Diario de Pernambuco

MISSING IMAGE

Material Information

Title:
Diario de Pernambuco
Physical Description:
Newspaper
Language:
Portuguese
Publication Date:

Subjects

Genre:
newspaper   ( marcgt )
newspaper   ( sobekcm )
Spatial Coverage:
Brazil -- Pernambuco -- Recife

Notes

Abstract:
The Diario de Pernambuco is acknowledged as the oldest newspaper in circulation in Latin America (see : Larousse cultural ; p. 263). The issues from 1825-1923 offer insights into early Brazilian commerce, social affairs, politics, family life, slavery, and such. Published in the port of Recife, the Diario contains numerous announcements of maritime movements, crop production, legal affairs, and cultural matters. The 19th century includes reporting on the rise of Brazilian nationalism as the Empire gave way to the earliest expressions of the Brazilian republic. The 1910s and 1920s are years of economic and artistic change, with surging exports of sugar and coffee pushing revenues and allowing for rapid expansions of infrastructure, popular expression, and national politics.
Funding:
Funding for the digitization of Diario de Pernambuco provided by LAMP (formerly known as the Latin American Microform Project), which is coordinated by the Center for Research Libraries (CRL), Global Resources Network.
Dates or Sequential Designation:
Began with Number 1, November 7, 1825.
Numbering Peculiarities:
Numbering irregularities exist and early issues are continuously paginated.

Record Information

Source Institution:
University of Florida
Holding Location:
UF Latin American Collections
Rights Management:
Applicable rights reserved.
Resource Identifier:
aleph - 002044160
notis - AKN2060
oclc - 45907853
System ID:
AA00011611:04300


This item is only available as the following downloads:


Full Text
Ajo_jeJ843. rufnta Fefra 12
ludo aro,, oe^nd. di ,',. mt.t, d. .,. prd.BC1., o.,, _,
fea
cwlms.
- Ci* man
( rroclimigju ili Auembieii 0n| do Ba.j
PAHTIDAS DOS COHHLIS TERRESTRES.
taoianna, e Pirahyba, >e*iida e aeUM ferai. Km Graodo doN irte, quinto faifa.
onm. t Gir.nbu.ii, a illa *4. '*"""" '"".
Caij Sorinh ,e,o R10 Kor,B,0* t>lirln C,,TOi MaeeiA, o Alojo a, oo 4 |f JJ
Boa r,,,a o Florask .lo $,, Sln|() U|ta quin| felfl$ 0hodl lodol 0< diM
Q K das da m.\1a:sa.
3e. Unmiaio B. Aud. do J d l>. da J. .
jO I cija, t. PiOio t el. And do J da l). di 3. T.
) I Yuari. s. Fim no H. And do J de 1) da 1 .
i -1.1 CjTufioM II. Aod doj. de U. da i., y.
43 ex a. Eduardo rei Aud do J. de da l. ?
4 Calmo P. Kel. And do J. de 1. do 1- T.
45 '<>. Sania Iberna d Jetas

de Ontubro
w
Armo XrX. W. 220.
O Di tilo publici-M lo.l-.n 01 din que n.io (oren S-Blifi"a>ii: o priou di lli(falori b
de ire mil reii por ipiriet 01(01 adilnliiloi O armonio* lo" ntolo' :io miehdoo
Ruin ni" doa que n 10 loMa i rujo de sO ren u r 11aah Ai rrelamiijoei deeaai eerdifi-
gidn a mt lip., rui das Guie, N. 3?, ou apra.i di In V
cmni Ni iIi> 11 d* Oniubro co|ir*
Cambio obra Lonrlr.i Ja J, ,1. Ouao-Moeda dt 6,400 V. *6 HoO
l'arn.7j ,,.,,, ii co, a a N. I ti fu J
1,1*10
t.ti
Liibi 11U por 1U0 di primo. a da t.UUU
f;Ti-Piiicia
a Pitoi Coloanan
a dn Mn.mol
PHASKS DA LUAM) MEZ DE L'TBRO.
Lu Chati 8, S hiirate 57 m. di miah I Lu non a ; 3. jborai el C m da,
Quirl. atine, 16, aa H ooraie 3l i m | ;u,r, or#w> 4 3^ >l#, jj da a.
Preamar de huje.
1. 7 Moral a 4? a. da anbi s ,,,,, ,; m ,1, urdo:
randa.
17uuO
I > SiiO
y ttM
i 40
.k-aU
1.5*40
AVISO.
insercao do*, annuncios he em todos os
paizes, omlese publicad Jomaos, o princi-
pal artigo da sua receba: so no Brasil existen,
olhas diarias que seobrijruem a inserir gratui-
tamente os annuncios dos seo* subscriptores o
o Diario de l'ernambucn ciunpre rellgl sa e am-
plamente cala obriKjaaA: mas romo acunados
Srs. aeus as.tiKnantcs querem estendor este be-
noflein a IikI'm os soiis parontea e adharontes, o
Diario de Pernamhuco \b se na nece^sidaile d
repflir a rec >mmen tem f.'ilo a esses Srs. que a vantaffem que Ibes
nflVnwida e satlsfeita niio pode ser transmissi-
va sein le Tem a radaccaS militas vezes fechado olhos a
esse abuso; mas d'ora em dianle elle sera rlgo-
rosaminte evitado. Outro sirn alsuns Srs. que
receben) por commlssafl do subscritores do fom
as fVdhas nesla cfdade, querem pozar da vanta-
geinque he dada aos Srs. aasignantes, po/que
a ttansaca he fetti em seu nome, e aleitaA
quando occorre terem de fazer publicar alpum
annnnciodos seuscommittentes, que anntin-
cio deassiirnante: para evitar estes o outros in-
convenientes a redaccao de. Diario de Pernam-
baco se obriga a entregar na livraria da Prava
da Independencia como j tem declarado as
folhas de tolos os Srs. assignantes que mora-
Km fra da cldade, e que as inandarem aqui
buscar rom o que nanhara do mais terem as
folhas limpas, intactas o sem ii.terrnpcio, co-
mo nao lerao por cerlo recebendo-as por va de
teiceiro, que nao ho subscriptor da folha assig-
naaa.
cafts matrimoniacs, com o aparato dovido a ta
solemne arto.
No mmo sentido aa offlciou ao comman-
dantt'do forte do Buraco.
PitoAo chele do polica interino, remetton-
do-lheas liliciacoes. e signaos de varios deso-
lores, alitn de ordenar a aprehensa dos mes-
mos.
!
Cottimaitdodas Armas.
KXI'KDIK.NTK DE 25 DO l'ASSADO.
Officio Ao K&II). .'residente, participan
-d(i-lhe que ficavao a bordo do patacho l'ira-
pama, niim de at>guirem para a corte, os cade-
te* Leocadio d'Aquino (iavalcanti, eJoafi Eva-
risto Vellosoda Silveira.em ltiar d< tinas pra-
vas que descrtar.i, O eixara de embarcar no
vapor Paquete doSul a o de setembro, e roitan-
do-lhe a expediccao de suas ordena para pela
tliesouraiia ^er indeinnisada a caxa dobatalhao
do aitilharia da importancia das commedo-
rias de embarque <|ue abonou jos ditos cadetes.
hito Ao inspector do arsenal de marinha,
para que houveste de mandar entregar ao com-
mundante do patacho Piapama os dous cade-
tes mehcionados no nllicio acuna os quaes de
viao oa corte sor apresentados ao Etin. Sr. mi-
nistro da guerra.
Dito A<> tenentc-coronel rommandante do
balalliuo de infuntaiia da guardas nacionaes des-
tarado, n meltendo Ihe para seren arcnivados
os processos do cabo de esquadra J.iS Ignacio
de Frailas, esoldados ManolSeraliin,Domingos
Jos Fidelfs, eJoa Baptista de Sou/.a cujas
s, ntcncas livcrao publicidade na ordem do (iia.
loto Ao comniandante do segundo bata
Iha de arlilhaiia a pe, l'asenoo-lhe remessa dos
processos do primeiro cadete Antonio Carlos
Pa-;s Baneto. Soldados (-moroso Antonio da
Silva, o Jos do Siqueira Bueno, ha vendo j as
scniencas nelles pruleridas, sido publicadas em
ordem do da.
hito Ao commandantc do bataihao de ar-
tillara, mandando organisar a cunta dn que se
eslava a dever de eierctoios (Indos aos almoxa-
riles das forlaiesas, alim de ser enviada a reu.ir-
l lica da gu na por intermedio do inspector
a thesouiaria.
Portara Ao commandantc do bataihao do
arlilhana, mandando excluir com urna de pas-
sa^cn para a companhia de utilices o soldado
Francisco de Paulo Franco, oil/cial de 1 uni-
leiro.
Dita Ao commandanle da companhia de
artinces, autoristodo o reeebimentu do soldado
cima mencionado.
Iiila Ao oesmo, mandando dar baiva ao
soldado Jua Das do Espirito Sant, por ler li-
n.ilisado o seu eiiiiajainciito, e nao querer con-
tmudl.
IDSlf DO DA 26.
Officio Ao coioinand.inti) da fortalcsa do
Brum, mandando dar tres salvas de SI liros nu
da 27 em applauso a ler S. H. o Imperador
recobido no da do correulc (setembro, as ben-
DEM do da 27.
Offirio Ao Exm. Presi lente, informando
secunda vezo requeriin utodi) se.'iin I i sargen-
to Manool Ignacio Bzerra. do bitalliao de in-
antaria de guardas Racionaos destacado, que
pedia ser excluido lo me.m >, em cons tquencia
le ter servi lo a mais de anuo, e ser o nico ar-
ilmodesua mili viuva.
hitoAo mesmo Exm. Sr., ponderando-lhe
a escassez de tropa disponivel para o servico da
Kuarnicad; e rogando-lhe a epedicc5o de su is
ordena, para ser a guarda da cadeia frita pelo
corpo de polica.
Dito Ao mesmo Exm. Sr., mnndando-lhe
apivs ntaro recruta Manoel da llora, recebdo
do delegado do Brejo ocio chele de p ilica por
que pela sua pouca Idade, e diminuta estatura,
nao eslava habilitado para o servico do exercito
hito\o mesmo Exm. Sr ,rogando-lhehou-
ves-e de mandar, ou de solicitar do poder com-
petente, a necessaria ordem para so augmentar
o quariel do Hospicio, fasendo-ao o a iranio ne-
cessaria para duas coinpanhias, puis que sendo
o batalhaddearlilhariacomposto deoito, ape-
nas o quarttd olT-reeia alojamento para seis, i-
sendo ver que a planta junta designa v 0 local
do augmento projertado, e o arcamonto da
quantia que com a ohra se podia despender.
Dito Ao coronel cnnmandanto interino da
foitalesa do Brum, cominunfcendo-lfte, que S.
\1. o Imperador, por aviso expedido pela re-
particad da guerra ao Exm. Sr. Presidente, de-
terminara, que por esta vez somonte, se pagas-
tea quantia de 3 rs., que dispendera com a
compra da cera destinada capella da fottdlesa,
visto ter sido comprada de boa le, e antes de
t r execucad o decreto, o instru.-coes de i o de
Janeiro deste anno, que estabelocco a forma de
tal (ornecimento.
hito Ao inspector da thesouraria remel-
tendo-lhe para s r paga no caso de estar confor-
me a conra da despesa d'agoa e lu frita com
o destacamen o da guarda naci ial do termo do
Pao d'Alho, do I. 25 de acost ultimo.
hitoAo mesmo, reuieltendo-lhe aconta
do que so eslava a dever aos almoxai ifrs das for-
laiesas com o que fleava prerumxida a sua exi-
gencia de 19 do corren te [.eteinbro.]
hito Ao commandanle do bataihao de in-
fantaria decuardas naciouaes destarado, man-
dando de ordem do Exm Sr. Presidente, ex-
cluir os guardas naturaes do Brejo, que di se
achatad destacados, a pioporcad que fossem
sendo substituidos, e que as mais pracas do
destacamento que nao orao naturaes d'aii.lossem
recolhendo a capital, quando competentemen-
te substituidas, a (i m do serom aqui excluidas,
devendo terem vista o que se ha ordenado res-
pailo dos fardamen'hs nao vencidos.
hito A o chele de polica Interino, disen-
do-lhe quejse Fclis recebido na qualidade de
prehenchido pelo da alfandeRa.que o Exm. Pre-
sidente ti i provincia designaste.
) lo %n conta lor d i thesouraria dem a
ramorio do bacharel JoSn Querino Rodrigues
da Silva do lugar de |ui de direito da com irea
le Garanhuns para uiz de direito ta comarca
doPenedo, na provincia das \ligoas.
Dito A. Candido Thomaz Pereira i&'om-
panhia. para em cumprimento da deterii'ina-
"aodoExn. Presidente d.i provincia em olli.io
de 26 do crreme {setembro) fi/.erem a parte
do caes projectido do terreno, (pie se llii'S con-
cndeonaru-i do Vpdln, dentro doprasomar-
eado nos rticos 9 e 10 d is condicdOi approva-
Its pela Presidencia em "21 de novembrode
INTERIOR.
RIO DE J 4MURO.
ASSKMIILEA GERAL
CAMAIU OOS SRVIIOHKS OKIM'TADOS.
Stoido de 11 de agosto
Continua a disenssao das emendas dos Srs.
Pessoa de Mello e Mondes di Cunta ao re-
querimento do Sr. Barros Punentol acerca da
remo ao do tloutor Godov.
0 Sr. Nttbuco de Araujo pronuncia-so a
favoi das emendas e censura o acto do gover-
no a respailo do magistrado de que se trata. O
Sr. \ oiga declara-se contra as emendas ,
ion i- i i o,. t--i.ii uc-ii.iici-sc niNiij us eiiienoas O
ISV2. seg'iindo a diroccio dada na respectiva ._:. ,, i o>o..uaa ,
apoia o acto do governo.
A discussao ainda Rea adiada pela hora.
Entra em discussao a seguinla resolucao :
A assembla garal legislativa resolve :
Vrt. |." O lempo de residencia exigido
pelo rtico 1. i. da lei de 2 i de outuhro do
ler logar a naturali-
fica redu/ido a dous
anuos.
Art 2 Ficao revogadas todas as disposi-
coes em contrario
Paco do senado em 22 de IMaiode 18-13.
Bardo ne i/ont'Alegre, Presidente.Ca~
siano Spiridilio de Mello e tfatlat, 1. secre-
tario.Manoel do .Vasamento Castro e "iilca,
2. secretario
Nao havendo quem peca a palavra d-se
por discutida a resolueo o poita a volse
approvada e remette-se sanreo.
Entra em discussao o 1 arligo da seguinle
resolucilo :
Art 1. A povoacSo de Podras de Fogo,
fica d'ora em diante pertcncendo a provincia da
Paraliilia.
'' Sr. Nabuco do Araujo propoe o adiamen-
to ta discussao para que o enverno infor-
seo nlhi-io de 8 dejulho passado em que pe- -, i ,
i:...,. i i i i r i ",e. ouvidos os presidentes de ambas as iiro-
tnvt jnlgadoo apurehensur das fa/emlas vin- "
O adiamento apoiado.
E' combalido pelos Srs. Almeida Albuquer-
que Carnero da Cunha e Assiz Bocha, e de-
lendido pelo Sr. Silva Ferraz.
E apoiada u .seguinle emenda ao adia-
mento :
Alem das informaces dos presidentes, pe-
ciio-se tamliem informaces as respectivas as-
semhlasprovinciaes.Sitia Ferraz
A discussao fica adiada pelo hora
Continua a diSCUcSO do artigo 7 do projec-
lo sobre divisao de Ierras e colonisaco com
as emendas apnjudas.
I'omao parte na discussao os Srs. Galvo ,
Rodrigues Torres e Sousa Franco e anda iica
adiada pila hora.
planta, soh pnna decommisso.
[guaes olTi'ios (orSo dirigidos aos maispro-
prietariosde terrenos da dita ra.
Portara Ao thesoureiro da fa/enda para
entregar a Me. Cilmont & Companhia pela
I I ti r i r 1" '" l,H" .\l ? UJ IUI
caixa do exercicio correnle de 8m i, a lui.i
,- i ... u-n i ,, 1N>2, para que possa
i uanlia d,; lo: IbOv res correspondente as. ... ,' ., '
i 1-n.ri i- i .i- ri i Si"a' (,os estrangeiros,
I ()(H)---ao cambio deiodinh iros sterli- ___
nos por 1$ reis valor da letra a 90 dif., (|ut^ em
26 do correte (Siembro) saccarao com-abona-
ao de Lllil Antonio Vieira sobre Me. Calmont
Brox & ("on|i:mliia, de Londres, a favor dos a-
gentes do Brasil em dita cid ule J. L, (lols-
mid \V.m Thompson e \V.m King.
ihkm no DA '28.
Officio Aos dito agentes acensando a re-
eepcao dos seos officios de 7 de abril V de ju-
Iho 1." e 2 de agosto do correte anno, que
cominunicarao a remessa do pao brasil emb r-
cido para Londres e Liverpool nos navios E$ni-
lii, T. I eech e Columbas.
Dito Ao inspector da alfandega, partici-
pando ter sido indeferido pela thesouraria o
requerimento do aju lante do guarda-mr Ma-
noel Josa M utins Bibiriro que aaompanhou o
las no brigUO sardo Eridano lora to manifes-
t, visto que pelos documentos e informaoes.a
que se procedeo nao constava que o mesmo a-
judante do guarda mor fosse o apprehensor,
nein que praticasse acto algum por onde isso se
podesse verificar a excepcao d aquellos que
Ihe competirlo pelo seo emprego em ordem a
evitar extravio.
recruta, ora deseitor de ani,baria e como tal
leve deslino.
Dito Ao mesmo, disendo-lhe que o de-
eitor Clemente Reinaldo Jos Bandeira fora
remedido ao corpo, e o recruta Manoel da llora
enviado ao Exm. Sr Presidente, por ser du me-
noi idade, o de diminua estatura.
Dito Ao mesmo, sobre as i'eflexes que Ti-
sera de nao ter amanto nso sullicicnles para
exliahirem as copias dossicuaos dos desertores,
t|ue devein ser enviadas as comarcas.
rhosouraria da Fazenda.
CONTIM'ACO DO EXPKDItNTE DO DI A 27 DO
PASSADO.
Officio Ao engenheiro em chefe encarre-
gado da ilemarcacao dos terrenos de marinha para
leclarar se Joaqumi Fernandos deA/evedo, a
quem SO conceden titulo de uforamento de ter-
reno de marinha na ra de Apollodevia ficaro-
brigadoa construir parte do caes projuclado.
Dito Ao administrador da mesa do con-
sulado participando para sua inlelligencia em
vista do imperial aviso de 2 do correnle (selem-
bro), quo o guarda Diogo Baptista Fernandes
se acbava demittido devendo o sou lugar ser | para as despe/as da terca naval all existente.
dem do da 30.
Officio Ao Exm. Presidente da provincia,
rogando se dignasse expedir as suas ordena pa-
ia o commandanle do vi por (|ue i hegava do
">ul receber na thesouraria aqu.intiade l:677j
reis, que devin ser remedida ao do Para.
hitoAo mesmo Exm. Sr. participando,
que ao aderes de conunissao Joaquim Pereira
Xavier de Ulivoira jase tinliu passado guia em
20 de de/endiro do anno pastado (piando com
o hatalho provisorio de catadores de 1.a linda
a que perlencia, seguio pata o Rio de Janeiro,
ciii(b compre hendido na guia geral do bataihao,
boje o i. de fuz.ileiros do exercito.
Dito Ao mesmo Exm Sr. informando
sobre o officio do director do arsenal de guerra,
que acompanbou o ornamente na importancia
de KlISViO reis da despeza Que se podara h-
zer com o assentamento das grades de ferro, i.i
promptas para us janellas do hospital regi-
mentad.
Dito Ao mesmo Exm. Sr. idem o re-
'|uerimen(o de Jos Vicente Emery em que ne
dio o pagamento dos prets dos dous cornetas da
guarda na< ional de ^erinhaem Manoel Joa
quim Fabiano o Manoel Ferroira da Coste.
Dito Ao inspector da thesouraria da fa-
zenda da provincia do Para participando a
remessa de 20:763^040 reis em notas, pelo
ommandante do vapor -Parahense- ; sendo
dem do din "23.
() qr. 1. secretario l um olficio do Sr mi-
nistro do imperio participando que n'aquel-
la data ( 21 do correnle ) se exigirao dos pre-
sidentes das provincias de S. Paulo e Minas
Geraes as informa fies solliciladas pela c-
mara ros Srs. depuiados nao s a n-pcito da
populacSo da primeira daquelUs provincias ,
como tambcni e com mais especialidade sobro
js das comarcas da Contiba e Sapucaby. Fica
a cmara inteirada.
ho Sr. 1. secretario do senado remetiendo
urna proposirlo do mesmo senado autori-
sando o director do curso jurdico de Olinda
a admittir matricula e a lazei aclo do 1. anno,
o alumno Joao da Coste Lima e Castro. A.
imprimir para entrar na ordem dos traba-
Ihos
Julga-se objtelo de deliberado o vae a im-
primir o seguinle projecto de resolucao :
Forlo presentes i commissao de pensoes
l(f:b77S res perlencenle prest riodo'mezdr c ordenados <* decretos de o do corrento mez
Setembro do supprimenlo mandado lser pela
ordem do tribunal dotbesouro publico nacio-
nal de 17 do Julho no correnle exercicio e
l:086g040 reis, determinada pelo mesmo ihe-
neil,
'y G le gosio desle anno ,
MUTILADO
'iposentando os desembarfadores di Relacao do
Pernamhuco Gregorio da C.o>la Lima Belmont
' Jos Lbanio de ousa e do Maranbao Ti-
burcio Valeriano da SIm Tarares, Cum i
veiicirnento annu.,1 de 1:2008 rs. e reservan-
do para a discussao os motivos que justifican
I


esle neto do governo c de parecer a com-
missao que sejo apurovadas as (lilas aposen-
tadoras por humo da seguinle resolucio.
Art. 1 1 icio approvadas as aposentado-
rias dos desembargadores Gregorio da Costa
Lima Relmont c Jos Liban o de Souza da
Relaeio de l'ernambuco ,e Tibureio \ aleriano
du Silva Tavares, da Retaceo do Maranhao,
como vern-imenlo annual do 1:200.) rs., como
consta dos decretos do go\erno du 5 d'esto me/
de Agosto.
Art. 2. Fico revogadas quoesquer dis-
posu oes em contrario.
Paco da cmara dos deputados, 23 de
Agosto de 1843. Nebias. Carneiro da Cu-
nta.*
O Sr. Carneiro da Cunhu ( ptla orden ) ro-
qur a dispensa da improssao da resolucio que
se calta Je ler e assirn se vence.
Contina a discussao do artigo 7 do pro-
jecto sobro divisao de trras e eolonisaejio.
Tendo fall ido sobre a materia os Senhores
Carneiro da Cunha e Vciga d-se por dis-
cutida.
O art. 7. do projecto regeitado o ap-
t provudaa emenda substitutiva do Sr. Rodrigues
1 Torres.
Entra em discussao o 3. do artigo 6. ,
cuja discussao se adiara para se trat r d'elL
depois de discutido o arti o 7. c seus .
I']" apoiada a seguinle emenda substitutiva ao
3. do art. 6.
Aquelles quo em virtude do artigo seguin-
te lorio adjudicados o vendidos a luzenua na-
cional. liudri. ves Torres.
Toman parte na discussao do 3. os Srs.
Rodrigues Torres Paula Candido Sousa
Franco Pacheco e Pessoa du Mello e lica a-
diada pela hora.
dem do dia 2o.
Contina a discussao das emendas aorequo-
rimento retirado du Sr. barros l'im miel, acer-
ca do dnutor fodoy,
Depois do Sr. Mendos dos Santos discorrer
largamente sobre a materia e votar contra ase-
Diendas lira a discussao adiada.
Contina a discussio do ailiamenlo proposto
pelo Sr. Nabucodo A'raujo, com a emenda do
Sr. Silva Ferraz, do projecto que declara que a
povoacad de l'edrasde Fogo flea d'ora em (lian-
te pertencendoa provincia la l'arahyba,eujo a-
diamento para que se pecio infonnaees ao
governo, ouvidos os presidentes de l'ernambu-
co e l'aiahyua, e hem assim as respectivas as-
Semtdcas provincias.
Ur. Pessoa de Mello pronuncia-se a favor
do adlamento, e o Sr. Ilenriques contra, ob-
servando que as informac'ies que podessem dar
os presidentas de ambas as provincias, nao po-
deno melbor orientar a (amara sobre esta ma-
teria, do(|ueasque dossem os nobros deputa-
dos quer da provincia do l'ernambuco, quer da
l'arahyba.
A discussao fica adiada pela hora.
Contina a discussao do I. do artigo 6. do
projecto sobre divisao de trras e colonisacao.
A roquonmento do Sr. Itodrigues Torres, e
com consentime.'iloda cmara, relirado o 3
do projecto, o lica em dlscusslo a emenda subs-
titutiva do mesmo Sr. Rodrigues Torres, apoia-
da na anterior sesso.
O Sr. Rodrigues Torres com consentimento
da cmara relira igualmente a sua emenda.
Entra em discussao o seguinle :
a Art. 8. o governo aulorisado a reservar
dos terrenos nacionaes devolulos a porcao que
convier pa a consti uccio naval.
apoiado eapprovado o seguinle requeri-
menlo
< s artigos 20 e 21 sejiio considerados pa-
ragraph s do hrtigo 19.Mita Ferraz.
Oarligo t9 do projecto, o 8. que est em
discussao, e passa-se a discutir igualmente os
seguintes na forma vencida.
Jj i. s terreno reservados OcaraS debaixo da
in.-pe cao e adininistraca do ministro e secre-
tario de ef lado dos nego( i s da marinha, para
tlscnlisar a sua conservaban e inelhoramento ,
ordenar ou permitlir os corles das madeiras
necessarias para o servico da marinha imperial,
e dar todas as pendencias convenientes por
meio do leguLmentu, que pora em execucad,
suhimtiendo a approvaca da assembla geral
legislativa a parle delles, ipie cunt Ver medi-
das por sua naluresa dependentes da approva-
ca della. ,
$ 2. As pisses, ou sesmarias incultas, ou de
pequea cultura, que estiveiein eneravdas 1.08
terrenos que lorem reservados, pode rao ser de-
sappi'upn.nas, havendo-se para esse tlm por
declarada, desde ja, a utilidade publica.
< U donos dessas p8)sses e sesmarias sera
previamente indemiiisados de suas bemfeituri-
as, ptMHn assim dos tenos nao cultivados a
troco dos quaes se Ibes darao outros dos nao re-
servados.
Turnio parte na discussao os Srs. Rodrigues
Torres, llennques de itesende, l'essoa de Mello
C Vasconiell'is.
Di si a materia por sufllcicntemente discuti-
da eo artigo8, e seus paragraphus sao up-
provudoa.
Loira ein discurseo o seguinle :
Art.!. o Hovero i aul< risado a vender os
icrrenus devoiuios nacionaej nao reservados, em
pnrejio nunca menor de om quarto de legoa em | rem assento para suprirem a falta dos Srs. depu-
tados, que so retiraran.
L-seo seguinle parecer:
A commiss o nomeada para examinar, reu-
nida outra da cmara dos Srs. senadores, o
projecto do cdigo commercial redigido em
183 V de onlein do governo por urna commis-
sao composta de uin magistrado e de quatro
tommerciantes tem a honra de presentar
esta augusta cmara o resultado dos seus traha-
Ihos ollerecendo sua considerado o mesmo
projecto niamente redigidoc j/i impresso. com
as emendas, que as commisses julgarao conve-
nientes.
Para bem regularem os seus trabalhos as
commisses nao s consultorio os eodigoscom-
. merciaei mais condecidos, mas toma rio tam-
hem em consideradlo os trabalhos das commis-
ses reunidas das duas tmaras encarregadas de
igual exame em 183o, e tiverio presentes as
emendas de urna lommissao da praca do com-
mercio desta corte, e outro de Lourenco Wcs-
lin um dos colaboradores do primeiro projec-
to. E nio querendo as commisses fiar soda
sua inteligencia n juizo, que llies compela eunt-
tir sobre materia lio transcendente julgarao
conveniente confiar o exame dos seus trabalhos
a tres jurisconsultos d'esia corte disti netos por
seus conbecimentos comnicrciaes, os Srs dou-
tores Uiogo Soaresda vilva de Rivar, Antonio
JosCoelho l.ou/ada. o Caetano A Iberio Soares,
que de bom grado seprestrao: o as commis-
ses faltaran a um dever dejustiea se deixas-
sem de confessar, que as judiciosas obseivaces
dos referidos jurisconsultos, as quaes ellas a-
ce i tara o deve o novo projecto eonsideravcl mo-
Iboramento em muitos dos seus arligos.
E como no entender das commisses reuni-
das o novo projecto supposto nao possa diz.cr-
se obra perfeita pode ser adoptado sem grave
inconveniente na pralira deixamlo-se a expe-
riencia do lempo as emendas, que possa carecer;
al temiendo urgente necissidade, queexisle.de
cstiibelecer rogras certas que regulem a divi-
sao das qu es toes commereiaes, suscitas t bo-
je ao livre arhritio, quo a le de 18 de agosto de
1709 deixou aos julgadores, de recorrerem fts
leis econmicas, mercan ta, e martimas das
naces chrisles, Iluminadas e polillas; consi-
derando taiiihom que petiees de commereian-
tcs de diversas pracas do imperio tem sido aprc-
sentadas a ambas as cmaras pedindo medulas
legislativas, que ponlio termo aos males, que o
commercio padece por falta de um cdigo com-
mercial; e observando finalmente, que urna
discussao por artigos !ra impraticavel:
E' a commisso de parecer, do aceordo
rom a commissao da cmara dos Srs. senadores,
que o novo projecto redigido pelas duas com-
misses, se discuta em globo, approvando-se
ou regeitando se, como parecer i sabedoria d'es-
ta augusta cmara,
Paco da cmara dos deputados, 28 de agos-
to de 18V3. Jos Cesario de Miranda Ribei-
ro. Jos I opes da Silva Vianna
OSr. presidente declara, que, envolvendo
a eonclusao do parecer a alteraco de um dos
artigos do regiment da casa nao pode deixar
de consideral-o como urna indicacao, e como
tal vai remettido mesa para dar o seu parec r
sobreomethodo, quesedeveseguir na discussao.
Contina a discmso sobre se ha absurdo na
materia da redaeco da resolucio cerca do Sr.
visronde de *\ Leopoldo.
Falli sobre este objecto os Srs. Souza IMar-
tins e Ramiro, e a discussao fica adiada pe.
hora.
Contina a discussio do adiamento, para que
o projecto sobro a povoaco de Podras-de-fugo
seja remedido a commissao de eslatistica.
Pronunciao-se a favor do adiamento os Srs
Nabuco de Araujo c Pessoa de Mello o contra
os Srs. Carneiro da Cunha, Fernandos Chaves
e Ilenriques.
A discussao fica adiada pela hora.
Contina adiscusssao do artigo 10 do pro-
jecto sohre divisao de teirasecolonisacao, com
as emendas apoiada.
OSr. Franco de Si com consentimento da
cmara retira a sua emenda, e oTerece a seguin-
le emenda substitutiva que i apoiada.
a Todo o producto, assim dos impostos esta-
belecidos n'e-ta le como da venda dos terre-
nos, constituirn o fundo colonia! Este fun-
do sera especial e exclusivamente destinado para
a importaban de colonos livres, nao pndendo
jamis ser distrahido paia nenbum outro cm-
prego i exceptan nicamente d aquellos, que
lorem relativos h boa exeoucio da presento lei
e aos interesses da colonisacao.
Da-se por discutida a materia.
O artigo do projecto regeitado e apprnvada
a emenda substutiva do Sr. Fianco de Si, o
bem assim a ultima parte da emenda do ;r. Sil
quadro, i vista e por justo proco, como exigi-
rem os interesses da colonisavfio.
O Si. Souza Franco faz um longo discurso
s ibre a materia, sendo do opiniio que a venda
dos terrenos saja feita em hasta publica e que
se fixasse o proco por exemplo, de olio ou dez
contosde res por cada urna legoa quadrada
Repula doSr. Silva Ferraz lser algumas ob-
servaces sobre a materia, apoiada a seguinte
emenda :
Depoisda palavracolonisacao, acrescen-
to-seA qnantidade do terreno que ti ver de ser
vendida, ser previami nte descripta e medida.
A medican se nio suspenderi por du vidas
que oceorroiem, e estas serio decididas admi-
nistrativamente, talvo etc. como est no arti-
go 23.
A venda ser i e feetuadn em periodos e por
lotes. Salvaa redaccio.Mira Ferraz.
O Sr. Iloilr igues Torres combate a opiniio c-
mittida pelo Sr. Souza Flanco, ea discussao
lica adiada pola hora.
hlrin do dia 26.
Por falta de membros o Sr. presidente decla-
ra que nao La sossao.
dem du da 28.
Julga se objecto dedeliheracio, e vai a im-
primir o seguinlii pro|octo do resolucio da com-
missao de pensos e ordenados :
A assemhlea geral legislativa resolve :
Art. nico O governo aulorisado a man-
dar pagar ao haeharel Lui/. Paulino da Costa
Lobo cx-juiz do direilo da comarca de Mar-
vio na provincia de Piuuby, a melado do or-
denado, que ifaquella qualidade percebia des-
de o dia em quo foi substituido no referido era-
prego at a data do decreto, que lite concedeo a
pensao.
Paco da cmara dos deputados, 25 de agos-
to de I8i3. Francisco IK I*, de Vasconccl-
/"<>. Alanoel Machado Nunti. Sousa
Franco.
Contina a discussao adiada da redaeco da
resolucio relativa ao ordenado de 1:8008 reis ,
que se concedeo ao visconde de S. Leopoldo.
O Sr. presidente declara que existe sobre a
mesa o seguinte :
Accuso de absurda a doutrina do projecto
por ser anticonstitucional quando invade as at-
tiilniices do poder execulivo. Julio de J/i-
randa.
Pansa por conseguinte a discussao sobreest
nova especie e fica adiada pela hora.
Contina a discussao do adiamento do 1.*
artigo do projecto que declara, que a povoa-
co de l'edras-de-fogo fica d'ora em diante
portoncendo a provincia da Porahiha.
Nao havenilo mais quem peca a palavra so-
bre o adiamento posto a votos c regeitado.
Contina a discussao do 1.'artigo.
E apoiado o seguinte requer monto :
liequoiro o adiamento a fim de que o pro
jeelo soja remettido a commissao de eslatistica
para interpor sua opiniio acerca da liinitacio
das provincias de l'ernambuco e l'arahiba.
y/aciel Monltra,
0 Sr. Almeida Albuquerque pronuncia-se
contra o adiamento, e a discussao tica adiada
pola hora.
Contina a discussao do artigo 9 do projec-
to sobre divisao de torras e colonisacao com a
emenda apoiada do Sr. Silva Ferraz.
Da -so por discutido o artigo e approvado,
bem como a emenda.
Entra em discussio o seguinte :
Art. 10. O governo aulorisado a empre-
gar lodo o producto dos impostos estabelecidos
n'osla lei, e o da venda dos terrenos na irnpor-
tacio dos colonos livres de qualquer parte do
mundo; nao devendo nunca deixar de empre
gar annualmenle nietnde ao mono.', do dito
producto em cada auno.
E apoiada a seguinte emenda :
O producto do* impostos eslabelecidos n'es
la lei e o da venda dos terrenos ser applica-
do importacao de colonos livres.
* Os colonos assim impoitados i custa da
naci serio considerados cidadaos brasiloiros ,
natural sados (IciKis de trosaniiosde residencia
n'eslo imperio.
Durante este periodo estes colonos nao po-
doio: 1.* comprar, aforar, arrendar, ou ad-
quirir o uso de torras por qualquer titulo quo
soja : 2 estabelecer casa de negocio ou admi-
nistraba ser caixeiro ou vender de porta em
porta.
a Exceptuao se aquelles, que tiverem satis
loito as desposas de sua importacao. tilvu
Ferraz
Toman parle na discussao os Srs. Henriques
de Me/ende Silva l-erraz, e Rodrigues Tor-
res e a discussao fica adiada pela hora.
Idrm du din J9.
A' requ^rimenlo do Sr. Silva Ferraz deei- va Ferraz.
de a cmara, que se convidara novamente os
dous deputados supplentos pola provincia de
l'ernambuco, e um pela doSorgipe, toma-
Entra em discussao o seguinte:
Art. 11 i Governo iuualmente anlirio
do a outorgar privilegio exclusivo ai compa-
n hias agrcolas e fabris, guardadas as seguinte8
bases principaes:
1 CJue os gneros e manufacturas, de que
se oecupaiein nao sejio produsidas ja no-im-
perio, ou 0 sejio em pequea escala.
2.* Que os seus trabalbadores sejio colo-
nos importados a custa das mesmas
3.*C>ue nao prejudiquein producio dos
mesn os gneros e manufacturas no imperio ,
bem que cm pequea escala; ii.demnisando
n'este cafo os propietarios, ou continuando
estes produzir como ate enlo
E' aprovado sem debate.
Fntra em discussao o seguinte:
Art. 12. O governo aulorisado noa reg-
lamelos, que fi-er para execucao d'esta lei,
impftr contra os miradores de suas disposices,
pena do prisao al tres mezes, e multa at
2008
Art. 13. Ficao revogadas todas as leis em
contrario.
PafO da cmara dos deputados em 10 de
junbo de 1843. Juaquim Jos Rodrigues
Torres.
Depois de discotido este artigo, posto a
votos e aprovado.
Da se or concluida a segunda discussio do
projecto e aprova-se para passar i terceira.
Contina-se com a discussio da malcriada
primeira parte da ordem do dia, isto. com o
adiamento do projecto sobre a povoacio de Pe-
d ras-de-logo.
Depois doSr. Nunes Machado se pronun-
ciar favor do adiamento, fica a discussao adia-
da pela hora.
Iiaii ol nmm cor
Temos presentes jomaos Inglezes que alean-
cao 6 de Miembro p. p. e o soguinte um re-
sumo do qtir- nellos se lde mais imprtante:
No dia 2t de aitoslo havin sido adiada a ses-
sao do parlamento Itritanico por S. M. a Itai-
nha om possa, cuja falla transcrovoremosn'uu-
tro numero.
0 general Espartero linha chegado a bordo do
vapor de guerra I romelheus, a doi ka de Wool-
vvich (Inglaterra'], no da 23 do bbosIo pela ma-
nbia; e alli encontrn a duquesa da Victoria e
sua filha I). Elida Espartero.
Tendo o principe de Joinville e o duque d'Au-
male leilo urna visita a Inglaterra demora-
rao-se milito pouco lempo conlra a expectativa
goial. A f'ruu attribuia a sbita retirada dos
princi es ao favoravel acolhimento piestado a
Kspailoro, o que os desgostra i o queronao
Mes ctpdr-se a ter encontr no Palacio da Ra-
uha com aquelle homem, e por isso n csanlo
arceitaruma bospitalidade que se dava com tan-
to apparatn aos i ni migo. da Franca A isto
responde a Standard, que a bospialidade pres-
tada pela nobreza Ingle/a ao ex Hegenlo se li-
mitara a deixar-lhn bilhetos de visita no seu
hotel, e que o mesmo Kspartero mostrara ar-
di-ntos desojes de que o deixassem guardar o
mais restricto incgnito que fosse possivel; que
em todo o caso nio era de suppr que S. M.
(onvidasse o ex-Hegente da lie panda para se
encontrar i sua mesa com os filbos do Hei de
haiica nem liavia probabilidade do o encon-
liarem om outra qualquer parte ; que finalmen-
te a causa da sbita retirada dos l'rim jpes ima-
ginada pela Presse fleava destruida polo seu se-
gundo apparecinieiito em Chalbam e sua reti-
rada d'alli igualmente rpida pois quo tendo
ellos visitado as dockas de Coathain e Wool-
vvich, nao seria de estranhar que procegui sem
as suas obseivaces om Porls mouth Plymon-
th, e l'ombroko.
O tpico principal, que oceupava a attenc'o
da imprensa, assim Intflo/a como Ira moza ,
era a visita da Rainha de Inglaterra loica de-
pois de urna excurtio martima ao ReidosFrun*
ce/es : de tal visita aguarduva-so irnpurtanle
consequeneias politieal,
A (licuada eS M. a Rainha Victoria, eda
S. A. R. o Principo Alberto com os da sua co-
mitiva, Eu ( cidade da Normnndia ), teve lu-
gar nodia 2deseenibro as 7 horas da noite.
Alli lorao rocehida asaltas personageni com to-
da a pompa e ceremonias do estylo e hospe-
darao-se nocaslello do mesmo "nome donde
partirao no dia 4 com a Real Familia de Fran-
ca para Forest fin deasvislirem un a (esta
campestre qnesedevia lazer n'aquelle sitio.
As columnas das folhas Parisienses diz
Morning Chronicle andavo pola maior p^rte
choias de expliraces, o conjeclura sobre o mo-
tivo da visita da Rainha de Inglaterra i l.uix
I ilipiie. Ella anduvo quase unnimemente
a boa vinda da Rainha com cortezania. Al a
Presse despio o seo mAo humor ves'io se de
gala e soltou por enlre os denles breves cum-
primentos. O Xacional foi acommetlido d'om
paroxismo econmico, e concebeo receios.de
que a llanca, e Luii Filippe vies'em i tullir
com o grandeconu mino do quoijo o serveja, loito
pelos do squito ('a Rainha e que seria niea-
do conla do budget Francc. () Commerc,
dase, que o tratado de commercio ja eslava la-
vrado, que i Luii Filippe nao se permiltia dis-
I;.->; rnijc iuccuia assignal-o. A
Ruinba Victoria hara de fervi(-*e liosseos ojboj


w
!
br.lhantes, como d urna arma de dous tiros tas chacos, 8 ditas pablo*. 3 ditas en
para amerar Lu.z Filippe. e dizor-lhe auig- tidas | dita panno de linho i ditas
na, ou morre. ISao esperavamos ver escriptores 2 ditas fio porrete, e de vela 2 ditas maeelli .
acnosentreter-se em supposicoes to ridiculas 5o canastras d'alhos; a Silva Barroca AAndrade.
como estas : mas nos ns repetimos como (rucios; 7 caixas louca de barro ; a Jos Joaquim da
dsaw
ordas sur-
pomada,
da mais acanta jada civil isaco da Europa.
Varicela de.
A.VsTNCIO DE CM JORNAL AMERICANO.
Qual(|iicr annumdo d calamento que nao
tier aecumpanhado de urn presente de doces era (la t*un''
impresso no typo mais miudo e inserido no
ca.ito da folha. Se os doces forero da melhor
qualidade, oannuncio ser collocado cm evi-
dencia e composto cm typo grande. Se ajunta
r-m algum i*r de luvas, ou qualquer outro
prsenle nupcial. a redaeco do jornal realce-
rft <> anntincio com algoina poesa di sUa lavra
Se o editor do jornal |,*,r convidado para a cere-
monia, e liver a honra de imprimir urn sculo
na ace da noiva o annuneio satura no typo
mais elegante e sera Ilustrado cu:n a mas rr_
zante produeco potica !!
( P. dos P. no Porto.)
Silva iMaia.
2 caixas lindas do barquinha 1 dita fazen-
das; a Jos Monteiro da Cruz.
4 barris carnes ; a Jos Gonsalves da Fonte.
4 canastras ceblas; a Caetano Gonsalves Pe-
reira da Cunta.
1 caixa coeiros e palitos; a Henriquc Jos
C'OMMERCIO.
Alfa n dega.
BendmeBto do da 11........ 10:424S554
Descarregao hoje 12.
Barca Hortense fa/endas.
liana f-.'.ize Lttise fa/endas
Brigue Importador lazendas, ferragens,
prezuntos vinho pomada se lio ,
talioailo, arcos, barricas vazias, albos,
e batatas.
Polaca S. Jos ameudoas, e fazendas.
1MP0RTACA0.
Importador brigue porloguez vindo do
Porto entrado no crrante mei, consignado
a Man riel Jo.iquim Hamos c Silva mamlestuu
o segante :
1 inillieiro e 270 razas de sal 3 barricas
ferr agens 2 caixas chapeos; ao Capitio.
10 caixas pomada. 4 ditas o II barricas fer-
ragens 0 caixas fio e ludias, 1 dita palitos.
50 ditas velisde soo; a Francisco Xavier Mar-
'iih RuStoS
13 caixas tamancos 8 ditas linhas 5 dita*
fazendas de algotlao 4 dita* pomada 10 pi
pas vinho ; a Miguel Antonio da Costa e Silva.
2 canas Fa/endas de linho e linhas ; a An-
tonio Jos \ az de Miranda.
200 rodas d arcos de pao; a Joao Ignacio de
Jledeiros liego.
t caixas chapeos 32 barricas ferragens 3
caixas e 3 larden fio de vela e porrete 2 cai-
xas uieias de linho 2 barris presunto, 12 pi-
p.s el barril vinho 3 saceos pataces hespa-
flhoes ; a Manuel Joaquim hamos e Silva.
30 harrisunho; a Manoel Duarte Rodrigues
1 caixa retroz 110 rodas d'arcos do pao ; a
Henrii|ue Remantes de Oliveira.
200 barris chumbo de iiiunico; a N. O. Bic-
bcr & Companhia.
3 caixas chapeos ; a I.uiz Jos da Costa A-
morim.
9 ditase 13 barricas ferragens 1 fardo pe
fieiras 1 caita palitos 10 ditas pomada 5
ditas fio e linhas. $0 ditas velas de sebo; a An-
tonio Rodrigues de Sou-a.
3 caixas fazendas de algodo 15 ditas po
mada t ditas buhas 3 ditas e 10 con heles
ferragens 20 barris vinho ; a Jos Allonso
Moreira.
2 caixas linbas ; a Jos Antonio Bastos.
50 rodas d'arcos de pao ; a Joo Antunes
Guimares.
2 lardos fa/endas de algodo, 4 caixas linhas,
20 canastras albos; a Joao dos Santos Nunes
Lima.
1 caixa vulantos, 18 ditas pomada ; a Joao
da Costa Lima Jnior.
32 liarncas. 7 cunhetes, e 2 caixas ferragens,
40 canastras alhos 1 caixa palitos 4 ditas li-
nhas 50 ditas velas de sebo 6 barricas sevu-
d. 40 canastras batatas, 3 caixas mcias ; a
Jos de Oliveira.
1 barril a/oite de oliveira 2 ditos vinagre. 1
dito carnes 1 caixa fazendas de linho 6 an-
coretas azeitonas; a Joao Rufino da Silva Ra-
mos
10 canastras alhos; a Luiz Jos Marques.
1 caixa calcado; a Francisco Vives di Cunha.
2 barril presuntos; a Manoel Ignacio de O-
liveira.
1 caixa liabas ; a Franc;sco do Almeida
Taques.
1 caixa impressos ; a Manoel Figueirfla de
Faria.
2 barril vinho ; a Jos A. de Carvalho.
1 canastra coin 1 manga ; a M. C. Poixolo
Soarcs.
52 turneas ferragens. 21 caixas nanno de li-
nho. o linbas 4 ditas fio de vela 1 dita miu
desea, 1 barril vinho, 50 rodas d'arcos de pao,
l caixa coin um Santo Antonio ; a Mendos &
Oliveira
1 caixa palinha ; a Jos Justino do ?ousa.
1 caixa linhas 23 canastras macaes, 1 mo-
l!io de louro; a Ordein.
1 caixa hixas ; a Jos Pinto de Rarros,
1 viveiro canarios ; a Francisco Nuncs.
1 caixa com urna estampa ; a J. B. Moreira.
1 (ardo com carnciras ; a Miguel J. B. Gui-
maraes.
1 pacoto cazemiras; a Antonio Joaquim Vaz.
10 caixas pomada 50 ditas velas de sebo; a
Jos D. das Xevcs.
1 poreao de cebollas ; a Pedro Jo da Roza
1 caita malva 5 barris conservas ; a Joa-
quim Jos da Costa Brandan.
S. Jos brigue-polaca hespanho!, vindo de
Barcelona enlrado nesle me/. consignado a
Manoel Joaquim 15amos e Silva ; manifestuu o
seguinte :
\Q pipas e 30 caixas com vinho, 3000 resteas
d'alhos 90 quintis de Rehollas, 50 saceos rom
imendnas 4 barricas al pista 4 ditas aniz, 08
caixas massi's, 25 barris azeite d'oliveiia,80 sac-
eos chumbo 11.000 ladrilhos de barro 400
uarraloes vazios, 100 saccas alfazema ; ao con-
signatario.
II o viniente) elo Porto.
Piar ios sahidos no da 9.
Rnenos-Avres : escuna sarda Idra capilao
Marcos Joao Ivolich carga assurar.
Havre de (race ; biiguo francez Armorique ,
capitao V. Vabs, carga algodo.
Sahidos nodia 10.
Falmonth ; paquete ingle* Penguin com-
mandante Walter Leslie.
Entrmto nn mesmo dia.
Bahia, c Rio de Janeiro : paquete inglcz Cra-
ne commndente Thomas B Luis.
Obserraco.
O vapor de guorra ingle/. Gtowler suspendeo
do lamcirao para crusar, commandanle Bu -
ckly.
variado surtimento do fazendas fnnczas, suis-
sas e alemas de seda la. linho, e d'algo-
ilao as (|naes se vendersem limites : quinta
fe ira 12 docorrente s 10 horas da manh, no
seu anna-em na ra da Cruz.
Me Cdmont &C firao leilo, por in-
lervencao do corretor Oliveira de um i por-
eao de carnarios iogleies, novos de qualro e
I duas rodas alguns coin coberta e outros
seniella; e cabriols coin as competentes lan
'croas, e arreios, polendo-se assogurar que
estescarrinhns sao hem construidos e fortes,
do molas t.io el isticas, e superiores, como tal
vez n'esta praca nao lenhao sido importados at
hoje ; sexta leira 13 do coi rente as 10 horas da
manh no seu armazont na praca do Corpo
Santo n. 11.
Avisos elverse>s.
=No dia i3 do corren te se ha de arrematar
or ser a ultima praca que Ut o Sr. Di. Juiz
locivel da primeira vara a parlo do sobrado de
loas andares e sotan da ra larga do Rozario n.
V), penhorada a Antonio Augusto Pe reir de
Unto por seus credores.
Aluga-sc um soliiado com rommodos para
grande familia; na ra da Senzalla-nova n. 42.
Quein annunciou precisar de 300j reis a
premio, sobre penhores, dirija-se rua Bella
outr'ora da Florentina n. 37 priraoiroandar.
Quein precisar de um rapaz portuguez de
14 anuos de dado que tein pratica de venda ,
pois est nnsta trra um anno, dirija-se a rua
Bella outr'ora da Florentina sobrado novo pr-
ximo i ruar.
Vluga se urna casa com commodos suffi
cientos para grande familia sita no lugar do
Possoda-pancha em frente do sitio do Sr.
Podro Jos Carneiro Monteiro; quem a preten-
der dinja-se a Kora-de-portas a lullar com Ma-
noel da Silva Noves.
A'uga-se o sobrado novo de 2 andares n.
10, sito na rua d'Aurora, com encllenles com-
modos para 2 familias ; os prelendenles dirijan
se rua do Crespo casa n. 11 de Benlo Jos da
Silva Magalhaes.
Precisa-se de um menino, que tenha 14 a
16 annos de dado para estar com oulro cai-
xeiro em urna venda ; em Fora-do-portas
n. 92
LOTERA DEN. S. DO LIVRAMENTO
As rodas desta lotera andan infallivelmente
no dia 9 de novemhro do correte anno e os
Inlheles achao-se a venda nos lugares docostu-
ino.
contrario nao me responsabilizo poetas ditas fa-
zendas. Joti i/aria Ferreira dt ^outn.
=z \lugi-soo pr rneiro andar da casa n. 12
na rua Nuv i, fAoprio para pequea familia ; a
fallar com Cazaban & C*
asA|ugao-se duas casas no alto de Apipocos;
quem pretender procure no sitio do Oiteiro no
inesmo lugar.
ssTbomasC Masn, subdito inglez, retira-
so para lora da provincia.
-=Aluga-se a toja do sobrado do patio da ma-
triz de Santo Antonio n. 2; a fallar no sobrado
da mesma
= Oilerecc-se urna ama para casa do hornero
solteiro para torio o servicode portas dentro ;
na rua das Cinco Coritas n. 8 ouannuncia.
ac Johnston Pal*r & (.ompanhia avisaoaos
Srs. do engenhosecorrespondentesdos mesmos
nesta praca que se acha completo o seu esta-
lielecimento de macbinismo para engenhos
c machinas de vapor, de condesacao o de alta
[iressao da forca de quatro e de seis cavados in-
lezes, e laxas batidas e coadas e prwmettem
agradar aos seus freguezes tanto em preco como
i'm qualidade visto seren todos estes ohjiftos
i'citos n'uma das principaes fundicesde Ingla-
terra : rua da Madre de Dos n. 5.
Maria Joaquina de S. Thom professora
substitua das cadeiras de primeiras leltras de
meninas ensina particulariuente ler, escrever,
contar, anlhmetica n diversas qualidades do
costuras; tambem recebe em sua casa aigumtiS
meninas do pessoas que moran fora da cidade,
ou que morando nella as queirSo confiar a
suicdueacao: q.iem pretender utilisar se de
seu prestimo dirija-se a rua ireila n. 64.
VEITCII, BRAVO &G"
Vendem na sua botica e armaxtm de drogas,
na rua da Madre de Dos, n 1.
Declaracelcs.
Avisos martimos.
Para o Rio Grande do Sul partir com a
maior brevidade possivel o lirigue FM, forra-
do e encanillado de cobre de que he capitao
Manoel Maicianno Ferreira ; para carga ou
CsCrsvOSa Irete trala-sc com Firmino Jos Fe-
lis da Boza ou com o capilao.
Para o Maranbao partir com a maior
bre\idadc possiud o brigue-escunaS. Matheus,
1050 Barricas abatidas, 11 dilascom sevada, capilao epralico Joao de l'eos Pereira ; para
133 rodas d'arcos de .o 9 ancorlas tama- j carga e pasugeiros para o que tern cxcel-
rindos 9 barricas drogas 49 ditas albos, 11 |,.,,ics comuidos trata-se com Firmino Jos
cnixa pedras de aliar, t dusias taboas de pinito. | pe|g ,|a Bo/a.
1 ca'xao abatido, 1" barricas lolhas de loureiro, i .ni
1 barril vinho ; a
Pela adminislaco da meza do consulado
se faz saber, que no dia 12 di. correntc mei se
luto de arrematar porta da mesma adminis-
tracao duas arrobas de caf, e un. garrafo com
cinco cnidas de ago'ardenle de aniz ludo
aprehendido sem despacho pelo commandanle
la primeira baa de vicia; sendo a arre-
matado livre de despezas ao arrematante. Me-
za do consulado de Pernamhuco 7 de utu-
bro de 18 43. Miguel Archanjo Monten o
ti' Andrade.
18dita ruinas de curtir
Manoel Joaquim Brandan.
24 barricas, 15 cunhetes, e 13 caixas ferra-
Lcileies.
Bolli & Chavannes farno leilao por in-
jjens, o caixas iinuas, e marcas d'osso ii di- lerveiicao do correior Oliveira de grande e
Pergunta-se ao Sr. fiscal da freguezia de
San o Antonio Malinas de tal se a le nao
he igual para todos, visto ler -se construido sem
a respectiva licenca nina padaria no atierro dos
A litigados, depois das posturas adecionaes da
cmara municial e parecer da sociedade de
medicina, a qual se acha sem seu competente
conductor nem lao poucochamin para poder
dirigir a fumaca po>- isso se peda encarecida-
mente ao mesmo Sr. fiscal que lance suas vis-
tas sobre tal cslahelecimcnln vislo se adiar cun-
prehemlido no artigo 7, c mais e mais.... do
contrario se r presentar acamara, para dars
procidencias uecessarias.
Um dos encommodadns.
= Pertcnde-se saber da inoradla do Sr. Jos
de Magalhaes da Silva Porto para se Ihe en-
tregar urna caita vinda do Porto pelo brigue
Importador, da qual se peilenle reosla o
(alie com Manoel Jos d'Araujo Machado nos
arma/ens da alfandega defronte da escadinha,
das 8 horas da manh s 4 da tarde.
=.Precisa-se para caixeiro de urna toja cm
Macei d'um menino pnrtuguez de 1 \ annos
de idade, obrig ndo-se quem o leva a rcenvial-
o para esta praca, se all nao se der hem ; a
tratar na rua doCabug n. 16 e comparecen-
do al sbado prximo.
Permula-se por urna casa na Solidade ,
que tenha quintal, inda mesmo que tenha pon-
eos commodos urna grande raa com muitos
commodos de ti-olo e barro sita na povoa-
cao dos Remedios distante desta praca meia le-
goa com boa cavallarice para 4 cavallos, mui
segure, com hom sitio de excellenles trras coin
250 e tantos palmos de frente e 900 e lanos
de fundo, boa cacimba com agoa de beber, mul-
los arvoredos de espinho plantados, coqueiros
&c. de presente tem diversas lavouras criadas .
e oulras criando-se com grande bananeiral
d excellenles han- as de todas as qualidades ;
volla-se o que lor razoavel, sesimilhante (roca
merecer volta ; adverte se. que iodo terreno he
foreiro por 16j000 reis por anno, e tambem
se permuta por qualquer propriedade, ou par-
le de propriedade aqui no Becife: quem quizer
fa/er este negocio annuncie.
=sEu tinlureiro do atierro da Boa-vista, n.
A preparaeo seguinte por preco muilo com-
nodo e do superior qualidade.
Magnesia calcinada ptima.
Os s;:hilares elTeilos dcste medicamento co
mo purgante mui suave e capaz de se applicar
todas as pessoas de qualquer sexo ou idade '
isorvendo ao mesmo lempo todos os acido
existentes om nosso estomago e que tanto
icrturbaie nossas lum-ccs digestivas, tornain
seu uso recommenda\e!, e muito necessario.
A experiencia lem moslrado a um sem numero
le Mdicos sabios, o verdadeiros observado-
res do elTeito therapeulico dos medicamentos ,
|iie (anto maior he a sua aeco purgativa ,
quanio maior he a quantidade de cidos, que
e maior parle das ve/e. desenvolvem nossas do-
incas to estomago. Lina ou las colheres de
soupa misturado com agoa durante odia be
qnantidade sufficiente para pruauzir Lom
elleilo.
Na mesma casa tambem se vendem tintas,
e todos os outros objectos de pintura ; vermz.es
le sii|ier.or qualidade entre elles Uin perfei-
(amente hranco, e que se pone applicar so-
lirc a pintura mais delicada sem que produ-
'a a teraco alguma em sua cor primitiva. Ar-
row-fioot de Bermuda,Sag, Salionetes, -
Salino de VVindsr, Agua de Seidlilz, Agua
lo Soda,Agua de Sehz,Limonada gasoza ,
'I inta superior para escrever, 1 inla para
marcar roupa,Perfumaras ingle/as, Fun-
das elsticas de patente,Escoves e pr' para
denles,Pastilhas de muriato de moiphina,
e ipecaruanha, Pastilhas linissimas de hnr-
tela-pimeiila Pastilhas de bi-carbonato do
soda e gingibre. As venladeiras pillas ve-
etaes univeisaes do D.r Hrandrelk \indas
leseu aulbor nos Esiados-L'nidos, c &c.
= Aluga-se em Olinda para se pastar a fes-
la e lambein por mais lempo nielado de urna
casa terrea com boa sala quintal, muilo fres-
ca e vista para o mar ; a fallar na mesma
cidade, venda junto ao calabonce, na rua de
S. Benlo.
_ Aluga-so a qualquer estrangeiro, e por
nuv parte de urna casa mohilhada no cami-
nbo dos Aflictos conlendo duas salas una
d'ullns indei-endenle c outra com 2 qliarlos ,
eosinha e cochia para cav los: a tratar na
rua da Cruz n. 38 segundo andar.
= O ai reinaUnio do imposto de 20 por cen-
tn sobre o consumo das agurdenles de pro le-
crio hrasileira, aviza aos Srs., que anda naopa-
garfo dito consumo, vcnhdo fazel-o nos da 9,
10,11. 12. 13. H.olS no largo de N. S ao
Terco n 11, lindos os quaes se proceder na
forma da lei contra aquellos que deixarem de
Pgar.
= Agostinho Henriques da Silva e Claudio
Dubeu, pela lerceira vez avizao a todas es pes-
soas, que sejulgarcm crrdom du casa do falleci-
do Jos Gomes da nIv>, hajio de apresentar
suas conlas no praso de 8 dias aos mesmos os


72 aviso a tot'as as pessoas que tem fazendas quaes seachao aulorisadospela viuva do dito fal-
em mcu poder 6 me/es a esla parte, que as i lecido para poder tratar da llnoidscic d; dita
Laido de vir tirar no praso de quinze dias, do casa.


= Aluga-se o segundo e terceiro andar e
sotan da ra Guia n. 42; a tratar no priineiro
andar do niesmo.
= Desoja-se fallar a Joo Hiplito de Mou-
ra I.iim a negocio de sen interesse ; na ra do
Queim-do loja n. 29 do Nones & Basto
= Aluga-se o segundo andar do sobrado da
ra Nnova com cmodos para uina familia ; na
ra da Cadeia-velha, loja do sobrado do corre-
tor Oliveira.
= Arrenda-se a casa da ra do Vigario n.
13 grande bem arejada acoada para qual-
qiiercasacoinmi'rri.il, com grande o bom ar-
Hiu/em ; no porto da ra Nova do Brum as
obras do Mosquita.
= Arrenda-se o segundo andar da casa da
ra do Livramento n. 36 com bons commo-
dos co/.inba fra e muico fresca : a tratar na
Joja do mesmo.
S= Da-so 200,000 rs. a juros a dous por
cento ao me/ sobre ponbores de ouro ; na
ra doCahug n. 9.
= Alilga-se um sobrado reedificado de no-
vo na povo.nao do Monteiro ; a datar na ser-
/ raria do Moniejro, ou no armazem de vid ros
ao JJ i da cadeia, na ra de S. Francisco n. 17.
= Vcndon-se sarcas com farinha da man-
dioca a 28 rs. ; na ra da Cadeh-velha n. 35.
= Vende-se um escravo de 13 annos de
bonita figura ; na ra da Moeda n. 9 primei-
ro andar.
a-se dinhnro a p'emio sobre penhnres
de ouro e prata ; na ruada Cruz do Recife n.
38 segundo andar.
Aluga-se o segundo andar da casa da
ra do Qucimado porcuna da botica ; a fallar
na mesina.
Um rapaz que sabe ler, escrever e
contar sofinvelmente c graminatic > portuuue
za se oITcrece para ensinar primeiras lettras
o asa do qualquer familia ; qtiern de seu
presiimo.se qut/er utilisar dirija-sea ruadas
Laran .oirs luja n. 1.
Dase dmlieiro a premio mesmo em pe-
queas qn.mtias sobro penbores de ouro ou pra-
ta ; n roa Nova n 55
Contina -se a 'irar passaportcs tanto pa-
ra dentro como para fra do Impoiio, e des-
pacito si- e Atierro da Boa-vista loja n 48. ou na ra
do Collegio n. i0, primeiro andar.
Francisco Jos Pinto V'ianna pretendo ir
ao Ass deixando por seu procurador seu
genro Manuel J s Dantas.
Arrenda-se um grande estabelecimento
dentro da cidade com a vantagein de ler bom
porto para desembarque e couimodos de um
assnbradado para os trabalhadoros proprio
para urna fabrica de seiraria inarcenaria ou
outro mister : trata-se na rufl da Florentina
il. Ib' das 4 horas da tarde as 6.
Precisa-te de um cozinhiuro escravo, que
sejo perito para urna rasa de pasto; no Recife
na esquina da ra do Turres praca do Com-
mercio a fallar com Antonio Joaquim do Faria
Patricio.
U bill.cte n 513 da segunda parte da
dcima -quinta lotera a favor (las obras do t.'iea-
tro publico pertence a Jos Folis da ("amara
Puneutel do engenbo Gaipid e lica em po-
der de F. da Silva Lisboa.
Aluga-se urna casa terrea na ra d'Ale-
gria no bairro da Boa-vista, com grandes com-
modos para sulBciente familia i na ra Diroita
n. 3.
- Offcrece-se urna rapaz Brasileiro, de 14
aunos, para caixeiro de loja de fazendas ou
de miudezas; quem o precisar annuncie.
No largo do Pillar, casa de Jos Bernar-
do de Souza e\i-le urna parda sen lillio ,
com bom leite a qual se prope a criar.
Jacintbo da Silva Peroira da cidade do
Porto, tutor e administrador dos scus cunha-
dos ausentes nos estallos do Brasil llcnri-
que da Cunha Magalhaes Antonio da Cunha
Magalhaes filhosdoCapilao N anoel Joo da
Cunha Magalhdea, esua mullier da mesma
cidade b.i anuos fallecido, e por cojos bitos
ge proceden a inventario, lern o annunciante
iccelinlo por coitta das legitimas daquelles dous
ausentes algum dinheiro o que faz publico
para que estes manden ou vSo recebe
dentro de 6 mcv.es a correr da data do presente
an nuncio.
= Compra5-se coelhos mancos: na ra do
Collegio n. 15.
Compro-so macacos, sagoins e outros
quadrupedes mais notaveis do paiz e exocti-
cos
tos
da parte do mar n. 15.
Couipra-se urna porcao de saceos vasjos
para larinha ; no deposito da mesma no pa-
tio do Carmo sobrado novo junto a orden
terceira.
ComprSo-se eflectivamente para fora da
provincia mulatas, negras e moloques de
12 a -20 annos sendo bonitos pagao-se bem :
na ra Nova loja de ferragens n. 16.
laxa de boa qualidnde a 3520 a arroba; as! bique de 15 annos, com bonita figura ; um
Cinco-pontas padaria n. 154 | escravo de nacao cozinbeiro ; urna negrin|,a
= Vende-se um novo e riquissimo pianno de necio Bonguella de 18 annos engru-
de armario, ede excellentes vozes um dito ma eco inha ; duasd.tas boas coznhoiras,
:os, nao si'i vivos como rescentemente mor- de Jacaranda de nova invenco duas ricas ca- eengommadeiras ; na ra Direita n. 3.
los, e tambem passaros ; na ruado Collegio, mas de mogno francezas, com seus compe- = Vende-se um negro erioulo de 30 annos,
lentos colxfles cheios de ar, muito proprios para para fra da provincia : na ra da Cadeia, |0ja
a presente estaeo, por serem muito frescos, por baixo do corrolor Oliveira.
urna cama nova para casal com todos os per- i = Vende-se um moleque de nacao de U
teneos, boas cadeiras do Jacaranda e do oleo ,' annos de bonita figura e faz todo o servico
bancas, mesas para sala, cmodas, camas, de urna casa: na ra do Cabug ~ loja n. 9t
e nitros muitos objectos, que a vista dos pre- defronte da malriz de S. Antonio,
tendentes serao patentes tudo por preco rnui-! Vende-se um negro de nacao de boni-
to commodo; na ra Nova, armazem n 67; no ta figura e ptimo ganbador de ra ; na ra
mftsmo contin.i-se a receber todoequalquer do Crespo n. 11.
objecto tanlo novo, como usado para ser = Vende-se por preco commodo um pa-
Vf'llfl'i vendido por moio deste estabelecimento. lannuim com pouco uso; no caes do IVJacha-
- A mesa da veneravel ordem terceira do don. 12.
Monte do Carmo tem para para vender urna ss Vende-se o livro intitulado Primeiras
oorco de caibros e travessdes que servirao na lices a minha discipul.* ; obra intercssanle pa-
obra da mesma ordem; os prelondentes en- ra as meninas, que frequenlao as primeiras
lend.lo-se com Gabriel Antonio, thesoureiro letras; na loja do Selle .na ra do Oueimado,
e encarregado da mesma que se acha autori- e na de Cardo/.o Aires, na ra da Cadeia do Be-
sado pela mesa para fa/er a dita venda. cife.
= Vende-se um selim com seus perlences, = Vende so urna rede nova para viveiro e
por preco commodo ; no armazem n. 5, na tambem se aluga ; nos AhVgados, palio de
travessa do Arsenal do guerra. N. S. da Paz n. 20.
Vendo-so doce do goiaba em caixoes ,' Vendem-se por preco con.1 modo 5 vacras
chocolate em pos e meios ditos arroz de cas- de leite com crias e algumas jf. pn nhes e
ca atacado e a retalho tudo por preco corn' prximas a parir; na Capunga no sitio do Dr.
modo ; na ra estreita do Rosario n. 8. Jacobina ou na ra de A [tollo n. 6.
Vende-se um elegante palanquim em sas Vende-se a armacao da loja do- Atierro da
armacao e pintura ; na ra Direita, deronte Boa-vista n. 12, toda envidracada propria
dooitao do Livramento n. 10. pura loja Iranccza, ou outro oualquer negocio,
= Y'andom-se 8 covados de mirin branco lio toda de amarello envernisado e leita em
para capa de terceiro do Carmo ; como tam- quarleires propria para fe mudar, sem estra-
hem se aluga um preto sapateiro ; na ra das gar-se por ser unida as pecas com para (u/os:
Trincheiras luja de tartarugueiro.
Vende se urna armacao e mais utencilios
de urna loja de cera por proco commodo : na
ra do (tange! n. 3.
Vende-se urna mobilia pan urna grande
familia ; comprehendendo 5 camas tudo de
bom gosto e por preco commodo e rnais per-
lences do cozinba ; na ra da Cruz, sobrado
n. 51.
Vende-se urna casa terrea em chaos pro-
Vendem-se duas canoas de amarello, urna
com 45 palmos de comprimento e a ou'ra
com 35 e ambas com 3 palmos de boca : as
Cinco-puntas n. 62.
Vende-se urna escrava de nacao do 28
annos, ensomina coziiha, o lava ; um mo-
lequa erioulo da 1 Vannos proprio para to-
do o servico; urna mulalinha de 10 annos,
propria para mueamha ; urna nogrinha de 9,
com principios de costura ; e um cavallo pedrez
de elegante figura bem gordo bom passeiro
e carregador: na ra dasCruzcs n. 41, segun-
do andar
Ven le-se urna escrava crioula de boni
ta figura coso bem faz lavarinto engom-
ma cozinba e lava e sendo para a ra d i
iSOpordia; o duas duzias de taboas de pi-
nito, por preco commodo ; na ra do Livra-
mento sobrado n. 33.
Vende-se una ranfla aberta que pega
1200 lijlos de alvenaria ; na praca da Boa-
vista n 1.
h Vendem-se riscadinhos francezes para ves-
tidos e camisas a 2V0 o covado cortes do col
leles de selim de -ores e de lanzinha a 2500.
'asumir dealgodao de quadros a 320 o aova-
do lencos petos de selim superior, ditos de
cores de novos padroes o grvalas do setim e
irja do melhor gosto ; ni ma do Queinad ,
loja n. 25 de Gu inerme Selle.
\endnm-se duas crinlas, urna de 18
annos. e a nutra de 16 sao recolhidas e nao
tem vicios; a billar rom oDr. Hibiapina.
Manoel AlvesCuerra na ra do Vigario
n. 3, vende laxas de ferro batido o coado de
lodosos tamanhos, por preco barato; e travs
de madeira superior de 22 a 50 palmos e de
7 a 10 pbllegadas de grossura.
= Vende-se para (ira da provincia ou
para algum engenbo, 1 erioulo, de 20annos.
robusto para todo o servico, e com oflicio de
i-arreiro, vende-se porcircuostancas, (|uo se
dirSoaocomprador, na praca da lioa-visla a
billar com \ iclorino Ferreira de Carvalho ou
na estrada dos Afilelos sitio grande defronte
Vende-se colla fabricada em Pernambu-
co : na ra do Rangcl n. 52.
\ endem-so 4
Compras
= Compro-se frascos vasios que fossem
de tinta de escrever detes que vem de lora ;
no Atierro da I loa-vista n. 72.
Compra -te lastro de podra pelo preco,
que se convencionar segundo a sua qualidade ,
e grande porcSo ; na ra de Apollo n 6.
Cnmpra-se o drama original a Moura e
dos dous Renegados; na ra do Rangel n. 8i
Compra-so um pilan de sucupira dos
maiores, novo, ou usado; na ra Imperial
n. 110.
escravas mocas, engom-
milo. co'/inbao o bnao ; urna dita com urna
lilba de 8 anuos, mui linda; urna dita de.meia
idade por 300S rs. ; urna dita por 250.000,
cozinha e lavao c sao boas vendederas do
ra ; urna mulata do meia idade, boa ama
de urna casa engomma cozinba, e lat o mais
servico ; um preto bom carreiro ; um mole-
que de 12 annos; na ra de Agoas-verdes
n. 46.
Vende se urna venda no patio da Penha
n. 6 com poucos fundos, e de prompta venda
por serem gneros lodos bons a qual paga de
luguel por mez 6000 rs. e esta bastante
alregue/ada para a praca vende-se por seu
dono retirar-so para fora ; a tratar na mesma.
Vende-se muito bom milho, tanto a re-
talho como em porcao a 1920 o alqueire ; no
deposito de furinha de manuioca na ra da
Cadeia de S. Antonio n. 19.
Vende se uina negra da Costa para to-
rio o servico; na ra da Cadeia do Recife loja
de Jos Gomes Lial.
Vende se urna fechadura de patente, para
porta de qualquer estabelecimento: na ra No-
va loja de ferragens n. 16.
V ende-se pomada para curar erisipela ;
na ra Nova loja de ferragens n. 16.
ss Vende-se urna cavallo de segunda muda,
mui bom principiado nos andares muito bem
feito e est gordo ; em Fora-de-porlas pur
traz do Pillar na ra dos Gararapes n. 9.
Vende-se um sitio no lugar do Giqui ,
foreiro ao passo do Giquia, com viveiro dentro ,
con 130 p sde coqueiros, casa de taipa ca-
pim de planta e oulrasmais arvoies de (ru-
to e tem agoa doce e passa o rio dentro, bom
para banhn; a tratar no corlume das Ginco-
pontas n. 23.
Vendem-se 2 caixoes envidracados, pro-
prios para amostras de taberna um par de
esporas de prata com mais de meia libra ; a bo-
prios na ra do Fogo n. 3 por 1:5008 rs.
n tallar com o procurador Amula; e o dono
previne ao Sr. que morou em dita casa ba-
ja dele mandar poro fogaode ferro que car-
regou do contrario so publicara o seu nome
= Vendem-se, ou alugo-se lodos os uten-
cilios e vestuarios de pastoras do presepio do
iheatro vestuarios de companbias dramticas,
de meninos e de homens, pannos, cordas ,
moitoes &c. ; a fallar no tbealro con Jos
l.uiz de Brito ou Pedro Antonio L no.
Vende-se urna morada de casa de dous
andares e snlao em chaos proprios sita na
ra da Sen/ala-velba n. 76 ; a tratar na mes-
ma ra n. 144 com Joo \ az de Oliveira.
- Venden se passas muscateis a 200 res ,
caf em grao a 160 cavada nova a 80 rs ; no
patio do Carmo esquina da ra de Hurta do
ladodireiton 2.
Kissid relojoeiro junto ao arco de S. A n-
tonio contina a vender relogios patentes e
borisonlaes lanos novos como de segunda
mo, por preco commodo.
= Vende-se una porcao de madeira de boi.
para mais de mil ; as Cinco-pontas a tratar
com o feitor do viveiro do Muniz.
\ ende-se um negro robusto, que sabe
trabalhardo enchada e bom para socar assu-
car, por 3008UOO rs. ; na ra de Agoas-verdes
n. 70.
V= Vcndem-seos seguintes livros todos no-
vos em latim : o primeiro e segundo lomos
de Virgilio por 18000 rs. em oglez a obra
de Roberto Bun por 2500: em portuguez ,
Paul
na mesma ra n 21
= V ende-se um bonito cavallo bom carre-
gador, e passeiro, est muito gordo e ser-
u; para carro: na ra Novan. 52, terceiro
indar
ss Vende se Jacaranda superior chegado do
Rio de Janeiro podras de mormore redondas
nara mezas de rucio re sala, de muito bom ges-
to dilas para comntodas cadeiras america-
nas com assento de palliinlia camas de vento
com armacao marque as, sofas mezas de
j-rilar camas de vento mu bem feitas a 4500,
litas de pinho a 3500, assim como outros mui-
tos trastes ; pinho da Suei ia com 3 pollegadas
de grossura dito serrado, dito americano de
diflerenles larguras e comprimentos ; assim
como travos de pinho e burr ..les ; na ra da
Florentina em casa de J. Beranger n. 14.
Escravos fgidos.
autoe Virginia adornado com 5 estampas
por 1600 ; na ra estreita do Rozario loja de
cera n. 3.
= Vende-se urna escrava de nacao com mui-
to o bom leite para criar por ter a cria mu
limpa e gorda de 25 anhos, robusta e con.
algumas habilidades na ra Nova n. 55 das
o horas da manhaa as 9 e das 3 as 6 da larde.
Venden-se encallantes chalet deseda d
ricos padroes, e por preco barato; na ra
de Cjueimado loja n. 14.
== No deposito de farinha de mandioca no
patio do Carmo loja do sobrado novo junto a
ordem lercei a ven le-se a relalbo e em
grandes porcoes faiinba de todas as quabdades.
e precos commodos sendo sempre as melho-
res que bouver no mercado os precos serao
annunciados.
= Vende-se becbigas de graixa do Rio
Grande por preco commodo ; no armazem n.
5 na Iravess.. do Arsenal de guerra.
sa Vende-se um burro hespanhol muito
grande e proprio para roca : na ra do Crespo,
loj re Domingos Guimarea,
ss V e.ndc-M! uina venda com muito poucos
fundos, e com commodos para familia na ra
dos Pescadores n 7 : a tratar na mesma.
= Fugiodo engenho Itapenurema, ou Ter-
ra-prela nndia 2 do crrante um escravo de
nome Joaquim de n cao Angola baixo ,
refonado do corpo bem barbado testa en-
rulada como quem sempre tem raiva den-
tes limados estando com a barba grande, tem
de um lado um pouco da cabellos brancos. iue
parecesignal, de30 annos, foi par., o Recife
aonde foi lomado o cavallo em que elle foi mon-
tado por ler dudo, ou vendido a um portu-
guez, o qual est preso ; quem o pegar leve
ao dito engenho ou no Recife a entregar a
Joaquim de Oliveira, que sen recompensado.
No dia 3 do crrenle por espasso de duas
horas da larde iiesapparecoo una preta de no-
me Mara de nacao Cacenge ; luvou saia da
chita e camisa de ulgodao/inho jronla; bal-
sa rbeia do torno com as maos foveiras,
olosabugalhados, o algum tanto vermelhos;
julga-seestar no Rio-formozo, ou em Naza-
reth ; quem a pegaa leve a praca da Boa vista
n. 26 segundo andar.
= Nodia 3 do passado fugio urna preta de
nome Benedicta cioula baixa gressa do
corpo rosto largo nariz chalo pomas al-
gum tanto arquiadas psrolioos, do 20 an-
uos levou vestido de chita escuro, panno da
Costa bandado de mal ames brancos consta
que anda de trajes mudados fui vista para as
llandas .los Affogados rom trouxa na cabeca ;
esla preta venda fazendas com outra paneira
de nome Thereza e agora de prximo vendia
frutas, calcado para sen hora, em um (landres,
julga-se estar aceitada em alguma casa ; quem
a pegar leve a ra rio Livramento defronle das
catacumbas do Livramento ou na estrada de
Joao de Barros de fronte da I groja da Con-
ceicao, quesera recompensado.
= Na noute de 27 para 28 do p. p. fugio
da casa d(> .Manoel Duarte Rodrigues na ra
do I rap.che n. 26 um escravo pardo de no-
"'o. Silvestre de 1 annos alto, magro, ca-
"-' les corridos sem pona de barba official
de allaiale t. porlcnce a Jos Pedrozo Mfra ,
do Maranhau que o remoteo para esta cida-
de para ser vendido ; quem o pegar leve a dita
casa quesera recompensado.
= Vende-se um mni nn.rt ^'--i...
.......'.......---------v-w-i are: ka Typ. w M. F. db Faria. =143.


Full Text
xml version 1.0 encoding UTF-8
REPORT xmlns http:www.fcla.edudlsmddaitss xmlns:xsi http:www.w3.org2001XMLSchema-instance xsi:schemaLocation http:www.fcla.edudlsmddaitssdaitssReport.xsd
INGEST IEID EVW37PXL8_KZ9LOO INGEST_TIME 2013-04-12T23:07:45Z PACKAGE AA00011611_04300
AGREEMENT_INFO ACCOUNT UF PROJECT UFDC
FILES