Diario de Pernambuco

MISSING IMAGE

Material Information

Title:
Diario de Pernambuco
Physical Description:
Newspaper
Language:
Portuguese
Publication Date:

Subjects

Genre:
newspaper   ( marcgt )
newspaper   ( sobekcm )
Spatial Coverage:
Brazil -- Pernambuco -- Recife

Notes

Abstract:
The Diario de Pernambuco is acknowledged as the oldest newspaper in circulation in Latin America (see : Larousse cultural ; p. 263). The issues from 1825-1923 offer insights into early Brazilian commerce, social affairs, politics, family life, slavery, and such. Published in the port of Recife, the Diario contains numerous announcements of maritime movements, crop production, legal affairs, and cultural matters. The 19th century includes reporting on the rise of Brazilian nationalism as the Empire gave way to the earliest expressions of the Brazilian republic. The 1910s and 1920s are years of economic and artistic change, with surging exports of sugar and coffee pushing revenues and allowing for rapid expansions of infrastructure, popular expression, and national politics.
Funding:
Funding for the digitization of Diario de Pernambuco provided by LAMP (formerly known as the Latin American Microform Project), which is coordinated by the Center for Research Libraries (CRL), Global Resources Network.
Dates or Sequential Designation:
Began with Number 1, November 7, 1825.
Numbering Peculiarities:
Numbering irregularities exist and early issues are continuously paginated.

Record Information

Source Institution:
University of Florida
Holding Location:
UF Latin American Collections
Rights Management:
Applicable rights reserved.
Resource Identifier:
aleph - 002044160
notis - AKN2060
oclc - 45907853
System ID:
AA00011611:00371


This item is only available as the following downloads:


Full Text
m-ww


-
N.* 141
. -Anno de 1829. . !
DIARIO DE PERNAMBCO.
Sobscreve-se na Tipografa do mesmo Diario raa Direita N. 267 1. andar n mezes por 640 res huma foiha
que sabir todos os das atis.

Segunda Feira 6 de Jlhp. S. Domingas V. M%
-


P reamar as 8 horas e 30 minutos da mnnha.


'
. .



CORRESPONDENCIA. columna do Imperio, vedada pela Ley, e
mui particalarmente por S. M. T. Ne-
Sr.-Edictor. gando-Ihe pozetivamente liceneaparaseu.
estabelecimeuto. Por esta aeca digna
JEja muito embora Balao mau lio- dos verdaderos Constitucionaes, e Subdi-
Jn*em ouca-no porem os Moabitas, seja tos de S. M. I. se cortar -o passoa novas
poispessimo o Padre, com quem tanto a calumnias, despejadamente aihrmar-se-
inveia embica figurem-no autor de todas que as autoridades constituidas, os tunc-
as Cartas, que tem apparecido nos Perio- cionarios Pblicos; os respeitaveis Cor-
dicos escripias ora por homens decentes, pos Eccleziastico, e Commercial, eosti-
eora'porpatifes, e malcriados, aftirmem eis, e honradjssimos Militares de"maioc
pera exasperaren! a calumnia, que he taS- GraduaCa sao socios d'huma tao intil,
bem autor das cartas do pescador, cojo quam crhninoza associacao. Uezemba-
autorhemui conhecido, assim como as racadsos emperrados alumnos da enthu-
razoens, queoobrigara a huma ta m ziasta sociedade, com muita facihdade
tarefa; marquem-no muito a paz, e a entrara no conheciment de que taes
salvo com o ferrete de perseguidor dos socie.lades sasempre prejudicia.es, epe-
Bispos, em quanto esta Provincia toda he rigozas; que do poder ao abuzo o passo
testemnha da estrella amizade, que con- he mui curto, doce e escorregadico ; que
servou at a morte com os Excellentissi- das antigs sociedades secretas bregas, e
mos e Reverendsimos Senhores D. Joze Romanas, e da-^modenias a massomca,
Joaquim, e D. Antonio; amrmein muito alma negra, carbonaria, jardinera e a-
emhora os *. placebo omino = ut.retri- postolica se ten em demasa abuzado, e
buat = que tem dezonrado ao Excellen- sofrido grandes- males a sociedade ; que o
tissimo e Reverendissi.no Senhor D. Frei feliz Imperiq^nzilero para a sua defen-
Thomaz de Noronha; mas nao mostra- cao, e s..sten&au nao preciza dos im-
raShuma Conta dada ao Throno, ou bellis golpes de Pr.amo enem decolum-
Assembla, huma so carta, que ataque ao as de pajfcl, guarnecidas de fcstoens^de
feu carcter, que o accuze de irregular!- velorias, e que he m.ster ja empregar a
dades praticadas na direcoa do Bi.pado, nossa boa fe, amor, e verdadera anuza-
e das .nulidades, que rezultao das delega- de para com S Men couzas^ uteis, *
coens feitasem a Capital: eu tomara a necessanas, e dignas de verdaderos Bra-
uadefeza; na5 o faco porem ; porque zileiros, em concorrermo, para obomje-
el le he hum bom Cavaleiro, tem todas as zallado do grande negocio, en que esta
armas edualidades preczas para debel- empenhado S. M. I. como^Terno Pa. da
broTeusgarraiosinimigos, 'e porque o Augustissima Senhora 1). Mana segunda:
vejo mui apangue fri no>nto de Archi- mas que taes sao os colonistas O ver-
medeTrindo-se de la boa gente ; seja dadeiro Amigo do Povo conv.dou a todos
pot que quizerem ; oucatno porem, os Brazi eiros para huma subscripto,
Lmo a BalaS sobre o la importante, co- c aos Per od.stas para ani marem esta d g-
momihndrozo negocio da primera, e se- na accao : qual porem tem sido a sua
yo; dis^er-se-se a sociedade japnica, ou lores do Cruze.ro? Novos insultos, ..




n

>*~.


*-"*
I
(564) ,
tor, naS derroquemos noempeuho, va- dSte m iKf"'/0"' Se
mo avante com o nosso amor,eamikie do tnrono do atar da Re Siat 7'
para com o Immortal SenhorD. Pedro teresse dm* r.M S^-^n11"
53a?4S2&{t nao Zt -dir/nfonio, que
grossiros, ouzarm fazer-Jlip* mirlan. "" .ncpe, o feenado desterrou os
pois de pa,ar a JrTel! '?7 g ^S^LT ****" **
.nstrniro.povosnosverdadeiroaprncmi NaH nH contTaSST Pquiu
os Constitueionaes e nasua nrit T, o* '"dagueis, dice elle, quaes sao os
marcha social;'mL atmlXt, ^'^.^-me-hia muito dolorososa
convencer o. Pov* q* l e'em ^ mi"tOS Cdad50S me Da5 ama5
i
Paizes grandes he o melhordoa Governos
1 o Constitucional, e que aoBrazil, he o
nnico que convfetn, he o nico, qUe o
pode fazer feliz, e sobiansar-se aos gran-
igar os Brazileiros entre e huma ma-
eir tal, que todos corrao para o mesmo
ini, para seren verdaderamente felices
unico fim. porque os homens abandona-'
rao as sociedades Patriarca1 es,' esereuni-
rao a grande. Sociedades Polticas. Di-
gne-se pos Sr. Edictor, inserir esta carta
no sen Diario, com o que muito obrgar
a seu Servidor.
O Imparcial. ,
Conde de Segur.
(Do Farol Paulistano.)


ea-Avizo,.^
XA, Abelha de amenh Tersa feira 7 de
Junto sae de folha e mera ; e por isso as
avulsas vendem-sea 120 rs.
Avizos Particulares.
V
& m V. da Silva, participa a toda as
pessoas qoe entraras na rifa do seu expe-
diente no mez de Junho qe ella foi efec-
tuada no dia3 do corren te, assim como
Dpede a quem teve os ., bilhetes premia-
Tz Marco Aurelio-O que nao l,e ^T d* v,r receber <* *eus premios,
"tilaoenxamenaheutilaaMha Se l p0 .*xm*
variedades.

^T/
y**


#""*

(565)



'\
ios sus bilhetes tornao a ser de 1000 rs.;
Tcndo Joze Rodrigues da Silva Bar-
roca, anpunciado pelo Cruzeiro hum Lei-
laC de vinho no dia sexta feira 3 do cor-
rente Julho, naquelle mesmo Cruzeiro
tiverao abelidade, ?ou erro de porem Joze
Rodrigues da Silva Julho, por tanto o
Publico .fique na intelligeneia de que he
Barroca, e nao Julho.
A.pessoa que por engao, ou igual-
dade de nome tirou do Correio huma car-
ta viuda, de Lisboa, para Joze Andre de
Oliveira, haja de fazer o obzequio de
mndala entregar as cinco pontes caza
D..31.
; Perciza-se fallar com Sr. Francisco
Gomes Ferreira, e.como se ignora asua
moradia, roga-se-lhe hja de declarar por
estcDiario.
Joao Lins Cavalcante de Albuquer-
que fas sciente aos compradores dos bilbe-
tes de sua rifa que o plano quehavia dado
continha alguns erros, e por isso deo no>
vo e mellior plano o quaLse aclia em roa-
bs dns vendedores dos ditos bilhetes, que
he as seguintes parles, no Recife, na ra
da Sanzala em caza deManoel Cavalcan-
te, na ra a Cruz Botica de Joze Ma-
chias, em fora de portas em caza de An-
tonio Joao, em S. Antonio no Patio do,
Colejo lojede Antonio Xavier da Silva, e
na lojede Livros de Miguel Candido de
Medeiros, na Cidade deOlinda nos 4can-
tos Botica de Joze dos Santos Pinheiro,e
a caza do Padre Soares, e na Villa de
Jguaiasc em caza do Tenente Coronel
Joao Gomes de Mello.
Compra-se
Huma burra, ou coffre, de madeira,
ou ferro, com tres chaves, e com todas as
seguranzas costumadas: quem ti ver a n-
nncie por este Diario, ou dirija-se a Ci-
dade de O inda na ladeira do Varado*" em
caza do Procurador da Cmara.
Vndense,
Huma venda com poneos fundos, que
regular a 200#0Q0, cita no Bairro de S.
Antonio, na esquina da ra que tica por
detras da Igreja de S. Joze, tendo huma
boa caza, e coramodo para huma familia;
na mesma I). 18.
Huma duzia de Cadeiras de Jaca-
randa, huma marqueza, e duas mezas
de jogo todo novo, e por preco cmodo;
Bltioa de Miguel Joze Ribeiro, ra do
Queimado, que lfie dir quem tem.
Huma rmacao de venda propra
para Armazem de moldados : no Jjefcp do
peixe flito junto a venda da garapa.
Ferro da $uecia,' e Inglez, de todas
as larguras, vergalhaG de tudas as qualir
dades, sel lins inglezes de superiores qua-
lidades com os seus competentes arrei^
huma porcao de enxofar superior que se
yendeem caixoens e arrobas, e camas de
vento promptqs, tudo por presos cmodos:
na ra do Queimado loje de ferrge N.
30.
Hum tropeo novo para sette negros*
e ajguns pertences de huma Padaria em
bom uzo'; ra da Sanzalla yelha em caza-
de Antonio Alves Das, que dir quem os
tem.
4 bois de carro, bons, e gordos, va-
cas paridas tapbem boas: to ijtio do Tra_-
pixe, campia do Barbalho, ou no Cal-
deireiro a Bento Bandeira de Mello.
Huma negra com cria de Naca
Benguella, idade de 18 anuos, sem vicios,
cozinha, engoma lizo; Fora de Porta*
cazaN. f. -,
Hum Engenho real, milito grande
com grandes partidos de varae, cercados
para criar, e refazer gados, muitasmattai
para manler huma serrado taboados, com
pouca, ou pequea levada, seje egoas
.distante desta praca; o Snr. do dito o
vende por circunstancias, e por pre^o c-
modo : ra do Rangel, caza do Vjgari
de S. Antonio.
Hum Citio'na estrada que vai da Ca-
za Forte para o Arraial, com bastante ar-
voredo, e trra suficiente de planta<;es,
e-proprias,'boa caza de vi venda, gratule
poco d'agoa, e hum grandejardim ; tao-
bem se troca, por cazas no RecifFe, ou a
prazo ; ra do Collegio caza D. 3.
Azeite de carrapato em barris peque-
nos, por preco cmodo ; ra Nova caz
N. 88, i. andar.
Vldgie ns.
Para p Acarac, com escalla pelo
Cear, sahir com a bre\idade possivel a
escuna Bracumech, J^lestre Francisco
Gomes- Cardia ; quem nella quizer carre-
gar ou hirde passagem, dirija-$e a ra da
Cruz caza N. ? 22.
Para Macei a Escuna Tri.ndaiie,
Mestre Manoel Duarte, quem nella qui-
zer carregar dirija-se a seu consignatario
Manoel Joaquim Ramos e Silva.
i




m >......
MM
v >
(^566) .
AIWiqp andar noBeciffc por ter sido encontrado.
ALiuga se. No .dia ]8 do pa8sado desapareceo
Huma Lojade quatro portas na Pra- Slr-?SgSS
^a da Uniao N. 37 e 38, com boa ar- baixa, com
saia e cabecao de algodao,
iiacao, e envidracada; ra Nova caza
N. 88, 1. andar.
Huma canoa de carreira sem canoei-
ro ; na mesma casa cima.
Quem quizeralugar huma crila boa
cozinheira, engomadeira, e boa para o
arranjo de. huma caza, dirija-se a ra das
Trincheiras, caza D. 4.
Dois negros trabalhadores de enxa-
da, quem os tiver dirija-se a ra dos Quar-
teis na terceira venda do lado esquerdo.
Perdeu-se.
tem no peito huma marca de huma ferida,
huma perna enchada de huma fenda que
tcm; os aprehendedores a podem levar
no beco do Quiabo na Boa vista.
XDX-----
Noticias Martimas.
Entradas.
Jty I a 4 do corrente. S. Matheus ;
Huma Procurado bastante vinda da 31 dias, L. N. S. da Ajuda, M. Gabriel
Cidade do Porto, a Domingos Martins Arcanjo da Silveira, equip. carga ta-
Pereira Monteiro, quem a tiver achado rinha, ao mestre. Santos; SfS das, *,.
poder entregar na Botica de Miguel Jo- Trindade, M. Manoel Duarte, equip. 7,
zRibeiro, que ser recompensado. carga toucinho, fumo, caite, e tarn na, a
Na nOite do 1. do corrente, Mm Manoel Joaquim Ramos e Silva, passa-
alfinete de diamantes com huma volta de. geiroJozede Ohveira Mam. Havre;
cordao fino; (quem o tiver achado, eo 38 dias, G. Franceza Olmda, Cap. Jac-.
queira restituir se lhe dar o achado, de- ques Beliard, equip. 14, carga fazendas,
vendo procurar aJoze Ignacio Ribeiro, a Lasserre e Companhia, passageiros Au-
com lqja na quina do Colegio. boin Cnsul JPrancez para esta Provincia,
Amas de Leite, Francisco Goncalves Martins, Chavan-
nes Negociante e sua mullier, Chrtstao
Huma crila forra, bem comportada, Edevard Bolli Negociante, Bemard Char-
e com bom leite ; ra Velha, caza D. 20. les Laserre, Genniniano Ilano^de Olive-
Huma parda forra, de muitos bons ra Mello Estudante, Antonio JozePere-
costumes; ra Direita caza N. 42. ra.; Rio de Janeiro ; 16 das, Charra
TCseravos Fno-dos N.-1. Carioca, Com. o Capitao Tenente
J^craVOS T UglQOS. Antonio Pedro de Carvalho, tras de pas-
Nodia 3 do corrente, anoutefugio sagem o 2. Batalhao de Granadeiros
de hum, cilio na Capunga, hum Cavajlo com 3W pracas, e taobem o lente
castanho de bonita figura, quem o entre- Carlos Martins de Almeida Ajudante de
ffar a seu dono, morador naPraea do Cor- Ordens do Governo, o 1. lente da
po Santo caza N. 5, seca' bem recom- Marinha Portugueza Francisco de bouza
pensado. Dalisto, e hum filho menor.
Desapareceu da Cidade de Olinda Dia 5. -<- Porto de Cralinhas; 24
hum escravo pardo a cabralhado, de no- horas, S. Rainha dos Anjos, M. Manoel
me Joao Official de Sapateiro de idade de Domingos Gomes, equip. 9, carga cai-
40 annos, baixo, grosso, cora alguns ca- xas, ao mestre.
Suhidas.
belos brancos, anda calcado, quem delle
tiver noticia *o poder prender e conduzir
a casa de seu Snr. o Tenente Coronel
Antonio Joaquim Guedes, em a mesma
Dia 4. Sabidas nenhuma.
Da 5. _- Liverpool, com escalla
Cidade, ra de Mthias Ferreira caza por Aracati; B. faig. Worrall, M. Merc-
N. 7; adverte-se aos Mestres de Em- dittRoberts, eqmp. 10, carga algodao,
barcacfos que nao o admitao a bordo, vis- a Heywortts e Co;npanlna, passageiro
to que elle se intitula por forro, e consta Joze Manoei Borges.
Tipografa

mmt
L
i
1/


Full Text
xml version 1.0 encoding UTF-8
REPORT xmlns http:www.fcla.edudlsmddaitss xmlns:xsi http:www.w3.org2001XMLSchema-instance xsi:schemaLocation http:www.fcla.edudlsmddaitssdaitssReport.xsd
INGEST IEID EKY6XSPM3_TDA1PU INGEST_TIME 2013-03-25T15:32:09Z PACKAGE AA00011611_00371
AGREEMENT_INFO ACCOUNT UF PROJECT UFDC
FILES