Diario de Pernambuco

MISSING IMAGE

Material Information

Title:
Diario de Pernambuco
Physical Description:
Newspaper
Language:
Portuguese
Publication Date:

Subjects

Genre:
newspaper   ( marcgt )
newspaper   ( sobekcm )
Spatial Coverage:
Brazil -- Pernambuco -- Recife

Notes

Abstract:
The Diario de Pernambuco is acknowledged as the oldest newspaper in circulation in Latin America (see : Larousse cultural ; p. 263). The issues from 1825-1923 offer insights into early Brazilian commerce, social affairs, politics, family life, slavery, and such. Published in the port of Recife, the Diario contains numerous announcements of maritime movements, crop production, legal affairs, and cultural matters. The 19th century includes reporting on the rise of Brazilian nationalism as the Empire gave way to the earliest expressions of the Brazilian republic. The 1910s and 1920s are years of economic and artistic change, with surging exports of sugar and coffee pushing revenues and allowing for rapid expansions of infrastructure, popular expression, and national politics.
Funding:
Funding for the digitization of Diario de Pernambuco provided by LAMP (formerly known as the Latin American Microform Project), which is coordinated by the Center for Research Libraries (CRL), Global Resources Network.
Dates or Sequential Designation:
Began with Number 1, November 7, 1825.
Numbering Peculiarities:
Numbering irregularities exist and early issues are continuously paginated.

Record Information

Source Institution:
University of Florida
Holding Location:
UF Latin American Collections
Rights Management:
Applicable rights reserved.
Resource Identifier:
aleph - 002044160
notis - AKN2060
oclc - 45907853
System ID:
AA00011611:00985


This item is only available as the following downloads:


Full Text
i I I -
^m
v
N. 387.
-r
Anuo de 1830.

DIARIO p$ PERJMAMBCO.
$ubscrvl-s* na Tipografa do mesmo Diaria raa Direita ft. e 367 1. andar esa atezas por 640 res hatna folh
qme sahiratodos os dias atis.
Sexta Feira 21 de Maio. Si Mancos B. M.
Prtomar as 3 horas e 42 minutos da tnanha.
-
H
ARTIGOS de OFFICIO.
DECRETO.
_,Ei por bem, Tendo Ouvido o Meu
Conselho d'Estado, Fazer"extensivo ao
Coppo d' Artilheria da Marinha, o Per-
da Concedido aos Desertores do Exerck
lo, pelo Decreto de dezoito de Outubro
ultimo; devendo por tanto gozar do re fe*
rido Perdao, aquel les desertores do men-
cionado Corpo, que se apresentarem nau-
ta Corte ao respectivo Commandante,
dentro do prazo de dois mezes, contados
do dia da publicacaodo prezente Decreto,
e as Provincias aos Presidentes dellas,
dentro do inesmo prazo, igualmente con-
tado do dia da sua publicacao as mesmas
Provincias. O Conselho Supremo Mili-
tar o tenha assim entendido, e faca exe-
cutar com os Despachos necessarios. Pa-
lacio do Rio de Janeiro em oito de Marco
de mil oitocentos e trinta, Nono da Inde-
pendencia e do Imperio.
Com a Rubrica de SUA MAGES-
TADE IMPERIAL.
Mrquez de Paranagua*.
dores, os admoeste severamente advertin-
do-os de que se continuarem a mal dezem-
penhar as suas obrigac^oes serao por isso
suspensos dos seos Empregos: de vendo o
mesmo Snr. Intendente Interino ficar na
iutelligencia de que se lhe fara' efectiva a
reponsabilidade pela execuc;aG desta Or-
dem, e pelos abusos praticados na Inten-
dencia, e Arsenal respectivo. Palacio do
Governo de Pernambuco 18 de Maio de-
1830 Pinheiro.
++
Discurso, e Proposta na Cmara Muid
pal desta Cidade.
H
o
'Onstando a este Governo, que os
Empregados da Intendencia da Marinha
esquecidos dos seos deveres, se condusem
no desempenho del les com a mais repre-
hensivel negligencia, deixando alguns de
comparecer, outros comparecendo tarde,
e negando-se aos trabalhos do expediente,
e bem assim, que os tra bal fiadores, Mes-
tres, Officiaes, eJornaleiros do Arsenal
entregues a relaxacao largao cedo o ser-
vico (que fazem vagarosamente) tendo
principiado tarde; Ordeno ao Snr. Inten-
dente Interino da Marinha, que chaman-
do os referidos Empregados, e trabalha-
^______________.~"*m. i -i, un
A muito, que as Ribeiras deste Bair-
ro, e do da Boa Vista se tornrao abrigos
de bandos de mendigos opprimidos de mo-
lestias i inmundas, asquerosas, e incura>
veis, e accusa com tao lastimosos, e no-
civos espectculos nosso criminoso desle-
xo, e deshumanidade. As scenas que ali
se represeutao provao, ou que os miseros
nao perteneci a' especie humana, ou que
vivem entre homens mais que barbaros.
Quatro, e majs dias se tem visto na Ri-
beira cadveres insepultos!!!
E que direi das casinhas dos ditos.
Edificios, que se acha convertidas em lu-
panares, e val hacoutos de gente escanda-
losa, e turbulenta ? Tudo no meio dos
Mercados Pblicos He tempo de acabar
tanto opprobrio.
Para affastar porem os desgranados
daquelles Lugares, necessario he alguma
cousa mais do que providencias para o
presente. Apenas o flagello da secca ta-
lar os nossos campos, e os das Provincias
do Norte, a transmigrado os vira' aug-
mentar, e de necessidade elles s* tera o
leit das calcadas, e o tecto do Ceo, se
comnv na-,pr0junB passada sfceca js* no
. JT
/>
i



m
*m

1558)

v
1
y
n
Ceo, e na dura trra acharem encost, e taobem a minha cartiaha em defeza da \f
urasalho. A providencia por tanto se de- onra, e probidade de um meo Companhei-
t* estender aos infellzes, que de futuro a ro d'arwaa, que illustra a nossa classe, o
calamidade dos nossos Sertoes faca des- CapitatfBento Tomaz Gonsalv^u tao vtt-,
cer ate* nos, alias as scenas se repetiro, mente caluniado no Cruzeiro N. 14 de
e sempre nos meamos theatros. Propo- 19 do corrente, pelo intitulado Inimgo
nho pois: __ d* Caletea. *'
1. Que se peca ao Excelentissimo Eu conheco o Capitao Bento Tomaz
Prezidente da Provincia, que faca reco- Gonsalves, desde a sua infancia, e muito
Iher aos Hospitaes do Paraso, S. Pedro especialmente desde que assentou Praca,
d' Alcntara, e Misericordia d Olinda os e nunca a sua conduta sofreo nodoa : boni
pobres doentes, que demorao, e habita Oidadao, elle tem sido respeitado em to-
nas Ribeiras, e Assougue desta Fregu dos os lugares onde tem estado : bom Mi
zia, e da Boa Vista, sempre com prefe litar, elle tem sempre gozado da estima, e
rencia a quaes quer outros doentes. amizade dos- seos Cama radas Superiores,
t. Que se examine o estado da e subalternos. Nesta Provincia onde este
Albergara de pobres na ra das Laran- Capitao se axa quaze a trez annos ha'
geiras* e alguma outra casa para tal fim mostrado pela regularidade do seo proce-
legada, se a ha'; e fazendo-se-lhes algu- dbnento quanto eu acabo de dizer. E se-
mas accommodaeoes compativeis com o ria possivel, que sendo elle mo, nao te-
estado do cofre da Cmara, sejao a ellas nha nesse nao pequeo espasso mostrado a
recolhidos os pobres doentes para os quaes sua maldade ? A quemja' pregou elle
nos Hospitaes faltarem lugares. calotes ? Se o Capitao Bento Tomaz
c 3. o Que se nao bastarem duas ca- Gonsalves, deve a alguem va' a sua caza
zas, ou for so huma a que exista, a Ca- receber o importe da divida, como elle
niara tome de arrendamento por tempo anunciou por este mesmo Diario.
certo outra mais, conforme for conveni- Quanto a historia de Paulo Jernimo
ente, a' fim de que de todo ae evite a ha- Bregaro, na6 a' nada mais revoltante. E
bitacao dos pobres, e doentes naquelles que se colige dessa historia ? Que o Ca-
Mercados, Pita Bento se apoderara de casticaes do
4. Que a Cmara authorise os res- Bregaro. Que lastima ? E supoem o cor>
pectivos Fiscaes para que, em seo nome, respondente do Cruzeiro desacreditar ao
e na conformidade do Art. 51 do Regi Capitao Bento? Mizeravel! Sao in-
inento, promovao, e effeituem o despejo frutuozas as tuas tentativas para desacre*
das meretrizes escandalosas, rixosas, e ditar a um Militar valente, e onrado, cu-
pessoas de suspeita, e vadios das casinhas jo carater, como disse, onra a sua classe.
das Ribeiras, e Assougue, dirigindo-se Mas para debelar mais vitoriozamente a
os meamos fiscaes' previamente aos Jui calunia do Inimigo dos Calotes, eu apre-
zes de Paz, segundo o 5. do Artigo zentarei em breve tempo um documento
5. do Regiment destes, alem da exe- irrefragavel a esse respeito.
cucao das Posturas a taes respeitos. Vou concluir Snr. Editor. O Capi-
5. Que se proponha ao Excelien- tao Bento Tomaz Gonsalves, tem em si
Vssimo Prezidente da Provincia hum Es- o mais completo elogio, e cada vez se faz
tabelecimento de Abrigo para os cegos, mais credor da estima dos omensonrados,
invlidos, e quaes quer pobres, que vivao pois que para isso muito concorre falar a
da ca/idade dos Fiis, e nao tenhao mo- sucia cruzeiratica em seo desabono.
rada, no terreno que faz o quintal do Hos-
picio da Penha. Casa da Cmara 17 de
Maiodel830.
# Mello.
O defensor da onra ofendida.
;

CORRESPONDENCIA.
Vjtf*. Edictor. A despeito do pro-
testo que eu fiz de nao en|rar em questes
tipogrfica*, nao peaso d4xtf fle^escrever
ED1TAL.
O Doutor Thomaz Antonio Maciel Mon*
teiro Fidalgo Cavaeiro da Caza Impe-
rial, Proffesso na Ordem de Christo,
Juiz dos Feitos da Cora e Fazenda
desta Provincia de Pernambuco por
8. M. I. que Deoe Guarde <5rc.
JC Ac saber, que por ordem da Junta
i


Ja Fazenda Publica* dirigida a este Juizo tas eouzas ; dirjanse a ra de S. Rita No
fe hade arrematar a quem mais der os se- va D. 18.
Quintes gneros existentes no Armazem Rifa-se hum Piano Forte, soperid
Jp extinto Commissaliado, cuja arrema- qualidade, entrada dez mil Tgis na ra
acaof tera' lugar, findos os das da Le Nova N. 22 ; para 30 de Malo corronte.
[no do coi turne.
'*# Quinhentos, e sessenta e quatro al- Compra-se.
queires, huma quarta, e meia de fannha IJUma mulata, ou crila, sem vicio
de mandioca;,- a saber 26alqueires e huma JClalgum, que seja bem parecida, sai-
^ quarta de boa qualidade e san avahada a ba cozer e engomar, de idade de 20 an-
1280 rs. cada alqueire, e 5.38 alqueires e nospouco mais ou menos: anuncie por
meia quarta com principio de mofo, par este Diario.
te da qual era mao estado ; mas as cir- Huma canoa pequea que carregue
cunstaneias de se aproveitar avahada a 3 a 4 pessoas, e esteja ainda em bom es-
800 rs. cada alqueire; e toda emporta em tado: anuncie por este Diario,
quatro centos sessenta e quatro mil e cem
rei8---........:-:-,:: f4$m Vende-se.
iluma arroba e doze libras de carne
seca ordinaria avahada a 640 rs. emporta TJUma preta de naca5 Loanda, de ida*
em oito centns e oitenta reis..... #880 JRlde de 35 annos pouco mais ou menos,
Vinte e trez arrobas dezenove libras, lavadeira, coze chao, e cozinha sofivel:
e seis oneas de toucinho arruinado de ran- na ra de Hortas D. 32.
90 que avaliarao a oito centos reis a arro- Verdadeiras bixas apanhadas nos
ba que emporta dezoito mil oito centos e Lagos da Villa de Santarem no Reino de
oitenta reis.................... 18$880 Portugal, chegadas ltimamente de Lis-
Duzentas e trinta e trez arrobas, boa, e por preco cmodo : na Praca da
trinta e huma libra e huma quarta de ar- Uniao Loje da esquina N. 21.
roz, parte milhor e parte ordinario, que Capim a 120 rs, a arroba : na ra da
avaliaraS hum poroutro a quinhentos reis Conceicao N. 153.
emporta em cento e dezesseis mil nove Hurna negra, nova, e de bonita figu
centos e oitenta e oito reia...... 116#988 ra : no Beco do Rozario 10 2. andar
Sessenta e quatro arrobas, e sette li- dos sobrados novos.
bras de sal avaleado a quarenta reis em- Hum negro, de bonita figura: na
porta doisinil quinhentos e sessenta e oito ra da Gloria caza D. 28.
rete. .........................24568 Hum negro com pouco temn> de ter-
Cinco de noventa e seis a vos de mi- ra, por seu Sr. pertender retirar-se deste
Iho, de alqueire de Pernambuco avahado Paiz : na ra da Cruz N. 56.
em sessenta reis................... #060 Huma preta que sabe engomar e la-
Recife 17 de Maio de 1830. ^ Joa- var, e hum preto que serve para o servico
quim Joze Ferreira de Carralho Escrivao de campo : era caza de Low Richardson
o escrevi. & Companhia no Forte (lo Mato.
Thomaz Antonia Maciel Monteiro. Trez moradas de cazas citas na Ci
m brad na ladeira do Varadouro: no Forte
AVZOS Particulares, doMatto emcaza de Francisco Antonio
de Faria.
OMordomo dos Expostos, rogaapes- Hum preto ladino de idade pouco
soa queexpoz na caza da Roda um mais ou menos de 20 annos, e proprio
menino pardo, que reprezenta ter 7 a 8 para qualquer servico de campo, e por
mezes as 7 horas da noite pouco mais ou preco cmodo : na ra do Rano-el *loja
menos, do da 18 do correnta queira de- 1). 37.
clarar se a dita crianca esta' baptizada, e Hum braco de balanca grandel? na
qual he o seu nome. mesma loja cima.
A pessoa que percizar de hum caxei- Huns aviamentos de fazer farinha.
rO hbil para loje, armazem, ra, oupa*/ ainda novos, que quasi nenhum uzo tem
(r4 outro qualquer emprego, com todos os tido, achao-se ni lugar da Piranga cam-
requizitos necesiarios para qualquer des* pina de Aflfgxdo*;: na casinha aojje' da

I
M
/
y\
&
r
\


mmm
i
Mr

/
\
k1** *-
l
s
Escravos Fgidos.
BOaventura, nacao congo, alto, gn
90, pouca barba, tem a cabeca pji
(1560)
\ ponte onde se tira es molas que ahi se lhe
___ JSdira' o lugar.
> Hum escravo ladino official de Sapa*
teiro, e mu bom purgador de assucar,
perito nesle officio, sem vicio algum, tada efe braneo, ar alegre, reprezenta' te?
de muitoboacond9ao, enfrio d'frica : de idade 30 a 35 annos : lezou carniza fl
era o escritorio de Mendonca. ra da Ca seroula d'algodar, baeta vermelha, chJP
* deia velha M. 55. peo de timb d'abas largas, fgido a 11
Carne de Monte Video de superior de Marco do prezente anno de 1830.
qualidade : abordo da Escuna Cezar, fun Simao, naca o congo, baixo, seco, bem
diada na praia doColejo defronte do Caes preto, pernas finas, pes pequeos, pouca
d' Alfandega ; ou a Joaquina Leocadio de barba: reprezenta ter de idade 28 annas:
Oliveira Guimaraens, em caza de Bento levou carniza c seraulo d'algodaS, baeta
Joze da Costa. vermelha, chapeo de palha groc,a e pe*
Arrenda-SC queno; fgido a 16 de Novembro de
1829: os aprehendedores levem-o aieu
UM primeiro andar em qualquer sitio Sr. que he Agostinho Bezerra da Silva
no Bairro de S. Antonio: anuncie morador no Engenho Ramos Freguezia
por este Diario.
Alluga-se.
4
escravas boas de todo oservico de
ra a quem as queira em pregar a-
de S. Louren9o da Matta o qual genero*
zamente recompensara' a quem os trouxer
ou d'elles denunciar.
Agostinho, crilo, estatura alta, i
dade 90 annos, muito preto, olhos gran*
the Septembro: na ra doColejo venda des, rosto comprido, o beico inferior gro-
D.9. 90, e cahido, alhuns dentes popres, per-
FlirtOU-Se, as delgadas, e compridas, pes grandes,
e tem hum calombinho no lado esquerdo,
OU perdeose no fm do passado roez hum pouno abaixo das costellas, de huma
de Abril huns corazes do brac,o de ferida ; levou carniza, e siroula de brim,
huma crianza, com enfeitos de ouro ; chapeo de palha ordinaria de copa alta ;
quem del les souber anuncie por este Da- auzentou-se no dia 26 de Janeiro prximo
rio que sera* bem recompensado. passado : os aprehendedores levenvno a
No dia Quinta feira 13 do corrente, caza de Joze Antonio Alves da Silva, as
no Engenho Jaguaribe. junto ao lugar da Barrenas, Bairro da Boa-vista, que se-
Maricota, hum quarto russo pedrs, bas- rao generosamente recompensados,
tante gordo, com o ferro da letra Q com Thereza, alta do corpo, fulla, eos*
duas pernas, na perna direita, tendo duas Juma a andar com hum pao da costa com
queimaduras pretas, e semjpello nos quar- riscas brancas e encarnadas, e de nacao
tos trazeiros. Sabe-se que foi condusido Canuhundongo : os aprehendedores le-
com mais tres quartaos, por duas pessoas, vem-a ao Pateo de S. Pedro D. 10.
que os offerecerao.a venda na Casa Forte,
no dia Sabbado, e como nao os vendecem '
teguirao para o Sul ; quem do mesmo ti*
ver noticia, ou apprehender dirjanse a
casa de Joze Antonio Alves da Silva, as
Barreiras, bairro da Boa Vista, ou ao En-
genho d' Agea na ribeira de Afaripe, de
Henrique Poppe Girao, que sera' genero*
zamente recompensado. JLJl* 17 do corrente. nh Gibraltar ; B.
, Inglez Brothus, M, John Ferguson, e-
Amas de Leite. quip. 10, carga algodao, e assucar.
HUma crila forrra, e de boa conduc- Dia 18. hh Rio Grande do Sul ; B.
ta : na ra do Queimado loje-xie Se- E. Pampeiro. M. Joze Francisco Dutra,
rigueiro. equip. 14, carga sal.
Noticias Martimas.
Sahidas.
D
buco na Typofjrqfia do Diario.


Full Text
xml version 1.0 encoding UTF-8
REPORT xmlns http:www.fcla.edudlsmddaitss xmlns:xsi http:www.w3.org2001XMLSchema-instance xsi:schemaLocation http:www.fcla.edudlsmddaitssdaitssReport.xsd
INGEST IEID E30R2UT9Y_4EPU73 INGEST_TIME 2013-03-25T13:04:57Z PACKAGE AA00011611_00985
AGREEMENT_INFO ACCOUNT UF PROJECT UFDC
FILES