1926 -Assinada por numerosas indivi-
dualidades de Quelimane 1927 Tipografia Minerva
-Lourengo Marques In 8.0 de 31 pigs. (XI B)

274 -PETIQAO DIRIGIDA AOS SENHORES DEPUTADOS
DA NAQAO PELOS REPRESENTANTES DA AGRI-
CULTURA, COMWRCIO E INDCSTRIA DOS DIS-
TRITOS DO NORTE DA PROVINCIA DE MOQAM-
BIQUE- S/a. 1924-Tipografia Fernandes & C.*,
Ltd. -Lisboa -In 8.0 de 8 pigs.
Sobre elei~6es para a representacgo no Conselho
Legislative da Col6nia. (XXXV)

275 -PIONEIROS DO IMPtRIO COLONIAL PORTUGUES
--Pelo tenente Manuel Pires Rosendo Preficio do
general Ferreira Martins --1. volume Lisboa, 1944
Ediggo do autor-Tipografia Vouga-Albergaria-a-
-Velha In 8.0 de 182-2 pags. com virias fotografias
e retratos dos biografados.
Comro s6 vi o 1.0 vol., ignore se teve continuagCo.
Traz as biografias dos mais distintos e conhecidos her6is
das campanhas coloniais que tomaram parte na consa-










graqgo de 1944. Alguns deles distinguiram-se em Mogam-
bique. (VII)

276- PORMAS EXOTICOS -Por Hugo Rocha- 1940--
Editora Educacgo Nacional, Ltd.- Porto--In 8.0 de
200 pAgs.
Alguns destes poemas slo inspirados em motives mo-
gambicanos, como ((Zamb6zia), ((Magaigan, ((Desfilam
os landins, ((Mogambiques, ((A uma mulata da Zam-
b6zia, etc. (XXV)

277 POLITICA COLONIAL Por Brito Camacho Edito-
rial Cosmos Lisboa 1936 In 8.0 cor 34 2 pigs.
Conferencia feita em Lisboa. Com referEncias A sua
acg5o na col6nia, a Freire de Andrade e ao seu governor,
etc. o n.o 26 da coleccgo ((Cadernos Coloniais).
(XXXV)

278--PORQUE FUI DEMITIDO? QUEM ME DEMITIU?
Por Alfredo d'Almeida Vidal Sem indicago edi-
torial (Lourengo Marques?)- 1921- In 8.0 de 8 pags.
Relata os acontecimentos que provocaram a sua demis-
sao do cargo de 2.0 official da Fazenda de Mocambique.
(XXX)

279 PORTUGAL Diccionario hist6rico, corogrifico, heral-
dico, biogrAfico, bibliografico, numismatico e artistic,
por Esteves Pereira e Guilherme Rodrigues- Lisboa -
Joao Romano Torres Editor. In 8. grande. 7 volu-
mes, sendo o 1.o de 1904 e o 7. de 1915.
A pags. 151 da ((Bibliografia) citam-se alguns dicio-
nArios, mas este escapou. Interessa grandemente a various
ramos de estudos sobre Mogambique, pois cont6m amplas
e copiosas noticias hist6ricas, biogrificas, corograficas
e outras -e no geral autorizadas que podem servir
de precioso auxiliar em trabalhos de responsabilidade
e dispensando o recurso da consult a muita bibliografia
disperse. (XXXV)

280--PORTUGAL EM LOURENCO MARQUES Publica-
cgo de Eduardo Borges de Castro Colaboradores:










Cawthra Woodhead -0 Presidente do Conselho de Mi-
nistros do Natal Sir John Robinson K. C. M. G. Joseph
Smith Dunn -Josiah Jaspar Hillier Conselheiro Au-
gusto de Castilho- Alfredo Freire de Andrade- Pedro
A. Alvares--Constdncio Roque da Costa Eduardo
Borges de Castro Porto Typ. da Empreza Litteraria
e Typographica 1895 In 8.0 cor 436 piginas e 3
de indices e erratas, 14 gravuras, 2 bons retratos (Ro-
binson e Castilho) e 1 mapa a cores do project de am-
pliagio da cidade de Lourengo Marques.
Reuniio, num s6 volume, de determinados trabalhos
dos colaboradores citados. Os mais extensos sao os de
P. Alvares, ((Caminho de Ferro de Lourengo Marques
-(Um novo perigo), de C. Woodhead, ((Do natal a
Mogambique, e o de A. de Castilho, ((A prop6sito de
Lourengo Marques). Dada a complexidade de assuntos
figurara em (XXXV).

281 PORTUGAL MISSIONARIO Publicagao comemora-
tiva da Reuniio MissionAria, efectuada no Col6gio de
Sarnache do Bonjardim, em 31 de Julho e 1, 2 e 3
de Agosto de 1928- edigio das Missoes Religiosas
dos Padres Seculares Portugueses. 1929 Ec. Tip.
do Col6gio das Miss5es Couto de Cucujes In 4.o
peq. com 395 pigs. e profusamente ilustrado com re-
tratos, vistas, etc. Colaborag~o de muitas entidades.
Traz muitas noticias, relat6rios, elements estatisticos,
etc., sobre as misses de Mogambique. (XXVI)

282 PORTUGIESENZEIT (DIE) VON DEUTSCH UND
ENGLISCH-OSTAFRIKA Von Justus Strandes Ber-
lin 1899 Verlag von Dietrich Reimer (Ernst Vohsen)
In 4. de XII-347 pigs. cor 20 mapas e ilustrag6es
fora do texto.
Valioso estudo hist6rico interessando especialmente
a Mombaga e Quiloa, mas estreitamente ligado A his-
t6ria de Mogambique. (XXI)

283- PORTUGUESE AFRICAN TERRITORIES -REPLY
TO DR. LIVINGSTONE'S ACCUSATIONS AND MIS-










REPRESENTATIONS. By D. Jose Lacerda London:
1865.
Vi duas autorizadas referencias a este trabalho, mas
nio consegui examini-lo porque nem mesmo na Biblio-
teca Nacional o encontrei. Inoc8ncio cita-o, mas errando
o titulo e desconhecendo a data da ediggo. Afinal
foi no monumental t(Exame das Viagens do Doutor
Livingstone,, de 1867, que encontrei os esclarecimentos
de que carecia, embora ainda incompletos; conforme
consta a pigs. 385 e 469, trata-se de um pequeno volume
corn a tradug~o inglesa de tres artigos que D. Jos6 de
Lacerda publicou no de Dezebro de 1864, sob o titulo (O Relat6rio do Dr.
Livingstone,. (XXXIV)

284-PORTUGUESE EAST AFRICAN COAST GUIDE
BOOK AND SAILING DIRECTIONS- By Lieutenant
Leote do Rego, P. R. N. -Lisbon -National Printing
Office- 1904-In 8.0 gr. de XI-600 pags. Tern inter-
calada no texto uma fotografia da porta da fortaleza
de S. Caetano, em Sofala.
Versio inglesa do valioso e muito apreciado trabalho
((Costa de Mogambique Guia de navegaggoa. (XII D)

285 PORTUGURSES, ALERTA! (Questoes nacionais).
Por Eduardo de Almeida Saldanha 1932 Tipografia
Porto Medico, Lda. Porto In 8.0 gr. de 8 387 pags.
Trata de political colonial, desnacionalizaglo das col6-
nias, perigos para a sua conservaqco, etc., interessando
sobretudo a Mocambique. (XXX)

286-POSSIBILIDADES (AS) ECONOMICS DO TERRI-
TORIO DE MANICA E SOFALA, por Luis de Maga-
lhaes Correa, vice-almirante -Lisboa, 1945. In 8.0.
Conferencia realizada na Sociedade de Geografia de
Lisboa na sessio de encerramento da Semana das Col6-
nias, em 7 5 1944. Creio ser edig~o do autor. (XIII B)

287 -PRAKHISCHE GRAMMATIK DER BANTU-SPRACHE
VON TETE Pelo P.e Alexandre Mohl, S. J. 1904.










Nao vi este trabalho, mas li que foi publicado na
Pol6nia e que o seu autor foi missionario jesuita na
missao do Boroma (Tete) (XXII G).

288-PRIMEIRA EXPOSIgAO ANNUAL DE LOURENgO
MARQUES 1935 In 8. de 8 pigs., incluindo capas.
Exposigao de Arte. Merece mengao como documen-
tirio das aptid6es artisticas dos habitantes da cidade,
pois inclui pintores, aguarelistas, escultores, arquitectos,
caricaturistas, etc. Cor uma nota critical de Ant6nio
de Sousa Neves. (XXXI)

289- PRINCIPIOS GERAES DE HYGIENE MILITARY COLO-
NIAL Dedicados aos distinctos Medicos da Expedigao
as Terras de Manica em Mozambique -Editado pela
Sociedade Portugueza da Cruz Vermelha-Typographia
do journal c(As Col6nias Portugueza) -1891- In 8.0
de 71 pigs.
Alm da mat6ria tacnica e cientifica cor alguns
preceitos que hoje nos fariam sorrir -, indicag6es gerais
sobre as terras a que se destinava a expedipgo, que era
comandada pelo coronel M. de Azevedo Coutinho.
(XXXII A)

290- PRISAO (A) DO GUNGUNHANA Relat6rio apresen-
tado ao Conselheiro Correia e Lanca, Governador Geral
interino da Provincia de Mocambique Pelo Governa-
dor do Distrito Militar de Gaza loaquim Mousinho d'Al-
buqurque, Capitao de Cavallaria Lourenqo Marques
Typographia Nacional de Sampaio & Carvalho Im-
pressores 1896 In 4. peq. de 56 pigs.
Nao confundir cor o trabalho mencionado a pigs. 89
da Bibliografia, nem com a edigio inscrita nestas Ache-
gas sob o n.0 344. Sad esp&cies bibliogrificas bem dife-
rentes, embora de texto id8ntico. (VIII C)

291-PROJECTO DO FORAL DO MUNICIPIO DE GAZA
1944 Imprensa Nacional Lourengo Marques -
In 8.0 gr. de 18 pigs., tendo em anexo uma plant,
a cores, da actual Vila Joao Belo (XXXV).










292 PROJECT DE ORGANIZAgAO DE UMA EMPREZA
PARA O DESENVOLVIMENTO AGRICOLA DOS TER-
RITORIOS DE CHONGOLA EM INHAMBANE -
AFRICA ORIENTAL. Apresentado por. 0O Grupo
Organisador. 1918 Papelar. e Tipograf. F. Monteiro
--Lisboa. In 8. cor 11 paginas.
Descreve as possibilidades agricolas e econ6micas da
projectada empresa. (II- S)

293 -PROJECTO DE REORGANIZAQAO ADMINISTRA-
TIVA DA PROVfNCIA DE MOQAMBIQUE Elabo-
rado na Provincia em 1905 Lisboa Imprensa Na-
cional -1905. In 8.0 grande cor 45 piginas.
Ediqgo do Ministerio da Marinha e Ultramar. Creio
que o project foi orientado pelo Governador Geral
Jogo de Azevedo Coutinho Fragoso de Sequeira, pois
assina um oficio inserto no final. (I -A)

294 PROPOSTAS SOBRE ALGUMAS ALTERACOES AO
REGIMEN PROVISORIO DE CONCESSOES DE TER-
RENOS EM VIGOR Elaboradas por ordem de Sua
Ex.a o Snr. Governador Geral de Mogambique pela
Direcg5o de Agrimensura 1912 Imprensa Nacional
Lourengo Marques. In 8.0 grande cor 181 paginas.
Subscreve o respective relat6rio preliminary o director
Pedro Luis Bellegarde da Silva. (III)

295 PROVIDRNCIAS LEGISLATIVAS TOMADAS PELO
MINISTRY DAS COLONIES EM ANGOLA E MO-
QAMBIQUE, EM 1945-Agencia Geral das Col6nias
1945 In 4. peq. de 264 pigs.
Providencias decretadas ou determinadas pelo Ministro
das Col6nias, Prof. Dr. Marcelo Jose das Neves Alves
Caetano, quando visitou aquelas col6nias em 1945. As
filtimas cem piginas interessam a Mogambique. (I-A)

296 PSALTiRIO MISSIONARIO CAnticos religiosos e
escolares para uso das 'escolas das Miss6es Cat6licas
Portuguesas da Col6nia de Mocambique, coligidas pelo
Missionario Franciscano P." Camilo Fernandes de Aze-

81










vedo, cor aprovag~o da autoridade eclesiistica. 2." edi-
glo corrigida e aumentada 1936 Tip. da Missio
de S. Benedito dos Muchopes In 16.0 de 128 pigs.
(XXII F)

297 PSALTIRIO MISSIONARIO Coleccao de Cantos Re-
ligiosos e Escolares para uso das Miss5es Cat6licas Por-
tuguesas da Col6nia de Mogambique Cor aprovaglo
eclesiistica 1934 Tip. Escola de Artes e Oficios -
Beira. (XXII F)

298- PUBLICAOCES OFICIAIS A lista publicada de pigi-
nas 212 a 214 da ((Bibliografia Geralb, pode-se acres-
centar pelo menos mais a seguinte.

Boletim Eclesidstico da Diocese de Nampula Ano I
-N.o 1--Novembro de 1941- Agosto de 1942.
Tipografia da Escola de Artes e Oficios Beira.
(XXIV B e XXVI)

299--PUBLICACOES PERIODICAS DE CHARACTER COLO-
NIAL MAIS CONHECIDAS, ONDE SE PODE EN-
CONTRAR ELEMENTS QUE INTERESSAM AO ES-
TUDO DA COLONIA DE MOZAMBIQUE: A lista
inserta a pAginas 215 e 216 da ((Bibliografia Gerab>,
julgo poder juntar-se pelo menos mais as seguintes:

Boletim Mensal--Miss6es -Franciscanas e Ordem Ter-
ceira Montariol, Braga Em Outubro de 1948
estava no seu 41. ano de publicaCo.
Missiondrio (0) Cat6lico Revista mensal ilustrada da
Sociedade Portuguesa das Missoes Cat6licas Ultrama-
rinas Cucujaes. Em Outubro de 1948 publicou o
seu nimero 301 cor a indicaqgo de estar no seu
25. ano de publicagao.
Portugal em Africa-Revista de Cultura Missioniria
-Lisboa. O nimero de Outubro de 1948 traz a indi-
cag o de estar no seu 5. ano de existencia. (XXIV C
e XXVI)











Q

300- QUESTAO (A) COLONIAL PORTUGUEZA EM PRE-
SENQA DAS CONDICOES DE EXISTENCIA DA ME-
TROPOLE Por Ant6nio Jose de Seixas Antigo ne-
gociante, antigo deputado da Naqgo, actual membro da
Junta do Cr6dito P6blico. Lisboa Typographia
Universal 1881- In 8.0 cor 166 piginas.
Alm de um extenso capitulo dedicado a Mocambique,
muitas mais refer8ncias nos problems de conjunto e em
ligaco. (XXX)

301-QUESTAO ENTIRE O GOVERNADOR GERAL DA
PROVfNCIA DE MOgAMBIQUE E 0 GOVERNADOR
DA COMPANHIA DE MOCAMBIQUE (Documentos
oficiais). 1896. Folheto in 8.0 corn 36 piginas. (Compa-
nhia de Moqambique?)
Ngo indica o autor ou editor, nem o local da impres-
sao. A questao foi entire o Governador Geral Mouzinho
de Albuquerque, e o da Companhia, Joaquim J. Ma-
chado. (XXX)

302 QUESTAO (A) INGLESA Discurso proferido na Ca-
mara dos Pares do Reino em sessao de 10 de Junho
de 1891 por Augusto Cjsar Barjona de Freitas Lisboa
Imprensa Nacional 1891 In 8.0 gd. de 24 pigs.
A c(Bibliografia), cita apenas o discurso de 23-6-1890,
nos Deputados. (VI)


R

303 RAMPSPOEDIGE REIZE VAN HET O. I. SCHIP DE
NAARSTIGHEID, IN DE TERUGREIZE VAN BATA-
VIA OVER BENGALA NAAR HOLLAND- Por lacob
Francken Haarlem, 1761 In 4. ilustrado de 112
pigs.
O autor foi fisico, ou teve cargo semelhante, a bordo











do navio ((Naarstigheid) que estacionou long tempo
em Lourenco Marques, dando noticias de grande inte-
resse hist6rico, etnogrifico, geogrifico, etc. (XXI)

304-- RAPPORT SUR LES MALADIES DES COCOTIERS
DE LA COMPAGNIE DU ZAMBPZE -Travail exkcut6
au Laboratoire de Pathologie V6g6tale sous la direction
du Prof6sseur Manuel de Sousa da Camara, avec le con-
cours des ing6nieurs agronomes D. Martinho de Franga
Pereira Coutinho et Rozindo de Moraes Moniz da Maia
1918 Composto e impresso na Tip. La Becarre-
Lisboa- In 4. de 12 pigs. com 7 quadros a pigina
inteira, fora do texto, sendo 6 a cores e 1 de fotografia.
(II- I)

305 RAZAO (A) DELES Por Sebastido Ribeiro Edicio
do autor Lisboa -1940. Composto e impresso na
Imprensa Lucas & C." Lisboa. In 8.0 com 180 piginas
e 2 de indice e erratas.
Continuaiao das duas obras do mesmo autor ji atris
citadas, sob os n.o 231 e 263. (XXX)

306-- REGIAO (A) DE ANGOCHE Excerpto d'uma me-
moifa inedita). Por Eduardo Lupi, S. S. G. L. Lisboa
Typographia Universal 1906 In .8.0 gr. com
28 pigs.
t uma publicaqio da Sociedade de Geografia de Lis-
boa, descrevendo a regiio de Angoche. (XXVII B)

307- REGIMEN ADUANEIRO SUL-AFRICANO Prelimi-
nares da pauta e tabellas vigentes em Lourenqo Marques
--Tarifas da Uniio Aduaneira Sul-Africana-Tarifas
da Republica Sul-Africana Tratados entire Portugal
e Republica Sul-Africana, entire Portugal e o Estado
Livre d'Orange e entire a Republica Sul-Africana e o
Estado Livre d'Orange-Resumo da legislaaio adua-
neira vigente em Lourengo Marques (Edicio Provi-
soria). Editado pelo Ministerio da Marinha e Ultramar
Conselho das Pautas Ultramarinas Comissio Per-
manente- Lisboa, 1899, In 6.0 com 64 pigs. (VI)










308 REGIME BANCARIO E MONETARIO DA PROVIN-
CIA DE MOgAMBIQUE -A PORTARIA N.o 233 E 0
BANCO NATIONAL ULTRAMARINO Exposig~o
feita ao Ex.mo Sr. Governador Geral da Provincia de
Mogambique pelo Banco Colonial Portugues 1923 -
Lourengo Marques In 8.0 de 23 pigs. (XI B)

309 REGULAMENTO GERAL DOS SERVIgOS EM AFRI-
CA Approvado na sesslo do Conselho Geral realisada
em 9 de Abril de 1920 (Companhia da Zambezia)
Centro Typographico Colonial Lisboa 1920 In 8.0
de 93 pigs.
HA um novo regulamento de 1927, in 8.0 de 40 pigs.,
impresso em Lisboa na Casa Portuguesa.- (X)

310-REGULAMENTO PARA AS EXPOSIgOES AGRICO.
LAS E INDUSTRIALS A REALIZAR EM LOURENCO
MARQUES Pela Asociagio do Fomento Agricola da
Provincia de Moaambique 1918 Imprensa Portu-
guesa Lourengo Marques In 8.0 gr. de 21 pigs.
e 1 anexo desdobrAvel. (XXXI)

311 REI (0) DO BARUE Manuel Ant6nio de Sousa -
Por Rodrigues Matias, corn ilustragSes de Jilio Gil.
Da s6rie ((Grandes Aventuras Portuguesas)). Editorial
Logo, Ltd., Lisboa S/d. In 4. pequeno cor 54 piginas.
Alguns epis6dios da vida de M. A. de Sousa, bastante
romanceados e extremamente fantasiados, com muitas
ilustrag~es e desenhos. Literature infantil. (VII)

312 REIMPRESSOES de varios artigos s8bre selos de Por-
tugal e Col6nias publicados em peri6dicos filat6licos
portugueses correctos e aumentados. Por C. George -
Edig~o de A. Molder Lisboa 1944. In 8.0 cor 324
piginas e indice, cor o retrato do autor, Carlos George.
Desde piginas 141 a 226 apresenta estudos sobre as
emissSes de selos postais da col6nia de Moaambique,
citando e transcrevendo legislagao a tal respeito. (XII-F)

313 REINO (NO) DE MONOMOTAPA (Narrativa hist6-
rica para criangas). Por Maria da Soledade 1942 -









Livraria Apostolado da Imprensa In 8.0 de XII-242-I
pags.
Cor feicgo de novela, o livro apresenta-nos a narra-
tiva da acgao missionAria e, em especial, a vida, feitos
e martirio do jesuita D. Gongalo da Silveira, garrotado
por ordem do imperador do Monomotapa. Trata-se, pois,
de mais um trabalho a juntar A vasta bibliografia refe-
rente Aquele mirtir. (XXV)

314--RELAgAO DA MUI NOTAVEL PERDA DO GALEAO
GRANDE ((S. JOAO) EM QUE SE CONTAM OS
GRANDES TRABALHOS E LASTIMOSAS COUSAS
QUE ACONTECERAM AO CAPITAL MANUEL DE
SOUSA SEPULVEDA E 0 LAMENTAVEL FIM QUE
ELE E SUA MULHER E FILHOS E TODA A MAIS
GENTE HOUVERAM NA TERRA DO NATAL, ONDE
SE PERDERAM A 24 DE JUNHO DE 1552- Cor
notas e um glossario por Augusto Cesar Pires de Lima
Porto, 1940- Editor Domingos Barreira. In 8.0 de
68 pigs.
Cita-se esta obra n5o s6 por diferir da mencionada
por MArio Costa a pags. 168 da ((Bibliografia)) no que
diz respeito ao titulo, mas tamb6m por ser uma edicgo
anotada e mais acessivel e vulgar do que aquelas por
ele citadas, todas antigas, raras ou caras. E a prop6-
sito de edig6es antigas esclarecerei que a 1.a n5o 6 de
1592, como diz a ((Bibliografia), mas sim de 1554 num
folheto de cordel. Acerca deste notivel naufrigio pode-
rio tamb6m interessar ((A Elegiada de Luis Pereira
Brandao e ((Naufragio de Sepilveda) por ]er6nimo
Corte-Real. Tamb6m se encontra um relato do naufragio
em linguagem modernizada no journal ((Mundo em Casa,,
pigs. 122, 134 e 146, que se publicou em Lisboa em
1896 e 1897; esta publicagqo 6 ilustrada cor 6 gra-
vuras. Parece estar arredada a suposicgo de que seja
Alvaro Fernandes o autor da ((ReIaao)); este teria
sido mero narrador, como testemunha presencial dos
factos. (Notas colhidas do prefAcio do Dr. Pires de
Lima). (XX)










315 RELATORIO (Missio a Mogambique 1940-1941)-
Por Eduardo do Couto Lupi Lisboa 1942 -
Tip. Unigo GrAfica.- In 8. de 43 pigs.
Apreciacges, evocacSes, etc. (XXXV)

316 RELATORIOS ACERCA DAS CIRCUNSCRIPCOES
DAS TERRAS DA COROA 1907 Por diversos -
Lourengo Marques Imprensa Nacional 1908 In 4.
de 150 II pigs.
Cont6m os relat6rios anuais dos administradores das
circunscricges de Marracuene, Manhiga, SabiB, Magude
e Maputo e o da inspeccgo feita pelo m6dico Dr. A. da
Cunha Rola. (I C)

317 RELATORIO APRESENTADO A S. EX.a O MINISTRY
DOS NEGOCIOS DE MARINHA E ULTRAMAR -
Por D. Ant6nio Barroso, Bispo de Him6ria e Prelado
de Mogambique, em 1894 Composigo e impressao
Companhia Editora do Minho Barcelos S/d. In
8.0 gr. de 60 pigs.
Trabalho de grande valor acerca da Prelazia de Mo-
gambique, corn interessantes elements hist6ricos. Deve-
-se a iniciativa desta publicag~o ao venerando Prelado
de Mogambique D. Rafael Maria de Assungiio, Bispo
de Augusta e presentemente Bispo de Limira. Parte
deste relat6rio foi transcrita pelo Bispo de Siene no
seu relat6rio publicado em 19L1. (XXVI)

18 --RELATORIO DA COMISSAO NOMEADA POR POR-
TARIA DE 20 DE OUTUBRO DE 1876 E PROPOSTA
DA PAUTA GERAL DAS ALFANDEGAS DA PRO-
VINCIA DE MOgAMBIQUE Lisboa Imprensa Na-
cional -1877. In 8.0 de 48 pigs.
O relat6rio ocupa as primeiras 23 piginas e constitui
um estudo interessante das condicges econ6micas da
6poca. (XI B)

319--RELATORIO DA COMPANHIA DE MOgAMBIQUE
APRESENTADO A ASSEMBLEA GERAL DE 31 DE
MAIO DE 1890 PELO CONSELHO DE ADMINIS-











TRAQAO. Lisboa Imprensa Moderna -1890. In 8.0
cor 31 pags. de texto.
Ter interesse a documentago transcrita, sobre explo-
raq6es e descolertas mineiras no Territ6rio. Esta com-
panhia foi a antecessora da majestAtica. (XVIII)

320--RELATORIOS E CONTAS apresentados A Assembl6a
Geral de 6 de Junho de 1895 pelo Conselho de Admi-
nistraao. Companhia do Nyassa Lisboa Typo-
graphia da Companhia Nacional Editora-1895-In 8.'
de 24 pags.- Corn igual titulo outros se publicaram
anualmente ate 1933.
Estes relat6rios, e em especial os dos primeiros anos,
trazem interessantes noticias do desenvolvimento econ6-
mico dos territ6rios do Cabo Delgado, e dos trabalhos
de expansAo e penetrac~o naquela vasta Area. Do rela-
t6rio de 1900 respigo esta noticia bibliografica: cTam-
b6m foi impresso um grande volume compilado pelo
falecido e chorado Mr. W. J. Campbell, e editado pelo
Sir Robert Pearce Edgcumbe, no qual se encontram
relat6rios de cerca de vinte e cinco notiveis viajantes
que nos filtimos anos tnm explorado os nossos Terri-
t6rios, contend valiosissimas notas estatisticas relatives
aos mesmos.) Nao conheco nem encontrei este trabalho,
digno, a todos os titulos, de figurar na bibliografia de
Moqambique. (XXVII)

321-RELATORIO E CONTAS DA COMPANHIA DE MO-
QAMBIQUE APRESENTADOS A ASSEMBLEIA GE-
RAL PELO CONSELHO DE ADMINISTRAQAO. Pu-
blicacao annual 'referente aos anos de 1893 a 1942, inclu-
sive. Todos os opfsculos foram impresses em Lisboa
e sao in 4.o peq.
Todas estas publicacSes inserem interessantes noti-
cias sobre o desenvolvimento do Territ6rio da Menica
e Sofala, resumindo, ano a ano, todas as fases da vida
e progress da sua concessao. A sua leitura dispense,
em muitos casos e ramos de actividade, trabalhosas con-
sultas. Dada a complexidade de assuntos podem-se con-
siderar estes opisculos como monografias. (XXVII B)











322 RELATORIO, CONTAS E PARECER DO CONSELHO
FISCAL RELATIVES A GERENCIA DE... APRESEN-
TADOS A ASSEMBLE GERAL EM (data). Pelo Con-
selho de Administragio da 'Companhia da Zambezia.
Publicaggo annual. In 8.0 at6 1899 e de 1909 a 1921,
e in 4. de 1900 a 1908 e de 1922 em diante. O pri-
meiro compreende o period de 1 6 1892 a 31 12 -
1893, e o segundo abrange 2 anos corn o titulo de
ACTOS E CONTAS DE 1894-1895.
Alguns destes relat6rios cont8m interessantes elemen-
tos de estudo e informaSges merecedoras de atencgo,
sendo particularmente notavel o de 1900, que insere um
extenso e valioso relat6rio de Portugal Durdo sobre o
reconhecimento e ocupacgo dos territ6rios entire o Mas-
singire e os picos Namuli. (XXXV Diversos).

323 RELATORIO DO CURADOR Por J. Serrao de Aze-
vedo. Ano econ6mico de 1913-1914 Tip. Popular
Lourengo Marques 1915 In 8. gr. de 210 pags.
Sobre os servigos da Curadoria dos Indigenas Portu-
gueses no Transvaal. Ngo consta entire os relat6rios cita-
dos a pags. 188 da' (Bibliografia), talvez por nao ter
sido impresso na Imprensa Nacional de L. Marques.
(XXII D)

324-RELATORIO DA DIRECCAO NO ANNO DE 1903
Apresentado A Assembleia Geral em sessao de 29 de
Margo de 1904 Da Associagqo Commercial de Lou-
renco Marques. 1904- A. W. Bayly & Co. Lou-
rengo Marques. In 8.0 cor -108 piginas.
Interessante para os estudos econ6micos da epoca.
(XI-A)

325- RELATORIO DA DIRECCAO E PARECER DO CON-
SELHO FISCAL RELATIVES AOS ANOS DE 1914
E 1915- Camara do Comercio de Lourengo Marques
(Associagao de Classe). Lourengo Marques Imprensa
Nacional MCMXVI- In 8. gr. cor XIV 139 pigs.
em portuguis e 72 em ingles.
Esta agremiagao substituiu a antiga Associacgo










Commercial de Lourenco Marques, fundada em 1891.
Interessa a estudos econ6micos da 6poca. (XI A)

326--RELATORIO E DOCUMENTS DA COMPANHIA
DE MOZAMBIQUE APRESENTADOS A ASSEMBLEA
GERAL DE 30 DE MAIO DE 1891 PELO CONSELHO
DE ADMINISTRA(AO. Lisboa Typographia do
Journal ((Colonias Portuguezasx 1891- In 8.0 de 104
pigs.
Dignos,de leitura os documents transcritos em anexo,
que ocupam 4/5 do livro. Nessa altura a Companhia
nao tinha poderes majestAticos. (XXXV)

327 RELATORIO DA GERENCIA DA DIRECCAO (1912)
E PARECER DA COMMISSAO REVISORA DE CON-
TAS Aprovado por unanimidade em sessao de Assem-
bleia Geral de 19 de Fevereiro de 1913 Lisboa -
Typ. La B6carre--1913 -In 8.0 de 16 pags. (Asso-
ciaago Comercial da Beira).
1~ possivel que existam mais doutros anos. Este nio
deixa de ser interessante. (XI A)

328-RELATORIOS E INFORMACOES ANNEXO AO
<(BOLETIM OFFICIAL)) ANNO DE 1908. Lou-
renco Marques Imprensa Nacional 1908. In 8. de
499- III pigs. e anexos. Publicou-se o de 1909 com
610 II pigs., o de 1910 cor 379 VI pigs. e o de
1911 cor 511 pigs., e nao sei se mais algum. Diversos
e numerosos autores.
Publicag6es de grande interesse e muito valor, em
cumprimento da Portaria Provincial n.o 546, de 18 IX-
907, do governador geral A. Freire de Andrade. A ((Bi-
bliografia Geral, cita, a pig. 214, as edi5ses de 1908
e 1911, omitindo as de 1909 e 1910; (I-C).

329-RELATORIO DA INSPECgAO AOS SERVIgOS DO
CAMINHO DE FERRO DE LOURENgO MARQUES
por Hygino Durdo, Primeiro Official da Fazenda das
Col6nias Lisboa Imprensa Nacional -1911 In 8.
gr. de 76 pigs.










Edig~o do Minist6rio da Marinha e Col6nias. Trata,
em especial, dum inquerito A contabilidade dos C. F.
L. M. (XII- A)

330-RELATORIO JUSTIFICATIVO DO PROJECT DA
COMISSAO DE MELHORAMENTOS DE GAZA Re-
lator: Jodo Belo, Primeiro Tenente da Armada e Pre-
sidente da Comissio Administrativa do Caminho de
Ferro de Gaza (29 de Julho de 1912) -1914- Tipo-
grafia Minerva Central Lourengo Marques In 8.0
de 20 pigs.
Trabalho pouco conhecido do falecido Ministro das
Col6nias, e bom element para o estudo do desenvol-
vimento da actual Vila Joio Belo. (XXXV)

331-RELATORIO DO MINISTERIO DA MARINHA E UL-
TRAMAR APRESENTADO AS CORTES NA SESSAO
LEGISLTIVA DE 1858 a 1859 Lisboa Imprensa
Nacional--1859-In 4. gr. de 61 pigs.-Assinado
por Sd da Bandeira.
Al6m das generalidades que tamb6m interessam A
col6nia, um long e interessante capitulo especial dedi-
cado a Mogambique (I D)
332- RELATORIOS DO MINISTRY E SECRETARIO D'ES-
TADO DOS NEGOCIOS DA MARINHA E ULTRA-
MAR APRESENTADOS A CAMERA DOS SENHORES
DEPUTADOS NA SESSAO LEGISLATIVE DE 1875
Por lodo de Andrade Corvo -Lisboa Imprensa
Nacional- 1875 In 8. de 189 pags. (I D)

333 RELATORIO DA MISSAO ANTROPOLOGICA A AFRI-
CA DO SUL E A MOZAMBIQUE- 1.a CAMPANHA
Por I. R. dos Santos Junior. Porto, 1938. In 8.0 de
III 52 pigs. Com muitas estampas impressas em sepa-
rado.
Ngo conhego este trabalho. Encontrei-o citado num
catilogo de almoeda bibliogrifica. (IV)

334-RELATORIO DAS OPERAgOES EFECTUDAS PELA
COLUNA DE SENA NA CIRCUNSCRICAO DA CHEM-










BA -M8s de Dezembro--Ano de 1917 In 4. de
38 piginas. Subscreve este relat6rio o chefe da circuns-
crigao da Chemba, Silvino Ferreira da Costa.
Trabalho interessante e de certo valor hist6rico, des-
crevendo e comentando a acgio da Coluna de Sena que,
sob o comando do capitgo Jos6 Augusto Rodrigues,
operou nas margens do Zambeze para jugular a revolta
do Baru6 de 1917. 1 um opisculo muito raro, cuja
tiragem nao excedeu 20 exemplares, quase todos reco-
lhidos. 1917 6 a data do relat6rio original, mas a sua
impressio deve ter sido feita por 1933, talvez em Agueda.
(VIII F).

335 RELATORIO DO PRESIDENT DA COMISSAO CEN-
TRAL DE CONSULT PARA A EXECUgAO DO
DIPLOMA LEGISLATIVE N.0 724, DE 11 DE SE-
TEMBRO DE 1940. Subscreve o relat6rio o Dr. Eurico
Cabral. 1943 Imprensa Nacional de Mogambique
Lourenco Marques. In 4.o de 29 pigs.
t a c6lebre Portaria em defesa da lingua, e o rela-
t6rio trata das providencias tomadas e dos resultados
colhidos. (XXXV)

336 -RELATORIO DA PROCURADORIA DA REPPlBLICA
Provincia de Mogambique Ano econ6mico de 1915-
-1916. 1 assinado pelo Procurador da Reptiblica, Dr. Au-
gusto de Vasconcelos 1916 Imprensa Nacional -
Lourengo Marques. In 4. gr. de 26 pigs. (I C)

337 RELATORIO E PROJECT DO FORAL ANNO
DE 1912 presentado pela CAmara Municipal de Gaza
1913 Imprensa Nacional Lourengo Marques -
In 8. gr. de 34 pigs. e uma plant a cores da Vila do
Chai-Chai e project de ampliaggo em folha desdo-
bravel. (XXXV)

338 -RELATORIO E PROPOSTAS DE LEI REFERENTES
AS PROVINCIAS ULTRAMARINAS E AO DIS-
TRICTO AUTONOMO DE TIMOR, APRESENTADOS
NA CAMERA DOS SENHORES DEPUTADOS DA











NACAO PORTUGUESA NA SESSAO LEGISLATIVE
DE 1905 PELO MINISTRY E SECRETARIO DE ES-
TADO DOS NEGOCIOS DA MARINA E ULTRA-
MAR MANUEL ANTONIO MOREIRA JUNIOR.-
Lisboa -Imprensa Nacional- 1905 1. parte, rela-
t6rio, in 4. de 359 pigs. 2.a parte, propostas de lei,
259 pigs. (I D)

339-RELATORIOS DA PROVINCIA DE MOCAMBIQUE
-ANOS DE 1915-1916. 1916 Imprensa Nacional
-Lourengo Marques. In 4. gr. de 34 pigs.
Contem os relat6rios do Inspector Superior da Fazenda
Ernesto Espregueira Gois Pinto, e do Director Geral
das Alfindegas, A. de Bulhdo Pato. (I C)

340- RELATORIO DOS SERVIQOS DA DELEGACAO PRO-
VINCIAL DA CRUZ VERMELHA DURANTE A GUER-
RA DO NIASSA--Publicado no (Boletim Oficialh da
Sociedade Portuguesa da Cruz Vermelha do 1.o trimes-
tre de 1919- Subscreve o relat6rio Adriano Moreira
Feio 1920 Imprensa Nacional Lourengo Marques
In 8.0 gr. de 17 pigs. (VIII G e XXXI- H)

341- RELATORIO DOS SERVICES DE: EXPLORAgAO
E CONSTRUCAO DO C. F. G. DURANTE O ANNO
DE 1913 Apresentado pelo Caminho de Ferro de Gaza
1915 Typographia da Missio Portugueza dos Mu-
chopes Banhine In 8.0 gr. de 6 irnum. 22 4- 3
pigs. (XII- A)

342- RELATORIO SOBRE A ADMINISTRACAO DA COM-
PANHIA DE MOZAMBIQUE EM AFRICA DURANTE
O ANNO DE 1895 Lisboa Typ. da Companhia
National Editora 1896 In 4. de 24 pigs.
Subscreve o relat6rio o president do conselho de
administragao, Jose Vicente Barbosa du Bocage. t um
resume da acgdo da Companhia em Africa, durante
Joaquim Machado). (I- C)

343 RELATORIO SOBRE A ADMINISTRAgAO DA COM-
PANHIA DE MOZAMBIQUE EM AFRICA DURANTE











O ANNO DE 1898 Lisboa Typographia da Com-
panhia Nacional Editora 1901- In 4. 52 pigs. cor
um mapa e outros anexos intercalados no texto. Subs-
creve este trabalho J. Machado, coronel de engenharia,
ex-governador dos Territ6rios de Manica e Sofala (Jose
Joaquim Machado). (I C).

344-RELATORIO SOBRE A ADMINISTRAgAO DA COM-
PANHIA DE MOCAMBIQUE EM AFRICA DURANTE
O ANNO DE 1896 -Lisboa -Typographia da Com-
panhia Nacional Editora -1899- In 4. de 85 pigs.,
muitos mapas estatisticos e 14 fotografias a pigina in-
teira fora do texto. O relat6rio assinado pelo president
do conselho de administration, Visconde de Carnaxide.
(I- C)

345- RELATORIO SOBRE A PRISAO DO GUNGUNHANA
-Por Joaquim Mousinho d'Albuquerque Capitao de
de Cavallaria Publicado em supplement ao Boletim
Official do Governo Geral da Provincia de Mogambique
(Nfmero 9 de 1896). Reproduzido em homenagem ao
auctor e seus subordinados n'aquella empreza por Sam-
paio & Carvalho Impressores Proprietarios da
<(Typographia Nacional, de Lourengo Marques -1896
-In 8.0 de 56 pigs.
Curiosa edig~o, que consider rara; (VIII C).

346 RELATORIO SOBRE SERVIgO DE SAUDE NAVAL
(Esquadrilha do Zambeze.). Apresentado por Adolpho
de Mello de Moraes Sarmento Medico Naval de 1.*
classes De 18 de Setembro de 1898 a 13 de Maio de
1900 Lisboa Imprensa Nacional- 1901 In 8.0
de 128 pigs. e 1 grifico meteorol6gico. (XXXII H)

347 RELATORIO DA VIAGEM DO CHEFE DA CHEMBA
AO TERRITORIO INGLEZ E PRAZOS DO GOVERNOR
DO CHIRE, RUO E ZIU-ZIU--M8s de Maio--Ano
de 1918. Subscreve o relat6rio o chefe da circunscrigio
da Chemba, Silvino Ferreira da Costa. In 4. de 5 pigi-
nas.










Trabalho insignificant com a indicagao de confiden-
cial, mas de muita raridade pois a tiragem nao excedeu
20 exemplares, quase todos recolhidos. A data de 1918
corresponde a da viagem, mas o folheto foi impresso
por 1933, suponho que em Agueda. (XXII H)

348 REPERTORIO ALPHABETICO DOS BOLETINS OFFI-
CIAES DA PROVINCIA DE MOgAMBIQUE, REFE-
RIDOS AOS ANNOS DE 1854 a 1908, coordenados
por A. Abranches de Sousa, 1.0 official da Secretaria
Geral Lourengo Marques Imprensa Nacional -1910
In 8.0 gr. com 176 piginas. (I F)

349--REPORTORIO ALPHABETICO E SYNOPTICO DE
TODAS AS LEIS, DECRETOS, PORTARIAS E OFFI-
CIOS DO MINISTEDIO DA MARINHA E ULTRA-
MAR. Portarias, accordaos e officios do Governo Ge-
ral da Provincia de Moqambique e determinag~es da res-
pectiva junta da fazenda de execucgo permanent publi-
cadas nos boletins officials da mesma Provincia de
1863 a 1865, por Francisco Jose Diniz Lisboa, 1887
In 8..
Nao vi este volume, pois recolhi estes elements de
um catilogo. (I- F)

350-REREESENTAgAO DOS AGRICULTORES DO AN-
TIGO DISTRITO DE GAZA AO EX.-m SNR. MINIS-
TRO DAS COLONIAS- Chai-Chai 15 de Outubro de
1915. Por <(A Comissao. Typ. Muchopes -1915 -
In 4. cor 17 pigs. de texto.
Sobre a proibicao do plantio de cana sacarina para
fabric de bebidas alco6licas. (II F)

351- REPRESENTACAO DIRIGIDA A S. EX.a O ALTO
COMISSARIO DA PROVINCIA DE MOgAMBIQUE
PELAS FORgAS ECONOMICS DE GAZA E INHAM.
BANE S/a. Tipografia da Missio P. dos Mucho.
pes- 1925 In 4. de 5 pigs. e 2 inum. (XI A)

352 RESUMO DA DOUTRINA CRISTA Coordenado e
traduzido em Xitsua pelo P. Joaquim de Sousa Violante,










O. F. M. 1.a edi~io, Tip. da Escola de Artes e Oficios,
Beira, 1929; 2.a ediq~o, Tip. da Missao dos Muchopes,
1938; 3.a edigqo, Tip. ((Noticias da Beira), Beira, 1941
In 16.0 de 43 pigs. (XXII E)

353-ROCHAS DO DISTRITO DE TETE-,Subsidios para
o conhecimento petrografico de Mozambique Por lose
Ant6nio Neves Brak-Lamy e Ant6nio de Vasconcelos
Teix'eira Pinto Coelho Assistentes do Grupo de Mine-
ralogia e Geologia da Faculdade de Ciincias da Uni-
versidade de Lisboa Imprensa Nacional MCMXLV
In 4. pequeno com 56 piginas, incluindo 2 mapas-
-itenerArios e 12 reproduq5es de fotografias e micro-
fotografias em ((couch6e. (XVIII)

354- ROTEIRO DA NAVEGACAO E CARREIRA DA INDIA,
COM SEUS CAMINHOS, & RERROTAS, SINAIS
& AGUAGEIS & DIFERENQAS DA AGULHA: TI-
RADO DO QUE ESCREVEU VICENTE RODRIGUES
& DIOGO AFONSO, PILOTS ANTIGOS. AGORA
NOVAMENTE ACRESCENTADO A VIAGEM DE GOA
POR DENTRO DE S. LOURENCO, & MOCAMBIQUE,
& OUTRAS MUITAS COUSAS, & ADVERTENCIAS,
POR GASPAR FERREIRA REIMAO, CAVALEIRO
DO HABITO DE SANTIAGO, & PILOTO MOR DES-
TES REINOS DE PORTUGAL, POR EL REI NOSSO
SENHOR--Prefaciado por A. Fontoura da Costa-
Segunda edigio In 4. de XVI 78 6 pigs. com 5 ma-
pas a cores, desdobriveis. Edicio da Agencia Geral das
Col6nias.
Roteiro muito notivel. Imprimiu-se pela primeira vez
em 1612, mas apenas com 4 mapas. Esta reediggo repro-
duz os mapas que se encontram no c6dice existente na
Biblioteca Nacional de Lisboa, e que cont6m um mapa
a mais que a 1.a edi~io impressa (XX)

355 -ROTEIRO DA VIAGEM QUE EM DESCOBRIMENTO
DA INDIA PELO CABO DA BOA ESPERANCA FEZ
DOM VASCO DA GAMA EM 1497, SEGUNDO UM
MANUSCRITO COETANEO EXISTENTE NA BIBLIO-









TECA PUBLIC PORTUENSE. Publicado por Diogo
Kopke e o Dr. Ant6nio da Costa Paiva -Porto, 1838
- Na Typographia Commercial Portuense In 8. de
XXVII II 183 pigs., al6m de XII inuims. finals cor
a lista dos assinantes. Cor um retrato de Vasco da
Gama e algumas folhas desdobriveis cor a Carta admi-
nistrativa da viagem.
1 a 1.a edicgo do roteiro atribuido a um Alvaro Velho
que fez parte da guarnigio da nau <(S. Rafaela, coman-
dada por Paulo da Gama na viagem de descobrimento
do caminho maritime da India.
A 2.a edicgo, por Alexandre Herculano e bargo de
Castelo de Paiva (Dr. Ant6nio da Costa Paiva), 6 de
1861. Vem referida na Bibliografia.
A 3.a edicgo 6 de 1936, com Preficio e Notas de
A. B, de Braganca Pereira. Ha uma traducao francesa
de 1855 e outra de 1864; uma tradugio inglesa de 1898
e outra alema do mesmo ano.
A 4.a edigo portuguesa 6 de 1940, da Ag8ncia Geral
das Col6nias, com prefacio, notas e anexos de A. Fon-
toura da Costa.
Sob o titulo, sem divida mais consentineo cor o ca-
ricter do escrito, de (cDiario da Viagem de Vasco da
Gamar), foi novamente publicado em 1945, pela Livraria
Civilizagio, do Porto, em 2 vols., contend o 1.0 vol.
uma introducao pelo Dr. Damiao Peres, a reproducgo
fac-similada do c6dice original, alias c6pia, finica conhe-
cida, acompanhada, linha a linha, da leitura paleogri-
fica pelo Dr. Ant6nio Baigo e A. de Magalhaes Basto,
e o texto actualizado por este iltimo. O 2.0 vol. cont6m
a reconstituiqao da rota seguida nessa viagem, segundo
verso do almirante Gago Coutinho, e apreciacgo nau-
tica do mesmo almirante; estudo critic sobre o roteiro,
por Franz Hiimmerich, traduzido pelo comandante Moura
Bris, e extract do manuscrito de Valentim Fernandes,
da Biblioteca Publica BAvara, em Munique, muitas notas,
indices, etc.
Verifica-se, pela publicagao fac-similada do original,
que nas edi5ces anteriores se deu o salto de uma linha,
falha important de que tomamos conhecimento por

97









uma anotag5o manuscrita do almirante Gago Coutinho
no exemplar da 4.a edigo pertencente a Biblioteca de
Marinha. Essa linha 6 a seguinte, entire as linhas 16 e 17
da pag. 39: ((As quais sao mais altas que os homes
nunca viram, as quais...), esclarecendo o almirante
que sio os Gates e o pico ((Boca do Camelo), de uns
2.000 metros de altura.

356--ROTEIRO DO MUNDO PORTUGUIS por Maria
Archer Edig5es Cosmos Lisboa 1940. In 8. corn
272 paginas de texto e com muitas reprodug5es foto-
grAficas em separado.
De piginas 149 a 222 trata largamente da Col6nia
de Mogambique. (XXV)



S

357 SEHURA (Romance Mogambicano), por Rodrigues
JAnior Lisboa 1944 Comp. e impresso na ( fica Lisbonense,, Lisboa. In 8.0 cor 218-2 paginas.
(XXV)

358-S SENTENA (A) ARBITRAL DE MAC-MAHON -
24 de Julho de 1875. Edigco da 1." Exposigio Colonial
Portuguesa Porto 1934 Litografia Nacional Porto
In 4. cor 8 piginas. (VI)

359 -SERVINDO A PATRIA Homenagem ao valor e ao
patriotism do Ex.mo Sr. Joao A. Brissac das Neves
Ferreira, prestada pelos seus amigos do Porto Porto,
1896 In fo.
Ngo consegui encontrar este opdsculo, nem posso
assegurar que interesse a "bibliografia mogambicana.
(XIII)

360- SILVA PORTO E LIVINGSTONE Manuscrito de
Silva Porto encontrado no seu espolio Lisboa Ty-
pographia da Academia Real das Sciencias -1891 -










In 8.0 gr. com 57 pigs. 1 uma ediqao da Sociedade de
de Geografia de Lisboa.

361- SINFONIA DO SERTAO Poemetos africanos Por
Luna de Oliveira Lisboa, MCMXLV. Edigao da Aggn-
cia Geral das Col6nias, realizada pela Editorial Atica.
In 8. cor 92 paginas.
Al6m dos poemetos, de inspiracgo morambicana, con-
t6m interessantes notas, um elucidario e um desenho.
(XXXV)

362- SISAL Tese apresentada por Estolano Dias Ribeiro
ao Primeiro Congresso de Agricultura Colonial-Tipo-
grafia Minerva Vila Nova de Famalico 1934 --
In 8. gr. de 30-1 pigs. (II- K)

363 SITUACAO (A) DA COMPANHIA COLONIAL DO
BUZI EM 1929-Por Guilherme de Oliveira Arriaga
Tipografia da Empresa Nacional de Publicidade -
Lisboa 1929 -In 8. de 16 pigs.
A "Bibliografia cita a pAgs. 115 identico trabalho
referente a 1928, este muito maior e mais desenvolvido.
(XI- B).

364- SOBRE A CULTURAL DO ALGODAO (Cor referen-
cia especial ao distrito de Quelimane) Por F. M. Grilo
Engenheiro Agr6nomo 1933 Imprensa Nacional
Lourenco Marques In 8.0 de 22 pAgs.
Apresenta-se como edigdo da Delegacgo dos Servicos
da Agriculture de Quelimane e Tete, e como sendo
o Boletim n. 1 da s6rie Divulgacgo e Propaganda.
Ignoro se esta s6rie teve continuacgo. (II B)

365- SOBRE INDIGENAS E MISSES Por Rodrigues Ju-
nior Lisboa, 1940 Composto e Impresso na c(Gra-
fica Lisbonens'e) Lisboa. In 8. cor 54-1 piginas.
Trata das misses nacionais e estrangeiras e a sua in-
fluencia sobre os indigenas ,referindo-se. A sua acg5o
em Mogambique. (XXII C e XXVI)










366 -SPECIMINA ZOOLOGICA MOSAMBICANA QUIBUS
VEL NOVAE MINUS NOTAE ANIMALIUM SPECIES
ILLUSTRANTUR Por Giovanni Giuseppe Bianconi -
Bolonha, 1848 a 1869-20 fasciculos, tendo, fora do
texto, 42 excelentes desenhos de animals reproduzidos
litogrAficamente.
Reputado e extenso estudo, todo escrito em latim.
Foi publicado em 17 tomos das Mem6rias da Academia
de Ciencias de Bolonha. Tr8s dos fasciculos da obra nio
sao do mesmo autor. (IV)

367 STORY (THE) OF THE UNIVERSITIES' MISSION
TO CENTRAL AFRICA, from its commencement under
Bishop Makenzie, to its withdrawal from the Zambezi
-Por H. Rowley London, 1866.- In 8.0 gr.
Esta expedigio missioniria, conhecida por Miss5o de
Magomero, perto do lago Chirua, foi enviada as mar-
gens do Chire e do Niassa pelas universidades de Ox6nia
e Cantabrigia em 1861. Por morte do Bispo, nas mar-
gens do Chire salvo erro, e de outros missionArios, dis-
persou a ;missio de que Livingstone recolheu os des-
pojos em 1864. (XXVI)

368 SUMA DAS CIRCULARES DA SECRETARIA GERAL
DE 1914 a 1922 (Companhia de Mozambique). Ela-
borada por Amdndio scar da Conceido --1923 -
Imprensa da Companhia de Mogambique- Beira -
Africa Oriental.-In 8.0 com 27 pAginas. (I-F)

369 SURSUM CORDA Timbilu Indzumani Orac5es em
em portuguSs e chope coligidas pelo MissionArio Fran-
ciscano P. Luis Feliciano dos Santos 1945 Tip. das
Misses Franciscanas Montariol, Braga In 16. de
127 pigs. (XXII E)

370 --SYNOPSE ALPHABETICA das Cartas de Lei, Decretos,
Portarias, Ordens e demais determinag6es de execugao
permanent, publicados nos (Boletins) da Companhia
do Nyassa n.' 1 a 142 1894 a 1909 inclusive6). -
Por Claudio de Chaby, Tenente do ex6rcito do reino




University of Florida Home Page
© 2004 - 2010 University of Florida George A. Smathers Libraries.
All rights reserved.

Acceptable Use, Copyright, and Disclaimer Statement
Last updated October 10, 2010 - - mvs