Diario de Pernambuco

MISSING IMAGE

Material Information

Title:
Diario de Pernambuco
Physical Description:
Newspaper
Language:
Portuguese
Publication Date:

Subjects

Genre:
newspaper   ( marcgt )
newspaper   ( sobekcm )
Spatial Coverage:
Brazil -- Pernambuco -- Recife

Notes

Abstract:
The Diario de Pernambuco is acknowledged as the oldest newspaper in circulation in Latin America (see : Larousse cultural ; p. 263). The issues from 1825-1923 offer insights into early Brazilian commerce, social affairs, politics, family life, slavery, and such. Published in the port of Recife, the Diario contains numerous announcements of maritime movements, crop production, legal affairs, and cultural matters. The 19th century includes reporting on the rise of Brazilian nationalism as the Empire gave way to the earliest expressions of the Brazilian republic. The 1910s and 1920s are years of economic and artistic change, with surging exports of sugar and coffee pushing revenues and allowing for rapid expansions of infrastructure, popular expression, and national politics.
Funding:
Funding for the digitization of Diario de Pernambuco provided by LAMP (formerly known as the Latin American Microform Project), which is coordinated by the Center for Research Libraries (CRL), Global Resources Network.
Dates or Sequential Designation:
Began with Number 1, November 7, 1825.
Numbering Peculiarities:
Numbering irregularities exist and early issues are continuously paginated.

Record Information

Source Institution:
University of Florida
Holding Location:
UF Latin American Collections
Rights Management:
Applicable rights reserved.
Resource Identifier:
aleph - 002044160
notis - AKN2060
oclc - 45907853
System ID:
AA00011611:03929


This item is only available as the following downloads:


Full Text
;
Anno de 1839. Quarta Fera
I
Tudo agora depende de nos mesmos; da nossa prudencia, modera*
cho, e energa : continuemos como principiamos e seremos aponlados
com admiraeo entre as R'aces roas cultas.
rroclamacao da Assemblta Geral do Braiil.
------------------- i IM i------------------
bscreve-e para esta folba a 3#ooo por quartel papos adianlados
" '*. Tipografa, ra das Cruzes D. 3, e na Traca da independencia
iy. 37 e 58, onde se recebem correspondencias legalisadws, eannuucios;
nsirindo-se estes gratis, sendo dtsproprios assignanies, e vindosassig-
nados.
Partidas dos Correios Terrestres.
Cidade <1a Parabiba e Villas de sua prelenco...................\
Dita do Kio Grande do Norte, e Villas dem.................../_
Dita da Fortaleza e Villas dem........,.................>Segundas e Sexta; Fc.ras
Villa ce Goianna..................................)
Cidade de Oiinda..................................Todos os das.
Villa dei. AnlSo..................................Quintas l'eiras.
Dita de Garanhuns e Povoaco do Bonito....................Dias io, e 24 decala mez.
Ditas do Cali, Serinbaern, Rio Formozo, e Porto Caivo............dem 1 11, e ai dito dito
Cidade das Alagoas, e Villa de Macei.........................dem dem
Villa de Paja de Flores .................................ldpm \St dito dito.
Todos os Correios parlera ao meio da.
, y'
23 de OtrrflRo. Numero 231
CAMBIOS.
OuTCBnO. 22.
Londres......53 por tfooo ced,
Lisboa....... 3o por o/o premio, pdr metal olcrecido.
Frane>.......Sao reis por franco noni.
hio de Janeiro ao par.
(JURO Moedas de 6loo rs., Velhas t50oo a i5#aoO
')l,!" n Novas U'Hoo a ijgoo
r,,V m. >'"" de <#000 8#aoo a 8^:00
PHATA Pataces Bratiltiros------------lS*o a i/joo
,, Pesos Columnarios......^ i*5So a 1A601
fliios Mexicanos.......... iijfjrjo a i#j8o
Premios das Letras, por mez I 1/8 a 1 ippor loo
Meda de cobre 3 a 4 por 100. de disc.
Dias da Semana.
al Segunda S. rsula e snas Comp.- Sss."o da Tbez. e Aud. do i, de H. daa. v. de ir.-
aa Terca--------S. Maria Solme.--------------Kclaco, e Aud. do J. de D. da 1 .'vara de manb.
a3 QuarU-------S. IWno B.-------------------SessiJo da Tliez. Audiencia do J, de l). dj a. v. di
a4 Quinta-------S. Rafael Arcanjo. -.....Re, e aud do J. de D da a. v.
5 Sexta---------S Crispim e Crispiniano.-------Sesso da Tliez e aud. do J. de D. di 1. vara.
16 Subbado-----S. Evaristo P. M.--------------Re. e aud. do J. de I), da 3. v.
37 Domingo-----S. Elesbiio Imperador -
Mare chela para o da 23 de Outubro,
As C hera; e G minutos da tarde As C horas e 30 mi uitos da manha.
PERNAMBUCO.
GOVERNO DA PROVINCIA.
EXPEDIENTE DO DA 17.
Officio Ao Commandantc tas Armas ,
pralecipando-'he que o Briguc Jpiter tem
de seguir para a liba de Fernando, e que ex-
pela em consequencia assuasordens sobre o
servk-o militar d'aquclla Ilha.
Dito Ao Inspector da Thezouraria da
Fazenda, diri;indo-lhc igual communicato,
afm de mandar comprar a farinha, e mais| commeltido
mantimenlos que devem ser remetlidos para a
sobredi!,1 Ilha.
DitoAo Prc'eilo da Comarca, para fa-
zer apromptar os sentenciados, que devem se-
guir para a mencionada Ilha.
Lito Ao Inspector da Thesouraria das
Rendas Provinciaes, enviando-lhe as conlas
das despezas feitas pelo Engenheiro Boyer com
a tapagem do arrombo que leve lugar nal'o-
voayo dos Arrombados importando em
*2;4q3Uooo res, afir de que as mande pagar
a quem competir na conformidade das ordens
que se lbe bao expedido.
Dito Ao Engenheiro Julio Boyer, sci-
entifiendo-o do conleudo no precedente offi
ci.
Lito Ao Inspector do Arsenal de Ma-
rinba respondendo-lbc que pode remclter
para a Corte a bordo da Escuna Portugueza
Esperan a os dous Marinbeiros que engajou
para o rvi o da Varinha, visto ollrecer-se o
Commandaule da dita Escuna para os condu-
zir gratuitamente.
Dito Ao Reverendo Vigario da Freguc-
zia de I lores, scigniicando-lbe que alletidcn-
do a Presi'lencia ao que lbe representou em
seu officio de >2 de Maio desle anno sobre a
necessidade que tem a sua Fre^uesia de urna
Igreja Matriz o encarrega de mandar fazer
sob a sua adminislraco a (apella Mor da
referida \ alriz, oreada em 3;5ooUooo reis ,
ficamlo na intelligencia de que foi expedida
ordem ao Inspector da Thezouraria das Ren-
das Provinciaes para poder adianlar-lhe um
cotilo de reis sob banca a fim de dar princi-
pio a obra
Dito Ao Inspector da Thezouraria das
Rendas Provinciaes commuuicando-lhe o
conleudo no precedente officio, e ordenando
lbe que mande addiautar a quanlia de um
cont de reis ao reerdo Vigario devendo este
prestar nanea.
Dito Ao Inspector Geral das obras pu-
blicas, communicando-lhe, que a Presidencia
encarregou da obra da Capclla Mor da Igreja
Matriz da Freguezia de Flores, ao respectivo
Parodio.
Da 18.
Officio Ao Commandanle Superior da
Guarda Nacional do Recife sienificando-
lbe, que achando-se providenciado pela Pre-
sidencia em officio de ti de Dezembro do anno
prximo passado que o Commandante do Es-
quadto del avallaria da mesma Guarda Na-
cional nao podesse qualificar para omesmo os
individuos que j; o estivessem em outros
Cor'pos ; constando pela informa odelle Co-
mandante Superior sobre o requerimetito de
Antonio L'ernardo Rodrigues Selle, que este
titiba praca no primeiro Batalho antes de
ser qualkftcado para o dito Esquadrao ; e de-
vendo finalmente o mesmo Coromandante Su-
perior fazer cumprir as ordens doGoverno e
dar por sua parteas que forem UCMNHM pa-
Corpos: lbe reverte todos os papis que a-
companharo o seu officio de 15 do correnle ,
afim de que a visla dellcs faca cessar o pro-
cedimento que ha tido contra o dito Guarda
aquelle Commandante.
^ Dito Ao mesmo, respondendo ao seu of-
ficio pro|>ondo as duvidas que se offerece-
ro ao Promotor dos Conselhos de Disciplina
sobre o modo porque deve ser executado o ar-
tigo \ das In6trucces de 14 de Outubro de
1838 na parte que determina, que se convi-
de o official a justificar-se da falla que tiver
que, quando o official que tem
Hito Ao Major Coiiirmndanle do Depo-
sito para dar os esclarecimentos acerca de um
remita.
Dito Ao mesmo, para Mandar recolber
ao Hospital Regimcntal o recruta Jos Eleu-
terio da Silva que estando preso na Forta-
lesa do Brum, linha ravcmenle infermado.
Dito Ao mesmo, mandando assenlar
iraca a Filiciano Jos da Costa que pela Sal-
i das ordens Ihc linha sido remetlido no dia
7 do correntc.
Dito Ao Major Commandante da For-
lalesa do lrum commtinieando-lhe qticesta-
de ser convidado esli ver dentro da Comarca, ou' vao dadas as ordens afim de ser Iransferido pa-
Municipio, o convite deve ser feilo pela forma ra o Hospital Rcgimental o recruta Jos Eleu-
at agora pralicada ; quando porem conste pe- leo da Silva.
la certido do Guarda ordenanca do ConseIho| Dito Ao Commandante interino da For-
quenofoi possivel encontrar o dito oicial, talesa de Itamaraci aecuzando recebido o seo
deve neslo caso proceder-se ao convile por officio do i. do corrente, e respondendo ao seo
mcios de Editaes quedevero ser transcriptos conleudo.
nos Peridicos. Dito Ao Commandanle interino do 3' Ba-
Dilo Ao Inspector Geral das obras publi- talhao d Arlilharia mandando considerar
cas, respondendo-lhe que mande caiar o los- recolhido a Provincia o Major Jos Gabriel
prlal Uegimcutal eonl'orme reijuisita o Com- de Moracs Vfayer, c considcra-Io doente em
mandante das Armas. 'seu Quartel e bem assim ao 'lenle Joao
Ditp Ao Commandante das Armas, com- Bcrnardino de Vasconcellos, e Alteres Joao
municando-lhc a expedicao da ordem supra ;Nunes da Fonccca Galvo, ambos do sexto
Dito Ao Inspector da Thezouraria das l'alalbo de Cassadores tambem recolhidos do
Rendas Provinciaes ordenando que abone ao Excrcito do Sul por doentes, usquaes ficariao
Reverendo Vigario da Freguezia do Allinbo addidos ao Batalho do seo Commando.
a quanlia de um cont de reis para a tonelu- Lito Ao mesmo, deprecando algugs es-
so da obra da Capella Mor da Igreja Ma- clarccimentos a cerca de um recrula.
triz da mesma Freguezia devendo elle prcslar Portara Ao Major Commandanle do
flanea assim como as respectivas conlas de- Depozilo; mandando d ordens do Ex. Sr. Pre-
pois de acabada a mencionada obra. sitente dar demissao ao recruta Jos Severo
Dilo Ao Reverendo Vigario da Freguezia das Neves, por nao estar as circunstancias de
do Aburilo, communicando-lhe o conleudo no servir na primeira l.inha.
Dia 5.
Ao Exm. Presidente significan-
prticedciile officio.
COMMANDO DAS ARMAS.
Officio
do-lhe achar-sea ponte da Fortaleza do lirum
arruinada e. requisilando-lhe o preciso con-
cert,
rcmet- Dito Ao mesmo Exm Snr enviando-
o arti-j lbe urna requisico de 13 reparos para ou-
FxrEDlENTE DO DIA 1 <{
Officio Ao Exm. Presidente,
lendo-lhe de conformidade com
go ati do Regiilamento de 17 de Feverei- tras tantas Pe as de bater de diflferentes Ca-
ro de 183a o termo e relaco de vaios ohjec- libres pcrlencentes a Fortalea deTamanda-
los pertencentes ao Hospital Regimenlal que re, assim como de outros objectos, para que
foro dados em consumo c pedindo-lhe a tivesse a bondade de mandar satisfazer pelo
expedico de suas ordens para que fossem Arsenal de Guerra.
fornecidos novos objectos e recebidos no Ar- Lfilo Ao Jmz de Pireilo do Crime da
seal de Guerra paratereni a applicaco de Commarca de Santo Anto acensando recebi-
queainda ero susceptivais, aqucllcs da rea- do o seo officio, quetractava d'absolvico do
cao que hio neste sealido notados. |Soldado do terceiro lialalhao d'Artilberia An-
DitoAo mesmo Exm Snr., ponderan- tonio Joquim da Silva que lendosjdocondem-
do-lliea preciso de ser o armamento do ad. nado 110 Jury desta Capital a i4 annos de
i3doqucuza o terceiro batalho clArtiihe- prisao simples peio crimede tentulia demor-
ria substituido poroutrodoad. 175 enviando- te, protestara por novojulgamenlo na referida
lbe neste sentido urna requisico e pedindo Comarca,
lbe houvesse d'ordenar ao Arsenal de Guerra
o recebimenlo do armamento do ad. i5.
ia aregularidade do servico, edestiplitia dos}
bordo dos Brigues Conslanca e Niclberoy ,
s<) ai estavo as rcunstaiicias de servir no
Excrcito, enviando delles urna relaco.
Dito Ao Inspector da Thesouraria, de-
precando-Ihe tima nota dos assentamentos de
praca do Cirurgio Ajudanle do terceiro Bata-
lho de Arlilheria Manoel I elippe de Faria
bito Ao Inspector Geral das obras pu-
blicas, disendo-lhe em resposta ao seo officio
de 12 do corrente que podia receber do Di-
rector interino do Arsenal de Guerra as cha-
ves da casa que em Palacio Velho servir de
laboratorio, para nella depositar os movis da
(asi da relaco em ({llanto se proceda acon-
bertOi
Dito Ao Coronel Director interino do
Arsenal de Guerra, mandando assentar praca
Dito Ao mesmo Exm. Snr. conknuni- na Companhia de Artfices em qualidadede
cando-lheem resposta ao seu officio de ti do voluntarios aos Paisanos Marianuo Pereira
corrente, que dos 7a recrulas existentes a Pinto de Albuquerque, Francisco Felis de Je-
zus e Ignacio Correia de Mello, officiaes de
alliatc por lerem a precisa aptidao segun-
do as informaces oblidas domencionado Di-
rector.
Dilo Ao Inspector da Thesouraria, pe-
dindo-lhe aigtins esclarecimentos sobre os ven-
cimcnlos que aduahiieute percebe o Vice-Di-
reclor do Asenal de Guerra.
Dilo Ao Commandanle do Deposito,
mandando entregar a disposico do Comm
interino do terceiro Batalho de Arlilheria
o quartel que oulr'ora servio de enfermai a ao
Hospital Regiiiicnlal afim de ser apireado ao
Iral menlo dos be\i;;iHnlos qoe mslcs ulli-
mosdias linho em oumero nugmenUido.
Tito Ao Commandante interino da For-
taleza de Itamarac respondendo ao seo offi-
cio do 1. do correntc, que tratavo da ruin-,
do porlao da Forlalesa, e da feixadura da por-
ta do (allabouco.
Dito Ao Prefeito pa Comarca, pediudo-
Ihe providencias acerca da conducrao da bar-
ril de azeite que be mensa I men le mandado da
Fortaleza para o Arsenal de Guerra, con-
dueco a que se recusavo os Canoeiros, ou
balseiros pagando-se o compentente frele.
I ilo AoCapilo Commandante interino
do terceiro Batalho de Arlilheria commu-
uicando-lhe a absolvico do Soldado Aiilouio
Joaquim da Silva que tendo sido condemna-
do a priso no Jury desla capital, prelestara
por novo julgamenlo na comarca de Santo
Anto.
Illm. e Exm. Snr. A Regencia em No-
me do Imiierador o Snr D. Pedro Segundo
Ordena, qua se ponha em execugo nessa Pro-
vincia o Avizo de 15 de Novembro de 18 i 1 ,
junto por copia que serve de declarar,o ;
ProvisJo de a de Vareo de 8 > dos vcncimenlos dos reos Militares sentencia-
dos (pie sao excluidos dos cornos. Leos
Guarde a V. Ex. Palacio do Rio de Janeiro
em aa de Marco de 18 53. Anlero Joze
Ferreira de Brilo. Snr. Presidente A.i Pro-
vincia de l'ernambuco. esta conforme.
Vicente Tbom.-s Pires de l'igueiredo Ca-
ma rg, Secretario do GdVerno.
Para o commandanle das Armas da corle.
Nao sendo sufficientc explcita a doutrina
dos Artigos 2. e 3. da Provisto do con-
selho Supremo Militar de 21 de Marco de
i82fj, relativos aos vencimenlos dos reos Mi-
litares sentenciados ,i trabalhos de Forlificaces
por lempo maior de seis annos e por isso ex-
cluidos de voltar ao Servico Militar segundo
a disposico do Decreto de i3 de Outubro de
1827 ; oque tem dado lugar a anomala de
abonar-se ; taes rosdierentes quanlias para
alimentos ; e fornecerem-se nrbitrariamante ,
e sem poca fixa os vestuarios de caridade ,
que indica a mesma Proviso sem com ludo
declarar a sua qualidade : e couvindo em
consequencia regular taes vencimenlos de
mancira que nao existo, como ale ago-
ra soccorros diversos individuos em idn-
ticas circunstancias: Resol veo a Regencia em
Nome do Imperador, que os reos Militares
sentenciados e excluidos na forma dos cita-
dos Artigos da Provisao selo abonados pela
I IK'soui de oilenta reis diarios para alimentos.- u pelo
Arsenal do Exercito em cada seis mezes com
huma carniza huma calca e huma esleir;
c de dous cm dous annos com lia mana hu-
ma jaqueta c hum chapeo ludo por via dos
Almoxarifes das Fortalezas em que se acha-
rem : O que participo V S para seu go-
verno, e execuco na parte que Iie pertence.-
Deos Guarde a V. S. Paco em i5 de Novem-
bro de 1H31. Manoel da Fonceca Lima e Sil-
va. Est conforme Joze Ignacio da Silva.
Conforme Vicente Thomas Pires de Fiffucre-
i
1
I
H
do Camargo Secretario do Govcrno.
Divergs Ueparli^oens.
ALFANDEG/i DAS FAZENDAS.
A F'iki Poffllgneza Twrrladra viuda do
Foilo, entrada ctr 21 do Corrnile Capilio



Fmigdio Jozfe nuel Joa j 11 im Bamos & Silva.
Manlestou o Seguinle.
31 Pipas rom viiiho, a Mcas ditas com di-
, 5 Quartulas com dito 5 Caixes com
chapeos i ( aixa com utensilios para chapeos,
35 l'ilas cera ferrajem 7 Ditas com fasendas,
/ Barricas com ferrajem i Cunbcle com di-
la 8 (Jaivas com (amneos, 6 Ditas com
al ios a Ditas com hervas 4 Pedias de
Cantara, 4 l'ernos de condecas, 8oo Feixes
de taboas, ao Barra com carne, 6 Caixas
cono papel a Ditas com galoes i Dita com
Doce, i Fardo com peneiras i Caixa com
Caleada ;(G Ditas com pomada 8 Ditas com
va/os para Flores 3 15a nicas com Drogas i
< aixa.com Dita, i Caixa com amcixas, 4
Cadeiras, 11 Camaps, a Solas, a6 Meras,
i Marque/a i Caixo com Toileaderes 4
Saceos com rollias, i Caixo com Imagen.},
18 Caixas com sevada 5 Ditas com ardiles ,
5 Barricas com Carelios i Caixa com faquei-
ros vasios, a Ditas coro feijo, i Dita com
pertences para Selins, 2 Fardos com fasen-
das.
Fora do Manifest.
ao4 Cadeiras, ) Canip!s, a3 Barricas
com hlalas a Caixas com ma as 85oo Bes-
teas de Sehollas, 3 Caixas com miudezas, 3
Ditas com D ce i Barrica com hiscoilo, 6
Harria com vinho g Cauaslras com maces ,
i Barril com carne i Eitfbrulho com fazen-
ilas.'i Caixo com vidro i (i uarda vestidos,
(4 Cmodas 7 Me/as i Aparador 3 Ca-
mas 1 Banlieiro, 1 Bah com rpupa, 1
1 Caixas rom hixas 3 Escadas 1 Caixo com
obras de lalao.
A Marca Ingle/a Crcamore, vinda da Terra
Nova, entrada em ai do Corren te Capito J
A. S-apley, consignada a Crahtree Ueworthv
A onipanhia.
Manfestou o Seguinle.
241 Barricas com Bacalho.
Na Paula puhlicada hontcm houveroos se-
guidles erros: Em lugar de 11 a .6-lea-se
ji a -d le Outuhro.
O Axete de Espermacele de i^ofooo-a
pipa e nao oos'000
Em lugar de Dillodillo Vianna-leia-se Dil-
lo \ ianna.
O \ inlio do caho de Boa l'speranca en-
garrafado constancia hua de 3 canadas
9JOOOHB nao isooo como s> puhlicou.
Alguma fallas de virgulas, e erros de let-
Iras limveio que pela leitirra fa< il emen-
dar.
MEZA DO CONSULADO.
Ditos ditos Mara los Santos de Morcs e A renda annual da Cara da plvora no lu -
Manoel Joaquim Alvcs. gar do Manguinho oreada na quanlia de
Ditos ditos Joo Munis da Silva, e sua mu- 3tiU54o
Uier com Antonio Joze de Freitas c sua mu-
lher.
PBEFEITRA.
As ''azinhas da Ribeira oreada na quanli
de 1/JGU100.
O Armazem grande da Caza unto a Igreja
de S Sehaslio; oreado na qnanta de atiUooo
O foniecimenlo d'Liizes Azeite e Agoa pe-
lln), e Exm. Sur.Parlccipo V. Ex. ra as prizes da Caricia oreada na quantia de
quedas Parles hoje recehidas consta que hon-. 47U600.
tcm nao occorreo novidade.
paite do mi ao.
paute do mi al.
Quem nos mesmos qnzc_r laucar comparece-
ro nos lias -3, a4 e s5 do correle mei
munidos de fiadores na forma da Le. Olin-
Illm. e Exm. Sur.Consta las parles lio- da em Sesso le 17 de Outuhro de i83q.
je recehidas n'esla Socrelaria que foro pre Joze Joaquim 1 Almuida Guedes.
sos ; minlia ordem e tivcro hoje destino ,
residente da Cmara
Toze Joaijuim de Figueiredo.
Secretario.
NOTICIAS PROYINCIAES.
Rio (rande a8 de Agosto.
Chegou o Grenfell da sua expedico a
qual fina mais leliz possivel. Tomou tres lan-
Joo preto escravo de Manoel de S Thia-
go pelo c.ommissario de Polica de I is-
Iricto do l'crife por estar cm desordem e fal-
tar ao respeilo ao mesmo Suh-Prefeito ; Anto-
nio dos Sanios AI ves pardo e Joze Francis-
co preto, pelo Sub-Prefeito de S. Antonio,
este por ter viudo da comarca de S. Anlo sem
guia, e fazer-se suspeilo por ser desconheci- ches aos rebeldes, oRio-Pardense, Imlepen-
lo e aquelle por ser de m; conduela leudo
at abandonado a sua mulher ; Paula Simpli-
cia de Lima parda por um Soldado de Po-
lica por estar bastante ebria e profferindo
obscenidades ; e Joo Joze do Espirito Santo ,
tamhem pardo, pelo Sub-Prefeito da Boa-
Vista pr ser suspeilo.
E' o pie consta las Partes boje recehidas
nesta Secretaria.
1
Paulado prero crrenle do assucar e algodo
que se oWpaclio na Mera do Consulado
a 7 de Outuhro de i83o,
l'AKTE do da a>.
Mlm. e Exm. Snr. Foro presos hon tem
minba ordem e tiero boje o competente
destino: Galdino 1 Alcntara pardo escuro ,
lo/e prelo escravo de um la I Lemos, Tho-
mai Coombs e Cari Smilh Americanos do
Norte, pelo Sub-Perfeito de S Antonio, o
I. por ser conivenle no rouho feito na ca-
sa do largo do <:armo e de pessima conducta ;
o a. por lerdescneaminbado una preta es-
crava de Benedicto do Espirito Santo o 3.
el por eslarem ebrios e em desordem ; e
Manuel Andr, prelo, pelo Sub-Prefeito do
Poco por ter qllorido assassinar a sua mu-
lher.
E' o que co sta das Parles hoje recehidas
nesla Secretaria.
CMARA MUNICIPAL DA CIDADE DO
BEC1FR.
4 SKSSAO OnDlNAIUA DE iq DE SETEMRro de
18(9.'
Presidencia do Snr. Barros
Comparecer*) os Scnhores arneiro, Souza,
Pessoa Figueiredo e Mamede: faltando com
cauza o mais Snrs
Aberta a Sesso e lida a Acta da antece-
dente (b approvada.
dente e Setembrisla sendo um lestes o que
elles nos aprezaram no Cali y e mais duas
lanchas urna das quaes linba sido da sumaca
Mineira. Grenfell inulilisou todas as madei-
rasque os farra pos tinliam no Camacuan para
conslruc.o de mais lanches hem como o
seu arsenal de marinba que se achava hem
sonido lo necessario para o fabrico de mais
embarcacoes de soi le que agora estamos sem
lanches dos rebeldes na provincia e levar
lempo primeiro que elles construam outros.
Os lous lanchScs farra nos que reslam forain
para a Laguna tom oGaribaldi; foi pena nao
eslarem c jiois {cavamos de urna vez livres
desla peste
O Grenfell tem ganho urna nomc.da extra-
ordinaria ecomju'slica, pois muilo lem tra-
halhado ea marinba depois que elle aqu
chegou acha-se em mitro pe. O culter
Maruhy vai ser tirado do fundo do mar para
o que Grenfell deu j; todas as providencias.
A legalidade depois da vinda das novas
autoridades., lem ohlido melhoras ja como
lescmharaco de Itapoam ja c >m a tomada dos
lanchos, j. fnalme.ite com o va toroso com-
poriamenlo lo t# lalalho. E* de sperar
que nete vero sefa a alguma c*usa para o
pie concorrer muilo o nao eslar lento Via-
no.'l entre os ichcl*les. Muit >s se persuaden*
pie liento M.inoel vira anda fazer liium|)har
Praza aos eos que assim seja
O Andrea a uioguem revela o que pretende
fazer. Ve-se que elle dispe com rapidez ,
sabe-se quaes sao as suas vistas ; mas o como
determina os meios isso so deixa a conjec-
turar. Emfim temos homem e estou que
nao nos.deixar Kcar mal ,
Apenas ha 4 011 fidias appareceram no Mas-
samhu alguns rebeldes: levaram que contar
deixando alguns mortos e feridos. Canavar-
ro dizem vieram reconhecer a posico das nos-
sas tropas quem lera que elle atacasse.
Na Laguna os rebeldes nomearam j o seu
ministerio Ohrigam lo*los a trabalhar gra-
tis para a repblica e tralam le fortificar a
villa A sua forca boje de .00 a *oo liomens,
3 00 dos quaes esto. 0,0 rioNlussambu com-
mandados pelo coronel Teixeira e o resto na
I aguna. Canavarro quando eutroulinha so-
mente i5o liomens, e desses fugiu-o Villas
Koasaunhas decavallo Depois tem-se-lhe
reunido cotiza de '00 liomens da Laguna e de
Villa Nova a mor parte ol.rigados.
A nossa forcaconta i,' morro dos Cavados.
Logo que fique/n promptas as embarcacoes
de transporte iremos sacudir os Farra pos.
* ( Carta particular )
Jornal do Commercio.
legalidade
Assucar i'raneo n
u
lOoo
2.
3.
4-
5.
.
Sorle.

.

.
.
.

M .
Dilo Mas*, novo i,
*> .Dilo branoo velhoj
>.
(00 3.
i\.

(i. a
Dito mase, velho 1.
voo *.
Algodo l, m
a. a
3.
Agurdenle de cana .
,, cachar*
, rotulada
Pipas com mel
Ponas de Boy .*
Cotyos Salgados .
Pitos de calna
\ aquel 1
Pipa
i
*>
Imilla
cento
bu 111
huma
a3oo
a oo
aiop
i.i5o
1 '00
i65o
I 10*1
icoo
ICyOO
1800
1700
i5;o
1400
II o
700
600
C>oo
56*00
4 5 0000
4aooo
65ooo
auno
aoo
336o
a o
aooo
Ocerto 5 que as couzas apresentarq melhor
asnelo.
O lirigue barca Sele de Setembro vai esta-
cionar rm Porto Alegre, e o patacho Leopol-
dina veio para aquw
Corre boje que appareceu em ^'oslardas
O Secretario dando conla do expediente men-. urna partida de legalistas, a qual bateu os
ciona es seguintes officios : farra pos que ali
Um do Procurador parleeipainlo ter entre-
gado por ordem desla (amara ao Tlu-zoiireiro
*los Kslabelecimentos de Caridade a quanlia
de'a 60 reis para ser applicada ao Hospi-
tal dos Lazaros proveniente esta quanlia de
se achavam.
( Carla particular. )
Santa (.alharina 3| de Agosto.
As couzas nao tem peiorado depois que Ibe
escrevi O Andrea tem feito sabir lodos da
duas con idas de (torcos ; a Cmara ficou intei- apalhia c amortec ment em pie cstavam 5 po-
is alcm.de enrgico tem olbos que enxer-
a.
trisantes
Jos Mara Cezar do Amaral.
loio I raiicsco Duarle.
COUREIO.
Exislem no Correio (ieral da Cidade do
l'ecife os Aillos a ha xos viudos do Bo de Ja-
neiro pelo Brigiie N. Pedro
Autos em que sao parles Francisco Goncal-
es da Bocha e Zeferino Cunha Balos
Ditos ditos Jo/e Rodrigues de Oleir Li-
ma h l> bjnacia aria Xavier
Ditos di los Juana Mara Creta < n Juslca
DitbS ditos Bernardo Lasserie .1 companhia
u.in l mu* seo Ooneahes '"orlra.
rad
Oulro do mesmo Procurador apprescntando gam e bastante longe ; iespreza os 1
a resposla queden o impressor do Diario, e calumniadores e em todas as suas dispo-
dando os motivos por que bou vero de lxa- sices st deixa ver os ardentes desejos que o
rem de serem pulillcadas as Actasdesta Cama- ajiiinam le salvar a provin ia. Que contras-
ra : resolveo a mesma, que o Secretario reme- j lt- Como por mgica tem ajunlado e alistado
tesse as Acias cm dia. genle ; ninguem -se*scoinle nem se recusa ao
A Cmara deliberou que o Procurador a servico. O arsenal naval trahalha cora acli-
dianlasse ao Fis*al lo Bairro do Bairro do Re- ; vidade e dentro de poucos lias teremos urna
cfc a quanlia de oi'rs para continuaco do forca respeilavel para entrar em operaces.
lesalerramenlo da Ra de Apello, e da Guia, j Islam-se organisando tres hatalhcs proviso-
Maudou-se passar mandados, a Antonio nos com excellenle rspaziada nossa intlu-
Francisco Rodrigues da quanlia de H^ig res lados batalbo do INertferro bata'o da Boa-
custasdo Proeaso em que decahiu o Promotor Vista e batalo da Serra ; eem breve coma
Publico no Tribunal do Jury. tropa de linha que aqui est teremos um
Ao Escrivab Felippe l'enicio Cavalcante a pequeo exercito para repellir os farranos e
quanlia le 4 ^'a(i8 cusas de varios Processos coadjuvar p las ossas fronteiras a provin-
em que foi ccmdenada esta Cmara, por de- cia visinha do Bio Ofrende Oxal que S.
Sania Calharina.
Os rebeldes, reccando um ataque dos Im-
periaes tratava de fortificar-se em Laguna.
A sua for a porem segundo as melhorrs 11-
formaces nao exeede de quinhentos homens,
a mor parte d'elles obrigados a esse servico ,
ao passo qufe a diviso Imperial conta j; mil e
duzentos homens animados do melhor espirito.
Confiamos pois que dentro de poucos dias te-
remos a salisfa. o de annunciar que os rebel-
d* s lora batidos e pie a Provincia de Santa
Calharina se acha inleiramenle livredas hosles
de BentoGon.alvcs.
pesterro 3 de Setembro.
Aqui vamos passando sem maior novidade,
; excepeo das disposieoes ilitares do novo
Presidente, de que trata asna ordem do dia
aJ do passado ; ncnluinu. cousa mais nolavcl
lem bavido. Em i) do passado chegou da La-
guna vinda com coiiscntimento dos rebeldes
a Scubora do Alferes Balia ; e no dia 3o ebe-
g>rao um filbo do Bessa e outros que podera
iscapar embarcando na pruia do GnU para a ^
Ilha tos I obos donde fora transportadas
para aqui na escuna de guerra firma todos |ue os rebeldes sao em pequeo m
numero qUeo que mais avulta sao os mora-
dores que coagidos, tcm pegado em armas,
f azendas das lo;as armamento, munices,
ele. deixadas por Villas Boas ludo elles lera
passado para o onlro lado e lem armado pa-
r o corso dois dos barcos que Ibes caliira as
unhas os quaes nao podem sabir pelo cruzei-
ro que fazem as escunas de guerra na barra da
Villa. A nosrt for a couserva-sc no orro
dos Carelios ao mando do T. Coronel Fernan-
dez, que d'ahi veio com Andrea e os rebel-
des esto alem lo Massamhu. Na Laguna fi-
zern a sua elei;o *|ue recado no Neves pa-
ra Prasidenlc Vigai io da Coscada Vice-Pre-
sidente e o Lopes Sexretario. Andrea, 011
mais politico ou mais coiiscieiicioso que Par-
dal nmeou nao obstante, a Neves chele
de Legilo no dia mesmo da chega:!a d eslas
noticias. Desgra. admente o Padre Vicente ,
tendo desamparado a sna Freguezia acha-se
exercendo a Presidencia da Laguna ; ser este,
la I vez o 1.111 ico tpie voluntariamente se tenha
envolvido em laes negocios.
(Carta particular)
(Do Correio de Minas.)
nuncia do Promotor Puhlico.
Cootinuaro as arremnlacoes
Dcspacharo-se alguns reqnerimentos.
E
por ser dada a hora [levanlou-se Sesso : e vincia do Bio Grande e influido sobre
mandar*) lazer a presente em que assignarao.
Eeu Francisco Antonio Rabello de Carvalho
Sc( retalio.inlr. a escrevi. Barros, Pro-I're-
sidenle. Spuza, Mamede, l'igueiredp Pes-
soa Carneiio. lisia conforme.
Francisco Antonio Rabello de Carvalho.
Secretario interino.
V Cmara Municipal da Cidade de Olinda em
em \ii lude da Ley S
I'az saber que continua a hircni a Pra a
os Contracto* seguintes :
Ahucie, e rev iso dos pezos e medidas do
1 unicipio oreado na quanlia Je 33oUuo>.
Al medidas do mercado e Carros que cu-
li oncsla Cidade oreado na quanlia de 17U00 |
Paulo desla vez faca o que s tem prometlido
a ver se acabamos com a anarchia que to tei-
mosameule por cinco annos tenvassolado a pro-
a no:-
sa eem snmtna sobre o imperio !
Eslamos muilo contentes com o Andrea, E'
homem de espada na mo e lem prudencia
eeconomia. Com o Neves a caba de succeder
um fado galante. Os rebeldes da La;;una
t;l.',:tam-o iiresidenle da repblica. Oque
lana Pardal e o que fez Andr.'a \ eio o Ne-
ves a o palacio da presidencia e ahi receben
de S. Ex. os parabense o Iratim uto de pre-
sidente o lega e em premio de seu tari apis-
one foi uyineado commandanle de ligio las
guardas naciona.s lo onlinculc da pnnincia .
e parti muilo salislcilo do boio acolhinienlo
do Andrea na hnpoctonle comi^isto de dis-
lar e Irazer genle para os hutalbcs de ti ra
linnc.
Nao recelicmos folhas de Montevideo pelo
briguoinglez (iuernsev Lily entrado ante-
hontem daquella cidade; mas temos avista
huma carta *lo dia 1 do me/ passado na qual
se l o seguinte
O general Laralle dc-embarcou finalmen-
te com mil homens na provincia de Entre
Rios em frenle ao Arroio das Gallinhas sem
enconlrar a menor oprtosico. l'elizmenle a
cliou ljgo a*.iieccssara cavalhada e no dia 7
do correle linba j toda a sua gente bem mon-
tada e prompla para entrar em campanha. Se
he venradeo que d ali nos man'ladi/er, La-
valle devia marchar sobre Buenos-Ayres n
dia H e centava que no campo se Uie reunisso
muila genle. O primeiro reconlro decidir
.alvez a qrteslo. Se I avalle sabir victorioso ,
enirrossar muilo suas (ilciras e pora Rosas em
Ibr batido, perdeu-se para
Aqu poem lodos grandes
K o, ccom alguma ia-
apuros ; mas se
sem pre a cruzada
espera mas nrst expe*..
zar, pois leva ai n-.clboics espadas da Ameri-
ca.
Do interior nada saLemos com CM teza. U
i


%
nosso fjoverno lem quasi todos os dias proprios
da ca iipa:ili;i, mas as noticias nao transpiran ;
gUarda-se o maior scgredo sem duvida para
occultar os movimenlos da Torca de Rivera e
mesmo deEchague, aos espas de Rosas. O
que feralmente se presume he que os invaso-
res anda nao passarao o Rio Negro, e que Ri-
vera est com o grosso da sua forca em frente
do inmigo e Medina com 800 liomens na re-
taguarda.
Esta cidade est;i bem defendida e nao re-
ccamos hnma revolta interina nem mesmo hum
golpe de modo inimigo. Tudo porem de-
]>cnde da campanlia.
(Jornal do Com. do I. d'Outubro.)
O Cosmorama-cstabcrto s horas do eos-1 tST" Qucm annuncion querer nma mulhr
Correspondencias
turne isto he, das 6 as 9 da noite.
Avisos Diversos.
i
Srs. Redactores.
Se a saude o melhor dos bens a
Medicina a primeira das artes.
Rogo-lhes a inserco do caso que vou refe-
rir, com que desejo mostrar ao Sr. Jos Fran-
cisco Pinto Guimares os meos agradeeimentos,
e o apreco que fago dos seus conhecimentos
profissionaes e outro sim para q' cliegando a
noticia delle s infelizes que se acbarem no
mesmo estado em que me vi,possa taobnm co-
llier o fruclo 0/ hoje gozo No fim de Julho p.
p., o Sr. Jos Francisco Pinto Guimaraes, aju-
dado do Sr Joo Baplisla Ribeiro, fez-me aa-
b la cao parcial da mamaesquerda em conse-
quencia de hum tumor scirrhoso que nella
soflria, ha dez annos ; eque desde Janeiro do
crrente converlendo-se em hum horrivel
cancro todos os dias fazia rpidos e espanto-
sos progressos, como costumao taes molestias ,
e contra o qual fora baldados lodos os recur-
sos da Medicina de sorte que tendo en j;i re-
cebido todos os soccorros espirituaes, s espe-
rava que a morle viesse por termo tantos sof-
frimentos : pois o meu estado era tal, que es-
ta mesma operagao parrcia impraticavel-em
um mal to inveterado e em rasao da minha
avangada (lacle que j orea aos to annos ; e
da qual enfermidade boje me vejo inteiramen-
tb reslal>elecida.
Gracos a essa arte bemfa?cja que assim
desputa com a morte os limites da vida Var-
iCa a" de Oulubro de i3r>.
Clara Gomes de Lira.
\2f Na casa de sobrado de nm andar D, 70
ni ra de Horlas precisarse de urna ama de
leite quer forra 011 captiva e que nao te-
lilla crianga ou annuncie a morada paia ser
procurada.
SST Hoje a3 pelo Juizo do Civel da segun-
da Vara em hasta pnblica se hade arrema-
tar urna morada fie casa terrea sita na Roavista
ra do Cotovello D. 3 bem construida sala
forrada e em chaos proprios. Ksa arrema-
tadlo tendo sido designada para o dia 19 por
inconvenientes, que occorrera nao p le ter
elFeito nesse dia, fcando em consequencia
transferida para hoje.
9^ Aluga-se urna casa no Poco da Panel-
la com quatro qliarlos cacimba estribara,
e be bastante fresca : os pertendentes dirjan-
se a ra do Fagundes I). 7.
tF Quem quiser comprar um preto moc ,
bastante alto e bom canoeiro
ra do Fa(>,undes t>. 7.
KJ- Quem precisar de um caixeiro brazi- da d quatro.
leiro para ra 011 para armazein de nssurar, ou c^- Precisa-se de duzentos mil reis a juros
para loja venda ou finalmente para adminis- dedois porcento ao me. dando-se para se-
trador de sitio pois de tudo tem alguma pra- guranta urna caza por lempo de quatro m-
lica dirija-se ao beco da Pot D. 4. zes 5 i rua do Ranee! a fallar com Manoel So-
t&- Joao Duhois Cfruiceiro Francez par- ares de Mello Rangel, que lhe dir qnem pre-
ticipa ao respeitavel Publico, e principalmen- ternt.
le aos apaixonados da carne gorda, que quinta cy neclara-se, que o sitio por vezes an-
feica a4 do crrente pertende abrir o seu talho nunciado para passar-se a festa, com boa caza
de carne assim como de porco e cameiros, na de pedra e cal envidracada com bons arvo-
rua de S. Francisco n 5 defront" da cadeia redos de Tructo orlalice flores cacimba ,
no qual havera sempreas melhores rezes que tanque lodo cercado com estribarla segura
estiverem no curial na certeza de que elle as para dous cavallos e perto do banbo ; lie o
forra para o servido de urna caza fora da Ci-
dade dirija-se a ladeira da Misericordia caza
I), cinco, 011 alraz de S. Jos d. onze ao
entrar pelo beco da referida Igreja ao lado es-
querdo. ,
tF Pretende-sealugar urna caza terrea em
^ualquer rua desta Cidade ,
que o seo precc
mensal nao exceda de oilo mil reis ; annuncie
para ser procurado.
cy Roga-se encarecidamente ao corres-
pondente de Manoel de Farias Marinbo, ou
pessoas que com elle tenhafi tranzneoes hajo
de annunciar suas moradas a fim de se tratar
negocio de urgencia.
SST Per.inteonr. Juiz de Dirj'to do Civel
da terceira Vara se bao de arrematar em basta
publica tres moradas de casas terreas a saber
duas as Sinco-pontas d. 7 e 8 avahada cada
urna em um cont e seiscentos e a terceira na
rua do Cotovello da Roavista d. a 1 avaliada
em oitcenlos mil reis as quies fora penho-
radas a Jos Rodrigues Lima para pagamen-
to da execuco que contra o mesmo mo^e
Francisco Antonio de Souza.
t^" O caixeiro hbil que se offerece a lo-
dirija-se i mar a venda por ballanco e d fiador sua
conducta dirija-se ao beco do Peixe frito ven-
picar com toda a limpeza e fidelidadede pe- primeiro na entrada para oC
zo e roga aos Consignatarios de navios des- do sitio do Sr. Nuno Mara de
Cordeiro
a de Seixas
antes
a tra-
publica arquerimento de Luiz Jtihelro Pe1-^
vol aparte de urna casa de sobrado de doi
andaros na Rua de Azeile de Pei\e I) 17
avallada dita parte em 1: *5i'9, se
feilo o pauameulo da siza por conta do arre
nialauti'.
O" Qui m animiifion ter huma casa pa
alugar no bairro de S Anlonig, dirija-se i?
rua do Qucimado Iractarcom o Sr Lima Al
faite no 1, o andar onde morau o Servma.
C?" Compra-se urna caza trra sendo n
rua dusCruz.es rua Direita e que ten!
cmodos para huma famil e l>om quintal
cacimba; na escuda de miudesas na rua d
Qucimado I).- 3 que l e dir quem quer
C7" A Commissao Administrativa da Socie
dade Terpsicore ; contkla^ aos. Snrs Soci
da mesma a que se reunao em o dia a i do co
rento as horas do costume paracouliuuaco
disrussao dos Estatutos
O* pessoa que no Diario desegunda fei-
ra > 1 do correte querer comprar um so-
bradadlo de um s andar, elirija-se a rua de
Orlas I), 5q que a chara com quem tratar so-
bre o negocio.
S35" Quem tiver para vender quatro cenias
palhas de Coqueiro annilncie 1 ou dirija-se a
rua nova D. a6.
C? A. J. D. Doutor em medicina, lem a
honra de oflerecer os seus servico aos habi-
tantes desta Cidade em casa de sua residen-
deneia na quina do porto da rua nova D. Mk
primeiro andar, em qualqner hora que for
procurado.
XSJ" Precisa-se alugar urna casa terrea, nrt
bairro de Santo Antonio, nao excedendo o seo
aluguer a oito mil reis por mez ; quem a tiver
queira annunciar a sua morada por este Diario.
C?" Precisa-se de hum Porluguez que
cnlcnda de orlalice para hum cilio perto da
pra a quem quizer anuncie.
t~T Aluga-se dez preto9 por algum lempo
para serv ico nesta praca, e paga-se por cada
seus donos Formoso ; quem estiver nestas circunstancias baraeada de cria, quem estiver tiestas circuns-
diriia-se ao Forte do Mallos ruadoAmorim tancias dirija-se a Cinco Ponas Venda D.
10.
LOTKRIA DO SEMINARIO.
Achando-se j vendida urna grande parte
dos bilbetesda Lotera concedida ;'f beneficio da
instrueco publica em o Seminario Episcopal
de Olinda o Reitor do mesmo Seminario avi-
za ao respeitavel Publico que com brevidade
far o annuncio impretericl do andamento das
rodas, para o que convida aos amantes Heste
(ivorlimento que cuiden em acabar de co* -
prar o resto dos bilhetes ; a fim de se poder
fazer o referido annuncio imprelerivel.
CORPO DE POIICJA.
O Consclho de Administra ao da cai-
xa de fori-agcns dos cavallos da Companbia de
envallaria (lo Corpo de Policia precisa con-
tratar o fornecimento de mel para os mesmos;
as pessoas a quem convier dito contracto com-
parego na Secretaria'do'Corpo no dia a5 do
crrente pelas 11 boias da manha. Manoel
Camello Pessoa Secretario.
COSHORAMA'
Sabbado pozeram-se em expo/.ico os pai-
ncis seguintes.
Jeruzalem a cidade sania vista em geral,
e tal qual era no lempo de sua grandeza.
A familia de Daro aos ps de Alexandre
.......i-. '
Hermida e S. Miguel na Catalunba Sao os
restos d'um nntUm convenio cabido em ruinas.
A.cidade do Mxico urna das mais bellas e
reee-se a malar cameiros para os
sem exigencia de pagamento.
Adverle finalmente aos creadores e mar- a fallar com Antonio Jos Francisco Veiga ,
chantes de porcos e cameiros que no talho preferindo-se dos ebegados agora do Porto.' 3" Na Aula da rua de Horlas casa D 4i
Irancez se os comprara. Sl^" Aluga-se para Escriptorio o primeiro continua-se a receber meninas para o cnsino de
C^- Aluga-se urna casa para passamento de .andar da ca/a da rua da Cruz N 3i ; quemo primeiras letras Grammolica Portugueza t
lesla no logar do Cordeiro ; os pertendentes pertender dirija-se aloja da mesma que a- termos, e regrasde civilidnde com todo zello, I
dinja-scao armazem de recolhcr de into chara com qucm tratar e applicarfo ; por preco conimodo ; a pessoa
defronte do caz da allandega onde achara SST OfTerece^ taa prdinha bem mo a que se quizer uiilisar para a boa educacaode
com quem tratar. para ama de (aza debomem sol leiro sujei- seus i I los, dirija-se a mesma casa, que a-
tJ- Quem quiser alugar para trabalhar a- tando-se a todo oservico de caza : rua do chara com quem tratar; assim como tambem
qui na praga dous negros que nao sao ebrios, Livramento o. S que abi se dir onde mora, na mesma casa precisa-se de urna ama, para
enem ladi'es, ecapazes de todo oservico, t=y I ela terceiravez roga-se ao Sr. M de lodo o servico litilo de pouca familia, cujo ser-
dinja-searuadoQueimado, casa D. 7 se- O. M. qusira mandar pagar a quantia de vico he de casa e rua.
gundo andar que achara com quem tratar. Q93ores, visto j ter sido chamado 00 Juiz IZT Precisa-se alugar urna prela que seja
Sgr l)-se setecentosa oilocenlos mil reis a de Paz do contrario manda-se he fa er pe- cuidadosa,- para traclar a nm doenle quem
premio de dois porcento ao mez com hypolhc- nhora nos aneles boles de ouro relorio a tiver annuncie a sua morada ou dirija-se
(a em alguma propriedade nesta Cidade : na e trancelim nao obstante ser .... ao Forte do Matto, rua da Moeda n. <4>
rua de I lorias caza D. 11 se dir quem os d. &rr Aluga-se na melhor rua do bairro de tZT Pcranle o Juii do Civel da tero
tSF* Traspassa-se a chave da loja da" rua Santo Antonio um segundo andar, com ni- ra se hade arrematar no dia i.\ do cor .
Nova D. ir com armacao pintada e enverni- tos commodos, c muilo fresco : ru do Quei- em praca publica a casa terrea cita no atierro
zada envidracada com o maior asscio possi- mado loja n. IJ. dos Afogados por ser a ultima Praca a qual I
vel a tratar na caza da Nev do beco do The- E^' Oflerecc-se pa>a caixeiro (lerna ar- fbi pinborada por Elias Batista da Silva | I
airo, onde se acha as chaves cas condi- mazem de assucar ou outro qualqucr arranjo Antonio Jos Mendes
ges, que nao deixaro de convir a quem a' um porluguez de a4 annosde dade ha pouco CT A.pessoa que no dia r. do correnle diz
pertender. ebegado ; qncm pertender dirija-se a rua d- Ibe apparecera urna escrova bucal, sem sa-
Aluga-se duas cazas para se passar 9 rcita venda que foi do Jos da Pcnha. 1 bcr dar o nome do seu senhor, queira annun- 1
Pedc-se pelo amor de neos, a quem ar a sna morada, oh dirija-se ao segundo 011 '
competir queira langar suas vislas sobre o be- dar do sobrado D, ai da rua do V gario
cozinbo do Rosario, pois se torna o foco de C7* Quem precizar de um Caixeiro 1 01- .
quanla immundicieha do que poile resultar tuguez para arma? em rua, ou escripia \
urna grande epidemia. Isto lhe pede hum de que lem'bastante pratica annuncie sua

eir va J
:oi rente *
ais bem situadas da America bespanbola.
Apoteose de Napolefo o grande.
Sao Pelerburjjo capital de todas as Rus- lio fim de cada meros juros vencidos;
sias edificada junio ao rio Newa que conge- se a rua Direita defionle das catacumbas do Li-
f(!sla com commodos sufficicnles para grande
familia, no sitio- do Cnjueiro ; a fallar com
seu proprielario Francisco Ribeiro de Brilo.
tW D-se a premio a quantia de dois con-
tos de reis por letras de boas firmas e que
se possa francamente fazer com ellas qualqucr
transaco commercial ncsla Praca ; rua do
I ivramenlo armazem N. 4 que se dir quem
os d.
tsy Aluga-se para se passar a festa ou
por um anno urna boa caza de pedra e cal ,
com {jra)uC sitio, i parte uo n na pvoa
gao do Monteiro ; fallar na rua do Cabiip
D. 6.
S2y D-se a juros de dols por cinto ao mez
duzeiilos mil res sobre penbores de ouro 011
prata quecubrao' esla quanlia pagando-se
dirija-
dos Vizinbos.
C7" Aluga-se um sobrado em Fora de Por-
morada para ser procurado
C7" Ol'ercce-se fium rapaz para caixeiro de
tas de dois andares e sota terraco fora pa- rua, com idade de 18 annos o qual sabe Icr
com cmodos para grande familia ; escrever, c contar, dirija-se a rua de S. Rita
nova casa terrea D. 18. lado do nasccnle, ou
ra o mar.
lando no invern he nessa estaco o princi-
pal passeio publico daquella cidade. Tem 4
legoas de circumferencia e nao se encontrao
eazas com mais de um andar o que da a esla
cidade um aspecto agradavel nao obstante
estar sob um eco triste
llaveraomais seis paineis escollados da an-
t;;a colee o.
O Director contina a receber assignaturas a
quatro mil reis pagos vista O espectculo
lie ici icalivo o preco be cmodo o publico
(leve aproveilar-sc de ver as principacs cida-
dcs monumentos &c. &c. do mundo [ior to
mdica quantia.
vrament caza de dois sobrados entre dua
cazas terreas.
tsy A pessoa que annunciou no Diaiio de
ai do crrente N. t'io querer comprar um so-
brado dirija-se ao beco do Lobato casa terrea
de duas portas I). 3. das seis as nove horas
da manha edas 1 as 4 da tarde. |
CT Quem quiser mandar lavar e engomar
roupa com o maior asscio e igualmente man-
dar fazer costuras lano chas como bordadas :
liein como lavaiinlos, dirija-seatrazde S. Jo-
s D. onz-e ao entrar pelo liceo da referida
Igreja ao lado esquerdo que ludo se far por
preco cmodo.
quem o perlender dirija-se a~rua Nova D aa ,
segundo andar.
v~~ Na rua q Quecnasb D. dez precisa-su
de um bomem forro ou calivo qnc sai ha co-
zinhar o diario de urna caza de pouca familia.
cy Aluga-se urna ama com muilo bom
leite, c sem filbo; caza junio ponte da
Magdalena onde tem venda.
$3y Constando aos Fabricantes de Rap a-
ra preta que a tempos algumas pessoas pro-
curan engaar ao Povo vendendo debaixo de
seu nome papel e formula Rap que nao
de sua fabrica aviza ao Respeitavel Publico,
e particularmente a seus freguezes que nao
troca, nem reconhece por seus os boles, e
meios boles que nao tiverem a sua firma de -
MEURON&C. *, crepellem de si toda a
responsabilidade a este resucito.
Igualmente advcrlcm aos Contra factores que
as Leis ha remedio contra este modo de pre-
judicar a propriedade albeia.
Meuron & C. -
tST Peranle o Tontor Juiz de Direito do
' vclda f, V. se hade arrematar em pra 1
numen"!
annunoe.
tir Qiicn precicar de um noBiem pertu
guez de idade de vinle e cinco annos para cai-
xeiro de venda nesta pra.-a ou mesmo para
o mallo dirija-se as Cinco Ponas I) 4 ou
annuncie sua moradta. O mesmo d fiador a
sua conducta.
tST Hum mo o Rrazileiro se oTerece para
vender fazenda na rua o qual tem o seu la-
boleiro para este fim e tem j pratica dcsle
negocio ; quem pretender annuncie para ser
procurado.
*2y" Quem qnizer dar cem mil reis ajuros
sobre os pinhorrs de ouro pagando-se os ju-
ros todos os mezes de dous por cenlo ; dirija-se
a rua Nova D. 3 j.
CT Arrenda-separa se passar a fesla, um
sobrado com bastantes commodos ecouxeia
iara carrinbo, estribaria para 4 cavallos; 1.0
lijar do olho de vidro na estrada da Ponte
de Uxa que vai para Santa Auna : o mes-
mo.
u


! I
^
""
"T
vft^> Quem annunciou querer comprar urna
llanca quina dirijase ao atterro dos affo-
idos casa torrea junto ao sobrado n ij,
O abaixo assignado encarrcgado pelo
Antonio Joo da l'.unha Reis por este
I se adiar fravemente enfermo de salisfazer
las as dividas do mesmo seu Amigp avisa
os crcdores do dito Reisqueiro apresenlar-
Jhe suas conlas legalisadas na loja de miudc-
sas da na do Queimado D 5, que sendo exa-
ctas scr pagps Antonio Jos Fernandes da
'[.Costa.
^. Quem precisar de urna pessoa para
$ concluir alguma escripluraco quecsleja por
; finalisar promele-se desempenhar com a
maior presteza, e por preco commodo ; an-
nuncie. .'
tsr O annuncio do Sr. Meurou& Compa-
nhia no Diario de sabbado 19 n.aag, pare-
ccndo ser produzido por efleito do de sexta fei-
ra 18 pelo contrario a tirou a luva muito
alcm do alvo principal, indo offender a quem
,; nenhuma ingerencia leve em tal annuncio o
autor delle nao fez seno pedir providencias ao
deffeito que boje se enconlra no rap areia
d" Aluga-se um negro para trabalbar em
padaria muito robus.lo ; quem o pretender
dirija-se a ra Lireita casa de dois andares ,
entre duas casas trras defronte das catacum-
bas do Livramento.
CT Nos dias aa e a5 do corrente, ern pra-
ca publica do Juiz da primeira vara do Civel
oSr. Dr Aires, na ruadoRangel se lia de
arrematar um grande sitio na estrada de S.
Amaro defronte do Pombal tendo muitas
arvores de fructo excellenle terreno para
horta meloens e &c. e com boa frente para
edificar casas.
Avisos Martimos.
PARA LOANDA o Briguc Portuguez No-
vo Abismo Capilao Jos da Silva Oliveira ,
sabe impreterivelmente no dia 31 do corrente;
quem quiser carregar dirik-se a Francisco
Jos Correia ou a ra da Cruz n. 57.
PARA O RACATY sabir com a maior
brcvidade possivel por ter maior parte da
carga prompla a bem conhecida Sumaca
Delmira M. Jos Joaqnm AI ves ; quem
prela porque nao uzo de outro e por isso na mesma quiser carregar ou ir de passagem
tem razo para Ibe coubecer os defleitos,
bem como o que a mezes se observa e alri-
buindo ser a muita scquido a que est rcdu-
sido deffeito este que muita gente se queixa
cora principios de costura e entende alguma
coisa de cozinha de idade de 11 annos e
gil para todo o servico ; no mundo novo D-
cima i(\.
XZW Um relogio de cima de meza muito
bom regulador; na ra estrcita do Rozarlo bo-
tica de Too Pereira da Silveira
SST 480 pegas de cordas de embira pro-
prias para andames ou sacas de algodo a
to ris cada urna 5 defronte da ribeira da Boa
vista D .8.
er O Hiate S. Sebaslio encalhado no
forte do mallos 3 a tratar Gonsalves Braga junto ao arco de S. Anto-
nio.
tur Um terreno no alinbamento da ra da
Aurora com 15o palmos defrente e fundo
at a estrada do Hospicio, com algum bene-
ficio ; a tratar na ra da Ordem casa D. 5 ;
assim como 6 arrobas de doce de caj' com
calda.
VSF" Os prtcnces de urna serrara, 6 cva-
los de pu para o mesmo trafico urna armas
de serra com os seus fuziz, urna escora de
amarelo e os mais perlcnces ; na ra de S.
Rila nova I). 18.
tZF' Urna escrava que sabe coser fazer la-
varinto engommar eozinbar o diario de
urna casa, para fura da provincia, ao com-
prador se dir o motivo; no becoque vai para
oao
dirija-se ao> dito Mestre a bordo ou. a Anto-
nio Joaquim de Souza Rileiro na ra da
cadeia
PaRa I.OANDA com escala por Benguela
onlinua deverasem duvida a fabrica ou sahe com toda brevidade o bem conhecido Pa- 0 porto das canoas n. 46 no segundo andar,
os fabricantes senlircm seo effeilo e lambcm tacho S. Jos Capilao Joaquim Jos Martins; j^ Um grande sitio na estrada de Joa
por outro lado vendo que parle dos fabricantes quem no mesmo quiser carregar dirija-se ao de Barros com boa casa de pedra e cal cora
de qualquer objecto o que querem be ga- mesmo Capilao ni praca do Commercio ou
tibaiem crdito, e ao depois abusarem da na ruada Cruz n, 57
paciencia do publico com tempo quer preve-
nir este mal dispertando a altenco dos Snrs.
fabricantes na igualdade do seo fabrico ; e
assim lorna a rogar a os Srs. Meurou & Com-
panbia que prestem mais cuidado na pre-
L e I o
CF" Sexta feira a5 do corrente as io horas
da manlia continua o leilo no armazem da ra
paraiao do seu rap alias os seus fregueses o nova D. 34 de um apparelho de cha sal-
aba ndonar ; o deffeito he de si e nao atri- vas, bandejas, colberes de soirpa udo de
cj- L'eseja-se fallar com a Senhora Dona rafas, copoteiras um rico aparelbo doirado
Joaquina Maria do Sacramento, parase Ihe para ch;, um dito azul para mesa urna ro-
en l regar urna carta viuda de pona de Lima qussimacolleco de quadros e outras mui-
da Cidade do Porto, annuncie sua morada, las coisas que se far patente nesta occasio ;
011 diriia-se a ra de agoas verdes a casa do assim como se recebe lodo e qualquer objecto
EscrivSo Posthumo. tanto novo como em mcio uzo para ser vendido
cy A pessoa que annunciou no Diario de por meiodeste estabelecimento.
secunda feira ai do corrente ter para alugar szr De uma porco de manteiga no caes da
iia'melhor ruado Bairro de S. Antonio urna alfandega defronte da escadinlia no arma-
casa com excellentcs commodos annuncie sua zem de Anlonio Joaquim *^jra ,_por conta
suficicnles commodos para grande familia ,
bem repartida trra propria, baixa para ca-
pim bastantes arvoredos de fructo e acom-
moda ter vareas de leite ; a tratar com o seu
propietario no mesmo sitio.
tT Msicas para pianno forte todas as
sinfonias de Rossini Semirames, Tancrede,.
Italiano em Argel Cenorenlola cegos de
Toledo ca ada de Henrique j. Jos no E-
gypto harbeirodeSevilba e outras muitas
ebegadas ullimamcnle ; na pracinha do Li-
vramento D. ao.
tST Urna negra de bonita figura ; cozinha o
diario de urna casa e ptima para lodo o
servico ; na ra da cadeia loja de Jos Gomes
Leal.'
SSJ" Un.a escrava de angola de idade de
a4 annos de boa figura, esadia; nocslalci-
ro de Jacintho Elesbo.
CT Urna escrava de naci de idade de
34 annos, cozinha o diario de urna casa e
engomma liso ; na ruado Collegio D. a.
cr Pecas de oliado prelo com t covados e
morada. e risco de quem prelence^
fc^ Precisa-se de um pequeo dos que renle.
chef arao ltimamente do Porto para caixeiro tSF Que faz o correlor Oliveira de um
de loia ; na botica do Sr. Moreira na Boa vis- grande sortimenlo de ferragens sexta feira
ta se dir ou na ra daConceico do mismo a5 do corrente pelas .0 horas da manh no
bairro I). 5. armazem terreo da sua casa, ra da Concci-
ssy O abaixo assignado lendo um aun un- cao n. 3.j.
ci de Manoel de Queiroz Monteiro Regadas, |-------------------------------------------
inserto no Diario de 19 do corrente em que t^ O 111 |) 1* il S
o dito Regadas faz publico que he o testa-
mntelo de sua fallecida Irma l>. Roza Fran-
cisca Regadas passa a responder que actu-
almente o teslamenteiro lie o abaixo assignado,
e que o dito Regadas apenas o mandou citar,
para entrega dos bens da fallecida, mas que
esta notificaco foi contestada e corre em Ju-
Rc i3 do cor- mr-io por t'ooo; na ra da moeda D 141.
' izo urna lide a respeito, e assim be o dito Re-
gadas pessoa incompetente para ja figurar
como teslamenteiro | portanto ninguem por
S27" Cobre velho carimbado e testa lisa >
na ra nova padaria D. 16.
t3F~ Urna carrosa que sirva para carregar
cana ; na ra da cadeia nova D. 7.
iSF" Urna secretaria .pequea para andar
embarcada nao importa o ser tizada; no for-
te do matos ra do Amorim a fallar com A.
J. Francisco da Veiga.
SS?- Dois pares de mangas de vidro lavra-
if norancia destes lacios com elle contrate como das sendo Irancezas ; na ra Uireita D. S9
I
tmenteiro, e para coiihecimelo de lodos
avisa-se que a lide pende no Juizo da segun-
da vara do Civel. Joaquim Pereira Homcm.
S2?- Precisa-* da urna casa terrea ou so-
brado em boa ra no
com commodos e que lenha quintal e cacim-
ba ; quem liver annuncie.
CT Sefor offerecidoa alguma pessoa um
relogio de patente inglez e de sabonele cha-
iu, iiou fabrica a immitacc franceza de
- n-6885 a 6P9S feito por Abra Jackeou ,
com corronle de prala e de ouro com um pe-
queo si nele ; o queira tomar e levara ra
da Madre de Deos Francisco da Silva Novaes ,'que ser grati-
ficado. .
tsy Da-se aoo.ooo a premio sobre pinnores
de ouro, e prala; na ra larga do RozarloD t.
S2^- O Secretario da Sociedcde Euterpina
avisa a os socios da mesma para comparcccrem
na sesso extraordinaria no da quarla feira
a3 do corrente e ordinaria no da sabbado
6 as 6 horas da tarde.
OT Pelo Juizo do Civel da terceira vara ,
se lia'o de arrematar duas casas terreas em xos
proprios na ra da Gloria da Boa vista n
i c ti, uos dias ti, s 6, e 3o do corrente.
C7' Precisa-se de urna ama de leite que
o tenha bom e que seja de boa conducta; no
atierro da Boa visla sobrado D. to no segun-
do andar.
Vendas
tSf Os verdadeiros charutos da Havana em
bairro de S. Anlonio caixas de duzenlos e cincoenta por nove mil rs,
e superiores ditos da Cachoeira, ltimamen-
te chegados em caixas de 25o por 4000 ; na
ra do Cabug loja do Sr. Bandeira
8^ Na praca da Independencia loja n. 11
c i 2 vidres de purgantes de Manuel Lopes,
bandas finas para omciaes e sargentos talins
como distentivo de I edro U ditos de car-
rancas ; barretinas para ofliciaes e soldados
relroz carmesim para bandas choroens de
peonas finas e plumas para officiaes e sar-
gentos tudo ltimamente chegado do Rio de
Janeiro por preco commodo.
Z*y Umamolatinha de 14 annos de idade,
sem vicio nem achaques ; na ra do Cabug
D ti.
cr Um escravo pardo de bonita figura,
offlcial de sapateiro e ptimo para pagera ;
na ra da Madre de Dos n. 19.
cy Urna porco de cera de carnauba ; no
armazem de porta larga pateo do Sacramen-
to de S. Antonio.
tsr Um escravo creoulo de 7o annos de ida-
de cozinha o diario de urna casa e faz
lodo o servico de urna casa ; na ra nova
I). 4 defronte do oito da Matriz.
CT Uma negrinha creoula bonita figura,
C7" Rolo Hamburguez em garrafas e as
oitavas : na ra larga do Rozario loja de mi-
udcsas D. 7.
4~y Superiores pennas de ac chegadas ul-
limamcnle da Inglaterra ; na ra nova D. 6.
S2?* Potassa em barris grandes c pequeos,
barricas com semeas ltimamente chegadas ;
em casa de Malheus Austins & Companhia ,
na ra da Cruz n. 5t.
V3~ Um negro de bonila figura, e uma
negra para todo o servico ; na ra das Ccu-
zes D. 9.
tsr 6escravos duas pretascom boas ha-
belidadcs cozinho engommo e cosem ; a
ditas de l a 16 annos que fezem lodo o ser-
vico de uma casa ; uma mulata com boas ha-
be'lidades c ptima para tomar conta de uma
cusa e um prelo bom canoeiro e para todo
o servico; na ra de agoas verdesl). 37.
ssy L'ra moleque de.nagao deidade de i5
a 16 annos com linda figura e ptimo para
pagem, ou para qualquer omcio : na ra
Uireita D.' ao lado do Livramento.
Escravos Futidos
XSF" No dia ai do corrente s duas horas
da larde fugio um molcque meio ladino de
idade de dez annos com carniza dexilla, e
olhos grandes., e nariz xato ; quem o adiar
ou delle tiver noticia dirija-se as Sinco-pontas
na venda D. 46, que sera bem recompensado
ey Caelano de naco benguela de idade
de f o annos alto secco do rorpo levou ves-
tido camisa eseroula de algodozinhoja uzado,
fugio no dia 18 do corrente supe- se andar
pelo a arraial onde tem sido encontrado ; quem
o pegar leve a ra da Gloria D. ig que ser
recompensado.
Sp- Luiz creoulo, de idade de 16 annos,
fugio no dia a 1 do corrente de um sitio na
Cruz de almas grossoe bem proporcionado ,
chegado ha poucos dias do Aracaty levou
calsa de estopa, jaqueta velha de algodo
entraosado e chapeo prelo de seda porem
uzado recomenda-se em particular ao re-
giste e polica porque he de su por pretenda
embarcar, e quem o pegar leve a ra dos Qu-
arteis D. a que lera boas alvi ras.
\sr No dia 20 do corrente de 5 para 6 ho-
ras da tarde do sitio da vi uva do Dutra no ar-
raial fugio uma negra buscal ; quem a pe-
gar leve ao dito sitio que ser recompensado
de seu trabalho.
t^p Na larde do dia 17 do corrente de Ti-
gipio desencaminhou-se ou fugio de um
comboi que hia para o Brejo da Madre de
Dos um moleque de nome Cacemiro de to
para 1 a annos de idade, olhos grandes, e
sobranceilhas e beicos grossas, nariz compri-
do c pouco chato embigudo com uma pe-
quea ferida nos escrotos com camisa e se-
roula de panno de algodo da Ierra e chapeo
de palha ; quem o pegar leve ao Padre Luiz
Carlos Coelho da Silva morador no Brejo da
Madre de Dos na fazenda do Poco ou a Jos
Cordeiro de Carvalho Leite morador no Re-
cife.
tST No dia terca feira 15 do corrente sedu-
ziro um moleque no lugar da ribeira do pe j
xe de naco qui'.am de nome Paulo nao
falla bem portuguez ha noticia que seguio-o
camiuho da Cidade de Olinda levou vestido
calsa de chila azul e camisa de algodo, he
bem parecido de feicoens o'hos na flor do
rosto meio fu I lo, beicos bem encarnados ,
tem o cabello fino e um lano solt a cabralha-
do, e corlado a moda com gaforina os dedos
dos ps grandes abrem um lanto quando es-
t em p, tem uma cruz na p esquerda; mar-
ca que trouxe de sna Ierra ; quem o descubrir
cu der noticia quem foi o sedutor ter de gra-
titicaco 3o 000 na ra do collegio no arma-
zem de Anlonio Jos Gonsalves de Azevedo.
tSF~ Roga-se as authoridades policiaes e
capites decampo aprehenco de um escravo
creoulo de nome Pedro Lauque oficial de
sapateiro alio, rosto compndo anda por
esta Cidade e pela de Olinda inculcando-se
de forro ; quem o pegar leve a casa de Mano-
el Jos Gonsalves Braga junto ao arco de S.
Antonio ou a seu Sr. (.'aciano Francisco de
Barros Wanderley, no engenho Caxoeira de
Serinhaem de quem recebero o 000 de
gralificaco,
C?- Uesapareceo no dia 16 do corrente da
casa de Antonio Jos Alfonso, um moleque
de nome Sebastio do gento de Angola ,
ladino, idade de 16 annos, cor fulla, altu-
ra regular, os cabellos da testa rapados ;
quem o pegar leve a padaria de Antonio Jos
Gomes ou a ra dos l'arbeiros 110 primeiro
andar por cima do botequimdo Almeida, que
ser recompensado.
ts?" Fugio no dia 13 do corrente um preto
de nome Joo de idade de 9o annos bonita
figura altura regular tres denles limados,
pemas um pouco arquiadas muito desem-
harassado no fallar, eemtudo quanlo faz,
levou camisa de madapolo calsa de brim
escuro, e bonet a maruja do que tem uzo o
dito moleque ; quem o pegar leve a ra da
moeda em casa de Firmino Jos Felis da Rosa
que ser recompensado.
j?y No dia ti do corrente fugio do engenho
Marau' ribeira da Parabiba e pertencenle ao
Mostero de S. Bento daqnclla l rovincia o es-
cravo creoulo de nome Manoel Joaquim, offi-
cial de carpina natural do engenho cajabus-
su' sem barba, levando um cavallo ru50
Eedrez bem conhecido as freguezias do Ca-
0 Santo Amaro de Jal oalo e escada que
ahi aprendeoofficio com Manoel de tal Frei-
tas pardo julga o abaixo assignado ter-se au-
zenlado para Tipi onde tem mi chamada
Thereza ou para as partes do Cabo onde tem
pai chamado Domingos cujos paes foro es-
cravos do mesmo Mosteiro ; lambcni fugio no
dia 8 e do mesmo engenho o prelo Andr ,
de idade de j5 annos, vestido de Vaqueiro,
cujo em prego tem e levou uma besla casta-
nha ; quem os pegar leve ao dito engenho,
ou em Olinda no .Mostero de S Bento que
recompensar. Fr. Galdino de S. Ignez Ara- '
ujo D AhbaHedeS. Bento da srahiba.
S29* No dia aq do p. p. fugio uma negra 'de
nome Izabel alta cheia do corpo de idade
de ,o anuos com" algumas faltas de cabello
na cabeca levou vestido de palmas roixas ,
uma saia de metimazul e panno preto oc
cupava-se em andarvendendo fazendus na ra,
he captiva do Capilao Leal ; quem a pegar le-
ve a casa de Joo Maria Seve ou na casa do
Capilao Leal em fora de Portas.
Mov ment do Porto
NAVIOS ENTRADOS NO DIA ai.
DA PESCA ; a4 mezes, Galera Americana
GramTurcode 9vj tonel., M. leckdct ,
equip. a4 carga azeile ; ao mesmo Mes-
tre veio refrescar e segu para o Norte
da America.
TrRRA NOVA; 3o dias, Barca Ingleza
Manchestede j i tonel. M. Samuel Ko-
docq equip. n, carga bacalho; a Har-
rison Latham & Companbia^ ________
RECIFE NA TYP. DE M. F. DE Fv 1839
mm
.
^


Full Text
xml version 1.0 encoding UTF-8
REPORT xmlns http:www.fcla.edudlsmddaitss xmlns:xsi http:www.w3.org2001XMLSchema-instance xsi:schemaLocation http:www.fcla.edudlsmddaitssdaitssReport.xsd
INGEST IEID E1DB1T6JN_DNW3FP INGEST_TIME 2013-03-29T16:09:17Z PACKAGE AA00011611_03929
AGREEMENT_INFO ACCOUNT UF PROJECT UFDC
FILES