Diario de Pernambuco

MISSING IMAGE

Material Information

Title:
Diario de Pernambuco
Physical Description:
Newspaper
Language:
Portuguese
Publication Date:

Subjects

Genre:
newspaper   ( marcgt )
newspaper   ( sobekcm )
Spatial Coverage:
Brazil -- Pernambuco -- Recife

Notes

Abstract:
The Diario de Pernambuco is acknowledged as the oldest newspaper in circulation in Latin America (see : Larousse cultural ; p. 263). The issues from 1825-1923 offer insights into early Brazilian commerce, social affairs, politics, family life, slavery, and such. Published in the port of Recife, the Diario contains numerous announcements of maritime movements, crop production, legal affairs, and cultural matters. The 19th century includes reporting on the rise of Brazilian nationalism as the Empire gave way to the earliest expressions of the Brazilian republic. The 1910s and 1920s are years of economic and artistic change, with surging exports of sugar and coffee pushing revenues and allowing for rapid expansions of infrastructure, popular expression, and national politics.
Funding:
Funding for the digitization of Diario de Pernambuco provided by LAMP (formerly known as the Latin American Microform Project), which is coordinated by the Center for Research Libraries (CRL), Global Resources Network.
Dates or Sequential Designation:
Began with Number 1, November 7, 1825.
Numbering Peculiarities:
Numbering irregularities exist and early issues are continuously paginated.

Record Information

Source Institution:
University of Florida
Holding Location:
UF Latin American Collections
Rights Management:
Applicable rights reserved.
Resource Identifier:
aleph - 002044160
notis - AKN2060
oclc - 45907853
System ID:
AA00011611:09735


This item is only available as the following downloads:


Full Text
'
Anno de 1847.
Quinta-feira 7
O OmiO pulilici-se todos os dias, que 11S0
orcm'de tymrd'i i o preco 1I11 auignaftirn He de
4j(iG" rs. por quartel.-p/igor adiantadoi. Os n-
ouncios dos auigrwnlei-sn inseridos raifyde
}n m. por linha, 40 ri. ein typn d.Uerentc, e
" as*
IJ1"
repetes p:U meta le. Oj rpje ii'ip fnrm I(C
iiantw'|>' '. irio SO rs por linha,. elOO en
dH^Hrtf, porcada publica; jo.
PHSES DA Lil V M> MKZ, OH OUTBRO.
Creiceiile, a I, 7 lioraa 18 miu. da mant
l.ua'novav 9, a 0 hora 47 ipin. da manli.
Crcenle a 17, a 5 horas 11 miti. da rnaUb
la cliia a :3. 0 hor- e 10 mi*, da laida.
Mingoenle a 3o, a 7 horas 35 mi. da larde
PARTIDA DOS CORREI08.
(oiantia c Parahyba,s secundas esellas feir*..
ftio-lJrfuide-dn. Norte quintas l'cii asno meio-dia.
Cabo, Scmilim'm, Rio-Forraoso, Potlo-Calvo e
Macelo; 00 I.*, a 11 e !l de cad.a mei.
Garajhuns e Itonito, a 8 e 23.
Roa-V."'a o Flores, a 13 e 38,
Victoria, i quintas luirs.
Oliuda, todos os dias.,
PREAMA.t Ol HOJE.
Primeira, As 2 lloras e 64 minutos da maulia.
ISe^uiida, s 3 horas e iS.niuutos da tarde.

tle Oiitubro. Anno XXfV.
N. 826.
DIAS D\ SEMANA.
4 Segunda. 3.Fiancisco d'.Vssis Aud do J dos
orpli. lio.', doc. nav. iln J. M. da v.
5 Trro.S. Placido. Aud do I rtociv.ili I,
r. e do J. de paz do 3. dist de t
Quarta. S. Cuino. Aud. do J.do civ.da Vy.
e do J. de par do dist. de t.
Quinta. S. Marcos Aud do J.deorpli. e
doJ. municipal da I. vara.
Sela. S. Brgida. Aud do dociv. da I. v.
e do J. de paz do I. dist de, l.
9 Sabhado. S. Dionisio. Aud. do J. do civ.da
I. V. e do i de ai do t dist. de t.
0 Domingo. O Patrocinio de Jos
CAMBIOS NO DA 0 DE OUTIHIRO.
Cambio sobre Londres a 37'/, d p. 13 rs. a 60 d.
i o Paria 3i0 rs jmr franco.
Lisboa 105 a 110 de premio.
tete, de leltrs de boas Brm*i ro 0 ihoUs !f".|rt a 39*100
" Modadc* nOvelU. ICMOO a fioo
de OJ40l> nov Illj'iu-i i 1(1*100
a a de 4*000..... 9*100 a 9J0O
Prafa Patacocs.. "....... 2*000 a 2J020
a Pesos coluiiin-ues... !# a JJOOO
Ditos me xicauos... 14/800 a 1*820
a Miuda ....- I930
Accou da comn. do llelieribc de 50 jfooors. ao par.
wkwl% nrM
MBUCO
MINISTERIO DA GUERRA.
Itelnco dos oitteiaes de primeira linha
do exercito promovidos por liento
lesia data.
(ContinuacaO do numero antecedente.)
FUZILEIROS.
primeiro batalhaO.
Tenente-ajudante, o lenlo do misino Luiz Ri-
beiro dosGuimarfls Peixoto.
Secretario com direito a aecesso o cadete do
srno Joflo Antonio Garcez Palha.
Tenentes, o tenonte graduado do mosmo Chrsto-
vio de Abreu Carvalho e Controiras; o alteres do
terceiro de fuzileiros Jos Joaquim da Silva Costa ;
oalferes dosetimo de fuzileiros Jofl.0 Theodoro Po-
reira de Mullo.
Segundo batalhaO.
AI Teres ajudante o alteres do mesmo Timoleilo
Pires de Albuquerque Maranhfio.
Alteres secretariq com direito a aecesso, o prime-
ro sargento de primeiro regiment Jesuino Baptis-
ta da Silva.
Opilo da segunda companb'a com graduagno
de major, ocapilR de infantaria Manoel Francisco
Alvos.
Capitfio da quarta companhia com graduac.lo de
major, o capitfln de infantaria TelesCoro Simeflo
Perorado Lago.
Tenrntes, o alfares do segundo de cac,ailoresofo
de Jesus Cliristo e Silva ; o alfares do oitavo de fu-
zileiros Juflo Mara Ferreira da AssumpcSo.
Alfares, 6 primeiro cadete do segundo batalho
doartilliaria Pedro Lino de Barros Rois.
Terceiro batalhaO. .
CapitSo la quinta companhia, o tenentodo mes-
mo JoiJo Antonio Cardoso.
Tnnente o alfares do mesmo Jofto Luiz do Li-
vramenlo.
Alfares, o segundo cadete primeiro sargento do
primeiro do fuzileiros Antonio Pedro de Olvera ;
o primeiro cadete do primc'ro do fuzileiros Domin-
gos Francisco de Castro Roso Ferraz ; o primeiro
cailele do primeiro de fuzileiros Francisco Maria
dos GuimarSes Pexolo ; o segundo cadete segundo
sargento do mesmo Gu Uterino Pinto de Souza.
Quarlo batalhaO.
Major, o major graduado Manoel Joaquim Percira
Braga.
Secretario com direito a aecesso, o particular sar-
gento dosetimo de fuzileiros Guilherme llerculano
de Medeiros.
Capitfio da primeira companhia, o capil.lo de in-
fantaria Joaquim Manoel Pereira.
Capitilo da quinta companhia, o tenente do mes-
mo Manoel Geraldo do Carino Barros.
Capitfio da sexta companhia, o tenente de infan-
taria Francisco Jos da Silva Cruz.
Tenentes, o alfares ca segund de caladores Jolo
Manuel Flantillo; o alfares do primeiro de cacado-
re Joaquim Tiberio Lopo Capislrano ; o Blfarcs do
oitavo de fuzileiros Custodio Coelho dos Santos; o
altores do quinto de caladores Miguel Percira Ca-
edo.
Alfares, o segundo cadete primeiro sargento do
quinto de fuzileiros Goncalo de Mattos Rocha; o pri-
meira cadete do primeiro de fuzileiros Jolo Maria de
Mello. :
Quinto batalho.
Tenonle-ajiidante, o alfares doquarto de calado-
res Jos Ma n oe I B ra ga.
Capitilo d quarta companhia, o primeiro pnente
de arlilharia Antonio Juliano Concia de Faria.
Capitilo da quinta companhia, o lente do infan-
taria Jos Cassiano da Costa.
Capitilo ta stima companhia, o lenle do mes-
mo Angelo Baptisla Mendcs.
Tenentes, o lenle graduado do mesmo Jnsc Luiz
Teixeira Lopes; o alfares do terceiro de cacatlorcs
Manoel Amancio do Almeid.i ; o alfares do quarlo de
caladores Sigismundo Nemesio Marrocos de S.
Sixto batalho
Alfares-quartel-mestre, o alfares do mesmo Jusli-
niano Itapsta Teixeira.
Tenente secretario, o alfares secretario do mesmo
Augusto Jos l'upi.
.Capitfio ila oilava companhia, o lenlo de infan-
taria Raj inundo Jos dos Santos.
Tenente, o ajferes do mesmo Camillo Xavier de
Soltza.
Alfares, o segundo cadete do primeiro da fuzilei-
ros Joflo Piales Fanislem.
Stimo batr.lho.
Coronel graduado comqiandantc, o coronel gra-
duado do estado-maior de primeira classe Francisco
Jos da Silva.
Major, o major graduado do primeiro de fuzileiros
Jos Antonio Pinto.
Alfares secretario com direito a aecesso, o sargen-
to quarlel-meslre do mesmoLaurindo AlvesBarbra.
Capitilo da quarta Companhia, o primeiro tenente
do segundo batalho de artilharia Antonio Jos de
Mello.
Capitfio da sexta, companhia,. 0 tenente do tercei-
ro de cacadores Jos Antonio de'Olivcira Bolelho.
Capitfio da oilava compaas, o lenle doquar-
' Picadores, Pedro Jos Pereira.
Tenente, o alfares do mesmo Joaquim Xavier de
Araujo.
Alienes, o segundo cadete do mesmo Joflo Jos Spa-
res ; o segundo cadete do deposito da corte Anto-
nio Jos de Magallifii's ; o secundo cadete do quarto
hatalhflo de arlilharia Luiz llenriquo de Oliveira
Ewbank.
Oitavo batalho.
Capitfio ta quinta companhia, o lenle to quar-
lo de cacadores Manoel de Oliveira GuimarSes.
Tenentes, o alfares d terceiro do cacadores Anto-
nio Fernandes Borges ; o alfares do mesmo Augusto
Cesar da Silva.
Alfares, o segundo cadele do deposito da corte An-
tonio Pfdro Heitor ; o segundo cadete do primeiro
de fuzileiros Antonio Teixeira deSampaio; o primei-
ro cadele do segund de arlilharia Joatiuim da Cos-
ta Reg Monteiro ; o sargento quarlel-meslre addido
aos artilices da corle Fortnalo Theodoro de Lima ; o
segundo caetc do primeiro balalhfio de arlilharia
Jolo Jos da Silva Veiga ; o cadete primeiro sargen-
to do mesmo Manoel Pinto Pestaa ; o segundo ca-
dete do stimo de fuzileiros Jos Maria do Nasci-
mento.
CALADORES.
Primeiro batalho.
Alfares secretario com direito a aecesso, o secre-
tario do mesmo Antonio Mattoxo do Andrado C-
mara.
Capitfio da quinta companhia, o capitilo graduado
do quarto de caladores Luiz da Franca Leitc.
,. Segundo batalho.
Major, o major graduado do estado-maior de pri-
meira classe, Jos da Silva Guimarfies Jnior.
Capitfio quartel-mestre, o tenente quarlel-meslre
do mesmo Antonio Braulio Lopes tic Gaivalho.
Tenente, o alfares de infantaria Manoel Claudio de
Oliveira Cruz.
Alfares, o primeiro cadele da cavallaria de San-
Paulo Jos Negreiros de Almeida Sarinho ; o primei-
ro sargento do quarto de cacadores Antonio Liui da
Cunha Mello.
Terceiro batalho
Tenente-coronel commandante, o tenente-coro-
nel graduado de infantaria Antonio Jos de Carvalho.
Alfares secretario com liireiro a aecesso, o Bargen-
to-ajudanle do mesmo Jos da Cruz Vieira Soipifio
Castro Queiroz de Maccdo.
Tenentes, o alfares do primeiro de cacadores Joflo
Baptisla da Fonseca ; o alfares do mesmo Germano
Antonio da Silva Menezes. .
Alfares, o primeiro cadete do terceiro de arlilha-
ria Bd'uarao le S Pereira de Castro ; o primeiro ca-
dete do deposito da corte Rulino Eneas Gustavo Gel-
vlo; o primeiro cadete do primeiro hatalhflo de ar-
lilharia Antonio Alejandrino do Mello..
Quarlo batalho.
Coronel graduado commandante, o tenente-co-
ronel commandante do mesmo Francisco Xavier
Torres. .
Major, o major graduado do quinio de fuzileiros
Francisco Joaquim Ferreira de Carvalho.
Capitfio qtiarlel-mcstre, O primeiro lente de ar-
tilharia Constantino Jos da Costa.
Alfares ajudanlc, o alfares do mesmo llayimindo
Goncalvesde Abreu.
CapitSo da primeira comp*nb'\ o tenente do mes-
mo Theotonio Jos Ferreira de Caslro.
Tenentes, o alfares do mesmo Virissimo Jos dos
Sanios Lima; o alfares do quinto de fuzileiros Fran-
cisco Gonce Ivs Pereira Lima ; o alfares de infanta-
ria Jos Saturnino Gaspar ; o alfares do primeiro de
cacadores Jos dos Santos Nones Lima.
Alfares, o sargcnto-ajudanle do mesmo Maximia-
no Joaquim de Almeida Pinto; o primeiro cadeto
Conrado Maria da Silva Biltancourt.
Quinto batalho,
Teticntc-ajndante, o alfares do terceiro de cacado-
res Jenuino.Olvmpio de Sampaio.
Tenentc-qua'rtcl-niesire o tenente do mrstno
Francisco de Paula S Piixolo.
Capitfio ta quinta conipanhia, o lente do oita-
vo tle cacadores Jos Alves Pimente!.
Tenente, o alfares do mesmo Luiz Hilario Sctuhal.
Alfares, o primeiro cadete do primeiro de fuzilei-
ros Diogo de Santa Rila Brito ; o primeiro cadele
primeiro sargento to primeiro de cacadores Manoel
Joaquim Bello.
Sexto batalho.
Alfares secretario com direito a aecesso, o parti-
cular sargenlo-ajudante do segundo hatalhflo de ar-
lilharia Guilherme dos Santos Soares Cade!.
Capitilo ta tercena companhia, o lenle tic in-
fantaria Jos Marciano de Afevedu.
Tenente, ..alfares do segundo de cacadores Jos
Antonio Ferreira Adriio.
Alfares, o primeiro sargento do mesmo Jos Eu-
genio de Jess ; o primeiro cadete do primeiro re-
giment Alexandre Augusto de Frias Villar.
Stimo batalho.
Major, o major graduado do estado-maior de pri-
meira classe Joaquim Rodrigues Coelho Kelli.
Teneite-ajudante, o alfarcs-sjudante do mesmo
Jos Joaquim do Sousa.
Alfares, o primeiro cadete do sexto tle cacadores
Jofi.0 Nepomucdiio da Silva ; o segundo cadete do
mesmo Augusto Carlos de Siqueia Chaves.
Oitavo batalho.
Capitfio da quinta companhia, o tenente de infan-
taria Francisco Antonio da Foilscca Galvfio.
Tenente, o alferesdo quinto de cacadores Joaquim
Cantoso.da Costa.
Alfares, o segundo cadeto do deposito da corte
Theotonio Joaquim de Almeida Fortuna ; o segundo
cadete do mesmo Joflo da Silva Nazarelh ; o primei-
ro cadete do primeiro balalhfio de arlilharia Joa-
quim duAzcvedo Thompson ; o primeiro cadete de
San-Paulo Augusto Carlds Maria ; o sargenlo-aju-
dante do mesmo Jos Antonio l.eitfio.
CORPOS FIXOS.
Corpo de l'iauhy (cacadores).
Tenente-coronel commandante, o. tenonte-coro-
nel de infantaria Antonio Fernandes Padilha.
Tenente-ajudante, o alfares do infantaria Eduardo
Joaquim Pereira de Oliveira.
Alfares secretario com direito a aecesso, o primei-
ro sargento do deposito da corte Jos Mariano de
Barros.
Capitfio da primeira companhia com graduado de
major, o capitfio do infantaria Joaquim de Pontea
Marinho.
Capitfio da segunda companhia o primeiro te-
nente de arlilharia Gaspar Vlente Gordeiro.
Capitfio da quarta companhia, o tenente de infan-
taria Alexandre Francisco Augusto.
Tenentes, o alfares do quarlo de cacadores Jos tle
Sousa Lima ; o alfares do quarto de cacadores Joa-
quim Bezerra de Albuquerque; o alteres do priinoi-
iii de cacadores Candido Francisco de Sanl'Anna ; o
alfares do terceiro do cacadores Antonio da Silva
Prannos.
Corpo de cacadores do Ciar.
Tenente-coronel commandante, o tenente-coronel
graduado to estado-maior da primeira classe Luiz
Antonio Favilla. -
Major com gratluaQfio. do tenente-coronel, ti major
do CStado-niaior da primeira classe Manoel Joaquim
tle Oliveira.
Alfares-ajiidante, oalferes to quinto de fuzileiros
Childerico Cicero de Alinear Araripo.
Tenente-quartel-mestie, o tenente do quinto ba-
talho de fuzileiros Leocadio da Costa Weyno.
Alfares secretario com direito a aecesso, o cadete
do stimo de. cacadores Dalecarniense Drumond de
Alencar Araripe.
(.'apellan, o padre Jofio Tahosa da Silva Braga.
Capitfio ta primeira companliia o lenle do
quinto deJuzleiros Manoel Uoreira da Rocha.
Capitfio da segunda companhia, o lenlo do es-
tado-maior de primeira classe Joaquim Moreira da
Rocha.
Tenentes, o alfares de infantaria Francisco Jos
do Rosarlo j o a I Teres do estado-maior tle segunda
classe Joaquim Cavalcanti tle Bullidos ; o aleles do
estado-maior tle segunda classe Francisco Luiz da
Cosa Uoreira.
Corpo de Sun-I'iiulo.
Tenente-coronel commandante, o tenente-coronel
graduado de infantaria Jofio Roheito Aires Car-
neiro.
Major com graduaco tle lencnlc-coronel, o major
de infantaria Jofio Carlos Baumann.
Alfares quarlel-meslre, ti primeiro sargento do
cavallaria do mesmo Manoel do O' Rodrigues Azedo.
Capitilo da segunda companhia de cacatlorcs, o
primeiro tenente de artilharia Joflo Mariano de Azo-
rado Marques,
Capitfio de cavallaria, o lenlo do estado-maior
de primeira classe Jos Maria Gavillo l'eixoto.
. Tenentes tle cacadores, o alfares do sexto de fuzi-
leiros Antonio Rodrigues Velloso Pimeuta o alfa-
res do quinto de cacatlorcs Manoel Martins de Al-
meida.
Alfares de cacadores, o primeiro cadete do mes-
mo Manuel Joaquim de Toledo.
Corpo de Goyaz.
Tenente-coronel commandante, o tenente-coro-
nel graduado do estado-maior da segunda classe
Anselmo Alves Rranco Muniz Brrelo.
.Secretario com direito a aecesso, 0 sai'geulo-quar-
tel-meatre do ipesnio Jos Manoel da Silva Marques.
Tenente tle cavallaria, o alfares do incsmii corpo
Elyseo Xavier Leal.
Alfares tle cavallaria, o primeiro sargento do mes-
mo corpo Agoslinlio Monteiro Varella.
Alteres de Cacadores, o alfares ilecommisflo An-
tonio dos Reis Coutinho.
Alfares ajudante, o sargento ajudanle do mesmo
Joaquim Francisco tle Assiz Anuda.
CQrjM de cacadores de ilatto-Groiso.
Tencntcajudonle, o alfares ajudante do mesmo
Manoel Angelo Rodrigues.
Tenente secretario, o alfares secretario do mesmo
Raviniiiiilo Jos da Silva.
Capitfio da quinta companhia do cacadores com
graduaefio de major, o capitfio.de infantaria Ju.se
Rufo de Pinho.
Capitfio da quarta companhia, o tenente de caca-
dores Jos Alejandrino Monteiro de Mcndonca.
Tenente, o alfares do mesmo Jofio Ferreira da Sil-
va Jnior.
Alfares, o segundo cadete segundo sai genio ao
mesmo Antonio Maiia Coelho; o primeiro sargento
do mesmo Pedro Luiz Pes de Carvalho; o segundo
cadete do mesmo Luiz Antonio de Souza ; o segun-
do sargento do corpo lixo de arlilharia Matheos Pe-
reira Forte; o cadete sargento quartel-mestre do
corpo hxo de aililharia Joflo MagesiO de Franca; o
segundo catletc do dito Joaquim Jos de Pjnho.
Arlilharia de Mallo-Groiio.
Primeiro lente ajudante, o segundo tenente da
primeira companhia do mosmo Manoel Alves Perei-
ra da Motta.
Primeiro lente secretario, o segundo-leante
secretario to mesmo Antonio Camargo Bueno.
Segundo tenejoquartel-mestre, o &rgonto quar-
tel-mestre do niesino Filijipc NoryMonteTfo.
Companhia de cacidores do h'.spirilo-Santo.
Tenante, o alfares do primpiro de cacadores Joa-
quim Manoel Pereira.
Companhia de cacadores d- Scrgipe.
Capitfio eommandan'.e, o lente to deposito da
Baha Manoel Jos Pontea.
Tenente, oalferes do infantaria Jos Antonio do
Carvalho Dantas.
CompanhiH de cacadores do Mo-Crcnde-do-Sortc.
'lente, o alfares to quinto do curadores Inuo-
cenco Jos Cavalcanti de Albuquerque.
Alfares, o primeiro sargento do quinto de l'u/j-
loiros Raymundo dos Santos Lima.
Companhia de cae idore da l'arahiba.
Capitn commandante com graduaefio de major,
o capitfio de infantaria Joaquim Correa do Moraes.
Deposito de recrutat da cOrle.
Major com graduaefio do tenente-coronel, o major
do mesmo Luiz Lobo Botelho de l-acerda.
Alfares-quartc-meslr, o sargcnto-qoarlel-mostre
to mesmo Urbano Fernandos do Barros.
Alteres secretario com direito a aecesso, o sargen-
lo-ajudante do primeiro de lu/ileiros Antonio Joa-
quim Comes.
Cirur^ao-ajudantc, o alumno do sexto anno me-
dico Francisco Claro Ribeiro.
Capitfio ta segunda companhia rom graduaefio de
major, o capilgo da uiesina Henrique Joflo Ewbank.
Capitfio ila terceira companhia, o lenle do mes-
mo Joflo Ca los Calhartlo.
Tenentes, o alfares do mesmo Hermenegildo Joa-
quim Fernandes de Menezes; o alfares do mesmo
Claudino Alves Carnalia ; o atieres secretario do
mesmo Antonio Jos Ferreira Cavalcanti; o alfares
do quinto do catadores Antonio de G.tstro e Silva.
Alleres, o segundo catletc primeiro sargento do
mesmo Francisco de Paula Pinentel; o segundo ca-
dele do primeiro do fuzilejros Claudio Marques do
Souza ; 0 primeiro Cadete do primeiro de fuzleiios
.Inflo Maria Petra tle Bittancourl; o primeiro cadeto
o mesmo Joflo Martinsde Amerini Baiigel.
Deposito dt recrutasda liahia.
Tenente-coronel commandante, o tenente-coro-
nel graduado do estado-maior de primeira classe
Francisco Tellcs Carvallial de Menezes e Vascon-
cellos.
Capilflo-ajuilante, O capitfio do quarto de fuzilei-
ros Elias Jos Rodrigues da silva.
Capellfio, Fr. Emerico de Santa Emilia Coelho.
Cirurgifio-ajudante, o alumno do sexto anuo me-
diet) Prxedes Gomes de Souza Pitanga,
Capitfio da primeira companhia c6m graduaefio
de major, o capitfio da lorccira do mesmo Antonio
Joaquim Coelho dos Sanios.
Capitfio ta terceira companhia, o lente de in-
fantaria Jos Joaquim tle Abren Seixas.
CapitSo ila quarta companhia, o lente de infan-
taria Francisco Antonio de Mello Pilla.
Tenente, o alfares do mesmo Jos do Sacramento
Mangueira.
Alfares, o cadete do quarlo balalhfio de artilharia
Manoel Jos Coelho de Froitas; o primeiro cadeto
do primeiro hatalhflo de artilharia Bclarmino Jaeo-
inii Doria; o primeiro cadeto de cavallaria ta Baha
Ignacio Francisco Trinchfio ; o segundo sargento do
hatalhflo do Ceara Antonio Jos Vidal do Negreiros ;
o segundo cadele do cavallaria litada Babia Clarn-
do Carneiro do Oliveira.
ARlIMUlllA MONTADA,
Primeiro lenle ajudante, o primeiro tcnonte do
mesmo Nabor Delflm Pereira.
Segundos tenentes, o aleles alumno Manoel Ma-
ria Pinto l'eixoto o oalferes alumno Miguel Ignacio %
Leal Bruce.
Alferts alumnos de arlilharia.
D. Jorge Eugenio de Lorio; Antonio Maria doO-
liveira BuHioes; Francisco Duarte .Aunes; Jos
Francisco de Castro l^af; Francisco Carlofda Luz;
Ba/.iliode Amorim llezcrra; Manuel de Cerqueira
luna ; Tiloma/. Concalves da Silva ; Firmo Jos de
Mello.
Alferes alumnos de infantaria.
Manoel de Almeida da Gama Lobo d'Eca; Jos da
Costa Ro iv. Luiz Antonio Duarle Nuiles.
Secretaria do estado dos negocios da guerra, em 7
de Miembro de 4)847. francisco de Vanla Tieirade
Asevedo.
lelacaodos oJMclaes da i.lnn'h;t linha
doexercito qiiepaawdm no* lucmoa pos
toflde mi para ontrn corpos por de-
creto U'sit data.
Vara o estado-maior de primeira rlasie.
O coronel tle infantaria Manoel Pinto Pacca ; o
coronel conimantlante do segundo halalhflo doar-
tilliaria Joaquim Jos Luiz de Souza ; o coronel
giaduatlo de infantaria Manoel MuuiZ'Tavares; o co-
ronel graduado do estdo-maior de seguwda clisse
Gabriel de Araujo o Silva ; o tenente-coronel com-
mandante do stimo halalhflo de fuzileiros Aulooio

..



2
Pedro de S Barreto; o tenente-coronel de artilha-
ria Francisco Raymundo Correia de Faria ; o tenen-
te-coronel graduado do estado maior de segunda
classe Antonio Gomes Leal ; o major do cstado-
maior de segunda classe Francisco Joaquim da Sil-
va Bilencourt; o major graduado do segundo bala-
Ihilo de artilharia Sergio Tertuliano Caslel-Branco ;
o capitn de infinitara Domingos Jos Freir de
Carvalho; o capitflo do segundo batalhilo de arti-
lharia Francisco (Camello l'cssoa de Lacerd ; o te-
jiente do terceiro de cuvallaria Jos de Miranda da
'Silva Res ; o primeiro tcuente do segundo batalhilo
de artilharia l.uiz Antonio Lacombc; o alferes do pri-
meiro batalhSo de fuzileiros Joaquim de Almeida
fiama l.oho de Ega ; o alferes do primeiro batalhilo
de fuzileiros Jo.lo Jos de Itrito Jnior.
Para o esadn-maivr de segunda citase.
Obrigadeiro graduado de irfanlaria Rodrigo An-
tonio Falcflo Bramlflo; o brigadeiro graduado de
artilharia Vicente Antonio Buya ; o coronel de in-
fantaria Salusliano Severino dos Rcis ; o coronel de
cavallaria Antonio l.eile Pereira da (ama Lobo ; o
coronel graduado de infantaria Trajauo Cesar Bnr-
lamaque; o tenente-curonel graduado de cavalla-
ria Jofio Francisco dos Santos ; o major de artilharia
Antonio Alfonso Vianna ; o major de cavallaria lla-
noelSoares de Lima ; o major de infantaria Pedro
Jos de Alhuquerquo ('amara ; o major de infanta-
ria Joaquim ('.aciano ile Snuza fiousseiro ; o major
de infantaria Manoel Hachado da Silva Santiago ;
o capilflo de infantaria Francisco Ensebio Soares ;
o major graduado de cavallaria Pedro Ribeiro San-
che ; o capililo de artilharia Antonio Jos Leal de
Barros; o capitilo de infantaria Alberto Jos di-
Mello ; o capilflo do lerreiro batalhilo de cagadores
Antonio Domingues Fcrreira Bastos; O lente do
osquadrilo de Matto-Grosso Joo Jos da silva Thco-
cloro ; o lente de infantaria Jofio Chrisoslomo
Comes da Silveira.,
'ara o imperial coipo de engenheiros.
( capitflo de artilharia ile Malto-Crosso JoAo Bap-
tista de Castro Montes Antas; o primeiro lenle do
terceiro hatalhfio de artilharia IzaltinoJos Mendou-
C" de Carvalho ; o primeiro lente do eslado-maior
do primeira classe Scbasliflo Jos Basilio PyrrllOj o
segundo lente do segundo balallnlo de artilharia
Antonio Iheodoro da Ilusa Cama.
'ara 0 primeiro batalho de artilharia.
O alferes do primeiro batalhao de fuzileiros Jos
Mara Noronba Feilal.
Para o segundo batalhao de artilharia.
0ciriirgiflo-ajudante do primeiro de caladores Ma-
noel Adriano de Sa Fon les; o alferes do corpofixo
de Goyaz Severiano Martins da Fonseca.
'ara o terceiro batalho de artilharia.
O segundo lente do quarto batalhilo de artilha-
ria llernies Ernesto da Fonseca.
'ara o quarto batalhao de artilharia.
Ocapillo do artilharia Joaquim Pessoa da Silva,
para a primeira compauhia ; OCapilSo de artilharia
lordoardo Eloy de Medeiros, para a segunda cam-
panilla; o major graduado de artilharia Jos Quiuli-
no do Amaral, para a quinta conipanhia.
Para a arttlnara montada.
O primeiro lente aggregado no niesmo corpo
Frederico Adolpho Pereira.
Paro o corpo de artfices da corte.
O primeiro lente do segundo batalhilo de arti-
lharia Joilo Carlos Villagram Cabrita.
'ara o primeiro regiment de cavallaria.
O capitilo de cavallaria Jofio da Cosa Burros, para
a stima compendia; o capilfio do segundo regimen-
t de cavallaria Esas Munis Tello Saupaio, para a
primeira companhia; o tonente secretario do mes-
mo Jos Constantino Lobo ltotelho, para urna das
rompanhias.
Para o segundo regiment de encallara.
alferes do quarto de cavallaria Pedro l.uiz zorio.
'ara o esquadrao de Vutto-Grosso.
Ocapitflo de cavallaria Antonio Peixoto dcAzeve-
do, | Para a companhia fixa de i avallara de Minas.
O lente ila companhia (xa de cavallaria de San-
Paulo Manuel Joaquim Pin'.o Pacca.
Para o primeiro batalhao de furleiros.
O capitflo do deposito da corte l.uiz Soares Viegas,
para a tercena companhia 5 o capilfio do segundo
regiment de cavallaria Luis Antonio Petra de llar-
ros, para a quinta companhia ; o capilSo do tercei-
ro de fuzileiros Andr Alvesde liveua Bello, para a
oilava companhia ; o alferes de infantaria Antonio
Carlos Frederico Seara; o alferes do terceiro de fu-
zileiros Candido Baplisla de Olivcira Bello; o alferes
do stimo de fuzileirns Femando Carlos Franco.
Para o segundo -batalhao de fuzileiros.
O primeiro lente de artilharia lefio Ricardo de
Almeida ; o alferes do quarto de fuzileiros Pedro
fiarlos da Gama Lobo Pilla; o alferes doquailode
fuzileiros Jos Henrique deSouza Aguiar; o alferes
dolerceiro de fuzileiros l.uiz Joaquim da Silva Pinto;
o alferes do teiceiro de fuzileiros Jos Pedro da Sir-
va ; o alferes do primen o de fuzileiros Jos Hara de
Almeida Gama Lobo d'Ega.
Pare o terceiro batalhao de fuiileiros.
Ocapillo do quarto de fuzileiros Manuel Joaquim
de Maduicra, para a primeira companhia ; o capitilo
do primeiro batalhilo de fuzileiros Jos Mara Juvita,
para a lerceira companhia; o primeiro lenle de
artilharia Joiio Francisco deOliveira; o alferes do
quinto de fuzileiros Manoel Leandro Rodrigues Mo-
rcira.
Para o quarto batalhao de fuzileiros.
O lente do sexto batalhilo de fuzileiros Manoel
Joaquim Guedes; o alferes de infantaria Carlos Au-
gusto de Carvalho.
Para o quinto batalhao de fuzileiros.
O capitflo do estado-maior da segunda classe Joa-
quim Belford Gomes, para a primeira companhia.
Para o sexto batalhao de fuzileiros.
Ocapitflo dooilavo de fuzileiros l.uiz Uomingucs j
de Aiaujo, pura a quarta companhia ; o capullo do I
oitavo de fuzileiros Joiio Manoel da Silva, para a se- 1
tima companhia ; o lenlo do quiuto.de caladores 1
D. fiarlos Balthazar da Silveira; o lente do quinto
de caladores Joaquim Jofio doMenezes Doria.
Para o stimo batalhao de fuzileiros,
O major graduado do primeiro de fuzileiros .Ma-
noel da Gama Lobo d'Ega, para a stima compa-
nhia.
Para o oitavo batalho de futileiros.
O aleres do quarto de fuzileiros Manoel Antunes
de-Abreu.
Para o primeiro batalhao de catadores.
Ocapitfio do quinto dc.cacadores Jofio Nepomuce-
110 da Silva, para a primeira companhia; o alferes
do corpo lixo de Matto-Grosso Jos Alvos de Souza ;
o alferes do corpo lixo de Matto-Grosso Manoel Sa-
bino de Mello.
Pnra o segundo batalho de rocadores.
O capitilo de infantaria Francisco Ribeiro da Silva,
para a segunda companhia ; o aleres do primeiro de
cagadores Luiz Euzebio da Silveira; o alteres do
sexto de cacadores Augusto Pereira Ramalho ; o al-
feres do sexto de caladores Helarinino Correa da
Silva ; o alferes do terceiro do cavallaria Leopoldo
da Fonseca Galvitu.
Para o terceiro batalhilo de cacadores.
O capitilo do quinto de cagadores Benovenuto de
Souza Marinho, para a quinta companhia ; o capitflo
de infautaii.i Manoel Cabial, para a primeira com-
panhia; o lente do quinto de cacadores Honrique
Jos Moreira; o alferes do soxlo de cacadores Jos
Carlos Caldillo de Souza.
Par o quinto batalhao de cacadores.
O major do segundo de cacadores Francisco Vctor
e Mello Albuquerque ; o capitflo do segundo de ca-
ladores Carlos Augusto Rosauro, para a terceira
companhia ; o capilflo do terceiro de cagadores Jos
Ignacio Te xeira da Fonseca, para a quarta compa-
nhia ; o lente do terceiro de cagadores Antonio
Bai bosa Comes de Sa ; o lente do sexto de caca-
dores Joflo Gervasio de Souza Pern ; o lente do
sexto de fuzileiros Ignacio Marinho da"Slva; o l-
ente do stimo de cacadores Frederico Augusto de
Mesquita ; o segundo lente da companhia de arii-
hces de l'ernambuco Luiz de Franca de Carvalho;
o alferes do stimo de cacadores Francisco Pinto Pe-
reira ; o alferes do terceiro de cacadores Luiz Gomes
Ferreira; o alferes do oitavo de cagadores Vicente
de Paula Rio'de Oliveira; o alferes do stimo de ca-
gadores Alejandrino de Mello Alencar; o alferes do
stimo de cagadores Jos Joaquim Nunes.
Para O sexto batalhao de cacadores.
O alferes do quarlo de cagado-res Joaquim Ncry
da Fonseca.
Para o stimo batalhao de cacadores.
O alferes do sexto de cagadores Berardo Joaquim
Corra; o alferes do oitavo de fuzileiros Gamillo
Xavier de Mello.
'ara o oitavo batalhilo de cacadores.
O lente do quinto de cagadores Thomaz de Vil-
la-Nova.
Para o corpo fixo de Piauhy.
O tonente cirurgiSo-mr do quarto de fuzileiros
Jos AntonioTeixeira Pinto; ocapitflo de infanta-
ria Antonio Joaquim Diniz, para a lerceira com-
pauhia.
Para o corpo fixo do Cea ni.
O capitflo du quinto de fuzileiros Jofio Baptista de
Mello, para a terceira compauhia ; o capitilo do di-
to, Luiz Xavier Torrea, para a quarta companhia ; o
leneiile-ajiidante do dito, Antonio Carlos da Silva Ja-
tahy; o alferes de infantaria Benlo Ferreira Marques
Brasil ; o alfcres-quarlcl-incstre do quarto de caga-
lores Constantino Oas Martins, para urna das com-
panhias; o alferes do quarlo de cagadores Antonio
Joaquim da Silva Tainhorini ; o alferes do stimo de
cagadores Vicente Ferreira Gomes.
f'arn o corpo fixo de San-Paulo.
Ocapitflo do eslado-maior da segunda classe Tho-
maz Jos Muniz, para ajudanle; o alferes secretario
do quarlo de fuzileiros Joflo Eduardo da Cuuba Gui-
marSea COm direilo a occeaso ; o capitilo do estado-
maior da primeira classe Joflo Ferreira da Silva Li-
ma, para a'primcira companhia ; o lente de caval-
laria de l'ernambuco Jos Maria de Siqueira Cesar,
para a compauhia de cavallaria.
Para o corpo fixo de Goyaz.
O capitflo do estado-maior da primeira classe Lu-
cio Ribeiro de Almeida Raposo ; o lenle de infan-
ta na Joaquim Vaz da Silva.
Para a companhia fixa do Kspirilo-Santo.
O capitflo do eslado-maior de segunda classe An-
tonio Ferreira Itiilino, para commandanle ; o alfe-
res de infantaria Jos Thomaz de Aquino Cabral.
Para n companhia fixa de Serijipe.
O alferes do primeiro batalhilo de cagadores Ma-
noel Joaquim Gomes de Brito.
Para a companhia fixa 1/0 Rio-Gramle-do-Norte.
Ocapitflo do estado-maior da primeira classe Ma-
noel Fernandos la Cruz.
Para a companhia fixa da Paruhyba.
O lente do eslado-maior de segunda classe Clau-
dio Angelo fiaslello-Branco; o alteres de infantaria
Manoel Eloy Mendes.
Pnra o deposito de recrulas da corte.
O Bferos secretarlo-do primeiro balalhflo de fuzi-
leiros Domingos Rodrigues Lopes, para urna das
compaiihias.
Para o deposito de remitas da JJahia.
O major do estado-maior de primeira classe D
Jos'Kalthazar da Silveira ; o lenle eirurgiflo-mr
do segundo batalhao de al ti Illa 11.1 Dr. Jos da Fll-
seca Lessa ; o lenlo do estado-maior de segunda
classe Benlo JosGongalvcs ; o lenlo do eslado-
maior ite segunda classe Jos Antonio Marinho de
Queiroz ; o lenlo de infantaria Joflo Pires Gomes ;
o alferes de infantaria Antonio llollanda Cavalcauti;
0 alferes de infantaria Manoel Xavier Torres.
Secretaria de estado dos negocios da guerra, em 7
do selembro de 1847. Francisco de Pava Vieira de
Aseuedo.
COMMERCIO.
AI randera.
RENDIMENTO DO DA 6........ .
ftscarregam hoje, 7.
Patacho Providencia mercaduras.
Brigue hspirito-Santo vinho e ceblas.
Briguo Courad barra de ferro.
Brigue-escuna Amatonas sabfio.
Polaca Fosa farinha.
Barca Esk mercadorias.
12:744,690
IMPORTACAO*.
Esk, barca- ingleza, viuda do Liverpool, entrada
-. ctfrrehl___-- -~--:-iads s Lsthsm &!!ibbcrt&
Companhia, manifestou o seguinle :
6 caixas lindas de algodflo, 1 dita meias de dito, 5
ditas gomma-laca ; a J. D. Wolphopp & Gompandia.
100 barris mauteiga ; a J. fiocksdott& Companhia.
I caixa panno doalgodfio lincto, 9 fardos fazen-
das de algodflo ; a J. J. Monleiro.
(0 fardos fazendas de algodflo, 1 caixa cha ; a La-
tham&Hibbert.
15 fardos fazendas dealgodfio, 10 ditos ditas de
dito de cor, 10 ditos ditas de dito para saceos, 2 di-
tos pares de lencee de algodflo, 11 ditos fazendas de
lila ; a James Grabtree& Companhia.
6 caixas brins de algodflo, 3 meios gigos e 1 dito
louga ordinaria, 4 fardos fazendas de algodflo : a
Fox Brothers.
7 fardos fazendas de linho, 7 ditos ditas de algo-
dflozinho ; a Jotinston Paier & Companhia.
1 caixa mol los em conservas ; a A. Ferrier.
598 barricas farinha de trigo ; a N. O. Bicbcr &
Companhia.
17 toneladas, 31 quintaos, 1 arroba e 24 libras fer-
ro em barra, 40 barricas ferragens ; a A. V. da Silva
Barroca.
4caixas fazendas dealgodfio, 14 fardos ditas de
dito, 3 caixas chapeos, 1 dita o 1 fardo fazendas de
algodfioemiudezas ; a II. Gibbson.
23 caixas fazendas dealgodfio, 3 caixas linhas de
dito, 7 fardos fazendas de linho; a Adamson liowio
& Companhia.
2 barris ago'ardente ; 10 capitflo.
II caixas fazendas de linho. 42 fardos ditas deal-
godfio, 89 caixas ditas de dilo, 6 fardos ditas de dito
e lila ; a Bussell Mellors & Companhia.
25 fardos fazendas de linho, 50 ditos (lilas de al-
godflo, 8 caixas ditas de dilo, 2 ditas chapeos de sol
de seda, 5 ditas ditos de dito de aigodfio, 5 (lilas fa-
zendas de linho ; a Jones Pato & Compauhia.
1 caixa livros impressos; a Ghristophers.
5 caixas fazendas de linho, 1 dita sellinsje seus
perlences, 1 dila ferragens, 7 ditas linhas do algo-
dflo, 10 ditas fazendas de dito, 8 fardos ditas de dito;
a G, Kenworthy & Compauhia.
31 barricas c*70 saceos cera de abelha, 11 tonela-
das c 25 quintaes ferro cm barra, 2esleirs peneiras;
a R Jamissou & Companhia.
75 fardos fazendas de aigodfio, 1 dito dilasde lila,
2 caixas dilas de aigodfio, 1 barrica ferragens ; aja-
mes Ryder & Companhia.
23 fardos fazendas de aigodfio, 3 pacolcs ditas de
Ifia e algodflo ; a Deane Youlo & Compauhia.
I Caixa arreioS para montana ; a J. C. Tayei".
I caixa fazendas de lila, 1 fardo flanella ; a John
Slw.iil.
16 barricas ferragens; a Brender a Brandis &
Companhia.
Machinismo sollo e 2 caixas com dito; a Me. fial-
mont & Companhia.
1 barril vinho da Madeira ; a Ghristophers & Do-
naldson.
Ilom, polaca sarda, viuda de Richmond, entrada
uo coi rente mez, consignada a L. Puget & Compa-
nhia, manifcston o seguinle :
1.7SI harneas farinha, 142 meias dilas dita, 1,cai-
xflo 150 jardas de velludo, 1 dila lengos, 2 ditas se-
da o velludo ; aos consignatarios.
Consulado.'
REWHMENTO 1)0 DA 6.
Geral..........
Diversas provincias.
642,387
56,153
698,540
PERNAMBUCO. 6 DE OUTUBRO DE 1847.
AO MEIO-DIA.
Hua da Cadeia do llecife, n. 34, laja de cambio de
Lourenco & Oliveira.
PRECOS CORRENTES DE HOJE.
Moeda de prata. Compras. Vendas.
Patacoes brasileiros--------2,000...... 2,020
Pesos columnares.....1,990...... 2,000
Ditos da palria ---------1,820------------- 1,840
Moedas de 5 francos--------1,660 --------- 1,680
Ditas do 2 patacas.....1,280...... 1,290
Ditas de l.dita...... 60...... 660
Moedas deouro.
Pegas velhas........16,300----------- 16,400
Ditas novas------.....16,000......16,100
Moedas de 4,000 rs.--------9,100......9.200
Ongas hespanholas 29,000.....- 29,200
Ditas da patria.....- 28,800......29,000
Soberanos.........8,900-------- 9,000
Moeda de cobre 4p. |0 de premio 6 p. /.
Uesconlo.
Compram-se lottfas de boas firmas do commercio
a 7/8 por /oao mez, vencimentos at dezenibro do
correle, e vendem-see 3/4 por /0 vencimentos pa-
ra o ineanio lempo.
Cambio sobre Londres 27 1/4, a 60 dias, com
apparendas do subir.
Lourenco & Oliveira.
quim de Mello Cerdoso, D. Marganda Candida da
Gunha e su a filha D. Maria Anglica, comumes-
cravo, Jos Antonio Ribeiro, Portuguczes, e 11
escrauos a entregar.
Havre ; briguo francez Nelie-lHathitde, capilfio
bert, carga assucar o algodflo. Passageira, D.J
ria Barbara Constancia Vianna, Porlugueza.
s*
EDITAE*.
.4 cmara municipal da cidade de Olinda e seu termo,
em virtude da lei, etc.
Faz saber que, nodia7'hoje) do corrente mez,
serfid arrematados por quem mais der o con-
tratos seguintes : dos mscales o boceteires, o re-
peso dos agouguos, as caainuas da ribeira, o subsidio
dos porcos, a aferigfio dos pesos e medidas, o arma-
zem grande no Vaiadouro, diio pequeo 110 uiesmo
lugar; devendo ns pretendentes comparecer habi-
litados e munidos dos competentes fiadores,
E para que chegue ao condecimenlo de lodos,
mandamos publicar o presente nos lugares docos-
tumee pela imprensa. .
Cidade. de Olinda, 'I.Vjo outubro de 1847. Jts
Joaquim de Almeida Guedes, presidente. Joo Pau-
lo terrtira, secretario.
Ignacio dos Reis Compeli, fiscal da fregutUm de San-
Jos, em virtude da lei, tto.
Faz constar aos habitantes da mesma freguezia, a-
quelles que tecm estabelccimentos do portas ber-
tas, que d'agora em vante deverfio agoar- as testadas
de seus edificios Ires vezes a dia, sendo s 10 horas
da manhfia, 1 e s4 da tarde, conservando-as limpas
at ao meio da ra, ou toda largura desla se do lado
opposto nfin houver a mesma obrigagfio, sob ptn
de incorrerem os infractores na disposigfio do2.
do arl. 12 das posturas addicionwcs.
Freguezia de San-Jos, 4 de oulubro de 1847.
Ignacio dos Ket$ Compeli. '
Doviiueiitu do Porto.
Navio entrado no dia 6.
Terra-Nova ; 51 dias, brigue inglez Maria-Gract, de
139 toneladas, capilflo W. I). fiNthre, equipagem
10, carga 1.858 barricas de bacalho; a Lo Bretn
Schramm.
Navios sahidos no mesmo dia.
Rio-de-Janciro ; brigue brasileiro ero, capitilo Joa-
quim Pedro de Sa Faria, carga varios gneros.
Passageiros, Gandoin, Kleinpaul, Francezes ; Joa-
JJecia raides.
O vapor de guerra Guapiatsu' fecha as
malas para os porlos do norte hoje (7!
. ao meio dia cm ponto.
O lllm. Sr. coronel director do arsenal de guer-
ra tom de contratar o fornecimento decarne verde
para os apreiulizes menores d mesmo arsenal : a
pessoa que a esse fornecimento so quizer propr,
poder comparecr na sala da directora, das 9 ho-
ras da manhfia as 2 da tarde dos dias 7, (hoje) 8 e
9 do corrente mez.
Arsenal de guerra, 6 de outubro de 1847.
Joo Ricardo da Silva.
Amanuense.
O arsenal de guorra compra 8 livros em brsn-
co de papel pautado de 50Toldas cada um : quem
os mesmos tiver e quizer fornecer mandar sua
proposta em carta fechada.e as amostras a directora
d incsimB arsenal at. o dia 9 do correte mez.
Arsenal do guorra, 6 de outubro de 184T.
Joo Ricardo da Silva,
Amanuense.
__n.M'-rnal de i'uerrs compra (19 caadas de
azeito de carrapado^e oito dilas de dito de coco;
dez libras de fio de aigodfio, e Ires duzas de pavio :
quem ditos gneros quizer fornecer mandara sua
proposta ,em carta fechada a directoris do mes-
mo arsenal at o dia 9 do corrente mez.
Arsenal de guerra, 6 de oulubro de 1847.
Joao' Ricardo da Silva,
' Amanuense.
Controlo a celebrarse com a thesouraria das rendas
provinciaes, no corrente mez.
DIA 30.
0 eslabelccimento do urna linda de mnibus, que,
na formada lei provincial n. I9t, de 30 do marco
ultimo, facilite o transporte desta cidade para qual-
querdos respectivos arrabaldes, e para Olinda.
Cadeiras vagas a concurso.
De 4 do corrente a 50 dias tefcituar-se-ha o con-
curso cadeira de grammatica latina da villa dofja-
zareth. Osquequizercm intervir no concurso ue-
vem apresentar'na secretaria do lyco desta cidade
os papis que uecessai ios se fazem para que sejam
considerados habis a ser incluidos na. lista dos op-
posHorcs.
.vvisu.s martimos.
-- Para o Maranhflo segu no dia 25 do corren-
te o muito veleiro pataedo S.-Crui, capilfio Joa-
quim Antonio Gongalves dos Santos:, para carga o
passageiros trata-seao lado do Gorpu-Santo, loja
de massames, n. 25. ,i.
Para o Ass partir impreterivelmente no "'
15 do corronle o brigue letii, para carga ou passa-
geiro trala-se com Firmino Jos Flix da Hozan
caes da Alfandega, ou no seu cscnptouo, ra uo
Trapiche, n. 44. ...
Para Lisboa pretende sabir com brevidadeo tin-
gue portuguez Robim : para carga e passageiros,
trata-so com o capilflo na praga do Commercio uu
com o consignatario Thomaz de Aquino Fontec,
na ra do Vigarlo, n. 19.
- __ Sabe com a maior brevidade para a Babia, por
lera maior parte de seu carregamenlo prompla, o
j bem conbeeido hiate Tentador, forrado o pregado
de cobre : para o resto da carga e passageiros, U"-
ta-seco'm Silva & Grillo, na ra da Mudu, n. II.
Para a Babia sabe a sumaca Santo-Antomo-oe-
Padua : para o resto da carga e passageiros, trala-
se na ra do Vigario, n. 5.
Leiiot s
--Joflo Kcller & Companhia continuarse, o seu
leilfio, por Hilervengflo do corretor Oliveira, ue
grande porgfio de fazendas de lodas as qualidaius ,
o proprias do mercado sexta-feira ,TJdO contnii,
as 10 doras da mandfia no seu armazem da ra ua
--Adamson Howie & Companhia faro leilfio, por
intcrvengfio do corrotor Oliveira, de um esplendi-
do sortiment de fazendas inglezas lodas I"""!1"
.leste increado : .liojc V do corrente as 10 noias
da manhfia, no se'armazem da ra da Aiianue-
ga-Velha. V
MUTILADO



Avisos dverso9i
-- AFFONSO SAINT-MARTIN, residente no princi-
pio da ra dos Quarteis por cima da loja de mlu-
doz de Victorino do Castro Moura n 3, rece-
bKora, pelo ultimo navio viudo do Franca, ricas
mantas dese.la dehovos padrOes e lindos gostos ;
o'utras njiU'ctfoa de cachemiras muito ricas e
decantes ; ditas de granadina e outras de rouiaid,
sondo todas da ultima moda adoptada cm Pars;
chales de seda e meios ditos T(1 cores muito lindas;
manteletas de grosdenapleondeadoe liso, guarne-
cidas de franja de retroz e outras com bailados en-
feitadoS de trancas de dito, as quaes estflo no gran-
de tom nSo so por seren de geral moda, como
pela gravidade docostume; trtes de seda branca
e de cores para vestidos sendo de boa qualidadc e
bonitas disposiefics no gosto do lavrado ; chapeos
da soda para seohora armados na uiuma mona,
como o inculcamos figurinos que em cada carino
costumam a vir estampados; ditos de palhinha
iberia e lisa enfeilados a semclhanca dos program-
mas de modas dos mesmos carios; cortes de ba-
rege para vestidos ; c um completo sortimento de
luvas parasonliora. As senhoras que destos objec-
tos precisarcm", e os quizerem ver emstias casas,
terflo a hondade de, a qualquer hora, mandar avisar
ao aununcianle, que inmediatamente Ibes serOo le-
vados. ,
o abaixo assignado provine pelojircscnte aos
devedores da refinaciio da ra de Itortas, n. 9, a
qual gyrava com a firma do Martins & Pinto, que nao
piiauem quanlia alguma que so aehem a dever ao
Sr Jos Francisco de Almeida Martins, o simaoa-
baixo assignado; pois, segundo tom obrado dilo Mar-
tins, be crivcl que ha prejuizo c por isso nao tem o
mosmoapresentado contas; o constando ao abaixo
assignado, que dito Martins quer relirar-se para fra
da cidad, o convida para apreseptara conla da so- .'
ciedade, no prazo de tres dias da data desto, e nflo a- "
presentando, desde j protesta o seu direito salvo
para em todo tompo haver aquillo que por direilo
Ihe pertencer.
llecife, *do oulubro de 1847.
Joo Piulo Regen de Sousa.
O abaixo assignado estranha intelamento o pro-
ccdimentodoSr. Joilo Cinto, Rcgens de Souza, pela
maneira que se expressa no seu-annunio desle Dia-
rio n 224, de 5 de oulubro corrente. O abaixo assig-
nado tem que responder aoSr. Pinto a respeito de
suas conlasque tem da extincta sociedade na refina-
ciio de assucar; mas faz ver ao publico,quo o Sr. Pinto
se cha embolsado de tudo quanto [Ihe pertcnce, quo
ainda rosta ao abaixo assignado e quo* so em juizo
Ihe prestar contas;porque o procedimento do Sr.
Piulo foi tal, que, indo o abaixo assignado a sua casa
com as contas, o Sr. Pinto Ihe passou a mfloem urna
porciio de valles firmados pola sua firma que com-
provam debito para com o abaixo assignado em
748,970 rs., fechando-orem sua gaveta e mea-
--Quem precisar do urna ama para casa, dirij %
so a ra dos Pescadores n. 21. .
No dia 8 do corrente, pelas 4 horas da roe, a
porta do Sr. Dr. juiz da primeira vara do W
ra Nova, vai a praca para serem arrematados >
ouro e prala penhorados por exccuclo contra i>
GertrudesFelizbela Quinte. -
O Sr. Antonio Concalves da Silva baja do lera
hondada de procurar, na ra do San-Gonzalo, sobra-
do n. 29, urna caria, vinda da Parahiba.
Prccisa-se de urna ama de leite para acabor e
criar urna menina de 8 mezas : a fallar na loja da
praca da Independencia, n. 3. -
Roga-se ao Sr. estudanto Jos Rodrigues Pes-
soa de Lacerda o favor de dirigir-se a praca do Com-
mercio, n. 4.
-- Dcclara-seao Sr. estrangeiro Saue, que na pra-
ca do Commercio n. 4, se'Ihe deseja fallar, ou quo
entilo haja de annuficiar a hora cm que so acha cm
casa, visto que a nenhuma hora queso o lem procu-
rado, se o ha encontrado.
Aluga-se urna sala com urna boa alcova e um
quarlodo retiro proprio para um ou mais bomens
solteiros, na casa da ra do Collcgio n. 17, no
segundo andar: a Irtar na ra do Crespo, D. 4,.
com Ricardo Jos de Frcitas Ribe'no.
--Aluga-se urna casa terrea com hons commo-
dos quintal e cacimba pintada e calada ha pouco
lempo, sita na travessa do Poixoto i a tratar no nec-
eo do Sarapalel, sobrado n. 16.
O Sr. Antonio Serafim da Silva quena appare-
ccr na ra da Praia .armazem n. 37, ou pessoa que
faga suas vezes a negocio de seu inloresse.
Allcngo.
Joaquim Antonio Larneiro & Companhia ovisam
ao respeitavep publico o parlicularmenlc aos seus
froguezes; que, polo ultimo navio chegado de llam-
burgo, receberam una grande porteo de bichas das
inelliores que ha, as quaes so alugam e se venden,
aos ceios e a retalho, pelo menor preco possivel ,
no seu antigo deposito, na ra da Cruz do Recile, n.
43. Declaran mais que sondo preciso, a qualquer
hora da noite, applicar bichas ou sangras, os actia-
rflo proniplos na mesma ra, n. 28, prnneiro andar.
O (leiilista e sangrador
Jos Anacido,
-Um rirurgito pprovadn por S. M. F., de idadLe
veterana se propo a ir prestar os serviros do sua
arle em alguma-villa ou pn.voaco ou nwsmo
em algum engenho porto dcsta praca e estahe-
locer una pequea botica segundo a pratica de.
sen uso ; como tambeiii a ensinar"alguns meninos
as primoiras lettrasr quom de seu presumo se
quizer utiltsar, diri'ja-se a ra do Qucimad, bo-
tica n. aonde achara con quemtralar do ajusto
-- Precisa-so de um criado que se subjeile a fa/.or
as compras de urna casa c quo as couduza para el-
: no pateo do Terco, n. 16.
O abaixo assignado provine ao publico o par-
ticularmente aos Srs. capil3es.de navios que com-
merciam na costa do Brasil, que nao receban, seja
qual fr o prelexto, o escrayo Jofo, pardo triguei-
ro, dado 17 anuos, o qiral ten tentado por vezes e-
vadir-se desta praca por mar : o para que ninguem
(receba como livre, o abaixo assignado faz o pro-
genie, /.mi'- Gome Ferrara.
Milita attciicao !
Ao amarillecer corrale ounVr de 18,47, furtaram da
casa do abaixo assignado um aderece de
Luillianles, constandodasseguintes pecas:
-- urna cru, com um lo de^ peroUs, 1
qoe d duas voltea j in par de pulseir.. |
com los de ditas ; nm allinele para pel-
lo de senhora, e um par de brincos: ludo
n aoa competente caixn: \m (Testes
objcrlos, mais um lioto de brilhantes,
para aherlura.
O abaixo assignado prometi bem re-
compensar a qualquer pessoa que llie fles-
cobiir, ou der noticia verdica de qual-
quer dos objedOfl cima mencin dos.
Jos Joaqun de Frcitas GmmarOes.
%
LOTWRIADOTHBATRO.
AOS6:000,000 e 3:000,000 OBM.**8 N* Q '"
RF.M FICAR SKM EM*-
Asrodasdosta.oteria.U.stave.and;-"'-^
../elmenlftM dia 13 de, wrrento lh,_
gunshllhtes liquen.: eDOriSSO .' a quo
Swtiro convida aos amado,., deO* j s
Soncorrampara -Mataro* -> ^.;, n as
oprineipalmenlo aquellos que >' V
esperas visto %*"***"j'gftnte : na t+
Precisa-se lugar um pi< ? "'"'r" ._
B
'^Wr^uVcoooofu.^.W.
lrica de licores,
^jm
fmtrvi**:-
V
Trancelinsde qualquer modelo, aunis, litas ,
llores, dorocos, pulsoiras, briireos, etc.; luuo o
mais hem eito posaivel.o por pr*o modi
-Aluga-se. parapssssr a hsla, oumeaipoan-
nualmciltfl Uin sitio na povoselo do M01.te.ro no
bece do Quiabo com boa 'sala. sois quartoa, c >-
zinhafra, rom muitos arvorodos-de fracto, por
preco commodo a tralar na ra Vaina, n. i, u*
. ei;o
las as lloras da tarde.
,-\loga-se por :>,
000 rs.
S3
cando o abaixo assignado ; facto esle reprovado pe-
las leis do paiz. S praticam semelhanles ac?es
uquollesqiie leem tidoa educacSo do Sr. Pinto
Quanto a-declarar ello que os devedores nlo pa-
guom ao abaixo assignado, diz esto que nlo
quer receber ao nao o que he seu ; e como nada de-
ve ao Sr. Pinto, e sin o Sr. Pinto Ihe he devedor, os
devedores pagar3o a quem direilo livor. Porgunta
mai o bIiixo assignado se n3o foi o Sr. Piulo que
recebeu da mSo do comprador da relinacSo todo o
producto della sem que prestasso a menor satis-
fac3o ao abaixo assignado ... E por isso o Sr. Pin-
to se lem direilo do haver qualquer quanlia do abai-
xo assignado,tomos os li ibunae.s que fazem puuir o
roinissos; c nao se deve recorrer a aniiuncios; meio
do queoSr. Pinto lanQa milo 13o somonte para man-
char a rcputacilo do abaixo assignado. Portanto, o
Sr. Pinto quanto antes prosiga nos termos da lea
cobrar o que diz Ihe dever eu porque cu me der-
fenderei com honra para o quo lenho mais que su-
ficientes pravas apezar do Sr. Pinto ler em sou po-
der os documcnlos que me perlenccni. Se assim 0
nilofizei ser lido por um vil calumniador.
Josi luiz de Almcid.i Martin.
A mesa regadora da irmaii-
dadedoSS. Sacramento da reguezia da Boa-Vista
manda convidara lodos os mulos da mesma umap-
dado para compaiucerem no seu consistorio no
dia 10 do outubro corrento, pelas 9 horas da mannaa,
muito conhecido nesta cidade, com 16 a 17 annos
de platica em sua arto, morador na ra estrella do
Rozariodobairro de Santo-Antonio, junto a igreja,
casa torrea n 7, ten a honra do nniiunciar ao res-
peitavcl nubco pela segunda vez, especialmente a
todos os seus freguezos c amigos, que elle se acha
muito prompto, das 6 horas da manl;3a ato as 6 da
tarde, para praticar qualquer operado pertencente
a sua arte, sendo que do seu prestimo se quciram
ulilisar, d'agora em diante pela tabella hxa aqu
exprsaa. sen dlStiocflO nem qualidadesdc pessoas.
Tudo ser feito com milita delicadeza c humamda-
le, emuilo desembarazo, mosmo perai.le qualquer
um medico c cirurgiao, tanto ou. casa como dentro
e fra da cidade, mandando-se-lhe a indicaqao do lu-
gar a que ello he chamado, nomo da ra, numero
da casa, com a firma do dono ou dona, alian? m-
do-se pagar-lhe as passadas ou a visita, caso nao
praliquo a operado por nao ser mais precisa, OU
por outra circumstancia independenlo da sua von-.
tade, para vir pron.ptamentc. perdendo elle os seu p
interessos cm sua casa, fallando aos seu iregue-
zcs como sempre lem acontecido e aconlcco.
Primeira tabella fixo dos presos raioaveis das opera-
Cts pralicadas em casa.
Tirar delicadamente um dente ou urna raz
Chumbar um denle com qualquer melal
brai.co de 1 a.......
Chumbar con ouro, sendo preciso .
Apartar perleitamente os qualro denles in-
cisivos do queixo superior
Sangrar delicadamente, aventar, sendo pre-
ciso, por cada vez ........
Porcada applicagao de ventosas seccas ou
sarjadas at so tirar a quant.dado do
sangue exigida pelo facultativo
Vendem-se 15 escravoa, a saber: 5oscravas g
'i muito mocas com algumas habilidad.'-
I a alaumas venlom na ra; urna Mgrinlll
soft'rivolmon-
ide
iiac.lo, muito linda, qiie coso
te, ongoinma, cozinha, o. he lien, educa la,
por ser rocolliida ; 2 lindos moloques ile 10
a 11 anuos ; douenbrlnhas um de 11 an-
uos, o OUlro de 16 muito Imilos ; nm boni-
ta elegante figura, opti-
i
so
. to pelo de nacao, de elegante .
mo para armazem, por ser reforcado; d
pardos muito mocos, un dos quaes con of- todos estos escravoa ven- ^.
$j lirio de a lia i a ti .
^ den.-se por preco cominillo :11a ruado M-
"?: gario 11. 24, se dir quem vendo.
Tti
mensa es,
um solo muito fccCO prono para bo-
mem- solicito : a Halar m esquina do
Livramento, loja de < porl is
- ROKB-Se ao Sr. Manoel Ronicio Rarboza o Silva
Cadeia do llecife, lo-
o favonio dirigir-soa roa ita
jado fazendas, n. 3:>.
ponhores
wmw
--prccisa-se de 100,000 rs. a premio, e paragaran-
tia so olTeiece um meloque hem como os sei vicos
do mosmo para descont da mesilla divida: no pa-
lco da S.-Cruz vendan. 2.
-Dao-so 5011,000 rs. a premio sobre penn
firmas, 011 hypotheca na rus Nova, n. 68.
-Procisa-sedoumhomenfparareilor de um si-
Uo, muitopertodesla cidade: na ras das l.aran-
aeiras. 11,-'O, casa .las alendo's,
Tpecisa-so alugar um sitl.....qumio. MrM^da
pcaca, desde ollanguliiho ale 1 Poui.-d.i-Ucno1,
!m, soldado, no lugar mais povoado : quem t.ver
diiija-se a ru.i das Ciiieo-I'ontas II. II.
Cari s 1. Fredricks, rofes-
sor do dagucrreotypo,
,.las 0 horas da
sua residencia ,
continua a tirar retratos coloridos
mandila al as duas da lardo na
rus da l.a leia-Nova, 11. 26.
- Precisa-se alogai um sitio para urna familia es-
tranneira, que nao soja .mulo grande, o 900 te-
lahoacsade vivenda boas arvores do ruco
,u',las de sombra, que s...|a porto da placa, me-
1,000
2,000
4,000
6,000
1,000
6,000
O mais paganlo conformo as suas generosidades.
Segunda tabella dos preeos mais rasoaves das operacOes
pralicadas dentro da cidade.
Candido de Carvalho Medeiros.
- Martinho da Silva Costa correspondente do
Sr. Jerouymo.de Albuquerque Mello nesta praca ,
avisa a quem interessar. que resido na Boa-Vista,
pateo da S.-Cruz, n. 70, segundo andar.
-F.mpei.ha-soouro e prata cm pequeas porqOes:
na ra Vellia n. 41, das 6 as 9 horas da mantisa e
das 3 as6-da tarde.
Aluga-se urr. silio na Capnnga na estrada que
vai para 11 llaixa-Vcrdc com estribara quarto pa-
ra pelos cacimba com bomba de pndula
tar na ra da Penh 11. 33. .
-Alugni-so os segundo e terceuo andares daruadoQueimado, n. 17 :a traUr na loja da mes-
ma casa. .
Ainda cstSo para se alugar os casas torreas de
ns 25, 27,29 e 31, sitas no lugar do Manguind,
proprias para se passar o veiilo por serem muito
frescas., de honscommodns, con quiulaes mura-
dos, porto do embarque ,c urna dellas tem seu vi-
veiro do poixe dentro do quintal : a tratar com Ma-
noel PereiraTeixeira morador prximo aquello lu-
gar. ..
Quem liver o quizer alugar una prela sjiuia e
.robusta para ser empregada em carregar diaria-
mente urna hcela e fazemlas., dirija-so ao Atcrro-
. da-Boa-Vista sobrado do Sr. Porto, n. 39.
Quem livor e quizer alugar un. piolo robusto e
sadi que sirva pilra o servido de campo, dirija-so
ao Aterro-da-lloa-Vista, n. 39.
Aluga-se, por 4,000 rs. mensacs umacasinha
de meia-agoa na travessa_ do Pocinho, n.ll:a
tralar na ra larga do Rozario, p 44.
Prccisa-se de um eitor porluguez ou brasi-
leiro .que soja mestreem todo o servieo do enge-
nho : a fallar no engenho S.-Joao em Itamaraca ,
ou ncsla praca com Francisco X. M. Bastos na ra
do Encantamento.
pnc'sa-se de um calxeiro portuguez do 12 a
14 annos, que leuda alguma praca de venda, e
d fiador a sua"conducta : na ru de Agoas-Verdes,
n'--8)eseia-S* saber onde existe o Sr. Francisco Jos
da Cunda que foi empregado cm un uoshoapitaes
Tirar delicadamente um denle ou urna raz
Chumbar um denle com qualquer melal
branco ..... ....
Chumbar con ouro, sendo preciso .
Apartar perfeitamento os qualro denles in-
cisivos do queixo superior ........
Sangrar delicadamente, aventar, sendo pre-
ciso, por.cada vez
I
2,000
2,000
.-,ooo
8,000
2,000
8,000
^". xm;uh;paVaalugar3easasnosito Cajuoiro emuilas,,^
W "T-K ^ S& VistT KlK J mffi1 S3K : -lU Uve--: que, oM Mr, dirija- .
,aracochpira ,na Boa-Vista Stwwi eom rra..... DrBca ,i Indpemloncia, livrariai. 6 o, queso
en l'.ihoiro de Rrilo.
__No dia 28 do setombro prximo passado, pe-
las 4 horas, da tardo, um. moco bem parecido, um
nooco alto, suissas ruiv.is, chapeo pretft, casaca do
alpaca j usada, cllele o calca do cor, um clneoli-
nlo pequeo encasfoado de esMuinha ou prata, um
enfoite do mosmo metal no meio do cabo, enohm
do mosmo uma ponteira do linda OU retro/ verde
torcida ; viuha acompanhado de um piolo que ira-
zia um pedaco de sola enrolada debati do braco e
um chapeo de sol, furtou na COClleira alias do llu-
ktra um cavallo sellado c enfroiado, o qual lem
os seauinlos signaos i um pouco pequeo, casta-
rente foveira, osqua-
de
anuos de
oruma applica?ao de ventosas seccas ou
sarjadas, al se tirar a quantidado de
sangue exigida pelo facultativo .
0 mais pagarflo conforme.a sua generosulade.
Terceira tabella do preeos da operacOes pralicadas
fra da cidade.
Tirar delicadamente um denlo ou umaraiz,
viagom e operaqo ale a altura de uma
legoa.......; '.
Chumbar um denle com qualquer melal
branco .....
Chumbar con ouro, sendo preciso
Apartar pe feitamente os qualro denles in-
cisivos do queixo superior.....
Poicada applicacio do ventosas seccas ou
sarjadas at se ti.r a qiianlidade de
sangue exigida pelo facultativo .
0 mais pagarflo conforme as suas generosidades.
8,000
8,000
12,000
16,000
16,000
annuncia que se acba competentemente ir0)Porpi
nom-u. ,;..-_-;.'^--;;7J_!i-tilorrftj0 radArai
cao
a
P
os segu
nbo.com cabellos derosillio;
tro pos calcados, urna broca no cseo esque.do
urna enioads quo ha pouco leve, 6 para 7
(dad- bem fogoso o bastante carnudo. Estojoven
ratoniro dizem ler sido visto multas vezes pelas io-
ta di ra Nova, outros j disseram que pelossig-
naes cima ditos be un. moco chamado por sobre-
nomo Wai.de. lev, morador no sul, C tol encontrado
porto ,lcS.-A...aro-Jahoatao: a pessoa que der no-
ticia certa .le ambas as cusas recobora 80,000 rs.
de Jofio da Cunda deis, na mesina eoeheira, ou no
Monteiro onde he a sua residencia.
- Prccisa-se de um criado quo do Dadoi a sua
conducta C .uo se obriguo a lazeras compras dia-
rias o ludo o mais que so determinar : no paleo de
N.-S.-do-Teico 11. 13.
CHAVES.
Perdeu-so, desden Passagem-da:Magdalena ate
a ra da Cadeia do Recifo um moldo com cinco
chaves sendo urna maior quo as outras ; un caln
velo CO) cabo de osso branco, de duas lolhas, nina
maior que a outra: quemo livor adiado c quizer
roslitui-lo, dirija-seapraca da Independencia, li-
vraria ns. 6 e8 (pie se recompensara.
.. Precisa-so de um caixeiro quo ja ontenda de
miu.lezas o que d fiador a sua conducta : na 1.1a
i da Cadeia do Itocifo loja de miu.lezas, 11. al.
I AirmaudadedeSan Joso de riba-mar avisa a
lodos os miUoa da n.es.na comparecer,. no da
oi o do correte para urna mesa geral que tora
i principio as 7 horas da noile, a inlercsso da mema
"'"-' Mua-so a loja do sobrado da ra da Cacimba ,
,,.3,'que ten. sempre servido para SCOUgue, e.
la do todo o necossario para 0 dito tia-
modo : a tratar na pra^a da Itoa-
I" .
dir non.le se deve tratar.
-- Alusa-se, nolameirflo do Montoiro parapss-
ra rosta um sitio eom muitosntvoredos .le rruc-
io com tres casas terreas, muito decentes e sulh-
cientespara gri......0 011 pequea familia : a tratar
na ruado Vigarip'.n. 13, segundo andar.
RogS-se ao Sr. .1 G. V. C. o favor do mandar pa-
car a pessoa quenfq ignora os alugucis do so-
hradinho da roa do Livramento de que foi dador
s s deEsteyao de Ungrla Pereira Pjnto; qiiando
nlo so publicar o sou nomo por extenso nesta 10-
';! na-se dinlieiro a premio sobre ponhores do ou-
ro prata, boas lirmas, ou livpothoca em algum
predio na ra do Aragao n 38, se dir quem da.
DOCE HE DIVERSAS Ql ALIDADES.
Ni rus da 1......n. l sdocodevendagom,pagndo.so8..rs po pa a-
ea a pelas .lijos enhorca respondam pelas
,alas; e sprompla-sc qualquer cucommentf do
doce que quizerem.
sitio muito grande com duas bai-
avoura rapim 011 outra quat-
m urna canhoa a margem donoa-
com militas IV.icl-.s para plantar C
fructarde meias : quem este-negocio quizer
dirija-SC SO pateo do Terco, 11. 16.
___I-,.,-iimla-si' um equeoo sitio, m.ii-
malristja Vanea, e ao rio
com casa .1' vivenda que
conten rfoai salas, qoatro quarto e es-
tribaria, con. nuii as aivores fructiferas,
uma rasa terrea nesta
Bina 00 de ouira
Ihe
D-se um
xas proprias para
quer cousa
pibaribe
to pr ixtrao ;i
Capiliaribe
dcs-
fazer,
iroinpt
' fVufino Jos Corris de Almeida
clia competentemente EJT.jfon,,,
eado sl.citador do numero da rea ^t.'noUeiro and, r do sobrado da esquina da
acha)
d-UcId.a^.q-.h.Ua.po.v.io^Ar.c.tVin.l^.ugjr.yn^^
praca do Commercio, n. 4, ou anuuncio. n. 11 que sera recom
ra da Santo-Cruz di Jioa.Visia, n. 78,
da^ 6 as 8 horas da manhaa, e dessa "ho-
ra em diante nn ra Nova, loja do Sr.
Guerra Silva & Companhia.
--Desaparcceu dos Apipucos uma cadolmha com
ossignaesseguiites:ho loda melada, con. o fo-
ci.ihopnto responde pelo nomo de chiquita e
he multo pequea. Quema' ch|r-?,'el",uft r"*,'~ r,'"'"imoalrr algumas obras para ser
por
I ndo-se ifc
se c nVencioiiar quem
se i 1 ta es-
e urna baixa,
ci.ladc ; volt
parlo o quo
convier esl<
tila do liozariOj n M
quem o faz.
negocio,
Ia
onde se dir.


de dous canos,
ra estreita do
- Compra-se uma espingarda
maleza, ou mosmo franceza na
,,;., O 1. 30. segundo andar.
-Compram-se, para urna cndomlhcnda Cscra-
vos de ambos os sexos, o do quslquercr, ale40an-
nos. agradando, p..gan.-so bem: na ra estreita
do Rozario ,n. :ii prlroeiro andar.
mmenda para fra
.,(.|o aununcianle e pa'M pelo mesmo, 'mqueasais- "^'^"^^S'do .arpia ; um carpin-
iram ao bataneo Joflo Paulo Ramos <. 1. c '"^ ln 1( ri,)C ,,,. dous rrci.os ;,- un. tanoeiro : na
M,es deOlivc.a: c par,, a todos co.* fa, opit l .. ^ ^ ^^ ^ ^.^ ^
^g^$S&St*& -lis- dir quem compra. Adverte-se quo, agradando, se
tanto desta cidade 8 logoas: no Aterro-da-l!oa-S is- psgsracjwmi^ ^ pfeU booelefra lendo BS qua.
U^^,qefo:,1no dia quinla-feira, 30 do ^^^^ ^'^ ^' fU8 ^
proMll'M,a:sado,na.o,de.:u,,es,,,ar^
ueira appa-lou de conduiu que estejum cm bom estado : quem
receV; $SJsnflo OSgoaes Ihe ser entregue. I tiver annuncie.

<'


m
r
Compram-se garrafas e botijas vasias : na ra
Direita n. 17.
Vendas.
Lotera do .Rio-de-Janeiro.
Aos 20:000,9000 de ris.
Na ruada Cadeia do Recife, loja da cambio do V-
eira, estflo a venda bilhetes c meios .lito, da loleria
a beneficio da matriz da cidado de Nictherov : a cl-
Jes antes que cheguo o vapor.
mZZ&V .mU'l ''0HS bicnas negadas ulti-
mament de Hamburgo. tanto aos ceios como a re-
romm" ""! a,"**m!'S0-** Poicar para mais
commodo dos pretondentes na r.,a estrella do Ro-
zarlo, dcfroiileda ra da Larangeiras, leja n. 19 Na
mesma casa vende-se urna bonita mulatinha de cin-
CO 111111 os
Vendem-se caixas de cha hvsson do 13 libras
cm porgoes, ou a reUlho ; caicas de velas de es-
?XaCenlMe5e6em!ibra: narua <>a Alfandcga-
lelha.n. 36, emcasa.de Matheus Austin & C.
Lotera do Rio-de-Jaueiro, a be-
neficio da matriz da cidade
de \ictheroY
Vendem-.^e bilhetes dcsta lotera : em casa de J.
o. Msler na ra da Cadoia-Velha n. 39
rr".AP,".le"Se Uma ven,la com ""cos fundos na
ra da Roda ; tura cama de anglco; um cabido de
anuncllo ; urna cama : no palco do S.-Podio n. 10
Vendem-so ilui.s canoas de cilindra e aleuns
cscravos excellcntcs de ambos O sexos perteii-
Ci'i 'V '.""* Ppss,,aq"n se retira: na rna da Scn-
zalla-Yelha ,n.U0.
AGENCIA DA FUNDIpAO' DF. LOW-MOOR.
>a ra da Sonzalla-.\ova n. 42, contina a haver
um completo sortimcnto de moendas e machinas de
vapor, para cnRcnbos .le.-issucar : ben como tai-
xas ue rorro batido c coado de lodos os tama olios :
nido por pivco commodo.
SSSF.
Vende-te a verdadeira farinlia SSSF
de raminho chegada no da :> do cr-
lenle .- a tratar rom J. J. Ta.sbo Jnior.
POTASSA.
Vende-se a verd,deira e superior po-
(assa da Kussia a mais nova
da Caduia-Velha n. i, vende-se mel de engenho ,
rresco, por prego commodo tanto as carrafas co-
mo em caadas.
Na loja nova do Passeio-Pu
nuco, n 19, de Uanoel Ion
quiro Pascoal Ramos,
vende-se panno fino nmilo superior, a 5,000 rs. o
covado ; dito azul, a 4,500 rs.; cortes de cassa-T-hi-
u .le miuto bom gosto a 3,200 o 4,o00 rs.; chi-
tas finas a 120, 160e200rs
a 2,000 e 6,500 rs.
4,o00 rs..
. chales de lila e seda,
,------., pelle ilo diabo a 200 rs.; lan-
zinha, a 280 e 320 rs. o covado ; meia-rasimira a
Ti i nnVa'l0; ',eCaS(lc madapolflo, a 2,200, 2,400,
, 4 e 5,000 rs. ; lencos de sravata a 200 rs. ; cassa
na a 240 rs. ; pecas de bretanha a 2,000 rs.; di-
las de puro linho a 800 rs. a vara ; lencos do seda,
a 1,440 c 1,800 rs. ; pegas de camhraia lisa a 2,560
s.; chMes de meln i 1,000 rs. ; bi ini blanco de
Miro llnlio a 1,000 rs. a vara ;. c outras muitas fa-
adas que pelo mu di minuto preco nflo desagra-
da r3o aos seus freguezes.
Vendem-se caivetes de mola para a parar pen-l
as de uma t vez; boloes prctos para casaca,
os mais modernos ; caixas de tartaruga redondas c |
quadradas, a 3,000 rs. cada urna ; suspensorios de
borracha; urteiras de mola; pentes virados para
prender cabello; sa bonetes para barba; luvas pre-
tas para senhora; relogios domados, a 200 rs ca-
da um para meninos; esporas para salto; boloes
para camisa do ultimo gosto; caixas de balcia ,
grande*, para tabaco ; brincos e collares para luto;
meias pelas para sen hora ; oculos de 2o 4 vidros ,
para todas as vistas; peanas para secretaria ; luvas
brancas para montarla, a 100 rs. o par; linhi de car-
retel.de 200 jardas; ludo nmilo em conl.porscr para
liquidacfio : na na larga do Rozario, n. 35, loja de
miudezas baratas.
quaesteem seus quintaes plantados com arvores
e fructo e horta : na ra do Amorim, n: 22.
Vende-se uma parda boa engommadeira la-
vadeira e que cose chflo, cozinha bem sabo fazer
alguns doces c bolos tratar decriancas e fazer todo
o arranjo de uma casa, he muito fiel, e sem vicios
vende-se com a condigao de ser para fra da pro-
vincia : na ra do Aragflo, n. 26.
Vendem-se pegas de chitas escuras e de co-
res lxas proprias para o crvigo da casa por se-
rem muito encorpadase fortes, a 5,55o rs. e a re
talhoa meia pataca : na ra estreita do Rozario
n. 10, torceiro andar. '
'"!-- Vende-se uma parda do bonita figura moca
com todas os habilidades : o motivo da venda se di-
r o comprador : na ra de Agoas-Vcrdes, n. 46.
Na ra do Rozario, n. 11, primeiro andar
vende-se uma boacscrava que engomma,-coznhi'
lava c cose. '
Vende-so um moleque de nagflo de 18 a 20
annos de muito bonita figura, que sabe cozinhar e
que he proprio para qualquer servigo, por ser co'r
polento e muito forcoso : na ra da Madre-de-iie,ls"
n. 9. '
- Vende-se uma escrava de nagflo moca com
uma cria, que'lava .vende na ra, e he p'roiiria
para ongenho : na ra do Queimado, n. 69.
Sa ra Nova n. loja de
Poo da Silva Braga, defron-
t dooilaoda matriz,
vendem-se bonssellins ingleses e francezes para
montana de homem e Senhora ; cabocadas rolicas ,
inglozag; ditasdecourodo lustro, preto e bran-
co ; estribos de metal b: anco o de latflo ; perneiras
e guarda-lamas de lodosos feilios; chicles para
montana de homem e senhora ; bezerros de lustro
de superior qualidade, fiara calcado; marroquins
de todas as cores ; couro de lustro para canhOes de
cna.los : tambetn so cobrem sellins do couro inglez
< francez, ficamlo como novos e concertam-se on-
1 os; ludo por mdico prego. Na mesma loja tam- -
bem se vendem barretinas para olllciaeso soldados rT"- e Um 'elogio deouro saboneto
le careliana e infantaria da guarda naciona
e cananas de couro branco e preto ; espadas de me-
tal hr.i neo de roca e sem ella; bandas ricas e in-
feriores; liis ditos ; correiames de lustro para sol-
l."los; estrellas; globos, apparelbos para barre-
tinas ricas ; molas para espadas, douradas o de la-
tflo; e oulros muitos objectos, por prego commodo.
Sorvctc, a
No paleo da S.-Cruz n. 6
200 rs.
todo
. com 10110 asseio
perreigflo que he possivel, das 6 horas da tarde
(liante.
e
em
ins Isu,sso > com pouco uso, por prego muito barato
ra da Cruz armazem n. 54.
na na da (Jade
Bal I
n. 1 a, de
0 so-
rende
ci-
rio mercado
te, armazem
veira.
Vende-se um sobrado de dous andares
-o non "a ",a ,lc A8-Verdes. que
'0,000 rs. mensaes: a tratar na ra das l.aran
ras, ii. 14, segundo andar.
* rrr'r,^0--flr ''a da "'0 ^ Vl"dcm-se
T^ e"Bcnn. "ligas, e rodetes por preco
commodo; cni crioulode 84 anuos, bou, carre-
ro eraqueiro.
n^ r ,; ', U2,A,, ?'ea Mle vi,ll<','s rellbo :
na ra esireUa do Rozario, o. 10, icrceiro andar.
O BARATEIRO.
>a nova leja da na do Cres-
po, o pe do arco de 8.--til-
lo? io 11.4, de Ricardo Jos
di- frelas Kibeiio .
ha novamentc di
No Aleno-da-Boa-vis, o. 78 ,
vendem-SO bezerros ingleses de supc.rior qualida-
na
lade para calcado a 3,000 rs. apelle."
egailo um esplendido sortimenlo
Je razeiidas franeczas e nglezas do melhor gosto
possivel para resto, por piceos muito moderados
conioscjan: rambraiasescocezas de cores
de ricos |adioes,crde
tu claras ruino escuras
a 320 rs. 0 covado
nmdenias a 3,500 rs ; boa casimira prcla elstica,
a 2,800 rs. covado; lindos cortes de brim do li-
nho, de cores escuras, que parecem casimiras,
para caigas a 2,000 rs. ; riquissimos cortes de
luaia UadrOes de mnilprnn nvannAn ,. .).....(|og
Imi-
to e
lixas e
rosa e de nutras cOres, tan-
, com quasi vara de largura,
[trles de cassade cOres muito
a que existe alil lll,lll0,'s de moderna inveneflo e estampa
eiailn I',p< EfJM,",0S do ,,ai,e' MOOrs.. padroesad
eia do l.o i- reveis; urna poreflo de chiles barata, o 120,1
lar ck Ui- ir,l) n- covado de cores ixas o escuras.
Vend
minli
Gujmarfles.
DEPOSITO BE CALVIHGBM.
ha
lem-sc meias barricas de farinlia
nbn : nocaesda Alfandega
de SSSF de
armazem n. I, do
Ni
1 roa do T
n.
111
se 111-
por
. e
rajnclip ,
pie cal tirgetji de Lisbda, em'barrhi pe-
qoeqos, c nlliniainrnle chegada limi-
to superior e por pceo rasonvel.
Vendem-seescravos baratos, na ra das
l.arangeiras, n. Ii, segundo andar: I
lindo pardo de 2> annos, sem vicios
>? / ncm achaques de boa conducta e qug
*TV':" no ptimo para pagem ; um dilo com
olhriodc sapateiio, este troca-sc por una pela
moga ; um molecote de 18 anuos, com ofllcio de al-
Inate; dous midecotes de 18 anuos, bons para o
trabalho de campo; um preto de -'.i anuos ,
450,000 rs. ; um dito de 36 annos muito forte
que he canoeiro.por 400,000 rs. ; um dito, por
250,000 rs. ; urna parda de cor escura bastante
corpulenta de i2 annos com algumas habilida-
des esta escrava vende-se mullo em conla .per tei
um pequeodereito; una mulatinha de 19annos;
uma iipgrinha deludimos, que cose, engomma '
coziiihh e serve bem a uma mesa; urna negrota do
de 20 anuos, que cose e co/iuba o diario de urna
casa ; uma dita de nagflo, de ptima conducta, por
2,000 rs. ; o mais alguns escravos
- Vendem-se sellins mglezes elsticos, de pl-
lenle, forrados de couro de porco; ditos si ni serem
elsticos, france/es, para montara de bou...... e
senhora; cabegadas rolicas inglezas ; ditas de cou-
ro de lustro preto e branco; estribos4c metal blan-
co o de latflo; perneiras e guarda-lamas, de lodos os
j'-ilios; chicotes para montana de homem e senho-
ra ; bezerros de lustro de superior qualidade, para
calgado; couro de lustro para eanhesde criados
I ambem se cobrem sellins de couro ingle? c francez
licandocomo novos, e concertam-se oulros; ludo
por mdico prego Na mesma loja tambem se veir-
lem barretinas para plliciaese soldados do cavalfa-
na enllantara da guarda nacional; talins e
as de couro branco e preto ; espadas do
branco, de roca e sem ella ; bandas ritas
res ; liis ditos ; corris.....s de lustro
dos; estrellas ; globos appanllms para bar
ricas; molas para espadas domadas e do latflo
!wT'oT>bje,;,S l!"rl"'cgo commodo. Na ra
B? h 'fiyW' A"t<"'>c "'fireira da Coila
H-aga, defronte da igreja de N. S. da Conceigf.o dos
m
o
o
o
Vende-se alpaca de cordfio, muito encor-
pada e de varias cores, propria para pas- fik
los, 11 800 rs. o covado ; pannos linos ver- 'V?
de, azul, cor de caf e cor de viuho a 4/ /"$
rs. o covado; chapeos francezes da ulli- J^
ma moda ; corles de vestidos ricos., pro- !
prins pera bailo ; atoalhados do varias lar- ,ij
guras e mullo em conta ; corles de cbi- ;
la do bonitos padrocs, fingindo seda; fi-i
meias-casimiras de bonitos uadroes, a '*>
640 1 s. o covado; e outras muitas
de goslo : linio por menos prego
cm outra qualquer parte ua loja
1 de Jos Moreir.i Lopes ; Coiupanhia .
nos quatro-ean- (@.
por prego
, com
na rya
no paleo
das
iiue
fazen- A*
reg do y*
i
na rua do Quoima do
tos, casa manila n. 2!.
GG^,0&^|
Vende-se um pardo do muito boa educaeflo ,
run olcio dealfaiate, eque he ptimo oozinhei-
ro. Qucm liver bom goslo de possuir um rico pa-
gem,esletcm lodasas qualidades necessarias Na
rua piroila, n 25, primeiro indar. Na mema casa
vende-se uma porgflo de logo do ar, de 4 e 6 estou-
ros cliegados prosimmenle de fr, da melhor
turicapresentemenlo 110Brasil, por mais barato
pteco do que em outia qualquer parte.
Potassa d I. ssia,
Cuiiha Amorim lecm para vender polassu da
KUSSia a mais nova e superior que lia no mercado ,
e da qual restam-lhes poucoS barris: na rua da Ca-
dea doltecifu n. 5o.
('iiS.t
na rua fhlieito
t;
lo
V
mizo no n. (>.
Nesto eslabelecimenlo acham-se a venda as bem
acreditadas cautelas da lotera do Uieatro publico
desla cidade cujas rodas andam no dia 13 le cr-
lenle, o cautelada espera que os seus freg,/,.;
concorram a comprar o resto das ditas cautelas
nasqiiaessees|.eram boas sorles, pola escolenle es-
coiiui que se fez dos nmeros para serem divididos
'ni cautelas. A ellas que sito pOUCase boas. I
ps do costuine.
Bous livros e baratos.
Vende-se um diccionario francez, por 4,000 rs. ;
uioditodecomposigflo, por 2,000 rs.; 5 tomos de
\0Ita1re por 4,000rs. ; dous diUis de fbulas de 1.a
lonlaioo, por 2,000 rs ; llliad de Homero, por
1,000 rs.; The vicarof waiklleld, por 1,500 rs.; urna
giainmalica portuguesa, porl,000rs. : no Alerro-
da-lloa-Vista loja n. 78.
Vende-se, por precisflo urna pela boa la-
vaileira e que cose cliflo e co/.inha
commodo : na rua da l'raia, 11. 20.
Vendem seos utensilios do armazem de as-
sucar da rua do Vigario, n. 22 muito em conta i
tratar no mesmoarmazem bem como se precisa
de um feitor para um engenho perto da praga.
Vende-se um sellim novo de cavallaria ,
todos os pcriences e que serve para pagem
das llores, 11. 17.
Vendem-se ps de Hffla*Q para cerca
de S.-Pedro, 11 n. |, se dir quem vende.
Vende-se cera de carnauba muito boa, tanto a
retalho, como em porgues : na rua das l.arangeiras
n. 14, segundo andar.
-- Vendem-se 8 escravos sendo : 3 pardas de 18
a 25 annos, com habilidades; um moleque de 4 an-
uos, coznheiro ; um preto de 22 annos bom car-
reiro.e de bonita figura; 3 pretas com habilida-
des; um pardo" de meia idade por 250,000 rs. de
niuito bna conducta : nu palco da matriz de S.-An-
lonio, sobrado 11 4.
Vendem-se, por prego demasiadamente com-
modo casaos de pombos bons batedores grandes,
bonitos e de ptima rae: na rua da Florentina,
n 16. '
.--- Vendem-se 4 lindos molequesde 18 a 20 an-
uos sendo um delles ollicial de alfaiate e cozinhei-
ro ; 3 pelos um ollicial de sapateiro, e dous pro-
prios para todo o servigo de 25. anuos ; dous par-
dos sendo tnn bom carreiroc o outro proprio para
pagem le 16 a 18 anuos ; duas pardas, urna de 20
anuos cm aluumas habilidades e a outra propria
para ser educada; 8 pretas de 20 a 30 anuos, com
algumas habilidades ; duas negrinhasde II a 12 an-
nos com principios de habilidades : na rua do Col-
gio, n. 3, segundo andar, se dir quem vende.
Vendem-se dous bonitos moleques de nagflo ,
de 14 a 1( anuos para fra da provincia ; um pardo
perito ollicial de alfaiate; um dito de 13 annos, pro-
prio para pagem ; um dito de 15 annos ; um escravo
de nagflo de 80 anuos proprio para silio, por'250/
rs.; uindito, por 230,000 rs.; urna escrava boa la-
vadeira e quilandeira, de 35 annos, por 150,000 rs. ,
duas nioleeas de 12a 13 annos; urna parda de 25
annos que cozinha muito bem lava o coso po-
420,000 rs. ; uma escrava para engenho por 250/
rs. ; 3 moradas de casas nos Afogados, lodas unir
das c na melhor rua por commodo prego : na rua
de Agoas-Verdes n. 46.
Vende-se um lindo relogio de ouro de goslo
moderno, por75,000 rs. : no becco do Sarapalel ,
sobrado 11. 16.
Vende-se um cava.llo j ensillado pBra carri-
nho o que trola mu bem : na Ponte-de-llchoa
casa de Hiendes a Brandis at as 8 horas da ma-
nhfla nu de tarde depois das 5 horas.
Vendem-se dous moleques pegas, de 20 an-
nos de bonitas figuras sendo um delles ollicial
de marceneiro : na rua das Flores, n. 17.
Vende-se nina
Kiquissi.nas ma tas de seda
a 8^000 rs.
V endem-se na noa loja n. 4, da rua do Crespo ao
p do arco de S.-Anlonio. *
Ch-ip s de sol, de seda, para
liomem, i 6.J400 rs.
Vendem-se 'na loja n. 4, de Ricardo J. deF. R|.
beiro, ao p do arco de S.-Antonio chapeos de sol
de seda, muito superiores para homem, a 6,400 rs. \
bem como lengos arrendados de cambraia para se-
nhora a pataca cada um.
Champan ha de superior qua-
lidade ,
vende-se na-rua da Cruz, n. 38, armazem de
Scliaflieitlin& Tobler.
Lotera do Rio-de-Janeiro.
Vendem-se bilhetes e meios ditos da stima lo-
tera a beneficio da edificaeflo da matriz da impe-
rial cidade de Niclheroy : na rua da Cadeia loja
de cambio n, 38, deManoel Gomes.
AOS ESTUDANTES DE GEO-
GKAPflIA.
Solugflo dos principaes PROBLEMAS DE CKOGRA-
l'IIIA PIIYSICAEASTROMIMICA, livrinho indispen-
sav~'
vci
tos I
Vende-se urna escrava crioula, de 30 annos,
sem vicios assim como aluga-se um preto diaria-
mente: as Cinco-I'onlas, n. 71.
m.i mi.^m. 1 -. .v-witw.vi.Mi(..\, uvriniio inuispen-
avcl aos que leem de fazer exame nesta disciplina :
ende-se na rua da Cruz do Recife, livraria de San-
as & Companhia, por 1/000 ris.
Ilo 0Mel O mmercio,
na rua do Queimado, n. 27, continuama vender-so
diai lamento sorveles de varias qualidades de fruc-
tas. No mesmo hotel ha .decentes e independentes
quartos para serem servidas as familias que quize-
rcni comparecer.
Na rua do Trapiche, n. 4a cm
rasa de Adamson Ilowie & G. existe
para se vender m piano-forte orizontal
de excellentes vozes e ptima conslruc-
cao, de 0111 dos mais acieditados autores;
assim "como tambem se vende vinho de
Champne e Bordeaox de superior qua-
lidade e do mais delicioso paladar, em
caixinh.is de duztn, por preos modera-
dos, por ser para lechar conls.
cadeiiinha, nova,
toda dourada c loriada de m da,nd'a nio
servida, por pieco commodo; a tratar
rua da (iloria, n 38.
'regos
na
Vende-se urna vistosa rapariga de nago
!) annos que sempre t'oi rccolhida desde que
cana-
metal
c inferi- |
para solda-
rretinas
e
-- Vende-se um lico inethodode vilfio porl.ui-
gi t.astebicci,, onlendo ricas pegas em todos os lons
eem suas complenles atinneocs : no primeiro an-
dar tiesta Ifpographia.
Vonde-se muito bom simante da Cacheeira
cliegado lecenlement : na rna do Codorniz, noFor-
le-iio-.\i,,iius, venda 11. 9.
t Ven,ie-se um'piano de muito forte conslruc-
gao e da bous vozes na rua de Apollo, n. '1.
militares.

e oplim'
lava
Alerro-d,
-|la venda de Aatoiiio. Jo"quim Tavares,
A ella,
raj)aziada.
N loja de Ha noel Joaquim l'ascoal Ramos, 110
Passeio-publico n. 19 vende-s pelle do diabo a
aou rs. o covado ; I11 i ni de quaclroa e listras a 240
rs. Ksia fazenda l.e de multa dura por ser cu'.ruu-
cada e alcochoada. Chcgiiem antea que se acabe.
Vendem-se dous mulatiuboa de 10 anuos, de
muito bonitas liguras; nina parda de 22 iiniius, cos-
lurcira o engommadeira ; uma prcla de 28 anuos,
que-he lavaJena o quilandeira: na rua do Tra-
piche-Movo, n. 6, se dir quem vende.
Vendem-se 3 easinhas de laipa, no Aterro-dos-
1 rua Atugauos pelo commodo piogo de 400,000 rs.; as >
, de
- veio
do gento; he de boa conducta c lao hbil como
perfeita engommadeira cxcellenle lavadeira dcsa-
bfio o vanclla boa cozinheira, e cose aiguma cou-
sa ; porm so se vende para fra desta capital por
um supposto motivo que nao desagradara ao com-
prador: na rua da Cruz, 11. 49, so dir quem vende
Vendcn-e dous escravos mogos e de bonitas
liguras : na rua da Cadeia-Vellia II. 33, se dir
quem vende.
Vende-se urna negrinha de nagjo Costa de 13
annos, rccolhida ejque sabe coser e lavar : 1 a rua
do Hospicio, casa terrea com slito defronte de
um sobrado grande que est fechado.
- Vcnde-se uma cabra de muito bonita ligura ,
| de 23 anuos que faz todo o servigo do urna casa o
de rua : no becco do Padre, 11. 4.
-- Vende-se o eslabelecimenlo da cocheira do
paleo da matiz de S.-Antonio, montado de carros e
cavados: nilosse vender por junto, como divi-
dido, ea diH'erenles compradores-: a tratar com o
sen propnctario, no tereciro andar do quarto so-
brado da rua da Aurora.
Vende-se um preto do nagflo de 28 annos,
perito calafate, que ja tem andado embarcado ,
o cuja conducta se allauga : na rua do Collegio,
lujan 9.
Eseravos Fgidos.
nio-se 50,000 rs degiatificagflo a quem pegar
uma escrava de nome Mara de nagflo Benguela ,
estatura regular olbos zarolhos, nariz chalo, bei-
gosgrossos cr bem piola ; quandoauda puia por
uma perna ; c est fgida lia dous anuos: quem a
pegar leve a rua de S.-Franeisco, ou Mundo-.\ovo ,
n. 35.
Ausenlou-se, ha lias, da casa deseu senhor, o
escravo Joflo pardo trigueiro de 15 a 17 annos ,
cara grande, olhos reglales, bons dentes; bem
conhecjdo por andar frequentemenle fardado: quem
o pegar leve ao londego a seu senhor Luiz Go-
mes l'erreira que recompensar generosamente.
Fugio, no dia 3 do correte, um pardo escu-
ro de nome Severino de 17 a 18. annos poco
maison menos; levou caigas e camisa de olgodflo
azul ; lem um signal na coia da caheca, decarregar
agoa. Roga-se as autoridades policiaese cap tiles do
campo que o appretrondam 5 levem a rua da Cruz,
n 26, que serflo gralilicados.
Fugio, na noilc do dia 17 de setembro do en-
genho Quclu?. em Ipojuca um preto de nacflo, de
nome Antonio, de estatura alta, bom corpo.olbos
grandes e um lauto averinelhados; lem ja alguns
cabellos brancos; levou camisa d chila azul de
quadrinhos, cordillas de algodflozinho branco ou
debamburgo chapeo.de palha novo e mais ai-
guma roupa o tambem levou uma enxada enca-
vada : quem o pegar leve ao-dito engenho ou na
Boa-Vista rua da Aurora n. 26, casa de Francis-
co Anlonio.de liveira.
Fugio, no dia 4 do correte, urna escrava, de
nome Leopoldina de nagflo, estatura regular, Cheia
docorpo, pee amaos restos, ligOes grosseiras;
levou vestido de cassa de laininho verde j desbo-
tada outro azul de buhado e mais outro de chita
cor de rosa e panno azul da Costa abainhado :
qucm a pegar lena rua do Crespo, loja de miude-
as n. 11, que ser recompensado.
1 B.v NA l'YI'. PE M. >. DE FAMA
.-I.47-
y
MUTILADO


Full Text
xml version 1.0 encoding UTF-8
REPORT xmlns http:www.fcla.edudlsmddaitss xmlns:xsi http:www.w3.org2001XMLSchema-instance xsi:schemaLocation http:www.fcla.edudlsmddaitssdaitssReport.xsd
INGEST IEID E6MNZQ93R_ZXV5NP INGEST_TIME 2013-04-30T21:07:24Z PACKAGE AA00011611_09735
AGREEMENT_INFO ACCOUNT UF PROJECT UFDC
FILES