Diario de Pernambuco

MISSING IMAGE

Material Information

Title:
Diario de Pernambuco
Physical Description:
Newspaper
Language:
Portuguese
Publication Date:

Subjects

Genre:
newspaper   ( marcgt )
newspaper   ( sobekcm )
Spatial Coverage:
Brazil -- Pernambuco -- Recife

Notes

Abstract:
The Diario de Pernambuco is acknowledged as the oldest newspaper in circulation in Latin America (see : Larousse cultural ; p. 263). The issues from 1825-1923 offer insights into early Brazilian commerce, social affairs, politics, family life, slavery, and such. Published in the port of Recife, the Diario contains numerous announcements of maritime movements, crop production, legal affairs, and cultural matters. The 19th century includes reporting on the rise of Brazilian nationalism as the Empire gave way to the earliest expressions of the Brazilian republic. The 1910s and 1920s are years of economic and artistic change, with surging exports of sugar and coffee pushing revenues and allowing for rapid expansions of infrastructure, popular expression, and national politics.
Funding:
Funding for the digitization of Diario de Pernambuco provided by LAMP (formerly known as the Latin American Microform Project), which is coordinated by the Center for Research Libraries (CRL), Global Resources Network.
Dates or Sequential Designation:
Began with Number 1, November 7, 1825.
Numbering Peculiarities:
Numbering irregularities exist and early issues are continuously paginated.

Record Information

Source Institution:
University of Florida
Holding Location:
UF Latin American Collections
Rights Management:
Applicable rights reserved.
Resource Identifier:
aleph - 002044160
notis - AKN2060
oclc - 45907853
System ID:
AA00011611:01068


This item is only available as the following downloads:


Full Text
II I

,1
!

.
AXXO DE 1831.
QUARTA FEIRA
5 D
JANEIRO.
*
NUMERO 3
T"
5=3
MI4MI). 11 VIlHASBltiG
X
a
Snbicreve-ie menudmente a fi o reit pagos aclhuitains, nm Typografia Fidedigna, naloja de Livreiro de Mtutoel Marques Fianna, Una
da Penlia a ilharga do Livramento D. a3, em casa do Editor, rua Direita, n. iy ; em cajos lugares tambem se recebero co'respomlrrf
*-iat, e anuncios : estes inseremse gratis, sendo de asiignantcs, rindo assignados, e com o lugar da morada, e serao publicados no da mime
diato ao da entrega, sendo esta feita at o meio da evinJo relamidos.
PERNAMBCO: HA TYPOGRAFIA FIDEDIGNA,
RA DAS FLORES, N
l8.' 1831.
-\
/
RO de JANEIRO.
9
7 *
k
r- +

Prdjectos de Le, e fiesolufoes organizadas
, na Cantara.dos Senhorps Deputados,
e remettidas Cmara dos Sentio-
res Senadores na passada .Sessa'o
de 183o, desde a sua abertuia
at 21 de Outubro do mesmo
anuo,
#ll. i. 12 de Maio R. Deixando ao livre
arbitrio dos Bispos a nomeaQo, e remo-
cao dos Escrives das Cmaras Episcopaes.
' 2. 8 de Junho. R. Fazendo pblicos,
desde, ja, todos os actos das Relaces, e
.mais corpos Judiciarios' Collectivos, as
causas civeis, e crimes; que se seguirem de-
pois da pronuncia. .
3. 14- de Jn- R Declarando em seu m-
teiro vigor o Decreto de 9 de Agosto de
1827.
4 4- 1.5. de J. R. Aliviando deporte nos
correios do Imperio todas as folhas Peri-
dicas, e Jornaes Pblicos Nacionaes, e Es-
traugeiros, que forem enviados s Biblio-
. tecas publicas, etc. ..>
5. 15 de J. R. Dispensando do servico da
. 3. inha os Juizes de Paz, e seus Ofciaes ;
js Vereadores, e mais Empregados as Ca-
*.muras Municipaes, durante o exercicio dos
. sus Empregos.
6. lydeJ. R. Autr orizando o Governo
para mandar traduzr, .e expor a venda o
Digesto de Gordon impresso nos Estados-
Unidos em 1827.
.7. q de J. D. Abolindo a Secretaria do
Registo Geral das Mercez.
8. 22 de J. R. Declarando nao ter lugar,
o emprego das Ordenancas, nem o pro-
vi me uto dos seus Ofticiaes, depois da pu-
blicacao das Leis de i5 de Outubro de 1827,
e 1. de.Outnbro de 1828,
- #> 22 de J. R. Extinguindo a Chancella-
P ria da ordem Imperial do Cruzeiro, e an-
nexando o seu expediente Secretaria do
Imperio., ..
..jp. 3 de Julho D. Extinguindo p Juizo
o PrOvedor, e Esorevao da Casa de Segu-
ros das Provincias do Imperio.
. 11. 8 de Julho R. Estinguindo os Juizes
Almotacs, e transfe rindo as suas attribui
ccs para os Juizes de Paz, e Cmaras Miv-
nicipaes.
12. 10 de Julho R. Sobre a Appeflcao
permittida pelo artigo 45 do Projecto de
Le de 2 de Outubro de 1823, mandado ob-
servar pelo Decreto de 22 de Novembro do
mesmo anno, etc.
i3. 13 de Julho D. Proposta do Gover-
no sobre a extinecao da Mesa do Despacho
Martimo, com emendas d'esta Cmara.
i4- 15 de Julho D. Sobre a respnsabili-
dade geral dos Empregados Pblicos;
i5. i5 de Julho R. Approvando a pen-
sSo annual de 4o,ooo rs. conferida |)elo
Governo a D. Mara Dorothea da Sveira
Seixas. :':,,-
16. 19. de Julho R. Declarando- perten-
cer Rlaco da Provincia do Rio de Janei-
neiro o conhecimento, e dciso de.quaesfc
quer Embargos postos na Chancellara das
trez Ordens Militares.
. 17. 10 de-Julho I>. Extinguindo oex-
clusivx).o!a madeira pao-Brasil. -
N. 18. 24 Julho. R. Authorizando o Go-
verno a continuar por mais um anno o pa-
gamento de todas as pensoes, tencas, mercez pecuniarias, que se percebiao em
virtude da resolueo de 21 de Junho de
1828. ti '
19. 2 .de de Agosto. R. Sobre os emolu-
mentos que se cobro as Juntas de Fazen-
da, ; beneficio dos Oficiaes da Secretaria
da Marinha.
. 20. 2 de Agosto D. Marcando a manira,
porque deveni ser processados os Reos, que
brem presos em flagrante pelo crime de rou-
bo, ou pelo de furto commettido de noite,
ou as estradas, e lugares pblicos.
21. 5 deAg. R. Declarando competir s
Juntas de,Justioa Militar as Provincias do
Imperio a vattribuico de conferir .Cartas de
Seguro aos Militares de primeira, e Segun-
da .Linha,' por crimes civis. ..
22. 5 de Ag. R. Declarando livre de quaes-
quer direito'de'entrada, ou consumo nos
portos, e Alfandegas do Imperio/ a raoeda
U*


-_____
; t
f '
(.o)
de Ag. R. Declarando ser a dis-
estrangera de orno, e prata, e a prata em
pin ha.
2.3. 5
posieao da Resoluco de 11 de Setembro
de 1026 extensiva aos Recenceamentos, 011
Certides das arrecadaces das herancas dos
deftintos, e ausentes.
24. 27 de Ag. R. Approvando as Apo-
senta dorias concedidas pelo Governo Jo-
s de Souza Santos, Jos Joaquim de Cala-
san s, Francisco Sales Gomes, Eusebio Nu-
iles de Paiva Mattos, Antonio Mara de
Moura, Joo Inocencio de Azevedo Couti-
nho, Joaquim Ignacio Lopes de Andrade,
Nicolao Viegas de Proenca, Antonio Jos
Rodrigues Paiva, Joao da Silva Mattos, Ma-
nad Jos Barbosa da Lomba, Jos de Re-
sende Costa, e Jos Caetano de Brito.
20. 27 de Ag. R. Declarando o artigo
Primeiro da Resoluco de oA de Setembro
de 1827, sobre as Revistas interpostas as
causas civeis, e crimes, proferidas as Jun-
tas de Justica, em que se concede Appella-
co.
26. 28 de Agosto D. Extinguindo o Com-
jnissariado Geral do Exercito, durante a
paz.
a*. 28 de Agosto D. Fixando a receita, e
despeza do Imperio, para o prximo futuro
anno financeiro, bem como as forcas de
mar, e trra,
28. 3i deAg. R. Creando na Cidade da
Fortaleza asCadeiras de Philosophia Racio-
nal, e Moral, Rhetorica, Geometra, e Frau-
cez, com o ordenado de 6ooooo rs.
29. 1 de Set. R. Dando vigor por mais
hum anno s posturas das Cmaras Muni-
cipaes.
30. 1 de Set. R. Approvando o Emprego
de encarregado da contabilidade da Cmara
Municipal da Cidade do Rio de Janeiro.
3i. 22 de Set. D. Authorisando a Junta
Administrativa da Caixa da Amortisacao a
cnipregar na compra d'Apolices os capites,
que tiver em seus cofres, excedentes im-
portancia dos juros, e amortisacao do se-
mestre seguinte referida compra.
. 32. 6 de Outubro. R. Isemptando os
Empregados Pblicos Civis, Ecelesiasticos,
c Militares, que forem Membros dos Con-
eelhos Geraes de Provincia, do exercicio
dos seus Empregos, durante a reunia dos
mesmos Concelhos.
33. 15 de Out. R. Declarando nb ser
prohibido que os filhos de coito datnnado
eja^por seus Pais instituidos herdeiros em
testamento, nao tendo estes herdeiros ne-
cessarios.
34. r*5 de Out. R. Dando destino ao di-
vidiendo de 1828, pertencente aosOrphaos
da Baha, por acces que tem no Banco.
35. 10 de Out. D. Extinguindo a Chan-
cellara Mor do Imperio, etc.
36. 19 de Out. R. Declarando, que ter-r
renos deva constituir a Fazenda Nacional,
de Santa Cruz.
TV. B> D'estes Projectos forao levado
Sancca Imperial pela Cmara dos Srs. .
Senadores os de N. 1, 3, i3, i5, 18, 21,
22, 23, 24, e 2Q.
Nao obteve a Sancca Imperial o de N.
3.
Ficarao em discussao os seguintes N. 2,
4, 5, 8, 10, 12, 14, 19 2> a5> ^> a7
28, 3o, e 3i.
Alm dos Projectos. cima indicados fo-
raft levados a Sancca Imperial, pela mesma
Cmara dos Srs. Senadores, os seguintes,
que havia ficado em discussao das Sesses
antecedentes.
1. Authorisando o Governo para man-
dar abrir hum canal, que facilite oeommer-^
ci da Capital da Provincia do Maranho
com o interior.
2. Determinando que as Causas Eccle-
siasticas sejad julgadas em segunda, e ulti-
ma instancia, na Relaca competente.
3. Regulando a Presidencia das Assem-*
1)1 as Parochiaes.
4- Extinguindo o Officio de Adminis-
trador da Aliandega da Villa de Santos, na
Provincia de S. Paulo.
5. Sobre Proposta do Poder Executivo,
dispensando de fazer exames preparatorios
os Estudantes dos Cursos Jurdicos do Im-
perio, que apresentarem Certides authen-
ticas de os terem feito na Universidade de
Coimbra etc. ,
. 6. Sobre a vacancia temporaria dos Of- .
ficios de Justica. ^^
7. Approvando a crea cao de diversas
Cadeiras de Primeiras Letras n'esta Provin-
cia, e na de S. Paulo.
8. Declarando nao ter vigor o 7.
do Cap. 2. das Instrucces de 26 de Mar-
co de 1824.
9. Declarando que o artigo 79 da Le
do i. de Outubro de 1828, que manda
oonservar os Escrivacs das Cmaras Muni-
cipaes durante os seus Ttulos, com prend-
de tambem os respectivos Escriturarios
creados por Lei.
Voltou com Emendas, que se apta rao, e
foi levado a Sancca Imperial pela Cmara
dos Srs. Deputados, o de N. 11. \
Tambem voltou com Emendas, que fica-
rao em discussao", o de N. 9; bem como
os seguintes das Sesses anteriores, que se
enviarao a Sancca Imjpil.- #
V
Jm
X-j,
Mi


-r
rr-
w;
y
00

'.
\:

Y/
, 9

\
4
c i.c Abolindd a Superintendencia da
decima dos Predios Urbanos.
; a. Declarando ser puramente Militara
jurisdicco dos Commandantes Geraes, e
Subalternos dos Districtos das Provincias
do Imperio.
3. Regulando a liberdade de exprimir
os pensamentos por palavras, ou -por es-
crito.
4- Mandando proceder nomeac&o dos
Juizes de Paz as Capellas Filiaes.
5. Mandando lithographiar todos os
Mappas Topographicos, Hydrographicos,
Corographicos, e Geographicos do Imperio.
, Foro regeitados no Senado os de N. 6,
J*, ID, 17, bem como os seguintes, que ali
naviao ieado era discussao das Sessoes an-
teriores.
i. Extinguindo a Casa da Supplicacjo
do Brasil. (1829)
2. Sobre os objectos pertencentes
cada huma das Secretarias de Estado. (1827)
3. Permittindo fabricar plvora. (1827)
4- Declarando ser o dia dous de Julho
de Festividade Nacional na Baha.
Na Cmara dos Srs. Deputados forao
regeitados, tendo vindo com Emendas do
Senado, os seguintes Projectos:
i. Sobre a creaco de varias Villas.
(1828)
2. c Marcando algumas attribuicbes aos
Concelhos Geraes de Provincia. (1828.)
3. Approvando varias Mercz pecunia-
rias. (1829.)
Projectos de Leis, c Resolucoes organisadas
< na Cmara dos Snrs. Senadores, ere-
metiidas Cmara dos Snrs, De-
putados. .
N. 1. 2.4 de Maio R. Designando o nume-
ro dos vogaes effectivos das Juntas de Jus-
tica, e os casos, em que deve ter voto o
Presidente das mesmas.
2. 9 de Julho. D. Separando huma por-
caode terreno da Fazenda Nacional do Cu-
bato de Santos, e applicando-a para pas-
tagem dos animaes, que por ali transito.
3. 8 de Jul. D. Extinguindo os Oficios de
Avaliadores prvidos pelas Cmaras.
4. 13 de Jul. R. Approvando a creacao
de varias Cadeiras de primeiras Letras em
diversos lugares da Provincia de Santa Ca-
tharina.
5. 15 de Jul. D. Sobre o contracto de lo-
ca cao de servicos.
6. 15 de Jul. D. Determinando que os
Eserivaes dos Juizes de Paz das Freguezias,
e Capellas Filiaes fra das Cidades, ou Vil-
Jas, sejao ao wesmo tempo Tabellies de
Notas nos seus respectivos Districtos.
7. 21 de Julho R. Approvando a tenca de
6ooooo rs. concedida pelo Governo
D. Thereza Adelaicle de Azevedo Garcez, e
seus Filhos.
N. 8. 5 de Agosto. D. Sobre a livre crfa-
9&0 dos pressos, ou a flaneados. 1
9. 12 de Ag- R. Designando a maneira de
se votar para Juizes de Paz, e seus Supplen-
tes.
10. 28 de Ag. R.. Isentando do exercicio
de Juizes e Facto, durante a reunio dos
Concelhos Geraes de Provincia, os Mem-
bros dos mesmos.
11. 3o de Ag. D. Extinguindo a Prove-
doria de Defuntos,, e Ausentes.
12. 31 de Ag. R, Sobre os Capelles de
Estadio, nomeados para a IIha ae Fernan-
do.
13. 31 de Ag. R. Determinando que a
Villa Nova do Principe, na Provincia do
Rio Grande do Norte, continu na posse de
todo o territorio, que Hie foi assignado no
acto da sua creacao*
14- 2 de Setembro. R. Authorisando os
Presidentes de Provincia para poderem no-
mear hum at dous Amanuenses, para o
servico dos Concelhos Geraes.
15. 2 de Set. R. Authorisando o Presi-
dente da Baha para pagar a despeza do ar-
rendamento, etc. de huma casa na Villa de
S. Jorge dos I!heos, que sirva de Cada, e
outra para as Sessoes da Cmara.
16. 2 de Set. R. Declarando a maneira,
porque devero ser examinados os Profes-
sores de Primeiras Letras, que se destina-
ren! a ensinar pelo methodo Lancastrino,
as Provincias, em que anda se nao ensi-
nar por tal methodo.
Foro levados Sanccao Imperial pela
Cmara dos Snrs. Deputados, os de N.os,
1, 5, 6> 7, 8, 9, 10, 11, 12, i4.
Voltou com Emendas para o Senado, o
de N. 4, bem como o Projecto. sobre os
Inventores, que ficara em discussao da Ses-
so de 1S2S.
Ficaro em discussao os de N. 2, 3, 15,
16.
Continuar+s&-.
rife
U M nosso correspondente quer saber, se
o Commandante de urna Fortaleza pode ser
Procurador e Thezoureiro da Irmandade de
urna Matrjz ; porque, diz elle, o Snr. Te-
nente Coronel Joze da Costa Cordeiro, actu-
al Commandante da Fortaleza da Santa
Cruz da Ilha de Itamarac, que no auno
antecedente recuzara ser Juiz da mesma
Irmandade, pedir agora ao respectivo Pa-
\

4> .
(
' '. '"T.'


'"I
(i a)
r
J^
^^^Vft
rocho para servir aquelles cargos, oaualo
nomeara sem dependencia dos votos da lr-
mandade, que se conserva estupefacta pelo
caso novo de servir-los o Commandante da
Fortaleza: nos nada entendemos decarvli-
ce: mas persuadimos-nos, que o Parocho
nao podia fazer tanto, e seo fez, e a Ir-
mancade consente, que o sofra, visto que
essas intrigas de confrarias poueo ou nada
interessao ao Publico.
AVIZOS DO CORREIO.
PARA A BAHA, E RIO DE JANEIRO
O Paquete Inglez Lady tTelUngtonrece-
be as mallas no dia quinta fera 6 do cor-
rente, pelas 9 horas da manha.
PARA LISBOA.
A Galera Portugueza Danubio com a
hrevidade possivel, tendo a maior parte da
carga prompta; quem na mesma quizer
carrejar, ou ir depassagem dirna-se ao Con-
signatario Jos Antonio Gomes Jnior, ra
d Cruz n. 12, ou ao Capito Francisco
Augusto de Sales Madeira na Praca do
Commercio.
VENDAS.
XJlM cabra de 17 annos de idade, com
principios de cuzinheiro, hbil, e sem vici-
os- no botequim da ra das cruzes, D. .
-2 vaccas de leite, muito mansas, e com
crias de 3 mezes, e seguras: na venda do
Darreiro D. 10 Praca da Boa-Vista.
ALGUEL.
UrIa preta, ou parda, que saiba coser
engomar, e cosinhar: na ra nova n. 32,
2.. andar. _____-===
AMA DE LEITE.
OEM precizar de urna, escrava, por com-
pra, ou aluguel, achara em caza de Ansel-
mo Joze Pinto de Souza em Appucos.
ESCRAVOS FGIDOS.
E
.^Miliano, crilo, carreiro do Engenho
ae Si Beato do Goit, alto, fulo, olhos
grandes, zambo, pes e m8os malfeitos, e
alguns dedos rombudos. _>>
-Luiz, mulato trigueiro, barbeiro venta
larfias baixo, pes pequeos com un has co-,
Ss: ambos no Lsteiro de S. Beato em-
iLidz, pardo escuro capateiro, alto gros-
so, olho esquerdo garolho, com dechnhos
pegados aos mnimos das maos, barba^ fe-
chada, l, eescreve, fgido no da 1 o de
Outubro^p.: em casa de Jos Alexandre
Ferreira ra dos quarteis D. 2.
* Joaquim, de nacao, 3o annos, com
urna chaga na perna ; e Manoel, de nacao,
18 a ao annos, altura regular, delgado, e
tambemeom urna chaga na perna ; fgidos,
ou desencaminhados no primeiro do cor-
rente na Povoacao de Bebinbe da casa de
Lourenco Cavacante d' Albuquerque, em
cuia isa foi alugado um crilo de nome
Raimundo, dizendo ser para conduzr mo-
vis de um moco do Certao, que estova no
Seminario de OHnda, a quem elle servia, e
tendo alugado 4, mandou voltar 2, e desa-
parecen com os outros, diz-se que para
amesma Cidade: naquella Povoacao casa
do referido Lourenco.
_ Francisco, da Costa, 20 annos, esta-
tura regular, bem preto, rosto redondo,
sem' barba, nariz muito chato, os dedos
grandes dos ps abertos para dentro, iugi-
do no dia 2 do corrate, provavel que se
dirigisse para Unna, onde costuma aeou-
tar-se, e dizer que escravo do Padre Ca-
mello em caza de Joze Francisco Ribeiro de
Souza ra do Torres,'sobrado da esquin*
por cima do Botequim ou no trapixe do
Pelourinho.
Adver-tc,., que cas; o lugar notado ns anuncio,, e m,0 s.
dJeprobar afecto vrnd,, au.gurl, t rompm, ou o-dye
Lo, todo, offertec recenta, e/aun, o, prestos do csuih.
\
NOTICIAS MARTIMAS.
Navios Entrados no dia 4
^ Falmouth por Madeira; 54 do ultimo Porto 0 ; Paquete Inglez Lady
trellington, Com. IV. Lugg. Passageiros
J. Looeler, e /. Rider. ~ Baltunore ; 59
dias ; BE. Amer. Medal, Cap. 6. Pete, son,,
equip. 8 ; carga farinha de trigo e ma.s g-
neros daquelle paiz: i Ferreira t Mansfield.
I
1
I
^X*
PERNAMBCO: NA TIPOGRAFA FIDEDIGNA, i83^
;.J
\.

^-S
V .


Full Text
xml version 1.0 encoding UTF-8
REPORT xmlns http:www.fcla.edudlsmddaitss xmlns:xsi http:www.w3.org2001XMLSchema-instance xsi:schemaLocation http:www.fcla.edudlsmddaitssdaitssReport.xsd
INGEST IEID EFTTZ8QM3_5C0BPP INGEST_TIME 2013-03-25T13:07:48Z PACKAGE AA00011611_01068
AGREEMENT_INFO ACCOUNT UF PROJECT UFDC
FILES