Diario de Pernambuco

MISSING IMAGE

Material Information

Title:
Diario de Pernambuco
Physical Description:
Newspaper
Language:
Portuguese
Publication Date:

Subjects

Genre:
newspaper   ( marcgt )
newspaper   ( sobekcm )
Spatial Coverage:
Brazil -- Pernambuco -- Recife

Notes

Abstract:
The Diario de Pernambuco is acknowledged as the oldest newspaper in circulation in Latin America (see : Larousse cultural ; p. 263). The issues from 1825-1923 offer insights into early Brazilian commerce, social affairs, politics, family life, slavery, and such. Published in the port of Recife, the Diario contains numerous announcements of maritime movements, crop production, legal affairs, and cultural matters. The 19th century includes reporting on the rise of Brazilian nationalism as the Empire gave way to the earliest expressions of the Brazilian republic. The 1910s and 1920s are years of economic and artistic change, with surging exports of sugar and coffee pushing revenues and allowing for rapid expansions of infrastructure, popular expression, and national politics.
Funding:
Funding for the digitization of Diario de Pernambuco provided by LAMP (formerly known as the Latin American Microform Project), which is coordinated by the Center for Research Libraries (CRL), Global Resources Network.
Dates or Sequential Designation:
Began with Number 1, November 7, 1825.
Numbering Peculiarities:
Numbering irregularities exist and early issues are continuously paginated.

Record Information

Source Institution:
University of Florida
Holding Location:
UF Latin American Collections
Rights Management:
Applicable rights reserved.
Resource Identifier:
aleph - 002044160
notis - AKN2060
oclc - 45907853
System ID:
AA00011611:01006


This item is only available as the following downloads:


Full Text
N. 456.
A nno de 18S0.

DIARIO DE PERNAMBUCO.
Sabscrevs-se na Tipografa do mesmo Dfari rita Birelta N. 997 1, andar en peiei por 649 reii haaa folia
que safcir todos o dial atis.
Quarta Feira 18 de Agosto. S. Clara do Monte Fatcj V.
i ~

Preamar as Choras e 42 minutos da manhaa.
ARTIGOS aa OFFICIO*
^J Juiz de Paz da Freguezia de S. Pt*
dro Mrtir de Oiiitda, reprezentaado a'
este Governo, que acuella Cidade se a
acha infestada de mlfeitores, que disfar*
jadosde noite eat trajos*de mulhcr, e mas*
carados, comeitem maldades, e roubos ;
reqaezita, que rondas de polica sejao al
estabelecidas, para durante a noite guar*
darem as Cazas, e pessoas de seos pacfi-
cos habitantes : e carao nao aeja possi vel
mandar tropa de primeira Linha, pela
pouca, que tem a Guamicao desta Praca;
V. S. ordenara' que os Cora mandan tea
das Ordenanzas das Companhias respeoti*
vas facao rondar pela sua gente as Se*
guada* feiras, Tercas, e Quartas; deven4
do as outras noites seren rondadas pelos
Soldados do Batalhao 55 de segunda L*
nha, a' aojo Commandante officiei ao Ero
vernador das Armas para exjiedir a con-
venientes Ordena. Daos Guarde a V. S.
Palacio do Governo de Pernambuco 21
deJulho de 1830. Joaquirn JozePi*
nheirpde Vaseoncellos. Snr. Capita
Mor das Ordenanzas da Cidade de Olinda,
ChristovaS de Barros Reg Falo tiLi^FFER1ND3 a* represen tacao, que V.
S* dirigi a' este Governo eai Officio de
19 do crrente, expendo a pouca seguran
<;a, em qae viven os habitantes dessa Ci-
ciade, a .caca los par mlfeitores, q*e a-
pareeein de noita disarcadas em trajas de
n tulla-, e iiiiiscafados, oosametteodotoda
a sorle de waiViadei ; e que, para os afn
jgentar, e prender, exilia, que ronda* da
Polica ibsaetn ah estabellecidaa; teuho
licita data otfkiado ao Gobernador das
Armas, c ao Capitao Mor respectivo, pa*
ra qce das Milicias, e Ordenancaa sejao
ellas organizadas, e se revezeui, de ma*
neira, que sejao efectivas todas as noites.
Dos Guarde a V. S. Palacio do Gover-
no de Pernambuco 21 de Julho de 1830.
Joaquirn Joze Pinheiro de Vasconcel-
los. Snr. Ignacio Antonio de Barros
Falcao, Juiz de Paz da Freguezia de S.
Pedro Mrtir da Cidade de Olinda*
JjM Officio d'este Governo, datado em
26 de Fevereiro ultimo foi remettido ao
Doutor Ouvidor desta Comarca Ernesto
Ferreira Franca hum Requerimento de
Joza Antonio de Oiiveira Silva, que ten*
do pedido a' Sua Magestad O Imperador
por Sesmaria, ou aforarnento rueia legua
de trra, para cultivar, no Termo da Vil-
la do Cabo, Foi o Mesmo Augusto Sanhor
serv'do Mandar, que eu informasse sobre
a pcrtencao do Supplieante, para o que
eu quiz ouvirdito Ouvidor, recommen-
dandoIhe, que tomasse as necessarias in-
for macee da respectiva Cmara; e como
at presente nao tenha sido enviado a*
esta Secretaria aquelle Requerimento;
V. S. indagara', onde elle para ; e Ihe
dar' o exigido destino. Dos Guarde
V. S. Palacio da Governo de Pernambu>
oo 21 de Julho de 1830. Jcaqim Joo
ze Pinheiro de Vaseonceilos. Snr.
Dnutor Juiz de Fora, Ouvidor desta
Comarca pela Lei, Joaquirn Aires de AU
tnia Freitas,
^LtLuptrksimo, a Ezeallentissimo* Snr.
A Cmara Municipal, tendo de man*
dar fazer os necessarios concertos, e re-
paros as Cadeias da Relacao desta Cida-
de, exige, qoe d'ora em diante as sent
nelas tenha o inais vigilante cuidado,
em pie petsoas de fora nad intradnzao
instrumentos de ferro, oae possao facili-
tar, e concorrer para o arrombamento,
como tao repetidas veze ha' acontecido ;
o



(3042)
o que V. E. se servir' de ordenar. D-
os Guarde a V. E. Palacio do Governo
de Pernambuco 21 de Julho de 1830.
Joaquim oze Pinheiro de Vasconcellos.
Illlustrissimo e Excel lentissimo Snr. Ben
to Joze Lemenha Lins Governador das
Armas Interino desta Provincia.
Jk
JtfSu Cmara Municipal, tendo de Man-
dar fazer os necessarios concertos, e repa-
ros as Cadeias da Reiacao desta Cidade,
exige, que d'ora em diante sejao ellas es-
crupulosamente corridas de oito em oito
dias, buscndole os prezos, para qu se
Jhes tire qualquer instrumento de ferro,
que possao ter, e que concorro para fa-
cuitar o arrombamentOj como tao repel
das vezes ha' acontecido ; o qu V. S.
assim o determinara'. Dos Guarde a V.
S. Palacio do Governo de Pernambuco
21 de Julho de 1830. Joaquim Joze
Piuheiro de Vasconcellos. Snr. De-
zembargador Ouvjdor Geral do.Crime
Gustavo Adolfo de guilar.
Ri
Esponddo ao Officio de VV. SS.
de 11 deste mez, em que pedem a mudan-
ca das suas Sessoes para a Salla, que esta'
por cima das Aulas do Lyceo, cumpreme
significarlhes, que tal mudenca nao pode
ter lugar ; nao so' por ser a ca?a da Ca
mar a propria para as suas Sessoes, co
mo por ser a do Lyceo de-tinada para ou
tro hm, efaaer parte dos Proprios Naci*
naes, aos quaes me.naohe permittido dar
outro destino, que, nao seji em beneficio
da Fazt n ia {publica. Qunto aos dois
outros objectos do mesmo Officio; isto he
fit ser corrida a 'adeia, escrupulozmen*
te de oito, em oito dias, e que as Sen ti-
nellas tenhao o mais vigilante cuidado de
nao consentir), que se introduzao ins-
trumentos de ferro para dentro ; tenho a'
este respeito ofticiado ao Governador das
Armas, e ao Ouvidor Geral do Crime.
Dos Guarde a VV. SS. Palacio do Go-
verno de Pernambuco 21 de Julho de 1830
Joaquim Joze Pinheiro de Vasconcel-
los. =ae Snrs. Presidente e Venadores da
Cmara Municipal desta Cidade do Re-
cife.
Em 1828, querendo eu obrigr um
meu caixeiro a dar-me corttas nesta Cid i^
de de Pernambuco, por saber que elle ti*
nha dessipado parte dos meus bens no
Brejo da Madre de Dos ; o Snr, Zeferi*
no Juiz da Paz do Bairro de S. Antonio,
me disse, que nao obstante o meu caixei-
ro achar-se nesta Cidade, e aqui ter rece-
bido os efeitos: com tudo nao o podia o*
brigar aqui, mas sim no Brejo, lugar pa*
ra aonde tinha levado o negocio. Po-
rm oh! mudanza extraordinaria dos
mortae3!!! Agora passa o Snr, Juiz de
Paz Bastos ordem para que eu seja cha-
mado a sua presenca, sendo eu morador
em outra Provincia e alli estabelecido, e
apresentar-lhe o meu Passaporte &c. &c.
mandou lavrar Termo, a donde confessei
dever a^> meu credor; mas que este nao
era o lugar proprio para eu ser demanda-
do, nem menos violentado. Ora o que
me admira mais o Snr. Bastos despa
char um Requerimento, sem o Supplcan-
te dizer o lugar da sua moradia, nem o
lugar da minha como Suppicado : isto
benito, nao Ihe parece Snr. Edictor ? O
que me falta ver agora o resultado de se
melhante reconciliacaS, porque se contra
a Le/ pe coo para o Matto ("aonde assteto) dzer ao
meus camarades Matutos, que de vemos
p lir Dos illumine aos nossos Juixes
de Paz, para que nao comettao scmelhan*
tes faltas, as quaes podem causar grandes
prejuizos.
Se vir Snr. Edictor, que tem lugar
estas mal tracadas linhas, no seu bern
concetuado Peridico tenha a bondade
enserillas, pelo que Ihe ficara' agradecido
o seu constante Jeitr, e
Attento venerador e eriado.
Hum Mtuto.




o
Raridde.


s
CORRESPONDENCIA.
'N. Edictor. Para mostrar-1he, e
ao Publico as incoerencias a que estamos
sugeitos, eu faco ver o seguinte.
Coronel Joaquim Bernardo de Fi*
gueredo declamando contra a determina-
cao do Excel lentissimo Prezidente da Pro-
vincia, que mandou reformar a Proposta
ltimamente feita no Bataihao 53 de se-
gunda Linha disse Quanto se engaa o
Prezidente: a Proposta hade ser confir
madu tal qual eu afi%. porque o negocio
nao vai ser decidido por Dczembargado*
res, e sim por um farda que nao hade des-
fazer o que outro farda fea!!!!!! (\)
.4


l


r

(043)
(1) Que bela lgica! Embora ouves- ciar com oque fndou relativamente a
e obrado o Coronel urna injusti^a, tem bens dos ditos menores,
esta de ser sustentada, so' porque umfar* Quem quizer huma ama. de caza boa
da nao desfaz o que outrofez! Pense me- engomadeira, e cozinheira, e muito abil
lhor Snr. Coronel: se na Proposta ore para tratar, ejzelar, huma caza ; procure
injust^a, ella deve ser reparada ; e o es- na ra do Mondego D, 56.
Leio.


QUe pertemiem fazer Guilherme Fogg
& Companhia de fazendas limpas,
Nota do Autor.
i F
Correio
1
-
r<
pirito de elasse jamis pode xegar ao pon*
to de calcar a Le. O Excellentissimo
Prezidente nao mandara reformar a tal
Proposta se naoseconvences.se da injustica
com que ella foi organizada: e o Excel, /no dia Quinta" feira 19 docorrente, pelas
lentissimo Ministro da Guerra, por espiris 10 horas da raanhi, na caza de sua rezi*
todeclasse, nao obrara' urna arbitrarie- dencia ra do Vigario N. 12,
dade. De diversas fazendas e diferentes ar-'
tgoi, que pertende fazer Joaquim Aveli-
no Tavares no dia Quarta e Quinta feira
18 e 19 do corrente mez de Agosto pelas
S horas da manh na caza de sua residen*
cia ra Nova N. 83 com as condic_oens
Ela Administrado do Correio se fas que aprezentara' no acto do mesmo Lei
publico que parte ueste Porto para o lao.
Ceara' Maranhao e Para' o Paquete Na- Compra-se.
cional Feliz, quem nelle quizer carjegar
ou ir de passagem dirija-se a Administra
cao do Correio, e na vespera ate' as 9 .ho-
ras da noite, se reeebem cartas e passad
que seja esta hora se proceder' a feixar-
se.
Avizos Particulares.
MAria Thereza deJezus, viuva de
JozeAlexndre Pereira Cunha, mo-
radora na Propriedade das Candeias, Fre-
guezia de Muribeca, anuncia, que por
HUma carteira que tenha 4 athe 5 pal*
mos de eomprido, estando eni bom
uzu : anuncie por este Diario.
Huma duzia decadeiras de pahinha,
decondur estando em bom uzoou iuda
sendo de outra qualquer madeira sendo
por preco cmodo: anuncie por este Dia-
na.
.
Tjrez ou quatro juntas debois man*
903 de carro, hum carro novo ou de bom
uzo, e duas canoas de 30 a 40 palmos de
morte de seo marido esta' procedehdo por eomprido : anuncie por eaie Diario,
o Juizo d'orfaos desta Cidade Escrivao
Pereira a inventario ; e por isso faz sci-
ente a todos os seos crederes, cojos nomea
ella descreveo no es ir o inventario, para
que com legalidad cobrem as suas di vi-
Vende-se.
E

?
Uma negra propria para o servico do
mato, e muito sadia : na ra da S.
das, justificando a certesa das mesmas no Cruz na Boa*vista D. 36.
referido inventario, a fim de nao cahirem A dinheiro ou a prazo, a aeco de
em ignoransia : e protesta a dita viuva, e huma loja grande de 4 portas na Praca da
herdeiros nao pagarem, depois de julga- Uniao N 57 e 38 com a sua competen-
das as partilhat, por os bens partilhados, te armacao de vinhatico envidiada, e
caso tenhao que herdarem. taobem se arrenda : na ra Nova caza
D. Izabel Roza Carneiro Monte i ro N. 88,
previne o Publico, que seu marido Joo Hum pedazo de trra com 30 bracas
Evangelista Pereira esta' privado da ad de trra plantado de larangeiras que olie-
ministraco do cazal por sen tenca do Jui- gao ao numero de 300 postas em simetra
zo dos Orfaos desta Cidade ea Anuncian* na destancia de 30 palmos, 40 pes de co-
te nomeada sua Curadora e que por isso queiros, e trra desocupada para plantar
ninguem deve com elle contractar por ma mandioca ou outra qualquer coiza : na
neira alguma. ruadeHortas no l.9 andar do sobrado
Florencio Jo'ze Carneiro Monteiro D.5 ; adverte-se que esta trra he na es*
estando nomeado Tutor de seus irmos trada da Magdalena que va i para a Torre
menores previne que ninguem pode neg* e que se Ihe da' sabida propria para o rio
;\i


(J044)
Capibaribe a fim ddterprompto dezem-
barque.
Trez escravos, sendo un mieque
de 25 a 6, e huma negra, aiuda moca
boa iavadeira, e cow principios decuzi
nheira : na ra do Crespo loja D. 3.
-AHuga-se,
UMa caza que tenha cornmodos sufiei-
entes para urna familha, e que nao
exceda o seu aluguer de B a 6$000 rs.:
anuncie por esta folha.
Furtou-se.
NOdia 14 do prezente Agosto, das I-
lhas de Auna Bizerra, 2 vacas, e 1
garrote em grao, com ossignaes seguin-
tes^ a vacas sao Caraunas, grandes, e
estao prenhas, huma he mais clara, outra
bem preta, aquela mais magra, esta bem
gorda, e o garrote he azeitao, bem gordo,
tem de signa 1 talhos as orelhas, ao cum-
prido, e dos lados, nao se declara, o ferro
por se nao estar certp, se o tem, que su-
ponho os nao ter, quem as ti ver, ou a9 a-
char as conduza a ra do mondego, caza
I). 51, a entregar a Marcellino de Cam-
pos Quaresma, que lie seu dono, e o An-
uncante protesta proceder, Judicialmen-
te contra qnem, as tiver, e as nao entren
gar, ou anunciar pelas folhas, pois se me
afianca, que o preto, que as pastourava,
anuir na fuga das ditas vaca*, e garrote,
adverse-se que quem as entregar sera' re-
compensado.
Escravos Fgidos.
XAvier, nacao Angola, idade 23 a 25
anuos, cor fula, a perna direita um
tanto torta para dentro, pes largos, altura
mediana, fgido no dia 12 do oorrente
com carniza e calca de algodao ja suja :
es aprehendedores levem-o a ra do Vi-
gario em caza de B. Lasserre & Compa-
nhia.
Antonio, nacao Mozambique, anda
bruto que :au abe dizer qkem heteu Snr.
alto* e;n eonta de barba, groe, o do cor
po, uieio fulo, bem augurado ar alegre,
peruas finas, tem da ponta do cabello ate'
a ponta doaris huma serra miuda de sua
te*ra, levou carniza siroula de bri-m gro-
co, tem na perna esquerda da parte de i'o-
ra na junta dojoelho huma cova, e na
niesina perna no tornozello do pe1 da par-
te de fura huma chapa, fugio no dia 12 de
Maio do corren te an no : os aprehendedo-
res levem-o a Cidade do Olinda nos quatro
cantos na Padaria de Joze Telxerra Gui-
maraens que he seu Snr. o qual promete
recompensar o seu traba i ho.
Luiza, nacao Angola, estatura ordi-
naria, tem em huma das pernas burra
grande secatriz pela qual ficou com o pe'
e tornozello ate' a dita ticatriz mais groco
do que o ontro, fgido no dia 2 de Jucho
do correnta annn : os aprehendedores le-
vem-o a ra de>Fora de Portas N. 200,
quesera' recompensado.
Noticias Mari ti mas.
Entradas.
/

JS^la 10 do correte. Goianna ; 3
das ; Can. Conceicao do Pilar, M. Ma-
noel Falco, equip. 7, carga assucar, e
couros, a Joze Antonio Falco.
Dia II. wm Lisboa; 42 dias ; B.
Porl. Dout Irmaos, M. Joao Lopes de
Souza, equip. 17, carga sai, vinho, e g-
neros do Pas, a Antonio,da Silva & Com*
panhia, pa^sageiros Narcizo Joze, e Au-
gusto Joze Lopes.
Sabidas.
MJIa. 10 do dito. Rio de Janeiro ; S.
ConceicSo de Maria, M. Izidoro Domin-
gos dos Passos, equip, 14, carga sal, e
cocos, passageiros Vicente Nones de Ser-
ra, Joze Pinto de Araujo Vianua, e hum
escravo remetido por Joaquim Joze de A-
morim. n Triestre ; B. E. Amer. Hope,
M. John Bickford, equip, 8, carga as*
.ucar. Paraiba ; B. Amer. Mxico, M.
C. H. Bak, equip, 8, carga parle do
qut trouce.
Dia 11. h-i Goianna ; Cao. Lealda*
de, M. Joaquim Joze de Castro, equip-.
7, em lastro, passageiros Maria do Ro-
sario, Francisco Ignacio, e Antonio Af
fonso de Mello.
Dia 12. ?-< Unna ; S, Dezengano Fe-
liz, M* Felis da Costa, equip. 7, em las*
tro.

ii m-
Permtmhueo u* Typoifrqfim W# Aiimri*


Full Text
xml version 1.0 encoding UTF-8
REPORT xmlns http:www.fcla.edudlsmddaitss xmlns:xsi http:www.w3.org2001XMLSchema-instance xsi:schemaLocation http:www.fcla.edudlsmddaitssdaitssReport.xsd
INGEST IEID ED6QGPMDE_L15C0Y INGEST_TIME 2013-03-25T12:39:38Z PACKAGE AA00011611_01006
AGREEMENT_INFO ACCOUNT UF PROJECT UFDC
FILES