Diario de Pernambuco

MISSING IMAGE

Material Information

Title:
Diario de Pernambuco
Physical Description:
Newspaper
Language:
Portuguese
Publication Date:

Subjects

Genre:
newspaper   ( marcgt )
newspaper   ( sobekcm )
Spatial Coverage:
Brazil -- Pernambuco -- Recife

Notes

Abstract:
The Diario de Pernambuco is acknowledged as the oldest newspaper in circulation in Latin America (see : Larousse cultural ; p. 263). The issues from 1825-1923 offer insights into early Brazilian commerce, social affairs, politics, family life, slavery, and such. Published in the port of Recife, the Diario contains numerous announcements of maritime movements, crop production, legal affairs, and cultural matters. The 19th century includes reporting on the rise of Brazilian nationalism as the Empire gave way to the earliest expressions of the Brazilian republic. The 1910s and 1920s are years of economic and artistic change, with surging exports of sugar and coffee pushing revenues and allowing for rapid expansions of infrastructure, popular expression, and national politics.
Funding:
Funding for the digitization of Diario de Pernambuco provided by LAMP (formerly known as the Latin American Microform Project), which is coordinated by the Center for Research Libraries (CRL), Global Resources Network.
Dates or Sequential Designation:
Began with Number 1, November 7, 1825.
Numbering Peculiarities:
Numbering irregularities exist and early issues are continuously paginated.

Record Information

Source Institution:
University of Florida
Holding Location:
UF Latin American Collections
Rights Management:
Applicable rights reserved.
Resource Identifier:
aleph - 002044160
notis - AKN2060
oclc - 45907853
System ID:
AA00011611:00420


This item is only available as the following downloads:


Full Text
TT"




.
.^iniV%.iM
1

N. 61.
-> V- ? -i
.*
^4mmo ?c I82S.
.T5
U-.XIXXSXX1E3XXXSJ ,
]hm DIARIO DE PERNAMBUC.
, r. i r. n r, i\s- r
Subscreve-se na Tipografa do mesmo Diario ra Direita N. 26^ 1. andar em mezespor 640 res humajolha
que sahir todos os dias uteis.
Si^xta Feir 12 deSeptembro. S. Anta V. M.


J.vS
ttK

Preamar as % horas e 54 minutos da tarde.



.
\
>





>
*
i

DECRETO.
U El por bem Sanccionnr, e mandar que
se ex.ecutf a Uesolucao seguate da Ass ni
bla Geral Legislativa : Ear-se-liaS a E!ei-
coes para aproxima Legislatura, e as (pie
tiveiem lugar, durante a mesina, pelas ios-
truecfS de viute seis de Marco de mil *ito
ceutose viute quatro, coin as seguinles rie-
claraces:
i a Proceder-s-ha em cada Provincia
as Elejces primarias no mesmo da em to-
das as ssemblas Parochiaes, depois as se-
cuudarjas, taobem iioulro determinado da
em lodos os Collcgios Eleitoraes, para o
que, assim como pira as apurares as C-
maras das Capitaes, o Ministro t Secretario
d' Estado dos negocios do Imperio na Pro-
vincia onde es! i ver a Corte, e os Presiden-
tes das de inais Provincias em Constllio,
tendo em Coasideracao as respectivas ds-
cy* (ancias, fixar a* devidas pocas, e darao
as providencias, que convierem, para que
as Eleices se concluao legal e i.npreteri-
velmente dentro em seis mezes, cornados
do reoebimento do Decreto da Convocacao,
sobpena'de perdimento dos empregotj que
tiverem e iuliabiiidade perpetua para quaes-
quer ontros, se a demora na expehca das
Ordens tV>r causa de se ellas na i ffeituareui
lio prefixo termo.
2.a O Ministro dos Negocios do Impe-
rio, e os Presidentes, em Couselho, pde-
nlo i-streitar os Districtos Eleitoraes ja de-
signados, mullpiicavtdo-os como mais con-
,\ier.
3.a Os Eleitores, que faltarem sem cau-
sa que os impossibltte, julgada tal pelos
Collcgios Eleitoraes, serao multados ni qn*
tia de triuta a sossenta til ris, a juizo dos
meamos Collcgios, applicados para a despe-
za dos Estabelecimentos de ln&trucca Pu-
blica do respectivo lugar.
4.a As Mesas dos Coli^&io* Eleitoraes,
*le sous trabailios as Cmaras, ou Autliori-
dudcs lioa respectivos Districtos, serao
multados pelo Gorveruo na Provincia, oti#
de estiver a Corte, e as outrai pelos Pre-
sidentes em Couselho, na quanlia le trezen*
tos seiscentos mil ris, raliados rutee os
Stus Membros, Rpplicados para a despe/a
dos Cursos Jutidicos na mesma p na in-
correru as Cmaras dasCabec.s Jos Dis-
trictos, que na5 tizeiem as chii|)'j1' ules re-
messas para as Cmaras das Capilae; ees-
tas (piando naoizerem asapuiaces no tem-
po dividido: as Authoridades das Chocas
los Disti iutos, que iucorrereiN na pena cies-
te Artigo, paga rao tanto c; mo cada hniri
do- Membros das Cmaras, que tov cjuderu-
nado. ,
5.a As Mesas dos Coiiegios El ternes,
o Goxeruo, e os Presidentes e n Coin'h,
remeter as listas \o% multados m 1 rota
tos Arigos precedentes, s Cmaras nos
respectivos Distritos ; cojos P roe tiradores
faro a eohranca das mullas peraute as Au-
thoridades Judiciria? d> kg'.ir.
(i a As copias, lista*;, e cert'does que
r*oeher o Ministro e Secn tario E t do
dos Negocios do Imperio, em ol)s-r>a:tcia
, pargrafo \mu >, Capi*
tolo sexto, pargrafo stxto, Capitulo oila-
vo, pargrafos quinto, e stimo das lustruc-
efu^, serao pelo mesmo Ministro tuvaJas,
as Cmaras do Corp Legislativo.
7.a Todas as duvidas, e questo'S s^>!>re
a idoneidade dos elegiveis, on soborno, re-
btivos aos Senadores, ou Deputados, se-
^ao decididas pelos Collegio^ E'eitoraes, e
estes remtter o termo, que de tudo se de
ve lavrar, comas neeessatias clarezas, s
respectivas Cmaras Legislativas, parajul-
garem derinit\ament.
8.a Quaudo se uomearo Prezidinte, de
que falla o Artigo stimo do Capitulo quar-
to das lmtrueces, serao laobeo nomeados,
por escrutinio, os Secretarios, e E>crut4do-
res, (pe 1^6 de servir em a ora \Jea.
Jo/e Clemente Pereba, i\a Meii C selho, Ministro e Secretario d' Estado dos
Negocios do Imperio, leuda assim e.ten-
dido, o faca exeeiHar coin os despachos ne-
ccaaris. Palacio do llio de Janeiro em


'
\




I

(242)
tinte nove de Julho de mil pito centos e vim
te oito, Stimo da Independencia e do Itu
perio,
Ccm fl^racfeSUAMAGESTAEE IM-
PERIAL.
Joze Clemente Perara.
Rio de .1 cmeiro. O Rf gimenfo dos
Conselhos Geraes de Provincia foi admitti-
do na Cmara dos Srs. Senadores e em bre-
ve subir sanee 6 Imperial. Nos congra-
tulamos tiesta oeeasia as Provincias do
linperi"), q"e no principio de Dozembro
crreme poderad gozar Imm dos melho-
res beneficios da Constituirn. Os Procn-
sules, que tao indignamente tein abusado
des cargos, que Ih tora o incumbidos, verao
seni dnvida instes Conse.lhos locaes os Cen-
sores incommodos da sna conduca, e nao
perderao opportunidade de os despeitar, ou
inesmo de corrompel os. No* priuieiros
tempes, especialmente em algumas Provin-
cias, as eleicoes erad pouco livres, e esta-
rad longe de conespouder ao* filis da nsti-
luicad ; masque isso nos nao desanime A
publicidade, ea f rca daopiuiad ha de tri*
urnpharde todos esses obstculos, o Povo se
habituars franca diseu^sa dos inleresses
locaese polticos, eacivili$a<;a ganhattan-
to como a industria, ea diguidade dos habi-
tantes. O Systema Representativo, dirigido
todo 'felicidade da papulacao, firmado so-
bre a baze 'Jajusti'ca, e do* melhoramenlos
Bociaes, tem em si misino a forca, que sub-
jugai as opposices, que vence os prejuizos
arraigados; que converte em elementos li-
tis, os meios, de que pnderia servir seo
Despotismo; e pela inlervencao dos indivi-
duos nos negocios lia Patria, 'rma lenta*
mente o espirito publico, essa reuniuo de
todas as virtudes cvicas. Huma era legal
de ve comecar para as Provincias do Lupe-
rio com a installacao dos scus Consi&lhos, e
aquelles, que desejariao perpetnar indefini-
damente as trevasentre nos, ters de cobrir-
se de lntto, quaudo virem reunida nos dife-
rentes pontos da Associaea Brasileira a
constellacao dos 18 Congresos locaes, tra-
balhando, pel orgao vivificador da'pala-
vra, para o grande fim coiiiiiium da mann-
tencadas nossa* Liberdades, e.melhorain-
to da nossa liqueza e moialidade.
(Aurora Fluminense.)

EXTERIOR.
tucionaes naquelle Reino!!! Os defensores do
Throno e do Aliar, esses malvados, que taes
se aleunha, mas a quein nao he posivel\\
apelidar bem con hum nome portugus, ;
tert conseguido huma geral victoria, e le-
vado seas crimes ao cumulo Portugal....
Duas palavras sobre este paiz desatacado.
Os Miguelistalderao hum feQUE na Cida-
de do Porto, e twdoquanto nao he suscepti-
Vel dcste roubo repentino, tem sid f Utre-
gue ,a voraz rapuza do confisco!!! A mao
tallece pela dor *Ao coracao ao eserever taca
couzas! Basta pois de Portugal.
k
Portugal. Ja nao exiitem os Comti-
CORRESPONDENCIA.
St\ Redactor.
Seocidadao depremido por invectivas
dealgum calumniad' r tem rigorosa obiisa-
cao repellir-Ias, e mostrar plenamente il-li-
bada a sna conducta, huma vez, que esse
cidada trilha a estrada nao espinhosa da
honra : se aqueile, que se v* elogiado pela
cega coiitemplaca on forca d'amiz-ftde, tem
stricta precisad de nao receber, tal obse-
quio e mostrar candida mente -nao ter parte
em tal producca ; e mais, que he impro-
prio de se tolerar, ao menos (Jesagradavel
por mais que eonheca a-i suas torcas : mais
rasad partee teraqnelle, que vendo envol-
vido seu nome, em hum discu rso cheio de
xtasis, elevado aohuu ponto delirante
movido por huma paixa, Je mostrar pelo
que (he respeita a sua desapprovacao. Fal-K
lo, Sr. Redactor con aCoriespoudeneia do*
sp Diario N. 57, pelo que me diz res-
peito, a, se toce El itor seria osen voto
para cu ter Deputado. Deixando em si-
lencio a snpreza causada por tal leitura,
passo aagradtcer ao sen Correspondente
tal lembranca, e muito mais llie agradece*
ria se ua vies^e cam ella a terrtro daiulo-
Ine tal publicidade. Se eonfossa, v\uc me
nao conhece ; como pois vetara para car-
go tao digno e de tao sublime cathegoria
em hum homem sen desconhecido lele-
ye, Sr. Pernambucano, que ihediga; se
foce Eleitor, d< veria cseolher para Depli-
tados, cidadaos probos, de manifest amor
a Independencia, e Liberdades Patrias, ten-
do dado provas nao equivocas tiestas virtu-
des^ e ce mais, tlenlos precisos para en-
c.iinitihar na sapientis^ima careir Ligisla-
tiva a t'elicidade da Na^a, que he a dos
sews cotistituintes, Amizades, contempla*
cao, odios, e malquerencia* ilhasou depar-
tidos, mi de ontrog qnnesquer motivos de-
vam ser e^quetidas, e appaiecer votudo o
homem digno, (pte teuha todas esta- yraii*
diu*us quulidudcs. Nao kkt dislcuibro, Sr.
4
I



"
" "
*
m
(213}
Pernairibticatio fiesta minha advertencia pa-
ra se acaso for Eleitor, fazer a sua escolha,
eimcidados quae.s Ihe appouto, e nao na-
quelles, que Ihe tallecer algn requisitos
como em imm fallece ; viv o abundar a Na-
$a Brasileira de individuos Iluminados, e
di- -pr Queira, Sr, Redactor pela primeira vez
iuserh* estas linhas, .nacert( za de o nao in-
comodar se'ttao em ciiconstancias anlogas
aos meus principios nesfu expendidos, reco-
tifaecendo neste, e em outt^ para o futuro, se
for mister, especial favor, coufessaudo ser
com toda a cousideraca.
De Vm.
Aeno, e certo* Venerador.
Jozg da loza Salgado,
w nso.
V v avizo da Secretaria d' Enfado dos
Negocios da Marinba de 18 de Junlho pro-
xmo passado foi determinado ao Excellen-
tissimo b< nlir Vicepresidente do Gover-
no desta Provincia, que com toda a urgen-
cia o un sino Excellentissimo Senher Viee-
Preridentejdo Gocemoenviasse dita Secre-
ta, ia <' Estado huma relacao detodos os va-
zos ulereantes perteneentesa esta Provincia
quef se temperdido hostilmente todo o anuo
prximo passado, e assim tnais igualmente
iodos os annos viudonros em quunto durar
a commettido pelo dito Excelleutissimo Se-
nhor em Ofikio de lionlem, para cujo inri
rogo aos Senhores Negociantes, que teubao
perdido ligninas Embarcaces dignar-se a
mandar a Intendencia a ota das mesmas,
com declaraca da poca do perdimento, e
altura, carga, contras circunstancias, que
ocerrrer. Intendencia da iVhuinlia de
Pcr;aiub<-.o II dw Setembro de 1S2S,
Francisco R-helio da Gama*
Intendente da Mantilla.
k vjr?/p.i2 p,ii'tlpililorosi
] Fuco saber ao Sr. Gervazio Pires Fer-
rebn; t;U", Uum dos hilhees de cobre da
qnaiitia'de 3 : OiO, que me ha va dado
em i);! ivvi.hT Bulh en-, passado de sua letra e
ingual < que se hade vencer no ultimo do
i. H;;d Vlem'ofo, se dcscllcumiuhou de mcu
i) de. no dial) do crlente. E copo pode
ri-oniecr, qi.e.odilo billitc ja rebatido
ti !<"<"" V U) \r:v-' nl;"' lil* ,a,,.er a ,0"
^Z qiu- o uu rebatan, mu o aceiten en
transacefro alguma ; por quanto, desde j
protesto contra toda equalquer pessoa, que
com elle se aprezentar, assim como, contra
o mesrno Sr. Gervasio Pires se o pagar, ou
rebater a outra qualquer pessoa que nao for
cu mesma,
hereza JMaria de Jezus.
2 A pessoa, que anunciou por este Dia-
rio liniii homem abil para Administrador de
iiuin Eugenho tome a anunciar para ser
procurado declarando a ra e N. da caza.
3 Preciza*se milito fallar com Manoel
Francisco I miz Pereira Jnior e como se
tem procurado intilmente, roga se ao mes*
mo Sr. ou quem delle soubcr, queira anifh-
ciar a sua rezidencia por este Diario paia
ser procurado; advertiudo ao mesino Sr.
que he taobem para se Ihe entregar huma
carta de importancia viuda de Lisboa.
4 A pessoa que anunciou no Diario
querer comprar hurn cavallo bom marxado
pode dirigir-se ao lugar dos Afogados a di-
antedalgreja de S. Miguel na viuda de
Manoel Joze IXibeiro que tem huir cavallo
gordo boa ti gura, e bom ca regador eo seu
pceo sao 130$ mil rs,
Yendas.
5 Quem quizer comprar 5 vaccas pli-
das com piqueos Bizerros, gordas, e mni-
to novas; procure no Citio do Baibalho
trras do Eugenho do Brum, cujo citi o tem
huma ora.
6 Quem quizer comprar carne de carnei-
ro capado a 120 rs. a libra procure no as-
sodgue do beco do Padre de Domingo etn
diante todos os dias que forem de carne.
7 Quem quizer comprar 60 eazaes de
Pombos de boa aza, dirija-se a Boa vista
ra do Araga5 caza D. 8, que l achara com
quem se ajuslar..
8 Quem quizer comprar huma mulata
de idade de 20 anuos boa figura criada limi-
to domestica que, i-abe cozer, e engomar
lizo, fazer algtms doces, sem vicio algutn
iiein molestia e abil para todo o servi-
cio de caza dirija-se a ra do Crespo sobrado
D. 11 que l achara com quem tratar do seu
ajuste.
99 Na leja N. 33 da Praca da Uiiiad
aeha-se a venda as seguiutes fazeudas che-
gadas ltimamente Meias de ceda brancas
lizas e bordada para Senhoras muito supe-
riores em qualidade, Luvas de camurca
amarlas atOrg. o par, ditas de cavnurca
verdes a 480 rs. o par hum sortimento de
calcado de inarroquim de todas as cores e
cordava preto tanto para Senhoras como
para meninas cada Imm par para Senhoras
a 800 rs para meninas a 72') rs. <> P}r
sapalos d< inarroqnim para homem a H00
reis, o par dotlaiundo que ludo o calcado
\


"V
VJ%I
(244)
..*; -
lie muito superior por'ser milito bern feito e
boa qualidade de marroquim ecordavao
Bfcovas fiuas de esrovar ropas de varios ta-
nanho* e qualidade, Espelhos toucadores
ssem gavera 16:,0 rs. cada htnn, varias
pecas de obras de pedias fabricadas no Por-
to. As qualidades das pedias sao minas
novas lopazios grizolitas perollas aifiuetes
lie diamantes ricos com seo competente cor*
dao de orno tino hbitos deChrislo moder-
nos com coma de pedias cordes de o tir
fino com sele palmos decomprido e duas
oilavas de pezo colares de cabello prop ios
para liomia, na inesma luja anda tem para
Tender algumas libras e meias libias de ra-
pe Frinccza c liega do ltimamente de Lis-
boa no Brigue boa fortuna e taobem vende
as oitavas.
f 10 Na lojade Fazedas no aterro da Boa
vista, vende se bilhees de rifa de hum k-
queiro de prala de meia meza ehum relogi-
o novo de sabonete fabrica coberta e huma
cama de A r macar) terniada em rucio uzo e
li par de rodas para rifa fe i tio de tambor
sao premios em 47 bilhetes cuja rifa per**
teude fuzer no mesma loja no dia2l do c-
rlente mea de Sctembro sem falla sendo
ciMe nao huja falta na distribuirn dos bi-
lhees pellos Srs. qne quizerem fazer a hon-
ra de coicorerem a comprar dclles para
mais breve se efe mar a dita rifa o proco do
ditos bilhetes 15)20 rs. isto para nao laztr
Uiaior nomeio deles e ser mais fcil.
Jl Quem quizer comprar hum Cilio de
tenas no lugar da Boa viagem com caz de
vivenda; com! arto res de frutas com bas
trras, o dilo cilio fiea anoto ao cilio de D.
Feliciana da parle do Sul Dirija-se na
Unarga do Sacramento de S. Autouio doHe-
cife caza N. 466.
Arrendamentos.
12 Arrendase hum cilio na solidade jua-
to ao do Bispo que serve para huma grande
familia por er boa caza, quem o pertender
pode falar a Joze Francisco Martins de Al-
meiJa ou Manoel AI vez Guerra.
Furtos.
13 Quem achar hum cvalo que foi furta-
donpdia Quarta feira 10 do correte na
Inapeca do agodao, o qual tem os biguaes
seguintescastanho escuro com s pez calca-
dos, nos mesmos tem dois signaes zoes
atraz ferrado com dois ferros, sendo o de
cia hum 8 de duas peinas para a banda es-
querra, quem o vir pode o temar e entre-
gar a Joze da Cruz morador de frotle da
Madre de Dos que Ibe dar oseo adiado.
Perdas.
14 No da 6 do crente perdeu-se huma
obrigacao, passado por Diouizio Goucalvest
Pinto Lisboa, a A traslado Pe re ira de Cas-
tro Cavalcante, da quamtia de eento esc*
cenia mil reis, procedido de huma escrava
que o dilo Diouizio couiprou. Qualuuer
pessoa que a tiver achado, poder ir en*
t regar na ra do Crespo caza N Sanea
hij se-lhe gratificar, eadiveite-se que o
devedor j eat atizado para a nao pag'ar u
pessoa alguina.
Amas de Leite.
15 Quem*.quizer huma ana de leite pro-
cure na roa de Agoa verde na (juina qtm
voltapata os Martirios caza 29 a qual
lie cativa e tem milito bom leite.
P L A J\ O.
Da Segunda Lotera concedida por S, M.
1. das Obras das Igrejas de S, Joze des-
ta Corto, e S Juno Baptiza ta Villa
Real da Praia Grande, c cuja exlra-
c,a so hade |fazer no proxiuiogmez
de Sclcuibro.
1
1
1
2
4
6
8
c0
600
loiO
de
J5
3>
3>
33
33
33
33
33
3 >
1:000?000
40 #000
200#000
1(X)#U(,\)
50#00
HifO
1 Premeiro Brauco
I Ultimo dito
1:66o Primior )
3:335 B-ancos ) 500 Bilhetes a
12#000
l&OOOgOTX)
6:0002000
S:00*00
2A0) 2.400,0 1)
1 600,2 00
3: U)J(K)
24:960 000
320#(i00
SujjjO
00 OOO.5O0O
Na Botica da ra do Livrairieut i).
13. de Manoel Caelano Femando-. Aeh; ^e
a vender bilhetes mtei.is e meios bilhees
da Lotera constante do Plano a >lti;i. hi|le-
tos inteiros I2#00uiil rs. meios bilhetes
6#MKHnil rs.
Errata.
No Edital publicado no Diario N. c bl
para a Comocacao o Juri, o dia aplazado
para a vez de 26 30 do coi rente.
1


V
i
1
1

i
FbUNAMDVCQ KA Tll'OGUIIA DO DlAlUO.
-


Full Text
xml version 1.0 encoding UTF-8
REPORT xmlns http:www.fcla.edudlsmddaitss xmlns:xsi http:www.w3.org2001XMLSchema-instance xsi:schemaLocation http:www.fcla.edudlsmddaitssdaitssReport.xsd
INGEST IEID EBCEBUSLD_FB2IDA INGEST_TIME 2013-03-25T13:54:20Z PACKAGE AA00011611_00420
AGREEMENT_INFO ACCOUNT UF PROJECT UFDC
FILES