<%BANNER%>

Boletim informativo das mulheres trabalhadoras rurais

PRIVATE ITEM Digitization of this item is currently in progress.
Permanent Link: http://ufdc.ufl.edu/AA00016355/00001

Material Information

Title: Boletim informativo das mulheres trabalhadoras rurais
Physical Description: Mixed Material
Publication Date: 1991

Subjects

Spatial Coverage: Piaui, Brazil

Record Information

Source Institution: University of Florida
Rights Management: All rights reserved by the source institution and holding location.
System ID: AA00016355:00001

Permanent Link: http://ufdc.ufl.edu/AA00016355/00001

Material Information

Title: Boletim informativo das mulheres trabalhadoras rurais
Physical Description: Mixed Material
Publication Date: 1991

Subjects

Spatial Coverage: Piaui, Brazil

Record Information

Source Institution: University of Florida
Rights Management: All rights reserved by the source institution and holding location.
System ID: AA00016355:00001

Full Text




YA5 UWoEREw
TRALAWO AS RPRAI$

ANO'2 JULHO 91 PIAUI-BRASIL,


_..-- -E -
/ 'Vv^ ."


NOTICIAS DA LUTADA MULHER PIAUIENSE

















I


fMais uma vez temos a oportunidade de nos comunicar atraves de nosso
Boletim que vem informar os acontecimentos da LUTA da MULHER PIAUIENSE, ati
vidades realizadas e que se realizarao.
Ha muito o que realizar para o avango da caminhada que empreendemos,
as dificuldades sao inumeras, mas a forga da MULHER vai vencendo-as uma a
uma e nessa labuta vivencia tambem moments de intense alegria, como quan-
do estao juntas nos encontros, nas reunites, onde a forga da uniao e parti-
cipagao da MULHER na sociedade 6 sentida verdadeiramente.
Esperamos que o nosso Boletim continue sempre sendo um instrument
de comunicagao entire as MULHERES informando e documentando os passes que
estamos dando para que possamos avaliar nosso trabalho e crescer sempre me
Ihorando de qualidade tanto no conduzir a luta como nos conquistas.
Para isso precisamos continuar contando com o apoio de todas as MU -
LHERES comprometidas corn a grande causa de libertar-se e de construgao de
uma nova realidade social, nos enviem informagoes e sugestoes para que atra
ves de nosso Boletim possamos edificar mais e mais nossa comunicagao.

Prossigamos em frente com coragem e muita fe.

Abragos,
A Coordenagao.


Este n6mero conta com o apoio do CEPES.









NOTICIAS


DOM EXPEDITE LOPES


AJUAGOINHA


Acontecau um Encontrao, com 66 mulhe
res da cidade e do campo. Contamos
tambem com a presenga de companhei-
ras de Santa Cruz e Ipiranga.
Apartir da historia de algumas compsa
nheiras:, tentamos ampliar e aprofun-
dar as discusses sobre a movimento
de'organizacgo das mulheres a nivel
de Brasil, qual 6 mesmo a nosso pa-
pel nos diversos stores da socieda-
de a como estamos enfrentando a dia
a die, nos grupos, nas families, no
sindicato, nos diversos tipos de dis
criminagao. A animagao aconteceu du-
rante todos as moments do die ate
mesmo no almogo comunitario.



SEMINARIO

No die 28 de abril aconteceu
um Seminario de Mulheres em
Pedro II que contou com a
presence da companheira Joa-
ninha de Piripiri da Coorde-
naao Regional. Tambem na
aberture esteve a companhei-
ra Suzana da Coordenaggo Es-
tadual.
Esse Seminario teve como ob-
jetivo discutir a Movimento
de Mulheres do Piaui e refor
gar as grupos de Mulheres de *M
Pedro II.


Realizou-se em Alagoinha um Encontro
de Mulheres Trabalhadoras Rurais. Na
oportunidade foi discutido e aprofun
dado:
1. A hist6ria do Movimento de Mulhe-
res Trabalhadoras Rurais do Brasil;
2. Os passes que estao sendo sendo
dados aqui no PiauL.
Foi um Encontro muito animado e bem
participado, a almogo foi comunita -
rio como resultado da partida de to-
dos.
Encerrando foi feita uma oragao liga
da a lute e foi visto a possibilida-
de de acontecer ainda este ano um En
contra saobre a Saude da Mulher.


'*-rec~J~0 ~jO


2







ENCONTRO DE MULHERES TRABALHADORAS RURAIS DA COMUMIDADE
CAMPESTRE, MUNICIPIO DE COCAL PI.


Realizou-se no dia 11 de maio um Encontro na Comunidade Campestre -
Cocal que contou com a participagao de 48 mulheres, organizado e assumido pe
la Comunidade.
Os temas discutidos: "Participagao da Mulher na Sociedade"; "Os di -
reitos conquistadors na Constituiggo Brasileira".
Ease encontro contou comr a ajuda de dues pessoas da Coordenagao Es -
tadual, Aparecide de Piripiri e Suzane de Teresina para a discussion do tema.
As mulheres desta comunidade ja tem experiencias de trabalho em co -
munidade como com criagco de cabras pars garantir o leite des criangas e es-
tao iniciando a criag;o de galinhas a horta comunitaria. Estavam precisando
discutir a questgo especifica da Mulher, qua iniciou este Encontro. A Coorde
nagao Estadual ficou de enviar o material pars ajudar as discussees dessas
Mulheres.
Contamos ainda com a presenga do Pe. Estevao da Par6quia de Coca'l e
ainda com a presenga de Alvaro Ramos da CPT de Parnaiba.
Companheiras e assim que a gente vai comegando e fortalecendo nossa
organizagao.


Piaui present na Reuniao da Comissao Nacional da
Questao da Mulher Trabalhadora Rural CUT.


Nos dias 09 e 10 de maio o Movimento de Mulheres Trabalhadoras Ru -
rais do Piaui esteve participando da Reuniao da Comissao da Questao da Mur
lher Trabalhadora Rural em Sao Paulo, onde estiveram presents as Estados :
Sao Paulo, Parana, Tocantins, Piaui, Rondonia, Espirito Santo a Goies.
Temas discutidos: 1. Informes sobre as Estados presents;
2. Historico da Comissao das Mulheres Trabalhado -
ras Rurais;
3. Levantamento dos principals problems des mulhe
-. res; Levantamento das prioridades pare atuagao
da Comissao Nacional da Questao da Mulher Traba
SI l lhadora Rural.


= '**

'I V
~
$

~ .iA


Encaminhamentos: a) Definigao da Comissao; b) Fun-
gao da CNQMTR.
Composicao da Comissao: Coordenadora Marlene(GO)
Responsavel pela Questao das Pequenas Agricultoras
Ines(PR); Responsavel pala Questao des assalaria -
das Rurais Marlene; Responsavel pela Lute da ter
ra Adelia(SP); Responsavel pala Formagao Marle
ne(GO); Responsavel pela Questao da violencia Te
rezinha(TO).

























30AQUIM PIRES

Na Comunidade Tipis do municipio de
Joaquim Pires realizou-se uma reuni-
ao no dia 19 de junho com o objetivo
de discutir as questoes especificas
des mulheres e articulaego do movi -
mento no municipio. Nessa reuniao es
tiveram presented as companheiras Ma
ria 3ose de Castro Lopes e Francisca
Rodrigues da Diretoria do Sindicato
dos Trabalhadores Rurais de Esperan-
tins. Essa reunigo contou corn a par-
ticipaggo de 25 Mulheres.


SIMES5

Aconteceu nos dias 13 e 14 de abril,
mais um EHcontro de Mulheres Traba -
lhadoras Rurais do municlpio de Si -
moes onde contamos tambem corn a pre-
senga de algumas companheiras de Pe.
Marcos, sendo assim, 55 companheiras
presents.
Durante o encontro foram discutidos
os seguintes pontos:
1. Historico do Movimento de Mulhe -
res no Brasil;
2. Papel da Mulher na sociedade rumo
a mudanca;
3. Pequene discuss-o sobre o uso da
cartilha "Nos Olhos de Irene";


4. Encaminhamentos praticos com relay
gao a organizageo das Mulheres na be
se.
Na noite do dia 14, houve uma apre -
sentagao cultural com comidas tipi -
cas e um animado FORRO DA MULHER.


LUZIUlANDIA

0 Movimento de Mulheres Trabalhado -
ras Rurais de Esperantina realizou u
ma reuniao de Mulheres na Comunidade
Tatoba do municipio de Luzilandia no
dia 31 de maio com a participaggo de
20 Mulheres Trabalhadoras Rurais com.
o objetivo de articular o Movimento'
na regiao e mobilizer pare partici -
par do 39 Encontro da Regiao Norte.
Discutiu-se os seguintes assuntos:
0 Movimento de Mulheres Trabalhado
ras Rurais do Piaul;
A Historia das lutes enfrentadas pe
las Mulheres;
Proposta de organizageo des mulhe.-
res no municipio.

CONGRESS

Esta previsto pare as dias 14/15/16e
17 de novembro a realizago de, unm
Congress de Mulheres em Pio IX.









PIRIPIRI

Com forage pego na pens, pars poder relatar
Uma visits que fiz a Campo Maior,
Para com as companheiras dialogar,
Discutir a questao da Mulher, afim de se libertar.

Cars companheiras gostaria, qua todos soubessem a meu sofrer,
Como foi dificil esta viagem, vi a hore de morrer
Numa estrada tao ruim qua nao queiram voces saber.

Em cima de um pau-de-arara assim comecei a viagem,
Uma estrada cheia de buraco, a mato fechando equela rodagem
Pegando galho de mato na care que fazia pens e piedade.

Travessamos um tal de rio Fogao e um tal de rio do Meio,
Ainda um tal de rio Roxinho que quando lembro me arrepio,
Tudo aconteceu em cima deste caminhao travessando estes rios cheios.

0 meu objetivo final era chegar na Comunidade de Barro Vermelho
Que logo se sproximamos do final do roteiro, logo fui recebida
Por todas companheiras.

No die seguinte podemos se reunir,
Falar sobre a questao da Mulher a junto discutir
Procurando informal o maximo de como vai
Este movimento no Estado do Piaui.

Cares companheiras no proximo die outra comunidade fomos visitar
Era a comunidade Arelica que'tentamoa se aproximar, afim de conhecer
As mulheres e com elas conversar.

Estas duas comunidade era pela primeira vez,
Que uma visits recebia, pars tratar des questoes de Mulheres
Poder as grupos reforgar e botar este trabalho pra frente
Que traz nao podemos ficar.

Cars companheiras pra finalizar goataria de dizer qua da comunidade
Barro Vermelho nunca you esquecer
Acredito que o reino de Deus all vai parecer
Pois uma unigo comunitaria como equals 6 dificil de ver.

Gostei das novenas celebrates e bem participadas
Dos homes qua cantavam com tanto entusiasmo
Que fazia gosto se ver, Mas tambem nao esquego
Das noites do nosso lazer.

Cars compahheiras, agora quero me despedir,
E qua sates versos e de Aparecida de Piripiri
E dizer pars voces de Barro Vermelho
Que daqui a pouco su'estarei al.


5.


























BARRAS

Foi realizado um Encontro no Sindicato dos Trabalhadores Rurais com
20 Mulheres da cidade a zone rural onde discutiu-se a realidade da Mulher /
trabalho, familiar, saude a sociedade/ e tambem a discriminagao da Mulher. En
cerrando as mulheres ficaram de refletir sobre a organizagao das Mulheres no
municipio. Este Encontro aconteceu no dia 19 de abril contando corn a partici
pagao da companheira Eliane Melo da Coordenagao Regional e Leonina Queiroz ,
da Uniao de Mulheres de Batalha.

Tambem em Barras foi realizado uma reuniao no dia 25 de maio,no Sin-
dicato com Mulheres da zone rural e Coordenageo de Eliane Melo de Batalha,on
de compareceram umas 20 mulheres para estudar A HISTORIA DE LUTA DA MULHER ,
utilizando a Album-seribdo do CEPES. Foi uma reuniao muito bem participada e
contou corn a colaboraeo tambem de Inez Machado da Uniao de Mulheres de Bate
lha. As Mulheres de Barro Preto solicitam um Encontro em sua localidade.


Encontro na Comunidade de Barro Preto, Barras (PI).

No dia 29 de junho aconteceu na Comunidade Barro Preto a 19 Encontro
de Mulheres com o objetivo de articular a organizagao das Mulheres dessa re-
giao; foi um Encontro muito bem participado que contou corn a participagao de
40 pessoas incluindo alguns companheiros homes a localidades Morada Nova e
Barreirinho.
Socorro Silva de Batalha falou sabre a Historia da dominagao da Mu -
iher utilizando album-seriado do CEPES e Eliane Melo sobre a Hist6ria de lu-
ta da Mulher no Piaui, repassando informes inclusive sobre o Encontro Regio-
nal que ser aem Piripiri nos dies 16 a 18 de agosto.
0 Encontro foi muito animado e no final foi escolhida uma comissao '
para dar continuidade ao trabalho de organizagao das mulheres contando com
nossaa companheira Dorinha qua e da Diretoria do Sindicato e Coordenagao Nor-
te. I








' COORDENAgAD ESTADUAL

Nos dias 01 e 02 de junho a Coordena
/ gao Estadual do Movimento de Mulhe -
res Trabalhadoras Rurais (PI) 9steve


reunida para discutir os


seguintes


assuntos:
a) Tese para o Congresso da CUT so-
bre a Questao da Mulher em especial,
a trabalhadora rural;
b) Estudo de um document "porque
trabalhar com mulheres";
c) Informes das regioes;
d) Informes da Reuniao de Sao Paulo
- CNQMT Comissao Nacional das Ques
toes das Mulheres Trabalhadoras Rura
is;
e) Prestagao de contas;
f) Encaminhamentos


ENCONTROS REGIONAIS

Os Encontros regionais estao assim
previstos:

Julho 12 a 14 REGIAO SUlL
Agosto 16 a 18 REGIAD NORTE
Setembro 21 a 23 REGIAO CENTRO-
SUL.


CONGRESS ESTADUAL DA CUT

De 14 a 16/06/91 realizou-se o IV Congresso
Estadual da Central Onica dos Trabalhadores
(CUT) que contou com a participagao de 240
delegados, as Mulheres Trabalhadoras Rurais
tambem estiveram presents.
Nesse Congresso foam discutidos os seguin-
tes temas: 1. Balango Politico (Organizati-
vo).da CUT; 2. Conjuntura Internacional e
Estadual; 3. Estrategia da CUT; 4. Questgo
Agraria e Agricola; 5. Eleigao da Diretoria
Estadual da CUT. A Diretoria Estadual agoral
conta com 06 Mulheres, uma rural e 05 urba-
nas.


FLORIANO
Aconteceu o 19 Encontro da region de Floria-
no nos dias 24 a 26 de maio atingindo os se-
guites municipios: Colonia do Gurgueia, An-
tonio Ameida, Landri Sales, Floriano, Urucui
Oeiras, Nazare, somando um total de 37 mulhe
res. Os temas discutidos foram: Sindicalis
mo (Porque a mulher deve se sindicalizar);
- A sexualidade da mulher. Como resultado po
sitivo ficou marcado encontros em 04 munici-
pios Oeiras, Landri Sales, Floriano a
Nazare. Ficando os outros municipios de pla-
nejar os seus encontros e enviar as dates A
ra as Coordenag3es Regional:e Estadual.


.MA DF 1OAJ'








lilt