<%BANNER%>
Diario de Pernambuco
ALL ISSUES CITATION
Full Citation
STANDARD VIEW MARC VIEW
Permanent Link: http://ufdc.ufl.edu/AA00011611/04325
 Material Information
Title: Diario de Pernambuco
Physical Description: Newspaper
Language: Portuguese
Publication Date: Thursday, October 14, 1841
 Subjects
Genre: newspaper   ( marcgt )
newspaper   ( sobekcm )
Spatial Coverage: Brazil -- Pernambuco -- Recife
 Notes
Abstract: The Diario de Pernambuco is acknowledged as the oldest newspaper in circulation in Latin America (see : Larousse cultural ; p. 263). The issues from 1825-1923 offer insights into early Brazilian commerce, social affairs, politics, family life, slavery, and such. Published in the port of Recife, the Diario contains numerous announcements of maritime movements, crop production, legal affairs, and cultural matters. The 19th century includes reporting on the rise of Brazilian nationalism as the Empire gave way to the earliest expressions of the Brazilian republic. The 1910s and 1920s are years of economic and artistic change, with surging exports of sugar and coffee pushing revenues and allowing for rapid expansions of infrastructure, popular expression, and national politics.
Funding: Funding for the digitization of Diario de Pernambuco provided by LAMP (formerly known as the Latin American Microform Project), which is coordinated by the Center for Research Libraries (CRL), Global Resources Network.
Dates or Sequential Designation: Began with Number 1, November 7, 1825.
Numbering Peculiarities: Numbering irregularities exist and early issues are continuously paginated.
 Record Information
Source Institution: University of Florida
Holding Location: UF Latin American Collections
Rights Management: Applicable rights reserved.
Resource Identifier: aleph - 002044160
notis - AKN2060
oclc - 45907853
System ID: AA00011611:04325

Full Text
Anno de 1841. Quinta Feira
(Tudo agora depende dt n$ meamos; da nossa prudencia, rnodera-
Caa, energa : continuemos como principiamos, c seremos apontadoi
coa admira-ie entre ai IN'aeesnaaii cultas;
Proelaroaeo da Assemblca Gtral do Brasill
M
Sobscrtre-ee para tata folha a 3?ooo por euartel pagos adiantadoi
ncsta Trpografia ra das Criases 0.5, e na Praca da Independen-
tia, n. yj e 38, onde se recebem correspondencias legalisadas e an-
nuneioe, tnsirndo-M estes gratis sendo dos proprios assigOantfl,
viudo asignados.
PARTIDAS DOS CRREIOS TERRESTRES!
Cldada da Parahiba Villas dt sua pretene o 3 ; i?3\
Dita do Rio Grande do Norte, Villa dem. i . 3fq.. e,i.. Dita da Fortaleza Villas dem ..... w ..... / .3#* # Stas,feitaM
Cidade da Goianna .......'.. .......'.. 3/
Gidade de Obrada .......... ....... .. Todos os das]
Villa deS. AntSo ... .'...........'...' Quintas fe iras.
Dita deGaranbuns cPovoaco do Bonita ......... lo, e 24 de cada mes
Ditas rio Cabo, Seriahaern, Rio Forraoto, e Porto Calvo. 1,
Cidade das Aiagoas,\
Villa de Paja de Flores
Todos os Crrelos parten ao meto dia.
14 de OuruBRo. Nom. 224.
Ditas de igooo res,
PRATA Patices Hrasileiros -


11, ai dito dito
de Macei............ dem dem
.......'. .,.......,,. dem 15) dito dita
PHASES OA LOA NO MEZDEOUTUBJ
Quart. rning. a 7 as 6 b. 49 m da tard.
La Nora a i4 as a b. 5mida tard.
Quart. cresc. a a? 1 as 6 h e 5o m. da manj
La C.-.eia a 00-as 3h. 3o mi da man.
Marc thtia para o dia de 11 Outubro\
As 3 horas e 4a minutos da tarde.'
As 4 Iwras e 6 minutos da manb.
.CAMBIOS.' Outumo 13.
Londres. .".. ag i|i d. porifoooeed.
Lsh-d...... 80 a 83 por o|o premio por metal oTerecidoj
Frauca......3ao res per franco. Corap. Venda.
ODRO- Moeda de 6/400 res, veibas U|5oo IZ1J700
Dita M 4f4oo lejooo
*ioo 8f3oo
. 1/620 ifb(o
PezosColutnaariof ------ if6ao ifbqo
Ditos Mexicanos ------- i|6oo i#6ao
Miu)a.------------------------ i#4ao ifno
Disc. debilh. da Alfandega r l[8 por loo aomes. 1 ojo
dem de tetras de boas iirmaa 1 l|a a 11|4
Moeda de cobre 3 por 100 de dise^ j
DAS DA SEMANA:
II Segunda S. Firmiua H. Audiencia do JairJJda Oireita da .'
vara.
la Terca S. Cvpriana B. M. RclacVe audieucia do Juiz de Direito d
i. vai.
i3 Quarta 9. Eduarda Rei. Aud. do Juiz da D. da 3. vara.'
11 Quinta S. Calisto P. .11. -- Au iieucia do Juii de Direito da a.'
Tira.
15 Sexta S. l'licreza de Jezut V. C- Audiencia do Juiz de D. da l.)'r
lj Sabbado Murtiniaiu M. -Ral. e audiencia do Juiz de D. da 5.
vara.
17 DomingoS. Eduvirges'Duqurza.'
-
RIO DE .JANEIRO.
ASSEMBLEA GERAL LEGISLATIVA.
CMARA DOS SNRS. SENADORES.
Sesso de a de letembro de i84.
Presidencia do Sr. Luiz Jos de Oliveira
Reunido numero suficiente de Snrs. sena-
dores, abie-se a sessao, e lida a acia da an-
terior approvada.
O Sor. primeiro Secretario d conta da se-
guirte expediente,
Hum ofHcio do ministro do imperio, re-
meltendo os aulliographos de 1a resoluces
sancionadas concedendo cartas de natura-
lisaco a diversos.
Fica o senado inteirado, e tnandada-se
partecipar acamara dosSors. deputados.
Outro do rnesrao, remeltendo a copia do
decreto que concede a penso annual de hum
crito de reis repaitidameiite as tres irroas
do falecido senador marquez de Caravellas ,
e a huma sua cuuhada,
A commisso da fasenda.
Outro do ministro da justica que parte-
cipa que, lendo assistido a segunda discos-
sao do projecto que reforma o cdigo do pro-
cesso, e tambem a terceira desde o dii 9 do
rxtz passado at o primeiro do correrte e
dado a respeilo d.-s suas diversas parles e
prneir-aes emendas que Ihe foro feitas todas
aquellas esclarcimentos que poda dar, por
isso e por que tem de acudir a outras 0-
Lr gares a seo cargo ede comparecer tam-
bem na cmara* de que be membro nSo
pode continuar a assislir aquella discusso.
Fica o senado inteirado.
Fica sobre a mesa as folhis doi subsidios
os Snrs. stnadores, e as dos veneimentos
dos empregados das despesas da secreta-
ria e casa, e da publicar.o dos trabalho* do
cenado.
He remettida a commisso da mesa a se-
guinte indicacoi
Pioponbo que se emende o regiment da
casa iios artigos seguintes:
Artigo 104. JN'a ultima clausula suppri-
ma-se as palavras discutir nem.
Artigo 119. Accrescente.se no fim exce-
ptuada adeputaco para receber os miois-
tioa que ser nomeada pelo presidente.
Paco do senado a de setembro de 1841; -
Carneiro de Campos.
Sao lidos os seguintes pareceres,
i, A commisso de iatenda vio as resolu-
es da ca.i ara dos depulad js que approvao
as aposentedorias de Luiz Venancio Oltooi no
lugar da ctbcial-itaior da thesouraua da
produca do Rio de Janeiro, e de Joo Jo-
s l'crieira Soulo no lugar de priueiro es-
tripiuraiio da mesma provincia com os
uitnados respectivos.
Pelos documentos que se acbo juutos as
resoluces mostra-se que o prrmeiro agra-
ciado tem 44 annos de servicos, e o seguu-
do mais de do annos, seiupre com a melbor
nota nodtsempenbo de seus deveres: e que
ambos esto boje impossibelilados de conti-
i.uaiem a servir por velbice e por moles-
tita.
A commisso nao encontr rasfio alguma
para impugna semelbantes gracas que ai-
has aclia conformes aoapiriio de nossas leis
t aos intereses nacionaes, e por isso he de pa-
rutti qoesejo approvattds.
Pace do senado primeiro de setembro de
1841. Vasconcellos- Baro dj Munte Ale-
gre M. Alves Branco.
a. Da mesma commissJ, em qne offerece
huma resoluco authorisando o goterno a
encontrar na divida do faiescido Bartholomeo
da Costa Pe reir a importancia dos suppri-
mentos que fez, por ordem superior, ao des-
tacamento postado em 183.4 na v'"a ^ ^re*
o proviucia da Paraiba ao qual nao he
applicavel a disposico da lei deiideno-
vembro de 1837.
3. A commisso de faseud vio o requer-
ment de Antonio Jote Policarpa, em que
allega e pede a confirmaco d.i merc qua diz
obtivera de el-re o Sor. D Jco VI de me-
tadedo ordenado que venca como ad niuii-
trador da fabrica de cartas dejojar. deque
fora creador.
O suplicante junta documentos, de que
consta que fura conlramestre apjntidjr di-
quella fibrica com mil reis diarios de que
Ibe fora concedida a metale, como penso ,
em resoluco de consulta do conselh'o da Ci-
sn.l.i da Ji de ajoslo do 1S18 e aviso da
10 de setembro de 1819, peuso que elle re -
cebera ateo segundo quartel de iSdb'a 18 i 7,
cessando dahi em dianle, por se declarar
fallecido o supplicanle na verba do ultimo pa-
gamento, lancada no lvro competente.
Parece imposivel commisso que o the-
souro deixasse de pagar a un pensionista an-
da vivo, e que naturalmente procurara re-
ceber sua penso, a pretexto de fallecido e
muito mais que o suplicante Qcasse por tan-
to lempo privado do que Ibe compettia e de
que eslava de posse, sem recorrer ao ministro
compeltente ; mas, em todo o caso nada pode
resolver sem informando do goverco, e por
isso he de parecer que ella seja solicitada,
Paco do senado, em 1 desetempro de 1841
-Vasconcellos Baro de Monte Alegre-
M a noel Alves Branco.
Fica sobre a mea o primeiro parecer o
segundo vai a imprimir e o terceiro entra
am discusso, e hca adiado por se pedir a pa-
leara.
Ordem do dia
Continua a terceira discusso, adiada na
ultima sesso da resoluco que marca o sub-
sidio dos Sors. deputados a assemble geral
na prxima fuctura legislatura conjuuta-
u ente com a emenda da Se, Paula Souzs, a-
poisda na mesma sesso.
Discutida a materia, be approvada a reso-
luco para ser remettida saneco, nao pas-
sando a emenda.
Continuaa terceira discusso do projecto de
ci R e emendas-X de itfjl, rtlor-
maodo o cdigo do processo conjuntamen-
te com as emendas dos Snrs senadores a-
poiadas em diferentes sesses.
Dada a hora tica a disjusso adiada
O Sur. presidente d para ordem do dia
a continnaco das matetias dadas para boje,
cou.ecando-se pea discusso da reforma do
cdigo do processo.
Levanu-se a sesso as duas horas e 41-'
minutos.
Sessao .do 3 do setembro.
Presidencia do Sr. Luis Jos de Oliveira.
Reunido numero suficiente de Snrs. sena-
dores, abre-se a ajsso, e lida a acta da an-
terior approvada
Expediente.
'jd Snr, primeiro secretario l ,um oficio do
primeiro secretario da cmara dos Snrs, dd?(
putados pattecipando que S. M. o Impera-
dor bouve por bem sinrcioiiar a resoluco da
assemblea geral qne approvou a penso con-
cedida a D. Alaria lose de Mendonca Bir-
roso.
Fica o senado inteirado.
Sao approvs. as folhas do subsidio dos Srs.
sanadores, e a dos veneimentos dos en pre-
gados e das desp?sas da secretaria e casa e
publicaco dos trabalhos do senada.
Ordem do dia.
Continua a terceira discusso, adiada pe-
la hora na ultima sesso, do projecto de lei -
tt e emendas X deste anno con juncia-
mente com as etiendas dos Snrs. senadores ,
apoiadasem ditfereiile* sesse*.
O Snr. primeiro secretario l hum oftkb
do Sr, semdor Bernardo Pereira de Vascon-
cellos nartcipando achar-se anojado em
ronsequencia do falecimento do seu lio o
vigario Jos de Sousa Barradas. Manda-se
desanojnr.
Sao apoiadas as seguintes emendas.
i. Do Sr. baro de fontal, sobre provi-
dencias poliches, etc.
a. Ero lujar do artigo 11 :
Os juises municipaes serio norneados den -
treos ba haris firmados ero.direito ou advo-
gados habis ou denlre qualquer pessoas
bem conceituadas e instruidas.
Em lugrdo paragrapho a. do artigo i3 !
Formar culpa en todo o muuieipio, po-
dendodelegar estafaculdade aos |uises de paz
do municipio, devendo porem estes remmat
teresses processos 00 juiz municipal para os
rever, conGmaudo, rovogando ou emendan-
do pelos meios legiei,
o 1. do mesmo artigo quando se fal-
la de contrabando aogmenle-te em que
nao se comprehende a introducto illegal de
africinos.
Additivos. A pronuncia nao priva de di-
reitos polticos, se nao depois da conrmada
deQnlivameote
Ao projecto do civel.
(Juu os juises inuuieipaes continen a s
preparar os processos t poden Jo os juises de
direito conhecer por aeco nova dentro da
comarca e quando isto nao pisse, nessa
caso, que conbe^o dos recursos nao s as
15 legoas como em todas a comarca re-
correudo-so delles para as relaces.-Paula
Souta.
3, A'emenda dos^ i. e a do artiga |3
accrescente-se depois da pilavra contrac-
tando-se o seguinie sal/o oque contrariar
ni leis e iTgu lamen tos de fasenda apprehen-
dido em Ojgraute,cujo conhecimeato pet'ten-
ee as aulboridad^s admintstrtlivas eodea-
Iricanjs |q' continuar a ser julgado na forma
do processo coinmum. Alve. Branco Sal-I
va a reiaco.
Dada .1 liora, fica adiada a ditcttsfo.
O Snr. presidente d para ordem. do dia a
continuado da discusso udhdi do parecer de
commisso dd fasenda aobre o requerimento
de Antonio Jos Polycarpo., seguindo-se a
cnlinuaco da terceira discusso da reforma
do cod. do do procte depois a prim. e segunda
discusso da proposta do governo, e emedis
da outra cmara reslabelticeuda ojuiio pri-
vativo dos feitos da fasenda, e as mais ma-
terias dsdas para hoje.
Levantd-ae'a sesso as duas horas e 10
minutoi.
PANAMBUGO.
Falls,
DIVERSAS REPARTICOENS.
LYC20 DESTA CIDADE.
O Exro. Sr. Bisno director d'orden do
'(i-xm. Sr. presidente da provincia m 11! 1
fazer publico ; que da data dfl'te a nivent
e cinco das (ai"S"de Janeiro do anuo p. da
i8.fi) rao a concurso as seguintes cadeirts ,
que setcluo ; a de laiim do Pid'A-
Ibo, dita do Bonito dita de iranhu.-i* e
as de prmeiras letras do Cabo e Barrei-os
do sexo masculino e a do lirejo da iVlidro.
de-Dos do sexo feminiao t os candil atoe
que sequizeren oppor as referidas cadjiras M
babelitari na ^rma da lei. Secretaria a
Lyceo ia de Outubro de i84<.
O Secretario
Joo Facundo da Silva Guhiai;i,
Publiio-se as faltas dos estudantei nao jua-
tificadas das aulas abiuo decUrain ,
no met de Setembro p. p.
Aula de Geoaetrii.
i ornes.
Antonio Refino Severiano da Cunha
Aula da Filosop'iia,
Josd Camilla Ferreira Babillo 5
O Secretario
Jlo F. da S. Guimaries. *<
03RAS B3LIG1S*
Em vnole disordaud) ExiT?3K ta -
sidente da provinra poen-se nvame ate eu
praca, para serem adjudicadas a quero p ir
memsfieer as obra3 do raelhoraaO'ito da
estrada de Parnameriro ju.its Santa Anua ,
avaliadasera Ra. 8:836L'ia3.
_ As pessoas a quero convier este contracto
sao convida Jas a campireoer ncau repul; 1
devidameote habilitadla de fia lores id.i->s
em os das u ai, e a da ctffrrrte, en
queter lugar aarreroatacao ; e na mearat
Hepariir;ao poJero exaninar a deserip o ,
orvameiito e condicea toios os das uteis a
horas do expediente. Inspecco das oba-ai
publicas j da Ourabro de 'lS^i.
Moraes Ancora.
Por ordem do lllm. e Em. Sr. Prasidert-j
te, seavia, pela adntinuraco iit.-al da
obras publicas qua sauJo pie^ito aterrar at-
guns lug.res do cs dj eolie^io e par j'.>
ser nacessarii aluoluiamente a remjssio di
objeclos que ali se ach a coro* ;ejo canoas,
madeiras dd jangd e outroa objeclos par
isso o messo Exal. Sr. orteua qutioidoaoa
dos ditos objetos os ajao, quinto aniel, re-
mover da juull-j lugar ernareli.-ivelmeata a*
lian o da a do correali me de Ujluaro1 j
sob ptiA de 9rero removiJos pj|a dita A. F.
a cusa do sous dotaos e pira que ninjaero
suf.ja.uj a
ijiraa:i*
sj (ai este avua ,
mare-ndo-sd o dito pr#to, A. F. dis O.
Putfiicas 1 j do Oulubrodd 18 ji,
Am.iro Fri-i'MSo de Aoura ,
Administrador fiscal.
A mesma alrofti>tracj fiscal precia di
dois canoeiro forros OU captivos, a 1 a il -i qua
quizerero vir trabilfaif poii.ro dirigirse a sa-
la da mesma A. F. aj horas da expeliente,
pira tratar do ajuste. A. P. das O. Pu-
blicas I i de Outubro de 1841.
Amaro Francisco di Moura ,
Administrador hscil,


2
MA Rio
D E
_!
PER NAMBDCO
C0RRE10. le positivos ; as eu desafio ao Inforquilliado,
A b.re. d. vapor Babia. recebe as al- |^!^U"_T,Jeel,.e P*ra <** *** Pu~
,;. Ai. dtenla as ear- 2ue pcr m,m fo8se ncommodada para beoe-
..t.!...ter Uao ficiar Barci! -. o Iororquihadona vil
,. respectiva ca o cllIuninidor e 8i quiief J?|w Mse UMo
3ueal{;umdia o pode denegrir, lealgum
iarahii-ibea mascara com que se cobriu,
Tara transen ver eela impreosa essas cartas de
empenho. essas pecas comprobatorias do,
que com tanta seguranca affirmou. Por ul-
timo e muito de passagem declaro ao uf >r-
quilhado que a Barca Firmeza le muito
maior inleresse em nao levar as praeas oque
prova que nao precisa de favores como o
Brigue Flor d'America, e que em ves de
Inlorquilhada deo orquiha. Espero que
o lnforquiihado salisfaca as michas exigen-
cias , e entretanto, que fico na expectativa ,
rogo-ihea Snrs. Redactores a publicaco1
dealas linhas do seu j muito obrigado as-
sitiante.
Antonio Francisco dos Sentos Braga.
MARA1NHAO'.
No dia j de Se lea br o procedea-se no
Aieaiim aselleaots para a nova Cmara Vlu-
Tiicipal e juizesde paz. O paitido imperia-
lista b'ette circulo obleve a mais completa e
gloriosa victoria ainda q' por um lado lamen-
tamos 1/ella livesse sido sellada comosaogue
de *lguns nos&os amigos poticos por quau-
to a tslulta menora aesse lugar assentou que
flevia armar de facas e cceles a inte mise-
raveis que havio mandado vir do alto Gra-
jahu na esperance de suiocr por meio des
se ailo (e desesperado a expresso da von-
tade da patritica maioria 1 O ir, vig-irio
Bordea prtsiaudo-se aos mais infames aos
mais escandalosos manejos da sua acco e por
esse modo itbaxatido inslitamente o carcter
de sactrdote e a dignidad de parocbo ja
de ha muito por elle aviltada por actos de
urna vida lu blenla e maculada de vicios ,
consentio de acord com a faccao, que em sua
raza onde se estava procedendo as eileives ,
aquelles miseraveis de que tallamos se vies-
sem por de emLuacada armados de taras e
cceles para o bm de accomeller segundo as
oidtns da faccao os p&cicos cidados que
ata viesaem depositar na urna seos sufragios
em conloimidade das leis. e comtf&ilo qu do mal se aguardava por lio desesperada me-
dida da lacio lotu os uossos amigos to-
mados de sbito e accommeltidos com facas
por esses salteado/es na occasiio em que se
estava txeiceodo o importante ministerio de
eleger-se a uova cmara municipal e juizes
de pac como era de dever i mas a pezar dis-
so a piovincia lolgar sabendo que a maioria
dos honrados habitantes do alearim soubero
conter a audacia desses miseraveis e os expel-
luao desarmndolos do que esuliou ca-
reu> teridos alguna dos nossos aaigos polticos
e piezos dois ou lies deasea aalleaores pela
diligencia e uclividade do major Jri^ueiedu.
Jim para es
n io I eras e nreia
tas aclarem *t na resp
horas*
Cartas segures que ttnltm esta adminis-
tracio.
Carta para Mantel Josquim Lana, dita
para Francisco Das Ferreir dita para Ma-
nee) Antonio de Jerus dita para Barlholo-
meoGaigliaido dita para Manuel Jcs Soa-
re A velar, dita pira Doutor Antonio Joa-
j. im de Mello dita para Antonio Pedro de
Alcntara ditapara Dootor Jos Quintino
de CsiioLeao, dita para Doutor Antonio
Andrade Luna,
PREFEITRA.
I Parte do dia i3 deOululro de 184 U
Ulm. e Fxm, Sr. Tendo-me sido hon-
ttrn participado qte no lugar de Santo A-
o 1 'nl.-o fora bastantemente espancado um
poiltguez de neme Jete" Antcnio d'Araujo
pe uns pardos descenheridos, que, por ser
o lugar solitario podero impunemente es-
capi-r-se ; mandei que ossem procurad s os
e^gresseres, e que te procedesse compe-
t nte veste lia em o corpo elp ofiendido.
F.'o que cenata das paites beje reeeti-
d
iHKl)NCIO
O Sr. prefeito d'esla cea marca manda fa-
rer publiio a quem perienrer, que fera a-
cbada par tim pelo tm a ra diieira d'esta
freguezia de S. Antonio urna rarleira d'al
gibeira rectendo dentro da mesma a quan-
lia de ;fcU reis em dulas um bil ele de
lew-lia, e alguns papis, cojos objectos se
scLo na respectiva secretaria onde seio
entregue rlepeis de provados.
Secretaria da piefeitura da coartares do
tei'.e 8 de Ouiubro de i84i
Claudino do Reg Lima
OtEcial da Secretaria.
co a informaco de una facciosa e s eotn-
posta de Bacgeag e adberentes a faccio : con-
fiamos que S. Ex. exigir todos os papis e
documentos relativo* e os examinar por si
asesino : temos betn fundadas esperances de
que S. Ex. hade conhecer que as elleices se
fisero com legalidade e que triunfou o voto
da maioria a pezir dos cscestes e facas embre-
gadas pela faccio a pezar de ter contra si o
vigario o juiz de paz e sob-preeito que aba-
jando dos empregos que exercem pretendero
tiranizar as elleices e extorquir a seus pa-
tricios o voto que se pertence a consciencia e
a patria. ( Dj a8 de Julbo. )
PARAHIBA.
Discurso que Aesembla d'esla Provincia
na sua installaco no dia a do corrente
foi dirigido por o xm. Sur. Pre-
sidente.
Snrs. Membros da Assembla Legislativa
Provincial, Sendo as Leis do Orcamento
e da f ore a Policial essenciaes para a marcha
regular da Administracio resolv convocar*
vos extraordinariamente para o tim de ira-
lardes des referidas Leis as quaes nao To-
rio votada durante a Sesso Ordinaria. Ve-
ris pela Tabella que sobre a Meza deixou,
das dividas Activas e Passivas que ha um
defcit provavel de scenla cornos. He mis-
ter cobrilo e na escolha dos meios para este
fim recordarei como todos preieriveis a eco-
noma na deapeza e milbor arrecadaco das
Rendas. Se nao por estes por outros meios
adquados espero do vossa sabedoria que as
Financas da Provincia hujo de milhorar.
A respeito da Forca Policial diceemmeu
deu-me ainda bastantaote energa para con-
tinuar a desempenhar a mlssiii de qne| SfJV
M AGESTA DE Houve por beoo eocarregar-
me. Os meas patentes incommodos de lau-
de nao me permittem ser mais exlenco e por
isso reservo para a correspondencia offici il os
mais esclarecimeatos que derejais cart.lu-
indo por declarar-ros, que lenlio toda a con-
fianca as vossas luies e patriotismo.
Palacio do Governo da Paraliibi a de Oj-
tubro da 1841.
Pedro Rodrigues Fernindes Chaves.
RECTIFCACIO*.
No Diario dhootem, u segunda linda da
pnmeira col., da segunda pagina que prjn-
cipia ha vendo-me a mesa &c prQCp0
d officio e nao seguimento do que fioda na
primeira linba como parece por falta do
ponto final no fim d'esla e letra grande no
principio d'aquella.
Correspondencia.
Snrs. Pedartores
Ter n-poe a anrea nao me foi possivel at
sgora vollsr a Vas., e diiei alguma cousa a
ttii'ca da correspondencia do Inforquilbado ,
publicada em o Diario n. 2io. Poda sem
1!u\ida responder satisfactoriamente ao Infor
quilhado mas para que ? Para que fati-
gar- ae e enrommodar o Publico com ex-
tensas correspondencias si todos muito bem
liten) do que na realidade existe de juslica
cu injustica relativamente preferencia dada
eo Brigue Flor d'America para a conduco
das a5o pnces a Corte do Rio de Janeiro ?
iMo nao pretendo prestar silencio e mui-
to menos responder aos argumentos, cem que
o Infurquilhado pretenden sabiamente con-
testar-me } e hmitar-me-1 ei dar duas pa-
lavrs sob re o final te sua correspondencia (
e admirar -Ibe a sem inimonia ceu que, a -
cebertado cem o annimo, falta ten. pejo ai-
gum a verdade afium<>ndo que lano mais
ate cenvinba a preferencia quanto para al-
cance-la enccmn.oei altas peisonagens e
dei cutres passos mais temerarios e positivos.
Cjrses lorio essas personaensque encommo-
dei ? Cjusis os aeus pasto temerarios e po-
sitivo!? O Infurquilbfcdo devia ter sido me-
nos misterioso para comigo, q' lenbo franca e
descoterUmcnte falladoneste Jornal j mas como
o nao fosse suppriiei essa falta declaran-
do o que reala ente se passou respeito e
repellindo todo o mais cerno calumnioso*
|t Bem cello o Capito da barca ! irn eza da
facilidade ; cem que entre nos se falta a jus-
lica, Jtabrcu-se de pedir urna caita ao bxm.
Bispo Liceesseo para o t>.m Presidente da
Provincia im que se tratasse do asseio,
romnedos e boas qualidides da dita Barca,
pela nice razo de nella ter vindo da Corte
para esla Provincia e de estar consequenle-
mente para o bem habilitado lembranca,
qee ne sendo roaauuicada pelo dito Ca
pilao, 1 o esprezei cerno innocente e admis-
sivel neste cazo, Itietco-lLe com ludo ver,
que tal caita no peditse em aeumae e
assim se p6tcu : era urna caita pedida e ob-
tida per to justo motivo jimaia pode ter con-
ttdeada ceno um empenho favor d Barcd,
bes cerno mcinaeo reclareada pela juslica
dss pailti, fim de que nao fosse violada
O liJoiquiihafio scube sem duvita desta cai-
a e 1 cr isso to sollmenle fallou em per-
li(0"gens encomtuodadas ,e piuos lemtiarios
GABINETE UTrRRARIO,
Em cumprimento do Art. 34 dos Estatutos,
Faca.publico, que o Sur. L. L.Vauthier,
Socio do Gabioeie Litterario fe, presente ao
mesmo Gabinete da obra de Vctor Hugo em
u* volumen- Le Rotour de 1'E.npereur.-,
Recife 19 de Outubro de 1841.
O primeiro Secretario ;
Joze Bernardo Galvo AlcanfaraJo,
O Snr. Director em consequencia de ua'o
lb4"do reun,s<> em Assembla Geral,
merc0CadH!P"ad'aJ11 P" f^a de nul
"ere de novo convida aos Snrs. Socios a se
reunir* amanhi ( .5 ) as 5 horas da
antecedente Discurso que podra ser reduzi- I Sft , da a iao pravas: a experiencia porem me tem H doTi?"r.mq.U8 dM*,0,tortie aa Artiga
mostrado que longe de deeninuir-se deve
ser augmentada. O Choque, que a Provin-
cia velo de soifrer, foi muito violento para
que em breve espaco possao cessar os seus
rnaos effeilos ; as paixes dezenfrearo-se ,
a insobordiuac,o lavrou por todas as classes
da Sociedade ea impunidade conseauen-
cia natural deste estado de cousas, trouxe
comsigo todas as suas lunestas consequencias.
S o lempo trar remedio duradouro a estes
malea. JNo em..nto cumpre preparar este re-
zuliado uppondo muita finnesa e euergia
acuelles excesaos. Para assim obrar precizo
se taz o auxilio da torca e a Policial, que
existe em eflectividade com posta de i5i
praeas como veris do mappa junto e des-
tribuida como esta pelas diferentes Coa mar-
cas da Provincia apenas deu Destacamento
para alguma Sub-rTefeiluras hcando a
Capital sem huma reserva suffeciente para a-
codir qualquer ponto onde o seu em pre-
go se tome precizo. He pois de necesdade,
que a nao elevar-se se conserve o Corpo
Policial como al aqui em seu estado com-
pleto de 8o praeas. Alera das providencias
que reclarao estes objectos priocipaes ou-
6 dos Estatutos. O 1. Secretario /
Joze Bernardo Galvao Alcanforado,
Por ordem da Direccio o Thesoureiro do
Gabinete aviza aos Snrs. Socios que de-
vem mais de dous quarteis de mensalidades ,
e aos que tendo aceitado o cargo de Socios,
nao pagara as joas da entrada que no pra-
zo de oito dias ajo de mandar salisfazer o que
devem na casa do Gabinete e que lindo es-
te praso a Direccio tomar urna medida que
faca coustar qualquer falta nio esperada da
parte dos mesmos Snrs.
Foi nesta oecastao que esta uoor-uo cidado!1'09 b* 1ue ,deve,B ^^em merecer a vossa
cumpimdo o seo utver acudi ao lugar das' allen?ao > ,Ul e jeviao daa Leis Provincia-
elleivces uuicamenie para sualeutar a le e !? ltt e a tttormii da Administracio de
aianlir ao povo a lberdade de volar to re-1 Re!ld" a ^ual C0DQ0 em ou,ras Provincias ,
eommendada pelas uosas leis. Lis como a Pderla tal ? *f montada com menos pom-
f.cvodos caanos ama a ordem eis como P1*?1
icspeita as iustuuices do paiz como obser-
va a lei, e deseja a prosperidade da provincia
e do Brasil 1 Leseonsiderados e ja sem pres-
tigio depois de por quatro aunos de desvarios
leiem leilo conhecer a sua incapacidade ,
esses homens apesar da grande maioria que
Ibes be avtssa qujzeio conservar-se no po-
LOTERA DO LIVRAMENTO.
O Thezoureiro da Lotera a favor das O-
bras da Igreja da Sra. do Livramanto faz
sciente ao Publico por ordem da meza rege-
dora da respectiva Irmandade que as ro-
das da referida Lotera correm im preter vei-
mente no dia 4 do prximo mez de N orea-.
bro vista do que espera concorrio para
completa extravio dos bilhetes.
Cabe aqu duervos, que achei esta Repar-
ti?ao em lamentavel estado, como vos pode-
rei convencer pelo Rellatorio que junto vos
aprsenlo 5 e querendo providenciar sobre o
cazo por nao poder demittir me vi consti-
tuido na necessidade de appozentar varios dos
oeus Empregados reconhecidamenle incapa-
vo e conlra&Uodo avonlade geial dominar e
avezar urna populacaoque ja est candada de
sotlier es escndalos de urna poltica laciosa.
Agora pergunlaremo ao Sr. Solero quem
sao us boaaeus do cacte e do punhal ? quem
sio os inimigos da ordem os anarebistas ?
nos ou essa desenfreada cabanaria que no
dia 9 de Janeiro onde vtnceio s vencerio a
forca de iuzis e baionetas ? ( j e que aca-
bao de praticar o veiliginoso aiteotadoque
temes relendo ? Consta-nos que ama com-
misso de Borgeas veio ter com o Sr. presi-
dente e lomando a mascara da bypocrisia ,
hngindo-se legalista pedir providencias con-
tra essas elleices que procuiaro pertubar :
elles al se lem ganado de que S. Ex. Ihes
prometiera ouvir a cmara do iiaiim ,, So-
ja o que for, nao acreditamos que S. Ex.
possa ser iiludido por essa geute e quando S.
tx, lencione ouvir a cmara do Miarim sobre
onegccioque nos oceupara estamos eertos
e.e que o Sr. presidente dai o devido apre
( ) ComonoMuaim
um.
00 Xtapucm
e 4 de Outubro de 1b.i1 que a despozico
genrica do Art. ib da Lei Provincial o. 1
de 14 de Outubro do anuo passado deixar
em vigor. He porem duro sobrecarregar os
Cofres Provinciaes com a susienlaco de Em-
pregados deata ordem, o que por ceno nio a-
coniecena se fossem elles amoriveis,
Peza-me de nao pader fiudar aqui: e ter
de vos fallar sobre o sissinato que contra
mim ioi tentado na urde do dia a I de Agos-
to. Nio refenrei a circunstancias desie at-
tenido, porque eslo presentes na mi mora
de todos, e doe-me a recordaco de que em
cocees de homens coubesse tanta peversi-
dade e infamia ; lemitar-me-hei a dizer-
vos que a esse crime eslava ligado um pla-
uo poltico. As declaraces dos Heos, o nu-
meio e qualidade dos compromettidos as
Doiicias recebidas pela Presidencia da 'ale-
gua que se devisava nos disordeiros de dit-
lereuiea pontos da Provincia as aproximac-
es da poca do crime e a consciencia segu-
iu deque nao havia olfensas particulares a
v mgar contra mim me induzem a ter aquel-
la persuaco. Feiismente a Provincia tez a-
boriar o plano dos mjs 9 salvando-*
THEATRO.
Grande Expectaeulo Gymnastics e Dra-
mtico,!
Hoje qustorze do corrente, em Beneficio! do
JOAQl.Vl JOZE DA GAMA, e de Ma.
VALLY HERCULES FRANCEZ haver
hum grande e extraordinario Expectaeulo t
depoij de huma bella Sinfona, se represe 4
tara a nova e mu excellente Peca em tres
pocas, que se intitula -. Os dez Annos dos
Cerralheiros de S. Pol, ou o Casamento, o
Baptismo e o Enterro cujo programa sa
acha escripto nos Cartazos: fiada a sua re-
preientafio o Hercules France/. executar
( por esta noile somente) tanto as Colum-
nas, como na corda os mais lindos e deli-
cados exercicios gymnastico torgas e poti-
edes acadmicas nao omitiodo e^forco al-
gum para stvtisfazer em ludo a lio respaila-
vel publico.
Procos de Camarotes sao os da caza se a
lugo na habilaco de Mr. Vally.
Avisos lYersos.
- Precia-se de urna ama de leite, sem
filno quem estirer nesta circunstancia an-
nuncie,
fsr Quem quizer um homam de i} a 35
annos de idade para feitor de sitio tractar da
flores, ou mesmo para feiurd'algum enge-
nho j procure na ra da cadsia de S. Anto-
nio D. lo
sy Aluga-se para passar a fasta e mei-
mo vende-se urna caza terrea em Olioda, par-
to do banho ,eem ra fresca; tem bom quiu
tal, cacimba e um jardim, 1 a tratar na ra
noval), 9, segundo andar, ou a a mosma O-
' lida ra da Boa-hora D, *5.


Ti
(
DIARIO D P E R N A , n II Cf
.1
aiLtrn
''Pilulas Vegetaes e Universaes Americanas."
A fama desUs pilulas nos Catados Uoidos ,
Jen motivo a que elias fossem promptaraenle
introducidas por toda a Europa e ltima-
mente no Brasil, e de admirar a areitaco
que ten encontrado. Nunca ouve descober-
ta que eicitasse maior sensaco : sao procu-
radas con avidez,nao s para molestias minu-
tas como para as mais graves. Pouco lem-
po lia que estas pilulas sio condecidas no Bra-
zil, porem to grandes resultados deltas se
lem tirado que hoja j nao ha quem igno-
re e nao uze das pilulas vegetaes, com pre-
ferencia a outra qualquer medicina. E qual
medicina pode ser mais appropriada do que
a que tem dado tanta satisfacio geral ?
Ellas nao 60 removem as molestias como
renovo por sua accio as differeotes funcces
do corpo, expelliodo os humores de urna
maneira mui suave e imperceplivel.
as ohstructoes s quaes estad sujeitas as
Senhoras, ha caios de de e doze annos que
se tem curado sooiente com 4 ou t caixinhas.
Em todos semelbantes encommodos pode se
contar sobre sua dhcacia com a maior segu-
ranea ; as hermorrhoidas e retences de o-
rina sao invariaveis, aliviado desde a primei-
ra dose os paroxismos mais fortes destes ter -
rireis flagellos ; as molestias de pelle como
sarnas, empingens, uodoas da pelle ulce-
ras antigs, irrupces cutneas &c. j Sf-
philis, hydropeaia erysipella, dores rheu-
matieds affecedes nervosas asthma dores
de estomago clica desinteris tenesmos,
puxos dureza do ventre, gota, puberdade
das doniellas, auppressodas regras infli-
macoes de olhos e finalmente entre os mui -
tos que as tem tomado haver paucosqu;
deltas nao tenho lirado grandes beneficio,
teja qual for a molestia. Estas pilulas nao
rtquerem nem dieta, e nem resguarda al-
guna ; a sua eomposico to simples que
nao frieos mal, a mais lenra critnca em
lugar de debilitar forlificao o systema, pu-
liico osangue, e augmentad as secreces
em geral: em fim tomadas seja para mo-
lestia chronica ou somente como purgante
suave digo com toda a sinceridade que o
tnelbor remedio que at boje tem appareci-
do primeiro por nao deixar o estomago na-
quelle estado de coustipacao depoisdesm
ojeraio, como quase lodosos purgantes o
lazem e segundo por serem mui tacis to-
mar e nao causaren) encommodos.
O nico deposito das pillas vegetaes,
em casa de D. Hnolh em Fora de Portas no
primeiro sobrado, lado da mar grande ,
iaasando o beco largo 1. andar. Sendo el-
e o Agente do autbor Dr. B. Brandreth ,
e o nico authorizado para as vender nesta
Provincia como mostra por documentos 5 e
para maior seguranca vai cada caixinha em-
brnlhada em seu receituario, e lacrada com o
Sello da casa em lacre preto,
tsr Da-se aooU res a premio de dois por
cento ao mee com pinhores de curo ou pra-
ta ou boas firmas quem quizer annuncie,
sp> Aluga-se urna meia agua na ra
Velba D. 37.
fe tar Preciza-se alugar um sobrado de um
andar as ras dasCruzes Rangel, Direi-
ta e mesmo no atierro da Boavista e cuja
renda annual nao exceda a aooU rs. t anan- i
ci por esta f'olha.
OT" Adverte-se a certo sujeito, que no dia
11 do correte f pelas duas horas da tarde
pouco mais ou menos, foi na ra de Malhias
Ferreira, em Olinda procurar por urna
pesaos servindo-se deste meio para assim
como quem nao quer a cousa dar as trancas
com duas cazacas, que estava em um cabi-
de de quanto antes mandar pol-as no mes-
no lugar, pois existen* piovas incontestaveis
deste tacto; assim como nao ser este o pri-
meiro passo desta natureza em que se tem
comprometlido o tal sujeito, pois a bem pou-
co por tanto declara-se que com as tes
temunhas que presenciarad o acto -aroce-
der-se- ha contra o mesmo se o mais breve
possivel nao mandar restituir ditas cazacas ao
annuncianle seu verdaeiro dono, assim
tambem pede-se aos Snrs. alLiates, que por
ventura possa ser ofierecidas, ou em com-
pra ou para concert que as tome e man-
de levar a dita Cidade e ra casa D. 65 que
o annuncianle gratificar generosamente; a
cor das cazacos urna pao pelo a outra
cor de vinbo, com botoes acurados, e a in-
glesa.
W Acaba de sair a luz o 1. volume do
Burro de Salostio trsduzido ao peda letra,
com urna palavra latina t outra portuguesa,
bra rxuilo nter sen le para os esludanles ;
a noticia verdica dos acontecimeotos que ti-
tea lugar na Cidade do Porto vida ira-
n ora vel sitio gloriosos feitos dos Hroes I i -
beraes as i I lias dos Agores, Traico do ex-
Infante D. Miguel para com seu augusto Pai
e Re D. Joao t., em broxara i5oo, enca-
dernado aU rs. A triste vida dos eaixeiros ,
criados, e feitores com a vida do autor, 0-
bra muito proveitosa para todos os caueiros,
e aqueltes que se proposerem a isso aoo rs.
em broxura. Vndese na rui das Trioxei-
ras Dt 9 (sobrado )
tsr Aluga-se o primeiro andar da caza D,
3 na ponte velba da Bjavista pira peque-
a familia 1 a tratar na mesan.
tsr* Aluga-se us segundo andar na ra
Nova e a I aja do sobrado das qualro cantos
da Boavista : a tratar com Manoel Caetano
Soares C-trneiro Monteiro, no Forte do
Mallos em sua prensa.
tsr Aluga-e pa trabalhar em qualquar
obra nesta Cidade ou fora delta un mula-
to, official de pedreiro, moco, e rauita ac-
tivo ; na ra do Rosario larga sobrado D-
cima 3.
tssr Offerece-se um brasileiro de idade 18
annos sabe bam ler escrever e cantar ,
e tem bastante prattea de loj de fenlas e
mesmo de escrinta, e du fiad ir a sui con luc-
ia : quem precisar, annuncie para ser pro*
curado.
tsr Roga-se encarecidamente a passo que
se dirigi ao sobrado de um andar no beco d>
Veras na Boavista no dia 9 do carrate, a
dar noticia de um escravo que anda fgido :
tenha bondade ir a qualquer dia e ora oara
dizer o que sabe a respeito certo de que ser
bem recompensado.
tsr Os Snrs. Joo Francisco da Silva
Croa eJoo Rodrigues de Moura queira
diri\ir-se a caza do abaixo assigoado a-fim
de receberem urnas cartas viudas do Ceir,
Victorino Augusto Borges,
tsy No dia Sabbado 16 do crreme pelas
4 horas da tarde se hade arrematar na pre-
senta do Sor. Juiz do Civel da 3. vara um
sitio na estrada do iVloiiteiro perteocente a
Joaquina Fernaoi.es Gama, cujo sitio tem
muitas fructeiras, baixa paracapim, sofri-
vel caza de vi venda e caza para pretos com
estribara coxeira e porto de podra e cal,
tudo novo, por se ter feito o aono pisiadj ,
o qual vai a praca a requerimeuto do seu
proprietario cima uaencionado.
tsr* Na paderia do Arco de Santo Anto-
nio conlinua-se a vender excelleute pao e
bolsxa a 100 rs, a libra e bolaxa por ar-
roba a 256o rs.
tss" A quem for ofierecido um garrafo
com 3 caadas e urna g, de vinbo, e urna bo-
tija de genebra baja por favor de annun-
tiar ou mandar entregar na praca da Boa-
vista D. 6 pois foi entregue a um preto pa-
ra ir levar no Manguinho o qual desappa-
receu no dia 10 do correte.
tsr Perdeu-se no dia 7 do corrente urna
foltia do Estruclor parcial da Nazareth da
quantia de 4U rs j notada e assignada por
Antonio Luiz Ribeiro do Amaral, com o pi
gue-se do 111 m. Snr. Inspector da Thezoura-
ria da Fasehda e assignada pelo Snr. Lud-
gero : quem a achou a poder entregar na
ra estrella do Bozario O. 33, que sera ge-
nerosamente recompensado ficando scient; ,
que nada val a oulra pessoa por j estar
[certo o Snr. Tbezoureiro Selle, de oj pa-
gar se nao ao abaixo assigoado.
Manoel Dias Fernandes.
SSF" Aluga-se urna canoa de carreira ; na
ra do Palacete, casa da Maooel Joze
Garri*
tsr Hypolheca-se vende-se ou aluga-
se por commodo prego para p'ssar-se a
fesla urna caca de psdra ecal 00 lagar do
Caldereiro com duas sallas qu uro qu ir-
los cosinha fora e sofrivel quintal, com
alguns arvoredos e defronte do rio ; a tratar
na ra de iVlauoel coco D. 4 ou ,l Forte do
Mallos, prensa de algodo com Antonio
Joaquina de Oliveira Baduem
Dezappareceu no dia i3 do correute ,
a Henrique Jorge Rabello um preto de no-
mo Domingos, baixo, cheio do corpo, olhos
grandes tem urna cicatriz na testa e na-
tural de angola ; consta que se dirigi para
:------- ---------------- ____isagB"g-
comprara e psgara5 r'declaro que os Snrs, I gado proximamenle esta cidade ; o quil di
Domingos Antonio Gomes Guimaries, 5 nu- I fiadora sua conducta : quem precisar procU-:
meros j Herculano Mara Bessona 5 i Pe
dro do Regj Costa i.
Pedro Antonio Teixeira Guimares.
Quem quiser comprar urna rede mui-,
to boa e propria para typaiis ; dirija-se as
Cinco ponas, D. la que achara com quem
tratar;
- No dia il do correte desappireceu
da casa do abaixo assignada urna mulita du
nome Florinda idade i5 annos, pouaa mais
o menas estatura regular seca do carpo ,
cara chata ; vestida com um vestido de chita
com palmas encarnadas, e um chahs de me-
t-Q azul, com barra branca e palmJs Umbem
brancas ; ouve noticia que no dia 12 andiva
pelo Monteiro e Caza forte. Raga-se a todas
as Au!on.laJc3, tilo paliciaes, orno cipi es
decampo a peguem o conJuto praca da
Corpa Santo, loja de cabos da Joo Leite di
Asevedo quesera tajo recompensada
Joo Leite de Aeevedo.
tsr* Quemtiver, e quizer vender as Po3-
zias de Joze Joaqun Pinentel da Miia ; an-
nuncie.
tsr No dii 1 a de Abril de 1841 daz.1
pareceo um escraro dame Cietana alia
bastante naci benguella idade aa a i'\
annos, rosto comprida beicoj cados para
bixa com un sinal na olho direita que Iba
o lado de Apipucos, ou do arraial : quem o
aprehender leve-o a seu Snr. defreule da
Matriz da Boavista que ser bem recom-
pensado.
... O abaixo assigoado faz publico, que
no aviso que fez no Diario N. aio de 9 de
Oulubro corrente que ouve atgum engaua \
para evitar duvidas declara que em vez
de Joaquina Maria Jnior lea se Joaquim
Maia Jnior e que em lugar de Joze Joa-
quina de Freilas Guimares 20 nmeros
cae a capella para baixa ; desconfia-se quj
fai furtiJ i, por nlo se ter noticia delle, e de
ser muito bucal, de maneira qua naasa.be
dizer quem ueseoSar., tem Oft:io da ser-
rador e desconfia-se que foi sedusida pira a
parte donarte; quindo desapareceo levou
vestido cilca de brim pardo j velba carniza
de xila azul, e chipeo de castor branco j ve-
Ibo ; quem o pegar leve-a ao seu S.ar. que
lem de recompenc looi'oao res \ na ra di
Praia Serrara do Cardial.
Quem quizer comprar u na urna, de ce-
dro euvernizada, e daurada, de muito boni-
to modelo propria para batar ossos de di-
funto e por preca mullo conodo j v a ra
dos Martvrios, D. 11,
VIST" No Domingo as 7 horas da mu ha" ,
3 do corrente mes da caza desoto envi-
dracada, na ra da Boa-ora d-^saparecea um
sobrecasaca de cor verde navo com boles
de seli:n preto 10 Q fiares e torrad de seda
de riscadinho verde ; um botio tado d'oura ,
esmaltado com un piquen* podra de dia-
mante no sentro \ o p da dita uo'.o est um
lano machucado i um par de sap .tos de cou -
ro de luslro ; rog-se a quem for ofarecilj
o dito robo ou souber queira ter a bon-
dade de avisar aos moradores da sajando an-
dar do sobrado da larga da Amparo eaa Olin-
da pelo que ser, generosamente re:om-
pencado.
tsr* O abaixo assignala lenda o Diaria de
hontem enuanlrou o caviloso anouncio da
Sr. Agoslinhoda Silva Gnimaias publi-
cado que ninguem contrate negocio atgum
com Manoel Jas e o padre Franeisco Jor-
ge de Souza e oulra herdeira sobre a caza
terrea D. 17 cita na na a direita onde tem
loja de couros Graldo Pereira Dutra por se
achare 1 bargada dita caza por divida de um
dos berdeiros e como o respaitavol publico
nosaba da sera rasio do encuitado e.ubar-
gante cannunciaute faz scienta ao respsiia-
vel publico que elle he precur'dor bastante
dos trez herdeiros do finado Manos! Jorga
Carmo de Oliveira e Sauea Felis Jorge de
Souza Manoel Jorge da Souza e Thereza
Claudina de Jezus Maria ; e como tal vem
vender com os documentos para isto naces* a-
rios, e j Sr, da parle q' tota ao herdeiro Ma-
noel Jorge de Souza e nao Manoel Jos co
mo sem saber do nome diz o inculcado em-
bargante e aviza ao dito Sr, que embar-
gos pe-se ao Sr. ou procurador de qual quer
couza e nao ao Diario simples e cavilosa-
mente sem tallar com o pracu'adar para sa-
ber a quem pertcnce acaia embargidt, quin
iloo herdeiro que por caiualidide piassa dever
aalgumSr. nests praca ntnbuma parle lea
mais no predio que se veuda corno provar
com docuae ito o procurador, que uao mr-
re de caretas
e mullo ignara
tal formula da
re na ra nova D. 1 \.
SST Quem quiser comprar urna escrav
crioula lavadeira cozinha o ordinario dd
urna caza sem vicio e nem achaques e
vende-se per piecico j na ra do Pe*ato ,
D. 6a.
tsr O abaixo assignado faz publico qua
ninguem contrate negocio alguna com Man>el
Jorge e o Padre Francisco Jorge de Souz*
e ou'.ra herdeira com a caza tenia D. 17 ,
esta na ra direita onde tem loja Geralda Pe-
reira Datra por se adiar embargada par di-
vida d i un destns herdeiros e j embargada
a requerimento de mesmo abaixo asignado.
Agostinbo da Silva Guimires.
K> Roga-se parobzejuia a quem ti-
rou par engao urna carta do correio vinda
do M iranlio pelo vapor Bahiano para Joo
Alves de Souza, de a mandar entregar no es-
criptorio da Mauoel Alves tiunrra ruado
Vigario N. 7 anda mesmo sendo abarla
que sa llie ficar obrigado
n. tsr Quem quiser comprar meias de linhos
curtas de superior qualidide em macos e en
purcao, par preco conodo; v a ra do Cres-
pa D. l*, loja de Manoel os de Souza iS
Companhis.
- Alugaseumi caza de dois andares e
soto comutn bon almizem na forte do
mato caza da 'Jos dt C}sla ni ru: de Livra-
mento D. 3.
ssr' ArrenJa-se o primeiro andar e
armasem do sobrada uav ament edificado na
ruado pilacele aqualle mui limpamentea-
cabado, envidragado com suficientes commo-
dis, e este proprio para quatqner neg icio -
liuraarmasara na ra da Moeda do Recita/
proprio para estabelacimento de assucar etc.
Duas casas na ra da casa forte con bans c
modas para se pasar a fesla liana dita nx
campiua di caza forte, cmodo, e muito fres-
ca para o vero ; Dirijio-se a ra da Vigi-
rio D. ra ou aa cilio na estrada do Car-1,
deiro.
tsar Affora-sa parte de hura cilla ha pas-
sagera da Magdalena, a mirgem do rio Ci-
pibaribe, com aoo palmos de fundo e de
frente o que 03 p.riendentei quiserem o
funda para o poente, e a frente pira o nas-
cente, a margem da mssma ria cujo ter-
reno demarca con o cilio da Sr. Cunda Ma-
chado quem o qnisar -afirar falle com o
proprietario do mes no cilio.
-Vendase na armasem da Jolins Paier & C,
urna maquina de vapor da forca de seis ca-
vados com acompetenis moenia para ene-
nbo de assucar ; a maquina he da alta pres-
so, e de um modello offeresse muitas vau-
tagens pslo paquano espico qn; oc?upi, a sa-
guran;a di csldeira e a simplicidide djl
miquinismo ; e he talvez a mellior que le tem
visio nesta provincia.
tsrOterece-se bun rapiz braileirode)
15 para iti annos, saba bem lar, escrever e'
contar, proprio para qualquer caxaria qua se
llie o'Jarecer, dinia fiadar a sua candada;
quem do seo presumo se queira u t Usar, an-
nuncie,
-- D. Rita Maria di Conceicao viuva
do falescido Joaqnim Antonia Ferreira dj
Vascoucellos vende para pagamento dos se-
os credores, o cilios da passajen da Mag-
dalena, qne lem a sua entrad 1 pela estrada
da dos Remedios j este cilio (encasa de vi-
ven da sema lia para preto j casi de feitor e
muitas arvores da varias especies alen d
muito terreno baisip*ra capim, e granda
Otaria com barro junto da mesmi ; quem O
pertender dirija-se ao eacriptorio da mesan
viuva de 1 a 3 horas da tarde.
Precisa-se de urna ama de leite, forra
ou captiva, co u la no q ja tenha bam esadio
leite ua ra nava laja de Frederico Chaves
. 5.
Deseja-se fallar com o Sar. Joo Liie
Salgado de /lilbuquerque Maranhla a negacia
de importancia, na loj da viuva de Joo
Cario* Pereira da Uurgs, alias sa publicar
o negocio.
lea-se 10; e nao tendo designado a quanii-
balhos e acte de D.Pedro, duraute o me- 1 dado dos nmeros que o abaixo assignados .ou para cosmheiro un mo.o hespauhol che-
embargos por entre as paredes ; queira por
tanto o Sr. embargante de vendas da predios
dirijir-se a ra do Aragio caza . 3a,
a tallar com o annuncianle.
Padre Fiaucisca Jorge de Sauza.
Aluga-se duas casas urna de sobrado ,
e outra terrea com todos os arranjas para
urna grande familia na Ponte de U.iaa ; os
perteudentes dirijo-se a Francisca Antonio
de Oliveira, no aturro na Boa-vista.
tsr Oerece se para criado particular ,
O Snr. Antonio Jasa da Raza queira ter
a bandide de annuuciar a su morada parar
procurddo a negocio de seu intercale.
-- Camara-sd pesos dnarroj ata ha ni
libra, sendo de Jarro, liana hilan;, Un
machado e um sepa unui da Fagunlas
4.
- Adverte-se aos Hipacentauros mentira'
fresc qcra se dig lam cuidar deseas nega-
ci*, importares-se com sui vid e nao
con'.iauam a fallar do erudito Iiaea , piden-
do o primeiro continuar na praiioa de sais
immaratidadas ,. eo segunla no exercia
de suas coilunadas cabelairas domeiaJir
para tarde.


DIARIO DE PERNAMBUCO
j?y Quena precisar de utn bomem portu-
iuei Para cr'ado ou coxinbeiro, annuncie
para ser procurado. .
IST Da-se em pequeas quaolias dmiieiro
a premio sobre pinborw de ouro na ruado
Caldereiro D. 10.
tsr Quem precisar de urna ama. para ca-
a de homem solteiro ou de pouca familia
que sabe eogommar, coznhar e faxer lodo
mais servipo de urna casa dirija-se a ra
do foao ao p do Rotario sobrado D. a5.
K^ Pretisa-se alugar moleque que sa:-
ba coriobar para o servico de urna easa;
quem quiser annuncie.
ssf- Quem precisar de urna ama para casa
de um bomem solteiro dirija-se a ra du
Baugel no primeiro sobrado antes de cbegar
ao do Exm. Sr. Presidente*
4-tS* Quem precisar de urna Senhora par-
da psra ama de urna casa de bomem solicito ,
preferindo-se casa estiangeira dirija-se a
Olinda ra do balde n. *4 u annuncie,
tsr Jcs Carlos Msiitiho faz cerlo ios
Sr* Coletor e arrematante do imposto de 20
por cento sobre a caada da agoa ardente ,
que dei.v.ou de vendsr na p:,ss.'em da Ma-
gdalena, lugar docajueiro', deida o dia 28
do p. p. Julho 1 e por se cebar gravemente
enfermo deixou de lauuucar \o.i.
tST Aluga-se urea ca.-a com armaeo para
venda ; e vende-se os ulenclios da mesma ,
na passsgem da Magdalena lug.>r do ciju-
eiro enire as duas pontes } a tratar na pra-
ca da Independencia luja n. 10.
tsr Aluga-se a casa situada na campia
de S. Anna junio ao engenbo do fallecido
Xavier onde o Cirurgio Oliveira passou a
les la a dita tem 6 quarlos salla adianle e
cfiiciaesde pedreiro e carp.ina e com cu-
tras habilidades ou mesmo sem ellas ; na
praca da Independencia lojt de fazendas De-
cima i*
Vendas
tsr Gigos com garrafas vasias muilo boas;
no armazera do Antonio Joaqun Pereira no
caes da Alfandega,
tsr Urna burra de ferro por preco com
modo^ na ra do trapiche novo n. 16
tsr Por preco commodo urna duiia de ca-
deiras americanas com assento de palhinba em
bom uzo ', na ra de Manoel Coco D. 4-
tsr A venda sita na lingoeta j00^, Pou"
cosfondo ptima para um principiante,
e 5oooitavas de boa prala e 5o oitavaa de
bom ouro umaduzia de cadeiras, um so-
f ludo de jacaraud por proco commodo :
na roa do Amorim n. ia5.
vr Urna escrava creoula de idade de a2
annos com algumas habelidades urna mo-
lata de idade de 18 annos com 7 mezes de
pejada um preto de idade de 24 anm* e
uperior oaxiea em pipas; na ra do Queima-
do D. i.j.
SZT Um sitio na povoaco dos afligidos
com boa casa e todas es proporcoens tanto
p.ir.i reereio romo para interesse:, tambern se
troca por predio na praca 0 a vista do com-
prador se f'r iodo o negocio, na ra d3 ca-
Jcii bija que foi Jo Sr. Quaresm" n 4T
OT Urna negrinha crion'a deidad*! 1 \ an-
nos coxinha coze lava de sibio e he
recolbida ; culra dita de idade Je 20 annos ,
coze faz renda e lava lauto de varrela co-
mo cesabao ; na ra Direita D, 20 lado
do Livramento,
tsr Batatas nglezes a i2oo a arrobi,
queijos Iondrinbo3 presuntos para fiambre j
na praca do commercioarmazem de Joo Car-
rol & Filho.
t3T Urna escrava de bonita figura boa
cozinheira engommadeira e ensaboadeira ,
velas de carnauba a 36o a libra, sa patos de
burracha por preco commodo; ca.Tua do
Ranel D. 7.
tsr Um molato perito sapateiro de ida-
de de ao annos ; oa ra da Cruz n. 5r.
C* Urna parte do sobrado de 3 andares da
ra da cadeia do Recife n. 4' ? CUJ predio
est avaliada em 16000,000 e rende pre-
sentemente 1:750,000 ; a tratar na ra nova
D. 26 no segundo andar.
t^T 20 travs de mangue de 4o palmos de
comprido 5 no beco da lingoeta a fallar com
Joaquim Jos flabelo e p'.ra su ver no f jrte
do matos nos fundo do estaleiro do Fallecido
Joj Pinto.
tw- No arrnzem de Antonio Joaqun Pe
reira defronte da escadiuba da hlfanda ,
por preco corrmodo s.cas com fjM".jn
bre e velkiro brigue bom Jess quem qu.- * do Porto a 3 libra, patos a a7ao a com arroz de casca e pilado iras de
passagen dirua.se a dbza azeite doce a 5cJo garrafa sperma- barrisinhoscom conservai, lapioei
C^" Listas parciaes da 1 rt parte
da 7. Lotera do Theatro dos pre-
mios sabidos no 2. da, as quaes
achao-se venda pelo preeo de 40
rs. nos logares seguintes: Praca da
lndependencia.n. 37e38,nestaTyp
no f. andar, ra nova loja do Sr.
Guerra, ra do Colegio loja do Sr.
Meuezes, as 5 ponas loja de fazeti-
das D. 11, e cm Olinda pelo Dcs-
tribuidor do Diario.
tsr Urna fliuta amareia urna arto fran.-
ctia por Constancio duas historias da Gre-
cia e um Telera ac ludo por pre;o cjm-
rooda nesta Typografia.
%'T Duas pretasde n-ico do idide de 2I
annos e a cutra de dada de 15 anao umo
he qui^ancleira e compradeira e a mais mo
ca cose e faz renda ; r.a ra de Hortis sobra-
do de um andar D. 33.
tsf Um,manto de Cavaleiro de Chris'.o ,
todo bero feito e bordado com sna tarja e
ja promp'o de uJo ; quem quiser annnucie.
tST Urna cama de amarelo e meia duzia
de cadeiras -, ludo em bom uzo na ra do
Nogueiaa casa terrea D. 8.
CS" Nma poryo de garrafas e frascos va-
. sios sement de nabo, sebolino, e couve e
atraz e aluga-se tambera a immediala, quo um relogio inglez com urna corrente de prata;
lem 3 quartos sala adiante e atiai ambas na praca do commercio botequim do Almeida.
ascasastem quntale cavlarice para 6ca- BT Urna mesa de jantar com duas gavetas;
?alos com seguranca o lugar e o fresco he na quina da ra do Livramento por ama da
bem conhecido; os pretendentes dirijo-se a loja que foi do Sr. Herculano.
. .r _____.', ./......___L r;. rsr Trapes de 5o. AO. .o.
ra du Livramento D. 24 a tratar com o Ci-
rurgio Oliveira
Avisos Martimos.
Travs de 5o 4'^ 45, 36, e 3a pal-
mos, de qualidade superior, e palmo em
quadro 5 na ra da Aurora onde ellas se
nchao.
t& Na padaria de Francisco Gonsalves
da
la -
PARA MONTEVIDEO, a Polaca Sar- Bego defronte da lab-ica de farinh* e na
i Somariva, Capitn Giacomo Ramel- padaria de Bculo Antonio Domingues na ra
, de primeira marcha e segu com a nova ,e na da senzala velha de Antonio Ma-
maior brevdade poasivel ; quem quizer enr- diado ta Cunba f.irelo e... saca da 8 wra-
regar ou bir de passagem fale a ra do to for preco de ...o com a saca adverUn-
\igario, n. i5, Tiende & Oliveir. dor.ue a qualidade be ijual ds abnes pra
PABAORIODEJAA'ElttO com muita existente. .
IrevidadeaLem roulierido ferrado de co- Doce de maripelada mu:; novo ,_p;e-
tsr Um mole-jue creoulo de idide de 18
annos ; na ra da praia no segundo andar d
casa do fallecido Joo Rodrigues de Miranda.
tsr Na ra do Queimado loja D. 17 ,
muito boas cambraias adamascadas, tanto
brancas como de cor pilmas grandas, e boas
palatilhas de linho finas, tudo por prego
commodo.
#0 Um moleque da naci angola bsm
ladinoe hbil pira tu Jo de idaue de i3
annos ; na ra do Vigirio n. i5.
tsr Urna venda com poneos fundos, na
ra do Caldereiro D. 26 ; a tratar na mesma,
qp> Panno dea'godio da trra d muito
boa qualidade a aao a vara ; na praciaha do
Livramento n. g.
t_y Listas parciaes conteodo os nmeros
premiados que sahirlo bontem no anda-
mento das rodas ; n* ra do Colegio eicripto -
rio da Typografia Imparcial . 12 ; ai rui
direita venda da esquinado beso do Sariga-
do ; na" praca da Indeaerjdeug'u loj 1 de eu-
cadernador , no Recife venia do IVto dis
cuuas n. 23 e atraz doC>rp) Santo ven U
do Sr. Araujo. O preco be ie 4'J "i cada uni
tsr Aieile doce a 4ooo a canadi e 56o a
garrafa dito de carra pato a 3aoo a caada e
a garrafa njjinteiga a 320 e 4^o a libra e
de tempt-iro a 160 em barril, e em libra a 2jo
rs. bolaxina soda fina a i em caixa dita
ingleza barrica a 4000 e as libras a 200 rS ,
batatas ngltas a i8o a arroba, spermice-
te a 800 seyadinba a 160 s'S1 a 3 jo se-
vada a 120 queijos novos passas letria ,
macarro sal de Lisboa a 1600 medida "ve-
lha (lu do mais superior a a56o dito is-
son, perola, e aljfar a ai00 cafe do Rio a
5ooo arroba e 180 a libra dito com casca
a 3aoo arroba e a no a libra, presunto da
Lisboa a 36o, curados em sal a 160 em libra
a4 paios 2880 a duziaj na ra nova D. 33.
SSjr Um carro de duas rolas, novo, por
precocommodo, be feito nesta provincia,
com cubos de sicopira e raios de pao de arco*
varse3 chapeados e boas molas be forrado,
e pintado ; no alterro cu boa vUla loja de
Miguel Souget, ^__J________________
<
i,
Escravo* Futidos
a as arrobas,
aercarte?ar cu r te passagem cina-se a Mwii,imwim..M.. o--------, -r------ r .- '
GaudinoAgostinbo de Barros, ni praciuba cetea 8oa li: ra bubas a M,qpo OCiltO) jacaesom 2 e 3 arrobas de touembo.too 0-
, 7 7...i, . n truv^cn ,1o Razar o D. U. late de Liboa e cauas com sebo de to-
do Corpo Santo . 6?. a lra"ssa ,l hozarlf 9; ",''
PARA O ASSU' segu m,,reteirelmer.te T Urna escrava de idade de 2 annos; na
no dia2odocorrH.te.com escala pelos Toi- 'vessa do Uoiaiio no escnplono do Jos
ros, e Calcara, o Brigue Escuna JNaiional Quinleiro Caslro Ltao
S. Jos i quem quiser caneg.r ou ir de pas- T Chapeos de Senhora do me hor gosto
sa-e'mparaoquetem bons commodos di- possivel viudos proximamenta de franca ;
Tija-se ao Capilaoa bordo, ou a Francisco na ma do Livramento 1), 1 junto ao beco do
Marques Rodrigues & rmos e um^di.
bem de lempo se avisa que a petsoa qua qui- ^6^" Urna casaca de ranno preto muito fi-
ser carregar nao se deroorem por quai.to di- no ebegado prximamente de Lisboa ; no
xois nao se acctiiar para o dito navio nao aturro da boa vista loja D. 9.
perder agoa. **" tioUxia iabo e trelo a at'co ; na
G01AJNNA segu nestesdoas das a Bar- "a da seula vtlua padaria n. au na mes-
ca Uuio do Imperio } quem quiser carrtgar ** precisa-se de um a massudor orro ou ca-
dirija-se a Jos IJigiuu de Miradda ou ao l';'v0*
Mestre da dita.
JLeilu o
tsr Urna rcorada de casa terrea sita na
ra direita ; a tiutar na ra de agoas verdes
cusa lerrta D. 3^.
\, *?--!\ sciavoa mo;as de boas figuras, com
L'ia"baueli'Jaues duas cosem t ..;;oir.mo ,
diu por o,ooo ptica
a esa dous mo-
Que foicm Me, Calmont & Compa
nhia, por intervento do Co-retor Olivaira e.coulto urna dita por
de lia barricas ronteuda 3a6 duzias te gar- parado o ser vico de U
raas de tserveja indas recenlemenle. rfr leq^ea^leidade de 12 a 18 anna* j na ra
Liverpool ; quinta fera i4 do correle.asio '^ ""^ ve,UiS ClJ5a lerrea D' J7 ,
horas da nmnfa dtironle da escarba #^ {#..il - cem v.us Jt- pino de algodao
juntoaoarmazemde Ai.tcio Ani^i Jccj^jw da^Tade boa qu-lidadea aao n. a vara;
1-irt,8l jj.ua pradebu doLvvramelo toja de .vi. b. du
Silva*
6_- Urna prela C091 de r. 1 proprii
para i> u-uto n.uilo Loa quilanddi 1 qu.
460 pr diu ; ua prtcinbu Co Livrameulu
i). 5 sobrado e .'.Jares.
tsr Dm terreno com 4 pnlmos de frente,
C o m {) r ik h
6c.1slij.aes dourados e pratiidos, e u
sacras para dizer mis-a cm urna cpela parti-
cular assim como Iroca-se u i a lategem de
Cbristo ; as 5 ponas D. 12*
tST Telha uzada 00 lijlos de alie-
nara } quem liver annun.ie.
2T A dinheiro a vuta urna venda quese-
jatmuma das piincipaes ras, e que seis
bem alregucsada Unto para o mallo cooju par
taapra^a, preftrindo-se a que liver com-
modo paia duas ou i pessa quem livor
nnuucie.
W Dma Luir da fn,rro que gija pequea
ee bem segura ; quem liver annuncie.
tST tsc, u vos uc un has os >n cob lc-ila
a qualidade de vicios, para lora da provincia',
ui Jade d-j t-4 me au am cjaio
iarigi s.'.s ,
limeir >s
c 1 .
juiiioi na estrada ua copunga qua bea jun-
io do Sr, Jos ua Costa finio j ua cu^b^a do
Caru o , ai
Meias banicas de fariuha de trigo su-
jitn'ji' ; na ra dueita padaria do Machado.
IST A botdodo L'ergar.lim Liasileiro J-
piter luudiadu defronte da tscaUinlia da al-
ia, .d'ga carne seca mullo gordo por pr^co
iouoioIo,
KW Ux Lom cav'dlo muito bonito novo ,
gardo "tombons nd.res ; e auja-se uilo
ra que cari q i i o lijlos de d
i.* iu-< uj Cjueim :do D. 11.
late de Lisboa e caixas coin sebo de lo-
hnda,
i^j- No atierro da boa visti lojs de faxen-
das D. 5 superior Rap de Lisboa muitn
fresco e o melhor qu lem aparecido ; chega-
do ltimamente em librase as oitavas cha
perola e isson superior em caixas e a rea*
lbo e chales de seda bordados.
g^> Urna caixt de iqueiro contendo as
seguintes pecasj 24 colheres grandes de pra-
la la para cha urna de assucar urna para
peixe urna d arros urna para soupa 24
lalbares sendo 12 para Sibre mesae ,com ci-
bo de denle de cavado marioho obra de
muito bom gosto e ebegada ultima neir.e do
Porto; na loja grande ue miudezas junto ao
arco de S. Antonio.
tr L'm negro de lodo o servico e de
boa figuro na ra da Conceico da bsa vista
D. 10.
sasr O Patacho Americana Mentor de su-
perior marcha forrado e encavilhddo de co-
bre de lote de 150 toneladas ; a tratar com j
.usAustin& Compaubia na ra do
trapiche novo o. 12. .
IST Poiassa Ameotna branc3. em barris
pequeos, chgados ulliudamente da America;
na ra do trapiche novo n. 12 em casa do
leus Austin.
[Jara urna de cedro eoveriisada e
djur da de muilo bonito uiodeio propru
;.aia 1 ) de cs;os pof preco cioiuudjj
ua ruados .irtinos L) u;
L'm ptimo 1 i.iuo ioglcx da um fa-
bric Hile foi h cido de quem existe a os nuo-
Ihores instrumentos ciiarutos da Babia', de
boa qu.lidaiie tm porcoeoj grandes e pe-
ijUL'ai a i o.j a cii.uiib. 1 ; ua 1 ua da Ciui
D. 4.
k_y" Um negro mo:o ; no principio da es-
iraub fj'ie'vji cu remcUio para o iioui do la- i
Jo tSjueido em Sitio uaico de poilao de:
Itirj.
isr Superior tinta de escrever prela en- !
carnada e para conidio e sapateiro e tam
no {.lleno da
Miguel baixo falo representa 3o
annos de idade de nacao baca olha por
baixo dos ollios anda e falla muito apres-
sada levou ceruulas de algolao camisa da
bfiu calcas brancas jtqueta aiaar-.ia o
um cobertor de aljodo americano transado ,
foi escrava do Tenente llama ; qua a o pegar
leve a ra da agoas verdee J. 10.
&_;" Anna creoula, de idad de 26 aonos ,
baixa, co.n asmaces do rosto saiiiJis ler
vou saia branca de cas^a da quidro e cabe-
gao da casa de Qores ; quem a pegar leva a
casa doSr. Peixe no prim-iro andar.
tT Fugiona noiiedodia 11 para la do
corrente um moleque d no:uo Pedro, de
nacao bengela, de idada pouco miis ou me-
nos de so anuos cor bem preti \.i gran-
des uaz alguma couza chito, dedo3 das
mos compridoi lendo algumas maicis de
bechigas no rosto e urna paqueni sicatrii
ou calo .bo na maca do rosto qnu s se v fa-
zenda-se reparo levou chapeo do Cile e
un trouxa de roupi <- he bem fallante o
qual ioi escravo do Sr. Jos de liitinc urt A
marante e ja lem (tilo viagem por Ierra at
o Maraulio de onde apoucos mezes chegou ,
o abaixo assignado roga a qualquer aultiori-
dade policial ou capites de campo 011 qual-
quer pessoa que delle liver noticia de o ruaa-
uar 6jarral-o e kvil-o ao armazem de assu-
car 11 7 na ra do Vigano qn; recebar 5o
mil rs. de graticaco. Jos Xavier Viana,
Moviineiit > do Aborto


bem serve para mucar c&ix.s j
! .o vi;ta [). 33.
JNAV10 tNTHAO i i'lA 12-i
Babia; i2 dias Sumaca Brasileira Perola
de i3 tonel. Cap. ernaraiuo da Silva
Sena equi.j, 7 carga diverso gneros ,
ao dito Capilo.
L.NTIAD05NO DI\ iJ
Maranbio; 5j dias, Patacho Lirasilciro Fran-
celma de a*3 tonel.', Cap. Jos di Silva
JSeves tquip. 10, conduz 6 pracaa lid
piimeira liaba inclusive um Tenente e um
Cirurgio.
io raude do Sul; 33 das Sumaca Brasi-
ieiro Conceico Felicidsde do Urasii de 125
tonel. Cap. A. S. de Almeida e^uip. 7,
carga carne secca ; a Amorim & rmos.
Hlil'ax; 47 dias, Brigue Inglez Cbde de
ios luuei. Cap. Uoberl Tiiomaz equip
10 caiga bacr.la } a Me. CilmoulOt U*
S.itilDO iNO ailiS vlO DU.
S. Catharina ; Brigue lirasiUiro S. Joo U. {
Cap. Joo O. da Mocha carga lastro.
RECIFE NA IIP. OSf, t\ DE l\ -8*4'