Diario de Pernambuco

MISSING IMAGE

Material Information

Title:
Diario de Pernambuco
Physical Description:
Newspaper
Language:
Portuguese
Publication Date:

Subjects

Genre:
newspaper   ( marcgt )
newspaper   ( sobekcm )
Spatial Coverage:
Brazil -- Pernambuco -- Recife

Notes

Abstract:
The Diario de Pernambuco is acknowledged as the oldest newspaper in circulation in Latin America (see : Larousse cultural ; p. 263). The issues from 1825-1923 offer insights into early Brazilian commerce, social affairs, politics, family life, slavery, and such. Published in the port of Recife, the Diario contains numerous announcements of maritime movements, crop production, legal affairs, and cultural matters. The 19th century includes reporting on the rise of Brazilian nationalism as the Empire gave way to the earliest expressions of the Brazilian republic. The 1910s and 1920s are years of economic and artistic change, with surging exports of sugar and coffee pushing revenues and allowing for rapid expansions of infrastructure, popular expression, and national politics.
Funding:
Funding for the digitization of Diario de Pernambuco provided by LAMP (formerly known as the Latin American Microform Project), which is coordinated by the Center for Research Libraries (CRL), Global Resources Network.
Dates or Sequential Designation:
Began with Number 1, November 7, 1825.
Numbering Peculiarities:
Numbering irregularities exist and early issues are continuously paginated.

Record Information

Source Institution:
University of Florida
Holding Location:
UF Latin American Collections
Rights Management:
Applicable rights reserved.
Resource Identifier:
aleph - 002044160
notis - AKN2060
oclc - 45907853
System ID:
AA00011611:01009


This item is only available as the following downloads:


Full Text
N. 4(80.
rAnnr> de IS.10.
DIARIO DE PERNAMBUCO.
SbserTe-se na Tipegrafi de Besara Diario raa BlreiU N. f97 1. adar tat eses por 649 res kaau falsa
aakira todos os diat tai.
Segunda Feik\ 23 de Agosto. & Felippe JBenicio.
Preamar as 8 hora* e 20 minutos da manhaa.


&
ARTIGOS m OFFICIO.
'Ifbrindo a requizicao, que T. S. me
aprczentou en seo Officio de 21 deste
mez, por parte do Capitn Commandante
do Diatricto da Caza Forte Joaquim Ti-
burcio Ferreira, dedez Granadeira*, e
cem Cartuxos embalados, para perseguir,
e.prender os malfeitores, que aparecer
naquelle Districto, em quadrilha, e ar-
mados ; tenho ordenado ao Tenente Co
ronel Inspector doTrem, que entregue a
V. S. ditas Granadeiras, e Cartuxos, de-
vendo V. S. recommendar aquel le Com-
mandante, que ficara' responsavel pelo a*
buso, qtie fizer destas armas, das quaes
so' se podera' servir no cazo de perigoza
rezistencia. Dos Guarde a V. S. Pala-
cio do Governc de Pernambuco 22 de Ju*
lho de 18.30 *h Joaquim Joze Pinheiro de
Vasconcellos ** Snr. Capitao Comman*
dante Interino das Ordenanzas desta Pra*
ca Joao Evangelista Pereira.
*
.Llustuissimo, e Excel Jen ti ssimo Snr.
Sir*a-se V. Ex. de expedir as suas
Ordens para haver de ser satiafeita a re-
quizic,ao, que acaba de me fazer o Juiz
d' Aifandega Grande das Fazendas no in-
cluzo Officio, acompanhario de outro do ci do Governo de Pernambuco 23 de Ju
Guarda Mor respectiva. Dos Guarde a lho de 1830< Joaquim Jos Pinheiro
V. Ex. Palacio do Governo de Pernam- de Vasconcellos nh Snr. Intendente inte-
buco 22 de Julho de 18.30 < Joaquim rio da Marinha Joao Gonc,alves ilcdri
Joze Pinheiro de Vasconcellos -< Illus gues Franca,
trissimo e Excellentissimo Snr. Bento Jo- V %
ze Lemenha Lins Governador das Armas M*QR Decreto de 25 de Maio do cor*
Interino desta Provincia. rente anuo Foi Sua Magestade Imperial
Servido canfirmar a Vm. na Regencia da
Cadeira de Gramtica Latina dessa Yiie,
de cuja Graca solicitara' Vm. o cotnse-
Governador das Armas, para expedir a
necessaria Ordem ao Commcndante da
Guarda do Bom Jezus. Dos Guarde a
V. S. Palacio do Governo de Pernambu*
co 22 de Julho de 1830 m Joaquim Josa
Pinheiro de Vaseoncslios ** Snr. Juia
d'Alfandega das Fazendas Joze de Pi
nbo Borges.
JOL Municao, queV. S. em seo OTicr>
da data de hoje exige para a tropa de se-
gunda, e tcrceira Linha, que tem de ao*
xiliar as diligencias dos Juizes re Paz,
deve ser requizitada competentemente
pelos Com mandan tes respectivos com de-
claracao da qualidade, e quautidade de
dita municao. Dos Guarde a V. S Pa-
lacio do Governo de Pernambuco 22 de
Julho de 1830 Joaquim Joze Pinheiro
de Vasconcellos-* Snr. Ji iz de Paz da
Freguezia de Muribeca Joze Roberto de
Moraes Silva.
s.
Wa Magestade o vituperador Houva
por bem Confirmar ao Mestre Calafate do
Arsenal desea Intendencia ; o que V. S*
lhe fara' constar, para solicitar o sen com*
ptente Titulo pela respectiva Secretaria
de Estado. Dos Guarde a V. S. Palas
Ifkrindo a requizicao, que V. S.
me dirigi em Olicio de 20 do corrente a
cerca dos Soldados para as rondas noctur-
cuja Gra9a
Unte Diploma pela Secretaria de Estado
nas dessa Aifandega, tanto de mar, como dos Negocios do Iuiperie. Dos Guarde
de trra ; tenho nesta data Oiiciaco ao a Vm. Palacio do Governo de Pernamhn*





(3058}
!
co 83 de Julho de 1830 ** Joaquim Joze
Pinheiro de Vasconeellos ^ Snr. Tihur-
tino Pinto de Almeida Proffsssor de Gra-
mtica Latma da Villa de S. Antao.
3SS|Endo chegado a esta Cidade o Cap-*
tao Tenente Antonio Pedro de C irvalho,
nomeado para Intendente da Mtrinhi
desta Provincia por Djoreto de 12 de J>i-
*iho prximo passado; V. S, llie farV
immediatamente entrega da mema In-
tendencia, que interinamente tena estado a
ieo Cargo. Dos Guarde a V. S, Pala-
cio do Governo de Pernambuco 21 de
Julho de 1830 ~ Joaquim Jze Pmhei-
W de Vasconcellos ** Sur. Escriva > da
Intendencia Joao Gjncalve* Rjdrig *es
JFranca.
causas vao, d'aqui a dous dias o Vm. se*
ra* reservado so* para os escravos ; por
quanto quem o tinha, nao quer, seno
Senhoria, e a quem era concedida esta,
ja encolhe ofocinho selhenao dao Ex-
cellencia.
Sou sen Venerador.
O Meluria.
s,
CORRESPONDENCIAS*
JNr. Edictor. Poralguma fatal i kwle
lera' recebido o Snr. Tenente C >ronel
Cardozo o ordenado, que libe con pete,
como Lente do 8. Corpo, na s dep i<
que este fra destacado, com > anterior-
mente, nao tendo feito abrir Aula no de*
curso d' hum annopelo menos ?
Sendo concedida a gratificacao de
30$00 rs. mensacs aos Secretarios do*
Commandantes das Armas, con a ohri-
gacao de tazerem elles as despezas do Ex-
pediente ; por que motivo o Snr. Tenente
iNeves, nomeado Secretario, deixa de re-
ceber essa gratificare, e se contenta cooi
as diminutas vantagens d' Ajudante d' Or-
dens, ao mesmo tempo que ella lie tirada
da Thezouraria por outro individuo ; que
a ser applieado para as despezas do mee*
no Expediente, estas podem ser feita
com a metade da quantia sobredita ?
Esta' na expectaetiva
O Columna da Legitimidade Real,
2 JNr. Edictor Queira ter a honda-
de de transcrever esse Decreto, que llie
envi, a fim de ficar-mos tocios certos do
tractamento, que devem ter as Auctori-
dades Militares ; porque realmente ja es-
tou enfastiado de tanto Govarnador, de
tanta Excellencia ad libitum, egeralmen-
te de tanta impostura. Demos o seu a
seu dono, e nao andemos a gastar a trou-
che moche Dons do Castella, e Senhorias
da Italia ; por que uo andamento, que as
Decreto.

jCJEi por bem Sancionar, e Mandar,
qut* as exeeule a seguinte Resolucao da
Aste nblea G*ral Legislativa,
Art 1. A authnridade dos Com-
mandantes Geraes, e Subalternos dos Dis-
tfi tp das Provincias do Imperio fca sen-
do puramente a n ilar.
Art. 2. Os Commandantes Milita-
res 'e Pracas no caso de Guerra, e de ter
eomeeado o investimiento, continuars a
t x -rcer a jnrisdiccao civil, que as Leis,
Instruccoes, e Ordens em vigor Ihestem
concedido, no que toca a defesa dellas.
Art. 3. 9 Nao ha vera' de ora em di-
ante Empregado Militar, de qualquer or-
dem, oo natureza, que *eja, com o titulo
de Guvernador. E tuido pelo de Commandante. O Conde
do Ri) Pardo, do meu Concelho, Minis-
tro, e Secretario d' Estado dos Negocios
da Guerra, o tenha as*im entendido, e o
faca executar com os Despachos necesa-
rios. Pa^o em 28 de Junho de 1330, no-
no da Independencia, e do Imperio i-i
Com a Rubrica de Sua Magestade Impe-
rial.
Conde do Rio Pardo.
Correio,
PEla Administrado do Correio desla
Cidade se faz Publico que parte des-
te porto para o do Ceara', Maranhao e
Para', no dia 1. de Setembro o Pa-
quete ^Nacional Filiz, quem nelle quizer
carregar ou hir de passagem dirjanse a
Administracao, e na vespera athe as 9
horas da noile se recebem cartas e passada
que seja esta hora se proceder a fexar a
mala.
Pela mesma Administrado se faz
publico que parte deste porto para o de
Lisboa, no dia 24 do corrente o Brigue
Portuguez Espirito Santo, de que lie Ca-
p tao i'edro Joze Salles; aa Cartas serao
-.
i



(J059)
\
laasadas na Gaixa Geral at as 9 horas da
noite do da antecadente,


Theatro de tarde.
Tergtfeira 24 de Agosto*
JL Eca Mgica, com grandes transfor-
macoes como sejao huma arvore,
em hum homem, hum pequeo cofre
cm grande Serpente a maza Sulfuria
a Fortaleza encantada, alm de outras
aparicoes de ptica Phizica, que aera o
dezempenhadas o melhor possivel ; sendo
do os entervalos prehenchidos de belsi-
mos Duelos, cantonas, e danca ; princi-
piara as 4 horas, preco geral 320.
Avizos Particulares*
FRancisco Soares do Bomfim, rezi-
dente em Jaragua Provincia d'Alago-
as tem prezente o anuncio do Padre Jo
aquim Eufrazio da Cruz, de 22 de Janei-
ro do corrente anno, e por isso aviza ao
mesmo San que o seo dinheiro esta' pron-
to e pode vir pessoalmente ou mandar por
sua ordem pessoa capaz para 1 he ser en-
tregue, nao entregando ao Snr. Sebastiao
dos Santos, por existirem alguna motivos.
Perciza-se ialar com os Srs. Gabri-
el Joze da Costa, e Antonio Joze da Cos-
ta Grillo, os ditos Snrs. dirijao-se aobeco
da Lingoeta caza N. 2, ou anunciem
as suas monulias para sarem procurados,
que he para negocio inlerensane aos mes-
reos.
Perciza-se de hum honiem para fei-
tor de hum sitio, que trabalhe de enxada,
e tenha as qualidades precizae, quem es-
tiver as circunstancias dirjale a ra do
Fagundes sobrado de hum andar D. 7,
pela manhaa, t as 7 horas.
Perciza-se de hum feitor para hum
pequeo sitio, que tenha pralica da mes
na ocupacao, e trabalhe de enxada, quem
estiver nestas circunstancias dirija-se a
ra do Rosario, botica D. II.
Jacinto Silvestre Vicente, participa
ao respeitavel publico que se acha estaba-
lecido com caza de Pasto e Hospedara no
largo do eorpo Santo na propriedade N.
66, aonde f<>i morador <> falecido Ricardo.
Todos os Snrs. que se quizerem utilizar
do seu prestino podem-se dirigir a mesma
que promete satisfaze-los tanto em quali-
dades como limpeza, e muito cmodo ;
faz assados para caza e para lora, e mos-
jno juntares de todo preco.
O Escrivau Pinto faz sciente ao pu-
blico que se acha mudado para a ra do
Queimado defronte do beco da Congrega
cae onde o acha rao,
A pessoa que tiver grande lavra de
caffe, e pe re zar de machina que deseas-*
que mil libras em 6 horas, separando a
1 casca para um lada e o carosso para outro
'sem se mesturar com o de casca ocupando
so me it te duas pessoas ; dirija-se a ra Di
reita, sobrado D. 25, 1. andar.
A pessoa quo anunciou no Diario de
Quarta feira 18 do corrente, querer com-
prar huma carteira de 4 a 5 palmos de
cumprida ; dirija-se a ra da Cruz, caza
N. s 2, 1. andar.
Na ra da Cruz caza N. 47, exis-
te huma carta vinda de Macaio, para o
Snr, Manoel Gomes de Araujo Villar, e
como se ignora a morada do dito Snr. ro
ga-se-lhe a queira vir receber.
O Snr. Albino de Carvalho Lessa,
assignante das ordens de compra de gali*
i.has da Intendencia da Marinha nos ant
nos de 1828, e 29, declare a mesma mo
radia, para ser procurado : pois se faz
precizo para serta conferencia, e quando
nao o dito Snr. Albino sera' considerado
como o proprio Joao Goncalf es Rodrigues
Franca.
Hum curioso da mesma Intendencia.


Compra-se.
UMa canoa em bom uzo, que seja mai
or do que as chamadas de carreira,
quem a tiver anuncie por este Diario para
ser procurado.
Vende-se.
POlvora fina da fabrica do Rio de Ja-
neiro chegada ltimamente ; no For-
te do Matto, em caza de Francisco Ma-
noel da Silva Tavares.
Toucinho a 1280 res a libra, em bar-
ris equartolas; na ra da Cruz caza
N. 2.
O Engenho denominado Capoeiras,
sito na Freguezia de Serinhem, erigido
na margem do rio da mesma, o qual tem
huma legoa de trra em quadra, com vas*
tas matas virgens, as quaes se achao
milita madeira de eoaetrucao, he muito
bom moedor d'agoa, tem huma serra de
agoa, cujo engenho esta* pronto para po-
der laborar; vende-se o dito engenho a
dezobrgas nesta praca, quem o pertender
falle coai o Tenente Coronel Manoel Ca-


{
(3060)
Meante de Albuquerque que dir' a for*
ma do negocio.
Huma negra ladina, para fora da
trra, bonita figura, muito sadia, e for-
soza ; em Fora de Portas, sobrado de um
andar N. K52.
protesta encarainhada a cea o competente
em Direito contra quern o t^ver homisiado
em sua caza.
Mariana, estatura ordinaria, cara
redonda, com falta de um dente na frente,
com vertido de chita alem de huma trouxa

Noticias Mari ti mas.
Entradas.
JSL/a 17 do correte. Rio de Janei*
Baha, eJaragna; 16 das, trazendo
Huma negra inda muito buca', e por de roupa que com sigo leven, e auzentou-
.*jo muito em conta, propria para o serv se a 12 do correte ; os aprebendedores
c,o de campo ; na ra das Cruzes caza levem a seo Senhor Pedro Cavalcante de
1). 5. Albuquerque Lins, em o Engenho Pau
Hum esclavo que representa a idade lista, ou a Francisco Soares da Silva, mo-
24 a 28 anuos, muito sadio, sem defeito rador na Cidade de Olinda, ra de S.
algum, nem vicio de bebidas e luja o, sa liento, caza D. 43, que sarao bem re*
be cozinhar o diario de huma caza, quer compensados,
de familia, quer de homem solteiro, com
muita actividade para esta arte ; na roa
da Sanzalla Nova, junto ao Siriciro Ma-
tos, sobrado 43, l. andar.
Huma preta, idade 25 annos, sabe
Gozinhar e lavar : na ra de Agoas Ver
desD. 14.
Huma casa terrea com mu tos bons
com modos para huma grande familia pas-
sar a festa com uuintl murado, e serven* do ultimo porto if horas, Paq. N. I. Im-
tiadehum portao para a ra, na entrada perial Pedro, Com. o 1. Ten ente Fe-
do Monteiro a milhor situacao Haquelle lippe Vieira dos Santos, passapeircw do
lugar, junto ao JVlajor Mascareolias, e Rio de Janeiro, o Capitao do Batalhao
por preco cmodo ; na ra da Sanzalla de Caca dores N. 18 de orimeira Linha'
Nova sobrado D. 43, 2. andar. Francisco Ignacio Ribeiro de Abren Li-
Huma batanea co.n bom braco, e ma, o Major de Caeadores N. z 76 de se-
bem aparelhada com pesos de huma hbra gunda Linha, Manoel Rodrigues de
ate'12 arroban; na runda Sanzalla Nova Maura e 2 eslavos, Martins Zal, D.
sobrado 19, das 3 horas da tarde at Pedro Lisonraldes, e Antonio Francisco
a8 Vieira. Eatrou para-o Mnsqneiro o
^ -n i *>at* ^mer* Governnr Wiuslow, que ha*
JSCraVOS rugidos. via tundeado no Lameirao no da anteces
PEdro, idade 15 annos veio da Ilha dente, Rio Grande do Norte ; 26 di*
do Cabo verde para esta Provincia, as, B. Prezidente, M. Manoel Francis
he natural da Cosa Cae, cor muito re. codos Santos, equip. 12, carga assucar
tinta, temos olhos mukograndes, pernas ealgodao, a Antonio Joze de Amorim,
zambas, muito vagaroso no andar, fala pass2geiros Agostinho Joze Femandes,
muito claro, e dizem andar para fora em Custodio Joze Fernandes, e Joao Antu*
hum Engeuho ; os apprehendedores Ie nes.
vem na ra do Colegio D. 4, que se rao
gratificados. Sallidas.
Domingos cabra, idade 18 annos, T|^
estatura baixa, oficial de sapateiro, sem J^a 18 do dito. Lisboa; B. Port.
unhas nos tres ltimos dedos do pe'direi- Ligeiro, M. Pedro dos Santos Lessa, e-
to, tauzentou-saa2docorrente; os ap. quip, 24, carga acucar, algndao, e cou*
prehendedores levem a caza do Padre Jo- ros, pasnageiros Antonio de Freitas Bar*
ze Theodoro Cordeiro, na ra de Hortas, boza, e Antonio Luiz Botellio. Liver-
quetemordemdeseuSor, oDoutorFran- pool; B. ug. Tilomas Balterby, M.
cisco Xavier Pereira de Brito para o re- Thomas Yapfet, equip. 14, carga *lg&<>
ceber e pagar o trabalho; Igualmenteda, e couros. &


Permmbuco na Typodrafim do Himno.
'.t


Full Text
xml version 1.0 encoding UTF-8
REPORT xmlns http:www.fcla.edudlsmddaitss xmlns:xsi http:www.w3.org2001XMLSchema-instance xsi:schemaLocation http:www.fcla.edudlsmddaitssdaitssReport.xsd
INGEST IEID E8IEZJSWQ_O2VRPL INGEST_TIME 2013-03-25T13:34:39Z PACKAGE AA00011611_01009
AGREEMENT_INFO ACCOUNT UF PROJECT UFDC
FILES