Diario de Pernambuco

MISSING IMAGE

Material Information

Title:
Diario de Pernambuco
Physical Description:
Newspaper
Language:
Portuguese
Publication Date:

Subjects

Genre:
newspaper   ( marcgt )
newspaper   ( sobekcm )
Spatial Coverage:
Brazil -- Pernambuco -- Recife

Notes

Abstract:
The Diario de Pernambuco is acknowledged as the oldest newspaper in circulation in Latin America (see : Larousse cultural ; p. 263). The issues from 1825-1923 offer insights into early Brazilian commerce, social affairs, politics, family life, slavery, and such. Published in the port of Recife, the Diario contains numerous announcements of maritime movements, crop production, legal affairs, and cultural matters. The 19th century includes reporting on the rise of Brazilian nationalism as the Empire gave way to the earliest expressions of the Brazilian republic. The 1910s and 1920s are years of economic and artistic change, with surging exports of sugar and coffee pushing revenues and allowing for rapid expansions of infrastructure, popular expression, and national politics.
Funding:
Funding for the digitization of Diario de Pernambuco provided by LAMP (formerly known as the Latin American Microform Project), which is coordinated by the Center for Research Libraries (CRL), Global Resources Network.
Dates or Sequential Designation:
Began with Number 1, November 7, 1825.
Numbering Peculiarities:
Numbering irregularities exist and early issues are continuously paginated.

Record Information

Source Institution:
University of Florida
Holding Location:
UF Latin American Collections
Rights Management:
Applicable rights reserved.
Resource Identifier:
aleph - 002044160
notis - AKN2060
oclc - 45907853
System ID:
AA00011611:01061


This item is only available as the following downloads:


Full Text
fr. tes.
i*
I
r
i4mt0 cb I8S0
f .*
DIAKO DE PKRNAMBFJCO
. SSS? 71 W?A DUrto ru Dirato N. 267 1. andar a ezes por 40 re, ka.. fUlt
^b sanira todos os das atis.
Quarta Fe'ira 34 de Novembro. 8. Jon ta Cruz C.

'
Preamar a$ 11 horat 42 mtntrfo da manfta*
*


ED1TAL
Manuel da Fonceea e Silva Fiscal da
Freguezia do SS. Sacramenro do Bai*
ro da Boa*vista.
F
Ac saber a todos os moradores desta
Freguezia, que comprindome pelo Art.
85 da Le do l,de Outubro de 1828,
fazer observar as Posturas da Cmara
Municipal desta Cidade : e exixtindo en*
tre lies o N. 9,que recomenda a todas
os moradores desta Cidade a conservaren!
sempre lirnpas, as tentadas das suas ce*
zas; aasirn como as suas calsadas feiUs,
e couaerladas, e os moradores dos Citios,
as nial testadas livre de ramos ; nao se*
V)e tem dado aquella execucao que cum*'
pre, antes pelo contrario se tem abuzado
inteiramente desse dever, em prejuizo a
the do tranzito Publica, e para que se
nao continu na sua inobservancia, a vi*
so a todas as pessoas, a quem pertencer
o comprimento da dita Postura, hajao de
comprir com toda exac^ao na certeza de
que o nao fazendo dentro do prazo de
cito das da data des te, sera o multados na
conformidade da Le i, e para que che*
gue a noticia de todos, mande i passar o
presente Edital, que sera' afixado nos
Jugares pblicos desta Freguezia. Bair*
ro da Boa* vista If de Novembro de 1830.
Eu Joze de Sinta Auna, Ajudante Por-
teo da Cmara Municipal o esc revi.
Manuel da Foncec* e Suva*
Theatro.
Kovo expeetaeulo de noite
IgKlJinta feira 25 de Novembro, a Be
neficio do Theatro. Depoii de huaa ex*
clente Sifoaia, n representara' huma
nova Comedia, inda nao vista neste The
atro, chegada ltimamente de Lisboa,
Compoicao do grande Antonio Xavier
Ferreira de Azevedo a qual tem por titu-
lo O Conde de Moldar, ou o Tirano
Punido Este grande Chafe de obra vai
reprezentar-se pela primeira vez neste
Theatro, e postohajao algunas Pecas con
alguma semilnanea com tudo, a nobre
linguagem, o jogo de afectos, a delicadea
zade Criterio, ea Sublime Moral, junto
com as jocozissimas Scenas do que vai a-
dornada, dao logo a conhecer or grandes
mritos do seu insigne auctor, nella se v
a innocencia perseguida, e triunfante,
a Virtude premiada, o Despotismo aba-
tido, e exaltada a clemencia do melhor
dos Monarchas: este o quadro mais
agradavel que se pode aprezentar a face
de hum Povo illuminado que sabendo
calcular as forcas da actual cotnpanhia,
Ihe prodigaliza, nao pequeas proras de
benefeecnia, fiado o I. acto Caetano
Fernandesdaneara' A Caxuxa No
tim do 2, acto o inestn^diB^ara' o
Sollo Inglez No fin da peca se repre*
zentara' o famozo entremez intitulado m
O Cazamento por forca, ou o Esganarel
lo-. 1
O Emprezaro assaz empenhado eom
as grandes despezas que tem feito neste
Theatro, nao achando nutro meio de po*
der salvar-ae, recorre a benignidade de
seus benemritas protetores, pois anda
que as despezas da seguranca do Predio
sajao a custa da renda, eom tudo como
as de luxo do Theatro, eeja a sua custa,
e estas exeedao aqaellas, com regra gera
em todos os artigo, implora a proteo, ao
de tao aa-avel Publico, protestando fa*
ser quanto esteja de sua parte para aag
ment, e prosperidada douoice divert
jBtttodctt* Capital, para e que espera

1
'-*-


*
.
(SSO)
I
4*>
a quadj-iv^ao de todos os amantes da
bella Sctua.
Prec,o do costume.
Principiar us 7 horas infalivelmcntc.
Avizos Particulares,
>Ern'*adno Joze Serpa e Companhia
Jdeclara a todos o Snrs. que compra-
ras bilhetes de sua rifa, que devem rece-
ber b dinheiro dos bilhetes, da ma das
ursinas pesstias que os venderao.
__ Anua Joaquina Gonsalves, Senho*
ra do Engeiiho Varze-grande, termo de
Se/inhaem, faz sciente ao respeitavel Pu-
blico, que pessoa alguma negocie, netn
trate, negocio relativo ao mesmo Enge-
nho com seus Herdeiros, era razao as
partes, que os ditos tem no sobredito En-
genho, por estar o mencionado Engenho
arrendado para pagamento das dividas da
Caza I que o referido Engenho esta' obli-
gado apagar.4 etoda pessoa que fizer
dito negocio ficara' sem nenhum effbito,
e para isso a annunciante aviza ao res*
peitavel Publico,
Persiza'se de hum homem para fe-
tor de hum Citio perto da Praqa, que sai-
ba ler, e escrever, e que ten ha boa con-
duta capaz para huma admintstracao de
responsabilidade, quem estiver nestas cir-
cunstancias, dirija-se a ra daConceicdo
a Boa-vista sobrado n. 179.
__ Na ra da Aurora, Caza D. 14.
a chao-se duas cartas viudas do Porto, na
Oalera Felis Vtntura, para os Snrs. Ah
Ionio Pereira Mendes, e gostinho Joze
Fernandez : os ditos Snrs. queirao pro-
curadas na casa cima mencionada,
i-* Joze Antonio Guimaraens, tem hu*
ma Carta acompanhada om huma Enc-
tnnda, vinda de Lisboa para o Snr. Joao
Pereira de Miranda, e tomo ignora a sua
moradia queira annunciar para er pro-
curado, ou dirija-se a ra da Cruz casa
n. 61,
~ Quem precizar de huma ama para
o servico de huma caza, a mesma sabe
tudo aquillo que he precizo para o arran-
jo da mesma, muito honesta, so vive de
teu trabalho, e trata muita fidelidad* as
cazas onde se axa, e muito cuidadozadas
uas obrigacSes, dirija-se a ra d' Agoas
Verdes, no segundo andar do Sobrado D.
10.
m Pela Intendencia da Marinha se a
?iza aot Snrs, proprietarios da Airaren
gas, que ajao de as mandar ao Areenal
da Marinha para serem numeradas, as.
sim como os individuos, que n'ellas se
emp.regarm, para serem matriculados.
h-i O abaixo assinado tendo visto no
Diario N. 530, o annuncio de Antonio
Gonsalves Servina, querer vender hum
Citio na estrada do Engenho Giquia* m
trras foreiras ao mesmo Engenho, de
clara que as ditas trras nao" sao fureira
como o mesmo Ihe quer chamar, mas
sim renderas do dito Engenho, p>r
quanto o Comprador, poderar primeira-
mente avistarle com o abaxo assignado
como Dono do mesmo Engenho, afim de
tratar a sua renda para depos nao liare*
rem duvidas no futuro, pois que o dito
propriotario das mesmas trras nao reeu-
za pagar as bemfeitorias pelo que juita
mente valeren.
FranciscoGonsalves da Rocha.
Luis de Moura Accioli, faz certo
ao Snr. Joze Pinheiro, Lavrador- no En
genho Jangariinha de que no da 14 do
correte mez fui ter ao Poco da Pane!la
hum seu escravo de nome Luiz, er pro
cura de hum ri:>vo Senhor : seudo o quei*
ra vender apireca para o seu ajuste, ao
contrario rnande*o conduzir; ficando des-
deja na entelgencia de que me nao res-
ponsabelizo p- r qualrjuer fuga,
**0 Na ra do Coto velo n. 96 ha hu-
ma criada para alugar-se.
-i Quem precizar de hum feitor er
teleiro, para jardim, ou orta, que sabe
alinhar arvores, enchertar, e tudo ma-
is inherente a essa occupacso : dirijase
a Boa-vista ra da Conceicao cazar N.
132.
-i Perciza ne de hum rapaz para Ca
xeiro d venda, que sendo Portuguez ten-
nh chegado a pouco de Lisboa novo
neste negocio : em N. S. do Terco ven-
da D. 4,
Lus Gomes Ferreira & Maosfield
fazem publico que Manoel Al vea de Fa*
ria nao he mais seu caxeiro, e por conse
quencia desautorizado para receber mais
quantia alguma dos seus devedores.
'* Quem quizer dar 500000 rs. ajurot
de 3 e meio ao mez dando fiador, annun-
cie por este Diario para ser procurado.
hh Quem percizar de hum rapaz de bo-
aconduta, que sabe ler, escrever, e con*
tar, fiara" caxeiro d hum Escritorio, loja
ou de ra; annuncie por estd Dia-
rio.

i\
/
.-
. V


(S38D
V
i
t
\
?
Compra-se.
i ^\ Livro intitulado peregrino da Ame*
I ^# rica : anuncie por este Diario.
Escravos: na Praca do Corpo San*
to N. 67,
Yende-ie.
UM Se!im Inglez em bom ufio: na Ti-
pografa deste Diario.
Para fora da trra, huma negra
prendada oom diversas abelidades, sem
molestia nein vicio: na ra da Aurora
D.I4.
m Bixas grandes, e boas chegadas ul*
timamente do Porto na Galera Feliz Ven-
tura, de 60, a 16*0 rs.: no Forte do Mato
vendaN. 12.
-h Huma mulata com 23 annos de ida*
de, sem vicios, sabe coter, engomar, e
cozinhar: no Recite, ra da Cruz caza
N.3,
-h Bizas vindas ltimamente de Lis*
boa : na venda de 4 portas da ra do Vio
gario N. 22, que volta para o Forte do
Mato.
H Novellas de Amidia, ou os triunfos
da virtude cont moral, assim como hum
sortimento de miudezas, e ferragens de
todas as qualidades, tudo por prec cmo-
do : na loje de ferrage de fronte da Igreja
da Madre Dos N. 201.
H- A prazo, ou a dinheiro hum cabra
muito bom e sadio, clicial de ferreiro de
idade 20 annos; hum preto bom cozinhei-
ro de nacao Angola de idade 22 annos ;
huma negra da Costa da Mina boa lava*
deira idade 24 anuos, com 2 filaos, hum
com 2, e outro com 7 annos, vende-se
com fhos, ousemellee, e todos sem vi-
cio algum : na ra da Cadeia do Recite
caza N. 6j das 8 horas da manha te' as
5 da tarde.
++ Hum preto carniceiro, bonita figu-
ra, e moco ; quem e pertender anuncie
por este Diario.
\m Bixas chegadas prximamente de
Portugal, de muito boa qualidade, e por
preco cmodo: no largo do Livramento
Armazem D. 12.
Retroz superior, de todas as cores
chegado prximamente de Lisboa: as
1 jes do Bandeira no Aterro da Boa> vista,
e ra do Cabuga'.
-4 Hum citio pequeo, t bruto, na en-
cruzilhada do Arraial. com trras breiras
*> Eiigenh Monteiro, duat eazas dt
taipa, huma dellas com armacao, peros,
t medidas de pao para huma venda; quem
o pertender dirija-se a mesraa encrutilha-
da do Arraial no Citio que fica perto da
Caza Forte, e Monteiro.
*i Hum cavallo ruco, gordo, novo,
manco, bonita figura, anda a passo, car-
rega, e esquipa tudo de redia solta: em
, S. do Terco venda D. 4.
*n Uvas chegadas agora do Porto, Pa-
cas, Figos, Nozes, Amcixas, Prezuntos
de Lamego, Paios, Azei tonas de el vas,
Bages grandes e pequeas, Sevadinha
boa a 80 rs. a libra, Tapioca do Para', e
todos os mais gneros que se procurarem
tudo novo, e por preco cmodo : na ra
do Rozario Armazem D. 4.
hh Huma molata de idade de 23 annos,
engoma, cozinha, e faz todo o arranjo de
huma caza; e hum selim com pouco uzo:
no mesmo Armazem cima.
>-< Hum escravo ladino de nacao Mi-
na, boa figura, mo*jso, com 21 a 25 an-
nos, e bom carniceiro : as 5 Pontaj na
ilharga do Terco sobrado D. 6.
i-h Viubo do Porto teitoria caada 1280
Garrrafa 16*J
Dito dito bom 1280 garrafa 143
Dito M e F, e PRR 960 dita 120
Paios de Lamego superiores a duzia 2400
cada um 220
Presunto de Lamego bom 280 e 240
X Perola superior a libra 1200
Ditolsson 1120
Assucar refinado muito enoa libra 70
Nozes maito superiores o cento a 240
Figos, queijos espalmcete, e tudo
o mais muito em conta: no Arma-
zem de 3 portas ra do Livramen-
to D. 2.
- Por preco cmodo trez Cilios de
trras na comprenhencao do Rio-doce,
com bastantes pes de coquearos, trras
para plantar, com lugares de armar Ccr*
raes no mar : quem os pertender con.prar
dirija-se a fallar com Jeze Bernardo dos
Reis Lima na Cidade de Olinda na la
da Boa Ora, caza N. 16.
Arrenda-se.
HUm citio na Sol idade, com boa caza
de sobrado, cocheira, e todos os ma-
is cmodos para huma grande familia,
boa baixa de capim, e plantac.ao do mes-
mo, e bastantes arvores de fruto: no
mesmo citio junto do Quartel da Polica,
ou a ra das Cruzes N, 7, 1. andar,


* tratar eom Francisco Goncalves da Ro
cha.
Alluga-se.
Huma caza para huma pequea fami
lia, que nao exceda de I4$000 rs.
para se pataar a festa, sendo perto da
Frac*, e na margem do Rio Capibariba
excepto na beira dorio Cordeiro, ou S.
Anua ; quer a tirer dirija-sa a ra do
Jardim D. 6.
~< Huma canoa para earregar rea,
mesqueseja larga, curta, e boieira, em
razao da volta que tem de dar em urna
camboa, cujas agoas nao admitem cansa
grande ; qnem a tiver, e quizer allugar
por um mez dirija.se a ra do Crespo D.
3, ou anuncie por este Diario.
- Dous pretos robustos, fiis, e abis
para qualqucr servico sendo esta Praca
das C horas da manha te' as 6 da Urde:
em Nk & do Terco venda D. 4.
m Huma escrava que saiba bem ven-
rio.
Arreniatafao*
QUibtta feira 25 do correte te hade
ai rematar impreter ve?lmente pelo
Jusa da Chancellara hum sobrado na
ra da Lapa D. 169, com chaos pros
piio>.
Furtou-se.
'A noite do da 19 para 30 do cor rente
de huma caza do largo Carmo o se-
guite ; huma cama de espinheiro embu-
tida, huma dita de condur ja uzada, do
i enxergoes, hum espelho grande em
weio uso hum violao, e duas cadeiras
ancezas ; qualquer pessoa que souber
c-ette roubo dirija-se a dita caza no largo
do Carmo D. 7, que recebera' o seu pre
mo.
- Na madrugada do da Domingo 21
do crrente da caza D. 8, na ra da Pra
ia defronte do Armazem, hum bau feixa-
docomroupa e dinheiro, 7 pecas deveU
butina preta com 393 covaros, dous xa*
les pretos, huma manta de tauquim cor da
roza desbatada, hum castical de lata de
rosca sem xave, dous pares de tizouras
sendo hum de prala, dous vestidos de se
tim azul claro, hum lenco de touquim
branco desbotado, duas canv'za* de set
nhora de bertanha, humajaqueta de xita
cortada sem forro, e dentro do mesmo bau
foi hum papel de Hipoteca de hum escra-
vo Domingos Angola feita por Francisco
Xavier (orreia por 6 mezcs, tendo rebe-
bido centoe Tinte mil reis ; quem tirer
noticia de algumas dessas pessas onde he
vista, ou achada anuncie por este Diario,
ou dirija-sa a mesma caa cima, que se-
ra* gratificado.
Perdeu-se.
NOdia 30 de Outubro huma vaca no
lugar da Jangada marcada com hum
sinco em hum dos quartos, a qual anda
nao eslava acostumada no Jugar por ter
Tiodb a potito tempodosertao; qualquer
pessoa que souber del la ou a tenha em seu
poder a podera* levar na rua do Queima*
do caza D, 7, que ser recompensado.
Anas deLete.
PR'ciza se de huma que tenha bom
leite, e em abundancia, e sendo mo-
la ta, cu cabra dar-se-a a preferencia ; na
rua da Aurora D. 14.
Ha' huma, crioula forra ; na rua
do Reza rio N. 27.
Escravos Fgidos.
ROza nacao benguela, batuta figura,
rostw comprido, e marcado de bexi-
gas, beicos grocoa, e com urna marca de
fogo bstanla vizivel no purco do braco
esquerdo, junto a palma da mao, repre-
sent ter viate dous a y inte qwatro aun os
deidade, sabio de caza nodia viute do
correte, levando vestido de cambraia la-
vrada, com babados estreitos atrerecados
na barra, e bico no talho, e punhos, e
um baldo de earregar agoa : os apprehena
dadores Ievema a rua da Penha caza D.
I, segundo andar, que sera'recompenca-
dodo eo traalho.
n* Francisco, nacao Angola, baixo,
grosso, testa grande cantos fundos, he
mancebo da ribeiro, tem huma cutilada
em hum braco, cara ebeia, com vinte a
vinte cinco anuos deidade, fgido no dia
13 docorredte levaneo vestido calca de
bnm, eaoleitepreto: oaaprehendedores
levem-o a seu Snr. Joaquim Pereira de
Mendonca deronte da Cadeia D. 7.
US
*
. I

I
t
Frnamlmco fin Typografta 4$ Diario.

-A^l^


Full Text
xml version 1.0 encoding UTF-8
REPORT xmlns http:www.fcla.edudlsmddaitss xmlns:xsi http:www.w3.org2001XMLSchema-instance xsi:schemaLocation http:www.fcla.edudlsmddaitssdaitssReport.xsd
INGEST IEID EV23A5GOL_FC976G INGEST_TIME 2013-03-25T14:06:29Z PACKAGE AA00011611_01061
AGREEMENT_INFO ACCOUNT UF PROJECT UFDC
FILES