Diario de Pernambuco

MISSING IMAGE

Material Information

Title:
Diario de Pernambuco
Physical Description:
Newspaper
Language:
Portuguese
Publication Date:

Subjects

Genre:
newspaper   ( marcgt )
newspaper   ( sobekcm )
Spatial Coverage:
Brazil -- Pernambuco -- Recife

Notes

Abstract:
The Diario de Pernambuco is acknowledged as the oldest newspaper in circulation in Latin America (see : Larousse cultural ; p. 263). The issues from 1825-1923 offer insights into early Brazilian commerce, social affairs, politics, family life, slavery, and such. Published in the port of Recife, the Diario contains numerous announcements of maritime movements, crop production, legal affairs, and cultural matters. The 19th century includes reporting on the rise of Brazilian nationalism as the Empire gave way to the earliest expressions of the Brazilian republic. The 1910s and 1920s are years of economic and artistic change, with surging exports of sugar and coffee pushing revenues and allowing for rapid expansions of infrastructure, popular expression, and national politics.
Funding:
Funding for the digitization of Diario de Pernambuco provided by LAMP (formerly known as the Latin American Microform Project), which is coordinated by the Center for Research Libraries (CRL), Global Resources Network.
Dates or Sequential Designation:
Began with Number 1, November 7, 1825.
Numbering Peculiarities:
Numbering irregularities exist and early issues are continuously paginated.

Record Information

Source Institution:
University of Florida
Holding Location:
UF Latin American Collections
Rights Management:
Applicable rights reserved.
Resource Identifier:
aleph - 002044160
notis - AKN2060
oclc - 45907853
System ID:
AA00011611:00924


This item is only available as the following downloads:


Full Text
N. 491.
Anno de 1830,
. -if- -..'

a,
DIARIO DE PERNAMBUCO.
Sablera ve-se na Tipografa do mesmo Diarto roa Direlta N. S07 1. andar ara ese* por 040 res asna fclba
oe saaira todos os dias otis.
Segunda Feira 4 de Outubro. S. Francisco de Assiz.
Preamar a* 6 lloras 6 minutos da tarde.
W
*
ARTIGOS db OFFICIO.
T
XLlustriisimo, e Excellentiwimo Snr.
Queira V. E. a'vista das requizicoes, que
no Officio incluzu acaba do fazermeo
Dezembargador Ouvidor Geral do Crime,
tendentes a' manotencao do socego Pu-
blico, e segu anca individual, expedir ai
anas Ordens, para que ellas sejao satisfei-
tas, como roelhor convier. Dos Guarde
a V. E. Palacio do Governo de Pernam-
buco 15 de Setembro de 1830, Joa*
quim Joze Pinlieiro de Vasconcellos
Illustrissimo, e Excellentissimo Snr. Ben-
to Joze Ltmeoha Lilis, Commandante
das Armas Interino deeta Provincia.
Fernando Joaquim da Annunciacao Si.
queira Va reja o.
o
A
Curveta Maria Iza bel, de que he
Commandante o Capita de Fragata Joze
Joaquim Ha pozo larga a manha des te
Porto onm destino a' etse Presidio a* con-
ducir o Capelbo, que vai render o que a*
h &e aclia destacado : he elle o Reveris
do Joaquim Eurazio da Cruz, ao qual
V. S. tratara* com aquella Gonsideracao,
que he devida ao seo Estado, e nao acn-
tela, que elle se queixe de V, S,, como,
tem acontecido aos seos antecessores, que
todos se tem queixado das violencias dos
Commandantes, rom quem tem destaca-
do. Incliza remetto a Relacaodos pre-
zos Sentenciados a* degredo para esa I-
lha, e cujas Guias llie sero entregues pe*
lo Commandante da dita Curveta. E pe-
la Junta da Fazenda lhe vao remedidos
alguns Gneros, dos que requezitou, co
rno constara' do Officio, que os acompa-
nba. Dos Guarde a V. S. Palacio do
Governo de Pernrmbuco 15 de Setembro
ele 1830. h-i Joaquim Joze Pinheiro de
Vasconcellos >* Snr. Teen te Coronel
Graduado Commandante do Presidio de
Dezembargador Ouvidor Geral do
Crime para verificar a falsificacao dos
Documentos que acompanharao a' polvo*
ra, que foi embarcada na Sumaca Beija
Flor, tem de ir a' essa Intendencia no da
1f5 do crrente fazer certas averiguares:
V. S. nessa intelligeneia lhe subministra-
ra' os esclarec mentos, que elle exigir, f-
cil i tando-1 lies todos os meios de bein fa
zer8e a diligencia. Dos Guarde a V.
S. Palacio do Governo de Pernarnbuco
15 de Setembro de 1830. Joaquim Jo-
ze Pinheiro de Vasconcellos Snr. Ca
pjtao Teen te Intendente da Mari n ha
Antonio Pedro de Carvalho.
%J Dezembargador Ouvidor Geral do
Crime, tendo de proceder a' devassa dos
dois prezos, que fugiraodesse Hospital
no dia 8 do corrente, requizita, que os
Empregados respectivos compareca a'
manha as Cazas de sua rezidenca, pa
ra deporem o que a tal respeito souberem.
V. S. assim o determinara* aos referidos
Empregados. Dos Guarde a V. S. Pa
lacio do Governo de Pernarnbuco 16 de
Setembro de 1830 Joaquim Joze Pi-
nheiro de Vasconcellos Snr. Doutor
Primein* Medico do Hospital Militar Joze
Eustaquio Gomes.
JEXpeoi ordem, para que os Eui prega*
dos do Hospital Militar compareca a ma-
nha as Cazas da sua rezidenca, para
deporem na devassa a' que tem de proce-
der pela futida dos prezos que no mesmo
se ada vao, conforme V* S, requezita
em seo Ofhcio de 1 ion tem. Dos Guarde
a V. S. Palacio do Governo de Pernam*
buco 16 de Setembro de 1830 Joa?


tpdm Joze Pinheiro de Vasconeellos.
Sur. Dezmbargador Ouvidor Geral do
Crime Gustavo Adulfo de Aguilar.
Avizos Particulares.
NAo estando deefeita por alguma ma-
neir legitima a Sociedade contrac
tada entre Joao Rofino da Silva Ramo,
e seu Irmao Jcze Eugenio da Silva Ra-
mos dehaixo da firma de Joao Rofino &
Irmao, o socio Joze Eugenio da Silva Ra-
mos anuncia ao Publico estar essa mesma
sociedade em todo o seu vigor, e que as
suas tranzacoes se continuaras como dan-
tes, dehaixo da mesma firma; ficando
sem e Afeito o anuncio inserido no Diario
do 1. do corrente Outubro, o que so te-
ve lugar pelo estado de preocupado, em
que se achava o mesmo Joao Rofino.
Qualquer Sur. Mestre da lingoa
Franceza, que queira ensinar hum disc-
pulo que ja tem principio da mesma lin-
goa, dirija se a Boa Vista no sobrado D.
30, defronte da Ribeira, para tratar do
ajuste.
*-< A pessoa que anunciou no Diario
querer comprar huma dusia de cadt-iras,
e 2 bancas, dirija-9e a ra do Fagundes
D. 18.
i-< Perciza-se dehum homem solteiro,
ou cazado que queira hir para hum sitio
pequeo, e perto da Cidade para tomar
sentido, e pode plantar para si, (sendo
pessoa capaz) ; falle cm o destribuidor
deste Diario, da Freguezia de S. Fr, Pe-
dro Goncalves.
h A pessoa que pelo Diario de Quinta
feia 30 de Setembro, anunciou a venda
de huma preta de nacao, que sabe cozi-
nhar, engomar e lavar, queira dirigir-se
a ra da Guia caza N. 36, que achara'
pessoa que a per ten de.
hh Felis Joze de Mello participa ao res-
peitavel publico, que elle tem estabeleei-
dono buco junto a praca do Comercio,
hum botequim com as bebidas necessari-
as ; almocos ejantares do modo que fbr
pedido : bem como no primeiro andar so
bre elle, huma caza de Pusto ataviada
com a precisa decencia, aceio, e limpeza,
suprida completamente de tudo quanto
intereca em satisfacao dos que a quizem
onrar, tanto no bom gosto das variedades
de comidas, exoellentes macas, como d
mais que for apetecido a preenxer o apeti*
te dos seos onradores ; esmerando-se o ma-
is possivel a desempenhar o criterio do a
nuncio, para acreditar-.se nos seus inters-
ses, no que tem toda utilidade, e conten-
ta ment. O mesmo anunciante igual me tu
te declara ter decente agazalho para pes-
soas de qualidade com familia, ou sem
ella, d'aqui, ou de fora, sendo para tal
fim procurado ; igualmente dar almocos,
ejantares a alguns Snrs. em sua propria
caza a hora determinada, e da maneira
que for convencionado.
Joao Carlos Mari nlio Palhares, fae
sciente ao repeitavel Publico, que deu a
luz huma rifa correspondente a segunda
parte da sexta Lotera do Seminario de
Olinda, na qual da* ao N. igual ao em
que em dita Lotera sahir o maior premio
hum lindo relogio d'ouro, com o moa*
trador de prata, muito moderno, e perfei-
to no regular ; e juntamente huma cadeia
tabem mpderna, com quatro voltas de
traricelini, duas argolas, e hum passador,
tudo douro superior, formando o valor
do total dos bilhetes/ que sao de quarenta
reis, e achao-se a venda *h no bairro do
Recife na ra da Cadeia, venda de Auto-
nio Joao da Silva, no de S. Antonio no
pateo da Matriz, botica de Joao Moreira
Mar grafa Fidedgna ; e no da Boa Vista pa-
te da Sarita Cruz, botica de Joze Mara
Freir Gaieiro, em a quina da ra do
Sebo*
Jaze Zacaras de Carvalho, dando
a luz o plano da sua rifa que pertende uU
timar, e nelle publicando ter extracto
com a Lotera do Seminario, se eequeceo
dizer que tera' extraccao com a segunda
parte da sexta Lotera, o que agora faz
para inteligencia do re*peitavel publico:
assim como aviza, que alem dos lugares
onde fez avizo a venda dos bilhetes ; a-
chao-se de mais a vender no bairro do Re-
cife, becoda Lingoeta caza N. 85, em
S. Antonio, botica de Joao Moreira, no
pateo da Matriz, em Olinda ra do Ain
paro, botica do Pinheiro, e no pateo de
o. Pedro Novo, venda do Lajes,
n No da 27 de Setembro, hum preto
ganhador, conduzindo duas pessas de li-
nhage ordinario, fugio com as mes mas,
aproveitandose de hum pequeo descui-
do da pessoa a quem segua ; pede -se a
pessoa a quem foi vendida a dita fazenda,
que a mande entregar na padaria da ra
da Sauzal la Nova N. 7 ; o que nao ia


0187)
Vi
sendo prpteata.se ha velas por meios Judi-
ciaes, e proceder-se contra o comprador
do dte roubo, logo que appareca, o preto
queheconhecido,
^ Rogare a pessoa que por engao*
ou emprestimo levou da Botica de Joao
Pereirada Silveira na ra doRozario D.
1I hum chapeo de sol francez de seda cor
de cafe' cabo de pao ja uzado queira fa-
zer o favor restiluilo ua mesma botica,
que se lhe ficara'obrigado.
~ Qem quizar huma mulher para a*
ma de urna caza, apta para todo o serv-
co; procure na ra das Trinxeiras caza
N.<= 211.
- Subscre ve-ae para a obra intitula-
da m Rezumo Statistico-Historico dos
Estados Unidos da America Septemtrio-
nal por F, B, Cidadao Brazileiro, pelo
pre9o de 4^000 rs. recebendo-se ja o 1.
volume, e os de.nais a proporcao que fo
rem sahindo do Prelo, no Rio de Janeiro:
obra esta aem de interessante muito bem
impressa, em elegante tipo, e bom papel:
ua Tipografa deste Diario.
Olinda,
-* As folhas iaipreisas da quarta parte
do Compendio Fortuna achad-se no lugar
do costume, onde os Srs. Acadmicos as
podem mandar reteber.
Compra-s.
2Qartaos quesejao gordos ; quem
os tiver, anuncie por este Diario.
Vende-se.
OU alluga-se, duas canoas de condu-
zir agoa de hum so' pao em muito
bom uzo, que carregao cinco patacas ca-
da huma de dez rs. o balde : em fora de
Portas lado esquerdo N. 55*
h Bixas chegadas no Brigue Vera
Cruz: na venda de 4 portas na ra do
Vigario N. 22, que volta para o Forte
doMattode80, a320rs.
?n Urna preta dogentio, de 30 a 35
annos, sem vicios, boa lavadeira de br-
rela, e faz bem os arranjos de urna asa :
na ra do Cabuga* D. 1, 1. andar.
Potassa da primeira qulidade che-
gada prximamente, Taxas de ferro de -\
todas as dimencoes; Moendas horizQotaes
e perpendiculares, e Rape* Princeza tudo '
por preco cmodo : na ra do Colegio
w* Espingardas de muito boa qulida-
de, proprias para cacada, e da excellen
te Fabrica de Lge: na ra da Cruz
Xf 4.
Plvora fina da Fabrica do Rio de
Janeiro, a dinheiro, ou a prazo: no For.
te do Mato em caza de Francisco Mauoel
da bilva Tavares.
25 Taboas de amarelo de custado
para qualquer obra ou concert anda em
bom uzo : em fora de portas no adro do
Pilar N. 153.
Huma negra crila de Loanda, de
idade de 30 annos, boa cozinheira, e abil
para todo o servio de huma caza: na
Pracinha do Livramento D. 24.
i ^ ?u.m nero de na idade de 30 annos, sadio, com officio de
capmheiro e sem vicio algum: na ra de
ManoelCcoD. 10.
^ Huma crioula de idade de 20 annos
sem molestia nem vicio, coze xao, faa
lavannto, engoma lizo, cozinha sofriveU
mente, fasalgumas qualidades de d(ees,
e arranja bem urna caza tanto em aseio)
como tratar de enancas: na ra daMa7
dre Dos sobrado que fica defronte do be-
co do Encantamento.
For precizao, hum molato com 24
annos, sem vicio algum; pescador do alto,
bom jangadeiro, e canoeiro, grande mer
gulhador, factor de curraes, e de toda a
armadilha de pesca: em Ponta de Pedra, *
a tratar com Domingos de Albuquerque
Montenegro, e nesta Praca com Ignacio^
Joze Marques Braga, ra do Crespo caV
za 2.
^ Gigos de louca azul e taobem pin
tada de todas as qualidades, e taobem 4
vende contada, e Bixas efFectivmenle to-
cio por preco cmodo: na ra da M.4dr
Dos defronte da porta prineipal da I-
^ Hum terreno atrs de S, Tfiereza, ?
na ra do Padre Lobato, com 30 palmos S
circulado todo de alicoree, e com dez sol-
leiras ja promptas, e mais algumas pe-
das : na ra do Livramento loja de coiros
D, 20. /
-i Sedas do ultimo gosto chegadas ul<
timamente as cores mais agrada veis por
ser branca, cor de roza, eazul, assn
[como preta, bonitos pescocinhos de hV
de linho para Senhoras, meias de seda de
pezo Inglezas, vestidos de setim brancos
bordados de prata obra muito rica, e pen*
tes de tartaruga da ultima moda : na Pra-
ca da Uiiiao loja que foi do Avelino nm
meros 31 e 32,


(3188)
Huma negra de idade de 14 a 15
annos, cora principios decozinhar, e la-
var, e stm vicios : na ra do Livramento
armazem de louca.
Hum citio na Cidade de Olinda ao
pe* da lgrtja de N. S. Guadlupe, com
grande caza de pedra e cal, muitat fru.
teiras, capin d' planta, e trra de plantar:
no mesmo, ou nat cinco pontas sobrado
N.5.
>-i Huma preta ladina, sem vicios, bo*
nit figura, cozinha, e faz todo o servido
de huma caza: as cinco pontas sobrado
N. 5, e se dir o motivo porque se vende.
Arrenda-se.
HUm citio no Manguinho com boa
caza de vivencia, boa baixa paraca-
pim, e bastante arvoredo ; em caza de
Bernardo Joze Carneiro Monteiro, no
Aterro da Boa-vista.
** Hum citio de trras suficientes, para
ter vacas de leite, embora nao ten ha ar*
voredos, io' sim campo que sirva para
pastar huma porc,ao de vacas a sua satisfa
cao: na ra Direita sobrado D. 2.
Alluga-se.
OU da-se vendagem a duas negras, ou
moleques para venderem pelas ras o
que se oferecer ; quem os tiver dirjanse
a ra de S. Cruz defronte da Ribeira nova
da Boa-vista D. 27, ou anuncie por este
Diario.
m Huma caza terria no Bairro de S.
Antonia, na ra do Rangel, Cruzes, Di
reita, ou Livramento, ou em lugares ad-
jacentes, que tenha trez camarinhas, ca-
cimba propria, quintal murado, e que
nao exceda o seu aluguer de 6$000 rs.
mensaes; quem a tiver dirija-se a Tipo-
grafa deste Diario, que se he dir a pes-
soa que a pertende.
** Hum moleaue para o servico de hu-
ma caza pagndole*!he diaria, ou men-
salmente; quem o tiver dirija-se a ra da
Conceicao da Boa V9ta D. 21.
* Huma preta liberta, fiel, e gil pa-
ra ama de caza e servico da mesma; quem
a quizer procure na ra de orlas sobrado
da esquina D. 26.
-4 Duas cazas milito sofriveis no lugar
da Ponte de Uchoa para o tempo da fes-
ta : e taobem hum citio animal; falecm
.' *
Joze Carlos Teixeira no mesmo lugar que
Ihe dir' quem as tere.
hh Hum sobrado por detras da Matriz
da Boa Vista, com grande quintal; falla
com o mesmo aeima dito.
-i A caza da ra da Cadeia do Recifc
N. 57, ptimamente reparada de novo,
contendo loja, armazem, 3 andares li-
vres, e hum grande sotao, com muitos, e
excellentes cmodos, propria para resi-
dencia de qualquer Negociante, ou de u>
ma familia nqmeroza, e rotse duvides-
pacar o arrendamento por alguns annos ;
quem a pertender dirija se ao Forte do
Mattos, a Prensa de M a noel Joze da Sil-
va Braga.
Viagens. |
IEgue viagem para o Rio de Janeiro
Jathe 7 do corrente Outubro o Brigue
E-cuna Hamburguez i-t Julia hh quem,
nelle quizer carregar ou hir de passagem
dirija se a seu Consignatario Mauoel Joa-
quim Ramos & Suva.
Escravos Aprehendidos.
FOi prezo no dia 30 de SepUmbro do
auno prezcnte, a noite no Engenho
Bulhoena hum escravo novo, o qual nao
sabe dizer quem he seo Snr., quem for
seo dono quera dirigir-se ao mesmo En
genho que dando os signaes certos Ihe se*
ra' entregue.
Escravos Futidos.
DAniel, negro denaclso, de 18 a 20
anos de idade, baixo e grosso docor-
po, cara redonda, roaos e pea pequeos,
bracos, pernas, e beicos grossos, tem pe*
las coitas queimaduras da sua trra, he
algumacouza fulla, levou vestido duas
carnizas, eduas seroulas de *lgoda5, e
chapeo de baett. Venceslau, de 12 a 14
annos de idade, seco do corpo, cara des
carnada, bastante esperto evivo, levou
vestido calc,a de riscado azul ja uzado, ^
jaqueta de xita aroareUa, porem ja muito
desbota, e levou huma trouxinha com ca-
rniza!, ambos estao aprendendo o cilicio
de Tanueiro, e o cabrinha ja intende al- *yg
guma couza do officio, frgidos no dia 28
do passado do Engeuho Calara*: os apre-
(tendedores levem-os a ma do Trapixe da
Alfandega velha N. 4, onde receberao
o chado, ou ao mesmo Engenho.
C
Pernambuc* na Typoqrufiu d* DUuri*.


Full Text
xml version 1.0 encoding UTF-8
REPORT xmlns http:www.fcla.edudlsmddaitss xmlns:xsi http:www.w3.org2001XMLSchema-instance xsi:schemaLocation http:www.fcla.edudlsmddaitssdaitssReport.xsd
INGEST IEID EVJ50188P_HOSY0Z INGEST_TIME 2013-03-25T14:41:38Z PACKAGE AA00011611_00924
AGREEMENT_INFO ACCOUNT UF PROJECT UFDC
FILES