<%BANNER%>
Diario de Pernambuco
ALL ISSUES CITATION
Full Citation
STANDARD VIEW MARC VIEW
Permanent Link: http://ufdc.ufl.edu/AA00011611/04333
 Material Information
Title: Diario de Pernambuco
Physical Description: Newspaper
Language: Portuguese
Publication Date: Saturday, October 23, 1841
 Subjects
Genre: newspaper   ( marcgt )
newspaper   ( sobekcm )
Spatial Coverage: Brazil -- Pernambuco -- Recife
 Notes
Abstract: The Diario de Pernambuco is acknowledged as the oldest newspaper in circulation in Latin America (see : Larousse cultural ; p. 263). The issues from 1825-1923 offer insights into early Brazilian commerce, social affairs, politics, family life, slavery, and such. Published in the port of Recife, the Diario contains numerous announcements of maritime movements, crop production, legal affairs, and cultural matters. The 19th century includes reporting on the rise of Brazilian nationalism as the Empire gave way to the earliest expressions of the Brazilian republic. The 1910s and 1920s are years of economic and artistic change, with surging exports of sugar and coffee pushing revenues and allowing for rapid expansions of infrastructure, popular expression, and national politics.
Funding: Funding for the digitization of Diario de Pernambuco provided by LAMP (formerly known as the Latin American Microform Project), which is coordinated by the Center for Research Libraries (CRL), Global Resources Network.
Dates or Sequential Designation: Began with Number 1, November 7, 1825.
Numbering Peculiarities: Numbering irregularities exist and early issues are continuously paginated.
 Record Information
Source Institution: University of Florida
Holding Location: UF Latin American Collections
Rights Management: Applicable rights reserved.
Resource Identifier: aleph - 002044160
notis - AKN2060
oclc - 45907853
System ID: AA00011611:04333

Full Text
Anno de 1841. Sachado
_Tudo agora depende da n meamos; da noaia prudencia, modera-
tn. e entroja : cantinuemos eonio principiamos, e seremos apontadoi
coa admirarse entre aa fiaeesmaia cultat:
Proclamaeio da asamblea Geral do Brasil I
a a ,
Subserere-se para esta falba a ofooo por cjuartel pagos adiantadoi
Desta 'Vpografia ruadas Cruies D. 3 e na Praca da Ir.de penden-
cia, n. 07 e 38, onde se rceehem correspondencias legaiisadas c an-
nuneioe, rnsirindo-se estes gratis ; sendo dos proprios assignantes, e
viudo assgnadot
PARTIDAS DOS CORREIOS TERRESTRES!
Odadeda Parabiba c Villas de sua preUneSo .' i .' .' .\
Dita do Rio Grande do Norte, e Villas dem. ..... ."(3fg; f Sestas'eifali
Dita da Fortaleaa Villas dem..... ....... .4
Cid.de de Goianna . . ................/
Ci Villa deS. Antio .......... i ..... v ..".*. Quintas feras;
Dita deGaranbuns ePotoacSo do Bonito '' .... lo, c 24 de ceda mes
Ditas do Cabo, Serinhaem, Rio Formozo, e Porto Cairo. 1, 11, e 21 dito dito
Ciclado das Aiagoas a de Macei .;;.........dem dem
Villa de Peja de Flores.....................dem 13, dito dito
Todos os Correioi partera ao meio dia i
M
>
PHASES DA LOA MU MEZ, DEOUTl'Bj
Quart. roing. a 7-as 6 h. o 4*9 ru. da tard.
La Nova a 1 as a b. t sm.da tard.
Quait. crese. a 1 as 6h. e 5o m. da man;
La C'aea a 5o-as 3 b. o 3o m. da man.
tart tkeia para o di de 10 Outubro.
As It Loras e 41 minutos da tarde.
As \i bcras e minutos da manb.
25 DE OUTUURO. NMI 232
CAMBIOS.- -- OTamo aa,
Londr.'7V;; ic, ip L P*** "looced.
Liabca......80 a 85 por ojo premio por metal offerecid.'
Franca......3ao reis por franco. Corop. Vtnda.
OUHO- Moedade6#4oo "is, ?> 4*5oo lk|7oo
Ditas ., "vas Uftoo i<*tiiM>
Ditas de afooo res, fioo 8|3oo
PHATA PaUces Brasileiroi - - i/6ao 1 |64o
PesosColumoarios ----.- i/6ao foTio
Ditos Mexicanos ------- 1/600 i#62o
Miuj'.a.------------------------if4ao i#4/io
Disc. debilb. da Alfandege r i|8 por loo aomes. I o|t
Ideni de letras de boas firmas i *i|3 a 1 1(4
Moeda de cobre 3 por 100 de disc^
DAS DA SEMANA;
18 Segunda S. Lucas Eviog. Audiencia do Jat de \OireHo vara.
11 Terca S. Pedro d'Alcanlara. Relaco e aud. do Juiz de Diieito da
1. vara.
20 Quarta S. Jao Cilicio. Aud. do .luiz da D. da 3. vara?
21 Quinta 8. Cecilia V- M. -- Audieucia do Juii de Direito da i\
vara.
32 Sexta S. !ar Salome. An-iiencia do Juiz de O. da l.*j'v
ib abbado lljino i. -Rcalac, e audiencia do Juiz de D. da 3."
vara.
2t Domingo S. Ev&risto B. M.
-> _
RIO DE JANEIRO.
Por decreto de S. M. Imperial de 18 de Ju-
lbode i84i, e relago da mesma data.
S, M. o Imperador querendo condecorar e
honrar a Caetano Pinto de Veras j ha por-
bem faser-lhe merc do habito da or*
dem da Rosa e conceder-1 he faculdade
liara que possa desde j uzar livremente di
insignia respectiva. E para sua salva e guar-
da mandn pissar esta.
Pdacio do Lio de Janeiro em 3o de agosto
de lo/ji.
Candido Jos de Araujo Vi nina.
PERNAMBUGO.
COMMANDO DAS ARMAS.
Expediente do dia 19 do corrente;
Cilicio Ao Exm. presidenta enviando-
U;e em cumprimento ao seo clficio desta dala,
o mappa demonstrativo da forea de arlilhe-
lin de que se deviao compor os destacamentos
(Jas foiuGcaces da p'oviuria, calculada pata
o lempo de per, e fasendo algumas rtflexes
acercado estado > e comisando da forlalesa
deltamarac.
Dito Ao Fsm. commandante das armas,
da provincia do Maranho aecusando rece-
iidosos seos caos de ao de agosto e 27 de
seleabro ultimes, e commuriieando-Ihe que
o secundo tenente Jco Msrinbo Cavaleante
de Albuquerque, fuera entrega de i ta?, (Le tlec luarao seo desembarque no dia
i desle mez, lendo icado no Cear seis por
dcetites, efalestido urna durante a viugem.
Tncmava pedindj-llie estlareeimeatos a
rc-pfio dos sidos que divirio por alli ter
rtu Lidu ditas praces circunstancia que 'jra
cmitlida na guia e procuri>n<'o saber se va-
lentina de Almeida litu', era ou nao sagento,
que lerdo dtsembarcado como ul a guia o
.cnsiderava soldado.
Dito Ao tenente coronel corcmandanle
do deposito, dcterainsudo-lhe, que man-
hisse reeeber do director interino do arse-
nal de guerra i45 esleirs que devia destri-
buir con as 14 praeas vindas do Maranho
no da 1 it devendo passer ao respectivo di-
leclor a compectente elaresa, e carregar tues
esleirs na guia que houvesse de passar fs
nencionadas practfs1- quando fossem desli-
gadas.
pilo Ao rr.esmo remettendo-lhe os pa-
}tis de conlsbelidude do destacamento da
romaica de Gsrachuns, perleucentes ao mez
de sefembio ultimo, devendo entregara res-
ide ti va importancia ao portador Tliomaz Fer-
n&udes da Cunha.
L/ilo Ao prefeito da comarca de Gara-
iii uus, ccmmunicaudo-lbe o exposto no pre-
itdfnte cfficio, m oque ficava respondido
o seo de 10 do corrente.
do Brum, comrounicando-lha qne posto se
tivejse dito officialmente ao sej antecessor em
data de tj de agjsti ultimo que o barco de
vapor Venesuelli devia ser considerado co-
mo na vi) de guerra Inglez gosaudo par isso
das prerogativas do navios di armada. Bra-
seira, linha ora de comraunicir-lhe que
sorcenle declaraos > liavia si So feita pela pre-
sidencia nesta dala em virtude do aviso
Imperial de 10 de setemtro do correle ati-
no, expedido peU repartilo di marin'n.
Dito Ao prefeito da coaiarc3 da Gara-
ra&huns devolvendo, o pret e relacSo de
alieraces do destacamento no mez de setem-
bro ultimo, pira ser reformado abatendj-
se da respectiva mpirtaticii os vencimen-
tos do corneta que na conformidade das r-
deos os percebia pelo seo bitaliio, certo que
o piel fura pago como sed Usa emoiode
ig cjin o referida abite.
Dito -Ao rommandar.te da escuna de guer- Dito Ao majar comnnndante da fjrtalesi
ra Fidelidade pira que houvesse de entre-
gar ao commandmle da escolta portador
deste as47 pracas que aseo bordo irouxe
das AlagOiis.
dem do dia 20,
OfBcio Ao lente coronel commandan-
te do deposito, enviando llie as guias dos O
soldados das Alsgoas que se oQ'erecero
para servir no ejercita doSul, o que foro
eneorporadas ao depsitos no dia 18 do cor-
rente.
Dito Ao commandante do pitaxo Pango-
nia paia entregar ao portador deste, ore-
cruta e d us soldados vindos da c -re com
deslino a esta provincia.
Portara Ao tenente coronel comrasn-
d*nte do deposito, manda ndo considerar pra-
539 do mesmu ao recrula Ismael Jos da Cos-
ta e soldado lielUrmiuo Antonio da Silva,
cuja guia llie Uunsmetta, e que o soldado de
artilheiia Vicente Furtado fosie addido at
que podesse ser remeltido para a provincia
do Cear, a cuja guarnicSo ficava pertencen-
do devendo abonar-lba sold e etape desta
data em diante.
dem do dia ai.
Officio Ao Exm. presidente, devolven-
do-lbe informado o requerimento de Inno-
cencia da Cunha Goianna, que S.M.o Im-
perador suplirava a mena de vulidr-lhe a
confirmacodo posto de capito qus cxt-
ccra na extincla companhia de Bravos da Pa-
tria.
Dito Ao mesmo Exm. Sor,, significan-
do-lhe em satisfaco ao seo cilicio desta data,
que no pappa da orca de que se devio com-
por os destacamentos das forteficacfies da pro-
vincia nao tiuha feilo menco das do pre-
sidio de Fernando de Noronha (duas loria- 'embarcadas no brigue Santa Maria BoaSor-
lesas, dous fortes o tres reductos) porque i te chegado da corle, 3o arrobas de pol-
as guarnices parciaes de cada urna delUs, ora da fabrica nacional e trinta mil car-
se achavo incluidas no destacamento da I- [tuxos embalados do adarme 17, quo viero
Iba estando ao alcance do commandante, para serena remedidos s provincias da I'ara-
ugmenlal-as ou redusil-as, conforme as bibt e Cear sendo recebidos e recolbidas
circunstancias, e necessidadts lcacd. Qae a fotlalesa do Brua polo director do arsen>l
neste presupesto llie paiecia que a liba ti- de guerr. e parteeipando-ltie ao mesmo
cavaeem tempos ordinaiios sutlicientemente temo ter vindo tambem no mesmo brigu.-
guarnecida alera do commandnte com i'o archivo do extincto quarlo esquadro de
cApito, cinco otficiaes subalternoj, 10 ineri- cavallaria pai'a ser arquivado na ttiesoura-
oes, inclusi.e 1 pti.i eiro sargento, 12 cabs ra.
Dito Ao adminslrador da recebedoria de
THEZORARIA DA FAZENDA.
Expediente do dia 19 do corrale.
OiEcio Ao inspector da th;wuraria de
fasenda da provincia do Maranho, enviau-
do-Ihe em conformidade do otficio de 5 da
corrente, duas letras a 40 d|p no valor de
8:oooU de reis sobre Antoni Pinto Ferreira
Vianna; sendo urna de i\6\\Jji5ri. dosaque
de Machado & Santos abonada parFirmiuo
Jos Felis di Rasa, e outra de 6:35iUa65
reis do saque da ultimo abanado par aqueles
sacadores
Dito Ao inspector da Alfandega para em
cumprimento do olcio do Exrn. presiden-
te da provincia, da mesma dita, serem des-
de esuuadra, quatro cornet s e 80 solda-
das podeudo ser metade desta forcadeca- rendas geraes internas ptrtecipando-lhe para
cadores. sua inlelligencia acbar-se Galdino de Oli-
Dito Ao mesmo Estm. Snr. procurando veira Jacome ser vindo hum dos ofhcios de es-
saber se liavia encarregado a algum dos eu- crivo de appellaces darelacio desta cidide
geiilieiroseitran''eros a servigo da provincia'durate o impedimento do seo serventuario
otrabalho de tomar as dimenats exteriores Jos Pire Campello,. e ter prestado faaca
to oite do Buraco para neste sentido expe- pira de tres em tres meses ir satissendo na
dir ao respectivo commandante a precisa c lorma da regiment a quarta parta de 10 pur
aunicLto ; poriSO que vinha de ser despe- cvuto da lotaso de oU reis em quaolo ser-
dido pelo mesmo um estrangeiro, q'3em per- vir o diio ofiicio.
mico, ou ordena alise oprtsentara a tomar Pottar Ao ihesaureiroda fasenda man-
as dimentes txteriores do referido lorie, di- dando entregar a Machado & Siotoj a quin-
sendo uue era engenbeiro, lia de ij6iaU7J5 n. importancia de huma
que era engen
Dito Ao juiz de diieito da segunda vara
do crime procurando saber ouvindo se idf- .
Dito Ao major coir mandante da furia- se preciso ao juiz companheiio se com e- | vor da tnesouraiu de asenda da provincia do
l retelosfe do dirtelor do arsenal de guer- soldado dodepolo Kalevo Marnboi a t|
ra considease deposiludas no respeclivo ai.nos ue priso com tiaball.o pelo ciiine de
jevoI liinla trrcuba de plvora a tunta i moile alien de sei ixrluido do s.i vi o ten-
n il lrtuxos tn.Lalados vindos da corle e do ja tftixado deo ser por taita da aompe-
qte Kndasse una eicolla receber da escuna lente commoniaco do magistrado que pie-
de gutrra I idtiidide lindadas Alugoas a; | sidio a aesso dos jurados, etaque dito sida-
pr.cbs/r.fcra o qua irIusu athoiid u ofteio dobi seatenciauo noobstante haver para
j uta aquelle coamendanie, [ 'vjc usa orden da -.lesidcaua.
eir nueta:Oua 4 dias preciio^ com aba-
nifMo de l* iruiino ue Ptlis.da Raja a a-
Dit' Ao mesmo mandando entregar a
fiiuiiiiJ Jj Feliz ui liosi a quantia de . .
6,i265 reis importan*i 1 de huma' let.i ,
que sac;-ou com ubonn* de Machado &
janlos tJiuueiu a {od|pafafOT dadilathe-
souratia da provincia do Maranho.
dem do dia 20.
OE-is Ao lixflj. prefideate U pioviaa
informando o requerimento do Floreado Ja-
se Carneir.i Monleiro.
Dito Ao mesmo Exm. presidente infor-
mando sobre o olcio do Exm. presidente di
provincii do C^jr requesitan lo trila bir-
ris de plvora grossa e ontros tantos de fina.'
Dito- Ao mesmo Exm, presidente infor-
mando sobre o o!:j da Ex a presideattj
da provincia do \Iaranba> requesitani) far-
damenlo comoleta, e equipamento pira Gaa
pracas de cacadores de primeira liaba.
Dito Ao mesmo Exm presidente infor-
mando sobre o olcio di camira municipal
requesitando pira lograloura publico o ter-
reno aligado entre o forte do Bom Jess, e
o trapiche novo em alinhamento ao outro
caes proj'O'.'tadoi
Dito Ao mesmo Exm. presidente infor-
mando, que poto as quantias marcadas na
distribuido d3 crdito do ministerio da mi-
rinba para o corrente anno financairo, nao
posa ser applicadas as des pesas das etnbir -
caces que so ach&o no ser vico de ostra
provincia parcece que se deve satisfaser o
oQcio que iticluo acompanha*-a da Exm pre-
sidente das Alajoas pelas rasej no mesmo
expeudidas, dando-S9 parte ao governo im-
perial para a decisj servir de regra em ca-
sos setnelliantes.
Dito '% Ao mesmo Extn. presidente, infor*
mando o requarimenli de Francisco |da Silva
pedindo o titulo de aforara rito do ilerrem de
marinha de que se acha de posse constante
do termo numera a|5 junta ao mesmo reque-
rimento.
Dito Ao inspector do arsenal de marinha
sabendode novoquaes ospreos, por que ac-
tualmente se podero comprar as mineiras ,
qne por empreslimo entregou na extincta in-
tendencia da marinha o falescido paito mor
Jernimo Anlunes Torres.
Sortaria-Ao thesoureirn dos ordenados
mandando pigar. ao segundo tenente de arti-
lheiia de primeira linha Joio Marinho Ca-
valcanle de Albuquerque a quintia de
107U57 reis- dus seos vencimentos pertenq
centes ao exercicio crrente,
MESA DO CONSOLAOl
EOlTL.
Francisco Manoel de Aimeida Citando ,' a J-
. ministrador inteciuo da Mesa do Cons .1-
lado &Cc,
Faz saber que 00 dia a5 do corrente na
porta da mesma se bao.d arrematar quino
barriz de agoardente apre'.iendidos a bordo da
pitaxo Emulacao sem despaxo pelo comman-
dante di a. barca de vlgia da porto em ca-
jo dia se linda o prazo mareado no regula-
meulo ; sendo a arrematadlo livre de despe-
zas ao arrematante. E para constar a qr.em
canvier rnandei aixir o( presento edital na
porta desta adminisiracO e publicar pela
imprenja. Mesa do Consulado de Pernam-
bueo ao de Outubro de iftji.
Francisco Manoel d'Almeida Catauho.
ARSENAL DE M\RIN11A.
AHMUNC10S.
[i'ordemdo IUm. Snr. iaspeelor do arss-
nald maiin'u se faz constar que no dia a $
do corrente pelas 11 horas di raan'io, se
vender em has.a publica y na porta da ai-
moxarifaia desta arsenal huma pprco de
bolaxa arruiuadi, e s propria pira alunauloJ
_ile aniiuaisj


2
MA l O DE PER
-* pe*
mb neo
i
Secretaria da inspecefio do arsenal de ma-
linha de Pe mam buco 20 de outubro de 1841
Alexsndre Rodrigues dos Aojos*
Secretario.
ARSENAL DE GUEERA.
O amov de guerra precisa comprar pncs
siuis de cor fixa e bem padreo, para lardas
e caltas dito para capotea dito preto para
polainas brim pera jaqoetea de pclicia cel-
e remisas, muxhs e mantas del assiro co-
mo cspstos, e baeta aiul para forro dos ditos
capole: qvem tner estas faseudas aprsenle as
suas propostas com os seus uliinos presos em
carta feixada1, e as suas amostras na salla do
tipediente da directoria das 9 horas so meio
dia do da a a do correle.
Arsenal ai de outubro de 184
Burlamaque
Director interino.
Aspessoas que troueerfio as errostras de
panos brim ppalos e mantas ao arsenal de
guerra queirio ccrcparecer oa salla da d-
itctoiia do mesmo boje ( a3 ) do correte das
nove horas tm diante. Arsenal de guerra aa
de Outubro de 1841.
Barlamaque,
Director interino.
OBRAS PUBLICAS.
Fm virtude das ordena do Exm. Si. Pre-
aideo.le da provincia poem-se novertente em
iraca para sertm tcijudicadas at|uem por
Bfnisfjier as obras do mel hora ment da
estrada de Parnamerim junta Santa Anna ,
araliedssem Rs. R;686Ln9.
da mesma cmara em a acta da sesso de
trinte d'Abril do correte anno de mil oito
rentse quareota e hum acbei escripto o
requerileoio seguinte Requeiro que esta c-
mara nonei huma rommissfio para tractar da
rtloraa dos empregados d'esta cmara 0-
j recentando ce m urgencia na sesso seguinte
o resultado de seos trabe Ihes indicaodo oa
que devero ser despedidos. O venador Mel-
lo Cavalcante O qual tequerimento foi ap-
provado votando contra o Seobor Rios por
ter jurado suspenso ; e passando-se a come-
te relativamente a representacio que o
dito Sr. veriador Barres fez ao mesmo Exm.
Sr.|queixando-sedo procedimento da cmara,
por ler droittido alguns empreados em ca-
jo numero entra hum irmio do mesmo Src
veriado, a vista da terminante desposico do
artigo 38 da lei do 1. de Outubro de i8a8, o
veriador, Mello Cava!cante.-0 qual o Sr. Bar-
ros noquiz por em discussj fundando-se
as iases seguinles. Declaro que repug-
no pora votaco o requeiimenlo do Sr. ve-
cdor Luiz Francisco de Mello Cavalcante
ar aconnitso ssliiro elleisos por escru-f por considers-lo lora dos casos em que a lei
linio secntos os Sniores Cintra ,|assim o manda, por isso que s se trata da
Costa Mcoleirb, e Mello Cavalcante.
Certifico ir ais que revendo a acta da sessio de
01 ic de Outubro do mesmo son n'ella acbei
esctiplo o perecer seguinte A eoomisso en-
carregeda de aprestntar a refoi ai a dos em-
pregados d'csle n unicipadade indicando
acuelles ijue devem ser despedidos, depa-
is de 1 osar maduramente stbre o importan-
te electo, de que foi encanegada 1 he de
perecer que sejo despedaos por julgar nao
nerecerem a confianza desta cmara, os se-
guinles cmptegAdos -olisca! do bairro de
Santo Antonio o fiscal do bairro do rerife ,
o pciteiro eo prciurador. A commissfio a-
gualda a discusso do parecer para a pre-
sentar os poderosos u divos, que leve para
fundas seo perecer ; por isso que no cur-
io linile flt Lum parecer de ccmmisso, nao
pede desenvolver os ampios e variados mo-
tivos c,ue 1 ida ucr.os importa do que Luid
iibello de secusaeso cada hum dos empre*
gkdos cima mencionados, que por tantos
resposta ao Kxm. Presidente da provincia ,
nica ulhoiida proviocfal superior a esta
cmara, por isso que dita resposta nao in-
volve oomeaco ou deliberado sobre em-
pregados da cmara como pretende o dito
Sr. veriador Mello. Recife 18 de Outubro
de 1841. O Veriador Pro-Presidente Bar-
ros. Em virtude do que emiendeodo a c-
mara que esta questo devena subir a pre
seoca do Exm. Presidente de quem a mes-
ira esperara a deciso final ; fas o Sr. Costa
Monteiro o seguiote requerimeoto que posto
em discusso e depois a votaco foi appro-
vado o nciando-se immediatamente ao Eam.
Presidente. Requero que se oficie ao Exm.
Presidente para que nos esclarece se o Sr.
Pro-Presidente desta cmara pode presi-
dir a discusso, para se responder a repre-
seoiacio, ou queixa q o mesmo Presidente
Barres fez contra a cmara ficando a mes
ma em sesso, at q' 0 mesmo4Exm. Sr. dicida.
Recife 18 de Outubro de 1841. Costa
Monteiro. Cerlifico mais qus oo mesmo
Acto se ada escrito o requerimeoto seguin-
te Requeiro que se diga oa Acta que nao
levantei a Sesso e sim que levantava caso
os Snrs. Veriadores repugoassem a miaba
deliberaco sobre o parecer de Commissfio ,
objecto de deliberado rnlrou em discusso e seu additameoto, em quanlo oio viesse a
ecujuntamente com o seguiole addilamento.l resposta decisiva do Exm. Sor. Presideole ds
Acciecente ao parecerdscoromisso', quese-| Provincia a quem se acbava afiecta esta
jo deroiltidos todos os em pregados menos circunstancia da qual dependa a deciso
Por ordem do Illm. e Exm. Sr. Presiden-! os ajuda otes do purleieo, e secretario Mello j deste negocio j o que sendo aceito pelos Srs.
Veriadores cootinuei a Sesso, e oeste senti-
do assigoei a Acia. Recile 19 de Outubro
de 1841 -- O Veriador Barros.
Cerlifico mais, que revendo a Acta da
As ptssoes a quem nvier este "tracto DC0S Ucreiaio o bom andamento dos ne-
' goi ios municipaes nao preencLeodo o fim de
tuaaisso. Sesso de cinco de Maio de mil
"""""""' ,c"!oto cenlo e quaieuta e bum. Mello Caval-
; e na mesma cflnle Cos|a Monteiro Cintra, Mamede ,
Rfparlico pederao mniniri dtsciipcao com Iestric.6ts, o qual depois de iulgado
orcsmenio e coodiices todos os das uteis as
horas do expediente. Insptcco das ibraa
publicas j de Outubro de 184
Moraes Ancora.
sio convidadas a comparecer nesta repaitico
devidameote habilitadaa de fiadores idouem
em os dies ?3 a3 e a5 do coner.te, seo!
que ter lugar a snemataco ; e na mesma
te, seavia, j ela administraco fiscal das Ci vahante, e leodo sotfrido huma discusso
obras publicas que sendo pie'cizo aterrar al- j bastantemente longa consultou a cmara ,
guus lugares do raes do -Urgi e para isto se a materia eslava baslaotemeote discutida ,
ser nacessaria absolutamente a lemosso dos e tendo-so dicidido pela a fimaliva, foi ros-
cbiectos que ali te acbfio como eejo canoas, to a voiaiao primeiro o parecer de commis-
tnadeiraa de jangada e oulros objecloa por ; sao de cinco de Maio do corrente aooo e foi
ssu o messo Exm. Sr. ordena que os dooos i approvada votando a favor os Seobores Mel-
Uoa ditos objectos os lacio, qoaoto soles re- | lo Cavalcante Oliveira Caroeiro Monteiro -
mover daquelle lugar emprelerivelmenle a-
tbe o dia a5 do corrente mez de Outubro ;
sob pena de serem removidos pela dita A. F.
a cusa de seus dooos e para que oioguem
se chame a ignorancia se fas este a izo ,
marcaodo-se o dito praso. A. F. das O.
Puiicas 13 de Oolubrode 1841.
Amaro Francisco de Moura ,
Administrador fiscal.
PRFE1TURA.
Sesso de 19 do correte que lem de ser ap-
provada oa Sesso seguiote d'elUt coasta o
seguale Abena a Sessio, e lida a Acta da
aotecedeole repogoou o Snr. Barros pola-
Neri Ferreira e Costa Mooteiro e conlra em discusso, duendo q' estar ioexacta na
es Srs Barros e Mschados Rios segundo J parte que die a ponto de ter o Snr. Bsr-
0 addiisceoto do Sr. Cavalcante, que fji rS levantado a Sesso, lomando depois a
tambem approvodo votando a iavor es &rs. | tomar asseoto e pediado a palavra o Sar.
Mello Cevalcaote, Oliveira, Caroeiro Moa- Veriador Mello Cavalcante advirti aoSr.
teiro e Cesta Monteiro
e coolra os Srs. Barros que deveria consultar Cmara se
Barros Maxado rvios e Neri Ferreira. dita Acta slaria oo nao inexacta ; e de-
Ceitifica mais que da mesma acta consta o pois de huma longa discusso foi approva-
seguinte, o Sr. Mello Cavalcanle requere ,, d concordando a Cmara na emenda offe-
q' iossem oomeados oovos em pregados aioda recida pelo Snr. Barros e que se acba nella
1 di. ai di corrente ootcorreo no- que ioterioaiueute ; resolveo porem a cmara exarada* Da mesma Acta consta ter o Sor.
fl0a ai ai crreme u . que se fisesse a nomeicao dos novos empre-Mello Cavalcanle ieito o requerimeoto se-
Idem do dia aa. 68t,os n0 dia d* Proxima sesso desoito do guile requeiro que esta Cmara passe a
v S Paniciaa'o Sub-Prefeilo co"enle > conlmnando os empregados dimii- I uomear oovos empregados para os lugares
LTa ou'e fora bootem depois das, ldos n 8eu "e,CK, 8,e 8e d,a* Seohor S< ** Municipio. Sesso de 19 de Outu-
Banos mandou que se menciooasse na acta o bro de 1841.- O Veriador Mello Cavalcante;-
ue lequereodo fossem primeiro 0 qual o Sor. Barros oo quiz por em dis-
piegado dimillidos a fim de | cusso duendo que era cootra a leu O que
vidade.
lei^es deliniaro unicameote com o Gto de
exercerem a mais vil e ignominiosa vngao-
ca ; agora porem que o Sr. Luii Francisca
leodo babilidade de sedutir os Senbores O-
liveira e Carneiro Monteiro a d0ces ostro-
menlos de seus eapriebos,intenta dar execuca
ao seu perverso plano, q' consiste em obter a
roinba demisso, e a do Sr. Praxedes,embora
sejo 1 uvolvidos em oossss ruinas, outros
empregodos afim de colorear-se t0 bsixv vin -
gaoca teodo o Seobor Corooel Jos de Bar-
ros (honra Il.e aeja feila mil |OVOres Ibe ae-
jao dados.) oa sesso de 19 do correte mos-
trado a locompetencia da cmara para taes de-
misses, apreseolou o mesmo Sr. Luiz Frao-
cisco com a maior sem serim.nia t porta-
ra de 3 de hevereiro de 183 para justificar
sua luiqua prelenco e co ella apezar de
oio ser apliovel ao cazo embaios seus
dignos collegas j referidos.
Xvo admira Srs. Redactores que o Sr;
Luiz trancisco tanto abuzeda demaziada faci-
lidide de seus coropaoheiros admira s a
aiiiiuoridade com que esse Sr., sabido s s-
bitas da abscuridade deo tamanha autori-
dade a portara por elle ^presentada entre-
tanto que tanto desprezou e aiorta despre-
?a os aviios e circulares citados por que
tendera a polo fora da camera epor consequeo-
cia do campa em que preteode dar ensanchas
s suas damoadas inteo^des.
Limito-me por ora, Srs. Redactores a ex-
por ao publico estas coosideraces reservando
o mais para a reobida campanba para que es-
tou desposto a rouilo embora o Sr. Luis
Francisco tenha documentos garantas, sal-
va guardas egides &c. &c. e eu nado ma.
is que huma educsco decoroza adquirida
sempre entre gente sa e de probidade. ^
Sou de Vmcs. altelo venerador
R# J. Barata deAlmeida, ^
LOTERA DO LIVRAMENTO.
O Thezoureiro faz ver so respeitavel Pu-
blico que a Loteria corre mprelerivelmenle
oo dia 4 de Novembro. Troco-se por bi-
Ihetes premiados de qualquer Loteria na
cazo das extraedes.
LOTERA DE N. S. DO ROSARIO DA
BOA-VISTA.
A meza regedora da I rmaudade de N. S.
do Rozario da Boa-vista 4 tem determinado,
qu corrad impreterivelmenle as rodas da
1. parte da 1." Loteria oo dia 39 do pr-
ximo mez de Novembro : osbilbeles acbo-
se a venda oos seguinles lngares ; no Recife
ra da Cadeia I o ja de Cambio do Sor. Viei-
ra em S. Antonio ra do Collegio loja do Sr.
Menezes Jnior : ra do Cabug botica do
Sor. J0S0 Moreira Marques; e oa Boa-vista ,
loja do Snr. Rapozo ra do atierro.
d'est. Fregueai. que fora bootem depois das g -
, 1 ho... d. ooite ferid. na cabe?., e em urna J "JJ".11 \
Bio a p.rd. Rea. Mana da Ceoce.c.o pt-, B R
)cs Gu.rde. .cense do a. c Batalbao des- 1 J P
te Muoicipio Joaquim Eusebio e Miguel de
tal os ques armados Je beionelas o J
volts dos ensaios de nos presepes a iosi
larfio e feririo em sua propria caza oa
ra de Horias j o wcudiudo eoio aos gritos ,
que ella dava pediodo soccorro a Patru-
Iba de Polica do Distiicto to Carmo deixou
de prender os sggressores por elles se lerem
d'antcs escapado. Mantei proceder visto-
ria no corpo da olendida.
O Sub-Piefeilo d'Olinda participa igual-
mente que das 9 para as 10 horas da ooite do
dia ao to cnente em a ma de S. Bento ,
dco-se id tiro o qual dis Joaquim Bap-
tistade Mello Oxsl que lora de pistola e
disiarado sobre tile por um individuo desco-
nheiido o qual ihe bavia d sotes dedo dues
ceittadss dentro do corredor e sua mesma
caza de que todava nata lhe resultou; len-
clo-re tottetsnto podido ecceiar oofleosor,
or nao ter sido visto, e igoorar-se qutm ei-
aieja, oo ohstsote ss esciopulosas pesqui-
era suas culpas como ue mdo coosla das referidas Actas que me
m de i Isi, ficeodo deste sot le itlibada a sua cooduc rep0rto e por esta me ser pedida a pessei 5
a losul- ta Para t0,a Publico . e 8 mesmos empre- dada nesta Cidsde do Recile aos viole e dous
f,
zas, teiles peloaesmo Sub?Pieitiio sobie
este objecto.
E' o qoc consta.
CMARA MKICIAL DO RECIFE.
Moito se tem fallado estes dias sobre a re-
Iseo da iatare monicipat desta cidade re-
lativo a drmitsiode elgunsde seusemprega-
gsdos ; por isso abeixo cikiecemos a nossos
leilcies o q" sebre este negocio ie tem pessedo.
L Ceiliico 1 que revendo o livro das actas
gados nao fora allendido. Certifico mais
que 1 evendo a acta da sessfio de dezoito do
tonente nella acbei estripto o seguinte.
Aberta a sesso e lida a acta da anteceden-
te depois de huma larga discusso a ponto
de ter o Sr. Barros levantado a sesso tor-
nando depois a lomar assento foi approva-
da, assignaudo-a o Sr. Barros com a teclara-
co n'ella exarada. OSecielerio dando coota do
expediente mencionou hum ofhcio do Exm.
Piesidente da provincia remettendo inclusa
a representado do i'io-Piesideute desta cma-
ra o coiooel Joi de Barros Falcio de La-
cerda na qual se queixava da deliberado ,
que esta amara tomara em sesso de ooze do
rorrete e dimillir a varios empregados e-
xijindoo mesmo cxcelleolissimo Presideole ,
que f sia cmara lhe informasse circuustaocia-
aameolea tal respeilo o qual oficio eotreo-
do em discusso, ques o Sr. Barros, que fosse
lemellidoa buma commisso para esta dar
a olormacio pedida pelo Exm. Presidente ;
e seodo de opioio contraria os demais vena-
dores depoia de bum lorie debate lez o Sr.
Mello Cevalcaote o seguinte requenmeuto ;
icquero que esla camera resolva o seguiote.
Se o Sr. \enador Jos de barros Faico de
Lacerda pode, ou oo lomar parte e pre-
sidir na discusso em que se trta da resposta,
de Outubro de mil oito ceios quarenia e
hum. Em f de verdade.
Maooel Ferreira Acciole,
Secretario interino.
Correspondencia.
THEATRO.
?1
Srs. Redactores.
Qusodo em huma das sesses da cmara
municipal desta cidsde o muilo dislincto ve-
reador o Sr. Carneiro Machado Rios fez ver,
que em virtude'dos avizos e circulares de
a; de Abril 23 e a4 -Je Dezembro de 1833
os empregados de fase oda oopodio servir
o csrgo de venadores a excepeo dos pro-
curadores fiscies por oio estarem sujeitos a
pooto os Senhores Luiz Francisco e Mano-
el Coelbo Cintra oppozero-se com tedas as
forras allegando que avisos e circula-
res oo leodo forca de lei oo podio re-
vogar as dspozic5es da lei do i; de Outubro
de 1828 1 e em verdade outro oo podia ser
o pensar deises Senhores a vista do interesse
que tnbo em permanecer oa cmara para
levarem ao cabo o infame plano que desde
o dia i3 de Dezembro de 1840 em que oo
dtslante seus innmeros exforcos, ficaro
que sia cunara deye uer a Exm, Presidea- ^ > e di?idanienle in[urquilbaos nss *r tSnn; Socios a reo, cem-se 00 die ^6do csrq
Por nao se ter concluido o concert, e pin-
tura boje fu-a o Espectculo para amanh
?4 do correte, em que se reprezeota a Gran-)'
de Peca os Dois Renegados. O Empreta-
rio con stando-lhe que foi mal iolrepretcda a
palav ra Meninos bulicozos, julga do seu
dever deenila segundo o sen pencar : sao
meninos bulicozos aquelles que juraro que-
brar em tod as as recitas o /\. banco da es-
querda oa platea osqoetem rasgado com
ferro a guarnico do parapeito do Camarote ,
n. 1 e a, e da varaoda com paos ou benga-
las a capola do cemarole do Goveroo que
carrego tioteiro arieiro e quartiohss do
Camarote da Prefectura 5 que queimo, e
quebro a caixa em que se poem as noticias do
TI:cairo que deito ra os lampies para
os corredores ficarem fs escuras rompem
com as bengalas os asseolos de palhioha em '
quanlo a muea oo toca, e quaodoesta exe-
cuta suas pecas de msica por melbores que
sejo he acompaohada de assobios \ ora co-
mo menino lem entrada em toda a parle nao
admira que o Camarote, n. 1 ea, que
quazi sempre be oceupado por pessoas de pro-
bidade e que me sao affectas solro os
mencionados estragos; o mesmo melila sobre
a platea e camarotes das authoridades sem
que estas tenbo a menor ingerencia, ou pos-
sao obsta r a estas menenices que sempre sao
feites occultamenle e por isso o conseibo dos
bous be s quem pode obstar a estas e outras
mangadas.
SOCIEDADE APOLLINEA
A Commisso Administradora convidaoso


D i I A OE Nn'aA
Ril
td

rente pelas 6 horas da larde, a ftn de se tra-
tar a cerca do deGct da mesma e discusso
de Estatutos.
SCCIEDADE NOVA PASTORIL,
(Juirino Antonio do Espirito Santo Anto-
nes Director da mesma ; convida aos Son
Socios a reonirem-se amanh pelas 4 horas
da tarde para se tratar de por em Pleno vi-
ar o Artigo 4* dos Estatutos* .
A FORQUILHA.
FOLHA JOCO-SERIA,
Aviza-se aos moradores do beco do Por-
to das canoas cujas cazas deitao os oites pa-
ra o reherido beco ; advertrero aos seos es-
E
_jSta Forquilha que e Forquha\ as
outras ficio a perder de vista. Os Ilustres
Fregueze? comprem-na, e a o depois me di-
i So, se levarlo a Forquilha.
Vendc-e avulsa nos logares seguintes pe-
lo preco de ioo rs. Prnca da Independen-
cia n. 37 e 38 no i. andar desla Ty-
pograpliia, as 5 Ponlaa loja de fazendas D.
11, e em Olinda pelo destribuidor do Da-
lio.
Avisos Diversos.
era vos ou fmulos de lacearem todo o dia, 1 Recife urna caixa de prta para rapd de
principalmente a licite as agoas porcas e li- feitio inglez com a cifra E. C. Roga-sea
xo das janeilas abaixo extorvaodo assim a
quera por alli passa principalmente com o
brinde aromtico pelas ventas, e ao Snr. Fis-
cal que lance os seos benignos olbos para o
referido beco e veja a immuudii'e que se al-
i ajunta porque se tornando boje bastante-
tem sido precizo muitas
Iba D. 14 segundo andar a fallar com sea corpa cor bem preta pernas baslantemen-
proprietario Francisco Joze Barbosa. Ilegrossas, falla algum tanto rouca tem o
Perdeu-se desde o Mondeja at o \ vicio de embriaguez e he bastante pratiea
V BT Sau luz o segundo n. do Periodo
co A Ordem e vende-se na praca da
Inderendencia loja deLivros N. "] e 38 :
es Snrs. Subscriptores queiro mandar rece-
ber no rnesnio lugar o numero que Ibes per-
lencei
tsr Sahiu luz urna obrnha intitulada
PRINCIPIO, MFIO, bFIMbas FILHAS
de JERUSALEM cu a FARPELEIDA ,
rom seus visos de Poema. Dedicada a rapa-
zada do BOiVl TOM ; vende-se no Escripto-
rio da TypograpLia Imparcial, ra do Col-
Ir gio, L). 12 ; e na ra da Cadeia do Recife ,
loja de ferragens do Sur. Moraes *, e na bo-
tica que foi do Snr. Narciso pelo preco de
aoo rs.
t&** Arrenda-se pelo lempo de festa urna
pxcellente caza a margeos do rio, no lugar do
Cordeiro defronte do sitio do Snr, Gabriel,
rom duas sallas dois gabinetes, sinco quar-
tos coiinha e estribara ; a fallar na ra
l\ova, loja de Jerragem, D. l3.
tsr Uoga-se ao Snr. Lua Lucio Monteiro
da Franca ou quem suas vezes fierj de vir
a ra do Queimado lado do nascente D. 3,
a tratar de cerlo negocio.
tsr O Snr. Director do Collegio S. Crur,
querendo Professor para a cadeira de Deze-
nlio do dito Coilegio 5 pode dirigir-se a ra
do Livramento sobrado D. 14 ou no Li-
ceo desta Cidade na Aula de Dezeobo de o
horas da manhi em diante,
- Quem quizer falar com Antonio Jo/.e
Mendes ; pode dirigir-se a ra de S. Rita
nova armaseis de egoardentes a qualquer
hora do dia.
i Arrenda-se o cilio grande do Olbo d'A-
goa na passagem que vai para Olinda com
perto de dois mil ptt d'ervoredo de todas as
qualidades e pasto para conservar dez a do-
ze vaccas de leite grandes baxas para pla-
tacts por ser o cilio todo cercado He agoi ;
quem o pretender, dirija-ge a ra do Crespo,
D. 11.
.- Continuarse a vestir Anjos, e defun-
tos com tedo o asseio e promplido e igual-
n inte se alugio caixCes para os meamos e
carrosas con. prelos fardados, armo-se'-
grejas e alugao-se loies, t todo o mata ne-
ttssaiio para armaco e ludo por preco mais
commedode queem outra qualquer pirte,
ad virlindo que tanto se arma p-ra testas,
como para qualquer acto fnebre os perten-
pentes dirijio-se ao patio de S. Pedro do
lado da Virado, D, 5, que atharocom
quem tratar.
- Anenda-se o cilio que foi do Cirurgio
Peixoto na estrada dos A fflictoa com grande
e nova caza e com comodidade para nume-
rosa familia boa coxeira cavalberice elle-
gante jardim e mullos a rioredos ; quemo
pretender dirija-se a ra do Crespo De-
jeima 11,
cSB~ Da-se quatro rrezes adiantados por
.id tobrfcdinl.0 de um andar nao exceden-
do de '.Uocoreis, rendo as seguintes ras
de Citas Dirtiia e agoas Verdes ; quem o
liver dirija-se a ra Ducha D. ao lado
do Livramento. 1
B^> Piecisa-ie de um bomem que saiba
faier todo o seitico de urna paderia : quem
.pretender, diiija-se a ra das Ciuzts,
mente tranzitavel
vezes fazer alto :
A patrutha rondante.
Perdeo-se d'esde o Arco de S. Antonio
do Porto das canoas virando pelo beco la -
go um relogio de ouro Francez sem ser de
sabonete com urna correnlioha, e um site-
te com as inicias A. O. ; quem tiver achada,
equier entregar dirija-se a casa de Fran-
cisco Antonio de Oliveira no atierro da
Boa-villa que se lhe dar as alvicaras.
O Snr. Manoel Correia de Figueredo ,
sirva-se de vir a ra do Queimado D. 3,
lado do sul a fim de falar ao seu amigo Ma-
noel Eustaquio de Carvalbo isto com toda a
brevidade visto que o mesmo Snr. se retira
para o sertio;
Iloga-se so Snr. Doutor Albergara .
ou quem suas vezes fuer ; dirija-se a ra do
Cardereiro D. 10 para negocio de seo in-
eresse.
- Aluga-se urna caza terria na ruada A-
legria, com bastantes commodos, e muito as-
seada ; na ra da Aurora o. 9.
Precis-se de um rapaz de 16 annos de
idade dos que chegaro prximamente do
Porto para caxeiro de venda ; na Praca da
Moa-vista . 4>
OT Na ra da Florentina nova do quintal
da casa junta a da moradia do Paire Freir,
voou uto papagaio pequeo com o papo muito
gemado e tallador, para osquintses visinboi ;
ecoma se ignora para qual delles por isso
se roga aos moradores des mesmos se o vi -
rem le rem-o a casa referida que se Ibes Rea-
ra agradecido, ou do contrario avizem por
esta folha a timde ser procurado.
tsr Quem precizar de um hornera portu
guez, ue idade 3o annos para criado ou co-
nnhtiro o quil d fiador a sua conducta ;
annuncie sua morada.
a> O lintureiro do attetro da Boavista ,
offerece-se ao respeitavel publico para tin-
gir todas as qualidades de fazendas e cores ,
sedas les de algodo e liuho 5 e tambera
damascos de armaco de Igreja e hopas ,
caifas e caracas feilas sem ser preciso des-
manchar : tambem se limpa as mesmas fa-
zendas e se tirio nodoas, tudo feitu com o
maior nsseio possivel, pois que tem tolos os
utencilios Por Prev'o n>ais cmodo possivel.
tsr Preciza-se fallar com o Snr. Antonia
Ferreira Mendes, filho de Joio Ferreira
Mendes natural de Rio Mio para nego-
cio de seu inleresse ; e como se ignore a sua
morada roga-se ao dito Snr,, que annun-
cie para ser procurado.
gsr* O Sr. que annunciou querer comprar
orna carteira querendo urna de urna s fa-
ce e de muito pouco uso ; dirija-se ao Con-
vento de Santo Antonio a fallar com Fr.
Joze de N. S. da Saude.
ssr Arrenda-se para festa uma casa no
Monteiro com commodos para familia e
vende-se um terreno no logar da Capunga ,
e uma cas* no Poco da Panella periodo
bauho : na ra do Collegio D. 8.
0* Na loja de encadernador na praca
da Independencia D. a6, compra-s a col-
lecco dos Carapuceiros impressos na Tj-
pograpbia Fidedigna.
cr l'recisa-se aiugar na ra da Guia,
ou na vezinhanca uma cazi terrea, que te-
nha quintal e cacimba nao se duvida fazer
bom aluguel, com fiadores a contento sen-
do a caza do agrado do annunciaute ; tambem
da-se alguna meses adiantados, e premio pela
entrega da chave sendo steja oceupada:
quem a liver dirija-se a ra d'Alfandtga
velbaN. 9.
tr Aiuga-se o I. e T. andar de um so-
brado em boa ra : quem o pretender di-
rija-se a Luis Joze Marques ra do Ran-
gel, venda na quina do becco do Virgino a-
trsa do Trem.
tsr Quem precizar de 9 ou lo alqueiree
de cal branca, por preco cerumodo; dirija-se
venda da quina do patio do Hospital por
baixo do sobrado.
tsr Aluga-se uma excellente casa na pas-
sagem da magdalena antes de chegar a pon-
te com grande salla quartos e soto co-
zinha lu a porlo para o rio Capibaribe ;
quem quiser arrendar por auno ou para
passar a festa, dirija-se a ra da Cadeia ve-:
as estradas do sertio
das
, pois em outras fagio
tem-se dirigido piraos seilesda Pa-
queo) a achou o obsequio de entregal-a n rahiba. Tem sida visto na povoacio da S.
ra da Madre de Deas era raza de Johnston
Paler & Campanhia onde pode receber ,
querendo at o valor intrinsico da caixi.
ap^ Quem tiver um bom canoeiro pira a-
igar 't dirija-se a ra Direita U. 4y 2
andar, ou annuncie.
tsr Aluga-se o terceiro andar da eza da
ra da Moeda com bons commodos e ar-
mazem para eitabdllecimento : quem preci-
sar dirija-se a ra do Vigaria Da,
tsr Alugi-se o primeiro andar da caza di
ra Augusta, pintada mui bem, acabada
de novo e com bons commodos : na rus do
Vigario D. 12 ou a fallar com o Adminis-
trador da obra da dita caza.
Preciza-se de um menino de 10 a 14
annos para caiseiro em S wito Anta j quem
esliver nesta circunstancia dirija-se as cin-
co ponas loja D a3.
- Quem quizer comprar uma porcio de
frascos pretos vatios que foro de frasque-
ra sendo grande, e pequeos ; dirija-se em
Olinda ra do balde caza terrea . 4a
m Na paderia de Joio Lopes de Lima ,
preciza-se-do um padeiro perito, e ua se
repara o preco de seu ajuste.
- Aluga-se pelo lempo de festa ou
por auno um sitio grande em Saota Auna ,
junio a venda do Snr. JNicolu com caza boa
e comooda com tres sallas seis quartos ,
, termo de Garanhnns e
tomara para panellas da
ar leve ao atterro da
pefi
estribara caza para feitor
grande borla e parreiral ,
e pretos, uma
fructferas
o quiser,
, c pan muitas errores
, e uma baixa com capira : quem
falle na ra do Crespo, loja
D. 13.
t Na loja da ra do Crespo Da, ven-
de-se pao de palha tecido na ludia e
proprio para aquetas; assim como ha len-
cos preto* da India a 5oo rs, e de diversas
cores, por precos commodos ; caixia de vi-
dros para caixilhos ; 3 empanadas par tiU rj.
panos de meza por tUioo rs,, e 3 caixilhos
ou fiteiros.
No dia ao do correle appareceu um
crioulinho por nome Domingos idade 11 a
12 annos, em caza do abaixo assignado ,
junto ao arco da Conceico D. 31 o qual dix
ser forro, e nao tem pas, e nem proteoco
de pessoa alguma pedindo que o annun-
ciante ihe desse arilo em sua csxa e que
eslava com lome ; e podendo mui bem acon-
tecer que o dito crioulinho seja cativo ou
mesmo forro e esteja sob o dominio de al-
guem ; pelo presente annuncio previne a
quem conver que o mande quanto antes
procurar pois nao se responsabeliza pela
fuga ou outra qualquer circunstancia que
possa acontecer.
Joaquina G. V, GuimarSes.
Hoje a3 do corrente vai na praca do
Sr. Peixoio de Brilo, uma caza de a andares
da ra do Rosario estreiti ; e urna escrava
moca e com cria : no principio do atterro
da Boavista, ultima praca.
tsr Na paderia do Arco de Santo Anto-
nio contrnua-se a vender excellente paa e
bolax a 100 rs. a libra e bolaxi por arro-
ba a a56a rs.
Faz-se scieote ao respeitaVel publico,
que no engenho Boavista da Cidade de
Goianna existe encravado o Patrimonio do fi-
nado Padre Amaro Felippe Cavalcante La-
cerda deixado por elle em seu Testamento
as suas duas sobrinlus Bernardi Francisca
da Conceico Lacerda mulher do Coronal
Joie de Barros Falco de Lacerda e D. Ati-
na Francisca da lxallacao d'Albuquerque ,
mulher de Joo de Moura Rolim Acciole } e
porque se tracta agora de revendicar o mes-
mo Patrimonio e seus reodimentos e pi-
de acontecer q' o proprietario do engenho Zi-
oris de Santa habel Barros Franco de sua
mulher a Senbora . Leonor Soares d'Al-
buquerque eotrem em ajuste de venda j se
tez o presente aviso para que qualquer
comprador fique certo do encargo que tem o
sobredilo engenho com o qual passar pa-
ra o vendedor cjmo expresso e u direrto.
... Uma parda solleira, e de bons cos-
tumes se ollerece para ama de cisa lava ,
e cosinba : a tratar na casi de Tbomaz d'A*
uo Fonceca ra Nova sobrado D. al.
jsr Do abaixo assignado e de sua fazen-
da da Macambira, termo di Villa da Pes-
queira, Comarca do Brejo da Madre do Dos,
Usaapaieceo era dras de Selembro p. p. o es-
cravo Joaquim creoulo, filho do mesmo serta.,
o qual o houve por heranva do seu sogro o
finado Jos Cordairo Al un Falcio, os Bigua-
es do escravo sao os seguintes j alto, cbeio de
Bento e Cicimbia
ltimamente que
Miranda ; quem o
Baa vista que ter 100,000 de gratifi^
cacia. Francisco Xavier Pereira de Brilo.
--- A pessoa, que deseja fallar cota Es-
te rio Protomartyr de Figuereda Wanderley ;
dirija-se a Villa de Igiiarasu na ra do
Assougue onde e sua residencia ou nesta
praca ho lugir do Coelho ou as Cinco
ponas.
O Snr,, que deseja fallar Francisco
Xavier Paes Brrelo -, dirija-se a roa larga
do Rozario sobrado de 4 andires que ah
achara com quem tractar.
- Precisa-se aiugar urna casa terrea no
bairro de Santo Antonio que oia exceda o
aluguel a 10U rs., ou mesmo metade ' quem,
a tiver dirija-se ao becco da Vircio caz
immediata ao sobrado ou annuncie.
Aluga-se metade de uma casa a uma
pessoa que seja cap -z i quem pretender di-
rija-so ao becco da Viraco D. 11, que a-,
chr com quem tratar.
-- Quem quiser comprar azeite de coco
em garrafa, a 36o rs., em caada a ijio 5
dirija se ao Hospital da Paraizo O. 19, caa
de porta coxeira.
Muito bons Piannos Ingieres ota jaci-3
randa e mogne com boas vosas, e veodem-
se por precos commodos 1 na ra da Cruz do
Recife Ni 7,
Leilaa de uma porcia de Carne secJ.
ca por conla e risco de quem pertencer, a
bordo do Patacho Nacional Dous Amigos i
fundeado defronte do Trem no dia %j do.
corfente Outubro as 11 horas da manhi.
-- Aluga-se para se paisar a festa ou maia*
tempo, o sobrado do sitio da Capellinhada
Mondego ,
qui
com famosa varaoda salla 6
quartos salla de jantar e boa cosinha es-
tribara para 3 cavallos quarto para estri-
beiro alera de mais duaa sallas por baixo das
lojas para scravos tem cacimbas de beber a
de lavar banho perto doce e salgado; pa-
gando-ae pelo q' se ajustar, o trimestre adian*
lado e independeota do sitio sendo a pei-
soas capases ; a casa velha porem segura,
muito fresca, e bons commodoj; fallar
com o A reo-Verde.
tsr Offerees-se um mo?o brazileiro da
idde de 16 anuos para caxeiro do ra do
qualquer estabelecimento o que sabe 1er, es-
crever e contar o qual d fiador a toa con-,
ducta j quem precizar do seo prestimo an
nuncie para ser procurado.
tsr Aluga-se dma boa caa em Olinda na'
ruado Amparo, D. 3i, quema pertendec
dirija-se ao proprietario no Recife na ra do
Vigarion, it.
tsr Aluga-se uma Caza terrea com bas-:
tantes cmodos para familia , sita uo atierro,
dos Ahogados ad p da sitio da Sr. Brito ,
quem a pretender dirija-se ao mesma atierro,
caza de Silvestre Joaquim do Nissimeata.
tsr Um brazileiro de bons custuedes de 3(5
anuos de idade casado ofjrece-se a qual-
quer negociaote nesta praca pira caxeiro da
ra mostrando-se nisto completamente izi-;
to e d hadar a sua conducta quem a
pretender annuncie.
tsr Quem precizar d'ma ami de caa pa-
ra cozinhar e engomar e comprar ; procu-K
re no pateo da ribeira caa U. 9 ; ou an-^
nuncie,
tsr Vende-se ui venda no largo rio ter-;
0' com pticos fundos D. j com muito*
bons cmodos pa- familia: a tractar na mes-
ma.
Dsapareco urna negra de nome Luizi^
de idade de 3o annos alta, gorda cor bem
preta rosto b
chigasa
beicos grossos o
grandes ps e mos bem feilos he creoula ,
e tem andado nesta pratja vendenda fazendas
e miudias he muito regrista e entitula-ss
forra ; quem a pegar leva a casa de Manosl
Adriano da Costa para ser remetida a sua
senbora Serafina Mara do Espirito Santo ai-
radar a 00 engenho Pereira.
tsr Engomase com asseio e perfeica
tanto roupa de hornera cos:o de Seuhara j
e tambem se lava querendo : ni ra Direi-
ta sobrado da um andar D. 6i aa p da
Igreja do I'erg 1, detronle de un loja da
etiapeleiro.
tsr Quem quiser comprar excellente fa-!
rinha de trigo da marca SSSF e SSF ea-{
merieana em barricas grandes e pequeas /
a ru'i dos
J
e por preco commodoj dinjt-sa
j^Qusrteis paderia' D. 5".


DIARIO DE PE1NAMBDCO
KM
a
%ST OiSrs. Avrial Freres partecipio ao
respeitavel publico que o Sr, Joio Aujusto
da Silva deixou do ser seu eaixeiro', cque
ero seu Jugar entra o.Sur. Bento Jos Ta-
veira.
OT Arrenda-se um sitio oo corredor do |
Bispo, todo murado na frente eona una |
grande casa de sobrado bastantemente grande,
todo plantado de capim e rom rnuitos arvo-
redos de di Eferentes f rucio ; a fallar com o
Mejor Mayer no ditositioou as obras da Ma-
triz da boa vista.
Q^p Quero quiser inslruccoens dramma-
ticas para theatro ou presepio dirija-se de-
/ronte da cadeias tratar com J. I*. C. G. que
da' licoensdas 7 horas da manb al as 6 da
tarde.
%ST OSr. Candido Theodorio Rodrigues
Pinto lenha fcboudade de aparecer na iu es.
treitado Rozaiio venda D. 19 ou annuncie a
tua morada.
jssr Quem for dono de um escravo inda
bucal que nao sabe dizer quem' be o seu Si ,
ditija-se a ra de Mathias Ferreira ero Qlin-
dan. 7 casa de Antonio Joaquim Guedes,
que dando os signaes lhe ser entregue.
tST Da-se dinbeiro a juros sobre pinlio-
resdeprata, ouro e brilhantes j ca ra do
Colegio loja d livros D. 7,
3 Deseja-e fallar com a rri do Snr.
Antonio Joaquim Pacheco hoja residente
na barra do Jardim arrebaldes do Cear ,
queira annuaciar a sua morad 1.
*ST Arrendase um sitio na estrada que vai
de S. Amaro para Belem com casa ce vi-
ver,da cisa para relos estribara com
ituitos arvoredos de fruto e baixi para or-
talice j a tratar na ra do Nogueira sobrado
de um andar i). 6.
tsr Aluga-se urna grande casa de pedra
e cal ero Beberibe junto a Igteja, para se
passar a festa com grande quintil murado ,
todo plantado com porto no oilo bom
banho atraz por preco commodo ; no tua
nova armazem D. 3.
ST O Secretario da Irmandade de N. S.
do Terco pelo presente convida a todos os
irrxosda mesma para compsreeerem no res-
pectivo concistorio Domingo 24 do corrente
pelas 8 horas da manb a Em de se proce-
der a eleico da nova mesa para o auno fu-
taro.
%ST Aluga-se urna coxeira no principio da
ra do Hospicio sobrado novo dtfronte do
muro
tsr Bernardino Jos Machado retira-se
para fora da provincia.
eyA traz da Matriz do barrio de S. A.i-
tonio, no 2. andar do sobrado onde inora a
Professora publica, lzem-se e armo-se cha-
pe.s de seda 011 de ouira qualquer qualidade ,
para Senhora, e pa:a menina, da ultiira uao-
t!a e gesto que ora existe; como latubein co
ze-se, maica-se, e engomma-se toda qualidade
de roupa tanto para Senhora como para ho-
rnera, tudofeilo com muilo aceio, prornpli-
t o e preco commodo*
tsr Offerece-se para ama de casa do um
hornero solteiro urna parda de bons coslu-
mes ; na ra do Cordonz sobrado junto do
da quina da ra dos Burgos.
Avisos Martimos,
PARA O CEARA' o I-t.tac!>o Racional S.
Jos Palafoz j quem quiser carregar dirija-se
a Manoel Joaquim ledro da Costa.
PARA O ASSU'pretende sihir tt.o dia
23 do crreme o Patacho Racional Bainha
dos Anjos j quem quiser carregar dirija-se
a Manoei Juaqciim Pedro da Cosa.
HAR A BAHA a Sumaca Racional Pe-
lla j quem quizer carregar cu ir de passa-
gem dirija se a Manoel Joaqirfb Pedro da
Costa
rARAOARACAlY saLir no da 56 do
corrente a Sumaca elaira de que he Ales-
tre Jo Joaquim Alves e se acha ca regada
e t lecebe pass.-geires paia o que tem rnuitos
irons lommcdcs, os pretenderes dirijo-as ao
JViestre 00 ao sea dono Antonio Joaquim de
Souza Ribeiro na rna da csdea do Rccife.
PARA OLEABA' a Sumaca Felicidade,
Mestie Jos Rodrigues Pmbeiro ja tem
paite da carga prompta 5 quem quiser carre-
gar dirija-se ao dito JYJeslre ou aoseu dono
Antonio Joaquim de Souza Ribeiro.
de Janeiro com declino ao de Veneza segun-
da feira a5 da torrente as 10 hars da msnh"
ero o armazem de Augusto & Companhia ,
na ra do Apolo prximo ao porto dos canoa.
Compras
serem do pasto e tamben se alufja una ca-
sa terrea nova com bon corasroodossita na ra
do colovelo ; a tratar na ra da Madre de
eos priroeira loja defmenlas n. ai.
ET Dous pre-Zios ero fora de portas na ra
uoyi de S, Amaro sen-ij nao terreno o se-
A colecao das les do brasil de 1817 a
i 8J1 e de 18J8 a 184 1 r-a ra das trin-
cbeiras no cartorio dj escrivo Reg, das 9
horas da manh ao meio dia.
* ssr A Geometrie de Besout estando ero
bom uzo ; na ra do eabug loja o. .\.
et Um naoleque ladino de idade de 16
auuos ; ni ra nova . 2.
gundo passanda o sobrado do Barb.sa, com | parte; na ra da Florentina etn casa de J
os alicerces promptos ea frente e os I
Vendas
JLeilo
'(uelazem Jones Jaln ci Compa-
Bhia, por intervercao do Corretor Oii^eira
e por conta de quero jtetencer de 100 sacas
de cale, desembarcadas de bordo do Bnfue
Jiiglez Margareis, arribado a este pono para
Jazer coc5tftos na u actual nagem do Riu
Superior farinba de Mag em sacas,
muito nova ; na ra doGibug loja de An-
tonio Rodrigues da Cruz.
tST Urna venda com poucos fundos pro-
pria para vender para o malo e para a imjd,
adioheiro; as 5 pantas D, 12 quina do
beco da lenha.
S23" Urna ngra ereoula de id>de de 28 a
3o annos lava e cozinba o diario de uaa ca-
sa as 5 pontas iJ. iz lado do norte.
ET Duas escravas de bonita figura de ida-
de de 10 hu annos corinliioe lavo rou-
pa um prcto moco peifeito carrairo e de lo-
|dooscrvico, urna negrinba da idade de 12
annos, sa beodo coser uro preto moco ga-
! nbidor de ra que d 6\o por di; na ra
do Fago ao p do Rosario D. 25.
[ KST Mocdas de ao patacas ; na rui da ca-
deia da Recife D. 59.
CT Urna proprieJadade casa de uman-
'dac e sotao com 4 meiasagoas da parle de
delraz c^m entrada independente da casa ,
podendo-te eJificar outra propriedade coro
' muilo peuco uslj na propriedade feia le-
vantar uiais um andar sita na ra de Hortas:
a tratar na ra do Livramento lado da ra
.direita i). 20.
I ssy Urna nr-grinba de idade de 10 annos;
na ra doQueimado L). 2.
j Uir Urna caixa com 3 a 4 mil bichas por
pre?o commodo 5 na ra da alfandega vcbu
utmuztm n. 3.
3ST- Um bbu grande de amarelo obra
bem feila na ra do Aragao indo da pra^a
pira >. Cruz lado esqueido na ullinii loja
de marcineiro,
j %sr Ero casa de Hiplito consertidor e
efinador de i-iauos na ra nova rotlhodo do
pianno feriinbos de afinar cardas chaves
e os mis i.e teaecs para os mesmo piannos
de Jacaranda um armario de guardir rou-
pa urna porcao de garrafas vasias, assim
como tambem se cousertuo piannos.
6j~ Um sitio no lugar des ilemelios de-
fronte da Jgieja com casa nova para grande
familia olaria coro duas casinhas no mes-
mo sitio em lerieno propiio tenio de frente
a/jo palmse mais trra se quiserem lugar
! para dous \iveircs5 a tratar com Cypriano
Luiz da Paz que temordem para vender por
muilo menos do que fui avallada no invena
rio.
tzr Caixasde prata para rap novase de
bom g s o ; na ra do Quecado luja . 3
do laclo o oenle,
ssy Uro ptimopiaoiio iagle de um fa*
< bricante. muito conbecido do qual t.\ tero
osmelhores ins!ruatolos fundos e lados de
seda para chapeos e chai utos da B;iLia ero
I orgoens glandes e pequeas por preco com-
eto ; na tua da Cruz D. l\.
tsT* Um terreno ou sitio no ptincipio da
ra do Hospicio com 3oo e tantos palmes de
frente murado com alicerces e &uleiras pa-
ra 10 moradas de casas tendo 100 e tantas
bracas de fundo para a ra dos Pires onde
fibasa com 99. palmos de frente o qual
terreno km popo;coes para se abiir ru^ ,
como consta da pleula feila ; a fallar coro
liento Jet Alves que est aulborisado para
dila venda.
IV Um escravo por precio de 35o,ooo pro-
prio para todo o sei vio e um chales de se-
da j na cambo d CurmoD. 10 junto ao es
tanque.
Cr 383 meios de sola de superior quali-
dade eacoouios miudos tudj por pieco
commodo ; na ra da Lruz L). 4>
%S~ Urna pela de naco ainua mofa co-
zinha o diario de urna easj ci-, ua oa Uv
rcupa e he quilandeira ; na ra do N%utl
ra l). 19.
lo*" Urna grande casa leriea sita na rua
da Alegria ; a tratar no atierro da boa vista
loja de Scltiro.
6^7 4o canecas de gado sendo vaccas pa-
ndas, noviihas garrotes e -g.rrous, tudo cores mu.u unos (
ptopiio p. ra criar c livrca do mal tiisie poi i zvnJ.,6 u prejo coma ot
Cadeiras americanas coa. assento d9
palhinha ditas com assento de pao camas
de vento de amarelo muilo bero fetas a 45ooi
ditas de pinho a 35oo, e pinho da Suecir
com > polejadas de grossurn, e dito serra-
do tudo fnais em conta do que em outra
Beranger.
levantados com fundo al a mar pequea ,
e conferido dentro urna poryo de lijlos, e
dut8 casinhas ja rendendo j e um sobrado ao
lado da mar grande onde tem a padaria ; a
tratar no escriptorio de Jones Crabtrea & C-
ey 4 escravos mo?as de boas (juras, com
boas habelidades duas cosen eagommo ,
e cozinho urna dita por 310,000 ptima
para todo o servico de urna casa dous mo-
leques de idade de 12 a i8 annos 5 ua rua 1
de agoas verdes casa terrea D. 3j>
tST A retalho ou todo por junto a posse
de um terreno para se edificar 6 moradas de
cssascom 3o palroos de largura e 200 de fun-
do na Cidade nova junto a Igreja de S
Amaro cajo terreno nao precisa aberrar por
ser trra firme ; tratar na rua de agoas ver-
des D. 37 com Manoel Joaquim Pascoal Ha-
mo* ou na pracinha do Livramento O. ?3>
ssy Urna negrinha crioula de idade i4 an~
nos coze cozinba e faz lavarinlo : oulra
dita de idade 20 annos coze, e faz renda 5
na rua direita O. 20 lado do Livramento.
633" l'or mdico pieco um terreno na beco
das barreiras todo murado com alguns ar-
voredos de fructo e muito pecio do rio, com
161 palmos e meio de frente enclusive 4i em
que est a propriedade dos orlaos do falleci-
do liento de Barros FalcaS o qual terreno
oulro ora foi do mesmo Snr. e ltimamente
por divida adjudicado por sentenca a Petio-
nilha Florentina tendo mais de 5oo palmo
de fundo ja iraiar na rua di Gloria D. 19. j de um preto creoulo de nome Bdnto gras-
u" Urna mohilha de Jacaranda feila coro so do corpo, zarabio com panos no rosto ,
gosto composla de 12 edriras, um sof du- \ natural do Iracalj o qual veio do Cear ua
as bancas, e urna redoada ; e urna cama ;: Sumaca Emilia rematado par "daaeel Ge-i
na rua estrtia do Rozarlo D. 25. | no de Goveii a casa da viuva Co^ta & Fi-
*3T Urna escrava do gento de angola ; na Ihos e foi por estes vendida em 20* de M.io
rua velha sobiado da quina do beco do Veras i do sobre di 10 anuo a Jos Mariins Ferreira ,
ssr Charutos da trra e da Baha a oo, | residente ero Macau do Assd ; que n o entre-
7oo, 800 e 1000 rs. o cento conforme a qua- gara rua da Cadeia do Reeife n. 4t reoe.
lidade e tamanho j na fabrica do atierro da
boa visita.
SST" Um monto de cavaleiro de Christo ,
fcito ero Roma -, na rua nova ao p da ponte
na penltima loja do lado o norte.
_*_ Bichas pelas boas a 8000 o cento ,
e tomandj-s3 meio cento a 5ooo; na rua da
moeda n. 141 casa de Firmino Jo-e Folia da
Ho.a^
Escravos Fgidos
tss* No dia 15 (1 > corrate fuio ou fur-
taro um molequede nome Jaco, ainda bu-
cal de naci baca de idade de 20 annos ,
estatura baixi olhos afuuacados uro si-
gnal com urna eovasinbs ao p do ouvid) ,
um panno oas costas de un lado, os dados
os dedos das mios grosso 'sabe-se con ta-
da a certeza que foi abafado por cert saeta ;
quem o peg?r leve aa 5 pontas D. 25 ou na
rua larga do Rosario O, 4 1 4ue recebar 5o
mil rs de grat-Pacao.
SST Fugio no dia 3 do corrente um es-
crava de noroe Luir rno;a de u^^o bita,
com vestido de chita tem a palpebra supe-
rior do blho es uerdo repuchado ; quero a
pegar leve a rua direita D. 53 lado do nas-
ceute que ser recompensado.
issr Fugio um negro no dia 19 de Seten-
bro de nome Domingos de naco congo,
de idade de 4o annos baixo pao a barba,
com alguns cbelos brancos tem feridas ou
he doento dos ps do que tem marcas di? f-
tidas e alguroas malbas brancas foveiras ,
lilta-lhe uro dedo minimo em uro dos pi as-
sim como algumis unhas 'oi escravo do e-
genho Cru.saudo filalo Gusmio ; que 11 o
pegir leve a rua novo, na penltima lojaao
p da ponle do lado do norte.
isr Ero Junliode 1839 fugio desti Cila
beta 5o,000 de gralicaco.
asy Fugio no dia i do correala uro cre-
oulo de idade de 12 anuos, levou vestida
cauua de iPcado acul ca!5a broncis o
tem um aleijo na mao direiaj quem o peM
leve a rua da Madre da Ucm par ciro do al-
iaiate Lxa.
*3T Desapare.eo no dia I7 do pissada Sa-
lembro uro preto que and^va gmhando ua
viveiro com pomar de laraageiras no-
vamente plntalo vaiios ps do caqueiros,
e outras urvores ou troca-se por predios
nesta pra;aoa na Cidade de Lisboa ; a Ira-
l.r ao mesmo sitio com o sea proprieaiio
Joaquim Jjs Ferreira de Almeida.
l-." bacas de alqueire de mil-to novo par
preco commodo ; o armazero de Joaquim
onsalves Vieira G'uimares junto no arco da.
Concei.o D. 3j.
ay iiohtx'a a 2000 a arroba no atierro da
baa vista ( adar de francisca Goasalves do
Reg D. 3o.
iv Urna ncgri.iba de na^o com prin-
ciptwa de coitur e cozinba, atrazda i\la-
liiz de S, Antonio uo segundo andar do so-
bru'lo onde mora a profesora publica.
"*'^ JNa loja da viuva d J,;o Carlos Pe-
reira de Burgos pe>as de chitas a 5 6 e
ooo ditas de algodo a iboo, z8oo, e 3ooo,
duas de mad.p.Uoa 3900, ^oo, 3aoo, 38oo,
oo, 46uo, ;-ooo, e jo riscados ecuros
muilo largos proprio pi4a escravoj a 180 o
cavado pecas de bietanha de 6 jardas, a ioo
cortes de ve.udos de cbalia a ;doo dos de
cassac-.iihaa 2203, a'dco, joo0 com i5 co-
fdos, chiiasfinasa i^o, 5a, ibo, 20a, aao
0 corado, bnm transado de linbo ea-orpi-
d-a 5oo a vara dilo muito fiao a tooo al-
godo trai9adj branca para calcas o .(jo a
vara lorien escuro trancado co mistura a
a6o, esguio de afcp uuito fino a 9(00 a
-ra, (cncOI fe tabeo ordinario a no, dito
Iri mus Li.o a -o, dilu de cassa de quidros
a i(jo, g figaazujaiao o covudo, chales de
10111 o dita a.uea coro fr.iiij
1 .coo, lencos de taess c^m erc^dura de
corea u.b finos 1 grande* u o ouiras fa-
isy Um silio no lugar dos Remedios com ruii de nome Doming s estatura biiva, ros-
uma otaria muito boa de pedra e cal e bem l0 uast*ute bicudo denles acanguUdus e
construida com muilo bom barro de egoa '' ne haslaule ladino, j quero o pegar leve a rui
doce trras proprias coro um aobradiuao '^S'do Rozarto . 14 que tere 40,000 da
junio a mesma olario contsenzala para pre- 6rdll''Cd9aJ.
ios eda frente com urna grande casa uova | *^" Ao anouecer do dia 4 do corren H
que falt3 pintar junio a mesma outra ci- | auzentou-se da rua da alfanjes vetlii casa
sa pequea com uoaa cpela seguindo no!n-9u^ moleque da ooaBa Bait.ioioroeo da
mesroo correr outra casa pequea, co n um naco angofa, deiJaiedia a 14 annos,
Udiuo estatura propofeionada coro cbe-
lo na lente rapada u naralha a roancira di
circio de religiaio^ Biaeiitiiu cor quasi
fu lio olhos grand.s e vivoi coro .basUles
roaicas negras pelo rosto, signaos 'evidente*
deter tidj bechigas lea um grande sica-
tria a c'iro?. da couxi direita pela parle da fo-
ra leyou vestido ca.uisa do ri.cido azul d aIgodo americano do owogii ourtas cai-
cas de nseido pardo ; ro^a^se prtanlo aos
5rs comprada;es d.i escravaa a quero po
^ventura possa sr ofl'ereciio o di^o.moleojue
de o capturar e parteoipar acasa a ciroa qua
se agradecer jo raes.no roga-se as autha.i-
didaspo.iciaes pre.ei.iuio-ja dd .jud se su
leqjeoiiiio moie.pae lora lurtada, por isso
quess lero tiijouirado celos rapiojules dcs-
le genflrQ dnU'aroados eoira^j do roulaer.
;Viiitito o j^t>rit>
NAVIO ENTRADO NO PA ai.
Ass, \-j d., Sumad Brastlera Felicidide la
b2 tonel. Cap. J. 11. Pin teiro, equip. 11
carga salj a Antonio Joaquim de Soua Ri-
beiro,
ENTRADO NO DIla2
Terra Nova ; 4 i dias Eicuna Ing'ezi Jo!in
R. de loa tonel. Can. Ricardo K.;ulall ,
rquip.9, carga Lacalhiiu j a >]c, Calu.oil
tH. Cnmpanbia.
lilo j 56 dhs, Biigue Ioijlea Manelister
-ti i tonel. Cap, Jja,j S-oail.i, ejuip.
de
f, Carga bucalha ; a lbaro & Uibtterc.
RECIFE NA liP. D M, P. U& F, t&M