<%BANNER%>
Diario de Pernambuco
ALL ISSUES CITATION
Full Citation
STANDARD VIEW MARC VIEW
Permanent Link: http://ufdc.ufl.edu/AA00011611/04368
 Material Information
Title: Diario de Pernambuco
Physical Description: Newspaper
Language: Portuguese
Publication Date: Tuesday, December 07, 1841
 Subjects
Genre: newspaper   ( marcgt )
newspaper   ( sobekcm )
Spatial Coverage: Brazil -- Pernambuco -- Recife
 Notes
Abstract: The Diario de Pernambuco is acknowledged as the oldest newspaper in circulation in Latin America (see : Larousse cultural ; p. 263). The issues from 1825-1923 offer insights into early Brazilian commerce, social affairs, politics, family life, slavery, and such. Published in the port of Recife, the Diario contains numerous announcements of maritime movements, crop production, legal affairs, and cultural matters. The 19th century includes reporting on the rise of Brazilian nationalism as the Empire gave way to the earliest expressions of the Brazilian republic. The 1910s and 1920s are years of economic and artistic change, with surging exports of sugar and coffee pushing revenues and allowing for rapid expansions of infrastructure, popular expression, and national politics.
Funding: Funding for the digitization of Diario de Pernambuco provided by LAMP (formerly known as the Latin American Microform Project), which is coordinated by the Center for Research Libraries (CRL), Global Resources Network.
Dates or Sequential Designation: Began with Number 1, November 7, 1825.
Numbering Peculiarities: Numbering irregularities exist and early issues are continuously paginated.
 Record Information
Source Institution: University of Florida
Holding Location: UF Latin American Collections
Rights Management: Applicable rights reserved.
Resource Identifier: aleph - 002044160
notis - AKN2060
oclc - 45907853
System ID: AA00011611:04368

Full Text
ANNO DE 1841. TfSiigA FeIRA
todo ?or d.psnierl. nsm.sotoi; da nona prndtnei, andera
CA y*?**1" : 3otinaiao*oaio priocDiamos, itrimoi apontadoi
, 0V, adoairafa* entre as Naeesmais culta.
Proalamaeio da t asamblea Garal da Braiil|
ni
Bob*tT*- paraestafolha 3#ooo por uirl.l paros adiantadof
atlto T/pografia ra das Cruaea O. 3 a na Praca da lndependec-
aie, n. 67 a 58, onde sa receben correspondencias legalisades a en.
.oneio, nsinado-ae estas gratis j sondo dos proprios assignantas, a
liado asignados.
PARTIDAS DOS COR REOS TERRESTRES*
7 DE DEiSBfttBRO. NM. 267
dada da Parahiba a Villas da ana prataneo '' I \
U do Rio Granda do Norte, a Villas dem. .;....(
ta da Fortaleza Villa Idaoa..... ....... 3*** S
dada da Goianna...................../
Sextas faltan
fjdadada Parahiba a Villas da soaprataneo i ' J }
Dtt>"
ti
Qdada
Cirlade da Olinda................ J ai Todos ot diaal
Villa dS. Antio................. J . . Quintas feiras.
UiU de (rarannunj a Poroacio do Bonito ......... lo, a ai da cada mea
OuasdoCatoo, Serinhaem, Kio Forrooxo, e Porto Calvo, i, n, a ai dito dito
Cidade das Alagoas a da Maeti ...........dem Idas
fUa de Paja de Flores.....................Ideen 1J, dito uto
Todos ot Correo parten ao meio dia.
a
PHASES DA LOA NO MBZ DE DEZ
Qnart. mine;, a 5 al 9 h. a 5$ m. da rano.'
Lna Nova a 11 a* 7h.ui n.di tard.
Qnart. rese, a ao a Oh.m n. da tard.
Loa Ckea a 37 as 4h. a 13 m. da tard.
Afora theia para 0 di 7 dt Detemro
As 11 horas a Al II horas a 6 minutes da dinh.
CAMBIOS, DizGmbio 6
Londres."...-:. o d. po-1/000 cau.
Lisboa ....... 80 a 83por 0,0premio por naatalofferaeidoi
Franca ...... 3ao rauporfranao. Cocap. Venda.
OCHO Moadada6|4oo raa, ralbas U/Soo l afro*
Ditaa aovas 14/400 14/00
n Ditai de e/000 res, 8/100 8/3"
PRATA PaUees Braaileiros . 2 . 1/640 i/6
,, PasosColmnnarioi ...... /fi^o i/fa
Ditos Mexicanos.......1/610 i/6.
Miuda.-------........ i/4,o 1/460
Disc. dabilb. da Alfandega r i|8 por loo ao mas. I oro
ideen da labras de boas firmas 1 1 \i a 1114
Meada d cobra 3 por 100 da alisa.
DAS DA SEMANA;
6 Segunde 3. Nicolao B. Audieacia do Juii da Direito 4a .'
Tara.
* Tarea S. Ambrosio Are. Ral. o and. do Juia da Direito da Si
Tara.
8 Quarta jff Conceico da N. 8.
9 Quinta >. Leocadia V. M. Audiencia do Juia do Direito di j;
Tara.
10 Sexta S. Melquades P. M. And. do i. da D.da 1. t.
11 Sabbavdo Dmaso P. Relac. a aodieuoia do Jota da D. de>&|
Tara.
II Domingo 3. do Adrento S. Justino M.
RIO DE JAJVEIIIQ. Norte, approvando o descont feito nos de noven bro Brido importando naquantia de
venrimeatos do Bel Josquim Ferreira Nobre ZiVig^n res, a fin de que mande satisfaser
PARTE OFFICIAL.
Pelinca d 1 dias e n que deixou de com-
parecer para ir aisistir as sesses da cma-
ra municipal ; pois que pelas ordens da

Decreto numero ?3o dea de novembro de
irHirero.ndo. por coolr.risi i consti- "Dunsl de 37 de abril e as de dezembro
luica-o differeotes leis da provincia da j e \%i[ \e ,a de Jaoho de,,e n.QJ tea
Psraiba promulgadas em o an oo de mil, d,8"do mcompativel o exercicio das looc-
etccentosequ atenta. U6es dos empregos mumcipaes con os dos
I empregados das ihesoorarias que tem aellas
Hei por bem sanecionsr e mandar que se hum servico e residencia assidua entre os
execule a resoluco segniole da assemblea quaes se eomprehendem os fieit. \
geral legislativa.
Artigo nico. Sao rev-gadas por contra-
rias a constitnico, ss leis seguintes da pro-
viacia da Parsiba promulgadas em o anno
de mil oito ceios e quarenla.
1. A de numero hum de quatorre de ou-
lubro do rarj>grafj nove l quatorze que
cria hum juiso priratiro dos feilus da fasen-
da proTincial.
2 A de numero dezoito de ai de noem-
bro, que dispe sobre o nesmo objeclo que o
intecedente.
3. A parte do-artigo terceiro da le nu-
mero selle de 6 de novembro que faz pri-
alita dos preleitos e sub-prefeitjs a forma-
cao dos c< rpos de delicio e os considera em-
pegados de i-olicia.
' 4* A le numero tres de vinte e tres de
ontubro, em que se declara que ai cmaras
municipiei nao esto sugeitas a suspenso
por actos do poder exeruliv
!)5 O artigo qurto da le numero vinte
e lium de Trie e bum de novembro, que
coiiffde smnitlia oh perdj as pracas do
cerpode polica da referida provincia.
$6 A le numero vinle eoitodevinte e
seu de oulnbro que auiorisa o presidente
di provincia a juramentar qualquer juiz de
p.-z eu lupnlen'e, e a dar-lhe exeicicio ,
tae melbor coo^ier a causa publica.
7. A lei numero vinte nove de
tinte e seis de oulubro na parle que marca
o lempo em que se deve foraar cul|>e, os em-
pegados publico.
Candido Jos de Araojo Vianna do meo
tcmelbo mioislio e fcecrelino de estado dos
tiegetioB do imperio essim o teuha enten-
dido e fata esecular rom os despachos neces-
csrios. Poiaciu do Rio de Ianeiro em nove
de notn,bro de mil oitocenlos e quatenta e
bum vigessimo da independencia edo im-
etio Lum a rubrica ce Sua Magesiade o
o fierador, Candido Jos deAraujo Vi-
noa.
(J. do Cummeri io).
t
PERNAMBGO,
ao mesmo prefeito.
Dito Ao pTefeilo daveommarca c m-
municando-lhe a ezpediccio d* orden su-
pra.
ALFANDEGADAS FAZENDAS.
O pataxo Hespanhol Dientiote viuda
de Malaga e Barcelona entrado no corre-
te mez consigado a Joo Binto de Lentos &
Filfa,
Manifestou o seguiote.
De Barcelona -56 pipai com vinho, 8 nei
as ditas com dito, non irsteas d'alhos.
De Malaga 8o barris de azeits, a5 ditos
com vinho, 3 j dilos e.m azeitonas 5o potei
com uvas 5o barris com ditas, 200 siccoi com
chumbo.4o milbeiros de seb >ll-s, 9084 caixts
com passas 3 Sacas com coi inbos, jS eaixas
com amexas >4 saeas com ;a I pista t ditas
GOVERNO DA PROVINCIA.
Expediente do da 3 do corrento;
Officio Ao commandante das armas, c5-
municando-lbe que S. M. o Imperador coo. erva-doce ,6 ditas com^a'asema, 6 cai-
por aviso de i5 de novembro ult mo houve xis e 4 potes com bixts
por bem conceder seis meses de liceos* asa- O brigue Sueco Clara rindo d Sta-
ra tractar de sua saude uesta provincia ao cklomm, entrado no correte mez, consigna-
cirurgio Mor do terceiro batalbao de arli- do a A.Scbramm,
Iberia Manoel Filippe de Faria. .Manifesiau o seguinta.
Dito Ao inspector da ibesouraria da fa- ,33, barras de ferro 3i3 dolas] de la-
zenda communicaodo Iba a licenca deque boas de piutio, 2o barris oom alcatrio, 3
trata o precedente onicios
Dito Ao m-smj ordenando Ihe em
cumprimento do imperial aviso de i5 de
novembro ultimo que mande abonar ao
major do eitado maior do exercito e Direc-
tor do arsenal de guorra desU provincia J.
M. 1. J. da Veiga Pes-oa os sidos de sua
patente e a gralificaco do emprego que ti-
ver vencido depois do dia 3 de 5eienabio i
corrente anuo.
Dito Ao juiz interino da segunda vara do
vergas.
O brigue Ingler Roialie viodo da Ter-
ra-nova entrado no correte me, consigna-
do a Me. Calmoot & C.
Mmifestou o seguinta
9 549 Barricas co m baca I bao.
O patacho Sueco Vigilancia vin^o de
Sio.kolmm, entrado do correte mex, coasig-
nado a S. O. Biaber & C-
Jllanifeston o seguiute :
189) barras de ferro 59 dusiss de ta-
CORREIO.
A barca Tentadora, recebe a mala para
o Porto no dia 9 do eorrente as 11 boras da
dia
Autos existentes so correio garal.
Autos em que sao partes Joo de Alenia
Cisoeiro, Francisco Duarte e outros.
PREFEITUIU.
No dia 5 do correte nao oceorreo nori
dade.
Luis Frasciseo de Mello Cavalaanta es?r-
to e admioiitrador d Internas Provineiass.
Pelo presente edital fas constir todas os
Srs. propietarios de predios urbanis das tres
bairros d'esta cidade, e poroacis dos *f-
fogados que da data d'eate se principiou a
contar os 3o dias mareados pira o pagamento
a boea do cofre da respectiva dcima do i. ai-
mestre do correte aono fiunceiro na eoafor-
niid.de do artiqo 9 da lei da 2; de Agosto da
18 3o e findos es quaes se proceder exeu-
tivamente contra os devedores em virto.1 da
citada lei. E pare ehegar a noticia de lados
mandei fizar o presente e publica-lo pela
inprensa. Meza de Rendas Interais Provin-
eiaes 1. de Dszembroda 18 ji.
Loiz Franciiso de Alello Cavalcaote*
PROVIOTORIA PUBLIC\.
O Bacharel Joaquia Josa da Foocaoa Jn-
nior, promotor publico i nterino desta co-
marca, reside na rda do Queimado oa o pri-^
neiro andar do sobrado . 4-
O Exm. Snr. Bario da Boavista toma con-
t da Presidencia da Proviocia boje ao meio
dia.
O Sor. Major Manoel do Naseimeoto da
Costa lYIdoteiro, pedio ootea, s fot-Iba
eoncedidi demissio de Prefeito di Comarca ,
passsndo a exercer as fuocces de Prefeito o
Sr. Dr. Promotor Francisco Dmiogaesda
Sil 1 o qual uomeou o Sr. r. Josquim Jjza
para o Rio Grande do Sul, eonsigoou-se a 3 10.
K. O Bteber & C.
MEZ\ DO CONSULADO.
Pauta do preeo corrente do assucar algodio ,
e mais gneros do Paiz que se despach
na Mez* do Cjnsulado de Pern. na semana
de 6 de Deieinbro 111 dt mesmo ,
no anno de 1B 41.
DIARIO DE Pt RNAVIBUCO.
Miseria das n serias ou o post Scriptan do
Correio do Norte N. 3.
MINISTERIO DA FAZENDA.
Fxf.edituie 00 dia 8 de uovembro.
Cfhi.10 A' tbestiuraria de Goi&z deca-
%rr(Jtque ben> indeferio o inspector a n- communicjndo-lbe o conleuuo uosdous pre-
pirsenia^o do olfatial mcior da eecretaria da
tbescoratia aaoando que se nao passassem
noTOb titules em virtuue da ordem de 3o
junio de 1840, so segunde escripturario
Jote licuiigLta Jardim e ao ohhcial e amanu-
isse Antcnio MaLoel Gomes de Neiva e Jo-
aquina Tbetonio da Snveira Pinto : porque
(xeictndoellts j antes este empregus por
une^fits inlerinaa em que oio propalos
1 li SLbslituico de v<-gi.s ms de que ii-
> 5 por unto pcenzucaperar sem illtg-li-
oaoe ou pniuibaco do aervico pelo mulos
auf&fliiivoa.
dem do dia 11.
^to-A* thrfoararia do Rio grande o
crime remettendo-lhe em salislaco ao que bM ae pinho 5o barris com alcatrio.
requesitou em seu ofi:io do i. do corrente. O patacho Himburgue* Maa indo
ui acopia do oflkio da presidencia de i5 de de Hamburao entrado no ejrrento mes,
Junho de i8J8 dirigido ao commandante ej entrada por franqua, e oseo destino da Fouceca Jaoiar, para oceupar o lugar do
supperior da guarda naonal deste munici-
pio declarando que oscommaudantes dos
corpos devem tnmprir os despichas do pre-
feito di comarca subie a qualificaco dos teoi
respectivos guard s.
Dito Ao administrador fiscal das obras
publicas ordenando-I be que mande pagar
o concert do atierro do Cequia que im-
portou na qu-niia de i,abia6j reis.
Ditu-Ao iuspeclor geral das ooras publicas
ordtnando-lhe que mande receber a obra do Assucar B. noro 1. S. ar.
concert do atierro do Gequi que secundo
a partecipsgio do engenheiro Augusto Kars-
tiug. se acfaa prompie.
L/ito-Ao eogenbeiro Augusto Kersting,
55o
cedentes offaiios. Dito B. vslho
Lito o piesidente da cimara munipil
do Hecife, respondendo ao eu olliiio do i.
do corrente em que pede provideucia* a- 4^
cerca da falta de comp^recimento os sclu-
ea vertedores, pelo que se \ inhibida a
titsixa caniar.i de putier oceu^ar-se de roui-
tos e urgentes trabalhos que no titulo a.
artigo ao* oa lei do p 1 tuo de oulubro de
rj.
que lbe serte da regiment ,
eu-
Dito M. novo
55o
JJito M. velbo
4:0
9.
3.
4.
5.
6.
l. S.
a. a
3.
4. *
5.
6.
1. S.
a.
1. S.
A.
<
11
tt
14

.1
It
ti
ti
(
SI

(
ti
t(
a>
a*
3.
185o)
1750) ij5o i.Q-
lOOj
i5oo)
i3.o)tf35o a.d.
75o)
16301 i|65o i.d.
155J)
1400J fi5o a.d.
iaoo > .
1100)
$#**
Sorto ar. 6Uoj
oUaoo
4U'oo
couliara a providencia sobre o caso de que lgodo em pluma
traa*
Uno A cansara municipal do Recife,;
eoviando-ibe a conta da despesa eila pelo Antonio Beoto Fr0es.
preleilo da comarca com s luses da cadeai J0se Maris Ceaar do Amaral.
t.ttt cidade desd? 9 s de aiqbjro so uliimo, Faitorea (afrente**.
Nao poneos da nonas leitores tem-noiaU
gum tanto censurado o toiss serio, coa que
nevemos combatido os aaarcoicos prinaipios ,
as mximas desorganisaioraa di Correio do
Norte parto ou antes abarlo do ben 00-
shecido e ounca asss notarel Sr. Abolsa ,
e Repubiico ; por que diam alies que s
com a arma poderosa do ridiculo be queae
deve redutir a o sil. n io hum bjmem balde
inteir^meote das verdadeiras noedes da Rgi-
men Representativo, ua declamador furioso,
queasseutou de a todo custo adquirir tele
brtJade anda que se|a a do tre*iv*ucado E-
rostrato bum bornea em fia arcaiteeto ds
revoluces al na ortbographia d* noss* lis-
goal
Entre tanto este Sr. Repubiico dix no seu
" Post Scripiuai que nao dar aiteoco ao
que for rug -leince do nosao Diario Aoods
fiio essas regateirices a seu retpeito ? Diz
mais que se occopar de nos ha 04 s vea
eui cada semana, lid pena qua o aj t por mais veaes ; 4*011 sempra sos aunars
promplos a respjoder-lhs p.o> miataoicoa-
soauss con que nos aggredir } par que pe.
[ va eegfirijojjpa da estoa ao Snr; Abelks tema.


B A RIO bR PER AMB11CO
tm
unciente cabedal e como tenbanoos por
ros teda a grnte sitad* e pacifica com bas-
tante fundamenta eremos que o Correio 090
ios levar de vencida.
No ftixo desle f'ost Scriptum >' be que
ne&re e~ osso Diaria quando dissemos A
Presidencia do Exm. Sor. Coelho temsid)
particularmente oestes ltimos tem pos ini-
rciga das chuchadeiras e furtos t tal o iro-
livo por que apparece agora oppasica a seus
est miseria da miserias do pabrn Snr. A-| actos administrativos R d'aqui diz qae a
belha ' SjSm amigo da Hbsrdade ; ( diz conclusao natural, e lgica, do u jsso ennuu-
o Caio Gr^qp da Parabiba ) queremos o bem
do paii ; mais nao sea separaco de que
falla o Diario, eos mais desorganisadores
Que tai a ro(tada do Snr. Bepublico Borges
da Fonceca ? Que espereza ( de rato. )
Quim haver que se nao ria deste mirera-
wci dtcarte ? Qual ofim ostensivo epai-
nr deste Correio se nao o quixolal provec-
to de separaco de Norte e bul ? Pensa o
Sur, Bepublico que j estamos esquecidos
do 1. N. do seu immortal Correiu do
-Ncrie ? Abi mi clara e desembuidamen-
te se diz, que a divisao do Norte do Brasil
be liUDD grande bem nosso e bem extraordi-
nario ', e arremata o Snr. Bepublico faiendo
sinceros votos ao Grande Factor do Universo
por que rooirnae a impiedade ; pol fc as-
-aim be que acordar o Brasil do letargo,
tai que o deixou o governd regencial ; por
qui : ,yf.m poder elle sentir a violencia de
is ti nades paia se salvar ; porque s assim
ae aplssar o dia de redempeo.''
Ora quem b poucos das publicou taes
propositos como be # que agora diz, que
no quer a separaco de que fulla o Diario ?
Talve nfj-i por que quer oulra separaco de
mtlt.cr gjsti e d'ouira forma. E o mais
be, quedepojs de ludo isto o bono do Snr.
Bepublico chama-oo* desorganisadores I iNi,
ciado he que antes o Exi. Snr. Coellio nao
era iniraigo das chuchadeiras e furtos .0
que cnico aprendeo lgica este Sur. Abelba?
O que se deduz rigorosamente da nossa oro-
posico be, que a admipistraco de Ex o.
S'.r. Coelho siempre teas sido iuimig* da
cbucbtdeiras e furtos , paren uestes ult i-
mos iempos particular nente isto lie com
especialidade ou tem sido aiada mais empe-
nhad 1 nessa tarefa, Se Iguem dissesse por
ex-O Sur. Abelha particularmente gira es-
ta muito auarchista qual quer acolyto de
Philosophia immediiU e rigorosamente
concluira : lo;o d'tutes o homeio ja o era.
L se aveaha o Correio do Norte coso os
aeus bonraveis opuosicionistas do Cear.
Nao se achando em nenhuiB Dlecisoario da
nossa Lingot o adjectivo '' boaravel '', n sabemos o que siguiBca a expressao ?' r.ppo-
sicijuista bonraveis". Dii, que he erro
lypojraphico r Nao tal nos nao parece.
O aiuvel Snr. Bepublico quer revolucionar.
LOTERA DA MATRIZ DA BOA-VISTA,. ra senboras fitas de todae as qualidades p*/
ht j- j h..l~L- r ra guarnecer a cabeca, chapeos e vesulrn
No da treza no correle Oezembro cor- & "-stuos ,
, ___, j. L-. galsas ae seda para tzer vestidos de vi tita a
imoretenvelrnente ai." parte da . r uc r,,lia a
re imQreienveiraenie a 1* parte
Lotaria ; os restos dos bilheles abo-se
venda ao Recite ra da Cadeia loja de Snr.
Vieira ; ecn S. Antonio ra do Collegio,
loja do Snr. Menezes ra do Cabula, boti
ca do Snr. Vloreira IVlartfues.e no Livramen-
to bolica do Snr. Caagas ; e na Boa-vista ,
defronte da Matriz bolica do Snr. Joaquim
Jos Marein; no prinripio do atierro la-
do esquerdo loja do Sr. Joze Ignacio da As-
sumpgo praca da Bjavista botica da Sr.
Victorino Ferreira de Car/albo.
e innovar ludo inclusive
\ nossa Liogoa
materna. Que talento assomhroso que lit-
ler.to estupendo que E-,t*di5la temive.1 nos
deo a Parahib* Ha pena que j bem
poocos f'ico caso das su as tutes 1 Alas
THEATROi
Ultima reoresentacao Drqtifl< ,' em que
se representar a brilHanti^sicnt Peca intitu-
lada O Valido de ElRei U. Affonco 3. --
Est% Peva que lo anlaudida fui no Beneficio
do Sor C i'iral vai egora primorozameute
decoradi a caorixo pelo Empreorio ; que
fara a parte do Grande Martun de Freitas ,
o modelo da beroicidsdc Portugueza.
Tneatro estar todo decorada com aillu-
miuaco completa como remate da presente
Empresa,

COLLEGIO SANTA-CRUZ.
Estodadisa* Fna* n'esta Estabelecimen-
to at ao dia 7 de Janeiro do anno prximo
les l AJas se a o c '.- ,r c ^
c a .t'.ituro, na uailormidjJe do Art, 40 \i.
o *nr, liepubli'.-oj D j
que for : dtenda embora o ">nr, iltpu.i. u _
os seus coreligionarioi polticos. 05 Aieaca- t 0S S U 0S*
que propugnaor.ospela ntegridade do Impe- res os Cas tros, &.:. &c. Smiles cum si-
ria nos que t queremos Constituico eo milibus'', Ce. Diga, que estes homens nao
Tbiono indiviso do bar. D. Pedro a. n> s sao '' honraveis ", sa nao ,: honreiros ,
que idtniemenie deseja 1 os a reorgauisavo | honrudas bonralbeiros e at sanctos ca-
do Brasil sob o predominio da le somos nouisados: lodo Ihe concedemos de barato :
destirgijnisaaues E o Sr. Abelha da Para- md8 a respeitc da' tal asueirinba de separaco
hiba, e tx-Hepublico fazendo \otos ao de Norte e Sul, isso nao: cou asa tristissi-
Giaode Facior do Universo para que se apres- ma ideia nao podemos rssigaar : essa he a
se o aiaa redempeo isto be 5 odia da j nossa espinba de S. Brai. O Snr. Abelha
separaco o Snr. Borges da Fonceca sem- I promette-nos bUm Art. separado sobra as re-
pretido, e bavido por fabricante de Repu- formas ao nosso Cdigo do P^ocesso. Venha
jliti e Federaces be oescriplor legalista oisso : isso hade ser peca iuieressanie. Srs.
he o cidado pacico t amigo da ordem Jurisconsultos preparai-vos para 1er peda-
Viva o bnr. Repblica que veio da Parahi- cinbos d'ouro. O B^k-tone Para tbano vai
ba ilustrar-nos e dar mullos goatos a gen- oceupar-se do Cdigo do Processo l Qae ar-
te, guenlos nao deduzir elle para moatrar a
Mas quanto mtlhor fra, que o contera po- necessidade de apressar aquelle f.cto qoe
raneo se recolbesse ao aileocio ou cantase a he o nosso bem extraordinario pelo qual taz
riuodia, duendo pouco mais ou menos sinceros votes ao Grande Factor do Universa !
SOCIEDADE NATALLENSE.
O primeiro Secretario, faz cer to aos Sr
Socios de que a contumacia da sesso de 4*
do correte teai lugar boje (7 ) pelas 7 ho-
ras da noite.
Avisos Diversos.
Desapariceo no dia 38 de Navembro p p.
ma preta com signaos seguintes: magra ,
evou vestido eoos listas amateUs pao da
co Ih, com una lint I de urna quemadura no
rosto a orelba esquerda tem um taco de me-
nos quem a pegar levea a ra do Rangel,0, 8.
S" Quem qoiser comprar charutos da Ba-
bia desopilan- qualidude, a caixa a 1 aoo ,
ditos feitos na trra, de varia-t qualidades ,
.trupre me tei especuaco da pesoaiia. Pa- Veremos com que se sabe o Sr. Repblica. [ por preca co nodo^ dija-se o atierro di Boa-
reieo-me boa a mur: safei-me da Paralaba } He impossivel, que o novo Cdigo do Pro- **'< fabrica de charutos D. 1 3.
iior que o Pedro Chaves nao be para gracas cesso Sija do seu gasta. Com tal Cdigo, e| 3^ Na praca da independencia laja N.
* tm Pernaabuco be que devo laucar a rede, com meia duzia de bons txscutores ba de 21 e, campra-se diariamente c AppresenUia isca da separ-co das provincias dar agoa pela barba o sabir para o meio da gias verdes, anmais ditos, maracujaes me-
do Norte ; mas nao bouve peiae de vulto q' ra o suspirado dia da red^mp^a ;': e islo fio ditos, gol mis e aracaes di tos.
Ihe ptgisse 1 s piabas moro ros e pililin- cona elfeito be huma entadeila que nada | Quem quiser comprar u a -cisco de u-
gas ihe lozem lesta : convem ois mudar de tem de bonravel''. Esperamos anciosjs as ma veuua cjm seus periences em muito bo n
l*ca : tal separaco nao encontra sympalbi- (" sabias vfl-xjes da Sur. Republico sobre 'ocal para negocio; dirinja-se a ra do q iei-
ts, se nao em&lgum bomem pouco nflecnvo, esse Cdigo, que veio deitar agoa ni tervu-
e na cohorte de saltimbancos, e rasgados. Bas- ra a muiu geute. Vederemo ''.
i a intuir bum cameiro para se horrorizar do
tal novidade : por tanto usemos de alf, > tac
tita: nao bejamos to fiaucos. Vejamos, se
ruado, U. ij, ou na rn* do Sebo a tractar com
B^rua'do Jos Vlonteiro.
-- Quem quier comprar bixas de superi-
or quilijade a ido reis, e inaiores a J10; di-
rija-se a pudeiia dacambaa do Carmo a onde
NECROLOGA.
No dia 11 do correle ; deu-se sepuWu-
conseguiojo auarchisar Ptrnambuco; por que ra oa igreja de s , rancisco ()e pttD| 0 ca_ l estn que de tabaco.
dtaif modo bem pode ser que tonsig.mos os daTer de D .\iariana cndds de Li-pa e1 "^ *S'1 ljJa dl rud tio co|ego D. 7 se
ossos bus equeo Grande tactor do Uot- Si,vl mulber do Exm. Sr. senador Fraq- 8cliao vindo proxi namaole de Franoa ri.
vertoescule os meo siuceos votos, e na csco de Lima e Silva ex-regente da impe- tas estaoob*s coloridas papel dourado ver-
paitilbadopescadomevenbaacaoeihoapos. r0 n8iCda na cnlade de Mariana provin- a"Qe,fo "I0 dita sem lustro pratiado da
ltt Inb.lumenie chegou tarde o Sor. Abe- cia de Minas Geraes em 1783, Blha do co- n,e*ula urma oults qualidades de crea ii-
lba. J lh'o dissemos e agora Ib'o repet- r0rei Luiz Alves de Freitas Bello, e de sua 2US niIU(Ja oa*rmore de chita de muilo
nos ; Ptro0mbucode4inobeo Pemambu^ mulder D, Anna Quiteria de Olivsir-a ra- udas cores estes papis e estampas, nao
codaq, o, ei. mo g huma das familias mais alustres, e sao u,a de PreS tambem tem urna porfo
No mesmo N. 3 do Correio do Norte diz o numerosas daquelU provincia ; foi bum mo- I fiu domadas em papel propriaa para emfei-
Siut Reptblico que devemoa publicar uos- dlo de virtudes e amor conjugal ; no meio i les
to plaoo ,.ara conhecimtnto de todos e per- das pb*s de sua vida quer quando seu i ssr Quenl preciiar de um bomem portu-
gunta o que quer o tiaiio e a que lado per- marido se achou na cpula da edifh* 10 social, gaez que sabe bem ler escrever e contar
unce? He boa essa Pois anda baver a na qualidade de rgeme do imoerio quer para administrador de caza de purgar de um
XLenor duvida a respeito de nossos sentiaen- quando recolhido vida privadi huma s engenha ou ou""a qualquer escripiurago di-
tos pelilicos ? INos lh'os repetiremos pois era vez se nao eofatuou com as glorias de-te rija-se a ra de orlas . 4.
alto ., e bota son. O que o Diario quer be a ; mundo sempre melga alavel e caritaiiva, Roga-se ao Sr. Agostinho da Silva
Jiiirgniiuie oo lmpeiio,a ConsUluio em ic- era ;i mesm.i 11a presenga do potentado ou Guimares ; declare sua morajia para Ira-
da a tua inugridade, e o Snr. D. Pedro 1.; i do misero que mendigava o pao : g anuos tar-se negocio de seu interece.
e por laso laia decidida franca, e incestan-'existi unida a seu inco:solael espuso, de-! Qaem tiver para alugir pela tempo de
te cpposifo' ouixotada de separaco de or- i cujo consorcio fico sete filhos tres senhoras |dois ou ues mezes urna cano* que possa com
te, e &ul e a quantas Abelhas mosquitos, j e quatro vares quesooExm. Sr. briga- qu.ira ou ciuca pessais aimuncie.
zdntjes vtspas Re pblicos e Coireios deiro bario de Caxias, paciQjador da vlara- Precisa-sede um caxeiro pars escrita
ai'paicao com o intuito de promover a anar-: nbo o Sr, major Francisco de Lima e Sil- de urna caza e para cobra a ;as dando 6-
chia a dtsordem e a desmembracao do va o Sr. capito Joze Joaquim de Lima e tanca a sua conduta quem esliver nesla cir-
Lrasil. A que lado perlencemos ? A o laao Silva e o Sr. Carlos Miguel de Lima, secre-
dos aetigos si/.cercs do pau, a o lado dos que
0 .tucrtm tranquillo industrioso e pros-
1 to vO lado dos que desejo ver consoli-
tario da le,ajao do Brasil na Hollauda to-
dos toubeciu'is pelos reievames servicos que
bao prestado nato e ao Imperador desde
ciadas as nossa institui^oes, dos que que-! a poca da indepeudeucia ; lancemos huma
iem o dominio de, lu, e nao o do cme.e e
da taca., 00 que Irabalbo em fim por salvar
u liiszil uas iamiutas garras c!e saasculots ,
de auaicbisios e repubii^ueiroa.
bailando o Ceara, e da Admiuistraco
do Exsu. Snr. tet Joaqoins Coelno afir
saa bzeraopos a e>e Sur* hum elogio fu-
flior sobre o seo tmulo e pessaios-lhes
cunstm la annuncie.
- Aluga-se mas canoas abertas urna que
carrega c) >o lijlos e outra 800, atraz da Ma-
triz C1Z1 -je tres portas verdes.
.-. Em caza de Vladame Tneard, roa nova,
D. l debouteda Cjq -etco do* miii ares,
que ua manso dos justos, onde seu va- se acna um grande soriioaeuto de chapeos de
lmenlo sei grande interceda em favor *
desta trra que ella lano mou e que se
presa de Ihe >er dado o ben.o. iCommunicado
do Jornal do Copimercio de i 5 de AovoauLr.:^
-- -
Senhoras e meninas de seda e de pal lia ,
mu^to ricos e por preeo cornado perfumaras
fiares de tod.s as qualidjdes ', na ra do Cam'vello de oito rail reis por mez f
mutio Uu.s
de passia luva pretas curtas ecumpdis : i\ d
bordadas vestidos de mininas de paires
novos muito lindas, golas para bu'ar por r I
ma do vestido, pentes de todas as qualidades
cbelos para ciescentes maraai &e. d
&- Quem na quinta feira as seis hora J- p
tarde no afrro da Boa-vista achou um cordlj S
com urna pequea redoma, dirija-se a o mes- q
mo lugar em urna laja de saoateiro que 6ca
ao r. da caza do Sr. Manuel Costa que se.
r recqrapencado. p
1^ Desapareceo no dia primeiro do cor-
rente uro moleque de nome Francisco de i d<
naco angola altura de 5 palmus e meio
pouco mais ou menos o melhor signal que
elle tem be na mo esquerda 6 deios sendo
o sexto pequeo porem mui peiMeiio ten
algum'S sarnas na cabeua , quem o pegar le-
ve a rus do Vigario no terceiro andar por
rimado Sr Joo Vieira Lima que recebe!
3.), oo de grali6caco.
S29" Veude-se urna escr*va esbra que sa-
be cuser, lavar, engomar, cosinhar e pro.
pria para todo oservico por ser muito ro-
busta ; no principio do aiterra dos Affoga.
dos em casa de Silvestre Joaquim do JNaaci-
inenlo.
SST Alluga-se huma pequea casa qugr
serve para punca familia ou bomem solteiro,
sita no lugar do Hospicio passando o sitio do
Snr. Bastos, com algumas arvores da Irma,
e trra para plantar, muilo em conta, rom a
condieco de botar sentido ao vivtiro quem
a pretender falle ua pracinha da Indepeu-
dencia D. 17.
rsr O abaixo assignada roga encarecida-
mente ao Snr. J. M. M. nao continuar a
mandar os seos devedores a passarem ordena
em nome do annunciante disendo que be
para Ihe faser pagamento, lasendo os ditos
devedores virem em sua cas a pedirem es-
pera, quando de nada sabe nem de ser elle
autor de taes ordens he verdade que teve
contas com o dito Snr mais a a lempo estavs
saldo e para que nao continu semelhanta
abuso, querendo bear bem com os seos deve-
dores e nao ficar em m reputa'o faz esta
declaracSo ao publico. Recite 4 de eze,nr
bro de ij i
Manoel Adriannods Costa.
lear Arrenda-se para se passar a festa umi
casa sita no Mondego com commodos para
urna grande familia dna sallas urna al-
cova envidracada quatro qu,rtos fogq
inglez corredor lavado, quintal murado,
com boa cacimba d'agoa debmerj quem a
pretender, dirija-se'a praca da Boa-vista bo-
tica D. 10.
KS" Pela segunda ves roga-se as pessoas
que dero fasendas a mais de seis meses so
lintureiro do atierro da Boavista D iJ bajo
de as bi" lirar no prazo de qiiinxe das se no
sero vendidas para papamenlo os seu tnba-
Ibo e para que se nao cbamem a ignorancia
faz este annuacio.
e&* Arrenda-se um citio na estrada doi
Affliclos com uma grande e decente casa
nova com arranjos para uma numerosa fa-
nal ia quartos para criados e escravos, g'"-
de ccxeua cavalarice que acoromoda des
cvalos, elegante jirdim e muitos arvore-
dos ; quem o pertender dirija-se a ra ds
Crespo, D. u que achara com quem tra-
tar.
ssy Se eljuxa pessoa precisar de um ra-
pas brasileiro para cnixeiro. com todas as cir-
iunstncias que 6e p de procurar, aonuncie.
-- Qunii quiser comprar conse vas ingle-
zas sonidas, oitas raucsasde ervilbas e sar-
dio bas e tambem roostarda francesa muito
boa dirij s-se a f.brica de charutos fian cer
sa no Atleirodu bou-usa,
- No da b do correle pelas sette horsi
da manh fugio bum moleque de naco por
nome Joaquim iaade de 12 a 14 anuos le-
vando veslido cale de pao azul lerrete es*
cura, e can isa de chilo ; quem o pegar le-
ve-o ao principio do atierro dos Alogdos efl
casa de Silvestre Joaquim do Nasciaienlo
que ser b-m graliQctido,
tzs~ No dia -iS do passado fugio pelas o
horas da tarde uma prea de nacao de no-
me Catbarina levou panno da costa de uma
listra branca e outra azul da largura dt ucq
dedo, estatua baix e grossa com todos o
denles ; e eslidos brancos e oulros que senao
sabe da cor ; quem a pegar Itve delronle do
Ibearo em caa do tabeiiao Coebo que se-
l recompensado.
S*" Quemquizer alugar uma caza terrea
empellas, ramos e llores de laranja firoprns duiji-se a praca da indepem, "ucu loja W
pira noivas tocas de diferentes modelos dar [ 'i <: *a


I A R l O
r
i>i flNtSgneS
tsy O abaixo assignado faz sciente aos seos camisa de algodiozinho ; quema pegar leve primero sobrado, lado da mur grande,
.jupres que abri oulra toja defronte do a ra da Crui o. 4 J casa de James Crabtree i p
ffe(Tuere9
oito da Igreja do Sacramento junto a ven- <& Companha que ser gratificado.
d do Snr. Lima, na ra Nova D. 3 a Manoel Alves Guerra tendo annunciado
fin
de tem um grande surtimento de selins
que deu Sociedade na hjp da ra Nov D.
Ingieres elsticos, ditos.de eoximentos ; ditos rj a Joze Pinto da Fonceca & Silva e a
irais ordinarios ditos francezps elsticos ,
ditas (iros botins de bizerro de Lisboa ca-
natos para homem ditos -de duraque para
ura. ditos franrezes, talim de todas es
lidades tanto para oIi"ul montado co-
qua
{po par fileira cananas e es cadas de roca,
esem tila bandas de seda muitc fina si-
peo inverniztdos para p^ge ditos pira ma-
rujos oliado preto ditos pint-do ; tudo
de boaqualidade o mesmo Mirtimento tem
ns outras duas tojas L). 15 e 14 iu
niesma la tudo por menos preyo que as ou-
tras lojes.
Antonio Ferreira da Costa Braga.
tST Luiz Jo/e de \]agalbes se retira pa-
ra lora desia Provincia.
tsr Preciza-se saber quem nesta praca se
corresponde com o padre Francisco Goncalves
Ferreira, natural de Portugal que se acha
no serlo , dinja-sea rm da Praia do ar-
masen) de liersiardino Antouio Ramos.
- A que Ibe faltar um escravo por no-
pe Paulo naco cacanje cbeio do corpo
pernas e bracos grocos com urna mancha qhs
sostas de chicote, e um talho na maoesquer-
ii.i, com tres dedos do p esquerdo arribitado;
corn carniza de algudozinho caicas de an-
burgo e chapeo de palha ; acha-seem ma-
neota termo de Igarac.
- Preciza-se de um menino que queira
apprender a fazer charutos ; na fabrica de
charutos franreza do atierro da Boa-vis'a
- A abaixo agsignada faz sciente ao Sor.
Antonio Dias da Silva C. que no dia 4 do
corrente se vtnce:ao d. is me/es da caza em
que mora sua a (aneada Maria Joaquina; ser-
ve-se d este me i) para elle nao cbamar-se
depois a ignorancia allegando nao ter sido
vitado como j tem feiio.
J equina Mana Pereira Vi-inm.
- Quem quizer alugar urna excellente
casa lenea con bous commodos na Boa-
vista no 1 eco que vai para a ra da Gloria ,
dtiionte da caza onde mora Antonio Gomes
Pessoa ', dirijase a ruada Cadeia velha ; L).
l4 no segundo andar.
- Fraucisco Sevenano Rabsllo aviza aos
Snrs. seus assiguanles do Jornal o Panorama ,
que os mezes de Setembro e Outubro se
aiho no seu estriplorio.
.- Nd roa da Cruz, n. 4"> loje de tras-
tes de Antonio Joze Cocino do Rozara exis-
te um artista Hespanhol novamente chega-
do a esta Lidade faz, e conceita pisnos ,
realejos e taz boriies para toda qualidade
de instru ento -, quem do seu presumo se
quizer utilizar, dirjanse a subiedita loje.
Partecipa-se aos Snrs, que tem talado
para alugarem pelos para a cipatazia exter-
na d'Altaudiga que podem ir tratar com
rcenlo Foriuuaio ua Silva, na porta da mes-
tea Alfauega das oito h ras em diaote ,
que seio admitidos desde boje.
1 luiibiau do sitio de Cabog estrada
do Mangumiio da tarde de Sabbado para
Domingo dos cachorrinbos novinbos um
peidigumo malhado de branca e pardo ,
outro de cafa de rato cor preto com pez e
marcas ua cabeca trigueiras: quem delles
touber, e der mlormaio de quem o levou ,
mtirgue os no mesmo sitio, queieceber dez
mil is.
SS"" Vlsnoel de naco congo de idade de
20 annoa, estatura regular ue bonita figura ,
poido loslo rtdouUo olhos abugalbadus ,
ts t quenas e no uneiio o dedo g aude ie-
flonao protdio de um penbduo levou Ba-
teta de algodo trancado caltas de estopa
das libas liigio no da a de Outubro. Jor-
ge de uavao angola de idade de 33 anuos,
biixo, e groasu 1 oslo redondo olhos gran
des com urna marca boidada em cada um
%dos bracos levou camisa dealgodo tranca-
do e calcas de estopa arremendada e suja
Luiz de naco rao-uiidoogo de idade de ao
uubS alto, secco cor prela olhos algu-
na coura vtsgos levou camisa de algodo
transado calcas de estopa arremendada e bo-
iiet ingles de sapa 1 eceo no da aS do p. ;
que tu o pegar leve a ra do trapiche novo
ci>sa l). ib quesera recompensado.
--LtZdjiartceo no da ao do p. p. urna pre-
ta de neme rv.aria perteictote ao Sacerdote
iglez moiador na Ait-gdalena de idade de
ib anuos estatua regular ps e mos pe
quenas, tem urna sic-tuz na lace esquerdo
Jo uu..i.hu o um vmiem que Uie loma a la-
ce t abaixo, de ciata uo laiio dueilo tem ou-
tra iicatiiz grande as lostas aoauo dos num-
seu filbo Joze Aives Guerra declara a quem
convier que as condices desta Saciedade ,
e as restrices dosdireitos dos Sjcos se a-
cho no Cu tirio do Tabellio Bizerra onde
S3 celebrou o acto Social.
- Aluga-se urna boa caza terrea, com
quintal plantado de ortalice no principio da
estrada das Afilelos, junto so sitio da Sora.
D. Laurianna ; quem a pertender dirja-
se a ra da Cadeia do Recife n. 1 a.
- Preciza-se alugar um al 3 moleques ,
que possjo com o pez-o de a arrobas ; quem
liver annuncie.
- Aluga-se o primeiro andar do sobrado,
D. 68 no largo de N. Snra. do Ter ;j.
cssr No da 37 do mez passad> pelas 5 ho-
ras da tarde dezapireceo da casado abaixo
assignado umacrioula forra de ida Je de 14
a i5 conos, por nome M*rgvida, levou
vistido saia de chita preta cora fl re9 azuis ,
e carniza de madapolo, a qual furtou as pes-
sasde ouro seguintes, dois aneles com dia
mente cravado, dois pares de botes cortados,
um cordo groco com vara e meii um tran-
celim fino, e fora o mus que se nao sabe.
Pois quem della liver noticia, queira annun-
ciar por esta folha ou hir na ra da Con-
ceico da Boa-vista casa D. 33, quesera
generosamente gratificado e protesta que
em qual quer caza que ella liver sido acoita-
da ficaro na responsabilidide ds dareo con-
ta do dito furto e do contrario se procede-
r na forma da Lei.
Wy' Giminianno d'Azevedo Mello.
7^: Quem precizar de um caxoiro para e-
criptorio c .brancas loja de faz Mida ou
adiantar qualquer escrptura:o ; annuncie.
Quem precizar de canoas abertas para
carregar trastes para qualquer parte ; par
preco commodo dirija-se a ra do Rangel ,
D. 17.
- Roga-se a quem acbou urna carteira
cfalgibeira contendo treze mil res em se-
dulas e urna obrigagio de secenta e tantos
md reis e alguns acentos alem de um re-
cibo de ios reis ; dirija-se u ra do muro
da Peoha D. i3 que so Ibe dar os
id reis,
. X pessoa que annunciou precizar de um
caxeiro para tomar conta de urna venda por
balanco ; dirij a-se a ra da Senzalla velha ,
n. 35.
Quem precizar de urna ama seca, a
qual aabe fazer todo o arranjo de urna caza ;
dirija-se a ra do Fogj D. a.
- Quem quizer comprar urna negra do
gentio de angola de 'jo aonos de idade. boa
quitandeira lavadeira e sbe cozinhar o
diario de urna caza ; dirija-se a camboa do
Carmo O i7.
tST No dia . 8 de Novembr* dezapareceo
um escravo ladino, de nome Antonio de
idade de vinte e cinco annos de naci
Congo estatura reguiar bem parecido ,
gros-o do corpo rosto redondo olhos e na-
ris piquenos bastante barbado tend) o fio
do lombo urna nodoa vermelha, e nai cos-
tas da mao esquerda um piqueno talho, le-
vou vetido camisa ; e calsa azul com tima
listra branca fina e chapeo preto de pelo ;
qualquer pessoa que o apreheuder poder
leva-lo em lora de r*orlas quaze confronte o
Arsenal de Marinba cacan, lia, que ser
recompencado.
tar Na ra d'Ortas D. 18, lado direito
bindo do patio do Carmo para os .Yiartyrios ;
roxpra-se tartaruga em grandes e pequeas
i,or.es: eoncerta-se pentes de todas as qua-
lidades e ta.i.bem se indireito pentes dos
moldes antigos para se fazerem a moderna.
lar Qualquer Sur. negociante, que qui-
zer uma pessoa babil para caxeiro de escrito
rio ; pois que tem bstanle pratica e oll'e-
rece fianza a sua conducta; adnuncie por es-
ta folha.
BT* Da-se 35os' reis a premio de a por
cento ao mez com ptubores de ouro ou
piala na ra da Conceico da Boa-vista ,
u. 34.
is?- Urna parda de 2o e tantos aonos de
idade se propde a ser ama de uma caza ca-
paz ; quem a pertender dirija-.se a ra da
Penha L). 34.
SST O Sur. Hypolilo Joze da Silva Pin-
tor qne morou a pouco tempo na ra de S.
p^ssandi o beco largo. Sendo elle o Agente
do author Or. B. Brandrutb. ,0 nico au-
tb irizido para as vender nsta Pr>vincu C0'
mo mostra por documentos ; e pra maior se-
guranca vai ida caixinha embrulhada em
seu receituaro e lacrada com o Sello da ca- \
za era lacre preto.
%st" Qaem precizar de um caxeiro para
qualquer arrumaglo e mesmo para ir para
o mato 5 annuncie.
tss* Alugo se pnos, bastidores, e mais
pertenr para Tneatrinhos de tempo de fes-
tas Comedias, Tarcas, Elogios, Arias, e
Duelos; assim como vestua ios completos
bem ricos e brilhantes para Comedias e
Prez'uios, a 4U rs. de Compar^aria a iU
rs., para todas os caracteres ; paga-se adiaa-
tado: quanto s vistas se alugio a 10U rs. ,
dois oinoi e seis bastidores na caza junto
ao Tneatro., a fallar com o Sar. Joio Joze
Looes Alvite o qual recebe toda e qualquer
encommenia para vestuirios que se ireten-
da'o, tanto para Comedias, como para
Prezepios.
- Quera Rnnunciju qaerer comprar um
molato } dinja-se a venda da ruada Iluda
D. o\
Pracisa-se de uma casa de sobrado ,
da-o para que no dia i2 do corrente i>ehs ro
oras da manda comoareca na ra da Vig-
rio, 1. andar da az\ N. lo, fi < deque
na reuuiao dos socios que teri lagr DO nes-
dia e or ttioUre onde exnte o a4aaU rj. %
que falsamente diz existir em moela soSre. o
que so tenho a di?, t que em reuna de
todos os socios hale cjihecer o contrario.
Em quaato as letras a vencer que se rece-
herio de um sico e dinheiro que se ten
receido do dividendo do fallecido Viscoacel-
los, tudo existe em ser. O motivo de n
l6r havido reuniio doj socios, p>f fZo misso encarregada a examintr as contas a-
inda nao l*r concluido seus trabalhos.
Oeixo de responder a tudo mais de seua-
ranzel por o dar ao desprezo.
Carlos Leocadio Vieira.
tST Arrendi-se para passar a festa uma
casa sita uo Mnndego com conmodoi pira
ra uma grande* familia duas sallas urna
alcova envidrarlas quatro qu^rtos f >gio
in.;!ez corredor lavado quintal mralo
boa cacimba d'agua de beber : as pessoas que
quiserem arrendar, dirija-se a praca da lio*
vista botica D. 10.
SSs7" A quem convier uma caza em Bebiri-
be immeJiata a que fiea ao nc da ponte, da
j p..nji da freate duas sallts tres
com pequeo sitio, ou quintal e perto do quarlos, cozinha e estribara 5 dirija-se a
Recife, com commodos para urna familia pe- jc^a fronteira aos uliimoi arcos di nbejra d*
quena: quem a liver para alugar dirija-se Boavista em que assii'.e Jo:e Antonio dos
a ra da Cadeia velha, D. 9, que acbar Santos e Silva que achara com quem se a-
com quem tratar. i justar nicamente pelo lempo ds feta, o sii-
----Na p dcni de Fora de Partas ra de Santo Amaro N. 55, preciza-se d'um ,P,ra o banbo por deutro do siiu ao pida
caixeiro para vender po ua ra, e mais ser- nesma ponte ua certeza de qu* o pre;o
vico da mesma. commodo
ssr Uma Senhora de bons costumes se *" Gaspar da Silva Froz, puiesipi as
propoem a tomar, crancas com ama para se pessoas que tem penhores vencidos em podar
cnarem com leile emoedidas e desempe- !d" apunciaote, qus o val venier pita se*
das i e lamb-m se recebem as que esliverem embolco nao exdumdo pessoa olguau pa-
ja desmamadas para seaeabarera de criar-com ra nao dar motivos a ignorancia,
todo mimo e amor . na ra Direita seguudo i *&" ^cisa se lugar uma casa com con-.-
andar D. a3. modos para uma grauae familia na Boavs-
Quem pretender um ca.valinho pe- ta em qualquer ru: quem a liver dinja-sa
queno para n-nino j procure no armasem do entrada da ra do Rangel O. j*.
sal, no bairro di Boavista. Felis Bar-I A p^oa que anauuciou na ru di
b0it Florentina, preciar de um caixeiro ; se ain-
sir Roza de Souza de Jezus, Viuva de da pretisar dkrij*-se a entrad* di ra do
Antonio Lopes Chaves faz sciente ao publi llttn5al loJa de Cira U 51'
co que exceptuando um ajuste de contas que A Pe9Sa .V** QeiU Praci t,.ver rel1-:
cues com o Sr. do engeoiio Sibir glande
Felippe Paes de Luu queiraannuaciir jji
morada.
O Snr. que dia 3 do corrente de tarde ,
leve a bondade de agarrar um mjleque vea-
tem com o seu Sobrinho Joao Antonio Lopes
Chaves, nada deve a pessoa alguma; e por
cousequancia tuda e qualquer obrigayo le-
tra ou titulo que apparec Liso como
mo traa se for precizo.
XT Mr. Kissel reloioeiro francez que ***<*<> franjas da Ierra, tenba a bondade de
n'cuiro tempo trabalhou em Pariz para Caza o soltar ; quaadj nao sa uzara do* termos
Real, reinado de Luiz XVIII, aviza ao res- legaes. _
peitavel publico que elle concerta qualquer I *" Vende-se Cadeiras con assento da
lelojo, que lhe seja confiado, patentes, palbinba ditas com asienta de pao, camas
horizontaes virgulas gronometrea e em de vento de amarelo muito bem fetas a 45oo,
geral todas as obras tacante a mecauisma : na ditas de pinho a 35oo e pinha da Sueria
rus das Cruces, junto Typographia ; as- com i poleadas de grossura e dito serra-
sim como vende-se relojos horizoutaes em do tudo mais em conta do que em outra
ouro e em prata. parte ; ua ra da Floreulina em casa de J.
- Preoiza-se alugar uma preta eacrava, Beraoger.
paralodooservico: a tratar na fua do Ro- Quem quiser comprar duas mulatas
cario iaiga D. 4. lindas figura idade ao anuos sai recolai -
sr No armasem de laboado de pinho por das, cosem engomioi e cosinhao bem ; 6
delraz do Tbealro, continua-se a vender escravos sem vicios nem achaques rlide 2a
excellente farinha de trigo para po e bo- a u6 anuos, pjr commodo pre;o ; um dita
laxa, e pelos mdicos preces de lo bom csr.oeiro \ um mol^qu? idade 18 au-
11*1, 14^. e s5js' rs.,*adinheiroj ou prasa ' e nos om escravo pessa idade ao anms; ua
tambem se vende uma porco de superior ta- mulato com otficio de carpi 1 ; una dito liada
boado de piuho americano : na ra da Sea- 10 annos , uma uleca ; e urna ejrava '
zalla velha, armasem de Vicente Joze de sabe casinbar e lavar i dirija-se a rui dis A-v
Brito. i6oas verdes D. 38.
sr A pessoa que annunciou no Diario de i Acha-ae fgido desde o di 3 ds Outn-f
3 do corrente querer dar 100 i. sobre bro de i83^ um orgra chamado igneio
penhores; dirija-se a ra d'Ortas D.5g, temos signaes seguales : baix, falta da
que achara com quem tralsr. I denles do tado superior alguna .-ouz cheia
<^ A pessoa que no Diario de a do cor- do corpo bem falla ote os pe um tanta a-
rente annunciou querer que uma pessoa ca- plhetados caiueiro tem duas cicatrices,'
paz tomasse conta de um menino j desma- uma sobre o lado direito do peito e outr
mado ; dirija-se a ra da Florentina D. 4 sobre o lado esquerdo das cadeiras as quaes
que achara uma pessoa capa com quem a9a proviero de duas f cadas que j lenpoa
negocio. |h?vou, e por consequeuna sero ua tanto
& En empregados no servieo do campo d um coge- ascadeiras : este escravo, segunio couata por
nbo que se vai edificar, dando-se o sustento informaces *cha-se de as^isteocu em um
I no c. anno do engaiamento com jornal dia- dos tres seguiutes lug .res Smt anua ir-
rio ou interesse 00 producto das safras ; e rsisl, ou estrsda ds Magdalena e quem o
tambem aceita-se olfi-i.es de carpina pe- pegar lera cincoenia mil res de : levaudo-o
dieiro e ferreiros sendo estes pagos segn- |a caza do abaixo assignado na roa da Ara-
do seus mereeimeotos e pericia d* seos odi- \ gao defroote de um sobrado de dous -nda-
cos: lodos os que quiserem empregar-se \ res ou no escnpiono na travessa do Hoiario
ueste servieo dinjo-se ao sobrada . a para o Queimado Jos Q
ra di Cadeia do bairro de Santo Antonio ,
Jos O. de Castro
Leao.
-* A Sra. Mara Josquio* do Sacramen-
to Giba de Francissa da Trmdade tem u-
ar
O nico deponto das piiplas vagetaes,
ros lev cu vellido dethitu azul e aniaiela [ em csca de J, Knolli, em Fora de Perlas,
onde Ibe ser patente as condices e inleres-
lhereza. e hoie se ignora sua uioradia: nuai- sea do contrato.
.. b,r a pracJda BoVvisla botica D.\ a CT O abatxo assign.do leudo no Diario ma cari, viuda do iVJaranuao que sua mi
negocio deseoinle.ee. de Sabbadu 4 do corrente o aranzei de per-
vui siddus, e ralut&nias com que o Sr. Jo<.e
Uomingues d'OliNeira o nsimozeou } convi- Wanoel Ignacio da Silva i'eueica.
lhe escreve : annuncie aua morada ou pro-
cure na roa doazeite de pexe na pufori da
.t 1 t _1_ A- ^^ *----'^ni^ui.u ,


D 1 A
RIO 91 pernambcco
5
91
, A viuvs de Jos Francisco de Almei-
U arrend pelo lempo de. festa o sobrado
Quinto Oir g do corrento at lo d
manbl en pouto se arrematarlo mpteie-
d>i seu casal na_ pea ge____ ,?,. ni.>,ii nar ronlatde ouem preteocer, aoo
o ofendentes dirijio-se ra do Palacete o
Ibtar com ManoelJsse Galvo.
er Quem loe faltar om moleque de al-
tura de o palmos pouco mais ou menos din-
jh-o aosaffogadosa case do Antonio Fran-
cia da Silva oo na de Thom Pereira La-
go* quedndoos signaes Ibe ser entre-
cut recompensando a quem o pegou.
KST Quem prncijar mandar tingir roupa
de tudas as qualidades tanto de l como de
>eda assim como tambera se engomma e la-
va-se roupa com muita perfeico e por preco
n;uitocommodo dirija-se a ra direita toja
4'JUiOS l). 30.
%3T Precisa-sede ura pequejno portugus
pava caiieiro } na ra do Csbog loja do Sr.
Lfaudeira.
tsr Na ma da Amargura sobrado de uto
tndtr n. l6 por cima ao mareineiro, engbm-
rta-se e lava-se roopa de toda quolidade ,
ta lodo asseio e prompiido a preco mais
huelo que em out'a qualquer parte se pode
Oliveira e por cootajde quem preteocer, aoo
barricas de larinba de trigo era bom estado,
CT Um relogio de cima de me de
pelho e eaixa nuil) bim regulador; na ra
velha o. iq. ,
uy- tima cabra bicho parida com duas
filhas boa leiteir e um carneiro gordo} na
vendida no mallo ; quem a pegar leve a boe
vista, casa de Jos i Antonio ds Santos ia
Silva na ra da S. Cruz defronte dos ultimo
arcos da ribeira i a uegrinha cbama-se Joa-
quina.
Nodia i5do passado fugio do sitia
barricas de larinba de trigo era ora esiauo ." """ : M ..j, lareia. *- Wodiaido passaao rugi ao siiij
e ptima para bolsa* \ no armazem de Joa- ra de S. Gonsalo cas. peaaa a ig j da So|dade do8 aD8ixo assignados urna ne-
.i LnRa de Almeida por detrat do thea- ^ Ou hyoolhe:a-Se urna caaa de p ^ ^.^ wU|||rt fa
) quira Lopes de Almeida por detrai do tbea
tro.
Compras
Escravos de idade de lo a 2o anuos ;
na ra do Colegio O. 5.
ar* Mo'eques ladinos de idade de ni
oo annos para fora da provincia nao se *u-
vida pagar-se bem sendo de bonitas figuras ;
na praeu da Independencia u. i.
isy Um diccionario latino que esteja era
bom estado;.quera tiver aonuncie.
tsr Um armofariz grande de brome com
sua competente mi de ferro ; ia ra da Flo-
rentina velha ledo do muio de S. Francisco
casa auto a fabrica de papelao.
tsr Um tracado que leoba palmo e mei
o
ri> circundo com eaarnicao dourada, era
rn-relo que em ouira qusiqucr puno >c pvuc ue tju>|mu 5" *
fi.er assim como se recebe escravas para perfoilo estado j na ra da moed n. 14I.
m m.iMr a engommar. i " Moleques e nrgnobas de_id.de de .3
ir O Snr. Domingos Joze Vieira de A- a 18 annos ; na ra do Vigano n. 31 do
raujo ; queira difigir-se a ra dos Qairteii, priawiro aud.r.
l) o. para receber urna carta viuda do Por-
to no Bi igue Flor de Ueiris.
Avisos Maritiioos.
Vendas
tsr Folhiahas para oanno de 184 : na
pract da Independencia loja de livros ns.
r praia ua inaepcuuciitia iv^
PARA O KIO DE JANEIRO o Brigue 3j e 38 ; na ra do Cabug loja do Ser.
Lro sabe imprelerivelmente no dia 8 do cor- Bandeira ; na ra da Cadeia do Recife loja
1 ente, recebe passageiros e escravos a I re te j de forragem D-4' t do Snr. Moraes ; e de-
trata-ie na ra do Vigario n. la no escripto- fronte da Matriz da Boa vista botica do Sor.
110 de Nuno Msria de Seixas ou na praca ftjoreira.
do commerrio com o Capito Maciel. tjf- Urna escrava de idade de i2 annos .
PARA O PORTO segu viagem com mu- coiinba odiarlo de urna casa e com prioci
t* brevidade, a muito valeira e bem cons- po de costura ; um sitio pequeo com caa de
finida Barca Leal, Capito Vt*nceJ Alves da vivenda cora bastante commodos bem fres
Cunba quem na tuesma quiter carrejar ou Ca
e cal no lugar do Caldereiro entre o poco e
omonleiro,4 quartos duas salas, cozm.a
fora e quintal sofvel s na tua do Manoei
coco D. 4 ou no forte do mallos prenca de
algodo Iratar com Antonio Joaqun de
Oliveira Baduem.
fcjr* Ura moleque creoulo de idade de 10
annos as 5 poetas padaria D. 30.
tsr Urntfporco.de massaneus para va-
randas por preco commodo , na ra do Ran-
gel D. iq.
tsr ma preta creoula moca cora orna
i ida cria de i ineies a preta sabe coser,
fazer todas as qualidades da doces coiinbar
de fomo ejigo e babil para todo servido }
na ra du cotovello passando o beco das bar-
reiras casi ratificada de novo de rotulas ver-
des.
^> Taboado de pinho da Suena costa-
do cosiadinho assualho de uraa polegada
e urna e meia dita forro de meia polegada e
3|4 proprio para catas e para fundos do bar- (
rtcaa prximamente ebegado e remos de da caSi| x rut da Qr
f ia de superior qualidada tudo por preco io $vt ue ser j
coramodo ; noarumem de Jos Antocio da
Silva Vianna no forte do matos.
tsr 'or 4:oooUooo a propriedade de casa
de um audtr e jo.to sita ni roa de Bor>
tas cora quatro meias agoas no quintal, tea-
do estss sabida indepeude.no ; a tratar na
ra do Liviamento . ao, ou na ra do
Collegio D. 6 lado do oasceote.
ssir Urna morada de casi acabada de novo
tfra creoula de non Sabina estatura baixa,
ventas largas p pequeos muito esperta,
falla manga consta ter sido sedmida por
urna pessoa moradora nos affogados que a
conhece a muito lempo ; por laso os abaixa
asignidos protesto uiar do rigor das leis
contra qual iuer pessoa que tiver dado aga-
tboadita esrrava e prometen dar 5o ooa
de gr&tificcSo a quem a levar no dito sitio ou
ua raadaCrut D. 9. Lehmaou & Gom-
pinbia.
csr No dia 38 do passado do eogenbo
Gamba Comarca de Nataretb fugio um ca-
sal de escravos ambos pardos de boas fi-
guras represento ler de idade pouco mais
ou menos a5 annos o marido ehama-se V-
ctor te 111 bom cbelo estatura proporciona-
nada pouca barba o corpo algara tanto
grosso a mulber cliama-se Anna de cor
rosada alta corpo se eco cbelo pegado no
casco t e bastante ruivo } quem os pegar le-
ve ao dito engenho a seu proprietario JoseGi-
briel Pereira de Lira ou no primeiro andar
"ruz onde mora o Cirur-
grJtiQcido.
?lovhueiito do aborto
C0NTINUAC10' DAS "ENTRADAS DD
DIA 4
Plvmonth ; 36 das, Galera Ingleza Clftont
de 8ao tonel. Cap. C. A. Cox equip.
a poucos das 00 bairrode S, Antonio lera c_ IDI,filiiri4>ntoft psra os colonos ;
aportas de frente i a lratar na ra direjX ,0 di to Cpit0> vem rtlre^car e segu para
D-5i' NfwZualand.
%ST Excelente taboado de louro e ama-
- r--T--------------------------- j-------- v ui [).,,... ,
tesmoquisercanegarouixde pass.gem p.. ,reita do Rozario D. 45. j laubo muito bom a as sacas s.mui.o Ro de Janeiro com escala pe!. Baha Ma-
..o que te bons commodos d.rija-se ao ^ Um terreno que tem 4o palmos de'fandeS' che**Ja uh..namente do R.o de Maildn.da.L.. V.nor br.s.leiro
1 *. l. ^ a r j r j . r 1 Janeiro ; na ra estrena do Rozario 13. Si
diio .Vlestre a bordo ou con seu duoo An- frente, e oito ceios de fundo sito em fora 1 .' j.
1 a c .. k.ko.,. ... h venda da qutoa que volt* pra a ra das trio-
ic-iio Joaqutm de dcuza nibeiro na ra da de portas da parte da mare pequea, em o .
cei 11 das de vingem Vapor brasiieiro
S. Sebaslio Cap bernardino Dias l'i-
nbeira roaduz o Exm. Snr. Bario da |Boa
Vista para Presidente deata Provincia a
LeJao
Urna escrava de naco-. com bonita fi-
ara de id'de 'Jo annos c.-ze cha ingo-
I I ... Ii I
--------7\i7\ a* r'n-i, j ..~.. ma lito co/inha e lie recolhida :
BjT Qua laz Ouotre Joze da Costa, de urna "| ,: n *, ,
na ra
___________________________________________------------------------------ .-M-,.vjw.K. ,
ar Do-se 5o,000 a quem aprehender o diuca . ao Cnpiaa.
___ .____1. J _.,_.i lt...u<4.i ..... aUIiii M f
UT V"I""^'-J0"^;." JJireita D. 2o lado d0 Livramento. escravo creoulo de nome Benedicto, tita. SAHIO NOMESMO DIA.
porVao de charutos da Baha por cotila de ;8fieado 'de Lisboa a fallar coD tura baixa secco bastante barbado, e bem Babia Barca Sueca Active Carp. N. Sjebarg
(,1,ta,perlDc.r i DSeicidioh. a ;* hJega FIBneSC0 Severiano Rrbello, Forlo do estos conhecido por bolieiro que foi de Joo de carga a mesraa que irou w.
uua.mazamdoSr D.l-erira: Ier9aie.r-3 '^ ^ ,ivi.e| Ale ,o Csneiro quem o pegar levo a ra. ENTRADOS NO I
do urente as ,0 horas da manhi ,**:! e ltm fomaiPdQS Dara utna u. do sol D. 8. Gibraltar, Jo das Barca An
rorente as 10 oras ua manna "~>^ r 1
BT Que f-zo Corretor Oiivetra Terca de alcaides e tem Commodos para um. gr.u- do sol D. 8
f,T7 d crreme a, ,0 bores da manb em de familia na ra do Padre tirona. s a|
j.bulo, aotegundoaudardacasa da ruano- tratar na mesma.
L D. a7 deronte da que foi moradia do sr Saca.de Superior farmbt de Magda
illeeidoSr Tboiraz L.ns de urna completa 55oo a B.ca } na ruada Cruzn. 14.
obilt. conmundo em cadei.as sofs, me- W Urna escrava de paci ca?ange de
r. e &c. de Jacaranda em dous teruo. um >dde de i4 annos, ora principio de coztoaa }
manulacturado no pai* com lodo o primor, quem a pretender anuuucie.
utioem estado uu-si novo v.odo du por. W Cl apeo* do uhile da melbor forma e
to Ititos, mesaa para j.ni.r o de jogo 'qualidade chegado. ..o ultimo Vapor, na
marque cornada. gda lonc. /apa- ra do Que.mado loja D. li de Canaca &
radoie*, toucadur com espelbo Uvatorijs Selle.
fiuaida vtdo. mangas e vidro lauternas & Urna negra boa qurtandeira lavadei-
com casticaes de bonze e de C: squinha gio- ra coainba o d.ario de urna cas. e engora-
tu,', apaielho para otsa dito requissioao ra lo ; o u ue agoas verdes U. la de
paracb, caudieiros de bonze garrafas e j manha al ab 9 hora e a tarde das du,s horas.
cupos para vinho, dilo para ag0tt uma c*~ ta>J*a*l
llena oeiebuvoj salvas ae piala e &e. adver-
U-sequa ludo te vender pelos uiaiore* pre-
co. que se oerecerem visto nao hater limi-
tes para a venda de dito objecl^s.
SW Hoje 7 oocerreute e uma porco de
mullo superior tounnhoem lote. a purla de
Joaquim GousaUts Vieira uimares no caes
da di ndtga por tonlde quem pieienter.
ir iue faiem KoidS Biaga 6Coa:\n-
nbia [-> uitriveuto do Corietor Uliveira ,
das iu.uu.ca Uieodasque cziiiem ao seu ar-
ttazem para li^uidacao de conlos deveado
at beania laiei.udi >r tudia*s pelos maia-
ts pncusque te oerecerem : atila eira 10
ue pagante as 10 teres, di aJuuh sea aila.
do correte anno des-
apareceo de Oiinda uma pieta ds nome
Maria que se supe ser urtad* he de na-
co angola ainda bucal bastante alta, pi-
cada das hechiza beicos grossos e verme-
lhos levou vestido de cnita rouxo e urnas
argoLs de ouro cortadas as arelhas tem
marcas de sarnas na cabeca a qual se sus-
peita >er sido conduriia para Goi^ona, quera
a pegtr levo a ra do logo o. '1 que ter
do,jo de gratiSt-aco.
isr No dia IB de Novemhro p. p. fugio
um molatinho de nome Severo, idade 12
DIA 5
Gibraltar, Jo dias Barca Austraca Perasti-
na de doo tonel. Cap Ddalo G eqotp
14 car6* azeile e mam gneros ; a N. O.
Bieber i\ C.
Hivre, 4 dias tarca Francesa Casimir D.
de 191 tonel. Cap J H Lasserre, equip
i4, carga faiendas ; a B. Lasserre & _C.
Bahia; 10 das Patacho Brasiieiro Miaerva
de ia tonel, Cap F. F. Pereira equip.
I f, carga diversos geneioij a Jos Ramo* de
Uliveira.
SAHIDOS NO MESMO DIA
Asc j Patacho Brasiieiro Dous amtsosj Cap.
Joxe Paulo dos Res carga varios genero.
UUJ lUl/ioiimiw ***; aaw*MW *_, - v w ? .MH*w 1 JU4C *U4UMa masa* ****'ow "w* tJ****"""
aunoo tem as pernas lorta* pracipalmeate Bastn G.ler AoiericD'* Russia j Cip
. Ji.Afin i b- lDm finta u r esfTlH tlllfi
-----------9--------- a
a direita lem ru mi oireita um dedo tor-
io levou viatido uma carniza de brim. teui
oar
e, ------- ,
Uma preta de idade poueo mais ou o cabello coriaJo muito rente; quem o pt
L 1..,,..i;.. a., .,...1. ...;_. dr le;e i u,i do Collcaio D. 12 seguud
menos boa latadeira de varreia e ptima
"ara o cvico de campo i na ra da ojotda
n. s4 >
%sr Por 5o oao una cmoda de jtcaraud
feita a moderna e doua parts de ruangas de
vidro bordadas j na ra etireiu do hoiano
D ao
a^^> Dous pianuoi novos ltimamente ebe-
gados de ttamDurgo e um piauuu ja uzbdo
por preco commoio $ na do Vigario D b.
hStr Uma b-icaca que pega, em 8 caitas de
atsucar n-uttj Loj de vella e proaipla eom -------
lodosos utiucilioa para navegar} a tratar ra redonda olhos grandes, boc e orelhas
com Joo Tuoma* Pereira na (ua da prai., m pequeas, lop&e^o tsr sido urtadi e estar
gar leseo ra do Collegio D. 12 segundo
andar, que en le.Oiiipoiicado.
o^ bugio no da >y de Novembro um
prelo de Angola moyo de nome Antonio ,
alto cheio a j rorpo bonita figura nariz
cualo levou cirxua da biela eucaroada ,
calca velha quem o pegar dirija-se a ra
Direita del-oute do (Juao do Livrameolu D.
a que ser bem recompencado.
13- Desapareceo do lugar do posso da pa-
nela oo dia -a4 de Abril, urna uegrinb* de
id*de de ti aunos de na^ao beogudl* ca-
Frederick Lovslle carga ttesma que'
trouxe de Val Patauo.
ENTRADOS NO DA 6
Storkholm ; 5i das Barra Sueca Oresle ;
de joo tonel; Cap. J. J. H.ilberg; equiu.
i i carga ch.pres ferro e mai g-
neros ao Cap.
Philadeiphia ; ad dias; Barca American
Nav.rre ; de a^a tonel. : Cap. Jarne
Millar equip. ti, carga frioha de ingo,
a L. G. Ferreira & Companoit.
SAHIO NO Ms vlO DA
Portosdo Norte, Vapor Brazileiro 3. Seb.a-
tio; Conmandinta Bernardino Das Pi-
nheiro. ____________ _
REafcF NA n(F. Dti da. f,: Dt t'.r #l48(.



.