Diario de Pernambuco

MISSING IMAGE

Material Information

Title:
Diario de Pernambuco
Physical Description:
Newspaper
Language:
Portuguese
Publication Date:

Subjects

Genre:
newspaper   ( marcgt )
newspaper   ( sobekcm )
Spatial Coverage:
Brazil -- Pernambuco -- Recife

Notes

Abstract:
The Diario de Pernambuco is acknowledged as the oldest newspaper in circulation in Latin America (see : Larousse cultural ; p. 263). The issues from 1825-1923 offer insights into early Brazilian commerce, social affairs, politics, family life, slavery, and such. Published in the port of Recife, the Diario contains numerous announcements of maritime movements, crop production, legal affairs, and cultural matters. The 19th century includes reporting on the rise of Brazilian nationalism as the Empire gave way to the earliest expressions of the Brazilian republic. The 1910s and 1920s are years of economic and artistic change, with surging exports of sugar and coffee pushing revenues and allowing for rapid expansions of infrastructure, popular expression, and national politics.
Funding:
Funding for the digitization of Diario de Pernambuco provided by LAMP (formerly known as the Latin American Microform Project), which is coordinated by the Center for Research Libraries (CRL), Global Resources Network.
Dates or Sequential Designation:
Began with Number 1, November 7, 1825.
Numbering Peculiarities:
Numbering irregularities exist and early issues are continuously paginated.

Record Information

Source Institution:
University of Florida
Holding Location:
UF Latin American Collections
Rights Management:
Applicable rights reserved.
Resource Identifier:
aleph - 002044160
notis - AKN2060
oclc - 45907853
System ID:
AA00011611:01122


This item is only available as the following downloads:


Full Text
ANNO DE i83i.
SABBADO 12 Dji MARCO.
NUMERO 5y
Snbtcreve.se mensaluente a 6f<> reit p*os aUantadot, na Trpografla Fidedigna, e em casa da Elitor, fita Direita, n. >7 ; en tuja*
lug.tret tamben se r,cehrd> eo'respotdeneins, e anuncios : estes interem-se gratis, sendo de asiignantes, rindo assignados, e cent lugar da
morad*, e sera > publcala no dia inmediato ae da entrega, sendo esta feita at meio di* e vindo rezumidos.
PERNAM&CO; NA TYPOGRAFIA FIDEDIGNA, RA DAS FLORES, N. 18. l83l.
ARTIGOS de OFFICIO
Acta da quarta Sesso Ordinaria do Conse"
llio do Governo em 8 de Marco de i83i
presidida pelo Exm. Sur. Prezidente Jo"
aquim Joze Pinheiro de Vasconcelos.
Acharo-se prezentes os Senhores Conse-
lheiros Deo Bernardo Luis Ferreira, Ger-
vasio Pires Ferreira, Manoel Zeirino dos
Santos, Desembargador Thomaz Antonio
Maciel Monteiro, e Doutoral Manoel Igna-
cio de Carvalho ; faltando, por cauza de
molestia, o Snr. Francisco de Paula Caval-
cante de Albuquerque.
Foi lida, e approvada a Acta da Sesso
antecedente.
Continuando-se tratar sobre o melho-
ramento das Entradas, venceo-se finalmen-
te : que o Conselho, pelaXei de 20 de Ou-
tubro de i8-23, e pela Le das Empresas de
29 de Agosto de 1028, competa marcar as
Estradas Geraes da Provincia, e prover a
cerca de sua construego ; nao achand
Empresario dar corita ao Governo de S
AI. o Imperador, para ser presente a As-
semblea Geral.
Que bajo quatro Estradas Geraes, par-
tindo desta Cidade, urna para o Norte, du-
as para o Centro, e urna para o Sul, con-
forme ja' existem trhadas, dando-se Ihs
todava a direccao mais recta, que for pos>-
sivel.
Que as ditas quatro Estradas devem por
agora terminar, a do Norte ate a Villa d
Iguarassi (6 legoas) ; as do Centro, urna
atea Villa do Pao do Albo (10 legoas), ou-
tra atea Villa de Santo Anto (11 legoas) ;
c a do Sul ate a Ponte dos Carvalhos (5 le-
goas).
Que se incumba ao Major Engenheiro
Joao Bloem a diligencia de as ir marcar ate
os pontos cima designados, consiliando,
quanto for possivel, a retido cornos luga-
res ja trilhados, e levantando a llanta de
cada urna della-s, e das ponts* e aterros,
que forem indispensaveis fizei-se, oreando
finalmente a despesa de cada objecto sepa-
radamente. \
*Que, por ser necessaro fazer-se aguma
despeza com esta diligencia, se communi-
quea Junta da Fazenda para dar ate a quan-
tia de 11 m cont de reis, debaixo da respmi-
sabelidade do mesmo Conselho, no caso de
nao ser approvada pelo Thezouro Publico;
otTiciando-se j pela Repartigo do Imperio
sobre tal resolucao, e perguntando-se se
essa despeza devera' sair do quarenta con-
tos consignados pela Le do Orgament pa-
ra Obras Publicas da Provincia, tt se deve
ser feit pela Fazenda Publica da quantra
consignada pela dita Lei para despezas e-
vntuaes. E deo-se por finda a Sesso. E
eu Vicente Thomaz Pires de Figueiredo Ca-
margo Secretario do Governo, e do Con-
selho. a subscrevi. h# Seguio-se as assina-
turas.
. -Larga hoj des te Porto para essa Ilha
o Brigue Barca 29 de Agosto^ de que
h Commandmte o Capitao Teen te Pe-
dro rf Cimba, levando seu bordo o Re-
verendo Manoel Florencio de Albuqaerque,
Capellao que v i render o que l est, cou-
duzindo tambemos Reos Sentenciados -
degredo pela Relacao do Destrato, e 011-
tros pea Junta de Justica, e algns genero^
cujas relacoes vao remettidas pela Junta
da Fazenda. As guias dos Reos Civz lh<*-
sera entregues pelo Commandante do Bri-
gue, e incluzas n'este achara as dos Reos
Militares. O actual Destacamento ainda se-
demora por mais algum tempo; por esse
motivo se fhe remette agora os respectivos
vencimentos. Haja V. S. de providenciar
pela parte que Ihe toca sobre o prompto
desembarque dos gneros, afim de que nai>
sej* retardada a volta do Brigue, que deve
condnzir a esta Praca o Reverendo Capel-
lao, que la est, os degradados, que tive-
rem fmalisado otempo desuas Senteuca, e
e*> Praca SebStio Pereira, dqjradul
sem Sentenca tendo vindo do Maraiih^o. 1-1
Jamis deixarei de lhe recomendar todo o
zettoe cuidado.na prosperidade dallhi, as-
sm ua cultura da trra, como na erea<:.*>,
e propagaca dos Gados, e mais anun es
domsticos; no reparo eronserva^o das
Fortalezas, e mais cazas da llha ; e sobre
r4
Ib


w


)
m



I
>

'
\
(3285

tu Jo, que ha ja de tratar cora Caridade, e
liumanidadeaos destrocados Sentenciados.
*-< Dos Guarde V. S. Palacio do Gbverno
de Pernambuco 8 de Marco de i83i nh Jo-
aqmm Joze Pinheiro de Vasconcelos ?-. Se-
nhor Teiiente Coronel Joaquim da Anun-
eiacao e Siqueira Varejo, Commandante
da lha de Fernando.
h-i Rcprezentando-me o Juiz de Paz da
Freguesia de S. Pedro Mrtir dessa Cida-
de, pertenderem alguns ociosos pratiear
na noite do da d'amanhu una insultante
aecao, chamada Cerra cao da Velha -. ;
e con viudo, que el les nao reaiisein to des-
ordenado intento : V. S. mandara' rondar
as ras da dita Cidade por Patrulhas do-
bradas, requisitando para esse im ao Com-
mandante ci Batalhao de Milicias respe-
ctivo as Pracas, que lhe forem necessarias, e
dando oatras quaesquer providencias, que
cstherem ao seu alcance, para que se nao
perturb a tranquilidade publica*-* Dos
Guarde a V. S. Palacio do Governo de
Pernaiobuco 8 de Marco de i83i hh Joa-
quim Jozc Pinheiro de Vasconcelos -. Se-
nhor Coronel Antonio Borges Leal.
-. Avista do Officio deV. S. datado de
liontem, era que me partecipou pertederem
alguns occiosos d'cssa Cidade praticar na
noite do da d'amanh. urna insultante ae-
cao, chamada H-. Crracao da Velha m aca-
bo de ordenar aoEncarregado da Polica
da dita Cidade, que haja de dar todas as
necessarias providencias, para que se nao
realizo to dezordenado intento. Dos guar-
de a V. S. Palacio do Governo de Pernam-
bueo 8 de Marco de i83i Joaquim Jos
Pinheiro de Vasconcellos S?. Ignacio An-
tonio de Barros Falco, Juiz de Paz da Fre-
guezia de S. Pedro Mrtir da Cidade de
O: inda.


1
CORRESPONDENCIA.
1
.
O
Sr. Arcenio Pompio Pompeo de Carpo.

Azedume. e acrimonia, com que Vm.
me assala no seu predilecto Cruzeiro n.
;k> ni rcsposta as mieras chancas minhas,
que em na mostro, que o seu amor proprio he solare
maneira irritavel. Assim nao querendo,
nem me sendo decente jogar as cristas eom
Vm,, disparto desde ja a polemyma : por
que toa geito de vir a ser das da ra da
Jtfadragoa, uo por jnedo, que lhe eu te-
nhfl, pois em materia de letras nao lhe fa-
99 tqjtfra em o chamar leigo. Pouco me
importa, que o Sr. Arcenio se en campease
com os liberaes, e hoje se decarasse colum-
na, o que julgo, lhe nao faz muita honra.
Se picardas d'aquelle o leva rao a passar-se
para a horda destes, cedo temos de o ver
procurando outro partido, com que se
abrace, por que entre os Columnas, ha de
topar com ladres, assrssinos, moedeiros
falsos, e cousas anda peores : ca, e la mas
'.das ha : mas anda lhe resta hum recurso :
volte para o seu Portugal, a cuja Na cao per-
tence; la esta.' o paternal Governo de D.
Miguel, que deve de ser mu grato a hum
columna; e saiba, que bem longe de arre-
pender-me de ha ver escripto o Cahet, an-
da me he grata a sua recordacao : nesse Pe-
ridico bati de rijo o partido chumbista, e
unitario: eis a maior gloria do
-
Somnmbulo.
*-*??
- Pede-se-nos a puulcac&o do seguinte.
Antonio Francisco de Paula e tlolian-
da Cavalcanti de Albuquerque, do Conselho
de Sua Magestade Imperial, Ministro e Se-
cretario de Estado dos Negocios da Fasen-
da, Presidente do Thesouro Nacional. Fa-
go saber a' Junta da Fazenda do Piauhyr
que Sua Magestade o Imperador Ha por
bem Determinar, que a mesma Junta fique
na inteligencia de que nenhum arremata-
cao dever fazer, que exceda o tempo da
Lei d'Orgamento. O que assi.n cumprira?
Gandido Miguel de Souza Carvalho a fez no
Rio de Janeiro em 3o de Dezembro de 18 5o
Joao Carlos Correa Lemos a fez escrever
Antonio Francisco de Paula e Hollanda
Cavalcanti de Albuquerque. *
Um nosso correspondente de S. Anto
nos diz que as Authoridades, a que a Le
confiou a manutenco da tranquilidade, e
seguranza dos povos daquella Villa, ou se
tem deixao possuir de um terror pnico,
ou nao amo a Consttuigao; porque os cri-
minosos passeio pelas ras impunemente,
os ladres, se sao prezos, sao logo sol tos,
entretanto grita-se contra a Constituicao,
como se esta fbsse a egide dos perversos;
porque os que nao reflecten! com attenqao,
vm e com isto se coieutao, que essas Auc-
toridades, dismanadas da Contituicfo, nao
cumprem pela maior parte o seu de ver : e
dcste modo que se vae introduzindoo des-
gosto da mesma|Constituico. bife mais, que
certa Auctoridade, indo ter com outra para
se unirem a estabelecer rondas nocturnas, e
tomarem providencias para prendercertos'as
sassinos, que dizem dar naqucll Villa, for


(329)
despedida cora um fri, e indiferente ff
com )eos; e que finalmente os habitantes
da Villa se tem armado e muntciado para
poderem resistir por si a qualquer assalto,
visto o abandono, em que os deixo as Auc-
toridades: e conclue, que nem debalde %e
tem murmurado de alguns faites de Paz.

AVIZOS DO CORREIO.
o
Pataxo Nova Felicidade parte para o
Rio brand do Sul a a5 do corrente, e re-
cebe a malla no dia antecendente ao meio
dia.
O fifige IJenriqueta recebe a malla
para o Rio de Janeiro boje, 12, pelas 5 to-
ras da farde.


THEATRO.
.
JDovingo 13 do corrente se repele pela
nova companhia chegada de Lisboa, a pega
S. CECILIA, e representar pela primeira
-vez o entremez de S. ANTONIO.
VENDAS.
A,
.Rmfield Erado, e C. moradores na Pra-
$a do Corpo Santo n. 5, tem para ven-
der varios Engenhos para assucar, tanto
horizontaes, como perpendiculares ; assim
orno vendem pecas avulsas, pertenceutes
aos mesmos engenhos, taxas de ferro-, ci-
lindros, rodetes, aguilhoes, etc.
Urna negra, angola, para fora da tr-
ra: as Sinco Pontes D. 79.
A dinheiro ou a prazo, com bom fia-
dor, carne seca do Rio Grande muito boa
a i:4oo a arroba, e inferior a 1:100: a
bordo do Brigue Brasileiro Dido ancorado
na praia do Colegio. Por se precisar dar
destino ao mesmo se offerece to commoda
venda, o que se vera' a vista do genero a
bordo.
A Escuna Sociedade Feliz forrada de
cobre, bem apa reinada, e prompta dentu-
do, e da marchamis veloz : qnem quizer
tractar de seu ajuste dirija-se a seu con-
signatario Manoel Joaquim Ramos e Silva.
-a Urna morada de casas terreas no Afoga-
do, ra de S.Miguel: na ra d'Aguas Ver-
descasa das Berna ven tnrangasD. 3.
** No Aterro da Boa-vista D. ^4i r-
masem de Luiz Carpentam Marcineiro que
foi contramestre de Julio Beranger, ha tras-
tes muito bons por pregos conmodos.
Urna escrava, mossa, vendedeira: na
ra Vellia sobrado p 4

_ Urna nagra muito rebusta, esem vi-
cios, propria para qualquer servico; na
ra do Crespo D. 3.
-, Quatro canoas grandes e novas : na
loje da pracinha do Livramento D. 22..
*
AVIZOS PARTICULARES.
l^JUem tiver um sitio para arrendar, que
tenha sufficiencia para pastarem 20 vacas,
eperto da Praga, aunnncie para ser pro-
curado. .
Pede-se ao Sr. Franciseo Ignacio da
Cunha Pereira, queira anunciar a sua mo-
tada, para se he fallar a respeito de nego-
cio de sua utilidade.
Na terceira casa dos quartes da Inten-
dencia de Marinha, rezidencia do Com-
mandante do Registo do Porto, existe urna
Europea, que se propoe a servir de creada,
de casa ; quem della necessitar dirija-se ali.
Quem precizar de um caixeiro de ra,
dirija-se a ra do Fagundes D. i3.
Ui No Engenho Caiar Freguesia de S.
Lourenco da Matta, residencia do Juiz de
Paz do Destncto, existem dois ca vallo
furtados, um eastanho, outro melado ;
quem for seu dono, dando os signaes, se
lhe entregar ao.
_ Quem tiver para alugar urna casa te-
rea, que tenha quintal, cacimba no Bair-
ro de S. Antonio, com commodos para u-
ma pequea familia, de reg de 5$, t
6$ rs, anuncie por esta folha.
_ Precisa-se alugar um pretb para o ser-
vigo da casa d'hum homen solteiro; anuri*
ci-se por este Diario.
^ A pesoa que a tempos anunciou pe-
lo Diario querer comprar urna casa terFea
emalgumas das ras do Barrro de Santo
Antonia, declare a sua morada para ser
procurado; pois ha quem tenha urna casa
para vender, com bom quintal grande, mu-
rado, cacimba, e arvores de rructa ; e co-
sinha fora.
Precisa-se de nm creado, que cosi-
nlie e sirva a' um homem solteiro ; na ra
do CoHegio I. andar por cima do bute-
quim.
m O Snr. Holsk Broo, que anunciou
precizar deum caxeiro ; anuncie o n. da
sua casa,, por nao tersido possivel achala
na ra, onde foi anunciada; ou dtnja-se a
loja de livros de fronte do Colegio.

, (
:
Mi


"(a3o)
m
NOTICIAS MARTIMAS.
Navios entrados no'da 8.
Maoeio'; 4''as > Ing. Solivai, Cap.
R. Gunt; algodo e coiros: a Smith e
Lantaster.
Entrados no da c).
. Rio Formoso; i dia ; C. S. dmaro,
M. Joaqun] Monteiro Ferreira : caixas : de
Antonio Jos d' Oliveira Costa.
__ Sirinhem i dia ; S. S. Jos Vence-
dor, M. Jos Rodrigues : caixas : de A. M.
da Costa Soares.
^ Angola ; 27 dias; B. Triunfo do Bra-
zil, Cap. Pedro Jos Vidal: cera e esteiras :
de Grabiel Antonio.
- Mirseille; 3y dias ; B. Sirdo Fortu-
na, C ip. Benro Sarde: vinho, aseite, e ou-
tros gneros
ao sobrecarga,
dia

Una ; 1 dia; S. Desengao Feliz, M.
Felis da Costa : caixas: de Joo Alves de
Carvalho Porto. 5 passageiros.
Bhia; 6 dias ; E. Soeiedade Feliz, M.
Francisco Bernardino de Mattos: agur-
dente e outros gneros : a Manoel Joaquim
Ramos e Silva. Passageiros Pedro Autran
da Matta e Albuquerque, com sua muiher
e 1 ilho, Joaquim Pereira G i raides, Jos
Percir de Mesquita, Luiz Gonsaga Pao Bra-
zil, e Isabel Domingas.
Entrados no dia 10.
Porto de Pe/Iras; 1 dia ; S. ( oncei-
co da Ponte, M. Ignacio Marques: caixas :
a Jos Rodrigues da Silva Barroca. 5 pas-
sageiros.
, Sirinhem ; 1 dia ; S. Conceicao, M.
Antonio Jos da Silva : caixas : de Jos
Joaquim Ferreira de Almeda.
_* Malaga ; 36 dias ; B. E. Ifcsp. Isabel-
la, Cap. Roque Peres: vinho, aseite e
outros gneros : a Antonio Jos de A mo-
r 1.
j Rio Grande do Sul ; 43 dias; Par.
Eclipse, M. Joo Francisco da Cruz : carne
seeca: Jos Ramos d'Oliveira.
m Bahia; 15 dias; Pal. Carolina, M.
Jos Ferreira de Barros : diversos gneros:
ao Mestre. Passageiros Evaristo Fer-
irera de Acaujo, Vicente Ferreira Alves
-do^Samos, Claudio Manoel de Castro, E-
rfurircJo^Soarea de Albergara, Joao Pedre-
.ra de Cont, Jesui no Augusto dos Santos,
Francisco Antonio Pereira da Rocha, Jos
Candido de Queiroz sorio, Felis Gaspar
de Nova es, Jos Joaquim de Novaes, Pe-\
drodeSousa Marques, Ignacio Jos de Al- \
meida, Antonio Gomes Villana, I mineen-
cio Marques de Ara.rjo Goes, Francisco Jor-
ge Monteiro, Francisco Maiia Xavier de
Meneses, Antonio Dias 4e Castro, Vctor
de Oliveira, Evaristo de Oliveira, Jos Joa-
quim dos Santos, Policarpo Lopes -Lefio,
Caetano Vicente de Almeida Jnior, Luiz
Antonio Barbosa de Almeida, Francisco
Jos Pereira de Albuquerque, Antonio Gon-
salves Martina, Innocencio da Silva Perei-
ra, e Antonio Joaquim Monteiro Sampaio.
Entrados n<> dia 11
Gibraltar ; 3o dias; G. Port. ( arolina,
Cap. Emygdio Jos de Oliveira : em lastro:
a Francisco da Silva. PassageiroJoaquim
Antonio da Silva.
Rio de Janeiro por Babia; 38, c do
ultimo id das; E. A/aria da Gloria^].
Joo Antonio Lisboa ; dif'feientes gene'Os:
ao sobrecarga. Passageiros Joaquim Pro-,
copio Freir de Andrade, Joaquim RodnP
gues de Sonsa, Joao Antonio Sampaio Vi-
anna, e sua muiher, Francisco Borges de
Figueredo, Antonio Joaquin da Silva Go-
mes, e Domingos Antonio Mendes, Portu-
gue/.
_. Babin ; 18 dias: Pat. Peniambucano,
M. Joaquim Pereira Pestaa : diversos g-
neros : a Maiioel Joaquim Ramos e Silva.
Passageiros Manoel Jos Espindola, Jo-
So Cardoso Pinto, Portuguez, Antonio Joa-
quim Moreira de Pinho, D. Francisco Bal-
tasar da Silveira, D. Augusto Baltasar da
Silveira, Luiz Soares de Queiroz, Salusli-
ano Ferreira Sonto, Jos Ferreira Sonto,
Jos Pinheiro Lisboa, e Man o el Jos de A-
raujo Braga.
Rio Grande do Sul; 45 dias ; E. Sil-
vana, M. Vicente Lopes dos Santos : carne
seccM : do Mestre. Passageira -, A mu-
iher do Mestre.
Saldos na dia q
~ Sirinhem ; S. Felicida el Pereira: lastro.
New York ; B. E. Amer. durora.
Cap. Flations Delano : assucare coiros.
Porto por Ceara ; B. Port. Portueiise,
Cap. Lourenco Justiniano Jardim : lastro.
Saldos no da 1 o.
~ Ha 1 i fax ; B. Ing. AJenuaid, Cap. H.
R. Marshail : lastro.
Saludos h on tem.
&-*i Goana ; S. Si Hendido, M. Antonio
Afonso de Mello : em lastro. 3 passageiros.

PERNAMBUCO NA TYPOGRAFIA FIDEDIGNA. i83i.


Full Text

PAGE 1

"(a3o) m NOTICIAS MARTIMAS. Navios entrados no'da 8. — Maoeio'; 4 '' as > *• Ing. Solivai, Cap. R. Gunt; algodo e coiros: a Smith e Lantaster. Entrados no da c). —. Rio Formoso; i dia ; C. S. dmaro, M. Joaqun] Monteiro Ferreira : caixas : de Antonio Jos d' Oliveira Costa. __ Sirinhem ¡ i dia ; S. S. Jos Vencedor, M. Jos Rodrigues : caixas : de A. M. da Costa Soares. ^ Angola ; 27 dias; B. Triunfo do Brazil, Cap. Pedro Jos Vidal: cera e esteiras : de Grabiel Antonio. ,— Mirseille; 3y dias ; B. Sirdo Fortuna, C ip. Benro Sarde: vinho, aseite, e outros gneros ao sobrecarga, dia — Una ; 1 dia; S. Desengao Feliz, M. Felis da Costa : caixas: de Joo Alves de Carvalho Porto. 5 passageiros. — Bhia; 6 dias ; E. Soeiedade Feliz, M. Francisco Bernardino de Mattos: agurdente e outros gneros : a Manoel Joaquim Ramos e Silva. Passageiros Pedro Autran da Matta e Albuquerque, com sua muiher e 1 ilho, Joaquim Pereira G i raides, Jos Percir de Mesquita, Luiz Gonsaga Pao Brazil, e Isabel Domingas. Entrados no dia 10. — Porto de Pe/Iras; 1 dia ; S. ( onceico da Ponte, M. Ignacio Marques: caixas : •a Jos Rodrigues da Silva Barroca. 5 passageiros. —, Sirinhem ; 1 dia ; S. Conceicao, M. Antonio Jos da Silva : caixas : de Jos Joaquim Ferreira de Almeda. _* Malaga ; 36 dias ; B. E. Ifcsp. Isabella, Cap. Roque Peres: vinho, aseite e outros gneros : a Antonio Jos de A mor 1. j Rio Grande do Sul ; 43 dias; Par. Eclipse, M. Joo Francisco da Cruz : carne seeca: Jos Ramos d'Oliveira. M Bahia; 1 5 dias; Pal. Carolina, M. Jos Ferreira de Barros : diversos gneros: ao Mestre. Passageiros Evaristo Ferirera de Acaujo, Vicente Ferreira Alves -do^Samos, Claudio Manoel de Castro, ErfurircJo^Soarea de Albergara, Joao Pedre.ra de Cont, Jesui no Augusto dos Santos, Francisco Antonio Pereira da Rocha, Jos Candido de Queiroz sorio, Felis Gaspar de Nova es, Jos Joaquim de Novaes, Pe-\ drodeSousa Marques, Ignacio Jos de Al\ meida, Antonio Gomes Villana, I mineencio Marques de Ara.rjo Goes, Francisco Jorge Monteiro, Francisco Maiia Xavier de Meneses, Antonio Dias 4e Castro, Vctor de Oliveira, Evaristo de Oliveira, Jos Joaquim dos Santos, Policarpo Lopes -Lefio, Caetano Vicente de Almeida Jnior, Luiz Antonio Barbosa de Almeida, Francisco Jos Pereira de Albuquerque, Antonio Gonsalves Martina, Innocencio da Silva Pereira, e Antonio Joaquim Monteiro Sampaio. Entrados n<> dia 11 — Gibraltar ; 3o dias; G. Port. ( arolina, Cap. Emygdio Jos de Oliveira : em lastro: a Francisco da Silva. Passageiro—Joaquim Antonio da Silva. — Rio de Janeiro por Babia; 38, c do ultimo id das; E. A/aria da Gloria^]. Joo Antonio Lisboa ; dif'feientes gene'Os: ao sobrecarga. Passageiros — Joaquim Pro-, copio Freir de Andrade, Joaquim RodnP gues de Sonsa, Joao Antonio Sampaio Vianna, e sua muiher, Francisco Borges de Figueredo, Antonio Joaquin da Silva Gomes, e Domingos Antonio Mendes, Portugue/. _. Babin ; 18 dias: Pat. Peniambucano, M. Joaquim Pereira Pestaa : diversos gneros : a Maiioel Joaquim Ramos e Silva. Passageiros — Manoel Jos Espindola, JoSo Cardoso Pinto, Portuguez, Antonio Joaquim Moreira de Pinho, D. Francisco Baltasar da Silveira, D. Augusto Baltasar da Silveira, Luiz Soares de Queiroz, Salusliano Ferreira Sonto, Jos Ferreira Sonto, Jos Pinheiro Lisboa, e Man o el Jos de Araujo Braga. — Rio Grande do Sul; 45 dias ; E. Silvana, M. Vicente Lopes dos Santos : carne seccM : do Mestre. Passageira -, A muiher do Mestre. Saldos na dia Q ~ Sirinhem ; S. Felicida


PAGE 1

(329) despedida cora um fri, e indiferente ff com )eos; e que finalmente os habitantes da Villa se tem armado e muntciado para poderem resistir por si a qualquer assalto, •visto o abandono, em que os deixo as Auctoridades: e conclue, que nem debalde %e tem murmurado de alguns faites de Paz. AVIZOS DO CORREIO. o Pataxo Nova Felicidade parte para o Rio brand do Sul a a5 do corrente, e recebe a malla no dia antecendente ao meio dia. — O fifige IJenriqueta recebe a malla para o Rio de Janeiro boje, 12, pelas 5 toras da farde. THEATRO. JDovingo 13 do corrente se repele pela nova companhia chegada de Lisboa, a pega S. CECILIA, e representar pela primeira -vez o entremez de S. ANTONIO. VENDAS. A, .Rmfield Erado, e C. moradores na Pra$a do Corpo Santo n. 5, tem para vender varios Engenhos para assucar, tanto horizontaes, como perpendiculares ; assim orno vendem pecas avulsas, pertenceutes aos mesmos engenhos, taxas de ferro-, cilindros, rodetes, aguilhoes, etc. — Urna negra, angola, para fora da trra: as Sinco Pontes D. 79. — A dinheiro ou a prazo, com bom fiador, carne seca do Rio Grande muito boa a i:4oo a arroba, e inferior a 1:100: a bordo do Brigue Brasileiro Dido ancorado na praia do Colegio. Por se precisar dar destino ao mesmo se offerece to commoda venda, o que se vera' a vista do genero a bordo. — A Escuna Sociedade Feliz forrada de cobre, bem apa reinada, e prompta dentudo, e da marchamis veloz : qnem quizer tractar de seu ajuste dirija-se a seu consignatario Manoel Joaquim Ramos e Silva. -A Urna morada de casas terreas no Afogado, ra de S.Miguel: na ra d'Aguas Verdescasa das Berna ven tnrangasD. 3. ** No Aterro da Boa-vista D. ^4 i rmasem de Luiz Carpentam Marcineiro que foi contramestre de Julio Beranger, ha trastes muito bons por pregos conmodos. — Urna escrava, mossa, vendedeira: na ra Vellia sobrado p 4 %  Urna nagra muito rebusta, esem vicios, propria para qualquer servico; na ra do Crespo D. 3. -, Quatro canoas grandes e novas : na loje da pracinha do Livramento D. 22.. AVIZOS PARTICULARES. l^JUem tiver um sitio para arrendar, que tenha sufficiencia para pastarem 20 vacas, eperto da Praga, aunnncie para ser procurado. — Pede-se ao Sr. Franciseo Ignacio da Cunha Pereira, queira anunciar a sua motada, para se he fallar a respeito de negocio de sua utilidade. — Na terceira casa dos quartes da Intendencia de Marinha, rezidencia do Commandante do Registo do Porto, existe urna Europea, que se propoe a servir de creada, de casa ; quem della necessitar dirija-se ali. — Quem precizar de um caixeiro de ra, dirija-se a ra do Fagundes D. i3. Ui No Engenho Caiar Freguesia de S. Lourenco da Matta, residencia do Juiz de Paz do Destncto, existem dois ca vallo furtados, um eastanho, outro melado ; quem for seu dono, dando os signaes, se lhe entregar ao. Quem tiver para alugar urna casa terea, que tenha quintal, cacimba no Bairro de S. Antonio, com commodos para uma pequea familia, de reg de 5$, t 6$ rs, anuncie por esta folha. •_ %  Precisa-se alugar um pretb para o servigo da casa d'hum homen solteiro; anuri* ci-se por este Diario. ^ A pe§soa que a tempos anunciou pelo Diario querer comprar urna casa terFea emalgumas das ras do Barrro de Santo Antonia, declare a sua morada para ser procurado; pois ha quem tenha urna casa para vender, com bom quintal grande, murado, cacimba, e arvores de rructa ; e cosinha fora. — Precisa-se de nm creado, que cosinlie e sirva a' um homem solteiro ; na ra do CoHegio I. andar por cima do butequim. m O Snr. Holsk Broo, que anunciou precizar deum caxeiro ; anuncie o n. da sua casa,, por nao tersido possivel achala na ra, onde foi anunciada; ou dtnja-se a loja de livros de fronte do Colegio. ( : Mi


xml version 1.0 encoding UTF-8
REPORT xmlns http:www.fcla.edudlsmddaitss xmlns:xsi http:www.w3.org2001XMLSchema-instance xsi:schemaLocation http:www.fcla.edudlsmddaitssdaitssReport.xsd
INGEST IEID ETA2QYY0B_FYDSFQ INGEST_TIME 2013-03-25T16:19:50Z PACKAGE AA00011611_01122
AGREEMENT_INFO ACCOUNT UF PROJECT UFDC
FILES



PAGE 1

w ) m %  I > •' \ (3285 tu Jo, que ha ja de tratar cora Caridade, e liumanidadeaos destrocados Sentenciados. *-< Dos Guarde V. S. Palacio do Gbverno de Pernambuco 8 de Marco de I83I NH JOaqmm Joze Pinheiro de Vasconcelos % -. Senhor Teiiente Coronel Joaquim da Anuneiacao e Siqueira Varejo, Commandante da lha de Fernando. H-I Rcprezentando-me o Juiz de Paz da Freguesia de S. Pedro Mrtir dessa Cidade, pertenderem alguns ociosos pratiear na noite do da d'amanhu una insultante aecao, chamada Cerra cao da Velha -. ; e con viudo, que el les nao reaiisein to desordenado intento : V. S. mandara' rondar as ras da dita Cidade por Patrulhas dobradas, requisitando para esse im ao Commandante ci Batalhao de Milicias respectivo as Pracas, que lhe forem necessarias, e dando oatras quaesquer providencias, que cstherem ao seu alcance, para que se nao perturb a tranquilidade publica*-* Dos Guarde a V. S. Palacio do Governo de Pernaiobuco 8 de Marco de i83i HH Joaquim Jozc Pinheiro de Vasconcelos %  -. Senhor Coronel Antonio Borges Leal. -. Avista do Officio deV. S. datado de liontem, era que me partecipou pertederem alguns occiosos d'cssa Cidade praticar na noite do da d'amanh. urna insultante aecao, chamada H-. Crracao da Velha m acabo de ordenar aoEncarregado da Polica da dita Cidade, que haja de dar todas as necessarias providencias, para que se nao realizo to dezordenado intento. Dos guarde a V. S. Palacio do Governo de Pernambueo 8 de Marco de i83i —Joaquim Jos Pinheiro de Vasconcellos — S?. Ignacio Antonio de Barros Falco, Juiz de Paz da Freguezia de S. Pedro Mrtir da Cidade de O: inda. %  1 CORRESPONDENCIA. 1 O Sr. Arcenio Pompio Pompeo de Carpo. %  Azedume. e acrimonia, com que Vm. me assala no seu predilecto Cruzeiro n. ;K> ni rcsposta as mieras chancas minhas, que em na


PAGE 1

ANNO DE I83I. SABBADO 12 Dji MARCO. NUMERO 5y • Snbtcreve.se mensaluente a 6f<> reit p*os aUantadot, na Trpografla Fidedigna, e em casa da Elitor, fita Direita, n. >7 ; en tuja* lug.tret tamben se r,cehrd> eo'respotdeneins, e anuncios : estes interem-se gratis, sendo de asiignantes, rindo assignados, e cent • lugar da morad*, e sera > publcala no dia inmediato ae da entrega, sendo esta feita at meio di* e vindo rezumidos. PERNAM&CO; NA TYPOGRAFIA FIDEDIGNA, RA DAS FLORES, N. 18. l83l. ARTIGOS DE OFFICIO Acta da quarta Sesso Ordinaria do Conse" llio do Governo em 8 de Marco de i83i presidida pelo Exm. Sur. Prezidente Jo" aquim Joze Pinheiro de Vasconcelos. Acharo-se prezentes os Senhores Conselheiros Deo Bernardo Luis Ferreira, Gervasio Pires Ferreira, Manoel Zeirino dos Santos, Desembargador Thomaz Antonio Maciel Monteiro, e Doutoral Manoel Ignacio de Carvalho ; faltando, por cauza de molestia, o Snr. Francisco de Paula Cavalcante de Albuquerque. Foi lida, e approvada a Acta da Sesso antecedente. Continuando-se tratar sobre o melhoramento das Entradas, venceo-se finalmente : que o Conselho, pelaXei de 20 de Outubro de i8-23, e pela Le das Empresas de 29 de Agosto de 1028, competa marcar as Estradas Geraes da Provincia, e prover a cerca de sua construego ; nao achand Empresario dar corita ao Governo de S AI. o Imperador, para ser presente a Assemblea Geral. Que bajo quatro Estradas Geraes, partindo desta Cidade, urna para o Norte, duas para o Centro, e urna para o Sul, conforme ja' existem trhadas, dando-se Ihs todava a direccao mais recta, que for pos>sivel. Que as ditas quatro Estradas devem por agora terminar, a do Norte ate a Villa d Iguarassi (6 legoas) ; as do Centro, urna atea Villa do Pao do Albo (10 legoas), outra atea Villa de Santo Anto (1 1 legoas) ; c a do Sul ate a Ponte dos Carvalhos (5 legoas). Que se incumba ao Major Engenheiro Joao Bloem a diligencia de as ir marcar ate os pontos cima designados, consiliando, quanto for possivel, a retido cornos lugares ja trilhados, e levantando a llanta de cada urna della-s, e das ponts* e aterros, que forem indispensaveis fizei-se, oreando finalmente a despesa de cada objecto separadamente. \ *Que, por ser necessaro fazer-se aguma despeza com esta diligencia, se communiquea Junta da Fazenda para dar ate a quantia de 11 m cont de reis, debaixo da respmisabelidade do mesmo Conselho, no caso de nao ser approvada pelo Thezouro Publico; otTiciando-se j pela Repartigo do Imperio sobre tal resolucao, e perguntando-se se essa despeza devera' sair do quarenta contos consignados pela Le do Orgament para Obras Publicas da Provincia, tt se deve ser feit pela Fazenda Publica da quantra consignada pela dita Lei para despezas evntuaes. E deo-se por finda a Sesso. E eu Vicente Thomaz Pires de Figueiredo Camargo Secretario do Governo, e do Conselho. a subscrevi. H# Seguio-se as assinaturas. -Larga hoj des te Porto para essa Ilha o Brigue Barca —29 de Agosto^ de que h Commandmte o Capitao Teen te Pedro rf Cimba, levando seu bordo o Reverendo Manoel Florencio de Albuqaerque, Capellao que v i render o que l est, couduzindo tambemos Reos Sentenciados degredo pela Relacao do Destrato, e 011tros pea Junta de Justica, e algns genero^ cujas relacoes vao remettidas pela Junta da Fazenda. As guias dos Reos Civz lh<*sera entregues pelo Commandante do Brigue, e incluzas n'este achara as dos Reos Militares. O actual Destacamento ainda sedemora por mais algum tempo; por esse motivo se fhe remette agora os respectivos vencimentos. Haja V. S. de providenciar pela parte que Ihe toca sobre o prompto desembarque dos gneros, afim de que nai> sej* retardada a volta do Brigue, que deve condnzir a esta Praca o Reverendo Capellao, que la est, os degradados, que tiverem fmalisado otempo desuas Senteuca, e e*> Praca SebStio Pereira, dqjradul sem Sentenca tendo vindo do Maraiih^o. 1-1 Jamis deixarei de lhe recomendar todo o zettoe cuidado.na prosperidade dallhi, assm ua cultura da trra, como na erea<:.* %  >, e propagaca dos Gados, e mais anun es domsticos; no reparo eronserva^o das Fortalezas, e mais cazas da llha ; e sobre r 4 Ib