Diario de Pernambuco

MISSING IMAGE

Material Information

Title:
Diario de Pernambuco
Physical Description:
Newspaper
Language:
Portuguese
Publication Date:

Subjects

Genre:
newspaper   ( marcgt )
newspaper   ( sobekcm )
Spatial Coverage:
Brazil -- Pernambuco -- Recife

Notes

Abstract:
The Diario de Pernambuco is acknowledged as the oldest newspaper in circulation in Latin America (see : Larousse cultural ; p. 263). The issues from 1825-1923 offer insights into early Brazilian commerce, social affairs, politics, family life, slavery, and such. Published in the port of Recife, the Diario contains numerous announcements of maritime movements, crop production, legal affairs, and cultural matters. The 19th century includes reporting on the rise of Brazilian nationalism as the Empire gave way to the earliest expressions of the Brazilian republic. The 1910s and 1920s are years of economic and artistic change, with surging exports of sugar and coffee pushing revenues and allowing for rapid expansions of infrastructure, popular expression, and national politics.
Funding:
Funding for the digitization of Diario de Pernambuco provided by LAMP (formerly known as the Latin American Microform Project), which is coordinated by the Center for Research Libraries (CRL), Global Resources Network.
Dates or Sequential Designation:
Began with Number 1, November 7, 1825.
Numbering Peculiarities:
Numbering irregularities exist and early issues are continuously paginated.

Record Information

Source Institution:
University of Florida
Holding Location:
UF Latin American Collections
Rights Management:
Applicable rights reserved.
Resource Identifier:
aleph - 002044160
notis - AKN2060
oclc - 45907853
System ID:
AA00011611:01085


This item is only available as the following downloads:


Full Text

AJINO D ti i'oi.
QUAUTA FERA 26 DE JANEIRO.
arni
NUMERO zo.
MM M IPEiMAMIDtG
Subscreve-semensal-nente dCt\o reii pagos adiantadot, na Typografia Fidedigna, na lo/a de fryreiro d* 3Janoe_ Marques Fiannax Ru*
4a l'enlta ailharga do U*rintento D. *1, cent casa do Editor, ra Direita, n _>7 ; en cujas( lugares tamben. serecebertiS correspbrtden-
cas, e anuncios : estes inierem-se gratis, sendo de assignantes, viada assi*%siflosi\i com o lugar da morada, e serao publicados no duxrimme
da t ao da entrega, sendo esta feita ate o meto dia e vikdo reiumNos. -^. -' ^
M
PKRNAMBUCO; NA TYPOR^FI A FIDEDIGNA, RA DAS FLORES, N. 1
AITIGOS BOFFICI.
r^3
i.
.
A
./\.Mplando as disposicoes do Decret de
vinte cinco de Novembro de rrtil oitocentos
vinte e nove, sobre a classe dos Emprega-
dos das Cmaras Municipaes, que devem
ser dispensados do Servico de segunda Li-
nha: Hi por bem, que igualmente sejo
dispensados daquelle servico de segunda
Liuha os Supplentes dos Fiscaes, e Ajudan-
ts de Porteiro, emquanto se acharem em
ff'ectivq exercicio destes Empregos. O
Conde do Rio Pardo, do Meo Conselho,
Ministro e Secretario de Estado dos Ne-
gocios da Guerra, o tenha assim entendido,
e expeca os despachos necessarios. Paco
em quatro de Novembro de mil oitocentos
e trinta, Nono da Independencia, e do Im-
perio.
Com a Rubrica de SA MAGESTAD
IMPERIAL.
( onde do Rio Pardo,
- Pede-se-nos a publicagao do seguinte.
oEndo prezente a S. M. O Imperador, o
Oficio do Vice-Director do Curso Jurdico
da Cidade de Olinda, ponderando os incon-
venientes, que rezulto de se noadmitirem
a exame dos preparatorios os Estudantes,
que nao apprezento attestacoens dos Pro-
fessores Pblicos, com quem aprenderao, e
que os mesmos inconvenientes se verificao
a respeito das certidoens de idade, pedindo
providencias sobre estes objectos, manda o
mesmo Augusto Senhor pea Secretaria de
Estado dos Negocios do Imperio, partici-
par ao dito Vice-Director, que se deve es-
perar pela Deeizo da Assembla Geral Le-
gislativa. Palacio do Rio de Janeiro em iG
de Dezembro de j83o. Jze Antonio da
Silva Maya.
Pde-se-nos a publicc.a'o da seguinte
correspondencia.
Illustrissimo Snr. Para dar inteiro
cmprimento, e.execuso a Lei de 20 de
Outubro de i8a3 ten* Sua Exa. o Snr. Pre-
-
zidente da Provincia determinado no dia 10
. do eorrente principiar as Sesses Ordinarias
,o Conselho adjunto ao Governo, marca-
das na Sobredade Lei; para o que d Ordem
do niesmo Exm. Snr. communico aV/S.
que deve comparecer na Salla d'este Gover-
jio impreterivel mente as o, horas da man lia
do mesmo dia Deus Guarde a V. S. Se-
cretaria do Governo da Paraiba 7 de Janei-
ro de 1831Illustrissimo Snr., Bernardo
Lobo de Souza, Conselheiro do Governo
da Provincia ~ No impedimento do Secre-
tario do Governo Antonio Joaquim Ferreira
Marques.
*
*J Illustrissimo Snr. "ftespodendo ao
Oficio que V. S. me dirigi datado de 7 de
Janeiro eorrente, participando-me que Sua
Exa. o Snr. Prezidente convocara o Conse-
JjiQ Prezidencial.da Provincia para o dia de
boje; e que eu devo comparecer na qualida-
de de Conselheiro ; cumpre-me rogar a V.
S. queira fazer presente ao mesmo Exm. Sr.
que faltando-me o requisito de seis annos
d residencia na Provincia, marcado no Ar-
tig i 1 da Lei de 20 de Outubro de 1823,
vacilo sobre o dever, ou nao exercer fnn-
c&es das quaes a Lei itfe exclu, segundo
entendo. Sensivl me sobre maneira ver-
me privado d ta'o dstint Em prego dema-
nado do voto xpontano da Provincia ; d
cujos' Illristres habitantes, bem como do
mesno Exm. Snr. Prezidente {aguardo a
approvac,ao deste meu procedimento, e a
V. S. pec queira comnu nicar-me a dieisa
final Deus Guarde a V. S. Paraiba 10 de
Janeiro de r83r Illustrissimo Snr/ Anto-
nio Joaqim Ferreira Marques, Ofricial-
Maior da Secretaria do Governo da Provin-
cia Bernardo Lobo de Souza.
Illustrissimo Snr. Levando S. Exa.
o Snr. Piezidente da Provincia apresenca
do Conselfio da Prezidencia o Oficio que
V. S. s- digtiou dirigir-me em data de hoje
em resposta ao aviso que d'Ordem do mes-
mo Exm. Snr. lhe foi expedido por esta
Secretaria para comparecer V. S. na qua-
lidade de Conselheiro na reunio ordenara,
que teve hoje o seu principio e vistas as r**


*
(8o)
i
V

/.oes por \ S. expendidas em dito Oficio;
reslvca o mesmo Conselho que visto deter-
minar a Le que o Conselho se componha
(t?seis Membros, e V. S. nao estar assisti-
do dos req-iesitos da rezidencia de seis an-
uos tiesta Provincia, fosse convocado para
completar o numero dos seis Conselheiros
o ontio iminediato em votos que esteja as-
sistido de todos os requisitos que a Lei exi-
ge, o que dOrdem do mesino Exm. Snr.
Prezidente participo a V. S. paraasuain-
telligencia Deus Guarde a V. S. Secre-
taria do Governo da Presidencia da Paraiba
10 de Janeiro de i83i Jllustrissimo Srir.
Bernardo Lobo de Souza, Escrivo Deputa-
do da JuiCa da Fazenda Publica desta Pro-
vincia-* No impedimento do Secretario do
Governo Antonio Joaquini Ferreira Mar-
ques, Official-Maior.
Discurso, querecitou Mara Guilhermina
de Oliveir% A/aciel, rrofessra de Pri-
metras Letras da ( idade de (Huida, no
dia 17 de Janeiro de i83l, na abertura
da Aula de/MjB das Ferias, perante al-
guns Senhores.
Illiistrissimos Srs., que me honraes ho-
je com a vossa respeitavel prezenca, eu vos
emploro a necessaria venia, e alguns moj
inentos de atten^o.
iVlnlias amadas discipulas, o ardente dej
sejo, que tenho, do vosso bem, felicidade,
e instruco me obrigou a limitar o tempo
das ferias mais curto espaco do que est
em pratica : eonfesso-vos engenuamente que
tive a mais doce satisfaco, vendo que al-
gumas de vos Irequentaro nesse mesmo
tempo a Aulatendo em menos apreco osvos-
fios alegres brinquedos pueris ; esta a razo
por que nao hesitei em sacrificar de bom
grado esses dias de repouzo a bem da vos-
sa instruco. Que mais faria urna terna
Mal ? En' laneo minhas vistas sobre vos,
como se fosseis minhas caras filhas, e nao
exijo de vos outra recompenca mais do que
o vosso amor e obediencia; e applicaco
para poderem produzir bom fruto as mi
nhas licoes, desenvolvendo por meio dellas
osvossos talentos, e ornando o vosso espi-
rito ; ajudai-me pois a prehencher o desig-
nio da';ei, pondo da vossa parte todo o
diitho 'no estudo de vossas licoes ; desla
mKiie?ra augmentareis o amor, e estima de
vossos temos Pais, de vossa Professra, e
o Respcitavel Publico ; pelo contrario vos
exprisa perder tao doce bem. Urna Se-
nhra sern aquella polidez doce, agradav^l,
e decente que se adquire por meio da ins-
truca a ninguem enteressa : Se possue ni-
camente o dote da belleza pode apaixonar
algum Joven estouvado, mas o homem de
bom senso sabe dar-lhe o seu justo valor ;
deveis convencer-vos que a formozura nao
faz o nosso verdadeiro mrito ; ella pou-
co duradra ; a idade, um successo dezas-
troso, qualquer enfermidade a destroe.
Que resta em tal cazo a urna Sr. que nao
tratou na infancia de cultivar e ormir o seu
espirito com a lico dos bons livros ? Res-
ta sem duvida urna fria indil'ferenca as
Sociedades, e ateo enojo de si mesma em
qualquer parte; porem urna Senhora instru-
ido, dcil, e virtuosa em todo o lugar, tem-
po, e idade merece ,0 respeito, e estima pu-
blica, e goza da sua propria ; na advero*
dade a consciencia a nao escuza, as Amigas
a consolam, e soccorrem ; acha lenitivo, e
at prazer na leitura de livros agrada veis, e
uteis, e mesmo nos honestos trabalhos de
suas mos. Nao se exige que urna Senho-
ra seja sabia, pois que nao tem de oceupar
Empregos pblicos; mas nceessario que
saiba lr, e escrevr correctamente com os
principios de gramtica, que adquira as
prendas proprias do seu sexo, e tudo o mais
que tendente ao governo de urna caza pa-
ra poder desempenhar os sagrados deveres
de Mi de familias quando se estabeleeer.
Eu rezervo esta materia para tratar della
quando alguma de vos se aproximar a esse
estado. Finalmente, amadas filhas minhas,
eu vos reduzo todo o fundamento da moral
a principios solidos, abreviados, e claros ;
estes sao os seguintes Adorar, e amar ao
nosso Creador. Honrar, obedecer, e respei-
tar aos nossos Pais, e Authoridades, que
tem direito de regular, dirigir, e corrigir
as nossas acedes. Amar aos nossos seme-
Jhantes, dando cada um o que de Justica
llie pertence, nao lhes fazendo aquilo que
nao quereriamos, que nos fizessem, e azen-
dolhes o bem que poder-mos. Cumprir
qua-quer com os deveres do seu estado,
conservando moderacao na felicidade, e
constancia, e conformidade na desgraca ;
sendo em im todos Sobrios, laboriosos, so-
lcitos, e econmicos, para pdennos gozar
o puro, e doce prazer, que cauza a benefi-
cencia, quando soccorremos os nossos seme-
lhantes ; na observancia destes principios
est a verdadeira felicidade. Aquella de
vos, que tiver estas boas dispozices, corra
aos meus bracos : Ei-lo aqui com franquesa
abertos ; abracai a vossa Professra, a vos-
sa terna amiga.
;

____.


'l
(81)
AVIZOS DO CORREIO.
PARA A BAHA E RIO DE JANEI-
RO.
v-/ Paquete Inglez Sphynx, recebe as ma-
las no dia 27 do corrente pelo meio da.
PASSAGEIROS SOMENTE.
PARA A BAHA
J\ Muita velleira Escuna Amalia acha-se
prompta a seguir viagein no dia 3o do cor-
rente : os transportes ajustao-se na loja de
livros defroute de Palacio todos osdiasde
man la.
J
VENDAS.
11 A esquina da rua do Crespo, para a do
Queimado, bilbetes e meios tilhetes da 3.
J .oteria a beneficio dos Emigrados com 3o
por cento de rebate.
Duas escravas, de Angola, mocas, e
possantes j^quem pertender comprar falle a
Joaquim Joze Ferreira de Carvalho, que
i be dir quem as tem.
, Um negro naco calabar de 42 annos
capinheiro, e tirador de cocos: na Rua
Direita D. 32.
COMPRAS.
C
^Avalos de Sella que tenho bons andares
aue sejao novos, inda sendo com condic.o
dos vendedores paciarem nos cvalos te o
dia 3 de Fevereiro ou sem esta condico :
no Patio do Terco venda D. 4 axaro com
(fuem trete ate as 9 horas da man lia, e das
2 da tarde por diante.
Una morada de caza terreas nesta Ci-
dade, quem a tiver para ve ider falle ao So-
bredito Ferreira de Carvalho, que lhe dir
quem a quer.
?000*.
ALUGUEL.
U M sobrado de um andar, e loja, 011 so^
tao, ou de dous andar com bous commodos,
e que nao seja em beco: anuncie-se por, es-
te Diario.
PERJDAS.
O
abaixo assgnado no dia a3 do cor-
rente as 6 hores da manh hindo desta Ci-
dade para a Caza Forte cvalo perdeu
um embrulho com os documentos seguiri-
tes : 2 cartas do Rio de Janeiro; 4 certid^es,
2 deste Governo, 1 do Governo da Babia, e
1 da Cmara desta Cidade; 1 A t testa cao da
dita Cmara; e 3 requerimentos 1 despacha-
do por o Ex. Prezidente o Sr. Mairinek ; e 2
por o Ex. Vice Presidente o Sr. Cavalcan-
ti, tudo sobre varios objectos ; quem os a-
char, ou dellas souber levando-os a sua ca-
za no Pateo da S. Cruz junto a botica no
sobrado dePerette, ou na Caza Forte ao
entrar indo do Recife na casa alta com va-
randa no Soto ser generosamente re-
compensado.
Joaqusm Bernardo Mendonga Ribeiro. P.
_, No dia 25 do corrente das 5 para as
6 horas da tarde 4 bilhetes de cobre, 3 de
100^000 rs. e outro de 70,^000 rs. um da-
tado em 15 de Dezembro p. p. outro em 20
do mesmo mez, ambos da firma de Joo da
Silva Ramos e Irmos outro N. 24 de
Caetano Joze de Siqueira, o de setenta e no-
ve mil reis, da firma de Bandeira: Iquem os
achar dirija-se ao Recife rua da Cruz, rezi-
dencia de Elias Baptista da Silva.
Da Capunga, Citio, de Francisco Mame-
de de Al meida, dezapa receo no dia 20 d
corrente mez, do meio dia rSira a tarde, uina
Pava, quem della tiver noticia poder l-
vala ao mesmo citio, ou na rua da Cruz ca-
za N. 4ij se lhe dar de gratiucato iojj
rs*
. APREENSAO' DE ESCRAVOS.
li O Engenho Palmeira da Freguezia de S.
Amaro do Jafooatam, foi apanhado um pte-
to de Angola, que diz ser escravo de urna
Viuva, que mora perto do Pao do Alho,
queira portanto a mesma, ou quem for &eu
dono, procura-lo, que dando os siguaes cer-
tos lhe ser entregue.
AVIZOS PARTICULARES.
v^UEm quizer dar a juros a quantia de
4oo$ rs. a 2 por cento anuncie-se por este
Diario,
Na loja de livreiro de Manoel Marques
i Vianna rua da Peuha a ilharga do I .ivla-
mento subscreve-se para o REPUBLICO de
Dezembro a Mareo por tres mil reis, e clahi
>or diante a dous mil reis o quariel.
r- Atraz da Matriz casa D. 6 ha um ho-
mem, que se propoem a caixeiro, ou a escre-
verem. escritorio, e sabebem ter escrever,
e contar.
" Quem tiver para arrendar um sitio pe-
queo na Solidadle, S. Amaro, Rozaiini),
ou outro lugar perto deta Cidade, anuncie-
se por estepario.


mm
'.
Qncm anuticioii por esta'folha querer
oo$ rs. a juros aaip por cento, dirija-se
e ra nova *D. 9, 2. andar, onde se ajus-
tar, e s lhe dar por menor juro queren-
do maior quantia sob boa firma.
Antonio Joze Bandeira de Mello parti-
cipa a o Publico que alem das sas duas to-
jas, no Aterro da Boa-vista, e rifa do Cabu-
la defronte da Matriz tem mais outra nova
e elegante muito preparada na mesma ra
do Cabuu D. 4, onde alem do costumado
e sabido pelos freguezes tem excellentes
cspelhos para salla Tucadores maiores,
e menores com jogo de damas Superfinissi-
mos e medicins sabonetcs para a barba
Galantes vidrinhos de espiritos aromticos
-O celebre oleo de Macassar, e verdadei-
ra agua de Colonia Papel de todas as qua-
lidadesFinissimas cartas Francezas Lam-
parillas e outros muitos objectos da moda,
e gosto, e tudo por precos commodos.
O cvalo que querem comprar, anun-
ciado no Diario n. 19 de a5 do cor rente o
axarao na esquina da ra do Rozario indo
para a Pracinna do Livramento loja D. 13.
.A pessoa que anunciou no Diario n.
19 querer comprar um cvalo passeiro, di-
rija-se a ra Direita D. 10.
^ A pessoa que no Diario n. 17, offe-
receo io$ooo rs. pelo aluguel mencal do
sobrado pertencente ao Reverendo Fran-
cisco Muniz Tavares querendo adiantar por
conta do aluguel, a quantia que for necessa-
ria para redifieaco da mesma caza segun-
do a avaliacao, que fizerem os Mestres com-
petentes, pode dirigir-se ao Procurador do
mesmo Reverendo que alugar por muito
menor preco do que offerece.
_Felis Vieira da Silva participa ao Pu-
blico, que a sna chegada no Paquete Niger,
anunciada no Diario n. 11 de i5do cor-
rete, engao, ou foi outro do mesmo no-
me, por quanto elle desde o dia 23 de A-
gosto tem estado no termo de Ipojuca no
servico d'Agrimensura.
O mesmo participa ao Sr. Paula Pereira
Simes,que oseu Salario no servico d'Agri-
niensura 'tem sido, e de 64<>o por cada
um dia, contados desde o dia em que cha-
mado para o servico at sua concluzo ; as-
sim como alem desta paga, 2,,00o por cada
um marco, e 128oo, pelo termo d' Demar-
caeao ; pois assim o tem pago os Srs: dos
Enge,inos Caxoeira Tapado, Diamante, U-
tin-guinha, Garap, Penderama; e est ga-
nhando na divizo dos Engenhos Utinga
i.ji..,.

s :

de sima, Molinote, e Martapagipe, e que
ainda nem um destes Srs. duvidou, ou re-
fusou pa^ar-lhe ( como o Sr. Supoeoa tem
feito)aiites pelo contrario dalguns tem
recebido alem da paga, imencos favores, e
est no eoso de suas amizades e estimas ; e
que se o Sr. Paula tivesse a felic.dade de
ser Brazileiro, como ees de certo nao po-
ria as duvidas, que vergonhosamente tem
posto, ao pagamento do sen salario ; assim
como, se o Sr. do Engenho atendesse
com quem foi a demareacao, se tivesse com-
promettido |metade da paga, como o de
Penderama, de certo ja a tena recebido.
ESCRAVOS FGIDOS. .
I
.Zabel, cassange, alta, delgada, bem fal-
lante ossos dos peitos descobertos, bebda
pequea em um dos olhos, um dos tornoze-
los saido para fora, fgida a 5 de Dezem-
bro p. p. do Engenho Taqnara, freguezia
de Pasmado: Francisco Gomes de ATa-
njo no mesmo Engenho, ou nesta Cidade a
Francisco Mamede de Almeida, ra da Cruz
0 4i- _^___
n.
NOTICIAS MARTIMAS.
Navios entrados no dia z/\.
Lisboa; 42dias; B. S. Joo Baptis-
ta, (iap. Joze Xavier Fianna, equip. II ;
carga vinho fazendas e sal: de Joze Gon-
salves Pereira. Passageiros 8 marinheiros.
- Una; 3 dias; S. Xica, M. Izidoro
da Silva, equip. i4; carga ca xas : de Ben-
to Joze da Costa.
~Hamburgo; 17 dias; B. Hamb. Jon.
nes, Cap. J. P. Gagzo, equip. 12; carga
fazendas: Mcolo tto-Bieber.
Entrados no dia 25.
Cabo da Boa-esperanca, tendo sabido
de Sag Habana a 7^2 mezes; G. Amer.
Hanibal, Cap. James Parker, equip. 24;
carga azeite de peixe : Matheus e Foster.
Porto de t'edias; 36 horas; Sum. S.
Joze, M. Manoel Pereira, equip. 11 ; car-
ga caixas: de Luiz ELoi Durd'o. Passagei-
ros 4-
Falmouth por Madeira; 45 das, e do
ultimo 35 ; Paquete Ing. Sphynx, Com. A.
R. L. Passingham.
~ Havre ; 4 dias ; B. Franc. Le Grand
Navigateur, Cap. Vctor Edou, equip.
14 ; carga fazendas: koberts Pelly, e C\
,
1

[PERNAMBCO NA TYPOGRAFIA FIDEDIGNA. i83
.
. ..



.i. .i.-.


Full Text
xml version 1.0 encoding UTF-8
REPORT xmlns http:www.fcla.edudlsmddaitss xmlns:xsi http:www.w3.org2001XMLSchema-instance xsi:schemaLocation http:www.fcla.edudlsmddaitssdaitssReport.xsd
INGEST IEID EG3IUU567_7EDG3N INGEST_TIME 2013-03-25T15:34:31Z PACKAGE AA00011611_01085
AGREEMENT_INFO ACCOUNT UF PROJECT UFDC
FILES