Diario de Pernambuco

MISSING IMAGE

Material Information

Title:
Diario de Pernambuco
Physical Description:
Newspaper
Language:
Portuguese
Publication Date:

Subjects

Genre:
newspaper   ( marcgt )
newspaper   ( sobekcm )
Spatial Coverage:
Brazil -- Pernambuco -- Recife

Notes

Abstract:
The Diario de Pernambuco is acknowledged as the oldest newspaper in circulation in Latin America (see : Larousse cultural ; p. 263). The issues from 1825-1923 offer insights into early Brazilian commerce, social affairs, politics, family life, slavery, and such. Published in the port of Recife, the Diario contains numerous announcements of maritime movements, crop production, legal affairs, and cultural matters. The 19th century includes reporting on the rise of Brazilian nationalism as the Empire gave way to the earliest expressions of the Brazilian republic. The 1910s and 1920s are years of economic and artistic change, with surging exports of sugar and coffee pushing revenues and allowing for rapid expansions of infrastructure, popular expression, and national politics.
Funding:
Funding for the digitization of Diario de Pernambuco provided by LAMP (formerly known as the Latin American Microform Project), which is coordinated by the Center for Research Libraries (CRL), Global Resources Network.
Dates or Sequential Designation:
Began with Number 1, November 7, 1825.
Numbering Peculiarities:
Numbering irregularities exist and early issues are continuously paginated.

Record Information

Source Institution:
University of Florida
Holding Location:
UF Latin American Collections
Rights Management:
Applicable rights reserved.
Resource Identifier:
aleph - 002044160
notis - AKN2060
oclc - 45907853
System ID:
AA00011611:01014


This item is only available as the following downloads:


Full Text
454.
Auno de 1850.
'
,

\
DIARIO DE PERNAMBUCO;
En*? "dES"'mamo Di"i0 Wre,to N- -,97 Va* ; '"" *> fek
Segunda Feira 30 de Agosto. S. Roza de Lima V.
Pream.tr as S horat e 0 minutos da tarde.
8,
CORRESPONDENCIAS.
Na, Edictor. Queira ter a bondade
de publicar o seguinte, nao tanto para me
defender dos dentes caninos do Amigo do
Pavo de 28 de Agosto (de que nwhutn
caso faeo) quanto para defender a honra
doExeellentissimo Snr, Pinheiro, que nao
pode agradar a essa gente; porque em m
nao he dos sentimentos doSnr. T. X. m
Quando voltei a tomar conta da minha
Cadrira, apezar de ter inda 10 mezes de
licemja de & M. o I., nao achei no Se*
min:no hum so Estudante deRhetorica:
e como todo9 fosaem de fora, e Mocos,
que sepreparao para o Curso Jurdico;
requer ao Excellentissimo Snr. Preziden-
te, que vista aquella raso de nao haverem
Alumnos meus no Seminario, e de ter eu
frito o sacrificio de ensinar nao obstante a
litenca, eo mea estado empre valetudi-
nario, h^uvesse por bem de me permiltir o
dar Aula no nrieu Mosteiro de S. Bentoj
eU o despacho, que obtive >-* Como pede,
em quanto nao hou?trem Seminaristas
matriculados. <
Em consequencia disto estou expli-
cando Rhetorica a 28, ou a 30 Alumnos,
mocos todos habis, e amigos da Consti*
tttico do Imperio, o que assas me reg-
aija. O Excellentissimo Snr. Pinheiro
honradme milito com a sua amisade ; mas
he incapaz de faltar aos seus deveres par
esse, ou oulro qualquer motivo. Patro*
nato foi a do Snr, T. X. (Prezidente de
execranda memoria) a respeito domeu ex
substvtuto o Padre Joze Marinho, o qual
rrq verendo a Cadeira de Rhetorica do
Lyceo, posta em concurso, mereceo do
sobredito alegrrimo Prezidente o se-
gunde Despacho ~< O Director interino
do Curso Jurdico faca examinar o supli-
cante na forma do estilo praticado com os
exames preparatorios Que tal ? Man-
dar, que 9?ja examinado quasi pro f ormu
la hum hornero, que tem de ensinar ex
profeso aquella Faeuldade! Isso he que
se deve chamar patronato, e nao hu ma
permh-o temporaria, e maito raioavef,
Ge o K den em detrimento alguna, antej or
multo coma lo m?u, e dos mem Alu tvios,
ifenhu/t dos quaes he Seminarista. To&t
vez que e?ses miseraveis parladores d > A
mig> do Povo t^earem no melindre do
Excellentissimo Sor. Presidente e.n coa-
sas, que me digao respeito saire a defen-
delo, esempre com documeato* indestru*
ctiveis : quando perem so1 eevarem a sua
ma'creadlo, e inmoralidad.* em insulta*
rem a minha pe3soa, zombara' do* latidos
desses girjzos
Fr. Miguel do Sacramenta Inopes.
Professorde Rhetorica do Se vinario,
e por ora danda Aula no Curso Juri-
digo ; porque nao tem Alumnos no
Seminario, por permisso do Excel*
lentisshno Prezidente, epara maior
sanguinha de certa sucia.
s
Nr. Edictor. Hindo passar oito
dias no Posso da Panella, de Domingo
Domingo, ouvi na Segunda feira tocar
Mis3a, e pouco depois dobrar o sino da
Matriz: perguntei a' hum morador do
lugar, quemhaviamorrido? Respondo,
ninguem, he Estacao, que o Viganoesta*
rezando pelas Almas o que nenhum dos
outros fe3. Apareceome ao depois hum
sugeito de opa verde, pedindo esmola pa*
ra as almas, dei-lhe hum vintem, parque
prezeneiei os sufragios, que as almas re-
cebiao daquelas esmolas. Na Quinta fei
ra apareceo outro sugeito de opa encarna*
da, pedindo para o Sacramento: na Sex-


(3078) ^^-^^
la feira outro de opa rxa, pedindo para lar, ou cnrtoro, dirija-se a ra do Livra-
es Passos, e no Sabbado outro de opa ment D* 6.
branca, pedindo para N. S. da Saude, A pessoa que anunciou por este Da*
aos quaes todos fui dando o meu vintem. rio ter huma tipoia para vender, dmja-se
No Domingo encontrei-me com o Viga, ao aterro da Boa Vista era casa de Joze
rio, e lhe falei deste modo Vm., tendo Carlos Teixeira, ou anuncie a sua mora-
quem lhe d esmola para duas Cpela de da.
Missaemcadaanno, enche muito bem os A pessoa que por engao tirou do
dias do anuo, porque tem em cada sema- Correio huma carta viuda do Araeati para
na cairo tencoes das esmolas, que se ti- Joao Baptista Ribeiro, queira entrgala
rao, Entao disse.me o Vigario sorrindo- na botica de Bartholomeo na ra do Ro*
se o Senhor engaarse, assim como ou- tario, ou bote no Correio,
troa nmitos ; porque a' dez mezes que es. O Snr. que foi ao Theatro para ven-
tou aqui de Vigario, anda nao dice huma der humas Pecas, e Fardas, o que nao e-
Missa por tencao das esmolas, que se ti- fectuou por nao encontrar o Emprezano,
Tao Quando tal ouvi, fiquei arrependi- queira anunciar a sua moradia, ou din.
do de ter dado os meu vintn : e para gir-se ao Theatro do dia Terc,a feira em
que cutros nao caiao na mesma corrila, dianfe, das dez, athe as quatro da tarde,
rogo ao Sur. Edictor, queira participar e na3 encontrando o E.nprezario podera'
tudo isto ao publico, para nao encherem deixar porescriptoo seu nome, e moradia
as barrigas aos esmoleres, ou a quem ts para ser procurado pelo mesmo Empreza
manda. Eu sou de Vm, -
Servo, e criado.
O Toleiruo.
Quem percizar de hum homem de i
daHe de 20 annos, bem procedido, e9cre
ve sofrivel, para caixeiro de loja, ou vea
da, anuncie por este Diario, ou dirjanse
ao beco da Lingneta, N, 3.
Qnem percizar de hum homem que
saiba ler escrever e contar, de muito boa
onduta, paracaxeiro, feitordeengenho,
ou u'itra qualquer cousa pertencente a a-
rrict:!tura ; dh ija^se a ra da Ribeira da
Bja Visla, N,- 5.3!. ,
PeJro rio Rcgo da Costa, faz publico
pretendo falecido sua Mi, lhe deixou
Avizos Particulares.
IEndo desatisfaier ao respeit;vel pu
blico sobre hum anuncio He Bernar-
do Fernandes Gama em o seu Diario N z
462 respondo, que se em conversa falei
sobre o seu cazamento fi porque ti ve a
participado constante (leste hilhete que
junto ofereco, com elle provo nao ser o
espirito de Calumnia que me coiuluzio.
Fr. Francisco da I inmaculada Conceigao. Varios befii da fortuna, como seja humas
moradas de cazas terreas, na ra do Mu
Snr. Padre Fr. Francisco. do Novo, huma escrava com cria, algum
Como eu sei que Vossa Candade me ouro &c e nao se achando presente o di.
estima, e he amante da honra dou-lhe par- to em consequencia de estar fora da Pro.
te que Esmeria chegcu do mato ja cazada vinc'.a, chamou a si estes bens Joaquina
com o hlho do Gama, o Bernardo, isto Ignacia, concombinada com Roberto An-
mesmo pode dizer a sua mai poisella logo Ionio de Oliveira, sem mais participarem
hade hir la mais ella, estimo a sua saude ao'Juiz deOrfaos, nem se procede In-
pois he o que lhe dezeja esta sua tia. ventano, querendo agora dito Pedro do
R*a Mmria de Jezus. Reg) adquerir os seus bens, lhe he pera*
Estava reconhecida. zo fazer algum gasto nao oreando tvidas
Perciaa se de hum feitor para hum as despezas em mais de 16#000 rs., e em
pequeo sitio, o qual trabalhe de enxada; consequencia de sua pobreza aeha.se im
na ra do Rosario botica D, 11. pocibilitado para concorrer com este pe-
A pessoa que percizar de hum ho- quenogosto, eas*im oferece a terca parte
mem que sabe ler, escrever, e contar per- dos ditos bens a qualquer pessoa que qui
feitamente, hbil para ser empregado em zer seguir os cnnaes para se proceder o
qualquer genero de negocio, como seja Inventarir, que depois desle ^procedido,
caixeiro de ra, de escripta, de trapixe d' sem mais impedimento lhe serao entregues
algoda6, de assucar, ou engenho, e mes- os ditos bens ; quem s quizer propor a
mo para escrever era alguma Casa particus este negocio dirija-se ao beco deJoae

]
i
i
i


i*
V


t
T/mrtmjn, caza D. 3, que achara' com
quem tratar.
Furtou-se.
NA noiie do da 25 da eorrenle, da lo-
a de ourives da ra do Livrament,
o spguinte: hum bilhete do valor de 50$
r*ii ad ca dez mil ie8 em einlieiro de prata, hum a*
n'pl de diamante-* grandes, hum anel de a
bracos, onze oitavas e meia de ouro de
d"H mil e quatro centos, hum par dero-
fpI-.s de ma nnvhas, hum par de calu4
rinda encarnada, Imm par de arbolas de
podras branca, dois damasquillos; a sa-
ber hum do Porto, c hum da trra, e hum
b>la dp cera, com vin-te tantos diaman-
tes entre grande, e pequeos; a peMoa
que dete furto souber, e quiser dar noti-
cia, dirija se a casa de Joa Pereira La-
gos, morador no beco do Sarapatel, que
sera* generosamente recompensado, pelo
roubadoJoce Preira d> Reg, morador
na ra do Hozado da Boa Vista N.
396.
Arrematado.
PElo Juizo da Ouvidoria Geral do
Civel, Escrivao Rangel, na praca de
30 do crrente mes de Agosto (a nao lia-
ver iuipedimeneo do Juizo) e arrematara'
a qupm latido maior offerecer, ao superior
novo, e bem construido Brigue Aldina,
forrado e pregado de cobre com ledos o*
pertMices em sofrivel estado : quem n'ell
se proponer licitar se podera' diiigir em
citado dia, a Audiencia do mesmo Juizo
na casa da Uellacao : e seu inventar es
tara* patente no Cartorio respectivo. E-
xiste fundiado confronte ao Trapixe do
Artenal.
Compra-se.
HUm selim ja nzado, porpreco como*
do: quem o tiver anuncie por e#te
Diario.
Huma salva de prata sem feitio, quem
a tiver anuncie por este Diario.
Hum cazal de Burros; na ra do Li-
vramento botica D. II.
Huma porcao de cobre velho, prefe-
rindo-se algum sino ou outra qualquer o*
bra de bronze : na Praca da Boa-vista no
sobrado que tica na esquina do beco do
Veras.
Urzella em porcao: anuncie por este
Diario.
Yende-se.
Tbolos de tapamento quebrado e i
teiros: na ra da Cruz do Recife
N. 14, 1. andar.
Ilnm corte de vestido de seti n bran
co, de macau, berdado de prata, de bom
gosto: na ra Nova caza D. 33, 1. aru
dar.
Huma mo-ada de asa t Tra cita na
ra do Padre Florianno D. 23 : no Ater-
ro do Aff gado na caza do despacho das
agoas-ardentes.
Hum pedaco de trras proprias, ao
entrar da Cruz de Alinas para o li ozri
nho, capM de se fazer hum sitio ; quem o
pertender fale com Joze Pereira de Alcau
tara, na estrada d >s Aritos confronte a.i
sitio de Salvador de Souza B.aga.
Moma venda na ra da Madre Dos
com fondos de 1:200$ rs. pouce maU ou
cenos, a dinheiro ou a prazo : na mes*
ma que fica defronte da Botica.
Hum escravo que representa ter 35
anoos, incito sadio, em defeit > *Jguoi,
lQ tgura, e com ficio de serrador : ni
ra Diei<'a sobrado D. 9.
Huma taxa de cobrp granie en b*>m
estada, ou quuzi nova, com O pez de 9
arrobas: na ra do Rozarlo na B. tica
D. II.
Huma legoa de trras brutas, eh-rn
sitio cun igual terreno no destrict d >
Canhoto, e no lugar dona bracos d' Areia,
prornias para lavras dealg<>dao: na roa
da Madre Dos caza N. 195.
liona propriedade no lugar do fra
gozo distante de&ta praca 2 legoas, com
caza de vivenda, al v res de rmelo de v-i*
rias finalidades e trras de plant'ca.>!
na O Jada de Olinda, no Pateo de S. Pe-
dro nevo a fallar com J jze Lages.
Alluga-se.
EScRAVOS, para trabalharem em hum
i ti o ; quem os tiver dirija-se a Pa-
cinli.i do Corpo Santo, caza N. 67.
Hum sobrado, que tenha c unodrs
suficientes paia huma tunda, e quintal
que admita hum cvalo, no Baiiro da
Boa-vista em qualquer ra, ou mesin uo
de S.x Antonio as ras do Colleg'.o, Ro-
barlo, 'abuga*, Nova, e &c.: aninu le
por es-te Diario.
Hum muleque, ou negra pan o *er-
vico de caza: na ra do Padre ib loi.ai.uo


(SOSO)
caza N. 430, ou nmncie por este Dia-
rio.
Viagens.
PAra o Rio de Janeiro, seguir' o
Brigue Nacional, Galianna, cnn a
brevidade possivel; quem n'elle se propo-
ner carregar, ouir depassagem, se poHt*
ra' dirigir a ra d1 lfandega velha caza
Escravos Futidos.
MAria, nacao Benguela, deidade de
27 e 30 annos, estatura ordinaria,
e tem hum sigoal roxo sobre a sobrance-
ra esquerda; fgida no dia 32 d > cor-
rente, levandosaia de lila preta, e pino
azul: os aprehendedores levema a ra
do Rangel caza D. 18, 1. an lar.
Joaquim, ou Rodrigo, (pois *c dia
por qual dos dous nomes), nacao mojja i-
fcique, he cozinheiro, estatura ord.naria,
de idade de 25 annos pouco mais ou me
nos, cor fula, com alguns signaes d? be-
xigas no rosto, muitas espinhas na barba,
beicos grocos e costuina deixar cahir o
beico de baixo quando esta' ouvindj a'-
gurnacensa qutse Ihe diz, inclina M'i*
ma cotsa corpo para diantc quan lo a *
da, esabe falar francez, inglsz,* e ag >
mas lingoaa de negros da Costa da Mina,
fugio desta Cidade do Recife a 27 de Ja-
neiro de 1828, e foi visto a pouco temo
no lugar do Caxanga', e Engenlio do
Brum : os aprehendedores levem-o na ca*
sa de sobrado nova no iugar da Treoipe
no Bairro da Boa*vista, ou a ra dos Tra
pixes do Bairro do Reeife caza D. 13, que
sera' generosamente recorn pencado, e
protesta hir contra quem o tiver acoitado
com todo o rigor da Ley.
Catherina, croirla, alta, eseca de
corpo, bem parecida, de idade de 24 an-
ros pouco mais ou menos, cor milito fula
que mais parece cabra do que preta, e
tem huma pequea cicatriz entre a fonte
e hum olho pouco mais abaixo na macaa
do rosto, fugio era 24 de Junho do cor*
rente ano, e como sesuspeita que ella
espeja ocuila por alguem rogare aessa
persea que a venha trazer as me sin as
partes cima indicadas da Trenipe, ou ra
dos Trapixes, eseassim o.nao fizer o
fhcf*#r*tesUi hir contra a dita pessoa com
todo o rigor da Lei; ;e quem a aprehender
e a trocer a qualquer dos'lagares- indica-
dos sera' generozamente' gratificado do
seu trabalho.
Hum preto, nacao casnnndongo, de
idade e 20 a 25 annos, com a marca do
ferro em sima de hum peito a margem,
espigsde, hade estar agora apontando*
Ihe a barba, cor neui muito retinta neni
multo fula, fgido a mais de 2 annos, e
suuem>se ue foi conduzido para o Sul :
os uprehendedores levem-o a seu Snr. que
hs Joze Andre' de Oliveira, morador nes-
taPrac, de quem recebero 50$000
he gratjcacao ; eo mesmo protesta exi*
gir percas e danos contra a pessoa que o
tiver em seo poder.
>-
. Noticias Martimas.
Entradas.
Jlxtt do correte. Havre ; 43 dj
a; G, Franc. LeGrand Duquesne, M.
L, N. Vuigner, tquip. \% carga fazen-
das, o Antonio Ferreira Alves. pasagei*
ro Almiino Piritti.
Dia 24. Goianna; 3 das ; Can.
Conceicao do Pilar, M. Manoel Faleao,
eudp. 8, carga lenfca, a Antonio Joze
FalcSo. liba de S. Miguel, e Acares;
88 dias ; Hiate Port. Inveja, tendo arri-
bado a Goianna por falta de maiitimen
toa, e d'onde veio am dtus dias, M. Joa-
quiw Joze de Souza, equip, 13, carga
agurdente, vinho, e encomendar, ao So
bre-carjea Joze Percha Lagos, esta Em*
barcacao trazia 42 pasaegeiros e naam-
bada que fes a Goianuu desembarcarlo
.14, e restavao abordo os seguate*, >a*
noel de Medeiros com sua mulher e 4 fi-
laos menores,' Florenca Flora, e Fian,
cisco Joaquim Anes.~ Rio de Janeiro,
e Baha : 24 dias ; trazendo do ultimo
porte 4, Com. George Hamilton.
d.
Saludas.
J\\ dito. Rio Formozo; S. ;Gua
dlupe, que tinha arribado em 15 do cor-
rente, r-'Babia; Pat. Amvr. G.ovemsr
Wiuslow, M. James Barr Jone, etquip.
8, carga faricha de trigo.
W
ci^rarrott*
Pmwmbuco na -Typqrafia do Ulano.
^


Full Text
xml version 1.0 encoding UTF-8
REPORT xmlns http:www.fcla.edudlsmddaitss xmlns:xsi http:www.w3.org2001XMLSchema-instance xsi:schemaLocation http:www.fcla.edudlsmddaitssdaitssReport.xsd
INGEST IEID EK0STFCUU_BBY0VJ INGEST_TIME 2013-03-25T15:43:25Z PACKAGE AA00011611_01014
AGREEMENT_INFO ACCOUNT UF PROJECT UFDC
FILES