Diario de Pernambuco

MISSING IMAGE

Material Information

Title:
Diario de Pernambuco
Physical Description:
Newspaper
Language:
Portuguese
Publication Date:

Subjects

Genre:
newspaper   ( marcgt )
newspaper   ( sobekcm )
Spatial Coverage:
Brazil -- Pernambuco -- Recife

Notes

Abstract:
The Diario de Pernambuco is acknowledged as the oldest newspaper in circulation in Latin America (see : Larousse cultural ; p. 263). The issues from 1825-1923 offer insights into early Brazilian commerce, social affairs, politics, family life, slavery, and such. Published in the port of Recife, the Diario contains numerous announcements of maritime movements, crop production, legal affairs, and cultural matters. The 19th century includes reporting on the rise of Brazilian nationalism as the Empire gave way to the earliest expressions of the Brazilian republic. The 1910s and 1920s are years of economic and artistic change, with surging exports of sugar and coffee pushing revenues and allowing for rapid expansions of infrastructure, popular expression, and national politics.
Funding:
Funding for the digitization of Diario de Pernambuco provided by LAMP (formerly known as the Latin American Microform Project), which is coordinated by the Center for Research Libraries (CRL), Global Resources Network.
Dates or Sequential Designation:
Began with Number 1, November 7, 1825.
Numbering Peculiarities:
Numbering irregularities exist and early issues are continuously paginated.

Record Information

Source Institution:
University of Florida
Holding Location:
UF Latin American Collections
Rights Management:
Applicable rights reserved.
Resource Identifier:
aleph - 002044160
notis - AKN2060
oclc - 45907853
System ID:
AA00011611:01949


This item is only available as the following downloads:


Full Text

MITA FE O 7'1
1/
i
....
- <>_,?
a>- bM
l ': ) r-. arUantados, na Tipografiado Diario, pateo daMatriz oaa >e ; :.: i .:..;) j s i i i Qiirt S Snr.v.i- \ do J dos F de m e do Y G d-tarde Pas 5
49 ni da I
Quinta- S Ful ntim wul. do O do Cr de :n e do O do Civ c Ch de
t I* aos 51 ni da t
. Tudo apora depende de nos qiesmos,da aqssf prudencia
deraijo, e enefgia; continuemos cunto nrin^cipianK^ e seremm a-
pontados comadmiratjiio enfre as Na$Se4 mais mitas.
Proclcmac da Am Brntilt
3mpreui5o em pzvnamhato par foge atetorino De Subteu.
-*&a&3>&&-
i
&
ore?cnt>ettcta.
'A7/?. "Redactor Como se tenha acinte-
nte es py I hado a falsa noticia de qup nos-
sa valente tropa fra batida por os infames
partidistas do ex Tyranoo do Brasil, aqu-
lombados no catue de Panellas, e mais
immedac,oes, no ataque do (lia 12 do niez
actual, ten ha a bondade de publicar no
corpo inesmo do sen Diario a carta que liie
remeti, com o que muito obligar a seu
Atiento venerador
J. T. G. F.
Panellas lo de Marco de 1833- Por,
tocarreiro, companheiro, e amigoA 12
do corrente atacou-se o inimigocom a for-
ra existente, e a do mando do Tenente
Coronel Joze Joaquim, que com o Cara-
peba avancou pelo Brejo velho, que foi pe-
las ossas torcas oceupado as 10 horas do
dia, depois de corajosamente batidas as
trinxeiras. Esta victoria custou a perda
do Tenente Vicente de Moura das Guar-
das Nacionaes de Simbres, ede mais 4 sol-
dados, que pvrecerao na defeza da Lber-
dade, e o ftrimento de 17 entrando neste
numero o Tenente Coronel Joze Joaquim
com huma baila na peina direita, que fe-
lizmente nao Ihe ofendeo o osso, o Joao
Alves do Altinho, buhado em hum braceo,
e o Dionizio com huma baila no joelho es-
(juerdo, que o esbandalliou. Toda a tro-
pa portn-se bem, e sobre tudo o nosso A
chiole, que commandou a Guarda avanc^t-
da, e o Sargento Malaquias do $4 (pie
coih elje m^rxou. O Holanda, e Bernar-
do avaneuai) para o Cafuud, e tomarao
posicojs a vista da trinxeira, e o inesmo fez
o Vctor polo Riaxa, em cujas pusioues
se conservao a inda, segundo as ordens que
tiverao. O Cara peba, e Joze Joaquina
regressarao do Brejo no dia ]3, deixando-
o guarnecido por mais de 200 prcas, e
huma peca de .a f til hera. Outra peca de'ye
hir para o Cahjnd ver se se effectua o
assalto da triucheira. A forra de Joze
Joaquim est sob o Commando do Carq,-
peba no impedimento daquelle. Eis o que
lia de mais nota ve!, e o que a pressa posso
comm nica r-te
Teo amjgo ce rio
Pedro.
PERNAMBUCO.
o
Ultimo Correio da Corte trouxe n,
a mui satisatoria noticia dse acharem re
colhidos Fortaleza do Brum em Peruam-
buco o Salteador Pinto Madeira, e o s o
digno consocio o Padre Benze cceles; no-
ticia, que chegou ao Rio de Janeiro no
inesmo dia, em que o Car amura exaltava
as faca nh as do bando restaurador no Cea-
r, asseverando que Pinto Madeira cada
vez mais ganhava partido, e forcas. Este
triunfo do Governo cpmeea i* por em cous-
tr-rnacao os grandes e pequeos facinero-
sos, que haviao depositado todas as suas es-
peranzas nos suecessos do Ceara; e que se
atrevio mesmo a descrever aquella qua-
drilha com as cores de um exercito forte,
e brioso, que so* tinha em vistas defender
a Monareliia dos ataques dos Repblica-
tos, tiesta que os Juizes nao sejo Desem-
bargadores, e que brevemente morra em
inna cordo, como todos os ladroes, esse
Napoliao do* Sanadores, esse hroe to e-
logiado pelo mais pequenino dos Apostlos,


L
"7
(278)
em perto de no*, na Cidade Maran-
ftrega com a maior insolencia as mes-
out rias, que apparecem as paginas
do Caramur.
(O Novo Argos de 3 de Janeiro.)
s,
SOCIEDADE PATRITICA.
'Essaq extraordinaria amanha 28 do
corrente -na ra do Cabug em caza do Sr.
Jernimo Rodrigues Chaves, as 5 horas da
larde, qual roga-se aos Senhores Socios
hajao de nao faltar, que para se abrirem
varios officios, e trac lar-se de objecto inle-
reasante.
ii
SOCIEDADE FEDERAL.
Sin: ha Sessao ordinaria no lugar do
costme as 6 horas da tarde. Convida-se
aos Senhores Socios para'que nao faltem a
"fin dse tratar,, alem de outros objectos,
dv negocio do Benemrito Senhor Dou- *
ton Cipriano Joze Barata de Ahueida, de
que a Socicdade oi incumbida pelo dito
Sur.
D.
ANUNCIOS.
O mingo 24 do corrente sabio o N. 6
da Btissola, e boje o N. 7. Naquelle vetan
a notreta histrica do desastroso fim de I
turbde para exemplo dos restauradores de
Pedro i., e neste a origem dos nossos ina-
politicos datados da elevaco daquelle
principe, com os remedios, que lembra o
Redactor para sanallos, e urna' correspon-
dencia do Redactor do Crapuceiro a o Re-
dactor do Diario: un, e outro numero
vendem se na na loja do Senhor Bandeira
ra do Cabula D. 4, a 80 res cada oro.
Sbtw Do Correto.
A Sumaca 8. Joze Deligente de que
he Mestre Antonio Joaquim Adodale Bri-
om salle para o Maranho no dia 2 de A
bril.
largura, 3 ditos de pregar ja prontos d#
mesmo tamanho, 25 portadas para as por-
tas cima de lavracao moderna, 18 taboas
de 30 palmos prontas para assoalhar, e 2
palmos de largura, 5 taboas brutas de 2
palmos de largura e 24 de comprido, 6 en-
xames brutos de 34 palmos, e 5600 ti jlos
de tapamento: na ra do Vigario D. 31.
3* Varios mappas e livros de Pilota-
gem em bom uzo: no armazem de assucar
da ra da Cruz n. 59.
(3* Urna porcao de dinheiro chancha :
na ra do Queimado loja de fasendas D.
II.
3* Um moleque de 18 annos para ser?
vico decampo, a dinheiro ou a prazo com
bea firma: no Forte do Matos D. 12, 2.
andar.
3- Urna negra de angola mossa, engo-
ma lizo, ensaboa, cozinha o ordinario, e
vende na ra : na ra do Cotuvelo D. 8.
(3=* Urna escrava de nacao, nroca: na
ra do Rozarlo estreita sobrado D. 29, 2.
anclar.
CiJ" Um molatinho alvo de 11 annos,
proprio para aprender ofheio, rouito esper-
to, sem vicio alguirn na rnesma caza ci-
ma.
3* Urna negra crila, 24 annos, faz
toda a qudidade de doce, engoma lizo faz
renda, coze chao e cosnha o ordinario :
a traz da Matriz de Santo Antonio caza n.
471.
(3* Urna porcao de dinheiro chancha:
na ra do Queimado loja de azendas D.
11.
{J3* Um molato proprio para qualquer
servico, e at para pagem, o qual se ven-
de por nao querer servir no Matlo: em
caza de Antonio Joze Lopes d'Albuquer-
qnc na ra da Cadeia do Reciiedir quem
o vende.
u,
Ctfmprag
u,
Oen&a-
Ma eacrava de 18 annos, sabe cosi-
nhar, engomar, cozer, e vender na ra:
nas 5 Pon tas caza do Lima n. 8.
(3* 7 portaes deenxames ja prontos de
11 e f palmos de comprimento, e 5 e \ de
' M caixilho para alcova : na ra do
Queimado D. 16 confronte o beco da Ce-
gregacao.
v^Uem tiver aehado uma Fuella de c-
palos de casquinha ; le/e-a na ra da iJe-
nlia em casa de Gertrudea Mara.


,
II 'l I li
*a-*
yy

\31.tem perdeo urna pohterinba muito
bem feita, e a quizer: dirija-se a Boa-vis-
ta ra Velha defronte da casa de Joaquim
do Espirito Santo, que dir quem a achou.
***-
o
8toi?oj particulares.
Abaiv.o assignado, sendo nouieiado
por ordem do Dia do Quarlel do Comman-
do da Praea, para Commandar a terceira
Classe dos Snrs. Officiaes, o faz sciente a
todos queJa compoem, declarando que se
acha rezidindo na ra dos Bairros baixos,
prximo a Fortaleza das 5 pontas onde se
poderao dirigir segundo suas pertencoens
relativamente ao servico. Assim como a-
quelles Sur. qne anda nao derao a deca.
racaoda sua rezidencia habitual, bnjao de
lita remeter para lhe poder transmetir as
ordeus tendentes ao Servico Nacional.
Francisco de Faria Lemos.
(3a O abaixo assignado, seibor possui-
dor da propriednde denominada Barra da
Jangada a margem da Costa, c distante
desta Cidade (juatro Iegoas e mein, tendo
em a indina propriedade um viveiro, que
vni confinar cpm os rios Jaboatao, e Pera-
pama, o qul aberto torna urna navegacao
vaniajoza para todos es Engenhos e pro-
priedades cituadas a margem destes dois
rios facilitando a importaeao, e exporta-
rlo de todos os gneros de mercadoria, e
resultando nao so* daqui um grande inte-
rewe, e economia para os ditos Snrs. de
Engenlio o Proprietarios, como grandes
lucros para o abaixo assignado: aquellos
por I lies nao ser mais necessano bois, e
cava los para exportaren! os assueras, e
agoas ardentes; e a este por perceber os
lucios de um Trapixe, e almazem que de-
ve edificar; e at mesmo na grande neg-
eiaeao do Iridias, e madeiras, de que se
nao tem feito uso por falta de na vega gao:
ha vendo-as ali com grande abundancia, e
ate de construyo.: uao tendo poremomes-
itio abaixo assignado torcas para fazer a
obra convida as pessoas quequizerem fazer
esta mesma obra, no que gastarlo
quatro contos de reis, para depois de feita
percebeiern os lucros do Trapixe, e alma-
zem por expasso de seis anuos, findo3 os
que uesse dito expasso de seis annot que
devero lucrar, nao ganharo menos de
vinte e quatro contos de -reis. A pessoa,
portante, que se quizer propor ao negocio
dirija-se a caza da ra do Queimado na
esquina D. 10.
Joao Rujino Ferrara.
G^ A pessoa que pertende allugar um
escravo, para diariamente conduzir feixes
de capim do Giqui, para ollecife; diri-
ja-se ao Afogados a fallar om o Dellega-
do Miguel Joze da Silva.
3* Joao Ferreira da Cunta tendo pa-
sado um -bilhete de cobre da quantia de Rs.
291$ e tantos, em dias do corren te mez,
roga aquella pessoa na mao de quetn ello
parar, queira quanto antes manda-lo rece-
be r.
(^* Quem percizar de um cax'eiro, ou
feitor para algum sitio, ou Engenbo o quat-
ontondo de qualquer plantacao, e sabe tra-
tar e sagrar gado do mal triste que esta,
dando, e animal cavallar, e para tudo que
Por; dirija se a Ribeira do Peixe desta
Praca fallar com Manoel Honriques.
C33 Ao norte de Goiana desembarcarlo
prximamente trezentos e tantos africanos
do contrabandista Gabriel Cambado, gen-
io de Joao Ceg ; porem ninguem se quer
propor a denunciar ao Governo para que
nao aconteea o mesmo que tem acontecido
com os do Silva & Companhia; que se nao
sabe oque pertende o Senhor Ouvidor pe-
la Lei (tbrar oom um sumario to delonga
I do, salvo sebe para dar tempo a que se
i rena estes a aquelles. Nota bem : os A-
fricanos aprebondidos ao dito Silva ja esto
outra vez em seu poder; e nao se sabe por
que a ten cao.
3* Precisa-se de um ptimo padeiro, a
quem so paga generosa mente : na ra dos
Tanoeiros n. 10.
(3* Quem anunciou querer comprar um
gamao com os pertences necessarios dirija-
se a ra.do Queimado luja de lasendas D.
1!.
3* Quem percizar de um Brasileiro
de 14 aune* para caxeiro de qualquer es-
tabelecimento nao sendo venda, o qual sa-
be ler, e escrever; dirija-se aoarmazem de
couros no atierro dos Afogados.
C^* Quem anunciou querer comprar u-
ina porcao de cobre de embarcacao; diri-
ja so a ra Nova casa de Caldeiroiro D. 14.
(3* A pessoa que anunciou querer co-
prar um bulle, assucareiro, e mantegueira
de prata, sendo queira um apa re ho com-
>n '....."

**
m
^p


?*-
-
(280)
f
pleto linda nao servido, e ch'pgYo a pun-
co do Porto o qiil vertd*s pel hisrri
prcco que custou; procure na loja de fa-
zensia ra da Cadeia velha n. 22, a es-
quina que volta para a ra da Madre de
Dos.
3* Quem ti ver um scravo para allu-
gar mestre padeiro, e sabendo fornar hem:
dirija-se a casa de pasto na' Praca (lo Cor
po Santo, on no beco dos Burgos no For-
te do Mattos n. 10.
3* Quem quizer dar 80$ reis sobre u-
ma caza pertoda Praca eni pertencao do
Rairro de S. Antonio pelo lempo do 9 me
3 para no fim delles receber 100$; an-
nuncie.
G^ Quem percizar de urna ama para
caza ; dirija se ao Ninxo de Joo Gomes
D. 9.
(3" Quem tiver um preto para allugar
qe saiba cosinhar o diario de urna casa
sendo fiel; dirija-se a ra do Cabuga. loja
tic miudezas, e ferragens.
3' A quem convier dar 100$ reis por
um mez, dando-se no fimo1'este prazo 10$
reis de premio coin hipoteca em um escra-
vo; anuncie.
C3* Quem percizar de um homem Bra-
zileiro solteiro, o qual tena todas as quali-
dades percizaspara administrar Engenhos,
o qmdquer fazenda de campo livre de en-
xertcs; dirija-se a ra Nova paderia D. 16.
T Maria Madalena Monteira de An
drrde, az sciente ao respeitavel Publico,
(jne torna a abrir Aula de ensinar meninas
a 1er, eserever, contar, doutrina, e costu-
ra: quem se quizer servir do seu prestimo,
dirija-se a casa D. 2 sobrado de um andar
defrente da Cadeia.
(t34 Perciza-se de 50$ reis a juros de
2 poi cento com hipoteca em urna casa ter-
rea na roa do Jogo da Bolla em Olinda :
anuncie.
{3' Quem percisar de um e-era vo bom
official de icrreiro e serralheiro pagando
480 reis por dia desellarlo; dirija-se a ra
do Roza rio estreita sobrado 29, segun-
do andar.
3* lia urna mulher de 40 annos, pro-
pria para reger urna casa, que se propoe a
- -r ama, e de sua capacidade dar sobejas
provas: na ra do Cordeiro n. 37.
3* Quem tiver 2 at 3 cavados, que
os queira mandar para algum sitio pertn
da Praca para tratar se delles, e promefe-
se de si-ivni |; >;-.,lados; dirija se a roa
Nova casa de Caiolereiru D. 13, que se i*
r quem t\iWr.
Jote l'd. iijues ft;i Cruz achando-se bastante-
mente n lefl querretirarle desta Provincia, pat
8ando-e fula de Portugal a tratar da eua sau-
(! leVhndo shh mulher, e filboa ; e por isso tem de-
terminado v< nn um tmeno seo de' cem palmos de
Norte, a Su I, tendo ja' levantada, e prompta np
teerreno tura casa terrea, con i bous eomn.int ?, ceros fe'tos pata outr&, e o rnai restante lugai ; i-
gualente vende cinco es- ravoa ladinos de todn ser-
rino, principalmente o de serrar madiratf, e mui* u-
nia preta til henf ladina : h pesdda qe quiaer tratar
este apiste de compra, dirija ?e a Serrara daqudle
vendedor por detrada ruado F'gun'es desta Pia-
rla, tncionondo Hle ao mean:o t. mpo BSptnfifsra
eua credores certas quantias, que tst a devcr nest*
Cidade.
jsicratois fugi&ox
LF Oze' Narciso, molccao, uacao Cacan-
te, official de alfaiate, rosto co nprido, o-
Ihos pardos, magro, e rendido de una ri-
rilha; futido a 14 de Maio de 18.30:
ra das Triucbeiras I), 12 que lera degra-
tfica cao 50^ reis, ou quem denunciar o
lugar em que o mesmo estiver. Joze por
apelido Cabinda, lamben) Cacange, bai-
xo, e grnsso, rosto pelado de bixigas, com
urna scatriz na lace, cambado; fgido a
10 de Fevereiro p. p. com camisa, e calca
de estopa : mesmacaza, que lera de gra-
tificacio 20$ rei.
R
noticias martimas.
Navios entrados no dia 26.
10 de JANEIRO pklos POUTOS
DO SUL; 27 dias; Paq. Constancio, Com.
o.0 Tenente Fortunato Bernardo Joze
d'Alnleda. Passageiros 4.
RIO de JANEIRO pelos PORTOS do
SUL; 47 dias ; Paq. N. Lwpoldina, Com.
o 2. Tenente Manoel Maria Bulliocns
Uibeiro. Passageiros 9.
Saludos 9 mesmo da.
PORTO de PEORAS; Hiate Federal,
M. Joaquim Marcelino dos Santos:
lastjo. Passdgeiro I.
BRINHAEM ; S. Felicidade,M. U^
noel Percha: lastre.

Pe'aNAML'UOJ ; na Tvp- doiauio Pateo da Matriz be S. AntomoCaza da porta larga 1833.


Full Text
xml version 1.0 encoding UTF-8
REPORT xmlns http:www.fcla.edudlsmddaitss xmlns:xsi http:www.w3.org2001XMLSchema-instance xsi:schemaLocation http:www.fcla.edudlsmddaitssdaitssReport.xsd
INGEST IEID E1VE32QCS_TNC3PJ INGEST_TIME 2013-03-27T15:32:34Z PACKAGE AA00011611_01949
AGREEMENT_INFO ACCOUNT UF PROJECT UFDC
FILES