Diario de Pernambuco

MISSING IMAGE

Material Information

Title:
Diario de Pernambuco
Physical Description:
Newspaper
Language:
Portuguese
Publication Date:

Subjects

Genre:
newspaper   ( marcgt )
newspaper   ( sobekcm )
Spatial Coverage:
Brazil -- Pernambuco -- Recife

Notes

Abstract:
The Diario de Pernambuco is acknowledged as the oldest newspaper in circulation in Latin America (see : Larousse cultural ; p. 263). The issues from 1825-1923 offer insights into early Brazilian commerce, social affairs, politics, family life, slavery, and such. Published in the port of Recife, the Diario contains numerous announcements of maritime movements, crop production, legal affairs, and cultural matters. The 19th century includes reporting on the rise of Brazilian nationalism as the Empire gave way to the earliest expressions of the Brazilian republic. The 1910s and 1920s are years of economic and artistic change, with surging exports of sugar and coffee pushing revenues and allowing for rapid expansions of infrastructure, popular expression, and national politics.
Funding:
Funding for the digitization of Diario de Pernambuco provided by LAMP (formerly known as the Latin American Microform Project), which is coordinated by the Center for Research Libraries (CRL), Global Resources Network.
Dates or Sequential Designation:
Began with Number 1, November 7, 1825.
Numbering Peculiarities:
Numbering irregularities exist and early issues are continuously paginated.

Record Information

Source Institution:
University of Florida
Holding Location:
UF Latin American Collections
Rights Management:
Applicable rights reserved.
Resource Identifier:
aleph - 002044160
notis - AKN2060
oclc - 45907853
System ID:
AA00011611:04261


This item is only available as the following downloads:


Full Text
f
5
Anno de 1841. Quinta Feira
toda agn depende de trie aseemos ; da nos., prodeneia, sodera-
*** ?"*, : ontonoenaos o pnoeipiamoi, a seremos aportados
om admiraeJo entre a* Naces naiseultasi
Prodamaalo da asamblea Garal do Bresill
'*>
Sobacrava-aa para asta folba 3{poo por onartel pago* adiantadoe
a^Twoawft., roadasCrusea 0.3, a na Prtca da lndep.nd.n-
a, o. 37 a 38, onde se reeebem eorreepondenei.V legaliadas e an-
n?do"iaaadorM ******* Modo doa proprio, essignantes, a
PARTIDAS DOS CORREIOS TERRESTRES,
C'.dada da Parahiba a Villas da soa i
Dita do Rio Granda do Nc
Dita da Fortaleza o Tillas
Cidade do Goianoa
Ciriada da Oiioda .
Villa daS. Antio.............
DiU daGaranhuns ePovoacSo do Bonito.........io, e i de cada mes
Ditas do Cabo, benohaem, Rio Fornmo, a Porto Calvo, i, u, a n dito dito
ad*dm. J?.,iA^s2?, ** Mae,io............Wwn ld,n
Villa do Pyia da Floras.....................ldtm |5 dito dita
Todos os Corre tot partemao meto dia.
2(5 dr Agosto. Nom. IS5
"'" a preteoeio.......v
do Norte, a Villas ld.ro.......(
?""..............j
...... ......... J
Se*, a S.zlai (alias.

Todos OS dial)
Quintas [airas.
PHASES DA LOA MU HBZDBAGOT.
La Caea a i-as *b. o 3a m. da man.
Ouart. mine;, a tO- as 3 b. a 55 rn. da maa.
Loa Nova a ib' as Quart. orase, a a3 1 as t b. a 37 m. da tard.
Mart thetm parm di 6 de Agosto,
As 11 horas a As 1 1 horas a 6 minutos da manh.
CAMBIOS. Agosto a5
Londres...... 3o d. por ifooo cod.
Lishca......80 a 85 por 0(0 premio por meta I offerecida/
Frutea......3ao raa por franco. Comp. Venda.
OCHO Mocdado 6/4oo re, ralbas tih*> 16/9-0
Ditas h "" 4Pjo tit-jM
Ditas do ftfooo reis, lioo 8**00
PRATA Pauc6es Braailairos ----- 1/6*0 i|64o
,, Pazo Colomnarios-----------i^tao i#6/io
Ditos Mexicanos------- 1/600 1/610
Una.'*.------------------------1/4*> /44o
Dise. Ha bilb. da Alfandega 1 i|8 por loo ao asas. I o|o
dem da letras de boas firmas 1 lis a 1i|4
Mooda da cobra 3 por 100 do dise. 00 par
DAS DA SEMANA.
5 Segunde S. Felippe Benicio. Audiencia do Jais do ireto da S,'
rara.
a4 Tarca >{t S Bartholomeo Ap. Relaro a tud. do Juii do Direito da
1. vara.
aS Qaarta S. I.niz Rei F. Aud. do Juis da D da 3. ara.
19 Quinta S. Zeierino B. M. Au lieucia do Juis da Direito da ti
?ara.
97 Sexta S. Jos de Calisans. Audiencia do Juia da D. da I. y.
v Sabbado S Agostinbo B. Relaco e audiencia do Juis do D. da 3.'
tara.
99 Domingo O Sag ado Corac5ide Mara.
RIO DE JANEIRO.
\
' ~S
ASSEMBLEA GERAL LEGISLATIVA.
CMARA DOS SRS. DEPUTADOS.
Sesso de lo de julho de iH4i.
Presidencia do Sr. arcebispo da Babia.
h** lo horas e meia da roanbi fax-ae a
chamada e reunidos os Snrs. deputados em
numero legal, abre-se a sesso le-se e ap-
prova-se a acta da antecedente.
O Snr. primeiro secretario d conla do ex-
pediente lendo uro officio do ministro da jus-
tica remetiendo o decreto de o3 de junbo ul-
timo pela qual S. M. o Imperador houve por
1 em aposentar o padre Cesario Fernandes da
Torre conego honorario ecapello caalor
da imperial capella, no sobredito lugar de
capello cantor coro o vencmento animal de
35a(Jooo res. A' commisso de penses e
ordenados.
Remeile-sea commisso do orea meo t o da
faa<>i>ria o raqooriaaonlo da Antonio Jos lien-
riques o Jos de Lemos correios do gabi-
nete S. Magestade.
O Snr. Carvalho de Mendonga tero a pa-
lavra pela ordem e m. querimenio para que se remettao ao governo
lodos os decretos e papis annexos reUvos a
conccsso de tengas visto ser hoje esle ob-
jecto da competencia do poder execuiivo.
O Snr. secretario l ei reir Prona informa
o illustre deputado autor do reqnerimento,
que todo esse decretos e mais papis j lo-
rio enviados ao governo.
O Snr. Car voltio de vendonea pede licen-
ca s>camara par. relirar o seo requerimiento,
e se Ibe concede.
Ordem do dia.
Entra rm discussio a resoluco viuda do
senado em J838 que approva a penso annu-
ai de um coolo e reis concedida marquesa
de CJuelua, por decreto de seia de Junbo de
^>, em ren.uneracao dos trricos le los ao misso de lasenda.'
f-.,tado por stu laetido marido o marqu>z A asseublea geral legislativa resolre.
do rueamo nome.
Depoisde urna longa discosso a resoluco
approvada e adoptada.
A requenmento do Snr. Caslro e Silva
vencida a urgencia para que ae julgue ob-
jecio de deliberadlo e te despese da impies-
ao, a resoluco da com. de pensos e orden,
que approva o decreto de 9 ue junbo de
ib/|i re!o qual concedeo o governo a peu-
sao de oo leis a D. Heoriqoela Slepple ,
*iuvadoca,ito lenle Francisco Romano
da Silva e a seo* qualro filaos.
A lequeiiroento do Snr. Silva Puntes con-
tinua a discusso addiada do parecer da com-
inistao de msliucco publica sobre a preten-
do dos estudaotes (Vianoel da Cuoba Gal-
leo e Ignacio da Cuaba Galvao para se-
lem aumitidos matricula na escola militar
da corte*
k' apoida ama emenda do Sr. Coelbo para
que totoem os papis o governo para resol-
ver coroojolgar conveniente.
Depois de longo debate tica a discusso ad-
diada pela bora.
O 5nr. presideote d a ordem do dia e
levanta a sesso depois das duas boras da
tarde.
Sesso de 10 Julho.
Presidencia do Sor. vico-presiden te Henri-
ques de Kcseode.
A lU" hora 0 11 do snaobi f*s-se s
chamado e reunidos os Srs deputados em nu-
mero legal, abie-se a sesso, le-se e appro-
va-se a acta da aolecedonte.
O Sor* primeiro secretario d conta do ex-
pediente lendo os seguales obvios :
Do ministro da marinba reoetteo'lo a
consulla do tribunal d< junta do commercii
agricultura, fabricas e nivegaciodesle lupi-
no sobre o officio dirigido pela cmara mu-
nicipal da villa de Canana 1 provincia de S.
Paulo, propondo coocar no ponto desuella
villa huma canoa com um pratico e esta -
bellecer certa t'bella de emolumentos pela
sabida das embarcaedes A* commisso do
orcaroento da fasenda.
Do ministro rio imperio devalvendo a
represeotago na qual o* l'eneiros calila
reros, taooeirose serralh^iros peJem re-
vogaco da postura municipal que Ibes pro-
hibe conservares} suas oficinas em algunas
ras desta cidade e remeneado igualmente
o officio da cmara municipal coa os papis
que llies eslo annexis oque cooten oses-
utareclmentos que o governo pode prestar sa-
br semelhanlo obpclo, A quem fez a ra-
quisico.
Vde a (erceira commisso de fasenda um
requerimeatoe.n queomarecbel Albino Gj-
mes Guerra de Aguir junta um documento
que otlere e a cousideraco desta augusta c-
mara, e pelo qual se mostra ter o suppiican-
te feito entrega no Kio Grande do bul da
quaolia de i'ooojU reis em prata, a m de
se Ibe dar o desuno que a cmara julgar con-
veniente.
Vae a commisso de penses e ordenados o
requerimeuto del). Anna Joaquina de O-
liveira Barata viuv do doutor Cjpriano
Jos Barato de Almeida, em que pede urna
resoluco benefiea en atten;o aos servicos
prestados por seo marido a cima ds indepen-
dencia.
Julga-se objecto dedeliberaco e vaia im-
primir o seguiute projecto da terceira com-
E' apoada a seguinte emendi: minado pelo Imperial Aviso de 7 de Jalda
No fin d) 4 accrewente-se esceptua- ultimo,
se Rqreno caso de haverem offiniaes aggrega- | Illas Snrs. -Acensando a rewpecio dj
dos pelo nico m >tiv > re fx-eder?ro oslimi- Officio que V S me dirigirlo en dita da
tes do respectivo quadro os quaes nestas cif- hoje arompan'iando a c>nla d cunstanciis deven ser prefer los para pre- las com o Tedeum que se cintou na Mitris
benebimeolo das vag armas, segundos ordem de suas anlgui- deSua Magestade o Inp'ndor, tenbo detij.
dades. Coelbo. Carvalho de Mendonca. nificar-lhe ptra sua nlelligeucia, qua ex-
Oepois do Snr. Reg Barros ter di>corri lo
tongamente contra o artigo a. e seos paragra-
pbos, manda a mes* a seguiute ementa >
Supprimo-se o artigo j.esejs peragra-
phos
A discusso fies addiada pela hora.
Acbando'ge na seta inmediata o Enx. Sr.
minstro do inperio recebido con as
formalidades do estilo, e oceupa o competen-
te lugar.
Segunda parte da orden do dia.
Continua a discusso do ornamento do m*
periHj com es emendas aptt>dis.
Todlio parle na discusso os S.irs Coelho
Bastos e loni, que fta un longo discurso
respoudendo as abierrape* do Sur- Ctrnei-
rriro Lo e rebatiendo muitas das propo-
sices deste nobre deputado. e quuido ter-
pedi orden aolnsiector dt Tosouraria da
Fasenda psra mandar p'gar a quani da
6,iio(J8io reis ao Snr. Major VIenoel di
Nascinentoda Costa Monteiro E cono V,
S. desempsuhasstin sap'isfitori.insiila ai n-
portante connisslo de que foro encarrega-
dos por esta Presidencia cono en dd espe-
rar do seopitrio'isno eadheso pessoa da
Nosso Augusto Minircln cunpre-me dar-
llies muitos touvores e agraJecimentos por
este serv ;o.
Dos Guarde VV SS. Palacio do Go-
verno de Penutnoii'o 10 de Ajovo da 18 ti
Manuel de Souta Teixra Snrs. T-
ente Coronel Trajano Cesar Burlantqae,
iVianoel do Nascinmiio di Costi Vlonleiro o
VIa noel Coelbo Cintra.
Dito Ao Prefeilo di Conarca de Gira-
mina o discurso dio-se apoiadjs por al- nbuns, signflcendo-lhe que conasor-
guns Snrs. deputados e ouvem-se bravos 'dens expedidis ao Collector di.|uella '.'onir-
das galees proferidos por alguns expecta- ca em date de 4 do rorrete pela Toesou-
Artigo 1. l'ico coucedidas compinhia
dramtica francesa estabelecida no tbea-
iro de S. Januaiio desta corte por espaco
de qualro anuos urna lotera animal se-
gundo o plano das concedidas ao teatro de S
Pedio e S Jjnuario.
Artigo a Igual numero de loteras, e pela
forma estabelecida no artigo antecedente ,
bea concedida a sociedade empresaria do
tbeatro de S. Francisco desta corte sendo
esta obrigede a sustentar na europa pelo
lempo de umenao, um dos actores den. ais
talento que a sociedade escolher a m de
se instruir na erte dramtica.
Artigo 3. O lavor concedido no artigo ?.
a sociedade do tbeatro de S Francisco- Qca-
r de nenbum vigor seeate firer luso com
qualquer ouiro tbeatro desta corle.
Artigo 4 O governo tica aulhorisado a ex-
igir aa garantas con venientes para que o pro-
ducto das loteiias concedidas tamo a um co-
mo ouiro tbeatro, teobo a sua devida ap-
plicacao.
Art. 5. Fico revogades as disposico em
ontrario. fca.la das, commiasea ua camera
dos deputados o de junbo de 10*4 w J. J
Pacheco -J. J. deMoure Magaibes.
Piimeira parte da orde.u do dia.
Continua a discusso do artigo S do pro
jecto sobro o|soldo dos sailitarea, coa a -
manda do Sor. Lima a Sil va.-
dores.
O Snr. Caree iro Leio, levanta-se pede a
palavra pele ordem e coa vebeaencu cen-
sure o procedimeuto dos espectadores que s-
sim procedern aos quaes compre conser-
vsrem-se na ordem nao dando signaes de
raris de Fesenda 6co dadas as providen-
cias que reclama en seo officio de 14 de Ju-
lho ultimo acerca do pigamanto das despeis
com o recrutamenio.
Dito A Cmara Municidil da O indi ,
communicando Iheencump'ineiit) do in-
approvaco nem de reprovaco e reclama do peritl aviso de 17 dj lulrio ulano queS.
Snr. presidente a observancia do reginento
da casa a tal respeilo.
O Snr. Andrada Machado tambsn fall
pela ordem e concorda en que os expecta-
doresdevem assislir silenciosos as discussSes.
A discusso rica adiada pela hore
S. I'i o Sr. ministro do imperio retira-ae
coro a mesma formaliilade con que fura re-
cebido.
O Snr. presidente d a o-dem do da,
e levanta a sesso depois das du*s bo ras da
tard.
PERNAMBUGO.
GOVERNO DA PROVINCIA.
Expediente do dia jo do correute.
Offi.-io-Ao Inspelor da Tbesouraria da
Fasenda enviando-lhe em cunprimonto
do imperial aviso da Secretaria da Fasenda de
i do correle as copias dos decretos de i3 e
15 de Julbo ultimo Demittindo a Tbonat
Jos de Senna, e Manoel Grigorio da Silva
dosLugirea de Ajudante do Guarda Mor,
e piimeiro Escripturaiio da Aifeodega desla
Cidade a Goda que Ibes faca dar a devida
eiecosso
Jjilo Ao mesmo significando-lbe que
lendo a rommisso oncarrregada dos Festejos
da toroago eSagraco de S Magestede o
Imperador despendido con o Tedeum que
se i-aniou na Matric desta Freguesia, a
euantia de 6 25U8ao reis Iheordeoe, que
mande pagtf a dito quanlia ao Major .vianu-
ol do 2Sji imeiilo dt Coste Monteiro Mem-
bro da mesma commisso, ficmido oaaintelii>
gencia de que as cuntes deslas despesas veo
ser reu-aitido Secreleria de Estado dos
INegociea de imperio, segundo I01 deier-
>1. o Imperadr Acolbeu beoignanente 01
senlimentos de amor respailo o leatdade ,
expressados pela deputacao que a mesma
Camera enviou para assislir ao acto solemne
de Sua Sagraco e Coroacio.
Ijuies offi.-ios toro dirigidos as Camares
Vluiiicipaes de Goiaoua Cimbres, Pao do
Albo e Limoeiro.
Portara Ao Cirurgio eucarregadi di
Vaccina para renelter a Serretarii algunas
laminas de pu: vaccnico pira serem eo'ii-
das ao Esa. Presesidentd do Viirautiio qao
<*s requesita.
Dita Ao Director interino do Arsenal do
Guerra ordenando-liie que iornega eo P a-
leilo de Conarca do Recile, para o servido da
Cadeie tres juras de madeira.
Officio Ao Preleito da Com. do Recife,
commuiiicaiido-lae a expedic^io da o.'dsa
supra.
dem do dia ai.
Offisio Ao Comnandante as Armas ,
communicando -Ibe em cun jn nenio do im-
perial Aviso da Secretaria da Gera de 5 Jo
corrente, que S. vi. o iaperador tioure pir
boa Mandar dissolver o quino Eijudro
de Uivallarii ligeia de Liaba, Ueieminsn*
do que a Secretaria eArebivo do dito Et-
quadro loasen recebido* no Arsenal ds
Guerra da Corte, para ser' reagudos *>
l'residencie ; que>o Torienie Joio da Siquei
ra Campello se lecoliiesse a essa Provincia ,
e hnalmente que se dassen vnos d^s ios os
cbjectos de ftrdaaeutos, eraenentos e equt-
pamentos a cargo do mes tu Teiiea'e cj o
ver do citado Aviso qua por copia e i 10 re-
melle.
Dito-Ao mesmo, respondeudo-lhe qua
pode demiltir o (soldado do esiucto^ qout
squadradrao de Ca valla ii dt Linba Mt.u
LADO
1
!


filARlo .DE P.EJINAMftUCO
i.
necef 3o ciwa de cometlorias de embarque ,
passando-se-lbe guia, na qual se devirii de-
clarar quedeix.ua de seos venctnienlus nes-
fl de Arrorim vi'slo ter sido julgado ki-
c*f"z doftrvico pela Junla de sade.
rijo Ao Ir.peclor. do Arsenal de 7V7 a r i -
rli, resrcr,drdo-ll e que pede trnndar
rcnceiUir o pauo do rigue Escuna IVicihe-
i< y rrnforme requesila o respeclro Cura-
mandante.
i(o Aovefwo, repoi-dendolle, que
irc'e rerrear o dispenseiro que lie requi-
it o romrtandnte do biifiue escuna JNic
' re y no cato de ser de absoluta uecesci-
daJp.
lito-- Au rirertor do Mente Pi Gera
des servidores do estado en^iando-llie rama i.fdoaez antecedente que ficv i icspju-
de Ibe mandar dar o competente passagem quer propostas 'que a respfito ofirsceaa os
e expi'rordeoa a thpzouraiia para llie for- licitantes.
leiira de i:3f ftJifo rtis do saque d Ale une
Ca.'mont & C. sobte a directo da compe-
l! ia des paquetes de vapor importancia das
ccut'ii uitcei arrecadadas pela thezouraia da
J. reda da provincia, de Fereieiro ale u du
corre lite mez
J.ito-- Ao Juizde Direiio interino da i
\Bra docivel srgi.ifirando-lhe.que a Pr-
udencia lo-u acierte- de ia\er o aesmo juiz
utatdoaocidato J. E. Van na para ad-
miriislredor da Igitj da Congregaco,
Tito -- Ao Ttenle Coi ene I Amaro Fran-
cisco delWoura pr. curador ge ral da Irmanda-
de ce S. Joo 15 ptisia dos agilitares commu-
i.ica do-lhe a nomia(,o supra.
Lito A Caisaia Municipal do Recife,
ctan unicando-lbe em additamento ao oflicio,
que Ibe foi expedido em datj de i(5 do cor-
ren e tjue a lisia do que acaba de repre-
lelar o propiielaiio das aei*guas fiontei-
ias eo palio do Cllqjjo a Presidencia ap-
|.rcva o contracto da oemolico das mesmas ,
leito por a dita Cmara com (odas as condi-
ctes iitlle ixarads renos a de vencer pre-
n 10 cas .tiras durante os cito metes marca-
des para arrasar as oitas meiaguas.
Lito-- A Caara Muuicipal do Pao do
AU.o rtspocdttiuoaoseo olhcio em que pe-
ce i.ovbuenle autherisatao para poder man-
car constru! um atougue to solo de um ca-
sa calada que Lia legada nuiles anuos
para hospital des pobres j que nao cabe as
atuiluitoea da Presidencia o satisiarer aoque
pretende a ntsna Cmara; e que deve em
ctiiitqttncia lecorier Assemblea Legislali-
\a 1 lovintjal para Ihe dtierir como enttuder
couvenienle.
> ni., na Ao Ctn'.insndaiite Ctrsl do cor-
yo de polica para dtmitlir o a. sarj-ento
da 5. ttoipiiLia Jote liofico Ccelbo Cata-
j,l o tti.lciae i equer, vislocu podei ton-
lii.uar i,o stivito por padecer molestias dio-
JUiCal,
do, egratificacuaddiciqnal.
Dito AoExm. Comrxandante das Ar-
mas da corle reme! emir.-Ihe h gui do (t-
llenle de cassadores Jos Delfn* u> Carilargo,
com uuaa declaracj da contabilid i ; i.iur .
pela qual se disfez o engao, que c-m muli-
~, a exigencia expressa no sen tifcio de
E Daia constar mandil o nieiiiii film. Sr.
affixar o prsenle e publicar pela I m prensa..
.Secrelarii na ihezourua dis rends pro-
a caj ital em socorro de sua familia o sjI- viruiaej de i'ernimbu;> a5 de Agosto de
vo
"
did
Dilo--Ao Inspector j arccnal oVo man
nha remetiendo Ihe a relaca lU" edi-
ra, dos officiaes e cadetes do" 3. b.i-iliode
artill.eria aj que seguir 5o pira eorte em
de Junho desle an-io edondo>lle alguna
esclarec nenies a respeito dos que fiserJ vi<*-
emnob-igue S. Joo Uantisli,
Dito Ao cominandante do deposito,
niviiii lo-lhe as giiiis das prar-, s que tem
dfestfbacado da ebrrui Arnplnirile, ," para
seren iracladas no bjpilal rgimen tal e
duendo-lhe que no caso ele faltar aindial-
guma requisitasse para ser exigida.
Dito Ao Pief-ito da commarca disen-
do-lhe que o retraa Anrelmo Antonio,
que remetiera com o seo otficio de aa fora
poto em custodia por allegar ser ilbo ni-
co de viuva.
1841.
O Secretario
Luiz da Costa Portocarreiro.
O leilo dos armarhs mezas ,
annunriado pira odia ai d>
Gea transferido para hoja at
ierem comparecido lacadores
le dia.
e cadeiras
corrente,
por uj
na qnel-
CO.MWAPCO DAS ARMAS.
rxpedinte do dia ai do corrente.
Cfficio Ao Exm. I'ffsideiite devol-
Tfndo-lbe informado o requericenlo do sar-
gento i. lunado Antonio Jos do Espirito
ft.r.lo, que a S. M. o 1. emjetrava a greca
de n m (iar-lhe alonar a penso rcensal de
itL ti c rr is que m igualdade de circuns-
tfntiis foi cr ucrdida a ledas as pratas mu-
tilados e leloraadas pelo decreto de 5 'A
gostode 1837.
Lito- Ao iresmo Exm. Sr., informan-
do o requerir! mo do cabo de ravRlIaria Luiz
ci (lacea d'Aiaujo Souilo que pedia de- '
niio, em ccnsecueiiea do seo mao estado ,*,.. ,__. i?m r>. : 1 .
Lito -- Ao mesriio Lxm. rresidente par-
THEZORARIA DA FAZENDA.
Expediente do dia 17 do correle
Offirio AoExm. Presidente da provin-
cia informando o requerimeulode Mancel Jo-
te Chalaca.
Dito Ao mesrro Exm. Presidenta infor-
mando o lequerimenio do Doutor Pedro
Erantisco de Paula Cavalcaiite de Albuquer-
que c Jcaquim Leocadio de Oliveira Gui-
rtaifs pedindo o aloramento de 4o palrcoi
de terreuo alagado no iugrr do Eoile do
Manos.
Uilo AomesmoExm. Pirsidenle i,.f r-
mando o requerimenlo dos socios di socieda-
de de eaalvllas nesU praca.
Dito-- Ao Inspector geral das o'iras pu-
bliccs eriviando-lbe o itquerimenlo de Joo
Lt te de Azevedo com de.-patho do Exm. Pre
bidente da piovincia ccneedeudo-llie o alo
11 n c 1 o do terreno allegado nos fundos bumsus prepriedade sita na ra do Vigario
do bairro do Recife a fien de se dignar de
n.andar proceder a mtdicso e avaliato
do mesmo terreno.
Portarla -- Ao Tbesooreiro dos ordena-
dos nandando pagar a Maximiauno Barbo-
ta soldado que 1 o i da 5. coi patihia do 8.
batalho de cassadores da 1, linba a quanli
de i-U5oortis importancia dos vemimen-
los miniares a elle dtvidos relativos ao anno
financeiio proxi" o lindo.
dem do dia 18.
Cfficio- AoExm. Presdeme da provincia
inforroaedo o lequerimento de Antonio Joa-
quina P reir pedmdo por aloramento o ler-
lerio du marinba n.s fundos da casa que est
edificando na ra do Apolo do bairro do lie-
EDITAL.
Perante a Tfcesourari de fazenda desta
prorincia se lia de arreoaalar a queai maior
crepo cfFerecer a renda do pilacio dos an-
ligos governadores e casa contigua da guir-
d na fijada de OlinJa pelo lempo de trez
annos.
As psssoas que se propuzeren a licitar ,
de vera o con parecer ni salla das sessSes da
reesnii Thejouraria nosdiasi4, 5, e
16 de Selembro prximo vindouro. Secreta-
ria ca Tliizourariade.aenda de Pernambu-
co 17 de Agosio da i84i.
Joaquim francisco Bastos
OIBciai maior.
Diversas tt+H>*rMod*w
PRErEITDR.1.
No dia a5, nooccorreo novidade.
TRIBUNAL DOS JURADOS.
Dia a3 do corrente.
contra o
pelo u-
Jury de Accuzaco,
Denuncia do Ooutor Promotor
muzico Ignacio micidio 00 mo'.eque .Vlelitao es.-ra vs de Joo
Joaquim de Eigutredo : o jury achou mate-
ria para aecuzaco.
Dito de Sentenca,
Pecurgo do soldado de polica da 6. com-
panliia Baiicundo Nonato Cavalcante da
tentenpa que o conderor.ou dois annos de
prisa oconcelho do mesmo corno : loi con-
denado em 2 annos e mezes de prizo.
-- Vimos o jornal do Commercio t 11 do
torrente e nada encontramos de raro, a ex-
cesso do faci que abaixo transcrevemos,
A Cmara dos Deputados continuava a
discussao da lei do ornamento subsidia dos
l.'eputads, Paquetes de Vapor, e Juizo pri-
vativo dos feilos da fazer.da. Tinha passado
no Senado os arligos da lei de forca de trra
com as emendas da Cmara dos Deputados ,
juase sem discussao.
de numero de senadores e deputados.
(Jornal do Com. de 10 do corren'e)
Cor'rcspoiKeiicia.
Snrs. Redactore?a
Nao foi do oeslica e silenciosa a quesll.i
pnlre os Collegiaes de S. Francisco desia Ci-
dade e seos Superiores, que nao deixasse
de transpirar demasiado entre o publico fa-
nendo-se em c.inser|uenca diversos juizos so^
bre a verdadeira caus e o q'ie tanto a a. <*,
gravara pira resolver-se em pleua cj:n.nj! i-
daje arec!usao dos mestnoj Colle'iaes. Ha
preciso pn> Snrs Redaciores que o mismo
publico saiba como succedeu o (acto ; eeu'
que sou Pai de um dez Collugiaes, alenda
me compatlir por direilo nalurai detfe id l-o,
cumpre-me como CiJadao fazer conliecer ao
mes no publico nio s o facto em queslo,
como o espantoso progresso que os Fillios
de S. Francisco le.ii i'eiio em todos os ramor
de screinciss sem exceptuir mesmo o Je ju-
risprudencia criminal.
(iracas as lues do Sculo em que vivemos!
lm quauto em outro lempo o mais pintado
acbarel de Salamanca d^ria cincas de morle
no desencolvimenlo das tandictas qualquer
Pavo,, p5e boje isso em pratos limpos
E que diiei sobre a inlerpielaco das Luis uu
Estatutos porque se governo os Francisca-
nos ? Nao veuha c urna inleira congrega-
cao cathedratica iu utroque jure,, poc
que qualquer donatinbo a lev..na a pareJe...
E:n quanto pois nao vem a deciso do Capi-
tulo (para onde appellaro os Reclusos nao,
como diz o bom Bibiz, co 11 o cor nn pro-
bo viro ,, exigindo os reverenciaes Apost-
los ; mas para o bom senso d'alguns Prelados,
a que m estas e semelnarues quesld:s faz mu-.
rer de pepo) eu igualmente me contenho em
dar toaio pretenda o verdideiro nome as
causis, e passarei a instruir o publico sobra
o que deu motivo a magna deciso e os fun-
damentos jurdicos em que se fundarlo os Sa-
pientsimos Juizes que reolusaro os de*
Collegios.
de ;ai te ,
junta
ccmpeiecteaeiile prevado pela
ticipando que ero comprimtnto do despa-
,..* T ... cbo de 2/ de Junbo prximo brido, que a-
Lito-- Aolcsrector da tLeicararia pe- con panil'u 0 ollivio io P.eeito da commar-
d.ndt-lJ e a expeJ.ccao de suas ordens a con- ca Garahun5 v,iniio t,m conIorBJd8_
tahlidade millar para que Ibe lossem en- de doMli |3 b 1I)Slructes dt 6dAb,.l
tiactscaSmi.ain:i.lcaeii>lora.a do iahc.do :do tor|eJe iBB0; os aeios Lecessaios paia
corcel Ja a. linha cem sold Jo.quim Ra- as ^ Q rtcrutcinieil|0 e Co(Q fl/or_ '
Pcs d Alarida para. p tt*ao, que ao Exm. Si. P.e*.dec e linba | em do correi][e mej, ^cfao a_
*t ear a ttira de una prtltn.ao de D. fcco-
laMica Jufccuina da Ctnttuao, viuva de
H'frxo coronel.
Li;o Ao Central,darle interino da For-
taleza de llaixarae cidenbiido-lbe, em
re
das as providencias a este leapeil
J'ortaiia-- Ao Ibtsouieiro da Fazenda
mai.dando pi-gar a Antonio Carlos de Azeve-
do Coutinho Capito do brigue ludianna ;
a quautia de i^oUooo leis imporlanaa do le-
le de 60 barriz ue polvura que condusio no
da coi le do llio de Janeiro para
iita co seo cfficio de so do cnenle, que
rciche du liLerdade o cabo Pedro Lopes de <
l..u. ,G. B. S.UM.. J6,..io .-C^Vj. ,,ar. mtm ,emaMio
<< jc fe Luarda Jote I luiiio o qual no ecto 1 ,,. .i K .'
deeoclicvaraapmenar aocompo.t.aen- R'o Grande do Norte.
to o de\ia rt atlttr preso com paile cucuns
'anuda, to letpeclivo ccnmacdanle do ba-
uil,ao b .n. de o laier punir em ceulor-
midade do ico legulaaeuto,
laem do dia a3.
Cffjtio--Aolxm. 1 itbidente ccamu-
1 nn.dc-lle
ALFANDEGA DAS FAZENDAS.
~ EDI PAL.
O Ulna. Sr. Inspector da Thezouraiia das
icndas provine iaes manda fazer publico que
a criea-taco da iluminaco publica desta
cidaJe, annunciada pelo edual de ai de ju-
que lenco o coronel Joaquim [ |v0 prximo patsado e publicado pelos Lia-
Jce Luz cebouza aelkoiado de sua ioler- | res se la de concluir na se sao da mesma
c ictce e ctUtitio per isse pitmpto u par-
tir ikiaaiafiui tolnpeiioem txtcucaoas
iicciiSctS. ftJ. o I., con^inLa-ite teguir
1.a Lktih tntiicma GlcLo que Uigava no
dia 26 (.'tile u ei flo que Uuveste S, Ex.
ll,e/ouratia do dia do do crtente visto se
nao ler efiecluado nos das fxados por falta
de licitantes sobre o ptecode 144 "--is diarios
pelo cusleamento de cada lampio j e quan-
do nao teja ai 1 en alada se acehajo quaes
He com o maior sentimento que temos de
dar conta acs nossos leitores de bum successo
desislroso que rausou na cmara dos Srs.
deputados a mais viva sensaco.
Suicidou se bontemde manba o Sr. Dr.
Joao Candido de Brito deputado assem-
blea geral le0slaiva pela prviucia da Babia.
Desde quinta leira passada principiou o
Sr. Candido de Brito a dar sinaes de allie-
iiaco mental; varios Srs deputados seus a-
migos com quem morava empregro to-
dos os esforcos e os mais extremosos cuidados
para dislrabi-lo e desvanecer as ideas sinis-
tias que delle se bavio appoderado. Do-
mingo passado levro-o ao Jardim Uoia-
nico onde passro o dia: noite pareca
ler melborado bastante e dormio profunda-
aente algum^s horas. A's 3 horas e ij{ da
Uibnba pareca mais socegadoj sabio do quar-
todebum seu amigo dizendo que seaciia-
va meibor e que se ia deiter. Algunsmo-
rxcutos depois ouvio esse amigo alguma bu -
Iba no quaru do Dr. Joo Candido ; correu
aprtssauo e ao claro da la achou o des-
gracado banliado em sangue. Todos os es-
I0150 paia o salvar lorio muleis : o infeliz ,
com burea navalba que conseguir esconder
( pois Latid dias que Ibe linfao tirado tudo
aquiilo com que pudesse attentar contra seus
dus ) bavia corlado a vea jugular do lado
esquetdo enterrando depois o instrumento
na ier>da< Sccumbio passado alguns minu-
tos depois de ler recommendado que tomas-
:em conia de bum paptl que eslava em cima
de huma commoda ao p da sua cama, Nes-
le papel esetevra o itilelu :
" Morro iunocente. Nao sou o matador
do Dr. Barros. O lempo justificar."
O Sr. Dr. Joo Candido de Brito deixa
huma viuva e duas filLinhas que esto em
Sfrgipe, Foi sepultado hontem na igraja de
S. Francisco de Paula, na prsseaca de gran-
Dejcobrindo-se certas falc.itruas b-m ver-
gonliosas por cerlo e que por decencii ca-
laiei por ora, de dous Coltegues ; seuscoaj-
paulicuos nao podendo soU'.er osies desvarios
pelo muiio que pezavo no lolal da corpjra-
co represeulavo deaceutemeote coulra el-
les ao seu Commissario pediudo nicamen-
te para crdito e paz iio s do Collegio,
como da commonidade em geral a muda des-
tes couuaniieirui para outro Convento.
lista requisico meretau as sympathias de
todos e foi uiiiversalmente applauida como
a mais condescdndente e honeati para evi-
tar o menor escndalo. Porem os dous cri^
minlos vendo-se absolulamente desampara-
dos lecorreio ao bao extraligema de se hi-
rem valer de u:ca honiadissima Personagem ,
a quem contando com a maior tamuria nao
o verdadeiru succedido mas ouira.s cousas ,
que se desafiar o sua natural co.nmiscraco -
escieveo ao Prelado em seu favor. Eis o que
fbi bstanle e em verdade o seria su bou-
vesse ba l e circumspec^o da parte dos lle-
verendissinos ; porque em boa paz tuda se-
pode fazer e quando se sabe presar a po.
pna reputaedo nao he deiuil em casos seme-^ |
lUanles conciliar o dever com a grapa. To-
do se mudou ; esemeurar-se o mal prin-
cipal como era a deshonra da caca con os
t nos dos dous ao contrario iractou-se de
impor silencio aos queixozos sob pena de a-
molinadpres Era ntn muito para quem uo
tirina anda perdido os sentoieutos de puir
adquiridos as Cazas Paternaes j e veuio lio
reptnlina mudauca sem saberem a causa ,
da parle daquelles que 1 \ Lor.s antes lano as
Lavio louvado ; presistiro em seu rejue-
riu.eiito e jamis cedero daquillo que cooi
lana luslipa como diguidade se Ies bavia,
promeltido. Emo apparecero de todos o*
lados desadipes (e eu muilo breve direi
porque) e o proprio Lente que nenhuma par-
le livera na digna contumacia do amor nu-
mero de seus Uescipulos leve de carrejar
com a sauba de seus Innos, fazeudo-iua
resenba de suas aeces como que su estas e
no caso em questo houves-em de fazer pe-
zo na conduca nimiamente nobre dos Desci-
pulos. Bastante idoneidade tem o digno
Lente o Muito Keverendissimo Padre e Mas-
ir Fre Joo de Capristauo', para precuar
que odell'eodo. A ser isso misler elle la-
ia tanto de sua pessoa que nada deixar a
desejar aos seus amigos^ nem pouco arrepeu-
dimento quelles de seus Irmos em Clinsto ,
que deixando de o imitt ir nos detieitas (sa
os tem) deverio se nao eacedel-o em coa he-'
cimenloi ao meuai imilal-o. lleuuuciaraj os
MUTILA



diario
DB
BbB
PERN
mmmmmmumaam
a r. n c o
9
1
W '
dea CollegUes formalmente oCollegio se
liouvessem de ter por companheiros os dous
ci iminoaos como rom todas es forcas exigiao
os Reverendissimos ; e como conlinuasse are-
lecutancia, convocarlo capitulo, e ahi abi
entre ellas foi assignada a ordem para a ex-
ntelo do assassino do Bispo de Ermeland. O
Rei mandou fazer urna alterapo na formula
di s decretos de morte : Costumavao princi
do o magno Cdigo iroposero aos
lante as penas do art. i. p. a. do ca
dos Estatuios sobre conspiradores que diz
assim conspiraco quando se unem a dizer
n al d'alguem ou accusal-o, uioporzelo,
mas por m eiiclinaco ou odio que llie te-
nhao. -- Bem ; mas perp,unla-se (e be ne-
cessario responder ) SeriSo os criminosas
icrusados laicamente? Pesso suas Reve-
reudisbiroas a Deus que os Dignos Capitula-
res na Babia acabern com isto como be de
d ister do contrario o publico ter de.ver e-
videuteaenie provado o que... Ah ?, oque
liumDOS refritos imperiosamente me otile-
iio que cele por Sf>cra l Lido que fosse o
art. em que per crime semelliante estavo in-
curses os rtU'ertantes ; carcere ? Perguotoa
o Juiz ad hoc a um Padre grate ; nao ; res-
joi.iieu o ultimo, basta que sejo recluios
i.o convento al a decizo do Capitulo geral.
E tivero juizo e foro simplesmenle reclu-
sos no Convento. Vejamos agora, Reveren-
dissimos se esta deciso foi justa, e Vs, Re-
vi ((iidissimos dados os precedentes po-
dio em boa Lermeneulica involver-se em tal
queslo. E puis que foi uecessario desen-
tranhar-se da pueira, e tbeas d'Aranha o Li-
vro misterioso dos Estatutos, que neta todos
es olboa poden ver mormenle sendo seus
iubcid nados, o que seria bastante para nao
ebrigarem a ninguem; nao estranbaro Vs.
Keveiendissim&s que como curioso \ ossua
eu um des.es tarissimos tbesouros, e que
cem elle prove que nesta encamisada ningueru
itais criminosos que Vi. Revereudissiinas.
Rao me podem contestar que primeiro que
tudo heuve nos dous Collegiaes um crime ,
que dtste crime houvero as provas mais ler-
ttinanles ( i^uaes aos documentos que pos-
suo) que tsie mesmo crime mereca urna pe -
pa, e que Vs. Reverendissi.ias tinbo de-
tidido com justice impol-a. Ora vejo Vs.
Revtrtndiisimas agora se em seu poder est
alieiar esta dis'posico e nolem que nao he
Unto por loica de seus Evlalulos, que em ai-
guns casos podem ser modificados ou altera-
dos ; como por torca de Mandado fontiiicn
/que s outro pode jurdicamente ievog..r.;
Jjeguudo o b'eve de Urbano o. quecomessa-
pastoialis oicii nobis divinitiscomissi solici-
tudo Eia a intriga,, cap. u4a. Por
constiluico Apostlica est piouiuido aos
frradts danossa oidem sob peua de inbabi-
litaio perpetua e sentenca de excomunbao
uso lacio incorrenda, que de nenuumo lar-
ata busque nem procurem Uvores de qualquer
itssoa lora da Religio Eclesistica ou Se-
- cular de qualquer dignidade aluda que seja
lmpeiia nem admitio os taes brota oeui
d'eles se valbo &c, &c.
J pelo 4. do mesmo cap. se l o seguin-
te:,, Jela dita Consumidlo Apostlica se
aiaude tambem com pena de excomunbao ip-
so lacto incorrenda a todos e quaesquer
Prelados a nossa .ordem que nao se atievo
conceder a instancias, e petuo das ditas pes-
ios grasa alta, nem remisso ou perdo e
'penas cxc. &c. ,
Se pois nao podio Vs. Reverendsimas re-
ttelier as penas, que tacita e espressamenle
tinbo applicado aos culpados ( na mudanza
documento, e piivaco do Collegioi e re-
ttfcltendo-as por enpenhos se lotuaiao lucon-
ltslaulu,et.te iriminosos a visla do isposlo r}
tomo be cu porque mgico se lornaiu a ha-
bilitar para seiern Juizes contra 03 dea oppo-
aicnislas quando em legra de junspiuueu-
cia universal nao pode ser Juu a.juelie que
Le criminoso ? Licanl Paduanu Al nie-
ve ReverendissimosJuis.
bou lieverenditsimos nrs. aeu Veneradoi
e Creado.
ftianoel Lopes Machado.
i abnn. piar da mesraa maneira que as proclamaces ,
relecu- Nos Guilherme por Graca de Dos &c:
Estatutos manda convidar aos Snrs.'Socns
par se reunire-Q ni silU d 1 mpvn >" Gabi-
nete no dia 1. de S.'tembro proxim > futuro ,
pelas 5 hars da tarde. O 1. Secretario ,
Luiz da Costa Portocarreiro.
xas Sua Magostada ordenou que a formula
fosse.daqui em diante, ': Em nome da Lei,"
&c. Germn Paper;
Berln 8 de Junho. ~ A esperance que
ha algum lempa se tem entretido de que as
rigorosas medidas adoptadas pela Prussu as
suas fronteiras para impedir e interrumpe.- o
commercio entre os dous paizes sejao relaxa-
das em favor das nossas provincias do Blti-
co tem-se de lodo desvanecido ; e o fado da
estar a Russia abrindo novas communicaces
com o sul por meio d estradas de ferro e ra-
nies ao longo das suas fronteiras occidentes ,
nao deixa duvida de que o sys'.ema d'exclusao
adoptado contra os seus visinhos occidentaes
continuar por muitosanuos. Mas islo indi-
ca o rerdadeiio remedio contra o mal, o que
os nossos visinhos podem fazer nos igual-
mente possivel e consta-nos que j se tem
dado principio a indagaedes se as uossas
provincias orientaes nao se poder unir mais
fcil e ventajosamente com os pontos centraos
de commercio entre o OJer e o Elber por es-
tradas de Ierro e canaes. Se se elleituarem
estas mudancas at um ponto consideravel ,
ilcai trabada a linha de demarcaco da Eu-
ropa a qual separar o oriente do occidente
mais definitivamente do que as ronleiras na-
turas. O oriente com a sua po>ulaco Es-
clavonia se defender cada vez mais di iulru -
sao dos elementos Germnicos e o.u as su-
as artes novamenie adquiridas sevoUar pa-
ra a Asia e sul da Europa que esto do lado
occidental do limite. Os vestigios dos costu-
mes Esclavonios desapparecerj e se peide-
ro nos da raga Allem. --
A Dirergo do Gabinete manda publicir o
seguinte Artigo d.is Estatu>s 1
Art. 1 \ Cu! 1 Sxio do Gabinete nSo so
tem o direito de ahi lef estudar e escre-
ver mas tambero Ihe he permettido levar
para sua casa 011 mandar buscar com orden
sua assignadt qualquer livro ou livras iai-
pressis da Bibliotlieca com as seguintes res-
iriccSe :
s
cada va-
Por i5 dias somente ,
lume < in folio.
a. Por 8 dias somenle cada vo-
lme de menor formato.
3. Depositando antes disso em
mo do Bibliothecario o valor da obra por in-
teiro e sujeitando-se a paga-la pelo valor,
e mais 5o pjr ojo se perder ou damnificir
algum volutne ou se o nao entregar no dia
em que Ihe far pedidj dep3s dj terraa.
% !\. Pagando 80 reis de multa por
cada dia nao permiitido que reliver o volu-
meem seu poder.
O 1. Secretario ,'
Luis da Gasta Portocarreiro.
Altrneme
Zeiluog.
PAIZliS BA1X0S.
Amsterdam 21 de Junho. Temos a si-
lisl'ac'io de amiunciar que a troca das rali i-
eaies do tratado concluido entre o 15. djs
Pai/es-Biixos e a Repblica de Texas toi el-
feiluada em ligue pelo Baio Verslolck Van
Soelen por pai'e dos Pai/.es- Uaixos e pelo
General U-imi'ion, Plenipolenciario Texia-
no, por parle d'aquella t'tepubli.a. Espera-
mos q' esta cvenco, q' d indicios de gran-
de liLipralidade e em que enxergamos vesti-
gios d'aque.la politice illustrada que distin-
gue os Halados concluidos com o Allemo
Zoll Verein e com a 'ranea satii frtil em
salulares resultados evita a ser tima fon le
de vanidosas itLtes cuio rpido desenvolvimenio promelte exce-
der as mais aidentes txpeclaces. Dulcir
Paper.
THEATRO
Domingo ^9 de Agosto. Expectaculo no-
vo de Mr. Rifx. Rtprezenta-se a gracioza e
excellente Pe3 Os Maridos lvl cazados ,
e as muiheres Astutas. Mr. Rifx apre-
spntari figuras nos'as, que sero anuun-
ciadas no Sabbado 18 do correnle.
Eveoing Mail, )
RO DE JANEIRO.
ciiiBios no niA ro de agosto.
Presos na ultima hora da praca.
Cambios sobre Londres ?o 3|j
SOCIEDADE NATALENSE.
O primeirn Secretario convida aos Srs. So-
cios plTeeiivos e os honorarios ( quequise-
rem ) para Se-siu extraordinaria buje ( at )
as seis e meia horas di tarde para sa trac-
lar de objeclos enteressanles 5 na ra de S
Amaro casa da esquina.
SOCIEDADE APOLLINEV.
O Secretario avisa aos Snrs. Membros da
Commiss t Administrativa baver sesso
( boje) "ib do torrente pelas 6 horas da tarde
para approvaco de candidatos assim como
destiibuico dos convites para a partida do dia
7 de Selembro : convida por tanto igitalmeo-
le a lodos os Srs. docios a enviarem eom ante-
cedencia as suas propostas. A reuuiio con-
tinua a ser na casa em que mora o Illm. Sur.
Lesembr* Joze Libanio de Sousa, emoi.
andar da ra da Aurora.

1
ariz
Hamburgo
Noticias Estraiiffeiras.
PRSSIA.
Tem-se esrerado por algum lempo que o
Governo Prussiano resolva abolir a perra de
irte } poi.'ii depois de madura reflaxao de-
cidi se que embora oiaco outros paizes,
inda nao chegido o lempo de adoptar-se na
Fiussia urna tal resoluco. O Re tem tan-
ta repugnancia de prestar a sua atsignaturu as
confirma,oes de senlencas capilaes que se
actumulo um grande numero d'ellas antes
que posso obler a sua deciso, Em couse-
quencia d'esta procrastinaco aconleceo ha
3i3
5?5
96,85o
,, da patria 2,5oo at,55o
Pezos besp. 1,7'Jo
da patria i,(J'oal,to
Pecas de 6,400 v. 14,5oo a 14,400
,, de ,, n. 14,100 a 14,too
Moedas de 4,000 7,800 a 7,b5o
Piala ..... 69 l|a
Apolices de G por rento 70 1 ja
(Do Jornal do Commercio )
Melaes. Dobres besp.
i>
11
II


II

nom.
>
5

!
J>
ti
SOCIEDADE TERPSICHORE.
A Commisso Administrativa da mesm a ,
convida pela ultima vez aos San. Socios
para urna Sesso para approvaco de Can-
didatos ; adverando aos roes.nos Snrs. que
ella ter lugar com qualquer n. de Socios
cvm parecen es para (hoje 26) pelas 6 ho-
ras da larde,
Avisos Diversos.
LOTERA Di> SEVJINARIO.
O Reitor do Seminario de Oliuda convida
os an antes deslajogo a conpra dos bilbeles
da 'i. parte da 17." Lotera, cujo plano
foi publicado e as rodas andar impre-
teiivelmente no dia 18 de Seplembro prximo
lucluro: Os bilbeles acho-se as casas se-
gunles Recile ra daCadcia loja de Cam-
bio do Snr. Vieira S. Antonio ra do Ca-
bug loja do Snr. andeira, ra do Collegio
loja do &nr. Manezes Jnior ; jBoa-visla bo-
tica defronle da Matriz do Snr. Moreira, em
Olinda nos quatro cantos venda do Sur. Jo-
s Manoel dos Santos.
GABINETE LITTERARIO.
Devendo proceder-se a eleico de um Di-
rector um Secretario e um 7'besoureiro
para administrarem o Gabinete Luterano no
bienio seguinte s o Exm, 5nr, Presidente da
pouco set niisler signar oito n'um da e Uirecco actual, m.virtude do Art. a. du
O abaixo assignado Antonio Joaiuim
de Mello Collector e morador na Villa de
berinhaem innuucia ao respeitavel publico,
que de hoje em diante se assignar
AntonioJoaquim de Mello e Silva.
tST Precisa se de huma ama na de leite
na das Trinxeiras casa 4>
ST Quem precisar de huma ama seca, di-
rija-se a ra da Sanzalla nova D. 4, para
tratar do ajuste.
i^ Precisa-se de um armasem para socar
com seus pertences, ou mesmo sena elles, no
bairro deS. 1-7. Pedro Gjusalves quem o
liver annuncie,
OT Ignacio Marques da Costa Soares ven-
do o anuuncio do t. P'ransiscj de Paula
Marinho Vanderley no Diario de 2i do cor-
rente Agoslo a respeito do engenho Peoedo de
baixo e da cesso e Iraspassoda hipotbeca,
que dise Ibe fiero Joao Mara Seve eos
liquidalarios da caza do ^lecido Antonio Mar-
ques da Costa Soares, u> podo deixar de
stSj.ouder com oIij aonu:tcio declarando
pan conbecimento de quem perleocer que
eiie Ignacio Aiarques di Cosa Soares como
inyeniarianle da taza de seo falecido pai dito
Marques he o primeiro e principal liqui-
no seo annuncio. e sem a sua assignatura J
e consent ment ella nio pode vaier ; icra-
cendo que o S*. S?ve n5o he reconUecilj
como liquidatario da caza esobre a sua no-
meacioexiste litigios, e que (intmenle n>
cartorio das hipotbacas nio apparecs escrip j
lura alguma de traspasso e cesso c ,uU
guma hodva en outro cartorio deve coitir-sa
com a sua nulidide pela qail protest 1 ao mu-
tuo Ignaciii Marques;
tsr Quem quiser comprar urna esriva d j
genlio de angola de idade l5 a it> annos ,
bonita figura e fae todo o servco di.cisa ;
dirija-se cambia d> Cramo D. 14.
isy Sendo o'-irecido ao abiixo assigniJo ,
no dia ji do correte urna amotoh'a de co-
bre em bou estado mostrando qu9 ser-
via a aj lrdenle por baixo preco co-
nheceo-se, era furtada ; e parissose tomo:i
di mo do vendedor dindo-se s por corita
5oo rs. dando lempo para que por uni do
presente aununcio appirecesse seu legitima
dono ao quil se entragari dando os sijniej
certos : na i'ua da Cruz do Recife D. 4^ ,
e49.
tsy O Aduiniitrador das Rends genes
internas, avi-^a aos moradores do biirro do
Recife e Santo Antonio que a colecta j
se acha fexadi para que venhio pagar o
imposto do Uan-o td o Qm Jcste peua de sa
proceder a exerutivo,
ar Arrendase, vende-sa ou pernal
ta^se por alguma casa terrea o sitio denomi-
nado Cacunda com bons arvoredos de frus-
to boas baixas para plantices de capim ,
e pasto para vacas dj leite : quem o preter,
der, dirija se a casi de Rufino Gomes da
Eoncea ra da C mceico
3sy* No beco do iirapatel primeira caza
lerria 3a parte direita entrando pelo pitia
do Carino ; engoma-ge tola a qualilaJo da
ruupa por preco commodo.
ar Manoel Alves Guerra tendo asso:H
doem Jullij de 1816; na sua loja di ra
Nova D, 6, a Jos" Pinto da Fooceca t
Silva ; agjra assocuu igualmente seu filho
Jos Alves Guerra ni mesma loja por is o
d'ora em dianta girar com firma Social da
Guerra Silva iSi Companhii.
\39~ Quemtifer e quizar alugsr ama cisa
no lugar do bairro no varadouro ou quatro
cantos que tauha quintal cacimba, a al-
guma arvore ; anuuncie para sa ajustar da
Outubro t Janeiro para ser preparada.
tsr A pessoa que na tarda do dia ai da
correnle achou d'asdw o palia da ribaira ra
de S Joze Fagundes, al a ra da Praia ,
um lenco de seda encarnada ainda novo; que-
rendo fazer a generosa accio de o restituir ,
pode entregar ni loja da Joao de Frailas liar*
boza na praca da independencia.
Perante o Idm. Snr. D-outor Jrjis di
Civil da 5. Vari sa hu de arrematar no
dia arl do correnta pelas 4 horas da tard_> na
Atierro da boa-viste vatios eicra vos da am-
bos os sexos perleucenles ao cazal da fales-i-
do Joo Car|pi l'ereira da Burgoi Poace da
Len para pagoneuto dos crdiores dodilocaa
zal os quaes vio a Praca a requarimanto
da viuva Iiireniariinle Fraucisct da Cu
naa Jiideira de Mello.
tsr O abaixo assigiado declara qoa Ma-
noel Guedes deixou de ser seocaxeiro desda
o dia a a do crrente.
Manoel de Souta Pialo.
_lT Paulo dogealio deAnjoli, de boa
estatura corpo regular maos e pez pequa
nos, bragos epernts finas, anda alguma
cousa bucal : desapareceo e 19 do crreme
ooile levan Jo veitido calca da algoJio A-
nieiicanu uu In^lez, a emitaco da da trra,
carniza da iila azul ; suspensorio de ourelo
de pao azul Irrate oj prela e chapeo da
palbi muiio pequeo. Claam o aprehender
ou del'e souber ou dinja-sn a dar noticia
no beco do Vers da liaa-vista sonrod da
um andar que ser guarosa ment aecom-
pensado.
ar Precisa-se alugar um sitio pequeo
peno da Praca ; que a. o liver, annuncie pa-
ra ser procurado.
Arrenda-se o litio da estiva no luzar
da lbura com mudo bou trras para plaa-
taco baixa para capim bastantes arvore-
dos de iruclo, de varias qoalidsdea com boa
caza tem rio c,m agoa doce e tem commo-
dos para vaccas de lene a traUr no oito da
Matm de S. Antonio cata D. 7.
s^* Freucisco bizerra de Vazconcellos 9
tem urna carta para o Snr. Antoaio Jos da.
Lima Buarque.
W> Alt-gi.se um terceiro andar na ra
estrella do riosario, com comraodoa sufici-
entes para uuia grande fimilia s quem pre-
data 110, e como nada assignou na cesso el tender dirija-, a ra das Flore.", na tea-
uasposco de que o >r; Mannho faz menco \ p, da quina. '
DO


I>rARI O DE FERNAMBBCO
s
Sgv- Urna parda tnoea seofferesse para ser
ra de ruslqutr casi de horcem solteiro
bal e ebriga a la?er lodo o servico de por -
a s dentro j quero do seu presumo precisar .
procure no Beco dos Pecados jrfoiUes casa
terrea D 4*
ci de roopa acontece que esta creoula at
o preiente nao he aparecida nem o abaixo
signado tero noticias nenhuma detla tim
fe i enfurroado que na p re fe i tura existe urna
ponas par
venda ou laja a qaal est
deira e casa tem muitoi coamodal} as _
ponas i3.______ ..
-. r'0!^?.*. __L?_!__^\_r__ _._ _<
perfeila engomadeira e cotinheira uro a8
coro as mesrous prendas perfeita bocoteirade
miudezas sabe muito bem vender fasendas.
porco de roupa por sso quem da dita ere- e lodo o msis servido; urna dita de todo o ser- L _J_SCra VOS FlI(0S
oula souber ou der noticias dirija-se ao lorie' tico por 4 oooo ; uro preto de bonita hgur l --------- -----.----- --------f
tsr Precisa-se faltar coro o Snr. Jos An- da mallos becodm burgos napadarh do abai
_ _' 1 ____ I _, r> fllnn(lA __a_ a ABn nulih.iiilk _____. ___
tcniodealfiliiodporlufral. casada, o qual
tero usas escrava fgida ba bstanles annos .
comprada na provincia da Parahiba ; o dito
Snr. queira dirigir-se ao armasen do sal na
Boa-Vista afim de tractar negocios sobre a
xnetma escrava, com Cosme Jos de Miranda.
tsr Precisa-se de uro Coadjutor para a
Freguetia da Serra 'fainada e da-se-lhe os
leiiiosd mesma ; a falar eom o Padre lia
callao na Boa-Vista.
tsr A pes oa que quiser candar ensinar
alguma es<*rava a engommar coser chi por
l>r eco commodo, dirija -se a ra de agoas ver-
iles sobrado de uro andar D. t
tsr Aluga-se urna rasa terrea ou um an-
dar de sobrado tendo bous commodos para
urna familia em alguma ra que seja perto-do
arco de Santo Antonio} quem tiver anuun-
cie para ser procurada.
tsr Quem tiver urna pessa de Theatro de-
nominada o Ministro Constitucional ou
na falla deste o Sindicante Sueco e quizer
vender annuncie.
tsr Quem annunciou querer comprar um
cordo de ouro sera feilio dirija-se ao beco do
peixe frito D. 4
xo signado, qu_ ser gratificado com ao.ooo
Carlos Deters.
Avisos Martimos.
PARA O ARACATT com a brevidade
possivel a Sumaca Conceii) Flor do Mar ;
quero quiser carregar ou ir de pastsgem di-
rija-se ao Mestre Antoni Jos Vianna a
bordo da dita Sumaca ancorada defronte do
trapiche novo ou a Antonio Rodrigues Li-
ma na praca do Corpa Santo.
PAR A O C EARA' com escala para o As-
mi o Brigue Escuna Brasileiro Rainha dos
Arijas pretende sabir com brevidade; quem
quiser carregar ou ir de passagero ditija-se a
ra da Cruz a tratar eos Jos Gonsalves Fer-
reirt ou a bordo com o Capilo.
PARA MACEI a Suoac Nacioonl Fe-
liz Aurora sane com a maior brevidade pos-
sivel ; quem quiser carregar dirija-se a
Manoel Joaqutm Pedro da tosa na ra da
Cade do Recil.
Le i a o
pot -__.----,---- r--------------
moco de todo o ser vico ; dois moleques de
4 a 15 annoa, e urna negrinba da roesma
idade urna preta com urna cria de dois me-
ros a negra tem muito bom leste e he mul-
lo boa ama ua ra do Fogo ao p do Roza
rio D. a5.
_**- Um preto de naci boro canoetro e
tem andado embarcado em bircos pequeos ,
a tratar no beco da Poll D 4*
OT Por preco cmodo u na duzia de cadei-
ras americanas com assento de palhinba em
bom uzo j quem per ten der annuncie para ser
procurado.
9 A primeira renda em fora de portas
bindo do bom Jess para o pilar defroi.te da
n ar grande ; a tratar no tercerro andar por
cima da dita renda aesim como avisa-se ao
credores da dita venda de irem receber suas
contasnesles 3 dias.
cor Urna canoa de carreira com o uso de
seis mezes, muito s e m pega 5 pessoas -, na ra da Florentina sobra-
do novo so p da mar.
OT O terreno atrs do martv ios com
fundo at preliencber a posse de qmtro ras ,
e 54 palitos de frente de cada rus ; com par-
- Que por intervengo do Corretor Oli"',,e do dito terreno j atter.ado f ,reiro aos
martyrios ; o sitio no beco do Espintieiro com
3oo palmos- de frente plantado de novo quem
pretender dirija-se ao pateo do Hospital so-
Quem tiver ama preta com leite que j vera faz G. A. Brandes a Brandis da roo-
queira -lugar ou tomar urna crianca para bilia de sua casa que consiste em canaps ,
triar dirija-se ao pateo de N. Snr. do Terco cadeiras meza*, quadros cama de ierro ,,
sobrado que faz quina com o Beco do Lobato caixinhas de costura cero pianno e grande, DT*do^da quina D. a_
no a. andar que achara com quem tratar. rariedade de objectos utrii sexta feiva at do
tST Aluga-se urna casa na estrada do Poco crrente ; na ra da Ciuz O. 4 ^gundo e
da Panella com grandes cmodos, sitio mu- terceirc* andar.
rado e arvores de fructo \ na ra do Colle-
gio .8.
Rila Mara da Conceicao Viu^a do Pa-
leado Joaquina Antonio Ferrtira de Vascon-
Precisa-se de urna ama de leite que cellos a quem forao aquiuhoados 03 bens mo-
no tenba lilhu, quem estiver nestas eircuns- ves e de raiz para pagamento do debito do
tancias annuncie ou dirija-se Boa-vista roa seu casal a esta praca, avisa a quem con-
da Conceicao D. 34 que achala com quem vier que nodia 1, a, e 3, de Setembro In-
tratar, r leiloda casa e terreno que possue na ru
tsr Na tarde de Domingo as do corrente, do Apolo pegado ao sobrado g ande do Sor.
des-pareceo da casa contigua Matriz da Bou- Mezquita -, tendo a cesa 34 palmos de frente ,
Vista um casal de pombos o macho de er e too de fundo sendo de um andar e soto '
roxa e a (mea branca ambos com nxa das e achando-se toda travejada chega o seu
azas cortadas, quem os possa ter ou d'elles fundo at abaixa mar 5 o terreno em face da
souber querendo restituilos se le cai as- dita ra de Apolo tem 4o palmos de frente,
tas grato. c 117 palmes Je fundo, e Oca eepssso para
9T Prerisa-se de um rapaz portuguez que chaguio de 20 palmos enlre urna e outra esa .
d Bador 8,. conducta para caixeiro de urna achndo-se todo o alicerce feito e a frente defronle do trapiche da algogao.
renda ; n. ra do Livramento U. 10. at o respaldo ; quem pretender esta valiosa tsr nn,",D de James t,r
tsr Priza-se de urna pessoa para hir fora propriedade poder examinar e ver coro pre- na rua dt Cruz ;, celle,.e ,on.a9 .'"'* .e
da praca cobrar uros dividas com decumen- cedencia ou no acto do leilo que ter lo 1 es,0Pa i'r6a bflM_* ""^
tos, quem quizer azer tal negocio dando fia- gar no mesao sito pelas 11 horas da manh
dor dirija-se rua da Praia tratar com dos reler idos das.
tsr Precisa-se de um bom tanoeiro que se- v O III p f d o_________
ja bem entendido de levantar barricas; na ___ ...
ubric. de farinb. no atierro da boa vista. ** J9CravOS Ud,,,0S 1u.e Sf Ja0 o,0SS0s e
tsr Sebastio Jos Gomes cirurgio apou- bem Z&PJE?."?** -! ""^'-1 .?! iM" ..de "Ve"d* T^."?-l",JZ!
ro vindo de fora tem sua residencia na ru-t
Bolaxa a 1910 a arroba ; na ruadas
Cruzes L. 9.
tsr Rebollos e ncSes e metas rnes em
porfi ou a retalho tuJo por preco cmodo
na rua do Trapixe na venda de Jos Veris-
simo d> Bocha.
tsr Feijo molatinho muito superior e
muito novo chegado prximamente do Rio
de Janeiro, e por preco commodo no arma-
zem de Fernando Jos Braguez no Bairro
do Recife rua da Cadeia junto ao Arco da
Conceicao.
t^> A Sumaca Nacional Circulante de
lote de 8 mil arrobas he de construco bra-
sileira prompta de um ludo ou mesmo se
troca por outra que seja de 3 a 4 mil arrobas;
na rua da senzala velha a fallar com Manoel
Francisco Pontea ou a bordo da mesma
nao tenbo vicio j no a. andar do sobrado Icavnllos cacircba
algum servico pagaodo-se iuLooo reis por
mtz, e o sustento ou faLooo reis asee .-a ; de
fronte da ribeira da Boa-Vista venda por Lai-
xo de um sobradinbo.
tsr Alugao-se i preics para serventes de
obras a tratar na la da Floren una na ulii-
na casa do lado do na son te.
es?* Perdeo-se pelaa 5 horas da manh do
dia 12 du corrente no beco do marisco as 5
ponas, um chapeo de sol Ge Snra novo de
quem o acbou queira lvelo na rua Lumia
luja de couros i). Srj que ser lecompencado
ou onnuncie.
tsr iioga-se encarecidamente ao Snr J C
L. de cuiuar menos em fallar da vida alheia,
antes roilbor ser cuidar no que se ceve en-
treter islo para prevenir fecluros pois le
aiza pela piimeira e ultima vez
O impaciente.
tsr Na rua do Queimado casa n. 5 lado
do nascenle, primeiro andar, precisa-se alu-
gur esiravos de ambos os sexos sendo babis e
de conhaiic,a ; na mesma casa se a proopla e
te Uz (o.i. todo commodo e asseio, lodos as
surtes de rxasaas corno sejo podius bollos
de tuuas as qualidades pao de l serredo ,
papos d'anjos tortas e ludo quaoto he re-
lativo a semelbante trauco.
tsr Tendo o abaixo atsignado a mais de
UB mezdado paia Uvar a c.eouU Bita que
icio per stgnal um t-ho ua rusto urna por-
000,000 ;
da boa visla nio excedendo a
na rua de Hurles D. 47.
Vendas
tsr Urna morada de casa terrea no Bairro
de Sanio Antonio t n'estu Typographia.
tSF* Una venda silla na rua de Sinlo ama-
ro com fund s de trezentos mil reis ; quem a
perlender dirija-se mesma que achara coro
com quem tratar.
f. Um otimo eavallo com muito bons an-
dares e muito noro ; a tractar na rua nova
D. i5.
tsr Um escravo pardo de idade de 30 an-
nos, rom boas qualidades na rua da cadeia
do Recife D. ai.
or Um cabrinba d idade de 11 a 12 an-
nos esperto para ludo e ror preco mu c-
modo ; quem o perlender dirij--se rua da
Cadeia velba n. 60 que acbar com quem
tratar.
tsr Urna preta de Naci idade a8 annos,
ptima lavadeira de varrell* ensaboadeira ,
sem defeito: quem a pretender dirija-se
tua eslreita rosario D. ii 1 andar por sima
do deposito de assucar refinado.
tsr Qualro canoas de ptica quaiidade :
ai," com 5o palmos de corxprido 4 de boca :
as oulras com b de tonapi ido e 3 de boca ;
defronte do trem para as ver e. ixalar cum o
dono ah mesmo presente.
tsr No dia 8 de Janeiro do anuo de i84r
fogio um negro de nome Thomaz com os se-
guintes signavs tem um caloaba na testa ,
urnas marcas Je bexigo pelo rosto ja quasi a-
uagadas tem as pernas arqueadas pira fora
muito tomador de tabico muito bem fallante
089a por crioulo e de naco rebol > ter de
idade 4o a 5o annos -, pede-se a qujl |uer ci-
pilo de campo ou pessots pirliculares que o
pegar levar rua do Trapiche na venda da
Jos Verissimoda Rocha que ter 5oUjoj rs.
de gratifcaco.
sjr Rga-se a qualiuer authoridade po-
licial de quatquer provincia comarca e des-
tricto deste Imperio coaJjuvem a aprehencio-
de um molatinho de nome Andr betn cla-
ro que pirece branca cabello liso e algu as
couz* castanbo de idade de 16 para 17 ta-
os seccodacorpo trabalha de tinueira,
he bem conhecido tiesta praca por ser a costa -
mado a andar comprando barris vuios de 4'
ero pipa fugio da casa de Jos Antonio Gi-
mes Jnior no dia 41 do corrente; qien o
pegar leve a dita casa na rua di Cruz a. i
que ser recompensido.
sar No dia ao do correte Agosto pnlas-
duas oras da larde un eseravo de no ne Sa-
verino ; naco Angola estatura alta ma-
gro cara comprida 9 bastate picada de be-
xigasj, muito descanada bracos coraoridas e
tinos tem urna marca em uros d*s p?rnas de-
uma ferida que leve seodo eitaabaix>d*
barriga di mesma perna levou carniza de-
meado amuelo e rxo j disbolada calca-
branca de brim um suspeocorio j d-;sbota-a
do e oulro de urna tira de couro cor de sola ,.
recummenda-se a todas authoridades palicta-
es e capitaes de campo a prehenco dalle,
e o lersm ou o avizem ; na ru* do azeit
de Pdixe caza de Antonio Jote Aires da Sil*.
va, que generozamenta pgar todas as despe-
zas.
tsr No dia 5 do corrente fugio do eoge
nbo das maltas unB ctDra de boa esttalura ,
bem barbado, beicos grossos olhns brancos,
parece calvo tero una taino na cabeca de-
urna cotiiada da uarte esauerda be de pouets
tallas maica fumo hecox) de urna perna.
que pouco se divulga ; quem o ppg^r leve ao
diio engenha que ser re;o no pensado.
tsr No dia 22 de Outubr. do anno pas-
sado ugio do abaixo astigaado uaa molato-
de nome Paulo btstante alto grosso do
corpa cor quasi branca porem escaldada ,
olhos azues, cbelo acastanhado pouca bir-
la de idade de ai annos tero urna orelha*
Curada com um brinco falla branda tem o
dedo grande do p direito aberto para fora e
teta as costas toda picada de chicote que rece*
beo de seu antigo Sr. este molato he filho-
um cais muito forte que do Penedo e vindo da Baha cmpralo ne
mi do Sr. Guerra morador nesta Cidade
o dito trabalha alguma cou'.a de carpina faz-
sapalos dansador e sabe c. var ouro por
ser do serto ; o abaixo assignado roga a to-
das as aulhoridades policiaes espitaos da
campo pessoas pirticula.es e juntamente-
algum Sr. que til vez o leutia empregtdo e)**
algum serrino como forro, que o naja de-'t*
prender pois ha noti -ia* que elle est nesta
pra^a e tem sida encontrada caiga lo ; a pes*
soa que oconduir a ruade agoas verdes D.
iareceber 100,000de gratiheaco Fran-
cisco Jos Duarte.
No armazem de James Crabtree & C.
da Russia pauaos pretos superiores prova de
limoe sol, ditoatul proprio para fardaroen-
to e de grande dura pelos mdicos precos
de 1000 a 4ooo cada covado.
Ou pofmuta-se por predios na praca um
sitio na ponte de Uxoa 110 roilbor lucal boa
panos de iinlio atenos ue ranas sargu
proprio para babados de toalhas ca ritas
Snra. Ce., e meias de linho curtas, por preco
cmodo na rua do Queimado luja de fasendas
U. 6i defronte do beco da Congreaso.
tsr Duas escravBs mocas de boss figuras ,
cozinbo engommao e urna dellas cose ,
urna molata moca ptima para tomar con-
ta de urna casa por ter boa conducta cose e
engomma dous pretos para o servico de
campo e um dito bom cozinheiro ; na rua
de agoas verdes casa terrea L). $7.
tsr Excellente farinua de trigo para bola-
xa a li rs. a barrica, e com prasos rasoa-
veis: no armasen de Manoel Amonio de Je-
zus detrs do Theatro da parte da mar.
asr Bichas de superior quaiidade, do por-
to e Lisboa por preco cmodo na rua Uirei-
ta venda que foi do (atesado Jos da Penba,
tsr Onze muradas de casas terreas em O-
linda sitas em boas ras sendo ras do Am-
paro S Benlo rua do cexo bica de 3. Pe-
dro ; ou Iroca-se por casas na Recife ; quem
s quier anuuncie
tsr rtlguns livios entre el'es Teiemaco
em Irancez e obras de ouro e diamanies e
piala ba perolas rias um jarro e baca
de prata e oulras obras de dita cadinhos de
pedra e de lapis oixas uzadas para aneis ,
ditfs para botoens e attineles e outras obras,
oa rua de Hoitas L). a4 no primeiro andar.
tsr JJuas armacoens urna oa rua dtreila

.rluviiueiitu (lo luirlo
NAVIO \TRAD0 NO lA a
Parahiba ; 7 das; Brigue Escuna de Guerra
Brasileiro Gararapes ,Coro, o 1. Teuen-
le Jos Secundino Gomensoro condus 74
recrotaa.
ENTRADOS NO DIA 5.
Rio de Janeiro j 10 das, Barca de Vaoor In-
gleza Venezala Commandante Wn. J.
C. J. Causiar equipgem 3a toneladas-
aea ao Capilo. Candas 119 africanos para
demerara os quaes forio tomados a um Bri-
gue Portugus na Costad'A frica.
45 dias; o Patacho Brasileiro Amalia ,
Cip. Estanislao Jos Rodrigues, carga ar-
roz salea, e farinba equip.gem 11, a Ma-
noel Francisco Pontes, toneladas i4o.
Rio de Janeiro; ia; dias Barcalngleta Colum-
bus, Cap. Daoiel Creen carga lastro ,
equipagem 19 consignaco de Me. Cal-
atoa & C." toneladas 319; traz ir*
pasageiros para Inglaterra e u u pira esta.
Provincia.______________
RECTFP NA ffP. DE M. F. Dfi F. iW*
_ai ;


Full Text
xml version 1.0 encoding UTF-8
REPORT xmlns http:www.fcla.edudlsmddaitss xmlns:xsi http:www.w3.org2001XMLSchema-instance xsi:schemaLocation http:www.fcla.edudlsmddaitssdaitssReport.xsd
INGEST IEID ERAJYCZ4E_AU35TL INGEST_TIME 2013-04-13T02:41:19Z PACKAGE AA00011611_04261
AGREEMENT_INFO ACCOUNT UF PROJECT UFDC
FILES