Diario de Pernambuco

MISSING IMAGE

Material Information

Title:
Diario de Pernambuco
Physical Description:
Newspaper
Language:
Portuguese
Publication Date:

Subjects

Genre:
newspaper   ( marcgt )
newspaper   ( sobekcm )
Spatial Coverage:
Brazil -- Pernambuco -- Recife

Notes

Abstract:
The Diario de Pernambuco is acknowledged as the oldest newspaper in circulation in Latin America (see : Larousse cultural ; p. 263). The issues from 1825-1923 offer insights into early Brazilian commerce, social affairs, politics, family life, slavery, and such. Published in the port of Recife, the Diario contains numerous announcements of maritime movements, crop production, legal affairs, and cultural matters. The 19th century includes reporting on the rise of Brazilian nationalism as the Empire gave way to the earliest expressions of the Brazilian republic. The 1910s and 1920s are years of economic and artistic change, with surging exports of sugar and coffee pushing revenues and allowing for rapid expansions of infrastructure, popular expression, and national politics.
Funding:
Funding for the digitization of Diario de Pernambuco provided by LAMP (formerly known as the Latin American Microform Project), which is coordinated by the Center for Research Libraries (CRL), Global Resources Network.
Dates or Sequential Designation:
Began with Number 1, November 7, 1825.
Numbering Peculiarities:
Numbering irregularities exist and early issues are continuously paginated.

Record Information

Source Institution:
University of Florida
Holding Location:
UF Latin American Collections
Rights Management:
Applicable rights reserved.
Resource Identifier:
aleph - 002044160
notis - AKN2060
oclc - 45907853
System ID:
AA00011611:03828


This item is only available as the following downloads:


Full Text
so de 184!. Saudo
^*
>

w
tnd* ajfera depende de nos meamos ; da nosta prudencia, aodera-
_ o, urga i continuemos caneo pnneipi
coa adtniracio entre as JVacea mais culta*.
to, oergi. 'ontin0ejBo90.op"rine1pi/^t^^^Jn5
-ntre as JNaces naia cultaa.
01
Pro^JamacSo da Amable. Ge ral do Braaifc
'. i. i^m a <

na, n. 7 e 38, onde ae recebem correspondencias leeaiiaadW e an-
2',: .*tlS POS CORREIOS TEBRESTRO
Cidade da Parabiba Villas da saa
1.9 DE JNIIO. NfJM. 130

CAMBIOS. Junii) 17.
Londres.;.... 3i d. por ij?ooo ceI.
Lisboa......8 por o|0 premio por metal oTerea lo.
Franca...... 3io reis por fraoeo. Comp. Venda.
ORO- Moeda de 6f {oo rea, velhai 14jJ5jo le#7oo
Dita' rwvaa 1 <|400 1 aj600
Dkaa de ejooo re, 8J200 8# PRATA Pataeoes Brasileiros = i#58o i#6oo
Peros Columnario----------- i/55o #6jc
Ditos Mexicanos-------------- ifSlo i#58o
fslo i#58o
-------..--------i#4 i#<6o
* Minita.
Dte, de bilb. da Alfandege 1 i|8 por loo
dem de letras da lnas firmas 1 1 i a 1 i|<
Moeda de cobre 1 por 10 de disc. ao par
Sedulas de pequeo valar ]p o|o a l|o
DAS DA SEMANA.
.
cStw a A^i B,o Forma*,,. Porto Caiw. ,,.,? dito d.lo
y. .A*o,. de tacei............Id
?^^p^-cjnoVfc -.v.;. -i.........! 13^ diU ,. _. Toldos ot ComuM: awteM waM f te.
lem Uem
liare theia para iji o */e Juiho.
A9 3 horas e 3 minutos da tarde. .
As 4 hars e 6 minutos da mmh.
z\f Sexta *ff. S5. Coracjh de Jezus.
19 Sabbado S^:rytie SI, Rellaclo audiencia do Juiz de D.
da 3*
?o Domingo S
at. I
."S/Iverio P.
PEHNA MBUCO.
LE N. 90 PE 5 DE MAIO DE 184,.
Manoel de Sima Teixeira Presiden** da
Provincia de Pernambuco. Faco s*ber
iodos m seus Habitantes qne a Assemhle
Legislativa Provincial Decretou e eu
Sanccionei a Lei seguinta :
TITULO I.
Despesa Provincial.
Artigo i. O Presidente da Provincia lie
authorisado a despender no anno Gnanceiro
que ha de correr do primeiro de Julbo de mi!
oito rentos equarenta e hum ao ultimo de
Junbo de mil oito ceios e quarento e dous,
se'tecentos e trinta e tres contos cent o e
rinecenta e tres rr I quinhentos e vinle re-
M *.. 933:i53U5ao
CAPITULO 1.
Assemblea Provincial, e Secretaria doGo-
terno.
Artigo a. Com o subsidio,
juda de rusto dos Membros da
Asserrblea Provincial vinte
o 1tos cento e dous mil e qua-
tro rentos reis ..... 2o;lo2U4oo
Artigo 3. Com a Secretaria
da dita Assemblea, senda d'ora
ehdiante contemplado como or-
clrnado lodo o vencimento, que
actualmente percebe o Oficial ***
Maior da mesma Secretaria ;
e'epplirandu-se dous contos de
reis pai a publia o dos tra-
blbosda Ass;emblea Irovin-
(il por Tachvgrapbos. com os
quaes Tira a (_ommisso de Po-
lica iillioi isnda a contractar ;
iis contos rinroenta mil reis. 6.*o5oUooo
Artigo 4- Com a Secretaria
da Preridennria continuando
etn vigoro artigo quartoda lei
do orcamento u nove de Ju-
nbo de mil oitocenloi e trinta
e sete com a declara gao de
que seto creados dous Ama-
nuenses para substituirn a
l..'l!B do primeiro officisl que
vagar sendo o ordena'do d
cada un dos ditos Amanuen-
ses de quatrocenlos ailiei, an-
nuBes e sendo os emolumen-
tos dos otliciaes da serteiarij da
Presidencia distribuidos por
todcs igualmente, inclusive
0 secretario j brando tan bem
perte/iCei e serretaiio somenteos emolu-
n enlos provenientes dos til ti-
los dos cKciaes da Guarda na-
cional, que tero. a dita distri-
1 uieo; tendo poiem excluidos
de todos os emolumentos os A-
tranuenses, cnlinuos, e por-
uiro: e igualando se o ordena-
do do eciipturario da secreta-
ria das ordens ao dos esciip-
turanos da secretaria dogover-
no treze conios cento e trinta
t dous mil reis ,
C/\ITULO a.
ArrecadacSo e sca'i'isai-ao das
Rendas Pro'vinciaes.
Artigo 5. Com a Tlxoura-
3;i3aUooo
ria das rendas provinciaes,
sendo igualado o ordena Jo de
todos os empreados ao orde-
nado dos empregados da Tlie-
sourana geral inclusive a
qnantia de oi tocen los mil reis
para o secretario e uto cont e
seisrentos mil reis para o ex-
pediente, aceio da casa e dons
serventes; e novecentos mil
reis para pagamento de um
primeiro escriturario t que
foi aposentado dezeseis contos
e dusentos mil rei.....
Artigo (j. Com a Mesa das
Rendas l'rovinciaes, inclusive
duzjntos mil reis de gratifca-
co para qutbras ao Thesou-
reiro e .com as demtis Cllec-
tofiss da Provincia dez cantos e
(lzanlos ;rcil reis .
Artigo 7. Com osolkitador
da Fazenda, frsenlos mil reis
Artigo 8. Com a Iuspeccao
do Assuca e A Ir ido, obser-
vando-se era toda a sua ex-
tenso as disposiges do arti-
go oitavo da Lei doorcamento
Provincial de trinta de Abril
de mil oilocentos e trinta e no-
ve, eito contos de reis. .
CAPITULO 3.
Instrucco publica.
Artigo 9. Com oLjceodes-
ta Cidade incluindo-se os
ordenados dos Profesores, que
loro ltimamentepposeuta-
dos e tirando internamente
aoprovado o plano de deresete
de Fevereiro de mil oilocentas
e quarenta, e reforma de vinte
e cinco de Fevereiro do corren-
te anno, vinte e dous cootos
de reis ........
Atligo 10. Cornos Professo-
res do Seminario Episcopal de
Olinda dous contos quitro-
centos e cinroenia mil reis. .
Aitigo 11. Com os professo-
res de La ti m de toda a Provin-
cia, incluidos os tres prolesso-
res das tres Comarcas que se
engiri ; e duzentos mil reis
para o profeisor de Luim da
Cidade de Goianna que oi a-
pcseulado, assim como duzeo-
tos mil reis ao professor de
Grammalica Latina do liairro
da Boa-vista, para o aluguel
de casas-, seis coutos e novecen-
tos mil reis ....,,
Artigo 1. Com osprofesso-
r< s de primtiras Letras de toda
esta Provincia accresceodo a
gratiiicaco de du eulos mil
teis aos desta Capital, decent
ecin dade de Olinda, e Povouco
dos A Bogados e de cincuenta
mil res os de lora para aiu-
gueis de casas ; assim como
uuzentos e oitenta e tres mil
e trtzentos equarenta iis pa-
ra a gralicati/ du prufe.ssor.
do bauro de Santo Antonio ,
e a jubilafo do profesor de
i\ azare ib j tunta e nove contos
i6jvooUjol>
io,aooUooo
3)oUooo
8;oooUodo
:oooUooo
aj'jSoUooo
trezentos e setenta mil reis,. 3o-3joUooo
Artiga 13. Com o Jardim .
Botnico, em quinto sena?
realisa a sua venda, pira o que
Mea o (invern aulliormdj ,
assim orno para promover na
visiribanca desta ('Mide a ac-
quisico de alguna terreno a-
dequado a fmrlacj de um
Jardim Botnico, e Escola mr -
mal d Agricultura dous
contos de reis. "'. 2;oooUooo
Artigo i4- Co n a creaco de
urna Biblioteca Public*, unin-
do-se-lhe a Livrarii existente
noLycco,e Orando autorisaJoo
Presidente da provincia a obter
da Torres do Tombo de Lisboa
copii dos ducume itos q' mais
interessantes forera a Historii
desta Provincia para fica-
rem depositados na' referida
Biblioteca qualro contos de
reii. .1 ...... 4O>LToo3
Coulinuar-se-b^.
0;gooUooo
GOVERNO DA PROVINCIA.
Expepiente do da i5 do carrate.
O (Tic i o Ao Commandartte das Armas .
convindo a \isla do que expeem seuobi-
cio de 15 do corrente sobre o secundo Teen -
te do terceiro Batalho de Artlberia Jos Ig-
nacio de Medeiros Reg Monteiro che-
gado ltimamente da Corte, que elle fi-
que demorado para embircar noatra occ
sn.
Dio Ao Inspector da Tliesouraria das
Rendas Provinciaes enviindo-lhe copias dos
Imperiaes Avisos de 8 de Ouiubro de 1839 e
15 de Maio do correle anno, muid nido pi-
gar ao Bacbaret Joo Jjse Ferreira da Costa
o ordenado que Ihe compele pelo tempo que
esteve ausent do Lugar de Juiz du Direito
da Comarca do Brejo em co, f rmidade da
licenca, que Ibe foi concedida..
DitoAo mes 1 o envimdj-lh por co-
pia a resolu.oda Presidencia de 1 j de Feve-
reiro do corrente anno a-erra da crear i do
Fiel da Batanea para o novo Trajxe de An-
gelo Francisco Larneiroe outros, e ordenan-
ilo-lbe que cunte mais este Empreado,
queja se ana em t Benito seivico.
Dito-Ao Presidente d Relacio remet-
tendo-lhe para o archivo d mesma duas col-
leco das Leis Provinciaes de N. 88 a 97.
Dito Ao Director do Lyveo, para faser
por a concarso 3 Csdeira de Uramontica La-
tina do Baifro da Boa vista, que se acba va-
ga, ptla jubilarlo do respectivo professor.
luto-no Inspector do Arsenal de Mari-
nba ordenando-lhe, a vista do exame a
que se procedeo na Barca de Vapor Flumi-
nense qu mande faser-lhe os precisos con-
cerlos na contara; id .do do parecer do cons-
tructor do mesmo Arsenal.
Portara Ao mesmo, para remelter para
a Corte nos Navios que hoje para all devem
largar as q latro pracas de Marinhagem cons-
tantes d guia que se Ihe remelle.
Oracio Ao Director interino do Arsenal
de Guerra Ti^tiihcando Ibe que peta li-
cenca que a Piesidencii concedeo ao Almo-
xariledo mesmo Arsenal por lempo de dous
mezes para tractar de sua saude nao se po-
de enltuder que tica derogada a parte do
MUTILADO
R'gulamento de al de Fevereiro de t83i ,
em que diz, quena filia do Almoxirife ser-
vir o seo Fiel ; ese elle secornprome't a
comparecer na Repartija > duraa'e a referida
i Irenes as dial l, 11, en de caja tnez, he
taUez por serera estes diis de miioet paga-
mentos por tanto est claro, que quando o
mesmo nSo estiver eTecti va mente em emr-
"cicio, devera' o seu fiel faser em tudo as
suas veses, a Ora de que o servico nao pade-
c.
Dito Ao mesmo ordenanda-lhe que te -
nha prontas as 10) aroma partencentes a Pro-
vincia da Paraibi, a (ira deque sejlo pira
all remeltidas em occasio opportuua.
Dito A Camira Municipal do Recife,
enviando-lbe a representaco di Associaca)
Comercial desta Cidade, em que pe le pro-
vi leticias acerca da pistura, que tolhe com
multa o empaxamenento das ruis com volumes
por mais de 4 horas, incluindo uj na e-
ro destes as caixas de assucar, qti) lem di ser
despichadas e exminadis na occasio d>
cmbiriiim \ rtoa ds que a vista du rasdl
que aprsenla a dita associasso, propon lia
cora urgencia, un sabia e ajustida moJifi-
cagiidi meoe'iomda Postura.
Dito Do Secretario da Provincia aolos-
nector da Thesouraria de Fasenia en van-
do-lhede ordem di Presidencia, pira sui
intelligencia e execu^io na parte que Ihe toca
algnmas collecfodas leis Provinciaes de N.
Si a 92.
Iguaes remessas bro feitas ao Inspector da
Thesouraria das Rends l'rovinciies C-
maras MuBicipaes e mais AulhoriJades.
COM MAN DO DAS AR VAS.
Expediente do dia 8,
Oficio ~ Ao Exm. Presidente re meten-
do-lbe duas reiuisifes do 3. Batbalho
d'Artlberia para se era setiseitas cora a
possivel brevidade.
Dito ~ Ao mesmo Ex ti. Snr, remetendo-
Ihe informando o reqieriraento do sobl ida da
Cavallaria J. J A. Ales, que pedia de-
misso por ser casida e viver com sua mu -
lher sendo por isso lle(;alraente recratadj;
Dito Ao mesmo Exra. Sar., solicitan-
Ibe alguna esclarecimientos a respeito das Iris-
trueges de 6 d'Abril deste anno.
Dito Ao rjK-smo Exm. Sur. pedio. Jo-
ihe pila terceira vez providencias acerca de
enlerrameoto dos soldidjs, e poodarando-
Ihe que a Meza Regadora da Ir mandado da
Conceico dos Vlilitares liaba tomad j a de-
liberarlo de s dar sepultura aos morios al
odia i5 do correte pelas altend veis ra-
ses j apreseuladis no> anteriores ottiias.
Dito-Ao i. Pnente Jos Velloso da
Siveira scienlificanda-o de que osaucha- '
mmenlo a Capital tinha por objecto iusruit-
o do embarque do seu Batalho pira a cjite ,
e que o devia acurapaobar nao obstante es-
lar no gizo de licenpa ; que deria nesta data
considerar esta licenca cassadi e apreseatar-
se no da 15 do corrente imprelertveWafeale.
Oulro n i mus.no sentido e dita se darigio
ao a. 'Pnenle Jos de Barros Pimantel ,
que lio bera se achava cora liceu$a.
Dito Ao Commandante da Etcuai Bella
Americant mandando-loe apreseniar tres
ex-soldados invlidos a fira d'os iraospirtar
a provincia das Alagues d'onde ero nuuraes,
Uno -- Ao Director interino da Arceai de
Guerra ctiviando-lhe umi reprejooia^ij dj
}
\


s
1>IA Ri O DE
.11U1
PER IV A MBC O
j mu 11 mi' i
Commandante do Forle do Buraco, cerca
Ja qualidade das vellas que al se fornecerio
en conformidade con a Tabella e pedindo
-esriaieciroentos a respeito*
Dito Ao Administrador Fiscal das obras
Publicao communicando-lbe que o senten-
ciado Manoel Ferreira dos Santos que sea-
chava a servico da Fortalesa do Bruno lora el-
lo pelo Juiz de Dtrerto substituto das Varas
do Crine e Gvel desta Commarca a 3 de
Marco deste anno.
Dito Ao Coro na and ante interino do
3. Bataihio d'Artilheria nandando
conciderar offectivos dois soldados addidos
viudos do Maranhao na qualidede de impe-
didos do Capito Antonio Benedicto d'Araujo
Fernanbuco e a. lente Pedro Aflbnco
Ferreira.
LOTERA DO SEMINARIO. lia prdmeveo, a nezes; ntreseos parea-j
^ *. j vu: ^^;^lto^**aeripela< para certo fm suben-
0 Reitor do Seminario *<^*""*: 3$,, comunica aos nesmo. i quinao
os amantes desta jogo a ttyP** .Ml *, Wm -adido inda dar a soluco d'aquelle ne-
da parte da 17. Utefja ? cup j>Uo
i foi publicado, e as rodas aodarad no cer-
rente mea depehdendo o dia da eoncorreoea
da venda : Os bilbetes achese as casas se-
guntea Recife ra da Cadtia laja de Cam-
bio do Sor. Vieiea, S. Antn* ruadoGa-
bug loja do Sor. Baodeira Boa-v*s* be-
tica defronte da Matriz doSnr. Moretra, ;jv
Olinda nos quaro cantos venda do Snr. Ja>
se Manoel dos Santos.
Diversas Keparticoes
tal-------------------------------------------------------------------------------
LYCEOESTA CIDADE.
O Exm. Snr. Bispo Director do Lyceo
toanda fazer publico, q' por ierroifla,cao .^
Exm. Sr. Presidente da Proveca,, **
concurso, da dala desle a io d'm aCad*ii a
de Laticc do Bairro da Boa-vista qtre se
Echa vaga : Os Concorrenies deven-se ba-
Ltlitar na forma da Le.
Secretaria do Lyceo 17 de Janeiro 1841
O Secretario
Jcao Facundo da Silva Gnimaraeus.
MEZA DO CONSULADO.
EriTAL. ,
iYiouel Arrcnjo Menleiro de Andrade, Ca-
va Heiro da crdem deChristo e Adminis-
trador da Mesa do Consulado etc.
Fax saber que no da 92 do crrente se bao
de arrematar na porta da mesma qaalrocai-
xns deassucar aprehendidas pelos respectivos1
Effprtgadps dos Trapixes Angelloe Alfande-
g Veilta poj inexaclido das taras cujas
caixas tem os nmeros 60 f\, 2 e 1 ; em cu-
jo dia se Gndo c3 presos marcados no Re-
gularccnto srndo a arrematadlo Hvre de
despesa ao arrematante.
E para qce cbegue a noticia a quem con-
viet roandei afixar o presente Edital ua por-
ta desta adminislraco e publicar pela im-
prensa.
Misa do Consulado de Pernarabuco 16 de
Juni>ode 1 8 1.
Miguel Arcanjo Monteiro de Andrade*
TRIBUNAL DOS JURADOS.
Dia 16.
Jury de Sentenca,
Dinuncia do Doutor Prcmutor contra o
prclo Joao cisco Vital por ter assassinudo este foi con-
demnedo a pena ultima*
ARSENAL DE GUERRA. 1
ANUNCIO.
D'crden do Iilm. Snr. Inspeelo fe Ifx pu-
tlico 5 que a arrematar, ao de diferentes for-
neciroentos, snnuncitda para iioje, Cea
transferida para o dia 5 do crrante pelas
10 horas da manh em cor.sequencia de
terem parecido poucos concurrentes j e que
no furuecimento de diversas cbjectos pelo tsm-
po de tres ixtzcs ( cu pelo de seis se os
preco? convidarem ) entrarlo mais os seguin-
iolos iipfezes guraraz tinta branca dita
preta tabeedo de pinlo, secaule bonels,
tijolosde alvtnaria cal preta arcos de pi-
f.a ditos de tonel craosde barrica, di-
tos de pipa ditcs de tonel, bfoxa ou pin-
cei surtidos.
Inspecco do Aroenal ^ Mariuba de Per-
Tiambuco 16 do Junbo i'd^i,
lc-Ai.dte Bodiigues dos Anjos
Sfcietano,
ADMIMISTr WCAO CO PATRIMONIO
i (JSORFa'OS.
Perante a A^'ninijtraco do Ptitriroonio
dos Olaos S( Uo-de ai rematar a quem mais
der as teitda> da tasa nuaeio a6 na la da
Madre de Lees do Bairro do Recife ; as pes-
iis que se proposercm a arremata-las pode-
rlo rom parecer na rasa das Ses^es da mes-
ma Adminislraco nes dius it, al e a5 do
torrente netz as 4 i adores.
Salla das Sess6es da AdocinistaS(i da Po-
tiiitonio doa (jrlics ero i5 de Juulo de i'^i
i, M, da Cruz,
CURRE!-,
O Biiue Toiv^mi Maria Feli* re-
ceLe amala para o torio boje ( 19 ) as 11
boiss da manh.
COLLEGIO PERNAMBUCANO.
aaruao ni ao A- vista, *. 6.
CURSO DE LINA LATINA,
MnrEasAoo
t por
Fr.Joo Capistrano de Mendonca.
Lente aubstitoio Beraardino Freir de Fi-
gueiredo Abren 0 Castro.
Dpaslafes por dia de najib daj 9 b^ras
atd s 1 a i de tarde das 3 s 5 e meia todos
os diae lectivas.
Para a neeessarir iosrripcfo dirigir-se ao
nesmo Collegi e qealquer hora.
THEATRO.
Espectculo grande e extraordinario de
tyr. Robert, aoanb ao do corrente Mr.
Robert presentar muitas variedades de ex-
periencias ngicasf sorles jogos de mos ,
lindas metamorpbozes jogos de pbysica &c.
as quaesdeU de denominar pea grande va-
riedad de que se compoem ; mas que ho de
sem duvida nuito agradar, surprebender o
respeitavel publico comedia a Escola dos
cazados, do grande Moliere: voltando Mr,
Robert scena apresentar as esoblemati.
geeio por se acharen iinda lora melhor de
ooOooo reis .* e aprev*ita a occario para
rogar aes que falto, aSm de q' se dignen en-
vur-lbe auas sbsrip:6es; pois que nuito
deaeja ide9eveoH}ar-se disso.
Oafcao eaa^jnado roga ao Sr. CoRec-
Ur da lugar onde devera comparecer os que quize-
rep fazer os pagamentos exigidos pelos seus
arfo uncios ou onde o achara em estado de
poder coosultar as seos livros deassentos po-
is que tem ido por vez?s procural-o em ho-
ras competentes onde Ibe disserao q ue se
costumava receber e n|o tem acbado ali nim-
***** .
Urbano de Olinda.
Arenda-se um filiopeqweno com urna
caza de taipa em bop lugar de se passar o
lempo de Icsta na entrada de Joaa de Barros
na (rente do beca do espinbeiro j no palio d<
Santa Cruz : loja do Sr. Eutebis.
Aluga-se duas pretaa'nossas quesa-
twa farertodoo servico interno de urna caza :
na loja do relojoeiro -Meroz j pre^a da Inde-
pendencia.
Quem quizer alugar dois negros para
todo cervico ; dirija-se a ra di Periha : so-
brado do Sr. Quuiteh ; segundo adar.
Quem quizer dar 4UDU00 re'9 COBB
hioteca em um escravo coiinheiro, sendo os
cervicos do dito pelo jaros dirija-se a ra
da Penha sobrado de dois adars do Sr.
Quiniela,
Quem precisar- de um Jionem baazi-
leiro pitra caxeiro de ra oa outro qual quer
em prego ; dirija-se a raa da Penha sobra-
do de dois andares do Sr. Quntela
Arrenda-se um cirio nos aflictas co n
urna muilo decente caza a qual tem ornla
para urna aumeroza familia tem coxeira ,
cavall arice e varios quartos para liados e es-
cravos' um ellegante jardim e muilos bons
cas e novas figuras; 1. a figura do falco Pro- arvu7e(jos (le diversas qu^lidades ; na raa das
fel que anda anounaando que se acab o iarangeirds cazft de dos awi9rea qe tm co-
mundo no prximo nei d Agosto ; a. a coto- Xgira>
Na ra de.aguas ver Jes passando o be-
co que vai para a 1 ua de hortas no segundo
sobrado aluga-se o primeiro andar do-mesmo;
na mesma caza \ emit-se urna preta maca de
bonita figura, e com algumas habilidades.
Precisa-se de I00U000 reis ajaros ; da-
via que lbe inspirou a prolecia t 3. oNo
que o desmascarou t 4. o Anor e a Arara ;
5. o Retrato da muiher ingrata ou o mons-
tro e a serpele : 6. A norte vestida de
grande galla : 7. A roerte e o raxador, ebu-
Ja de La Fontaine : 8. o Poiichinel ; 9. A
temen io crestar-se : 10. O amor na
Dama temenio cresiar-se : 10. y na ua se -hM ( Qur(> m ^^ dar anaUfl_
machina acreostaUca : 11. o verdadeiro re- :'
irato de um Vampiro : la. O Diabo brincan-
cie.
O meio bilhete n. iitg e a3;6 per-
leace a l{ ui:uml. Francisco de Campos o
meio dito 11. 4586, e i J28 a Manoel Fran-
cisco Goasalves rezideote na provincia do
M aran ho : assim como o meio bilhete n.
a5;a a Jos joaqaim Hamos Viltal eobi-
li.ete n. loai e o meio dito a*"]o a Manoei
de Almeida Bia Tinto reridente na Provin-
0 Secretario emobservaso os Estatuios-, ca u paii cu- biitieie^ salo da a, orte
do com oseu rabq. Pla> superior ifjoo ,
geral 1000 rs. Os Camarotes u Bilhetes se
venden pelo Sur. Gama e Lopes Alviles.
innn
SOCtEDAQE AMELIA PERNAM-
JJCAiNA.
convida aos Srs. Sorios par* leunio geral n* da,j. o Lotaria do Seminario d'Olinda.
dia a do correnle, as tres horas da larde ,
em a caza do cusfume.
Si
Roga-se a pessoa que rou humas
cartas viada de Lisboa pelo p*iiuele da Tercei-
ra para Jernimo Francisco Gomes queira
mandar levar na ru* Nova i D. 3 fabrica
de chapeos que ali leceber o porte das mes-
raes.
No Diario ,
SOCIEDADE TliEATRAL RECRFIO
INSTRUgAO'
O Secretario fazsciente a todos os Senbores, { ._ il0 uiar|0 j n> Q.
queamanb ao b sessao as qualro horas da nuncio de um negro Loiuo que s'axa no en-
larde assim como faz sciente aos coromenct- genno .Morojde Alanoel Josed'Oliveira Mel-
odas que ter lug^r a da Commisso Admi- |0 que diz aquem lbe faltar um negro, dan-
nistrtiva as g lions da manh. 0 0s signaes serlos, apagando ai despezas
lbe ser entregue. JNo da 11 de Marca p p
me fugio um moleco da cosa talbado da
cara natjo iSag por nome Benedicto ,
que andava vndenlo iazendas e miudezas
em um taboleiro de idade de ao annos le-
1- Segunda vez avizc-se ao Sr. que no vou vestido camisa de pao de linlto com pre-
dia i6deSelembro de 1840 deu um par de gas, calca de bnm branco novas j-orem di-
pulceiras a una Sra. moradora no pateo do zem que mudou de trajo, e se enlilula por
Ca no defronle de Santa Therera para em- forro he de boa estatura grosso do corpj ,
penliar pela quantia de 10U000, dirija-se a cara redonda bonito de cara, bem teito de
ra augusta caza terrea seflf vidracas, em'corpo, muilo ladino e tem muitas astucias,
nediala ao sobrado de Jote Joaqun Das leudo estes jiguaes o poder mandar trazer
delronie da Jgreja dos Caruras } 7 que
Avisos Diversos.
Fe mandes alim de remir o dito penbor ,
que abi se cha e isto quauto antes do
contrario vender-se-h.
A pessoa que quer dar um cooto de re-
is sobre hipotheca em urna caza 5 aunuucie a
sua corada,
Airenda-se urna paderia com lodosos
pertences cita na ra de S. Amaro em
lora de pollas 03 pertendentes dirijo-se a
ra da Cudeia no lletife j loja de ailaiate
IngUz.
__Precisa-se de umfoineiro foi 10 ou ca-
lilo } na paderia da la da Seuzala velha
a. a8.
Quem quizar un parda pera aade
ca.a j imuntie.
?- A ptssia que j en azsielU da jaa-
pagara lola a despeza, cujo nole^ue oi
do Jos Bernardino Lial,
Aluga-se o 1. andar do sobrado d
ra das Larangeras 7 ,.quem a perlen-
der pode dirijir-se a loje do mismo,
Porfirio da Cunlia Moreira AI ves subs-
tituto inlirino de Lation do Bairro di Boa-
visla avita aos Aluno* da mesma aula que
attendendo ao grand alrazo que accarreu-
na a inlerrupcgo da dita aula, em qunl3
se nao da as providencias necessarias para ha-
ver urna caza eos uieuiios convenientes |
elle ollereceo ao bxm. e lia, Sr. Director
dos estudos a salla, em que d sua
aula particular, o qual olferec ment
loi ptetto pelo mesma Ex o. Sr. e par it I
q os mesmos al unos ah devero comparece*
s horas do custume.
Tendo sido furtado Wn par de brinco*
lapidados e encastoada em ooro quem
'fbr dfferecidos, ou tver otfmpradj que-
rendo entregar ao seo dono, dirija-se ao es ri-
vSo Rabello que dar o importe dos mes-
an brincos ; na ra docabug par cima da
ogedoSr. Bandeira, 3. andar.
O Bacharel Ferdodo AQonso da Mel-
lo actual Juiz de Direito interino da d.i*
Vava da Civel desta Cid ide avita a aqun
epovier., quemodou asu4residenria da ra
a Praia pira a do Ran^el ; a, andar do
sobrado, D. 18.
Roga-se o Sr Catano Duarte Perai-
ra de tira ra de Quei na ido, D. 16 para se lha
Talar sobre cert negocio,
--Qaem quiser comprar um molegue a-
caboculado 0*0 ip a ao annos com princi-
pio de capateiro, e soffrivel cosinbeiro, sem
achaques, procure o sobrado, que fica na
ra da Triueheir* confronte a rna da Rasa-
rio estrella o qjal tem lacapio aparla, a
fallar a Jos Antonio da Silva, morador no
aiesmo sobrado.
Joo Ferreira da Malta e Jos PereM
ra-Jacinto regressarSo para sua prorineia e
nao sendo-lhes possivel agraiaqereni pesso-
almenie ao3 a migos que se dignaro honrar-x
Ibes com suas vezitas fazem a sua desped-
di pelo preiente annuncio ollere-eu cu seas
prestimos em qutl quer lugironiese axi-
rem.
Aluga-se dous pretos ; quem os preci-
sar dirija-se a praca da lodpeniencii loja
de livros n. 87 e 38 que se dir.
Em resposU ao aunu.icu do Di ira da
11 do correnle parlicioa-se ao Snr. Fran-
cisco Antonio Pereira da. Silva, que a letra
acceita por S. S. acfaa se em poder de. Mi-
guel Antonio da Costa e Silv morador oa
largo do (orpo Santo ; caza n. c 4
Pretende-se alugir primeiro andar
d'u.-na caza que tenha conmodos para fami-
lia e suihctenie salla para um estabeleci-
mentoem a ra da Crut da bairro do Re.-ife;
annuncie.
Jos Carlos Teixeira responde ao Snr.
Francisco Antonio Pereira da Silva que
pode procurar a sua letra que se tem de
vencer em o i. de Julho do corrente anua
Om mo do Snr. Joaquim Viegag e que
muilo Ihe agraditer s 110 dia deseo vinci-
menioa pagar como 0 tem teito con algu-
mas : e quanto ao pronostica de seo melindre
Sua Senhoiia para tanto deo cuza e isto
bem pode reforcar o Sr. Francisco Mameda
de Almetla q' a querer dizer o q'sepasson
nao negara que o vencimeuto de u na das
letras me apresentei ao dito Sr. Mame le ca n
a letra e urna carta de S. S. en que or-
dena va o pagimento ; ao que o Snr. Mimedd
respondeo que ja tinha justo suas contas
comS. S. elhe eutregou osalda e par
islo a nao podia pagar paren iue con al-
guma pequenu espera o faria ; aurovelei en-
lo esta lo oportuna occazio para responder
ao Snr. F. A. Pereira da Silva urna elocuen-
te carta que dias antes me linha derigido.
Eis pois o que se te cessario hera hir ao prelo se o Snr. F. A.
r*. da Silva pralica-se como as anteriores
annos em que sempr me esereveo sabenlo,
a quem e non Je de veri 1 pagar a sua letra
&c. &c. ao que prontamente respond.
Dos nos acud com a Sua Divina Grasca ,
e nos hvre de tanto urgulho.....
A maioria da Sociedade Eufrosina to-
mando em consideracj a ac_j praticada pe-
lo sr. Victoriano Augusto Borgesem odia 6do
correnle delibera toriaar nova sociedade in-
dependente dosobjectos que acuelle Sr. por
authordade sua tomou para sepigir de adi-
enlamenlos espontneos que lisera dindo-
se assim por pago e sepaiado da sociedade,e
pulo presente declara nada devor a pessoa
alguma a mesma sociedule ; e muito menos
estar a.maioria respousavel da qual que/ tor-
ma para a nova sociedade que vai crear .e,
Se o >r. Francisco de Paula Buarque ,
ou algum oulro Sr. arremtame dos leos
das e.ir.dis tanto dj Pao do Alha como d
S. Anlo precizarem de um homem para
admiuitrar e dirigir os ditos servicos, com
zello e actividade e mes no pira fuer al-
guma escripturaya pertencente ao dito ser-
vico, e mais algum objecto queirao anouu-
ciar por este Diario para ser procurauo*.
-- O Snr. J' X. Al. q uera ir ou manda
levar a quantia de 4lrja reis na ru* uneita
lojade miudeza : l*. 2j.
or Recebem-se assi^naturai para o Jor-
nal do Commercia da Rio de Janeiro um
auno por itis'ooj rs, e sais mezes pa 8^000
rs. em casa de L, A. Dubourc j ra do
Vigaria n. i(.


) l A tt I O DE PERNAWB II CO
rabondede de verificar no dito escravo os
, os quaes senda adiados ja-se ao becwda pol, D. $.
9C3 mandar entregar na ra da Araglo a { tsr O f.rello que at .gora se venda na
s uintino de Castro Lelo que se rs-
insabtlit'a por tedas a9 disperas o escravo
.ania-se Ignacio ( pode ter mudado o nome )
crilo idade vinte e cito annes pouco ma-
cu menos betn fallante barbado tero
lia He uro. dente na frente ao lado superior,
heio do corpo ts es parra l hados e tero
, X .r i. rv / 4ra hem mmnint-ncad).
rTc^rTdo^n^nbo Morojo ; que di, < Atrrf.**.'^i^^-^r/JiLSSr!1.1 Si^aibAu
r ero sen poder V rir. qae di. ter | diente pifa jiur chwwr se-U ,
orrido seo Sr. na villa do Cato querr W^'1^^ diri L, casa de VioenU:
uas cicatrizes proviniiits deduas facadas,
ue a lempos levo sende a do lado es-
uerdo do peito outi ri'nm lado das ca-
iras.
Alcga-se um sitio seja para que par-
r fer e menos para parte dos A Rogados ,
(io sendo mi/ito longe e ero milito grande,
luem o tiver annuncie a sua morada para
x procurado.
__Precisa-se de 5ooU res a premio de dois
cr cento, com hypoteca em escravos bons ,
or teropo de um auno quena tiver anriun-
ie.
tsr Pelo teropo da festa ou por tempo
tleum mmoaluga-se urna caza no lugar do Ps-
|co da Panella, na estrada principal,com eomo-
Uos para grande Ibmilia. caza para pretos, e es-
tribar ia pra dous cavallos nm cilio planta-
tdo de ardores de fructo e oulros cmodos
necessarios : na ra do colegio ; D. 8.
tsr Precisa-se comprar di'as Araras ( pas-
taros ) no armazera n. 3 } ra da Alfande-
ga velliB.
IST Encna-se coro toda a perfeifio e cui-
dado e pelo milhor methodo a Geograpbia ,
dividida em estudo da Cosmographi Geo-
grapbia Physiea e Geograpbia Poltica ou
I Civil ; quem se quizer aplicara estes estudos,
dirijo-se ao Cateo da Snela Cruz sobrado
de dois andares que faz quina pora ra do
sebo.
- Pergunta-se ao cascavel da caza do Sr.
Calmontb por que demora a seus compa-
nheins a recoropenga de seus traba!hos com o
pagamento pecuniario com fementidas des-
-cutpas : hora que nao recebeo qu nao ti-
rou ainda aconta, queasedula bedequi-
heu tos mil reis e nao ajta trouco ese pe-
dindo para trocar nao be possivel ceder ( o
quedeixa entrever, que tal cdula tera ) de
oulmai io todas pagas us sabbados e t o Sr.
Cal ii. ou ib o nao cos urna fazer os mais casca-
veis endividados pelas lojas deferragero por
iiawanientos e como se nao deve sslisaser a
estes bomeiis ? por venlura eatao elles sojei-
tca a prestaren* o seu trabalho inutimente ?
tal be a desgranada ulbcina q' buns sio rivaes
os cutios, mais adverle-se que se continuar
planear o mesmo ser a qucixa levada a pre-
st tita do Sr. Calmonlb para este milbor pro
videnciar este mal, que pode motivar algum
damno prejudi-'ial a qual quer de nos.
O Cascavel mais pobre.
Precisa-se alugar um escravo para o
eervico de urna caza e para trabalbar tam
btmem cilio, quem tiver diiija-se ao citio
do Mejor Muyer o corredor do Bispo.
__. C^uem tiver gado vacum mesmoca-
\allar > que queira mandar pastar em um
silio, cujo be no manguinho t>u sollo ou
a corda dirija-se a iun do Sebo na boa-vista
caza U. la.
taff Quem precizar de dois mocos porluguez
para eu.bdrcarein para qualquer poi-'.o pois
destino aprender u arle do mar ; annuncia
SST Quero quiser fazer oegocio com una
divida uo capital de 0:790,09a reis alea;
dos juros que ncluzive ao capital monta a mais
de 12:,ooo,ooo da qual quantia soosdnve-
doies a Viuva e berdeiros do lailecido Capito
Antonio barbosa do Limoeiro dirijo-ae ao
ca tono da pravedoria na ra direila que
ali aibaiio com quem tratar, cuja aivida he
segua, ptis que se acha com hypolbeca legal
m propriedade de trez andares D. viole e
cioco na ra nova, por ter sido a divida con-
irabida cum a edincacao da dita propriedade ,
se aiba legalisada a reierida olvida com os
comptieiiUs decumeutot.
tar Quem anuunciou no Diario de i7 do
correnie, ter urna escrava de 16 annos para
\ender } dirija.se a caza de D. francisca de
Caivalho na ra do Lollegio para se fazer
o negocio.
tar Quem tiver ladrilbo demarmore bra-
co e azul para vender declare sua morada.
tsr Um boae>n brauco cazado, sem blhos,
deidad 5 J anuas se propoem a ensinar a
lr escrever contar, edonlfina chnst ,
ludo com perfeica), sendo lora desta praca ;
al^um Sr. e engenbo que quiser servir-se
do seu presumo, annuncie pelo Diario.
~. Joaqui d Silva psula, por ter en-
fabrierfde^rigo i paou-se '** defro-
le da mesma fabrica ha venda do im L.agoa,
e na ra No*a paderia do Sr. Beito Anto-
nio Doroingues 4doo rs. >mm i Pre?
razoavel, atiento grande qualidade ecres-
cidas despezas de armazem e condugo.
tsy Ala-se urna preta escrava con
muito bamleite ; qaiem precisar annuncie.
UT Roga-aa a peseoa que por engao H-
rou do Correo ftmas cartas, viudas do l orto
para Joio d Costa Ventara o f*vor de as
Lndar^lregar n ra Direita fabrica de
chapeos, confronte a lgrej de W. 5. do ler-
co que se Ibe pagar o emporte d,s ditas.
tsr Arrendarse uro sobrado de 2 andares,
com grande armase on ra de oze da
Costa no Forte do Mallo 5 qu*m pretender ,
diriia-ae ao pilncipio Va ra de Horma, U. 7
%3T Dezeja-se fallar com os beideiros, ou
algum prenle do finado Estevo Paz Falco.
que foi morador nos AfTogados a negocio d
seu interesse. '
UT Quem quiser dar duzentos e cincoenta
mil rs. com hypolheca em una escravo -
cando o servico do mesmo pelo juros; pro-
cure na ra da l'enha segundo andar do so-
brado do Sr. Manoel Paulo Quiatella.
$sr Avisa-se ao Sur. que empenbou uus
pares de brincos na venda das 5 pamas, na
mez de Mam p. p., pela quantia de viute mil
rs. por espasso de um mez baja de os vir
res-galar no praso de oito dhs do contrario
sero vendidos par* pagamento da dita quan-
tia, e dito Sr. nao poder alegar coma algum*.
_ Precisa-se de i5eO rs, a juros dan
do-se um negro por seguranpa que ganlia
64o rs por dia isto para pagamento de ura
letra at Sabbado e tambero, se vend* por
'loa rs. ; na ra do Cabug D. i.
-O Snr. do engenbo Morojo, deque
proprietaria Manoal Joze de liveira e Mel-
lo que'diz ler em seu poder una prelo ladi-
no por nao ser acbado o Sr. sendo encon-
tr no mesmo preto os signaes seguintes, po-
de mandar entregal-o no Recife ra do 3.5-
bo casa do Major Padilha que pagar to-
das as despesas altura regular, grosso dj
'\ i* l .1. .^Uillna 11111
ser bem recompencad3.
tsr OSnr, Proprietarioda Engenho Mo-
rojo queira le" a b'ondade de ver se o preto
que annunciou no Diaria, n. aS se tero os
signaes seguintes de nome Antonio n*cio
cambinda bastante ladino baxo, grosso, cara
larg, beifos grossos denles alimados cor
bem preta tem uina costura na testa acinaa
da sobraricelha, be quebrado de ujpa venlha,
(alia biUa, e grqca,6gura ter a5 a 3o annos de
idade ^ sendo que tehha eites signaes quei-
ra ler a bondad* de annuociar p" ir esta folha,
ou mandar em fora de p irlas sobrada que
fica confronte o beco da 'Molefa que sero
pagas tolas as dispeas com generoziide, ^
f?" A ab-iixo assigasda lendo o annuncio
do Snr. do Engenbo Morojo inceriea no Dia-
ria i4 e 5 do correte Junho em que diz
ter turnado das mios dos Campanhas um es-
cravo ladino a abaizo assignada 1"?, ^eE ua*.
annuncio e como nao fjsse com toda lega-
liiade torna a fazer o presente explicando quo
o escravo que tem lugido andi por t^ annos
poucj mais ou menos o qual liaba neste
tempo 10 pira 1 a anuos de idadd com oj
signaes seguintes, falla deaesneada cabeca
pontud para tras ollios grandes pestaas
comprids, com urna custura em u na das per-
itas da parle de fora cima do lornozella tem
sido visto no Porto do Calvo, e Rio Formozoi
rogi-se ao Sur. Manoel Jos de Oliveira e
Mello que queira por obzequio rever se o
dito escravo tem os signaes cima declarados,
sendo os tenlu pode mandar entregar na rui
das Trinxeiras sobrado 11. 21 que se pa-
gar toda a despeza e se ficai eternamente
agradecida. Mara Joaquina.
ur Na ra da Penha D. lo sobrado
de varaoda de pao primeira andar precisa-
se de urna de leite farra ou cativa que le-
nba muito e bom leite \ dirija-se ao mesmo
sobrado qu se far lodo o ajuste no mes no
sobrado ha um rapaz brazileiro que dezeja-se
empregar em qualquer eslabelocimentoi quem
o pretender annum-ie, ou dirija-se ao mes-
roo sobrado cima.
volumes de Lia di Braiil da iSii por dun-
te edico de ouro preto ; nnounne.
q Um esp^lht allsmfrt de gaarr.-i-.a* de
tano; quem o tiver annnncif ott *ri-aO
, foja de livro da oraja ds independeacia ,
que se dir quem qusr cimbrar *
SSf- Cobre rell3 e broqze a l \n r%. a G. ;
na funigio de ferr d- ra dt Aur >r*.
tsr ma caz frrea em qftttgaer di
bairros desta Cidade cuja valor ttteM'ilt
aitiooUrs;? dirija-se ao Atierro da B-
vUta sobrado iti que achara cora qu?:n
tratar;
Ven das

Avisos Martimos.
Acasos da forlum ? ou livro da sorte*
divertidos, augmentado cana um raetbodo de
fazer mais de mil decimas un'caflMnte com a
trabalbo de lancr doos dados ; Ut5 ir atado
dassin.is, ou doselTeilM e PTonov-.-a do*
doze signos do anno ; pela preca de du pi-
ucas 5 na Prasa da Independencia loja da
livros n. 37 e 38.
tsr Urna preta de nacaa, de ida le Ib an-
nos proprii pira o servico da urna ciza 5 ut
prenca de Francisco Kibeiro de 15rito.
ss^ Uns corazes d'oura de lei um par da
bot'es de punlio, ludo da muiti bom gasto -r
na venda da quina que volta para o* quarteisw
%sr Un piano de excellentes wozes ea-
in la el muito bom estad> pira se aprender
a tocor ; quem o pretender dirija-se as 5
pontas passandio boceo do marisco pn-
roeiro sobr >do lado direito para se aju-tar.
tsr A interessintissi ni obra intitulida
correio Brasiliense, comaosta de arj tomos d
com quanto esleja em muito bom estado da-
se por prego muito caminla ; napra;adi
Independencia laja de chiiieos, D. II.
tsr Um terreno no lugar do Bonji com
58 bracas de frente eiaadelundoj no for-
te do Mallos venda do Snr. Alexindre Jo-,
s Lopes. .
tsr Mezas de angico para meio de salta &
bancas de jogo para salla do melbar gost*
possivel, e por preco cammodo na rind
Collegio, D.7.
tsr Os seguintes livros colleqons da
leYsdei8j8a 18*9, memorias da cimp*-
___Precisa-se fallar ao Snr. Revereudo
Padre Salvador da Rocha Oliveira para ne-
gocio de seu interesse i e como se ignora sua
residencia por isso se faz o presente annun-
cio a Gm deque se sirva declarar sua mo-
rada por esta iolba ou dirija -se a caza de
Joaquim Goncalves Vieira Guimares junto
ac arco da Cooceico n ii*
__- Quem annunciou querer vender gar-
rafas vazius 5 dirija-se as 5 ponas venda
D. a3 onde tem lampia.
SST Dezeja-se fallar nesta praca aos Snrs
Antonio Joaqun Ferreira, Joo Gomes Mar-
lins e Francisco Ignacio Lopes Lima; quei-
ro por isso annuuciarem as suas moradas
para serera procurados,
tsr O abaixo assignado lendo no Diario
de 14 de Junho uro annncio do Sor. Ma-
noel Jos d'Oliveira e Mello, proprietaria do
Engenbo.Morojo o qual diz ter um escravo
tomado aos Capiles de campo e coma o a-
beUo assignado tem um escravo fgida, ro-
ga so mesmo Snr. do ngenlio- queira por
oLzequio ver se dito preto tem os signaos se-
guales cbama-seThinoiio, crioulo bsi-
xo ebeio do corpo reprezenta ter de idade
ao anuos com principio de barba cor bem
prea pernas curtas pez xatos bons den-
les, eutende de canoeirp comprado ao pardo
Manoel de Jezus e tirito no lugar de Pn-
do do Rio de S. Frmcisco lJroincia das Ala-
goas e auzente desde 19 de Dezembro p. p.j
sendo tenha do signaes roande-o entregar
na Ponte Velba BbrdQ D *. que alera de
sati:fazer loda despeza gratificara genero-
zamenle aos portadores,
tsr iSo dia lo do eerrente Junho, desapa-
receo um escravo de nome Domingos naco
cassange ainda bue-al que pou.o lilla cjr
fulla, boa altura, olhos um tanto vermell.os,
pouca barLa um dos denles de cima mus
pequeo que os oulros e.tem assima do bico
do peito direito urna estre-la e um.s veias
impolladas ; levou chapeo de palba de carna -
uba em meio uzo duas carnizas sendo u-
nademeia, oulra de chilla azul duas cal-
cas seudo uiua de Amburgo velba outra
IU< .
PARA O RIO DE JANEIRO se^ue im-
pretetivelmente no dia 2 \ do corrente o Pa-
ncho Nacional Saraiva chegado recenleraen-
tc do mesmo Porto anda pode receber al-
punia carga miuda escravos e passsgeiros,
para o que tem excellentes commodos : trata-
se com Antonio Francisco dos Santos Braga ,
na ra da moeda n. i4> .
PARA MACEIO', o Patacho Nacional
vingador, pretende sair impreterivelmsnte
no dia a3 : qnem nelle quizer carregar di-
rij,,-se a Manoel Joiquim Pedro da Costa ,
na ra da Cadea velha.
PARA O PORTO, o Brigue PortugHez
Maria Felliz Capilo Antonio Guiz Gomes ,
forrada e pregado de cobre, sahir nestes das,
e nao recebe mais carga mais siro passageiros
para o que tem excellentes commodos ; quem
quizer hir de passagem entenda-se com o Ca-
pilo ou com o seo consignatario Antonio
Joiquim de Souza Ribeircl
PARA O ARACATY o bem conhecido
Patacho Maria Luiza Mestre Ignacio tfat-
ques forrado de cobre sahir com a maior
brevidade possivel ; quem no mesmo quizer
carrea ir eutenda-se.com o dito Mestre, ou
com seu dona Antonio Joaquim de Souza
Ribeiio, .. ,
PARA O CE ARA., a Sumaca Felicidade,
Mestre Jos Rodrigues Pinlieiro forrado de
cobre sahir com a maior brevidide poisi-
vel i quem na mesma quiser carregar enten-
da-se com odilo Mestre ou coro seo dono
Antonio Joaquim de Souza Ribeiro.
Compras
Escravos de ambo i os sexos de Idada
de 10 a ao annos, com babfilid,ides ou sero
ellas assira como urna negra que seja moja,
e que seja boa engoatnidera e cstureira, nio
se olha a pre?o e um preto moco bom mar-
ciueiro ou earpina para fora da provincia \
a fallar com Antonio Francisco dos Santos
Braga na ra da Moeda n. 14 *
Esr Um. Diccionario de Constancio, em
,boai uo ; a passo que tiver annuncie.
rariodoRio &c. com mappas exime sobr*
o Jury regularoento das relacoens do Impe-
rio historia de Napoleo piloto do Bftllfc,
Diccionario dos verbos irregulares da liagn
Francez, laxa do sella, carograpbia Brazi-
leira mestre Francez Ipgisltgo natural ,
grammatica Ingleza Codia dos ^trans-
ros questo sobre o coii,;o do com nercio ,
linhascivis polica de Paris retenca da
durina historia do Chrislimismo ho.irado
negociante ; amor offendida e vingado,
Carise Maria Capillo Paulo noiva bra-
zileira dote de minha Irma o descobri-
mento do Brazil, Manuil do Agricultor
Brazileiro Noticia descriptiva da Provincia
do Rio Grande S. Pedro do Sul ; na ru*
do Vigario n, 16.
tsr Urna porco de Salc Parrilba de mu-:
to boa qualidade e nova chegada do Para ,
no Vapor Pernambucana, toda, ou em peque-
as partidas \ trata-se na ra Nova ,
na fabrica de chapeos, todos os das.
___Um escravo de naco Angolla idado
de ao annos com otticio de embarque, ci-
noeiro, bero sadio e sem molestia ; na ra da.
Roda casa D. 9, que ani achara com quem
tratar.
Cera de carnauba, em pipas e sacos:
igualmente urna preta eduasblhasj por
preco com modo-, na ra da Cadeia do Recife,
loja n. ao.
___Urna capa de lila branca para terceira
do Carmoj na tonda de alfaiate de Joo Paulo,
no beco da Ouvidar.
___Ou iroca-se urna negra de nacao da
men idade boa lavadeira e cozintii b dia-
rio de urna coz* por 11 mi negniia ou um
moleque ; ua ra dos Martinas D. 6, l-
da da lgreja.
er* cadeiras de balanco ditas de assnn-
lo de palb.nha americanas ditas de assento
de pao
camas de venia de amarela muia-
bem teitas a 45oo ditas de pinna a 35ao ,
pihbn da Suecia com 3 polegvlasde grassuri,
1; dito serrado em casa de J. llcranger a*
nu da L'loreiitiua.
A .
MUTILADO
1 !


DIARIOJJE PERNAMBCO

tsr Uma grande armaco de loja de rou- baribe ; dous alambiques de cobre cem dor-
ros toda envidrassada por preco com modo,
na ra dirrita no fundado Livra ment I), a.
tsr ptimos charutos da ilavana, e dti Ca-
rhoeira e muiti bom cha ; na ra do Cabu-
g loja'do llandeira,
tsr 4 P'Pas <]ue foro de azeite de carre-
palo arrutadas de ferro; ero 01 i mi defron-
te da porta travessa de S, Pedro novo, nu-
mero y.
tsr Una capa de lila para lerceiro do Car-
ino ; no beco do ouvdor loja de alfaiate de
Joo Paulo.
tsr 3 casaes de rolas de Ilambirg ditas
galegas e ditas de Fernando as primeras
tiro Blhos e canlo e as outras s<> canto, na
ra de agoas verdea D. 31.
tsr Barricas vazias que foro da faiinba
de trigo ; na camboa do Carm i onde tem a -
dara,
tST Urna negia de naco angola, por pre-
co ron modo ; na ra por delraz da Igreja de
S. Jos D. 8.
t3T Urna venda sorlida oh f a armaco,
na la da roda a casa lero com modos para
familia *, trata-se Has 5 ponas O. ai.
tST Os Irnos sepuintes ; historia ecclesi-
nas e pipas para garapi e no bkrris vatios,
seis bois mancos 3 garrotes amanear a
carros aparelhados : na ra da Gloria sobra-
do b. 3o.
ts>r 6 quartos chegtdos a pouco do ser-
to por preco comtnodo.
tST Urna escrava de legante figura de
idadede 14 nnos perfeita doceira e bus
vt-nutdei a de fizendas 4 moleques de iiia-
de de la a i annos urna bonita parelha de
escravos seis ditos para o servico de campo ,
uro dito bom carreiro una ptrdinho ptimo
pagem e urna escrava por 35o,ooo ; na ra
de agoas verdes D. 38.
tssr Os livros seguintes ; Mongaly ana-
lisedo cdigo do romroercio Crozat, geogra-
fa universal, prosas selectas, cons'jlhos e
mximos Melanges philosophiques Vctor
ou o menino da selva Catharina segunda ,
Inkle, e Jarima ou a engratido, lieco e re-
creio ou oescolha de cintos e novelas, Panel-
la Andrews o Solitario a strangeira ; no
atierro da boa vista D. i(j.
tsr- Taixas para engeuho a loo rs. a libra
e serveja a retalbo ; no ermazem de Ierra-
gens de Johnston Pater & Compmhia na
estira ero 5 volumen Limadas de Camoens ra da Madre de Dos,
ern a voluntes melbsfisica por Conrado ero! tst*" ptimas escrivanhias de lati grande*,
um v. ero porlugut. ; na ra de agoas ver- o pequeas chegadas ltimamente de Lisboa ,
obra mu rica e assiada propria para alguma
repariicio c.ndieiros de lalo com dous bi-
ds 56.
tsr Os livros seguiules em boro u/o; Vir-
gilio Salustio seno iiio algum cartas de eos feitos a moderna grandes e pequeos ,
Cicero ute do Dantas dita latina, roestre perfumadores de lato de 3 tamaitos ; na
rancez tudo por prei'o comtnodo ; em O- ra nova loja de ferragens D i3.
linda sobrado defronte da S tS9" Urna negra de naco de iJade de i5
tsr Sat de piimcira sirte a s8 o a libra annos ,'co/inha o diario de urna casa e tero
papel lroasso de diversas qualidades opli- principio de costura e renda, uno rroieque
no chocolate bairis coro breu sevadinba creoulo de idade de 11 annos coro principios
de (ranea raixis de charutos de superior de cozinha ou se troca por urna negra ; urna
qualidade rroinbos de pedra para moer mi- canoa que carrega mil tijolJs* de al venara
Ihoa 7000 ditos para call ou tabaco coro fa- grossa ou seeluga ; na ra di praia no 4-
rilidade por tere n acaixida trema pedra urmazem vindo da ribera.
e culros mais gneros por preco commodo ;
na la dasCrute* D. 7.
tST l'olaxa a aooo a arroba ; na ra das
Cruzes podara D. 9.
tsr A loja do atierro da boa vista D. to ,
com as fazendas que existem e armacoj a tra-
tar na tua da Gloria !\ >..
tST Urna escrava do gento de angola de
idade de aa annos, muilo ladina evada ,
boceleirae quita nucir cozinha o diario de
lima casa e lava de sabio ; na ra eslieila do
Hozarlo n. 3o.
wr Pattaj em reixir.has de quarlo, e car- I). 67 ; assim como urna porcao de cobre ve-
ros de nao para conduzir attrro na ra da llio que se acha no referido armasen),
alfandega velha n. 3. tsr Croa molata moga bastante robusta ,
tsr Urna casa de pedra e cal com bom
quintal serrado siti na casa forte da parle
da sombra ; a tratar na ra da Conceico da
boa vista loja defronte da Igreja.
tsr Uro alambique de cobre estanhado ,
propria para botica 5 no atierro da boa vista
D. 4o.
tsr Farinha de superior qualidade em
sacas e a retalbo ; 110 armazero ao p do thea-
Iro defronte da rasa do Sr. Mrquez do Reci-
fe e ajustar em casa de Gaudino Ago9tinho
de Barros detraz da Igreja do Corpo Sanio,
carrapato um p ja usado com os pe**tences todo por preco
cororoodo -, na rus de ti irlas D.. 11.
tsr Um molatode idade de aS aunas i na
ra da cideia do Recife cjs de Manoel Joa-
qoim Pedro da Costa.
OT A Sumaca Hrasileira Feliz Triunfan-
te ; a tratar com Manoel Joaquim Pedro da
Costa ou a bordo di roes na fun liado de-
fronte do trapiche do algodo.
tsr Ouis lnlancinSas da pesar rap urna
rotula para porta mis costados de amarelo ,
e rolos de condu- ; n*s 5 ponas ai
ao Urna prela creoula de idade de a5
annos, cozinha. engomaos e lava ; na ra do
(^ueimadoloja de ferragens O 16.
tsr 36 globos de vidro 4o hancos de
dote palmos cada um muitas taboas que
ser vero pira lampos de barriras caibros ,
enchameis e taboas de todas as grossuras,
com muitas dobradieai e outres arranjos do
ex diestro de Olinda, tudo por preco commo-
do j a fallar no Recife no theatro publico.
*ZP- Um sitio bastante grande em beberi-
be debaixo com casa rauitos arvoredos de
inicio e bom terreno para plantacoens, nao
96 pela toa qudidade como pelo muito lem-
po que est em descanco \ nesta Typografis
tar Cautellas da Loleria do Seminario ,
ganhando a vigsima parte dos premios, ca-
liendo na sorte dos 4000,000 dureutos e os
de S. Rita nova ; quem o pegar leve ao f
nenie Coronel Varejo qu. recompensu*.
tar Desde o 1. do Maio p. p. sahii
meu eseravo de noroe Franciico gento J
Angola naco benjuelh bstanle ladino
preto alto, scco, ben feilo de corpo mijl
e pez bem endentado birbvlo dio muit
feichado, em 6 n um eseravo p9ssi, re
presenta ter a5 a 3o aunos ; e bem assin o.
tro tambe m chamada Francisco, o qml ||,,
chamn fulla com oj'roesmossijnies, coi
pouca difierenga accresceodi ser fulU e
ter o nariz bexigoio ; o qaal sihio no i,i
Junlio correnta e tenba noli-'i* foro con,
dusidos por um homem preto moralorm
biirro desta Freguezi d lloivista, o qm
embarca e 6co ni indigicoi dells. Rogoj
todas as Autboridades poiiciaes de quilqu
Commarca desta ou d'outri Provio-H assi n
como aos Srs. camoanhis queiro fazer-Doe
oobzequio yigiarem sobre elles, qua muitj
bem podem passir por lorros pela sua vivn
e babilidada para lodo o trabalho ; cerloi d;
que m'oslrazenlo serio com pensado, e bej
pago, no sitio da Capellin'ia 00 -VIonlei
tsr No dia 13 do rorrete pilas 5 non
da Urde desappareceu um nero do geatij
d'Ag.olla um tanto bucil serco d 1 co-po,
estatura regular \ levou vestido calc e cun.
za de chilla e lenco segurando a cale* pe|(
sintura ; roga-se a qualquer pes^oa que o pe
lar e Das & Cunts na ra da cadeia ve-
lha e em casa do Caita ni roesma ra n.
54 onde ha ver aempre bom sortimento de
nmeros, levando urna camella gratis o com-
prador de i5.
tscnivos Futidos
i5 annos bem fallante e muilo regristra ,
altura regular grosso do corpo cor fula ,
julg-se ter Indo para o serlo ; quem o pe-
gir leve ao forle do millos na^renca de Ma-
noel Ignicio de Oliveira Lobo ou no logar
uo monteuo a Jeaquim Tiburcio Ferreira ,
quo rocompensar
t^ Fermino pardo muilo claro desco-
rado bastante magro de idade de 16 an-
nos ao que representa fugo no da iodo
correte pela manb levando vestido calcas
to Ums casa com duas salas 3 quartos cose borda engomma excellenlemenle e e camisa bran -a jaqueta de panno fino azu
jia
"J
1 uta 1 murado e no fundo um quarlo pa- cozinha o diario de urna casa na ra nova
a pelos, e com urna pequena coberla para sobrado D. 90 se dir o metivo.
rerreio 5 na ra do collegio D. 8 tsr Htbitosde Chrislo e do Cruzeiro de
tsr Os seguintes livros; a historia de diversos tamaitos, superior cha is3on\ ra-
Gulivcr 4 loncos Rui liras Pedro grande pprinrezi de '.isboa abotuaduras lavra-
o casamento por viog-nca viola de Lereno daj para casacas e coletes, e de oulros modelos
izaura cu o premio (!e Amor a lorca de urna para farda de estado maior e de guiso dou-
paixo obras poticas de I^icolu Tolentino rados para cavallaria muilo bous chapeos
cartas (miliaies onquislse descobrimen- de sol de seda franceres e ingieres para ho-
to dos portugueres, Jcsnna Craia ou a vieti- mem e senhor?, lado por preco mais barato do
jna de urna paixo elementos de arilhmetica; que em outra qualquer parle j na praca da
na ruadas Crutes venda D. 3. Independencia n ai e aa.
*& Sal de Cadis a bordo da Escuna A- tsr Sacas coro Lrinha de Mag proxima-
Aericana Celeii'y por preco commodo; a mentechpgada do Rio de Janeiro, trelhor
tralnr toro es consignatarios L. G. Ferseira do que da Moribeca c pelo preco barato de
& Mansfield. (i.joo a saca ; na la da cadeia velha n. 5g ,
tsr Um uniforme de corle de selim da ro armazem de Antonio Annes no caes da
india feilo no Rio de Janeiro r.a ra d s ulf.ir.dega.
tsr Urna canoa mu bem construida, que
carrega i4oo lijo'os e outr de 900 ditos
e outra de 800 um alambique de 14 cana-
das duas bombas ludo de cobre e um bra-
co de balanra grande ; ao entrar da ru* do
Rangel quem vai pela pracinha do Livramen-
lo venda D. 4>
ur Urna venda com poucos] fundos e
commodos para familia em fora de portas
n. 95 ; a tratar na mesma,
tsr Titulas da familia chegadas ultima-
mente do Peno bichas grandes e pequeas
de supeiior qualidade temos de condenas e
peneiras de rame de lato ; na ra cstieila
do Rozaiio D. 17.
tsr* De us negros robustos proprios para
engenho ou outro qualquer servico um too*
leque nniiio esperto e proprio para emeio) na
la nova defronte da Conceico n. toj.
tsr Urna arrota eoro pouco ozo com
urna junta de boi manco ; no pateo do Car-
ino casa de Jos Cela no
tsr Um chronometro de superior quali-
dade um olante bom e mais ohjeclos per -
leiicenles a naulico ; na pracinha do Livra-
nento no sobrado da quina por cima da loja
do Sr. Bastos.
Ouarleis 00 piimriro andar defronle da
que ioi do Arcuca.
9> Urna loja de couros com algumas
miudfzss com a sua con ptenle armaco
toda envidiacada na ra direila D. 5 ; a
tratar na ra do Arago D. -.
tsr Um eseravo moro loziuha o diario de
una casa, e entende do servico de sitio; na
ra da Cpurtiio da Boa vista D. o.
tsr tta carneiro rranco com sela e mais
aparelbo ; na ra do i.incho do Roa D, 35
tsr Fentes travessos esleirs da india
para forrar sala e vinbo de (han pagohe ;
na ra do trapiche n, 1 j.
tsr L)m moleque de idade de 14 annos ,
urna negiinha di mesma idade duas preas
mocas rrgommrdeias e cozinheiras urna
dita lavadura e he quitandeira urna par-
dinha muilo moca engomma coiinha co-
se e corla toda (u.-.li Ja>Je de costura at de al-
faiale e Isz toda qualidade de bolinbes para
rli ; na la do Fogo ao p do Rozasio Dci-
ma a5.
tsr* Urna escrava de idade de J8 annos;
r.a ra eslreila do Horario D. 33-
tsr Urna propriedade deolaria de lo ca-
fzinhs sita na pa:agem da Magdalena jun-
io a i onle que (era ac palmot de laiguia na
mais premios eai proporco : as lojas dos garleve-oa iira?a da Independencia loja n,
Snrs Quaresma praca da Independencii .,*> que ser recompensado,
Victorino, ra dos Qu Tieis I) 1 Claudio *->> No dia 7 do correte fugio um ne-
relojoeiro ra docabug Caetano atierro gr do sitio do pxinlto nicio angolla de
da boa vista ,' n. ao em Olindi rui de nome Manoel e pjr alcunho canta-gallo-
Mathias Ferreira n. 4<>. Siuza Pinto Bal- estatura mediana, grosso do corpo. com una
vilide no olho esquerdo ; leviva urna serolU
de algodaozinho ; quem o pegir leve-o no
dito sitio ou na ra dis Lirangeiras D. 11,
que rece he r a premio.
tsr Fugo no dia i5 docorrene. um es.
cravo por nome Francisco o qua l repre-
zenta ter 4 anuos de idade estatura regu-
lar cheio alguma couta do corp, cara be-.
ts*" Fugo no dia 7 do crrenle um escra- XSM* herbado ees suissas j com algu.it
vo do noroe Antonio, creoulo de idade de cabeUos trances, muilo regrista e acos-
tumado a lugir e qu indi foge costuras an-
dar pela a Cidade d'lindi e timbem g -
nha na ra: quem o pegar leve-o a ra da
praia caza de Joaquim Pereira de -Vlendouca ,
que p'gar generosamente o sen trabalho.
tsr Do abaixo assignadoc de sua faiendt
da Macamhira termo da Villa do I'esqueiro
Comarca do Brejo da Madre de Dos fugio
em das de Setembro p. p. o eseravo Joaquim,
filho do mesmo serti o oqual o bouve por
heranca do seu sogro o finado Jos Cordeiro
Muniz Falcao os signaes do eseravo sio os
seguidles i alto cheio do corpo cor bem
prela pernis Instantemente grossas, falla
algum tanto rouca temo vicio de embria-
guez he bastante pratico as estradas do ser-
lo pois em outras fgidas, tem-se divi-
do ptra os sertoens di Paralaba. Te ai sido
visto na povoacio de S. Rento e Ctcimbio ,
termo de Garanhuns e ltimamente que to-
mara para panelas de Miranda ; quem o pe-
gar leve ao atierro da bia vista que ter cem
mil rs de gratificacio. Francisco Xavier
Pereira de Brito.
tsr No dia 8 de Marco derapareceo do po-
der da Francisco Severiano Rabello um es-
eravo por nome Domingos representa ter de
idade ao a jannos, pouca ou nenhuma
baiba estatura alta, cor fulla olhos gran-
des e esbogalhados he muilo bem parecido ,
tem cicatrites as pernas logo cima do lomo -
sello, e falla que ofrece creoulo : tem offijio
de canoeiro e como at agora nao tenba ha-
vido noticias delle ; supem-se que tenha ido
para o mallo ; roga-se aos capitaesde campo
hajo de o procurar e agrralo e lvalo a
casa do sobredilo no forte do Mallos, ou a ca-
sa de Francisco Rodrigues da Cruz ; na ra
dos Quarteit que serio bem recompensados.
tsr No dia 4 do corrente iugo urna escra-
va de nome Mara de ns^-io cabund esta-
tura baixa coroa na cabeca ps pequeos ,
quando fugo levou um taboleiro de amarelo
onde anda va vendendo arroz doce, levou ves-
tido salpicado de encarnado e urna sai a de
palmas encarnadas e atues ja desbotada ;
quem a pegar leve a fora deportas D. 16 que
ser recompensado
tsr* Na noute do dia ia do corrente desa-
pareceo urna negrinha de nome Paula de
idade de 10 anuos, altura correspondente a
idade cor alguma couza fula rosto car-
nudo denles largos tem por costme abo-
leiar-e em qual jner casa dizendo que he
forra ; quema pegar leve a ra do sebo D.
40 que sera recompensado*
escuro uzada e chapeo de palba do Chile de
abas largas ja velho desconfia-se que est
icoitado em algum easa no Recife com vistas
de embarcar para a Babia ou Maranhio ;
quem o pegar leve a rus da Aurora cobrado
D. 3 no segundo andar que ser gratificado.
ttr No dia 18 .de Msio fugio urna preta
de nome Luiza creouls de idade de 3o an-
nos estatura alta, cor preta, olhos grandes,
bem fallante levou com sigo diversos ves-
tidos *, quem a pegar le-e a casa de Antonio
Teixeira Lopes na roa da Guia que gritifica-
r rom generosidade.
tsr Fugirono dia i5 do corrente pela
manli Pedro gabio e Benedicto an-
gola escravos de a iguel Flicio da Silva ,
com os signaes seguintes ; o primeiro he de
estatura mediocre grosso do corpo, cara feia,
sero barb falla mal o portugus pesar de
serantiga na trra, representa ter 25 annos
de dada e foi coro calcas de estopa e camisa
encarnada e o segundo de idade de i3 para
4ai.-nos secco do corpo pernas zambss ,
pes cambados vendas ar-egacadas tem um
pequeo pnno no rosto levou calcas de es-
topa e camisa de riscado ; quem es pegar leve
ao pateo do Hospital do Paraso sobrado novo
da quina que ser {recompensado.
tsr Fugio 110 dia 9 do Crtente um mole-
que de nome Alai tinlio creonlo ; com prin-
cipio de buco de barba boca grande bei-
cos bastantes grossos cor fula a orelha es-
qnerda com urna sicatriz ja san, official de
sapaleiro secco do corpo levou vestido cal-
cas de briro escuro liso ou de algodiozinho
trancado nova e camisa do mesmo ; quem o
pegar leve a ra do Hospicio casa junto ao
Snr. Padre Mestre Laurentino.
tsr Joo de naco Chiicam de idade de
ao a 55 anuos cor prela cara lisa beicos
vermellios denles limados pouca barba ,
gagueija um pouco estando bebado estatura
meia baixa' grosso do cerpo, mos e ps beo,
feitos ugio em 4 de Janeiro do anno passado
trabalhanuo de servente com o mestre pedrei-
tsr Urna carnea, 3 bois mancos, 4 ar- ro Francisco Xavier de Lima no sjbrado do
i-enle da ra e ijo de testada do lio cap- 'reijs 2 quai tolas pai a deposito de aieile d> I Snr Machado que vai da ribeira para atraz
RECIPE NA TYP. DE M. V. DE F. t8 \ 1


Full Text
xml version 1.0 encoding UTF-8
REPORT xmlns http:www.fcla.edudlsmddaitss xmlns:xsi http:www.w3.org2001XMLSchema-instance xsi:schemaLocation http:www.fcla.edudlsmddaitssdaitssReport.xsd
INGEST IEID EWU0OH198_DPY91A INGEST_TIME 2013-03-29T17:18:48Z PACKAGE AA00011611_03828
AGREEMENT_INFO ACCOUNT UF PROJECT UFDC
FILES