Diario de Pernambuco

MISSING IMAGE

Material Information

Title:
Diario de Pernambuco
Physical Description:
Newspaper
Language:
Portuguese
Publication Date:

Subjects

Genre:
newspaper   ( marcgt )
newspaper   ( sobekcm )
Spatial Coverage:
Brazil -- Pernambuco -- Recife

Notes

Abstract:
The Diario de Pernambuco is acknowledged as the oldest newspaper in circulation in Latin America (see : Larousse cultural ; p. 263). The issues from 1825-1923 offer insights into early Brazilian commerce, social affairs, politics, family life, slavery, and such. Published in the port of Recife, the Diario contains numerous announcements of maritime movements, crop production, legal affairs, and cultural matters. The 19th century includes reporting on the rise of Brazilian nationalism as the Empire gave way to the earliest expressions of the Brazilian republic. The 1910s and 1920s are years of economic and artistic change, with surging exports of sugar and coffee pushing revenues and allowing for rapid expansions of infrastructure, popular expression, and national politics.
Funding:
Funding for the digitization of Diario de Pernambuco provided by LAMP (formerly known as the Latin American Microform Project), which is coordinated by the Center for Research Libraries (CRL), Global Resources Network.
Dates or Sequential Designation:
Began with Number 1, November 7, 1825.
Numbering Peculiarities:
Numbering irregularities exist and early issues are continuously paginated.

Record Information

Source Institution:
University of Florida
Holding Location:
UF Latin American Collections
Rights Management:
Applicable rights reserved.
Resource Identifier:
aleph - 002044160
notis - AKN2060
oclc - 45907853
System ID:
AA00011611:03820


This item is only available as the following downloads:


Full Text
ATSifiu .dffTMI. Te 9> Fkira
Tudo agora depende da nos mesmoe ; da nosta pradencii, modera-
dlo, a energa : continuamos eemo principiamos, o seremei acontados
eom adiiiracio entre as IS'aces mais cultas.
Prcelamaco da Assemblea Geral do Brasil.
--;--------
V, Sojweiaee ee para eeta folha a igooo por qnartel pagos adiantadoe
omU Typografia ra das Cmzes O. 3 a ne Praca da Inrlependen-
ih, n. 37 e 38, onde sa recebe ni correspondencias legalisadas e an-
/mncios, fnsirndo-sa estes gratis, sendo dos proprios asaigoantes, e
_yiudo aMgnadoe.
PARTIDAS DOS GORREIOS TERRESTRES.

t
CU Dita do Rio Grande do Norte, a Villas Idam......,
Dita di Portalea e Villas dem .*. */* "<
Cidade qm 6ohnna %..-> .. <
Uidatse da- Oiinda ..........*<
Villa deS. Anlio 1 ....... '*<
Dita de Gararhuns a Povoaco do Bonito .........
Ditas do Cabo, Serinhaen, Rio Forioxo, e Porto Calvo.
Cdade' das Alatjoas e de Macei
Villa da Me de floras.. .
Todo* os Cornial parttm ao meto diai
[SeK. e Sellas ~tei.au
Todo* es dias!
Quintas feiras*.
lo, a 14 de cada mes
1, 11, a ai dito dito
. dem dem
. 3 i dem 13, dito dito
8 de aTuNM;-). Num. 123.
CAMBIOS. JVrm 7
Londres...... 5id. por 1^300 ce.
Lisboa......8o por oto premo por metal olereci lo.
Franca......31o res por franco. Comp. Venrla.
OUHO- Moedade6|4oo reis, vcllias U5m tifjoo
Ditas ., oras 1^10 1406jo
Ditas deshonoris, H^-oo loo
PRATA PaUcdas Brasileiros.....iflSKo ifCoo
,, PesosColuaaoarioa------------ij5->o i#b?o
Ditos Mexicanos -......jf5'o> fH^0
MiuJa. ............JUn -ab*
Disc. de bilh. da Alfandega i i|8 por loo as rae'. I o\o
dem de letras de bias firmas 1 ipn i >ll
Moeda de cobre por soo de diso. ao par
Sdalas de pequeo valor I|i o|o a t oo
DAS da semana.
PHASES DA LOk O MBZ DB JU2I. 7 Segunda S. R-mirto Ab. Apireada Jo Jmi de Direito da a. vara.'
da man.
da man.
Loa Cheto a 4- b. a lo as
Quart. ming. a, n as 5 h. e 38 m
La Nova a iq as 4 h. e 5jn. da man.
Quart. rese, a 15 as 8 h. e i m. da Urd.
liare thcia para o da K de Junho
As 7 horas e h* minutos da tarde.
As horas a 6 minutos da naanh.
8 Tarca S. Salustianno B. ReUc'o e auiieucia di Juii de Direito da
1. vara,
q Qttarta S. Feliciano M. Aud. do Juizde D. da 3. vara
10 Quinta y? Fesia ce Carpo de Dios.

11 Sexta S. Bernab Ap ~ Auencia do Juis de O da 1. v
i Sabbado S. Guido F. Reliar.'.o audiencia do Juh de Di
da 3 vara.
13 Domingo S. An o-iio F.
Bijtmi# be *&wmMBW,
RIO DE JANEIRO.
ASSEMBLEA GEHL LEGISLATIVA.
CMARA DOS SR5. DEPDTADOS.
Sesso de 8 de Maio de 1841.
Presidencia do Snr. arcebispo d a Bahia.
As et horas e um quarlo da manh fas-se
chamada, e logo que se reumem em nume-
ro legal os SnTs. deputados, abre-se a sesso,
le-se e approva-se a acta da antecedente.
Va i a comi rsso de poderes, o diploma do
Snr. depntado pelo Cear Jernimo Martini-
inno Figueira de Mello.
O Sor. priroeiro secretario d conta do ex-1
rediente, leado os segaintes oficios.
Do Exm Snr Candido Jos de Araujo Vi-
anna, partecipando que S. M. o Imperador
bou ve por bern por decreto de ai de marco
ultimo, nomeal-o ministro e secretario de es-
tado dot negocios do imperio, Fica a canoa.
ra in'.eirada.
Do ministro do imperio em que partecipa
que S. |W. o imperador Reara inteirado dea
pessas que formo a mesa desla cmara ~
fica a cmara inteirada.
Do mesmo enviando quatro officios da
assemblea legislativa da provincia de Minas.
A commisso respectiva.
Do rr.estro remetiendo um oE"o do vice
presidende da provincia do Rio de Janeiro,
que acompanha as copias dos que se dirigirlo
a cmara municipal o col ley 10 eleitoral e
o Juiz de par da villa de Rtzende, acerca dos '
motivos p r que foi organisada a mesa do j
rnestno collegio sem presenca do dito Juiz
de paz. A' commiiso de constituicao e po- I
deres.
Do sesmo, enviando a copia do decreto
que eleva a a^o reis annuaes, o venrimen
to de 15c.U reis com que o padre Manoel Xa-
vier de Castillio f ira aposentado no lugar de
professor publico de primeiras letras da fre-
guesia da S desta cidade. A commisso de
pensSes e ordenados.
Do ex-ministro do imperio remelteudo a
copia do decreto que concede a D. Carolina
Luisa Leopoldina Espencer bandvira a pen-
so de J00U reis. A commisso de penso e
ordenados,
Vae a commisso de diplomacia a repre-
sentado da assemblea provincial da Babia ,
acerca da tomada do brigue' brasiieiro Hor*
Aurora.
Vae a imprimir, e depois commisso de
assemb!eas provinciae, os actos legislati-
vos das assembleas provincias de Cojas e do
Cear.
Vao a commisso de constituicao e pode-
res duas represenlares da assemblea provm-- |
cial de Minas Cernes, a primeira sobre as
ilegalidades com que foro feitas as ultimas
ciegues, e a segunda fgsendo ver a lleali-
dade que tem liavido na metelo e remo-
co de Jui.es de direito da mesma provincia.
O nr. ftlarlim Francisco, obtendo a pa-
lavra pela oidem, pede dispeusa Ua commis-
so paia que fura nomeado, alegando por
motivo suas infermidades.
Consultada a cmara dispensou o illustre
depulodo
Le-se e approva-se sem debate o parecer da I
tuuj.u ue poderes que veriBca o diplo-;
la do Snr. deputado suplente pelo Ccara
Jetctiimo Murtiaianaa Figueira da Mallo .
Acbando-'e na salla immediata este Snr.
deputado recebido com as formalidades do
estillo, presta o jursmento e toma assento.
Ordeno do dia.
EntrsS em discusso. esao spprovadas e a-
doptadss sem debate as seguinte* resoluces.
Artigo. E' aporovada a tenca aonual de
cento e vinle mil reis concedidt por decre-
to de 14 de abril de 1840, aocapito de fra-
gata Jos de Sorna Correia correspondente
ao seu sold.
Cmara dos deputados em 3o de unho de
1840 Henrriqne de Resende Vlanoel Ig
naci Cavalcante de Ltcerda.
Artigo E'approvada a tenqa annu^l de
oilenta mil reis,-concedida a Joaquim de Sau-
za Meirelles, par decreto de 14 de oovenabro
de 18I9, correspondente ao posto de major
que effectivamenle servia.
Cmara dos depotados ai de Junho de
1840 Henrique de Resende M. I Caval-
cante de Ltcerda,
E' igualmente approvaia a tenca concedi-
da ao brigadeiro graduado Francisco Xtvier
CaleaoD da Silva Cbral.
Entra em discussio o seguinte
A assemblea geral legisUtiva resolve.
Artigo nico. Osoldodos differentes pos-
tes e pracas que compoem o exercilo e corpo
de artilheria da marinha ser regulado pe-
la maneira seguinte.
Marechal do exercito 3ooU pir mes l-
ente general a5o(J ; marecbal de campj
aooU } brigadeiro i5oU ; coronel noU 5 te-
nente coronel iojU \ major 80U ; capito
60U ; 1. tenenle ou lente 5oU ; a. tenenle
ou alferes 40U ; ajudante o sold competente
a o posto.
Quartel mestre, capello cirurgio nur,
cirurgio ajudante secretario, picador c
veterinario o sida correspondente as suis
graduacoes.
Sargento ajuJante 5oo por di; sargento
quartel mestre 5oo : mestre de msica Soo.
Esping-trdeiro, coronbeiro, selleiro ou cor-
lieiro, corneta ou clarim mor, ferrador e
coebeiro, o sold correspondeute as stus gra-
duacoes.
Msico /\oo por dia : 1. sargento 4 : a*
sargento 3so ^ furriel 3jj j taba deesqua-
dra aoo i soldado lio, corneta ou clarim
3ao.
Paco da cmara dos deputados 1. de ju-
Iho de 184 Lima e Silva Carvallio de
Mendouca J. J. de Oliveira.
A requerimento do Snr. Cleoaente Pereira
(ministro da guerra) fica o projecto adiado
para voltar commisso de marialia e guer-
ra com todos os mais projectos que ha na ca-
sa a seoielhante respeito a 6m ds commis-
so tomar este objecio em consideraco.
Entra em discusso as emendas do senado
ao projecto sobre o vinculo do Jaguar e
fica aoiado a requerimento do Sur. Vianna,
at chegarem cmara os dados e esclareci-
meutos precisos sobra a materia,
K' approvada e adoptada a resoluco que
approva o decreto de 4 de evereiro da ittJij
q' aposeolou o admiuistradjr gural do correio
de S Paula JoHqiim d Abre. Kanjel, com o
vencimen'.o anuual de qu-itru centos mil reis.
Entra em discusso o seguinte quehere-
geitado por 39 votos contra ai.
A asseuiLlaa geral legislativa resj!va.
Artigo nico. Fice Honn.vid* a penso
anuual de res i^5Ujoj conferida par
d.ereto de i5 de abril de ib5 a D. Sebasti-
ana Luis de Azevedo Mattos em attencia
aos servigos de ssu faleci lo mari lo J ne da
Costa Malt d* marinha.
Ficio sem etfeito as leis em contrario
Paco ds cmara d is deputados a de setem-
brode i838 J. M. Vieira de Mello padre
J. F. Lima Sucupira.
Annuncia-se achar-se na salla inmediata
o Exm. ministro da fasenda que sendo re-
cebida com as formalidades da estill > e oc-
cupando o competente lugar, le a proposta
da fixaco da receila edespesi da futuro an-
no financeiro e o relalorio da repartipj a seu
cargo. Concluida a leilura retira-se S.
Fx. coni a mesmi farmalidade cam que en-
trara, e a proposta e relatiri > vo commis-
so respectiva.
Est esgotada a milei di ortem do ata
O Snr. presidente d p*-a ordem dj dia 10
difterentes resoluqoe e levanta a sesso pela
huma hora da tarde.
PEaNAMBGO
GOVERNO DA PROVINCIA.
Expepientedo dia 5 d.) crrante.
Olicio Ao Inspector da T^uesouraru das
Rendas Provinciaes eommunicando-lb qe
o profesor da Cadoira de gramitica Lilina
do Bairro da Boa vista o P. Joio F.dos S. Fe-
tosa, foi Jubilado na conformade do artiga
10 capitulo ., da L^i Provincial de 10 de
Junho de i83y.
ito Ao inspector Geral d Obras pub.i-
cas, respondenda-lhe que pide concluir a
arrematarlo dos reparos da estrada nova do
Pao do Albo com a condieco proposti pelo
arremattante de dar pronta a obra no praso.de
quatro meses em lujar de tres que se exige
em o artigo i. das condices.
Dito A Administraco dos Estabeleci-
mentos de Ciridade. para informar com ur-
gencia se he possivel que o Professor da
Cadeira de Arteobstrelicia de as suas lices
no sallo da Casa dos Expostos como para
coovir ao melbor fim da Aula.
Dito A Cmara Munipal do Recife, or-
deoando-lhe que remella com urgencia a tn-
formsfo que lhe foi exigida pora Presi-
dencia acerca do consumo das carnes verdes
ueste Municipio a fia de que se possa dar
prompla execusso a lei que manda por em
arrematarlo as ditas carnes.
Dito A mesan respondendo-lhe que nao
pode ter lugar o pagamento que requer da
despesa feita com luses para a Cadeia pelas
rasdes que expende o Inspector da Thesou-
raiia das Rendas Proviciaes no oficio que se
Ibe remelle por copia.
Dito A mesa da Irmandade do SS. Sa-
cramento da Boa-vista approvando o plano
da primeira Paite da sexta Lotera a favor das
obras da respectiva Matriz, que aronpanhou
o seu o lucio da 3 do correte e enviando-
Ibe urna copia aullienlica do referido plano.
Dito Ao l'eneute Coronel Leonardo Bi-
serra de Siqueira Cavalcante signiticjndo-
Ihe que atienden lo a Presidencia ao que re-
presen tou etn seu oficio de ai de Maio ultimo
loe concede a demisso que pedio da cargo
de Prefeito da Comarca de Flores, para o
qual tem sido nomeado o Major Manoel Pe-
reira da Silva } e louvando-o pelo selo in-
teligencia e actividade com que se partoo no
exercicin do mencionad) Lugtr.
Portaria Mandando pissar Titulo de no-
noeaco ao M*jor Manoel Pereira di Silva
para o Cargo de Prefeito da Cmirc de Flo-
res.
Oficio Ao Vfajor M. P. da S.- cotnmu-
nicando-lhe a noneca) supra, a fin de qtn
venba ou mande solicitar o seu titul), e pres-
tar o devido juramento.
Portaria Mandando passar titulo de su-
bstituto interino das cadeiras do Cu"o de
sciencits Jurdicas a Sociaes da Cidade de
Ulinda ao Doutor Zacaras de Goes e Vas-
concellos.
THEZOURARIA DE FAZEJiDV.
Expediente do dia a6 do pastado.
Oficio Ao Contador da mesma jThesou-
raria remett copias das ordena do Tribunal do Thesouro
Publioo Nacional ns a4 < a8 e 39 do cor-
renleannot ai.* remetiendo por copia a
repretentacoda Contadaria Geral da Revisti
de ao de Marco altitao a respeito da* inscrip-
yes feitas no Liro Auxiliar di Divid Pu-
blica desta Provincia, cujas copias acomps-
nharao oficio de 2i de Ag>sto de 1837 sub
n. 36 a fim de que com toda a brevi lade se
satisfaca aos requisitos que faltad e se a-
cliaoap mtados nadita representa 5a a : a a.
declarando que os Membros da Relaco de-
vem ser pag^s de seus orden ido? depois de
vencidos como o sao os da Kelaco da Corte,
a ordenando que se fa$ 1 des -onto aos que fj -
rea Mambros do Corpo Legislativo do qua
indevidamsnte tiverem raerbido : e a ultima
ordenando e jj cousequencia de representa-
co da Coutadoria Garal de Reviso sobre a
necessidade de espeilisir o exercicio por
conta do qual tem as Tneaourariis dis Pro-
vincias feto remessas para L)n Jres. eoi cam-
biaes, ou generas pira regularidtde >i 1 es-
crapturaco qua assi n se declare ns parti-
cipaces que de taes remesas se fizerem ao
Tiiezouro Publico Nacional ; iniormand eu-
tro sino a qua ejercicio pertencem as remessas
em gneros que se tem feilo desde Agosto a-
t Outubro de i84o.
dem do dia 97
Portiria Mandando abonar ao Thesou-
reiro da Fazeoda a quantia de f.ijUjil rs.
importaucit de seis Letras remettilas ao Pro -
curador Fiscal para proceder a competeate
cobranaa.
Idepa do dia a8.
Oficio Ao Exm. Presidente da Prorin-
cia informando o requer ment de Joo Bap -
lista Pereira Lobo Jnior pedindo porafora-
menlo hum terreno alagado de irj| palmos de
frente na continuaco d ra da Aurora do
Bairro da Boa-Vista com fundo at ao caes da
ra do Hospicio de que j se acha de passe.
Dito Ao mesmo Exm. Prendante infor-
mando o requerimento da Manoel Alte da
Cruz pedindoS. M. O I. Sir aposentado no
lugar de G. da Alfandega desta Cidade com o
seu ordenado par iateiro.
Dito Ao Procurador Fiscal remetiendo-
lite duas Letras na importunen de aao reu
pira pro eder a competente cabranga como
'jr mais conveniente a Fazendt Publica,
Dito Ao mesmo com outra letra na im-
portancia de tiiUido rs pira o mesmo tim
do precedente oficio.
Dito Ao raes no com outra letra na in-
MUTILADO


*
DIARIO DE PERNA M B I C O
"35"
r rtanr i de 88; Uni3 rs. para o mesm o fims
t.arn re'eiuir.
I'ilo Ao Diestro rom kutra letrina ira-
voiipnria do aoaU&8o rs. para o enseno 'Boa
acre dilo.
Dito Ao mesmo com outra letra na im-
ponencia de aoaU48 15 para o mesmo lim
cima referido.
i ilo Ao Administrador da Recebedoria
de Hcndss Internas reaieltendo-llie hum ofi-
cio do Escrivo da Chancellara coaa as cer-
tidees de ikg sdditjoes da Dilima qna se a-
veibarad nos meses de Abril e Maio do cr-
lente anno a im de que eitos os assentos na
n tsii Repartcio ae proceda a competente
cobranj.
' Portara Re metiendo ao Theioureiro dos
ordenados por copia, o officio do Exm. Pre-
lidente da Provincia de %j do correle a
fim de que ero vista do eeu conteudo possa
nelbor cumprir o que elle determina relati-
m trente aos pagamentos que dere latero
rontiibuinte do Monte Po dos Servidores do
Estado Felippe Jansen de Castro e Albu-
querque Lente do Curso Jurdico da Cida-
de de Oliuda.
Diversas Kepartices
ALFANDEGA DAS PAZENDAS.
A escuna americana Planet rinda de
^ew-Tor k entrada no mea passado, con-
signada a Matbeus Austin & C. manifestou o
guinte : 55o barricas de farinha de trigo* -
55 ditas varas, <
A escuna americana Elisa Carotina- viu-
da de Ballimore entrada no mea passado ,
consignada a L. G. Ferrara & Mansfield ,
roanifestou o segujntei la58 sacse com trigo
* i a penses de panno d'algodio 15 barricas
com bola ja ioo barrirjuhos com bolaxinha.
O patacho portugus Paquete da Tereei-
ra ', -viodo de'Lisboa entrado no crrante
mes ) reasignado a Thomai d'Aquino Fonco-
ca maoifes|ou o leguinte i
r66 -pedras de cantara 19 pipas com i-
nho-6 aeias ditas com dito 169 barris
com dilo 9a pipas com vinagre 4 meias di-
tu com dito 90 barril com aceite 4^ volu-
tbse cota carnes a toncinho 7a barricas com
sardiuhas 1 caixa com tinteiros 1 dita com
candieiros 4 ditas opm pin para agoabenta *
9ot>arris com manteiga daporco-aS barra
rom bola ja 1 cesto para enanca a cairas
com vinbo -65o rrolbcs com aebollaa
ccixoes ignora-se ti embruiuoa dito 9-
ha 1 ricas com sardinhes 3 caixis com bisas -
a latas ignore-ge 3 volomea com livros -
17 caaos com rap 7 ditas com cha 4 ditas
com drogas 40 barricas com fa retios 4
caixas ron doce a ditas com barretinas 4
ditas com calcado a fardos com capados a
caascom colberea de 'ato- 1 dita Com bra-
cos para balanza 4 ditas com miodeaaa 3
barricas com grao de hico 1 esleir para sa-
la 400 molhos de sebollas.
O patacho portugus Primavera viudo
do Porto entrado no correte mes consig-
nado a Alendes & Oliveira menifesteu o ae*
gointe ; lao barricas com bacalho 5 es-
xesd'arccs 65 barrs coro ferragem 6 cai-
xas com corada &4 secas com feijio 99
barrs com carnes 10 barrs com relio 9
ditos com vioho 9 tocadores 3 cara apea -
a tai*as com ferragem 8 cunbtUs com ditas
- 10 barrs com areite 10 pipas com vina-
gre ati barricas com serdinhas 9 caicas
com (amneos 4 ditas com alhos aa pipas
com vinbo 3ga radeiras a caixas com o-
bras delinho- ia meiaa 1 fardo com cor-
das icoixa om miudezas-5 ditas cum pali-
tos 10 saccas com patuco 8 pipas com vi-
nbo 1 meia dita com dilo a barr com di-
to 9 Utas cooj carnes 4 caixas com te-
mancos 3 eunbetes cora ferragem 4arris
com dita 1 sacca ignora-so a caixas dilo -
6 harria cero peixe 16 volunta cora plantas
1 easbiulhu com impressoa 3 gaiolas com
me iros -
A goleta franreza Despacho viuda de
Msrtciba consignada a Manoel do Nasci-
neulo Pcreira deo entrada por franqua e
;egue para Alaran! o, descarregando somon-
te 4 tinas com bisas.
900
Dito M. novo
700
Dito B. verbo
5oo
DrroM. velho
5co
4.
5.
6.
1. S.
-a.
1. S.
9. a
3. .
4.
5.
6.
?1.
j.
m
a
S.

Algodao em plumo
q
S||
a

l
i

t*
ti
te
1.
a*
3.
1 |ia1ii. ifcmi
t5*>;
?i 400) 1141*.*,
4i>>
i3oe}i|Aka>3a d
115o)
"Sorie ar. 6U65o
5U65o
4U65o
Francisco Jos Marinho
Antonio liento Froes.
Fei lores e Ce ufe rentes
EDITAL.
Miguel Arehanjo Monteiro de Andrade Ca-
va Ileiro da Ordom de Christo e Adminis-
trador da Mesa do Comultdo de Pernaro-
bueo.
Fas saber que no da i3 docorrente ae. lia
de arrematar na porta da mesma Adronislra-
co huma caixa de assjicar aprehendida pelo
Feiter Con (rente Jos Mara Cesar do A ma-
cal, e Fiel'da Balance do Trapiche do Peloi-
nnho por estar viciado o assucar \ cuja caixa
tero a marca B e o numero a ; em eujo da
se finda os praios marcados no Regulamento.
sendo a arremataco livre de despeas ao ar-
rematante. E para que ebegue a noticia a
quam convier maodei a(xar o presente Edi-
ta! na porta desta Adminislraco e -publicar b
pela impretisa.
Meta do Consulado da Pernambuco 7 de
JunhoJe 18*1.
Miguel Arebabjo Monteiro de Andrade.
Rendituento da Meta da Recebedoria das Ren-
das Geraes Interna de Pernambuco no mea
de Maio p. p. A saber.
Rcndimenlo Gera!.
i. Decima de mo mora. i:5a3U7U
Direiios Novos e Velhos 345U8ao
Direitos de Chancellara. GUycjo
Dizima da mesma io'jUa;S
Verbas da mesma ( 1 UrJ5o
Tasa de aU rs. p.>r escravo | 3uUooo
Imposto de i|2por cem sobre
letras ajuiradas ..... toaU66o
Vtalricnta do Curso Jurdico. 5iUaoo
Sello de fieranvaa e Legados. ^JS^
Sira dos bens de raa .... 15.780U606
de que urna das coadpSes essenchs he de
serem sempre fornecidos os gneros da melhor
qualidade, na falta do que serio recambiados
e comprados outros a cunta dos fornecedores.
Inspecco do Arsenal de Marinlia 28 de Maio
de I841,
Alexandre Rodrigues dos Anjos, '
Secretario.
i O Arfeunt. de Guerra compra duren tas e
deaesete caadas de azite de carra pato Seis
pranxes de pao d'oleo de 3o paitos de com-
prido e de tres costados de grosso e mantas
de li para soldados 1 quem taes gneros
liver comparece na Salla do expediente do
mesmo Arsenal as 9 horas toan ha do'dia
7 do correte coro o ultimo preco em carta
fechad* e as amostras das mantas.
Arseual de Guerra 5 de Junho de i8rfi.
Burlaras que Director Interino
OIRAS PUBLICAS.
Pela AdministracSo Fiscal das obras p -
bltcasse avisa a todas as pessoas, que rece-
'berao encomenda das madeiras para o concer-
t da ponte do Recife, e a quaes quer outras
pessoas que quiserem aprontar ditas madeiras,
que aquellas que vierera at o dia 5o do Ju-
'nbo prximo vindouro nao s sero iofedia-
tamente pagas, para o que o Exm. Snr.
Presidente tero dado as necessaras -providen-
cias ; como taitfbero"sero pagas cora a5 por
cento sobre os pregos porque se comprarn
ltimamente as que forio precisas para
acebamento da ponte da Boa-vista t sto be
as linhas e estivas } e os esteios sero pagos
a 45Uooo ; tendostJ pagos a 4U res os
que se comprarlo para a soh>redita ponte da
Boa vista ;'com a cdndicio porem quo aquel-
I

193,839 ar.
V ao, 24o cao;
Y 7 alq.
5,545
' 4 000
"a" 69 .
4 ir.
i 1,37 *
i a9 Iqk
ora 11,884 can.
1 3 i5o
5a4
- 48 onca
a 38i quint
5o
* i356
o .. ,. 8796H
Rt Ddimento applicado amrtisa9o do
papel moeda.
Sello tio pipel. 657U680
Tsxa de 1 rs. por escravo 363Uooo
Imposto de seges e carrinhos. 37a U800
DHo de lojas aheHas 681U800
a pessoa que trocer 4 estivas dever traser 00
urna linha ou um esteio sem que Bao
se llie cottjjjra'ro as estivas que vierem sem
serreompanhadasde algum dos paos grossos ;
o que nao suceder a quem troucer to so-
mente os paos grOssos.
Administraca Fiscal das obras publicas a6
de Maio de 1841. Moara, Administrador
Fhcal.
TRIBUNAL DOS JURADOS.
OA 5 DB JUNHO
Jury de Accosaco.
Summario contra Antonio Cerdoso do A-
guiar e Heiior Barbosa por furto de um
escravo o Jury achou materia paca aecuaa-
e>o.
Dito contra Goncalo Aagusto, por crime
de ferimento em Manoel Francisco Bastos ,
de que resultou a morte: o Jury achou ma-
teria para aecusagao.
PrEfeitra.
MEZA DO COWSLACO.
Tuta do preco torrente do assucar, algodio t
na Aic7..t do Cnsulado de" Pernambuco na
sttr.aiia de y a i domes de Junbo de
l:875ao
Reis aoSpiU^i
Recebedoria das Rendas Geraes internas 7
de Jonhode 641.
No impedimento do Escrivo
O 1. Escripturario
Joaquim Marta de Carvallo,
C0RRE10*
O patacho nacional D. Francisca, deque
he mestre Jos Antonio Cidade, sai para o
.Maranho no dia 1a do correte,
O Pataxo Beja Flor de que he Cspito
Manoel Jos Machado sae para o Rio Grande
do Su I no dia 10 do correte*
O Patacho Saraiva de que he Capillo Jo-
io da Silva de Villas-Boas sae para o Rio de
Janeiro no dia 2o do cor rente mes.
ANNUNCIOS.
O Illm. Sr. Inspector do Arsenal de Mari-
nha manda faser publico que se tem de por
em arremataco no dia 16 de Junbo prximo,
por quem menos fier os forneeimeulos de
fcolsxa pi carne verde assucar cafe e
agoardenle por lempo de um anno a con-
tar do 1. de Julbo docorrente em diante ; e
os ornt cimento* de farinha aceite doce di-
to de coco, dito de carra pito arroz feijo ,
toucinho vinagre lenha sal, bacalho ,
e galiiiba: para a Enfermara pelo tempo de
res meses a contar do referido dia 1. de
Juilio. O mesmo Illm. Sr. Inspector con vi-
taes
--If.6en!r sao covirn a comparecerem com suas pro-
postas era carias feixadas ateas (1 horas da
manda do indicado dia 10 de Junho de la-
1841.
Assucar 15. no\0 1. S. ar. IQCOJ
a. 3. it i;ooj
rando nellas os nomes dos seos respectivos lia
1800 i.Q. (dores eos precos menores porque podero
I farer cada um dos dates fvrnerineiilos ; cellos
l'arle do dia 6 do crrante.
Illm. e Exm. Snr. Partiej.po a V. Ex.
que hontem pelas oito e meia horas da noite
bouve um principio de incendio na Hospeda-
ra americano oqual feliimente fui logo ex-
tincto pelaa providencias que se der occorreo oovidade.
EDITAS.
Lus Francisco de Mello Cavalr.-anli Escrivo
Administrador da Meia de tiendas Inter-
nas Provinciaes desta Cidade.
Pelo preste Edtal faz publico a todos os
Srs. possuidores de predios urbanos dos tres
bairros desta Cidade e Povoaciao dos AToga-
d. s que no primeiro do coi rente raer de
Junbo se principiaras a contar os trinta das
marcados pnra pagamento a boca do cofre da
res pedir Dcima do segundo semestre do
corren le anno Gnanceiro de i8/o a 1841 e
(indos os quaes se proceder ejecutivamente
na forma da Le Contra os deved ores e para
que nao alleguen ignorancia imandei ahxar
o prezente e publica-lo pela imiTensa. Re-
cua 4 de Junho d 1841.
Luiz Francisco de Melle- Cavaleanti.
O Collector da Decima e mois mpostos do
Municipio de Oliuda ; laz constar todos os
seus Collectados que o pr aso designado na
Lei de 17 de Agosto de i83o Art. 9. para a
cobranc.'i passiva a boca do o jfre conla-se do
1. ao ultimo de Junbo vin douro dentro do
3bal cdmparecerd nao s i para o pagamento
a Decima Urbana do a. se mestre do corre ule
anno fnanceiro de 1840 a 1841, como tam-
bero para qualquer outra i mposico a seo car-
go e que estejad a dever ; Gndo o qual pro-
ceder ejecutivamente centra os ommissos,
como be de seo rigoroso dr ver i e para conbe-
cimento de todos e nao .allegaren ignoran*
lia mandou lazer publico pelo presente e
por Editaes afixados nos logares mais pbli-
cos do Municipio. Collecloria de Olinda 37
de Maio de 1S41.
O Esciivlo Juo Goncalvf s Aodrigues Fraoca
EXPORTAgAO'
Da Provincia de Pernatabuca para fora do
Imperio no mez de Maio do correte an-
no A sabsr
Algodo Siccas a)55 com li>4^4 ai".
assucar 'Cablas 167S
Fechos a39 i
Barricas 10,771
1 Saceos 4-5-*0
Caras 17
Agoardenle pipas i25
Arros .....
Couros salgados
Chifres .'
Cobre VelbO
Cafl -.
Doces -.
Farinha de mandioca
Meltaco Quartolas a5 ]
Barris 270 ]
Madeiras Paos, e Tibias
Pe les de Animaos mi u dos
P"ta .
Pao Bra.il ....
Bobas de Bdi .
Vaquetfs roeios .
Esta exporta gioefectunu-se u 19 navios;
sendo a Americanas, 1 Hespinhol 6 Ingle-
tes 4 Portbguetea 1 Francs a Sardos,
1 Secco e a Brazuelos, tripulados por
37a, pessoas, e conteni 5,577 |4 Tone-
ladas.
No mez Se Maio do anno de 18*0, sairio
deste porto 3o navijs por coseguinte dimi-
nuiro este anno 11.
O valor da exportacfo cima pnlos procos
do mercaib monto a 44o i35CJ635 rs,
pago d di'e i tos 58479U911. Hjuve da
dimiudic do mea de Maio de i8o para oda
1841 4oi 53MJ995, sendo o mais torta
motivo desta dilefcnea a dim'innico d
13 384 probas da Algod, i4o.6j3 ambas
de Assucar e 5,ia3 Cou ros salga Jos.
A es porta fio de moeda nes|e mes foi de
7o6Uaoo e a de Maio de i84p- i7;a4<>D4 jo
O prego do Akgddo regulou deti.tiooa
6,(i5o o de 1. sorte e 56 >o a 565o o de 1, ;
quando em Maio do anno passado flulaou eo-
ire 6,700 e 7 {00 e5 8ooa6,4oo.
O Assucar tobem esleve frouso pois
tendo-se rendido em Maio de 180,0 d 800 a
900 sobre o ferro, no mea Gndo o mnor pre-
800 a foo pelo oaascavado.
Os Couros salgados sofrero grande que-
bra pois'ero Maio de 184 ebegaro a i35 a
V., e 110 mez expirante apenas obtivaro da
io5 a 115_____________________^^
Correspuiiieiicias,
Snrs. Redctot'es.
N posso deisar no silencio, huma in-
justica que acaba de praliCar o Sr. Commin-
danledas Armas e alias huma desobediencia
commettida as ordena do Exm- Sr Preaiden-
te ao qual leudo-lhe re jueriJo o Dr. Luis
de Franca Munis Tavares a reintegrago dO
lugar de Cirurgiao do Hospital regimental
que d'aoles ekerceo quo por arbitrariedad
daqnelle de mo dada cora o ex Presidente ,
Ihe lora dada demissio e tendo o Exm. Sr.
Prndenle deferido o relue.imento mandan-
do que se Ibe reiutegrasse ; a este despacho
desobedeci Sr. Commandante das Armas
coro frivolos pretextos, tio somente para sus-
tentar seos rancorosos caprichos: mas onde
esl o Exm. Sr. Presidente ? querer lal vez
com eslaS tio meSquinhas cousas perder a o-
piaiio Publica que lid bom principio lena
dado na sua Ad ministracSo ? Nao falta loja ,
botica esquina etc. etc. por onde se nao le-
nha censurado de tal desobediencia Se o
Exm. Sr. Presidente nao a lomar em consi-
derstao enlo amanhaa oseo, Continuo e Por-
leiro to bem Ibe desobedecern. O Sr. Com-
mandante das Arma) faltara a cumprir huma
ordem do ex Prezidenie Reg Barros ? por
cerlo que nao pois o Exm. Sr. Sjuza Fei-
xeira tem o mesmo podor que a Lei Ihe ou-
torga por tanto Sr. Commandante das Armas
nao abuse da bondade dj lizm Sr. Presiden*
te porque esla tlba do seo lieroisma. O
Publico espera do im. Sr. Pietideute que
va! com este negocio ao fim para nao 6car por
uzo e cosiume.
Tenha Srs. Redactores a bondade dt>
publicar estas mal iracad.s liphss na so conT
ceitU4do Diario que muilo obrigara o seo .is--
signanie O Amigo da obediencia.
T
Snrs. Redactores.
Aos 23 da Malo ultimo, temos
pela sua estimavel lolba que o
vernay cessara de ser Gerente de nossa cas
de Cominrcio estabellecida n'esls praca d
edaclores.
aniiuociixlo
Snr. Mau i<


DIARIO DB PBRNAMBHCO
S
9 da firma de Bonnefond And Faux &
CompanMa.
feudo sido concordes sobre todos os pontos
que rio causas de nossas disserishs e fut-
iendo faser Juslijaplena e'inteira asua'pr-
bidade e a sua gesfio na tlministraciu dos
negocios de nossa caa t temos celebrado u-
jna ora sociedade entre nos.
uerendo inda dar urna grande xtncio
notsos Negocios esperbaos que os Snrs.
_cgistas quero continuar honrar-nos da
mesma confiairga cerno d antes*
A nossa rasio cmmrcial fica sendo serapre
'mesma, Pernambuco 5 de J un lio de 1\ \.
Bonnefond Faux & Companhis,
JNoticias Jbistrangciras.
LISB31 % I DE MARCO.
O addiamenlo das Corts
Vela volta do meio da de segunda eira ai
do rorrete reuniu Cmara dos Deputados
ero grande numero as galana ch-M
atulhadas de expedidores e bastante gente,
que nao tiriha podido entrar se conservara
as avenidas do edificio, A rjuestao do addi-
amento do projecto da fixaco da'forca de tr-
ra proposto pelo Sr. Derramado, deyia tra-
ier ao campo a questlo importantissim'a dos
batalhes de milicias. Os Sttadios encarte-
gados das petic6es contra as milicias e 08 fora-
es acesar de (altarera alinda muitas listas de
assignatuias remetieras* ao Ilustro Deputado
o Sur. Jos Esleveta os documentos que ha-
e to desmoralizado, que deixe de augmentar
em escala immensa a sua opoosico aos que
novamente enxivalham a nacb, aos que tal -
tam com ingue ous.dia a todas as coodicces
do systema representativo esquecendo-se at
de communiear as suas tences aos seus apani-
guados do jornalisrao que no mesm o dia do
addiamenlo das Cortes se lembram de negar
redondamente a existencia do plano de as
lechar.
( Do Nacional de Lisboa. )
PORTO ij DE MARC.
Seguranca Publica.
Os'ttentados contra a seguranca publica
tanto individual cmo e propriedade se sc-
ce'dem por todo o paizcom un incremento es-
pantoso } e a ordem s se v na bocea dos Mi-
nistros e as columnas de seus jornaes.
Os crims os mais graves nio sao capates de
accordar os Ministros adormecidos com as pas-
tas cabeceira e com a mioria aos ps.
Aqu sua familia all um marido assassinido
junt de sua esposa; acola Qm Ministro da'
religiS repassad de golpes: mis aloma-
ba ulboridade fusilad } enera b joven in-
nocente escapa ao furor do brbaro MMSstna
As vidas e os bens sto merc do saltea
dor e do faeioora ; mas o goveroo dorle an-
da e seus empreados descanijam a espera
que elfe acorde. A pouca forja que Ihe res-
ta toda em pregada jra ret r poder pres-
tes a escaparse de suas mijs ; e estes Irorri-
tiaa podido colligir pressa e que cohli- veis cnteciments que deviamfixar su. at-
onde cinco asis mil assiguatoras de ba^ ftenci sao olhado, com fra indifferenca .
hilantes desta capital de todas as classes de
todes as opinies. L'eu-se a acta e em se-
guida exbibiu a mesa outro papel que se ve-
r hcou ser Decreto do addiamento das Cor-
tes at a5 de Maio de 84 immediatamen-
te sedespejou a sala e as gataras e iodos
saturara fazeudo os competentes commentarios
resolnco que nos vaticina vamos para 0
fim deste mea e que yeio it das mais de-
pressa do que supponlumos.
Parece que sendo consultado o Conde de
Bomfim para idirar o projecto das milicias
se recusara obstinadamente a azel-o e que a
duvida sobre o xito que feria a questo na
votarlo parlamentar decidi o Governo a de'&-
fazer-se da soa propria Cmara, dessa maio-
Yia deferente obediente e innocente que
torna va a /acular e a amedrontar-se em pre-
tenda dos geraes testemunhos de reprovac
que de todos os pontos do Reino vinham ca-
hir no meio do sali de S. tiento,
O pensamento que determino! o decreto de
addiamento to lo de interesse particular dos
Yinistros seu exclusivamente, e manifes-
ta-se ptecisameute com o condecido rifio
** em quanto o pao vai e vem folg&m as cos-
tas- Dominar seja como for com lei ou
sern ella com n eios ou sem dinbeiro rom
a opinio ou contra a opinifo tal a sina dos
Ministros tara curoprir a qual olvidara dis-
sen^es quisilias aolipalhias repugnan-
cias e escrpulos de consciencia. Para que
a ua rraioria nao Ibe fitesse a deieila insi-
nuada pelo Correio de esclher 0 m'esmo
systema governativo desempOnbado por outra
gente tirada do seu seio descarlaram-se do
pai lamento sem dar cavaco pelo lempo que a
Coiistituiiao permute e como conVinha que
bouvesse pretexto .rranjoU-se oU bem ou
mal um narit de cera, digna concepelo de
taes Estadistas.
Fea- se espalbar que attendendo ao deplo-
ra vd estado das finAncas s urgencias sem-
pre mais consideraveis do Thesouro e a im-
possibilidade de facer por mais lempo face s
tiespetas corrtnte era meritorio nomear u-
tna Commissvo mUilo grando muito nume-
rosa encanegada de propr remedios
para o mal em quanto os Ministros se re-
lo itn>|oda de si. Para esta Commisso no-
n(iK-se por escarneo dotis ou tres Setem-
bristas com a idea dos tomprometler, as-
sim como se les por oc:eiiiO da atlilude bel-
la de 12 de Dezemhro. >ahe-se d ante-
mo i que as Commisses entre nos nada fa-
ttm e que quanto mais numerosas sao me-
cos produzca sae-se quo a-nomecio da
Cc-Bmisao equivale a um peditoro de lic^es
I ara aprender a governar conhece-ae que
cbando-se todos ou qoasi todos os membros
delta no Senado e na Cmara dos Deputados ,
la mesmo se j odia tractar da materia cora ai-
buco e perseveranja se com UeHo n*e hou-
vese iegunda tenifio no expediente a que re-
coireu ooverno. Mas apesar de lauto de-
aembaraco e de tata impadencia duvid uo
qne Itvem agua ao seu asoiiibo.
Do>idmos qu o pan se aebe to corrup'o
A'sleis nio se respeitam, e governo que as
despresou de um exemplo fatil aos bandi-
dos d6 dia. Eis-aqui os males que nasrem
sempre da nio cbmpridiento das Lei's. As
circunstancia, extraordinarias em que o go-
verno poz o paix loram um ridiculo pretexto .
ningem 6 acreditou ; mas hoje o palt se a-
cba nellas ; agora que n* eitamo* ns ver-
dadeirase deploraveis circunstancias extraor-
dinarias.
Acordae hmeos d poder providencise
com energa, tornae effecrtva a respnssbili-
dade d vbssos empreados quando deixarem
de cumprir os regulamenlos pliciaes j fasei
crinar as guardas de seguranca em todos os
distrcto's administrativos ; atalhae os mares
tscenles.......'
Mas que importa todo islo ? O partido ,
qu se chama a si da ordem nada fas os
seus jornaes despresam todos estes males e a
sua impudencia cb'ega a ponto de negaros
factos verdadeiros e asseverar que sSo forjados
as oficinas setembrislas l l
Factos de tanta transcendencia que mes-
mo quando o governo tivess a incerteza da sua
veracidade devia dedicar-lhe algumas horas
para os verificar. ,
O crime a miseria, a desanimacio da in-
dustria e da agricultura a desconfiarla o
desperdicio, a vilacio diS leise os empenhos^
efs-aqbi toresehte faial, que diplomacia
estrangeia fez ao hoss malfadado paii to-
berlo com a capa de ma rdem ostensiva, ede
aue uio Rozamos. Onde biremos todos parar?
^ V Athlet. )
( dem. )
Anatmica O IVIestre cocinlieir guizindo
sua cabera em luar da de um Leito O chi-
fonnier ou fabricante de pspallo O muzi-
co que toca atabales no inferno, na Corte
doSr. Diabo. A cabeca L'.^ipciana.
Principiar as horas do costume.
SOCIEDADE NATALENSE.
O primeiro Secretario onvida aos Socios
da mesla para sesso extraordinaria 5. lera
(lo) pelas 6 hars da tarde na cssa do Di-
rector, defronte da Cadeia. Tamben fas
cerlo aos Snrs. Commisionad3s que a sesso
da Commisso Administrativa no mencin ti j
di tem lugar as 4 horas.
SOCIEDADE EU L'ERPIN A,
A Commisso Administradora coavoca a
Sociedade para elleico da nova Commisso,
no da 9 do crrante pelas 6 horas da tarde.
O. Secretario
liai i
SOCEDAD THE4TRAL RECREIO &
INSTRCgAO*.
O Secretario fas sciente aos Snrs. Socios ,
que o Thezoureiro se acha authorizado com
prir hoje 8 do correte, o que dispoem Ar-
tigo I a 5, dos Estatutos.
vito*
Professor da Cadeira de partos abrir
sua aula brevemente e tem aberta a matri-
cula que so para mulheres, as qiiaes p-
dem procurar o professor em sua caza na
rus da Aurora.
Wisos Diversos*
da roa da Moela de 4 miares, ero borr*
commodos: os pertenderiu dirija-s aira-
do Vigaro, l>. it
Appareceaeu C3sa do Snr, DonsinT**
Rarreiros em Fora de Porta em odh .3
do mez passado urna negrinha pedimlo sga-
tallio das oit) e meii nove horas di noile :
quem for 3eo dono dando os signaes se Ibe en-
tregar nao so responsabi'bando o dito Do-
mingos Barreiros, por qrtalquer fugiJa, ;-.
descaminbo que possa des de j haver. Pro-
curen em a caza de Fora Portas da parte d%
mar pequea D. a8
tar Pre iza-se de urna ama para o servico
interno e externo de urna caza de pouca fami-
lia como tambera para a companhar a mo-
ma familia para lora desta Provincia i na
ra da Florentina, 4* <" aates ^e cne6ar
ao mar.
%gf- Joaquim Joze Pereira dos Santos ar-
rematante do Consuromo da vinle por cento
das Agoas-ardentes do Municipio de Olinda,
avisa aos seus Collectados que vio pagar no
termo de oilo das o que se acharem. a daver
de suas respectivas vendas, no Ilecife, na ra
das Trinxeiras, primeiro andar do sobrado n*
ai : na Cidade de Olinda
no lugar
dos 4
aaaai
LOTERA DO SEV1LNARI0.
O Reitor do Seminario de Oliada convida
os amiantos dst jogo a compra dos bi I beles
da a. parte da 17. Lotera cojo plano
j foi poblicado as rodas andar n cor-
rente mes dependendo dia da concorrencia
d* venda : Os bilbeles acho se as casas se-
guintes Recife ra da Cadtia loja de Cam-
bio dSnr. Vieira, S. Antonio roa do Ca-
bug loja do Sor. Bandeira Boa-vista bo-
tica dehonte da Matriz do Sor. Moreira, em
Olinda nos qatro cantos venda do Snr. Jo-
s Manoel dos Santos.
THEATRO.
Quinta felra dia de Corpo de Dos No-
vo, e grande Etpeclaculo de Mr. Rbert ,
sendo a 1. Jornada toda composta de Ejerci-
cio Cbinezes a pedido de muitas pes-
soss executar a muito apreciada Danca de
la Tranca. A Companlua representar urna
apreciavel comedia do grande Antonio Xavi-
er Dar a vida por um amigo Mr. Kobert
expor as seguales figuras Emblemticas a-
iuda nio vistas Oeste Thealro O carro de
Nepluno to eslejado por todos os mari-
nbeiros ao paasar da lmba A lioza de a-
mor apreciavel por todas as Senborilas de
bom tom A mullier virada em homem -
M tamorpboze Ai tica : A cabeca volante-
O Uetralo do Sr. Diabo. A verdadeira figu-
ra da belesa A danca dos Gattos A eabvca
27* Esta Typograpliia precisa de Qm Offi-
cii impressbr, que seja constante no traba-
Ibo dirija-se mesma ou a praca da In-
dependencia loja de livros n. 3^ e 38.
%zr Antonio Gomes Tayares, Medico-
cirurgiao pela Escota Mcdiea-cirurgica de
Lisboa fax icienle a quem conyier que
tendo conhecimeolos tbeoricos e pr.fieos da
Arle Obstetricia adqueridos em bum dos an-
nos lectivo, durante o se curs, na menci-
onada escolla ; est prompto a prestar os se-
us ser vicos neste ramo di sciencia Medica.
Ra da Cadeia Velha numero 5r> a. an-
dar
lar* Precisa-sa de han feilor para
bum sitio o qual emenda de Vacas de leile, e
piantacao ; na pVara d Independen-
cia numero 33 e 3 .
tsr Aluja-sede bum sobrado na ra no-
va detronte da Igreja ; a tratar na mesma ra
loja de ferragem 18.
tsr Quem annunciou precisar de dous
con tos de res a premio com hy poteca; dirija-
-se a ra estreita do Rosario 16 que se
dir. ... v .
tsr Desja-se saber moradia do Snr.
Jos Jacinto dos Santos para negocio de seu
interesse. ,
tsr Quem qulser comprar um cvalb ru-
co grande de bonita Bgra ptimo para car-
rintio, por ter algm exercicio de puchar
carrosa, bom pisseiro carrega hacho, ma-
cio esquipa em dois trops ; dirija se a es-
trada de Joio de Barros, esquiua do beco
doEspiuheir em urna venda.
tsr O Sr. Salgado Axioti, natural desta
Provincia que a uns poucosde annos foi pa-
ra Portugal com a sa familia a tomar cori-
ta dos seus bens em Ponte de,Lima e que os
contracto e tal?es se acha de volta outra ves
ni Patria queira declarar a sua morada ,
para ser procurado, poi.s precisa-se fallar-
Ibe.
lg-se o segundo andar da casa D.
4 da ra do Crespo ld do norte : a fallar
na loja da mesma.
Sergio Angolla de idade de f an-
nos baixo, grosso do corpo, fula vestido
de ceroula e camisa de algodo de Minas ; lo-
dino e muito prognoslico fgido segunda
feira nite do dia 17 da Maio p. p. e tem
sido encontrado n Chora-meninos Magda-
lena e Fora de Portas -, e Hyplito tam-
bera Angola baixo, de idade de ooze a do-
te annos ii.uito esperto la la correntemen-
l parecendo creolo ; vestido de ceroula de
algodo de Minas sem signal de naci ;
retinto de cor com o rosto comprido e
denles compridos ; desapparereo sabbado
noite 5 do corrente mez de Junbo na oc-
casio em que ia para o sitio ; julga-se ter si-
do desencaminhado por seductores : quem
dos mesmos t ver noticia dirija-se a rut do
Vigario l a tratar com JMuno Maa de
Sixas que gratificar generosamente.
1 Alugay-ieo j, e 3, audaces da caza
Caritos no seu socio Joio VicoI io Gomes da
Motta j e os que morarem fora da Cidad** po-
dero pagar a Estevo Manoel da Paz, guan-
do for a suas vendas que para isso est au-
thorizado pelo Arrematante e socio udo o
dito termo cima declarado que se contar
de hoje em diante usar dos mebs qua Ibo
concede a Le,
ar Qualquer mulher parda ou preta,
sendo livre que enteudade engommar e cj-
zinhar e queira alugar-se ; pode dirijir-sa
a ra da Aurora segundo andar do 2. so-
brado do Sor. Joze Jaciuiho Silveira, que a-
char com quem tratar.
sar Quem perdeu dus pecas de roupa en-
gommada na noute do dia tg do mez pr-
ximo passado ; dirija-fe a ra Augusta n
sobrado de um andar e solio que dando 01
signaes se Ibe entregar*
tsr Arrenda-se um eogenho distante des-
ta praca duas leguas com boas varges d >
plantar canas, e todos os accessorios Je moer,'
e com bom cercado para gado, e com safra
para mais de 2 mil pies : quem o pretender
dirija-se a ra do Rozarlo larga, D. 4 T13
achara com quem tratrar.
tr O abaixo assignado detejando mino-
rar o prejuizo que Ihe accarret^ o pouca zellj
e cuidado com que muitas veres se prosede amarraco dis alvarengas e lanxas, ou sejx
pela impropriedade da hora ou pela preci-
pitaco com que se faz este processo : previne
aos Srs. Negociantes desta Pra;a quer Vacio-
na'es quer Estrangeiros pira imporem ao*
Capites dos Navios de seu mando a rigorosa:
brigacio de entregaren as ditas alvirengu
oo lanxas ainda de dia com todos os seu*
pertences da forma que foro recebidos, is-
to k mesma pessoa que Ibe fez a entrega e
que existir no competente lujar; sob pena
de ser paga em continente toda a parda e ava-
ria que se experimentar.
Manoel C*rd:o da Fonceca.
ts9" O Visconde de Goianna que parta
agora para o Rio de Janeiro despede-se do
seus amigos por este Diario ; pois esta im-
possibilitado de procurar a cada um indivi-
dualmente no curto espaco quu lle per-
mute sus rapi Ja viagem.
c*7" Alng-se urna salla boa muito niara ,
e a quartos com bella vista para o mar, *
dal'tem proparces para um escriptorio : na
ra da Cruz D. i a. andar junto ao arco
do Bom Jezus.
me* Ni ra do Crespa loja O. 6, lado do
norte ha para vender chapeas de sol de se-
da finos a 45 ?o e a 5ooo rs cada um,
tsr Q iea annuncbu querer emprestar
i:6ooUjo 1 rs. a juros de 2 pjf cento cam hy*
potheca e n um predio livre e deseabara-
do } dirija-se a veuda do Cardeal, na ru*
do Livramento
tsr A casa dos F,i pastos precisa de am.11
de leite para criar n mssm casi j pagan Jo-
s 3ao reis por di e comer.
EST" Oabaixo asstyiado | lestamenteiro e
Inventariante dos be is do Casal do alteciiloi
Victorino Ignacio da Silveira avi-a aos Ce-
dores do mesmo Cazal na quanto antes tra-
tera de justificar as suas diviias peto Cartorio
do scnvo Pereira ^onde se esta prnden-:
Jo o Inventario daquelle fallecido*
Victorino Ferreira de Carvallu. |
sjrVende-sea propriedade da Otaria, edet
miradas de caiinlus, sitas na ra di ponte Ja
Ylagdalena, aqu! proprieJaJe lera de fren-
te de ra duieulos pilmas, ede rio cea ti
sesseuta ; na rui JiGio^i sabrJj O
MUTILADO
'""
3o.

\.


DIARIO HE
PERNAM BP C O
TJHWI'
________-fe
t?r llachegado a esta provincia um agn-
rullorqae peloseu modo de asstular as laxas
p fura 95o libras de assucar por hora as-
MflD romo a firlura do SIUCM tatito le gran
r..aio ile boa qualidade, rcnder rosis pelo
modo do fabrico ; quem do seu pieslirr.o se
quiser ulilisar dirija-se as 5 ponas D $g.
tS^ Madame Thcard, na ra nova D
16 avisa o rrspcitavel publico e particular
mente as senlioras que acal) de receher da
franca um grande sortitnento da chapeos de
srnhoras, de seda mu ricos e de padroent 03
mnis modernos polas da ultima moda mu i
lindos e bem bordados, rom bico de linh > ver-
dadeiro bicos de blom branco ritas de pa-
drocns novos para guarnecer venidos e cha-
peos bieoa de linlio prelose brancos luvas
de pelica com belotasde moda nova mu r-
en s e compridas ditas de seda curtas e cira-
pridas bordidas de ouro fines para ornar
. becas e vestidos 1 entes de marrafa e de
alisar todos de tatlbruga e sorlimento de
pe luir arias.
tsr Jos Moreira da Silva faz scienle ao
aespeitavel publico que des de o dia a(i de
A aio prximo passado llie be pprlencenle
por compra mil palmos de loro de Ierra no
atierro dos aU'ogados conrontandj o si'io dti
guiido andar de sobrado no bairro de S. A n-
tonio cujo .duguel nao exceda de io\ooo ,
na ra do Queimado D. 4 por cima do al-
ia i a te.
Quera precisar de roupa lavada e en-
bora oIBcial de sapateiro e ptimo cozinhei -
ro ; era Opda no Convento de S Francisco.
tsr Um negro de Hade de a5 annos ro-
busto sem achaque algum proprlo para
todo o servigo e um molato bnm Iraballi*-
goramada com todo asseio e nuil, prompti- dor de campo, e que en.ende de plantafoens
de sitio : na ra da Cruz D, 1, 1. andar.
XST 36 globos de vidro 4 bancos de
ifo palmos cvh um multas taboas que
servem pira tamp s de barricas, caibros ,
encbameis labias de lodas as grossuras,
com rouitasdebradioas e outres arranjosdo
ex Iheatro de Oiinda. ludo por preco eommo-
do ; a fallar no Recife no theatro pub'ico.
tsr Para fora da provincia um negra
do a preco jnis commodo de que em ou
ira parte ; assim eomo de mandar en-
sinar alguma escrava a engommar de toda
qualidade dirija-se a ra das trincheiras en-
trando pelo pateo do Carino do lado esquerdo
no primeiro andar do sobrado que tero, as
tojas um funileiro.
cr Aluga-se urna casa terrea sha na ra
alrazdeS. Jos con urna sala na frente ,
boa caroarinha e cozinha quintal e caeirnb;
a tratar na ra do Crespo D. la para se tra-
tar do aluguer e concert da mesma,
tsr Anenda-se urna loja tendo arinaco
e balro 111 ra do Cabng junto a loja de
cera ; tratai na ra da Florentina sobrado
novo ao p da mat
^ Aluga-se 3 canoas urna carreg* 900
ljelos oulrado 800 e a ouln de t no aira*
dos .Martirios casa de 3 portas verdes.
SST Novo armazem de madeiras alraz do
Carmo ra da palma onde ha travs enchi-
meis de diversas grandezas mos Iravessas ,
piro gordo, desmircando com o sobrado do cabros de Jo e 4o ripas lijlos, telhas e
Sr. Joaquim Lopes Alachado, lado do as- oulros roaleria.js de obras no mesmo ha c-
tenle e lado do poenle com o ultimo alerro noas de alugnel por lempo e por viagens
creoula que sempre foi recolhida cose ,
faz renda muito sadia e propria para todo o
servigo de idade de 14 pa "5 annos ao
comprador se dir o motivo ; na ra da Glo-
ria quasi aos 4 canlos junio a refinado de
assucar a fallar com Jos Apolinario de Parias
a qualquer hora dia.
tsr m habito de terceiro de S. Francisco,
em bom estado e por preco commodo ; jun-
io a Igreja da S Cruz.
IS- Bichas pretas muito boas e por pre-
co commodo; e milho alpista a 9^0 o quar-
teiro ; no pateo do Carmo venda de Narciso
Jos da Cosa.
C3> Um pianno de muito boas votes,.pro-
prio para se aprender a tocar por pre^o
tsr Urna negra de angola de idade de %\
annos spo achaque algum ', e de boa nViiraT
com principio de lavadeira na ruada praia
armazem de Manoel da Silva Gui maraes,
tsr \ pipas c boa qualidade ; na ra do Livramsnto ar-
mazem de Lour* O. 10,
tsr Ou arrend-se um silio com Instante
coqueiros e mangueiras e planta de capiQ
ni boi viagem ; a fallar na ra augusta ca
si em que mora o Tenente Almeidi.
tsr Urna negra de naco de bonita figu-
ra faz lodo o servido de urna casa o refina
assucar.
t3T Duziae meia de cdeiras", um sof de
Jacaranda com assentode palhinba bem fei
tas e modernas rom ponco uzo 3 mezas de
a narelo be n feitas e proprias jpara al;mna
repirtL-o um relogio de bonito qmdro
bom regulador, e com boas pessas de msi-
ca ; no {segundo sobrado e o primeiro de uiq
andar no principio da ra do Kaogel a es.
querda entrando pela pracinha do Livra-
raento.
I&cjUVqs Futidos

queseachava colocada urna palbo,-a dentro
da margem do rio e juntamente faz scienle areia.
aos lo'eiros que se acho de posse de dila
Ierro que lem propriedade colocadas ou
terrenos de volutos hajo de se cnlenderem
era o annuncianle.
tambemseat ajuste para aterrar ou botar muito commodo; as 5 ponas D. 18 passan-
do o beco do marisco no primeiro sobrado.
tsr Ou arrenda-se em ultimo caso o en-
genho Pirangi na comarca do Rio Formoso ,
Avisos Martimos.
____ i com todas as proporcoens para plantacoens ,
PARA O RIO DE JANEIRO segu com trabalhi com animaes, e se acba moente e
r Urna sen hora proroe-se a engommar toda brevidade aj-elleira Sumara Nova Socie- correte sero nada Ihel .llar e lar-se o ne-
toda a p. omitida o e asseio quem de seu dade para carga e escravos a frete trata-se ocio com a safra que se esta criando deve
limo se quiser ut.lisar dirija-se a ruada com os consignatarios Araorm Irmos na ra botar para mals de aooo pies ; quem o pre-
da cadeia do Recife D. ai ou corr o Capilo lender por compra se devera entender primei-
.,i- ro com a casa da viuva Costi & tubos para
com
prestimo se q
praia por detrae da ra do Fagundes casa ver-
de junio ao sobrado de dous andares.
tsr Que n tiver um moleque para alu-
gar para o sen ico interno e externo de urna
|)0(,j0< ro co:q n casa ua viuva dOMi m. cnuua p
PARA SANTOS com toda a brevidade o dar desobriga de urna divida a que o enge-
bem conhecido e velleiro Patacho Nacional nho est obrigado ; trata-se com o proprie'.a-
uem quiser rio do mesmo Joo Francisco Santos de Si-
ranjo de casa e comprar ua ra com um mo-
je jue para conduzir | quem se quiser encar-
regar dando fiador a sua conduela dirija-se a
ruada Aurora ultima casa terrea da vidras-
M
t&~ Precisa-se de umeozinheiro para em-
barcar para a Europa ; quem esliver nestas
circunstancias, dirija-se a ruada Cruz do
JLc l o
a vender no seu escriptorio no Recife ra da
Cruz O. ra sacas com superior farinha de
mandioca muito fina e alva feita. na Muribeca
tsr Que fazem Russel Mellor ck Com- e por p?o mais em conta do que em outra
pinina per intervenco doCorretor Olivei- qualquer parte.
ra de um soitiroento de Fazendas de Lei, ts" Superior e muito nova farinha Ama-
todas de prompta extraecc ; Qu irla f eir 9 ricana, por preco commodo; no armazem
do correte s 10 horas da manh em ponto de Augusto & Companhia, na ra do Apolo
Recife D. la escriptorio de J-s Antonio Go- no seu armazem na ra da Cadeia telha tsr Urna negra moca de bonita figura,
mesJuior. !* 18. coziuha o diario de urna casa e refina assu-
asr O Fiscal do bair ro da boa vista, pre- ^^ Leilo oue fazem Baudoux & Gui- car, o motivo se dir ao comprador ; na ra
< isa de serventes para o servico das vallas maraes, no seu armazem da ruado Vigario direita sobrado de dous andares D. 20 lado*
queseeslo abrindo as pessoas quoeslive- ,(^ de urna porco de fazendas nglezas do poente.
rero nestas cinunstancias dirijo-se ao mesmo e frnce/8S uma ca'xl de couros envernisa- j ssf Urna casa de sobrado em fora de por-
Fiscal em casa de sua residencia, dos, vii.ho de ehampagnbe e muitos outros tas defronle do beco da mulefa com duas
tsr Um rapaz braseiro do boa conducta objeclos quarta feira 9 do correte as 10 ho- meias agoa dentro do quintal, por preco
e bailante gil oerece-se pura caixeiro de rasda mann. commodo; a tralar na ra do Nogueira De-
Joja cu venia de que lem botante pratica ; sar Que fazem Me. Calmont & Comp-'cima 9.
quem o precisai dirija-sea ra do passeio pu- nn'a Por "'ervenco do Corretor Olireir j tsr Uma feixadura de muito boa qualida-
Lco loja 3, de grande porco de fazendas ingieras enlre de sendo ella de broca com espelho Je calta;
tsr Feseja-se allarcoro o Snr. Joo de ellas um bom sonimento de pannos finos pre-
AlemoSisneiro da Cmara ex Alle.es do 03 e de cores e um lote de chitas avaridas
d'agoa salgada abordo do Navio Heotor na
sua viagem de Liverpol a este porto ; aroa-
nh 8 do correte as 10 horas da manh, no
seu a.-m.ve n da ra da Cadeia.
Corpo de Poljcia a uegocio ; queira por
obsequio annunciar a sua morada,
fcy Furtaro no da 15 de Muio prximo
passado um cuscal de prdia obra do porto ,
do primeiro andar do sobrado que lem t n-
da de martineiro na loja e que fica bem de-
fronte do sobrado do Sr. Ludgero na ra do
Collegio ; quem souber onde el!e e*tj ou a
quem lor oHeretido querendo entregar dirja-
se ao dito sobrado que ser gratificado.
tsr Aiuga-se ou troca-te o sitio manga-
beira na Cidade de Olindi confronte o Jar-
dim botnico por casas nesta praca cu por
cuiro qualquer silio na redondea Jesla Cida-
de o sitio he grande com os chaos proprios,
com uma grande rasa de sobrado bem edifi-
cada com jo e tantos palmos de frente ;
quem pretender dirija-se a la larga do Ro-
sario botica D. jo.
tsr Precisa-se de uma lavadeira que lave
de varela e que se obrigue a levar e trazer a
roupa dando conbecimenlo de sua ca pacida-
de dirija-se ao pateo do Ca ru sobrado que
vira para a cambo do Carmo, que se doi uma
grande fieguesia.
ts? Quem acbou uma carteira encarnada
dcsta prhcaal o Manguinbo cem uma le-
tra que nada valle a quem a acbou por o ac-
reiiaute elar prevenido de a nao pagar seno
a seu troci dono-, quem acbou que.-endo
restituir dirija-se a ra do Queimado D, il,
que sei graiilicado.
tsr Aiuga-se um sobrado na ra nova de-
fnrite da Cuuceicu ; a tratar na mesma ru
ioja de ferragens U. 18.
r 1 leeisa-se alt'gar um piimeiro ou se-
Compras
siy Escravos; no largo do Corpo Santo ar-
mazem de assucar n. 4-
vsy Um berco em bom uzo, e cinco pecas
de ornar sinteiro de menino que sejo de
ouro ; na ra do cotovello 1>. 38o.
tsr Um par de mangas de vidro de cor ,
que tenha a pintura por dentro da manga no
logar que o vidro he aspado e em cima e
em baixo ficando o restante da manga com o
vidro branco ainda sendo uzadas assim
como um engenho de cortar capim ; no pateo
do Carmo sobrado que vira para a camboa,
tsr Umtavallo para ambas as sellas ; na
piaca da lndependencii n i i.
tsr O terceiro tono das obras de Loriadas
de Cumoes ainda mesmo sendo uzadas ; na
ra da praia sobrado de dous andares lado da
mar em casa de Joaquim Pereira de Men-
donja,
tsr Um baliu grande ou pequeo, ainda
que seja uzado ; aira/ dos Mailiiios L). a do
lado do nascenle, ou anuuncie
Vendas
tsr Uir.a venda na ra nova defronle da
Conceico a tratar na mesma ra loja de
Cerra gees L>. 18.
tsr Um ttuiatinho de dada de 18 annos I independencia U 1.
na ra direita loja de iazendns O 4
tsr Uma negra de naco de idade de ?6
anuos boa veudedeira de ateile coziuha o
diario de uma casa e lava sofrivel ; na ra
do Rozarioda Boa vista sobrado n 1.
C^g ptimas bichas em porco e a rela-
Iho ; na ra do Vigario D. ?6
f> Sacas com farinha de mandioca do
Rio de Janeiro assim como de Sorui e de
Mag superior a da Muribeca ; no armazem
de Antonio Francisco dos Santos Braga na ra
da moeda n. 1 \i.
f9 Uma negra de naco de 16 annos ,
sabe engomar cozer co:inhar, e ensaboar:
ua pracinha do Livramento por cima da loja
que ioi do Sr. Hercuiano.
OT Uma negrinhade naci, de idade de
l4 annos, ptima para mumbanda por ser
recolhida cosee cozinha ; na ra direila L'.
ao lado do Livramento.
tsr Moendas horisonlaes de varios tama-
itos para agoa e para animaes laxas de fer-
ro cuadode lodosos lamanhos a 100 a libra ,
ditas de ierio balido a aao a libra ditas de
Ierro coado de beico virado a 80 rs, a libra ,
maquinas de vapor de torca de 3, 4 e 6 c,_
vallos da meilior construyo por preco
commodo uma prensa hydraulica que ser-
ve para empreus.r al^odao ou mesmo para
encaixar assucar, iu rui da senzala nova D.
1 casa de Fox Stodart.
tsr Urea prela muilo fiel cozinha bem o
diario de uma casa, e he perita engomma-
deira e de lodo o .-ervico de uma casa ni
prac da Independencia luja [). 1.
tsr Galoens de palheta de d U'erenlos lar-
guras proonos para aro.adores, na praca da
tsr Do abaixi assignidoe de sua fjenla
da \lacambira terna J da Villa do Pesjueiro,
Comar-a do Brejo da Wadre de eos fugi
em dias de Setembro p. p. o escravo Joaquim,
filho do mesmo serla o o qml o houve por
heranca do seu sogro o finado Jos Cordeiro
Muniz Falco os signaes do escravo sj o
seguiotes ; alto cheio do corpo cor bem
prela, pernis bastantemente grossas, falU
algum tao rouca temo vicio de embria-
gue* he bastante pratico as estradas di ser-
to pois etn outras fugi las lem-se ti i 1
do para os sertoens d Parahiba. Te.n sidj
visto na povoaco de S. Be-nto e Cacimbij ,
termo de Garanhuns e ltimamente que tu-
rnara para panelas de Miranda ; quem o pe-
gar leve ao atierro da b>a vista que ter cem
mil rs. de firatificaco. Francisco Xivier
Pereira de Brito.
tsr Fugio do Convento de N. S. P. S.
Francisco da Villa de Seriuh >em unmo-
leque de nome Claudiano criuulo com i-
daile de lo a 11 annos e tem os si,;naes se-
guintes : olhos grandes semblante airozo ,
beicos grossos cxo da pe ua esquerda e
padece a molestia de gota ; levou um g^oxo
de pescoco que Ihe foi botado por causa das
repelidas fugas que faaia ; quem o apprehen -
der leve-o ao Guardio do mes no Codvkq-
to ou ao de Santo Antonio da Cid ida do
Recife que ter a justa e devida recom-
pensa.
tsr No dia 4 do corrente fugio uma escra-
va de nome Mara de rucio b.:n ;u l bii-
xi do corpo cor fulla tem falta de cbelos
ua cabeca ps pequeos levou quando fu-
gio um taboleiro de amarelo novo que an-
da va vendendo arioz doce levou vestido eo-
carnado com assenlo branco urna saia de
cbita despotada ja por isso branca e pann)
da costa ; quem a pegar leve a lora da por-
tas L). 16 que sei recompensado.
tur No dia a8 de Maio fugio uma preta
de nome Luiza creoula, de idade de 3o an-
nos estatura alta cor preta, olhos grandes,
bem fallante levou com sigo diversos ves-
tidos quem a pegar leve a casa de Antonij
Teixeira Lopes no Recife rus da Guia que
ser recompens ado
tsr Ausenlou-s da casa do aununciante
no dia ti de Abril p. p. uma escrava de nome
Margarida de naco gabo de i Jada de ao
annos baixa t tem falla de um den e da par-
le de cima rosto comprido com bastante
carne em cima do- olhos cabeca afunilada ,
grossura regular ps apalheitados no peito
esquerdo lem um oilo de letra de coma es-
ta escrava he bem condecida por ser acoqu-
inada a vender ateile de larde e leite de
manb quando era de Raimundo los Pereira
Bello quem a pegirleveao pateo do Terco
no segundo andar do sobrado L). oi que sera
recompensado*
Jiovimento do Porto
NAVIOS ENTRADOS NO DIA 5.
Cutin-juiba ; 4 dias Uiate Brasileiro Es-
peculador de 3d tonel. Cap. Bernardo de
Souxa, equipagem 4 > carga couros, e as-
sucar; a Schramm
New Oik; tu dias Barca Americana |Cuter
de 199 tonel., Cap Jeson .vi. Ferbell,
equip. 9 1 carga farinha de trigo ataboa-
do ; a lvIc. Calmont & Companhia.
RECIFEATVP. DE .VLF. DE F.:=.!.<


Full Text
xml version 1.0 encoding UTF-8
REPORT xmlns http:www.fcla.edudlsmddaitss xmlns:xsi http:www.w3.org2001XMLSchema-instance xsi:schemaLocation http:www.fcla.edudlsmddaitssdaitssReport.xsd
INGEST IEID EWKXZLTYC_EFEBJQ INGEST_TIME 2013-03-29T14:51:06Z PACKAGE AA00011611_03820
AGREEMENT_INFO ACCOUNT UF PROJECT UFDC
FILES