Diario de Pernambuco

MISSING IMAGE

Material Information

Title:
Diario de Pernambuco
Physical Description:
Newspaper
Language:
Portuguese
Publication Date:

Subjects

Genre:
newspaper   ( marcgt )
newspaper   ( sobekcm )
Spatial Coverage:
Brazil -- Pernambuco -- Recife

Notes

Abstract:
The Diario de Pernambuco is acknowledged as the oldest newspaper in circulation in Latin America (see : Larousse cultural ; p. 263). The issues from 1825-1923 offer insights into early Brazilian commerce, social affairs, politics, family life, slavery, and such. Published in the port of Recife, the Diario contains numerous announcements of maritime movements, crop production, legal affairs, and cultural matters. The 19th century includes reporting on the rise of Brazilian nationalism as the Empire gave way to the earliest expressions of the Brazilian republic. The 1910s and 1920s are years of economic and artistic change, with surging exports of sugar and coffee pushing revenues and allowing for rapid expansions of infrastructure, popular expression, and national politics.
Funding:
Funding for the digitization of Diario de Pernambuco provided by LAMP (formerly known as the Latin American Microform Project), which is coordinated by the Center for Research Libraries (CRL), Global Resources Network.
Dates or Sequential Designation:
Began with Number 1, November 7, 1825.
Numbering Peculiarities:
Numbering irregularities exist and early issues are continuously paginated.

Record Information

Source Institution:
University of Florida
Holding Location:
UF Latin American Collections
Rights Management:
Applicable rights reserved.
Resource Identifier:
aleph - 002044160
notis - AKN2060
oclc - 45907853
System ID:
AA00011611:04808


This item is only available as the following downloads:


Full Text
_afa

Anno de 1841!. Segunda Feira 51
Tnio a^ora ilapemle le n laeimos ; da nona prudencia moderacSo e energa : ooa-
linurmoi o o sao principiamoa e saramas apontadoa com ilmiricio entre aa Nacoei mais
oulus. (rroclamacao da Assemhla Geral do iraiil.)
PARTIDAS DOS CORREIOS TERRESTRES.
Goianna Paraiba e Hin grande do Norte, segandas e sextas feiraa.
Bonito t Garanbuns a 40 e 24-
abo Serinhaem Rio Formte Porto Cairo, Macei Alabas o4. lif a
Boa-Tsta a Florea 43 e -8. Santo Ant.io quintas feiraa. Olinda todoa oa din.
DAS DA SEMANA.
31 S*R. jJum Quintino M. Aud. da J. de J), da 2. y,
i l'erc. Fesla de todos o Sanios.
1 Quart. Commetnorac.o Jos defunto*. ,
3 Quii, s- Malaquias tt. And. do jui de D. da 2. T.
4-Seit. e. Carlos Borromeo B And. do J. de D. da 1! t;
5 Sob. a. Zacaras, e s. Izaliel Pacs da s. J. Bap; Bel.' Aud. do J. da D. da 3. t.
6 Dora. a. Severo B. M.
J
de Outubro. Anno XVIII. N. 255,
O Diario publiea-aa todot oa das que nao forero Santificados : o preoo da asaignatnra ho
da fres mil reia por quartel pagoa adiantadoa. Oa annuncina dos saignantes sao inseridoa
gratis a os dos que o nao forera i raro de 80 res por linda. As reclamao&ea davera aer
dirigidas a asta Tipografa ra das Cruzas D. 3, au a praca da Independencia loja de litros
Numero 37 a 38.
CAMBIOS no da 29 de outubro. compra venda.
Cambio eokre Londraa 27 Nominal.
Paria 350 reisp. franco.
> Lisboa 100 per 100 de premio.
Moeda de cobre 3 por 400 de descont.
Idsra de letras da boas firmaa 4 { a f.
Odio-Moeda de ,400 V, 45,200 45,220
N. 45.00J 45.200
de 4,000 8.100 8 220
PlaTA. Palaooea 4,740 1,760
Petos Columnarea 4,740 1,760
dito Mexicanos 4,740 1,760
muida 1,020 1,640
Prtamar do dia 31 de Outubro.
1. a 2 dora* a m. da Banal.
2. 3 boraa e 48 ea. da tarde.
PHASES DA LOA NO JUEZ UE OUTUBRO.
Laa Nora a 4 la 4 boraa e m. da manh;
Quart. erase, a 44 ka 4 hara a 22 m. da manh.
La chela a 19-- 4a 8 boraa a 53 m. da manh.
Quart. ming. a 26 s 40 horas a 23 m. da tard.

DIARIO DE PEKTVAMRIT
PARTE OFFICIAL.
MINISTERIO DO IMPERIO.
EXPEDIENTE DO DIA 27 DE AGOSTO de 1842.
CorteAo Sr. conselheiro do estado Joze
Casariode Miranda Rib.tiro declarando Ihe
que S. M. o Imperador ha par bm quo a sec-
gao doconcelho de estado dos negocios do im-
perio organise urna proposta para o oslbale-
cimento de urna universidade no Rio de Ja-
neiro devendo S. Ex. servir de relator nes-
te objecto.
Fez-se igual cnmmunicaco ao outro mem-
bro da referida secgao o sr. consclheiro de
estado Bernardo Pereira de Vasconcellos.
DEM DO DIA 22 DK SETEMBRO DE 1842.
Pernambuco.Ao presidente da provincia ,
declarando-lhe que S. M. o Imperadar vio
com satisfagio o olficio em que S. Ex. parti-
cipa ter-se procedido s eleicOes geraes na-
quella provincia com a maior orderu e regu-
laridade.
9." Curso ju-
rdico ....
15. Empro-
gados de visita
de saude .
16. Correio
geral.....
39:460*000
4:305*000
7:860*000
56:825*000
2:400*000
80*000
1;200*000
MINISTERIO DA FAZENDA.
O visconde de Abrantos, presidente do
tribunal do thesouro publico nacional orde-
na ao Sr. inspector da thesouraria da provin-
cia de Pernambuco que na despeza que tem
de ser feta poressa provincia no exercicio de
1842 a 1843 observe o seguinte :
Art. 1." A receita da provincia de Pernam-
buco para o exercicio de 1842 a 1813 orea-
da em 2,535:757*000
A saber :
Renda geral 2,224:507*000
Dita de 1 p.
applicada cau-
co em Londres.
Dita applicada
amortizagao do
papel moeda .
80:000*000
251:250*000
E pela thesouraria da referi-
da provincia sero feitas no dito
exercicio asseguintesdespezas :
MINISTEPIO 1)0 IMPERIO.
Art. 2." 6."
Ordenado do pre-
sidente..... 4:000*000
Alugueis de
casas..... 1:200*000
MINISTERIO DA JUSTIQA.
Art. 5.8 3."
Relacao. 41:113*331
4. Guardas
nacionaes. 8:000*000
5. Telegra-
phos ..... 333*600
6.* Congrua
dobispo ....
Para casas .
Bispo resigna-
tario .....
Juizes de di-
reito..... 48*000*000
--------------101-126*934
MINISTERIO DA FAZENDA.
Art. 7.4.
Pensionistas do
estado. 1 .... 20:938*363
5. Aposen-
tados ..... 15:806*240
6. Empre-
gados de repar-
tieres extintas.
8.* Thesou-
raria da provin-
cia ; a saber :
Pessoal ....
Expediente :
9Alfande-
ga; a saber : or-
denados ; gra-
tificages e em-
barques.
5:914*000
24:400*000
2:100*000
Porcentagem.
Expediente ,
jornal de serven-
tes. dlC .
11 Mcsasdo
rendas recebe-
dorias, collecto-
rias; a saber: or-
denados e gra-
tificaces .
Porr-entagens e
commissoes. .
Expediente .
18. Corte e
conduego de
pao brazil .
20. Paga-
mento de bens
de defuntose au-
sentes depsi-
tos eresti tu ices
dedirnitos .
24. Suppri-
mento provin-
cia nos termos
do art. SOdalei.
Juizo dos Pe-
tos da fazenda. .
12:600*000
3:600*000
7:101*000
3:000*000
800*000
25:000*000
10:000*000
102:000*000
3:900*000
352:165*603
@L MITO
OS TENEBROSOS MISTERIOS
DA
TORRE DE LONDRES,
PELO COMMENDADOR LEO LESPS.
PARTE I..ventcuas cmicas de jack atrickson,
I. FUIMKIBO ACTO DE l'M DIUMAi
Dous homrns encapotados deslisavo-so
sordina pelas compridas ras da cidade de
Londres n'uma bella noite de invern. Um
delles de respeitavei estatura pareca
exercer absoluta auloiidade sobre o outro ,
pequeo e rochunchudo especie de homem-
ancorote cuja obesdade dilHcultava-lhe o
andar. Chegando ra das Penas de Pavo
parro defronte de urna casa de esqualida
apparencia.
E' esta disse a alta personagem.
Milord rcspondpu-lbfi o criado pois del-
ta o era seo companheiro se tomardes mcu
consclbo nao vos arriscareis nessa caverna.
Porcentagem.
Capatazias .
Expediente ,
jornal deserven-
tes, kc.....
ncoradouro,
inclusive costea-
mento de escale-
res e concert
dos mesmos. .
10. Consu-
lado ; a saber:
ordenados. .
41:400*000
19:503*000
22:000*000
1:300*000
14:000*000
16:800*000
Tolo, retrocou-lhe o lord que te has
desemprc arreceiar d> tua sombra E oom-
tudo j te disse que te nao quera ouvir sem-
pre a gemer ; cala-te e segue-me.
Concluindo estas palavras proferidas com
mo humor o lord pegou da aldraba e
per tres vezes bateu com forga tal que estru-
gio toda a ra.
Quem est l ? perguntou de dentro urna
voz rouca.
O liomem por quem esperis e cujo
negocio conheceis.
Para logo ouvio-se o som dos ferrolhos que
se tiravo porta ; e o lord acompanhado
doPeter trmulo de medo entrou para u-
ni.-i sala asquerosa ondeos recebcu um ve-
Iho de grisalha barba rebugado com urna
especie de sotaina preta toda manchada de
uncluosas nodoas. Dir-se-hia que em sua
physionomia fura estereotypado o riso po-
rem riso por tal modo feroz que ninguem
o encarara de perto sem estremecer.
Mestre Bob disse entao o lord j sa-
bis o que me traz vossa casa ; cumpre a-
goraque me informis do resultado de vossa
empreza; fallai que tenho pressa.
Art.
corpo da armada
6. Corpo de
artilharia de ma-
rinha.....
7. Arreca-
dacao econtabe-.
lidade.....
8. Arsenal.
10. Forca
naval ....
12. Phares
e barcas de soc-
corro.....
13. Obras
nacionaes. .
15. Escolas.
16 Refor-
mados.....
MINISTERIO DA. MARINIIA.
* 5.'
2:500*000
900*000
1:500*000
54:051*200
60:000*000
7:712*400
13.600*000
200*000
73*200
--------141:116*800
5." Ofciaes
engenheiros .
6 Oliciaes
de 1* linha .
7. OlTiciaes
daextincta21 li-
nda .....
I 8. Refor-
mados. ....
9 Fonja de
linha.....
10. Apren-
dices menores o
artfices ....
10 Hospi-
taes rgimen taes
15 Arsenal
de guerra. .
16 Gratifi-
ca<;es e forra-
gens......
S 17 Obras
militares inclu-
sive desde j
10:000* rs. pa-
ra reparo e mo-
Ihoramento do
quartel de arti-
lharia da cidade
de Olinda. .
18. Diversas
despezas e even-
tuaes .....
O que tudosom-
ma em ....
Que deduzido
da receita
Deixaum saldo de
1:020*000
47:130*000
2:352*000
59:833*830
65:782*300
22:471*650
4:452*000
54:500*000
5:896*100
14:043*000
13:875*000 294:862*500
946:096*917
2:535:757*000
1:589:660*083
MINISTERIO DA GUERRA.
^ Art. 6"> 3.
Commando de
armas .... 3:206*400
incumbistes : e que a menos de nao dar-
des as 100 libras de ouro....
Accrescenta-lhes mais 50 e falla mi-
seravel uivouolord, cujos ervos contra-
hio-se quando fallava ovelhoBob. Dize-
me como te tiraste da empreza ?
Primeiramente respondeu Bob nao
foi to fcil como pareca. Exigieis de mm li-
ma cousa grave querieis que vos entregasse
um condemnado morte.
E que difilculdade ha nisto quando s
o carcereiro mor da Torre de Londres ?
Sem duvida milord e mesmo ha j
bons doze annos, porem nao selimitava ah
vossa exigencia : nao rnente querieis um
homem condemnado morte senao que em
seu lugar recebesse eu um incgnito de quem
desejais desenvencilhar-vos.
Cala-te disse o lord.
Um incgnito que por outrem ser ama-
rilla enforcado.
Silencio impio repeli o lord al-
guem pude ouvir-nos.
Quem pensis que nos possa ouvir ? Te-
nho smente aqui comigo Madamoiselle Po-
tencia a qual se nosouve ecomprehende
Art. 2. Por este saldo serSo
suppridas durante o referido
exercicio, por mcio de saquesou
remessas como mais conveni-
ente fr entendendo-se neste
caso o Sr. inspector com os das
respoctivas thesourarias, as pro-
vincias seguintes:
Para .... 425:7i4*900
Cear .... 51:859*595
Rio Grande do
Norte 53:876*924
:-
0 que ludo somma em .
.531:451*419
Paciencia meu bom lord. Pela cabeca
de minha finada mSi mora no peiourinho,
juro-vosque horrivel a tarefa de queme Job! 6 urna linda rapariga de costamos to
nao falla a lingua nossa. T c ei-U ali!
austeros eomo a educanda de um quaker.
Anda hontem almocou a barriga da perna da
um preso que achou atravez das grades da
pristo*
Mestre Bob concluio a nteressante des-
cripgao de sua Madamoiselle Potencia apre-
sentando-a ao lord a cujos ps offegava me-
donha cadella ruga manchada com a guella
anda sangrenta e cujo nico olho brilhava
na escuridao como urna esmeralda.
Fra disse Peterresmungando : certo,
esta creatura nunca me suggerir projectos de
seduego.
- Tornando ao que nos importa disse o
lord ; e o condemnado ?
Est prompto, respondeu Bob: e o auc-
cessor ?
-Ser um pelo outro: entregar-l'o-bei
logo que apparega o teu homem.
- Pois bem milord, ide ver o sujeito; e,
se voltardes dentio de meia hora aqui acha-
ris o meu.
Em meia hora disse o lord.
E sahio toda pressa arrastando o criado.
Logo que mestre Bob pareceu que Ionge iria
<> lord embugdu-se com seu velho capote,
e parti agodado pela ra fra.
(Continuir-M-ha.)


o.
I
Que, deduzido do saldo de 1,589:660.>083
Dexa ainda um saldo de 1,058:20^664
Que ficar na referida thesouraria dsposi-
co do tribunal do thcsouro.
Art. 3. O ere lito de W.00G,>9I7 rs. ,
que por esta ordem aberlo para as despe-
zas da provincia de Pernambuco no exercicio
de 1842 a 18 i3 nao ser excedido pelo sr.
inspector seno: 1. havendo ordem do mi-
nistro respectivo expedida pelo tribunal do
thesouro que autoiise maior despeza ; 2. ,
ordenando-a expresamente o 'sr. presidente
da provincia em virtude do art. 48 da lei
de 4 deoutubro de 1831 e decreto n. 158 de
7 de miiio deste anno.
Art. 4. Se porem o crdito aberto nao bas-
tar para a despeza ordenada, o sr. inspector
representar com a possivel anticipado aos
respectivos ministros a quem a mesma des-
peza perlencer e ao da fazenda demons-
trando circunstanciadamente a insufliciencia
delle e a necessdade de ser augmentado, e
de quanto sobrestando quando se ade
esgotado na continuac/io da despeza on no
pagamento della debaixo desua responsabili-
dide.
Art 5. Sem ordem expressa do tribunal
do thesouro o sr. inspector nao supprir
as provincias referidas no artigo 2. com som-
ma alguma alem da que designada nesta
ordem ; e outrosim os supprimentos a ellas
ou caixa provincial dessa provincia- sero
feitos na razo da doudecima parte dos mes-
mos em cada mez.
Thesouro publico nacional em 7 de se-
tembrode 18l2.~Visconde de branles.
( J. do Com.')
GOVERNO DAPROVINCIA.
EXPEDIENTE DO DA 2 i DO CRREME.
OTicio A cmara municipal do Rio For-
moso significando em resposta ao seu ofjicio
de 11 do presente que tendo sido submet-
tidas consideracoda assembh'a legislativa
provincial as suas posturas municipaes de-
ve esperar pela deciso da mesma assemb!a.
Dilo Ao inspector da thesouraria Ja fa
zenda ordenando em consequencia de re
quisicao do commandante das armas que
mande fornecer ao commandanle do batalho
provisorio, im de seren depositados na i-
greja da Solidada os objectos constantes
da relaco que por copia llie remello e
que se fazpm necessaros para se administrar
o sagrado Viatico aos enfermos do hospital
regimental.
Dilo Ao Exm. e R.m0 Bispo Diocesano,
participando ter expedido a precedente or-
dem ; e rogando-lhe digne-se conceder fa-
culdade para que seja collocado o Santissi-
mo Sacramento na greja cima refeiida. =r
Communicou-se ao commandanle das armas
o conleudo uestes dous ollicios.
Ditos Ao inspector da thesouraria da la-
zenda cao commandante das armas re-
metiendo copia do aviso da secretaria d'esta-
do dos negocios da guerra datado do 30 de
selembro d'estc anno acompanhado d'uma
relago dos ofliciaes e mais empregados da
guarnido da Uha de Fernando com decla-
rado dos vencimenlos que cada um deve
perceber.
Ao commandante do brip,ue= Im-
ves Ayrcs no olicio de tabellio do judicial,
c. notas e escrivo do orphos vago pelo
fallecimento de Manoel Joaquim Xavier So-
bre ira.
Dito Ao director do arsenal de guerra ,
remetiendo para a sua intelligencia, e exe-
cue.o copias das tabellas nmeros 1 e 2 ,
(los fisurinos que se -referem os artigos
10 e 10 dis r.struccOes de 11 de Janeiro do
corrente anno para a nova organisaco da
companhia dos aprendizes menores dos arse-
naes de guerra.
Dito Ao agente da companhia das bar-
cas de vapor nesta cidade dizendo determi-
ne ao commandanle do vapor = Paraense=.
que receba do inspector do arsenal de mari
nha e transporte para oCear entregar
ao respectivo Exm. Presidente varios ob-
jectos precisos ao brigue escuna = Fideli-
dade ali estacionado. = Communicou-se
ao inspector do arsenal de marinha signifi-
cando-se-llie que potlia remetterpelo men-
cionado vapor os cbjectos requisitados para
o dito brigue escuna.
PortaraAo commandante do forte do
Buraco, determinando que deixe sahir 12
arrobas de plvora da pertencente Ricardo
Chrisostomo Rodrigues, que as vendeo ao
inspector do arsenal de marinha para a es
cuna = primeiro de abril. = Expedio-se or-
dem ao inspector d'alfandega para dar despa-
cho esta plvora ; e scientificou-se d'isto o
inspector do arsenal de marinha.
fficio Ao director do arsenal de guerra,
ordenando que mande apromplar as 50
patronas, e os mais objectos, que faltaro pa-
ra completar a requisicio de armamento ,
feita pelo Exm. Presidente do Cear lim
de ser todo remettido na primeira occasiao
opportuna.
DitoAo inspector do arsenal de mari-
nha participando que o brigue lnglez =
Ann=, fretado para o servico do governo
de S. M. Britnica, deve ser considerado
como transporte, e isento da observancia dos
regulamentos que esto sujeilos os navios
mercantfis, emquanto esliver empregado nes-
te servido.= Igual participadlo se fez ao ins-
pector da thesouraria da fazenda ao com-
mandante das armas p ao commandante do
brigue = Imperial Pedro =; ao primeiro,
para o fazer constar ao inspector da alfandc-
ga e ao administrador da meza doconsula-
lado Joo Borges da Costa escrivo Ferreira:
se raandou vista ao Dr. curador geral.
A appelIaQo crime do Juizo de paz da ci-
daileda Fortaleza appellante o juko ap-
pellado Juaquim Joze Barboza, escrifd Reg
Rangel;. se mandn remeter ao juizo de di-
reito respectivo.
A appellaco civel de Ignacio Bento de
Laiolla com NicolaoOtto Beiber & Companhia,
escrivo Ferreira ; se mandou rentolter ao
juizo de primeira instancia que he o da 1.
vara do civel desta cidade para se proceder
as instrueQOes de 9 de Abril do crrente
anno.
Dito
penal Pedro = ordenando em cumprimen- blicas devolverldo o certificado ,
todo aviso da secretaria da marinha, de 7 panhou o seu oflicio de 21 deste
do corrente que fac* enlrar em exercicio o
escrivo extra-numerario Joo Duarte Nu-
nes nomeado para servir na escuna = Le-
bre= em lugar d>; Joze Caetano Pereira de
Mello ; e que determine este que regresse
para a corte.
Dito__Ao inspector da thesouraria da fa-
zenda intelligenciando-o de ter S. AI. o 1.
determinado por aviso de 3 do corrente ex-
pedido ao Exm. Snr. ministio da fazenda .
i|iioaos juizes municipaes, qoando forera
hachareis formados e servirem de juizes de
direito dorrimo das comarcas se paguem os
ordenados lestes lugares, urna vez que os
propietarios us nao recebo por qualquer mo-
tivo ou os mesmos lugares se achem vagos,
Jesorteque nao venlia haver duplcala de
pagamento.
|)lo Ao dreeler do arsenal de guerra ,
determinando que mandu apromplar pa-
do ; o segundo ao commandante da fortale-
za do Brum ; e o lerceiro aos commandantes
dos navios de guerra aqu estacionados.
Dito Ao commandanle das armas or-
denando em cumprimento do.aviso da secre-
taria d'estado dos negocios da guerra que
mande demittir do servido das armas as pra-
cas do batalho provisorio de liaba d"esla
provincia Joze Manoel de Paula Crispim
Texeira Mendes Manoel Ignacio Ferreira
Lima e Manoel Augusto de Oliveira hem
como as da companhia d'artiices Joo Bo-
nillo de Souza e Manoel Rodrigues Pi-
nheiro.
Dito Ao presidente interino da relaco,
e ao inspector da thesouraria da fazenda, par-
ticipando que S. M. o Imperador houve
por bem por decreto de 5 de agosto ultimo a-
posentar na relae/io d'esta provincia com
motade dos respectivos vencimentos ao de-
zembarfador da mesma Francisco de Pau-
la de Almeida e Alliuquerque.
Dito Ao inspector fiscal das obras pu-
que acom-
tnez esig-
Miticando-lhe, quep-jde mandar passar o titu-
lo de pagamento da quantia de l32,>96() reis,
que se tem despendido com o levan lamento
da planta da provincia, assim como da de
100. reis adiantamento definidos para a
mesma planta ; e todos os mais quo para
este ohjeclo de despesas Ihe forem apresenta-
dcs visto ter sido o engenheiro em chefe
autorisado para levantar a mencionada plan-
la o estar consignada para este traba!lio a
quantia de 4:000,> reis na distribgico dos
fundos decretados para as obras ^publicas
no anuo financeiro correnle.
TRIBUNAL DA RELACAO.
Sesso de 27 de Outuhro de 1842.
Do aggravo de petico de Manoel Caetano
Soares Carneiro Monteiro nao tomn a re-
REPARTrCO DA POLICA.
Illm. e Exm. Snr.Ao chegar da fregue-
sia d de o dia i 8 do corrente fui informado, de que
nanoitedodia 21 seguinte urna porco de
gente armada se dirigir ao genho Ginipapo
deste termo eahi perpetrara dous horroro-
sos assassinatos e um grave ferimento ; a
saber : aquelles as pessoas de Manoel Se-
bastio e Manoel Cabral sobrinho e primo
de Antonio Francisco do" Reg Barros e es-
te na de MaximiaUo Palhares Cavalcanti de
Albuquerque cunhado do mesmo. E nao
tendo ateo presente recehido communicac.o
alguma do respectivo subdelegado a tal res-
peilo passei neste mesmo momento a oli-
ciar-Ihe recommendando Ihe oemprego de
todos os meios ao seu alcance im de soli-
citar prender e remetter esta villa os au-
tores de to atroz delicto pondo mesmo
sua disposico o auxilio de que necessitasse ,
se por ventura ainda por ali houvesse alguma
porcJSo de gente reunida, que fosse mister
dissolver-se. Cumpre-meoutro sim partici-
par a V. Ex. que na dita minha ausencia to-
mn o commandante do destacamento desta
villa a resoluQo de prestar um inferior e 8
soldados ao juiz de paz da freguesia de Seri-
nhem Sehastio Antonio Acciolis Lins pe-
los motivos constantes do olicio que este
Ihe dirigir e que por copia passo s mos
de V. Ex.
Nesta altura me consla que o dito Juiz
de paz se retirara eom toda sua familia do seu
engenho para o deGoicana pertencente seu
irmQo o capito Joo Baptista o que ahi
com a dila forga e com outras que tem
reunido pretende rechazar qualquer aggres-
so que possa appnecer contra a sua pes-
soa que suppe ameagada. Levando por-
lanto o -'xpendido ao conhecimento de V. Ex.,
espero que dar as providencias que entender
convenientes entretanto que de minha par-
te nao cessarei de empregar os esforcos ao
meu alcance aim de que nao seja ainda
mais transtornada a tranquilidade publica, e
at mesmo para que dissolvido seja o referido
ajuntamenlo emhora permita que con-
tiue a aili permanecer as mencionadas no-
ve pragas deste destacamento, a menos que
Yossa Excellencia outra couza nao resolva.
Deus Guarde a V. Ex. Rio formoso 21
de outubro de 1842.Illm. e Exm. Snr. Ba-
ro da Boa-vista Presidente desta provincia
Fernando Afonso de Mello.
N. B. Este officio foi recebido na manha
de 29 do corrente.
a i i i
Dr. Joze Alvos da Cruz Rios 961
Dez. Thomaz Xivier Garca do Almeida 910
Coronel Manoel Joaquim Pinto Pacca 88l
Arcebispo da Baha 87G
Dr. Francisco Antonio Bibeiro 832
Dez. Antonio Simesda Silva 844
Dr. Francisco Gongalves Martins 839
Dr. Joze Antonio de Magalhes Castro 784
Dez. Manoel Antonio Galvo 757
Dr Joo Mauricio Wanderley 729
Antonio Pereira Reboticas 7l8
Dr. Angelo Muniz da Sdva Ferraz 694
Dr. Francisco Ramiro de Assis Coelho 688
Dr. Theodoro Prxedes Fres 686
Supplentes.
Dez. Joo Joze de Oliveira Junqueira
Dez. Joaquim Joze Pinhero de Vascon-
celos
Dez. Ernesto Ferreira Franga
Dr. Joze Ferreira Sonto
Dr. A malicio Joo Pereira de Andrade
Dr. Joze Joaquim de Novaes Rocha
Dr. Francisco Ge Acayaba Montezuna
Dr. Luiz Antonio Barbosa de Almeida
Eustaquio Adolfo de Mello Mallos
Paulo Joze de Mello Azevedo e Brito
ra serem remeltidas na primeira occasiao op- la^o conhecimento por ser interposto de
portuna as 4G mantas, que fallaro us i deciso dada por juiz sem jurisdico.
objectos ] fornecidos por aquelle arsenal i Ao ageravo de pelico de Joo Mauricio de
provincia do Rio-grande do norte e condu-l Barros Waoderley contra Antonio da Silva &
zidos pela escuna == Lebre =. Companhia e o corom I Caspa- de Menezes
ijjtQg__Ao juiz do civel, e ao municipal Vasconcellos Je Drumond negarn provi-
de Flores participando ter prvido proviso- ment.
riamenle na cont'oiniidide da lei de 3 dfl .\a appellago civel da comarca de Flores Resultado da apuracao geral feita pela cmara
oulubru di 1834 i Manuel Vicente Goii^al-1 appellante Vicente Joze de Carvalho appel-J municipal, sem o collegio de Pilao Arcado,
Tendo deixado "de comparecer na secreta-
ra de polica d'esta provincia muitos dos in-
dividuos-, chamados pelo annuncio inserto
no Diario numero 224 de 17 do corrente mez
de outubro para receberem seus ttulos de
residencia ; privine-se por isso aos mesmos
individuos, que devem quanto ante compa-
recer na dita secretaria para o indicado lim,
soh pena de incorrerem na multa estabel-
lecida na lei no caso de que continu simi-
I han te ommisso.
681
651
642
642
641
636
654
fin"
627
625
Dr. Innocencio Marques de Araujo Ces 624
Dez. Joaquim Mareellno de Brito 6l4
Dez. Honorato Joze de Barros Paim 591
Dr. Joo Joze de Moura Magalhes 585
Dez. Cornelio Ferreira Franca 581
Dr. Antonio de Souza Espinla 563
Dez. Candido Ladislao Japass 549
Dr. Manoel Maria do Amaral 547
Antonio Joaquim Alvares do Amaral >46
Joaquim Carvalho da Fonseca 545
Di*. Manoel Veira Tosta 556
Dr. Theodoro Gomes Ferreira Velloso 464
Apurado com o collegio de Pilo Arcado.
Dr. Jos.'-Alves da Cruz Bos 1022
Dez. Antonio Smes da Silva 937
Dez. Thomaz Xavier Garca de Almeida 930
Arcebispo da Baha 9l4
Dr. Jos Antonio de Magalhes Castro 9l4
Corono! Manoel Joaquim Piulo Pacca 88l
Dr. Francisco Gongalves Martins 874
Dr. Francisco Antonio Rbeiro 862
Antonio Pereira Reboticas 848
Dr. Francisco Ramiro de Assis Coelho 818
Dez. Manoel Antonio Galvo 897
Dr. Jos Joaquim de Novaes Rocha 766
Eustaquio Adolfo de Mello Mallos 737
Paulo Jos de Mello Azevedo e Brito 736
Supplentes.
Dr. Joo Mauricio Wanderley 729
Dr. Thedoro I raxedes Fres 718
Dr. Francisco G Acayba Montezuma 718
Dr. Angelo Muniz da Siva Ferraz 705
Dez. Joaquim Mareellno de Brito 681
Dez. Joaquim Jcs Pinheiro de Vascon-
cellos 685
Dez. Joo Joze de Oliveira Junqueira 685
Dez Ernest > Ferreira Franca 681
Dr. Antonio de Souza Espinla 678
Dr. Amanco Joo Pereira de Andrade 668
Del. Honorato Jcs de Barros Paim 657
Dr. Jos Ferreira Souto 642
Dr. Luiz Antonio Barboza de Almeida 635
Dr. Innocencio Marques de Araujo Ges 624
Juaquim Carvalho da Fonseca 6lO
Antonio Joaquim Alvares do Amaral 389
Dr Joo Jos de Moura Magalhes 583
Dez. Cornelio Ferreira Franca 581
Dr Manoel Maria do Amarill 578
Dr. Theodoro Gomes Ferreira Velloso 552
Dez Candido Ladislao Japass 549
Dr Manoel Veira Tosa 536
(Cor. Mere. )
COMMERCIO.
1NTKMOR.
baha.
Eisaqni o resultado da apuracao geral das
actas de 57 collegios faltando nicamente
de Pilo Arcado sobre a qual apresentan-
do-se duvidas cmara municipal em vista do
extraordinario numero de eleilores( 150 ),
consultou ao Exm. Sr. presidente da provin-
cia cuja deciso ainda nao foi enviada. Seja
porm qual for olla so poder prejudicar aos
Srs. Angelo Wanderley e Fres no caso
de prevalecer a acta dos 150 porque en lio os
srs. Paulo Joze de Mello Eustaquio e Novaes
Rocha Ibes tomar.j os lugares. Quanto aos
de mais snrs. em todo o caso sao deputados ,
e s podero soffrer alterado nos lugares que
OCCUpOi
REPUTADOS GERAES.
ALFANDEGA.
Rendimento do da29 d'Outubro 4:746,>3i6
DESCARRECA HOJE 31 DE OUTUBRO.
Brigue = Brandwime = farinha, bolaxinha,
barricas abatidas, e ditas com tam-
pas.
Escuna portugueza = Liberal = pedras.
PRA?A DO RECIPE 22 DE OUTUBRO DE 1842.
Revista Mercantil.
Cambio = Est firme a 27 d. p. 1^000, ten-
do-se feto algurr.as tranzaccoes a
este preco durante a semana.
Algodo = Entraro 300 saccas na semana,
e as vendas tem regulado de 3:500
a 5:600 a g.
Assucar = Entrarlo perto de 100 caixas do
novo e fez-se urna pequea ven-
da de mascavado em caixas a 600
reis sobre oferto. O embarricado
novo tem-se vendido de 2,300 a
2,600 o braneo, e de 1,280 a 1,300 te
o mascavado.
Couros = Sao offerecidos a 135 rs. por libra


5
e nao lia compradores por mais de
130.
Alcatro sueco = Vendeo-se a 1 i #500 o bar-
ril.
Racalho = O depozito de porto de mil bar-
ricas e as vendas a retalhoa 10*
reis.
Batatas = Veodero-se de GiO a 700 rs. a (g.
Bolaxinha = dem a 4.500 a barrica.
Caf = dem de 3,000 a 3,600 a .
Carne secca =. Ha abundancia no mercado e
com quanto as vendas tenhao sido
mais activas os presos nao tem
soiTrido alleracjio.
CarvSo do pedra =z nao ha no mercado.
Cha hisson e prola = Vendeo-se de 2,200 a
-2,300 a libra.
Estopa = dem do 155 a 160 reis a vara.
Farinha de trigo = Entrou un carrugamento
de 1,100 barricas, eas vendas tem
regulado de 18 a 10,> reis.
Farelo = Vendeo se retalhado a GjOOO a
barrica.
Passas s= Vendero-se a 4,>000 a caixa.
PixedaSuecia = dem a 11. 500 o barril.
Potassa da Russia = dem a 260 a libra.
Tabaco maependim = dem de 2,200 a 6,000
conforme a qualidade.
UO VI MENT DO l O UTO
NAVIOS ENTRADOS NO DA 29.
New Caslle ; 55 dias galera dinamarqueza
Thetis de 214 toneladas cap. Nicols
Weed oquip. 12, carga carvo de pedia ;
a N. 0. Biber & C.
Liverpool ; 52 dias brigue inglez Margarel
Elizabeth, de 142 toneladas, cap. Me. Iver,
equip. 8, carga carvo de podra : a Russell
Mellors & C'
E I T A L.
= A cmara municipal da cidado de 0-
linda e seu termo em virtude da lei &c.
Faz saber que tendo andado em praga os
contractos da ah cao e do imposto sobre os
mscales o boceteiras e nao tendo com-
parecido licitantes que arrematassem os men-
cionados contractos : por isso torna a hir no
dia trez do mezde novembro prximo vin-
donro em praca ; devendo os pretenden tes
co m parece re m as nove horas da manha do
reirido dia em caza das sessoes desta cma-
ra epara que chegue a noticia de todos
mandamos publicar o presente. Cidade de
Olinda 27 do outubro de 1842. Joze Joa-
quim do Almeida Guedes, Presidente Jo-
o Paulo Ferreira secretario.
DECLARAgES.
= 0 arsenal de guerra compra sette obras
do regulamonto de infantaria dj Conde de
Lippe setto fuliietos das instrucQes do ma-
rocha! Sampaio para conselho de guerra ,
quatro a cinco duzias de laboado de amarel-
lo CQift (Jous palmos de largura quarenta a
cincpenla ai robus de cobre velho e -porco
de esteir.sde Angola ; qu'm tiver todos es-
tes gneros compar^ga no dia 31 do crrente
mez na salla da directora das novo horas
em diante. Arsenal do guerra 29 de outu-
bro de 1842.
A administracaodos eslabeleciinentos de
caridado avisa a quem convier que no dia
2 do Novembro prximo futuro pidas quatro
horas" da tarde na salla de suas sessoes con-
tinua a praca da renda das casas abaixo de-
claradas :
(-usas terreas NT. 5e 9 ra do Padre Floriano.
12 dita do Fagundes.
13 dita de S. Joze.
I7e20dita de Manuel Cocu.
22,23, 24,e25,Cinco puntas.
27 Becu da Virago.
31 dita de St. Thereza.
40 dita do Calhabuuco.
51 dita da Gloria.
50 dita de Fra de Portas.
01 atraz du Calhabuuc, >.
Casas de2andaresn. 28 dito de S. Pedro.
n. 29 ra de Ilorlas.
Salla dassessdes da administraco dos esta-
belecimentos de caridade 24 u'Outubro de
1842.0 escftpturario Francisco Antonio
Cavalcanti Cusseiro.
tinlio de Barros
ca/.a n. 67.
no pracinha do corpo San tu
L E I L E S .
KT Joo Keller nao tendo podido con-
cluir noS leiles antecedentes a venda das
militas fazendas que tinha pata dispor con-
tinuar por intervancSo do corretor Olivei-
ra boje segunda feira 31 do crrante no seu
armazem na ra da Cruz n. 18 as dez ho-
ras da manh em ponto.
tar O corrector Oliveira far leilo por or-
dem do cnsul de S. M. Fidelissima e ronta
de quem pertencer, de 109 cascos vasios, que
Qcrjo depois dos attestos dos que viero
com a/eite deespormacete na barca Real Prin-
cipe D. Pedro-, arribada a este porto na via-
gem que l'azia deMocambique a Boston : hoje
31 de outubro das 8 para 9 horas da manha ,
no trapiche do Angelo.
= Leilio que fazem Lenoir Puget & C. por
intervengao do corrector Oliveira de um gran-
de sortimento de fazendas francezas e suis-
sas como sejo, cambraias adamascadas e bor-
dadas lencos o chales de cassa e lil, cha-
les de seda sarjas e setins tizos gravatas
de setim bicos de linho, selins, um grande
sortimento de llores, lencos encarnados, litas,
brins, cazemiras proprias para fashisnables,
e finalmente um grande surtimento d alcai-
des do qual se pode tirar grande partido, no-
tando que todas as fazendas se han de entre-
gar pelu preco mais elevado que se offerecer :
quarta feira 2 do Novembro s 10 horas em pon-
tono seu armazem da ra da Cruz.
A VI SOS DI VERSOS.
AVISOS MARTIMOS.
tsr Para o Rio de Janeiro segu com mui-
ta brevidade a barca nacional babel ; quem
^na mesma quizer carregar ou ir *<" p
$em de passagem dirija-se Gaudino Agos-
tsr Offerece-seum humem casado de boa
conducta que sabe ler escrever e contar
para caixeiro de snr. de engenho aqui na
praca ou outro qualquer estabelecimento ,
excepto para loja ; quem precisar annuncie.
tss- Ofierec<'-se urna mulherdesempedida sem
Ribos para ama, ou de homem solUiro ou y-
uvu sabe engomar de todas as qualidades,
cose borda faz lavarinto marca cose
muitobem de alfaiate toda obra miuda na
ra do Jardim n. 3G.
ar A pessoa que respondeo no Diario de
sbado 29 ao annunciu que sabio no de 24
do correte mez sobre urna caza na ra dos
Martirios dirija-se ao pateo de S. Pedro
n. 16
sss-Da porta da venda do Sr. Nicolao Rodri-
gues da Cunha desappareceu um cavallu cas-
tanho com cangalha,edouscassuaes pequeos;
quem o achar ou souber aonde elle est di-
rija-se mesma caza n. 16 que ser recom-
pensado.
tsr A pessoa que quer comprar urna caza
terrea em boa ra do bairro de Santo Anlo-
nio dirija-se ra de Santo Amaro n. 12 ,
das 6 s 8 horas da manlnl, e das 2 s -4 da
tarde.
\s?- Nobotpquim junto aos quarteis tem
para vender 10 barris Je cinco em pipa, cujos
jestiveraocom vinho ; no im-smo pre'iza se
le um rapaz de 12 a 14 annos, que seja deii-
gente.
tar Aluga-se um preto bom canoeiro ; a
filiar no porto da ra Nova venda da quina
junto da ponte.
CT" Quem perdeo um dedal de uuro, u qual
foi achado nutaboleiro de urna preta diri-
ja-se pracinha do Livramento loja de fa-
zendas n. 59, que dando os signaes certos Ihe
ser entregue.
tsr Arrenda-se um sitio com caza de viven-
da e arvoredos na passagem da Madallena
jiinl ao do Sr. Manoel Cardozo ; e as lojas do
sobrado que foi do fallecido lente coronel
Costa Rebello, que deito para o caes do Col-
legiu : a tratar no mesmo sobrado, ou^no si-
tio do Mondego defronte do Sr. Luiz Gomes.
ssy Preciza-se de urna ama para o ser-
vico domestico de urna Caza de pouca familia ;
na ra do Fagundes n. 36.
= Preciza-se de urna ama de leite sendo
escrava ; quema tiver para alugar dirija-se a
ra Formoza da Boa-vista, sobrado da esquina
do sr. MartinB.
W Aluga-se um grande armazem todo la-
drillado de pedra, na ra da Praia offere-
cendo a grande vantagem de ler o embarque
na porta a toda hora proprio para armazem
de assucar ou para qualquer outro ostabHe-
cimento ; quem o pretender, dirija-se ra
da Praia sobrado de 2 andares n. 3 e 8.
*sr Precisa-se de um pequeo para o offi-
cio de tanueiro ou queja tenha Inzes ({es-
ta officina 5 quem Ihe convier anuncie.
! Tendo de estar feixado at o miado de
Janeiro p. v. o segundo andar de um so-
brado na ra da Penha aluga-se por esse
tempo sendo a pessoa zAloza e que se su-
geite a con liefto da entrega das chaves no
mencionado dia ule Janeiro: quem quizer an-
nuncie ou dirija-se ao armazem de Antonio'
Caldas da Silva ra da Praia.
Quem precizar mandar empalhar cadei-
ras canaps cadeirtes marquezas ou
nutras similhantes obras fallona ra Nova
loje n. 08 que se dir quem empalha mili-
to enconla.
No dia 3 de Novembro as -4 horas da
larde em praea publica dosr. Doutor juiz de
direito da 2. vara do civel Rodrigues Sette ,
no aterro da Boa-vista se ade arrematar
por arrendamento um sobrado de 2 andares
o soto com trapeira na frente e varandas de
ferro no aterro dos Alionados avahado o
arrendamento annual or 400. reis pinho-
rado por cxccuQao de Francisco Joze Barbo/.a,
a D. Anua Joaquina Lins Wanderley.
O sr. A. P. >. he rogado a pagar a
quantia de 25#4$0 rs. que deve a immengo
tempo na ra do Queinmlo n. G brando
certo que o nao fazendo ver seu nome publi-
cado por estenio.
ES- Tendo sabido em o dia 3 de Novembro
de i 8 id da villa do Pillar da provincia da Pa-
rahiba para esta cidade Manoel de Caldas Bran-
Jao Jnior e nao tendo at boje apparecido,
roga-ses pessoas que souberem noticias delle,
queirao ter a bondade do dirigir-se a praga
da Boa-vista j. botica da viuva Cunlia.
%2T Aluga-se una casa de sobrado com
bstanles com modos na Trompe ; quem a
pretender dirija-se a ra da Cadeia do Beci-
ten. 21.
%ST No botequim da Estrella precisa-se de
trez caadas de leite diariamente que nao
tenha agoa ; quem quizer a dita freguesia
com tanto que seja cedo ; dirija-se ao mes-
mo ou annuncie para o ajuste.
SST Quem perdeo urna ovelha dirija-se
a ra Nova n. 26 a fallar com Antonio Fran-
cisco da Costa Braga.
tsr O novo seleiroe segeiro francez da
prarja da Boa vista previne au respeitavel
publicu que elle se encarrega de luda espe-
cie de Construcfio e repararn deseges e car-
ros o toma tambem as seges e os carros em
remissa por 2 rs. por mez.
cy A pessoa que tirou do Correio urna
carta vinda no ultimo Paquete do Sul para
Eduardo Soaresde Albergara tenha a bon-
dade de manda-la entregar em casa de Bu-
lino Gomes da Fonseca na ra da Couceico
da Boa vista que se tera a delicadeza de o
agradecerem.
wOSr. que annunciou no Diario n. 231
de 25 de Oulubro ter aparecido na proprieda-
de deGoub um escravo queira fazer o fa-
vor de ver se tem os signaes seguintes, e re-
metle-lo a ra do Amorim n. 30, ou annun-
ciar para o mandar rece be r que se pagara
tuda a despeza e se gratificara generosa-
mente ; o escravo he de nme Joo alto ,
de 2," a 30 annos, de nac8o Benguella tem
um signal branco de baixo do brago e a
falla he bastante atravess-ida.
\SW Aluga-se a casa n. 2 do atierro da lio
vista onde presentemente habita Francis-
co Amonio de Oliveira forrada de papis ,
com lodo o asseio e com excellentes coin-
modos para urna grande familia : tratar
com o mesmo ou com o seu caixeiro Manoel
Joaqmm da Silva.
ts&~ Precisa-se de um homem para feitor
de obras : na ra da Aurora n. 9.
tsr Fnrtaro do quintal do atterro da Boa
vista urna laxa de cobre de fazer calda com
3 palmos e meio de boca ; roga-se a pessoa a
quem for ofierecido o favor de a tomar e levar
ao atterro da Boa vista loja de chapeos nu-
mero 10.
C^ A abaixo assignada avisa ao respeita-
vel publico que ninguem faca negocio com
seu lilho Bonifacio Maximianno de natos ,
nem com outta qualquer pessoa a cerca de
um escravo pardo de nome Boque o qual
tendo tocado em partilhas a abaixo assignada,
foi-lhe aprehendido ob e sub repticiamenle
no dia 5 de Setcmbro a requerimenlo do re-
ferido Bonifacio que munido de um furmal
de partilhas falsu conseguio Iludir o rne-
relissimo Juiz que ordenou a aprehenco ;
e como tudo esteja ja desfeito a abaixo as-
signada conscgmsse outro mandado de apre-
hengo a seu favor, e no se acba ainda exo-
cutadoeste por oceultarem o mencionadof
escravo a abaixo assignada faz esto aviso a'
fim de prevenir que alguem seja engadu cum
o falso formal de partilhas de que fallou. A
rogo de Maria da Paixio c Maltos Firmo Jo-
ze de Mallos.
%sr Precisa-se fallar com o Snr. Dr. Joze
Eleutberio deCarvalbo a negocio que Iho
diz respeito : na praga da Independencia nu-
mero 28.
tsy Os abaixo assignados decanlo que
desde do ptimeiro de Novembro o Sr. Joo
.Toakhaym tem entrado em sua casa e que
elle lica authorisado para fazer cumprai e
cobraras dividas da firma.
Davis &Companhia.
Quem quizer alujar urna caza pira pas-
sar a reata no poco da Panella, com tren
quartos dispene. duaS salas e cozinha
fura j dirija-se a pracinha do Livramento nu-
mero 57.
l'm homem chegado ha pouco tempo de
Portugal o qual sabe ler eserrver e con-
tar se offerece para caixeiro ou feitor de al-
gum engenho : quem precisar dirija-se ra
Nova loja de ferragem n 25.
Aluga-se para se passar a festa urna
grande caza na povoagio do Monteiro com
commodos para grande familia, e com saluda
para o rio : na ra Direita sobrado de 1 an-
dar n. 12.
A pessoa que quer arrendar um sitio
com bastantes arvoredos boa caza terre-
nos para plan tachas na estrada de Belem :
dirija-se ra da Gloria sobrado de um an-
dar junto ao convento das recolhidas.
Arrendao-se para passar a festa, on por
anuo, duas cazas a margem do Rio Capiba-
ribe, de bons commodos: trata-so com o pro-
prielario Joaquim Carneiro Machado Rios ,
em seu sitio em S Joze do Manguind.
Preciza-se de um caixeiro, para tomar
conta de urna venda a qual se vai abrir do
novo ; a quem este arranjo fizer conta dirija-
se a Joze Soares Pinto Correia defronte da
ribeira da Boa-vista.
D-so (linheiro a premio com pinhores
deouro, mesmo em requenas porces : na
venda do pateo do Carmon. 1 se dir quem d.
Aluga-se urna meia agua na ra d'Ale-
gria", propria para coclieira ; trata-se na ra
do Vigario n. 23.
= O abaixo assignado que em algum tem-
to foi feitor do sitio do Honiz se offereee para
servir em algum sili perto desta praga na
mesma occupac&o ; quem precisar annuncie.
tSF- 0 bacharel Vicente Pereira do Reg
mudou a sua residencia para a ra Nova n.
5 primeiro andar.
Corre pelas mos de todos empressa a
conta q'osr. Joze Marques Costada Soares, deo
d i sua administracao desde 14 de Agosto de
1839 30 de Agosto de 1842, tempo em que
se ingerio nos negocios da caza de seu finado
pai em consequencia de urna concordata
creditoria ; resta-nos agora vera conta que
deve aprezentar o sr. Ignacio Marques da
Costa Soares na qualidade de cabega do ca-
zal inventariantee que estove senhor da ca/.a
do finado ede tudo quanto nella havia des-
de 20 de Julho de 1837 at 14 de Agosto de
i 839 isto he dois annos e dezanove dias.
Tudo clama pela appariejio delima tal conta
nao sendo de esperar a ella falte o mesmo sr.
Anaci Marques cuja probidado edezinte-
resse he notoriamente sabida.
S3^" Precisa-se de urna preta que entenda
de cosinhar o comprar de ra ; quem tiver
e queira allugar pagando-so nove mil reis
mensaia diriga-aea ra Nova, lado esquer-
do ao p Ja igreja da Couceico loja de mar-
cineiro.
sss- John Grey subdito Britannico; retira-
se desta Provincia.
A quem for ofierecido um corte de caiga
de pao preto e um corte de colete de sitim
de maco que no dia vinte e nove ao meio
dia se enlregou a um moleque na loja de San-
tos Neves para conduzir a casa do alfaiate
Novaes e desaparic Diario para ser procurado que se gratifica-
r ou do contrario dirija-se a casa de Ma-
noel Joaquim Gomes, ra do Crespo.
= O senhor que he dono d urna venda no
bairro deS. Antonio, que deo urna carta a
um pretu e o mandou acompanhado com u-
ma preta tenha a bondade de por alguma
via elle ser restituido seu dono; do con-
trario se declarar seu nome por este dia.
rio e proceder-se contra elle na forma da
lei, visto haver testemunhas, que justifique o
expendido.
A pessoa que annunciou querer alu-
gar um solao sendo senhora viuva e sem
filiaos dirija-se a ra doNogueiran. 13,
onde saber quem tem um de bons cumodos ,
e prego rozoavel.
Precisase de urna ama para urna casa
de pequea familia : na ra Augusta n. 12. ,
a Talar com Joo Izidro Lopes Limas.
tsr Quem .precisar alugar um soto de
rasa terrea, no bairro de S. Antonio sen-
do senhora dirija-se a ra do Rangel nu-
mero 05.


ai
se
99
4
A trazda Matriz do Bairrode S. Antonio
no 2. andar do ultimo sobrado defronte do
quartcl de Polica coze-se vestidos de se-
nliora da moda e ultimo gasto e tambetn ar-
mo-se e fazem-se chapeos de seda e palinlia
da ultima moda e toda quaesquer costura tan-
t > para homem como para Senliora por preco
commodo.
CT Arrenda-se um sitio junto do Toque ,
cora casa a margem do rio, oom muitos com-
motlos : no atierro da Boa visca casa do Me-
dico Brito ou no sitio ao p do mesmo.
SST 0 abaixo assignado oflerece a qualquer
sr. de engenho que tenha preciso de 14 ou 16
beatas de roda, querendo compra-las dirija-se
ao engenho Tab freguesia da Taquara, Mu-
nicicipio da Vita da Alhandra, que se vendem
ainda com praso. Estevo Cavalcanfi de
Albuquprque.
ssr Precisa-se de urna mulher parda ou
preta para o servigo de casa dando-se o
sustento e vestuario : na ra velha venda da
quina que volta para a ra da Alegra ou
annuncie.
ssr Precisa-sede um feitor para um enge-
nho Tora desta praga que enteuda de car-
reiro podendo ser at portuguez dos che-
gados prximamente : na ra das Cruzes n.
6 segundo andar.
ssr As pessoas que tiverem pinhores de
ouro prata e panno na venda da ra da
Roda n. 4o queiro ir lira-Ios no praso de
8 das e nao comparessendo perdero todo
o direito que tiverem.
ssr O abaixo assignado por este faz pu-
blico para que ninguem compre ou faga
traftsagoalguma com oSr. Antonio Francis-
co do Reg Barros sobre os bens que lhe
pertencetn ou posso pertencer ; por quan-
to tendo este de entrar com 13:,',">0,> rs. para
serem partilhados entre todos os herdeiros ,
a isto se nega negando tambem um docu-
mento feito e assignado por seu proprio pu-
nho o qual existe em poder do annuncian-
te para ser patente a seu lempo protes-
tando uzar dos meios que lhe facullo a le,
contra qualquer simulada venda (nao obstan-
te a sua Grma valer como moeda.)
Gaspar da Silva Froes.
tsr Urna Senhora de bons costumes se
prope a tomar criangas com ama, para se
criarem com le te, impedidas-e desimpedidas
e tambem se recebem as que eslivorem ja
desmamadas para se acabaren) de criar ,
com todo o mimo e amor : na ra do Livra-
mento n. 5 com a entrada pela ra do Ran-
gel.
ssr O abaixo assignado solicitador nos au-
ditorios desta Cidadee comarca do Recife, avi-
sa pela ultima vez a todas as pessoas que esto
a dever foros atrasadosao Hospital de Loanda,
legado deixado pelo tinado Conselheire Joa-
qun) Marques de Araujo que compareci a
pagar os referidos foros na casa de sua resi-
dencia na ra de Agoas verdes n. 22, sobrado
de um andar, das 7 horas as 9 da manh, e
das duas as 4 da tarde, pois que o abaixo as-
signado seacha authorisado com procurado
bastante do Sr. Joo Maria Seve como pro-
curador do mesmo Hospital para receber
de lodosos forciros e passar recibos e todos
aquelles que nao coneorrerem a satisfazerem
os referidos foro* sero chamados a Juizo ,
irapondo-se-Ihes a pena do comisso em que
todos tem cahido e demandados perante a
Justiga e sem Cuntemplaco do forciro al-
gum. = Francisco Antonio Rabello de Car-
valho.
COMPRAS
'Urna casa terrea em qualquer dos bair-
ros do Recife, que nao exced-i de l:600ji rs. :
na ra Jo Fogo n. 18.
tsr Continia-se a comprar escravos para
fon da provincia de 13 a 20 annos: sen-
do de bonitas figuras pago-se bem : na ra
da Cadeia de S. Antonio sobrado de um an-
dar de varanda de pao D. 18.
tsrCal em grao, (vulgo da trra ) sendo
muito bom : na ra do Azeite de Peixe casa
n. 11 ou na padaria de Manoel Ignacio da
Silva Teixeira.
tsr Effectivamente para fora da provincia,
mulatinhas, crelas, e mais esclavos de 15 a
20 anuos e urna escrava de lo a 20 annos,
que cosa eengomme bem, para o servigo
de casa paga-se bem agradando : na ra do
Livramento n. 3 com a entrada pela ra do
Rangel das > huras as 4 da tarde.
ssr Duas rotulas que tenha 5 a 5 pal-
mos e raeio de largo e 13 ditos de compri-
mento ou mesmo 12: a fallar com Pedro
urnas que leve no armazem de Dans & Com-
pauhia : quem tivar annuncie.
VENDAS.
Bogias de carnauba de 6 8 e 9 em
libra bem duras, alvas e da boa luz a
320 res a libra cartas e taboadss para me-
ninos a 40 e 80 rs. ; pautas grandes e peque-
as em papel de holanda a 30 e 60 rs. : n a
ra do Nogucira n. 13.
tsr Um escravo crioulo mestre tanoeiro :
os pretendentes dirijo-se caza da Senho-
ra D. Laurianna Roza Candida Regueira no
atierro da Boa-Vista a tratar com Joo Ru-
fino da Silva Ramos.
ssr Continuamente espirito de vinho pa-
ra chapeleiro e para marcineiro ; na restil-
lago d'agoardente, ra de Santa Rita n. 85.
ssr 50 caixas vazias para socar assucar ,
por 2Oj000 rs. todas; urna canoa nova, car-
rega 600 tijolos; urna dita tambem nova,
carrega 2000 ditos : na ra da Praia serrara
de Antonio Das da Siva Cardial.
= Um carrinho de duas rodas, novo e bem
construido : no Mondeg sitio que foi do te-
nente coronel Costa Rebello.
ssr Vinhos de champanhe de constan-
cia do Porto Xeres Madeiras e de outras
qualidades licores de diversas qualidades ,
genebra holandeza presuntos inglezes para
liambro e ditos de westphalia queijos
londrinos mili novos carne, caca e salmo
em latas, ervilhasesardinhas em ditas, aren-
ques batatas em gigos cha aljfar, con-
servas de todas as qualidades fructas em
conserva proprias para pudins charutos da
Havana eda Baha bonets escocezes e ou-
tros muitos objectos tudo chegado ltimamen-
te : na ra da Alfandega velha armazem nu-
mero 3.
ssr Botes de A para Alfandega, e Artilhe-
ria como graxa de boies grandes fabrica-
do no Rio de Janeiro aonde ali merece toda a
preferencia mesmo a 97 tanto pelo seu brilho,
e conservco do calcado como pelo tamanho
do dito boio a pezar deste custar 280 pois
contem para cimamais de duas tercas partes
da graxa do que a 97 : na ra do Cabug
loja de miudezas n. 4.
nbt Um lindo sortimento de chapeos de
todas as qualidades como seja chapeos de
massa pretos muito finos ditos mais a bai-
xo tanto brancos como pretos ditos de seda
pretos ditos de dita de algodo brancos e
pretos, ditos para senhora, azuis claros e pre-
tos, ditos para menina e das qualidades a ci-
ma mencionadas tudo se vende em porches
e a retalho e por baratos precos por se querer
liquidar contas: na ra Direita n. 140.
vsr Duas escravas de 20 annos, de boas Pi-
sa he muito fiel, nao foge nem bebe o que | poucos mezes e com bom leite para criar
se pode afianzar ao comprador : no atierro procure ManoelI Ferreira Ramos na es-
da Boa-vista n. 39. q"' da ra d Crespo.
ssr Estojos de navalhas de superior quali-
dade e elegante gosto
de cabo de marfim
sendo talvez as melhores que tem aparecido ,
por nao se fazer preciso levar ao rebollo por
ter excellente corle : na praca da Independen-
cia n. 5.
Urna porgo de sera amarela a 240 rs.
engommo cozinho lavo duas
ditas urna por 350ji oulra por 500ji cozi-
nho lavo o vendem na ra urna mu-
latinha de 12 annos urna negrinha de 8 an-
nos boas para se acabarem de educar: na ra
do Agoas verdes n. 44.
ssr Potassa Russiana nova em barris
pequeos : em casa de Hermano Mehrtens na
ra da Cruz n. 23.
ssr Um escravo mogo de bonita figura bom
canoeiro e ptimo serrador urna canoa bem
construida propria para familia ou para capim
por ser muito maneira a fallar com Joo
Evangelista de Mello na ra da Praia n. 55.
ssr O melhor taboado de pinho que no
mercado tem aparecido por ter athe 3 palmos
de largo, e 50 de comprido sem noz proprio
para fazer qualquer obra de verniz assim
como le suecia costado costadinho forros
assualho de casas e fundos de barricas the 30
de comprido e precos porduzias a 5200,
4i Si 5500 6# i e outros differentcs
precosque avista dos compradores se far to-
do o ajuste, e tambem ven le-se a praso con-
forme as porcOes alraz do thealro junto o
sobrado do sr. Manoel Antonio do Jezus a
fallar a Joaquim Lopes de Almeida caixeiro
dosr. Joo Matheus.
ssr Superior papel para forrar salas com
suas competentes barras, fitas, e guarnigo-'s ,
todo do melhor gosto e qualidade : na loja de
Manoel Gomes Viegas esquina da ra do
Crespo.
tsr Na ra doAmorim n. 30continua-se
a vender bom caf moido em grandes e peque-
as porgos e por prego commodo.
ssr 9 bracas de rede nova propria para
viveiro : no heco largo da Matriz de .Santo
Antonio n. 10.
ssr Urna cad*irinha com todos os perten-
ces em bom uzo: na praca da Boa-visla
venda n. 9.
tsr Ven.le-se ou troca-se por um moleque
le 12 a 14 annos urna escrava de naco ,
Ignacio Baptista.
t^" Ima bengalla de gancho sendo de de 40 annos, cozinha o ordinario de urna ca-
a libra e sera de carnauba a7jia arroba e
fumo em folha para charutos de segunda sorte
a i,i a arroba tudo de boa qualidade : na
loja de sera na travessa do Rozario n. 3.
ar Um rico missal, e 900 e tantas oita-
vasde prata boa : na ra das Trinxeiras nu-
mero.18.
ssr Panos de linho abertos em pecas de 30
varas a 3 e largos a 3600, chapeos de sol do
Porto a 8* e meias de linho curtas : na ra
da Praia armazem n. 70.
tsr* Estrelinha e outras massas propria pa-
ra suupa letria a 200 res a libra chocola-
te sevadinha sag de primeira sorte um
ternode pezos de bronze de 8 libras ate' meia
quarla e um temo de medidas de pao do no-
vo padro : na venda que foi do Gloiia no pa-
teo da Santa Cruz.
ssrC ontinua-se a vender agoa de tingir os
cabello e suisas: na loja do chapeos n. 57, ra
do Queimado ; cada vidro vai acompanhado
do methodo de applicaco a dita ago*.
ssr A Recreaco Filozofica ; na ra do Ca-
bug loja n. K).
ssr Dous cavallos assas, gordos bonitos
e carregadores : na ra Velha sobrado da
quina do heco do Veras na Boa vista.
ssr Urna venda com um cont de reis de
fundo tem commodos para familia e em
um dos melhores sitios desta praQa : na ra
de Agoas verdes N. lo.
ssr Rape' de Lisboa a 3200 a libra re-
tro/ preto um tanto grosso em miadas a 80
reis a oitava linhas pretas d'oeiras o mas-
so a 900 reis, linhas pardas e pretas e
azul ferrete em novellos a libra 1280 es-
poras estanhadas a 4 a duzia, botes amar-
los finos a 500 rs. a duzia ditos de massa
para cazacas a 320 a duzia ditos mais peque-
nos a 160 dados para gamo rebique e
filas preta de retroz a 500 reis a pega e assiti-
nadas era sortimento pelo custo e outras
muitas couzas: na loja do Bandeira na ra do
Cabug.
ssr Vinhos do Porto Rheno, Bordeaux ,
Sauternes. Moscatel o outras qualidades tudo
engarrafado agurdente de franca [cognac]
genebra holandeza, kercho, ahsinthe, gen-
diana, licores de todas as qualidades azei-
te drice em caix sardinhasem latas ervi-
llias em ditas oce de marmelada de abri-
cots e cerejas am ditas bocetas de dito
critalisado biscoito de franga chocolate di-
to ameixas seccas copos lapidados pi-
res e chicaras do porcelana, charutos da
Havana muito finos tudo chegado recente-
mente e da mais superior qualidade : no
armazem a ilharga do Corpo Santo n. 25.
sst Caixes com muito bons chapeos de ba-
ta sacas com superior arroz de vapor e da
fabrica latas com as verdadeiras pilulas da
familia duas bancas de Jacaranda barris
com tintas em massa branca e verde fio
de capalciro em miadas bixas hamburgue-
zas muito grandes e outros mais gneros :
na ra estreila do Rozario n. 15 padaria de
Francisco Alvos da Cunha.
ssr Um quarto russo bom passeiro e es-
quipador polo prego de 30ji venJe-se por pre-
cizo : na ra Direita n. 84.
ssr Una negra de bonita figura crela ,
lava de s-ibo e varrrla cozinha o ordina-
rio e tem urna cria de 8 annos : na ra do
Fagundes n. 56.
ssr Urna escrava de nago Benguela sem
vicios nem achaques : na ra do Hospicio se-
gunda caza terrea lado do nascente.
t?y Muito boa farinha de mandioca, e por
prego cmodo no armazem de Antonio An-
nes Jacome Pires.
ssrNa ra do Crespo n. 21 rap de Lisboa
o mais superior por prego muito em conta.
ssr No Recife na ra da Cruz escrip-
torio de Joze Antonio Gomes Jnior numero
23 se vende por preco commodo sacas com
alqueire de farinha de mandioca de supe-
rior qualidade fita na Muribeca e tam-
bem pegas de pao de linho muito fino.
SST Seis pipas arquiadas de pao e 2 ditas
de ferro e urna porco de garrafas vazias;
em fura de Portas junto ao becco largo ven-
da numero 90.
w Urna venda com poucos fundos na
povoago dos Afibgados no lado esquerdo
defronte do becco do quiabo ; tratar na
mesma.
Urna preta vistosa, cora um filho de
Urna bonita caza de taipa, e maisbetn
feitorias, em um terreno de G4 palmos de lar-
go e quinhentos e tantos de fundo cituad)
perto da passagem da Magdalena ; fallar na
ra Nova loja numero 58, que se dir queni
vende por preciso do dinheiro.
ssr L'm escravo mogo de bonita figura bom
canoeiro e ptimo serrador urna canoa
bem construida propria para familia ou pa-
ra capim por sar muito maneira ; fallar
com Joo Evangelista de Mello na ra da
Praia numero 55.
ssr Barricas com farinha SSSF no arma-
zem do sr. Mendonga a fallar com Francisco
Alves da Cunha na ra estreita do Rozario
numero 15.
ESCRAVOS FGIDOS^
= No dia 23 do corrente fugio um mulato
de nome Joo acabocolado com os seguinles
signaes : grosso do corpo altura regular,
mango no fallar o alegre tem um signal
bem visivel, na mo direita o primeiro dedo
depois do pollegar est recolhido sempre para
dentro proveniente de urna colilada que a mao
recebeu ; este escravo foi no Quipap do sr.
Manoel da Lruz Franco, para onde he de sup-
por fosse ; os aprehen ledores levem-o a Fir-
mino J. F. da Roza na ra da Mocda n. 110
qne recebero de gratificago 60ji.
= 200,)i a quem aprehender e entregar 2
escravos fugidos em 2 de Feverpiro p. p.: sup-
pfle-se andarem juntos por assim terem sahido
Jo Navio em que andavo embarcados : sen-
do um de nome Joaquim cabra, retinto II-
lho do Serto do Ass estatura regular ps
largos beigos curtos e grossos dentes lima-
dos, rosto alegre pernas um tanto arquia-
das : e Jos mulato bastante gago e aporta
bastante os olhosquandoquer fallar, rosto tris-
te e um tanto claro altura regular secco
do corpo e fraca constituigo, cabello nao
muito pichaim foi escravo do Senhor
Jos Martins da Penha sr. de engenho Pra-
cinha districtode Porto Calvo : os prebende
dorosdirijo-se ra da Moeda n. 140 Fir-
mino J. F. da Roza que recebero a grratii-
cago indicada.
= No primeiro de Novembro prximo pas-
sado de 1841 desappareceu urna escrava de
nome Anna, de idadede mais de 30 annos,
de nagao angola explica-se na falla como
crioula e com os signaes seguintes : dentes
limados, corpo regular, maces um tanto al-
tas o rosto descarnado peitos pequeos e
cahidos no olhar he um tanto vesga o joc-
Iho direito mete para dentro sobre o pescogo
precurando o hombro esquerdo tem tres ou
quatro marcas como se fosse ponta de reio, ou
queimadura de logo qualquer individuo que
souber delh poder a pegar, e dirigir-se ra
do Fagundes n. 47 que ganhar 50 mil reis.
= Fugio no dia 28 do corren lo pelas 7 ho-
ras da manli urna negra de nome Magdale-
na com os signaes seguintes : levou vesti-
do de chita roxa e pao da costa cor fula ,
com muitas marcas de ter levado ventozas pe-
lo peito e costas estatura ordinaria e que-
brada doenbigo e tambem com riscos pelos
bragos signaes de sua tena ; roga-se a quem
a pegar a lev.; na ra da Cadeia a casa da
Joo Tavares Cordeiro.
tsr Fugio no dia 25 do corrente um preto
de nome Jacintho nago quigam, de idade
pouco mais ou menos de 18 a 20 annos sem
barba alto com os dous dentes da frente
de cima limados levou vestido caiga e carni-
za de algodo entrangado ; quem o pegar le-
veo na venda de Diogo Rodrigues em fora de
portas que ser generosamente recompensado.
ssr De bordo do Brigue Aurora fugio na
noite de 28 do corrento Outubro um escravo
de nome Joaquim crelo de estatura re-
gular cor alguma cotiza fula idade de 20
a 22 annos com principio de oficio de car-
pinteiro tem um signal no beigo de cima ,
levou caiga e carniza branca foi comprado em
22 do corrente ao sr. Joze Gomes dos Santos
Pereira de Bastos do engenho velho de fa-
boato ; recommenda-so por isso a apreheu-
so do mesmo e quem o levar a bordo do di-
to Brigue ser gratificado generosamente ou
no Becife ra da Cadeia n. 45.
ssr Fugio no dia 2 do corrente mez um
moleque crelo por nome Thom de boa es-
tatura cor preta os dentes doqueixode
baixo ralos ps apaihelados levou carniza
de madapolo velha e serola de algodo da
trra e com urna argola de ferro no pescogo;
a pessoa que o aprehender leve-o na na
largft Jo Rozario, venda n. 29, que se
generosamente gratificado.
RECIFE NA TYP. DE M. F. DE F. =1843.


Full Text
xml version 1.0 encoding UTF-8
REPORT xmlns http:www.fcla.edudlsmddaitss xmlns:xsi http:www.w3.org2001XMLSchema-instance xsi:schemaLocation http:www.fcla.edudlsmddaitssdaitssReport.xsd
INGEST IEID EQ4AKHN3N_C8T1QR INGEST_TIME 2013-04-13T03:04:30Z PACKAGE AA00011611_04808
AGREEMENT_INFO ACCOUNT UF PROJECT UFDC
FILES