Diario de Pernambuco

MISSING IMAGE

Material Information

Title:
Diario de Pernambuco
Physical Description:
Newspaper
Language:
Portuguese
Publication Date:

Subjects

Genre:
newspaper   ( marcgt )
newspaper   ( sobekcm )
Spatial Coverage:
Brazil -- Pernambuco -- Recife

Notes

Abstract:
The Diario de Pernambuco is acknowledged as the oldest newspaper in circulation in Latin America (see : Larousse cultural ; p. 263). The issues from 1825-1923 offer insights into early Brazilian commerce, social affairs, politics, family life, slavery, and such. Published in the port of Recife, the Diario contains numerous announcements of maritime movements, crop production, legal affairs, and cultural matters. The 19th century includes reporting on the rise of Brazilian nationalism as the Empire gave way to the earliest expressions of the Brazilian republic. The 1910s and 1920s are years of economic and artistic change, with surging exports of sugar and coffee pushing revenues and allowing for rapid expansions of infrastructure, popular expression, and national politics.
Funding:
Funding for the digitization of Diario de Pernambuco provided by LAMP (formerly known as the Latin American Microform Project), which is coordinated by the Center for Research Libraries (CRL), Global Resources Network.
Dates or Sequential Designation:
Began with Number 1, November 7, 1825.
Numbering Peculiarities:
Numbering irregularities exist and early issues are continuously paginated.

Record Information

Source Institution:
University of Florida
Holding Location:
UF Latin American Collections
Rights Management:
Applicable rights reserved.
Resource Identifier:
aleph - 002044160
notis - AKN2060
oclc - 45907853
System ID:
AA00011611:01418


This item is only available as the following downloads:


Full Text
j ANNO D 1831.____QUARTA FEglA.23 DE OUTUBIvO NUMERO 229.
Sufobrere* mensamente attOa, adiaitados, na Tipila d^, Oiario, roa da Solerfade N.* 498; na loja de livros do Sur. F-
roa. Praga da UiiSo X. 3 3): na ra d>'T.ivra n^nrolaio do Vascite 0. 16j onde se receuem correspondencias, e anuncios; estes insv
ren-se gratis sendo dos proprios assignantes somente e vindo-as'-ignados.
Os anuncios, que irf forem dos asignantes deverao alem das
de mais cond'coes, pagar por cada linha impressa 40 re. e ser en-
tresrnes na ioja deLivreiro da ra do Liy amento D. 16, ou na
Tipografa do Diario.
V
Tudo agora depende de nos inesmos, da hossa prudencia, m6-
deracao, e energa; continuemos camo principiamos e seremos a-
pontados com admiraco entre as Nacoes mais cultas.
Proclamado da Amemblea Geral do Bratil.

ir
%ta$wtto em ^emamtmco por antotuno %m u^xtmU tfalcao,
---------*&&#&&*------------;



i
ARTIGOS DE OFFICIO.
_Llm. e Exm. Snr.-Em consequencia
do Officio, que V. Exc me dirigi em .17
d > -corrente, partecipando-me o horroroso at-
tentado commettido hessa Capital pela Tro-
pa de primeira Linha de sua Guarnicao, e
que me foi entregue no dia 21 do dito mez,
eu convoquei immediatamente o Conselho
do Governo para deliberar sobre' hum ne-
gocio de tanta importancia; e o mesmo
Conselho, vista de tfio atroz acontec-
ment, e dos receios, que nesta Cidade ja
haviao de hostilidades de semilhrite na-
tureza, e que eu dias trabalhava por pre-
vinir, resolveu, que se desse baixa a todos
os Otficiaes Inferiores, e Soldados de^ pri-
meira Linha desta Provincia, ficando pe-
nas hum numero de Pracas-escomidas, que,
bastasse para o Servico da Cidade em hum
dia, sendo os dimittidos, que o tivessem si-
do com nota de m conducta, remettidos,
seos domicilios, e naturalidades, para -
li viverem debaixo das vistas dos Juizes de
de Paz respectivos; o que foi no. mesmo
dia cumprilo na parte exequivel, e actu-
al ment est hum destacamento de Milicias
de mistura com asPracas deprinieira linha
restantes, fazendo o Servico da Praca, e as
Guardas Municipaes as rondas, para o que
tem expontaneamente concorrido ainda
mesmo individuos dispensados pela Lei.
Em consequencia da deliberado do mesmo
Conselho eu oficiei todos os Juizes de
Paz, e Commartdantes dos Portos de mar
desta Provincia, para registarem todas as
Baleas, ou quaes quer Embarcacoes sos-
peitas de conduzirem parte das fazendas
roubadas, e criminosos, para serem apre-
hendidas aquellas, e estes prezos. O que
me cimpre partecipar a V. Exc., a quem
agradeeo o avizo que se digno fozerme
/
a fim de evitar-se nesta Provincia as tria-
tes scenas que aqui podefio ter appareci-
do, naose terem tomado tempo as iie-
cessarias cautells. Deus Guarde a V.
Exc. muitos anuos. Natal 30 de Setembr
de 831.~lllm. eExc. Snr. Presiden'eda
Provincia de Pernambuco Joaquim Joze
Pinheiro de VsconceUos. Atitonio da
Rocha Bezerra.
i
/
JLaM. eExm. Snr. -Antes de hontem
tive a honra de receber os dous ofticios de
V. Exc. datados de 17 de Setembr,' e dp
U docorrent, em resposta a 'meo de 20
dquelle mez; e mito satisfatorias me fo-
rao as noticias do rcstabelecimenio da Or-
dem. Hontem recebi tambem hum officio
do Exm. Commandante das Armas dessa
Provmcia, eimque me partecipava que V.
Exc. lhe ordenara me fizesse sabedor dej^
que nao convinha por hora que o4. Cor*
'po de Artilharia Montada, estacionado
nesta Provincia, se rena ao dessa,^ por
quanto o Povo ahi ainda nao pode ver Tro-
pa de Linha empregada no Servico da
Guarnicao; e tendo eu determinado o em-
barque da mesma para o dia 16 deste mez;
e eito por consequencia todas as despezas
do dito embarque, e mandado pagar adi-
antado hum mez de sold todos os Ofii-
ciaes, e soldados; julgfci de meu dever con-
vocar o Conselho do Governo para deli-
berar tal respeito, segundo as cir-
cunstancias desta Provincia, que tem
milagrosamente escapado desses hor-
rores, que Tropa* indisciplinadas tem per-
petrado em muitas outras : tndo todava
depois davinda do Destacamento dessa, a-
parecido rivalidades, que nos augurarao
funestos fins, chegando ao ponto .de de-
nunciaren! este Governo, que tumuU
tuosos, seduzindo aquelle 4. Corpo de
n

"*'"




,--*
*-*
"" "' w
-*s
w

(930)


1
Ar'ilharia Montada, pertendiao oppor-se
ao seo embarque, e fazer embarcar ento
o Destacamento de Artilharia de Posicao,
que dahi veio. Reunido boje o Conselho
depois de examinadas todas as ordens do
Govorno Supremo, os Officios de V. Exc.
e o Supradito do Exm. Commandante das
Armas, e ponderadas asrazoes de conve-
niencia, e Segranos Publica, resolveo o
mesmo Conselho, que nao convinha ter
nesta Provincia tao grande numero de Tro-
pa, principalmente com principio de dis-
cordia, que poderi chegar ao fim de nos
obrigar medida violenta de fzermos re-
embarcar o Destacamento de* Artilharia de
Po.sic.ao, por que buma, e outra Tropa nao
pode conscrvar-se aqui sem perigo; que o
4. Corpo de Artilharia Montada, por seu
diminuto numero, e pela sua disciplina,
nenhum mal pode fazer essa Praca; e
que por tanto devia realisar-se o seo em-
barque, officiando^se ja V. Exc. por hum
correio de trra, para que V. Exc. tome
as medidas convenientes antes de sua che-
gada. O que assim tenbo a honra de par-
tecipar V. Exc. Dos Guarde V.
Exa. Cidade das Alagoas 14 de Outubro
(le 1831 111 m. e Exm. Snr. Jaquim
Joze Pinheirooe Vasconcellos, Presidente
da Provincia de Pernambuco Manoel
Lobo de Miranda Henriques.
v\
"P,
EDITAES.
Erante a Junta da Fazenda Publica"
desta Provincia se hade por a landos as
Sessoens dos dias 21, 25, e 28 de Novem-
bro prximo vindouro, para se arrematar
a quem mais der,' as Pensues dos Engenhos
desta Provincia, na presente cafra, que se
hade findar em 30 de Junho do anno pr-
ximo futuro de 1832.
As pessoas que se propuserem. a lanzar
em ditas Pencoens rjondero 'concorrer a
Salla das Sessoens da mesma Junta nos re-
feridos dias, munidos de Certidoens de que
nada devem a Fasenda Publica, assim co-
mo seos fiadores, na conformidade do De-
creto de 3 de Agosto de 1790. Secretaria
da Junta da Fazenda Publica-de Pernam-
buco aos 22 d'Outubro de 1831.
O Escrivao Deputado
Jodo Gongalces da Silva.


Py
Erante a Junta da Fazenda Publica V
desta Provincia, se hade por em leos,
as Sessoes dos dias 21, 25, e 28 de No-
vembro prximo vindouro, para serem ar-
rematados a quem mais der, e por renda de _
18 mezes que terao principio em o primei-
ro de Janeiro de 1832, a findar em 30 de
Junho de 1833, os dous armazens citos no
Forte do Mato, pertencentes Fazenda
Nacional. ..
As pessoas que se propuserem a licitarem
ditos. Armasens, podero concorrerSaHa
das Sessoens da mesma Junta nos rereridos"*f
dias. Secretaria da Junta da Fazenda Pu-
blica de Pernambuco aos 22 de Outubro
de 1831.
O Escrivao Deputado
Jodo Gongalves da Silva.
p,
Erante a Junta da Fazenda Publica
d!esta Provincia se haode-de por em pra^a,
para serem arrematados quem mais der,
nos dias 21, 25, e28 de Novembro prxi-
mo vindouro os Contractos abaixa declara-
dos, pelo tempo de 18 mezes, tendo prin-
cipio em o I. de Janeiro de 1832, e fim
em 30 de Junho de 1833. Asaber
O Novo Imposto das Carnes verdes do Re-
cife Olinda, Boa-vista, e Affbgados.
Dito de Ipojuca, Escada, e N. S. do O'
Dito de Santo Antao, e Bezerros.
Dito do. Cabo.
Dito de S. Amaro de Jaboatao.
Dito de S. Liourenco da Mata.
Dito da Mor beca.
Vintena do Peixe, e passagns dos Rios.
PescadQ do Recife.
Imposto de 10 rs. por caada d'Agoardente.
Todas as pessoas que nos mesmos Con-
tractos quizerem lancar, pderu concor-
rer na Salla das Sessoens da mesma Junta
nos mencionados dias devidamente habeli-
tados na confonnidade do Decreto de 3 de
Agosto de 1790. Secretaria da Junta da
Fasenda Publica de Pernambuco, aos 22
de Outubro de 1831.
O Escrivao Deputado
Jodo Gongalves da Silva.
V
-??? *
Jo a Arcenio Barboza Juiz de Paz Sup~
viente da Freguezia de S. Antonio.
F;
Az saber a todos os seos Comparochia-
nos sem excepcao alguma> que nao seja a
i
k


)
de molestia, e idade, que guando de sua
ordem for avizado qualquer para o servido
cjeate Barro, a fim de manter a ordem e
seguraba publica, e que nao se aprezente J
no lugar indicado, ou conduzido para elle
pelo Delegado do Destricto" respectivo, se-
r castigado com a pena, que para tal pro-
cedimento est marcado no Cdigo Crimi-
nal, e alem disso tido por um mo Cida-
dao. ? ^
Outro. sim faz sciente que estafo abulidos
por Decreto de 6 "de Junho docorrente an-
no os Officiaes de Quarteiroes ficando em
seo lugar os Delegados. Recife 25 ,de Ou-
tubrodc 1831.
i
Joao Aacenio Barbosa.
D
Extracto da 2.a Sessao da
Sociedade Federal.
scussao dos estatutos Foi suprimi-
do o Art. 6. e substituido pela seguinte
emenda A Sociedade nomear uin Con-
cellio de 12 membros o qual na sessao se-
guinte da proposito, apresentr o re-
sultado dos seos trabalhos, aprovahdo, ou
desaprovando os canditadatos propostos
eaugmentarlo-seosseguintes artigs Art.
7. O Concelho aprovar aos Candidatos,
que obtiverem pelo menos dous tercos dos
votos Art. 8. O Concelho nomeado
para a aprovac,ao dos Canditatos durar o
tempo, que durar a meza Art. 9. O
Concelho para aprovacao dos Canditados7
propostos ser nomeado pela Sociedade, fi-
cando considerados membros os que reun*
rm a maioria absoluta, e em* falta destes
exercero suas atribuicoes os immediatos
em votos.
CJjeatro,
Q'
rJiNTA feira 27 do corrente a beneficio
se iiade reprezentar a pessa O Vadlo *
No fim da pessa cantar-se- o Duto
Taobem en Sinh Finalisando o Es-
pectculo com a Farca Antes que ca'zes
oi/ia o quejases.
UM,
{Hermas
Ma caza de tijolo.com 60 palmos de
frente e 80 de fun:1o, na Villa do Brejo d'
Ara, Provincia da Parahiba, com urna
bolandeira de descarocar algodao, a qual
tira por dia 10 arrobas de la, e prensa de
ensacar, tudo na mesma casa, com duas
salas, sinco quartos, eem lugar proprio pa-
ra a compra do mesmo algodao, cuja com-
pra aos Domingos regula por 400 arrobas
Dois bois mansos Um cercado de val-
lado, trras proprias, quaze dentro da Vil-
la ; e todos os utencilios necessarios para a
manipulado do algodao, e tudo por precio
com modo: na ra da Gloria casa do Capi-
tao Joze Mara Idelfonso.
0^ Folhinhas de Reza, d' algibeira, e
porta para o ann de 1832 feitas e impres-
sas nesta Provincia cqm a figura, e discri-
pcjio da passagem do Planeta pelo Sol a 5
deMaio: na Caza do Redactor Forte do
Mato, ra de Joze da Costa: as lqjas de
J. M. deRezende, ra da Madre de Dos:
de J. T. de.OQuaresma, ra da Cadea
velha, de J. D. Moreira, Pracinha do Li-
vramento: e de A. J. Bandeira, ras do
Cabug, e Aterro da Boa-vista.
(^ Lei das Guardas Nacionaes : na
loja do Pessoa ra da Cadeia velha, na do
Bandeira, ma do Cabug; e na botica de
Gusmao Jnior &.C. .haPra^a da Boavis-
ta. Preco 320 rs.
fct Vacas de leite, acostumadas ao pas-
to ; na* ua do Rangel lado do Nascente
D. 16.
u.
Comprad
^ M%po de tipoia j curado: em fora
de portas, sobrado de m andar N. 52. ^
ailuguet. *
Q
^Uem quizer alugar para aFesta urnas
cazas tenias em Olinda na ra do Porto-
seguro, dirija-se a mesma ra N. 1.
\t AJlugao-se o 1. andar do sobrado
da ma de S. Rita nova D. 20; e outro na
ra do Nogueira D. 10 : ra do trespo
D. / .
o
gtr?o$ particulares

^ abaixo assignado Capito do Bngue
denominado Messnger de Nacao Ameri-
cano, surto, e ancorado no porto desta U-
dade, pelos Diarios de 23, 25, e 26 de A-
ffosto do corrente anno, fez publico que o
Snr. Cnsul dos Estados Unidos d'Amen.
ca, que prezeutemente rezide nesta mesma
Cidade, nao tinha querido, e nem quena
tomaMhe o seu Protesto, por ser este con-
\
.
ii

Hi fr



"
< *


tra o dito Sur. Cnsul, e'seu socio Luiz
Gomes Ferreira, os qiaes nao responderao
quelles Diarios, vindo por isso a confessa-
rem o deduzido nelles; e por este motivo *
que o anunciante passou a ratificar o sobre-
dito Protesto, pelo juizo daOuvidoria, Car-
torio da Correieo, que entao estava aber-
to, Escrivao Noronha, ficando ali o trasla-
do para a todo o tempo assim constar, e
por est mesma manara que pelo dito
Juizo, e Cartorio ratificou o segundo Pro-
testo, contra aquelle Snr. Cnsul, e para
que chegue a noticia dos referidos Snrs. ,
e de todas as mais pssoas a quem por di-
reito pertencer, fazoprezente auucio.
M
(932)
Mariado Espirito Santo Correa, lendo o
Diario N. 221 o anuncio de Ricardo Joze 4
Pereira, em que niostra ter sido munido de ^" j
prociirac,oes bastantes tanto pelos adminis-
tradores dos bens do finado Padre Antonio
Soares Ferreira, como por Leonor Mara
para o fim de chamar o mesmo testamen-
teiro, abaixo assignado, ao Juizo Concili-
torio para solucao dos dous legados pertt n-
centes ao dito finado, e mencionada Le
onor Mara, com o pretexto de ja se acha-
rem vendidos os bens'da-kS;Wtf'; em a-
bono da verdade, e da sua honra faz cons-
tar ao respeitavel publico que o ddMJfhlo^fof
o chamarem a Juizo indiscreto, arbitra-
\
{3" Quem ti ver urna negra que sirva,
para vender pao, querenc^p alugal?a, an-
nuncie a sua morada.
3" Luiz de Oliveira Vasconcellos per-
tende-se retirar para fora da provincia, e
faz este annuncio para cumplir as' ordens
do Governo. *
3^Joaquim Joze Ferreira da Gama faz
o mesmo annuncio.
3" Francisco Joze Pinto Vianna, faz o
mesmo anuncio.
3" Quem tiver para alugar xx% mple-
que fiel, que saiba comprar, e fazer O ser-
vico de urna caza annuncie.
G^ O Inspector da Colomnia faz scien-
te ao Respeitavel Publico que foi aprehen-
dido nos matos do Catuco preto Raimun-
do diz ser de Francisco Antonio morador
^uo porto das canoas, se acha recolhido na
Cadeia do Recife.
Joao Bloem.
3" Joao da Silva e Mello, morador no
Rio Grande do Norte, a mais de 30 annos,
faz sciente ao respeitavel Publico, que d'
ora em diante se chamar Joao da Silva e
Mello Pcssoa; por que nodia 17 Ueste cor-
rente juez de Outubro de 1831, estando ar-
ranchado na Villa de Goianna, lte fora
apresentado ura Mandado de ninta e oito
mil e tantos rs. da redizima de urna exe-
cucao de Joa Antonio de Castro ( de Per-
nambuco) contra o dito Joao da Silva e
Mello, e para qUe nao baja outro engao
pois nunca teve coritas com o dito Castro
faz publico pela Imprensa.
3* O Vigario ds Maranguape, abaixo
assignado, testamenteiro da falecida D.
g ----,-- ----------r_ __ t ------_ ~----- ~--------- ---------. ----------
Samuel W. Dewey. rio, e intempestivo; por quanto nao est
1 1 \ i
anda terminado o tempo marcado pta so-
bredita testadora para satisfars legatari-
s; e que se os bens se achilo vendidos, as-
sim foi necessario para pagamento de urna
execucao ; que obteve a fazenda do aie-
citlo. P. Soares contra os bens da referida
testadora por saldo de con tas, nao estn io
anda liquidadas as do restante dos mesmos
bens, nem findo o tempo para cumprin. li-
to total da mesma testamentaria. Povoa-
acao de Maranguape 21 de Outubro de
J831.
Antonio Baptista CoeUio.
{3=- Joaquirn Bernardo de Figueiredo
por seo bastante procurador, convida aos
Snrs. seos credores para de novo Ihe faze-
rem a graca de se ajuntarem no dia 27 do
corrente pelas 10 horas da manila na caza
de sua residencia, a fim de ultimaren! a
cessao de bens que j lhe fez em 10 do eor-
rente.
3* Quem necessitar de mn Brasileiro
para tratar do servico de um sitio e que
entenJe de agricultura annuncie.
(fecrano$ fugiom

:
T
O Oanna, Angola, 40 annos, fula, ma-
gra, um bobinlio por banxo da orelha di-
reita, com urna cicatriz no mesmo ; fgida
a 20 do corrente com saia de riscado azul
velha, e baet encarnada: ra da San-
zalla velha, padaria de Antonio Al ves.

Per* am buco xa Tipgrafo do Diario, Ru4 da S;ledade N. 498.
1831.
i
+-
"T"
------7""""------------


Full Text
xml version 1.0 encoding UTF-8
REPORT xmlns http:www.fcla.edudlsmddaitss xmlns:xsi http:www.w3.org2001XMLSchema-instance xsi:schemaLocation http:www.fcla.edudlsmddaitssdaitssReport.xsd
INGEST IEID E3IGD6VST_ABD2F0 INGEST_TIME 2013-03-25T15:16:48Z PACKAGE AA00011611_01418
AGREEMENT_INFO ACCOUNT UF PROJECT UFDC
FILES