Diario de Pernambuco

MISSING IMAGE

Material Information

Title:
Diario de Pernambuco
Physical Description:
Newspaper
Language:
Portuguese
Publication Date:

Subjects

Genre:
newspaper   ( marcgt )
newspaper   ( sobekcm )
Spatial Coverage:
Brazil -- Pernambuco -- Recife

Notes

Abstract:
The Diario de Pernambuco is acknowledged as the oldest newspaper in circulation in Latin America (see : Larousse cultural ; p. 263). The issues from 1825-1923 offer insights into early Brazilian commerce, social affairs, politics, family life, slavery, and such. Published in the port of Recife, the Diario contains numerous announcements of maritime movements, crop production, legal affairs, and cultural matters. The 19th century includes reporting on the rise of Brazilian nationalism as the Empire gave way to the earliest expressions of the Brazilian republic. The 1910s and 1920s are years of economic and artistic change, with surging exports of sugar and coffee pushing revenues and allowing for rapid expansions of infrastructure, popular expression, and national politics.
Funding:
Funding for the digitization of Diario de Pernambuco provided by LAMP (formerly known as the Latin American Microform Project), which is coordinated by the Center for Research Libraries (CRL), Global Resources Network.
Dates or Sequential Designation:
Began with Number 1, November 7, 1825.
Numbering Peculiarities:
Numbering irregularities exist and early issues are continuously paginated.

Record Information

Source Institution:
University of Florida
Holding Location:
UF Latin American Collections
Rights Management:
Applicable rights reserved.
Resource Identifier:
aleph - 002044160
notis - AKN2060
oclc - 45907853
System ID:
AA00011611:04632


This item is only available as the following downloads:


Full Text

Anuo de lSl-2. Segunda freir 18 de
aEEHBHM
Tuilo agora depende e nos nitsmos ; d nossa prudencia, Btideracuo, cenerga ; con-
tinuemos como principiamos, e seremos apontailos com ailmiraco entre as NacSti nuis
cu'''- (Proclamaeao da Assrmblra Gersl do Brasil.)
PARTIDAS DOS CORREIOS TERRESTRES.
Goisnnl, Faraiba, eRio grande do Norte, na segunda e sexta feira.
Bonito e Garanhan*, a l e 24.
Cabo, Nerinliaem, Hio Formoio, Porto Calvo, Maceio, e Alajoas no i => id e 21.
Paje 13. Santo Anto, quinta feira. Olinda todos os dias.
DAS da semana.
48 Se, s. GaldinoR. Cbanc. Aud. doJ. deD. da 2. t.
49 Tere. 5 Hermogenes M. Re. Aud. do juide Direilo da 1, rara.
20 Quart. s. Ignei do Monte policiano M. Chae. Aud. do J, de D. da 3' v
21 Quii. S. Ancclmo Are. Aud. do J de D. da 2. r.
22 Sext. }'. Soler e Calo Mm. Aud, do J, de 1). da i v
23 Sab. S. .Jorge M. Aud. do J. de D. da 3. v.
24 Uom. fgida de N. Sra. a. Fiel de sigmaringa M. F.'
Abril.
Anuo
. IV. 83.
Cambio sobre Londres 2S il. p. 1!'.
Paris 320 res p. franco.
u u Lisboa SO a Sj p. 100 de pr.
Ocio- Moeda de /iOO V. 15,000
N. 44,91)0
* >. de 4,000 8.200
PlTi Palacoes 4 r(Sl)
CAMBIOS m da 16 de ABRIL.
Prt* Petos Columnares 1080
ii Mexicanos I i'.si)
miuda 1,440 a 4,400
Moeda de cobre 3 por 100 de difunto.
Discoulo de bilh.
ao mei.
dem de letras de boas firmas 1 e
da Alfand-gi i por 108
alej.
'reamar do da |8 de Abril
1.a a 10 horas e .i'i ni. da niatiha.
2. a 11 horas e 1S m. da tarde.
PI1ASES DA LOA I\(J MEZ DE ABRIL.
Quart. min. a 2 -- s 4 horasellm. da tarde.
La Nora a 10 -- 8 boraa 13 in. d tarde.
Quart. cresc. a 1S-- ia 4 horas e 14 m da manli.
La cheia a 24 s 0 horas e S m. da larde.
PERNAMBUI
"1
PARTE OFFICIAL.
ACTA DA 27." SSSAfj ORDINARIA DA A8SEMBLEA
LEGISLATIVA DE PBftNAJtBDCO E.1I 15 DE
ABRIL DE 1842.
PRESIDENCIA DO SNR. MACIEL MONTEIRO.
Fcita a chamada acharo-se presentes 2o
srs. (ieputados tallando sem participado os
sis. Machado Bios L'choa Cavalcante Ba-
ro de Suassnna eManoel Gavalcante.
Ow. Presidente declarou a berta a sesso,
foi lida eapprovada a acta da antecedente.
EXPEDIENTE.
Un ollicio do secretario da provincia remet-
iendo a informaco da adminislraco dos bens
dos orfos sobre a pretensa o de Jos Pol car-
po de Frcilas e Antonio Carlos d'Almeida ,
eftipregados do eellegio dos 01 Tos:=a quem
fez a requizigo. Giro acompanhado de 2
cilicios da cmara de Garanhuns pedindo aug-
mento de ordenado para o seu porteiro e a
concesso pari se fazer a arrematarlo dos di-
zimos de mitineas pelo praso de 3 annos :=
commisso. de negocios das cmaras. Gutro
remetiendo a informaco da adminislraco
dos bens dos orlaos sobre o augmento de or-
denado que pedem o Director e Mordomo
do collegio dos orlaos : = a quem fez a re-
qui2c80.
O sr. Jos Pedro mandou a meza o scgtiinte
requeriinento : roqueo, que independenle
do respectivo diploma esta Assembla d posse
ao sr. depulado supplente, Joaquim Francis-
co de Paria que. se acha na ante-sala : = a-
poiado e approvado. G sr. Nabuco reque-
reo que o mesmo se praticasse com o sr.
Antonio Baptisla Gitirana, que se acliava as
galeras ; em consequencia do que o sr. pre-
sidente mandou convidar o referido sr. a lim
de vir para a ante-sala e incumbi coin-
misso hontem nomeada de dar o seu pa-
recer acerca da elei^o dos mencionados srs.
Voltando a commisso sala com o seu pare-
cer declarando que os srs. Faria e Giti-
rana ero dcputados..supplentes; iicou adiado
o parecer por pedir a palavra o sr. Nabuco.
G sr. Pereira de Brito reqtiereo urgencia para
se discutir o parecer da commisso de cons-
tilnico e poderes sobre a admisso dos srs.
deputados supplenlcs:=:approvadu. Passan-
do-so a discutir o parecer foi approvado, e
sendo os sis. Faria e Gitirana introduzidos
na sala com as formalidades do estilo pres-
tarlo o juramento, e tomro assento. Foro
apoiados e approvados os seguintes requeri-
mentos : do sr. Nabuco,= requeiro a urgen-
cia do projecton. H sobre a Ireguezia delpo-
juca : = do sr. Babello = requeiro urgencia
para que entre j em 5. discusso o projeclo
n. 8 : = do sr. Brito = requeiro urgencia pa-
ra se discutir o projecto n. 7 desteanno an-
tes da discusso do orcamenlo = o sr. Figuei-
redo mandou meza o seguinte = requeiro,
que seja chamado osr. supplente Gama : =
entrando em discusso licou adiado por se ter
de tractar de outras materias : ss o mesmo
sr. pedios urgencia acerca do sen requer -
mento : = apoiada a urgencia nao foi ven-
cida.
OHDEM DO DA.
Foi approvado o parecer da commisso de
peticoes tlevolvendo o requeriinento do Ci-
dado Francisco Xavier de Miranda commis-
so de ornamento.
Entrando em 5. discusso o projecto n. 7
deste auno o sr. liveira mandou meza o
seguinte art. additivo : *c os professores jubi-
lados do liceo Beverendo Jos Concillo, e Joa-
quim Ignacio tic Ca vaiho Mendpnca tem tao
bem direilo ao ordenado de tOXk reis := nao
foi apoiado. G sr. Neto = supprima-se a pa-
lavra as anligo = apoiada. Encerrada a dis-
cusso foi adoptado o projecto e rejeitada
emenda. Foi tambem approvado era 3.
discusso o projecto n. 8 deste anno, e em 1.1
discusso o projecto n. II. Continuou a 2.!
discusso do projecto n. ) deste anno com !
as emendas feilas ao Art. 29 na sesso ante-i
cadente. Veio meza a seguinte emen-
das to sr. Dantas :;== Depois das palavras =
Pao do Alln, e Santo Antao diga-se == fazen-
tio-se primeramente os laucos das mesmasl
estradas, que mais arruinadas estiverem ;
icando em vigor a disposico do art. 3o da
Le n. 90 := apoiada. Osr. Figueiredo man-
dn o seguinte art. additivo : = com a com-
pra deaeces da companbia de aqueductos
nos termos da le provincial n. ) : ss IG:000j
tle reis apoiado. Dada a hora, o sr. Barros
Gavalcante mandou meza o seguinte reque-
r ment : = requeiro, que se prorogue a dis-
cusso por mais lo minutos: foi approvado,
e continuou a disi-usso. O sr. Oliveira pe-
dio retirar a sua emenda ; o que Ihe foi per-
miltido. G sr. Figueiredo fez igual pedido
acerca da sua emenda aprcsenla-a na sesso
antecedente ; foi deferido. Encerrada a dis-
cusso foi approvado o art. com a emenda
suppressiva das palavras ase adoSul = o o
art. additivo do sr. Figueiredo sendo rejei-
tadas as domis.
Osr. presidente deo para ordem do dia em
1. lugar pareceres do commissoes e leitura
de projeclos e ndicaces e em 2." I. dis-
cusso dos projectos ns. 10, 15, 18, o2ide
182 n. 18 de 1811, continuaijfio da ordem
do dia de boje ; e levanlou a sesso s dos
horas e meia da tarde.
Pedro F. de Paula C.'" de Albiiquerqtie.
Vice-PrcsitJenle.
JozeFeIi[)pe de Sonsa Lego,
1. Secretario.
Antonio Jos de Oliveira,
2. Secretario.
ACTA DA 28. SESSAO DA ASSEMRI.EA LEGISLATI-
VA PROVINCIAL EM I i DE ABRIL
DE 1842.
PRESIDENCIA DO SNR. PEDRO GAVALCANTE.
Feita a chamada aeharo-se presentes 19
snrs. Deputados, faltando sem participadlo
os snrs. Maciel Monteiro, Doniingues. L'choa
Cavaicanti, Machado Bios, Paes d'Andrade ,
I/.idro Mesquita Pereira de Brito Beis e
Silva Manoel Gavalcante Vieira de Mello,
Bario de Suassuna e Farm.
O Snr. Presidente declaren aberta a sesso
Foi lida e approvada a acta da sesso antece-
dente.
EXPEDIENTE.
Um ollicio do primeiro snr. Secretario Ja As-
sembla Provincial das Alagoas remetiendo os
actos Legislativos promul;ados no anno de
18o9:=iecebido. Gm requerimentodoGidado
Joaquim Manoel Carneiro da Gunha, arremal-
tante do Disimo do gado vacum e cavallar
das Freguesias de Flores Garanhuns e ou-
tras pedindo o abatimento da terca parte
do preco da arremataco e o praso de mais
2 annos para o pagamento das respectivas
preslacoes : =x Commisso de Fasenda e Or-
camenlo. Outrodos moradores no Dislricto
da Parochia do Desterro de Itamb pedindo,
que ella seja dividida em duas pelas razes,
que expenden: ~ Commisso de Estatis-
ca.
ORDEM DO 1>IV.
Foro approvados os pareceres seguintes :
=s da Commisso de Fasenda e Orcamenlo
parase delirir lavoravelmente o requeriinento
do Gidado Francisco Xavier de Miranda ar-
remallante do k. lauco da estrada do Pao do
Allio: da Commisso de exame das contas
Miinicipacs approvando as contas da Cmara
de Santo-Antao do anno linanceiro lindo, com
excepflo la quanlia deaTjoO reis, que sem
BUtorisagap se accrescentoQ gratificocao do
respectivo snr. : da mesma Commisso res-
ponsabilizando a Cmara do Rio Fonnoso por
ter dado ao seu Procurador 12 por centoem lu-
gar de 9 e approvando as suas contas do an-
no de 1859 18-0 quanto ao mais : foro i-
gualmente approvados os pareceres acerca
das contas das Cmaras de Cimbres Brejo ,
Hio Fonnoso Garanhuns Bonito e Boa
vista pertencentesao anno de 1840 1841-,
e licou adiado oque tracta das contas da C-
mara do Limoeiro relativas ao dito anno.
Gsnr. Bizerra Gavalcante pedio urgencia
para entrar j em I." discusso o projecton.
l deste anno : apoiada e vencida a urgencia
foi approvado o requeriinento. Foi tao bem
approvado o seguinte requeriinento do snr.
Lobo : = requeiro a urgencia da I. discus-
co ilo projecto do Orcamenlo Municipal antes
de entrar em discusso o do Orcamenlo Pro-
vincial. Entrn em I. diScusso o projeclo
u 10, e foi aprovado; assiin como o n. lo.
Continuou a 2.' discusso do projecto n. 9
desteanno. O snr. Jos Pedro mandou a e-
menda seguinle : = supprima-se o artigo 50:
= apoiada : O snr Barros Cavalcante : =
em lugar de 4:000.> reis diga-se = 2:000.)
ss augmentaodo-se na consignaco mais
12:000. reis : ss apoiada. Depois de.discu-
tidas foro rejeitadas, c approvado o arigo.
Ao artigo 31 o snr. Neto mandou a seguinte
emenda : = devendo o Presidente da Provin-
cia antes de por em execuco as aposentado-
rias de que tracta o artigo 2. da Le Pro-
1 vincial n. 82 submetlcl as ao conhecimen-
to e approvaco da \ssembla Provincial :
ss foi apoiada e rejeitada e approvado o
artigo. O snr. Gliveira mandou a seguinte
emenda ao artigo 52 : = Inclusive o ordena-
do de (>(X).> reis cada um dos antigos Pro-
fessores do Lyco Beverendo Jos Goncalo e
joaquim Ignacio de Carvalho Mendnnca; nes-
te sentido augmenle-se o quanlitativo : ss ap-
poiada. O sur Lobo := depois da palavra
ss jubilados = diga-se = contemplados os
augmentosconeedidos: 4:000,> reis:ssapoiada.
Encerrada a discusso, foi approvado o artigo
comaemqndado snr. Lobo, e rejeitada a
a do snr. Oliveira. Dada a hora o snr. Pre-
sidente leo para ordem do dia a mesma do bo-
je e levanlou a sesso
Joze Felippe de Souza Lco.
Pro Presidente.
Antonio Jos de Oliveira
1. Secretario inlerino.
Luiz de Carvalho Paes d'Andrade
2. Secretario interino.
ACTA DA 29. SESSAO ORDINARIA D'ASSEMBLEA
LEGISLATIVA DE PERXAM11LC0 EM \o
DE ABRIL DE 1842.
PRESIDENCIA DO SNR. SOLZA LEA.
Feita a chamada acharam-se prezenles 25
Snrs. Deputados, faltando com participacam
os snrs. Maciel Monteiro Bizerra Cavaican-
ti e sem ella os snrs. Baram de Suassuna,
Pedro Cavaicanti, M. Cavaicanti e Alvaro.
O snr. Prezidente declarou aberta a sessam ;
fui lida e approvada a acia da antecedente.
ORDEM DO DIA.
F.ntrou em discnssam o Parecer addiado da
commissam de Petices a cerca do requeri-
inento do cidadam Antonio Joze Pires, ao
qual o snr. Pereira de Brito offereceu a emen-
da Que se remella pelos tramites legaes
The/ouraria Provincial o requeriinento do ci-
dadam Antonio Joze Pires para ali seren
examinadas as contas pelo mesmo aposenta-
das ; foi apoiada. A essa o snr. Lopes Netto
aecrescentQU -- e pague-se ao peticionario pe-
los bens do Patrimonio dos Hospitacs de Ca-
ridado a quantia qua Ihe for devida -- foi a-
poiada e ao depois rejeitada. Veio anda
nina 5. emenda do sur. Nabuco, sobre a
mesma materia Que o supplicante demande
judicialmente o seu pagamento : foi apoia-
da e tambem rejeitada. Findo o tempo
marcado para a 1. parte da ordem do dia o
snr. Lopes Netto requereu a urgencia para se
continuar a discussam do Parecer cima
mencionado que fora interrompida pela llo-
ra : foi apoiado e approvado ; assim como ta
bem o Parecer e a emenda do snr. Pereira do
Brito.
Passando-sc a 2. parto da ordem do dia ,
o snr. Netto requereu com urgencia quo
se mandasse chamar um supplente para subs-
tituir o snr. F. Domingues: foi rejeitada a
urgencia ficando addiado o requeriinento.
Discutile o art. 55 do Projeclo N. 9 ao
qual o snr. Lopes Netto mandou a emenda se-
guinte Supprimam-se as palavras in-
clusive al o lim, conservado o quanlitati-
vo : foi apoiado. O snr. Pereira de Brito
offereceu una emenda substitutiva ao art.
Com as despezas eventuaes- 8:0l>.>000 rs. -:
foi apoiada. O snr. Lopes Netto mandou a-
inda outra emenda sendo incluida nesla
rubrica a quanlia estipulada para pagamento
da Estatislica do Bichare! Figueira se for a-
presentada na forma do contracto : foi a-
poiada e ao depois rejeitada ; e bem assim a
emenda dn snr. Pereira de Brito. Foi ap-
provada o art. salvas as emendas, e tambem
a emenda do snr. Lopes Netto que manda
supprimir as palavras inclusive c at o
lim.
O snr. Lopes Gama aprezentou o art. ad-
ditivoPara cada Ueligiozo Capucbinho do
Hospicio de N. Scnhora \\& lVnha da Cidado-
do Becife 6>000 rs. mensaes : foi apoiada.
0 snr. Lopes Netto ollreceti a esse art. a e-
meflda seguinte Em logar das palavras do
Hospicio diga-se ~ existentes aclualmento
no Hospicio o mais como no artigo additi-
vo : foi apoiada. O snr. Gitirana aprezen-
tou urna emenda assim concebida em logar
de t.)000 rs., diga-se 8.)000 rs. : foi a-
poiada. Posto a volacam o art. foi approva-
do salvas as emendas sendo rejeitada a do
snr. Gitirana e approvada a emenda do snr.
Lopes Netto. Dada a hora o snr. Preziden-
te levanlou a sessam dando para ordem do
dia a mesma de boje.
Thomaz Antonio Maciel Monteiro ,
Prezidente.
Joze Felrppo de Souza LeSo,
1. Secretario.
Antonio Jo/e d'Oliveira ,
2. Secretarlo.
GOVERNO DA PROVINCIA;
O Exm. Snr. Presidente da Provincia por
portara de 9 do corren te nomeou para Sub
Delegados das freguezias abaixo declaradas
oscidados seguintes: para a freguezia do
Cabo Estevo Velho Barreto, Muribeca Agos-
linbo Bezerra da Silva Cavalcante Ipojuca
Antonio Jvenci Pires, Goianna Joo Joa-
quim ta Cunha Bego Barros, Tijucupapo An-
tonio Gon^alves d'Azevedo Itamb Antonio
Jos Guimares Pedras de fogo Mariano lla-
mos de Mendonca Scrinhaem Pedro L'choa
Cavalcante lima Francisco de Barros Bego,
Agua preta Pedro Gaudiano de Rales e Silva,
Hio formozo Joo Manoel de Barros Vander-
ley Pao do Alho Francisco do llego e Albu-
querque i Gloria doGoit Antonio Teixeira
de Barba Nazareth Joaquim Jos d'Albu-
qticrqtic Maranho, Tracunhem Jos Maria
de Barros Barreto Santo Anlo Jos Martins
Pereira Monteiro Escada Jos Pedro Vello-
7.0 da Siiveira i Bonito Jos Joaquim Bizerra
de Mello, Bezerros Jos Moreira Alves da Sil-
va Brejo Francisco Alves Gavalcante Cam-
boim. Cimbres Leonardo Bezerra de Siqueira
Cavalcante Garanhuns Francisco Ignacio de
Paiva Altinho Domingos Lourenyo Torres
Galindo Boiqe Jos d'Albuquerque Caval-
cante Aguas-bellas Lourenco Bezerra Ca-
valcante d'Albuquerque, Flores Manoel Fer-
relra Babello Sorra talhada Manoel Pereira












*ia Silva Ingazcira Agostinho Nogueira de
Carvallo, Tacara! Francisca Marquesde Sa,
Fa/enda grande Jos Francisco de Novaos ,
Boa-Vista Joiio .loso Rodrigues Cocido, Ca-
brob Antonio da Silva Souza Aracuan, Ex
Jos Severo (franja, Limoeiro JofiO Sara i va
de Araujo Gaita* Rom jardim Jos Caetano
Pereira de Queiroz Taquandinga Antonio
Pcreira da Costa.
EXPEDIENTE 1)0 DA 1-i DO CORRENTE.
OflicioAo Commandante das Armas,
communicando-lhe ter ordenado a nlguns
Guardas Nacionas dos differentes Btalhes
d'estacidado, queso lem offerecido para ser-
vir no Batalhao destacado pouco organi-
zado, que se Iheapresenlem; determinando-
!hc, que jos manilo aprsenlar ao comman-
danle do iteforido Batalhao : o rccommeiidan-
do-Ihe que obre da mesma sorle eom acuel-
les, que por ventura pusso se-llie-ollerecer
directamente.
Portara Ordenando ao Insperlor do Ar-
senal de Marn ha, pie faga apromptar o Pa-
tucho = Pira pama a llm de seguir para a
lina de remando no da 20 do corrente a con-
duzjr mantimentos.
Ollkio Ao Inspector da Thesouraria da
Fa/.enda coiiimunieando a expedigo da or-
ilein supra e delcrminsndn-lhe, que no Pa-
tacho cima citado ivniella pan a referida
liba os vveres necessarios para o sustento
d.: 1B8 presionnos d'estado dos sentencia-
dos, da respectiva gtiarnigo.
Dito Ao Commandante doBriguc Escu-
na = Nictheroy = dizendo, (pie mande re-
colher eiifermaria do Marinha, alim do
ser inspeccionado, o '2. Tenente Gerardo Joo
Damasio de Souza Freir.
l'ito '<> Commandante do Brigue Escu-
na suprameucionado, ordenando, que re-
meta ao CheTe de Polica interino Posta Pro-
vincia a (ni de ser punido na forma das
Leis, o marinheiro Jos do Figueiredo, per-
tericentc -guarnigao d,i Barca de Vapor =
Peruamhucana = que lora preso ein flagrante
a bordo da mesma Parca pelo I. Tenente
Fernando Lzaro de Lima escacha a seu
bordo.
Dito Ao Choro de Polica interino da Pro-
vincia communicando a expedigo da or-
dem antecedente, edizendo, que faga pu-
iii; ao marinheiro aupractt&do era eoniornn-
dade com as leis em vigor.
PortaraDeterminando ao Inspector do
Arsenal de Marinha rjuo forneea ao Com-
manilanteda Escuna Legalidade =os man-
limentos e aguada precisos para seguir via-
grm i provincia das Alagas.
OflicioAo Inspector da Thesouraria da
Fasenda commuiiicindo-llie ter ordenado
ao Inspector do Arscual de Marinha, Que
mandasse pagar o que se estiver dever, al
o fin, do nica passado aes Ofliciacsi oguar
nigo da Escuna = Legalidade =a qual lem
de seguir ein commissao para a Provincia das
Alagoas; ediso.nlo-lhe que mande salisfa-
zer o pedido (pie para esse liru Ihe libero
mencionado Inspector da Arsenal de Marinha.
Dito Ao Inspector do Arsenal de Mari-
nha participando ter expedido aordem an-
tccedenle e deterininando-lho que mande
pagar o (pie se estiver dever aos ofliciaes o
guarnidlo da Escuna = Legalidade = al o
ultimo de Muco do corrente anuo.
Dito Ao Commaiidanle da Escina =
Legalidade s= intelligencando-o da esped-
co das orden*, dadas pela portara e dous
oflicios precedentes.
COMMANDO DAS ARMAS.
EXPEDIENTE DO DI.V 1) DO CORRENTE.
Oflicio Ao Exm. Presidente depre-
cando-lhe a expetligo de suas ordens para
que os reerutas postos em custodia, para pro-
va reni izompeoes fundadas em Lei se llies
obonasse urna diaria de 20 res diaria que
pedia fosse paga ao Com mandan te do Batalhao
Provisorio, onde estiveroem custodiadnos
meses Fevereiro e Margo deste anno 73 re-
crutas por Ihes ter abonado urna rugo e cla-
po equivalente a referida diaria importan-
do na quantia de 52,juG0. a tres dias cada
uin.
Dito Ao Exm. Commandante das Ar-
mas da Provincia do Maranhao requisitan-
do-lhe a guia do Sargento Ajudante Joo An-
tonio Leitao do 2. Balalho d'Artilheria a
p addido ao Batalhao Provisorio desta Pro-
vincia visto nao se poder sem esto documen-
to ajiislar-sc-lin: a eonta do que se Jhe li-
cou a dever, ecujo pagamento requera.
Dito Ao Inspector da Thesouraria re-
mettendo-iiie as relacoes de mostra do 5. Ba-
talhao d'Arthilhera a p pertencenccntcs
ao mez de Junho do anuo passado para a-
pertenecido ao
~r-*--.tfft'toM<'t^c:i
justar contas oom o dito BaUlho naquelle linhaestenio na.^'"Jg &uarda Nacc_
r n/,iii'i:i _
foi retardada.
Dito Ao mesmo enviando-Iho os pa-
pTMaa r==s < ss^sosa
Commarca do Pao d'alho pertencente ao
mez de margo cuja importancia de va ser
entregue ao Cabo d'Esquadra Manoel Victo-
rino d'Araujo.
Dito Ao mesmo remettendo-lhc os pa-
pis de conUbelidade do destacamento da Co-
marca de Nazareth pertencenles ao mez de
Margo ultimo devendo ser a importancia
dos mesmos entregue ao Vice-Consul Jos
Joaquioi das Res.
Dito Ao mesmo remoliendo-lhc os pa-
pis de conUbelidade do destacamento da Co-
marca do Nazareth perleucentes ao mez de
Desembro do anno passado (pie devolver ao
Prefeito para serem processados, de confor-
midade com a circular de 10 de Marco ultimo
podendo assim saldar asconlas com a casa do
Mecido Tenente Coronel Costa Rabello, que
1 esta va cncarregado do pagamento dos destaca-
mentos da G. N.
Dito Ao Commandante da Fortalesa, do
Prum prevenindo-o de que o Engenhei.ro
Vauthier tinha de hir a dita Fortalesa ex-
aminar o locc.l onde convinha sor Rita urna
syslerna.
" Dito Ao Director do Arsenal de Guerra ,
para que desse intnrmagos a cerca da priso
do Cabo Francisco Po da Companhia d'Ar-
lilices era vista do oflicio do Commandante
dessa Companhia que Ihe transinetlia.
Dito Ao Commandante do 3. Batalhao
d'Artilheria a pe disendo-lhe em resposta ao
seu oflicio do 0 do corrente que ao Inspec-
tor da Thesouraria, tinha enviado as relages
de mostra do Batalhao pertencenles ao mez le
Junhodoanno passado, para quo mandasse
proceder ao competente ajuste de contas.
Dilo Ao Capitao Commandante da Com-
panhia d'Arliliees communicando-lhe que o
corrame pretodas p ragas da di la Companhia,
Ida ser substituido por outro branca para <
que a Presidencia expedir ordem ao Arsenal
de Guerra, alim de apromptar 200 correa-
mes.
Dito -- Ao Chefe de Polica-, mandando-
Ihe apresen lar o paisanno Joo Antonio Ro-
barlo da FoncecA qae temi sido remelli-
tido pela Prefeitura do Rio Forraosd na su- era
posicao de sor desertor se vejilicuii que o
nao era, por ter dado h.iixa a 51 do Marco
de 1832 por incorrgivel no entretanto que
o Prefeito no oRleiode remessa o qualificava
desordero incommodador do socego publi-
co e de mudo m conducta.
Dito -- Ao Prefeito interino da Cimarra de
Nazareth, dizendo-ll.e que o recrula ios
PDitoAo Commandante Superior da Guar-
comunicaudo-
lo-lhe que assenlaro praga vo unUriamen-
ie no lia 9 do corrente os Guardas Nac.onaes
Antonio de Barros Barbosa eMnoel Fran-
cisco das Chagas aquelle do 2. batalhao e
esto do 3. ..
Dito___Vo mesmo, communicando-lhe ,
que nesta dala assentaro praca voluntaria
na 1 linha os Guardas Nacionas o 2. bata-
lhao Anastacio Guedes Alcanforado Antonio
Mathias Carneiro Leo, e Luiz de Franga e
Castro.
Dito \o Inspector da Thezourana rein-
viando-lbo os papis de contabilidade dos des-
tacamentos das Com marcas do Limoeiro e
Bonito sendo os desta perter de Fevereiro c Marco, ebsdaqbella dome/, de
Marco, podendo mandarenlreTara importancia
losmesmos,aspessoasa queraos respeetive-s
prefeilos authorisaro. Conclua lasendo al-
gum.isobservacoes a respeito do n. de pracas
do Destacamento do Ronilo.
Dito-Ao Commandante interino do 2. bata-
lhao da Guarda Nacional deste Municipio ,
communicando, que S. M. I. por Decreto
N 158 de 2 de Margo prximo (indo deo
por abolido o lugar de Juiz de direitodo ci-
vel da Cidade de Goianna.
DtoAo mesmo Sr. Contador partici-
pando para sua indiligencia teroEsm. Sr.
Bario Presidente da Provincia por oflicio do
50 de Margo do corrente anno communicun-
do, que em cumplimento do aviso N c 89
expedido pela Sectaria d'Estado dos Negoci-
os da Marinha em data de 15 daquelle mez ,
haver ordenado ao Inspector do Arsenal de
Marinha que mandasse abonar ao Machi-
nista da Rarca de escavagAo aqu existente
Antonio Chavier Ramos a gratificagao do
50^ reis mensaes como detorminou o so-
bredi to aviso com obrigago porem de ins-
truir no machinismo ao mestre da officina do
Ferreiro d'aquelle Arsenal, a um oflicial da
mesma oflicina e a mais alguns individuos ,
que a isto se queiro applicar.
Dto--Ao mesmo Sr. Contador; dem por
oflicio de 51 de Marco prximo (indo, com-
municando haver nomeadu para servirem nos
impedimentos dos Juizes de direito da 1.
vara docrimn e 2. do civel desta Commar-
ca o Juiz Municipal da 2. vara fiesta cidade;
e da 2, vara do erime e 5. do civel
Commarca, o Juiz Mi
.i.iwmi marca, o juiz IVIun-
,o da Guarda Nacional deste uun.ap.o dest. mesra i- .
disendo-ll.e que leudo -do procede,- com cm I do l^rao |m ^
revidade u.na inspec.r.o no batalhao do seo que por se. traar
g"
tr
lir
declaragao disto mesmo 2 que lhc
rem'eltesse tao bem e com a maor urgen-
ca urna relago nominal por Companhias ,
de todas as pracas que o batalhao contou no
da 1. do corrente no servgo ordinario e
da reserva com designadlo de idade natu-
ralidade estado moradia prolisso e
data da qualilicagn-5. -, que tivesse promp-
to a ser-lhe apresentado no acto da inspeccao,
um manpa da (arqaeffectiva do batalhao com-
forme o modello n. i, oqualdevia d'estar
d'ac ido com a relacao exigida- A finalmen-
te que lao bem tivesse prompto outro map-
pa do armamento e correara.; segundo o
modello n. 2, mappa que as Companhias
deviao appresentar com as declaraeoes ex-
peeilioadas no modello n. 5.
Na mesma data, e por igual_thenr se
aos Comraandantes do 5., 4., 5.,
. 6. Batalhao da Guarda Nacional deste Mu-
nicipio ; assim como, ao Commandante do Ls-
quadro de Cava Hera.
DitoAo Prefeito do Commarca do Boni-
to comunicando-llie pie lendo-se posto
em execueo a Tabella lo I. do Pe/.embro
Id anuo passado. que augmentara o sold
.ios ol'ciaes do Exordio e Armada de-
Vl'/.'ll t'IIl Ill/eUUO-l l l U M-UUUI u.-ii: ------ ----------- ... .
Unacoda Silva que Ihe remetiera com o viaoo.lici,. Command-n e do,bM,
do I. deste mez em diante vencer por cssa
POT allegar haver sido ja ScVutado aova Tabella a qual d para Capitao o sol-
lo meiisal de SO e Kb d'addicional 5 para
seu oflicio do 7 do crrenle, lora posto e
custodia ,.~. c
o sollo or ter entrado para o cofre Nacional -
SqEan de 100. L na forma da lei. I Tene.de 55, de sob ,, e 0, d'add.eiona ,
Portara Ao Tenente Coronel Comman- e par 1 Alleres O de sold c I
dante lo Batalhao Provisorio, mandando de <
ordem de S. M. O I. cominunicada era Avi-
No mesmo sentido e dala, se oniciou aos
ordem ite r>. M. o.. eoiiiiininn-.uia .-m .-m- *w r ', < ..
" Bparticao da (hierra de .5 de Marco IVleilosdo B.o 1-orraoso B,jo S. An ,o,
ultimo dar haixa ao soldado Antonio Ramos | Nazareth Limoe.ro Pao d albo Cabo ,
de Souza por ser lilho nico e sustentar ,
e amparar sua mae.
Dita Ao Commandantedq Deposito, mar.-
dando, em virtiided'or.iom de S. M. o I. ,
cemniunicada ao Aviso de 15 de Margo ultimo,
dar baixa ao Soldado Lourenco Soares de Pro-
diga por servir d'arrimo a seu pai inleira-
mente ceg sustenlando-o cora o producto
de sen trabalho.
da 11.
DitoAo Exm. Presidente, enviando-lhc
competentemente informado o requerimento
do Tenente Manoel Antonio Marnho Falcao ,
no qual supplieava a sua passagem da guar-
nico da Parahiba do Norte para esta de
Pernambuco d'onde natural c reside a
sua familia.
DitoAo mesmo F,xm. Sr. enviando-lhc
para ser delirido como enlendosso acertado ,
o requerimento do alleres do Batalhao Provi-
sorio Domingos Eustacio da Cunha no qual
e GarailhOs.
Dito -AoCommandanteinterinodoS. Bata-
lhao d'Artilheria disendo-lho em resposta
ao seu oflicio de 30 do mez passado que por
mais rasoavel que pareceo sera Presidencia ,
o pedido dos ofliciaes do seu Batalhao" vindo da
Grlo para se Ibes abonar por intero os sol-
dos de Fevereiro o Margo adantados descontando-se-lhes, do 1. des-
te me/, em diante pela 5. parte allegando
ellos para este lira que a importancia abo-
d'Ksquadra Torquato Alexandrino dos San-
Ios e determinando que elle fosse reco-
ndecido 2. Cadete na forma do Decreto de 4
Pai va da 2.
DitoAoSr. Inspector da Alfandega par-
cicipando para sua i.itellgencla em vista
do oflicio do Exm. Sr. Barao Presidente da
Provincia de 50 de Margo prximo passado ,
que por Decreto de !7 de Fevereiro ultimo ,
foi nomeado Amanuense da mesma Alfande-
ca o Guarda da niesnia Francisco Feliciano
Bodligues Selle.
DitoAo Sr. Contador da Thesouraria
participando o conlheudo no precedente
oflicio. ,
DitoAo Inspector da Alfandega, com-
municando para sua intelligoncia como
participou u Exm. Sr. Barao Presidente da
Provincia, era oflicio do 50 de Marco prxi-
mo (indo, haver S. M. O lnperador por
Decreto de I!) de Fevereiro do corrente anno,
demettido a Joze de Araujo Pinheiio do lu-
gar de Amanuense da dita Alfandega.
DiloAo Sr. Contador da Thesouraria
dem o conlheudo no precedente oflicio.
PortaraAo Sr. 2. Eseripluraro da Con-
t doria encarregado da Contabilidade Mili-
lar, remetiendo para sua intelligoncia e
execugaoo Edital que determinou a ordem,
e pocas dos pagamentos de todas as dispesas
Militares.
dem do oa ;>,
Oflicio Ao Exm. Sr. Presidente da
Provincia informando o requerimento de
Joze lligino de Miranda em que pedio li-
cenca para traspassar a Antonio Nobre de Al-
niei'da pasando o respectivo laudemio o
terreno de Marinhas N i68 de que se jul-
ga de posse.
DEM 1>0 DI.V 0.
Dito__ A o mesmo Exm. Sr. dizendo
que se conformava com o parecer do Sr. Com-
niandantedas Armas, sobre a pretpngao dos
ofliciaes do 5= Batalhao de Arlilheria a p ,
que regressrao da Corte do Rio de Janeiro.
Dito Ao Sr. Inspector do Arsenal de Ma-
rraba pedindo em satisfacao a requisig_ao
do Provedor da saude feita em oflicio de 50
de Margo prximo lindo que houvesse de
mandar'fazer no Arsenal o concert de que
precisa va o escaler d'aquella repartigo en-
enes para esu; mu, quu a imp-.n umu ,..- K.v.v...--------------------- rrinp<.inir
nada foi quasi toda consumida nos arranjos vjando a conta para ser pago-, ftWnecenUo
daviagem, c comedorias de embarque nao em quantc nao se conclua dito concert o .-
podia acceder a tal pedido, por nao ser fun- tro escaler, que podesse dispensar a lim dt
iladnemlci qde o servigo mo padega.
Portaria'-o Tenente Coronel CommalT- Dito- Ao Sr. Provedor da Repartigo da
danto do Batalhao Provisorio remetiendo- saude, participando o conlheudo no prece-
Ihe o Concelho d'Avuriguag.ao feito ao Cabo denlo oflicio.
son Domingos uusiacio u.i v un.... H. ....^ -
pedia para seus arranjos particulares o abono de l-evc.ro .le 1820 e Provisio de M I Ou-
da quantia de 200j rs. para ser descontada
pela quinta parte de seos sidos.
DitoAo mesmo Exm. Sr., signiicando-
Ihe queso ofFerecera para servir na 1. li-
nha, o corneta do corpo do polica Antonio
da Cunha Bzcrra e que parecendo-lhe dever
seracceilooseo oflerecmento, rogava a espe-
lubro do mesmo
prehenxera.
anno cujas dsposiges
THESOURARIA DA FAZENDA.
EXPEDIENTE DO DU 1. DO COURENTE
Orficio-Ao Exm. Sr. Barao Presidente
SOraCCeiLOOSeo OII;reL-im:mu, ifi-'------1~ "iiiuo i^mii. oi.
-lu-ao lesnas ordens para que, dilo eorneta da i rovincia inlormandu u requoiimer.to do
ligaom, suas ora us I i _, __Isr MMlUa .!> Mimn.ln lltmrimies De-
fosse demittido daquelle corpo
("')< uvnuviu ------1----------- i
lado no Quartel do Commando ds Armas,
alim de se mandar averlnr a praga.
DitoAo mesmo Exm. Sr. cnviando-llie
em duplicata o mappa da l'orga efectiva de
e apresen- Sr. Manoel Lobo de Miranda lenriques De-
putado Assembl.i Geral Legislativa pela
Provincia da Parahiba no qual pedioaaju-
da de custo..
DitoAo Sr. Contador d Thesouraria
dem do da 8.
DitoAo Exm. Sr. Barao Presidente da
Provincia informando o requerimento de
Vianna c Souza rcmleiros do predio da Al-
fandega velba em que pediro a nomeago
de um Fiel para o Trapiche denominado do
Vianna.
DitoAo Sr. Administrador da Meza do
Consulado remetiendo por copia para sia
nlelligencia ecumprimento na parte que
Ihe toca o regulamenlode 11 de Janeiro do
corrente anno relativo ao corte do pao bra-
zil, e exigndo informagao de qual o retnr
la Meza que julga mais habilitado para as
incumbencias de que tracto os arligosb.,
7., e 8., e bem assim a gratificagao que por
ellas Ihe da ve ser arbitrada.
I


BE
DEM 1K> DA )
DitoAo Sr. Administrado"- da Recebedo-
ria de Rendas internas remetiendo duas
certides passadas pelo escrivo da Chancella-
ra da Relagao desta Provincia de 125 addi-
(jOes de Dizima, que se averbaro no transito
da Chancellara e pelo eartorio dos feitos
da Fazenda desde Abril do auno p. p. at
ao presente a fim do proceder a compotente
arrecadago, na conformidade das ordens
existentes.
>
^

TRIBUNAL DA RELAQAO'.
Sesso de 1 G do Abril de 1812.
Os Embargos de Joze Thotnaz de Azevedo ,
c outros contra D. Thereza Maria de Jezus ,
oppostos ao Accordo na cauza de Appellago
dvel da Villa da Anadia Escrivo Rebello ;
foro recebidos, e reformado o dito Accordo.
Na Appellago civel do Juizo de Direito
desta Cidade Appelanto Antonio Joaquim
Cuedeg, Appellado Francisco Ferreira de
Mello, Escrivo Posthumo se julgou pela
confirmago da sentenga recorrida.
Na Appellago civel do Juizo de Direito do
R. Formozo Appellante Manuel da Rocha Vi-
vir Appellado Manoel BizerraCavalcanti ,
Escrivo Rebello ; se julgou pela conlirmago
da sentenga appellada com deelarago dse
liquidar o valor do escravo e das de servigo.
Os Embargos de Antonio de PaJua de Mo-
raes Bomba, contra os Mezarios da Irmanda-
Je de N. S. do Livramento na cauza de Ap-
pellagao civel desta cidade, Escrivo Rebel-
lo ; foro desprezados.
Os Embargos de Joo Francisco de Souza
Pcixe contra Joze Higinode Miranda Ap-
pellagao civel desta cidade Escrivo Randei-
ra ; foro desprezados.
REPARTIDO DA POLICA.
Parte do dia lo de Abril de 1812.
Da Parte hoje dada pelo commandanto Ge-
ral interino do corpo Policial, consta que fo-
ro hontem prezos d'ordem do Delegado do
l.Districto Elseo Rangel Guimares: pela
1. patrulha rondante do lugar da praga da
Independencia, o soldado do corpo de Arti-
lhera Joo Clirispianno Gomes por ter es-
pancado a urna prela ; e pela patrulha do
Carmo o escravo de nome Joo por estar e-
brio
muios a' frete.
Brigue Inglez Hebe- para Hamburgo.
Barca -- dem Thomaz Mellor para Li-
verpool .
Brigue Americano Syren para New-
York.
Portugez Emprehendedor para
qualquer porto excepto Triestre.
' nados no acto Gcog. IV. cap. 87. Consulado
Britnico 8 de Abril de 1812.
A. Augustus Cwper, Cnsul.
CORRESPONDENCIA.
COMMfcJiClO.
ALFANDEGA.
Rendimento do dia 16 5:)53j7l9
descarrega hoje 18 de arril.
Patacho Americano = Giraffe = Alvaadc,
pregos agoa-raz, breo e barricas va-
sias.
Brigue =Jozefina = Pedra e o resto das
mercaduras.
Barca Inglesa = Naghtengale = Fasendas ,
louga e sabo.
Brigue Inglez = Funchal= Bacalho.
Brige Brasileiro
lumes do fasenda.
Srs. Redactores. -Con>tandc-me, que un
Sr. cx-comi>sario de polica, e actual ins-
pector de quarteiio, audVa pelos assougues
dama d> R.in^el, intimando, de ordem
dolllm. Sr. Chefe le Polica que t p-
denlo eslar abertoi ven leudo carnis ateas
quairo hora*da tarde contia a tenninanle
dNuDMci > das Pastura A-ldciotue da C.
M que peiinitiem que lae< casas estejio
abatas al as >eis h >im9 da tai de ; e nao po-
den lo o S Chtt'e iniei iuo de Polioia ( filan-
do na hypoteie de ser sai erdem nnu.da de
S. S ) derrogar lei son a togtr aos Si'-.
Redactores o obr.equin de piiblicavein o ie-
leii-loailig abano lian ..rilo paia conlu-
ciuienlo d sque o tgnoio. S puivm a
ordem de que tra'o parto la > s unen e do
Sr. Inspector, peru.ita-meqiu-Ihe dumeon-
seibo, fqu-se circu, acreve nos (ipiles
de toa* acaudadas atiibuic5*s e d. ixe-,e de
ainlir daud> ocaziio .i ser meno-.cabada sua
ceipiena auldoi'darle.
Coma ptib'uvcio de:-t3 fu 5 Vuis. um
servici ao Publico, e particular fcfor ao
Svo ltenlo V uerador
F. C.
*rl. 5. Todos os asougiie9 se-fe'xaiao a-
6 horas da larde ; sol) pena de 4:i>o rea de
nanita e 4 ^"*a de prizio e l de portas inicuas, porta di'grades.
Podemos alliruiar -o Sr. F. C. que o Sr.
Chele de Polirii uilcrino nao den a oulera de
que ti ata. O hR.
TIIEATRO.
DE CLARAR OES.
Pom Jess = Alguns vo-
PRACA DO RECIFE 10 DE ABRIL.
Revista Mercantil.
Cambio' Contina a 28 d. por I 000.
Assucar Vendas regulares a G50 por (8> so-
bre o ferro.
Algodo Em apathia c tem sido mui pe-
quenas as entradas e as vendas de
3*700 a 5j800.
Bacalhu Chegou um carregamento de
2110 barricas, que anda nao foi
vendido.
Carne secca Existem em ser 35:000 ar-
robas inclusive um carregamento
do Brigue Lizia : as vendas teem
regulado de 2,j a 2*200 a arroba.
Agua-raz Tem-se vendido a 900 o galo.
Alpista dem dem de lv a 20* a bar-
rica.
Arroz Nacional dem idem de 2*800 a
5200 a arroba.
Azeite de peixe dem ideir. do I* a 1*100
o galo.
Barricas vazias dem idem de 850 a 000
urna.
Batatas-- Idem idem de 800 a arroba.
Farinha do trigo americano dem idem de
10* rs. a barrica a relalho
Garrafoes empalhadns Idem dem t-O um.
Patos do Lisboa dem 1*800 a duzia.
Sabo amarello dem 100 a libra.
Toucinho de Lisboa 4*800 a ii* a arroba.
O mercado tem falta de alpista ; e procu-
rado o bacalho e potassa.
12
8
5
5
5
11
lo
6
5
8
ss Pela Adminslrago da Meza do Consu-
lado se faz saber que no dia 20 do corren te
mez se ho de arrematar porta da mesma
Administrago quatro caixas do assucar.
tres de brauco i urna de mascavado a-
prehendidas pelos respectivos eO)pregados do
Trapixe novo por inexalido das taras; sendo
a arrematago ftvre de despezas ao arrema-
tante. Meza do Consulado de Pernamhiico
15 de Abril de 1812.
Miguel Arcanjo Monteirode Andrade
= A Barca Portugueza Espirito Santo re-
cebe a mala para o Porto no dia 25 do cor-
ren te.
Pelo Lyceo desla Cidade se publi, i,>as seguid-
les tilias nao justificadas dadas pilos A-
lu unos (Ii-mj. odia 14 ie Fevereiru tin
que leve lugar a abeituia das Aulas ateo
da i de M.iic. > p. p.
Nouie. fa|,JS
Aula de Fiunc Fraqci.'Co Fercua da Cun!a ,
Augusto Ce/br de Mtdeiro ,
Amonio l'-enlo da l o-la ....
Antonio Ji.aquiii FeutHM de Cirvalho
Rufino d'U.ti Paula CaValontc d'Albuqiier(|ue ,
Aula de G*o>jieil*j.
Tilomas Antonio Oos Santos #
Antonio Luciano de Moraes ....
Firmian i JoaijU i d-.Mn.inJa ,
Fiancisco Xavier l'Ulveira .
Aula de I ilosophia.
Iguai > de Bano-. Bnelo ...
Jos Atliauazio Teixeia Caslr. .
Setrelariado Lyieo i5 de Abril de 184a.
O Secreta: o
Jo> FacunJodaS I a Guimaifes.
= O Administrador da Meza da Recedo-
ria das Rendas geraes internas pela ultima
vez aviza a os moradores do bairro do Recife,
Santo Antonio e Boa-visla para que ve-
nho pagar o importe de escravos; cuja
relago j se acha tirada para ser remetida ao
Procurador Fiscal para proceder a execulivo ,
se por ventura nao vierem pagar Ihe o lim
do torrente e lindo o prazo a meza nao re-
cebersom o solicitador. Recebedoria 18 de
Abril de 1842.
Francisco Xavier Cavalcante de Albu juerque.
sa Descripgo do variado e pomposo Diver-
timento, que se hade executar Quinta feira
21 do corren te, debaixo da direegao do artis-
ta gimnstico Joze dos Reis, sendo prehen-
chido com duas grandes Pantomimas, ludo
guardando a ordem seguinte.
Depois de urna escolhida pega de muzca ,
Madama Emilia Amanti cantar com recitado
a famosa e nova cavatina da opera Gli A-
rab nelle Galle de maestro Pacini: con-
cluida que seja seguir aexecugo da di vert-
dissima Pantomima que tantos aplausos al-
cangou a primeira vez que se desempenhou ,
c que a pedido de inuilas pessoas se repele ,
que tem por titulo 0 Boticario d'aldeia ,
ou o fingido cao de Inglaterra. Depois se
cantar com toda a sua engracada stena o jo-
cozissimo Duelo de Baixo e Tiple na opera
Elisa c Claudio desempenhando o papel de
Mrquez Joze dosReis, e o da frentica Eli-
sa Madama Amanti.
Em conlinuago so executar o grande c
novo Drama em um acto em pantomima que
lanos aplausos tem merecido, c tantas en-
dientes te dado aos Theatros de Lisboa e
Porto e que se intitula a priso e morte
do infamo escclerado Remechido, na serra
do Algarve .
Esta excellente pantomima envolve e apr-
senla scenas admirareis, tanto as atroci-
dades que este guerrlheirn executava com os
infelices lavradores assassinando-os, e quei-
mando-lhes as suas nicas propriedades, co-
mo na sua derrota junto ao monte de Gron
na serra do Algarve que indiscretamente pre-
tendio defender eonde sao apresionados pe-
los bravos guerreirosconslituconacs, que es-
perando embuscados as ditas tropas rompem
queima roupa um vivo fogo sobre ellas,
porem estas tomando logo a defensiva desba-
ratad immediatamente os rebeldes apesar
dos grandes exforcos, que fascm para susten-
tar asquaseinconquistaveis posiges queoc-
eupo, e conseguir algumas vantagens sobre
as tropas liberaes ; o resultado deste feliz a-
contecimenlo c retirarem-se os rebeldes em
precipitada, fuga edesordem, deixarem no
campo grande numero de morios, e em
poder das valorosas tropas da Bamba o
Guerrilheiro e atroz Remechido seu chefe
que depois do infame ter desfechado urna da-
vina por 5 veses a um valente e guerreiro ca-
pitfio esle sem temer os pongos o faz presio-
neiro com o maior valor o intrepidez, sen-
do logo atado < eonduzdo s cadeias de foro
para ser julgado em conselho de guerra ou-
vindo-se depois ao longe signaes de ser fuzi-
lado o fag.inhudo Remechido ; 'manifestndo-
se nos lavradores e as gentes daquellas fre-
guesias o mais vivo praser e satisfago por a-
cahar de existir aquelle malvado que tantos
assassinios, roubos e depredages comeltcu
naqiielle territorio, cantando ao mesmo lem-
po Madama Emilia Amanti no meiode lan-
o regosijo o Hymnode D. Maria 2. Rainha
de Portugal.
Principiar s horas do costume.
N. B. Os camarotes se acho venda desde
j para maior commodidade do publico.
Por motivo da caixa do Theatro ser peque-
a para o Espectculo desla noite nao se
permitte entrada nella a pessoa alguma se-
nao aos que trabalharem.
seibo dJi!>eralvo e administrativo da com-
panlua do encanamenlo das a^uas do rio
Capibaribe que andonelo lera cLdo aos
trabalhosdj lefeii lo encanniento e quan-
to nrcaia as qu' tas entia las para os rolret da
compauhia e porque ratSo o Si". D.ivctoc
nao tem po-.lo en execncio o di^posto no
ai tigo a6 dos estatuios. Um accouis'a que
entrn com a sua quola em Agosto de i83o.
-Ol secretarlo da toetrtl'le llieatral
- Recn o e Insli uc;a aviza pela a. v-z o
socios da mesma que a rcunic gtral da sorif-
dade 110 dia 19 do enrenle pea (j huas
da larde na caza da sociedade.
- Mancel l'ereira de Carvalho i\tir-se
para Porlugt!.
1). Auna Leonor da Silva Gumarles
retira-s-- para a cidade do Port,na barca por-
tuguesa Ivpii 10 Siiilo. levando em ua com-
panhia Ma (i I lia Carolina Emilia d.-s I) >u-.
Sjmjean gravador edjuiador em to-
aos s me'aei abridor de firmas e braides
os mais complicados que sej, ludo na
mnioi- perl'eci ; trabalha no palio da Ma-
triz de S Antonio casi U. \i, onde prame-
le s'rvii com presten e aalbfacio a qualquei
senhor que o quier homar cotn suas eu-
com.ndas.
- IVladam Simjean pirlei'ra examina-
da na academia de Paria oFerece seos ser-
vitjos como ll; no patio da Matriz deS.
Antonio D. 8.
- Precisa-se de um cont de reis a premio,
sobre hypolheca de urna caza terrea cila ri
alieno dos Aligad >s ; a quem IhecflWer
esae negocio aunuicie a su, .noiada para ser
procurado.
Othesoueiro da FOlVdade llieatral
- Reereio e Insli necio COinprou por routa
da ni"isi sociedade um meto b Hiele da
lotera a favor las ohrai da tgieia do Rozario,
da i. parte da 1. lotera N. 3Jo5.
-- A pesso.t que quizer roupa ensalmada
'Om perteiciO e promtidj lirija-se ao pai .
deS. Pedro; quina qu-j val para a 1 Ha dJ
viacio D. 1.
Des. jvs? falar rom os senhdres Fian-
cisco de Paula Rd'eiro fJuiuiari.s Tiieodo-
ro Joaquim Duai te Manoel Amonio Duar-
atiniiii
te e Antonio Jos C >elho Jnior
ciem as suas moradas pata negocio de sen iu-
tere.'se.
Qnem annunci 1 querer comprar d
Repertorio dat rdenacoens pode-o procu-
rar na ra direita 68 que o adiar 11
folio ih nu.ilo boui u/.c.
AVI SOS DI VERSOS.
CONSIXADO BRITNICO.
Faz-se saber aos Subditos Britnicos resi-
dentes em Pernambuco que no dia Quinta
feira 21 do correntc mez de Abril meio dia,
ter lugar no Consulado de Sua Magestadc
Britnica, ra do Trapixe novo : o ajunta-
mento dos ditos subditos para os fins desig-
= A Barca Ingleza-- Therezar, Capito
Guilherme H. Driscoll, arribada este porto,
na sua viagem de Plymoulh para Nova Hol-
landa precisa tomar dinheiro risco sobre
o casco e frele para pagar as despesas feitas
nesto porto e poder seguir sua viagem :
quem quiser faser esto negocio pode cnten-
der-se com o Capito do mesmo navio em a
casa do snr. Dowsley Raymnd u Rits, na
ruada Alfandega vclha.
C3" Francisco de Miranda Leal Seve, reti-
ra-se para Portugal.
er Joo Francisco Marlins retira-sa pa-
ra o Aracaty.
C?- Antonio da Silva Maia avisa ao res-
peitavd publico, que por haveroutro de igual
nome nesta Cidade, se assignar de hora em
diante Antonio Joaquim da Silva Maia.
- Perdeu-se una edula de sinco mil r.
no lia i5 do crtente a pe>oaq atado, queiendo t'aer o obsequio entrga-
la na ra dos quarteis defronte da loje que
foi do lalecido Atooea priuieiro andar ,
se dii o lugar onde fn perdida.
- Pcrgunta-se ao? Sis. Meinbros do Con-
A Pessoa a quem lhe foi empenhadd
um relogio de ouro com mostrador amarello,
tampo de vidro trabalha sobre um diaman-
te queira anntinciar sua morada dentro do
quatro das; pois do contrario se proceder na
forma da Lei, contra a pessoa que-o foi em-
penhar tom.lndo-se o dito relogio como fur-
tado. Declara-se que quem o foi empenhar
chama-seJ. F. osera publicado o sen norne
por inteiro se dentro do dito prazo nao a-
parecer quem o empenhou.
tsy Um Brazileiro cazado, de milito
bons coslumes e que tem muita pralica d*j
ensinar as primeiras letras ; se elfo rece com
sua mulher para ensinar meninos e meninas
for desta praga : tratar na rua do Rosario
larga D. -i, primeiro andar.
= Precisa-se de urna ama que lenh bom
leite e que nao tenha cria, quem estiver ties-
ta circumstancia dirija-se a rua da Cadeia do
Bairro de Sanio Antonio casa de andares
D. 1.
t&- A pessoa que annuncioii no Diario de
sexta f.tira queier comprar um negro que
cntenda de enchda sendo que queira um de
idade de 2o a 50 annos porem com muito
boas quliddes procure na rua Nova Botica
D. 9.
tzr Boavcntura Antonio Macie, retira-
se para Portugal, a tratar de sua sadc, dei-
xando por seos procuradores a Joo Antonio
Maciel o os seos amigos os srs. Joo Anto-
nio Marlins Novaes, Antonio Jos Machado,
roga tambem a qualquer pessoa que sejul-
gueseucredor apresentar assuascontas ao
seu primeiro Procurador para serem linme-
diatamente pagas.
C7- Joze Alvos Branco rctira-se para (i
Rio de Janeiro, procurar melhoras de for-
tuna: para oque faz este avizo conforme a
Lei.
W Rosa-s a senhora Anna Izabel Ban-
deira de Mello, e ao snr. Antonio da Silva
I*erreira,qucira carta viuda da Paraluba : na rua do Cabu-
g N. 4 loja de miuJezas.
fer Aluga-se urna preta moga e robusta ,
sabendo cosinhar o diario de urna casa, coser
Chfio, ensaboar, e para todo o mais servico:
na praga da Boavista D. 4.


'-U:*^- i*i*yi:
l-*:^*Si*>jmc .&
srT" Aluga-se urna casa terrea com sitio
qu chego a mare*, cpm cacimba c bailan-
tes laraiigoir.necoquciros que do bastante
huelo no aflbgado pateo de N. S. da Paz
!). 2; quema pretender dirija-se a ra do
Queirtado loja de forragens I>. 7.
S27" Precisa-se de urna ama forra hrauca
ou de cor para acompanliar un familia ao
Rio de Janeiro fazendo-se todas as coveni-
onciasa seil favor : na ra do Lm.imento 0.
20 prhneiro andar lado da ra Direita. .
tST Precisa-s.Mle U a premio, hypb-
lhecando-e para seguranza urna parte de
urna casa de sobrado nesta praga livre c
desembarassada ; quem este negocio quiser
fazer annuncie.
sr- ()s Srs. que assignaro eaparlaro bi-
lliel-s favor das obras da Igreja do Rozario da Boa
vista na lojado Guerra na ra Nova D. 0,
queiro fzer o favor de os hir buscar cm
tempoconipetoiite alias sern vendidos o
porque nao baja dnvidasse faz o presente.
SJZT A Senhora Dona Carolina Leopoldina
ilo, Castro tenba a bondad.', de annuncYara
sua morada para se lbe entregar urna carta
viuda do Rio de Janeiro, ou alias queira a
mandar recebar a bordo do Brigue Oriente do
Bfasil. n
xzr A pessoa que no pateo de S. Pedro
ofibreceo80 por una cmoda de Jacaranda
com uma estante, podevir por ella queren-
do ou oulru qualquer pessoa que a queira
comprar.
S3T ACha-se un sitio de lavrador de canas
mu um engenho muito perto da praga de
muito boas tenas, com suficiencia para tra-
ba I bar 20 eslavos com boa casa bom cer-
cado EQUtO {raudo e com algumas socas ;
quem 0 pretender dirija-so a Antonio da Silva
Gusmfio na ra do Queimado.
Cjy Desoja-se fallar a negocio importan-
te com o Sr. Antonio Pedro de Barros Caval-
canti snr. do engenho Conoeigo ou com
o scu correspondente : na ioja da vi uva de
JoJu Carlos Pereira de Burgos Ponco de Len
na quinada pracinha do Livrainento I, ou
annuncie sua morada.
xzr Quem annunclou querer comprar duas
a 5 vaceas ile leite sendo anda queira diri-
ia-se a ra Nova D. 27.
sry Precisa-sede urna prcta (pie sirva
para o servico interno e externo de urna casa
de pequea familia ; quem tiver annuncie ou
dirija-se a travesa do Bozario D. 12.
SST1 Joze Hara Pereira da Silva e Souza ,
Bacharol Formado Dezembargador da Be-
lago ^eclesistica de Braga e,Concgo na
Sida dita Cdade retra-se para Portugal
tsr Pela segunda vez roga-se ao Sin. Dr.
Jacinto MoreiraSeveriano da Cimba que te-
lilla a bondade de annunciar a sua morada,
que se lho desoja fallar.
xsr :Vecisa-se fallar ao Sr. Feliciano An-
lunio Mai tins que em fc825 leve venda nes-
ta praga sendo que inda exista ou pessoa de
sua' pertengio queira annunciar a sua resi-
dencia para negocio de scu in tures.
SS5- Da-so 500, a premio a dous por cenlo
todoou dividido com pinliores : na ra vc-
llniU. 57, namesma vendo-se um habite
le Avia e aluga-se um preto o qual lam-
bem se vende.
5ZT Jezedo Sacramento Silva, retira-se
para portugal por alguna mezes a tratar de
sua saude.
jgy A pessoa que annunciou querer com
prarduas a 5 vaceas querendo comprar duas
que esto em Ipojuca sendo urna parida e
umanovilliaquesejuiga estar prenbc d-
nja-se a ra Nova loja de alfaile D, 16.
tsr Joze Joaquim Gaspar subdito por
tugue/. retira-se desta Cidade para a Babia.
jsy 0 abaixoassignado deseja fallar com
Manoel Pinto Lima para se llie entregar urna
carta de negocio na ruada Cadeia do Re-
cfe. = Manoel Joaquim Pedro da Costa
azr Manoel Joze da Costa e sua Filba
Violante Francisca Costa rotiro-se para o
Porto.
ssS- Lina mulber parda de bons costumes,
que cose, ensaboa engomma cozinba se
offerece para todo o arraigo interno de casa
de alguin Sr. nacional ou estrangoiro, e roes-
mo casado com pouca familia e d fia-
dor a sua conducta ; quem se quiser utilisar
de seu presumo dirija-se ao entrar da ra do
Fagundos venda D. 1.
\rj- Boga-se ao Sr. Manoel Joze da Costa,
que fez o annuncio para se retirar queira
ter a bondade de anuunciar a sua morada,
(pie se llie deseja fallir.
t2F- O abaixo assignado partecipa as pes-
soas que querem saber de sua morada, que
rile lie morador no engenho Ginipapode Se-
,-inliaem onde sempre o achaio e tem
todas as semanas portadores do Recil'e por in-
termedio de sen sobrnlio Manoel Sebastio
de Memlonga Lins morador na ra Direita
no sobrado da quina do beco do Sergado : o
mesmo abaixo assiguado faz ver ao respeita-
vel publico que o osera vo annunciado que
exist era seu poder be do Snr. Antonio
Joaquim Machado Jnior sonhor do engenho
P.ilmeira, o qual pessoalmente tomou tonta
do dito seu escravo no dia 8 do correte.
Antonio Francisco do Bego Barros.
C7" Joo Pacheco das Aercez faz ver ao
rcspeitavel publico queporscrem tristes as
suas circunstancias no estado de indigencia ,
retira-se com sua familia para a Cidade da
Babia donde espera seu valimonto.
= Os enearregados da administraeao da
caza do fallescido Antonio de Carvalho par-
lecipao a todos os snrs. Credores de se ajun-
tarem Segunda feira 18 dp corren te pelas 7
para as 8 horas em caza do snr. Justino Pe-
reira de Pata a bem de seus interesses.
AVISOS MARTIMOS.
SST Para o Ce ara sabe iinpreterivolmente
no dia 30 do correnlo o Patacho 4 de Maio por
lera maior parte de sua carga prompta ;
(juetn quiser carregar ou ir de passagem di-
rija-se a Manoel Joaquim Pedro da Costa na
ra da Cadeia.
tsS" Para o Maranho o Brigue Kseuna
Amalia, Capitn Estanis au Joze dos liis ,
a sabir com brevidade por ter a maior par-
te de scu carregamento prompto ; quem qui-
ssr Para o Kio Grande do Sul a Sumaca
Carolina nova e de primeira marcha a sa-
bir com brevidade tendo lugar para duzen-
tas barricas quem nella quiser carregar ou
mandarescravos e mesmo ir de passagem
para o que tem bons com modos dirija-se a
Machado & Santos ou ao Capito.
L E I L A O'
W Hoje 18 do correte se far leilao de
urna porgo de caixas com charutos viudas
da Bahiapelo Patacho Minerva, por emita e
risco de quem perlenccr defronte das esca-
drnhas da Alfandega as 10 horas da manha.
cy Cals Jnior continuar a fazer leilo
por inlervengao do Corrclor Oliveira Quar-
ta feraSOdocorrenleas 10 horas da ma-
nha, no seu escriplorio ruada Cruz D. 10
primeiro andar de um sortiinonlode arligos
proprios de lojasde miudezas e de forragens,
assiin como de militas e divensas fazendas
Francezas e Suissas de prompta extracoo o
que tudo se vender aos prasos actuaos da
praca pelo maior preoo que for ollerecido ,
visto ser para liquidacao completa de cont.is.
cy Miranda & Pereira laro leilao por i ti
tervengilo do Corredor Oliveira do> restantes
"eneros da sua venda cita na ra do Vigaiio
n. 2o, da armavo da mosma e de pipas c
barra vasios ; segunda feira 18 do correntc
as 10 horas da manha em ponto.
e^- LenorrPuget*Companbia farad lei-
lao por intervencao do Corretor Oliveira, de
grande sortimenlo de fazendas e miudezas ,
Francezas Suissas c Hamburg'.io/as, que
se venderao pelo prego que se ofTerccer, visto
doverem-se vender para fechar cuntas torga
feira 10 do corrente as 10 horas da manha no
seu armazem da ra da Cruz.
C 0 M P B A S .
tSP Um quarto que soja barato: na ra
do Livramento D. 20 primeiro andar lado
da ra Direita.
VENDAS.
E3- 0 Begulamento N. 14o de lo de Mar-
go do corrente auno que recula a execugao
da parte Civil da reformado Cdigo : na pra-
ga da Independencia loja de livros n. 37 e 58
pelo prego de meia pataca ; na niesma loja
vende-se a reforma do Cdigo e brevemen-
te ter os regulamontos ja publicados para
execugao da mesma reforma em formato de
quarto mui correcto, e ptima impressao.
Umj vei'da no lorie do malo na quina
d^ ra da moeds ; a p. un ira quem vida
Madre de D> o : a t t.r na mesma.
Xy- Urna porgo de madeira de angico ,
atacado ou a retalbe: na ra de Apolo em
casa doChal.ira.
ssy Sacos vasios novos que servem pa-
ra farinha ou para assucar : emeasa de Her-
mano Mohrtens ra da Cruz D. 25.
C7* Vende-se ou permuta-so urna boa casa
em boa ra nesta Cidade por um sitio que
nao dista mais de um legoa : a tratar na ra
do Queimado D. 11.
W. 12 ca&iras e urna cmoda de jacaran
,I e varias obras de ouro e diamantes, um
relogio de ouro que regula mui bem: na ra
eslreita do Bozario D. 51.
SST Um molequo de 10 a 20 annos, opU-
mo para todo o servido: na ra do Livramen-
to loja de louga D. 10.
cr H canoas para abrir, grandes e pe-
quenas : na ra da Cadeia do Becfe D. 48
loja de fazendas confronte a loja do Snr. Joo
Cardozo A y res.
c^- Um preto com principios de carpina
e calafate trabalha bem no servigo de cam-
po para fura da provincia : na ra do Cres-
po a fallar com Joze Joaquim da Silva Maia.
SSj- Bar cas com sardiuhas mu boas re-
cem-chegadas : no armazem de Fernando Jo-
ze Braguez.
sa- Urna venda com poucos fundos na
ra das Cruzes D. 7 : a tratar na mesma.
s^r A maquina de vapor assentada no
armazem que foi do sal na ra da praia, com
forga de 12 cavallos, para fundir e serrar
madeiras a qual ja tem tornos promptos ,
o proprios para a fundigo : a tratar na
mesma.
E3- Urna mesa de moo de sala c um par
de bancas tudo de angico e do tizo moder-
no : na ra de Agoas verdes D. 35.
Z3- Una escrava ainda moga com algumas
habilidades : na ra das Flores D. 6.
C? Urna casa de sobrado de um andar ,
com grande quintal murado, cacimba, em
chlos proprios na ra das Trincheiras por
prego com modo : na ra da Cadeia do Bec-
fe n. 12.
- Banis de 4 p 5 em pipa com azeite (L-
rarrapato e 34 meios de <>la de .upen >r
qialida'ta no atierro da hoa-*ista ; venda
deMa'ioel Fitilu soda Silva.
- Um rranome ro e un sextante quasi
novo e cuuio bons lis ra do livramento
D. a l. andar lado do paenle.
- Piegosameiicani's p.-ira banicis, e fe-
xos chapaos de pal ha tinta em botijas;
lona da Bi.s.sia gangxa, e conservas em cai-
xas ; na ra do trapxe novo n. 17.
-U.tia chamara para qualquer sr. sacer-
dote que soja bsiso e seco do corpo 5 n 1 ua
nova D. 16.
CT Urna boa espingarda ingloza por 00,) ,
com caixa &c. : na ra da xMfandega velha
n. 9 defronte da lngoeta.
vr Velas de caruabuba a 520 a libra : na
1 ra de Manoel Coco I). 4 lado diroKo.
tt Ancoretas de azeitonas ltimamente
chegadas c xarutos tanto om caixas como
cm barricas, ou contados a milheiros tudo
por prego com modo : no armazem de Das
Ferrcira dcfronle do guindaste de ferro ao
peda alfandega.
%3T Superiores charutos da Caxoeira, fei-
tos ao goslo do paz e do melhor fumo qne
tem aparecido na quella provincia ebegados
ltimamente atacado e a retalbo : no pa-
teo do Colegio D. 10, e na pateo do Livra-
mento D. 18.
xsr Nozes a 2560 a arroba e a reta-
lbo a 100 a libra, ancoretas com azeitonas
muito novase ltimamente chegadas do Por-
tea 1*120 : na ra Direita I). 8.
SSF Farinha de mandioca, ede Magcbe-
gada ltimamente do Bio de Janeiro por
prego com modo : nos armazens de Joze Ro-
drigues Pereira & Companbia no beco do ca-
j m junto a Conceigo de Fernando Joze
Braguez c no caes da alfandega de Joaquim
Gonsalves Vieira Gumares.
'vssT" Maquinas de entroduzir ilhs om
colotes, com os competentes ilhs por
prego commodo : na ra da Cadeia do Beci-
fe D. B.
cr Urna venda na ra Direita D. 1 i, com
poucos fundos tem frente tambem para a
ra de detraz da Penha: a fallar com Domin-
gos Pereira de Medanha que faz todo o ne-
gocio na ra do Livramento D. 19.
tsr Um casal de escravos de bonitas fi-
guras ambos activos no servigo de casa : no
atierro dos A (Togados D. 18.
SST" Resmas de papel almasso por prego
barato : na praga da Independencia n. 39.
E5" Urna preta de 18 annos cozinba o
ordinario e engomma sendo para fora da
praga se dar mais em conta e ao compra-
dor se dir o motivo : na ra da penha venda
D. 12.
P Urna carroga d'agoa com um boi mui-
to bom acoslumadoao trabalho: na Boa-vis-
a na Solidado a tratar com Joze Antonio da-
Silva Santiago.
tsr Um escravo de 22 annos sem vicios ,
o da bonita figura : na aua dos Tdiioeiros D.
10 segundo andar.
tsw Duas pipas com agea ardeute ; e bi-
chas prctasa 100cada urna, trocando-se as
que nao pegarem : na ra do Cabug loja de
tsr Cadeiras de balanco com assento de
.lalhinhae encost da mesma, ditas de as-
sento de pao camas do vento com armago,
e mesas de jantar, marquesas de con dur, ca-
deiras americannas com asse'ntode palhinha ,
camas de vento de amarello muito bem feitas
a4>500reis ditas de pinho a 5500 res ,
assim como outros muitos trastes e pinho da
Suecia com 5 polegadas degrossura dito ser-
rado tudo por menos do que em outra parte
na ra da Florentina em casa de J. Beranger.
ssy Urna armago e todos os perlences de
venda cita no atierro dos A (logados: na ra
larga do Bozario yenda confronte ao beco do
peixe frito.
t&~ Urna preta por 200, de -40 annos ,
boa lavadeira de sabo e varrella boa ser-
vente de urna casa, e d 400 rs. por dia man-
dando-se ganhar 5 urna parda de 50 anuos ,
boa engommadeira cozinheira e ptima
para tomar conta de urna casa por ser de boa
conducta ; urna preta moga engomma co-
zinba e faz o mais servigo de um casa_ com
perfego : na ra do Agoas verdes D. 37.
ssr Urna bonita moleca da costa de 18 an-
nos, com habilidades, e bem educada, vnde-
se por sua senhora retirar-se para Europa, he
recolhida, duas ditas de 15 a 18 annos ; urna
mulata mui prendada ; dous molecotes; urna
pare! ha do escravos 5 5 ditos; e duas escra-
vas por prego commodo: na ra de Agoas .ver-
des D. 58.
tss~ A casa da ra de Apolo pertencente
ao casal do fallecido Joaquim Antonio Ferre-
ra de Vasconcellos isto para pagamento dos
seus credores ; esta casa tem no fundo urna
ja edificada com 37 palmos de frente e
100ditos de fundo, travejada em primeiro
andar e soto e a da frente acha-se em res-
paldo tendo 41 palmos de frente, e 117 di-
tos de fundo centre urna e outra chaguo
de 20 palmos com porgo de terreno foreiro
alhe abaixa mar em parte aterrado, he
ptimo para urna perfeila edicago de todo o
genero e tambem um bom trapiche : trata-
se na ra da Cruz n. 10.
ESCRAVOS FGIDOS.
1 1 ~.. '
t^- Fugio no dia 8 do corrente um escra-
vo alto, secco beigos grossos tem tres feridas
na canella da perna direita pisa mal encon-
sequencia das ditas feridas ; levou vestido
cereulas e camisa de algodao da trra ja
foi visto as 5 pontas : quem o pegar leve ao
Becifo. ra do Amorim D. 57 que ser recom-
pensado.
%*r Fugio no dia 29 de. Junho do anuo
passado urna preta de nomo Felcidade de
nago congo, baixa e mio corpo peitos
redondos e meios em p ; cor fula boca
grande, panos brancos pelo rosto, olhos
grandes, as costas junto a cintura duas si-
catrizes de carbnculo ps, dedos, e mos
pequeas: quem a pegar leve ao pateo de S.
Pedro casa delk-rnardo Joze de raujo Soa-
res na quina da Virago D. 1, que dar 100
de gratilicago
Tovi ment do porto.
NAVIOS ENTRADOS NO DIA 10.
Palermo; 40 das, Brigue Sicianno Gabriela
de 277 tonel., cap, c. de Barlote equip.
13, carga farinha de trigo, sal, e feijao :
ao capito.
Bio de Janeiro ; 42 das, Brigue Brasleiro
Lizia de 150 tonel,, cap. P. Joze de Oli-
veira equip. 8 carga carne secca e fa-
rinha de mandioca : a nnoel Joaquim Pe-
dro da costa.
ENTRADOS NO DIA 16
Babia, 5 das, Brigue Ingiez Fanny de 225
tonel. cap. W.* Hay les equip. 12, car-
ga lastro: a A. Schramm.
Terra Nova ; 42 das Brigue Ingiez Funchal
de 186 tonel. cap. J. Bable eqnp. 15 ,
carga bacalho: a James crabtree & com-
panhia.
Ilha da Assunga ; 8 das Barca Ingleza
Braziliam de 250 tonel., cap. Richard Go-
bio, equip. 15, carga lastro: a Joze Je-
rnimo Monteiro.
Liverpool: Odias, Barca Ingleza Nightinga-
lede26i tonel., cap. Thomaz llunler,
equip. 15 carga fazendas: a Jamos cra-
btree & companbia, passageiros J. James ,
sua mulber, e urna (ilha.
Londres ; 38 daifi Brigue Ingiez Jon Eiski'
no de 1(57 tonel. cap. Jac cok e H.,
equip. 9, carga plvora : a Me. Calmonla
companhia.
miudezas n. A.
. REUIFE NA TVP. DE M. F. DE ft = 1**
>


Full Text
xml version 1.0 encoding UTF-8
REPORT xmlns http:www.fcla.edudlsmddaitss xmlns:xsi http:www.w3.org2001XMLSchema-instance xsi:schemaLocation http:www.fcla.edudlsmddaitssdaitssReport.xsd
INGEST IEID ENF6UKWVK_HFFMZQ INGEST_TIME 2013-04-13T01:28:32Z PACKAGE AA00011611_04632
AGREEMENT_INFO ACCOUNT UF PROJECT UFDC
FILES