Diario de Pernambuco

MISSING IMAGE

Material Information

Title:
Diario de Pernambuco
Physical Description:
Newspaper
Language:
Portuguese
Publication Date:

Subjects

Genre:
newspaper   ( marcgt )
newspaper   ( sobekcm )
Spatial Coverage:
Brazil -- Pernambuco -- Recife

Notes

Abstract:
The Diario de Pernambuco is acknowledged as the oldest newspaper in circulation in Latin America (see : Larousse cultural ; p. 263). The issues from 1825-1923 offer insights into early Brazilian commerce, social affairs, politics, family life, slavery, and such. Published in the port of Recife, the Diario contains numerous announcements of maritime movements, crop production, legal affairs, and cultural matters. The 19th century includes reporting on the rise of Brazilian nationalism as the Empire gave way to the earliest expressions of the Brazilian republic. The 1910s and 1920s are years of economic and artistic change, with surging exports of sugar and coffee pushing revenues and allowing for rapid expansions of infrastructure, popular expression, and national politics.
Funding:
Funding for the digitization of Diario de Pernambuco provided by LAMP (formerly known as the Latin American Microform Project), which is coordinated by the Center for Research Libraries (CRL), Global Resources Network.
Dates or Sequential Designation:
Began with Number 1, November 7, 1825.
Numbering Peculiarities:
Numbering irregularities exist and early issues are continuously paginated.

Record Information

Source Institution:
University of Florida
Holding Location:
UF Latin American Collections
Rights Management:
Applicable rights reserved.
Resource Identifier:
aleph - 002044160
notis - AKN2060
oclc - 45907853
System ID:
AA00011611:01522


This item is only available as the following downloads:


Full Text

.'.
l>
'">' '""'*
^vno de mu
SABBDO DE DEZE^IBRO NUMERO T-
Bltuprvf
/--
I DIARIO DE PERNAMBU

Subscribe ~se mensalmente to rs., atontado, na Tipo*** Ho Diario, ra da Soledade N. 498: na loga de Uvros do Rnr. Fipuc-
Praca da UniSo \. 891 na na do Iivraa-rtto lad> d > Vafenlp f). 16: onde se reebem correspondencias, e anuncios; estes nsi-
roa, Praca... ------- --
rem-se gratis sendo dos proprios assignaatcs somcate e viiio asignados.
h
Os anuncios, ne n ia! rondicocs. earar por cada linha 'mpressa 40 rs. e ser en
raais condicoes, pagar po
tresnes na loja de Livreir da ra
Tipografa do Diario.
do Lirramento D. 16, ou na
\
Tudo agora depende de nos mesmos, da nossa prudencia, mo-
derado, eenergia; continuemos como principiamos e seremos -
pontados com admiracao entre as Na?oes mais cultas.
Preclnmafio da Astetnblea Oerat o BrattL
%mpnm em pnmxnbuto por antotuuo %m t>e a&tran&a falcao.

s*e&&&*-





c

DECRETO.

Umprindo prover prompta e effecti-
va substituido das Notas do Banco em cir-
culado por outras de novo Padro, como
foi prescripto na Lei de vinte e trez de Se-
tembro de mil oito centos e vinte enove;
A Regencia em Nome do Imperador, Ha
por bem declarar, que as notas do Banco
em circulacao, que a citada Lei mandou
substituir, nao serao recebidas as Esta-
fes Publicas sete mezes depois da data do
presente Decreto.
Bernardo Pereira de Vasconcellos, Mi-
nistro e Secretario de Estado dos Negocios
da Fazenda, e Presidente do Thezouro
Nacional, o tenha assim entendido, e faca
executar com os despachos neoessarios. Pa-
lacio do Rio de Janeiro ern quatro de Ou-
tubrode mil oito centos e trintae hum, d-
cimo da Independencia, e do Imperio.
Francisco de Lima e Silva.
Joze da Costa Garvalho.
Joo Braulio Muniz.
Bernardo Pereira de Vasconceos.
Cumpra-se, e Registe-se. Rio de Janei-
ro 5 de Outubro de 18.31. Vasconcellos.
??


.

JUIZO DE PAZ.
I.
Llm. Snr. Tendo-se feito duas correi-
'^ues de.porcos, -segundo determina as pos-
turas da Cmara, e mandando-os por em
prac publica os mencionados porcos para
seren arrematados a quem mais desse; p-
de-s apurar setenta e sete mil e quinhen-
tos rs., que descontando-se as dspezas do
costume, veio ficar liquido cessenta e se-
te mil quinhentos cessenta reia em dinhei-
ro de cobre, os quaes remetto a V. S. pa-
ra os empregar a beneficio dos Hospitaes
dos pobres; por assim mandar as referidas
posturas da Cmara Municipal.
Remetto tambem hum bilhete deBernar-
dino de Sena Lins, no valor de 11$740,
que delle cobra o Negociante Nicolao O.
Bieber e C, por ter este Negociante offe-
recido esta cobranza para beneficio dos
Hospitaes dos pobres, e para V. S. se orien-
tar melhor neste negocio remetto igualmen-
te o requer ment do supradito Negociaute,
ern que chama a reconciliacSo aquelle deve-
dor, afimdeque V. S. possadar principio
a cobranza em questo. Dos Guarde a
V. S. Bairro de S. Antonio 19 de Novem-
brode 1831 Ulm. Snr. Vicente Ferrei-,
| r^ dos Guimarans Peixoto Administra-
dor dos Hospitaes dos pobres Joo rce-
nlo Barboza.

i
_Llm. Snr. *- Acabo de receber o Offi-
ci de V. S. em data de hoje e com elle a-
companhou a quantia de Rs. 67$560 pro-
ducto de arrematacoens de porcos de duas
corridas sendo a referida quantia o seu li-
quido deduzido das despezas para ser apli-
cados a beneficio dos pobres dos Hospitaes
de Caridade de minha Administrado na
conformidade das Posturas da Cmara Mu-
nicipal o que fica carregado em receita. ^
Recebi mais o requerimento de Nicolao
O. Bieber & Comp. com o bilhete de
Bernardino de Sena Lins em que mostra
este dever a aquele a quantia de 11#740
que osoferece o dito credor para bendicen-
1 cia dos Hospitaes referidos, na forma que
relata o supra citado Officio de V. S. e pa-
ra a sua cobranca darei o andamento ne-
cessario. Dos Guarde a V. S. Rocife 19
de Novempro de 1831. 111 ast. Sur. Jo-
ao Arcenio Barboza Juiz de Paz Supplen-
l."" A '
''


.-**
fc.
-i r. '-
as*
*uim
Efe*'
*%



(1040)

te do Bairro de S. Antonio. 'Vicente
Fe/reira dos Guimaraes Peixoto.
jSafcto a Carga
Pvra Santos.
Segu viagem a Polaca Anna Ca-
thaniia, at 15 do corrente, Cap. edono
Joao Joze dos Santos Cunha; quem na
mesnia quizer carregar ou hir depassagem
dirija-se abordo a fallar com o mesmo Ca-
pitao, ou a Luiz Ferreira Campos.
v,
eienfoa.
Inho do Porto velho de Feitoria, a
garrafa a .300 rs. e sem casco a 240; cera
de Lisboa de superior qualidade em velas
de todo o tamanho; e prezuntos para fiam-
bre por preco cmodo: na ra dos Quar-
teis venda D. 2.
G^r" 12 cadeiras de Jacaranda, 1 meza
de Evano com 2 aparadores que serve pa
ra 20 pessoas, 1 relojo de parede com 8 di-
as de corda, e la, 2 mezas de Jacaranda,
2 cmodas de dito, meias de seda superiores
para Senhora, ditas curtas para homem, lu-
vas de seda brancas e pretas, los de fill
de Linha, brancos, e pretos, vestidos de fi
lo, brancos, muito superiores, lencos de fi-
lo de linha brancos, cambraias bordadas
para vestidos: na ra do Crespo caza N.
5, D. 6-
C=3" Bentham, obras completas, ou qual
quer urna dellas separada.
Blair, Licoes de Retorique.
Constancio, Gramtica Franceza.
Dito dita Portugueza.
De la porte, Commentaire sur le Code de
Commerce.
Dupaty, Lettres sur 1' Italie.
D' Arlinconst, ou 1' mort etl'mour.
Damiron, Essai sur 1' Histoire de Philo-
sbfique.
v Erasme Elogie de Folie.
Fonceca, Dictionario Porttil da lingua
Portugueza, extrahido de todos os Diciona-
ros publicados at hoje.
Horas Marianas.
Locre, Espirit du Code de Comerce.
Lettres de Junius, traduzidos do Angla-
is par Paripot.
Philosopfie de la nature.
Politique des Nalions.
-

Silvestre Pinheiro, Projecto de ordena*
coes.
Dito dito Synopis do^odigo do Proces- ,
so Civil. v
Dito dito Coro do Droit Publique.
Secret de Triunpher des Temnes. m
Todos chegados prximamente: na lojaj
de Livros da praca da Uniao N. 37, e 38,
e na Cidade de Olinda botica da ra do
Amparo N. 5, e juntamente um grande
surtimento de livros de varios Ediomas.
C^- Um sitio na Magdalena no alinha-
mento da Estrada que segu para a Varzea
com 400 bracas de frente, caza .de taipa
coberta de telha, boa agoa, e vacas de lei-
te, livre de pensao: 400 palmos de torra
nos fundos da ra do Caldereiro, com fren-
te para a nova na da Condeca, e fundos
para o rio; e cinco moradas de cazas ter-
reas na ra do Carmo desta Cidade com
frente para o Hospital Militar D. 5. a 9:
os pertendentes entendao-se com Jacinto
Soares Botelho na caza, que foi do Padre
Manoel do Muro.
{3~ Urna venda com poucos fundos: em
fora de portas da parte da mar pequea:
no terceiro beco que la achara com quem
tratar.
(r Gado crilo para mais de 60 cabe-
cas, garrotes mancos, e furados capazes de
trabalho, vacas de leite, e algumas paridas,
garrotes, e novilhas tudo alto e mao por
preco commodo: na estrada da Boa va-,
gem cazas envklacadas, portao a ilharga,
das 6 horas da manh athe as 7, e das 5
ath as 6 da tarde.
Os utencilios de urna escola de primeiras
letras, bancos, classes, cabides paraehape-
os &c; tudo em muito bom uzo, e por
preco cmodo: na ra Velha D. 13.
Um escravo crilo 30 annos proprio pa-
ra servico do campo: na ra da Alegra
em caza de Francisco Joaquim Machado.
C^3 Um moleque, sem vicio, nem acha-
que, e proprio para botequim; no bote-
quim de duas portas, ra do Rozario a fa-
lar com o Albuquerque.
$3* Urna negra crila, de 22 annos, cos-
tureira, engomadeira, cozinheira, e de to-
do o servico de caza: na ra do Rangel
sobrado D. &8.
C3* Chapeos de seda de todas as cores
e de muito superior qualidade: na ra do
Crespo D. 7.
fci* Um molatinho de 12 annos com.
principioB de alfaiate: no atierro da Boa*'
<.
/
S


"fr-^..
(141)
vista loja de fasenda de Joao Francisco de
Pnho.
3=* Fava d che*<3 do Para para se tra
zer no Rap: na ra do Rosario Botica de
Jbao Pereira da Silveira.
% &3 XJm preto canoeiro 27 annos: na
Sjmca da Boa-vista D. 16.
{par* Os utencilios da fabrica de Destila-
do cita na ra das Flores, juntos ou por
partes, bem como escravos einpregados em
o mesmo servie,o, canoas &c. Um chao
contiguo ao Hospital de S. Pedro de Alcan-
tara ha ra nova, em o qual existe um
tlheiro em que est trabalhando um sejei-
ro: os pertendentes fallem com o Adminis-
trador da mesma Fabrica.

Compran.
\J M temo de pezos de ferro uzados, de
mea libra, a 2 arrobas: anuncie.
&3*ATodas as botijas de Genebra vazias
pelo preco de .30 rs. cada una: na ra da
Cruz N. 54 no Recife.

o

aiiuguet.
*
1. andar do sobrado da ra das
Cruzes D. 16, com bastantes cmodos,
quintal, e cacimba-: ra do Crespo lo-
ja D. 7.
(3* Urna caza para se passar a festa de-
fronte da Igreja de N. S. das necescidades
parede e meia do Snr. Joaquim Bernardo
muzico, grande com bastantes cmodos, e
estribara: na mesma caza.



3n?o$ particulares
Collector da Decima do Bairro de
S. Antonio do Recife, aviza aos Proprietfc-
rios das cazas do mesmo bairro, que vai
dar principio a cobranca do 2. Semestre
do corrente anuo no dia 3 do prezente mez ;
assim como aviza, quede Janeiro em dian-
te principia aexecutar o dito 2. semestre
da uesma maneira, que vai executando a
Decima dos annos atrazados.
3* O Snr. que no dia ultimo de Novem-
bro pertendeo vender um escravo ferreiro,
na ra do Queimado D. 1, sendo queira
ultimar oseo ajuste poder dirigir-se ames-
na caza.
I 3" Maxemiano Antonio Pereira reti-
ra-se para fora da Provincia e faz o pre-
zente anuncio para cumprir com as ordens
sdo Governo.
3* Quem quizer um Padre para algu-
ma Capellana, ainda que seja para algum
Engenho, dirija-se a o principio da ra do
Livramento loja defronte das Catacumbas,
na caza D. 25 que ahi acbara com quem
tratar.


6^ Preciza-se de una mulher livre, ou
cativa, que tenha bastante leite para criar
um menino, sendo bom e que tenha bons
custumes e se lhe oferece bom sellario;
quem estiver em circunstancias de cria r
anuncie ou procure na Praia do Colegio
Armazem de Antonio Manoel Pereira Via-
na.
.
(3* Preciza-se fallar com o marido da
Senhora D. Gertrudes, cujo Snr. he her-
deiro em parte de urnas trras denominada
Cavaco, citas a margem do Rio Parahiba
do Norte, Provincia das Alagoas; queira
por tanto declarar a sua morada nesta Ci-
dade, ou fora della para ser procurad, e
entao saber para que fim, ficando persua-
dido o dito Snr. que para benficio, e in-
teresse seu; cuja declaracao de ver ser por
meio {leste Diario.
3" Quem anunciou querer comprar
um Dicionario Francez procure na ra do
Rozario Botica de Joao Pereira da Silveira.
(3* O abaixo assignado fez publico aos
seus devedores, e Credores que se mudou
para a ra do Amparo caza N. 66.
Joao Pinto da Cunha.
3- Quem tiver urna caza, ou deis pri-
meiro andares, que qneirao arrendar, sendo
em urna das principaes ras do Recife,
anuncie.
3* Tendo vendido Antonio Correia da
Costa as trras que lhe pertenciao* e que
sao cistas em Fora de Portas, cOmprehen-
dendo 47 bracas de Sul a Norte, e de L^s-
te a Oeste a largura do baixa mar da
mar grande, pequea, como consta pela
nova cordiacjio, que neste anno mandou
fazer a Cmara de Olinda para comfirmar
a nova posse que foi conferida ao Anuncian-
te Bernardino de Sena Lins: elle previne
a os foreiro da dita trra que anda nao teov
comparecido a pagar os seus respectivos fp*
ros que se derijao a sua caza no Pateo 4o
Hospital do Paraizo at o dia 8 do corren-
te mez de Dezembro para se intelligencia-
rem com elle avista de seus Ttulos, e Reci-
l*


-*,
w
bos, e Ibes adverte que era cazo contrario
uzar dos termos da Lei.
3" Alluga-se urna caza terria que tenha
cmodos para urna familia nao sendo eiu
beco, ou que exceda o seu alguel meacal
a seis mil rs.: anuncie.
0=3" Preciza-se de urna ama deieite forra,
ou cativa: na Botica do Felippe ra do
Livramento D. 4. >
C^ Quera quizer dar 300$ rs. a juros
de 2 por cento sobre hipoteca em urna ca-
za; anuncie.
3" Quera percizar de um oaixeiro pa-
ra Escriptorio, loja, ourua; anuncie.
{p3- Joaquim Goncalves Bastos senhor
do escravo Antonio pardo alfaiate e de 2
annos de idade tendo-lhe este fgido desua
caza no dia 7 de Novembro da correte
anno passou a fazer as perguntas necessa-
rias, e soube, que elle se havia unido com
os escravos de Senhor Capitao Joze Rober-
to de Moraes Silva rendeiro do Engenjio
Santo Andr e a este Snr. escreveo a este
respeito, e nao teve resposta alguma, evin-
do o dito Senhor Joze Roberto a esta Pra-
ca para a comprar no dia 22 de Novembro
allou ao anunciante dizendo-lhe, que a-
quelle escravo foi procural-o para o com
prar, e que esta va em seu poder amis de
doze das, e para seguranca do dito escra-
vo dissera a este, que o comprara pois es-
ta va para vir ao Recife, e asseverou-me,
que dito escravo daquelle Engenho nao sa-
bina, como nao se effectuou a venda por
querer dito Snr. cmpralo por preco a seo
Cmodo e fiado e que nao azia conta ao
anunciante, retirou se certo de entregar o
escravo ao anunciante o qual vio com nao
pequea admiracao um anuncio feito no
Diario de 25 de Novembro paraeu mandar
buscar sera dizer couza alguma do que se
havia passado ; e at inculcando nao res-
ponsabelizar-se por elle. No dia 26 man-
dou o anunciante buscar dito seo escravo
por Luiz Barboza official de Campo acom-
panhado de umn carta que escrevi ao dito
Senhor Joze Roberto o qual a resposta que
deo vocal foi dizendo que nao poda escre-
ver por estar muito ocupado e que dito es-
cravo ja tinha fgido daquelle engenho, e
deo ao portador a carta aberta, que era a
resposta, que da va os signaes do dito escra-
vo Antonio pardo alfaiate sao os seguintes;
secodocorpo, estatura ordinaria, sobran-
ceibas feixadas, rosto comprido, e seco,
dentes alvos, e cortados^prelha direita cora
um talho na ponta debTuxo, na custela da
parte esquerda tem urna cicatriz de estoca-,
da, ps grandes e os mete para dentro al-,
ffuma couza, por tanto aviza o anunciante*
que ninguem o agazalhe, e nem o coinpr*
sem ser ao anunciante o qual pede aos be-
nhores Juizes de Paz o faca recomendar
em seos Destrictos para o prender, e reme-
ter ao anunciante, e o mesmo pede aos ca-
pitaes de campo, e pessoas particulares. O
anunciante mora na ra do Livramanto
caza D. 12, eassevera o anunciante a pa-
ga do trabalho com que remonerara, e
mesmo a quera do dito escravo sober.
3- Anuncia-se o seguinte : a venda de
trez canoas pequeas, e novas; dois cava-
Ios de estribara, passeiros, carregadores,
mancos, e sem achaque. O alugutr de du^
as cazas de passar a festa, urna no sitio
Passagem da Madalena a beira do Capiba-
ribe, junto a caza qne foi intilulada fabri-
ca do GirSo, e tem ao p" urna olaria prin-
cipiada, e outra na estrada do Manguinho,
ao p da camboa. Urna canoa de vella a
carregar fretes,para Mactio, surta na prai-
a do Collegio, da qual he Mestre Joze
,Furtado de Mendonca. Hura escravo fgi-
do no dia 28 do correte niez de nome Ma-
noel Calabar, estatura alta, cor fula, espa-
duas largas, pernas finas, olhos grandes, e
afumaeados,.compoucos cabellos na barba;
quem o achar, ou algumas das outras cou-
zas pertendr dirija-se a Joze Joaquim Be-
zerra Cavalcante na Passagem da Magda-
lena, ou no largo da Boa vista, caza D. 9
N. 23.
i
J
dfcrdtttf fugtuO0,

Oaquim, nacao Cabund, 35 a 40 an-
nos, otticial de carpira, estatura mais que
ordinaria, bem preto, cara jisa, olhos um
pouco vermelhos, pes grandes e grossos
que parecem enxados; fgido no principio
do correte raez: Feliciano Joaquim Ops
Sontos, ra do Colegio. ,
I
.
Pmbxfjubucq jta Tipografa do Diario, Ra da Sqledade N. 498, 1831.

L
Vi
L


Full Text
xml version 1.0 encoding UTF-8
REPORT xmlns http:www.fcla.edudlsmddaitss xmlns:xsi http:www.w3.org2001XMLSchema-instance xsi:schemaLocation http:www.fcla.edudlsmddaitssdaitssReport.xsd
INGEST IEID EFNSM111O_L7SUSK INGEST_TIME 2013-03-27T14:48:12Z PACKAGE AA00011611_01522
AGREEMENT_INFO ACCOUNT UF PROJECT UFDC
FILES