Escola Superior de Agricultura e Veterinaria do Estado de Minas Gerais - Resumo Historico.

MISSING IMAGE

Material Information

Title:
Escola Superior de Agricultura e Veterinaria do Estado de Minas Gerais - Resumo Historico.
Series Title:
Correspondence and Subject Files 1921-1943
Physical Description:
Mixed Material
Physical Location:
Box: 3
Divider: Subject Files
Folder: Escola Superior de Agricultura e Veterinaria do Estado de Minas Gerais - Resumo Historico.

Subjects

Subjects / Keywords:
Agricultural extension work -- Florida.
Agriculture -- Florida -- Experimentation.
Agriculture -- Study and teaching -- Brazil -- Minas Gerais.
Agriculture -- Study and teaching -- Florida.
Citrus fruit industry -- Brazil.
Leprosy -- Research -- Brazil.
Minas Gerais (Brazil) -- Rural conditions.
Escola Superior de Agricultura e Veterinaria do Estado de Minas Gerais.
Florida Cooperative Extension Service.
University of Florida. Agricultural Experiment Station.
University of Florida. Herbarium.

Record Information

Source Institution:
University of Florida
Rights Management:
All applicable rights reserved by the source institution and holding location.
System ID:
AA00000207:00052

Full Text





A T.L=:I: -.. OiA DiL EO ULTUUIt



Resun Loc historic

zc 1920 o Governo do 3-tado de T..i Geraes iediu ao Governo dos

Estados Unidos da America do L.orte, indicagao dum professional que

forre cal.zz de locar, estabelecer e dirigir una -3cola Superior de

-gricultura no Estado de ]in1.s, obedecnedo os principios basicos das

escolas congenered da 'orte America.

Confiada a escolha ao ie4>-i-tarnento da Agricultura, foi indic:.cao

o Dr. P. H. Rolfs, entao Deao da Escola Th-.erior de Agoricultura do

,Iztado da Florida, $/4X/1/A/d/ .o.'/ 0 cargo de Deao abrarLi-.e, alem
do ensino na
da direc .ao/ix 2l3cola de A-riculti.ra roi:.riamente dita, direcgao da

hstagao Ev'--erimental, e do 3ervigo de .-stres de Cultura Aribulantes

do -Lztado.

ima prinripioa de Q21,I o -r. Aolfa veiu .a'a o Brail. o Governo

de Minas recebeu instrucqjes qcue a 3c-cola deveria se- estabelecida na

Zona *ia ;^tta. Uma cormissao, composta do -Dr. Rolfs, DJr. Alvaro

Silveira, e Dr. Arduino Bolivar, visitou e examinou corn o major

cuidado, nove cidades differences. da Zon". dca L-.tt_. or decidao

unanime da corimissao foi escolhida Vigosa, como offerecendp as

,elhores condigoes.

Os llanEos internos dos eilficios foram organisados elo U--. .-olfs,

iicando o exterior dos -iesmos, a c'a.go dos architects do -.-tado.

:. Janeiro da 1922 foram toradoos s primeiros .iosos para a

uonstrucgao. 0 primeiro Ti--enheiro nomeado foi o Dr. -'3 rrio

H:rmeto Correa da Costa. c.s meiados do anno foi elle chamado para a
dureccao da Casa da oeda, no Rio de Janeiro. Substituiu-o,Dr









lario Lonteiro .do, que depois d,.l w.. Inezes uonvidou ... e..re

heiro auxiliar, o Dr. J. C. Bello Lisboa. S3endo o -r. l.o.o

convidado a o cargo de Director de Obras, da Prefeitura do
tRio de J,ineiro, foi no. .;.: o -ir-enheiro 'jLefe da Construc~o, o

Dr. J. C. 3el'o LisbSa,

0 2 tado de i:;-_. :Geraes foi deliz corn a escolha cos dois

especialistas que estao a testa destta .;.,c.iosa obra. c -ta

ulta ligeira visit al -. cola para qualquer pessoa ficar co- letar:.ente

convencida da sua enorne utilidade .... a a-ricultura do >-tado.

Todos ficam surprehendidos r.?la belleza do local e dos edificios.
S0 Director, .Dr. P. H. Rolfs, e filho do .- -t.ado de lowa, E. u.

A. 2ormou-se na ]scola Superior de A.'ricultura do "..tado de Iowa,

em 189,9 to -tndo o segundo grao em 1891. '"-. tarde recebeu ainda o te

terceiro grao. 2- 1891 transferiu-se p-ara o _1.,tado da ZIrada,

est-nao naquella epoca a tr_-icultura technica da .iorida er maior

atrazo do que a de .i.i:a.-Geraes actualmente. Dasta dizer que a

.lorida 6 hoje rival da 7alifornia, como terra de ricos, para mostrar

como tern se desenvolvido esta -.tado. De todos os I:tados Unidos,

a Florida e o mais semelhante a Tinaia Geraes em cliina e cultural.

Por isto foi especialmente vattajoss ter sido contractado umn

professional conhecedor das cultures tropicaes.

0 Engenheiro _in,.arregado das Condtrucoes D. 1i. C. 3ello

Lisboa, represents tambem escolha feliz para o _-- tado de 1inas,

proque possue boas qualidades de organiizador e administrator, alem

de ser muito patriota, energico, e dedicado. E' filho do -stado de

H.io de Janeiro,. -ctudou na Academia do Comnercio de Juiz de F6ra,
na -;cola de -,,enheira de Sac Paulo, e formou-se na :..cola








-3-


Polytechnia do Aio de Janeiro, tendo recebido su-cessivamente os graos

de contactor, a,-rii,ei-sor, engenJakio geography, industrial e civil.

iepois de fo-':.Iado, fez _..te uma comnmissao incumbida ce estL'..lar nas

Indias Inglezas e noutra. parties do iundo, :l.:.nd fibrosas e sua

industrial.


0 Exmg Snr. br. Arghur da Silva bernardes foi o Presidente de

Minas que creou a Es'cola Superior de Agricultura e Veterinaria, e tern

lhe dedicado o major carinho. C--a Secretario da Agricultura na

occasiao da fu,.daao do t-.t -"el.icimento, o ai jrenheiro 16X% Coldomiro

de Oliveira.

0 D..,o Br. Raul Zoares de 'oura, de saudosa memorial, duaante o

curto prazo que dirigiu os desiinos de ..ias Geraes, continuou a

construcqao do tabelecimento.

Aos grc.ndes miineiros, D)r. ..-'ecrnando de .ilo Vianna, residente

de Minas, e i'r. Daniel de "arvalho, ;,ecretario da Agricultura,

cabe|, corn muito justi-a, !xxKgy.a '-. iagurar officialimenrite a

ZLcola, e regulamental-a.

Os dois esclarecidos estadistas, aciina citados, nao tenm

poya:.do esforgos para a ter2,ina;ao do Estabelecimento, e

consequentemente sua proxirna abertura. 6:.o principios imwxx

immutaveis da ^sjla Superior de Agricultura e Veterinaria do

.jstade de ,,s Geraes, educar a pop-.la~ao agricola do Ljtado
no-s
xax verdadeiros ideaes dLagricultura scientific Iratica, visando

maiores colheitas e me hores animaes.







ExrnmQ Snr Redactor:

Tomamos a liberdade de enviar a V. B. as

folhas inclusas corn algumas notas, &Aaat, 6tL. %Am

Sresp itoqg Escola Superior de Agricultura e Veterinaria

do Estado de Minas Geraes.

Achamos certo que Vf. S4. teri prazer em
J -a*^ 0
divulgar aos XxKxlIj, stores de ua conceituad$

journal alguns factors atiat.o e estabelecimento

mineiro, cujo inauguragao official se realizara
ALO fLO.,dO to 1
no dia vinte oito deste mez, rmanha, com devida

aolmenidade, e a assistencia dos mais importantes

elementos dos governor estadoael e nacipn4.A. 0

As folhas inclusas nao constituem artigo

prompto para ser publicado. Esperamnos apenas que

V. S. ljasxsxxs AMx pre.:ota dellas para &A base

to artigo esua abil ee i

Em caso de ser publicad, noticia Pa&Esco-la,

pedimos o obsequio de nos remetter urn examplar, para

ser archivado zxi naTbibliotheca4VA1x&.

Com protests de minha elevada estima e

consideragao, subscrevo-me,

De'VA. S.,

AmgQ attQ e obgQ,








VETERINARIA

-- DO-
Estado de Minas Geraes


VX190A


24554


Vi9osa, Minas Geraes,Brasil.


Aug. 21,1926


Mr. J. A. Stevenson,
Bureau Plant Industry,
Washington, D. C.
Dear Mr. Stevenson:


Your letter of July 9th reached us on Aug 2".


In my limi6d library here
find what Neoglaziovia variegata


I have been unable to


\* '.


t C P.: .r.


I "* -1 '* I -, 'r ,'


'\


w ^*t,












J2SCOLI


T) TVr


. .RICUILTURA w


VLTERIUDRI:, DO ,- I:T ',S GER.X>ES


:aOjiiLo historieo

Em 1920 o Governo dc -,jtad.do de Cin.'s Geraes pediu ao Governu
dos Estados Unidos da -mc.rica do 3'orte, indicga9o dum professional
que fosse cap.%z de locar, estabelecer, e dirigir uma E*scola Superior
de A:gricultura-. do .stado de HTinas, obedecendo aa principles basicos
dlas escolas congeneres dca I Trte A.,ierica.

Confiada a escolha ao Departamento da Agricultura, foi indi-
cado o Dr., P. I. Rolfs, cntao Deao da ."cola Superior de '.griculturv
do rstado dIa Florida. 0 cargo de Deao abrange, alm da direc9ao dc
ensino na lscola de ..gricultura propriam-nte dita, direccao da Lsta-
gao Experimental, e do ServiQo de M'estres de Cultura ambulantes do
'Uditado.

Elm principios de 1921. o Dr. Rollfs voiu para o B3rasil. Do
Governo de Tiinas rccbeu instrucgoes que a 2scola deveria ser esta--
b-lccida na Zona da." .atta. rma conmmissao, compost do Dr. Rolfs,
D'. -1Avaro Silveira, e Dr. lrduino bolivar, visitou e examinou corn
o rmaior cuidado, novel cid-cids aifforentes neata zona. Per decisac
unanime da conmnisaao foi esjoLhida -Vi-osa, como offerecendo as
melh-ores condioes.

Os pianos interns .dos difiios form or .4anizados pelo Dr.
Rolfs, ficando o exterior of iueiccmes, a c<.rgo dos architects do
'stado,

mrn Janeiro de 1922 forar:. tomados os primeiros passes para a
construcgao. 0 primeirc engcnheiro noaeado foi o Dr. Honorio Her-
incto Correa da Costa. lITos meiados do .anno foi elle chamado para a
'lirecgao da Casa da ,eeda, no Rio de TJSeiro. Substituiu-o, Dr.
.lario Monteiro ?,--.chado, cque depois dalguns mezes convidou para En-
yenheiro auxiliar, o Dr J. C. Belle Lisboa. Sendo o Dr. T'.-cl-i.do
convidado para o cargo de Director de Obras, da Profeitura do Rio
de Janeiro, foi nome-ado Zngeuheiru Chef da Construcgao, o Dr. J,
C. Ielo Lisboa, nos fins deste .urmc anne.

0 2stado de IKinas Geraes ci fc1iz corn eocclha- dos dIois
especialistas que estao a testa dc.sta orcndiosa obra. B:asta uma
Ligcira visit I Escola para oualquer pe)soa ficar comnpletamen.te
.onvencida da sua enorme utilidcv pav a agricultura do .stad.o.
?odos ficamn surpr-hendiacs -m).a be&ela do Lccal c dos edificios.












D Director da '2sccla, Lr. P. .1, '.clfs, e filho do Estadc de
Iowa, E.U.i..I. Formou-se no Lsc ua SuLperior de .,gricultura do
Estado de Iowa em 1899, tomandc o segundo grao em 1891. Mais tarde
recebeu ainda o terceirc grac Erm 1891 transferiu-se para o Estado
da Florida, estando naquella epoca a o,;:-icultura technical da FlorA.
4da em maior atrazo do que a de Kin-as Geraes actualmente. B7.sta di-
zer que a Florida e hcje rival da California, come terra de ricos,
para mostrar come tern se desenv@tlvidc es~e estado. De todos os E1ota-
dos Unidos, a Florida e c mais serielhante a ]Kinas Geraes era clima e
cultures. Per isto 'foi especialmcnte vantajoso ter sido contractado
um professional conhecedor das cultur-is tropicaes.

0 Engcnheiro "norarregado das Ccnstrucgces, Dr. J. C. Belle
Lisbea, represent tambem escolha feliz para o i2stndo de hLinas, por-
que pcssue bc-.s qualid1de-s de crganizarlor e administraor, alem de
oer mrauitc patricta, enurgic.., e dedicadc. E' filhc dc. Estadc de Rio
de Janeiro. Estudcu na -c:lil. o CCommercic do Juiz doe.F'ra, na
Is.ccla de Jngenharia de Sao P-.ulo, e formou-se na Escola Polytechnia
dc Rio de Janeirc, tendo recebide successivanente os grmos de con-
tador, agrinmcnsor, engenheirc gecgra-hc, industrial e civil. a
de formado, fez parte duma ccmmissao: incumbida de estudar nas Indiad
Inglezas e noutras parties do mundc, plants fibrosas e sua industrial.


0 Exmo Snr. Dr. srthur da Si0lva Bernardes foi o President.
de ininas que crecu a Iscola Superior cde Agricultura e Veterinaria, e
tern lhe dedicad. c maicor carinhc'. Era Secretaric da .gricultura na
cccasiac da funda9ao do est-.belecimentc o Engenheirc Clcdcmirc de
Oliveira.

0 Exmt. Snr. Ru.ual Sccres de Lcura, de saudcsa memorial, durante
c curtc: prazo que dirigiu os destinos de Hinas Geraes, continuou a
construcgao da Lsccla.

.ics grandes mineiros, Dr. Fernandc }ello Vianna, Presidente de
Min.s, e Dr. Daniel Serapiac ..e Carvalhc., Secretario da .,gricultura,
cabe, ccm muito justiga, inaugurar officialmente a Bscola e regula-
maental-a.

Os dois e'clarecidos estadistas, acima citados, nac tern pcupad
csforgos para a terminaLao do estabelecirmentc, e consequentemente sua
proximao abertura.

Sao principios irmnutaveis dca soccla Superior de .,gricultura e
Veterinaria dc Estado de Minas Ger.eo, educar a pcpulagac agricpla do
Estadc nos verdadeiros ideas doa agriculture scientifica-pratica,
visandc maicres cclheitas e melhcres aniuiws.


ijvC ~