Diario de Pernambuco

MISSING IMAGE

Material Information

Title:
Diario de Pernambuco
Physical Description:
Newspaper
Language:
Portuguese
Publication Date:

Subjects

Genre:
newspaper   ( marcgt )
newspaper   ( sobekcm )
Spatial Coverage:
Brazil -- Pernambuco -- Recife

Notes

Abstract:
The Diario de Pernambuco is acknowledged as the oldest newspaper in circulation in Latin America (see : Larousse cultural ; p. 263). The issues from 1825-1923 offer insights into early Brazilian commerce, social affairs, politics, family life, slavery, and such. Published in the port of Recife, the Diario contains numerous announcements of maritime movements, crop production, legal affairs, and cultural matters. The 19th century includes reporting on the rise of Brazilian nationalism as the Empire gave way to the earliest expressions of the Brazilian republic. The 1910s and 1920s are years of economic and artistic change, with surging exports of sugar and coffee pushing revenues and allowing for rapid expansions of infrastructure, popular expression, and national politics.
Funding:
Funding for the digitization of Diario de Pernambuco provided by LAMP (formerly known as the Latin American Microform Project), which is coordinated by the Center for Research Libraries (CRL), Global Resources Network.
Dates or Sequential Designation:
Began with Number 1, November 7, 1825.
Numbering Peculiarities:
Numbering irregularities exist and early issues are continuously paginated.

Record Information

Source Institution:
University of Florida
Holding Location:
UF Latin American Collections
Rights Management:
Applicable rights reserved.
Resource Identifier:
aleph - 002044160
notis - AKN2060
oclc - 45907853
System ID:
AA00011611:01421


This item is only available as the following downloads:


Full Text
- n .. .....
**.
m-
i, iniiin m
V
> *
I'
U
ati^/ DE 1831.____SEGUIDA FEIRA 31 DEOUTUBHO NUMERO 2.32<

.Sutecrcve-se ftcnsalmente a 040 rs. adiantados, na Tipografa do Diario, ra da Soledade N.6 49; na loja de livros do*Snr. Figuc-
roa, Pra^a da Uniito N. 30; na ra d Livratncnto lado do Nascente D. 16; onde so recebera correspondencias, e anuncios; estes insi-
re;rf-bc gratis sendo dos proprios asignantes somente e rindo asignados.
Os anuncios, que nao forem dos assignantes dverao alcm das
de mais condi^ocs, pagar por cada lnha imprssa 40 rs., e ser en
treguos na ioja de Livreiro da ra do Livramento D. 16, ou na
Tipografa do Diario.
sTjudo agora depende de nos mesmos, da nossa prudencia, mo-
deracao, cneTgia; continuemos como principiamos e seremos a?
pontados com admiraco entre as Naijoes mais cultas.
Proclamago da Assemblea Gcral do Brtzil.
%mpttm tm pernambuco por antomno %o$z &e flpirattna falcao
- "**


i
AMIGOS DE OFFICIO.
Llm. e Exm. Snr. Esta Cmara en-
cheo-se do mais profundo pezar pela anar-
chia Militar, que consternou essa Capital,
e espera, que esses Janisaros nao pizem
mais as areias da Patria, que cobrirao de
hteto, e de opprobio. Esta Cmara, quan-
do tratava reunir-se, para tomar as medi-
das oppormas, recebeo a gloriosa noticia
do restabelecimento da ordem, que V.
Exc. escapara ileso entre as ruinas que vo-
mitarao as furias do averno, assanhadas pe-
lo genio do mal, que tao atrozmente per-
segue a Patria dos Vieiras. E' de esperar,
que, presidindo a sabedoria, e prudencia
de V. Exc. aos destinos, desta Provincia,
se nao renovem actos semilhantes; mas, se
negro fado o contrario permittir, esta C-
mara desde ja deposita as maos.de V. Ex.
os meios seo alcance, para suplantar qual
quer tentativa contra a Constituido, e a
Lei. Esta Cmara aproveita a occasiao
de assegurar o alto respeito, e considerado
que tributa a V. Exc. Deus Guarde a
V. Exc. como se faz mister. Villa de
Cimbres 30 de Setembro de 1831.Illm.
e Exm. Snr. Joaquim Joze Pinheiro de
Vasconcellos Presidente da Provincia de
Pernambuco. O Padre Luiz Carlos Coe-
lho da Silva Presidente, Joze de Albuquer-
que Cavalcante, Joao Florentino Caval-
cante de Albuquerque, o Padre Joao Ma-
noel da Costa, Manoel Cavalcante de Al-
buquerque, Andr* de Barros Reg e Ara-
ujo, Leonardo Bezerra de Siquejra Caval-
cante.


Orao presentes este Governo os sen-
tjmentos de pezar, de que essa Cmara foi
possuida com as tristes noticias dos luctuo
.os sucessos, que tivero lugar nesta Capi-
tal nos dias 14, 15, e 16 do prximo passa-
do mez, nos quaes a mais brbara e des-
enfilada Soldadesca commetteo enormes
attentados; e bem sssim o jubilo, que teve*
com a certeza do restabelecimento da or-
dem, e tranquillidade Publica, por cuja
perenne duracao Vv. Ss. exprimem os seos
votos, e desejos, protestando, e offerecen-
do todos os recursos, que possao estar ao.
seo alcance, para supplantar qualquer ten-
tativa contra a Constituicao, e a Lei. Tao
leaes, e patriticos sentimentos este Gover-
no recebe, louva, e agradece. Dos Guar-
de a Vv. Ss. Palacio do Governo de Per-
nambuco 26 de Outubro de 1831 Fran-
cisco de Carvalho Paes de Andrade Snrs.
Presidente, e Venadores da Cmara Mu-^
nicipal da Villa de Cimbres.
w ,.
V*/Ofli o parecer do Coriselho do Gover-
no, a quem ouvi sobre a representaifao,
que V, S. dirigi este Governo em.Ofti-
ciode 10 do corrente, na qual alguns. Ci-
dadaos requisitao, que o Coronel Bento
Joz Lemenha Lins, prximamente che-
gado a esta Provincia, fosse posto em se-
guranea, at a saida de alguma Embarca-
cao para a Corte, na qual deve ser em-
barcado, visto assim exigir a Salvacao Pu-
blica ; tenho a communicar-lhe, que a dita
representacao, que reenvio> nao pode ser
diferida, por que, nao tendo o mencionado
Coronel 'sido pronunciado em crime, cuja
sentenca fosse o degredo para fora da Pro-
vincia, pode nella permanecer, o que lhe
he garantido pela Constituicao Poltica do
Imperio no 6. do Art. 179, alem dissp elle
veio com Licenca concedida pela Regencia,
em Nome do Imperador, como foi parteci-
pado este Governo por avizo de 22 de
Agosto passado. Dos Guarde a V. S.
Palacio do Governo de Pernambuco 15 de





m"F. *<
' t!1 '


s

'





(
t
(942)

-.

- H
Outubro de 1831 Francisco de Carvalho
Iho Paes de Andrade Snr.( Juiz de Paz
da Boa-vista Joze Francisco Ferreira Ca
tao.
JP(
Oi presente a este Governo o Officio,
que Vv. Ss. lhe dirigiro em data de 11
do corrente expondo, que, tendo procedi-
do elleicao dos Juizes, quedevem formar
o Conselho dos Jurados, segundo ordena a
Lei de 20 de Setembro de 1830, nao com-
parecerao vinte cinco Eleitores, por nao
haverem sido avisados, o quaes reclamao
pelos seos direitos, representando ser nulla
tal elei^ao; sobre o que cumpre-me signi-
fica r-llie, que a falta de tao grande nume-
ro de Eleitores torna com effito nlo a-
qi'elle acto, de vendo cons*eguintemente Vv.
Ss. procederem a huma nova eleicao. A'
S. Exc. Reverendissim remetti arepresen-
taeao dos Habitantes da Freguezi da Es-
cada, queixando-se da falta, que soffrem,
de pasto Espiritual, e que Vv. Ss. envia-
rao com o mesmo seo citado Officio, a fim
de que S. Exc. naja de dar as providenci-
as, que forem justas. Dos Guarde a Vv.
Ss. Palacio do Governo de Pernmbuco
17 de Outubro de 1831Francisco de
Carvalho Paes de Andrade Snrs. Presi-
dente e Venadores da Cmara Municipal
\J'i Villa do Cabo.
jljL Vista do Requerimento do Juiz, Pro-
curador, Escrivao e Mezarios da Irman-
dade'-do SS. Sacramento da Capell Cura-
da de N. S. das Dores da PvoacSo de
Goiaiminha, das rasoes que allegao, dos
Documentos, que ajuntarao, e das informa*
coes dessa Cmara, nenhuina duvida resta
de que a mencionada Capella de N. S. das
Dores he a Curada, e nao a de N. S. da
Concei^ao do Pilar; dvendo por conse-
quencia para ella ter sido criado o Juiz de
Paz, e nao para a da Conceico: Vv Ss.
pois reconhecert, e faro reconhecer, co-
mo legitima, e nica legal, a jurisdiccSo
daquelle Juiz de Paz, fasendo cessar, co-
mo nulla, a do Juiz de Paz da referida
Capella da Conceicjo do Pilar. Deus Guar-
de a Vv. Ss. Palacio do Governo de Per-
nmbuco 20 de Outubro de 1831 Fran-
cisco de Carvalho Paes de Andrade Snrs.
Presidente e Veriadores da Cmara Muni-
cipal da- Villa de Goiana.


Pede-se-nos a publicacao do seguinte.
E
\
JM observancia do Despacho supra, /
certefico, que no archivo da Junta da Fa-
senda desta Provincia, se acha a Provisao
apontada pelo Supplicante, cujo theor he
o seguinte^: O Conde da Barca, do Con-
selho d'Estado, Ministro e Secretario d'Es-
tado dos Negocios da Marinha, e Domini-
os Ultramarinos, e interinamente Encarre-
gado da Presidencia do Jteal JErario &.
Faco saber Junta da I*?aT 'Fzenda da
Capitana de Pernmbuco, Que E^Rey^
Nosso Senhor foi Servido Ordenar, que o i
actual Contador da mesma Junta Francis*
co Ludgero da Paz, e seus successores te-
nhao assento immediato ao Deputado mais
moderno, todas as vezes que forem Jun-
ta, e voto da mesma forma, que os
mais Ministros Deputados as materias,
que se tratarem nasSessoes a que assistirem
quando interinamente servirem de Escrivao
Deputado. O que se partecipa dita Jun-
ta para sua intelligencia, e devida execu-
cao. Francisco de Paula Souza Motta, a
fez no Rio de Janeiro em sete de Feverei-
ro de mil oito centos e desesete. Marceli-
no Antonio de Souza, a fez escrever. Con-
de da Barca =E para que o referido cons-
te se passo a presente certido, que vai
por mim assignada. Pernmbuco vinte e
trez de Agosto de mil oito centos e trinta e
u
hum.
Joao Goncalves da Silva.


DESPEDIDA.
M
lEos Camaradas, a Lei ordena, que
voz vos separis de mim, e eu de voz ; o
meo cora^ao saudozo sent urna dor, que
me nao sei expressar: do meo afecto vos
tenho dado testemunho; e he bastante pa-
ra dardes crdito ao que acabo de proferir.
Recebei hum abraca cordeal do^vosso com-
panheird e Patricio.
Soldados! a brandura, com que vos te-
nho governado, he hum signal da minha
estima.
Serei Contente" se a vossa conducta na
Provincia, aonde hides servir, corresponder
aos elogios, que vos tenho feito, nao so pa-
ra aquella Provincia, como para o Minis-
terio dV Sua Magestade-: fazei de vossa
parte, para que eu nao fique desmentido,
que he tdo- para vosso bem, e crdito
meo.
;

4
I
\


v
>
**"'


"~-
^
- i ^m n mi ni
i

(943)

ir
Eu vs abraco sinceramente e asseitai
vmnjlemyd sincejridade. Adeos.
Ouw'lcl do C. das A rmas das Alagoas
osfl^acei* 16 de Outubro de 183!.
Miguel Velloso da Silveira Nobrega e
Vasconcellos.



Commandante das Armas.


-
EDITAL.
CamarqmjiQ^ do Rci-
fe e seuTermo #c. *
sinfonas, e no fin da pessa cantar-se-h
um excellente Duto, terminando o diver-
timiento com o Pantomimo o Recruta*
ment na Aldeia.

u
fettim&
M negro* ladino, um muleque, e urna
negra, novos; alguns trastes, quadros de
muzica &e.: na ra Nova loja franceza _
(3* Um esclavo, 17 annos: na ra do
Sacramento Bairro de S. Antonio D. 6.
Cd" Rap Princeza de Lisboa a libra
a 1$600; e sendo porcjo de 10 libras, a
1#440: na loja da esquina daPracinha do
Livramento, de Joao Carlos Pereira de
Burgos.
faS* Um moleque de 14 annos proprio
para qualquer officio; na ra do Rozario
D. 8.
feber, que no dia 12 de Novem-
bro na Bisa de suas Sss5es, se hade arre
matar a quem mais der, por tempo dehum
arino, as casinhas da nova ribeira, arrema-
4a^!as prezenteniente por Joao Ignacio do
Pego por aquantia dequatro centos etrin-
ta e dous mu e duzendos reis; quem nellas
quizer lancar comprela no dito dia, e lu-
gar com o seu fiador. E para que'chegue U fc$* M. Thomaz, 2 tomos: na ra do
a noticia a todos mandou fazer, e publicar [ Queimado N; 74, 1. andar.
(^ Urna vaca parida de 12 das, e gor-
da: em S. Amarinho sitio de Noberto Jo-
aquim Joze Guedes^
6^ Urna imagem do Senhor. Crucifica-
do, propria para qualquer altar decente, 6
pal mas, ou ramalhetes prateados, tudo mu-
to bem feito: na ruadoRozario Botica D.
13
631 Um negro, calabar, sem achaque,
trablba alguma couza de canoeiro, e he
proprio para qualquer outro servico: ra
da Roda D. 8.
6^ Urna venda com poucos fundos, c-
modos para morar familia: ao lado direito
da S. Cruz na oa-vista, onde tem o lam-
piao.
pela imprensa o presente edital por ella as-
signado e Sellado com o seu Sello, o qual
tanibem ser afixado no fugar do costume.
Recife em Sessao extraordinaria de 29 de
Outubnr 1831. Jrme TavaresGxmws da
Fonceca Secretario o esereveo.- Atonto
Elias de Moraes, P. Joa PireiFkrrei-
r, Joao Francisco Basto, Bermtrdino
Pereira de Brito, Antonio Joze Ptres.
p

atn?o &o Crrete

Ela Administracao do Correio se noti-
cia, que o Paquete 9 de Janeiro porordem
de S. Ex. o Snr. Prezidente, communica-
da a esta pelo 1. Teen te eCammandan-
te do mesmo Joao Manoel Costa, parte pa-
ra a Capital deste Imperio, tocando nos Por-
tos de Macei, e Baha no dia 6 do proxi*
mo vindouro niez, se ainda para este dia
tiver podido superar o seu fabrico, quando
nao, de novo anunciar esta Administracao
o prefixo dia d sua sahida. Recebe pas-
sageiros, e carga; e as malas na vespera
logo depois das 9 horas da noite.
A
teatro.
.Manh Terca feira 1. c deNovembro,
beneficio de Joze Mximo de Almeida
Cabral, representar e-ha a pessa Julio
Assassino, ou a Forga da Gratidao -Na
divizao dos actos se executarao agradaveis
I
3" Cera branca em velas, e bogias de
6 em do Rio de Janeiro, a 600 rs. a
: no beco da Lingoeta N. 2.
O^f* 2 escravos ladinos proprios para En-
genho, e por prec,o cmodo: na na do Li-
vramento D. 5.
3* Muito bom capim de planta, por
320 rs. o- feixe de duas arrobas, posto
porta dos freguezes: aobeco daPol D. 5.
C^f* Assucar novo em barricas: no ar-
mazem da ra do Colegio D. 7.
3" Rapd'rea preta milito bom, Ro-
lao, e simonte de bom fumo, lenha de fe
xes, Tinta de escrever ptima, 320 a
garrafa: na loja de lou^a da ra do Roza*
rio D. 2a.
=,
.1


J

Y
V

m


"*

N

o
(M4)


:
comas*


M negro, que seja bom official de ta-
noeiro: na ra dos Quarteis D. 5.
???
Ai
ailugueto
^.^Lvga-se um sobrado novo de 2 anda-
res e 1 sotao com bastantes cmodos, quin-
tal, e cacimba na ra das Cruzes D. 16:
ra do Crespo ^J*
CUem precizar de 260# rs, a premio
de2 com boas firmas, procure na ra da
Gloria ao pe do Recolhiment.
3= Quem percizar de urna inulher pa-
ra ama de caza; anuncie, ou dirija-se a
ra da S. Cruz D. 32.
3- Antonio Machado Das Jnior taz
sciente ao publico que retira-se para um
dos portos da Franca; quem tiver contas
cotn el'e dirija-se a sua morada. ^
3 Quem nao tiver lavadeira va a ra
da S. Cruz defronte da Ribeira da Boa-
vista D. 27. .
Q3* Manoel Emilio Sertonano Bandeira
faz saber ao Publico, que por ftocuracao
bastante se aclia actorizado por seu Irmao
Joze dos Santos Bandeira Jnior, para du-
rante aauzencia d'este, quedeve ser curta,
tratar de todos os negocios pertencentes ao
mesmo.
3= Preciza-se de um homm para cai-
xeiro, que tenha idade de 40 a 50 annos,
ainda nao sabendo 1er, no Forte do Mattos
Prenda de Manoel Caetano Soares Carva-
lho Monteiro.
(3- No armazem de Joze da Mota Ca-
bral defonte de Palacio continua a tirar se
passaportes, folhas corridas, e Seguros, tu-
do por preco cmodo e com a maior brevi-
dade possivel.
{3* Roga-se aos Snrs. Lochine, e Joa-
quim Romao, que venho pagar Typ.
Fidedigna as impressoes, que na mesma
mandarao fazer, para seus Beneficios no
Theatro d' Olinda.
3= Ignacio Joze Peixoto Silva Braga
vae para hum dos Portos do Sul; e para
cnmprir as ordens do Governo, fas o pre-
zente anuncio.
3- Joaqum Joze de Souza, pertemk
hir ao Rio Grande do SuU negocile a- (
cabadoeste, voltar. S
3= O abaixo assignado vendo o anjP*..
ci feitopelo Sur. Joao Ferreira dos Sainos
no Diario de Sabbado 29 de OutubBO N.
231 em que declara dezaparecer de sua ca-
za trez biihetes passados no mez de Jumo
ueste anno, e que nao tem outros em cir*
culacao; se persuade que ou oSnr. Ferr -
ra enlouqueceo, ou,ontro por elle fezaquel-
le anuncio ; por qyetenao -oi^ jfJ\^
comprado ao abaixo assignado %18 sacas; d|
la que recebeo daPrenca do Braga tte^ff
em pagamento cinco biihetes de cflve> e
tendo saptisfeito o Snr. Ferreira dous, fal-
tando saptisfazer trZ de cem mil res cada
um, que existem na mao do abaixo assig-
nado, sobre oque passa a demandallo aum*
de realizar o seu embolso.
Joaqum Lopes Machado.
3=* Pertende-se arrendar um bom sitio
as circumvizmhan^as de Olinda, que de
capim para 6 cvanos, e outras tantas va-
cas : ra do Rozario D. 12, ou na Bo-
tica da ra de S. Bento na mesma Cidade
de Olinda.
i


e$cxatoo$ f ugitiog.
JVJlAnoel, Angico, baixo, e graso f-
gido a 27 do corrente com calca de bnm
ja velha, carniza de algodo da trra, man-
gas curtas, e chapeo de palha: ra da
Cruz ao p do arco do Bom Jezus, caza de
Joao Leite Pita Ortigueira.
f& Lourenco cabra, baixo, e cheio do
corpo, canelas finas, rosto redondo, muito
regrista, com algumas marcas de .chicote
pelo corno; fgido em Fevereiro dcste an-
no do eiigenho Matto gioco de Serinhem :
no mesmo engenho a seo senhuv Joao Bgn-
to de Gouveia, ou nesta Cidade Joze
Antonio Bastos na ra da cadeia loja JN-
17.
3* Zacaras, Angola, 28 anuos, alto,
grosso, cara coinprida, fgido ii25 do coi-
rente com calca de sineta, c ramiza de
babados: ra Direita D. 11, :>. andar.
.
.
Peb^ambco jsj Tipografa do Diario, Rj da Soledade N. 498

1831.
i,
.

II
f
t
*.
I


Full Text
xml version 1.0 encoding UTF-8
REPORT xmlns http:www.fcla.edudlsmddaitss xmlns:xsi http:www.w3.org2001XMLSchema-instance xsi:schemaLocation http:www.fcla.edudlsmddaitssdaitssReport.xsd
INGEST IEID E3Q8MUET2_ZKS32B INGEST_TIME 2013-03-25T15:31:20Z PACKAGE AA00011611_01421
AGREEMENT_INFO ACCOUNT UF PROJECT UFDC
FILES