Diario de Pernambuco

MISSING IMAGE

Material Information

Title:
Diario de Pernambuco
Physical Description:
Newspaper
Language:
Portuguese
Publication Date:

Subjects

Genre:
newspaper   ( marcgt )
newspaper   ( sobekcm )
Spatial Coverage:
Brazil -- Pernambuco -- Recife

Notes

Abstract:
The Diario de Pernambuco is acknowledged as the oldest newspaper in circulation in Latin America (see : Larousse cultural ; p. 263). The issues from 1825-1923 offer insights into early Brazilian commerce, social affairs, politics, family life, slavery, and such. Published in the port of Recife, the Diario contains numerous announcements of maritime movements, crop production, legal affairs, and cultural matters. The 19th century includes reporting on the rise of Brazilian nationalism as the Empire gave way to the earliest expressions of the Brazilian republic. The 1910s and 1920s are years of economic and artistic change, with surging exports of sugar and coffee pushing revenues and allowing for rapid expansions of infrastructure, popular expression, and national politics.
Funding:
Funding for the digitization of Diario de Pernambuco provided by LAMP (formerly known as the Latin American Microform Project), which is coordinated by the Center for Research Libraries (CRL), Global Resources Network.
Dates or Sequential Designation:
Began with Number 1, November 7, 1825.
Numbering Peculiarities:
Numbering irregularities exist and early issues are continuously paginated.

Record Information

Source Institution:
University of Florida
Holding Location:
UF Latin American Collections
Rights Management:
Applicable rights reserved.
Resource Identifier:
aleph - 002044160
notis - AKN2060
oclc - 45907853
System ID:
AA00011611:00764


This item is only available as the following downloads:


Full Text
*.
mmm
lili 'll llllI
f ,,
r?

ArHfde 1830.
%
f DIARIO DE PERNAMBUCO.
! Sobsereve-fe na Tipografa do mesmo Diario roa Direlta W. J7 I. andar en neies por 040 re huma folha
que lahirtodos os das uteis.

Segunda Feira 26 dr Abril. S. Pedro de Rites B.
-
Prtamar as 7 horas e 42 minutos da manha.
*h\*


COMUNICADO.
Srs. Juizes de Fado,
as muitp de caso pensado espalhao notiw
cas pouco lisnngeirrs, e mesmn aterrado-
ras, para que vos nao reunae) neui por
considerado alguiua; por quanto o
sfSTA'a chegar odia 7 d*Maio, apra Bem Publico deve antepnr-se a ti na e
zado para a reuna5 do Respeilavel Tri- qualquer considerado humana : seja ab
bural do Jury: esperamos, que vos, Srs. solvido o innocente, e o culpado conde -
Juizes de Facto comprenles todos n'esse 'nado, pois soassim he que podis desem*
da e nos inmediatos, a fim de continua* penhar a conanca, que em vos pozerao
rem as acensares ja pendentes desde o vossos Concidadaos, os quaes vof enchje*
anuo atrasado, e de terem cometo outras rao de heneaos, e louvores se serviris hem
que, temase prximamente intentado por a Patria ; e de maldicoes, e vitoperios,
abuso da Liberdade de Imprensa. se, por vossa condescendencia, comtein*
Todos gritao, e o clamor he geral placoes, rceos, ar" deslexo perigar a
contra este mal, o qual as follias absolu- Constituido $o Imperio, e a Indepe:i
tistas n* o Cruzeiro, e Amigo do Povo deucia do Brazil ; a honra das familias
de proposito tem levado ao ultimo apuro nao for respeitada, o crdito e repita cao
para de tao celestial instituicao constitu- do Em pregado Public for dep remido, a
cional, a Liberddde de Imprensa, otCo. Religiao insultada, e a moral publica
lumnas tirarem argumentos contra a for- corrompida.
ma actual do nosso Governo, que elle* o- As causas dos abusos da Liberdade
deaode morte; como 9e porque a Justica de Imprensa que ja pndem eas que se
ein Pernambuco nao pode estar mais mal va o comecar; Srs. Juizes, sao no tundo
administrada, pela corrupcao da maior pertencentes a todos; julgai^as, confor-
parte dos Juizes, e seus Oiiciaes, deve-se me vossa consciencia, segundo a Ley;
argumentar, e dizer, que nao deve ha ver vede que toda a Provincia tem so-
Justina. He preciso pois, Srs. Juses de bre rs os ohos fitos, e que tao cens^ura-
Facto, que nao faltis a essa reuniao as- dos haVeis de ser se absolverdes o culpado,
8m os queja fosteis convocados por hum como se condenardes o innocente. He
edtal, que ha'tempos foi publicado no perciso por termo, e mesmo oppor barrei-
Cruzeiro (Testa Provincia, como vos que ra a desenfreada licenca de Imprensa;
entao esta veis presos pelas pronuncias as certamente esta nao foi instituida para
deyassas de eterna memoria, dos pas- causar os males, quevsta^* vendo ; rea-
quins, e da chamada rebelliao de S. An* ni-vos, Srs. Juizes no dia 7 de Maio, para
tao, e que hoje vos achaes soltbs e livres atalhardes o seu progresso ;^mostrae aos
desse trama urdido pelo Juiz de direito, Columnas a vossa Constitucionalidade, e
seus dous Escrivaes, e mais Columnas, que nao sois surdos ao clamor cofttra o
Todos vos, Srs. Juizes, sois moradores abuso da Liberdade de Imprensa ; dai
nesla Praca por cuja rasao nenhuma des- hum testemunho publico de que respeita*
culpa tendes se faltardes a tao honrosos es a Ley, cumprindo os vossos deveres:
trabalhos, Na5 vos furteis ao comprimen- na5 vos popis, Srs. Juizes, a nenhuma
to de vossos deveres, nem vos acovardeis fadiga a trabalho para por limites aos
por terrores pnicos (.porque os Colum grandes omfet de quitamos ameacado
/
V



*?
~-
*

.'. i mm
*-..

i
(1480)
1
p^rabuso tao criminoso. A Constituicao
do Imperio, a Independencia do Brasil,
e vossa vda privada mesma, que todos os
diasestaoexpostos aos ataques dos abso-
lutistas, publicados no Grnzeiro, e Ami
go do Povo, sao objectos mui caros e sa-
grados, e vos devem merecer algum cui-
dado, e sacrificio, pois como bem observa
hum sabio i-H Se quando se tracta dos ne-
gocios do Estado todos dizem, que me
importa? Deve se contar, que o Estado
est perdido, i-h
Sou, Srs. Juizes
Vosso Respeitador.
>
.

Hum Eleitor.

SAHIO A LUZ.
Oracao de Accao de Gracas, reci-
tada na Igreja de S. Pedro, no dia
5 de Marco, Anniversario do Jurament
de S. M. o I. a Con9tituicao, pelo P.
JoaS Baptista da Fonceca. Vende-te n
Tipografa do Diario Preco 160 res.



' _-
Avizbs Particulares.
UalQuer pessoa que for capaz de
construir hum reputo de agoa no
meio do Tabolado do Theatro desta Ci-
dade cujo impulso devera' subir athe meia
altura do mesmp ; Comparece no The-
atro a falar com o Emprezaro, ou com o
director, que sera' bem pago do seu in-
vento: adverte-se que o devera' aprom
ptar com toda a brevida 'e possivel, pois
he para a Opera do dia dois de Maio sem
falta.
Acha-se urna carta vinda de Lisboa
na ra do Queimado N. 7 terceiro an-
dar para o Snr. Pedro Manpel Duarte de
Arauio Gondim ; e como o Hito Snr. nao
existe nesta Provincia, $ode qu&lquer
dos seus parentes, ou amigos, (fie com
elle tenha relacao, ir recebe-la para a fa
zer remeter a fim de lhe ser entregue.
Pede-se ao Snr. que teve a bonda-
de, e feliz lembranca de beneficiar a a
goa do Montei;V) fzendo-a conduzir de
um lugar rpais puro, e livre das imundi-
cies da lavage de ropas para ser distribu-
ida nesta Praca com limpeza, haja de fa
zer publico por este Diario os nomer da-
quelles Senhores de canoas de agoa, que
com elle tiver em contratado para a receber
beneficiada, a fim de que possa mandar
o meu moleque comprar o meu balde del-
la no depzito, que me ficar mais perto,
< -
o que pode despertar o dezejo a bualqftr
que for taobem amigo de agua limj^a.
Como sendo procurado o cuzinheiro^
que nunciou no Diario 364 morar na{
ra do Burgos N. 5, nao foi achado, di-
rija-se a Typografia deste Diario, qual-
quer dia a tarde onde se podera' ajustar
com o Administrador da mesma* .
A pessoa que anunciou no Diario
querer comprar huma porcao de sera de
Carnauba, dirija-se a pracinha do Livra-
mento N. 48* ou no Recife .na ra da
Madre de Deus, loga de ferraje N.
201.
Quem quizer se utilizar do presumo
de huma Sen hora para engomar e lavar,
procure em Olinda na ra dojogo da
bola, caza N. 3.
Segunda vez tenho a honra de anun-
ciar, o Respeitavel Publico, que me a
cho authorizado pela Viuva, do falicido
Matheos Roiz Lima, a qual por carta de
3 de Mar Lisboa, escrita pelo Tfstamenteiro Pedro
Rodfigues Lima, e documento por elle re-
Miettido a reconhege medra do Cazal, e
cujo motivo o abaixo assi^nado como por
seu Procurador convida a todos os Snrs.,
que forem devedores ao mesmo Cazal ha-
jao de dentro de 15 dias contado* do dia
em que pelo Diario for este anuncio pu-
blicado de compreserem na caza de sua
rezidencia na ra do Mondego D. 16 das
seis oas da man ha, athe as 8 ou na ra
da Cadea, de Santo Antonio no 3. an*
dar da propriedade D. 11 das 2 oras da
tarde athe as 4 para ajustarem as suas
contas nrmente o Snr. Padre Antonio
Joao Davi morador em fora de Portas
pois me afirmad ser o Procurador que o
falicido tinha nesta Cidade assim como o
Snr. Joze Joaquim Teixeira Pal ha, que
negociava no Aracati pois me a firma o de-
ver 2:000$ reis pouco mais ou menos
C segundo me dizem ) eo anunciante pro-
testa proceder Judicialmente contra todo e
qualquer Snr., que se negar ao ajuste de
contas pois que o Direito, que tem o Tes-
tamenteiro de arrecadar em Lisboa he o
mesmo, que asiste a meeira e inventan*
ante do Cazal, nesta Cidade, Recife 23
de Abril de 1830. ,
MarcelUno de Campos Quaresma.
Compra-se.
Obra intitulada ensaios sobre o en*
tendimento humano, por Lock em

A
i
--{
>s
I
/r


f
i-. L.
,'i-v'i-'\ii
M81)
*

ou portuguez; na na nova taza
25.
lum selim de homem com cabeea-
vdas de lustro, embomuzo; anuncie pe*
lo Diario para ser procurado


v
tanha, anda novo, a muito bom carrega-
dor: na Praca da Boa-vista venda de 3
portas D. 7.
Hum escravo cabra de idade de 19 a
29 anuos, aprendiz de carreiro-: na ca-
luma escrava costnreira para fora za doSr. Juiz de Paz do Bairro de S. An
da trra: na ra Nova Botica do Pinto tonio.
N.? 27. '

'
K
Alluga-se.
Ma caza terria no Bairro da Boa-
vista, que tenha cacimba : anuncie
este Diario.
Duas escravas moc,as robustas lava-
deiras, e cuzinhao sofrivelmente o com-
mum : no sobrado de dous andares ao pe
an-
Vende-se.
"Uma caza na ra da Conceicao de
_,Beberibe com bons cmodos, quem
a pertender dirija-se a viuva do Sargento
Mor Francisco Antonio Ferreira Pas*
sos*
Huma escrava para o servico do da Typografia deste Diario, no I.
Matto, nacao Angolla, idade 40 annos dar.
pouco mais; ou menos: na ra das Cru- Huma caza terrea no Bairro de S.
zes N. 225. Antonio, quem a tiver dirjanse ao largo
Hum selim para Senhora, em bom da Matriz N. 469.
uzo, e por preeo cmodo: na Typu:a- Huma escrava, lavadeira, e hum
fia deste Diario. ^ negro, que saiba tirar leite, que sejam
Na loja do bem conhecido Bairao do fiis dirija-se a ra do mondego D. 16, ou
beco largo calcado de superior qualidade anuncie por este Diario,
ltimamente ehegado de Lisboa no Bri- Huma caza terria que tenha quintal
gue Triunfo Americano e convida a todos murado, e cacimba, no Bairro de Santo
os Snrs, que Ihe custumao comprar sea- Antonio, mas que nao seja em beco ;
precem com brevidade a surtrem e pois nt oprecode 6,000. ou 6,400 menraes, e
este calcado ha mandado fazer de etico- endo necessario dar-se-ha at seis mezet
menda em Lisboa, as qualidades sao as adiantados, e sempre
eguintes ( anuncie por este Diario
Botina de bizerr tanto para hoirem co*
sucessivamente
*
nio para rapaz de todos os tamanlos
Sapatos de bezerro, e de cordavao tanto
para homem como para rapases
Botas de Montaria
Sapatos de Marroquim pafa homem
Ditos de cordavao e de Marroquim de co
res para Sen horas
Arremataoes.

NO mez de Marco se hade por em pra-
ca a quem mais der por renda trie-
nal o Engenho denominado Lastro no des-
tricto de S. Antao, quem o pertender de-
ver entender-se com o Advogado Manoel
de Luna Freir naquella Villa, e nesta
Ditos de Marroquim para meninas de to- Praca coma anunciante Antonio Cami-
dos os tamanhos nha no ctiofda Trempe.
Ditos de setim, e duraque e sarja o de to- \ \
\. j\ c n ouo6i
v '
'O dia 20 de Mareo p. p. as 3 horas
das as cores para Senhoras
Ditos de lan e seda de todas as coree para lkT(
Senhoras JL^I da ,ai(*e num PaPe^ embrulhado com
Botins e chiquitos de todas as cores para duas obras viudas do lavrador de ouro e
meninos e meninas pratae juntamente hurna^capa ; quem for
A possede hunschaos, com principio seo dono pode procurar I^Bazilio Kodri-
de aterro, e alicerces no lugar do Mundo gues Seixas Professor de^Muzica, que
novo, beco da Florentina : ha ra de S. dando os signaes certos Ihe sera' entre*
Francisco junto a Oidem terceira.
Hum Oratorio com suas imagens : na
Cidade de Olinda, ra do Bomrim, em
caza de Francisco Antonio.
Huma canoa de carreira em bom u
zo: na ra Nova dos Martirios D. 21,
gue.
Perdeu-se.
V VUns autos de aggravo do Juiz
la
,Ouvidoria da Comarca, Esciwao
Outra, entre partes autores, Antonio
Hum cavallo de estribarla, cor casi Fernandes de Azevejto, e sua irma, e re
>
T*"

)
u
F
m
i


d7
_
nio da
(1482)
1
os Antonio da Canha Soares Guimaraens Callado e hoje de Antonio da SfhL
esua mulher. no dia 5 do corrent mez tiago ; os apprehendedores leven a
de Abril, desde a ra de Santa Thereza ,de Joze Gon^alves de Farias, oradoV
at a ra das Flores a caza do Doutor Jo- nesta Praca na ra do Rangel caza D. 16\^
ze Eustaquio Gomes, quetti os achar le- ou Elias dos Santos Silva, Snr. do En-
vara' ao pensados, dessonfia-se que estao acorta-
dos em algum Engenho, sendo que este
jao, desde ja protestao os donos uzaretn
dos meios que Ihe competem.
Ciara, crioulla, levou vestido de chi-
ta com pintas encarnadas, cabeceo de I i-
fante, e auzentou-se no dia 21 do corren
quem vai para a Boa-vista, unto ao Por- *e; os apprehendedores levem a ra do
to, a qual troxa de roupa nao so* levava 7 Queimado N. 31, que serao bem re-
lenc^oesT 4 de bertanlia fina, convem a compensados.
Furtou-se%
Hma trouxa de Roupa na segunda
semana de qnaresma de huma ve Ai
na ra nova, D. 36, do lado esquerllo
i
saber 2 de coentrinho e bico de Franca
a redor, e 2 com babado e com prefijo a
redor do dito babado, e outros 3 lancoes
xaos, como taobem carnizas de uvdop?.
lao fino de homem, vestidos de Senfioras,
e outras mu tas pe^as das familias' de ra-
sa, e para maior sinal com 4 ou 5 voltas
achar, ou souber dirjanse a r^a do Li
vramento ao sobrado defronte da cata-
eumba da mesma Igreja D. 25 que sera'
bem reecmpen9ado.
Miguel, preto crioulo, idadedcll
a 12 anuos, seco, experto, cor nao mni
to preta, dentes largos, fgido no firn de
Janeiro p. p. desta Cidade: os appre-
lie^ledores levem-no a ra nova dos Mar*
tiflP D. 27, a Francisco Xavier Camel-
lo, Pessoa que recompensara* todo o tra

V
W Escravos Apprehendidos,
HLTma negrinha cribula, que diz ser
Di
Noticias Martimas.
Entradas.



h
:aptiva, poremnao de quem ; apre-
endida no dia 23 do corrent pelas 9 ho-
ras da noite : quem for seu Sr. ou Senho-
D

'Ia~ 23 do corrent. Banco do
Brazil, tendo sahido de Sag Habone em
10 mezes, G. Amer. Cadmus, M. Ge*

peixe, a Mathus & Foster. Entrou a
Galera Brazileira Amalia, M. Joze Fran-
cisco Maia, que chegou hontem do Rio
de Janeiro.''
Dia 24 do dito. = Rio de Janeiro,
e Bahia ; 30 das, trazendo do ultimo por-
to 8, F. Ing. Valage, Com. Riglit Hon.
quaes tem os signaes seguinte, o negro he Lord Charles Colcbester, anda cruzando
nacao Angolla, ladino, bem civilizado, e diz o Com. que a sua demora he de 2
de altura mediana, seco do corno, calvo, das.
representa ter 40 anuos de idade, tem
Escravos Fgidos. "
NO dia 12 de Marco dojfrrentei&nno
fugio hum. cazal df escravn, os
;
i
pouca barba, te& 'cabellos por baixo do
queicho, e npfnpeitos, tem as pernas finas
e arquiadas, he carreiro, foi cativo de
Joze Martins da Penha, chama-se Joa*
Sahidas.
JL/Ia 23 do dito. Trieste B. A
quim l a negra he crioula, baixa, cheia raer. Smyrna,. M. GeorgeAbbet, equip.*
do coio, foi cativa de Manoel Vicente H> carga assucar.
f _
1 ,>.
PernambuQo na Typogrqfia do Diario.
V
4
^
ra procure na venda da ra do Livramen- orge Hawell equip. 24, carga azeite de *|,
to D. 3, que dando os signaes certos Ihe
sera' entregue.
i


Full Text
xml version 1.0 encoding UTF-8
REPORT xmlns http:www.fcla.edudlsmddaitss xmlns:xsi http:www.w3.org2001XMLSchema-instance xsi:schemaLocation http:www.fcla.edudlsmddaitssdaitssReport.xsd
INGEST IEID E8EAZNH9I_8GF78N INGEST_TIME 2013-03-25T15:52:44Z PACKAGE AA00011611_00764
AGREEMENT_INFO ACCOUNT UF PROJECT UFDC
FILES