Diario de Pernambuco

MISSING IMAGE

Material Information

Title:
Diario de Pernambuco
Physical Description:
Newspaper
Language:
Portuguese
Publication Date:

Subjects

Genre:
newspaper   ( marcgt )
newspaper   ( sobekcm )
Spatial Coverage:
Brazil -- Pernambuco -- Recife

Notes

Abstract:
The Diario de Pernambuco is acknowledged as the oldest newspaper in circulation in Latin America (see : Larousse cultural ; p. 263). The issues from 1825-1923 offer insights into early Brazilian commerce, social affairs, politics, family life, slavery, and such. Published in the port of Recife, the Diario contains numerous announcements of maritime movements, crop production, legal affairs, and cultural matters. The 19th century includes reporting on the rise of Brazilian nationalism as the Empire gave way to the earliest expressions of the Brazilian republic. The 1910s and 1920s are years of economic and artistic change, with surging exports of sugar and coffee pushing revenues and allowing for rapid expansions of infrastructure, popular expression, and national politics.
Funding:
Funding for the digitization of Diario de Pernambuco provided by LAMP (formerly known as the Latin American Microform Project), which is coordinated by the Center for Research Libraries (CRL), Global Resources Network.
Dates or Sequential Designation:
Began with Number 1, November 7, 1825.
Numbering Peculiarities:
Numbering irregularities exist and early issues are continuously paginated.

Record Information

Source Institution:
University of Florida
Holding Location:
UF Latin American Collections
Rights Management:
Applicable rights reserved.
Resource Identifier:
aleph - 002044160
notis - AKN2060
oclc - 45907853
System ID:
AA00011611:02788


This item is only available as the following downloads:


Full Text

^B

- f
ANN iJE 1854. QUINTA FEIRA 6 DE FEVEREMO v \UIVER0.313
.* *++**%,+%* w% *+m+%*-%w%+,K.
& M Mili
.... .x ..,.,.. W, -*, *v
rlK;nr
, Julscreve-se mentalmente a 640 res, adiantadoS. ua TtUOff rafia
iio Diario, paleo da Matriz de S. Amonio sobrado da porta lar
onde se receben) correspondencias, e anuncios; estes insircm-se
gratis sendo dos proprios aasi'jrnaniea soinente e viudo assfrnados.
Tu do agora depende lie nos niesmos, da ni**M prudencia, mn
deraco, e energa: continuemos como principiantas e eremos
apoutados com adminiculo entre as Nacocs mais cultas.
Pl octamaiao da Assemble* Qeral do Braitl.
Umprcsso em #>ernambuco por 3o?e (dtttovmo Deabteu.
Hr>-isasss=ss3S'
DAS ha semana.
.-$. Do/oAea-Rel*."" Ai m., Aud. dos J.' do Civ.
de m. a de (.. o Ch. Pr. as 2 h. 6 m. da t.
6.*-.. Ciro Ses. I. de Orfo* de t. Pr. as 2 h. 54 m. da t.
Sabbado-5. Moyss- Rl.*'" dem. f aud. do Vig.
G. de t. P rea mar as 3 h. 42 m. da t.
f)om. S. hppolonia-Vvmm*T as 4 h. 30 minutos
do i.
CMARA MUNICIPAL.
49." Sesso Ordinaria de l de Dezembro de 1833.
Presidencia do Snr. Estf.ves.
COmpaueiuO os Senhores Doutor Mavignier, Sil-
va, Soiiza, Gusmao, Oliveira, Peregrino Ma-
eiel, e Camello, faltando com cauza o Senlior Cos-
ta.
A berta n sesso e lidaa acia da antecedente foi san-
cionada por estar conforme.
O Secretario dando parte do expediente meneionou
hum officio do Exm. Presidente pira que se chamas- j
se Imm Conselheiro (Jeral em lugar deFelippe Ne- |
r Ferr ira a quem o Consclho Geral por doente ti- |
tina dado escusa : que se expddissem as convenientes
ordens.
Outro do mesmo sobre o mesmo objecto : que se
chamasse para Conselheiros de Provincia aquelles Ci-
dados que nelle devessem tomar assentoporas moles-
tias dos escusados.
Outro de Ufa noel Joze Martins, dando sua escusa
de Juiz de Paz do I." Destricto do Sacramento da Bo-
a-vista, em razi de luvcr entrado na efeclividade
de Tenente Coronel de primeira Liuha : que ficava
escuso, eque se chamasse o immedialo em votos.
Outro do Secretario Interino do Governo da Pro-
vincia remetiendo o officio, que com a lista dos Conse-
lheiros Ge raes para a nova Legislatura se havia trans-
mitido ao Secretario do Consclho Geral por nao estar
conforme: inlcirada.
Outro do Juiz de Paz do 2. Destricto do Corpo Sa-
to, partecipando haver pastados vara a Elias Baptis-
da Silva : inteirada.
t.i
da.
Outro do mesmo sobre o mesmo objecto: inteira-
Outro do Juiz de Paz do 2. Destricto da Santa Cruz
pedindo a Cmara, que I he dicesse se podh possar a
vara n Joo Manoel Mendes da Cunha e Azevedo, pro-
nunciado por crime de responsubelidade do cargo de
Juiz de Paz que servio de toda a Frrguezia : que no
Cdigo pst a solacio da dv'ide.
Outro de Antonio de Araujo Far'reira Jacobina sa-
bendo em quedia podia virtomar possede Juiz deDi-
reiti desta Commarca : que viesse boje mesmo.
Outro do Fiscal deste Bairro pedindo 3$360 reis,
que gastara com o enterra ment de dous cor'pos, e
huma rez : que o Fiscal organisasse huma conta deta-
Ihada.
A vista do parecer Inspectores de Quarteiroes do Destricto do Barro ver-
me.ho, os Ci da daos propostos pelo Juiz.
Foi adprovadoo parecer daCommissosobre aquei-
xa da fuso do 1 e 2. Destricto de P.iz da Fregu -
zia da Va r zea num so, eem consequencia despachou-
se que nao tinha lugar o que pertendta Joze Antonio
de Albuqucrqiu'.
Foi approvadaa nomeaco, que o Senhor Doutor
Peregrino Maciel Provedor da Saude, fez de Bcr-
nardido de Sena Luna, e Maximiano-de Oliveira
Mucurepe para Servirem en quanto houver precisan
pomente de Guardas na reparticSo da Saude com 640
n-is por da, e mandou-se aos mesmos passar Diplo-
ma.
Remetteo-se a Commisso, o officio do Inspector
da Thzourarifl requerimentos e documentos de An-
tonio Joze Muniz.
O mesmo destino tiverao dota officios do Juiz de
Paz do 1. Destricto do Collegio, rcmetendo a nota
que se Ihe havia pedido.
Tobem se remetieran commisso os officios dos
Juizes de Paz do 3. Destricto da Estancia, do 2."
Destricto do Corpo Santo, do 1." Destricto do Pilar,
2.8 Destricto da Santa Cruz acompanhados das notas
pedidas sobre Inspectores de Quarteiroes, e Escri-
vaes.
A' mesma commisso a ultima lista dos Jurados re-
metida por o Juiz de Paz do 3. Destricto de Jaboa-
to.
Remeteo-se a huma commisso composta dos Snrs.
Gusmao, e Camello, o requerimento l'eito ao Conse-
Iho de Provincia por Vicente Ferreira dos Guimares
Peixeto, e Doutor Felippe Neri Rodrigo de Carvalho
(ueixando-se da Camama os haver despedido do seo
partido, remetido par o Exm. Presidente cujo officio
acomp.inhou dito requerimento.
Despacharo-sc alguns requerimentos e por ser da-
da a liora alevantou-se a sesso, e mandarn fazer es-
ta em que assignaro. Eu Francisco Antonio Rabello
de Carvalho no impedimento do Secretario a subs-
creviEsteves Pro PresidenteGusmaoOliveira
Doutor MavignierSilvaSouza.
*vw *
PROMOTOR PUBLICO.
Oj/icio.
ILlm. e Exm. SenhorTendo L. A. Dubounq,
Consignatario d,\ Galera FrancezaCamesentre-
gado era custodia para serprocessado, segundo as Leis


<' -:
( 1248
" Imperio, o< on, V. Edou, incurso
do Arti : reto de 4 de Dezsmbr.o
1832, por l'r coiivindo oo c indo, que M
"' de burdo da referida GaleraCamoes, perten-
',' fe a Dadier Colnmbier & C", na noute do da 16
de Dezembro do nnjio paseado, e nessa mesmi noule
apreetidido no tugar da Ibura por o Juiz de Paz do
.0 Deslricio da Ribeira Joze Higina de Miranda :
Sl|';i disera V. Exc. que, estando, como e>lo pre-
'nxidasas disposieoes da Le, podo quando Ihe aproa-
ver ordenar, que se] a despachla por a Alfandojji a
upradita Galera embancada a minha requisicio.
Dos Guarde a V. Exc. fiicife de Fevereiro de
1834IIIm. e Exm. Senhor Manoel de Carvalho Pa-
es de Andrade, \ ice Presidente da ProvinciaJoze
Pavares Gomes da Fonceca, Promotor Publico.
CORPO MUNICIPAL.
*
Oficios.
ILl'"" i; Exm. Sur.Em virtude do dispaxo de V.
Exc. de 22 do correte exarado no requerimento
do Cabo Joze Ferro Castelo Bronco que se ochava
prezo minlia ordem mandando-o por m liberdade
por ter excedido a prizao de 24 oras, p nao ter appa-
recido rezuitado da indagado, fi n i1! ^ (';' > solt
por dar eu cumprimelo do 1 V. F.xc.
Hootem devia elle entrar de-servico lo lb^ tocar, e
appresentando-se me rio Quartel paizam aem nenhum
cazo, tendo-lhe dito o Canilao da Compinhia que em
qoaulo nao recebesse a escuza devia conciderar-se pra-
C.i do Corpo, e romo tal sugeiio as orden* estabeleridas
Dille : Exm. Sur. se o dito Gibo estivesse persuadido,
orno diz em seu requerimento, que ha Le, que re-
{julao os deveres de (ida individuo na sociedade, nao
lena tallado a OS seos que; pelo seu modo de requerer
se conheee a insubordnaco de que cararlerisndn,
pois que aleen do azedume de sua reprezentacSo elle
lem (altado a praxe, e CUStumc de todos osCorpos de
nao apparecerem reprezentaedes de Inferiores o Supe
rioressem que primeiro sejo informadas pelas Autho-
ridadesSubalternas, e o Suplicante tem dirigido a V.
C.XC. osseus requermentos sem so lembrnr que tem
um Commandante de Companbia, um Commandan-
te Geral, por cujos turnos devino prinieiramente pas
>ar. O pretexto que allega, de ter lindado o seu en
gajamento nao tem lugar, porque anda nao foi expe-
dido do Corpo pelas vas competentes, e de mais a ma-
i> conciderado como distacado em Panellaa por Ihe
tr locado esse destacamento e pagou ao que la est
por elle.
A maub tere elle que responder ao Conseibo no-
meado para ser julgido de suas faltas a que est j af-
licto por icr eu dado ordens a esse fin, por assim im-
por-me a Lei como enearrefjado da disciplina do Cor-
po de cujo Tribunal deve elle esperar iustica de sua
representaco. Ej o quanto tenho a informara V.
Exc. sobre esteobjecto. Dos Guarde a V. F.xc. Quar-
tel dos Municipaes Permanentes 24 de Janeiro de
1834.Illm. e Exm. Sor. Manoel de Carvalho Paes
de Andrade Vice Prezidenle <\a Provincia. Francis-
co Antonio de Si IWreto, Commandante Geral.
Illm. e Exm. Sur.Sendo-me prezente o re-
querimento do Cabo Joze Ferra > Castello Bronco, rom
o Di pacbo de V. Ex.?. de -2.') do corrente. e acbando-
se ja est Cabo a (ledo ao Conselho, que tem de res-
ponder, como meimpoc-m oart. 20 do Decreto Regu-
amemar de j22 de Outubro de 1 S31 ; remdi dito re-
querimento ao Conseibo, o qu d em Sesso de boje dc-
iiberou pelo orgao de scuwespcctivo Presidente, o
que ver V. F.vc. lo Officio junto, (endoeu de lem*
brar a V. Exc, que j nao est em minhas attribnieO
esdicidir da sultura do Cabo referido; mas sim o Con
seibo, o que logo to (lia 25 bi reunido, para COnbe-
cerjla parte que dei contra elle, em cujo Tribunal,
nenfhmia engerencia tenho, por fazer parte do Pnde,r
Judicial, esperando qncV. Exc. aceite por justa a mi-
nba reprezent ico. Dos Guarde a V. Exc. Quartel
doCommando dos Municipaes Permanentes 27 de Ja;
neirode 1834 --Illustr issmo e Exm. Snr. Manoel de
Carvalho Pues de Andrade. Vise Prndenle da Pro-
vincia.Francisco Antonio de S Brrelo. Comman-
dante Geral.
ALAGOAS.
Artigo d' Officio.
Espondendo aoseu officio de 22 do correte mz.
....e agora rec< bido, nimpiv significar-Ihe que sen-
tindo as noticias, que me da de que o> salteadores C-'l,
baos se aproximan a etSfl Villa, segundo he consla-
e (jue j.i se ncbo em corren tes ; todava nao me assus
tu, e bem persuadido 6co deque essas noticias nao sao
exactas: c (pie para riles chefjarem ao seu Dislricto
tem de passar por outros muitos, cujas aulboridades,
nada tem al o presente parlecipado a este Governo.
Sei que lies se lem mostrado inslenles, e atrevidos
uestes ltimos dias; mas be porque fizemos buma sus-
penso de rmas, e de hostilidades em quanto lb-s
rhegiva a noticia o Decreto de Perdi. q>i" ells nao
quHern, e julgaro ser signa I de fraqueza nossa. A-
m.mba fiuda-se oprazo que Ibes dei para seaproveita
rem da graca do Governo ; e como ellescegos, e obs-
tinados a tem desprezado ; no dia 26 mil e duzenl m
soldados nossos de Porto de Podras, e do Rocadinho
os alacarSo por todos os lado. por todos os Ponto?, e
por dentro d\s matas; ea fogo, e a ferro os obrifja-
it a render-se, e a chorar mais tarde o seo erro. De
Pernambuco maior (orea os atacar no mesroo da, e
ao resmo lempo. Tranquilise-se pois, e tranquili>e
o', babitantes do seo Distrido. Para que porem V. Me.
nao diga que eu abandono pasa Villa, e iqus habitantes
remeti pelo Ajudante de Guardas Nacionaes Floren-
cio de Souza trila Granadeiras com o competente
corrame, dous mil eartuxos do adarme 17, hum o;o
de pistolas, hum clavinote, hum espadagao, e mil ear-
tuxos de lazarinas, e 60 pedral de fogo. Em outra
Occasio responderei o seo Officio Je 1S recebido lao
Ix.'m boje.
Dos Guarde a V. Me. Palacio do Governo das A-
lagoas em Macei 24 de Dezembro de 1833Vicente
Thomaz Pires de Pigueredo CamargoSenhor Lou-
renco Bizerra Cava lean ti, .Tniz de Paz da \ illa da
ssumpco ConformeO Secretario Antonio \\\-
beiro de Moura.
COPnESPOM)E\ClAS.
Snr- Hedactor.
COmo indiscretamente w me tenbao imputado as
cartas insertas nos ltimos numeros do seo bem
acilo Diario, acerca da qtieslao, suscitada pelo Dia-
rio da Administraco Publica, p n Quotidaua Fide-
digna sobre o Promotor Publico dr'ysle Municipio, e o
Snr. Cacti no Piulo de Veras 5 e eu nao le p ha ao meo
alcance nutro meio de livrar-me de tal imputacp, a-
lem f!o que me oferece o seo mesmo Diario ; eu Ihj*
rogo para OMie, em abono da verdade, dwlarc'aop

v
I PA6INAPA0 IMCORRETA |
I ___________,___ -^^


i
5P
)
la calla, se taes correspondencias Ihc oiao entre-
gues por mim, ou si acho-se escripias por minba le-
tra, que pelo que suponho Vm. asss conbcee, ou cm
n e Vm. tem algum motivo para supor, que eu in-
V'ivifsse na sua nublicaco.
Com tal obzequio muito obligara ao seo amigo.
Fclippe Lopes -Settp Jnior.
Em abono da verdade declaramos, nao nos te-
rem sido entregues ditas correspondencias, pelo nosso
amigo, menos seren escripias por sua letra. Igual*
roen te a flaneamos a aquellas pessoas que se jacto de
conhecedoras de estillo, que o nosso amigo nenhuma
parto tem em ditas correspondencias, as quaes tem sido
de diversos authores, e nao de um s, como muilos tem
cjito.
%%lt\lll>>
PERGUNTA.
PErgunla-se ao Sur. Dom queri de mendonca se es-
ta aqui fiesta Provincia a espera da restauradlo do
Duque de Braganca pira prender e praticar o mesmo,
i|Ue pralieou como Capillo da 1.' Companbia da Vil-
la de S. Antao, Francisco Buptistn de Almeida, em
18-24, que 0 prenden, e anda boje degradado no Rio
Negro, em me respondendo tenho maisque Ibe per-
gu'ntar.
(i observador do Dom tjucii de wendoncfi.
S bem feilorias em um terreno no lugar do Coe-
x'jLIbo : na rui da Aurora n. ).
S3f* Uilia casa lerria de peclra e cal. cita na rua
'los Quarteis, por (letra/, da Matriz, e urna porcao >olla : nn toja do .Mello, rua do Cabug.
.^3* Vende-se por 200>) res um cavallo lavo, no-
vo, sem achaque, de excedentes andares, e man lido,
sellado, e enrcado : na rua das Cru/.es D. 1G, 2. a-
ilar.
^T^* Lma porcao de saccas de millio novo de 5 quar-
tas cada saca, e urna porcao de barra de manleiga no-
va tudo por preco commodo : na rua da Cadeia n. 61.
CJ^ Lm sitio com casa de vvenda, e bastantes ar-
vores de frutas, no lugar da Travessa do Boi : na So-
ledad; a fallar com Joo Ignacio Rodrigues da Costa.
*f^ Una venda com poneos fundos, na rua da
Seuzalla velba D. 59 : na mesma.
f^* Um pardo sapatnro perito no seo officio, de
21 anuos : na praca da Uino lea de cambio n. 20.
iX^m 43 barricas, que foro de larinbi do reino
por preco commodo, proprias para embarricar assu-
- .ir : na rua do Palaoete por delraz das cinco Polas n.
28.
*^* Asseguintes obras Valtel Direito das Gentes,
P.irdesMis curso de Direito Commercial, Ganilli Tbe-
:ia de Economa Poltica, Joo Baptstl Sav, La Cail-
ie. Elementos de Potica, e Mestre Fraucez Clamopiu,
todas em muito bom estado : na rua do Queimado D.
."), I,"andar.
iX^m '>' Us de rame de pezo de 2 ate 8 libras, es-
pelbosde tocadores de varios tamanbos, ditos com jo-
;o de damas em cima, missangas prelas para lulo tan-
to lizas como lapidadas, assim como de oulras cores,
ranea retalho muito bom, tanto de Lisboa como la Ba-
bia, grampas grande i pWn cabellos de Senhors, gra-
va muito boa, pumada do reino bem cheirosa, buxo
de pescada para grude a libra a 320, muinbos para
moer cafe tanto de ferro como de pao de varios lama-
nbos, e outras martas IVrrages e miudezas, como se ja
agulhas, alfinciles, fitas, didais, e outras coaitas ruis
tudo por preco commodo : lambem se vende marro-
qu m verde, e am relio a 1280, ditos da mesma cor Q
1600, ditoroxoa 1760, dito azul ferretea 1860, dito
encarnado a 1600, e bizerro francez muito bom :r2^j
reis : na loja de ferragem e miudez-is da rua do Quei-
mado D. 11.
VX^" Vende-S*, ou arrendare um sitio na estrada
do Arraial, (jue vai da Cruz de Almas para 0 Moniei-
ro, perlo do Recie menos de urna legoa com casa boa
de pedra e cal, estribara para um, ou dous cavallos,
grande pomal de larangeira<. j iqueiras, coqueiios, e
outras frutas, e trra de voluto para eapim, ou ontra
qualquer planta : a fallar com o Padre Francisco Jo/.cv
de Lira na Povoaco de Beberibe, ou com Pedro Jo-
ze de Lira na rua de Orlas sobrado velho de um SO
andar D. 15.
T^* Urna cama de conduni embotida, um sofii df
pica randa, um berco de conduni, quatro campoteir.is
ile \dro para doce, seis g.irrafis de vidro proprias
de licor, tudo novo e |>or preco commodo, e um par
de Irntcrnas de vidro com seus caslUrais de oasqtlmna :
na rua Nova I). 3, 3." andar.
ct^j?* Algodo cm caroco : ni Olaria da rua da Glo-
ria na P>oa-vita porto D. 25.
"
IT.Ma loja, ou venda, que enba poneos i lindes, e
tcom nlgum commodo para urna pequea familia,
M-ndo mis ras das cinco ponas. Dircita, e Livramen-
to, ou Qucimado : na rua do Palacete por delraz das
cinco puntas n. 28,
'7^ Caxillios ile ,-ilcova estando em bom uzo : na
rii.i d > iangel venda da esquina do beco do Carec i-
o.
Vr3*" Diccionarios de Moraes da ultima edica na
mesma casa cima.
fc^?* Lios de pao de liubo velbo : na Botica ila
rua Nova I). 27.
%%w %%%
aiiugucia
ALluga-se a sobrado da esquina do beco do Caree
reiro : na rua do Rangel : a filiar no mesmo so-
brado.
3rrentffttent&
Rrenda-se um sitio grande com muitas arvores de
.ruclo, e boa casa de vi venda, defronte i\-, C*PCI-
hdeS. Joze do Manguinho: fallar com Mariana
Therca de Je/.us Siqueira, junto ao mesmo.
A

COistamlo ao ibiixo asignado que o Capilai An-
tonio Lins Caldas ^o Tonco) se qu-i\ ir.i de que o
mesmo abaixo assignado dera una denuncia conlra el-
!, io E\'n. \ (jg Presidente emconseque^-ir '''T111'
S. Kxc. d-'ix "! de Ibe ((ineeder ;i lic.Mica (ue i i'in
dia, e ordenara sua prizo, icrescentamlo ser iSlP
certo por Ibe ser comunicado cm segrsdo ppr "ii em-
preado da Secretara doGovprno, ennio in'lnnta-
dado Icnba forte ;lircito a sua boa icinit. i :\>
assignado declara :.o respej ^1 Publico q,u,e I -'<
T~


ftfc

(1252)
huma calumnia parto da intriga que delacera esta nos-
s Provincia, pois que elle nem ao Exm. Vice Presi-
dente e nem a nenhuma outra qualquer aulioridade
dfanuncioi) do mencionado Toneo, nem de pessoa al-
guma, e nem as suas fallas ainda se encontraro com
as de S. Exc.
Joze Camello do liego Barros.
-r-Illm. e Exm. SenhorDiz Joze Camelo do Reg
Barros que elle mesterisa a bem de sua boa reputaco
que V. Exc. lhe d clare por sen respeitavel despacho
se o snpplicante denunciou a V. Exc. alguma couza
contra o Capito Antonio Lins Galoas (o T.meo) ou c-
tra qualquer pessoa, ou'se apresenca de V. Exc. che-
gou alguma parlecipaeo de algum Juiz de Paz que
tratando de Denuncias mencionase o rime do Suppli-
cante : portantoP. a V. Exc. queira defirir ao Sup-
plicante na forma que requer.E. R. M.O Sup-
plirant.) nao deo a esle Governo denuncia alguma, e
nem me consta, que ofisesse em Joizo algum. Pala-
cio do Governo de IVrnambuco 5 de Feveaeiro de
1834Paesde Andrade.
*T^* Quem tiver para allugar escravos para ser-
ventes de pedreiro, falle a Joze Carlos Teixeira Jni-
or airar da Matriz da Boa-vista na primeira caza de
dois andar*, oqualpaga a 360 reis por dia, sendo
a ceca.
*T^- Quem lite oonvier dar aqui 100$ reisem co-
bre para os receber na Cidade da Babia, anuncie.
K^* Roga-se aos Senhores que generosamente as-
signaro a subscripcoa beneficio do Patriota Pcrnam-
bucano Vicente AI vea da Silva victima da prepotencia
em 1824, queiro dar ordem ao pagamento; pois que
a erobareaco contratada para o trazer do Para seacha
prestes a partir, e muitos dosassignados tero deixado
de saplisluzer com a promptido que era de esperar.
W Quem precisar de urna ama de leite diria-se
n ra do Rangel no primeiro andar do sobrado D.
18.
$^* Abre-se urna aula de primeiras letras, no dia
9 do rorrete alraz da Praca da independencia, viu-
do do Quartel, sobrado junto ao da esquina, l. an-
dar : quem quiser instruir seos filaos, em Arimelhi-
ca, Grammatica, e Geometria-pratica, diriia-se ao
mesmo.
$3* Alluga-se um preto que entenda de padeiro :
na ra Direita padaria D. 43.
& Roga se ao Senhor Juiz Municipal d'Olinda
baja de dar actividade, a fim de expedir os feilos, que
nao devem estar encalhados,
fc3* Os berdeiros do cazal do falecido Francisco
Nune.; Correia, partecipo ao respeitavel Publico, q'
elles de acord com sua mai, perlendem fazer venda
de huma propriedade de caza terrea, cita na Praca da
Boa-vista, por isso que fiea denenhum effeito osan-
nuncios feitos pelos mesmos as folhas publicas desla
Cidade, relativamente a prohibico da venda da mes-
ma propriedade o auno passado.
&^ Antonio dos Santos Ferreira morador na Ci-
dade de Olindi, anuncia ao respeitavel publico que
vendo o estado de indigencia em que se acba Manoel
Joo Gomes morador na mesma Cidade, padecendo a
perto de hum anuo a mais severa necessdade, por
cauza dos acredores terem tomado em pagamento os
bens que possuia ; e destituido de tudo e sem meios
mais de podar subsistir, por nao poder trabalhar em
lodo o servico que se Ihe ofereca, por estar aleijado de
fies, e mos; por isso consentio e oulorgou a sua mo-
Iber Antonia Tliereza de Jezus para izer a sociedade
com sua prima Maris dos Prazeres do pequea nego-
eio que a dila lie ofereceo ; ficando a dita Mara (los
Prazercs entregue do seo principal e metade dos iu-
cros que houvertgn, e parlecipando-me o dito Manoel
Joo Gomes o estado em que se acba ; e rendo o an-
nuncianle que os infortunios do dito Manoel Joo Go-
mes que linba lido em seus negocios era quem o ti-
nha reduzido a aquelle estado, e como o anunciante?
ten ha tenco de por huma caza de negocio de secos e
molhados, lhe propoz se quera administral a, fazen-
do-o enteressado na metade dos lucros que houverem
pelo seo trabalho, o que o dito prontamente aceitou, o
que o anunciante faz. publico para que os acredores
do dito Gomes venhao no conbecimento que a dita ca-
za de negocio he do anunciante.
^^* Roga-se ao Senhor Doutor Juiz do Civel,
Martiniano da Roxa Bastos baja de ter a bondade em
se activar nos despachos dos auctos que Ibes esto co-
clusos; poiVque quanto mais for demorado os des-
pachos mais auctos se lhe va i ajuntando, em prejuizo
das partes.
^^* Perciza-se de um caixeiro para venda, que le-
ona pratica dest negocio, e se far bom ordenado,
dando fiador a sua conducta ; na loja do Mello ra
do Cabuga.
^^* Quem tiver para allugar, um sitio perto da
praca, cercado de limo com arvores de fruclo, bai-
xa para capim, e com boa casa de viveoda de pedra o
cal, que tenba sufFiciencia para grande familia: an-
rfYineio.
^3* Quem tiver e quizer allugar um sobrado, de
um so andar, ou casa tenia sendo grande, as ras
Nova, Direita, ou poleo do Livrameuto : anuncie.
^3* Pede-se a quem mandou conduzir do porto
da ru'-i Nova dois enxams, de cumprimento para ma-
is de trinta palmos, que tinbao marca C fe ha com ar-
rucha, e tinbao as pontos debaixo de urna porcio de
entumo; (ac o favor manda los por la, ou pagallo-
na ra Nova ao p da ponte no armazein que ten
louca, e se oscomprou a alguma pessoa, assimoan-
nuncie, pois que foro, e esto furtados.
^5^* Quem perchar de um caixeiro de 14 anno
para loja de ferragem, ou miudezas, o qual da fiadoi
a sua conducta : anuncie.
%%v*%vv%v
<$CttyO$ fl!gt&O0.
Ploma z do genlio de Angola, 35 a 40 annos, bai-
xo reforcado do corpocom urna vilida no olho es-
querdo, as orelbas fu radas para brinco ; fgido de 28
a 30 de Janeiro p. p., com carniza e sirla de algo*
do: ra da Conceico D. 31, ou na Nazareth lu-
gar da Ribeira grande Freguezia da Lnrangeira.
*3* Felippa crila, 25 annos, estatura ordinaria,
peitos grandes, cor preta, bem desbarrigada, com u-
maunba tirada em um dedo pulegar do p, bem pa-
recida; fgida da Villa de Goianna para esta Praca,
desde26 do p. p. Janeiro, levou vestido sai a de chita
azul j velha, e cabeco de paniuho : ra do Crespo
D. 6, ou em Goianna a Manoel de Moura Barboza
Cordeiro, que ser generosamente recompensado.
^^" Antonio, naco Cassange, 20 annos, ps lar-
gos, un has dos mesmos arrebiladas, tem em urna das
bandas do corpo sicatrizes de sua trra, nao alto, cor
bem preta, pernas finas, cara escamada e com pr i da ;
fgido no dia 3 de Fevereiro corrente, com carniza de.
eslopa com mangas curtas, e calca de meu peina tim
bem de estopa, ludo muito sujo, porem consta que
tem mudado deste trage, e ancla decalca, e jaqueU
branca : ra de S. Goncalo n. 303.
t'HWwwjiwwMnniiniir-m wr .uuMMrt
I'shjv. jrj Ttp. do Diurno 1834:
,


Full Text
xml version 1.0 encoding UTF-8
REPORT xmlns http:www.fcla.edudlsmddaitss xmlns:xsi http:www.w3.org2001XMLSchema-instance xsi:schemaLocation http:www.fcla.edudlsmddaitssdaitssReport.xsd
INGEST IEID EQ5RHQLO5_FHCW9I INGEST_TIME 2013-03-27T15:31:34Z PACKAGE AA00011611_02788
AGREEMENT_INFO ACCOUNT UF PROJECT UFDC
FILES