Diario de Pernambuco

MISSING IMAGE

Material Information

Title:
Diario de Pernambuco
Physical Description:
Newspaper
Language:
Portuguese
Publication Date:

Subjects

Genre:
newspaper   ( marcgt )
newspaper   ( sobekcm )
Spatial Coverage:
Brazil -- Pernambuco -- Recife

Notes

Abstract:
The Diario de Pernambuco is acknowledged as the oldest newspaper in circulation in Latin America (see : Larousse cultural ; p. 263). The issues from 1825-1923 offer insights into early Brazilian commerce, social affairs, politics, family life, slavery, and such. Published in the port of Recife, the Diario contains numerous announcements of maritime movements, crop production, legal affairs, and cultural matters. The 19th century includes reporting on the rise of Brazilian nationalism as the Empire gave way to the earliest expressions of the Brazilian republic. The 1910s and 1920s are years of economic and artistic change, with surging exports of sugar and coffee pushing revenues and allowing for rapid expansions of infrastructure, popular expression, and national politics.
Funding:
Funding for the digitization of Diario de Pernambuco provided by LAMP (formerly known as the Latin American Microform Project), which is coordinated by the Center for Research Libraries (CRL), Global Resources Network.
Dates or Sequential Designation:
Began with Number 1, November 7, 1825.
Numbering Peculiarities:
Numbering irregularities exist and early issues are continuously paginated.

Record Information

Source Institution:
University of Florida
Holding Location:
UF Latin American Collections
Rights Management:
Applicable rights reserved.
Resource Identifier:
aleph - 002044160
notis - AKN2060
oclc - 45907853
System ID:
AA00011611:00643


This item is only available as the following downloads:


Full Text
I
lili I*
* ir 'I V ,! i ii <'!

0 40S
3EZ3C
.

^ .. .
Anno de 1830,
DIARIO DEPERNAMBUCO.
SwbscreTe-n* o Tipografa ca mcstto
qn* sstirk todoi o% di* oten.
Haritf na OIrelta P. rW* I. anclar ea atea pftYtitO ritlfiaf fofta


....
M i i i i i
Terca Feira 16 de-Jtnmo. & Joatf Francisco Regs.
-!'!"
.

Preamar aos SO minutos da mont.


*>**&$%
o

COMMUNICADO.




Govern-o absoluto nao convem a
Povo algum, gejao quaes forem as suas
circunstancias e localidades. Anda mais :
o Governo absoluto nao con van fian
mesmo ao tirano que o exercita.
Esta1 lansada a I uva.
G.
c
Colombia 20 de Janeiro de 1830;
PROCLAMADO
Des Bolvar aos Colombia**)*,
;Olohbianos Eu sesso ho je de 0*
vernarvo9: Tenhovos servido 20 anwM,
ja como Soldado, ja como Magistrado.
Uurante este longo periodo temos recoo>
quistado o Paz, tercios libertado trez lie-
publicas, e sofocado muitas guerras c:.viz,
e eu tenho por quatro vezes restituido ao
povo a sua Soberana, convocando espon-
taneamente quatro Congressos ConsJitu*
hites. Estes servicos erao devidos* as vos
sas virtudes, ao vosso valor, e ao vosso
patriotismo ; amim pertenc me a gloria
de ha velos dirigido. O Congresso consta
tuinte que hoje foi instalado esta en carre-
jado pela Providencia de dar a naca<5 as
instituicoens que ajla dezeja. Segundlo
urso das circunstancias e a natarez* das
couzas receando ser considerado como urn
obstculo ao estabelecimento Ja EtepunK*
ca sobre a verdadeira baze da sua fecida-
de, eu me tenho de minha espontanea von-
tade ciemitido da supremas magistratura a
qual me havia elevado a Vossa bowdae.
Colombianos, a pezarda purtoffadus
rneus principios, tu Cercho sido victima de
ignominiosas suspeitas^ Aquett-eS mes-
mos que aspira* ad governs Supremo,
tem tramado para airaneai; tm ao vosso
coracao, afrebuincfd-fne os seussentimen-
tos, indicando-me como o autor de pro-
jeeto*que eite* meios tinhao concebid.,
e como aspirando a huma coma que par
mais de huma vez me offerecerao, e que
eu sempre regeitei com a iudignacjo da
.htini verdadero Republicano. Nanea,
nunca, eu vo lo aseguro1, a amhicao de u
Reino entrou nomeu Densamente, apezar
da habekidacte com que os meos i ni migeos
temprocurado imputadme assuas mes-
mas per incoes, a fiuv de perder-ine na
Vossa opioiao.
Dezengana-vos Colombianos l O
mea nico dezejo tem sido sompre contri-
buir para a vossa liberdade, e para a 0*#t
servacau do vosso repouzo. Se he cri'te
dezeja* a vossa ventura, eu mereco mais
que nitfgtiem a vossa indignabas. Nu5
deis ouvdos, eu vo lo" rogo, a vil Calu i-
nia, e a baixa intriga que de todas m
partes sineia o a discordias nao vos den
xeis iUndir pelas imposturas de meus de-
tractores ; nao vo deixeis segar Col to-
bianos. Ajuntai-vos eui torn do con
gresso constituinte ; n'elle existe a sabe-
doria nacional, a esperanca legitima; d<>
pavo, a o potito de reuitao dos patriotas.
Ao*a vid, a felicidade da Repblica,
e a gloria da Colombia dependem de setis
decretos Soberanos. Se por alguma fat
rkfeide'VosIbseiseowkizidos a abandna-
lo, naohaveria mai*satvacao pala a-Paa
tria ; vos vos aubwergirieis em hum ote-
ano C anarqaia e nao aVixavieis f*>r he-
ranca a vossas ftthos mais que ccrime, o
sangue, e a mof te.
Concidados escutai as ultimas pa-
lavrasfue vos dlrijoy terminando minha
carveir* poltica. Bill noiwe da JSolam
bv eu .toa pssor, eu va s^Hie q'ie voa
eoawervaisf awidi, qu-vos5 nao astas*wo <*paWi, eo^voasa poprio


(1636)
algozes. = Bogot 90 de Janeiro de 1830
(Assignado) Bolvar
(Do Jornal do Cummerdo de Pariz N.
4348 dt 19 de Abril do corrente anno.)
A
Mximas, e Pensamentos.
_,Ntigamente estavao os ministros as
porta* da Cidade: agora *stao as Cid a I es
as portas dos ministros ( Vieira serm )..
as fieces fabulosas ha Hroes Fu
riozos, mas nao ba Hroes estpido*.
(Da Nova Luz. )
ED1TAL.
Bernardo Joze da Costa Fiscal da Povoa*
cao de Jffugados.
JP Az saber a todos os moradores deste
destrilo, e a todos que se consideraren a-
travecadores de qualtfuer genero inclu*
indo as pretas gan ha deiras que vem espe-
rar aqui pelos conductores dos meamos,
que por todo o mez de Julho do corren'
anno, pertende proceder huma Correicao
em observancia das Posturas Momeipaes
da Cmara, desta Provincia em acto de
revista dos Artigos das mesmas em Gem
ja por mim recommendados, e para que
chegue a noticia de todos, e se nao possat
chamar a ignorancia mandei arixar tres
do mesmo theor nos lugares mais Pblicos
deste Destricto, e pelo Diario. Affbgados
14 de Junhode 1830.
Bernardo Joze da Costa.
Fiscal de Afogados.
Correio.
PEla Administra (a do Correio Geral
desta Cidade, se faz Publico. que
parte deste Porto para o do Rio de Janei-
ro, no dia 24 do corrente a Sumaca San-
to Antonio Vencedor, de que he Mestre
Antonio Joze Pereira Cruz, as Cartas se-
rao lansadas na Caixa Geral ate' as 9 ho-
ras da noite do dia antecedente.
O Brigue Sacramento Prazeres, re-
cebe a malla para o Ceara' no dia 16 do
corrente pelas 9 horas da noite.
Avizos Particulares.
AP^ssoa que percizar de hum homem
de boa conducta, este cazado, sabe
ler escrever e contar, hbil para caixeiro
de ra, venda ou loja, como tabem jwra
agricultura ; dirjale a ra da Penha,
sobrado D. 25, que achara' com quem
tratar.
Quem quizer mandar engomar qual-
quer peca de roupa de qualquer qualida-
de que seja ou tingir calcar de cores ex*
ceto pretas dirija-se a Boa-vista na caza
confronte a Gt*rvazio Pires.
O Sr. Roberto Antonio de Oliveira,
e a Senhora Joaquina Ignacia, queira fa-
zer o favor de dirigir-se a Higino Ignacio
deCarvalho morador defronte das cazas
de Gervazio Pires para ali lhedarm
conta clos bens da Calecida Luiza da Con*
ceic >o que -mi moradora na ra do Mundo
Novo em cazas de sua nropriedade ; pois
que o primeiro intitulou-se procurador
s*m extar para isto authorisado, e a se-
guma Tutora sem ser para isto nomeada,
e assim s- ndo Ihe nao queirao fallar ueste
cao sera pinhorados os bens de ambos.
A ca*a de past> Franceza de Augus-
to, ptreiza de hum rapaz para servieo da
dt&, quem estiver nestas circunstancias
dirija eamesma para tratar do ajuste.
Se algum Snr. de Engenho, ou Fa*
zendeiro, quizer huma pessoa para admi-
nistrar os trabalhos que houverem, e a-
proveitaudo no tempo vago, o educar seus
filfios ( no cazo que os tenha ), pelo me-
thodo adoptado presentemente dirija-se
a'Solidade, na casa D. 36, que achara*
com quem tratar.
Quem anunciou no Diario de 9 do
correte querer comprar hum terno de
Gama dirija-se a ra de Hortas D. 33.
A abaixo assignada tem hipoteca es
pecial no sitio que foi do falescido Coro
nel Joze de Mattos Gira o, e depois de
Roberts Pelly, pela quantia de \:546$769
res, que o dito falecido tirou do cofre dos
OrfaSs desta Cidade, pertencente a legiti-
ma, da anunciante, e porque tem noticia
que se pertende vender dito sitio, declara
que o comprador fcaxa obrigado pela
quantia da hipoteca, e juros, que se acha
ja em execucao pelo Juizo da Ouvhioria
do Civel, Ecriva Baudeira,
Joaquina Mara Pereira Vianna.
Vende-se.
BArris de Plvora fina, e grossa, da
Fabrica do Rio de Janeiro, em caza
de Antonio Joze de Amor i m.
Abordo do Brigue Brazileiro Defen-
for da patria, mnito boa carne secca, por
preco cmodo, e juntamente huma porcao


I
de ngoas secas, e cebo; no dito Brigue
jou eiu casa de Emanuel llicou & Boilleau
ta ra da Crus^N. 60.
Na Loje da esquina da ra do Cres-
po, que vira para o Queimado, ainda tem
de resto 3 bilhetes inteiros, e seis raeios
das Loteras decima quarta da Mizericor-
dia, e dcima nona doTheatro, e primei-
ra a beneficio dos Emigrados Portugus
zes ; e como as duas primeiras estao pro*
xims a correr as rodas (segundo hum a
nuncio no Jornal do Comercio de 25 de
Maio paspado") por isso venuem-se ditos
bilhetes ate* 25 do correte com 20 por
cento de rebate, e q muido nao se possa
concluir a venda, anunciar-se-ha os n-
meros, e Loteras, dos que existem, e fi-
arao por conta de Joze Goncalves de
Carvalho, do Rio de Janeiro.
A dinheiro quinze animaes de roda,
mancos, novos, e gordos; asaber doze
bestas e tren quartaos : na ra de Hortas
caza D. 26.
Paios de boa qualidade a 2#4 a duza, e a 220 rs. cada um : na ra da
Sanzalla ve!ha beco doCamptllo venda
da esquina N. 3.
Para fora da Provincia hura negro
nacao Costa da Mina, boa figura, e a*
dio com idade de 25 a 26 anuos padeirn,
capinheiro, trabalhador de enxada, e a-
hil para qualquer servico, e sem vicios :
defronte de Ribeira da Boa-vista caza D.
27, ou anuncie a sua moradia para ser
procurada.
Huma venda de mol hados sita ao pe'
ou esquina de S Joze, com poucos fum
dos : falle com Francisco de Assiz.
Hum preto de Nacao, idade 25 an*
nos pouco mais ou menos; abil para todo
o servico tauto da Praca, como do mato:
na Praca da Boa-vista venda do Barrei-
ro, na esquina do beco do Veras, que
ah se Ihe dir quem o vende.
Hum moleq^e sapateiro principian'*
te, sean vicio neai defeito: na ra da Pe-
nha. laja de capateiro de Joze Francisco
.dos Prazeres.
Dus escravos da Costa, sem vici
os nem defeitos; na ra da Cruz, caza
N. 13.
Huma venda so' com a armacao, na
roa Direita D. 11; quem a pertender fa
le com Joze Clemente Rodrigues Vilella,
ao pe' do muro da Penha.
Hum Engenho de nome Lagoa gran-
de Termo da Villa do Pao do Alho Frev
guezia da Luz, muente e corrente, com
huma legoa em quadro, e campos de cri-
ar gados vacum, ecavallar : na ra de S.
Joze caza D. 4.
Hum citio de trras na mesma Fro-
guezia com quinhentas braqas de trras e
meia legoa de fundo: na mesma caza
cima dita.
Leilao.
QUe faz Nicolaus Otto Bieber, hoje
Quarta feira 16 do corrente, pelas
10 horas da manha, de fazendas boas
e a variadas, na casa de sua residencia,
ra da Cruz N. 63.
Viagens.
PAra o Rio de Janeiro, athe o dia 20
do corrente, a Sumaca S. Antonio
Vencedor fundiada defronte do Arcenal,
quem nella quizer carregar ou hir de pas
pagem dirija-se a falar com seu consigna*
tario Joze Gomes Vasco Jnior, ou com
o Capitao da mesma Furtuozo Joze Pe
reir Dutra.
Arrenda-se.
HUm sitio no lugar da Caza Forte, es*
trada que va i para o Arraial, com
casa de taina, e hum quarto separado com
armacao de venda, militas arvores de Iru-
to, e trras para plantacao ; quem o per-
tender dirija-se a Praca da Boa Vista,
venda nova D. 15.
Alluffa-se,
EScravos que entendao de servido d
campo e enchada ; na ra do Roza-
rio botica D. 11, ou na Cidade de Olinda
no sitio adianto do Jardim.
Furtou-se,
NO noite de Sabbado para o Domingo
do Espirito Santo, hum pente preto
beni fornido, com algumas manchas
brancas, e na taboa he mais comido do
lado direito; quem delle der noticia no
beco dos Assouguinhos caza D. 5, rece^
bera' as al vi caras.

Escravos Apprehendidos.
HUm por nome Benedicto, ainda no-
vo que tera' de trra 1 anno/ pouco
mais ou menos, moco, e de mediana es-
tatura, a pessoa a quem pertencer o mes*
mo escravo entenda3e com o Sargento?

- .IK


c
mor Joaquina Martin da Cunto Soutto do ultimo porto 4 da*, e segfte pnra Faf*
Maior, Juiz de Paz da filial da Alianza, mouth, Pap. Iog. Nocton, Com. o Te*
freguezia de Larangeira, Termo da ViU nente Roberto. Goianna ; 3 dias, CV
la de Goianna, que lhe dra* onde o dito noa Conceicao do Pitar, M. Manuel FaU
a'Ifavoesta,
M
Escravos Fcidos
Aria Joaquina, reprezenta ttr vin-
te annos, para mais e nao para me-
ca o, equip. 7, carga caixas, e algodao,
a Joae Antonio Falcao.
Dia 13. -- Caravellas; 15 dia*, &
S. Antonio Felis, M. Joze Francisco de
Oliveira, equip. 8, carga ferinha, a Ma*
noel Joaqun Ramos eSilva, arribea
nos que fugio no di II d crrante; este porto, tendo sabido de Cara vellaa pa-
baixa; levou saia preta e hum vestido ra o Rid de Janeiro,
dexila verde Com palmas branca, ba Dia 13. Rio Formozo; 13 ho-
eta preta feia d cara, ten os beicot ras, L. S. Joze Viajante, M. Antonio
hum Unto grandes: os aprehendedores Joze da Costa Fernandes, equip. 6, car-
levem-a a ra da Alfandega velha caza ga caixae, ao mestre, passageiro Doroin*
N. 11, que sera* bem pago do seo tra- gs Lopes Borbe. Liverpool; 41 diai
**** xT 6. Ing. Alejandre, M. Wrlliam Hot*
Mana Nac*o Angola, alta, d bom mes, equip. 13, em lastro, a Russetl <&
Corpo, pea hum tanto canbados, ain- Mellors, Bueno) Ayres, por Monte
da rapariga, com huma cicatris na roa Video; 29 das, trazendo do ultimo porto*
ea dipeita de huma espinha que teve, 34, B. Alcino, M. Joze Al ves da Silva,
baeta preta, e saia ja velha de riscadi. equip. 14, carga carne, a Joze Joaqun
nho azul, com marca deferrre no pesco- Jorge Gonsalves. Bahia; 3 dia*, B.
90, ejoes desapareceo na noite dodia Amer. Edward Thompson, M. W,' hl
11 da Junho : os aprehendedores levenra Champney, equip. 13, carga assucan a
defronte da Rebeira da Boa-vista ca* Morrall & Huddell. Rio Formozo ?
*VJu ii J j o. ,3horat*a DeijaFlor, M. Luis Aze
HideHtr enoullo idado 30a34an* vedo dos Santos, equip. 8, carga lenha,
nos naturah do certao de Garanhuns, alto a Francisco Antniov
bastante, corpulento feicao es grecas, com Dia 14. Entrou o B. Alcino, mi
huma acatas, on custura no lagarto do fundiou no dia antecedente no Lameirao.
bra^o direito, com carniza, enmura de
algudao groco, foi comprado a muito
tempo aos Maxados no certuo das panel-
las do Miranda, fgido no dia 13 do cor-
rente: os a prebendares levem-o a ciuco
pautes caza D. 15.
D,
Saludas.

Noticias Martimas.
Entrada*
U 11 do dito, m Monte Video; Pat.
Amer. Hubecon, M. Geo Howland. e*
quip. 7, carga a mesma que trouce.
Dia J3. Rio de Janeiro ; & So-
ciedade, M. Antonio de Azevedo, equip.
JO, carga sal, agoardente, e pal ha, pas-
sageiro I eneravo remettido por seu Sor,
Joae Perera Caldas. Fez-ge a vella
Ir 11 1 J T. ~ do Lameirao oPaq. ing. Nocin, Com.
ftf R 7* ?* T*Xml; 39 oTenente ^^^0, paia Falmouth.
das, B. Ing AcUve, M. Wdlian, Jet. Dia 14. Angolla ; Abismo,
^T^12' ^V^ ftH^ M* F'ancisco J" Crrela, equip. 19
JSSAr^TC n* ^Jamaraca; carga agoardente, farinha, eassucir. -
Colchester, vinda de salvar o B. Ing. U- lexandre, para a Parahiba chairado no
1J t \ tend "i**0**** *>rt Telia do Lameirao o B. de Guerra N. I.
em 3 do tarrent para a Parahiba, ^ Rio 3 de Maio, para o Para', pa^troa
de Janean, e Babia; 33 ** traaendo meemos 4 tronde. P**"*'lV0*0
Fermmbuco na Tgpogrqfia d
***
*

.



Full Text
xml version 1.0 encoding UTF-8
REPORT xmlns http:www.fcla.edudlsmddaitss xmlns:xsi http:www.w3.org2001XMLSchema-instance xsi:schemaLocation http:www.fcla.edudlsmddaitssdaitssReport.xsd
INGEST IEID E56UCM7MW_CUQ19H INGEST_TIME 2013-03-25T13:38:17Z PACKAGE AA00011611_00643
AGREEMENT_INFO ACCOUNT UF PROJECT UFDC
FILES