Diario de Pernambuco

MISSING IMAGE

Material Information

Title:
Diario de Pernambuco
Physical Description:
Newspaper
Language:
Portuguese
Publication Date:

Subjects

Genre:
newspaper   ( marcgt )
newspaper   ( sobekcm )
Spatial Coverage:
Brazil -- Pernambuco -- Recife

Notes

Abstract:
The Diario de Pernambuco is acknowledged as the oldest newspaper in circulation in Latin America (see : Larousse cultural ; p. 263). The issues from 1825-1923 offer insights into early Brazilian commerce, social affairs, politics, family life, slavery, and such. Published in the port of Recife, the Diario contains numerous announcements of maritime movements, crop production, legal affairs, and cultural matters. The 19th century includes reporting on the rise of Brazilian nationalism as the Empire gave way to the earliest expressions of the Brazilian republic. The 1910s and 1920s are years of economic and artistic change, with surging exports of sugar and coffee pushing revenues and allowing for rapid expansions of infrastructure, popular expression, and national politics.
Funding:
Funding for the digitization of Diario de Pernambuco provided by LAMP (formerly known as the Latin American Microform Project), which is coordinated by the Center for Research Libraries (CRL), Global Resources Network.
Dates or Sequential Designation:
Began with Number 1, November 7, 1825.
Numbering Peculiarities:
Numbering irregularities exist and early issues are continuously paginated.

Record Information

Source Institution:
University of Florida
Holding Location:
UF Latin American Collections
Rights Management:
Applicable rights reserved.
Resource Identifier:
aleph - 002044160
notis - AKN2060
oclc - 45907853
System ID:
AA00011611:00579


This item is only available as the following downloads:


Full Text
N. 256
tas


-
Amo de 1890.
DIARIO DE

i 'I l'M
1- '
I .'

8nbcreve-te na Tlpografia domeimo Diario ni Dlrelta N. S67 1. andar en meiei por 640 res hum folha
l|ac aahir todos es das atis.
i -

: MI
Quinta Feira 26 de Nqvembr. S. Pedro AUxattdvino B. M
.,\ i
Fredmar as 5 horas e 18. minutos da tarde,
i i
'"'
'

CORRESPONDENCIAS.
S)Nr. Edictor. Honrar-me-ha muij
to com a publicado da seguirte relacao
dos^membros d Columna/ feita to tm-
po em que essa Sociedade acabou de or-
ganizar as suas bazes. Fique o P. For-
ca certo, que esta nao lie a que elle diz
no sen Cruzeiro lb'O ha ver dado o Snr.
Tenente Portel la ; pode esse Redactor
no seu peridico fazer o apendix desta
publicando as illustrcs personagens, que
depois daquella dada se alistarao no co-
vil, e ainda mais favor nos fara', sede-
clarar quaes sao os que ainda hoje vao
fazer .clubs sob asua prezidencia na Con*
-gregacj'ao, e outros lugares. Entretanto,
Snr. Edictor, os seus honrados leitores
lenda esta verdica lista, taruo a devida
seleccao daquellas pessoas probas, que
desempararao, ou quaze nunca forao a'
essa sucia, como se tem manifestado ou-
tras vez?s, fazendo dos de mais o concei-
to, que merecem aos homns de bem.
> Seu venerador
Hum Militar Constitucional.




I

b
: i

Antonio Ribeiro Campos
Antonio Clemente. Esteves de Larras
Atoni6 do Reg
Alextitre Texeira Coiinbra
Antonio Gomes Leal .
Antonio Gomes W Almida !
Antonio Lins Caldas.......
Antonio: Pevew da Fonseca
ffonso Honorato Bastos
Autonjp Pinto # .
Antonio de $ouza Rolim
Amonio. Flix Gomes
Anfnio de Souto Gondim
Antonio 1 exeira JLop?.&
Antonio Mariano ^e Azevedo
Arcenio Fortunato da Silva
Padne Antonio Xajicr Garca
Befnardiio lo.-?p da Cunha

..
j

i

Bernardino de Sena Lins
Caetano Joze Ferreira de Moraes
Carlos Martins de Almeida ,
Cezario Mariano de Albuquerque
Caetano Joze de Siqueira
Domingos Lourenc,o Torres Galindo
Elias Coelho Cintra
(3- Francisco Ferreira Barreto
Flix Miguis
Francisco da Roxa Paes Barreto
Francisco da Silva
Francisco Manoel Pereira Dutra
Francisco Flix de Macedo
Francisco Carlos Texeira
Francisco Joze Martins
Joa Batista Soares
Joe Vas de O i v eir
Joa'tvN'pbmuceuo da Silva Prtela
Joaquina Pinto Madeira
Joa d'Assumpca
Joze Rabello PadilJia
Joa Pedro Araujo Aguiat
Joze Francisco da Costa
Joze Rodrigues do Passo
Joa Nepo-muceno Barrozo
Joa Batista Pereira Lobo Juiu.H'
Joze Mara da Costa Araiijo
Joze Mara Gomes
Jbz'e Gomes Leal
JozeJoaquitn-do Nascimento
J'oxe Francisco de Azevedo Lisbo.a
Joaqtu! Bernardo de,Figuerodo
Jozp Alexandrano Dias de Moura
jpd Jpze.de.Alae^a^Mascarenhas Ramos
"Joa ppmes,d-?;.Abren: .;; ,., ,.. ;.(
'Joa Andre Texeira'Mendes -...;,>
Joze Antonio Pinto
Ignacio Texeira Coimbra
Joaquim daSilva Pereira
JozeGabriel de Moraes Mayer
Jof]uiu> Joze Mendes I o
JozeMaria da<(?unli uimaraes
Joze Joaquim Jorge, Gonsalves
Joze, Urbapp^aSilya
Joze Pereira da Cunta
Joze Antonio Aires da Silva
Joaquim /Wiielio Pereira deCarvalbo
Manoel do-Nascimento e Silva


/




C1024>

na,
Manoel Joze Vas
Manoel Francisco F^ijo
Manoel J ze d Oli veira
Manoel Ignasio de Oliveira Lobo
Mapoel Pe^ro da Fonceca
Manoel Francisco de Britto
Manoel Joze de Castro
Manoel Arnb da Fonceca
Manoel Joaquim Gomes
Manoel Joze Pe reir Gra$a
Manoel dos Reys Curado
O Vigario Manoel Lourenco
Miguel Archanjo Posthumo do Nascimnto
Manoel Joze da Silva Braga
Manoel Alvez Guerra
Manoel Joaquim Ramos e Silva
Manoel Gonsalvez da Silva
Manoel Joze de Albuquerque
O Conego Pinto
Padre lgnacid Luiz de Mello
Thom Joaquim de Almeida
Tbomaz Antonio da Silveira
Pedro Borges de Faria
Raimundo Joze de Souza Lobo
Tbomaz Lins Caldas
Queiro8 Carreira

tas consequencias se os moradores da dita,
ra, na5 prestassem prora ptos socorro^
como o fizera: por isto Snr. Edictor,
vou rogar pormeiodesta aVm. queira
lembrr as Authoridades competentes, a
prohibiciio da venda de similhante gene-
ro dentro da Praca, dando logo as mais
activas providencias sobre a escandaloza
venda que della faz Joaquim Pereira Pen-
na ra da Madre Dos em a loja da
caza N 11; bem como em outras, do
mesmo bairro que declararei com mais
provas: ser vico este que 1 he agradecer a
humanidade, e o
-
.
i



S

Seu Constante Leitor
Hum Assignante.
Nr. Edictor. A hum Cabo de es
quadra nao (leve responder hum Teen te,
eu sim, Snr. Edictor, porque estou em
outra esteira, se bem que nao na do>Ar*
tilheiro amigo dos Columnas, que eu bem
conhe^o.
Pergunto pois ao camarada do Re-
dactor do Cruzeiro, o que hiao fazer es-
^Nr. Edictor. Rogo-lhe o favor de .sas testemunhas a frente da caza do Snr.
responder-me a se o que muitoobrigaia' a hum seu Snr. Portella era o gerente do lijojo, os
Assignante. '. de mais aprovava, ou nao essa picara
Primeira. Porque rasa6 leva comsi- accao ; se aprovava sao tao reos, como
gooSnr. Almolacel o Abridor, quando elle, e se nao aprovava tem a mesma
sahe em correocao pelas loges, nos mezes culpa, pela razao de que tanto pecca o
de Janeiro, e Julho ? ladra 5 como o consentidor. Mas o caso
Segunda. Porque rasao o Snr. Ai* nao he esse. O Cruzeiro e seu ranxo,
motacel nao faz o mesmo as Alfandegas, i*to he os sustentculos da hoje escaoga-
e nos Trapixes aonde ha pezos ? Ihada, e sempre facinorosa Columna lo-
Terceira. No tempo dalnspecaodo go que vi rao os seus tramas descobertos
assucar as caixas que appareciao jouba- escolherao hum dos apostatas, de cuja
das, herao tomadas por perdidas ; agora simplicidade elles mais tivessem abuza*
que o roubo esta' em seu auge, e que ra* do, para sobre elle fazerem recahir oodio
ra he a caixa que alem da falsificaba do dos Constituciopaes, com geral risota da
assucar nao traga mais 45,678 arrobas cambada ; mas elles se engaao, elles
de pao, como se prova com attestacoes riroa custa dos incautos, que illudirao,
de toda a Europa; a quem se hade reeor- porem os Constitucionaes bem conven-
rer para se coibir semelhantes v el haca- cidos, que o Tenente Portella nao bi o
das p author dessas grandes maldades, execu-
% tadas, e por executar estao prezentemen-
te bem inteirados de quaes sao os seos

&Nr. Edictor. Tendo eu observado flageladores, e nisto assim como em todos
de mui pertoo fogo acontecido na Ven- os mais intentos perdem os Cruzeiristas
da da ra Velha na noite do dia 8 do cor* o seu trabalho, por mais que berrem.
ente, occasionado por urna pequea Donde nos vem o mal sabemos nos.
quantidade de plvora al guardada, n> O Cabo de Esquadra, Sr. Edictor,
quei bastantemente penetrado de dor acaba o seu mal pronto recado insultan-
pelas victimas sacrificadas por aquella do o Tenente Portella, mas aposto eu,
txplozao; a qual poderia ter mais funes- que o Cabo de esquadra, se nao- he o



^ .. .11 I lili

proprio Redactor Forca, nao sabe que
la mesmo entre os Columnas ha tambor
bem tambor, e cousas piors que tam-
bor i Nao sabe, mas sei eu ; e o Forca
taobem sabe que o nteado de Bonifacio
sentou prac;a de cadete, e nao so nunca
manejou as armas de hum tambor, como
que ate nunca andou pelas turunbas, nem
pegou as recfeas do Ca vallo desse tal tam-
bor, de outros, de nenhum.
Em fim, Snr. Edictor, o Teen te
Portella nada perdeu, senao em quanto
esteve na Columna, e la ficou gente bem
cabo de esquadra, que ainda hoje se pre-
za de ser Columna, qne ha de ficar com
a agua na boca na&suas perteneces, que
firma va o na queda da Conslituicao ; e ca
por mim sou e serei
O Sargento Constitucional
.,




Nr. Edictor. Pela primeira ves o
vou incommodar a tfim de que Vm. me
faca obzequio declarar debaixo de sua pa-
lavra de honra se o artigo corresponden-
cia no seu Diario N. 252 de 21 do cor-
rente, assignada pelo hum inimigo
dos inimigos da Patria he obra minha.
Ou se Iha entregou o seu
Muito respeitador
Arcenio Pompilio Pompeo oV Corpo.
E a primeira vez, que temos a hon-
ra de ver o nome do nosso corresponden-
te, e nunca o vimos, nem o conhecemo?.
Tanto basta.
O Edictor.
.. ..
-

Correio.

PEla Administrado do Correio Geral
desta Ciclarle, se fas Publico que par-
te deste Porto para o do Maranhao no dia
11 de Dezembfo a Escuna Bom-fim de
que he Mestre Joze Agostinho Vianna,
as Cartas serao lanzadas na Caixa Geral
ateas 9 horas danoite do dia antecedente.
A Escuna 'Emilia M. Joze Pereira,
para Maranhao feixa-se a mala hoje as 9
horas da noite.
:

'!->
Theatro,

A 26 do corren te a beneficio de Joze
Marcal Gomes se expora o seguinte
espectculo em 9 partes
!. Overtura da Opera ** Semirames .
2. O primeiro acto d' ** A Inimiga do
seu sexo
3. Cavatina da -* Dama do hago
4. Overtra da Henrique 5.
5. 0 2. acto da Comedia
6.* Scena rond com coro da M Cruzada
no Egipto '
7.a Overtra da hm Cazza Ladra
8. O 3. acto da Comedia
9.* Scena rond com coro da h* Italiana
ern^ Argel.

Avizos Particulares.
ANna Jeronima das Virgns, filha do
falecido Manoel de Olivira Cruz,
fas sciente ao respeitavel Publico, que fi-
cando a anunciante por testamenteira do
dito falecido seo Pai, previne ao respeita-
vel Publico,. que, visto nao dever a pes-
soa alguma ; tirar sem valimento toda
qualquer obrigacao de dividas por ella
contrahidas, que para o facturo, ou por
seo falecimento, possao ser aprezentadas
aos geos herdeiros : protestando ao mesmo
tempo contra quem a tal se atrever.
Francisco da Cunha Machado per-
ciza falar com JozeLuiz pardo official de
Carpina que foi morador no Pao do albo
cazado com huma parda de nome Izido-
ria natural do Pao do al lio hoje dizem sao
moradores as trras do Engenho Bulbo-
es : no Engenho Cotunguba, ou no so-
brado da ra do Livramento D. 3, alias
anuncie a sua moradia.
Quem percizar de huma mulher pre-
ta forra, ja de idade para o servico de ca-
za, dirija-se ao beco doRozario D. 23.
O Sr. que fez obzequio comprar bi-
lhetes da rifa ue Joze Ignacio Ribeiro e
teve a lembranca de fazer publico pelo
Diario, queira trazer os seus bilhetes em
sua loje no patio do Colejo para conferir
pois queja correo desde o dia 18 de Ou-
tubro deste corrente anno ; e o dito Sr. ja
tem pago a maior parte dos premios a os
ditos Srs. que Ihe fizerao obzequio com-
prar.
Quem percizar de hum rapaz para
caxeiro de ra, ou escrptorio, dando fi-
ador ; anuncie por oste Diario.
Arrematares.
PElo Juizo da Chancellara se hade
arrematar na Pra9a do 111.a- Sr.
Chanceler duas escravas pinhoradas por
Dizimo no dia Quinta feira 26 do corren-
te detarde.
\


->
-----rr-

' J-
ob t iUr;n1
Alluga-se.
*
IVIa preta cativa que tenha bm
procedimentp, e seja fiel : no Poci-,
nho da Panela caza N 311.
. }{uma canoa de carreira ; na Tipo-
grafa deste Diario se lhe dir quena a
pertende.
AchoiHse.
i m ,
3Bilhetes da Rita do Leilap, ^e i ,
120 rs. no dia 21 do corren te ; que
for seu dono dirija-se a ra .do Queirna
rr
>(''
!>l)U t o,,.'. >.'I lil
Noticias Martima* ^
Entradas.
i ii iii
>..

IJl, 22 do corrente. Lisboa ; 47 di-
7G. S. Joa Baptista, M. Joaquim
Pedro de Sa' Earia, equip.34, carga d.f-
ferentes gneros, a Bento Joze da Corta,
passageios Francisco dePaula Carr.lho
foTseu dono dirija-se a ra ao f^T^iSt:
N.= r quedando os numerosas Bul J da Cruz, Ignacio
Jze da Costa, Francisco Manoel;, de
Cartro Carvalho, Joaquim T.burcio da
M.duzia de cade.ras que es.eja ^' J^^SJTj M-S
Hen.bo.nuzo: anuncie por este D.a- ^"^^^, Joa-
quim Avelina Tavares Negociante, TJjqs
n.az Marques da CosU, Silvestre Joe,
... p ;i/. JUm negro crenlo de ...ame Frene- Fra *J*^ 'm Gran(le do Sm ,
Meo, official deferre.ro: na ra do ^r^Joef Protector; M. YU
Rozario D. 8. i,LQ #1-Puna euuip.14, carga
Rap Princeza, Orchata, Serveja cente J.ae dea^u^'_ A*-.
preta, Bixas chegadas ltimamente do carne, a ^ JonsalveMS q
Porto, Preparado pare o. tanta... de golla; 8 dms tt^b* o,
Caldas Artiliciaes, Poz para l.-npar Xavier da Cu ha, m, ^ j
denles, Cherope gomozo, Dito Antia cor- escravos e mo rewo J, a j g^ ^
Indico, Dito de Capilaria, Tinte, de es- Xav.er Mar ^ac.nCo .
SK D"as de todas as qual.dades, Ar- New JJM 3. .
robe Antisseflique : na Bot.ca-de Gusmao Young PhoMx,M ^^
Jnior & Companh.a. E?E Porto; 45das ; B. Dido, M:
&az ki ss ss si* se s & s a*
tei se lhe entregara.
a
Compra-se
Uma duzia de cadeiras ;que esteja
^m bom uzo: anuncie por este Dia*
rjo. (,j i
Vende-se,
a
ta venda D.85.
Amas de Leite


i
UMa preta forra com bom leite; quera
della percizar anuncie por este Dia-
rio.
Escravos Fgidos.
CLaudina, do Gento de Angela, an-
da nova, e sabe pouco fallar portu*
guez, sem peitos, fgida na noite do dia gas
24 para 25 do corrente, levou hum vesti-
do de xita Ingleza com acento azul e pal-
mas espacosas, e pao preto uzado s os
apsehendedores levem-a a aua Senhora na
ra da Guia sobrado de hum andar pega-
recom pencado.
vasal, e genera, a Agostinho. te. gilva
Neves, Passag.iro Joaquim More..
Dia 23. Nova Hollauda ; 98 d-
as G. Ing. Pyramus, >1. James Eider,
equip.21, carga madeira, 15a, e azeite,
ras: Can. Conceicado^ijar, M. Attih
do Aflbn^o de Mello, ;equip.7, carga
caixas, lenha, e cobros, a -Joze, Antpmp
Falcad passageiro Maipel Antonio CM
') fin I :- \
Sihidas: A
Di i Z i i i
Ia 22dito. Nenhuma. j-aiod
Dia 23 Unnar'Pat. Liao, M.
Antonio Gomes Paiva, equip. 14, carga
bacalhao, e fazendas. r
.'. i'

rernambuct.ua Tipgrafo do Uwrw.
> -.i


Full Text
xml version 1.0 encoding UTF-8
REPORT xmlns http:www.fcla.edudlsmddaitss xmlns:xsi http:www.w3.org2001XMLSchema-instance xsi:schemaLocation http:www.fcla.edudlsmddaitssdaitssReport.xsd
INGEST IEID EPS2KGPGC_3DRB60 INGEST_TIME 2013-03-25T13:34:50Z PACKAGE AA00011611_00579
AGREEMENT_INFO ACCOUNT UF PROJECT UFDC
FILES