Diario de Pernambuco

MISSING IMAGE

Material Information

Title:
Diario de Pernambuco
Physical Description:
Newspaper
Language:
Portuguese
Publication Date:

Subjects

Genre:
newspaper   ( marcgt )
newspaper   ( sobekcm )
Spatial Coverage:
Brazil -- Pernambuco -- Recife

Notes

Abstract:
The Diario de Pernambuco is acknowledged as the oldest newspaper in circulation in Latin America (see : Larousse cultural ; p. 263). The issues from 1825-1923 offer insights into early Brazilian commerce, social affairs, politics, family life, slavery, and such. Published in the port of Recife, the Diario contains numerous announcements of maritime movements, crop production, legal affairs, and cultural matters. The 19th century includes reporting on the rise of Brazilian nationalism as the Empire gave way to the earliest expressions of the Brazilian republic. The 1910s and 1920s are years of economic and artistic change, with surging exports of sugar and coffee pushing revenues and allowing for rapid expansions of infrastructure, popular expression, and national politics.
Funding:
Funding for the digitization of Diario de Pernambuco provided by LAMP (formerly known as the Latin American Microform Project), which is coordinated by the Center for Research Libraries (CRL), Global Resources Network.
Dates or Sequential Designation:
Began with Number 1, November 7, 1825.
Numbering Peculiarities:
Numbering irregularities exist and early issues are continuously paginated.

Record Information

Source Institution:
University of Florida
Holding Location:
UF Latin American Collections
Rights Management:
Applicable rights reserved.
Resource Identifier:
aleph - 002044160
notis - AKN2060
oclc - 45907853
System ID:
AA00011611:01002


This item is only available as the following downloads:


Full Text

N. 452
DIARIO I>B PfRNAMBUCQ,
Sabscreve-so na Tipografia da mesmo Diario rui Birelta N. 07 1. andar ea eses por 649 res ama folfa
qna tabir todoi os das uteis. /
Sexta, Feira 13 de Agosto. S. llypolito e Cassiano Mm<
Preamar as 11 horas e 42 minutos da tarde
<*0-T>*~.-------------
JResposta ao Testamento, e cartinha insuU
tuosa do Amigo do Povo N. 63.
L.
[Ouvado seja Dos! Os sustentculos
fio Throno, e do Altar, os defensores da
honra, o promotores da boa oraem redi
gein, e imprimm hum Peridico dedica-
do gmente a descornporme talvez seja
porque d'ahi vem grande utilidade ao Pu-
blico ; em fim injuriao-me para maior
gloria de Dos, e bem do Estado, O tes-
tamento aiem de omito mal inventado, he
indigesto, purco, ecompletamente desen-
habido: a cartinha he do mesmo cunhq,
e abundante de aguados insultos pessoaes.
Ora poig, ja' comecao ot Snrs. columnas
a provocar-me : mas he preciso, que aca-
be de iodo tanta porqimiade, que tem en-
chovalhado o prelo desta Provincia: bas-
ta de tanta arrieirisse. Combater opinioes
nao he synonimo de insultos, nao he o
mesmo que assestar huma batana de do*
estos; esses improperios desaiao outros;
a reaccao nesses casos nao he, como as
leis hzicas ; he pelo crmtrario quasi sem
pre maior, que a ucea o; e onde ira' pa-
rar tanta immoralidade ? Por isso nen-
huma respnsta don, era da re aos insultos
dos Peridico* da propaganda mandona.
Ataquen*, como, c quanto quzerem a
minha pettoa ; que eu deiprezarei tudo
quanto nao di***? respeito ao interesse
Nacional. Onde vir asnetra, como v. g.
theoria abstracta, pal u ni versa I de Povo?
&c. &c., so va, e mais sva : onde 1er
mximas contrarias Constituicso do Im-
perio, macada as mximas ate' pulve-
risalas. Desenganem-se finalmente esses
Snrs., que nao cousegruir fazer-me cal-
lar por meio de insultos, nem de nenhu-
nia maneira; hei de escrever em quanto
poder ; nao tenho outro recreio: a Le
i.'o permiti, 6 o systema Constitucional
abracado, e j prado pela Naca o, e seu
Augusto Chefe sera' sustentado nos fracos
escriptos do
Somnmbulo.
s,
CORRESPONDENCIA.
]Nr. Edictor. O* habitantes do
Bairro da Boa Vista estao afflicto* vendo
que des da permuta do Professor Firmino
com p novo Araujo nao -houve at hoje
um so dia de Aula das Primeiras Letras, o
que he de grande deterioracao ao adan*
tamento dos Meninos ; por tanto queira
por estas duas regras no seu Diario a ver
se esse novo Professor disperta abrindo a
sua Aula, quanto antes para remediar se
este mal, do que llie ficara' mais obri-
gado
Um seu assignante.

.

G
EDITAL.

fOrviNDO a beneficio d'este Porto que
as Alvarengas, e La* xas, que ora fundei-
ao .desde a Alfandega Velha athe a do al-
godao passem suas respectivas amarracoes
para a fralda da Coroa dos Passarinhos
ou Ribeira, nao so' pelo lado do N. como
mesmo de E. ; determino aos Snrs. Pro*
prietarios que com a possivel brevidade,
assim oexecutem ; nao deixando nos ac
tuaes luga i es oh ferros com que tem feito
taes amarracoes ffxas, cujo accumulamen-
to tem, assiai cmo outras couzas, concor*
rido em parte para o mau estado do Porto:
Igualmente os Snrs. Capitea ou Mestree
das Embarcares surtas d'entro do Tilos-
queiro, quer Nacionaes quer Estrangei*
fas devero ter toda a cautella no acto d*
alastrar e dezalastrar suas respectivas Eoi
rr
*"T.


(SOJ>
barcajes, pondo eacerados as bordas,
a fm de evitarle que qualquer porcao de
pedra areia ou carvao de pedra, possa ca-
hir ao mar ; assim como taobem que os
conductores, nao recebao ou levem mais
quantidade do que aquella que for sufici-
ente, e que nao exceda a* borda de sus
Lanxas ou Canoas; abuzo este talves que
tenha sido pelo decurso d' annos, huai dos
principaes males. Tendo estas medidas
por objecto o exacto eumpriment das
Imperias Determina9oes, espero nao haja
a menor difficuldade em sua devida exe-
cucao.
Intendencia da Marinha de Pernam
buco em 11 de Agosto de 1830.
Antonio Pedro de Carvalho.
Intendente da Marinha.
Correio.
O Paquete Niger recebe as mallas
para Massaio, Baha, e Rio de la
neiro ; no da 14 do corrente pelas 9 hp
xas da noite.
Avizos Particulares.
JOza Francisco Lavra, faz scente a
todos osseuscredores que no du 33
de Julho fiado, separou a sociedade que
tinha com seu Irmao Domingos Francisco
Lavra, e a este ficou encarregado osa*
tisfazer as dividas passivas da sua negoci
a9a, e por isso pede aos ditos Snrs. ere*
dores se hajao de entender com elle, fi*
cando o anunciante desonerado da respon<
sabilidade.
Antonio Joao da Ressurre9ao parte-
cipa ao respeitavel Publico, que a sua rn
fa corre hoje 13 do corrente, e por isso
convida a todas as pessoas que del la ti ve*
rem comprado bilhetes hajao de compa-
recer no lugar auuneiado afim de assesti
rem legal extracao da mesma.
A Senhora Francisca Xavier do Ro-
zario queira mandar receber na ra do
Livramento, lado direito caza D. 8, hu-
ma carta vinda da Cidade das Alagoas,
de seu ilho Joze Antonio de Caldas, ou
declare a caza de sua rezidencia para Ihe
ser entregue, visto que sendo procurada
na ra de S, Rita Nova, aonde disse mo-
ra va, nao houve quem da mesma Senhora
dease noticia.
A Pessoa que sabe curar dores goto-
sas com lam remedio muito efcaz, con*
tinua a morar rTo Engenho Jangadinha, e
se prestara' prompto a qualquer avizo que
tenha para o dito fim,
A Pessca que veio comprar hum xa.
les em huma loja por baixo do sobrado
N. 33, da ra da Cadeia, e por esque-
cimento deixou hum poueo d dinheiro,
dando os signaes certos lhe sera' entre-
gue.
A pesssoa que percizar de hum Cai-
xeiro de ra, ou feitor para sitio, e mes-
mo Engenho, dirija-se a rsa Direita caza
N. 33.
Achaise hum hometn nesta Cidade
chegado a pouco de fora, cujo tein boa
conducta, dotado de excellente letra, he
proprio para caixeiro ou mesino escreTen-
te de Cartorio, que nao so* se despoe a
qualquer destas reprteos dentro desta
Cidade como taobem se assugeita a hir pa*
ra o reconcavo da mesma, servir em hum
destes lugares ou mesmo em algum enge*.
nho ; quem do mesmo percizar dirija-se
ao bec de Joze Louren90 caza D. 13,
ou anuncie por este Diario, para ser pro
curado.
Rogarse ao Snr. Monoel Joaquim
Pinto Machado Gui maraes, se dirija a*
ra da Cadeia a fallar com Manoel Joa-
quim Ramos e Silva, para lhe entregar
huma carta de importancia prximamen-
te enejada de Portugal.
Os abaixo assignados ex Adminis-
tradores aa Caza dos falidos Joze Manoel
Das & Comp., fazem publico, que elles
se achao livres e sem responsabilidade al
guma da Administr c,ao dos bent daqueU
les falidos, por ter passado a mesma ad
ministra9ao no todo a Antonio Joze da
Costa Araujo, em consequencia do Con*
tracto celebrado entre este, e os mais Cre-
dores, do que se achao documentados Ju-
dicialmente. Pemambuco 11 de Agosto
de 1830.
Roberta Pelly e Comp.
Por Armffield Brade e Comp.
Luiz Joze da Fonseca.
Francisco da Silva, e Narcizo Joze
dos Santos, Testamente]ros do falecido
Joze d'Albuquerque, fazem sciente aos
Pais Tutores dos afilhados de Baptismo,
do dito falecido que tirem Certidao de
Bautismo e lhas aprezentem para recebe-
rem a esmola (fue Ihes deixou.
Quem percizar de hum rapaz de ida-
de de 18 annos, solteiro, e isento do ser*
V90 militar por ser extrangeiro, para lo-
W'
\\


* xmn
ja de fazendu, pas tem disto pratca tan- Prezuntos para fiambre, queij os de
to aqu como em Lisboa ; anuncie por es- pinha, mustarda, e concedas oras, ca<
te Diario. fe* a 6 patacas a arroba, e tinta azul era
A pssoa que anunciou querer com- barris: no Forte do Matto, em baixo da
tirar caixilhos de vidracas ja prontos, diri- Hospedara Ingleza.
We a botica de Gusmao Jnior, & Com-. Huma morada de caza tema na ra
panhia, que se Ihe dir' quera os tem. de S. Joao na Cidade de Ohnda D, 8 : na
Entre outros obj ectos furtados a Mar ra do Fogo D. 14.
tinha Goncalves, no da 10 do corrente, O roethodo de Lancasler para o en.
levarao hum bilhete da rifa de Antonio sino mutuo : na Botica do Hospital Mu
Joa da Ressurreicjio Silva, N.c 3119, litar. j
e o meemo ja fica sciente para nao entre* x Volney ruinas do Imperio em Portu.
car o premio que haja de sahir ao dito |guez : na mesma Botica. ,
N. o se na5 a anunciante, por ser a legU Hum escravo crioulo de idade de 2*
tima dona anno9 nll,it0 bom canoeiro> Pescador do
rntrinra-SP alto, de bonita figura, e muito proprio
compra SC ^ aijnheiro : na ra do Rozarid Bo*
Ma balan9a de arroba: na Botica tica D. 11.
de Gusraao Jnior & Companhia, ou Hum citio na Cidade de O nda por
anuncie por esta folha. detrs do Palaciojio Bispo ao pe do Jar.
p dim Botnico: falle ao destnbuidor do
Vend-Se. Diario ce Olinda na ra do Bonvfim N.
BIxas de 80 rs. a240rs.: na ra do 19 que lhe dir'quem o vende, ou anun,
JSviffario venda de 4 portas de Joa-, ce por esta folha.
Jfn Pfres d* Almeida Loes na esquina Huma escrava que coznha o>fi ario
e voita para o Forte do Mato N. 2. de huma caza, engoma lizo clava na
Hum moleque de multo bonita figu- ra da Penha sobrado da esquina do beco
rp de idade de 18 anns, cozinha o di* do Carcareiro D, 1.
In'o diurna caza, e engoma sofriveU Urna morada de casas ternas cora
mente t na Cidade de Oli^a ra do Ah- bastantes commodos, ^W **f
turo sobradoN. 21, ou anuncie por es. quintal, naruaveiha da Boa-vist* JM.
t niirio 39: na mestna* ,
Vende.se hum cabrinha escuro de 10 Huma negra do gento de Angola,
para Uannoleabil para qualquer offi- J****^^
ci : na ra Direita no 1. andar da ca. fora de portas sobrado de hum anejar w.
^ *& cora feijao do Rio de Janeiro, Na loje de Ponchet, ra No** as
i4ffl'"-* ?*srlsko*-.. *.
Hum citio com 80 e tantos pes de la- i gentes,
ranaeiras bastante trra para orla e ca Pardessus, Direito comuiercial,
SfS hunTboa cazabe vivenda de Benjamn Constant curso Constuc.onal
Sa e cal nova moderna e assoalhada, Diccionario de medec.na, e vanas outra.
sito em Bem-fica a beira do rio Capibari- obras da. mais.modernas.
C por preco cmodo: na Botica de Jo- Na loje de S.r.gueiro na esquina da
So Mn,L Maroues "-ua do Cabuga' o seguinte ;
* iZl CarXa de escrever em bom Felice licSes de Direito das gentes 4 yol.
H e hum. caixa de ferro nova muito se- Filangier. Sc.enca da Leg.slacao C
gura com segredo por preco cmodo : a Fr.tot Espirito de Direito....... 1
?ua da Cruzfs. = S, i! andar, Dauray de Brie Theona das le,s ^
Toucinho em barris e quartolas por sociaes......................
recodel#a80rs.: na mesma caza a- Benj. Constant curso de ire.to
Constitucional............... *
"""para fora da Provincia hum crioulo Mably Direito Publico da Europa 3
deidadede 18annos, offieial de carpina, Cotta Administrado de Justina
e hum preto da costa ganhador: anunaie Crime.... -........
por este Diario. Vate! Direito das gentes..........1 ...


MartensManualeplomatico.,.. 1 Enravo Fgido*
Mosheim Historia Eccleziastica.. 6 Eltciano, fgido no da 13 de Junho-
Montesquieu Espinto das leys.... 2 JT do crrente anno ; crilo de Angola,
Delolme Cbnstituico de Ingla- alfaiate, que he muito ladino, de bonita
terra .................... 2 "figura, bixo e cheio docorpo, de idade
Mellis Opera Jurdica........... ? de 26 a 30 annos : cabeea grande, olhos
Gemeineri Institutiones Juris Ec- e boca, pequeos cara redonda, dentes
cleziastici................/3 V limados nariz chato com urna cicatriz por
Ordenacao do Reino!........... 3 baixo, do lao esquerdo, orelhas peque.
*rteg na, barba pouco serrada, equando fugio
Ma gek^ta, ta g&forina, tein no peito pouco cabello ;
Fbula Phedri e ae um 'a^ uns Pucos de riscos de lan*
Cornlius Nepos ceta ; odedoda modireita marcado de
Salustius Crispua ln,xar au,,,a ? Pei pequeos e grossos,
Ovidios Minel ''" e e,n *itn dos tornozelos urna cicatriz fnn-
T. Livius <1'i e no outra Pe' na junta pegada ao pe
Hora ti us u,,ta ,n*rc* grande de boba : e' fula, e
Ciceronis Epstola a rm,Pa que-levou vestida fol huma calca
Conjuracao de Catiiina\ oe N trancado branco, hum coleto de
Diementas de Potica foat jo branco pintado, huma iaqueta de
Quintilianos por Fonceca tnehm branco, huma carniza de madapo-
Lgica, Methafizica, e Ethicade Job Vf com bico no peito ; porem ja foi visto
Lgica de Condellac em pnrtuguez com caica branaa, jaqueta de pao azul,
Longino tractado do Sublime, e chapeo de palha : qualquer Capitn de
campo ou nutra qualquer pesso que pegar
AIIufira-Se. o.dito escravo, e levara ra daCadeia do
O 2. eS.' andar do sobrado de 3 Kecife em caza dt Joai|Uim Joze da Sdva
andares da ra Nova ao pe' da ponte Baii", lera' pelo sen trabalho, sendo pe-
da Boa-vista com cmodo bastante para gado dentro da Praca, 120000 rs.; na
huma grande familia : na Praca da Boa- distancia de 10 legnas, 300000 rs. na dis-
vista D. 5. tancia de 20 a 30 legnas 50#000 rs., na
Humpreto cativo feori cozinheiro, de 40 a 60 800000 rs., na de 70 a 100
ao qual se da' 80000 mensaes : no Bote* 1200000 rs. e sendo que appareca o di
quim da ra das Cruzes D. 3. dito escravo pela Provincia da Baha,
Rio de Janeiro, ou outra qualquer Pro-
AcllOU-se. vjncia, como estas a pessoa qoe o remeter
'Um Bilhete de cobre ; a pessoa que para esta de forma que me seja entregue
Mope.-deu fale com Joze Mara da em Pemambuco tera' 2000000 rs, de gra*
Silva Bra-a na ra da Cadeia loje de fa- tifeacao, e as dospezas que fizer o dito
sendas NT* 6, que dando es signaes cer escravo sero a minho custa, e pela pre-
tos se I he entregara'. zente declaraccio que faco me obrigo a
Hum bilhele de cobre passado por cumprir tudo como acuna fica exposto
Manoel Themollo de Sa'; quem for seu que na Typografia bo Diario ica a minha
dono procure as cinco pontas em caza de firma por donde tco responsavel a pagar
Maboel Ignacio Monteiro que dando os a referida quantia a pessoa que roe ap-
signaes lhe sera* entregue. prezentar o dito escravo.
Declaro que a Provincia da Parahi-
FlirtOU-SC. ba, Rio grande do Norte, e Maaeio', nao
Um bilhete da rifa de Silva & Com- fico comprehendidas na gratificado de
,pauhia, o dia 22 de Junho do cor- 2000 rs. por serem Provincias vizinhas,
rente anno N. 2525, cujo lie perten- porem pelas distancias das legnas cima
cente a Quitria Eugenia do Espirito declaradas, sedara' a gratihaaco corres^
gaill0 ( pondente.*- Joaquim Joze da Silva Bairao.
i Pemambuco na Tgpoqrqfia d* Diario.


Full Text
xml version 1.0 encoding UTF-8
REPORT xmlns http:www.fcla.edudlsmddaitss xmlns:xsi http:www.w3.org2001XMLSchema-instance xsi:schemaLocation http:www.fcla.edudlsmddaitssdaitssReport.xsd
INGEST IEID E77W6X12D_0OUWA9 INGEST_TIME 2013-03-25T15:58:23Z PACKAGE AA00011611_01002
AGREEMENT_INFO ACCOUNT UF PROJECT UFDC
FILES