Diario de Pernambuco

MISSING IMAGE

Material Information

Title:
Diario de Pernambuco
Physical Description:
Newspaper
Language:
Portuguese
Publication Date:

Subjects

Genre:
newspaper   ( marcgt )
newspaper   ( sobekcm )
Spatial Coverage:
Brazil -- Pernambuco -- Recife

Notes

Abstract:
The Diario de Pernambuco is acknowledged as the oldest newspaper in circulation in Latin America (see : Larousse cultural ; p. 263). The issues from 1825-1923 offer insights into early Brazilian commerce, social affairs, politics, family life, slavery, and such. Published in the port of Recife, the Diario contains numerous announcements of maritime movements, crop production, legal affairs, and cultural matters. The 19th century includes reporting on the rise of Brazilian nationalism as the Empire gave way to the earliest expressions of the Brazilian republic. The 1910s and 1920s are years of economic and artistic change, with surging exports of sugar and coffee pushing revenues and allowing for rapid expansions of infrastructure, popular expression, and national politics.
Funding:
Funding for the digitization of Diario de Pernambuco provided by LAMP (formerly known as the Latin American Microform Project), which is coordinated by the Center for Research Libraries (CRL), Global Resources Network.
Dates or Sequential Designation:
Began with Number 1, November 7, 1825.
Numbering Peculiarities:
Numbering irregularities exist and early issues are continuously paginated.

Record Information

Source Institution:
University of Florida
Holding Location:
UF Latin American Collections
Rights Management:
Applicable rights reserved.
Resource Identifier:
aleph - 002044160
notis - AKN2060
oclc - 45907853
System ID:
AA00011611:04246


This item is only available as the following downloads:


Full Text
'*"
'
Anno de 1841. Sabb\oo
Todo gcra depende de nos mesmot; da nona prudencia, modera-
eSo, e energa : continuemos como principiamos, e reme* apontados
com admiraefio entre as Haces mais cnltai;
ProcUmacio da Assemblaa Geral do Brasil]
<)<
SuLewf P* *** folh 3' por qnartel pago* adiantado
VWU Typografia rna das Grases D. 3 e na Praca da Independen-
cia, n. &] c 58, onde se recebem correspondencias leealisadas e an-
nuncios, insirindo-M estes gratis, sendo dos proprioi assignantes, e
rindo asegnadot.
PARTIDAS DOS COR REOS TERRESTRES
7 de Agosto, Nlm. 170
n
PHASE8 DA LOA, NO MEZ, DB AGOoT.
Cfdade da Parahiba e Villas de sna prettneo ....
DiU do Rio Grande do Norte, e Villas dem. ...
Dita da Fortalexa e Villas dem...........
Cidade de Goianna ........... .......
Cidede de Olead ...................
V illa de S. Antao ....*.
Dita de Garanhuns e Povoaco do Bonito ......
Ditas do Cabo, Serinbaera, Rio Formoxo, e Porto Cairo, i, n, e 21 dito dito liare theia para o da 7 de Agosto
Cidade das Alagoas, e de Maeei.........
Villa de Paja de Flores..................
Todos os Correiot partem ao meto dio.
>Seg. e Sectas feitas.
Todos os diasa
Quintas tetras,
lo, c % de cada mes
dem
dem
dem
li, dito diU
Loa Cheia a a-as 7 b. c 3a m. da man.
Quart. ming. a 10- as 3 b. e 58 m. da man.
La Nova a itt as 7 b. e 11 ra. da man.
Quart. erase, a s3 as ti h. e 37 m. da tard.
As 8 horas e 3o minutos da tarde.
As 8 huras e i minutos da manh.
CAMRIOS. AG0ST3 6
Lonrlrec..^:* 3o V P* iloooced.
Lbra......80 por o|0 premio por metal oifereci.lo. ^
Franca......31c res por h -"p. Venda.
ODB- Moeda de 6/400 rets, velbas 14*600 HJ800
Dita* ,. "* ,!*00-,fc
" Ditas defoooren, #ioo 8#ioo
PRATA PaUees Brasilciroi i#6w i#04o
Pesos Columnarios......I /dio 1 $bko
Ditos Mexicanos.......ifboo i#6io
Minia. ............"#4oo- l#44o
Disc. de bilb. da Alfandega 1 i|8 por loo ao roe*. I 0|o
. Moeda de cobra por 100 de disc. copar
DAS DA SEMANA.
i Segunda N. 3. dos Arijo. Audiencia do Jni de Dt'reilo da a.
3 Terca Ly.li Purpuiario. Relaco e aud. do Juix de Direito da
1. vai*.
4 QuarU Aristarco B. M Aud. do Jote de O da 3. cara.
5 Quinta N. Snra. das Neves -- Anuencia da Junde Direito da a.
6 Sexta S. Xisto P. M. -- Anuencia do Juix de D. da I. t.
Sabbado S. Caetano. Relaco e audiencia do Juix do D. da 3.'
vara.
8 Domingo S. Cyriaco M.
Eoi lida c apnrovada a seguidle emenda
subslituiti va offerocida pela commissao O
governo authorisado dentro do preso de
um anno, orgonisar uro quadro da forc i
j_ i:_u. *__. -i. i:_u j~ __..:> _.

RIO DE JANEIRO.
CMARA DOS SRS. DEBUTADOS.
o ,_____,-.. __ ;.,.,. j. de linba 0 fora da linha do exercito mar
Resumo das questoes mus importantes da q n ^^ en|w M dfferealM
cmara temporaria. i e ^ ^^ q numero d c|aMes de officaes-
Como os muitos objectos que temos lido geoeraes dos do estado maior da exercito,
para serena publicado*, nos tenha alguma pracas, fortalesas e arsenaes, e do corpa de
cousa atrasado na publicaco das sesses d'As- eogenheiros; regulando o dito quadra de
sembles Legislativa, passamos a dar urna ana-! modo que segunda a torca animalmente de-
lise reson ida das sessoes da cmara lempa- crelada se possa augmentar ou diminuir
raria desde 3 (pois temos dado at a) al o proporciona I mente o numera de pracas de
ultimo de jonbo e das dos Seusdo desde 1 pret, sem alterar o numero dos corpos nem
al o ultimo do dito mea ; pois s deste modo dos seus respectivos oflicises.
poderemos ter a publicaco ere din. I O Snr. Reg Barros aprsenla a seguinte
Na cmara temporaria conlimion (em 3) emenda, que foi apoiada O governo au-
a discusso do artigo 4- do projecto que ihorisadoa organisar o quadro do exercito ,
cria rtlac, oes as Provincias de Minas e S. como melhor con vier ao ser vico publico.
Paulo que o seguirte : Sero creados os Nao ha vendo quem fallasse m ti na male-
Desembsrgadoret na forma das Leis vi- ra, julga-se discutida O artigo da pro-
gentes. poU regeitado E* approvad a emenda
Tcmaio parte na discusso os Snrs Reg do Snr Reg Barros Mas por ponderacio
Monteiro (cuja emenda nao foi proposta por do Snr. Coelho, depois di consultada a ci-
involver urna ideia, j pelo mesmo Snr. ap- mar, arprova-se a parte da emenda da
presentada nasesso anterior), Souia Mar- commissao que autnorisa ao governo pard
tins e Cameiro Leio. organisar o quadro do exercito dentro dj ao-
O Snr. Andrsda Machado mostra que o no contado da data da e.
artigo mu vago, e vota contra. O Snr. O artigo 3. foi julgado prejudicadj.
Wandeili nesta sesso trata de lamentara Seguio-se a discuisj dj artiga 4. O g -
ua remoco para ioyai e para faser a sus verno fica authonsado para conceder urna
defesa aprsenla alguna documentos. gratificarlo correspondente a terca parte do
O Sur. Reg Monteiro teve occasio de sold, alem dos mais vencimenlos aoi mi-
pretender mostrar que o Ex-Presidente Re- liUres, que serviiem activamente em quil-
co teve influencia naseleicoes, e o Snr. Re- quer ponto do tmpeno -onde a orden pu-
seude prorou-lhe o contrario blica lor altereda, ou que forem encarrega-
Wa sessio de 9 sendo retirados os arligos oos de commUses impoitantes L spprovi-
additivos que apreseotou o Snr Limpo de do sem debate.
Abreu foi o projecto adoptado para passar Eutra em disussSo o artigo 5 que o
a tercena discusso, egniote O mesmo governo rodera abonar
NasessSode 17 entraodo em terceira dis- as pra9as dos corpos do exefcito. que poden-
cusso foi opoiado o aeguiote artigo adaitivo doobterbaixa por lerem completado oseo
do Sor. Carneiro da Uuaha- O governo fita lempo de servico quiserem cootinuar a
euclorisado iara aposentar os magistrado com er*ir, urna gralificacao idul ao saldo da
aquella paite dos teoa ordenados, que for primtoira pra5a em quanto lorem pracas de
correspondente aot aonos de ser vicos no ex- pret. O Sur. Andrea apresnla umaemeo-
ercicio deseu emprego, segundo o exig.r da, que retirada } e o artigo approvado.
obemdoeslado e a bja administraco da Entra em discusso o artigo o .-Para
lustica. -O Sr. Dantas apresentuu oseguiu- se completare as fofeas, fix.d-s 00 artigo
te arlipo additivo Estas i^laves sero pro- i., coutiouar em vigor as dispones
vidas com os iuises de Uireito chamados pr d.ca.ia de le de a9 de Agosto ue HW7.-
ana antiguid.ee contada esta do lempo da O Snr. Audrea app.eseotou a seguinteemeo-
tossf, e p.eredendo informaioea do presiden da Para se cumpnrem as forcaa xadas no
e do supremo tribuh.l de just.ca. artigo .. conl.nu.rao em v.go r,as leu o
Kodiaai eontinuou a discusso adiada, e ordeos ententes com a declarayao que as
temaiao parte nelU alem o'outros os Srs Silva substituices permiilid-s pelo artigo 1. o*
Ponles, Jllour.Wagalhief, r ernandes Tor- Lei de 19 de Agosto ao se ^en^rao P
r*s, Gomes Ribeiro P.ui.n, eMarioho, e (.eitoas na mesm. pos.cao sot.a dos subs.ilu.-
i.d. ficouadiada. dos, que fica por urna vez <^9~*
Ho mesmo dia 3 coulinuou adheussiodo sao de p-gar dinheiro c obnga?ao de Uc
a.ligo da proposta do governo que hx. a eoder patiu ^U^uTc?udo$ or
i0,,.delcr,apa,.oan,.otinanceuode ,84a tadoa deverao servir, sendo wd for
a ,043, com a emenda apoiada do Snr. Re- a anuos, e senda V~^ T^,;
aMle. Dcpoia de discutido este artigo em mente por B anuos. &. .R. *W
varia, srsses loi no di. ,5 approvauo por o ..ligo, e d.emer,d, do Sn' A"^^
quase unaumidade iulgaodo-se prejudica- te que dispoe ti. V rtinheuo & o-
uT a emenda do Sur. liesende. abolida a erm,ssao de p-gar a diobtu. *o_
Au da 16 coulinuou a discussio da pro- bngaco /^P";' ^Leule al=-
posta do guvtroo xando a torga para o luc- ios contra Jo. j. v
Tu.o.nu linanreiro no artigo a. que o lados deverao serv, por b noos por
keguinle- As torcasacioca bxdas sero des- voto co:)ira 3i. n alumno,
trltiuiau pela mane.r. seguiote : la bata- &l em d.Ma.o.o art.ga 7 O^Iom
ibees de cacadore. 3 rrgimenlos e 4 es- approv.dos plenamente ou. -uoa pr*r _
quad.tsdecavalU.iahgtiir:. 5 bata loes de anuos de ealudos da escolla "'' c?0 ,ai.
.ni.benaap. L'm co po doart.lbeu. a verem moalrao '^^^^dl,*
vallo, Umcorpo de ^nloueiros s.padores ant.meoio no. exercicio ^^^
emuislros. aer promovidos a omciae. cuan
cao de Alfares alumnos e com as mestnas
vantagens dis alfares da exercito mano* a
patente a qual s ter5 os de infantera e
cavallaria ten Jo maii um anno de servi-o as
corpos do exercito, e os das armas scientiGcas
completando tres annos de estudos. Uns e
outros poder j depois ser admitidos as agis
dos corpas das respectivas armas Este arti-
go foi approvado e regeitad umi emenda da
Snr Resende. No 1. de Juina pissou em
terceira discusso
No dia -a5 entrou eaa discusso o 1. arti-
go da praposta dagaverna fixauo as farcs
de mar que o seguinie As forcas navaes
em lempo ordinario ptra o anno financeiro ,
que ba de correr de i84a a id4 i ccntiaro de
a, 5oo pracas de tjdas as classes e dos navios
de guerra que o governo julgar conveniente
armar. No dia 36 eontinuou a discusso ad li-
ad* do dito art. com a seguin e emenda subs-
liluiliva doSr. Maeiel Monteiro. As torcas
navaes em tempo ordinaria par. o.uno fi-
nanceiro, que ta de correr de 1841 a 184
constatad de a,5oo pracas de todas as classe?,
e dos navios de guerra que o governo julgar
conveniente armar ; em tempo exiraoidiiia-
rio estas forjas poder ser elevadas a 4.000
-S.aR
Falaro os Snrs Clemente Pereira, Limpo
de A breo C Pereira SA. de piran gu, e
II. de Resende ; e dine a materia por dis-
cutida, approvado o artiga l. salva a e-
meoda do Snr. Maeiel Monteiro. A emen-
da tambem approvada e por consequencia
ficou iri' luida 00 artigo l. a materia do
.. que eleva a forca em caso extraordina-
rio a 4)000 pracas.
Entrou em discusslo o seguinie artiga 3.
Ocorpode arliIberia de marinha sera eleva-
do ao seo estado completa. approvada seta
discusso
Passou-se a discuttir o art. 4. Ocorpode
imperues mariohi;irosser elevado loga que
seja possivel ao numero de |2 compiohia*
com 106 pracas cada bu na Falou contra o
Snr. ttesende e a favor os Srs Coelbo, Ro-
drigues Torrea, e M. de Paranagu j edd*
por concluida a discusso appiovido o ar
ligo.
Jvitro em discusso, e sa sem debate
a jipi ovados os seguin le arligos.
Artigo 5 Alem das compaohias men io-
nadts no -rtigo antecedile haver outra
UeapreaJises uiarinrieiros que poierj ser e-
letada at o numero de ioa menores de ida -
dade de 10 a 17 annos, que ficar adJtda ao
corno de imperiaaa mariubeiros.
Artigo t. O governo pira completar as
Coras cima decretadas, fica autorisado para
' justar ojaruj 1 apremio, nacionaes ou es-
! iraogeiras e par. recruUr na forma das
Ki em vigor.
Artigo 7. Fica tambem authonsado o go-
verno par. aleui do sold dar as pregas do
coipo de anilbena de marinba, que, couclu-
luclo o seo lempo de servico quiserean oel-
le ctu-inuar urna graliricacao igual ao sold
dd piiiaeira prae-, em quauto lorem prafas
e pret, e a reci u.^r na lorma das leis, as pra-
CJ)S precisas paia completar a torca do leferi-
do ioipo.
Entrou porem em discusio o artiga 8. que
oeguiole. Artigo. Us odkiae, da ar-
,D,aa dearttitoena de mm.iba tsaeo
da e nutica perceber quauta enmarcados
em navios aunados, o meio sold que le
parca a lei de |5 de outubro de i8jo em
cuja disposico ficio compreVn lids osofi-
ciaes marinheiros Oscirajgites ocaoelii-a
da armada veo^er tamaem as Rratificaca
de 4oU reis mensaes quanl em'rcalo* ,
ou affectivamente empregados as bospilaes.
- Depois de una peguen, discussio fu ap-
provado o artig*.
Seuio-se a discusso do artig > 9 que o
seguinie Arligo 9 A gratifica.oaddicio-
nal dos cirurgiSas e caoelio de artilbeni d*
marinha ser tambem de 4o res mensaes.
Os mesmoscirurgi'S, assim ornos da ar-
mada, sao comprshendidiu n.s di^pouedes
em vigor do alv&r de 16 de desonbro de
17990 da carta de lei de 6 de navembro de
1827.
O Snr. Coelha anresentou seguinie e-
menda que loi lid* e apaioai'
A segunda parte da artiji i'ja reJigid*
nos meamos termas eu que foi concebida
a redaccio do artigo orrespaodente da lei
de fixicio de forjas de trra.
Den se por discutido o artiga que foi ap-
provadocom emenl.. Foi .paiido um ar-
tigo additivo eumaemeuli da Snr. Moura
Ma.lhes ; mas farla aubs retira las.
Snr. Nanea Machado l a seguinte e -
menda, que apalida.
O governo fica authorisida desdo ja' a aba -
nar os vencimentos aos marinheiros que se
inpossibilitarem no servico da arnadi im-
perial, devendo emprejar a^ulles quea-
iuda podem prestar alguna outros arrieos.
Julga-se. materia dis?u'id, e he .ppro-
v.da emenda do Snr. Martes dachsd .
D-ee por finda asegunda discussi >, e de-
citle-se, que o projeclo piase a tere-ira.
No dia -ii jul;ou-sobjeclo de delibsracio
e foi a imprimir um prajecto que huj-u :n-
ta o* a los dos orficiaes do exercito e r-
mala.
Eutrou em diicussia n j dia a8 o t. artig):
Anio 1. O governo, dentro do praso de
um anno a contar di data desla lei, orga-
nisa' dous quadros, um dos#orfi:iaes da ex-
ercito, outro das olficiies di armad 1, cingiti-
do-se aj bases seguintes :
i. Os oficiaes sero divilidjs em 4
el.***, a silbar :
I. cusse othciaes elactivai.
a. ,, de reservs.
3. .a avulaos.
. reformadas
i. Perteucer' primeira cl.saae os
othciaes da armada em actividade de servic
queconslituirem oqmdro da armada, eos
othciaes do exercito, capases de lodo o aerri-
codepas ede guerra, que etfactivamente
pertenco ao eatado-maior do exercito pra-
c.e, forulesaa o arsenses corpas de ene-
nheiros e corpos das diUeieatea armas, 01
quaes constituirs o quadro do exercito.
a. Perln--ero a aegunds classe os offici-
.e que posto nao perteo;o etfeJtivamjn'a
os quadros pasaio ainda ser nelles admu-
milidos.
4. Pertencer a terceira classe osolhei-
ae., que, oio sendo c.pasisdetoiooeervifo,
passo lodavii prestar ser vi jas modsr.aos
a. Perteorer a quaru classe os othciaes
quj tem sidae houveiem de ser retormadoa.
Depois de varios debates foi lil. e .poi-
da a seguinie eueuda da Sr. Rsga Barros :
1, Do oici.l maior juitUo idnea par*
o servico, segundo o dispoato 00 artig 1. da
Lei de ao d Sclembro da i83i, u amero 4 S
e bem atsim os om.:i.es da armada e artttues


=2S=r-r=
DA Rio DE PEANA MBUCO
(W
*
ha terso os sidos e mais i na obra da ponte das Carvalhos.
lia da man)
vr n< irrfii.'os marcados na tabella j cinta.
a. Csque titerera no cazo de reformados
re!o diaposto no artigo 2. da mesma le sel-
tt-ho com o sold da tabella de a8 de Marco
de 1635;
3. Gcsaifio tambero das vantagens dos no-
ves vencimenlcs era quanto empreados era
jervico activo equelles cfficiaes que, an-
tia nao quajificades, estverrtu neste rervco.
4* As dis/icsices da lei de ao de Selembro
e 1838 sao extenrivas a os cfficiaes da armada
eartilharia de marinbaj
5. i'ico revogadas kci
No dia 3o anda (joba fieado adiada a dis-
fosso deste 1. artigo.
No dia 19 tinha pessado em 3. discusso
e tinba sido rtnieltida eommisso de redac-
coo projecto que declara Prinreza Urazi-
bira a Sr. D. Mara Amelia.
O Sr. M. da Gueira bavia apresentado u-
irt pioposta do Goveino ( queja publicamos)
jira se criar ras mediates da coile, uro
Asylode ivalidos
r e
*?M
*
o.
GOVERKO DA PROVINCIA.
Expediente do dia 5 do corrente.
Cfficio AoExro. Presidente do Maranho,
partifipando-llie que pelo Capitio do Bri-
sembaroiro da Gharrm Amphitritfe para o
hospital regimental no dia I. do correte,
ed>endj-rhe que 'poda ha ver alfjum na-
Dito Ao Engenheiro L. L. Wautliier
envando-lhe uro exeroplar da Lei Provinci-
al ]N. 9 de 10 de Junho de i835 quere-
quMtou em seo officio de 4 do corrente. cas achavo-se em estado tal que mal dodio
Dito-- Ao Inspector do Arsenal de Via- L
rinba para contratar com o proprietario ,
ou rapilo do Brgue Ventura que est a
sair para o Maranho a conducto das doze
correales requisitadas pelo Exm, Presidente
d'aquella provincia, as quaes Ih serlo remat-
adas pelo director do Arcenal de Guerra-.
Portara Ao Director do Arsenal ueGuer-
ra ordenando-lbe que remeda ao Inspector
do Arsenal de Maiinha as 13 correntes de
ferro de que trata o precedente officio.
Officio Ao Juizde Direito da 3. vara do
civel ncmeando-o para presidir o andamen
to des rodas da a. parle da 6. Lotera do
Thealro Publico o que ter lugar s 9 horas
da manli do da ib" do corrente no consistorio
da Jgreja da Conceicodos militares, conforme
a paiticipaco feita pelo escriio respectivo.
Dito Do Secretario da provincia, ao
escrvo das Loteras do Thealro commu-
nicando-lbe a non enio su/>ra.
Portara Ao Coreraandante da Escuna
-- Legaldade ordenando -Ihe que entre-
gue ao ordem do prfeto da Commarca o preso
sentenciado Goncalo FeTis Bizerra que tro'u-
xe da provincia do Cear.
COM MAN DO DAS ARMAS.
Expediente do dia de Agosto.
Officio Exm. I residente, emviando-lhe
as guas de (odas as pracas que seguiro pa-
ra a corte no dia 29 do mez p. p. e sign-
Gcando-lbe, que por doenles e estarem ab-
solutamente ncapases de fa-er viagem dei-
xaro de embarcar tres pracas da Paralaba ,
do n. que fui mencionado no mappa tendo
por tanto embarcado u ero tez de 215
pragas.
Dito Ao mesmo Exm. Sr.
ment m>, dia 16 do correnta confor-
me o Pla novamente publicado acho-se
venda livres da imposico da laxa do Sello ,
xactido por isso que algunas destas pra- as fojas dos Snrs, Manoel Goucalves da ail-
balbuciar seos nomes tendo j falecido duas
de bexigag.
Dito A o cresroo Exm; Sr. fasendo-lhe
ver que por ordem d Presidencia o De-
posito lirava vencmentos para cinco Guardas
Nacionaes d'Ohnda que se achavo en pre-
gados no er.vico do recrutamento as ordens
do fylajor Joo Paulo Ferreira desde Mao
do anua pausado e procurando saber se
deva continuar a abonar-Ibes os vencimen'os.
Dito -- Ao mesmo Exm. Sr., reinvirli-
cando-lhe os assentos do cadete Joo Marnz
de Moura extrahdos pelo Secretario do Go-
vnno de-Minas Geraes ; por ter dito cadete
embarcado para a corte em 16 d'Abril deste
anno e nao saber onde presentemente elle
se achava.
Dito Ao Inspector da Tliezourari ,
procurando saber se o alferes Francisco Pe-
dro do Reg Barreno quaitlo ajustpu cin-
tas, e recebe os vencmentos alrazados;-!' se Ihe
devia, Gzera descont da quantia de 3aoU rs.,
que reieberana pruvi.ida do Maranho, pa-
ra pegamento d varias pracas do j^batha-
Iho de capadores.
Diversas Repartieres
gue Ventura ihe serio entregues as doze
torrentes, que requisiteu em seo officio de
ai de Jmlo ultimo para os calcetas empre-
ados as chras bublicas.
DitoA o Exm. Presidente do Cear,
enviando-lbe algumas laminas de pus vaccinio
co que haro sido requisitadas em' officio
de'19 de Abril deste anno.
i to Ao mesmo iignificando-lhe ero
resi.osla ao seo officio de 1a de Mao ultimo
rtqvsitando uro vaso de guerra para estado- do-lbe urna relajo de i7 cfficiaes, com o | perlencer que na cade.a dest* edade exi
ituicio quaes conta va a gtvarnicao desta provincia, tero presos os escra vos Ihomaz, creoulo d
que tendo sido promovidos a poslos immedia- Jos Luiz da Conceico, propietario do ui-
los e lito pssagens para outras guarn-: genho Bonn Jardim provincia da Baha;
oes e corros uns o reformado oulros I Antonio de Francisco de tal morador no
convinha sere-j excluidos, no entretanto que lugar do Mogeiro 5 e Jos de Joaquim de
por falla de commonicaces olficiaes estavao tal 5 e que as pessoas que a elles sejulga-
individamenle incluidos nos roappas e rea- reno com direito, devem appresentar-sena
ujes. Conclua pedindo-lhe quo por seo Secretaria da Frefeilura com os ttulos que
intermedio, solicilasse divas communicaces jusliGquem a sua perlenco dentro dos di-
do Exm. Ministro da Guerra. tos da Lei.
nsr no porto d'aquella cidade em subitituicao
tscmiaVictoriaque se acha bastante
arruinada 5 que nao pode ser satiafeita a sua
lenuisico per que actualmente s existe a-
qui o Lrigue Escuna Gararapes.
Dito Ao mesmo respondendo no seo
.fficiode 14 de Julbo ultimo requeiitando
vid (lbeial de 1* linha com especialidade o
Capitio Lu?, ele Queroz Coulinho para str
f mpregado no servico d'aquella provincia 5
que nao pode ser sal titila a sua requisico ,
jior nao bavertm presenlemente officaes de3-
poni^eis ntsta cidade, e ter embarcado para a
Corte o clucia! indignado
Dito Ao nesmo rcmmunicando-lhe
que sobre o soldado invadido Francisco Jos
Domingues de que trata o seo officio de 27
de Julio ultimo fciexpedida ao Conman-
daute das Armas a precisa ordem para Ihe dar
cicrner.iente destino, e que a passagem do
sisto soldf do loi dtvidamenle paga,
Lito Ao Ccmixandenle das Armas or-
denendo que baja de nao tirar mais venci-
xxentcs para es linrcs G. N, que por or-
dem da Pnsidencia se achavo ligados ao De-
posito paro serena tniprrgidos no recruiamen-
to cargo r'o Majordoi* Batalho deOnda
JcSo Fai'-lo Fertira visto tornar-se desne-
cestaiia esta providencia em razo de ter sido
o dito recrutamento ccrcmettido a lodos os cf-
ficiaes da G. k. em cenformidade do Decreto
e Instruitces de 6 de Abril deste anno.
Dito Ao Coronel Chefe de Ligio da G.
JN. deOlinda, ccmmunicando-lhe oconteu-
do no precedente officio.
Dito Ao Inspector da Thezouraria da
Faicnda oidenando-lhe em salsfaco ao
que lequisilcu o Exm. V. Presidente da P10-
\LCa do Pai, que suspenda a entrega da
puile do sold que o tiiurgiao mor do !\. Ba-
thalo de Arliil.triaJ, Francisco Jos Kunes
deixou para ser entregue ao seu procurador
ucsta provincia ccnloiae requer na peticao,
5ue se ihe rtnttte e que remeta a guia
fsleiffnial rara ter Iranimitlida so referido
Exm. Vfcce Presidente.
Lito Ao atino signicando-lhe que
rcnvinilo que es otdens Impeiiaes tenbo
i remla (xteucao Ihe deteraina que te-
xtetta com urgencia es ii.Ioimacts que Ihe
lctotxigidas em data de j de Julbo ultimo-
iro em vntude do aviso da secretaria d Es-
tado dos nigerios da fazenda de ai de Maio ,
scLie a estnptureto a cargo dos eitores,
que ittcu para alguns dos Guardas da Ale-
ta do Ctnulcdo.
Lito Ao Imiector Gcral das Obras Pu-
Llirfcs signihcaLdo-lbe que para a Presiden-
cia resolver acerca do que requesila em seo of-
icio de 4 do corrente,- cumpre que declare
cor que preco loi elugada a caza para rezidtn-
PREFEITUBA.
Parle do da 6 de Agosto 184 1.
IIIm. e Exm. Sr. Das parles boje rece-
bulas consta somente q' lora bontem preso por
uro soldado do carpo de polica o pardo Tho-
roaz d'Aquino por ter ferido na cabeca a
um menor ; fui remedido para a cadeia para
se proceder respeito.
O Illm. Sr. Prfeto da Commarc man-
Remelten- da fazer publico, para conhecimento de quero
exu-
de
Dito Ao mesmo Exm. Sr., significan-
do-lhe que em conlormidade de suas ordens
dirigidas ao Inspector do Arsenal de Mari-
11 ba desembarcaro bontem e 'oro rece-
bidas no hospital regimental 46 pracas a
mor parte doentes de bexigas e em tu lasti-
moso estado que urna ialiceo logo ao entrar
no hospital } que nenhuma relayao ou guias
a companhara laes pracas guias que se lasio
necessarias para se Ibes abonar vencimenlus
a que liuho direito.
Dito Ao mesmo Exm. Sr. enviando- lientos e cessenla reis
Ihe urna folba das commedorias que sede- rematante matar dezasses rezes nos dias car na-
vio abonar aos olficiaes e cadetes do tf. halha- es e doze nos dtaj de preceito ; cuja arrema-
iho do cayadorts, conforme requisilara o
esiiectivo Mojor Commaudante por se te-
EDITAL.
A Cmara Municipal da Cidade d'linda e
sen termo em vertudeda lei &c.
Faz saber que d'ordem do Exm. Sr. Pre-
sidente da provincia comunicado a esta Cma-
ra em data de 3i de Julbo prximo pisssdo :
torna novamente bir a praca o contracto das
carnes verdes neste municipio icujo prego
sero nos mezes de Abril Setembro de mil
nove ceios e vinte reis a arroba e nos me-
zes de Outubro Marco pelo de dois mil qui-
sendo obrigado o ar-
rezo exgotado as provises que lecbmo no
Para durante a prolongada viagem, que
truucero daquella para ela provincia.
Dito Ao mesmo Exm. or., para que
houvesse de mendar fornecer um calceta ao
hospital regimental para ser empregado no
suvLo interno do mesmo.
Dito Ao mesmo Exm. Sr., enviando-
lbe informado o requerimenlo de Clara Ma-
ra da Conceico que pedia Jeniiyo para
seo falho Francisco Eslotano da Silva por
ser menor de iSannos.
Dito Ao lente Coronel Commandan-
te do Deposite lemeltendo-lbe os papis de
contabilidade do destacamento da Commarca
do Cabo peilencentes ao mez de Juiho e
ordenando-lbe que entregaste a rtspectiva
importancia ao cabo Pedro Guedes, porcu-
rador deste.
Dito Ao Prefeilo da Commarca do Cabo,
commu:iicando-ihe o exposlo no precedente
olficio com o que icava espondido o seo
do i. deste mez.
Dito -- Ao Prfeto da Commarca de San-
io Anto disendo-lhe em [esposta ao seu
Officio do i. do corrente, que Gcavo entre-
gues os rctruias Miguel Soares de Araujo e
Francisco Soaies de Araujo.
Dia .
Dito Ao Exm Presidente remetien-
do-Ihe o noto Formulario das receitas e me-
dicamentos precisos ao hospital regimental ,
para que Ihe desse o desluo marcado no regu-
iamento de 17 de Fevereiro de ba.
Lito AouesmoExm. Sr., remetiendo'
ta des ifficues e aais incniiuos ec pit-gadcs J Ihe a relaco nominal das 4^.Fl'i'Su5 4ue de-
' tacao lera lugar no dia dezasses deste corren-
te mez. E para ebegar ao conhecimento de
lodos mrnJou a Cmara azer o presente, que
ser publicado nos lugares do costume e pe-
la iroprenca. Cidade d'Olinda 3 de Agosto
lo de 1841.
Jos Joaquim de Almeida Guedes.
Presidente.
Joo Paulo Ferreira.
Secretario.
CONSULADO BlitPAiNIGO.
O Cnsul de Sua Magettade Britnica nes-
ta Provincia, para cumplir as suas obriga-
ces convida todos os Subditos da mes-
ma JNdco, residentes nesta Cidade ou vi-
sinhanra para comparecerem no presente
mez o mais redo que conveniente nenie po*
derera neste Consulado rna do Trapixe
novo, em qualquer dia til, das dez
horas da manli at as tres da tarde, pa-
ra o Gm de registrar seus nomes, residencias,
occupacSes &c., no respectivo Livro de Re-
gistro depositado n'estes Archivos por este in-
tento. Consulado Britnico em Pernambu-
co di de Juiho de 1841.
Faz-se saber aos Sbitos Britnicos re-
sidentes em Pernambuco que no dia Sexta
feira i3 do corrente mez de Agosto ter lu-
gar no Consulado de dua Magestada a tainha
de Gram-Bretanha ra do Trapixe novo ,
o ajunUmenlo dos Subscriptores para os Gns
designados no Acto Geo : IV. Cap. 87., a u-
ma hora daquelle dia. Consuldo Britnico
em Pernambuco de Agosto de i84>
LOTERA LdEATUO.
Os Bilhetes da 2. parle da 6. Lote-
ria{ cujas rodas ten o sao npreterival auia-
cei,
va Gregorio Antones e Vieiro Cambista ,
na ra da Cadeia do Bairro do Recife-, e no
de Sanio Antonio as dos Snrs. Manoel Al-
ves Guerra rui Nova Antonio Jos Al-
ves Bastos praeinha do Livrameoto e Jo-
s de Menezes Jnior ra do Collegio.
THEVTROw
Mr. Vally nao responde ao Sur. Corres-.
ponpente amante das asistis-- sanio
coro a repetico do seu annuncio ceno de
que nunca enganou e nem capaz da en-
gaar ao respeitavel pub'ico.
Expectaculo de Mr. Vally, saianh 8 do
corrente. epois qu9 os professores da Or-
ebestra titerero executado a 1. Ofertara, se
representar a excellente pe?a deuoriinada
Como so muilas Sanhoras. No lia da peca0
Mr. Vally se apresentar com a chava das
muito apreciave* Maravilhas Hydraulicas.
Mr. Vally sob u nitijdo dd Mr. Pissii
igenheiro e JJfat.urafista ao Governo Fr-
\indo recentemente de Pariz Corte do
Rio de Janeiro e ero segiih a Minas, e as
Provincias centraes do Imperio, para indagar
e des,crever as bellezas na tur es deUs rico
Sollo, dirigir os conductores e os far a-
preseutarero Scena As Maravilhas Arleia-
nas, designadas para esta noite, pala roa-
neira j aanunciada no Diario de Quinta fei-
ra 5 do corrente.
Estes Expectaculos sero acompanhados de
mu.-ica a mais adquada e publicadas cada
um de per si, para que os Snrs Scientificos,
e Viajares amantes das maravilhas da'Nalu-
reza a quero sao dedicados posso recordar-
se contemphr, e coalrontar em sua me-
moria ou por estampas quo possuo a ve-
racidade dos referidos objeclos; e a medida
que estes forero fgradando Mr. Vally ira
apresentando outros muilo"s de que se acha
prvido.
Principiar as horas do costume.
AULA DEESCIUMA.
O professor d'esgriroa tem resolvido ir para
o Rio de Janeio sena falta, at o dia 15 de Se-
tembro prximo futuro : por isso elle ro;;a aos
Snrs. que tem dado principio as ligues de
as tomaren seguidas todos os dias se possivel
for ; e aos Snrs. que quizerera anda princi-
piar, o faco antes do dia 20 do presente mez,
mais larde nao lerio lempo de, terminar o
curso.
O Professor ,
Francisco Gayrel.
SOCIEDADE TERPSICHRE.
A Commsso Administrativa da mesan,
torna pela segunda^vez a convidar aos Snrs.
Socios para urna Sasso no dia 10 do cor-
rente pelas 6 horas ds tarde a Gm da ap-
provarem-se os Candidatos.
Avisos iiiversos.
XST O Professor de Historia Natural do
Lyto, abrir seu curso s gunda feira 9 do
trrenle s j horas da tarde.
tsy O Sor. que annunciou no Diario da
honlero querer saber aonde mora Antonio
Joaquim da Silva Porto ; dirija se a ra da.
praia em casa de Joaquim Pereira de Men-
donca, sobrado ds dous andares, da parte
da nar.
tsr Aluga-se urna boa casa moderna com
duas grandes, sallas 4 quartos corredor
lavado grande cozinha grande quintal,
muito frescas por ser da psrte da sombra na
travessa da trempe para o manguinbo junto
ao sobrado do Sr, AlaxanJre na ra or
va D. 34*
tsr Aluga-se um sobrado em Oliod* na
ra de S. Benio tambero vende-se o 1 troca-
se por urna casa terrea em qualquer bairro do
Recife } a tratar ua ra da Cruz n. 48 no
segundo andar.
isy A pessoa que quser tomar a juros a
dous por cento ao mez a quantia de un conl
de reis, ou metade dando em seguranca
predios livres anouncie.
KsT Perdeo-se um tranceln de ouro, bas-
tante groco no dia quarla feira 4 de Julbo ,
no bairro de S. Antonio suppa-sa ler-sa
perdido na ra do Collegio ou albe as cin-
co ponas j quem o achou querendo reslitui-
lo dtrija-se a ra Nova D. aa ou an-
ouncie para ser procurado, qae ser g-ad"
ros menle recompencado.


mm

'
I
.i
tsr Peloprezente se faz publico, para co-
lar-ecimento de'quem convter, que Felis
Cypriano da Silva Teixeira Gibo de Mano-
el Ignacio da Silva Teixeira '*., em o dia 3 do
ronente Aposto 7 horas da naite $ por
licenga do Reverendissimo Vicario respecti-
vo ( quera se apresentou o Altar de supri-
men t o do consent ment paterno concedido
pelo Doutor Juiz de Direito da terceira Vara
rio Civel ) serecebeo "es matrimonio cora
Henriqueta Thereza de Jess. '5 Aviza-se
por tanto que est preiudicada a Circular do
Reverendssimo Snr. Provedor e Goberna-
dor do Hispado dactado de 2 do mesmo u.ez;
e transcripto no Diario de 4. Fan publico o
referido o
Enfbrquilbado.
tsy Una pessoa de bo couducta tanto
civil, como moral, se propoem a lecionar nes-
ta praca em cazas particulares a primeiras le-
tras Llim Fr.ncez, lo g tez Historia Sa-
grada e Erclezfaslica; as pessoas quesejui-
zerem utilizar doeeu presumo queiro an-
nunciar por esla ulba.
tsr A -p de Outcbro do correnle anno, se
hade arrematar cna asta Publica pelo Juuo
ta Conservatoria Brilannic em o Maranbo,
por conta de quem pertenoer, a Barca de Va-
por denominada Glycina de lote de cem to-
neladas [ excluvivo o e.-passo occup>dapeia
maquina j com todos, os seos pertences, pe-
ame e maquina 110 estado em que se ach.a ,
construida em Londres em o auno de itj por
TeLbut Stoueman & Spencerdebaixo do* uie-
lbores piincipios tanto em casto como em
maquina.
fc~ Jo/e Antonio Soares Roza, morador
na ma das Timxeiras D. i5 quaodo n-
nuuciou que Ibe estava empenhado um re-
Itgio por fjojooo reis [ alem Jos juros pe-
diuo-me o Snr. Joze de Barros Falco o fa-
vor para Ihi. empeuhar o dilo relogio, que
ioimedialamenle le :z segundo a amizade
que Ibe pareca ter p0g nao era de suppr
que o lelogio nao lossa seu ) responde ao an-
iiunco do&nr. Joze do Rej;o Barro! eilo no
Diario n. 168, que elle /o a caz do Exm.
&nr. Francisco do llego Barros entregar o.re-
logio e receber o diubeiro do penbr, con-
jorae o pnce tiro annumio do Snr. Joze do
Reo e que seu mano espondeu nao querer
saber de laes negocios. Por este motivo an-
iiuiu iuu a S. Senboria a caa onde avia de
11 iwt 1 o dinbeira para tirar o pinhor con-
iorae seuprimeiro ennuncio e anda est
promplo a entregar o peubor vendo o di-
ubeiro ; sendo para admirar que S. Senbo-
iia sugeilaudo-se a pagar a quana ponjue
seu tinigo empenbou esse traste que nao ti-
nba lelieiro idesdiga-se agora pelo mesmo
Diario* Se o Snr, Joze do llego quer o relo-
gio rnande-o receber na loja 25 da ra
do Rczaiio eslieii, onde mora o ennuucian-
te mas na ceiteza de pegar os 6o'ooo reis ,
ees juros, porque elle I01 ero pentodo. Pois
V. >. Lem v que o annuncianle nao pode so-
lrer preiuizo por nao ter interetse neste
negocio.
hj~ O ebaixo assignauo como Inventan
ante dos bens d seu cezal que ficaro por la-
lesciroeiito de sua nsulhwr D. Mara Quile-
na Cir de \iello aviza a todos os seo* ere-
dores, que bajo de requeier pelo Juzo do
Cilve dd terceira Vara com os seus docu-
mentos para serena alieudidos na paitilha.
Joo da Cruz Feruandes Souza.
%&- Duas mulberes yma parda eaou-
tra crioula oferecem-se para ama de caza ,
DA110 to
P Ki V P.
n c
3
alguns gratis que seus Pais n"> p.ass>gra- .se offerece-psra l'gUTi pa jueao servici ou
lficarem ; e a isto se queiro dedicar ; quem
as quaes engomao lava coieni coii-
libo, e iaztm .odo servico de caz,a j na ra do
Amorim do Uecife sobrado de a andares, con-
Ironte ao ninxo da Snra. da Piedade.
car Urna mulber livre se oderece para ama
de caza deportas adentro, para engomar, e
cozinhar por ter disto bastante pralica } na
ra das Trii.xtiiras D. 8.
%3F Quem quizer mandar fazer carnizas ,
xaes, e bordadas e marcar roupa, ludj por
preco com modo } ua ra Direila loja de co-i-
ros D o>
-.- Na loja de barbeiro da ra da Alfan-
degavelba, n. II, ha para vender, e mes-
mo para se alugar bi xas mu superiores e
mesmo ba quem se obligue a bolal-as com to-
da a perltico e ludo por preco multo cora-
modo, .. .
___Quem precisar de um rapaz brazileiro
para caxtiro de qualque arrumat-o excep-
to te ^enda ; auuuucie o mesmo d tiador
u sua conducta,
k^r CUtrece-se urna pessoa de muto boa
conducta e moral para lecionar de lalim ,
e piirneiras letras cm sua caaa e mesmo par-
ticular} leteheiido albe o numero de oa-
lumis pea milhor zeio e aproveitamen-
tomcsirar; adveite-.e que tambem recebe
precisar annuncia,
t^- Pergunta-se a Cmara Monicpil des-
ta Cidade se nao pode caber as linlias da
suas posturas publicadis peb arij de ti
de Julbo fiado os tiros de espingarla da-
dos pelas ras lo]o que se dispvrsao as trj-
pas quando acahao d qualquer corteio em
diai de leslevidade Nacional, o que est ami-
to em moda ; assim conao outros quaesquer
dados dentro da mesma Cidade pois que nio
fazem menos etJeito do que as roqueirai ,
bombas e &c. que sao prohibidas pjr taes
posturas cora duas penis era uta s corpa,
tST Alberto Lavenere tera a honra de an-
nunciar ao respeitavel Poalfco que elle se a-
cba agor n'esta Cidade ; e pertende continu-
ar dar licSes $e lingus Pranceza Lilina ,
.\'athemati..-as deaenbo, e Geof.raphi ; em
(ira elle se encarrega de ludo o que diz respei-
lo educaco ; as pessaas que de seu prest-
mo se quizerem Utilizar o poderao procurar
na casa onde mora o Snr. Joze Antonio dos
Santos e Silva defronte dos ultiwos arcos da
Ribcira da Boa-vista ou anounciareui pira
serena procurados.
SSt A pessoa que por esquecimento deixou
ficar um> espingarda em ua sobrad.?, que
se desocupou ha poucos dus ; queira man-
dar procurar no mesmo sobrado, oude Ihe se--
i entregue.
tsy ^0 dia 5 do corrente dezaparecerlo da
ra do Rangel dois qu rcaior do que o outro o maior teta os sigua-
es seguintes ; u:na puadura no espiniaco e
oulra na Siirnelha a qual est formad.) udi
gerimum e ja eslorou e por isso esij com
duas (islillas diticultus>s a sararem e urna
marca de logo no lugar da pizadura teto os
cascos b.istantes grandes, com dilerenca de
outros aniaaaes a cauda muito fina cacundo,
e be capado; o segundo tem ossignaes seguin-
tes altura regular lem o vazio decido bu-
je do quadril e he um pouco sellado e as
pintas muito miudis cascos d is raaos raja-
dos e urna maltia branca no beico de sima
que corresponde com a debaixo t quem os II-
ver axado e os quizer restituir dirija-se ao
largo do Livramento iadodo poenle segun-
da luja de fazendas que ser e:ieruzament
recompensado.
tsr O Snr. de Engenbo que quer dar um
sitio de lavrador muito bom be S. Este vio
quem o pretender, dirija-se ao patio do Car-
ino sobrado que vira para a Camboa,
'ssr Preciza -se alujar um preto canoeiro ,
para tirar intulbo p^gando-se 6$o reis por
dia e o sustentos quem tiver auuuucie, para
ser procurado.
Sil^ Pre-'ia-5e falar com o Snr. Antonio
Cardozode Carvalho, ou pessoa que faga su^s
vetes ; na ra do Cabug loja de rniudezas do
Snr. Bandeira ou onuuucie.
Xjisy Dezapareceo no dia priaieirode Agos-
to um menino de idade de 8 para 9 auuos ,
de nome Juslino xeiodocorpu, cabelios a-
iastanbados rosto oboceadj olbos grandes,
nariz um tanto'grofo e chato boc pequea,
levoii sobre cazaco de pao fino pelo caifas
deriscado dequadros pretos e brancos, len-
co de seda pre'.o no pescosco, chapeo de mas-
sa dito de sol de seda tambeon preto com
barra; a pessoa que delle souber f'ar o fa-
vor de annunciar por esta iolua ou dirija-se
as 5 ponas D. 31
___Quem precisar de um rapaz portugus,
para caixeiro de Engenbo, do que j lem bas-
tante pralica ou para outra qualquer arru-
maco o qual d fiador a sua conducta j di-
rija-se a ra Nova botica D, ag que a-
char co i; quem tratar.
- Pede-se ao Snr. do Engenbo Morojo,
que assa o favor de ver se o prelo que an-
nuuciou 00 dia 23 de Jujho prximo passado
achar-se no seo Engenbo ; se lem os signaes
se^uiutes : alto baalaule corpo regular, cor
preta bonito olhos grandes, nariz e bo-
ca regular denles cbatos e alimados lem o
beico superior mais curto do que o inferior,
de forma que nao cobre as denles queixo fi-
no cabera pequea, "pernas gro?as, lem em
um dos ps um osso da parte de tora do (ama-
PAiUO RIO DE iATORO o Brieui
Uiria Praietra eguecan toda a brevi.la-
ja par ter parle di carg k bulo ; qum qui-
zer ctrreg ir dirij >-se a Giuiino AgjstiOiM
Jj Barros airaz da Corpa Sinta 6j.
Lella o
*
para fazer companhia a alguna Senliiri
de porta adentro, senJ) de cm\ di pan :i fi-
milia dando-sc-l!>e de ciaer e vestir s-
menle; queai a pretender procjra na bfc t
doAdique, casa ultima ou le est colocada o
lampio.
ver Pede -se ao Sr. Thesoureiro d.i rifa da
forte piaono que manda entregar o dinheiro
dos bilhetes que se vendera vista nia cor-
rer dita Rila ero virtnde das posturas da Cl-
onara .Municipal e tarabea esl comproia-
lido urna pessos que vendea das dito bilhe-
tes.
tS1* J. II.llid.iy retira-se desta provin-
cia.
- Quem quiser paaportes follias cor-
ridas com presteza e muilo,e:n) conta di
rija-;: a luja de livros da plo .da colegia ,
que se dir.
- Qujm prensar de urna ama pira casa,
que co/inba cose e engalana dirija-se
ra direila loja de couros -ao.
- Pre-isa-se de um pq'iei>o pira vender
pao com um negro e mais alguia servido de
paderia ; as 6 ponas I), ji.
-- A pcgsoa que quer comprar duas mora-
das de ciS3i anuiiucie sua morada.
-- Precisa-se de urna ama forra para
casa de pouca familia ; na ra de 3. Jase L)a-
ciraa ai*
-- Simplicia Xivier da Fonneoa fai pu-
blico qie Jcaquira Moreira da Fonseca dei-
xou de ser ?eu caixeiro desde o dia ai. de Ju-
lbo p. passado.
K3- Pre;izi-8e fallar eom o Snr. Joze da
Co*ia Albuquer.jun o M<-ll, a negjcio de
seu interesse : ua Gamboa do Carma caza
D. 8.
C^" Uaaa Senhora de bons costumes se
propoem a lomar chancas com ama para se
criarem rom leite impedidas e desamieii-
dis; e tambera se recebem as queja es'.ive-
rcaa desmamadas para se acabaiem de
criar, com todo o raimo e amor : na ra da
Concordia casa que faca junto ao sobrado ,
confioutando com a ponte da Boarisla, a-
chara com quem tratar.
tj^' Quem se quiser encarregar deensi-
nar primeiras letras, eGrammalica Porlu-
gueza a dous meninas em um engenbo so-
l legoas distante desta praca -, dirija-se a ra
Nova a. andar do sobrado n. icj.
- i\a ra por detraz do Martirios ca-
za O. 31 se engoma liza faz-se llores, e
boiinhos de todas as qualidades preparao-se
miares e outras ijuaes iiacommendas as-
sim como cose-se vestidos de qualquer mje-
lo ludo com promplido ; quem quizer ao
nuncio.
&sy Nao devendo eu responder ao Sr Per-
guntador a respeilo de quanto levo da laxa
da Barreira do Jeqai.i, por cada carro car-
rinho ou carroca que veja a Lei ; e senao
sabe, ou nao quer ter esla despeza eu Ibe loJa e mudezas D a.
1; j i r 1 Dua3 vollas de cordao sem fetia; quem
digo; cada um dos objectas ucima referidos
diz a mesma Lei que cobre 80 rs,, e diz
ruis, que por cada cabeca de animal v. ou carallar cobre ao rs., o Arrematante al
esla
pa
caucas dus auimaes que p
leceu a pouco lempo passar por a dita bar-
reira 8 junios de bois puchondo urna zorra
com tambores de.engenhoem cima. Respoia-
da-me o Snr. Perguutador, o que havia eu
cobrar si da zorra ou dos bois ? ora be a ,
diga-me mais Snr. Curiazo, o que faz mais
eslrago ; se as rod-is do carro ou os ps dos
animis ? A Lei exjrfessamenle manda co-
brar 80 rs. pelos ditos, e o /irrem>ilante o nao
sr^Que por intervenco do Correlor O-
liveira faz Henry Eyton prxima a retirar-
se por ciuza de milea'ia para lora da I operi.a
era cisi da sua resideneja na Magdalena,
*pn la a primeira casa d sbrala pssinlo.i
ponte, terca feira 10 do corrente as lo laoras
da manbaem panto dos segunde* artign ;
um carro de j rodas cora os arreios campe
lente* p*ra um ou dou* cavalloa, um carri-
nbo tambera com arrtias, daus cavadasensi-
nados pira carro ) urna cadeirinba de rebu-
co nova e toda a mobilia de sua casa con-
sistindoem grande variedade de magnifico
rastes como sejio cmodas lavatovios camas
de bronze cid-ias de braejs de balingo ,
e de sala de ji?arand e outras madeiras ,
espedios de bom gosto urna linda cana da
magno papeleras mesas de meio de sala ,
han juinhas de jago lampioens de mcio do
sala e oulrcs para corredare emiuhas-pt*)
ra cha ditis para cai'.ura sof* anafs ,
carleiras portateis armarios pira louca es-
leirs da india para jane.las Aparador, me-
sa de jamar loujie vidros de todas as qui-
liJades muito* utencilios de co/ialia a
quantidadei de uniros objejlai.
&3f* Segn li leir.i g do corrente, fac-sa
leilo de umi parco deServej branca e pre
ta em caixas da uraa duzi^ de girral'as cada,
urna mudo be a acouJicioiaidas ; o .'. j bar-
riz com manteiga amb^s ebegados prxima-
mente na porta da armisem de Francisco
Das Ferreira no caes da AllaaJ.-ji, s io
bor&s da manba.
Compras
tS~ Para fora da provincia escravosj sendJ
mocos de idade de la a 18 anuos na ra
do Vigario em casa de Jos Pinbeiro Jicome,
das 7 horas da manba ale as i da larde.
tST Na fabrica de sabao no atierro dos
affogadfls sebo em partidas grandes e tou--
cinlio arruinado, assim como manteiga ou
na ra do Queimajo loja D. 16.
SST Um pilanquim da Babia dos de re-'
buco e que seja rico ; quem tiver annun-
cie.
ssr* Duas casas terreas bem construidas ;
qem tiver annuncie.
Vii7 Os livros seguinies ja usados j o Fe^
liz ndependenta Florinde ou o novo Lean-
dro Guerra de Troia } na ra dos Quarteis
tiver anuuncis,
- Dous escravos pretos, sendo um pedrei-
ro e oulro carpios que sejio mogos aiu-;
, ) j j 1 >da mesmo nao sendo peritos e pretere-se uo
esta data tem contra si so mandado cobrar par u* CS1UU """ "*" r. ? _
... 1 naco na ra da cadea da Kecite lo 1 u. 1/.
arruabo nicamente 80 rs., e por carro as aVaj" '" u' A.
* r ivy Cobre em moeda par carimbar cha-
:abecas dus auimaes que puxaa como acqn- ,. r. ajQ;.
mado testa liza; ua praca da Independencia ,
foja de capatos D. 27
Vendas
de boje em diante e o Sur. Perguntador se
nisto julgar crime, aecuze perante a Lei ,
que com a mesma pretendo-me defeuder.
Xbom Pereira Lagos,
Arrematante,
- Alugo-se prelas para vender na ra,
pagando-se- Ibes de cada pataca qu dio ?in-
teus, ou 4 reis diarios; na ra de
S. Bita nova, i lado do nascente ,
achara com quem tratar.
ST* OfTerece-se para qualquer escripta ,
nho de im caroco de pi"iomba procedido da urna pessoa que disto lem bistaules conheci-
pancada de urna sacca de Algodo que Ibe
cabio em sima de naco Bcuguella e fu-
gio em 2o de Agosto de 18*7 da ra da Ca-
ueia do Recite onde era seo Sor. morador,
cbam-se Florencio e quando se pergunta-
va o nome delle dezia lelenco na ra dos
uarteis no sobrado que bea de'ronle da loja
Avisos Martimos,
PARA O RIO DE JANEIRO o Bergantim
indiano, Capito Couliuio pretende sa-
queiido falescidoArouca no primeiro a- bir no dia ao do correnta com a carga que
- iroii*; tiver lem superiores co timodas para pasa-
geiros trata se com o dilo Capito ou cam
o stu Consignatario Manoel Joaquim Hateas
e Silv-i*
dar que sera recompensado, a quem o
cer ; na mesma caza acuna acha-se urna vi-
draceira para vender-se em bom uso,
UT U*a Seubora de Jo anuos de da Je f
~ Na botica de Manoel Falippa da Fon-i
caca ; na ra larga do Kozario D 10 os ver-
dadeirops parisiense, purgantivos, anli-.
lem feilo neste caso oque passar a fazel-o 'syjbiliticos, anti-darlrosos e anli-biliosos.'
- Tres escravos sendo um parda, de
idede de a4 anno3 um preta da mesma ida-
de e urna negra de idade de 4 annos e 4o
libras de lesina de batata na ra da cadeia
do Recife loja n. 17. ,
tsr Um habito de terceirodeS. Francis-
co anda novo e par mdico preu 1 na
atierro dos Aflojados, defronte do sobrado do*
Muniz armazem de sal*
^*- Cpalos francezes de cauro de lustra ,
para homem e de marroouim para Saulao-
ra ludo de rauilo bom gosto e preco com-;
moda: na laja da ra Direila D. 10,
ssr Um Pian no Ingfoz de ba canstru-.-
cio e voz-s propriamente para quem quer
aprender ; un Palanqun alguma causa u-
zado e da-se muito em coala j dirija-se a
ra da Senviiu vdlaa ao vollar da be?o da
porto das canoas secunda andar di cas n. 4*
-----Um le.'iio de pezos de nm quintal, dais
brafos de balaiaca de Ramio cam ua par do
ansas tuda novo, mu propno para p?zir
meulos : aladar nesla Typogcapuia.
.'
*
assucir, ou couros : por prt\o
loi* d. ra Direila O, iv.
razaarel t n**


DIARIO DE PERNAMBCO
tsr A 8'rrnco de uira venda, e f 8 P"-
irnres d n-esir ; na ra direita O. ?4
t&- Cliarut.s rruito-b.ns dr todas as qua-
Jidai.'es a relathi e atacado contento do
corrprad.^r ; na ra nova D. a fabrica nova-
jtsr I'pUx para escravos a rqao a arroba ?.,
na ra da srnzili velha padaria O. 39
tST Um cavallo nielado novo e bom pas-
eiro f na ra do Fagundes sobrado 5.
XST A farinha do armarera defronte de pa-
lacio, casa tema transferio-se para a ra do
.Colegio D. 7 armaren) de portadas pintadas
rieamarallo, essim romo nm temo de pesos
tendo um de duas arrob>s de punho, todos
cu separados e sacas coro gimmt de eng >m-
mar osuito alva.
VW Sapatos de setim para rteninas pelo
mdico preco de 640 o par ; na escadinha
de miudeii>s da ra do Queimado I). 11.
tsr Charutos da baha e calcado tanto
para liorrem como para tenhora na praca
da Independencia ; loja n 27.
tST Um bom ptlanquim j na ra da oa-
deia do Recife n. la.
tsr Urna cama de amarelo envernisada ,
urna banqiinha de condur rr.eia duna de
cadeiras emeriranas e um chape de seda
para senhora ludo em boro uzo e por pre-
co commodo ; na camboa do Carmo u. 15c.
tsr b. eos va.'ios novos ; em cosa de Her-
mano Mehriens roa da Cruz D. a3.
99 Urna casa de sobredode um andar,
ratificada de novo quintal murado, grande
cavallarice no legar dos rrombidos ; a tra-
tar na ra dos Pires D. 18.
tsr Um escnivo creoulo rom officio de
,sapa'eiro ; na ra estrella do Rozario Dci-
ma ?3.
tsr Um berro,-e deus aneloens; atraz dos
Mat tirios casa de 3 portas verdes.
tsr Um ptimo cavallo novo com todos os
andares na ra nova lado da Cortceico .
D. 18.
fO Titulas da familia em vidros de 5o e do Crespo D. 8 lado do sul.
100 a 6000 ocento ; na ra estreita do Ho-
zarlo botica de Joio Pereira da Sveira.
tsr Urna venda com os fundos de i:aoo poo
etem com modos para familia 3 na pra^a da
boa vista D. 6.
uzsda 1 tima gamela grande para banho um
tocadi rpequeno e um grande e outras mi -
udezas de casa.
OT Uma escrava de angola moca boa
onitandeira p entende alguma couza de ea
ifiha sem vicia nem molestias ; n'esta Ty-
pograGa
*BT Pecas de cambrans adimasndn de 6
varas a ooo ditas lisas fins de 8 varas a
?000 cortes de cassa chita a melhor fazenda
que tem viudo a este mercado rom 12 cavados
a 45oo ditos de laozinha com i covadosa
3oo lencos brancos de cambra i a Ba a 3jo
ditos de garca de seda de barn gosto a i4>
e 1760 ; peets de fsguia de linho puro cjm
1 a jardas e meia melhor fazenda possivel a
o, ii,ia, e 1 !,ooo madapoloens finos a
35oo,40^0 e 4ioo, e 46ao e superfino a
5ooo chitas para coberta de bonitos padrees
a 85 jo e o covado a a$o panno fino rouxo
a 3aoo o covado, chales brancos de ca nbraia
adamascada a aooo, e alero destas outras
muitas fazenda* de todas as qualidades per
preco barato na ra do Queimaoo vindo da
rna do Crespo primeira luja D. 1 de Francis-
co Jos l'eixeira Haatos.
tsr Uma rrolaia de idade de ao annos ,
sern virios ba para tratar de meninos
lio denominado estiva confronte a proprie*
dadedo Poca com trras proprias pl lati-
do de roqueos e outras arvores de fructo,
com trras para plantacoens de cana baixa
para oapim tem duas pequeas casas de tai-
pa e bom rio de agot doce dentro do mes-
mo sitio com 3oo bracas de matta cana
milito bias madeira de cntru?c3o ; a tratar
110 oiioda Matriz de S. Antonio casa D. 7
tsr ptimas bichas do Calinga loja d Sr. Bandeira.
- Uma mesa de touro com onze palmo s
de comprido e 5 de largura com 3 gave-
tas : na ra do Nogueira D. i4.
tsr Urna negra de idade de 2o annos
de naco mocambique cozinheira engom-'
madeira doceira cose e be quitandeira :
na ra das trincheiras O. 4
tsr Uma escrava ; oa ra da orden Ter
ceira D. 18________^______________
Escravos Fusridos
bebe fumo, e muito ladina i representa ter
5o annos de idade } levou vestido e panno d*
costa j usado venda banba de manbf, o
de tarde ateite j e no da que fngto levou u-
ma panella de folha t com uma caada de a-
zeite medidas e foniz l esta escrava tem sido
} vista em differeutes lagares desia Cidade
diz que e' forra para melbor sr pasean lo pnt
tem grandes labias pira enganir e nio reiti
duvida que tem casa aoale se reeilhi ,-e '.e
pjrque foi seduzida para fugir ; ea pHi
em cuja casa for acbada, ter de ver sea a-
me declarado ao publico ettm acjitd craros fgidos pagar os das de servico, per-
cas e damnos, e accusandi psronte a le;
quem apprebeudel-a leve-a a casa terre qu i
faz quina com o beca de S. Pedro junto ao
sobrado em que mira o Rsverend* ruma d
Silva Guimares, que ter 5 >U rs. d: gri-
tificacfo.
a=> No da 9 de Julho, p. p. fug'n un
mo'epe de niela, de nime Antani. baiu,
cor fula com algumis miren de baxigis ni
rosto tem um pequen) talho ao pe* 1 > canto
da bocea do lado esquerdo camba dos joe'hn
No da 4 do correte fugio uma ne-
grinhn de nome Francelina de idade de la
annos levou testido de chita camisa de d madapolao cor fulla, e ves-. .quem a pe- .i j terJunhM dii,-iji tfll8 brMf.,,
OS, .rleve.lo,. de Francisco Jos Pereira Bra- qaaim.Us.afoj.. re.re-
. o- ga aop doarcode S. Antonio D. a, que aera 7 ., J fl f ,-rir
zinh. .gomma lava de sabao vende- compensado. aenti ter d. id.d. 18 anooi. q.sm o ..egir
seporseusnr. re.ir.r-se par. fora da pro- i r7Jcno dia 18 do mez pass.do o-n.1^"0 tJ Fjrted ^t"?1 Pr!n ,de al^;
vimia na iravess. do Rozarlo ,a segnn- negra de nSme Mari. do gento c.bund, ^.fR a .enlreS,r Z^UA^* *
do.nd.r. I de idade de 4o anuos, bem p6ret., olhos fuo- orificar ^JP^^^
CT Para fera d- provincia ou para o ma- dos levou vestido azul de fbres amarell.s I 4nton, Jolu,ai da C
dos j com alguns cabellos brancos tem os
Um sitio muito grande tod, coberto de pe. doentes de muitos bixos que lem tirado ? d,ed'de ondd mr* ,J *
os na estrada do Pombal ; na praca e ambos fumio casimbo : quem os aprehen- r* ,df uTna aa
tsr
arvoredos
da boa vista botica 3 ou as 5 putas U. der leve-os ao seu Sr. Nicou Jos Correia ,
a3 onde tem lambio. no engenho Tanque Municipio de B.na-
tsr Tres canoas de amarelo uma de 4o "e'ras Provincia da P.rahiba, que ser ge-
Um cibra moco de bonita figura ama palmos do comprido e tres e meio de boca ocrosamente recompensado.
tnesinha de condur um relogio de cima de uulra de 36 dilose 3 de boca, e oulra de 3a tsr Nuno Maria de Selxas, Negociante da
mesa uma torneira para roupa uma panela ditos e dous e meio de boca, as quaes se Cidade do Recife recompensar generoza-
grandede leiro inda nova, duas partes de acbo na praia do trem j a tratar na ra no- mente, a quem Ihe .presentar ou indique o
trra em bebiribe no sobrado que foi do fal- va loja D. 6.
lecido Sotto por prero con: modo ; na ra de
II rtas sobrado de um andar D. 33.
tsr Uma vacca com cria, muito gorda ,' tem commodos para f
feita ao pasto e gorda e d mais de meii ca- de soto ; a tratar as
psda quando est parida; na Magdalena si- tem lampiio.
tio
ouaesquer pessoas que o peg 1
mora
ar com mirante p>r cima ,
que ter 5aU rs.
Joio Ignacio Rodrigues di dita.
jSSI Fugio a ao mezes pouco miis ou me-
nos da Cidade de Goianni, um esenvads
nome Aneceta con os sign.es segmntes
naco angala repreienti ter a} a j5 mir,
estatura alta feices miadas, bata parec 1,
tsr Urna venda na ra da roda sortija rados de sua propriedade, podendo-sn
ou somente a armaco
lut-iiic a uueui lila umicniai uu 111 i-i"- i i ,
lugar emque estio os escravos abaxo deca- Pecos, e dedos cabecui, cor ms;Jb
rados d Ja nmnriedade. oodendo-se dir- qe preta um pouco am.reU;a projeiii
de molestia com uma pequen
o, epertences. a casa gir a ra do Vig.rio D. sa. Paulo, nca'0 ^ molestia com uma pequen, -.
- .. kl; neera. aae o coroo em umi ais pjs .
amilia por ter um gran- mocambique, com os signaes segu n tes bai- *^B quo "Y r j
r rv ., 7 j dida de urna relbadi, tilla muito. (
s5 ponas D. aJ onde xo, cordo, retinto da cor, cinoeiro, e ou u,u"uc "" *
.- c- a i i,, pii !.!.,., explicad* por ter o aono de ierra
ir ora foi escravo de Robert Pelly e ultima- v ..
boas firmas ; a tratar na ra da Gai> n. I>.
tsar Uma negra de angola ladina ojjli-
xna para o servico de campo; no paleo du ai-
no venda de Narciso Jos d. Costa
tsr Os pe lentes do naufragado Hiate S.
Stbbsliao como sejo pannos cabos ferros
e &c ; em lora de poitas casa n. ijo da parte
do m.i grande.
tsr Vanas patidas de bezerros rovos,
boas de leile ; na ra de b. Gousalo deironte
do$r. Froucisco da feiUa.
tsr bichas pretas de boa qualidade se-
ment de roen tro de t. Ceira ,de ortalice ,
e gomma du ar.rut..
ar Uma torneira grnde de ferro pro-
pria para tanque de agua ; na venda da ra
do Coto vello que faz quina para o beco das
barrei/as.
tsr No 1 atro do Carmo casa n. 7 por seu
dono ler de embaic.r para (ora da ,,1 ouncu ,
o seguinte; um jopo de bancas aria dua de
cadtirs um sola uma cama ludo de ari
gico e n cuerno una paielb.de erixergoeu
lomorclxode cima, una cmoda de con
duru um par de mangas de viuru las uu a
mesa de janl.r duas e (oziuba ue aiLa-
lelo uma marquesa uzada do porto meia
duria de cant-ir,,*, iie p"" a 'creda uz.das a
f'Oi^g ciro. d* ierro, uu* bvu^Ulnba li:a j;
rnenn.o, decor.uss, pedrez muuo esqu-; cao angola moteque, id.de 18 annos, ma- lhos oa CM ;niBC0 a. perilt esquerda le-
pador, ecarregaba.xo; na ra estreiu do gro cor fula,; levou vestido cerna, e serou- vou caa)is, de brip e alcs de Jn.U .,'ul :
hczario hja ,,e bshus. Ude.lgod.od. 7imt quaado falla ou res- ; c leve rUft do v 0 Q> '
tsr Duas gamelas grande de amarelo que pondo, como espantado ; lugioeaa 10 d Ou- ** .r rJcomonaado
que
levo8a loconeos ue agoa ptimas pura tubro de 84
banho apareilus dourados para cli muito! tsr* No dia 3 do corrate fugio um c:br.
riros ditos de varias cores para mesa vijros de nome Vicente feio cara grande rosto
lapidados par* guarnico de mesa glcbjs de liso e com pannos brancos levo'i camisa d<)
vaiios fetios tigur.s elegantes para prese- xila e calcas de panno da costa, representa
pos vidros para lampedas peonas de es- ter 18 annos de idade ; quem o pegar leve a
(rever bapdeijas ricas escrivanhinhas de ruada moeda 1). i4i a Firmino Jos Fels
cnstal e mos outros objeclos por preco com- da Roza que gratificar.
modo; atraz do Corpo danto loja de louca tsr No di. 15 do p. p. desapareceo um
fina n. 66' negro de nome Jao do gento de angola ,
a9> Um sitio em Olinda com uma ex- um tanto bucal esutnra regular lulo ,
callente casa para grande familia um grande olbos pequeos, com principio de barba,
parreiral, viveiro e banheiro tem muitas cbelo ralo bastante magro, representa-ter
rvorts de fructo, e com bastante terreno pare aa annos de idade levou vestido caifas e ca-
plantacoens ; i.a ra do Crespo loju L>. 4. I uisa de ctula grossa e lenco amarrado pela
tsr Uma casa terrea de taipa com chaos ciiera ; quem o pegar leve a pra^a da Inde-
proprios quintal bastante grande sita no pendencia n. 40 que ser gratificado.
paleo do /iuipiro em Olinda; a tratar n* sz-V Ero 9 de Abril do crreme anno fugio
mesro. Cidade na ra de S. Jou D. I. urna escrava Ue nome Grava de naco ben-
tsr Um. negrinha de idade de 14 aunos, guella baixa bustanle eia conhecida por
cosecha ei.gomma lito, cozinha o diario de tauhora nariz dalo ventas e bocea gran-
urua casa oulra dita de naco coui.ha, !- de desdentada na parte de cima beios
va e be quilaucieira, cujas do-se contento; grossos oiuos es^ugalhatos andar muito
na ra direiia ao lado do Livr.mento. i .pressado, e lem o costume de um. vea por
O sitio da Ibure que fica junto do si- outea loe ir com quem tem defluxo no peito,
que sera recompensado.
Jiuviiiitiuio do t^orco
NAVIO ENTRADO NO DIA 5
Trieste ; 70 das Brigue Ing!e Austraca
Heoriqueta Clemitiua de aj. tonel. Cap.
Aristide Astolfi equip ia carga farinh.
de trigo e faxeadas ; a A Scuramm.
SAHIDOS NO MESVIO DIA
Rio de Janeiro com escala por Micei a Ba-
bia ; Paquete de Vapor >. Salvador C.
Joba H. Hotten.
SAHIDO NO DIA 6.
Rio de Janeiro ; Patacho Brisilero Jjsephina
Cap. Francisco Jos Ribeiro carga dil-
ferentes gneros
RECIFF NA TYP. DEMF..DEF -i84x;
7


Full Text
xml version 1.0 encoding UTF-8
REPORT xmlns http:www.fcla.edudlsmddaitss xmlns:xsi http:www.w3.org2001XMLSchema-instance xsi:schemaLocation http:www.fcla.edudlsmddaitssdaitssReport.xsd
INGEST IEID E6F208ASB_358V4P INGEST_TIME 2013-03-29T18:22:41Z PACKAGE AA00011611_04246
AGREEMENT_INFO ACCOUNT UF PROJECT UFDC
FILES