Diario de Pernambuco

MISSING IMAGE

Material Information

Title:
Diario de Pernambuco
Physical Description:
Newspaper
Language:
Portuguese
Publication Date:

Subjects

Genre:
newspaper   ( marcgt )
newspaper   ( sobekcm )
Spatial Coverage:
Brazil -- Pernambuco -- Recife

Notes

Abstract:
The Diario de Pernambuco is acknowledged as the oldest newspaper in circulation in Latin America (see : Larousse cultural ; p. 263). The issues from 1825-1923 offer insights into early Brazilian commerce, social affairs, politics, family life, slavery, and such. Published in the port of Recife, the Diario contains numerous announcements of maritime movements, crop production, legal affairs, and cultural matters. The 19th century includes reporting on the rise of Brazilian nationalism as the Empire gave way to the earliest expressions of the Brazilian republic. The 1910s and 1920s are years of economic and artistic change, with surging exports of sugar and coffee pushing revenues and allowing for rapid expansions of infrastructure, popular expression, and national politics.
Funding:
Funding for the digitization of Diario de Pernambuco provided by LAMP (formerly known as the Latin American Microform Project), which is coordinated by the Center for Research Libraries (CRL), Global Resources Network.
Dates or Sequential Designation:
Began with Number 1, November 7, 1825.
Numbering Peculiarities:
Numbering irregularities exist and early issues are continuously paginated.

Record Information

Source Institution:
University of Florida
Holding Location:
UF Latin American Collections
Rights Management:
Applicable rights reserved.
Resource Identifier:
aleph - 002044160
notis - AKN2060
oclc - 45907853
System ID:
AA00011611:00717


This item is only available as the following downloads:


Full Text
Anno de'1830.
fj
/
DIARIO DE PERNAMBUCO.
*
Subscreve-sn na Tipografa, do mesmo Diario ra Direita N. 207 !. andar em mezes par 040 reis huma fola
ue sahr todos os das uteis.
Sabbado 20 de Mar^o. S. 'Focio M.
>
/
I


Preamar 4 /lora c 18 minutos da tarde.
i
ARTIGOS d' OFFICIO.
ditos Accordaos, a' fim de ser levada a quei
xa do Supplicante a* Sua Magestade O lm-
Snr. Capita-mor das Ordenanzas da perador em conformidade do $ 15 do Artigo
24 da Carta de'Lei de 12 de Outubro de
1823; o que participo a V. Ss. para sua
inteligencia, e execuca. Deas Guarde
a V, Ss. Palacio do Governo 4e Pernam-
buco 15 de Maree de 1830 Joaquina
\Jf Cidade de Olinda d iminediata execu
cao a' Portara de li de Setembro do'aono
passado, era que por est Governo ihe foi
ordenada a remessa de urna relaca de todos
os O/ficiaes das Ordenancas do seu Districto
a cuja Portara o raesmo Snr. Gapita\mor Joze' Pinlieirode Vasconsellos Snrs, Pre-
an deu o devido cumprimento, a pesar de sidente e Venadores da Cmara Municipal
ter sido este excitado por outra enillde desta Cidade do Recife. *
PARTICIPANDO O
<
Novembro do mesmo anno; tornando por
isso reprohensivt l a sua conducta no servi-
o Nacional. Palacio do Governo de Per.
nambuco 13 de Marco de 1830 Pinhei
ro lxpedra-se iguaes aos Capitaes Mo- a A^semblea Geral Legislativa, e pedindo
Ouvidor da Comarca a
este Governo, que se achava a partir
( como de facto parti ) para a Corte do
Rio de Janeiro em qualidade de Deputado
res da Villas de Serinhaem, .Garanhuns, e
Flores.,
g^lvENDo eu convocar o Conselho d'eslc
.H.^Governo para sua prirneira SessaO or-
dinaria d'este primeiro anno da secunda Le
q&\e fizesse passar a Vara a quem compe-
tiese: cuuipre me comraunicar a V. Ss. que
deem a devida execuca ao Aviso He 25 de
Feverciro do anno prximo passado; que
lhes foi dirigido por este Governo em 27 de
gislatura, e ordenando a carta de Ley de 20 Marco do mesmo anuo Daos Guarde a V.
Ss. Palacio do Governo de Pernambuco
15 de Marco de 1830 Joaquim Joze'
Pinheiro de Vasconcellos Snrs. P ztdeu-
te e Venadores da Gamara Municipal desta
Cidade do Recife.
ILlustrissimo e Exoellentissitno Snr.
Queira V. Ex. cora a brevidade que o
negocio exige mandar dar execuca a' re*
quesica feita pelo Desembargador Ouvidoc
Geral do Crime no Officio incluso, orde-*
nando ao Tenente Coronel Comraandante
da Fortalesa d*o Brum que relaxe da'prisa
de Oulubro de 1823, que esta prirneira Ses
sao se ja inmediata a eleica dos Conselhej-
ro6; tenho para esse eieito marcado o pri-
meiro dia do prximo mez de Marco; o que
participo a V. S. para sua intelligencia, e
execuca. Dos Guarde a V. S. Palac.o
do Governo de Pernambuco 20 de Fevcrei-
r# d 183) Joaquim Joze' Pinheiro de
Vasconcellos IllustrissiinoSnr. Francisco
de Paula Cavalcanto de Albuquerqne, Con-
olheiro do joverno desla Provincia*
Expedirase do mesmo theor aos.Conselhei
ros Mauoel Correia de Araujo, .Poutor Ber em que se aclia Antonio Elias de Moraes. t-j-
uard Luiz Ferreira Gervasio Pites Ferrei- Dos Guarde a V. Ex. Palacio do Governo
4-a, Deaembargador Thoinaz Antonio Maci- de Pernambuco 15 de Marco de 1830. Joa-
el Montciro, e Man el Zcferiuo dos Santos, quim Joze' Pinheiro de Vasconcellos
.^JEndo presente ao Conselho do Governo IHustrissirao e Excellentissimo Snr Antero
O-o llequerimcnto incluso do Francez Ju- Joze' Ferreir de Brito, Governador das
li.i Derariger queixaudo-se da Cmara Mu- Armas de3ta Provincia .
mcipal desta Cidade por haveV recusado dar OEndo presente ao Conseibo do Governo
o devido campamento aos Aeco r daos da *^o Requeriuiente incluso de Antonio de
Relaca, que a'eeu favor ha'obldo o Sup- Padua Gezar de Matos queixando se da
plicante em litigio com a mestna Cmara, Junta da Fasenda desta Provincia por o ha*
M




(1374)
"
lulgava com mais direito do que os prvidos, o da BaHa no mcsmo da i Sumaca Concei-
resolveo, que fusse reinettido a' mesma cao de que-he Mestre JoaO Pinheiro Siva;
Junta para informar sobre a sua queixa, que as cartas sera lacadas na caixa Ueral a.
teni de subir a* Augusta Presenca de Sua te' as 9 horas da noite do da antecedente.
Magestade O Imperador, na conforroidade AchaO.se na Administrado do Correio
-\ os iicios abaixo
es tiver interesse diri*
stracaO a pagar o res*
pectivo porte, pois do contrario e9tara3 ali
retidos.
Oficio do Excellentissimo Prezidente, ao
Excellentissimo Ministro da Guerra, in-
teresse de Dionizio de Souza Magalhaes
Dito do Excellentisaimo Prezidente, no Ex
cellentissimo Ministro da Guerra, interes-
se de D. Thereza de Jezus Martiiii,
Viuva do Sargento Mor reformado Joa5
Tavares da Funseca
Dito do Excellentissimo Prezidente, ao
Conselho Supremo Militar, interesse de
Joan de Almeida
Dito da Junta da Fazenda Publica, ao The.
zouro Publico, interesse de Manoel da
Cunha Miranda
Palacio do Goverho de Pernambuco 15 de
Marco de 1830 Pinheiro.
A Vista do officio de 17 de Fevereiro pro-
f\ xinio passado, era o qual V. Ss. ex-
pondo as difficuldades que encontraO na
reuniaO dos respectivos Membros para o
desempenho de suas fundes Municipaes,
pedem alguns esclarecimentos; tenho a' res*
ponder Ihes, que a religiosa observancia do
Artigo 28 do Tit. 20 da Leido I. de Ou-
tubro de 1828 he' o meihor, e ate' o nico
esclarecimento, que este Governo julga con-
veniente dar-lhes, porque ali se acha da-
das todas as providencias sobre a falta dos
Vereadores. Espera por tatito o mesmo
Governo, que V. Ss. regulando-se d'ora
em diante pelo que dispoera o citado Artigo Dito da Junta da Fazenda Publica, ao The
da Lei, hajaS de verificar todas as Sesses
mesma determinadas. Dos Guardo

na
zouro Publico, interesse de Antonio de
Pena e Silva, Mestre da Sumaca 3.
Pastora,
Theatro.
TAOmingo 21 do Corrente se reprezen-
*-*ta a faraoza Peca Sacra de S. Cecilia,
a V. Sa. Palacio do Governo de Pernam-
buco 15 de Marco de 1830. Joaquina Jo-
ze' Pinheiro d Vasconcellos. Snrs. Pre-
sidente, e.Membros da Cmara Municipal
la Villa de Cimbres. J.
TEndo reccbi'do o officio de V. S. 'cc*a Esmalte de Roma, com todas as suas Magi-
data de 13 deste mez remettendo a'este cas, acrecentando aparecer o Diabo todo
Gorerno Ignacio Joze' Marianno, que foi rodeado de CobraB ardendo em fogo; eo
preso furtando dous Cavallos, que junta- Entremez de S. Antonio livrando o Pai da
mente vinha remettidos; cumpre.me dizer~ forca : o prego he o ordinario do costume.
Ihe, que nem aquelle individuo, e nem os
Cavallo* me forao presentes. Louvando
por esta occasia a actividade, e zelo, com
que V. S. ee emprega no servio Publico,
desenapenhndo fielmente as obrigacOes de
seu cargo, devo lembrar-lhe, que, em con-
fonnidade do c 8. do Art. 5. 9 da Car-
ta de Lei, que lhe serve de Regiment, he'
ao Juiz Criminal respectivo, a'quem deve
remetter os delinquentes, tendo precedido
s mais dsposic,oes do referido pargrafo.
Avizos Particulares,
IGnacio do Reg Mello, fa scicnte ao pu
blico que naOcomprem ou negociem com
Luiz Francisco Correa Gomes, a crioula
Bernarda Eugenia, pois elle se acha em le*
tigio com o dito e a dita crioula legalmente
pertende mostrar como he forra emJuizo,
e para que pessoa alguma se chame a igno-
rancia asso este atizo.
Precizase de hum Coadjutor-na Fre-
Ao Commandante das Ordenancas respecti- guezia de S. Lourenco da Matta ; o lleve-
?o teho ordenado, que preste o auxilio, dissimo Snr. que lhe convier, declare a sua
que for por V. S. requisitado para cumpri- rezidencia para ser procurado, na certeza
ment das suas funecoes, e diligencias. de que tem Capeiania de 140,000 e mais
Dos Guarde a V. S. Palacio do Governo 60,000 que da o Reverendo Vigario da mes
de Pernambuco l5de Marco de 1830. ma Freguezia.
Joaquim Joze' Pinheiro de Vasconcellos. Preciza-se de hum feitor para hum Citio
Snr. Juiz de Paz da Povoa^aO dos Afoga- que entenda de Jardim ortalice e dealeilar
dos, Francisco Nicolao de Pontes.
Correio.
Vacas na ra do Rozario Botica D. 11.
* Manoel Joaquim Silva, e Companhia :
faz scicnte que a aua rifa hade ter o seu cur
FEla Administraca do Correio Geral co no dia 27 do corrente, no Consistorio de
desta Cidade, se faz Publico que parte S. Joze ; e a sim convida aos apaxonados
deste Porto para o do Rio de Janeiro no dia deste jogo ; queiraO quanto antes ; compra-
28 do corrente a Escuna Carolina, de que rem bilhete, as inesmas paiageni ja an-
ua Mestre Izidoro Domingos Pasaos ; para nunciado.

Si
1



.
f; 0375)
Antonio de Queirs Menteiro Ijfegadas veira, da botica, e sugeto quera quer que
faz sciente ao respeitavel Publica que a elle ht a recebeo e ficou*se,com ella atehoje
Santa Caaa da Mizericordia do Hospital de nao a entregou ao dito Silveira, e riera o ten
Angola ; de quem o annuncianta he Procu- procurado para entregar, pois o preto a en-
rador; be Senhorae posuidora de huma Mo- tregou a pessoa que estava a embarcar para
radinha de casas de Sobrado com dois anda* Olinda, sendo que a queira entregar poder
rea no principio da ra Direita de fronte do o fazer na ladeira do Varadouro no bilhsr,.
oitao da Jgreja do Livramento bem comp de que sendo tenha feito alguuia dispeza se pa-
duzentos e quarenta, e seis chaons em que gara no mesmo bilhar.
se acha idefcadas Propriedades de cu jos Francisco Barreiros Rangel anuncia ao
chaons rendem foros, e Ladennos os Pre- respeitavel publico, que tendo comprado*
dios, e porque couvem arrendar tudo por bum molatinho no dia 17 de Janeiro do pre
alguns annos. Convida a todos os Snrs. zente anao a hura individuo por nome Anto
que lhe convenha ste arrendamento para nio Vieira de Mello, e o possuindo em boa
que compareca na casa de sua residencia fe', he quando se expraia noticia, e junta*
na ra do Vigario no Recife, a fira de serem mente por huma carta que foi-lhe dirigida,
bem esclarecidos a vista dos Ttulos que ha, que o dito molatinho hera frtado, forro, e
e darem o seu lance por escr.ispta, a. fin de nido de Catherina Francisca de Jezus. Lo-
sr levado ao conhecimento da Meza da go cotn toda brevidade mandei-o aprezentar
quella Santa, caza, e ella puder decidir [so- a dita mulherque se diziaser Mai esta tanto
bre a referida arremataca ; ou arrenda* que o vio disse nao hera o seo filho, e por
ment. qae o anunciante nao dezeja discrepar da Lev
. Antonio Joze, se offerece a qualquer a bem da sua indolle, pondo em escravidao
Snrs., ou Proprietario de botequim, que se a liberdade fas siente a pessoa que lhe faltar
queira utilizar de seu presumo relativo a o dito molatinho dirjanse a ra de S. Joze'
cuzinha, ou almocos de caf ; dirija-se a ra caza D. 1 que dando os signaos certos, e
da Conceica da Boa-vista casa.f-3 152. huma justifcalo judicial se lhe entregara',
A pessoa que annunciou no Diario N, como* taSbera naO fica respon9avel por couca
337 querer comprar huma caza de sobrado : alguma com os Pais, ou com o Snr. cazo se-
declare a sua moradia, para se lhe mos
trar hum sobrado dentro do Recife a ver
se agrada.
Preciza-se alar ao Capita Barata, que
tem huma caza na ladeira da Mizericordia
na Cidade de Olinda, e por nao saber-se a
morada do dito Snr. rogase-lhe annunciar
para ser procurado.
A Pessoa que annunciou no Diario de
11 querer comprar vacas deleite, procure
ao p dos Martirios no fm da ra de ortas
Sobrado de Vrandas de ferro.
O Snr, que annunciou no Diario de
Sabbado 13 do cor rente querer comprar
huma caza de hum Sobrado no bairro de
S. Aatonio prpcure na do Queimado, Ar-
mazem N. 77, que se lhe dir, que o tem
para vender.
Quem quizer hum hpmem de idade d
18 annos que esse saiba bem 1er escrever, e
contar para qualquer hum emprege annun-
cie por esae Diario a sua moradia.
A Pessoa que annunciou pelo Diario
ja captivo.
Compra-se.
MUm cavallo possante para fazer via
gens : na ra do Rozario, Botica D.
11.
em bom
anuncie
uzo
por
Huma canoa de carreira,
que sirva para 4 ou 5 pessoas :
este Diario.
Arrendarse.
UM armazem que serve para moradia, ou
para venda, no patio da Santa Cruz:
no mesmo patio, no sobrado que fica junto a
lgreja,
Alluga-se.
PRetos que entenda de servio/) d cara
po : na Cidade de Olinda do sitio de Se-
bastiao Lopes, e na. ladeira do Varadouro no
Bilhar,* ou so Rtfcife ra do Rozario Botica
D. II.
lum moleque pequeo bem esperto.
N. 335 querer comprar vacas paridas, para servente de Caza de Pasto,, ou bote
procure na Cidade de Olinda na biquinha quim : no beco da Viraca D. 29,
de S. Pedro lado direito pruneira caza ao
subir.
Roga-se a pessoa que no dia Terca -
ra 16 do'cjrrcnte recebeo por engao de um
preto ja velho no porto das Canoas huma me-
za ja usada de madeira de Pinho que tem o
feitio de cama por ter os pes omito baixos
que o preto faia a entregar a outra pessoa e
Huma caza terria no Bairro de S. Anto-
nio nao sendo em beco esquezito, e nao ex-*
ceda de 4 a 5 mil rs.: anuncie por, este Dia-
rio.
Vende-se.
D
Ous eseravos crioulos, muito mocos, e
de bonitas figuras, hum official de ca-
e'ntregou a outro que a recebeo dizendo que pateiro, e outro sem officio ; com a condi-*
f*

(1376)


Boa vista, beco da guarda, caza contigua
a o sobrado, e pojtfa do filho de Bento Joze
da Costa.
Hum escravo de nacao Angola, idade
de 24* annos, e com officio de Alfaiate : na
rea das Trinxeiras N. 213.
Outro dito.sem officio : na mesma caza
cima.
Huma preta 0105a, bonita figura, e de
todo o servico : na ru de Hortas N. 35.
Huma negra do gentio de Angolla, para
todo o servifio, seudo para fora da 'Provin-
cia-: na ra do Mundo novo ). II,
Huma venda, na ra de Hortas, defron-
te da 'Jgreja dos Martirios, e com poucos
fundos : na mesma.
Assucar refinado com toda a per-fpica,
e por prego cmodo: na ra da Sanzalla ve-
Iha na fabrica de regnafia estabo-Ieeida de
novo.
O Brigue Americano Sea Ilorse de lote
de 127 toneladas, fabricado das mihores
madeiras forrado e encavilhado de cobre,
demanda pouca agoa, e prompfo de tudo
seguir viagem para qual quer parte : na ra
da Cruz em caza de seas Consignatarios Ma-
theus & Forster N. firfi.
Hum mulecote meio bucal, sera vicio
nem achaque, e bom para o servido de en
iada por ser pogante: na ra do Colijo bo*
'tica de Cypriano Luiz da Paz.
Capim de planta posto a porta feix4s de
2 arrobad 240 rs.: no Forte do Mato Prra*
Nja de Pinheiro..
Hum cabra negro, de idade de viute.
sete anuos, sem vicio algara, canoeiro e pes*
cador da rede de arrasto : na Boa vista, ra
de Domingos Pires, caza D. 11. jitiU *
Huma caza terria de xaons proprios na
ra da Sanzalla nova D. 37 : na Praga da
primlira Linha enquadernadas, e por en-
quaderaar.
Ditas para Cavallara de primeira^ segunda
Linha, e Artilharia, enquadernadas para
Corpos, e eau macos para Companhias.
Diarios Nuticos.
Cartas de Enterro.
Bilhetes de diversos vinhos., e licores.
Ditos de vinho de Ferro, Quinodo, e em
branco para Botica.
Ditos de cobre enquaderuados, e por en*
quadernar para qualquer quantia.
Telgrafos de bandeiras em quadro.
E a Keceita do Tayuy.
O Pataxo LeaO Aindiado defronte do
Trapixe novo multo Veleiro, e forrado de
madeira e de cobre. Ao Escritorio da Viu>
va de Garvalho ,Rapozo legio, que ahi achara com quem tratar e o
seu Inventario. Na mesma conformidade
se vende a Sumaca S. Antonio Ligeiro, per-
lenceute a mesma Viuva.
Hum carro grande de carretos destos
que anda com bois novo, que nunea teve
exercicio; no Poco da Panela na caza que
fi do ralenlo Doutor Joa Lopes.
Escravos Fgidos.

..
Boa vista D, 3.
Huma crioula com 25 annos, robusta
ruuito boa lavadeira, engoma, e cozinha so-
frivelmeute : no Bairro do lecfe, ra dos:
Taoeiros, em caza de Bento Joze Fernn*
des Barros.
Na Tipografa Fidedigna, ra das Flo-
res, detraz da ra nova os sguintes impres-
sps.
Cpnstituicdo do imperio cm tjuarto para uzo
das Foselas.
Dita em meio oitavo.
Collecgao das Leis do Imperio em diverge*
voluntes.*
Lei das Cmaras Muuicipaes.
Ditas dos Juizes de Paz. ...
Mappas mensaes, e semanaes para Batalh.
es de Cacadores de primeira, e segunda;
Linha,
Ditos ditos para as Companhias dosraesrnos.
luforraaces semestres para os Corpos de
DOis de rime Antonio, do gentio de An
golla, hum de 'naca Congo seco do
corpo, dentes abertos, e os dedos dos pez
tabem abortos; eo outro tem as ventas
grandes, e be bein feho de corpo, pez, e
mos : os aprhtndedores levem-o no lugar
da Ladeira grande em caza de Manoel Gon-
galve6 de Jezus que ser recompensado do
seo trabalho.
" Hum molato de 18 a 20 annos, de cor
alarajijada, de estatua baixa, gros'sura me
dianna, com huma das Orelhas durada, rom
com hum dente podre na frente (ou quebra-
do,) coze d Afaiate, e desapareceo no da
18 de Marco. Quem d'elle souber pode
dirigir-se a ra do Colegio D. 4.
Hontera 15 do crtente me? de Margo
fugira os Escravos seguintes a saber, Hum
Negro de Nacao benguella, estatura ordina-
ria munto preto, bons dente, cbelo cres-
cido, a cabera grande, pernas algum tanto
arquradas, ps grande, Olhos grande e ver-
melhoso, chamare Bernab tem de idade 25
a 26 annos trabalhn Carpina. Outro mole-
que de Nacn Angico, idade pouco taris ou
nienos de 14 a l aunes, maro com 25 ta-
inos na cara, olhos grandes e svermtlhado?,
Bons denles, e os dois de (liante a bertos,
levou seroulas Brim, e carniza de Baeta in-
oarnada, chama-se Tfcomaz. Queui'a.ppre-'
ender estes-Escravos e ow entregar'a seu Sr.
Luiz Gomes Ferreirn no Mondejo, ser bem
recompengada alera da paga refutar.
)
' i.
. 1.
Pernufibuco m Tipografa de Diario.

^
mmmml


Full Text
xml version 1.0 encoding UTF-8
REPORT xmlns http:www.fcla.edudlsmddaitss xmlns:xsi http:www.w3.org2001XMLSchema-instance xsi:schemaLocation http:www.fcla.edudlsmddaitssdaitssReport.xsd
INGEST IEID E9OJ90FEQ_Q28R4B INGEST_TIME 2013-03-25T14:21:39Z PACKAGE AA00011611_00717
AGREEMENT_INFO ACCOUNT UF PROJECT UFDC
FILES