Diario de Pernambuco

MISSING IMAGE

Material Information

Title:
Diario de Pernambuco
Physical Description:
Newspaper
Language:
Portuguese
Publication Date:

Subjects

Genre:
newspaper   ( marcgt )
newspaper   ( sobekcm )
Spatial Coverage:
Brazil -- Pernambuco -- Recife
Brazil -- Pernambuco -- Recife

Notes

Abstract:
The Diario de Pernambuco is acknowledged as the oldest newspaper in circulation in Latin America (see : Larousse cultural ; p. 263). The issues from 1825-1923 offer insights into early Brazilian commerce, social affairs, politics, family life, slavery, and such. Published in the port of Recife, the Diario contains numerous announcements of maritime movements, crop production, legal affairs, and cultural matters. The 19th century includes reporting on the rise of Brazilian nationalism as the Empire gave way to the earliest expressions of the Brazilian republic. The 1910s and 1920s are years of economic and artistic change, with surging exports of sugar and coffee pushing revenues and allowing for rapid expansions of infrastructure, popular expression, and national politics.
Funding:
Funding for the digitization of Diario de Pernambuco provided by LAMP (formerly known as the Latin American Microform Project), which is coordinated by the Center for Research Libraries (CRL), Global Resources Network.
Dates or Sequential Designation:
Began with Number 1, November 7, 1825.
Numbering Peculiarities:
Numbering irregularities exist and early issues are continuously paginated.

Record Information

Source Institution:
University of Florida
Holding Location:
UF Latin American Collections
Rights Management:
Applicable rights reserved.
Resource Identifier:
aleph - 002044160
notis - AKN2060
oclc - 45907853
System ID:
AA00011611:16068


This item is only available as the following downloads:


Full Text







































as 3 horas e 50 minutes da tarde. (Rece-
bido As 4 horns e 45 minutes, pela linha
terrestre.)

Foi nomeado 1.0 wice-Presidpute
da provincia da Paratiyla o eevd.
padre Felippe Benicio da Fonueca

av- Sego.iram hoje para o noe no
-- Steauiramn hoje para o norne no


Paes. de Mlendonea e Vicente Alves
de Paula Pessoa, o deputado seral
Jlo-iqeim Tviares de Mello Barreto
e Of Drs. BrusiH e Lourenco A. de Sa
e Albuquerque.



^^. cc^ .. ^s.L .^~t Sit saum .) d ,

(Especial para o Diario) P
si
ROMIA, 9 de setembro. d
S

A epidemuia do cluolera-morbus P
augmenta em grandes proporcoes d
na Italia.
0 numero dlas victimas nos diver-
sosi lugares infestatios eleva-se a ri
34-.
p
PC
a3
BRUXELLAS, 10 de setembro. P:
C
No Senado belga itouve uma inter-
pellec.o acerca slas desordens ha- t
vidas aqui e em Antuerpia. cc
A disceussao da interpellacao ter-
ininowi por um voto unanime con- Sm
demnando a political do governor.


PARIS, 10 de setemibro. qu

bu
A Condessa de Paris den a lu corn
muiiwa felicidade -mg 4
sexi masculivio.

Agencia Havas, filial em Pernambuco, le
10 de setemnbro de 1884. 1&
~Ex


INSThUCiO POPULAR :
An
sen
MACHINES DE VAPO4 tist
(Extrahida) doI
bos
RESUME HISTORIC rI
(Continnacgo) a q
Counta dIe qju--tend1) bebido em uma taberna gal
urn I grrafa d(i vinho de Floren(;a e deitado a gar- noe
rafa para a charnitc-o calor do fogo vaporizara
unis restos do vitlho, fazondo rarefazer o ar n'clla P"i
contido, e determinando a subida da agua para o tro
interior dh garrafk quando elle a mergulhou n'uina doe
celha chela d'este liquid.
E' mais plausivel admnittir quo Savery ja tinha Sr
conhecimento dos trabalhos de Papin, e quo esta tas
anedocta fosse por elle tomada comino pretexto para 0
fazer acreditar que um aeaso Ihe suggerira a pri-
meira id6a da machine do vapor, de
A machina de Savery fazia elevar a agua, par
meio do vapor gerado em uma caldeira,-e corn o
auxilio de valvulas, devidamneate combinadas no
seu jogo alternative, produzia o vacuj em umi
certa parte do apparelho.
linperfeita, e sujeita a pcrigos frequentes, resul- tad
tajt.sk da pouica resistencia das paredes da caldei-
ra, a inachina do Savery nao deixa comtudo do Co
mercecr gran'i importan.ia. Aehou o inventor
'-.. diffioullades em fazer empregar o sen invento no Mla
S esgoto da agua das minas; foi por6m a sua ma- as
china install.adh em al'uiis pontos da Inglatorra, e
(coma rvetri.ins) d' ahi p.r diante-os ap'rfei9oa- g10
mentors succederam-se quisi spin interrtipao, po- de
deudo dizer-se quo d'esta epocih," data o verdadeiro
comedo das machines de vapor. Sal
Dous artistas, dous industries, habitantes da
cidadc de Darmouth,-o serralheiro Thomas New- Dr-
comen, e o vidraceiro Joao Cawley,-estudaram a
machina de Papin; e talvez ajudados polos conse
Ihos do notavel physico Roberto Hoeke, consegui- o
ram, no fim de certo tempo, aperfeieoal-a.
Na machiuna de Papin, os movimentos do eiabolo me
cram excessivai'nente lentos, circumstancia cau-
sada pel. dem)rI, nri frtinaQci. do vacao a,) cyiin- Dr
dro e devida i lenta coudensagio do vapor. New-
Comen e Cawley conseguiram remediar estes in- COl
convenientes na machine que construiram, empre-
gando a agua fria em jactos. Savery que tinha o
seu privilegio de invenTio, oppoz-se ao meihora-
mento,-e s6 consentio n'elle depois, associando-
se corn os dos. Um novo privilegio de invengao Ne
foi concedido A firma Newcomen, Cawley & Save- da
ry, em 1705. G
A machine de Newcomen substitute entio por tog
toda a part a de Savery, e a immortal coneep-o id
de Papin poude alfim entrar no dominion da. indus- Wj
tria em meadows do seculo XV[II. be
Os sueeessivos aperfoicoamentos que espiperimen- va
ton a machine de Newcomen, ftm cosequecaeia tog
e appliea desober ta iW qu a scien-
cia ia realisaudo. V6-septlo-SOtudo'da hi'toria,
que em um -periodo de 60 annos (rdumante oqual a Gc
|. physical egtacionara nos settUa th sobre este
S rawno, para se dar todo etiia dods 06ea os Ce
? eeetricos) a macbin dR Vfiwpr **
V'i, nito experimeato tt me1D.w.n.e.tO. U

.O priniro a perfeieaeto qua n im a de '
1,. .Newconsem teBwa regfik areiB d'tR ~epwaa


(ao pass que a outra torneiira seofechavas abria
exactamente nas posiqZes contra-ias do balawceiro),
imaginou que este mesmo balanceiro poderia exe-
cutar por si proprio o trabalho que a elie pertin-
cia; prendendo uns eordoes apropriados As tornei-
ras e ao balanceiro realisou o sen piano, c deixou
a machine trabalhar por. si, sahindo elle a folgar
corn os amigos. -
Maistarde o machinista Beighton subjtituio os
cordoes da invenao de Potter por aram matal-
licos;-vercmos, na descripoao da machine, como
hoje o feliz invento de Potter 6 bern executado e
aproveitado.
Os melhoramentos foram-se suceedendo quasi
sam interrupteo. Ea 1753 o engenheiro mecoha-
njio Fitz-Geraldfez conhecer a inamneira pratiea
de transformar o movimento vertical da machina
atmospheric (assim se denominava a machine de
vapor) em um movimento rotatorio, por meio de ro-
das dentadas e de um volante (4). destinado a re-
gularizar o movimento.
(Continia).


PART OFFICIAL


Governor da Provlnela
)ESPACHOS DA PRESIDENCIA DO DIA 9
DE SETEMBRO
Antonio Ponciano de Ban'os. Sim, pagando o
upplicante as comedorias.
Antonio Luiz de Mello Vieira. Sim, na form
a lei.
Companhia Pernamnbucana.-Informne o Sr. ins-
ector da Thesouraria de Fazenda.
Companhia The Central Sugar Facture ofBra-
il, Limited.- Nomeio ao engenheiro enearregado
as obras militares Vicente Antonio do sapirito I
anto.
Francisco de Pinho Borges, Jose Antonio de
3inho Borges e Colleta de Pinho Martins de Al-
ieida. Informe o Sr. inspector da" Thesouraria
e Fazenda. _
Jose6 de Vasconeellos.-Sim, corn o vencimrnto
que tiver direito. .
Joao Firmino Correia do Araujo. -Passcporta-
ia na formal requenda.
Justina Maria do Livramento.-Neata data ex-
era ordem a Repart.igo das Obras Publicas"
tim de fazer por administrabao as obras de queo
recisa a capella de que trata a supplicante.
Capitao Jose Guilhlierme da Silva Duarte. -
emo requer.
Jose Leao Victor de Oliveira Lido,-Passe por-
aria na form 'equerida.
Marcolin6 Manoel do Carmo.-Rcmettido ao Sr.
ommandante do presid'i de Fernando de Noro-
la para attender ao pedido.
Dr. 'Miguel Felippe do Satza Leao.-Informe o.
r. inspector N Thesouraria de Fazenda,
Capitao Modesto do Rego Baptista. -,-Sn, de-
endo fiear aggregado ao 1 batalhiao. -
Bacharel Vicente Pereira do Rego. Como re-
ter.
Secretaria da Presidencia de Pernam-
ico, 10 de setembro de 1884.
0 porteiro, .
-. J- T. L. VWgas.",,'

Repartic&lo da Poliela
Sec9aio 2a -N. 988.-Secretaria de Po-
ia do Pernambuco, 10 de setembro de
184.-llm. e Exm. Sr.-Participo a V.
xc. que foram hontem recolhidos A Casa
SDetenao os seguintes individuos :
A' minha ordem, Theodora, escrava de Silvario
utoaio Gaiao, por andar ausente da casa de seu
nhor.
A' ordem do subdelegado do Recife, Joao Bap-
ta das Neves, por disturbios.
A' ordem do do 10 district de S. Jos6, Bernar-
Pereira de Azevedo e Francisco Pessoa Bar-
sa, por disturbios.
Polo subdelegado do 20 district de S. Jos6, foi
nettido ao juizo competent o inquerito policial
que procedeu contra Angelo Francisco das Cha-
s por have tentado contra a existencia de Ma-
el Lupicinio dos Santos.
No minesmo inquerit.) foram incluidos coma cum-
ces naquelle crime os individuos de nomes Pa-
)ciuio Vieira dos Santos e Jolo Silvino Bezerra
-Carvalho.
Deus guards a V. Exc.-Illm. e Exm.
r. desembargador Jos6 Manoel de Fret-
s, muito digno president da prove; icia.
chefe de policia, Raymundo Tteodcrico
Castro e Silva.

Thesouro Provincial
DESPACHOS DO DIA 10 DE SETEMBRO
Luiz de Fran9a Pinheiro. Volte ao Sr. con-
r.or.
Ignacio Pacheco de Albuquerque Maranhio e
mpanhia do Bebenbe. Informe o Sr. contador.
Jose Francisco Epiphanio de Souza e Jeronymo
aximiano de Aguiar. -- Registre-se e facam-se
devidas notas.
Rucolhimento de Goyanna, Iustituto Archeolo-
c5, recolhimento de Iguarassu e casa de carida-
de Triumpho, Gravatau e Bezerros. Pague-se.
JoaIo Climaco de Miranda e Belchior Miguel dos
ntos. --- Informe o Sr. contador.I
Mlanoel Jose6 da Silva Araujo.-Informe o Sr.
-. administrator do Consulado.
Recolhimenno da Gloria. -Pagun-se.
Officio do Dr. procurador dos fditos. Informe
Sr. eontador.
Tiburcio Valeniano Baptista da Costa.--Infor-
o Sr. contador.
Francisco Goncalves Torres.-Haj'a vista o Sr.
r. adininistrador fiscal.
Subasfito do Oliveira Rezende.-DO-se, ficando
pia por certiddo.


And.onico t obo, pedndoienca pars maaMis
agnua para o predion. 4 A runa das (rioulas, fre
guezia dafrraG .G-Como requer.
AlmeidaCai 6 pom t'.,,pedindo qie sejam feitc
oas devidos lanaineatos no sentido de terem corn
prado a Francisco ,J6 Loie, etabeweciment
de molhados sito A rua do Imperador 81. --c
mo requerem, taeam-se as notas necessarias.
Caetano Theatino da Silva Ribeiro, pedindo li
ceag para mandar concertar o encanamento d
agua da casa a. 7 A rua doPriaompe. Como re
quer.
Luiz Eidutardo de Hollanda, para eanalisarag-
e gaz para a casa xn. 39 A runa da Imperatrlz.-
Ideuz. -
jedo $si'r. Jos3 QaqnQ ciiissar
de edijflonasej -- d d
Antonio Pinth Bezerra do Azevedo, pedindo li
cenca para mand*, neerar a sua easa n. 80
rua de S. Jorge, encanSi4r g 14"a pluraes, fa
zendo ebrnija e parapei l' 6,e cornija n
muro, qua delta para .& tiw aapes; to
mar goteiras e transformar-, iasa du por
tas da frente da rlidacasa, de soae con
as posturas. -Deferx4o te cora o,
Bernardino Iguaeio GuimarAes, como,
dor Antonio Fernandes da Silva e outros, pedd
licenga para mandar substituir madeira da cobwrta
de sua casa n. 13 ao beeco do TambiA.
Bernardo Jos6 da Rocha, para manadar retelhar
substituindo madeira da coberta da casa n. 12 i
rua do Padre Floriano.--Sim, de accord corn (
parecer'
Joaquim Manoel Ferreira de Souza, para man-
dar ctobrar o muro do lado do norte do quintal de
sei.IeIio n. 16 A rua de Vidal de Negreiros, ele-
vat dj ais 8 palmos, afim de poder fazer um
terra24. tre o dito muro e a parede da co6sinha,
beo fazer a cosinha do uegundo andar, eloe-
vaitdo-'a eobre as p:iredes da cosinha do primeiro
andar.--Deterido na f6rma do parecer.
Lauriano Jos6 da OCfta, para mandar tomar go-
teiras e pequenos rebocos, substituir terra, caibros
e ripas na coberta da casa n. 12 A rua do Santa
Cecilia, sem que por isso seja obrigado ao cumpri-
mento do art. 94 das posturas, visto como n*0o pro-
tend4 bohlr na frente da dita oasa.--Como pede,
limitaido-se ao pedido e observando o art. 100 da
let n. ;,1?29.
Lernos &i Moura, pedindo licenca para monta-
rem urnma pequena refinaAo nra casa n. 66 A A rua
Direita, freguezia de Afogados.--Deferido na f6r-
ma do paecer do engenheiro.
- Secretaria da Camara Municipal do Re-
cife, 10 de setembro de 1884.
0 porteiro,
Leopoldino C. Ferreira da Silva.


INTERIOR'

liteniiao das duas camaras
('ornal do Commerctb, da corte., de 29 de agosto)
Como era: para esperar do sou patriotism e da
sua prudencia, estes dons vordadeiros freios mo-
races detodas as aftas corporagpes do Estado, e

do que muitas dispqsig5es escriptas, o senado deu-
se pressa de deterir o requerimento que, nos ter-
mos do art. 61 da constitoicAo political, Ihe foi
hontem sujeitado pela Camara doe Deputados, para
quo em commum deliberem as duas casas do parla-
mento acerca da unica divergencia que entire ellas
se manifestou no largo period dos ultimos 18 an-
nos. Em virtude desta deliberatao reunir-se-ha
hoje a representacao national no paco do Senado,
ao meio dia, tendo a reuniao por object a seguin-
te emenda feita pela camera vitalieia ao orgamen
to das despezas do Ministerio da Agricultura e
no approvada pelta Camara dos Deputados :
S 12. Ilhuminagdo publica=Supprima-se a emen-
da-Camara e accrescente-se:
( E' o governor autorisado para fazer na dcspe-
za corn o pessoal de fiscalisaqao e na do custeio
dos combustores, as reduces que foreign exigidas
pela convemnencia e regularidade do servioo-
aceitando a proposta offerecida na ultima concur-
rencia pela Rio de Janeiro Gaz Company Limited,
de accordo eom o It' do-art. 70 da lei n. 3,141
d6 30 de outubro de 1882, e edital de 23 do no-
vembro de 1883, ficando sem effeito qualquer no-
va concurrencia, que porventura se tenha aberto.,
NIdo porque duvidemos da sabedonra pratiea das
duas cameras, mad corn o unico intuito de, por
nossa parts, contribuir para o bom exito da reu-
Tiao, julgamos opportunas algumas observ&hoes
relatives a material do que vai occupar-se o par-
lamento.
Cabe antes de tudo veutilar de love uma ques-
tao preliminary. Das reunites desta nutureza que
conhecemos nao 6 possivel tirar ligio suffieiente
para assentar seas camnaras rieunidar, em vez de
se manifestarem pr6 ou contra a emeada ou nrti-
go questionado, podemn decretar substitutivos*que
aontenham disposiglo attinente A material, mas nao
prevista em nenhuma dasdelibera95es em desac-
eordo. Nemr a centitti*, nem o regimen cm'-
nmum depara-nos, a e$t4 reipeito, regra poaitvp
e formal. Na falta, por6m, de disposicao prohii-
tiva, parece-nos coneiliar-se corn os terms geraes
da constituicao e do regirmento a apresentanao de
substitutivos, visto como ambos prescrevem, quasi
por identical palavras, que a resoluglo da assem-
blea geral sera o que f6r decidido pelaroaioria
dlos membros presents qie devem ser metade e
mais um dos de amnbas as camaras.
Esta doutrina, at,6 agora nao aventada, 6 a nos-
so ver a main contormada A indole dg fusao, nio
s6 porque pode facilitar solugoes a jbh' se-' nao
prestaria a interpretacao contraria, mas porque
tende a conciliar opiniSes cuja divergencia.t.no
serA sempre tao profunda que possa traduzir-se
fielmente na approvagao ou desapprovagio, pura e
simples, do que se haja vcncido em cada uma das
camaras.
Nas fisses anteriores a natural tendencia de
conciliagao tern induzido razoavelnente a dividir
i emenda questionada, todas as vezes que, por en-
"errar parties distinetas, pode ser approvada u'um
dos seus per.odos e desapprovada em outro. Isto
succederA naturalmente agora-, porque 6 maniifes,
to coim a pri ira part da Einenda em litiglo,
eontndo d -geral o bem da economic e re-
g'laidadel) vigo, 6preferivel Aprimitiva
mad&,da Ouaiia dos Deputados, que se havia
S6 p Irde t de muit mentor monta,
Uren&o tal&ve^ wAra" aervio. o- _


+r 61t~i-Wataqual dlpo~ea em~edadi Senai44lVf BA"IIAR f f
a>-, .."ualda p Camara. e ud oSn i- K IV WA h IiA Os notos do acoitado, romance, por Thomas Es-
", pnetea entretanto, poderiam baatar ex- __ __ piuca, 1 vol
"s s' .. Pelo Dr. Herculano Bandeira de Mello: 0
easbdra a uscmra en- Flnd ,uiuiIIPof portaria da inonge do Cister, por A. Hercalano, 2 vole. eno.;
tler-que dove legalsar a resalva que no Presidencia de 9 do corrente fboi aposentado no Resu Histoires, par V. Dur 1 vol. e.
to. Resumfezaoistoirespar V. DurvsY,) vol
3o l dkI ez o goverao, reservando-so o direito cargo de solicitador da Fazenda Provincial Joao L'enfer de Dante, 2 vols. broch.; Les Prisionxe7"
cu
t- e Ia sdcbaod propoetas apresentadas do1tro dos Fivino Correia doe Araujo e nomeado na mrsma do Caucase do X. d Maistre, 1 vol. broaeh e di-
t"r preseriptos pe lei, e das lausulas por dataPam substituito Philomeno Getulio Correia versos escriptos em numero de 4.
i-e4ftmuladas e pbleasdeniro e fdra do az, po
P de Araujo. Polo Sr. Manoel Josd de Queiroz : A Biblia Sa-
le olde podeirA preer isO6 o repudio d Uko Ainda por portaria de igual data foi dreada grada, traduzida em portuguez, polo padre Joao
proposta quo satisfdoalz64 uas exigencis po collectoria provincial no municipio de Muri- A. F. deo Almeida, 1 vol. ene.
t~s. Este repudipo ssnoalha o segredo dos conew-
a an quso srdiid o cbeca.e nomeado collpetor Henrique Dins de Fa- Pelo Dr. Joaquia Pedro Cavaleante de Albu-


toAs 4d sem qtuba de difnd pdarl To-it-racsibosoMcao A ih adia ae
~ uef semre erade dirnitaz da il so trins. querque: 0- eoraao hnas mos (memorias doe umar
'toescrnmadificar ama -proposteolh.adoas dam o -Prportaria do 10 foi nornoado eseri-vos da mii) por Henrique Pores Escrich, 1 vol. one.; A
S reuciad "rasesirnm servr"" pam neovos pro- mesma collectoria Severino Christiano Praxedes. condessa de Monte Christo, por Da Boys (tra-
poientos," -corn 'ara differeuga -a, urn real Carnara llnteu pal-Em sessio de hon- ducoio de Alfredo de Sarmento) 1 vol. enc.; Me-
-so pites do abertas as propostas alguem opraase exercicio future: pr Antonio Attico de Souza Leite 1 vol. broch.
"[ ps ouvidos de qualquer pretendente o pregoo i- e
"I v0Langador-Luiz Manoel Viegas. Polo Sr. Ido"nno Sarico do Lyra Mello: Am-
imno n'edlas estabelecido. Fiscal do 1o district da Boa-Vista"--Francisc I Pelo Sr. M ocndo Samico de Lyra Mello: -
"~ ]bosio Machado--A minha candidatura e os.
/ Reflictam' bern.os representantes da naao se o Ant6nio Branddo Cavaleante. mneus oppositores, 1 folheto; Discurso proferido
|fdkto escarnado pao p6de sex olhado assim : o go- Fiscal de Santo Amaro reintegre-Jose Augus- polo deputado Loureno de Albuquerqueena ses-
vernro do Brasil annuncia em varias praoas da Eu- to do Rego. sa's de 28 de julho de 1884, na Camara dos Depn-
p e da .mhe riea quo aceita proposals pars a Fiseel do 20 distrieto de S. Jos6 -Liberato Luiz tados, 1 tolheto.
rin *eg cidade do Rio do Janeiro corn taes Freitas. elo Sr. Antonio Satnico de Lyra Mello: Con-
t t ,s- ie. Do ama de, xactamonte Fiscal da Magdalena-WenceslAo de Carvalho ferencia abolicionista do Sr. Joaquim Nabuco, a
9 4 i.a quei es. mDais r a d'ellas, exactamente Paes de Andrade. 22 ae junho de 1884 no Theatro Polytheama, 1 fo-
es Yom uma-u proposal em que Sao rigorosa- Aferidor-Henrique Siqueira de Figueiredo. ilheto.
Vein nina proposal em quo sdo rigorosa- Guardas-Jos6 Capitulino da Cunha Cavalcante Pelo Sr. J. C. Ribeiro da Silva: A Soberania
|mee attendidas aquellas condioes todas. Res- Pd n d A od.olo Sr. J. C. Ribeiro da Silva : A oberania
r poe-se': agora que conhecemos o vosso preo, e ,farnho de Almneilda. orgo do Club Conservador Academico, ann lo
putiicamol o e vamos ver se nao achamos amda Bellemast do munictpio- U,na vez que n. I
pquem fama por menos. Procedendo assirm trlvez a commiss-o sanitaria, da Camara Municipal do Polo professor da referida escola, T. C. S. Lins:
lucremos agoa : mas para o future terem.s o di- Recife, tomoun a louvavel deliberacao de visitar 0s Gautier-Geographia, 1 vol.
reito de exigir que tomem-se afo serio as concur- estabelecirnentos publicos, e, na form das postu- Reunies sociaes Ha hoje as seguiii-
Srencias que abrirmo es e o serio as conura- s at6 as casas particulares, aconselbamnl-a a tes :
b que estenda a sua inspecolo ao convento de S. Do Institute Archeologico e Geographico, ao
Framfor decidido eu Francisco, eujo estado de immundicia, segundo so- ineio di, na respective side.
'ie, 6m, for deini ido que se annulled urma mos informado, e o mais deploravel que e possi- Do Club Conservador A cademco, s 11 horns
coneurrehcia instituida por acto legislation sob vel. do dia, no 3. andar do predio n. 60 da ra do
Sapalavra do governo, temos outro ponto ainda. Diz o nosso informant : que as latrinas do Baro da Victoria.
" vpu de modo imperative, apesar de re.teradas re- produzir epidemias ; que no mesmo convento ha- o paquete national Mandos, e da Europa o p.-.que-
eamanaese-nossas, que o contrato fosse provisoria- bitamin alguns elephantiacos e cancerosos, quo por te inglezs Elbe.
oiente dado A execudao e sujeito A approvagao do igual o impestam o as podnides que exhalatn ; o Arrebol-Publicou-se o n. 2 deste perio-
podor legislative. Mais tarde, em 1883, retocou- e que o quii.tal do mesmo convento e um monturo dico litterario, scientifico e satyrico.
se eqta disposigao, tornando facultativo o que pela ternivel, quo de certo tempo para cA tarn augmex- Gremio litterario da cidade do Ca-
lei anterior era imperative. 0 parlamento reco- tado corn o servirem-se delle para latrina. bo-Em data de 9 do corrente escreveram-nos da
nheceu a sua sem-razito, mas nao o quiz confesar A' isso cumprin addicionar que a frente do con- cidade do Cabo noticiando o seguinte :
de piano ; em vez de derogar a inconvenient di- vento, que deita para o iardim do Campo das ,, No dia 7 do corrente, no pao municipal des-
posigio, achou o meio de mantel-a, tornado fa- Princezas, 6 o deposit das immundicias do quar- ta cidade, que se achava modestamente ornado,
eultativa a exeuaqo provisoria, qual se o govern -tel docorpo-fixo de cavallaria, e ahi vao defeccar, teve lugar a installagao solemnc do gremio littera- -
tivesse de contratar om loucos quae embarcassem qualquer hora do dia, as criangas, filhas das rio desta cidade, send a reuniao presidida pelo
capitaes n'uma empresa de grand vulto sem a prawns do corpo. -bacharel Luiz Salazar, que, depois de proferir um
eete~a doe soe aebarem ampaados por contmato Tudo isso, no centro da cidade, fronteiro rues- pequeno discurso analgo ao acto, abrio a sess3o,
perfeito e acabado. B mern claro era quo s6mcnte mo ao pao municipal, As barbas da edilidad, e na qual toi lida a aeta da anterior betn como os
a actual companhia poderia eonvir n'essa execu- realmente digno de nota estatutos do gremio.
qco provisoria, quando por verdadeiro rasgo de VAa commissao sanitaria examinar o0 factors, e Em seguida usaram da palavra os academi-
generosidads quizesse sujeitar-se, sets nenhuma trate de providenciar par si ou xigir quo quem cos Jos6 Antonio de Mello, come orador do gre-
compensacgo, ,4 dtfferenga do preeo ; e, no entan- de direito providence. mio, Gusmao Filho, Adolpho do Mello e Julio de
to, nao se l islava para a companhia, mas para T eatro Santa Isabel-.Em bencficio do Mello Filho, terminand a fcsta AsA 9 horas da noi-
o public. O resultado foi invocar-se essa diffi- gala, o Sr. Alvaro Ferreira, ha hoje espectaculo to corn a eleio e posse da nova directoria que fi-
culdade, corn razo apparent ou real, parsa n do neste Theatre, sendo representado o drama em 5 cou assim constituida:
sc dar sguimonto 0a toemos d e a ,m contrato, eujo actos -A vida de um rapaz pobre. President -Dr. Luiz Salazar.
abandon importou part o proponente a perda do E urn drama lindo, e depois o beneficiado me- lo Secretario-Tenente Taciano Araujo. -
50:0005, certamente avultada pars um particular, rece todo amparo. 2 Dito-Tenente Joaquim Vorejiio.
seja qual for o sen cabedal. Vapor allemLo Rosario Este vapor Thesoureiro-Pharmaceutieo Sabino Pilho.
sej qualtendo sahido ante-hontem do Ceara, As 6 horas da Bibliothecario-Professor Pcreira.
Ora, seria deploravel que, reaunindo-se as duas tarde, deve aqui tocar de hoje ate amanhi. Orador-Acaderico Jos6 Antonio de Mello.
camaras, e assim condensados dous f6cos de sabe- Mi4rel d fogados- No dia 2S do Membros do conselho de svindicancia; Dr. Silva
doria legislative, continuassem hs cousas nests e corrento, peoll rada tards, serao benzidas a Ferreira, tenente Florentine' Cavaleante e alferes
p6. Urma emenda substitu4va poderia resalvar e Af"gados e suas imagens, Clarindo Lins.
td easa difficuldade -a expetno-- -u u padroeiro no dia se- No dia-8, is 6 horns da taroe, foi franqueado
-i- -a a Ws d ote- ao publi.pt cidade a bibliotheca creada pelo
te: lo-que subsita para todos os seus efeltos a capella, eIN ae sabc, achava-se dete- msmo gremio, a qual, al6m dos inoveis precisos
autorisace concedida ao governor para contratar, riorada, foi completada e reparada A esforgos do otacorn tresentas e tantas obras em quatrocen-
mediante concurrencia, o servi9o em questai; 2o digno vigario da freguezia, e, para o indicado dia, tos volumes.
-que das elausulas estabelecidas pela lei do 1882 achar-se-ha nas condigoes requeridas para o culto c( Parabens A cidade do Cabo e aos autores de
fique do nenhum effeito a que seorefere A execu- public. tao until meihoramento .
"ao provisoria do contrato; 30-que o contrato ou Duas morte --Mandam dizer -do sitio S. o suor i naligno-Escreve-se de TomIon a
contratos celebrados em virtude daquella disposi- Pedro, do engenho Santa Andr6, da freguezia de o oGzeetta del Popolosde NaIoles :
cao legislative serao considerados desde logo per- Muribeca, que, na noite deo31 de agostoopara o l ,Com se jA nao fosse bastante o cholera e o
feitos e acabados, -sem nenhuma dependencia de do current, o escravo Joao, animado de crueis typlho, se declarou uma doenga contagiosa, a qual
approvacao do poder legislative, designios contra seu senhor, Antonio Salgado de os medicos deram o nome do suette. Participa do
Castxo Wanderley, arrombou-a parede da casa de cholera c da psts Os prirniros symptoms se
Esta ultima clausula career de certa justifica- vivenda do referido sitio, junto A porta, e, soer- manifestam corn o frio nos p6s, nas pernas, nas
Iomas facilino dal-a. E' ser duvida para guendo a trautca desta, abrio-aie urma vez no in- coxas e depois invade todo o corpo. Em seguida
desejar que, tratando-se de regulamentos que en- tenor, procuro cevar sua sde de sangue. o doente 6 assaltado d'um suor frio, que jamais o
volvam material da competencia legislative, reser- No eneontrando o Sr. Wanderley na sa, larga; pr todo o corpo apparecem pustulas, que
ve para si a Assembl6a Geral o direito de os ap- onde costumava ells dormir, atira-se contra dous tornam logo o tamanho de urma pequpna noz, se
provar ou nuo. Neste delicado ponto respeitamos parceiros ,de nomes Eva e Jos, ematou a ambos manifestam igualmente poquenos buboes, e o po.
tanto as attribuicoes e regalias do powder legislati- a glpes de mhado que lhes desfechou no craneo. bresinho vai-so deste para o outro mnunuIo em me-
vo, que muitas vezes temos sustentado: lo-que Despertando, o Sr. Wanderley correu a sala d vint quairo hors.
pessimo system 6 delegar a Ansemblea Geral a paraver equal a causa dobarulho que ouvio; mas jr n Js modrevinte algaro s mulheres da suette e
poder executive o exereico de attribuicoes suas eacontrou expirantes os dous infelizos, sondo que o muitas outras pessoas estao atacadas. Um meu
por meio de autorisamoes latas, system tanto m.ais assassin se evadira. conhecido roi sorprehendido uma tarde por esse
perigoso quanto nao ha exeruplo de acto legisiati- "Ferirento grave-Informam-nos que no mal, eonquanto que discorriamos tranquillamento
vo que cercee abusos commettidos no uao de takes dii 28 do mez passado, achando-se na sua casa, em c rums depois do ties dias do suer frio us
delega.Soes, send tardias e estereis as censuras Santo Amaro de Seninhaem, o professor de instruc- pernas e de suor quente em todo o rest do eorpo,
motivadas por semelhantes abuses; 20-que in- ao pnimaria Bardominiano Nilu dos Santos Fer- ii forca do fniccoes.
desculpavel irregularidel 6expexpedir o governor, rera ratrros, foaa gravemoate fefdo corn ama fa P acabar cito uma anedocta do president
ex proprio Mart-, regula hieetos que entendam cada na elavicula esquerda por um individuo, cu.o di republic, Grevy. Sao proverbines a sua exiro-
corn regaliasdo powder legislative, deixando-os no none nao se sabe, nern qual. fora o movel do cmi- ma avareza e a affeicaro illimitand que tem pela
emtanto depeiAnates de approvaeao deste poder, me. sun pile. Nestes dias eile, presidents da ripu-
o que import, final de contas, huurinar a admi- o oincaideeta sc tratado no convento da ic decidindo-se finaluentc A rnmandar quinlhen
niseraco iniemativa e competencia jue coastituem villa do Seninhbem. los (?) trancos em soecorro dos cholericos. Per-
alheias pre6gativas. Diverso, pbri6, 6 o case Qamnto ao offensor, ha suspeitas de que seja re- guntado porque nto visitava Toulon e Marselha,
dos ontratoa: materiaessenoialinente. adminis- sidente no povoado de Santo Attuaro. como fizeram tantos illustres persouagens, elle, in-
trativa, acorcada .ua.kl omiaxingercneia nab pods A poei aida n-o tolou coheeimento deste diando o habito que tomou de viver sempre reti-
caber io podos legislativo senao autorisal-os, de- facoe. 12 rado, respondou:-Smbcis quo em tempo deli-Mo-
cretar os meios necessarios ai eua exeecauo e fixar raofs on ferleit0-I{ontsin, a 4 e i, m cc medicos aconselhara que nao se mulie Ce ha-
as clausulas que lhesdeiem sorvir de base. Des- horas da tarde, Cohrado do tl e Bcrnrdmno Jos5 bites.. c
de quecstaielausulas~so fiza las, coma n, hypo- do Sant'Anna travaram lAtn, no lango do bedcc
these vertento, em queo poder legistativo levou a dos Coqueiros, dan parochia do Sant'Ann'o estando As qearentena --Do eri-caru tle do Ge-
miniucia a ponto de redigir eole mssmne o contrato, C)xxrado armado do caete e Sant'Anaa do nova, 0 do agosto do 1881, reproduzitros textual-
.. .. .. ...monte am internossunte artigo quo escreven a Nine-


aaio ha aecossictaci do posterior approvae.Io, por-I" I
-quoso o governosia deosteior ,o r Da luta sahio Conrado ferido corn una facada va Autuologia, Lioy, muito competatntc na mate--
eujo process estA na lei de responsabilidade mi- no brao esquerdo. ra :s o ger d m co
aisterial. Seria ineongruente estabeteler n'um 0 offensor foi presa, e forificou-se que tabem ... A experiencia enina todeos odias comi-
caso esta restrice6o'.iqando toda a immensa obra etle tinha uma contuslo no braqo direito. a molestia so desenvolve onde so ajuutam os fugi-
do gveno so re prinipe diverse. Nem Mete libertaea6e Os Srs. Felix Gomes tivos dos lugares intectos. Elles na tugida nao
do gwerno se regt4 pOr principal diveru6. Nem ibeoai~e^ Olviamrhn oseguem inuita3 vezes seno a' mot.Iprs
soria s6 incongruente nias contraproludente, quan- Coimbra e -Jolquim" Aleixo do Oliveira, marchan- conseguem mnuita3 vezee senio a monte. Import.
do nos cnses d e garantia d ju no mens m- teS, bern sim a esposa do primeiro, D. There- solar os lugares onde o inimigo faz estas appa-
dortnoscas do qude o ogarantrato da illumiros, no meno im- za de Jesus Coimbra, hbertaramhontem, serious rinses. A Academia de Paris declarou que as
orjusts finmados polque o gcontrato s ilo dfinitives, n do especie algum aos seus cscravos: Benedicto, quarentenas de terra, qualquer quo seja a f6rma
ues tendos firmado ies o parar ento elausulajs, pardo, de 16 annos de idade, Joaquim, pardo de corn que sao estabelecidas, nao -o praticadas em
-es tendo tdddo alias o parlamento claustias fI -B^Frna Pd~e d'ahi dizer que a Euro'- ie-
15, Benedicta, preta, do 40, Rosa, parla, de 18, Franga. P6de-se d'shi dizer quo a Europa intei-
xas. Thc'eza, parda, do 39, Marcelina, parda, de 43 era se mostra sceptica sobre a possibilidada dos cor-
Instimos neste pont, de quvarisees nos Ign, prta do 17. des sanitarios em paizes continentaes. Petten-
tInsitios nested pontqa de ugamos do no E' um acto digno de todo o lonvor o muito fol- koffer cre' que, ficando sujeitas ao contagio o mes-
temos occupado, porque o jalgamos, de important
ia capital. Pimeiraente n ha azo pa gamois por ter ocasi'o de registral-o. mo cordao sanitario, poderA facilmente transfor-
qe o Estado os patieulares cenebrado pam con- lena aeo pudor -A menor Josepha Ma- mar-so eem perigoso vehiculo de eommunicaofies!
tqneat om unid Estado de os preo menos gcelebravo ua coati- ria de Albaquerque, de 11 annos e 4 mezes, foi Mas o conselho sanitario italiano, seguindo as
nueom durantem zes ad pagar mnaeor preo sat quo mandada apresentar ao Sr. Dr. delegado do 1- dis- tradico-es constants da sciencia entire nos, e nae
o paranntose rua e baja tempo, r a sum tricto da capital, ance-hontem, pelo delegado de menos o sentiment public, tr tou hoje de fechar
habitual lentid, de hsmolgar o aste, deom la urib6ea, como violentadcla pelo individao de nome a peninsula o mait que 6 possivel hermeticamente
rando-o conformacdo Ase casulas prestabelesida o urique Campello de Souza. E Depretis, como elle miesmo teve de declarar ao
o queo em rigonor dpassa dessamecauica opars o 0 8.Dr. delegado do Io district da capital, parlameuto na defesza dos contagious, disse que 6
doe eonfer ncia quo nos repari.e publica mdon vistorial-a pelo incansavel Dr. Souza, que preferivelm oabandare ao deficere. As suas ordens-
mtda a empre gadenossrep rnos.-E m -,se I-ii ron star effectivamente offendida a; victimA tiveram a rara fortuna de en-ontrar a unanime
muttidaa oa hoeempregatcos lteros. r. m sade ase I pudor.' approvaeao tanto dos seus amigos como dos ad-
paanhiso no 1 tamit -a beamerica do & tl Distribuio-se honitem o versarios.
panhianeuoxtevantan co mexsys Desta vez a tentative se tornou entire n6s-
pridamente 0c0. A; -": a? 'Dixtribuo-se, hon- urnma realidade. a primeir.a batalha que se em-
feieobter aorisa aIvm e uxoritico. prehende co a propositos energicos e decididos.
~lobter- qwi o be on heo tes o"2%rre Certanotent o immigo ao qual tentamos derrotar
s itaa em dl61 "o em frente As portas fechadas das nossas cidades
:dieqsooiq^ t| ,As us.le a ge6 eaintte notiIa: nminritimag e das nossas passagens alpinas, poderA
Domingo ade terras do engenho Dia, Insiiesamente penetrar por qualquer vereda mal
esa alga idiiduO, cameras, gardada. o erteza unn sdescuido, uma sO
maute osaiabiaalans igaardia* a
.apstnrt no t^riro disqsdo uin daeles, aaat* m omaio, e urna s6 negligencia pja;.' f-,,pr-nos
d4I^ te no.e Sevoerino Vrra r ti perdero resultado de todas as nossao tr,.c.-irgao
,'ui6 t i fola. Do fabito5 sal ostriG'& J66, E'nsais quip'&iaea.s.necesari.qite6oT ero vigie
lh8 no braV, ID q"eff.sL 0a.M* a. sts. ia dauitdeite perNt e op aq setaa
afRe o. amo~no ees &veflho eros iz~ hnis~
'aChIGuoi 0M.,~ ~ u
L 11918jL A 12 ea IR40


paquete national Os scenadores Al- (.) Adiante, na descrip"io da machine de vapor,
varo B. Ucu6a Cavalcaute. Jacinttqo-j diremos o que 6 um volante.


-j

















p. erasdor u 24, de livros de direbi e litftrrnf.
H~~l Pa'n e Pil *-4> 1~^^ dtBtii~i'r44000 -.4 u&
r~o de8.o

e mais perte(A i IS
Pelo ageu Oae w a1 8 S
Vess a do Corpn dtozl omi.a
: mSabbado L :
Peoo aagente Gdiw W I 6tas, t-ra
do BomrJesuB.:ON, apsW via.&
B ; 1 iHtoas ft. S Hoje: As 8 boras, no COrpo-Santo, por
S alma de Manoel Ferreimra Mattosinhos; As 8 horns
J nas matrixes da Graca e Boa-Vista, per alma do
coronel Domingos Afbfonso Nery Ferreira; as 7 ho-
ras, no convento do Carmo, per alma de D. Anna
I d'Araujo SA Leito.
Sr^ AmanUh: is 7 1/2 horas, ma matrix iaiB6a
Vista, per alma de D. Amelia Joanna Spieler.
Sabbado: As 7 horas, na matriz da Boa-Vis-
ta, por alma de D. Maria Candida dos Prazeres
| Gama; As 7 horas, na matriz da Bfa-Vista, per
alma de D. Maria Candida dos Prazeres Gama.
Loteria da provncta-Sabbado, 13 do
corrente, sera extrahida a loteria 70., em bene-
Sficio da matriz de Vertentes, no 'consistorio da
igreja de Nossa Senhora da Coneeigio dos Mili-
*; tares, onde se acharno expostas as urnas e esphe-
ras arrumadas em ordem numeric A apreciano
do public.
: A Venturosa-Neste estabeleciment. lote-
rico, A rua do CabugiA n. 16, acham-se A venda os
; bilhetes da grande loteria do Rio de Janeiro, cujo
maior prernio de 500:0005000, que se extrahirA
impreterivelmente no dia 3 de outubro proximo
vindouro.
Loteria de SOOtO0000-Esta gran-
de loteria do Rio de Janeiro, serA extrahida im-
preterivelmente no dia 3 de outubro proximo vin-
... d o u r o .
SOs restos dos bilhetes acham-se A venda A pra-
cn da Iudependencia, na Casa Feliz, numerous 37
e 39.
Loteria do CearA-Corre no dia 30 de se-
tAnmhrn o. 5a 5a t rnet i..n onin nr-min orande de...


iect6s pars fnm- ta. Ivno de me-di-
na dosimetrica e unico deposit da fai-
nha lachea de Nestle, para os meniaoa de
peito e leite condensado:
Drogarta

eitarios d today as phrma-
scutiogm, intb", dr oaa Nodueou iac
e medicamentos homwopaticos, ruaa do Mar-
quez de Olinda n 23.
Botica francema
Rouquayrol Freres saccessores de A.
Caors. Neste estabelecimento encontra-se
todos os medicamentos homeopathicos da
grande e offamada. casa de Catelan. Os
granules dosimetricos de Burggrawp.. As
especialidades pharmaceuticals da Europa
e da America, dos verdadeiros autores,
drogas, products chimichos, tintas, oleo,
pinceis, vernizes. Products especiaes da
flora brasileira e toda qualidade de funds.
Recebe sempre vaccina fresca e boa. Rua
da Cruz n. 22, Recife.


PUBLIC OES A PEDIDO


...... ......* .... ..... ....... aFre uezira de V c n i
0 resto dos bilhetes na Casa da Fortuna, rua F renU zil d el' 1CJ C iC1
1 d Maro an. 23. 0 honrado correspondent dessa freguezia para
Loteria de Macei6 Corre impreteri- Dia n sun missive publicada hontem,
velmente no dia 15 de setembro. e s e .
Bilhetes A venda na Casa Feliz A praca da In- accusou pela segunda vez aos deputados provin-
hen eni a as. 7 ra a I ciaes do 5.0 district per nao torem decretado uema
Grande ioteria de 5370e 39.. loteria em favor das obras da respectiva ma-
Itriz.
-Fsta extraordinnria lotei ,a sera extrahida no tz.
-F~sa etrardiari loel~ sei etraidanoAcredi~aodo, que esse missivista seja o meu
dia 3 de outubro pro me vindouro, impreterivel-, Acreditagdo que case mssivsta seja o mon
t dos amigo Sr. capitao Elysio Pugas, e, convindo corn
moen s bte.hetes acham-s S. vnda Sn ., em qu 6 muito sensivel a falta de qualquer
Oas sts dFortunas bhetes acham-s 1 de Mar v23. da na auxilio As obras daquella igreja quando os vi-
C a s & d a F o rtu n a .1 r u n 1 d e M a r go n 2 3 c n i n s e n a o e o s a i n i a i
Loteria-A de n. 158 B, do Rio de Janeiro cencianos secundados pelo sou digno vigario e
do 25:000,000 ser extrahida no dia 13 dstem-meu prezado amigo conego Rego, trabalham cam
bro.de 25: 00 affinco per Ihe darem todo brilho e decencia pro-
Bilhetes A venda na Casa da Fortuna, rua lo prias da casa do Deus, venho varrer a minha tes-
do Mao a n i3. tada, para que se saiba, que a censuran nao me at-
tinge.
Loteria de 25s0044000 -A loteria 158a tige.
er A d R doJeioom notin 13 d s t 9I Quando em outubro estive em Vicencia promet-
srie A, do Rio de Janeiro, corre no dia 13 de s- I ti aoillustre vigario, que empregaria esforgos na
bro. Assembl~a afim de dotar a saa antriz com uma
Bilhetes A venda na Casa Feliz A praca da In- loteria.
dependencia ns. 37 e 39. l e
Mercado Municipal de oe 0 Disse, e umpri; isto 6, opportunamente empre-
movimento deste estabelecimento no dia 9 de guei estor0s,' nao so par &A loteria de Vicencia,
setembro foi o seguinte: come tambcm para as de Angelica, cidade de Na-
Entraram parn serem vendidos : 43 bois, pesan- zareth (3) AlagSa Secca, Allianga e Born Jardim
do 5,895 kilos. (matriz.)
No mesmo din entraram. pama o mosmo us r suppunha, que o meu amigo Dr. Jacobina,
tabolecimeatod: relator da commissao de oqramento provincial, ape-
Peixe, 450 kilos. zar Ada nossa different political, nilo me recusaria
esse favor.
Farinha, milho c feija.o, 40 cargas. ease favor.
Fructas diversasc 25 ditnas. Mas, fossem quaes fossem as intensese de S.
Suinos, 2. Exe., que eu repute sempre as melhores, apenas
Carneiros, 2. concederam-me 3 loterias para a comarca de Na-
Pre dos dos dias : zareth, menos os de Angelica, Allianca e Vicen-
Cane verde a 480, 400 at 240 reis o kilo. cia !
Suino a 640 r ,is o kilo. Quant a Born Jardim a injustiga chegou ao
Carneiro a 14 idem. ponto de concederem trees loterias em favor das
Farinha de 500, 400 ate 280 reis a ouia. obras do Cemiterio de Quetminadas, ao passe que
Milho de 480, a 360 reis a cuia. deixaram no esquecimento a matriz, onde estio
Feijho de 15200, 640 rs. idema. em andamento as obras de 6 altares lateraee, e
Fod1aeoccuados: vat comegar-se 0 ladrilho dos corredores, tudo a
48Foram occupadose verde: esfors do zeloso vigario e do pove I!
1248 talhos de arne verde. E do Born Jardim neo A nad. sado ao theson-
12 ditos de suino. r ute
12 ditos do frnessuras. ro pnblieo !!
12 ditos de fressuras d le sEntretanto, todas on quasi tedAs essas- lteier
62 icomp artimentos de legumes figuraram no projeeto (1.a edico) do ornamente, e
38 id em d e farin h a e com id a s.P o s m r t sd p s n e s r gi
Deve ter ide arrecadada neste dia a impor. no consta qua fosem retiradas p me regi-
tanecia de 1794900. mental.
Tendo julgado em sua sabedoria e patriotism a
Matadouro.-Foram abatidas no Matadouro maioria liberal, que era convenient expulsar d'As-
Publico da Cabanga, para consume do dia 11 do semblea a mineria conservadora no dis 27 de maio,
corrente 79 rezes. tornou-se impossivel para mirm verificar porque
Casa de Detencao.-Movimento dos pre- modo operou-se o milagre.
sos no dia 9 de setembro : Da Secretaria da Presihencia mandaram dizer
Exiatiam press 341, entraram 4, sahiram 11, para o Diarno, que o oreamento municipal nao ti-
existem 334, a saber: nacionaes 296, mulheres nha side retocado ; porim, Deus me perd6e, en con-
7, estrangeiros 16, escravos 15-Total 334. tinuo a crcr, que, nao s6 este, mas tambem o orea-
Arragoados 304, send : bhens 291, doentes 13. meato provincial muito retocado, onde nao set.
-Total 304. D'ahi, talvez o desapparecimente de algumas
Movimento da enfermaria : das loterias, por cuja collocago no quadro eu in-
Teve baixa : teressava-me, e o illustr-e Sr. Dr. Jacobina, a men
Jos6 Angelo Coelho. pedido, fez incluir.
Teve alta : Sondo assim, posse agora pedir ao meu amigo
Domingos Garcia Perez. capitao Elysio que excidua-me do numero dos que
ni o se lembraram da loteria de Vicencia.
E,so iew permitted ainda, dir-lhe-hei, que, nio s6
da loteria, mas tambem do ramal da estrada de
I nDICA O S UTEI femrro, prolongamento da do Born Jardim, eu me
AJXDICL Ou Ej Ul u ilembrei muito e muito.
~~____________________ I E' pena, que a omnipotent efeliz direccio in-
lMedicos gleza da estrada do Limoeiro nao attend senior
onsultorio medieo-cirurgico do Dr aos sens fabaldhos, crescentes e faces interes-
Pedro de Attabyde Lobo Moscozo a ses.
rua la Gloria n. 39. Recife, 11 de setembro de 1884.
0 doctor Moscozo dA consultas todos os Democrito Cavalcante.
SI : 1 n. Pi 2I-t i ..i -_ 1 ._ A --L


ias uteis, oas as iu noras aa manni.I
Este consultorio offerece a commodida-
de de poder cada doente ser ouvido e exa-
minado, sem ser presenciado por outio
De meio dia as 3 horas da tarde serA o
Dr. Moscozo encontrado no torrelo A pa'a-
9. do Commercio, onde funcciona a ms-
peclo de sande do porto. Para qualquer
d'estes dous pontos poderlo ser dirigidos
os chamados per carta nas indicadas horas.
Dr. Baptista de Moraes, runa do Bar.o
da Victoria n. 37 1.-, andar; consultas das
10 horas ao meio dia chamados per es-
cripto a qualquer hera.
0 Dr. I. A. Vellozo, restabelecido des
(;eus incommodos, continfia no exercicio
da suaa profissao; podendo ser encontrado
na sua antiga residencia A rua do Bargb
da Victoria n. 45, 1." andar. Consultas
das 7 As 9 da manha e das 3 As 5 da
tarde.
Dr, Leonardo de Albuquerque Caval.
can4te, medico e laureado da Faculdade de
Paris, occupa-se corn eseciali.ade das
molestias da caixa thoraxica (coracao, pul.
m5es, bronchios, pleuros, etc.) Consulto-
rio rua do Imperador 44 1- andar, das
11 horas As 3 e residencia na rua do Hos-
picio,. 36, onde recebe chamados per es-
cripto a qualquer hera do dia ou da noi-
to. Numero telephonico 214. Falla cor-
rentemente o francez e italiano.
Conmsolturio medico cirurgico
deutari"
0 Dr. Joaquim Camara, cncconsultorio
A run do Duquede Caxiasn. 57, 10 andar,
de volta de sua viagem a Europa, onde fez
estudos especiaes de moestias da bocca:
encarrega-se de qunalquer trabalho de ci-
rurgia e protheaen aeat extake duteai.
oom anestesia por meioe apparelp_, apro. -
priiaos obtaa (

VA a quem toca
Deparando corn um communicado no jcraal Bi-
noculo sob n. 34 que referia a minha pessoa e
tendo proposito fire de nao descer a responder a
anonymous, interpelo pelo presented ao autor de tal
communicado para vir a luz corn o seu nome e
n'esta occasiio o farei depor as armas da calum-
nia de que se valeu e estampar-lhe perante as fo-
ihas publicas o ferreto da mentira.
Villa de Serinahnem 4 de setembro de 1884.
Trajano Alves de Mendon~a.

Ao Ua. Dr. eukenhetro fiscal da
Companhika Drainage
S. S. tendo por reclamacio de diversos negocian-
tes da rua Larga do Rosario ido a mesma exami-
nar o lixo que essa companhia ultimamente se es-
quiva conduzir, declarou que aquelle lixo a com-
panhia era obrigada a conduzil-o e que daria as
providencias, on S. S. se esqueceu dar ditas pro-
videncias, ou estas ainda nao produziram effeito,
ainda continuamos esperando justica de S. S.


Dutado B Drr e M liw
Espera-se hoje no vapor, vindo dos portos dto
*ul o nosso prestimoso co-religionario o Exm. Sr.
Dr. Henrique Marqmus de HTollaada Cavalcanti,
distincto representante da naao, qu e corn brilho
e ndependencia cumprio fielmente o mandate que
tAo dignamente Ihe fora conferido polo eelitorado
do 6.' district, que apreciador do merito e con-
correndo na ultima eleigio para a victoria de sou
illustre comprovinciano, ha de sem duvida esfor-
gar-se a fim de, no proximo pleito eleitoral imaiso
esplendido ser' triumph domesmo candidate quo
soube elevar-se no conceito do sens cancidados.
Certamente o Exm. Sr. Dr. Henriqpes Marques
que pelo soeu caracter leal e incero, por sua posi-
91o social e illustra*o proved. tet se feito re-
.commendaveLaos lhabitain do- 6-districto, od-
6 morador e muito prciaoequetantsve
torn advqgado 0s i fixteso itR do sua previn-
c eia e,-da a iaigxltura, deve, ter Plenaeon-
fiauia qce seus amigos e eo-'fUionarios hio de,
S ~nuar ak diaingmfl-o eoO sew s uficagios, es-
Aejndo-pas n ma r-se cornifeiz eito a re-


*-=ppvJiwv a pswfwfKuftw, quenm ewa CWfcua ionKH-
ge de concede -lbe MD de gloria ae abna
e u trimpo, M= pelo se f ea i no
palco] escoldosofaetto idvah trn.
ducCAo se denomina Drama, -
No desenpenho da nobreza do sen fim prepara
- VAI4E DE TORRNU media a CAA
DA GUARDA e'umna scens comic.
A jalgar pelo meriteo d" peWas e dishibuivio
dos papei protogonistas, ao vae rMal ua amrojo
antecipar uma victoria ao Club Dramatimo Fami-
liar 24 de Malio.
Avante !


Ao rJob Gil
Director da Conupanlbia Dranatica
Portunfesa
Constando que V. S. tarn vendido todos os bi -
lhetes do espectaculo que rest dar nesta capital,
aos Srs. Amaraes, da fabric de eerveja, per pre-
9os exorbitantes; portanto, deixaremos de hre-
quentar os espectaculos se nio der providencias a
taes abuses ; per isso todas as companhias ae-
quiescerao a deliberacao do commercio.
Muitoa negodciantes.


Mudou.se
0 Dr. Augusto Serafim, medico, mudbt o seu
consultorio e residencia para a rua do Baro da
Victoria n. 61, lo andar, onde da consultas das 7
As 9 horas da manhA. Das 9 As 10 6 encoistrado
no hospital Pedro II e das 12 As 3 da tarde no
torreao da praca do Commercio, inspeccao da
saude do porto.

Por easas particulares
LANDELINO CAMAR&A leeciona per casasparticu-
lares qualquer das seguintes materials : portuguez,
francez, latim, g agraphia e historic.
A' tratar A rua Duque de Caxias n. 70, 20
andar.

D. PEREilRA DE LYRA
MEDICO
Fixou a sun residencia na cidade de Caruar4,
onde pode ser encontrado para os misteres de sua
profissao.

AO corpo commercial
0 abaixo assignado declare que flea sem etleito
nenhum o que tinha tratado corn o estabelecmento
de molhados site a rua de S. Sebastilo n. 10, em
Olinda, pertencente ao Sr. Ulysses Colombo Si-
mses, pelo motive de nao me entregar a ca livre
e desembaracada come tinhamos tratado ; ficando
sem effeito os annuncios publicados nos dias 4, 5
e 6 do corrente.
Recife, 6 de setembro de 1884.
Gulermino Gome. Pinto.


Lympha vacdmica
A lympha vaccinica de noviiha 6 mais energica
que a lympha vaccinica humana,
Essa assegura uma presomvaglo de mais long
dura*o e offerece uama wcWrdade abholuts cpntr
os risoos da traeinuissuo dye v& vaccidlnak!
Deposit
.Botica ranceza, Rouquayrol Freres succes-
sores de A. Caors
Rua da Cruz n. 22 (IRecife)


Xo public
O abaixo assignado declara ao public
quo desta data em diante fica dissolvida a
sociedade que tinha corn o seu amigo Martins
Junior a respeito da exploraglo de umjornal;
fazendo ver a certes individuals que se o fez
foi per simples vontade do socio de indus-
tria e nao per que o quizesse. Declara mais
que flea come administrator encarregado
de qualquer impressBao avulsa da typogra-
phia da Folha do Norte o Sr. Jose de Mel-
lo Carneiro.
Recife, 4 de setetnbro de 1884.
Francisco C. R. Campelo.

Freguezia de Santo Antonio
O vigario Salles tern mudado sua residencia
parm o 20 andar do predid n. 11 da run do CabugA
onde podcrA ser procurado.

Uma esmola
Ainda supplica as almas caridosas um obule, a
pobro velha do bocco do Bernardo n. 51.

Cirurgiao dentist
Jose Basilino da Silva San;os, cirurgilo dentis-
ta e pharmaceutico pela ,Faculdade de Medicina
do Rio de Janeiro, colloba dentes pelos systems
mais aperfeigoados, obtura (chumba) a ouro, A
platina c a osso artificial; faz reconstruceges de
dented a ouro, trata das molestias da bocca e
corrige as irregularidades dentarias. Acha-se
das 9 As 4 horas no seu gabinet e A rua Visconde
de Albuquerque (antiga da Matriz da Boa -Vista)
nnmero 24.

0 Dr. Adri&o
MEDICO
Contina a dar consultas das 11 s 2 hora Lda
tarde, em seu antigo consultorio, A -rua Larga do
Rosario n 36, 1.- andar. Chamados per esemipt
a uqalquer hora, na pharmacia Barthooomeu &
Mxxxx .xxxxxxxx


kest, ex-hedi dcsltsAraIni-do BDr, de WVc-
t ~Oenlista t
-^ ODin. Ilamreto Sampnio, medico ecu-
ker, da consultas A rua, do Bar da Viec-
toria n. 45;segundo ,andarde 1 d 4 ho-
ras da tarde, ex epto nos dningos e dinea
santificados. Chamados n emseu eosultorio
a em casa do sua residenia i rua de1
.7, canto d rua dos Pires h


Medico opera

Especialista d febres, llesi as
pulimonres e syphilticas
Rua do Barao da Victoria (antiga ruma No-
va) n. 14, 20 andar
Onde tern consultorio e residencia e pode aer
procurado a quialqaer hera do dia e da noite.
Recebe chamados per escripto e par fora da
capital.
COuLsTAs das 10 ao meio dia. Apparelho tele-
phonico n. 156.



{ CLINIC HOMCEOPATHICA {
DO

Dr. Tristio
Consultas das 7 As 9 horas, e chama-
Sdos A ra da Unilo n. 15. (
{} Nnumero telepbonico 154 }


DR. ALE"_^RIIB .__A_PAR -

MEDICO OPERBAOB
ESPEC1ALISTA EM PARTOS E MOLESTIAS DAB
MULHERES
Tern o seu consul orio em casa de suna
residencia & rua da Imperatriz n. 30, 1.'
andar.
CONSULTAS de 8 As 10 da manhl e
de 12 As 2 da tarde. Chamados per es-
cripto A qualquer hora.



MEDICO E PAETEIRO

Dr. Joaquim Loureiro
Consultorio e residencia run Duque
cle Cans n 89, defronte do DIARIJ
DE PERNAMBUCO, onde di consul-
tas das 10 i 2 horas da tarde.


Pharmaeia e drogaria

25-Rn d0 iotd YVictoNa-5
aO.Levy & C.on-

vidam A seus amigos
o fregueses a visitar

sea estabelecimnento,

que se acha presenter

monte montado e devi.

damente preparado a

semelhanga dos me-
Ihores estabelecimen-

tos desse genero das

priucipaes capitals

d'Europa.

Recebe por todos

os vapors products

siuples, chimicos e

preparados pharma-

ceuticos, dos melho-


res, mais conhecidos,

e acreditados fabri-

cantes d'Europa; pelo


COIEEICIO


praia do Iteelfe, 10 de setem-
bro de 18@4
As tres horns da tarde
Cotasoes offiiaes
Cambio sobre Para 30 d/v. corn 112 0/0 de des-
conto, honlem.
Dito sobre dito, 90 d/v. corn 1 1/2 0/0 de des-
conto, hontem.
Cambi o sobre o Rio Grande do Sul, 90 d/v. Nom
1 i112 tO de descento.
Cambio sobre Londres, 90 d/v. 19 5/8 d. por 15,
do banco.
iDesconto de lettras, 7 00 ao anmo0.
A. M. de Amorim Junior, .
Pelo president
P. J. Pinto,
Pelo retario.
S RENDIENTOS PUBLICOS
Mez de setembro de 1884
,VADmaf-De I a 9 201:231$282
Idoiie de 10 S2:202A78


189


MDUUgraeve, DaI1ll z

anteaud, Ich preto



perfunuari d Goss=

BfIfl.



Dr. Bettencourt
Operates, fistulas, vias urinarias, mo-
lestias de senhoras e criancas. Estreita-
mentos da urethra tratados pela electro-
lyse sBernm dor. Affecroes de pelle e sy-
philis. Molestias do peito e da garganta.
Ewbalsamamentos. Marquez do Olinda
D. 84, das 12 As 3.

MOINHOS EXCELSIOR, para moor quaalquer
material prima, cafe torrado, milho etc
ARTIGOS DE FERRO FURDIDO ENDU-
RECIDO, come rodas para carros de caminho de
ferro de toda especie, cylindros, peas de machi.
nismo, trilhos e cruzamentos, simples e de patente.
REGULADORES COSINUS -para machines a
vapor.
MACHINES PARA QUEBRAR PEDRAS.
CRIVA(OES DE PATENTE e muitos outros
artigos de ferro batido, fundido e endurceido.
II. Gruson

Bucfkau-Magdebury

TJaCflec. 5TTYST
17--- COPO SANTO- -17
Unleeo agente


EDITAES

Edital n. 3
De ordem do Illm. Sr. Dr. inspector faco publi-
co, que no dia 2 de outubro proximo vindouro irA
A praca, perante a junta deste Thesouro, o impos-
to do dizimo de gado vaccum, cavallar e muar,
de que tracta o 48 da lei do oroamento vigente,
servindo de base para a mesma arrematagio per
munieipios as importkncias abaixo mencionadas e
correspondentes a um anne, e tenado-se de addicio-
nar A importancia da arrematacao a do impostor
addicioaal de 5 0/0.
Outrosim, o servigo de que se tracta &6 per tem-
po de trees annos, ficando porem salvo afazenda o
direito de rescindir sem indemnisacilo alguma o
contract se a Assembl6a Provincial, antes de
findar o prazo da arrematacao, eliminar da recei-
ta provincial o imposto em question.
Os arrematantes devoero presta, fianga do va-
lor total daes arremataoes qu e izerem; epara
habilitao a licitalo devermo os concurrentee
fazel-o na sessio da junta do dia 25 de setembro
proximo.
Limoeiro e Taquaretinga 2615000
Bonito e Panellas 3835000
Caruarfi 3:0815000
S. Bento 3:8405000
iqxc rroe o Orvata 8375000
Bomrn Conselho e Aguas Bellas 5:146,000
Brejo 3:7155000
Born Jardia 8175000
Cimbres e Alagoa de Baixo 3:3085000
Buiquee Pedra 1:5705009
Flores de Ingazeira 2:2205000
Villa Bella e Triumpho 2645000
Boa-Vista e Petrolina 2645000
Cabrob6 e Salgueiro 2645000
Ouricury, Granite e Exu 2645000
Tacarat-A e Floresta 5005000
Garanhuns 4:238,000


Total
Secretaria do Thesouro
to de 1884.


31:1725000
Provincial, 21 de ages-


0 secretario,
Affoeo de Albuquerque Melo.
0 Dr. Adelino Antonio de Luna Freire,
official da imperial ordem da Rosa, juiz
de direito privativo de orphaos da comar-
ca do Recife, por Sua Magestade Impe-
rial e Constitucional o Sr. D. Pedro II,
a quem Dens guard, etc.
Fago saber aos que o present edital virem, ou
delle tiverem conhecimento, que no dia 16 do cor-
rente, depois da audiencia deste juizo, e A reque-
rimento de Bente Manoel Carlos de Mello, inven-
tariante do espolio da finada D. Francisca Roma-
na Moreira da Costa, irlo A praga para sereom ar-
rematados por quern mais tier, os bens seguintes,
pertencentes ao referido espolio;
Uma casa terrea n. 81 na estrada do GiquiA,
corn sotea, trees portas de frente, corn .portto de
ferro ao lade e jardim, contend 3 salas e 2 quar-
tos no pavimento terreo, 2 salas e 1 quarto na so-
tna, medindo 5 metros e 40 centimetros de vao,
sobre 16 metros e 75 centimetres de comprimento,
com o sitio correspondent, avaliada pop 5:0004.
Urma dita n. 81-A, corn 3 portas de frente, por-
tdo de madeira ao lade, sem repartimento no pavi-
monte terreo, 2 salas e 1 quarto na setea, urn te-
lheiro, pf. rte do terreno muramdo na frente, arvore
dos e sitio correspondent, a limitar corn o da casa
precedent, avaliada per 5:0005.
Uma casa terrea im terreno proprio, n. 83, d4a
DESPACHOS DE EXPORTAVAU
Em 9 te setembro de 1884
Para o exterior
No vapor inglez Chrisolitc, carregou :
Para Liverpool, J. F. de Sant'Anna 325saccas
corn 20,635 kilos de algodao ; S. Nogueira & C.
600 pelles de ecabra.
Pora o Interior
No lhgar portuguezr Temerario, carregou :
Para o Rio Grande do Sul, Amorim Irmios &
C. 890 barricas corn 105,172 kilos de apucar
branco.
No pataeho national Positive, carregou :
Para o Rio Grande do Sul, J. S. Loyo & Fi-
lho 449 barricas comrn 22,995 kilos de assucar
branco.
No brigue hespanhol Eduviges, carregou:
Para Santa Catharina, D. M. de Sant'Anna
3,000 cocos fructa Amorim Irmaos & C. 32,000
litros de sal.
No vapor national Jaguaribe, carregou :
Para Bahia, A. M. Ferreira 50 saccas corn 8,760
kilos de algodfio.
Para Penedo, S. de Amaral Irmaos 1 barrica
com 60 kilos de assucar regnado.
N hia te ndcal D. Juli, carregou :
aMsa raaty, P. Pinto & C. 20 barris corn
1,8WX litw4meI.,. -11 m
N- N -ar national Caroliaa, carregou :
Para r ainossi, E. C. Beltro & IrmrAo 67 bar
ricasoom 2,584 kilos d4oasucar blanco e 6 ditas
coin 403 dit-do dito 1re *ado Aeides Fonseca
10barriBw m,96W 4itra 4de cuatdwnte. *


Um dita dita sob n.91, na mesma estrada, corn
as dimenswes e divises da precedent, avaliada
por 60M0.
Umsdita dita sob n. 93, na mesma estrada, e
comrn as dimensoes e divisoeg da preeedente, ava-
Hiu paor4-5Of 0(
Uma dita 4de tijolo e eal em tern oforeiro, sob
u. 95, nanesma esOtAda, O repartiiento, medin-
do 4 metros e 45 centimetros de frente, e 13 me-
tros e 75 centimetros de fundo, corn duas portas
na frente, avaliada per 500;000.
Uma dita dit, sob n. 97, na mesa estrada de
Giquia, corm port e janella na frente, 2 alas, 2
quartos, cosinha externa medindo 4 metros e 95
centimetros de largura e 13 metros e 73 centime-
tros de fundo, avaliada por 8005000.
Um terreno foreiro corn 20 metres de frente,
avaliado per 8005000.
E pars que chegue ao conheiimento de todos
mandei passar este edital que sera affixado no lu-
gar do costume e publicado pela imprensa,
Dado e passado nesta cidade do Recife capital
da provincia de Pernambuco, aos 3 dias do mez
de setembro de 1884.
Eu, Jose Ignacio Pereira do Lago, escrivao in-
terino, fiz escrever e subscrevo.
Adelino Antonio de Luna Freire.
Secretarla da Preoldeaela de
Permambueeo, e1m 0 de setem-
bre 1884. V seeeio.
De ordem do Exm. Sr. desembargador presi-
dente da provincia e em observancia do disposto
no art. o1 30 do decreto n. 4668 de 5 de janeiro
de 1871, fao public que per portaria de hoje
datada, foi nomeado o Sr. Generoso Jose de Mou-.
ra para servir provisoriamente o officio de parti-
dor e distribuidor do termo da Escada.
0 secretario,
J.'A. de 'lbuquerque Maranhldo.
Antonio Marques Correia, juiz de paz do 1. anno
da parochia de S. Salvador da S6 de Ohnda, cm
virtude da lei, etc.
Tendo de se proceder no dia 20 do corrente a
eleigio de um vereador da Camara Municipal, em
virtude de vaga existente, convoco os juizes de
paz do 2' e 34 annos : tenentes Jos6 Carlos do
Rego Valenca e Manoel Jos6 de Castro Vilella, e
os immediatos cm votos ao do 4o anne, capital
Frederico Colombiano da Silva Guimaraes e te-
nente-coronel Herculhno Cavalcante de Albuquer-
que a comparecerem no dia 19, as 9 horas da ma-
nha, no pago da Camara Municipal, afim de fa-
zerem parte da mesa eleitoral que se tern de or-
ganisar, de conformidade corn o art. 98 do regu-
lamento approvado polo decreto n. 8213 de 13 de
agosto de 1881 ; devendo o que nao poder com-
parecer participar o seu. impedimento per escripto
ate as 2 horas da tarde do mesmo dia 19, sob pena
do 14 do art. 232 do citado regulamento.
Parochia de S. Salvador da S6 de Oliada, 5 de
setembro de 1884. E eu Manoel Alves de Oli-
veira Braga, escrivao interino, escrevi.
# A. Marques Correia.
0 cidadlo Joao Gomes de OlhIveira, president da
junta parochial, na falta do 10 juiz de paz desta
treguezia
Faz saber que, tendo a junta parochial conclui-
do hoje os trabalhos de sun segunda reuniao, ne-
nhuma alteracao fez no alistamento publicado em
12 do mez proximo findo, e que remette o mesmo
ao Dr. Joaquim da Costa Ribeiro, juiz de direito
e president da junta revisora, perante a qual
devem os interessados allegarem o sou direito, e
uswitem dos recursos da lei.
E para que chegue ao conhecimento de todos
mandou passar o present, que sera publicado e
affixado na port da matrix desta freguezia de S.
aei Pedro Gongalves do Recife, aos 10 de se-
tembro de 1884.
Eu, Benjamin Am6s Jos6 da Fonseca, escriv'"o
de paz c secretario da jun a, o escrevi.
Joao Gomes de Oliveira.
A Car#ara Municipal da cidade Jo Recife
faa constar a quern interessar possa, o artigo de
pestura, abaixo transcripto, approvado proviso-
riamente per acto da presidencia da provincia de
2 do corrente.
Artigo unico. Ninguem podera conservnr no
interior das casas ou qumntaes qualquer animal
que possa occasional lama ou imnmundicias.
Os yafractores pagarao a multa de 105000 e o
duplo na reincidencia, send removidos os animals
para deposito public e arrematados perante o
juizo de paz, se nao forem reclamados no prazo de
tries dias polos respectivos donos, ou nao quize-
rem pagar a multa..
Paco da Camara Municipal, do Recife, 5 de
setembro de 1884.
Jose Candido de Moraes,
President.
Leoncio Quintino de Castro Leao,
Amanuense, servindo de secretario.

Edital u.....
A professor publiea Maria Augusta da Silvei-
ra, removida em 23 de agosto findo da cadeira
primaria do seo roeminino de Capoeiras para a de
igual sexo em Tamandare, devera assumir ahi o
exercicio no prazo de 60 dias, a contar da remo-
9ao, o quo se declara de ordem do inspector geral.
Secretariat da Instruccao Publica de Pernam-
Duco, 5 de setembro de 1884.


0 secretario,
Pergentino S. de Araujo Gauacdo.


EdIta In. 663
Fago saber aus senhores professors publicos,
que ate o dia 30 de novembro proximo future deve
ser remettido A eata repartigio e entregue ao por-
teiro, que darai recibo, o officio que cada umn
delles (corn excepgao dos interinos, adjunctos, ju-
bilados e contratados) p6de dirigir ao inspector
geral da instrucAo public parade o fim de elege-
rem, dentre os professors mencionados na rela-
cgao infra, um que os represent no conselho litte-
MOVIMENTO DO PORTO
Navies entrados no dia 10
Macio-17 dias, patacho national Estephania, de
215 toneladas, capitol Ivancick, |equipagem 7,
carga sal ; a Henry Forster & C.
Bahia-5 dias, barca norueguense Qvoc, de 465
&toneladas, capitAo Olsen, equipagem 11, em las-
ti o ; a Hermann Ludgren & C
Sahidosno mesmo dia
Bahia e escalas-Vapor national Jaguaribe, comn-
mandante Francisco A. da Costa, carga varies
generous.
Santos-Patacho hespanhol Prim, capitao F.
Truch, carga assucar.
Observaqao

Suspended do Lamario parao Rio Grande do
Norte. o patacho norueguense Maria, capital J.
Mathesen, em lastro.


VAPORES ESPERADOS


ElbeI
Afandop
Advawtc
Taow
Caraval


da Europa
do sul
de New-port-News
do norte
dosul
dos&Bhia
11*'da Europa
da Europa
**doM .:1~p


hoje
hoje
hoje
amanhi
a 14
a 14
a 16
. 17
a 18
a20


1 J a.
-^: .. '.a


7


14TOMAQ 10





84000 para ter toldo ou empanada fixa.
55000 para ter toldo ou empanada volante.
104,,00 par& ter eas de banhos publicos.
5001 por mascate de ouro, prata e pedras pre-
ciosas.
61000 por capataz, 40 por talhador ou m*&4-
refe.
61000 por cada vacca de leite qite andar ven-
dendo pelas ruas.
101000 por vendeder de bilhetes de loterias.
61000 per cads espectaculo de qualquer natu-
reza ou divertimento public corn entrada paga.
A mesma secretaria scientific a todos os dons
dos diversos estabelecimentos de port aberta,
para que venham pagar os impostos atrasados que
se acham a dover do exercicio passado, bemn como
os demais impostos acima declarados, e tragam ou
mandem o ultimo conhecimento pago.
Secretaria da Camara Municipal do Recife, 1
,le setembro de 1884. 0 amanuense, servindo
de secretario,
Leoncio Quintino de Castro Leao.

Edital n. 15
la praca
De ordem do Illm. Sr. inspector se faz public,
que as 11 horas do dia 12 do corrente mez sera
vendida em leilao, no trapiche Coneeigo, a mer
cadoria abaixo declarada:
Armazem n. 1
Marea PC, 1 caixa n. 118, vinda de Hambu0go
no vapor allemao Pemnambuco, entrado em julho
do corrente anno, contend 82 kilogrammas de ro
tulosde mais de urma cor, abandonada aos direitos
pela firma Passo & C.
Terceira seccgao da Alfandega de Pernambuco,
9 de setembro de 1884.-0 ehefe,
Cicero B. de Mello.

Edital n. 14


l,"-d Pa:0e*r e 84 *u $ ri-
l p r S Saravaad -
n" # Ogp1f 4_r ,PergpeftlOw W ,A gd
v et,, rreguesias PlegUezia de S. 8Fr. $woGeavos .
Primeira cadeira, Galdino 3. Pereir de Barros.
Segunda dita, BonjaitN Ernesto Pereia da
Silva.
Freguezia de Santo Antonio
i Primeira cadeira, Auguoto Jos6 Mauricio Wan-
derley.
Sagunda dita, Josa Martiniano de S6uza.
Terceira dita, Manoel Antonio de Albuquerque
Machado.
Quinta dita, Joao Landelino Dornellas Camara.
Casa de Detenao, Joao Fetnandes Vianna.
Freguezia de S. Jos6
Primeira eadeira, Liberato F. de Miranda Ma-
eiel.
Segunda dita, Benjamin Constant da Cunha
Salles.
Quarta dita, Izidoro de Freitas Gamboa.
Quinta dita, Torqnato Laurentino F. de Mello.
Marcilio Dias, Antonio Maximo de Barros Leite.
Rua Imperial, Tranquihnor da Cruz Ribeiro.
Freguezia da Boa-Vista
Primeira cadeira, Simplicio da Cruz Ribeiro.
Segunda dita, Geminiano Joaquim de Miranda.
Terceira dita, Joao Jose Rodrigues.
Quarta dita, Felix Valois Correia.
Quinta dita, Francisco Carlos da Silva Fragoso.
Campo Verde, Henrique de Miranda Henri-
ques.
Santo Amaro das Salinas, la Manoel Roberto
CarValho Guimaraes.
Idem 2a Ricardo Fonseca de Medeiros.
Freguezia de N. S. da Graga
Capunga, Jose Joaquimn Borges Uchoa.
Estancia, Antonio Juvino da Fonseca
Cruz de Almas, Vietorino Antonio de Alean-
tara.
Becco do Espinhciro, Francisco Silverio de Fa-
ria Junior.:
Encruzilhada do Rosario, Adolpho Silvino Ban-
del.
Freguezia de Afogados
Primeira cadeira, Cyrillo Augusto da Silva
Santiago.
Terceira dita, Martinho da Silva Costa.
Magdalena, la Ihristovo de Barros Gomines
Porto.
Remedies, Caetano Francisco Duraes.
Torre, Hermelino Elizeo da Silva Caneca.


Camara Municipal
Pela secretaria da Camara Municipal do
Recife se faz sciente aos interessados que do 1
de outubro proximo vindouro sao contados os 60
dias da lei para todos os contribuintes virem ou
mindarem pagar os impostos de seus estabeleci-
mentos e os mais creados por lei, conforme abai-
xo se v :
3 0/0 sobre estabelecimento de port aberta.
201000 sobre casas de negocio que vender be-
bidas espirituosas.
201000 para vender fogos artificiaes.
201000 para ter casa de rancho.
20100 7pars garapeiras.
4,000 para ter quitandas.
301000 por casa de sobrado que conservar va-
randas de madeiras.
500 rs. por metro de terrenos nao murados.
51' 00 para montar e ter guindastes.
105000 para ter sobre agua pontes ou trapiches.
61000 para ter estaleiros.
201000 para ter casas de jogos nao prohibidos.
5001 pars ter casas de penhores.
201000 pars ter olaria.
304000 pars ter estribarias de cavallos de trato
ou de aluguel, de vaccas ou bois.
F6ros de terrenos municipaes
5,000 por cada embarcaoo que retalhar gene-
ros atracada ao cases e pontes.
151000 para ter theatrinho, tivoly ou qualquer
divertimento corn entrada paga.I
10S000 por carro ou carroga de transport ou
aluguel.
41000 por bote, laneha ou qualquer embarcacao
empregada no trausporte do passageiros e suas
bagagens.
300 rs. por carimbo de vehiculos e embarcac5es
de transport de passageiros e bagagens.
101000 por cada viveiro de peixe e 101 per ca-
da curral dc apanhar peixe.
5,?000 por forno de fazer cal.
301000 por baixa de capim.
201000 por machines a vapor para qualquer
mister.
40 rs. por pO de coqueiro.
1001 per mascate de fazendas, miudezas, etc.
61000 por amolador, engraxador, ganhador, bo-
leeiro e outra industrial que se exeroa nas russ.
501000 para ter barracilo de vendor generous,
estabelecido a margem das estradas de ferroe
201000 por casa de sobrado e 101 per casa ter-
rca, cujos quintaes deitem para outras ruas e nao
estejam murados na altura do paviasento teroeo.
101000 por casa que nao tiver passeio em ruas
ia calcadas.


0 chefe,
J. H. C. de Barros Campello.
Relagao dos escravos collectados por exer-
cer o officio de magarefe, estivador oft
outro qualquer officio mechanic, de con-
formidade corn o 22 do art. 10 da lei
n. 1,810, na frmguezia do Recife, relative
ao exercicio de 1884 85, pelo lan9ador
Jose de Pinho Borges.
Rua do Visconde de Itaparica
Antonio Jose Furtado, quatro escravos, Joao,
Francisco, Luiz e Antonio.
Martins Cordeiro & C., urn escravo, Manoel.
Jos6 Peixoto da Fonseca, um escravo, Ignacio.
Manoel Francisco Marques, seis escravos, Luiz,
Luiz Gonzaga, Luiz Carnauba, Jacintho, Jorge e
Izidoro.
Francisco de Paula Amorim, um escravo, Fran-
cisco.
Rua de S. Jorge
Jos6 Born da Silva Oliveira, tires escravos, Joa-
quim, Vicente e Joaquim Cambinda.
Luiz Jose Rodrigues Pinheiro, um escravo, Fe-
lippe.
Herculano Jos6 Rodrigues Pinheiro, quatro es-
cravos, Manoel, Matheus, Leandro e Manoel Novo.
Adolpho Fernandes da Silva MantA, quatro es-
cravos, Justino, Luiz, Marceline e Fraticisco.
Antonio Henrique Mafra, dous escravos, Geral-
do e Vicfnte.
Manoel Estanislao da Costa, quatro eoscravos,
Pedro, Manoel, Josee Affonso.
Rua do Barao do Triumpho
David Ferreira Baltar, um escravo, Jorge.
Jos6 Velloso Soares, dous escravos, Turibio e
Juvencio.
Euzebio da Cunha Beltrio, escravo, Elias.
Fonseca, Irmio ,& C., um escravo, Honorio.
Francisco Rioeiro Pinto Guimaraes, quatro es-
cravos, Juliao Velho, Manoel, Rodolpho e Caetaso.
Rua da Restaurago
Bellarmino Aves Arofa, seis escravos, FeIpe,
Felix, Leonardo, Manoel, Ignacio e Joaquim.
Primeira secao do Consulado Provincial, 9 de
setembro de 1884. .


MD -1- OO AW -


"ebe noasa propostta#s paa o ime ntosi mu-
oear, 5endo de la, 2#e 3a poutem e turbin~aos, que
for neceuaatriopar eB asftabeecunentos a IOU car-;
goi, sab. Pbe:Pdvo1, Hospital dos La-
zaros, Hospitas YwOiw e, on Jo9 d4eBaros,
Casa doe expoatoe, As*t de mendiewidade Nopi-
cio de alienados, na Tamiarineira,- e CoUegio das
orphl, em ORind notrimestre de outubo a de-
zembro do rorrete anno.
As proposals deverlo ser em cartas fechadas,
devidamente aelladas, indicando o fiador e obri-
gando-se o arrematante a pagar multa de 5 "/o
sobre o valor LtOW d fffaecinMBto, soe no prazo
de 3 dias nao vier assignar o competente termo-
Secretaria da Santa Casa de Misericordia do
Recife, 10 de setembro de 1884.
1 0 escrivao,
Pedro Rodriques de Sousa.
A Illma. junta administrative da Santa aia
de Miserieordia do Recife, na sala do suas ses-
s5es, pelas 3 horas da tarde do dia 16 do corrente,
recebe propostas para o fornecimento --do pAo e
bolacha quo for precise para o collegio das or-
phas em Olinda, no trimestre de outubro a de-
zetmbro do corrente anno.
As propostas deverao ser cm cartas feehadas,
devidamente selladas, indicando o fiador, e obri-
gando-se a pagar a multa de cinco por cento so-
bre o valor total do fornecimento, se no praso de
3 dias nao vier absignar o competent term.
Seeretaria da Santa Casa de Misericordia do
Recife, 10 de setembro de 1884.
0 eserivAo,
Pedro Bodrigues de Souza.
A Illma. junta administrative da Santa Casa
ds Misericordia do Recife, na sala das suas ses
soes, pelas 6 horas da tarde do-dia 6 do corrente,
recebe novas propostas para o forneeimento da
carnet verde, da melhor qualidade que houver no
mercado, e que for precise para os estabelecimen-
tos A seu cargo, a saber : Hospital Pedro II, hos-
pital dos lazaros, hospital dos variolosos, em Jolo
de Barros, casa dos cxpostos, asylo de meudicidade,
hospicio de alieniados, na Tamarineira, e collegio
das orphis, em Olinda, no trimestre de outubro A
dezembro do corrente anno.
As propostas deverao ser em cartas fechadas,
devidamente selladas, indicando o fiador, e obri-
gando-se o arrematante A multa de 5 olo sobre o
valor total do fornecimento, se no prazo de 3 dias
nao vier assignar o competent termo.
Secretaria da Santa Casa de Misericordia do I
Recite, 10 de setembro de 1884.
0 escrivao,
Pedro Rodrigues de Souza.
Club Carlos Gomes
Assembla geral
Convida-se aos Srs. socios a se reunirem em as-
semblea geral, no dia 14 do corrente as 11 horas
da manha, para ouvirem a leitura do relatorio dos
trabalhos do conselho administrative, no anno so-
cial de 1883 a 1884, e para proceder-se a elei9ao
dos funccionarios do novo conselho.
Secretaria do Club Carlos Gomes, 10 de agosto
de 1884.
0 secretario,
Andre Ferreira da Costa.

Congress Litterario Scientifico
Funcciona hoje, As 4 horas da tarde, em. sessao
ordinaria, ha rua do Bargo da Victoria n. 50 pri-
meiro andar, para a ultima discussao dos estatu-
tos. e pede-se o comparecimento dos senhores
socios.-O secretario,
Henrique M. Palmeira.

Obras publicas
De ordem do Illm. Sr. Dr. engenheiro chefe,
fago public que, em virtude da autorisagao con-
cedida pelo Exmn. Sr. desembargador president
da provincia, vio em praqa no dia 19 do corrente,
ao meio dia, perante esta reparticao, os reparos
de que precisa a cadeia da cidade de Nazareth,
corn o augment de 10 0/0 sobre a importancia do
orcamento de 1:3311.
As condic5es do contrato acham-se nesta secre-
tai-ia para seem examinadas pelos prctcudentes.
4Secretaria da reparticao das obras publicas, 9
de setembro de 84.-0 official, secretario,
JoS Joaquim de Siqueira Varejao.

Consulado Provincial
Altera9es para mais no lan~amento da de-
cima da freguezia da Boa-Vista para o
exercicio de 1884--1885, feitas polo lan-
9ador Antonio Soriano do Rego Barros.
Rua de Santa Rita
N. 6. Um sobrado de um andar e loja
pertencente a Antonio Fernandes
Lima, arrendado por 4001000
N. 1 A. Urea casa terra de Francisco
Freire da Silva, arrendada por 721000
Rua de S. Goncalo
N. 82. Urea casa terrea de Jos6 Pereira
de Carvalbo, arrendada por 3731000
1." Seccao do Consulado Provincial, 9 de setem-
bro de 1884.


Recife, lo1 de setembro de 1884.

Associlo rhBO t Bsh iI-


Asseihbl6a geral
De ordem da direetoria e de conformidade corn
o 11 do art. 58, convido os senhores associados
A comparecerem na sede social, domingo 14 do
corrente, as 4 horas da tarde, para tomarem co-
nhecimento e votarem assumpto de alto interesse
social.
Secretaria da direetoria da Associaggo Portu-
gueza do Beneficencia, 10 do setembro de 1884.
0 secretario,
Manoel Lopes Ferreira.

EMPREZA 1DO 4GZ

-0 Gerente pede aos

Srs. consummidopes que

queirain fazer qualquer

comunicacAo ou recla-

maoi1, seja esta feita pop

escripto e a die dirigida,

que se achara os dias

uteis, a rua do lmperador

n Idas, ; 0 h as da

maidh i hora dale de,

onde tambem se Pece.
Iber -qualqur eonta que


tratar da rdfima, ^^ ^BB~ l 'l ^',B
reanido domingo (7) e' ..


Obras Publiceas
De ordem do llm. Sr. engenheiro chefe, fao
public que, em virtue de autorisagao do Exm.
Sr. desemntbargador president da provincia, v1o
em pra-a, perante esta repartigie, no dis, 19 do
oorrente, so meio dia, as seguiate.obrab:
Repamros dalas" 4ptd o ra A -.
SBella e'doacougan idadedo
,*Ri6 o r.m.osil ,.,l ,.t 1:450F9000
Idem do edifli"ip d a e a
publics, na mosma c -deem... 2604000
Idem da ponte sobreo ario Serinhbet
no engenho Gindiay, em.a....... 1:500ACOO
Os orgamentos e mais condi 5es 4o contract
acham-se nesta oecretaria para serem examina-
dos pelos pretendentes,
Secretaria das Obras Publicas, em 5, de Setem-
bro de 1884.
0 official secretario,
Jodo Joaquim de Siqueira Varej*o.
SOCIEDARDE

AniRai di Mh'Mltura t

Periieiac..
Conselo admilnmttratilvo
Previne-ce a todos os Exas. membros do mes-
mo conselho, que visto nao se ter podidq verifitar,
per falta de numero legal, a sessao marcada para
o dia de hoje, ficon designado o dia quarta-feira
10 do corrente para nova sessao, na qual dehbe-
-rar so-ha corn os membros que comparecerem, de
accord corn o disposto no art. 30 dos estatutos.
Recife, 2 de setembro de 1884.
Henrique Augusto Milet,
Secretario geral.

Juizo dos leitos da fazenda
Escrivao Torres Bandeira
No dia 19 do corrente, depois da audiencia, irao
A praia por venda, os predios abaixo declarados,
penhorados por execueo da fazenda provincial.
S. Jose
Casa terrea rua da Victoria n. 6, corn 5 me-
tros e 30 centimetros de largura, 8 metros e 30
centimetros de fundo, 1 porta e 2janellas, 2 salas,
2 quartos, gabinete ao lado, cosinha fora, quintal
murado, avaliada em 1:5001, pertencente a Ma-
noel do Carmo Ribeiro.
Boa- Viagem
Casa terrea a rua da Gamelleira n. 21, corn 3
metros e 45 centimetros de frente e 10 metros e
20 centimetr9s de fundo, 2 salas, 2 quartos, cosi-
nha f6ra, quintal em aberto, por 3204, pertencente
a irmandade de N. S. da Boa-Viagem.
Olinda
Casa terrea A Estrada Velha d'Olinda n. 2, corn
4 metros e 45 centimetros de larigura, 10 metros e
85 centimetros de fundo, porta e janella de frette,
terraqo, 2 salas, 2 quartos, cosinha f6ra, quintal
muradoo e um telheiro no fundo, avaliada em...
300A, pertencente a Ludgero Teixeira Lopes.
Popo
Casa terrea A Estrada do Arraial n. 68 B, corn
2 janellas de frente, 6 metros e 60 centimetros de
frente, 10 metros e 50 centimetros de fundo, 2 sa-
las, 2 quartos, cosinha f6ra, avaliada em 250s,
pertencente a Galdino Antonio Soares.
Apipucow
Casa terra no lugar da Levada n. 26, corn 12
metros e 50 centimetros de largura, 7 metres e 85T
centimetros de fundo, 2 portas e 1 janella de fren-1
to, 2 salas, 1 salio, cosinha f6ra, quintal em aber-1
to, edificada em terreno a'rendadio a Symphronio
Olympio de Queiroga, per 2001, pertencenta al
Florencio Jose Carneiro Monteiro.
A luguel
Casa A rua Imperial a. 19, corn porta e janella
de frente, 2 salas, 2 quartos, cosinha internal e
quintal cercado, corn a base de 10 moensaes, per-
Armunao de amareUo, today enveaizada, corn
pequenos balcoes, em cads lado, e 1 espelho gran-
de, existente no estab1lecimnet0 a zua do Barao
da Victoria n. 45, pertoncente a Arruda Vascon-
cellos & C. avaliada em 5006000.
Armaco corn baleao, 4 caixoes de madeira do
pinho, pintados do amarello, 1 balanca, 2 teros
de medidas e 1 terno de pezos, existent no esta-
belecimento a rua do Mocotolombr6 n. 65, ava-
hados em 2001000, pertencente a Boaventura
Jose de Mello.
Mevcadorias
150 caixas corn genebra, de divereas marcas,
avaliadas em 4206000, 28 depositos pars ospiritos
avaliados em 2441000. Urn cofre de ferro-ava-
Liado em 1006000, existent no estabelecimento A
rua de Domingos JosA Martins n. 12, e perten-
cente a Moreira do Cabo & C.
Quatro pipas e 2 meias ditas, avaliadas em 40j.
Seis caixas corn genebra em 121000, e 12 garrafoes
em 121000, petencente a Jose Joaquim de Lima
Bairde.


IMPERIAL


DE
SEGURO9 CONTRA FOGO
-EST: 1803 -
Edifiios e mercadoris
Taxas baixas
Prompto pagamento de prejuizos
CAPITAL
Rs. 16,000:000;000
I Agente8
BROWNS & C.
N. 5-Rua do Commercio-N. 5

INDEMNISADORA
uma seguros maritimos e contra
FOGO
LARGO DO CORPO SANTO
SCOMPANHIA AMPHITRITE


ii.-os pnoloros
N. 9--Pra9a po Corpo


6 torrsu-os
Santo--N. 9


SCOMPAHHIA DE 8UROS
CONTRA FOGO
North British & Mercantile
CAPITAL
:000,000 de libras sterlinmas
A GBENTEBS
Admison Howie & C.
RUA DO COMMERCIO N. 3.

SIGIUNt

CONTRA FOGO
The Liverpool & London & Glob

fNSSUIRANCE COMPANY
\I AGENTS

DaBuers Broorst & C.
11--CORPO SANTO.--11


SEGUROS
ITIMOS CONTRA FOGO
Companlhia Phenix Per-
nambueana
Rua do Commercio n. 34.

THEATRE


ANTIA


8AH~L


-!m ia ftmoaica z Dotun

Emilia Adelaide
| DInECTOR GEBNTE


$OAOGIUL

Iuhintafeira H-de temiro
Benefieio do actor
tLVLM
A-MM, HAI
om a primeira representagio do muito applau-
dio drama em 5 acetos e 7 quadros de OCTAVE
F UILLET, traducio de J. J. ANNEJA.
go que tomam part a insigne actriz :

MILtA ADELAIDE

E o beneliciado


-'0 VwMM poeiks 4RO0OWOi g hS a
op contado. -
Pa araUga% p"Baamen, --OA-eaidaa ix
a fttee: tractaimem cwo

logott~ Lowie
9 RUA DO COMftlROIO^ -9


p"hr.


rieds: Inglrzez
Gereaite.




Dankbu1eana
ted odo oin reni d- a32.
pow -todot S Os vpoms- so1bre 08 ca-
1o dia 2vfdoe anca em gat slegal
'ii b ioa, a dos, Capeistasni7. 7 ON

C, panIAde Seurol BPhenlix

Pernanibucana
N i p tend corparocido A reunigo de assemblca
I emal o0 dia 26 deagooto pamnado nunioro legal
S eoni satas para no termos do art,. 42 dos
tat to deliberar sobre a alterago e reforms
Jos niesmos; o novamente convidados a com-
Sarecer A reunilo que deverA ter lugar no dia 16
6 corrente, A 1 hora da. tarde, na sde desta
rompanhia. Recife, o de setemnbro de 1884.
Os directories,
Luiz s Duprat.
Manoel Gomes do Mattos.
JoM Jose Rodrigues Mendes.


0 vapor

Aconcagua
Espera-se dos postoS
"..an, do sulatW o dia 25 de
-i d o' setembro, seguindo pa-.
mra a Europa depois da
i n'demora do costume.


Para carga, passagens, encommendas e dinheiro
a frete; tracta-se comos
Consignatarios
Wilson Sons & C., Limited
N 14- DOCOMMERCIO N. 14.
Companhia Bahlana de Navega-
lio a Vapor
Macei6, Villa Nova, Penedo, AracajA,
Estancia e Bahia
0 vapor
Caravellas
Commandant Trindade
C E' esperado dos portos aci-
ma ate o dia 14 de setembro,
e regressari para os mes-
H in os, depois dademora docos-
tume.
Para carga, passagens, encommendas e dinheiro
a frete tracta-se na
AGENCIA
7-Rua do Vigario 7
Dbonmingos Alves Liheus
COMPANIHIA PR]NAM UCANA
DE
Navega~lo eosteira por vapor
Fernando de Noronha
E Segue no dia 11 do
s 10 corrente ao meio dia,
vapor G-iquidt, corn-
mandante Mafr
Recebe caiga at6 o
10.
Encommendas, passagens o dinheiros a frete at6
As 10 horas da manhi do dik da sahida.
ESCRIPTORIO
Caes da Companhia Pernambunana
n. 12.

ROYAL RAIL STEAI PACuET
CBEIANY

grande reduce o nBs pre~os das
passage us
0 PAQUETE A VAPOR
Tanar


Commandante A.


E. Bell
] esperado
dosul-nodia 14
do corrente, se-
guindo depois


da demora nemesaai para Lisboa, Southampton,
etc.
Tem optimas accommodates.
Passages para a EuroSa podem ser tomna-
das na ida dosmpores para o sul
Bedueneo nos pipeeos para o Rio
de Janiro
1. clause 9(".9 e1' dasse 27M000
0 PAIETE A VAPOR
Elbe


K

if
4
t
Sabidas

a
if
Chegada
a
a
a
a
if
a


W aedt .d.... ...
Bgnoad-Ayrea ,, 1
VOLTA


BuenooAvrcs
SaM te
Riode Janeiro
Bahia
Mace16
Pernmbuco
S. Vlcente
Lisaboa
Vigo
Southampton


17
18
S 24
S 27


ii
0.


1ni11dSWM*asiliaili S..C.
0 VAPOR
AdvAnce

Espera-se deNew-Port-News
j\\ ,^ Vi ate o dia 11 de setembro, Pa-
pguindo depois dademora ne-
ceossariapara
Rahia e Rio de Janeiro
Pelos vapores desta companhia dao-se passa-
gens para Liverpool ao prego de 200 dollars ; o
passageiro desembarcaado em New-York ternm ga-
rantia a passagens para Liverpool quando Ihe ap-
prouver por vapores de la ordem.
Para carga, passagens, encommendas e valores,
tracta-se corn os
AGENTS
Henry Forster & C.
S8 -- RUADOCOUKMtCO -1 N. 8
1.'andar

pacific Steam Navigatioi Compar
STRAITS OF MAGELLAN LINE
0 vapor
Patagonia
Espera-se da Eu-
Sropa atA o dia 28
de setembro e se-
guiri parao osul
depois da demora
do costume.
Para carga, passagens, encommendas e dinheiro
a frete: tracta-se comos
Consignatarios
Wilson Sons & C., Limited
N. 14 -RUA DO COMMERCIO-N. 14


BEERT PINTO
Quinta-feira, 11, o de fazendas limpas e avaria-
das no eseriptorio da rua do Born Jesus n. 43.
Sexta-feira, 12, as 10 bhoras e 6 minutes partira
o bond da linha da Magdalena corn os concurren-
tes ao leilao de moves, louca, espelhes, quadros e
oandieiros, A rua do Barlo de S. Borja n. 46.

Leilao

De fazendas limpas

e avariadas
Cuinla-t[en ll lie stmbr

A's II horas

Agente Pinto
Na rua do Born Jesus n. 43
Em eentinuajao
Um lustre de cristal corn 5 braVos

Agente Burlamaqui

Leilao
De bons moves, louca e I es-
pelho grande
Quinta-feira, It de Setembro
No sobrado a rua do Imperador n. 51
0 agent acima autorisado por urma familiar
que vai de muda para a corte, vendera em leillo
ao correr do martello, urma important mobilia de
jacaranda, 1 rico toilette, outro dito pequeno, 1
eama franceza doe acaranda nova, 1 commoda, 1
guards louca, aparadores, mesa elastic, cadeiras
de junco, e outras de guarnigao, ditas de balanco,
1 mesa para escriptorio e gavetas, 1 marquezao e
outcos muitos moves e vidros, qae estario 'a vista
dos Srs. licitantes.

Leilao
De I terreno eoi 20 palmos
de frente, em Beberibe
0 agent Brito a mandado do Exm. Dr. juiz do
direito de ;ausentes, e a requerimento do Illm.
Sr. Dr. curador, vendera o terreno acima, espolio
de Elias Marinho Falcgo de Albuquerque.

Q00ta-e0]1 do co ente
Na rMn o hirador n. 24
A' 11 HIORAS


(-) 86 tocara se precisar carvio.
Para passagens, fretes, etc., tracta-se corn os
.CONSIGNATARIOS
Adamson Howie & C.
3-Rua do Commerel--3

Para o Ceara

I Segue o hiate national S. Louren
o com brevidade, por ter prompt
parte de sen carregumento ; a
U B tmratar no escriptorio de Bartholo-
meun Lourengo, a rua da Madre de Dens n. 8, ou
no cases do Loyo, a bordo, corn o mestre.
Companhila Brasileira de Nave-
gaao a Vapor
PORTOS DO NORTE
0 vapor
Manaos
Commandante Guilherme Waddnigton
E' esperade dos portos do
,~ -' r ai. sul ate o dia 11 de setembro
-' -.n^ ,^ e seguirA depois da demo-
-:> s^-<. ra indispensavel, para os
: ;:. portos do norte atW Ma-
aos.
Para carga, passagens, encommendas e valores,
cracta-se na agencia
46 RTJA DO COMMERCIO 46
PORTOS DO SUL
O vapor
Ceara
Commandante o 1.0 tenente Gu'ilherme Pa-
checo
E' esperado dos portos do nor-
te at6 o dia 12 de setembro e
seguira depois da demora
do costume para os portosdo

Recebe tambem carga para Santoe 3 Rio Gam.
de, frtee modico.
Para carga, passagens, encommiendas valores,
tracta-se na agencia
46 RU DO A COMMERCIO -46

Attenvao
Vende-se uma barcaca muito bemconstruida,
pintada de novo. e suas pertengas,* tudo em opti-
mo estado de censervagao; a tratar corn Manoel
Fiuza & C., rua Imperial n. 229.


LEILOES














moa -agja- siti d*A &Je .o
upsumn frmgutja1 mdindo 3 ma. e5 e.freato
a pi. de ftudo, terreno foreiro. '
Um itio nai e tra4aov daV Ya&tze o agun
arvoredos, medindo '-82 m. de-rente, fund 296
terreno proprio e corn Cas do taipa..
-Moveis, 1 marqueza, 6 cadeiras, 2 banquinhas.
2 castipaes de vidro, 1 eaudieiro, 1 ipeia commoda,

Leilao
Em continua~ao
Da armagSo de awarello, mereadorias, co-
fre, utensilios e dividas activas existen-
tes na loja de ferragens sita A rua Duque
de Caxias n. 111, pertencentes A massa
fallida de Maia Ramos & Santos.
EM LOTES
Quintia.-feira, If do corrente
A's 10 1/- horas
POR INTERVENCAO DO AGENT
Gusmao

Grande leilao
De lonca
Constando de appareihos de porcelana para al.
moqo c jantar, inagnifieas escarradeiras de varia-
do gosto e forma, grande quautidadede pires e chi-
caras, jarros c lanternap, lustres pirar gaz carboni-
co de 1, 2, 3, 4 c 5 luzes (verdadeiro christal) que
se vendcrA ao correr ,lo miartello para feichamento
de conta.
jiillt8, 88xta oi Sab i O
Hlje, amianhai e depois
POR INTERVENQAO DO AGENT


Alfroo I Gimarafis
Per conta c risco de quemn portancer. Em sua
;Iratencia de leilao,
No armazemB da Brua do Born
CesBs n. 15
A's 11 horns

Leilao

De imporlaniles livros de direito e
litteralura de eseriplores mo-
dernos.
uxta-foira, 12 b s!taqmbro
No armazeni da rua do Imuperador n. 24
A's 11 horas
Pelo agent Martins
Em segui s se vienduer alguns movecia pia li-
quidar ao correr do mnartcello.


LeiIao
De bons moveis, espelhos.. quadros, can-
diciros e vidros, a saber
Sain da frenie
Um piano f-rte, 1 mobilia da jacarundah A L iz.
XIV coin 1 sofi 2 coso, 2olos corn pecdras, 2 cadei-
ras Acd bracos, I jardiucira, 11 cadeiras de guar-
nicao, cadeiras de b:1rlamno, escarradeiras, jarros
para flores, (-audieiros, espelhos ovaes dourados
tapctes.
IUma outara mobilia d, jaearandl coin tampos dc
pedra, 1 convenradcira ie palhia, 1 banhciro de
chuvisco, I c;:ix\i pira gt6.
friBimeiro cj uarto
Uma cama frauceza, 1 uar-da-vestido, 1 co-n-
moda, 1 lavaturio cum cspelhlio, 1 porta-joias, 6 ca-
deiras c 2 cahides.
Seguudlo quarto
Uma estinte envidm-aada, 1 canmnodi, 1 mesa
(pes toriw-olosl, 1 inarqueziuv, lavaTorio, (; cadei-
ras, 2 espelhos e 2 quadros.
Sala dejantar
Uma mesa elastiea, 1 guarda-louqa, 2 appara-
dores, 1 relogio de parede, 1 quadro, 12 cadeiras
de guarniao, louea, vidros. 1 sorveteira e muitos
outros objeetos de casa de familia.
Sextafeira, 12 do corrente
Agente Pinto
Na casa da ruia do Bario de S.
Borja n. 46
A's 10 horas e 6 minutes partiri' o bond da li-
nha da Magdalena, que dara passage gratis aos
concurrentes ao leilao.
^ 0 leiliao priucipiara as 10 112 horas.


Leilho da Semana
Soxta fo1ira, 120 St Nllr0
A's IA horas
Carmo e Silva
Mobilias novas e usadas, guard vestidos, coni-
modas, wesas elasticas apparadores, pianos, quar-
tinheiras, cabides, quadros espuihos, relogios, lou-
gas, vidcros, miudezas, ferragens, roupa fdrtta, phos-
phoros, joias, ouro e prata e outros muitos objects
que se acham presents e quo scram vendidos'
sem reserve no prego.
Na agencia

21-Travossa d o Cor Sato---27

Leilao
Da armaalo generous e utencilios da ta-
verna sita a praga do Conselheiro Jobo Al-
fredo n. 2, em lotes avontade dos compra-
dores.
Sexta-feira 12do corrente
A's 11 hIs
AGENT GUSMAO
Competentemente autorisado fara leilao da taver-
na acima mencionada pertehcente ao Sr. Antonio
Joaquim da Costa Guedes, cujo leilIo e effectuado
para pagamento dos eredores.


A it -a!e a es do Dr. O lo Brarnco,
t it& no Bberibe, e fica entire an doas etaftO!;
acha-se hm.Kny, com Wei j. dirn` a'teth gimW
1 cornmmodo8: t "aM.0se omr o projrietOti Io a Q

p ::' ~ ~ ~ ~ U -11'lia e;* IviSSW^ '^^ Sit* f*'''.' "'^
K- 4 I^I.i&t^ :B


rac petto don woa do
tokaaso NUmna orpht db 12 a
tratamerato e ednca^So.


Ms nOnf


- WAuga-se uma grande. easw3 Smato Ama-
ro, rua Lembrana do Gomes n. 4i -ito" fresca,
co ade ot, com dous grades qumtaor
mu0ados e corn boa penna d'aga : a tratar na
rua da Imperatris a. d2, segundo udar
Precisa-se de ama coaiuheira ; a tratar nA
rua da Imperatrizn. 15, priveirO andar,
Aluga-se a Iqja n. 117 T rus deAarcilio
Dias: a tratar na rua da Cruz n. 56, primeiro
andar.
Precisa-se de umn empregado para servio
braeal : na rua do Aragabo n. 37.
Precisa-se de um menino para caixeir (am
Beberibe : a tratar ca Antonio Duarte A raa da
Uniao n. 54. o
Aluga sc a casa de vivenda do DP. Castello
Branco, sita na povoagao do Beberibe. centre as
duas ultimas estaocs, con muitos commodos,
inurada, b:jnijardiirt cultivado, pintanda e limpa,
g6so de fructo dos arvoredos e bauho do rio, pro-
ximo, con born banheiro : tiata-s- corn o pro-
prietari _A rua d-ls Crazes n. 23.
Precisa-se de uma ama n' rua Duque de Ca.
xias n. 2.
OFFE.RECE-SE cosiuheiras, engon.m adei-
ras, amas de liit e e eri:idIts, para serviios de casa
de familiar ; assim come criados para qaaesquer
servi9os de casa e sitio : a tratar no largo de Pe-
dro 20 n. 73, primeiro andar.
Offerece-se uma costureira que chose e corta
por figurines : na rua de Hortas n. 86.
Deseja-se saber, onde morami as
Srs. D. D. iernardina, e .ua mIana,
conh-ecida familiarmente por moca
fSlhas da Sra. D. Maria Ramos, -4
qiuaen tern de se entregar aum legado
deixado pelo Dr. Carlo.% de Mornay,
fallecido a pouco na provincia das
Alagoas.
Em casa do padre Hello A rua do
Alecrimn n. 22.

Indice ilphabetico e lie-
s
VIPr,1 ],TO


am seos fe1xzes lilites dous weigs
n.32,2a3com a sort de 200000;O, e di
BO.I do d 2000, 16#000o e
0 meswo abaixo assignado convidla,
possuidor4s A vhvmm receber a couf'0 r
,lade do costume, sem desconto a! .,-
Acham-se A venda os felizes bh
garantidos da 1." part das lotera
beaeficio da matriz de Vertentes, 0(7
que se oextrahirMA no sabbado, 13 do c
rente.


PREft


Inteiro
Aleio
Quarto
am porvo
Inteiro
Meio
Quarto


40000
2#OOO
2#000
16000
de 100o000
elma
30500
1#750
#875


paia


Joao Joaquim da Costa Leite.


SVENTUB#SA
bos 4:000$000

BIL lTBS AA TD0S
16-Rua do Cabug&-16
0 abaixo assignado vendeu nos seus
;enturosos bilhetes garantidos os premioc
weguintes: 2 maios corn a sort de 8004
no n. 1802, al6mn do outras maia de 326,
164 e 85, da loteria n. 69.
Convida aos pogsuidores a virem rece-


I t J,0 1 ovcr scmu UescuuointU igum.
u ,. j Achiam-ie A venda o
Ba lei da Befor.ilii upoUieca, r.-s egarantidos daloteria
Sda imtriz doe\Tertentes
ria e respective regulamentao sabblo 13 do corrente.
pelo bacharel PR E
LTT7 BE ALBIUniJRUBE MAR- intelro
mIlT SIPE TIf t Quarto
T iELRA #endo quan:tida
!~ a~ural -o t ~ e uizteI*oa 1oO:0
Naiaral doIRecife e juiz del _1
judlo


dire'to da coiMca de Alcantara
no laranihao.
Esta o predo, e sahirai re-
iemente.
Assignia-se no escriptorio db
Miario e no da Folia do Nirle.
Um Yivolume de mais 00Opagi-
as por 68000, pagos na eilrega
da obra.
CVpeiro
Precisa-se de um born copeiro e de i:n criaioa :
no Caminho-Novo in. 118 C., hosp'lar'i. _____
Area
Precisa-se do uma amr ar-.tr compr.ir r <'i-
nhar, para casa de farimi! do duas pessoas 1 :
tratar no pateo io Tcre, 1. 26, 2 .iAndar.

Sitio, aluga-se


Passar a festa c mino-
damente
Um sitio em Afogados, A rua de S. M'igucl n.
99, tendo 2 salas, 3 quartos, *cosinha c grand&.
terra o todo coberto, boa cacimba, corn dous tan-
ques ; o sitio 6 todo murado e tern diversos tf'rac-
teiras ; flea muito pirto dos bonds, da e.strada do
forro do S. Francisco, e teudo por vezes na port
diligencias para o Recite : a tratar corn Th. Bas-
tos, a rua de Santa Thereza n. 38.

Aluga-se casa pequeita
Aluga-se unmea casa pequena, tend 1 sala e 1
quarto, na rua de S. Francisco n. 1 : a tratar coin
Th. Bastos, a rua de Santa Thereza n. 38.

Aluga-se
o sobrado de urn andar AL rua Imperial n. 286, c
nova, tern muitos commnodos e aua do Beberibe :
a tratar na rua da ConceiqAo n. 45.

Muita at1ento
Perdeu-se da rua do Brumn a rua da Unilo urma
petito de Jogo Francisco Correia de Araujo, e
uma victoria feita a requerimento do mesmo:
quem a achou queira leval-a t rua Duque de Ca-
xias n. 54, primeiro andar, que sera recompensa-
do, ou no escriptorio deste Diario.


CIASA B)A FORTUNA
los 4:000$000


Aga Primeiro de Warco n, 23
0 abaixo assignado tendon vendido noa
seus afortunados bilbetes uum meio n. 239
corn a aorte de 100#000, dous meios n.
1,019 corn a sort de 100#000, al6m
de outras sorts de 326000, 16 e 8#, da
loteria (69.), quo se acabou .d e tral"r,
eonvida S joasidores A virem raceber
na gonformidda do costUme -em desconto
-Acham-se A veA ':*os sp, arlau i
bites garantid I. 1Wa .
t^~Ia a* beuq nbjAma'-' A~l
(10.u', q eose t- 1 f-
W H'v m *. ~ (* ^ '\.^ ',l."^ *^.:l:!r .:"' '** i'-


jsaelo
Quarto
Joaquim P


AiA


venturosos bilhe-
n. 70 em beneficioI
quo se extrahirA

OS
4:000
2:000
1:000
de superior
00
3:500

dres la, Silva.


FEE 1i


AOS 4:00000O
IiLUETES GARANT1DO.
Pra(a da Independen-
cia ns. 37 e 39
0 abaixo assignado vendeu entire os s8us
relmscs bilhetes garantidoA a sort de :.000
em 2 quartos n. 40, al6 n de outras 's,
tes ,eo 324 166 e 84.
Convida os possuidores ti virom reccber
sem desconto algum.
0 abaixo assignado tern exposto .
,cenda os seus'felizes bilhetes garantidos da
loteria 70t a beneficio da martr z.de Ver-
tes, quoa se extrahirA sabbado 13 do
correntc.
Precos


Bilhete oiteiro 44000
Meio 24000
Quarto 14000
Em po*Vo de 1i00, 0 para
eima
Bilhete inteiro 3.500
Meio 14750
Quarto 6875
Antor.io Augqusto dos Smtos Porto.








O~s..







0 P Killlerlveotal e Peny Davis
Matador da dor
Urn amigo dos pubres, economic e de
facil applicagao, 40 annos de success es-.
pantoso.
Nenhuma faisilia deve estar desprovida|
deste remedio.i
Extemrnamente cura: furnmctdos pana-
ricios e outros tumores torcedura dos ten-
does intameceneias das articulae6s -do-
res de dentes nevralgias--- rheumatismo
queimaduras-golpes, etc., etc., etc.
Internamente cura: cholera, molestias
do figado, dispepsias, ulceras doencas de
garganta, tosses, etc., etc., etc.
Acautelar-se contra as imitacoes.
Agentes em Perniambuco, J. C. Levy
A&C.
&ua E* *, 4 /^:^*^-;:,*a '*.



fluaefracOgr&,DN 124W
.ln^ PAOOUO ^^^ '-r' lif '1W


Leonor Porto l tedoa',--Os
amigos o caridoso obseqio d assi
\que aera celebrada as7 horas da n
weato de S. Francisco, por alma


40. hfa rito PIrmo
JoAo Franeisco Paredea Porto, seu genro AdriMo
iozendo dos Santos Toeadfins e smufislha Ma-
ia Clotildo Porto Tocantins, Idalibia Amalia dos
rrazeres Porto e Amalia Augusta dos Prazeres
aorto, possuidos do mais dolorose sentiments polo
premature failecimento de sua presada sogra e
av6 D. Maria Candida dos Prazeres Gama, agra-
decem a todas as pesosoas que assistiram ao seu
enterramento, e novamente as convidam & assis-
trem as missas que por sua alma mandam resar
ra miatriz da Boa-Vista, no dia 13 do corrente,
''s 7 horas da manhi, setimo dia do seu passa-
mento ; certos do qne ee nto negarIo a assisti-
rem a mais este acts de caridade e religion ; e
iesde jA se confessam eternamente reconhe-
cidos.

Tricofero
de Ban zy,
garantu-,w qne
py' fi'5'C4't '0
SC 13 .2 L L 0
tniuda ;:c..c-uo -.;;- (,i&..x .t,
Snals calvas, beu counou Quo
curm radlcaltnhr-
a TBNHA e a CASPA.
Positivaraent3 impede a
queda e o emnbranquecimcnto
do CABELLO oeem todos 0s ca-
sos o tLorna invariavelmentc
Macic, E'iiaantc, Formoso e
.Abniqdante
Eminuso hamals deoltentaannos
e tem in malor veuda que nenhum
J ort'-"reparado p1mrao cabelloem
t'x.. niundo.
Agua Florida
de Baery.
DUPLA.
Preparada segundo a formula
original usada pelo inventor no
anno de 1829.
Tern duas vezes mais Fragrancla
que qualquer outra.
Dura duas vezes mals tempo.
C'muito male rica de perfume e
mais suave.
E'muito male Fina e Dolicada.
Tern dobrada forca Refrescatlva e
Tonica no Banho.
Fortalece ao Debile ao Cancado.
Cura as Dores de cabeca e os dtes-
maios.
C'muitissimo Superior a todas as
outras Aguas Floridas Actual-
mente a venda. I


Descoberta Importantissima.
Piro Oleo de Figado de Bacalhao
COM
IODURETO DE FERRO,
DR
Barclay & Companhiaj





C)ur ruldicr:lmente e com segaran.aos pores cases
e" Phthisica. Escrof.las, henmatismo, as docna.s
)aha Dorsal dos Qadri dosos Ossos, as in-
fi:,mr-nao(es do Figado. do Bao e do Utero, etc., ctc:,
< re.ttit'e a'o corps enfraquecido e fatigado o 0se pl -
nutivo vigor e arrelondado dos comtornos. E' certa-,
,.;nte una zirande descoberta o Pu'o Oleo do
,loaa-o do eLaealhao coin lodureto te do
re-rro-do luarclay & Ca., New York. -
Xarope de Vida,
de Reuter No. -.








DEPURATIVO E PUROANTE.
-t-3 novo o admiravel purifcadcr, do
iangue actua obre os intestinos
o fiado, os rins o a pelle.1
;'cura Infatlivel corttra a Debilidade
Wervosa, as Dores de Cabeca a Dys-
pepsia as Sozoes, e contra as doen-
oas d origem Mlasmatica ou occa-
iisonadas por desordons do flgado
ou pobrezae Impureza do sangue.j
i Depositos. -Em New-Y orkmnimou-
des Srs. Barclay & C. em Pamsuacor
.o e em casa dos dos Srs. Fs: e cab
Manoel da Silva & C.



Aj~rA
Compra so urn sitio pequeno, e que to-
nha boa e espavosa casa do vivenda, corn
agua encanada ou cacnimba, o em lugarqfue
passe linha do bonds: quemr tiver e quizer
tender deixe cartafeichadacom as iniciaes
Z. Y'no escriptorio id.ste Diartno,: decla
!!| -onde 6 o sitio, e .quaes os commodos
ue tett, o preo e lugapronde sedeve tratar.
Jardi S das plants
Ru1 a do Iondeg0 =. MS
s potiios e apOtera imito Pandes e ee-
*adoB.dando fruetoi B U e a 4A seqardo o t.-
do- dscndo atU1i com seis pan
so.MrmaU dde a z-s e abatimento.
)utra5 muites plants tUrabem par pmtoao eio-
Dodo&.

.P is-se doirna aia qu6cosinhe ooPT,
uxaa posspes:la a tr,, t ma mu de
I, %


para os novos vapores que tem recebido do
dcreditado fabricante Robey, que se recom-
mendam pela faeilidade de conducieo, assen-
tamento e economiade combustivel, deixand6
de mencionar os engenhos em que os tern col-
locado, porja terem vendido 85 para diversos
lugares, e por issoja devem ser bem conhe-
cidos.
Sao os licos recebedores de trilhos porta-

teis de. Fowler que se tornam reconnenda-
tei& I la, ji lodade coi o e pgor sua
t t-'wf-^ ^ J^i^ ^ '.e,' ^ ..-. ";.^ "; T ;. ; .. ** *
a^ 1' 1 ^ Svl& ^ i "' .-!1. ,- 111 i*i' 1 **.A a h i a a a S .A 1' *-- *- ll -1-'-" 1 :i, 11 : 11 1 1 '^


^r m :-10 ... n. a 0l
*l ,4ol t our-^ i .~i r^*
Ill~tel^ :0I; N;


to, W- dbre4,tus,4e ON-b~m
cito Tdos spp hs-- que iem montaAi 110
eenhes Unussu', Sao Salvador; Maiape4 e
M.ssu', onde, comrn un dispendio tanto menor
Rque e seconipara eom a"uns dos que por
ai se tern fito, tem-se obtid, resultados iguacs
senao superiors, em vulte de produvao, qua-
lidade, e pre o de venda.
Charna.a attenVao aos meihoramnentos para
economic de combustivel que tem introduzido
nos engenhos Pereirinha, Arara e Ora desta
provincia, e Boa Vista de Maranguape, aonde
om o 'ogo do assentamento se produz o va-

por necessario para a moagem.
Em moendas, rodas d'agua, vapores e todo o
machinismo e ferragens precisos para enge-
nhos tern a viinda grande sortimento da me-
Ihor qualidade.
TRILHOS PARA CANNAS. Ten de system por-
tatil simples, sem os inconvenientes que al-
guns'apresentam; com carros proprios, loco-
motivas etc. a precos razoaveis, podendo fa-

zer contrato para o assentamento.
Nesta fundicfo, a mais antiga desta pro-
vincia, vende-se a prazo, ou a dinheiro com
desconto.
FUNDU~AO,019BOWMAN


FUNBDIAO
a *>


DE FEU
DE-


CAIRDOSO & IRMAO
RUA DO BR M N. 100 A 104
I EPSITOBV ADAJ kPOLLOHSI.2K2 B
Os proprietarios deste bem conhecido es-
tabelecimento pelas suas replaces directs


corn os melhores fabricantes, e cornm um


tincto engenheiro de Inglaterra, offerecem


grandes vantagt-'ns para


provam corn os apparelhos completes
tes nos engenhos Massauassu' e Bo,


encommendas, come


assen-
squeO e


meio apparelho no engenho Conceicao.
MACHINAS a vapor trabalhando so


o fog'o do assentamento, podem ser


corn


examma-


das as que foram assentes nos engenhos Be-
lm, em Timboassu', Cucaii, em Gamelleira,


Diamante em Goyanna, Pao


mara e Lages em Itambe, Vidraiaio em Pi
d'Alho, e outros no Rio Grande do Norte
Parahyba.
Chamam a attenc"o dos Srs. agricultor


Amarello, Ca-


es


roxlas


taas ba.
ens pre-

^0e:''


I


I


dis-


-W- A


ao


I u


.


I









'e' .


,, ,
...!


GRANDE OFFICINA DE ALFAIATE
UE

ARRUIJA LUSTOISA &


C.


4A...-Rua do Bario da Yictoria.-41
N'este acreditado estabelecimento se encontrard sempre um sortimento ; re-
pleto de pannos finos, casemira de todas as cores, propriaspara costumes e calkascom-
cebemos directamente c h j. fazendas por todos os vapores da Europa. Brim
bronco e de cures, e todas as fazendas tendentes A una casa nesse genero de negocio'
Aprompta-se costumes para luto em 12 horas.
Dispoe de um pessoal habilitado e corn os melhores elements para servir
a seus amigos, e a qualquer pessoa que quizer honrar seu estabelecimento corn suas
encommehdas.
41 ---Rua do Bardo da Victoria-41l



ATTENfC An


(J raide iqui-da ao para

a
C1 P;1^ C1^

(Jiitis (In c:r-, tixas. lindos padres, a 200, 240 e 280 rs. o covado.
L.is c alpacas dc cores a 240), 300() e 4-)0 rs. o covado.
S tO1('t:t-- iHOsi, (1l li.0tr1i C do core's ho:rucs a "20, 4()') e .500 rs. o covado.
1l'tao) )rauco 1)proi-i,) para vcstido a; 4(00 rs o covado.
1)ito (icorruado a (5)00 rs. o covado
Ca':ilisa.s ,i lih para I'imeinm a 2.y5)00 urna.
:1(
L. t',as Kit ,it ls 5 ;* 00 rs. mld.
ainisas frlncZ:cz.s, 1de dhita, a 1 520). uuin .
Coixas de cores para, cama a 1 ninO uma.
Lc-n.os brancos, abainiihado, a 1. e-500 e 2,000 a duzia,
Bri-l pnr, o. liso, : 280()rs. o covado.
SntI braucn, superior, para ves:idcs de casamento a 17(50) o covado.
Sotincta c crepe jtpara coblcta a 800 rs. o covado.
Cretone franecaz para coberta a 5,0 rs. o covado.
Chitas de raina:-ens para eoberta a 240 a. o covado.
BIrii (de cores, iinho sup rior, a I1t >00 a vara.
Fi1 de cores, propria para vesti'o a 400 rs. o covodo; assiin como roupa
de boa casemiira para liowein, por menos q(UC em outra qualquer part ; para o grande
annuncio chamamos a attenciio dLas Exinas. fainilia*. Na raa Duqu e de Cazias n. 88
ioja das quatro p',rt-.. N. 88: t ella

/> rr0^ Tr'I OI ff xQ^ T^BCi M J-N r s ^
.- ibERIY. lPETERSEN & C. corn-
n- i nicaji aos sens freg'uezes e amigos
zC'A que na presence data lem mudado osen
^ esfabelecimento da rua -/arquez de g
y Olinda _., 13 para a do Bispo Sardi- p
1 lnha ii. 8 (antiga do( Encantamento)
Sonde continiam com o mesmo genero
@ de neg'oo (comino representantes defa- 1
0 l)ricas da A lenanlia.)
..ii Mudos de novos e explendidos
Ssorlimuentos d(le amostras, convidam aos I'
seusamigose freguezes para iheshon- |
rar coin suas ordens, e pedem que ihes
5| dispensmei no fuituro a nesma confian- 1
^ ca que lao obsequiosainente Ihes tern }1
( dispensado ati agora.

:: Recife, 1 de setembro de 1884. I
>^ qHerm. Pertersen (.

J^^;^-^ ^


'^\ "w '^ '" \ ^"^ P ^ w?
NEWV-YORR LIFE INSURANCE COMPANY -
SEGUROS DE VIDA
DOS ESTADOS.lUIDOS COM FILIAES EMl TODA EUBOPA E AMERICA
PURAMENTE MIUTUA
Estabelecida em 1845


59 annios de conslaiile prosperidade


' aoital realisado cerca do
ilknda annual, idem
1'"1vo por polices da divide; (1, dotes e
Medicos
.)r.-. Antonio S. Carneiro da Cuuha,
Caixa Filial


17 Praia


140.000:000.5000
35.00( :000$060
tm dividend cerca de 75.000:000^000
examiuinadores
JoAo dai Silva RIanos e IRaynaudo Bandeira
erI Pernambuco


do Corpo


SINISTROS N
Sr. Victor Scheitlin, Rio de Janeiro 60,000
Sr. G. Masset, idem................ L. 200
Sr Joseph Norris, idem .............. k. 1000
Dr. Candido Bastes, Par. ...............
Sr. J. J. de Freitas Guimarres, idem .......
Sr. C. A. A. Dohrrmann, Rio de Janeiro....
Sr Gustavo Theisen, idem .................
S. Jos6 Rodrigues de Souza, Par. .........
Sr Jos6 Jo'o Ribeiro, idem ................
Sr Gustavo Wedekidd, Rio de Janeiro .....
Sr. Jos6 Soares Pereira, Bahia............
- Jose Antonio Mendes, Para-............
-r. Paul Willmersdorff, Santos............
'4r, Tito Antonio da Rocha, Ceara .........


Santo 17


OBRASIL
francos cerca de 28:0004000
Esterlinas 2:000000
Ditas 12:0006000
-10.000 24:000(000
45.000 12:0006000
)10.000 24:000#000
.10.000 24:0006000
45.000 1, 12:000#000
?53.000 o a 7:000#000
,.510.000 24:000#000
,,6.000 14:000#1000
410.000 ) 24:000#00#
.55.000 0 12:000#5000
6:200#"00


Productos especaes
DO

DR. CA RLOS BETTuENCOURT


...l..I.. .. ..... s.. ....... ... onl n.


0 melhor remedio que se tern formulado
pela combinaSAo destes heroicos medica-
mentos. Empregado no tratamento das
molestias do peito, do estomago, anemia,
menstrLl ao difficil, debilidade geral, cOres
pallidas c todas as vezes que se quer forti-
ficar o organismo.
Conv6mn ser usado pelas senhoras que
criam afim de tornar o leite mais nutritive
e robustecer as criangas.
Este remedio 6 surior a todos os toni-
cos estrangeiros que se annunciam por ahi.
Urma garrafa 300O
Dazia 30#000


Salsa e Caroba
(sem mercuric) poderoso restaurador do
sangue, em todo e qualquer grAo do sy-
philis, ainda a mais rebelde e julgada in-
curavel.
Applica-se tambem corn vantagem pro-
digiosa nas molestias beribericas.
min vidro 36000
Duzia 30oo00o0
Elixir de Jurubeba,
pega pinto, ferro e quina, recommendado
come o mais efficaz medicamento nas se-i
guintes molestias: figado, basso, flores
brancas, catarro da bexiga o outras muitas
molestias.
Um vidro 3000
Duzia 306000
Xarope de jaramaeart
remedio milagroso na cura radical das
constipagoes, catharro, bronchitis e todas
as affecqoes do peito
Um vidro 26000
Duzia 20000
Vinho tonico
corn lacto-phosphato de cal, ferro, coca,
easpa.s dop lnranias mnras ea nnina.


DuzJ. 'ia
Duzia


205OOu
2oooo


Pilllas aperitivas
contra as molestias do estomago
1 caixa 1#000
Duzia 10O00


INJEC0AO


b
r


e-
5-


anti-blenorrhagica, cura certa em 4 ou 6
dias-sem produzir estreitamento na ure-
thra.


Urm vidro
Duzia


14500
16O000


Deposito-..Pharmacia Galeno
51 RU A DO BARAO DA VICTORIA


FUNDICIAO GEl


at


IAL


ALLAN PATERSe% T
N. 4--Rua do Brum-1 44
JUNTO 4A ESTAVAO DOS BONDS
Tern para vender, por precos modicos, as seguintes ferragens:
Tachas fundidas e batidas.
Crivagoes de diverssos tamanhos.
Rodas de espora, idem, idem. %


rev


Ditas angulares, idem, idem.
Varandas de ferro batido.
Ditas de dito fundido, de lindos models.
Portas de fornalha.
Bancos de ferro corn serra circular.
Gradeamento para jardim.


I


Vapores de forqa de 3, 4, 5, 6 e 8 cavallos.
Medas de 10 a 40 pollegadas de panadura.
Rodas d'agua, system Leandro.
Encarregam-se de qualqer cor.ertos, asentamnoa machinimos execut am
trabalho corn perfeigao ou presteoa.


JOSEPH KRAUSE a C.


Acabam de augmentar o seu ja hem conhecido
important eslabeleeimento a rua to
dde maro n. 6 corn mais
unm salao no 1o andar luxuosamente pepar.
rado e provide de uma exposi.
tao de obras de prata do Porlo e electroplate
dos mais afamados fabricantes do
mundo inteiro.
Convida, pois, as Exmas. families, seus nume.
rosos amigos e fregnezes a ,isitarem
o seu estabelecimento, afim de
apreciarem a grandeza e bom gosto corn que
o obstante a grande
despeza, o adornaram, em honra
desta provincial.
A A-SE ABR E TODAS 7 A'S 8 DA NOMITEH


(


qua


a



Ht


^
J




i





I-









1

I


PRAR CIMACJLEVY.
Antiga pharmacia de P. Maurer
15 RUA DORARAO DA VICTOBIA
Elixir depurativo regenerador do


Proaprado po loarmnacGdico
JOSE' FRANCISCO BETTENCOURT
COil
Salsa parrilha, volame, cainana e caroba
Os resultados admiraveis d'csse medicamento e a grande aceitagao que tern me-
oido faz-va-no recomo n endado para as mais ltoiesypblitieas e impurezis do sangn.e.

P8fLkli1LVCLU-X LEVY_%
ANTIGA PHARMACIA DE P. MAUIRER
Ifledicamentos para molestlas do pelto
XAROPE DE JARAMACABRU' E JUCA'


PREPARADO P011OR
JOS BRMUCISOO BIETTNOIIRT.
Deposit em casa dos proprietarios

J C. LEVY & C.
N. 25-Rua do Barao da Vittori--N. 25


LOUSSENADE


I.


Appmroynadia Ia. IDorial Juta do ly onole do Rio do Janloiro, as
osorfoe os foitas nou lioilos o ecasas do
sAndo d la N oroN 0 todos os Pazes onds so acha a v da
Nlio ha molestda que resista a este preparado
Verdadeira maravilha do seculo
1.0 art. Appplica-se para debilidade em geral, emmagrecimento das crianeas ra-
chiticas, denti9go, does de estomago, digestao laboriosa, azias, voenitos, perda de ap-
petite, anemia, prostraglo, chlorose dyspepsias, enxaqueca, figado, rins, intestines,
bexiga molestias nervosas, d6res de cabega, prison de venture, constipacoes, bilis, diar-
rheas chronicas, hemorrhoides eo todos os desarranjos das visceras internal, itericia,
gottas, suffoco9ao, colicaa, indigestoes, molestias de cora9gao.
Se algum dos leitores desejar mais minuciosas informa5es, nao duvidamos
dal-as, dirigindo-se per escripto ao inventor e introductory.
Per nto se poder aqui escrever todas as approva3es das Juntas de Hygiene,
assim como de milhares de attestados de medicos de diversos paizes onde se acha a
venda, bemrn assim de pessoas altamente conhecidas.
Cada frasco e acompanhado corn a descripgAo das molestias para o que c cspe-
cifico e de attestados dos mais distinctos medicos.
Estes preparados podem ser tornados sem repugnancia per serem os vegetaes cui-
dadosamente escolhidos corn referencia A sua qualidade superior, compondo-se da flora
brasileira e da Arabia.
Torna-se de necessidade as casas de familiar term sempre e no case de epide-
mia usar-se o apropriado A molestia, come indica os rotulos juntos aos videos. E tode
aquello que se nao prevenir em tempo, mais tarde conhecera o erro.
DEPOSIT GERAL NESTE 1IPERIO
51--RUA PRIMEIRO DE MARA0--51
CASA IMPOTADORA


DE


SOUZA FOT
!DEPOSITOI$
BAHIA
Franicisco do Barros & C,, Ra Di-

roiita do Commorcio n. 25,
P.ERNAMBUCO
Frilisc g. o SiN & Ci, RO


4SECA & C.


PARA

3l90-io R. edg CoshI & ,, IS Do
Formosa m1, 77

RIO GRANDE DO SUL


1ar1Q 0i0!inlla .25 lawella & .
E nas principles drogarias do mundo civilisado

Duzia 36$000


JOSE JOAQUIM DE OLIVEIRA CINTRA
Contra os falsificadores destes preparados da celebre MOUSSENADE serao
punidos nos paizes aonde se realisar, jA pelo retrato que vai junto aos vidros e marca
registrada pelo Tribunal do Comercio.
AVISO.-Os doentes devem ter em vista, nao ser convenient ter rapida cura
de seus soffrimentos, pois que, convencer-se-hMo depois do uso de 3 ou 4 vidros, nunca
excedendo o seu prazo de 5 ou 6 mezes por mais rebeldes que sejao os seus males,
isto c, no caso de chronicos.


A













I


Antonio Pereira


E EE


-, ,,e, ) a retalho ....elos preos do Deposito Centri
L~igross ct a retaiho pelos prec'os do Deposito Centrn


da Cunha.


I



I
//'i
---i.-


-~ -.-----.---


| B oasa A todos os Perizuistas e Cabelleireiws -. I
S.?raa do Extrangiro I


--B 4)E[ H"-', P eKPARAfu COM 8i1a9THO {|
Por 038. FA.VE?, Perfumista
P.LA IS3, 9. 34aa 4e 3 la6 Paia. g rpIF


VINHO GILBERT SEGUIN
IFER#U faTIFICA(ETE approvado pla Academia do MedijMa do Pwtf
j ~sfl~it 8=3o doiE~eiai
d om = ino Ggmonstraio a egg a Ims wamg deste W Um, qa& omk nod&*
a.11ror pm as Zbae etaar oe n ui rtsppeclmemht qur comon pbI ,U m
to.f1i ntm93f 3but iado d o eu e, VaIte i mumoo goo a "nph"ii ,3
a4sRO i MS, *lae. ul, a'Mmao Oauaada pela edade ou per eemos
I-ae q ceU __i mu.a --iip. .. --._w p.._pa--u -
poemu uim a vdo.-Ma to dow ojw ofm aoot ea r ~ o mnIA hl f a wuo d A &1:0m8i&T.
SPhMruac4 36. c WS &M rim Sft -mBor, PARIS
D~po.taNI. ALU 4F L aMaskYAbo& ,z


* *. .


t
- '.' _'- 1:
. *. ,. ,
v> -' T -' '


~1*~

I J)
-a*


I


X<


CAJURTBEBA

0 MAIS PRECONISADO DEPURATIVO DO -
SANGUE DA ACTUALIDADE.


COMPOSICAO
DE
Firmino Candido de Figueiredo.

PROPAGADOR


Pilulas de Euealyptina
contra sezoes e outra qualquer febre,
nigna ou de mau character ainda as mais
beldes.
1 ", ;-*- o t


i


L&L.LFW.


Ili


VENDE-SE


NA DROGAR


COM A CELEBRE


q







6.


-~w


Creada
Preoisa-e de onM eiada de b6a e mductk ira
andwar corn duam ciMmecinhas de qmuro e ce
annou de'i&du: tratar na rttt da Aumroa
n. 27.
OWei~ra
Precisa-se de nma ama para easa de familiar :
na rua do Rangel n, 13, segumdo andar.

A~S
.....

Precisa-se do duas arnas : na rua do Paysandfi
(Passagem da Magdalena) n. 19.
Ama
Precisa-se de urna mmia de leie : na rutt dar
Nymphas n. 26


Precisa-se de ura ama para eosiuhar e en-
gommar : na rua Imperial n. 161, send par&
pouca familiar.
Ao commercio
A viuva de Joao Baptista Boaventura Rodri-
gues de Almeida convida os zeus credores, para
no prazo de seis dias se apresentarem corn suas
eontas, para deliberar o que deve fazer sobre esse
negocio.
Jezuina Henriqueta Rodrigues de Almeida.

Aluga-se

a casa lerrea sita a rua do Forte
n. 26 por 20$000 mensaes: a
tratar na rua Nova n. 14, the.
souraria das loterias.
T11OOS PORTATXTRIS
0 SYSTEM APERFEIOADO DE KERR STUART & C.
Brown.% & C. receberam demenhos e
especifica6oe% tlestem trilhos,
como tamibem de xvag6es
0 e locomotivas
Os trilhos e dormentcs sao todos de ao por tanto
tern mita duracao-o assentamento v mais fail do
que corn dormentes de madeira.
N. 5-Rua do Commercio-N. 5

AttogRo
Jean Louvet, marcineiro estabelecido A rua do
Principe n. 28, vem pedir a todas as pessoas que
tem mobilias em sua casa ptra concertar, que as
procurem no prazo de 15 dias, a contar desta
data, sob penn de screm vendidas para pagamen-
to dos concertos. Reeife, 7 de setembro de 84.

Grades
Ha para vender na fabric Phenix A run da
Florentina n. 15, grades novas e nas posturas,
assim como porqao de portas servidas, por preco
modico.
Portuguez, francez, arilhmetica
Francisco Candeira offereee-se para leecionar
portuguez, francez e arithmetica em qualquer
collegio e casas particulars : quern quizer utili-
sar-se de seus servio6s p6de dirigir-se A rua da
Cruz n. 42, quarto andar.
Ao commercio
A viuva Lages declara ao respeitavel corpo
commercial que mudou o seu escriptorio para a
rua do Amorim n. 42, primeiro andar.

Costureira
Precisa-se de urea costureira : no Pinaud Pa-
risiense, A praca da Thdependencia ns. 2, 4 e 6.
Criado
Precisa-se de um criado : a tratar na rua do
Bargo da Victoria n. 61, segundo andar.

Aluga-se
o pavimento terreo do sobrado do large da igreja
da Soledade n. 58, acconmoda uma familia, e
fresco, tern quintal e entrada independent ; a
trasar v6 mverem ,,.


Ao commercio
Os abaixo assignadbs declaram ao eokpo con-
mercial e corn especiAlidade aos seus tregueses,
., desta data ew diahte ficarlo sem effeito as
'-"etes ba$(ant qse paisaram aos Srs.
prociu, ... ltetv Jop Marmiho e
Joao Rozendo da o ..., -10A I do gem-
Eugemio daSilveira Dutra. Recu, -
bro de 1884.
Jose Pereira Carvalho e C.


Atteneao
Pede-se aos devedores do espolio de Manoel
Soares Mendes, que venham pagar seus debitos A
rua Primeiro de Marco (Cxspo) n. 12, primeiro
andar.

Pilulas anti dyspepticas
E
Reguladoras do ventr e
Preparadaw por

BARTHOLOMEU& C.
Pharmaceuticos honorarios do S. M.
El-Rei de Portugal
Estas pilulas, cuja formula nos foi confiada pe-
lo distinto clinic desta cidade o Illm. Sr. Dr.Car-
neiro da Cunha, sao applicadas corn o melhor exi-
to contra a fraqueza do estomago, prisao de ven-
tre, engorgitamentos do figado e baco, anemia,
tonteiras, hemorrhoidas, etc., etc. Ellas ngo cau-
sam o menor vexame ou dor ao estomago, produ-
zindo sua acio operative branda e suavemente.
NMo prostram as foras, nerm abatem o espirito,
antes pelo contrario dio alento, desenvolvem o
appetite, dao maior vigor e restituem aos doen-
tes suas primitivas forcas, concorrendo assim parU
o complete restabelecimento da saide. 1
MODO DE USAR-Uma aduas pilulas pordia,
uma hora depois do jantar, ou ao deitar-se.
Unleo deposit
34w.lBua Larga do Bosario-..34


tA-E- UI' *'- .1 .+,_


CAPELINAS E CHAPEOS
NA
?rawa da IndepiBdncia ns. 36 40

DE
d. da Silva Carvalho dk C.e


Precisa-se de uma cnsinihera qune seja perita
na arte : na rua do Riachuello n. 57, portlo de
ferre.

Pma' negocio
Aluga-se a lo a do sobrado n. 33 A rua do
Ma'-quez do Herval, corn urma boa armago pro-
pria para quaalquer estabelecinmento de molhados
on outro, mister : a tratar na runsa larga do Rosa-
rio n. 34, botica.


rUm lindo sortimento em chapellinas e chapeos para se- ,
ahoras em todas as cores, ultimos modellos do mez de
Nesta casa tern sempre urn complete sortimento em artigos de
chapellaria, tanto para homes, senhoras e criangas, s recebe i!
mensalmente das'principaes modistas de Paris o queha de mais
alta novidade em chapeos e chapellinas.
Garante-se sinceridade e pregos modlcos. ''^ IWT AlU^!
l\TlC]I II 1111 B IIO 11 Mi 11llDO T
EI iTA IJA9 [Ia I~ II III dentifricios puros, odoriferos e nic Atreentos,
IIItfam os Dentes, preservam e fazem parawa
11(aja o 1enJsJpe111a 0 ?z lp r1It, fortiflcam as Gengivas e dMo ao halito um
^-^ I 1 he'ragradavel. Os P6s RO'WLAND6&
Costumes de banhos de ______
ODONTO de 20 Hatton Garden, Loeanlrm
C^ostu m eCs deC D.osIndemomm.-,e em todas as Drozarias e Perfumariw


mar para


Senhoras, um costume
Homens, um dito
Crianas, um dito


Lustrosa para machima, e a n Maei de 6
fmo tanto para machina eomo para cor a m&e.
-Nao se isa mais linhi em novello-
Pede lidnha em carretd corn o nome
J. &P. COATS. -
.uita allen~io
Na run da Unilo n. 47 faz-se plies6s e recorta-
se babados seda de todas as larguras, pontu-
dos, redondos e miudos.


Capsules de Grimault & G'-
cnm 1W L *TI 11^O
Cfiul M EiL~A T 1 00i^ ^
Approvadas pela Junta central de Hygiene publoq do Brazil.
GColminacao da ssgEcia fl Mlatico COMI o Balsam de G 1aaliba
Remedio infallivel para curar a Gonorrhea, sem embarapar o
estomago, nem provocar repugnancia, efleito que sempre proauzemo
todas as capsulas de copahiba liquid.
Deposito em Paris, Pharm. GRIMAULT & Cia, 8, rue Vivienne
e nas principles Pharmacias e Drogarias de Portugal e dom Brazil.


VICTORIA 0
De RtIGAJX:D & C:ia
MWWALHA DE PRATA NA EXPOSIAO UNIVERSAL DE 1878


IL^i
**_ ^"
1 I
5l


Deliciosamente perfumado, compost de substancias tonicas e for-
tificantes, este oleo, essencialmente hygienico, regenera os cabellos,
torna-os macios e lustrosos, impede-os de cair, conserva-lhes a cOr
e preserve da caspa.
0 VICTORIA OIL se prepare corn os perfumes seguintes :
Bouquet Victoria Heliotropo brahco Marechale Violeta
Ess. Bouquet Jasmin Mil fl6res White-Rose
Feno Jockey-Club Mousselina Ylang-Ylang
L^ Deposite em Paris: 8, Rua Vivienne, e nas principals Casas de Perfumeria.


WIN


II

r'i
S
S
S


jinaaloe 1Exito ha omals de 20 aunos u




Eite EDICAJIMENTO, de abor agedaW.
Sadoptado pel" melkores Medicoa do Pawta

DIEFLUXOS, GRIPPE, TOSSE, SORE$ BE GARGANTA
CATARRO PULMONARY
iRITA46ES do PEITO, das VAS IRIIIARM
eda, IUGA
Ph3JlB- tkam*s ELAYN, 1, 1 dIo N-Saiil-WIlri-PhIP
vHI& &u< i MiAo: NAM- it. Y A 9. A
itf--.* ik D*B ai3r"Mt'^ Phumao9^r^i


PAM ACvMB DE CONS1V(6MS.
TOSSE.ASTHMABRONCHITE.
COELUCHEt OUTOSSE CONVULSIVA
Tisica Pulhnonar.

DEPOSIT GERAL
13--Rua Prlielro de aXaro-- IlZ
Rio de Janeiro
Unico agente em Pernambuco
ADALMSON HOWI7E d& C,
N.---3 Rua do Commercio---N.-3
A venda em todos as hoticas e drogarias.
Anna deeAraujo3NatLeitfio
Autonio de'SA Leitao, Luiz Autonio de Araujo
Mello, Felippa 4 or -eia Gome de Mello, Manoel
dos Santos Araujo Mello, Luiz Damiao. de Arau-
jo Mello, Emilia Prescilla de Araujo Mello, Clau-
dina Triphonia de Araujo Mello, Maria Landeli-
na de Araujo Mello, Luiza Ignacia de Araujo
Mello, Emilia Anastacia de Araujo Mello, Ma-
noel Tiburcio de Araujo Mello, Julio Cosme de
Araujo Mello, esposo, pai, madrasta, irmAos, cu-
nhada e sobrinhos de D. Anna de Araujo SA
Leitao, compenetrados da mais pungente dor pelo
seu fallecimento, agradecem do intimo d'alma A
todas as pessaas que cainpareceram ao seu enter-
ramento, e eonvidam-nas novamente para assis-
tirem as missas que por sua alma mandam resar
na igreja do Convento do Carmo, As '' horas da
manhia do dia 11 do corrente, quinta-feira, setimo
dia do seu fallecimento.


t

0
Coronel Dofflingos Alronso Nery
Ferreira
A familiar do coronel Domingos A. Nery
Ferreira, grata a todos que acompanha-
ram a ultima inora os rests mortaes do
mesmo coronel, roga ainda a seus paren-
tes e amigos o caridoso obsequio de assis-
tirem As misses que nas matrizes de Nossa
Senhora da Graga e da Boa-Vista serao ce-
lebradas pelas 8 horas da manhia de 11 do
corrento, 7 dia do passamento.






Commeudadar Vicente de Paula
Oliveira Villas-Boas
Dr. Antonio de Arruda Beltrao, sua mulher,
Maria Carolina Villas-Boas BeltrAo e seus cunha-
dos Vieente de Paula Oliveira Villas-Boas, Fran-
cisco de Paula Oliveira Villas-Boas, Antonio de
Paula Oliveira Villas-Boas, e Maria Luiza de
Menezes Villas-Boas, possuidos do mais doloroso
sentiment pelo fallecimento do seu sogro e pae o
commendador Vicente de Paula Oliveira Villas-
Boas. agradecendo aos seus parents e amigos que
acompanharamn os restos mortaes do seu referido
sogro e pae A sua ultima morada, de novo convi-
dam-os A assistir as missas que por sua alma man-
dam celebrar no 7o din do seu passamento, 13 do
corrente mez As 8 horas da manha na igreja ma-
triz da Boa-Viste e desde jA agradecem a todos
que comparecerem A este actor de religio e cari-
dade.


Maria Candida dos Prazeres
Gama
Felix Pereira da Silva, sua mulher c filhos, pos-
suidos do mais doloroso sentiment pelo passa-
mento de sua sempre lembrada sogra, mai e av6,
Maria Candida dos Prazeres Gama, veem agra-
decer a todas as pessoas quo assistiram ao seu
enterramento, e convidal-as novamente para aas-
sistirem as missas que pelo seu repouso etertio
madam resar ua matriz da Boa Vista, As 7 horas
da manha do dia 13 do corrente, pelo que desde
jA antecipam os seus eternos reconhecimentos.
Amelia Joanna Spieler
Urn amigo dedicado de Guilherme Spieler e sua
familiar mandam dizer uma missa pelo eterno re-
pouso de sua sempre chorada filha D. Amelia Jo-
anna Spieler, na matriz da Boa-Vista,As 7 1/2 ho-
ras do dia 11 do cerrente, trigesimo dia do seu
fallecimento. Roga-se aos parents e amigos do
mesmo Sr. Spieler o obsequio de assistirem a esse
actor de religiae.

Ama
Precisa-se de urma ama para lavar e engommar
em casa de familiar : a tratar na rua do impera-
dor n. 55, segundo andar, ou rua do Barao da
Victoria n. 41.

Iguarassu
0 Sr. Dr. Francisco Xavier Paes Barreto, pro-
motor public, 6 rogado a vir ou mandar A rua do
Marquez de Olinda n. 50, dar comprimento ao
que nio ignora.

Coeheiro
Na rua do Bern Jesus n. 45, segundo andar, se
precisa de um cocheiro.
Boquets de apurados e
novos gostos
O bem conhecido fabricante de boquets, Jos6
Samuel Botelho, se faz lembrado neste trabalho ;
al6m da reputacAo grangeada nelle, pelo gosto,
promptidao, asseio, etc., tern hoje para offerecer
ao public novos porta-bouquets de bemrn estudada
e reflectida combinago de gosto: a tratar na ria
do Cabuga n. 1, loja de relojoeiro, e na rua da Ca.
deia no Recife n. 43, leja de selleiro.

FiMricah avalpor, do cthOm
Antonio Jos6 Main & C., proprietarios
dpste estabelecimento, avisam aon seus nu-
merosos fregnezes e a todos oB Srt. com-
merciante em geral, desta e das outras pro-
vincias limitrophes assim como ao respeitav-
el public desta capital, que em vista do
grande deposit e augment do fabric,
resolve vender os seus chap6oe por pregs
e oondiges serm competencia. Deposito-
da fabric a rua do Barlo da Victoria s.
34 e 36.

Os amaxosD n. 13 do largo do Opo Santo, o
"M towt .OmmUiAof o do ,n. 4 no cod %
O6mapanbsPen3attnam,ogtiuye
A cm's terra & 1 as mf
Aatarhat" noltWVdo b*s 6atB PuMBO
wul V. '


10o00ooo
5000
5^000


Promptifica-se qualquer costume dentro de
24 horas a gosto do freguez, segundo previo
ajuste.
OS BARATEIROS

Da rua 1.0 de Mar o n. 20


Urn sitio para alugar
Aluga-se a casa sits no Caldeireiro, junto ao
sitio em que reside o Dr. Jos6 Bernardo Galvlo
Alcoforado, tend os seguintes commodos: 2
salas, 6 quartos, cosinha f6ra, quartos para cria
dos, quintal corn arvores fructiferas e jardim,
acimba corn boa agua e muito perto do rio, para
o qual tern sahida : a tratar corn o Sr. Julio
Fuestemberg, A rua do Imperador n. 32, loja de
joias.

Aluga-se
a casa terrea corn sotio, gaz e agua do Beberibe,
sita na rua de Paysandi n. 22 : a tvatpr na rua
do Vigario n. 31.


OLINDA


IAMBUCO O jH.





Attenvao
Antonio Jos0a doe Lemos, successor liquidante do
Joes6 Faustino de Lemos e de Lemos & Irmaos no
estabelecimento de molhadost sito sob n. 84 da
rua da Imperatriz nesta cidade) pelo present ro-
ga aos devedores das ditas ex-firmas em o referi-
do estabelecimento, venham liquidar em term
breve, nlo excedendo a urn mez, suas contas para
nio forcal-o ao uso dos meios judiciaes para dito
fim. Recipe, 5 de setembso de 1884.


No dia 11 do corrente mez, depois da audieneia I
d'esse dia, vai a praca no juizo de capellas, para
ser vendida, a casa terrea n. 7 A rua Xavier Santa
RHo a, corn 2 salas, 2 quartos, sotio, eosinha inter-,
na e quintal em aberto, avaliada em 2504, perten-
eente dita casa ao patrimonio do SS. Sacramento
de S. Pedro Martyr; praca que foi requerida pelo
respective administrator em consequencia do es--
tado de ruinas em que ella se aeha.
Olinda, 22 de agosto de 1884.

Flores
Antonio Jos6 Maia & C. teem lindo sortimento
de flores finas, A pregos razoaveis; na rua do
Barao da Victoria ns. 34-36.
CW >'ON VE.9DAJDEMISOt


v- .. .-. -.... +- ,
.. ..---....-..... .-....- .


tim do o4
)rtao& _


- Ai


'I. -.
I ~


todas as idades


tt


5<


,'..,:'." ',,ht. --. ,r .'+,. l +-* 1.,..


*~' '~:i~**
'~0


wm


11" .:


zas





































Luz brilhante sem (umo

Oleo aromatic
HYGIENICO E ECONOGICO
Pam IMr1nus1


Martins & Bastes

Pernambuco
Numero telephone n. 33

SITIO
Precisa-se alugar um grande sitio corn proper-
95es para plantace de capim, e perto da capital :
quem tiver dirija-se ao largo do mercado de S.
Joo n. 25.
Aluga-se por 20
o segundo andar da rua da Aurora n. 151, corn 2
salas, 3 quartos e despensa : a tratar na rua do
Thom6 de Souza n. 6
Alnga-so

amas para cosinhar, engommar e tratar de mreni-
nos, assim como tambem criados e feitores ; a
tratar na rua do Visconde de Goyanna (antiga do
Cotovello) n. 119, mediante ura paga.
Precisa-se de um criado : na rua Nova nu-
mero 16.


Todos
vendidos

sao garai
2-


ni
fl


uah aoU


os relogios
n'esta casa

tidos.

0i 1. 4


Ama
Precisa-se de uma ama para cosinhar (livre):
na rua da Ventura n. 3, Capunga.
Cosinheira
Precisa-se euma cosinheira : na rua da Au-
ora n. 156.

Por barato
aluga-se o quarto andar do sobrado A rua do Ba-
rio da Victoria n. 84 : a tratar na rua larga do
Rosario n. 34, botica.

VEHDAS
Vedeseum arc a pado40 aco:at-


Vende-se uma barcaca de 400 saccos : a tra-
tar narua do Rangel n. 58.

Trastes
A' rua do Imperador n. 16 compra-se, vende-se
aluga-se e troca-se nowvs e usados.

Cofre
Vende-se um prova de fogo, a tratar na rua 1o
de Margo n. 8.

0! que pechicha
Vende-se um'terreno, terra propria, corn 160
palmos de frente e cerca de 2,000 palmos de fundo,
corn alguns coqueiros e outras planta5es de ar-
vores, proprio para plant ees ou para cria9lo, e
muito boa agua, no lugar Emberibeira, freguezia
de Afogados, Ao etrema da estrada do governor : a
tratar na taverna do becco do Pocinho a. 24.


BMUTO
Vendemr-se barato os segates livroe: Ii.
prensa Induatrlal, vista de litteratora,
sciencias e artes, 2 volumes. A MI a de fa-
mllta, journal illustrado, 2 annos. A Volta do
lundo, jornal de viagens e assuiptos geogra-
phicos, illustrado, e a lnlIsttraV lWasl-
letra, journal illustrado.
Nesta typegraphia se dirA.


LEITE BE AVEL#OZ
Iw tI lI
Concentrado, perfeitamente incoagulavel
e conservado para exportaSo
PELO BACHAREL
Joo Baptista iQtira Costa
Manipulado pelo cirurgilo dentist
Numa Pompilio
Priwagido pelo Governo Imperial e approva-
do.pela Junta Central de Hygiene do Rio de Ja-
neiro.
Para a eura de eaneros, ferldas
ehronleas e syphlitleas
Unico deposit geral em Pernambuco
Rua do Bark da Victoria (outrow-
ra Rua Nova)Ln.514 '-aIdar


a irna l' doiar .2n.10oiahlri


Superior.ea dr0 do Rio do Janeiroe corn pe-
queno teque a 200 e 0 rs, o covado I ia ma
Duqne de o.Cia n.. 69.


LiqiidaCao

Para acabar
Popelines lim6s, de listras e lavradas.
LAs de quadros, escoseas e lavradas.
Alpacas lists e de istras.
Grenadinos d6 cores e pretas.
Cambraias bordadas e abertas.
Vestuarios par meninos.
Ljeques.
Loqeos para seabhora.
Chitas lisas e de ores.
Fichus de seda e de l
Capas de malha de l.
Para eomtlnwar
Collarinhos e punhos para eshora e home, di-
versos feitios.
Camisas sem collarinhos e sem punhos, corn pu-
nhos e corn collarinhos e punhos para home,
desde n. 35 a 45.
Camisas para menino dadesde n. 28 A 35; seem col-
larinhos, de n. 32 A 35.
Camisaa, saias, penteadores, calcas, gollas e pu-
nhos pars senhora.
Gravata, grande variedade.
Meiss cruas, brancas, de cores e pretam.
Capachos, tapetes, malas- esteiras, bolsas, vellu-
dilhos, brings brancos e de cores, luvas, perfu-
marias, etc., etc.
Papoulat & C.
E Rutma do eabua -t t
Ema frente a matgride Santo Antonio


Prego de cad& fiasco pars cancros 65000
Formula especial para, ulceraeoes e gra- l l
nuia5es no coUllo to utero e cancros UI
syphiliticos 5,000 B Oe J5luqayrbl Froes
Pars feridas 6,000 Vende-se na botica franceza e drogaria, -A rua
Para eals 2000 dO Cruz n. 22, Recife.
Cada frasco leva o retrato do bacharea43itirana ..
Cost e- assignatura de proprio puuho e rubiea de oa CsAd u
Numa Pompilo corn tinta encarnada. X5 a Un
V ae DomingOb Alves Matheus tern mpaia vender em
W W sea-eseAptorio, irua do Vigarie TBenorio a. 7,
Vende-se urn vacca owm eria : para ver etra- primeiro andar, superior potassa da Russia, erm
.tar na estrada de Belva, taverns Plor do Camipo barris deo 25 kilos, .e recentemente ohegada no
Alegre. vapor afemio Permambuco.


35000.
A as 1ado paps a rd&,lo850 adita


Toathasdeimssa do lbyrnho p25 prmen-
t bO e tob eeapt sde 2 c otem Amd as.
SaCortiAados rerdadosre a 3o par, p4prio 5



Rodes de cores, superior.., a 55 !
Pichus, dhal.., crochets, sortimeuto complete do
rspar dh todas as qualidades. cad
SLeqoeBfedleB4I, lsaatol






As vendas eou groeso daioa descontos.
d 59-Rua Duque de Caxias-59



Cawnetw etad CuUmbhat d .

ICRAVOS E FLORES
Na ara da Uniao. n
ha se aypreinto para prse-
tes e baptiwidos,. a preqofl feBunidos.
Cordisdoe bordado IL 71g.0 par, proprion per





avenader janellas.vs e es









Vhainbres


Ioa daruua alprt
Vende-s de chambers de ehita e cretones a 2, a 5500,
8ieh00 s pa crochets, sortimesto compl esquinato do
reeopa de to s qerreiros. s.
Fas vendas avariadase!!od!adescontos.
59-Ruia Duqune de Caxlas-59










Madaolmles franeeses e arnericanos corn peque-
no toqueas 50e 655f00$ 6 fazenda do 1'05000.
Algo-des superiores e logs a 4000aspea!
Ci~tonos muito eneorpades a 240 r~is o-eovadeo!
omtoBramaute trangado para toalhas e leagoes a 500
Carneiro da Cunha & C.

C9-RUA UUVOS E CXOS-9

N das provi aeies, do jurode 7.)
55. ha sempure para se






















o valbr do 1:000* : :a tratar Escola Pratica,
[rua do-Pedro Affo~so .n. 2%,. eo o professor dan
Smesma ores
Chawbres
A' 28500 3'"" e 1*0##
MA' 10ja da rua& da Imperatiri
u. 40
IVvende-se chambres de cbita e cretones a 2;500
38#90e 24X, aa eburg; isto A esquina do
bieeeo -dos Fiers

Pazeidas avariadas I.
roe-Brf IMoquc-d Ca xie&
Madapoloes francezes e wnericanos com, p qe-
no toque a 5O50 e 6A50*1 6 fazenda de JOSOO.
Alg~o oel aueioes e lagos a 4S000 a, pega I
Cretnes mrto enorpdbs a 240 reio o- eovado
Bramante trancado pars toalhas e leagoes a 5W0
16 metro I
C 'aneiro dwCuAha &C.
59-RUA DUQUE DE CAXUB 59

lponcc
Vende-se va d"a proviveiaes, do juro, de -7 0/0
e valbr de 1:00 IL tratar q# Escola Pratiea,
rus, de Pedro Aflfonso n. 29r,. eom o prefissor de


Ditoi do cluentieWiatft, veeodl% fr
rados 8OAC
S que nae i t 10000
Dt"ao4 ead d e ON es clam e e-
euasr" A loo
DitMo do pauo preto fino, forado 100oom

iromi dpse 5$500, 6b 1W0, 1000
D 4tasdemametraPretoso&-a8 e loom
Ditso de m ii&a d cmdio 4B0S
Vitm do camemira preta s*OOw
Sermooas de cregella, obra muito bern
feita a s& 200e 1600
Ditam de Barbuigo de le a 1i800 e 1000
Oefletinbmo paa deatro, ado de crt-
gmlla e munto bem feit a 800 e lo000
Oarnas, grade aortimenta deouaissa
braneatato franeezaseomo inglema,
tanto de linho corno de algodlo, aendo
de 25, 2500, 3S, at6 6000
Ditas de cretone de oer de 29, 24500 e 30s 0
Meias, grande sortimento de meias cruas
para homes, de 320 rs. o par, ate 500
Collarinhos, grande sortimento de eolla-
rinhos, tendo de 55 a duzia at6 8000
Toalhas, grande sertimento de toalhas,
tanto para rosto como para banho, que
se vendem por precos muito razoaveis.
Tudo isto e-eom grande redm.lo de precos : a
loja da esquina do becco dos Ferreiros.

FarinlaLactea
Nos primneivos mezes a alimentao ma
natural e apropriadapara alimentar a crian-
9a de peito 6 o proprio leite materao o qua?
em caso de necessidade deve ser sbstitui-
dopela
FARINHA LACTEA DO DR.
FREIICOHS!
A sciencia e a pratica adoptaram a fari-
nba Lactea como podeioso elememto m-a
trictivo para a infancia e disintmctos medi-
cos do Brasil e da Europa reconheceran
ser A do Dr. FRERICHS& a melhor n'ested&
genero.
Dbve-se pois evitar conflar o filhinho
uma pessoa estrawha e de comportamento
nlo conihecido maitas vezes o germen
numerosa molestias.
Vende-se a verdadeira farinha Lactea
do Dr. Frerichg:
55 -.RUA DOIMPERADOR 55
Eetabelecimento do musikcas e piano do V-
top Pr&al e

Cambraias transparen-
tesa34
E' pehinibad
Na oja da rua da rmperatriz n. 40, A equina.
do beeoo dos Ferreiros, vende-se peVas de caem-
braia branea transparente, sendo azuladinubae
,ara vewtidos a 3 a peoa ; so mnuito baratas.


J *^ 'H*IB ^^X-^^HtH^'I^IR^^H 'N. B. 0 premier. prescreverL
ODA2 4 AR DA LOTRAS C E DAS POR u i P ROL Nv. lix I l A 4 A CASAun aDi depois da eMIo.
LQ ST G.. ^ A,
DOS PREMIOS DA 24V PARTE DAS LOTERIAS COa)CEDIDAS POR LEI PROVBiCIAL N. 1668, A BEHF'IOI(M SA 1rA (ASA DE MISEE IA DO RECIPE. EXTBAHTDA EM 1


L0 DE SETEMBRO DE 1884


KTO l Y"TSQTh-E0


MD b ri

1978
84
87
88
2003
10
16
21
22
28
29
32
33
34
41-
44
46
69
S70
72
73
S77
. 78
85
- 92
. 99
. 2105
14
- 26
S27
- 37
. 40
- 43
- 45
- 51
- 58
- 69
70
- 72



93* 1


46
e4t
.4,


834
46t


t4S





....


NNS. PREMS. 1iS MKEMS.iNS. PiFMS.I

2230 -462444 242654 4#2
31 45 56 -
33 50 87 -2
36 5 62 -
38 62 63 -
41 63 73 -
50 70 75 -
52 72 82 -
56 75 97 -
58 76 8#2703 1"
59 78 45 9 46
64 79 16 -
66 80 33 -
70 94 -- 36 -
71 95 39 -
73 so 2503 40 -
76 4# 11 43 -
79 14 63 -
83 15 8 65 -
88 28 4, 66 ,. -
93 30 70 iL"
S94 31 73 4#
- 98 34 74 -
-2302 43 75 -
- 3 51 76 -
6 53 77 -
S9 56 79 -
13 58 83 -
- 15 59 97 -
- 16 60 99 -
37 62 -2801 -
t Sr'-1 67 5 -
S39 68 7 -
- 44 73 9 -
S45 16 77 10 -
- ,47 4 85 18 -
S512"r 89 20, -
54 91. 22-
-61- .95 26
67-,-28
13 lo32
78 :1 -- 1 -
21 41'
2 22 47 -
-25 -49
S.; -_ -K_


NS. p

,897
99
R904
8
9
16
17
22
23
31
32
34
36
43
50
51
55
64
67
69
76
79
87
88
92
93
95
96
97
3009
22
25
28
35
42
44
49


;63

59
60
63
64
S-'6


,W-. JNS. PEMS.


4

4,


44
4




IM
3^
46
iie
---$


3089
97
98
3100
1
3
8
10
22
25
26
34
38
42
45
48
49
53
S55
63
73
77
90
91
97
99
3201
3
7
9
12
21
26
30
81
33
36
37
754

67
70

-*83


.0.
46


sa.

46
s4
40


NS, I

3336
43
47
56
57
58
63
65
67
69
70
72
76
82
91
93
94
95
96
97
3412
- 14
S16
20
28
38
41
43
46
51
S53
S54
58
62
69
80
89
-3505
7
9
- 16
- 21
- 22
- 23
S27
- 28
- 37
- 39
- 41


remsMS.


4A
as.~
4#
104
4,


46


440
941


4i


NS. P

3580
88
89
93
3606
7
8
12
17
18
21
22
32
35
37
40
42
46
S47
*62
S63
S66
S 75
S77
S 79
86
S87
S 93
- 97
- 3705
8
- 13
- 14
- 17
S21
29
- 37
- 38
- 46
- 48
- 50
- 54
- 55
- 66
- 67
- 70
I 71
' 72

- 80


REMS.


46
4,5


NS. PREMS.


3795
98
3800
11
18
23
35
40
43
46
47
51
59
63
66
74
79
82
84
87
89
3901
4
5
7
13
14
16
24
27
29
34
36
45
46
48
50
52
59
66
67
73
76
78
79
80
87
88
91.
93


Snim




4j
*iNow
I


m
1- :1-


too
4#


Lmooo,
4,
is$
4,5


4#

44



*465


84~O
46


1
13
16
19
21
22
24
27
404
51
52
78
80
81
88
96
102
\6
13
16
21
31
55
59
62
70
73
80
81
82
84
88
96
97
204
10
11
' 15


821
27
33
85
42
45
6
69
70
71
73
74
77
79
86
94
95
97
901
4
12
13
16
23
27
53
60
62
68
-69
71
'7.9
73
76
86
89
99


287
95
96
306
12
16
22
24
32
39
40
47
59
67
73
77
78
85
86
89
92
99
400
1
3
4
6
12
14
16
21
23
28
46
55
74
82
95
97
501
9
10
-25
$2i
42'1: 1
<49m


;51
55
57
59
61
62
65
70
79
84
87
88
89
1103
5
6
8
11
18
19
32
41
43
59
62
63
65
71
73
74
78
85
86
92
95
9-7
98


4,


84
4,


14


1272
73
78
80
83
90
92
93
1314
16
17
19
21
22
23
26
29
34
36
40
41
46
47
63
64
65
66
11
73
75
S81
82
89
92
1408
12
13
15


" ". -4p


30
Ails 1
417p 1


4# 73
- 76
- 77
- 88
4 98
4# 1504
- 5
- 8
- 9
- 16
- 22
- 23
- 29
- 31
- 43
- 52
- 53
75
78
83

93
-1600
4
6
7
9
28
34 29
4# 33
-- 39.
- 40
- 44
- 47
- 52
- 60
- 64

69


1747
54
56
61
64
72
76
78
79
86
88
90
91
93
95
1802
4
19
30
35
43
50
57
59
63
66
67
70
74.
79
83
S87
89
1900
S12
- 15
S20


.*M
7
-32
.34
.37
-41
-43,


m
m..


48


405
,.- I, ^
,.A|e*$
4,5'


-4t2


S14"
15
10# 18
: 4 6 I A1
^^:21


I


5.
11
13
15
17
19


AD


:,..1^.-


momm
..Mi


.om


I


I





























Sim I Primeiramente, voce chama-
me ((sem coragloD. Ora, consult todas as
mulheres bonitas dos arrpdoas: se, form
francas, nao haverA uma s6 que n~o diga
que eu sempre tive um ardente como urma
braza o proompto para corresponder As
palpitac5es do della... Depois, chama-me
de bebado, quando eu apenas fiz saltar a
rolha da segunda garrafa desse divino Cha-
blis, que brilha no copo como um-topa-
zio... E final, accusa- me do ser pregui-
coso... Mas enteo voce nao sabe corn
que ardor eu trabalhedo queixo e do
garfo ?
Essa tirada nao fez calar o estalajadeiro,
que, emquanto escovava o manto do via-
jante que ia partir, nao deixava do res-
mungar entire dentes :
Esbanjador de dinheiro !... furta ao
jogo:
Se a damna de espada nito me impe-
de de fazer a corte As outras !
Corn o taco na mao desde a manhcl
at6 A noite \...
0 bilhar 6 um exercicio do destre-
za que desenvolve o corpo, fortifica os mus-
culos e os conserve em urn estado do flexi-
bilidade recommendado pela hygiene. Vo-
c6 devia jogar, voce que 6 de umrn tempe-
ramento pesado, sanguineo c apoplectico...
Devasso! libertino perturbador da
paz das familas !...
Rolando sorrio-se:
-- Meu caro Michelio basta de palavras
duras! Euja Ihe fiz algumrn mal?'
Enganador de raparigas !...
-- Olhe! quando as raparigas querem
ser enganadas!... Aposto que allude A
pequena Mariott3 !. .. Ah mas nmio a
vejo, essa perola da estalagem... 0 quej
fizeram d'ella ?
F..;i estalajadeira quem encarregou-se
de responder
MandAmnol-a emrbora, disse ella sec-
camente.
Ahl! desde quando!
Desde a ultima vez que voce ceiou
aqui, tratante!
0 moco encheu um copo de vinho.
A nosso proximino encontro disse elle,
As pequenas bonitas que a gento perde, en-
contra de novo em Paris.
-Sim, disse o carmponez, em Paris,
onde ha leis e juizes que nao brincam ;
ondc, depois de ter comecado em Sons,
pe-auto o tribunal da policia, por ter mor-
to umin coelho em terreno alheio ou por ser
rixoso, em Paris, poderAs bern acibar pe-
rante o jury por... caluda! basta! eu
sci o quo digo !...
Porque niiono cadafalso de uma vez?
perguntou Rolando.
Ah men rapaz, tem-so guilhotinado
maiia dO um que nao promettia tanto corno
tUl.
0 monoo fez estalar a lingua contra o pa-
ladar :
Corn effeitd, exclarnou elle, voc5 li-
songeia-me, meu caro !
NMo, eu te conhego, tornou o estala. L
j adeiro tranquillamente.
Sr. Michelin ... .
o patrao do Leao de Oaro tinha ficado I
serio : '
Ouve, tornou ells, eu te conheci 4
quando nao eras mais alto do que a minha
bota, quando tea- tie e tua tia te trouxe-
ram la do Noite, onde parece qua ten pai
e tua mai morreram de repento sern dei- (
xar-te urn soldo. Gracas a bandades da
tua madrinha, educaram-te como um prin- (
cipo e dizem que tu sabos bastante para l
series escrevente de cartorio ou secretario
da maifre... Entre n6s, eu rnesno creoi
que tu nao 6s mao. Mas, reflected um pou-
co, tens mais de vinte annos; 6 tempo de
te regenerares.. Sou eu quem o diz :
Toma cuidado! EstAs em mao caminho, ,


numa descida, arrartado polo desejo de
viver de, braces cruzados, num camininho
em que p6des quebrar a cabega... se nno
t'a cortarrem.
Rolando tinha-se levantado exasperado :
Tome tente, voce mesmo gritou elle.
Ila uma hora polo relogio que voc8 estA ,
ahi a dizer me tolices !...


dIo-



volte para 0 l Me ,^|tH-o es
tara gracejaud.... ; ,-
A entrada do cocheiro veio fazer diver-
sao... .
Perdlo, mfus ibhos disso elle, para
ce-mo quo eo BK94
mastigar corn eriutIdBr e gmardar o 9m.
nho dos ..camaradas... .
El esse taberneiro, tornou o0 mo0o
sentando-se, que esta aqui a fazer-me coee-
gas nos ouvidos e a quern quasi esmur-
rei... Mas eu nao me lembrava que elle
tern mais de cincoenta anabs. EstA cadu-
cando. E' a idade.
As disputes tem isto de bom, disse,
Finot sentenciosamente, 6 costume bebei
mais um copo para fazer as pazes... Ago-
ra temos pouco tempo... Demorei-me na
estrebaria corn aquello animal de Patu-
ron.
E accrescento%, vendo em cima da mesa
os dous corpos diaphanos que tinham sido c
par de garrafas esvasiadas pelo mogo Ro-
lando durante o seu colloquio corn a esta-
lajadeira.
Se 16isso que ha, dou a minha
demissIo... Onde estA o meu segundo
viajante?... Talvez elle tenha a bonda-
de de dos offerecer alguma cousa.
Michelin, que a explosito de Rolando ti-
nha assustado e que estaa arrependido de
ter ido long demais corn as suas prophe-
cias, aprofeitou a occasiAio para levar a
conversa pora outro terreno.
-- 0 viajante?! exclamou elle, aho
sim. Fagam id6a, pedio-me urma chicara
de leite para o seu almogo.
0 cocheiro fez uma careta de horror e-
de indignaVAo.
Leitole:? Quand6 ha na adega vinh!
de todas as cores ? Esse individuo nao
me inspira nenhuma confianga... Hei de
fazel-o pagar a passage adiantado...
Desde que o accordei estA se lavan-
do, de calas e em mangas de camisa.
Finot abanou a cabe9a
E' precise que esteja muito sujo.. .
0 estalajadeiro continuou-:
-- Depois os seus cabellos. toda a sua
pessoa, term um cheiro, oh! mas um chei-
ro, primo, 6 come um ramilhete de rosas,
quasi fiquei soffocado quando entrei. Os
moveis, o quarto, a cama, todo estA em-
pestado. Seremos obrigado a uma lava-
gem especial. Oomprehendem, ninguem
mais ha de querer dormir alli.
0 proprietario da Finotaise -opinou cornm
propriedade.
E' um mascate do drogas, do po-
mada para calos ou de vulnerario susso.
NIo, creie antes que seja caixeiro de
ourives.
Caixeiro de ourives ? repetio o co-
cheiro, o que lho faz peasar isso ?
-" Oiho,: quando elle abrio a ma a lion-
tern a noite, para tirar urn lengo, eu vi
dentro uma pota-o de objects que brilha-
yam come carbunculos... Pareciam an-
aeis, pulseiras, collares... Mas na.o tive
tempo de examiner, porque elb fechou-a
com urn gesto de colera, e fitou-me corn
ious olhos que, se fossem um par do pisto-
Las eu estava defunto.
Quab!
E que clidado tern ells dessa mala
liabolica, que nato 6 maier do que umn sac-
3o de costura de mulher Hoje, quando
quiz trazel-a para baixo corn a sun capa,
ll0 gritou-me": (0 que faz ahi ?... Dei-
re isso!... Prohibo-lhe (ie pegar nisso !
rudo dito de modeo que tirou-me a vontade
de reincidir 1..-
Finot tinha tirade da perna dii carlreiro
5 que ainda havia de came, cerca de duas
libras, e cortou um peda9o de ptao do mes-


rmeo peso, pouco mais ou menos.
Primo, disse elle sem pejo, emquan-
to esperamos o tal sugeito, you comer un
boccado do carnet, e se a gente tivesse so-'
mente uma gotta do liquid para inolhar a
goela...
Mamiaii Michelin, ordenou Rolando,
mais uma garrafa do vinho e dous co-
pes. *' ; ,
POe.
A irrit.4 o nosso here tinha-se eva-
porado corn a mesma rapidez corn que ap-
parecou. Porque nao occualtareinos ao lei-
tor que esse o9 3 6 destinado a ser um dos
heroes desta historia.


A. aI ~~e9IWJpy TU 'rA V -V_, a- s w 'xS'4I *4( ve1w kiao 0
diar. 1in 'radriahia. *ra aa-:0di* toi tll q t ava contra
mafir. -ito '..e3ti*A ^4m tu^
%ar. -Voa _M%4 --(IR A 4 4dt"
MQM -em c`4fdp^ .A1-Nu" 03e46 fitanie as

fara corar a getitia i ere. 0 e:1 'ardeate emt
Finot, que er*a piabbedor, ergueu q" uo vti i -il gts a it engent3
corpo : do. s e .ole so:quodeo maldiq no ir-
A' saude da.iSra de Mazerolles! rogava ao- lenta peital da raui i to-
Os. dous compaaeiros o imitaram: ina, o Ad za, dia0 ve1es |'
A' saude da $ra. de, Mazerolles I era possivel,poretra.nobulo
Quern falloi aui na Sr. de: Mazerol- d eenta de umn co c bo,
les? perguntou umin voz atras dos bebedo- ..nartrstennte, ]A, to alto, a susirada
res. imagem'o do astro rei, dospreaoendo uus
Estesvoltaraim-se tocdos as measmo tem- raiosinhos-tio pobres, t~ o amoiecidos, 9e-
PP. i ielhaiid os 40timios olhares lang*d' e
O viajante a-tnuuciado e esperado, a sem Vida de urn moribuando1q'
, caixeiro de oumve do estalajadeiro, ti- pepois la vinha a insipidez fastidiosa
nha sahido do seu aiarto, e coI passo tao dos domingos londrmhos-uai horror !
leave queninguem oOuvi0" havia chegado Avaliem, dizia elle, uMn cemlterio
atW e centro da ..ozinha. de maitas leguas! Umra cidade enornme,
Era um adolescent muito pequeno, mui- rMal edifieada, Mal pintada, quo na aemana
to delicado para um home; mas singu- tern algamn movimento commercial, feicha-
larmente bemrn proporcionado nas suas for- so, coaicettra-se de todo! lAhi 'no fund de
mas mrjisglas, de uma elegancia e de -umaaita9' iao qualquer oa dentro dos vas-
uma dietinem9o- notaveis A primueira vista. tos temples ailenciosos -cabisbaixos, se-
0 seu trajo 0, viajante, original, asseme- -rios, iucommunioaveis, estio os homes,
lhava-se aos dos estudantes alleiaaes. Tra- que so dizem laboriosos e nobres, corn o0
zia em baixo do braeo uma inala oblonga olhos bravados na Biblia, todos contritos,
de marroquim. submissos, n'uma reverencia beatificada
Corn um olhar rapid e penetrauto exa- do idolatras.
minou o trio que festojava a garrifa, e.ro: Se -ntAo -e assim vemol-os passar, enfor-
petiu a pergunta: quilhados em pessimoscavallos, sacudidos
Qual dos senhores fallou na Sra. Ma- polos impulses descompassados de um tro-
zerolles? te largo, detestavel, erguendo acima dos
S-- Fui eu, responded Rolando corn po- collarinhos clevados as caras antipathicas
lldez. de "uin vermelho de lacre.
A' rica Sra. de Mazerolles, a ex-bella Uns hippormaniacos os inglezes, uns
Limonadeira do cafg da Esndda, que morn aprendizes do equita9ao, concluia elleo dei
a rua dos Magons Sorbonne em Pariz! xando bemrn perceber o que lhi ia no in-
Nao sei so foi liminadeira, tornou o time.
mogo, mas sei quo foi. bella, se dovevo crer Se alguem Ihe sahia ao encontro cora-
no retrato que della fiz a minha tia. Sei, iosamente fazendo valjr todos os esela-
al6m disso, que ella mora nessa run, per- recimentos conhecidos do defeza britanica
que 6 a morada que me indica a carta em -erguia logo a voz, aegurava os punhos,
que ella manda-me chamar e a quo meu irritava-se e derramava furiosamente, cheio
tie encarregou-me de entregar-lhe a modo de uma indgnagto terrivel, anathemas,
de confirmacio de pesesoa. apostrophes, satyras forradas de um ridi-
Entao a Sra.. Mazerolles nao o co- culo picaute a Inglaterra e A tudo o que
nhece? era inglez.
Nunca mevie; mas teremes tempo de Uma vez urn amigo fazia em sua pro-
anos conhecer pois vou nmarar debaixo do eenga a apologia das botinas inglezas,
seua tecto. mostrando garbozamente umas de Bostock
-- Fntio ella o estima muito ? quo calgava -fortes, bemrn talhadas, de uma
Pelo menos, desde que nasci ella consistencia magnifica -quando elle saltou,
temrn mostrado interessar-se maito per mirm. do repent, protestando contra o crime de
Entao6 sea parent, sem.duvida? leza-ranglophobia.
No; sou apenas seu afilhado. Estive mais de dous annos em Leon-
Ah droes', e sei bem o que so as sapatarias bri-
-(Contpi#a) tanicas. Estas batinas, ti0 bosas *im, d6-
-^-- ^ ^^rVe .'s e~er de O r^a-ibrica quaniuer. NKo
.""," z 1r'n heumeri- tt a 1.Eicopa,'quoe1 defor-
RI ADi Sme see p6 com am calgado sahido das mg.
V RIEDADES os grosseiras dos pessimos e porcos sapas
": t ; .... teiros inglezes.
Anglophobia E, contrahindo o resto, saccudia para
A' THOMAZ GOMES longs urea forte cuspidur. do nbjo..
Um anglophobo o Ernesto... capaz do S, deixando as botinas, so fallasse das
fulminar todos aquelles cidadAos graves e mulheres, quo de rizos cheios do galhofa!


sombrios que se consideram os unicos ho-
mens praticos do globo.
SQuem nio o conhecesse, entretanto, e o
visse ajustado em urma curta roupa de
grossa cachemira, -toilette toda ingleza, -
As vezes cheio de uma misantropia insa.
portavel, mitos aos bolsos, olhos fits no
chito, passeando, come que a calcular, a
pensar seriamente, julgaria, talvez, ter
diapte de si urn mister qualquer albionez.
Mas nao... Aquelles cabellos louros,
* crrectamente cortados, aquella pelle alva,
sombreada de roza, aquello grande p6, em
tao confortavel botina, aquella apparencia
atletheca de urn organism bern dirigido,
cram de urnm europeu, 6 verdade, de um
curopeu do norte; mas tambem de um al-
-iom o.
0 Ernesto era urn rapaz de 24 annos:
bemrn mogo ainda, mas do urn complete des-
envolvimentd organic.
Elle tiaha garbo em mostrar urma mus-
culatura rigida, bern formada e deslurn-
brava-se, quando, estirando iongamente
a perna, fazia apparecer notavel a consis-
tencia enorme do tricipito rural.
E come aeo ? Na Allemnanha, n'aquel-


Vinha entdo urma exageradissima descrip-
glo da monstruosidade de seus p6s, sem
contornos; sem mimo, de uma carnaelo
grossa e repugnante.
Para o Ernesto oram ellas de uma in-
correcgao, de urma pobreza de adornos de-
testavel -mulheres masculiaas, que ser
as f6rmas delicadas dos seios eontornalo3,-
estheticamente debuxados, prevalecem-se
vaidosamente do imitagoes criminosas, pes-
simamente talhadas e:n gomma elastic.
Da Inglaterra s6 uma cousa ibe parecia
prestavel o. dinheiro.
Ah! diante dos capitaes enormes que as
comnpanhias inglezas levantam por todo o
mundo, construindo estradas, estabelecen-
do engenhos, emprehendendo navegagoes
-difficeis, montando industries novas, lovan-
do a toda a part as maravilhas mysterio-
sas.da elictrioidade e a forga indomita do
vapor, alimentado sempre corn os produc-
tos inesgotaveis das minas carboniferas das
ilhas, quem nao se admira, nao so des-
lumabra porventura?
Assim mesmo elle ainda nao era. agra-
davel aos adversaries que creara: sentia
admitao pela riqueza accumulada. las


AmS6 todaa a.tericana, sentenia
itnmJiatamtae ; ^ -captiauon n'umii dosef
reIaaento'^^ '"t .4w;1"fa*..i.:"1
A^ezar deoit faa~~nitp bew~ idiagua in?
glezao e oonsidOava4a d o--uima ndareza
insuportavel, capaz de molester o tylpa-
noe, edaizia eiapro:
N- io ha que m la linguas estrangei-
ras to mal e custosamente com o os ingle-
zes. ConheGo no Brasil alguns que ha dorn
annos s6 fazem trocar o seu I por mim:
mira anda cawlk, mirm l1 biblia, mim co-
me beef.. Como oradores, euose conhe9ol:
choroformisam bornm. Elles orgulham-se de
Fox! Umr gastronome, ignorante dos prin-
cipios elementares d4 phisyobogia e de hy-
giene, que deaoiis doQ entregar-se aes exces-
sos da iflesa, atava A cabe9ga urn guarda-
nape ensopado cm agua vinagrada para
trabalhar doz horas :seguidas nos insupor-
taveis discursos quo lhes deixon!

Era facil notar no Ernesto um demasia-
do apego As cousas patrias e uma certa
antipathia ao element estrangeiro.
Muito reprovavel isto.
Os grades povos moderaos, que na
vanguard da Humanrdade vao fazendo]as
explendidas conquistas do progress, p-is-
sanda per sobre os destrogos das volharias
estragadas, corrompidas, para levar adiante
as exageragoes do Futuro os troph6os glorio-
sos das victori:Ls moentaes, devem sentir den-
tro d'alma uns pruriZIos alegres'de enthusias-
mo e de vida a ouvir a apotheose eloctri-
santo do mundo agradecido : mas os ho-
mens oducados de hoje, que-prccisam lu-
tar pela uuiao humana, nio devem alimen-
tar rivalidades infuadadas, quaesquer pro -
conceitos de religiAo ou de raga, de politi-
ca ou de nacionalidade.
0 presented esta bern clare, muito lava-
d de luz : nao so pode mais ier na treva
do passado o a odio ; ao estrangeiro I )) do
false patriotism romano.
Nao havia um vu~to inglez apontado ao
Ernesto quo tivesse em seu conceit o va-
lor. de um alleohao. Dizia elle que antipa-
thisava o militarism ferrenho do chancel-
lor de Bitsmark, mas the offeracessem Gla-
dstone corm fora bastante parm fazer trium-
phar no Reichstag todo seu liberalism
que The volfaria as costas, muito satisfeito
eom Richter, ainda que derrotado sempre
per maiorias adveroarias.
Darwin tem algum valor, dizia serm
pre; mas quern falla na Origem das Es-
pecies precisa erguer os olhos para a Lis-
tora da Creamo. Horekel 6 hoje o direc-
tor" pensamonto novo; antes de 1859
ja falra em.Oken e Giath ia tinha pro-
visto a ac9-o evolutiva do) vegetal.
Grethe, o sabioe e o poeta, uma alma
final de artist e umn cerebro robustecido
de pensador! Quando elle pronunciava
este nome deixava transparocer na fran-
queza do rise a alegria eo o enthusiasm
sainto que tocava-lhe o intimo: corn qno
commoeao, corn que ardor, nao reeitava
os versos do Faust! ?
A esta predilec9go per Goethe unia uma
profiuda admiracao per Schiller. Os dous
grande genies allemrles eclipcavam Milton
e annullavam Byron.
0 Ernesto lera o Paradise Lost e o
Child Harold; mas dizia que os tinha s9-
cudido a um lade sem 4 mais love impr-s-
s~e, sem o menor agrado: parecia-lhe ter
passado dous grandes dcsertos arid ms, seor
vida, capazes do Iho deixar. somente recor-
do9oes de notes desgostosas.
Uma pessoa que o urio. assim, protes-
tou, que aquelle cego illuminado e aquelhe
septico sublime, forasteiro na Grecia, ti-
nham o cerebro cheio do inspiraoes ge-
nines e quo par a gloria ingleza bastavam
as creates admiraveis da musa do Shaks-
peare.
Ninguoem podia lembrar-se de o ter visto


callado em ama situaglo assim.
Fai ama vez ao theatre e.n Londros,
contou logo em resposta: reprosantava-se
o Hamlet, e quando os inglezes attentos,
electrisados admiravam Shakespeare e re-
lembravam Kean, ea quasi doirmia n'uma
insipidez narcotics.
faflavam em voz ixa. Os cagadores de
gent. d6liberavam.
Tern a certeza, 4ieu tenente, de que
elle nao so escondeu n'esta avenida, per-
guntou uma voz juvenile. EstA escuro como
o portao de proa.
Paloque abafou uma praga,
-. E' aquelle fedelho quo marquei corn
uma facada. Aquele quo se* disfaryou
ern caixeiro nas Duas Palmeiraej. Docidi-
damento flce'olho. Estou a perder temr


de vida, compondo a admiravel Sympho-
*ma Pastoral e aquellas trinta e oito bellis-
simas sonatas!
Wagner! quem neste se.ulo teve am
genio musical tao elevado, t to emprehen-
dedor, tio cheio de peripecias o temerida-
des sublimes do que este ente irascivel,
violent, sugeito sempre a sobre-excitagoes
Snervozas! -
S A Opera fecha ainda as p,)rtas a music
do future, mas.- ajustiga da historic jA se
pronunciou por Wagner!
Todas as vezes que tinha ocasiAo, o Er-
nesto expandia estas mesmas admirages
para ir depois executar trechos do Lon-
hengrin, Tamnhauser, Navio Phantasma e
Rienze.
Era perdido pela Aida e pelo Mesphisto-
pheles e presentia nas duas operas de Ver-
di e Boito a influencia wagneriana.
0 que admirar, o que ouvir na In-
glaterra ? Sidney Smith? Nada;' una ou
outra composi9go sem merit que glorifi-
quo um artist, sen feigzto qneuo characterize
uma escola.
Estas palavras, de uma conviegao bemrn
formada, sahiam-lhe sempre por entire uam
rizo do satisfacio.
Era notavel que o heroes prussiano nao
mostrasse antes para a Franga todo o sea
terrivel odio. Ao. contrario fazia justiga a
nacfto inimiga todas as vezes que sobre
ella se pronunciava.
Mas, que! so lhe observando isto, res-
pondeu, dizendo: A Franca 6jA vencida!
A' sua'minaior satisfaclio chegaria quando
podesse dizer o mesmo da Gran-Bretanha.
So assim se explicio os sous dizeres so-
bre. os soldados inglezes.
No ha na Europa, no mundo intairo,
um exercito tao baixo, 'tao despedido de
coragem, como o d'Inglaterra. Ninguem o
ve combater por amor de um interesse ho-
nesto da patria; s6 ambigoes pequeninas
o encaminhao para a lucta. Vae assestar
baterias n'Africa oe na Azia, trucidar selva-
geus, dovastar paizes desfavorecidos, mas
riao capaz de lvantar batalha contra as
grandes potencias.

Assim fallava elle umna noite, a ler enrai-
vecido, para alguem que o escutava, urnas
noticias sobre a gaerra do Egypto.
Ao terminal-as sacudio o journal para um
lado, declarando n'uma solemnidade de
compromisso que corria a alistar-se como
soldado' no dia em que soubesso qau uema
guerra ir-se-hia abrir entire a Inglaterra e a
Allemanha. Mais tarde, :pensando n'este
kuturo do sangue o de treva, o Ernesto
adormeceo.
Pela madrugada acordara, saltando li-
geiro da cama.....
Sonhara a patria vencedoran'uma guer-
ra de exterminio e vira-se assentado sobre
as ruinas da Oran-Bretanha, hamilhada
sob seu governor e reduzida a uma colonial
allema.
Por esta hora ja so conhecia 1A fora a
origem deo sna anglophobia:
A active policia do L3ndres o tinaha
uma vez saspeitado n'umroubo de brilhan-
tes e elle, s6 depois do prezo, poude justi-
ficar quo era innocent.
Natal -1884.

TOBIAS MONTEIRO
um declivi escarpado, com-o odes as ruas
que vito corn elias As collins do Montmar-
tre.




Full Text
xml version 1.0 encoding UTF-8
REPORT xmlns http:www.fcla.edudlsmddaitss xmlns:xsi http:www.w3.org2001XMLSchema-instance xsi:schemaLocation http:www.fcla.edudlsmddaitssdaitssReport.xsd
INGEST IEID ETRVCNC30_UDZNU3 INGEST_TIME 2014-05-22T22:26:43Z PACKAGE AA00011611_16068
AGREEMENT_INFO ACCOUNT UF PROJECT UFDC
FILES